Anuário de Design Hospitalar

Page 1

Design por Evidência

Hospital Sustentável

Edmundo Vasconcelos A excelência premiada de um DNA hospitalar diferenciado

Cleveland Clinic Lou Ruvo Center for Brain Health NV - Las Vegas

Humanização no atendimento passa pelo Design

Pró-Saúde

Edição Especial da Revista SaúdeBest

2011

Cérebro como Inspiração Frank Gehry surpreende com o projeto da Lou Ruvo Center for Brain Health

Veja uma seleção do “Quem é Quem” no Design Hospitalar 01_Capa.indd 1

27/11/10 12:17


Untitled-1 2

26/11/10 23:38


Untitled-1 3

26/11/10 23:38


EDITORIAL

Flavio Della Torre

Editor Celso Skrabe Jornalista Responsável Susana Batimarchi MTB - 16.022 Diagramação Flavio Della Torre flavio.dellatorre@gmail.com Representantes Albino Spaolonse Carlos Lescovar Claudio Pallombo Administração e Finanças Neide Fernandes Conteúdo Luiz Eduardo Fernandes Flavio Horita Web Site Victor Skrabe Luis Gustavo Lima Impressão NeoBand

O Anuário Hospital Best é uma publicação da:

Exímia Comunicação Ltda.

Rua Cardoso de Almeida, 60 - cj. 32 05013-000 - São Paulo-SP T: (11) 3872-2190 - F: (11) 3872-2523

Chegou a hora e a vez do Design

A

evolução agrega novas camadas de complexidade o tempo todo. Novos conhecimentos e novas soluções são tudo de bom para a saúde. A medicina do século XXI avança para o interior das moléculas e desbrava o universo do proteoma. A biologia molecular é realidade e a farmacogenética faz da medicina personalizada a celebração da individualidade. Somos iguais, mas somos únicos. E nada é mais humanizador do que ver cada paciente como uma obra prima, um ente de desenho singular e exclusivo. E a humanização virou métrica de competência para hospitais e estabelecimentos de saúde diferenciados. Atender bem está na moda e virou uma questão de sobrevivência. Hospitais são organismos complexos. Que abrigam sistemas cada dia mais sofisticados e interdependentes. Cuja missão se amplia e diversifica na medida que assumem papéis na prevenção, na educação e como guardiões da saúde da comunidade. O desafio de conceber, planejar e construir estruturas que não podem falhar, que operam 24 horas do dia, dotadas de hotelaria aprimorada, logística ágil para garantir abastecimento continuo de medicamentos e suprimentos médicos, capazes de absorver um alucinante fluxo de novas tecnologias, em meio urbano exigente e congestionado e, ainda, fazer isso tudo de modo competitivo, atendendo uma legislação sanitária cada vez mais minuciosa e respeitando as demandas sociais pela sustentabilidade, ultrapassa de longe as fronteiras de um único campo de conhecimento ou especialidade. Esse novo contexto, de complexidade sem precedentes, cria um ponto de inflexão do setor. Só uma abordagem multidisciplinar, dotada de visão sistêmica, tem efetiva condição de reunir e articular todas as peças do gigantesco quebra-cabeças em que se converteu o hospital. E a resposta ao desfio abre espaço para o Design e sua vocação integradora. Abre espaço para um Design de resultados. Um Design baseado em evidência. Certamente, o Design Hospitalar tem pouco a ver com a noção restrita do estilo ou da estética. O conceito de Design hoje é muito mais amplo e abrangente. Incorpora a função, busca a boa estética por ser atributo humanizador, mas abarca todas as causas que produzem o resultado, assume compromisso com a sustentabilidade e mira os efeitos, que são seu propósito e sua razão de ser. Ao trazer à lume o primeiro Anuário de Design Hospitalar SaúdeBest nosso propósito é oferecer um espaço para a reflexão sobre os desafios do hospital contemporâneo e do papel do Design por Evidência no futuro da instituição que, na opinião de Peter Drucker, é a mais complexa das organizações criadas pelo homem.

Celso Skrabe EDITOR

Os conceitos emitidos nos artigos assinados são de responsabilidade de seus autores e não expressam necessariamente a opinião da revista. A reprodução dos artigos é permitida desde que citada a fonte.

01_editorial.indd 3

29/11/10 00:35


Untitled-2 1

26/11/10 23:40


Lou Ruvo center brain health

O Cérebro como inspiração O

setor hospitalar vem descobrindo o design como ferramenta de fazer inovação. De juntar imaginação com tecnologia para converter ideias em realidade. De trazer o futuro para o presente. A arquitetura do edifício hospitalar é um dos campos de expressão do design que mais tem mostrado desenvolvimento. Novas formas e linguagens desbravam novos contextos e abrem espaços semióticos inesperados. Um exemplo das possibilidades surpreendentes do design é o projeto de Frank Gehry para a Cleveland Clinic Lou Ruvo Center for Brain Health em Las Vegas, no estado norte-amerciano de Nevada. O Lou Ruvo Center surge no seu entorno urbano de Las Vegas como uma visão inesperada, surpreendente, arrebatadora. E, no que concerne a área hospitalar, ainda que desconcertante para uns e inspiradora para outros, oferece um ponte de reflexão que não permite indiferença. Quem vê não esquece mais. A maioria ama, porém ninguém ignora. A Lou Ruvo Center destina-se ao tratamento, pesquisa e ensino em saúde mental e conta com ambulatório, uma clínica de pesquisa, suites de neuroimagem, uma biblioteca de referência e um espaço de convivência. Sua arquitetura mais inusitada acolhe também, como fonte adicional de geração de receitas para custeio das atividades da instituição, um anexo para exposições e eventos que comporta banquetes para até 450 pessoas. As instalações de atendimento, pesquisa e ensino estão em um conjunto de quatro andares articulado como uma série de deslocamentos em blocos retangulares e construído em alvenaria e vidro. Neste conjunto fica a entrada para o atendimento geral, pacientes e funcionários.

6

Anuário Brasileiro de Design Hospitalar

01_Lou Ruvo.indd 6

29/11/10 04:27


www.hospdesign.com.br

01_Lou Ruvo.indd 7

7

29/11/10 04:27


Lou Ruvo center brain health

O espaço de eventos, o Keep Memory Alive Event Center, tem acessos independentes, sendo uma construção surreal, de paredes e tetos em curvas ondulantes que parecem desmoronar sobre o visitante. Nesse espaço fica a área de eventos e sua infraestrutura de apoio, que conta com uma cozinha e outras dependências. Frank Gehry é um dos mais renomados designers e arquitetos do mundo, autor, entre outros celebrados projetos do Walt Disney Concert Hall, no centro de Los Angeles e do Guggenheim Museum, em Bilbao, na Espanha. O mais inesperado, contudo é que as circunvoluções do Lou Ruvo Center foram inspiradas pelas formas do cérebro humano. Admirável, não?

8

Anuário Brasileiro de Design Hospitalar

01_Lou Ruvo.indd 8

29/11/10 04:27


Ficha Técnica Cleveland Clinic Lou Ruvo Mantenedora : Keep Memory Alive CRONOGRAMA: Início do Design - 2005 Projeto e início de construção - 2006 Conclusão – Abril de 2010 ÁREA CONSTRUÍDA: 5.598 m² ÁREA DO TERRENO: 7.914 m² PROJETO: Parceiros Gehry, LLP Frank Gehry - Designer Terry Bell - Projeto Brian Zamora - Designer do Projeto Kristin Ragins – Arquitetos Ronald A. Rosell David Rodriguez Michael Sedlacek Andrew Galambos Equipe do Projeto Eun Sung Chang Izaburo Kibayashi Michael O’Boyle Mok Wai Wan Natalie Magarian Natalie Milberg Nora Wolin Sameer Kashyap Sarah David Yvon Romeus ENGENHEIRO DE ESTRUTURAS WSP Cantor Seinuk PROJETOS MECÂNICO, ELÉTRICA, HIDRÁULICA, SEGURANÇA, TELECOMUNICAÇÕES, Cosentini Associates DESIGN DE ILUMINAÇÃO L’Observatoire International ENGENHARIA ACÚSTICA McKay Conant Hoover, Inc. e Nagata Acoustics CLIMATIZAÇÃO Transsolar PAISAGISMO Deneen Atelier Powell, Inc. ENGERNHARIA CIVIL G.C. Wallace, Inc. ENGENHARIA ÁUDIO VISUAL Spurgeon Design e Desenvolvimento, LLC EMPREITEIRA: Whiting-Turner Contracting Company SISTEMA ESTRUTURAL: Estrutura metálica ÁREA DE EVENTOS Estrutura metálica e painéis de aço MATERIAIS CONSTRUTIVOS: Concreto, Membranas termoplásticas, vidros e esquadrias de alumínio PRINCIPAIS MATERIAIS: Placas de aço inoxidável, coberturas de membrana termoplástica, cimento, painéis de gesso, vidro, esquadrias de alumínio.

www.hospdesign.com.br

01_Lou Ruvo.indd 9

9

29/11/10 04:27


Design na saúde

Celso Skrabe e Renata Bernardis

Design Baseado em Evidência

P

or design se entende um processo. E, tendo em vista que todo processo existe para um propósito, a razão de ser do design é fazer um bom produto, criar um bom serviço ou dar forma a um bom sistema. O design, portanto, abrange a maior parte dos campos de atividade humana, notadamente os que podem ser melhorados com uso de sua metodologia. O jornalista inglês John Thackara, especialista em design, explica que “O foco do design é, em grande parte, em serviços e sistemas, não em coisas”. Para Thackara, que esteve no Brasil no final do último ano, “o papel do design agora é explorar e criar novos jeitos de lidar com atividades diárias, realizando-as de maneira mais eficiente”. Especialista em políticas de sustentabilidade, o jornalista acredita que criar uma sociedade melhor, e não apenas objetos de estilo, é a nova missão do design. John Thackara prega que o design pode melhorar qualquer produto ou serviço e encurtar o caminho que leva à sustentabilidade. No caso específico do design hospitalar no Brasil, as áreas que tem recebido mais atenção são a arquitetura do edifício hospitalar, o design de interiores e o design de mobiliário e equipamentos, muito embora a metodologia já tenha ajudado a desenvolver instrumental cirúrgico, órteses e próteses, produtos de utilização hospitalar, sistemas de comunicação, programas de informática, logística e outros. O design, na medida em que responde pelas tarefas do desenvolvimento e aperfeiçoamento do produto, ipso facto se insere no campo do marketing. O que distingue o design dos processos de desenvolvimento tradicionais é que a metodologia que o caracteriza pressupõe uma visão de conjunto e uma abordagem multidisiciplinar. Sua metodologia tem um aspecto holístico, incorpora os preceitos da semiótica, a ciência da simbologia, e se vale da engenharia para chegar ao equilíbrio entre a função e forma. O design, portanto, cuida não apenas do aspecto exterior das edificações, dos equipamentos, objetos, serviços e sistemas, mas considera sua funcionalidade e desempenho, a obediência a normas e posturas legais, a interação e sinergia com outros elementos do sistema e, ainda, os efeitos que produz, os materiais com que virá a ser produzido, os processos produtivos que irá adotar, sua utilização e descarte, bem como o elenco das preocupações ligadas à sustentabilidade. Fernanda Bocorny Messias, que coordena o Programa Brasileiro do Design no Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior escla-

10

Anuário Brasileiro de Design Hospitalar

01_Design por Evidência.indd 10

29/11/10 04:33


www.hospdesign.com.br

01_Design por EvidĂŞncia.indd 11

11

29/11/10 04:33


Design na saúde

Lounge do Einstein - os detalhes são a alma do Design

rece que “o design, por sua interface homem-objeto, é fundamental para a transição da sociedade sustentável, bem como na reformulação dos modelos tradicionais de produção, consumo e expectativas de bem estar”. O design, na sua aplicação em saúde, parte do pressuposto de que maneiras bem pensadas de juntar a função e a forma permitem chegar a um desempenho melhor. E para tirar proveito da curva de aprendizado que vem das boas experiências, os projetos de design hospitalar podem ser melhores se apoiados pelas evidências reunidas em um conjunto das melhores práticas. Ao adotar um design baseado em evidências o design hospitalar conta com instrumentos para aprimorar a atividade cotidiana da atenção aos pacientes. Atividade que vem a ser, afinal, o propósito principal da existência do hospital. Essa nova maneira de pensar o atendimento à saúde já vem reunindo um expressivo número de evidências que estão mudando o olhar hospitalar sobre o design e sobre como essa metodologia pode ajudar a obtenção de excelência superior no atendimento. Um exemplo do entusiasmo que o design hospitalar vem despertando no primeiro mundo, notadamente nos Estados Unidos, está demonstrado no artigo sobre o tema publicado pelo New York Times em dezembro último. A autora, Allison Arieff, colunista de design do jornal, afirma, com todas as letras, que o advento do Design Hospitalar é “uma lufada de ar fresco no atendimento à saúde”. Nada a estranhar, uma vez que, nos Estados Unidos, o mercado de saúde é altamente competitivo e conquistar a preferência do consumidor é questão de vida e morte. Por isso mesmo, naquele país, o design na área da saúde está se tornando uma arma estratégica. Lá foi criado o Centro de Design em Saúde (The Center for Health Design) que estuda o tema e propõe ao setor que adote uma abordagem baseada em evidência. O denominado Evidence-Based Design - EBD, que em português se converte em Design Baseado em Evidência – DBE. Esse Design Baseado em Evidência (DBE), é definido pelo Centro como o “processo de basear as decisões sobre o ambiente de atendimento à saúde em pesquisas confiáveis e que permitam alcançar os melhores resultados possíveis”.

12

O Design por Evidência, como se pode deduzir, toma por empréstimo a metodologia da “Medicina por Evidência”, cujo propósito é reunir as melhores evidências disponíveis para orientar a tomada de decisão clínica, e o estende para o design em saúde. Rosalyn Cama, designer que preside o Centro Norte-Americano para o Design em Saúde, explica que o DBE toma por base os melhores resultados de design observados na prática do atendimento à saúde e os adota em um processo de decisão interativo. Nele são envolvidos os designers, de um lado, e os planejadores hospitalares e profissionais de saúde de outro. Na intersecção das evidências do melhor design disponível com o conhecimento das demais áreas envolvidas, o DBE encontra elementos de conteúdo, forma, comportamento, organização, sustentabilidade ambiental, cultural, social e econômica que, uma vez alinhadas com os propósitos do Design, podem ser tomados como referência para se chegar aos melhores retornos possíveis. A designer deixa claro, no entanto, que o DBE não prescreve soluções prontas mas, antes, se constitui em uma “plataforma a partir da qual se adiciona conhecimento ou se lança inovação”. A proposta do DBE, como acontece com seu congênere médico, tem um compromisso com a ética, como explica Rosalyn em seu livro Evidence-Based Healthcare Design (John Wiley &Sons 2009). Para ela, o “DBE esposa uma obrigação ética de medir os resultados e compartilhar o conhecimento adquirido com o sucesso - ou eventual falha - de uma dada solução de design com todos os interessados no aperfeiçoamento do atendimento à saúde”. Recomenda a autora, ainda, que este compartilhamento se dê, idealmente, por meio de uma divulgação nos moldes do peer-reviewed como é usualmente adotado na academia. No Brasil o design em saúde só agora vem recebendo maior atenção. Isto significa que ainda não se tem uma literatura ou uma casuística mais densa, muito embora exista uma quase unanimidade na opinião de que um bom design melhora as características dos equipamentos e produtos hospitalares e ajuda a recuperação de grande número de pacientes quando tratados em ambientes hospitalares agradáveis, humanizados e acolhedores. Uma das maiores autoridades no

Anuário Brasileiro de Design Hospitalar

01_Design por Evidência.indd 12

29/11/10 04:33


Sala de atendimento do Einstein - o agregado de percepção positivas infunde confiança ao paciente

assunto, o arquiteto e médico Domingos Fiorentini, explica que um bom design do ambiente hospitalar deve unir a forma com a função de maneira ajustada ao contexto da realidade hospitalar em que será aplicado. Combinar as soluções de design com os objetivos operacionais do hospital é uma condição que ajuda a chegar a um projeto de sucesso. Fiorentini entende que o design de um hospital não pode ficar limitado ao edifício hospitalar ou seu ambiente interno. O hospital é um equipamento público tão importante na cena urbana que o ideal é projetar o hospital integrado na cidade, no sentido de obter uma bem planejada infraestrutura de acesso, logística e serviços básicos como eletricidade, água e esgoto. A proposta é sempre fazer um hospital que harmonize com a paisagem do seu entorno urbano e, Domingos Fiorentini - Médico e Arquiteto, soma mais de 400 projetos em arquitetura hospitalar

portanto, seja esteticamente agradável, mas ainda mais importante é que tenha as qualidades para ser humanizado, eficaz e inteligente. No que respeita ao design, Fiorentini concorda com a definição de Philippe Starck de que “Design não é estilo. Design é lógica”. Em sua visão, para buscar a lógica no design hospitalar é preciso ir além das aparências. Uma abordagem tópica, que fique só no plano da estética ou tenha abordagem superficial, acaba produzindo soluções que podem se mostrar irrealistas e impraticáveis. Fiorentini acrescenta ser também indispensável que o processo do design seja conduzido a partir de uma genuína compreensão da atividade hospitalar. O arquiteto esclarece que o hospital analógico do passado, se converteu em hospital digital. Toda a sua lógica operacional deve levar em conta essa mudança de paradigma. Um entrave que o arquiteto lamenta é que alguns tabus ainda teimam em se colocar no caminho de hospitais mais racionais, seguros, sustentáveis e ecologicamente bem resolvidos. A questão do uso e manejo da água, por exemplo. Fiorentini explica que o consumo de água tratada pode chegar a três mil litros/dia por paciente em hospitais diferenciados. Entretanto, com algumas medidas simples e reaproveitamento inteligente, o consumo pode cair para a metade. Outro ponto que, na opinião do arquiteto, merece cuidado especial do design é o respeito à dimensão humana do paciente. Nesse particular, ressalta que a maior aspiração da maioria dos pacientes adultos, habituados a auto-suficiência, é conservar sua autonomia até o limite de suas forças. O projeto deve, aqui, se valer da criatividade, da inovação e de todos os recursos da melhor tecnologia para facilitar a privacidade e manter a autonomia do paciente de todos os modos possíveis. Coisas simples do dia a dia de uma pessoa saudável passam a ter um significado especial para o doente. Fiorentini assegura que nada melhora mais a auto-estima ou levanta o ânimo de um paciente internado do que ser capaz de alimentar-se sozinho e cuidar de suas necessidades fisiológicas, de sua higiene pessoal e de si próprio com dignidade. Exemplifica dizendo que a disposição do vaso sanitário de modo a permitir ao paciente usá-lo no lugar de uma comadre ou facilitar o banho em uma cadeira posicionada sobre o vaso sanitário, quando ele não tem

www.hospdesign.com.br

01_Design por Evidência.indd 13

13

29/11/10 04:33


Design na saúde

controle sobre o esfíncter, são detalhes que facilitam o trabalho da enfermagem e humanizam um ambiente de internação. Fiorentini explica que até o prosaico ato de escovar seus próprios dentes pode ser uma vitória exilariante para um enfermo. Uma sensação que só pode ser bem compreendida por que quem viveu a experiência na própria pele, como foi o caso dele mesmo. Fiorentini conta que sua experiência mais enriquecedora, como arquiteto hospitalar, foi passar por um problema de saúde que o deixou entre a vida e a morte. No período do tratamento viveu as mesmas frustrações, dificuldades e aflições que angustiam milhares de pacientes todos os dias. Como confessa, nem a condição de médico ou suas quatro décadas projetando hospitais, nada o havia preparado para a experiência que viveu no período em que passou internado e ao longo do qual chegou ao coma, foi intubado e, após alguns episódios de semi-consciência, foi preso à cama para evitar que viesse a se ferir. Aqueles dias foram uma sucessão de pesadelos. A ironia é que sentiu na carne algumas deficiências no design de um celebrado hospital que ele mesmo havia projetado. Fiorentini diz, sem melindre nem reservas, que uma coisa é saber e outra, diferente, é sentir. Um projeto pode ser quase perfeito. Ainda assim, aquele pequeno detalhe que falta será notado e sentido pelo paciente. Lembra, por exemplo, que quando despertava sentia urgente necessidade de urinar. Nessas ocasiões, a primeira coisa que desejava fazer era chamar a enfermagem. E pode experimentar o paroxismo da frustração quando uma pêra da chamada de enfermagem teimava em escapar de sua mão. Suando frio, sem poder mexer-se, impossibilitado de emitir som em razão da intubação traqueal, acabava tomado por um indescritível sentimento de impotência. Da experiência vivida resultou uma obsessiva preocupação com as soluções de comunicação que desenha em seus novos projetos. Muitas vezes a chamada de enfermagem é o único recurso que resta ao paciente em seu desejo de manter-se vivo e integrado ao mundo. Mas, além disso, claro, ampliou ao máximo o cuidado com os detalhes que tem por fim facilitar a vida do paciente e preservar sua autonomia e dignidade enquanto internado. Para ilustrar, relata que nos projetos que faz para a AACD - Associação de Assistência à Criança Deficiente, instituição que

tem muitos pacientes cadeirantes, ele começa um projeto montando o lay-out com divisórias de madeira. A seguir, senta em uma cadeira de rodas e experimenta todos os percursos e movimentos. Faz as alterações e, só depois de convencido da adequação dos espaços, é que passa o projeto definitivo para o papel. Decorre daí que a insólita experiência vivida por Fiorentini acabou por fazer do arquiteto e médico um designer hospitalar ainda melhor. E de sua desdita lhe veio a

HCor e a medicina de resultados: O Design com tecnologia de ponta assegura humanização com alta resolubilidade

14

Anuário Brasileiro de Design Hospitalar

01_Design por Evidência.indd 14

29/11/10 04:33


O Design contribui para a humanização do atendimento

segurança para prescrever o design hospitalar e receitá-lo como um remédio sem contra-indicações. Outro testemunho sobre a importância do design é o de Diana L. Mariutti, coordenadora de ambientação do hospital paulista Sírio-Libanês, que elucida: “Uma ambientação com cores, iluminação, ventilação, ergonomia, sons e mobiliários adequados é capaz de amenizar o estado emocional de pacientes e acompanhantes, geralmente

ansiosos em ambientes hospitalares” Para Abgair Xavier Lima, diretora de apoio logístico do hospital São Camilo Pompeia, de São Paulo, os pacientes sentem quando estão sendo acolhidos em espaços planejados para proporcionar bem estar. “Uma internação possibilita o aprofundamento espiritual e, portanto, é importante disponibilizar aos clientes um local onde possam apaziguar pensamentos e repensar atitudes e relacionamentos. Um ambiente agradável garante que fatores responsáveis pelo estresse se minimizem e aflorem sentimentos de paz, conforto, alívio, esperança, motivação e consolo”, opina. Identificar o que agrada aos pacientes em um ambiente hospitalar também pode ser muito útil para compor o agregado de percepções destinado a infundir-lhes confiança, segurança e a proporcionar-lhes um ambiente mais agradável e favorável à recuperação. Rita de Cássia Grotto, responsável pelo serviço de atendimento ao cliente, do hospital Albert Einstein, revela que os pacientes que são conduzidos pelo hospital, deitados em macas, usualmente ficam encantados com a beleza e a imponência do átrio. “Desde o momento em que constamos isso, incluímos no check-list de nossa governança cuidados com o teto”, conta ao ressaltar a importância do ambiente percebido pelos usuários e, especialmente, do cuidado que se deve atribuir aos detalhes, já que é a partir deles que os pacientes e suas famílias tendem a formar um juízo da instituição e da qualidade de seu atendimento. Os detalhes, enfatiza o arquiteto Domingos Fiorentini, são a alma do design. Ele lembra que o arquiteto Mies Van der Rohe repetia sempre, como antes dele o fazia Michelangelo di Lodovico Buonarotti: “São os detalhes que fazem a perfeição, mas a perfeição não é um pequeno detalhe”. “O design é muito importante e passa uma mensagem subliminar às pessoas que, em sua maioria, só se dão conta disso quando há sua ausência”. Essa a opinião de Bianca Tognollo, supervisora de Marketing da Fademac, que prossegue: “Quando as pessoas estão num ambiente hospitalar sem cores agradáveis e sem o conforto e acolhimento, os sintomas desagradáveis se intensificam”. “Neste aspecto a indústria já interage concebendo produtos que se alinham

www.hospdesign.com.br

01_Design por Evidência.indd 15

15

29/11/10 04:33


Design na saúde

Hospital São Luiz - Anália Franco - O conforto amenisa a angústia do paciente e sua família

com o conceito de humanização e conforto para os usuários, quer sejam eles pacientes ou profissionais”. Diana, do Sírio, relata que o envolvimento de profissionais de diversos setores também é fundamental para a definição de materiais de acabamento, capazes de atender as especificações técnicas de higienização, de risco de contaminação e de quedas, da facilidade da manutenção, entre outras. Afinal, na composição da área hospitalar os custos interagem com inovações tecnológicas, atualizações científicas e muitos outros.

Ambiente e humanização O arquiteto Siegbert Zanettini, professor titular da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAUUSP), opina que a arquitetura hospitalar deve ir além da humanização do tratamento: “Ela agrega qualidade de vida, dá conteúdo ao espaço humano, simplifica, dignifica, dramatiza e modifica”, diz parafraseando seu colega Enrique Lipszic, diretor da Panamericana Escola de Arte e Design. Zanettini acredita que a beleza é fundamental para as pessoas, em qualquer local e em qualquer situação. “Permeada por ambientes acolhedores e funcionalmente corretos, ela contribui sensivelmente para a aprazibilidade e para o aconchego do usuário, ainda mais quando este está na condição de paciente, fragilizado por alguma doença. Indiretamente atua nos sentidos e contribui para o bem estar do doente, do acompanhante e também influencia no humor e disponibilidade dos profissionais de saúde”. Por isso, o arquiteto critica soluções equivocadas, que, até hoje, se perpetuam em ambientes como algumas Unidades de Terapia Intensiva (UTI). Em muitos a luz e o ar são artificiais o que, além de promover maior consumo de energia, mexe com o metabolismo dos pacientes e retarda a recuperação. Aqueles que trabalham em locais com essas características também têm seus desempenhos influenciados negativamente, explica. Para transformar esses ambientes em espaços mais favoráveis ao

16

restabelecimento dos pacientes, Zanettini preconiza a luz e a ventilação natural. Utilizou ambas no hospital paulista Professor Edmundo Vasconcelos que ganhou uma UTI infantil totalmente aberta para o exterior. Também preconizou esses diferenciais na unidade Pompeia do Hospital São Camilo, Hospital Bandeirantes e Leforte, todos em São Paulo. “A luz natural ajuda a minimizar o desgaste dos pacientes, o que é comum nesses locais. Ela é estrutural para a arquitetura, pois cria uma relação direta com questões de ecoeficiência e sustentabilidade”, diz. O arquiteto Lauro Miquelin, por seu lado, faz da comparação com um hotel a chave para a humanização do espaço hospitalar. “A meta é multiplicar exemplos de excelência para que possamos, daqui a pouco, entrar em um hotel bem planejado e ouvir alguém dizer que parece um hospital”, afirma.

Influência psicológica A influência da ambientação na recuperação do paciente, segundo a psicóloga Solange Martins, do hospital paulista Santa Catarina, existe porque quando o paciente tem seu organismo em desarmonia, em razão de seu quadro clínico, ele procura no ambiente maneiras para recuperar a harmonia e superar esse conflito. “Um ambiente hospitalar agradável fica, portanto, no entendimento psicológico do paciente e assim sua recuperação é favorecida. Afinal, o ser humano é voltado para o belo”. A profissional explica que os hospitais já perceberam essa demanda dos clientes e, por isso, cada vez mais se abrem a parcerias com engenheiros e arquitetos visando melhorar o design e oferecer inovação. Juntos pensam, de forma amplificada, em cuidados voltados para o aprimoramento do espaço físico. “É preciso entender o paciente como um todo e quanto mais pudermos tornar o ambiente alegre e vivo, melhor acomodado ele se sentirá e, assim, se mostrará menos resistente aos procedimentos que precisam ser administrados”, relata Solange. A arquiteta Ana Cristina, igualmente do Santa Catarina, concorda que transformar o ambiente em um espaço aconchegante e acolhedor ajuda o paciente a se sentir melhor. “As cores claras transmitem

Anuário Brasileiro de Design Hospitalar

01_Design por Evidência.indd 16

29/11/10 04:33


Zanettini - Projetos inovadores são a característica de um dos mais respeitados arquitetos hospitalares

O Toque de Zanettini na entrada do Hospital São Luiz - Anália Franco

www.hospdesign.com.br

01_Design por Evidência.indd 17

17

29/11/10 04:33


Design na saúde

Pronto-Socorro infantil do São Camilo Pompeia - Ambiente lúdico acolhe os pequenos pacientes com carinho

harmonia e paz enquanto as escuras transmitem a sensação de tristeza e angustia para o paciente. O ideal é transformar os ambientes em locais que possam criar nos pacientes alusão a suas residências”. Contudo, a psicóloga Solange ressalta que só o fator ambiente, mesmo sendo acolhedor e ajudando muito na recuperação do paciente, não é suficiente. “Uma equipe que chame o paciente pelo nome e não pelo número do quarto, que o situe em seus exames e diagnósticos, respeite sua religiosidade e a necessidade de ampliar ou reduzir o tempo de visita, é muito importante”, diz a profissional do Santa Catarina, que tem espaços pensados para o bem-estar dos pacientes como a UTI do bloco F, com cores, arte, desenhos e privacidade. Dispõe, ainda, de um saguão que conta com um piano e no qual os transeuntes podem desfrutar de música ao vivo. O hospital conta também com uma capela onde são realizadas missas e na qual diversos corais se apresentam em datas festivas.

18

nossos objetivos para o futuro. Mas é nítido que as crianças, por terem oportunidade de brincar nas nossas salas de espera, que não lembram ambientes hospitalares, são atendidas em consulta em estado de espírito mais calmo e tranqüilo”, conta o pediatra José Luiz Setúbal, presidente do hospital Sabará, que tem em cada andar um tema diferente com cores específicas e personagens temáticos nas paredes. Estes contam suas histórias e curiosidades sobre os seus países e ecossistemas. O térreo faz uma homenagem ao Brasil, com móbiles que representam a fauna brasileira, um espelho d’água que é um game, um barquinho móvel, que permite que as crianças participem da pescaria e da navegação. O hospital também tem um espaço ao ar livre com brinquedos em formato de animais africanos, como um elefante escorregador, um rinoceronte balança e uma girafa régua.

Personalização

Observação e sensibilidade, o segredo do bom atendimento.

Um benefício indireto da melhoria estimulada pelo ambiente pode levar até a redução de custos, tendo em vista à possibilidade de diminuição do tempo de assistência e, conseqüentemente, a redução do uso de medicamentos, explica a arquiteta Diana Malzoni, que em parceria com Domingos Fiorentini projetou o Hospital Sabará. “Estudos internacionais apontam que um ambiente agradável pode até reduzir o nível de cortisol no organismo do paciente, o que diminui seu estresse e acaba interferindo, indiretamente, nos resultados do tratamento”. Entende-se, portanto, que aspectos do ambiente físico como luz, cor, vistas, espaços sociais e sinalização são percebidos pelo sistema sensorial e exercem influência no sistema nervoso, particularmente no cérebro e na mente. Assim, uma luz artificial inalterável em um ambiente monótono, comum em muitos hospitais, deprime e remete a um lugar emocionalmente desgastante, favorecendo a tensão e o estresse. “Ainda não temos estudos feitos no Sabará e esse é um dos

Observar a reação dos pacientes em relação ao ambiente permite que Abgair, da unidade Pompeia, do São Camilo, relembre experiências práticas. “Já tivemos um paciente que nos pediu para mudar um quadro do apartamento, pois relacionava o tema daquela tela a um momento desagradável. Outro, depois de uma longa permanência, pediu para mudarmos um sofá, pois aquela cor já havia cansado sua vista. No dia a dia procuramos detectar estes anseios e necessidades e atendê-las”. E foi pensando em agradar aos pacientes que a unidade Pompeia, do São Camilo, segundo Abgair, realizou uma grande reforma em sua UTI coronariana. “Pensamos em um espaço capaz de acolher um acompanhante que possa ficar junto do paciente. Ansioso, amedrontado e tenso, ele ganha mais tranquilidade com a presença de um familiar. E isso contribui para o tratamento”. Os apartamentos de clínica médica e cirúrgica do São Camilo são espaçosos, com janelas amplas, que possibilitam a entrada

Anuário Brasileiro de Design Hospitalar

01_Design por Evidência.indd 18

29/11/10 04:33


Lauro Miquelin - Chegará o dia em que os melhores hoteis serão medidos pela régua dos melhores hospitais

da luz e garantem ventilação natural. Foram desenhados a partir das preferências de sua clientrela, na região da Pompeia, em São Paulo. Em um dos edifícios, sacadas permitem ao paciente e acompanhante ter contato maior com o meio externo. Na UTI Infantil, um solarium permite momentos de relaxamento. “Nosso pronto-socorro infantil recebeu uma decoração interativa. Dessa forma o paciente pode distrair-se e descontrair, enquanto espera por uma consulta ou procedimento. O ambiente tem agradado tanto que recebemos até solicitações de pais que querem contratar os serviços da artista plástica responsável pela decoração”, informa Abgair. Bernardete Weber, superintendente assistencial do Hospital do Coração, explica que, ao internar, o paciente traz consigo toda a sua bagagem de vida e, por isso, é fundamental atendê-lo de maneira personalizada. “É importante priorizar o evento que determinou a internação, mas as conveniências do ambiente e a atenção à família são coadjuvantes para o bem estar do paciente”. A superintendente conta que para oferecer um espaço acolhedor em um hospital há ainda o desafio de disfarçar aparatos tecnológicos, proteger da exposição agressiva itens que evoquem sofrimento se ficarem à vista, a exemplo de macas, cadeiras de rodas e itens de segurança. As pessoas usualmente já chegam a um hospital carregadas de angústia, preocupadas com sua saúde e temerosas do que as espera. Expor as pessoas a situações angustiantes sem necessidade não só é desumano como é contraproducente.

O design aplicado nos equipamentos Um bom produto, no sentido tradicional, era aquele que funcionava bem e durava muito. Já sob a ótica do design contemporâneo, além de funcionar bem e durar muito, deve apresentar inúmeros outros atributos. Uma estética agradável é um plus a

ser perseguido, mas uma interface amigável e intuitiva não fica atrás. Existem, além disso, muitas outras considerações importantes, como conformidade com a regulamentação, uso de matérias primas e processos de fabricação não agressivos ao meio ambiente, logística de transporte e armazenamento, manutenção, descarte e boas soluções de sustentabilidade. Uma boa síntese do que seja um bom design vem de Paola Antonelli, curadora de arquitetura e design do MoMA, o Museum of Modern Art, de Nova York. Para ela, um bom design deve ser “inteligente, simples e surpreendente”. Paola goza de imenso prestígio entre os designers hospitalares de todo o mundo por ter sido pioneira no reconhecimento do design aplicado a equipamentos médicos. Ainda em 2005 ela incluiu no acervo permanente do MoMA um transportador de órgãos para transplantes. Trata-se do Lifeport Kidney Transporter, um tranportador de rins utilizado em mais de 75 centros de transplantes em 13 países e que já transportou mais de 10 mil órgãos. A curadora do MoMA explica que o transportador a conquistou pelo fato de que não apenas engenheiros, mas designers tinham sido envolvidos na criação de um objeto que era não apenas prático e funcional como, sobretudo, bonito. Paola tem uma posição bastante radical a respeito da importância da estética como complemento da boa funcionalidade. Segundo ela, “desenhos feios devem ser rejeitados, assim como são rejeitados desenhos não funcionais ou desenhos que não apresentam consciência ambiental. É uma questão de valor”. O design hospitalar, assim, facilita um novo olhar para o hospital, mais sensível e mais humano. E adoção do DBE - Design Baseado em Evidência – permite criar uma cadeia virtuosa que pode ajudar a melhorar o desempenho dessa instituição incomparável que, na visão de Peter Drucker, é a mais complexa organização que o homem criou e se propõe a administrar. O design hospitalar pode não ter ainda todas as respostas, mas é, sem dúvida, um passo significativo na direção do que pode vir a ser, um dia, o hospital perfeito.

www.hospdesign.com.br

01_Design por Evidência.indd 19

19

29/11/10 04:33


Complexo Hospitalar edmundo VasConCelos

A excelência premiada de um DNA hospitalar diferenciado

A

reconhecida e premiada excelência do Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos está no próprio DNA de uma instituição que já nasceu diferenciada. O Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos reúne uma experiência que ultrapassa meio século, ao longo do qual desenvolveu um rigoroso conceito de Instituição Hospitalar voltada para uma prática médica da mais elevada qualidade. Inaugurado em 1949, com projeto arquitetônico inicial de Oscar Niemeyer, o Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos se preocupa em manter um ambiente onde os clientes possam ter acesso à saúde de forma humanizada. Suas instalações, no bairro paulistano da Vila Clementino, contam com dois grandes prédios, um dos quais abriga dois murais dos anos 50, realizados em pastilhas de vidro pelo artista brasileiro Di Cavalcanti, além de jardins internos e externos que remetem ao conceito paisagístico da escola de Burle Marx. Se por um lado conta com uma excelente e renomada equipe de médicos e profissionais de saúde, ao que se somam tecnologias e equipamentos de última geração para o atendimento a mais de 50 especialidades, por outro, o esmero com as instalações contribui não só para a melhor recuperação dos clientes, mas para proporcionar um convívio harmonioso entre todos os seus freqüentadores, sejam eles médicos, colaboradores e clientes.

20

Anuário Brasileiro de Design Hospitalar

01_Edmundo.indd 20

Fachada do Hospital

Painel de Di Cavalcanti

26/11/10 23:30


www.hospdesign.com.br

01_Edmundo.indd 21

21

26/11/10 23:30


Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos

Pensando nessa relação, o Complexo Hospitalar vem desenvolvendo programas especiais que colaboram e incentivam o bem-estar do ser humano. “Ao longo dos últimos anos, nosso Hospital vem passando por um progressivo processo de melhorias, contemplando modernizações físicas e tecnológicas com o único objetivo de oferecer aos nossos clientes um atendimento de padrão e qualidade diferenciados em medicina e saúde”, atesta a Diretoria do Hospital. Tudo no Hospital reflete a preocupação com o bem-estar dos clientes. Um agradável coffee shop que atende 24 horas, restaurante, banco dia e noite, heliponto para o resgate rápido de pacientes graves e amplo estacionamento, são alguns dos serviços e facilidades para o conforto de clientes, acompanhantes e visitantes. Além disso, o Hospital conta com um espaço religioso destinado ao conforto e reflexão, cercado por um magnífico jardim. A privilegiada localização do hospital permite acesso rápido tanto da região central quanto da zona sul da cidade. Próximo ao Parque do Ibirapuera, respira o ar puro do pulmão verde de São Paulo e faz excelente uso de sua localização, distribuindo suas edificações em meio a um jardim que acomoda o estacionamento e dá fluidez para a circulação de acesso e, ao mesmo tempo, assegura bem estar e conforto aos seus clientes. A conveniência da localização, o fato de estar ao largo da Avenida Rubem Berta, em nada perturba a estadia de seus clientes, cujos apartamentos estão voltados para o belo jardim. A circulação interna, por sua vez, recebe o incremento de gravuras e reproduções de obras de reconhecidos artistas brasileiros e conta com a iluminação natural das amplas janelas voltadas para a avenida.

Pronto-socorro

A reambientação e ampliação do pronto-socorro fazem parte da proposta de acolhimento e hospitalidade do Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos e conta com um design ilustrado com figuras do imaginário do artista Di Cavalcanti. A originalidade do espaço e sua temática de inspirada brasilidade foram selecionados para receber o Prêmio HospDesign na categoria de Design de Interiores do Ambiente Hospitalar. O troféu será entregue no Hospital Fest 2010, evento marcado para a noite de 15 de dezembro, em São Paulo. O espaço possui a brinquedoteca, local que facilita a integração de crianças e acompanhantes, a fim de estimular o desenvolvimento motor, cognitivo e afetivo, com apoio de brinquedos e livros.

22

Brinquedoteca

Móbiles de Di Cavalcanti no pronto-socorro

Anuário Brasileiro de Design Hospitalar

01_Edmundo.indd 22

26/11/10 23:30


Espaรงo Religioso

Coffee-Shop

www.hospdesign.com.br

01_Edmundo.indd 23

23

26/11/10 23:30


Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos

Espaço Cultural - Exposição “Fundo”

Televisita

24

Espaço Cultural - Exposição “Glossário”

Anuário Brasileiro de Design Hospitalar

01_Edmundo.indd 24

26/11/10 23:31


Humanização

O Hospital não mede esforços para humanizar a estadia de seus clientes. O Sistema de Televisita é um exemplo ilustrativo do acolhimento que o Edmundo Vasconcelos proporciona a seus pacientes internados, facilitando sua adaptação a uma nova rotina. Por meio deste sistema inovador, desenvolvido pela instituição, é possível realizar visitas virtuais aos apartamentos por meio de áudio, vídeo ou de chat.

Programa Bem Viver

“Parte importante da estratégia de nossa instituição é desenvolver projetos especiais que colaboram e incentivam o bem-estar do ser humano. Um bom exemplo é o Programa Bem Viver, cujo principal objetivo é promover a qualidade de vida por meio de ações sociais, culturais e científicas que apóiem e direcionem as pessoas nessa busca. Faz parte do Programa Bem Viver o Espaço Cultural do Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos”, diz a diretoria do Hospital. A arte e a cultura são expressões do espírito humano e estimulam um olhar para o universo dos sentimentos, das emoções e da estética. O Espaço Cultural, além de ser um pólo de difusão cultural junto à comunidade, contribui para a convivência social e é um elo na dinâmica da humanização do Complexo Hospitalar. Localizado no hall de entrada do prédio principal, o Espaço Cultural exibe até fevereiro de 2011, a exposição “Fundo”, realizada pela da artista brasileira Sonia Guggisberg. A obra é a construção de um novo espaço através da adesivagem de imagens fotográficas de um fundo de piscina que recobrem a totalidade do espaço expositivo original. Sonia propõe um paradoxo: é um site specific onde imagens flexíveis da superfície adesivada amolecem a estrutura arquitetônica do prédio, desestabilizando o ambiente. É uma simulação que dá mobilidade ao espaço, oferecendo ao publico a sensação de estar em um local onde não se poderia ficar se fosse real. Nos próximos meses o Espaço Cultural receberá uma instalação inédita da artista paulista Sandra Cinto, que criará uma obra igualmente impactante e original. Às inovações da arte contemporânea soma-se a beleza e o colorido dos bem-conservados murais do modernista Di Cavalcanti, que datam da inauguração do prédio.

www.hospdesign.com.br

01_Edmundo.indd 25

25

26/11/10 23:31


Design na saúde

Claudia Dall’Ovo

Humanização por Design O

Projeto de design elaborado pela Questto Design de um Esterilizador a Peróxido de Hidrogênio para a Baumer S/A

26

s equipamentos e produtos voltados ao hospital estão incorporando a humanização já no processo do Design. Ao contrário do que comumente se imagina, o Design não é apenas a forma. É mais que isso, sendo uma metodologia de atender as necessidades do consumidor e vai da concepção inicial ao resultado final do produto ou serviço e tendo uma visão horizontal de todo o processo produtivo. E como o consumidor dos serviços de atendimento à saúde aspira um atendimento cada vez mais humanizado, a indústria se volta para o Design na busca da fórmula que permita unir a forma e a função com a humanização. No passado o Designer era aquele que se preocupava com a estética e tinha ferramentas para melhorar a aparência do produto. Cuidava, sobretudo, da aparência e da forma. Hoje contudo, se sabe que o trabalho desse profissional vai muito além do que os olhos podem ver. Design é um processo técnico e criativo relacionado à configuração, concepção, elaboração e especificação de um artefato, produto, serviço ou solução. O chamado “Processo de Design” normalmente é orientado por uma intenção ou objetivo, ou para a solução de um problema. O Design tem como finalidade a otimização da relação forma – função (beleza e funcionalidade) e sua correta adequação à necessidade que originou todo o processo. Pode ser chamado de ato de criação ou recriação. Segundo Levi Girardi, diretor da Questto Design, que atua na área de saúde há mais de 17 anos e possui mais de 70 produtos desenvolvidos somente para o setor, o projeto ideal de Design é baseado em três pilares: Comportamento – O que é, para quem é e quem vai usar, quais são os seus desejos, quais as interfaces necessárias, o que ele faz. Tecnologia – quais os recursos disponíveis, materiais, sistemas tecnológicos, tecnologias, recursos produtivos, logística, distribuição, volume de produção e outros aspectos ligados a sua materialidade. Mercado – O Design deve atuar intimamente com o marketing para fazer a correlação com os dois outros pontos e chegar a um produto bem aceito pelo mercado e economicamente viável. Girardi conta que no início ele era procurado apenas para melhorar o visual. À medida que a confiança dos clientes foi aumentando ele passou a ter condições de questionar certos pedidos e a sugerir outras soluções. Muitas vezes a visão da empresa se mostra restrita ou pesa suas experiências ante-

Anuário Brasileiro de Design Hospitalar

01_Humanização.indd 26

27/11/10 01:00


Levi Girard - 17 anos de atuação e mais de 70 projetos de Design no setor de saúde.

riores, casos em que uma melhoria efetiva nos produtos requer uma abertura e um diálogo mais aprofundado e isso pode ir desde uma revisão do material a ser utilizado até novas funcionalidades para os usuários, ou a cor, um movimento diferente, uma outra ergonomia. O que seus clientes esperam é um produto de sucesso e isso significa, muitas vezes, fugir do óbvio e abraçar a inovação. Para o Designer a área médica tende a ser bastante conservadora, sobretudo por lidar com produtos que mexem com a vida, mas muitas empresas vêm observando que um Design inovador pode melhorar também o desempenho, a facilidade de uso, a durabilidade e outras características desejáveis em produtos para o setor. E essas empresas já se sobressaem. O efeito do sucesso do Design no mercado de saúde é que o Design deve crescer muito já em curto prazo. Notadamente nas empresas que tem um olho no mercado externo. “O produto brasileiro que tem um trabalho de Design por trás consegue ter as características que atendem à demanda com um preço

extremamente competitivo”, afirma Girardi. Como, no entanto, o produto brasileiro pode se diferenciar em um mundo tão globalizado? Para Girardi, não basta criar uma escola de Design com a cara do Brasil. O país precisa entender que o mercado internacional exige maturidade e seriedade. Cumprir com o combinado, ter qualidade impecável e atender nos prazos de entrega acertados é pré-condição para o Brasil se tornar um player confiável. E agora o país está em um bom momento para projetar sua marca, ampliar suas exportações e se firmar no mercado internacional. Com a Copa do Mundo e os Jogos Olímpicos, o país estará na vitrine do mundo e terá uma inédita oportunidade de mostrar que tem qualidade, tem entrega, tem seriedade e cumprimento de prazo. O Designer alerta, entretanto: “E se perder essa oportunidade não terá outra igual em cinqüenta anos”. Para Girardi, esse momento favorável irá também beneficiar o Design brasileiro. O momento, porém, exige cuidado. O Brasil está em

www.hospdesign.com.br

01_Humanização.indd 27

27

27/11/10 01:00


Design na saúde

Sergio Godoy, da TEB: É imediatamente perceptível quando um produto não passou por um processo de Design

vias de encontrar uma linguagem para seu Design, o que é muito positivo. Mas um risco a ser evitado é que o Design adquira um contorno festivo fora de medida. A marca “Brasil” não pode passar a sensação de ‘oba-oba’ e de que aqui tudo é ‘festa’. Para o Designer é preciso balancear as coisas. O Brasil deve fazer as coisas com alegria e com emoção, sim, mas antes de tudo, precisa mostrar que o país funciona. Empresas que já apostaram em Design garantem que a metodologia agrega valor, inovação e competitividade de padrão internacional. A TEB, empresa brasileira que produz equipamentos médicos há 30 anos, há dez investe em Design. Segundo o gerente comercial da empresa, Sérgio Godoy, a TEB sempre trabalhou com produtos de qualidade, duráveis, resistentes e de excelente apelo visual. A empresa, de capital totalmente nacional, a partir do momento que começou a investir em Design tornou-se competitiva e hoje exporta seus produtos para mais de 16 países. A opção pelo Design não foi fácil, no entanto. Para chegar aos resultados desejados foi preciso mudar o processo de fabricação de seus produtos, Hoje utiliza o sistema de plástico injetado e dessa forma foi possível aprimorar os produtos e dar a eles um melhor acabamento com um material mais leve, durável e com uma apresentação positiva. Além disso, os aparelhos desenvolvidos pelo Designer são amigáveis para o usuário, sendo intuitivos e até mesmo auto-explicativos, facilitando o trabalho do profissional de saúde e o seu manuseio. “Aprendemos que não adianta tirar um produto da cabeça de um engenheiro porque ele vai sair quadrado”, afirma Godoy. O executivo observa que muitas empresas brasileiras já estão buscando o aprimoramento de seus produtos pelo Design e diz que é imediatamente perceptível quando um produto não passou pelo processo de Design. A intuitividade na utilização dos produtos é um dos objetivos centrais do Design de equipamentos médicos. A facilidade da operação é uma exigência do mercado. Para atingir os resultados desejados por seus clientes Girardi observou muito. “Visitei um grande número de hospitais e clínicas, observei os procedimentos e os movimentos, conversei com muitos profissionais e procurei entender seus desejos, só

28

assim consegui sugerir novas soluções”, conta. Segundo Girardi, o repertório do consumidor são suas experiências de hoje para o passado. Quer dizer, dificilmente o usuário de um equipamento consegue verbalizar suas necessidades futuras. O papel do Designer é traduzir essas experiências em inovação, buscando como objetivo final o bem–estar, no caso da área médica, tanto dos profissionais, quanto dos pacientes. O conceito de olhar para o futuro com o apoio do Design também é utilizado pela Intermed. Para Jorge Bonassi, diretor de Pesquisa e Desenvolvimento da empresa, o trabalho do Design começa na concepção do projeto e vai até o pós-venda. “Muitos usuários nos dão feedback sobre o equipamento e isso nos ajuda a fazer ajustes no produto, por isso mesmo depois de pronto, o trabalho do Design continua em busca das melhorias”, afirma. Há 25 anos no mercado, a Intermed sempre teve o Design como premissa. No começo isso era feito internamente, mas em 2000, quando a empresa decidiu expandir seus negócios em busca do mercado externo, buscou um estúdio especializado em Design. Segundo Bonassi, no início havia uma visão simplista do trabalho do Designer; Hoje a empresa sabe que é preciso aliar a alta tecnologia com todo o ciclo do desenvolvimento passando pelos materiais, verificação, validação e até o pós-venda. Por isso manter a parceria com o Designer é muito importante. Já que ele precisa construir um conhecimento para contribuir de forma efetiva. Esse é um fator crítico para o sucesso do processo de Design e do produto. Durante o projeto de desenvolvimento do produto várias etapas têm de ser contempladas, como formulação dos objetivos, a usabilidade, a manutenção, o ciclo de vida e o descarte. A interface homem-máquina é uma das maiores preocupações do Design. “A função é mandatória, mas, além disso, tem de haver facilidade, integração e humanização do espaço onde o produto será utilizado”, ressalta Bonassi. Para ele a linguagem estética deve estar adequada ao ambiente hospitalar, atendendo a necessidade de humanização. “Nosso cliente é tanto o usuário do equipamento como o paciente. Assim o Design cada vez mais tem de contemplar todos os públicos”.

Anuário Brasileiro de Design Hospitalar

01_Humanização.indd 28

27/11/10 01:00


Levi Girardi: Não Basta criar uma escola de Design com a cara do Brasil. O País precisa entender que o mercado internacional exige maturidade e seriedade.

Na Intermed, a integração entre os profissionais envolvidos no desenvolvimento se dá através de um método estruturado, coordenado por equipes multidisciplinares. Os times envolvem todas as áreas críticas da indústria e usuários e o Designer faz parte dessa equipe. O investimento em Design, segundo Bonassi, foi benéfico para a empresa. O trabalho desse profissional, juntamente com a tecnologia e a performance, são fundamentais para a abertura de mercado e, provavelmente, o seu produto não teria a mesma aceitação que tem tido se não fosse essa inovação. Conferir a um equipamento hospitalar uma linguagem estética nova, que aliasse suavidade e sofisticação, sem prejudicar a robustez que caracteriza o produto era o desafio da Questto Design para desenvolver a Atena A-600, mesa cirúrgica da empresa paulista Baumer. O projeto foi elaborado em conjunto com setores comercial e de engenharia da empresa. Segundo Girardi, como sempre, a observação dos ambientes onde o produto seria inserido foi fundamental. A escolha de materiais e toda a tecnologia que compunha a mesa foram contemplados no projeto. A empresa está em constante busca por inovação, com equipamentos que unem o visual hi-tech ao que há de mais importante para o usuário: funcionalidade, ergonomia e segurança. Para chegar ao resultado esperado, a empresa se utilizou de demandas recebidas por clientes, médicos e profissionais, além de ir para o exterior para pesquisar tendências e necessidades da área. Bom para os negócios, bom para os usuários, bom para os pacientes, o Design hospitalar veio para ficar. Com a humanização dos hospitais, os equipamentos teriam que seguir a mesma linha. A acolhida que caracteriza os brasileiros dá uma preciosa dimensão humana ao nosso Design e precisa incorporar-se ao produto e aos espaços

hospitalares. As instituições de ponta já vêm colocando em prática essa tendência e muito da simpatia e otimismo dos brasileiros já está compondo os ambientes de instituições de saúde do Brasil. Para Girardi, o Design hospitalar evoluiu muito de suas origens até hoje. De uma tímida promessa de anos atrás se converteu em uma realidade que está se impondo por seus próprios méritos. Participar desse movimento como um pioneiro do Design hospitalar é a sua maior satisfação. Especialmente por saber que colaborou de alguma forma com o bem–estar de pessoas em momentos difíceis, mas que foram amenizados de alguma forma pela contribuição do Design. Profissionalmente, o Designer também se sente gratificado por ter contribuído para incorporar inovação em produtos de empresas comprometidas com o processo do atendimento médico e hospitalar. “Isso me faz muito bem. Gosto do Design hospitalar porque é ligado a vida de uma forma especial. Todo o Design é uma celebração da vida, mas a saúde é uma condição essencial para desfrutar não só do Design como da vida em sua plenitude”, completa.

www.hospdesign.com.br

01_Humanização.indd 29

29

27/11/10 01:00


Pró-Saúde

O Hospital Sustentável

A proposta da Pró-Saúde.

Paulo Mergulhão Presidente do Pró-Saúde

30

O

século XXI promete converter-se no século da saúde. Ao longo das próximas décadas seremos testemunhas presentes da vitória da ciência sobre a grande maioria das moléstias que afligem a humanidade desde os tempos imemoriais. Não só graças aos novos conhecimentos científicos, as novas tecnologias e aos avanços da ciência e da prática médica hospitalar como, igualmente, pela estratégia da prevenção, da educação e da aculturação das populações no campo da saúde. Face a essa era de possibilidades e de promessas na saúde, surgem novas expectativas e anseios. Em decorrência desta nova postura em relação às questões da saúde, a sociedade vem ampliando suas demandas no que respeita à instituição hospitalar. O papel do hospital se agiganta na comunidade, onde desenvolve cada dia mais uma função social e educativa e se converte em um centro difusor de saúde. Sua missão se estende para além da internação e dos tratamentos para abarcar os cuidados de prevenção e diagnóstico. O hospital se alarga para incluir a promoção da cultura de saúde. E neste novo contexto, que cresce em amplitude, o hospital deve passar a liderar as boas práticas em sua comunidade e a dar o exemplo de comportamento sustentável e atender as preocupações sociais e ambientais da sociedade contemporânea. Nesse sentido, para responder ao que demandam os novos tempos, emerge com força crescente o conceito do Hospital Sustentável. A sustentabilidade é o resultado de políticas e processos inteligentes relacionados com a continuidade dos aspectos econômicos, sociais, culturais e ambientais da sociedade humana. Um Hospital Sustentá-

Anuário Brasileiro de Design Hospitalar

01_Pro-Saúde.indd 30

26/11/10 23:32


www.hospdesign.com.br

01_Pro-SaĂşde.indd 31

31

26/11/10 23:32


Pró-Saúde

vel, assim, deve ser ecologicamente correto, economicamente viável, socialmente justo e culturalmente alinhado e aceito para poder contar com o apoio e o suporte da comunidade. Em sua missão atual o hospital será tanto atento a resolubilidade e a efetividade no atendimento à saúde como atento a seus processos e atividades que tenham impactos econômicos, sociais e ambientais. Dentre os aspectos citados, a preocupação econômica e social já vem recebendo atenção desde algum tempo, mas a ênfase no aspecto ambiental é mais recente e, por isso mesmo, é aquela que apresenta maior defasagem em relação aos padrões contemporâneos. Decorre desta constatação haver a necessidade urgente de uma gestão ambiental hospitalar especializada. Em resposta a esse imperativo, a Pró-Saúde - Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, instituição responsável pela gestão de hospitais filantrópicos, santas casas, unidades de saúde pública de administrações estaduais e municipais, além de hospitais privados, vem preparando um programa de sustentabilidade com ênfase no aspecto ambiental. O programa se encontra em estágio adiantado de formatação e deverá ser adotado internamente, para aplicação nos hospitais que administra, mas deverá ser gradativamente estendido a outras instituições e estabelecimentos de saúde como um novo módulo de seu reputado serviço de consultoria. As metas iniciais, definidas em seu programa de gestão ambiental, partem da premissa que seu sucesso depende da adesão efetiva da direção do estabelecimento de saúde e dos stakholders das instituições hospitalares envolvidas, o que implica em um esforço preliminar destinado ao seu aculturamento nas questões ligadas a sustentabilidade e a saúde ambiental. Vencida essa etapa, e assegurada a cooperação dos dirigentes e partes interessadas, tem sequência a implementação do programa de sustentabilidade e gestão ambiental, com um escopo de atividades que visa, entre outras coisas: Estabelecer e implementar boas práticas sociais e ecológicas; Atender as normas e a legislação ambiental; Primar pela conservação e proteção dos recursos naturais inseridos direta ou indiretamente nas atividades técnicas e organizacionais;

32

Anuário Brasileiro de Design Hospitalar

01_Pro-Saúde.indd 32

26/11/10 23:32


Buscar sistematicamente a melhoria e a inovação nos processos com impacto ambiental; Estabelecer um mecanismo de comunicação rápido e eficiente visando manter um fluxo permanente de informações direcionado a todas as partes interessadas. Os projetos de sustentabilidade, da forma como são propostos pela Pró-Saúde, visam alcançar resultados por meio de políticas orientadas para a gestão dos processos internos e para o uso racional dos recursos naturais. O Campo de ação dos projetos inclui políticas em relação a: Uso, conservação e reaproveitamento da água; Tratamentos e cuidados com os efluentes hospitalares; Emissões atmosféricas de poluentes e gases de efeito estufa; Uso e conservação de energia elétrica; Resíduos sólidos e lixo hospitalar; Material contaminado ou com risco biológico; Produtos químicos nocivos ao meio ambiente; Outros programas ligados a sustentabilidade; A Pró-Saúde já atua no mercado hospitalar a 40 anos, onde oferece um extenso leque de serviços e soluções que incluem desde os serviços de Gestão Especializada em Saúde a Terceirização da Gestão Hospitalar, passando pelo Diagnóstico Hospitalar, Diagnóstico de Saúde Pública, Estudo de Viabilidade, Planejamento Estratégico e Consultoria de Qualidade e Acreditação. Outro serviço oferecido é o da Central de Compras, que coloca a disposição do mercado a experiência e a dinâmica de uma estrutura que atende dezenas de hospitais e instituições de todo o país. Em outra frente de atividades a Pró-Saúde atua fazendo o Diagnóstico, Implantação e Gestão de Projetos Sociais. O serviço é voltado para entidades beneficentes, hospitais, empresas e ONGS Organizações Não Governamentais. A Pró-Saúde atua, igualmente, como uma OS – Organização Social – reconhecida por leis e decretos em diversas unidades da federação e municípios onde atua. O Design vem a ser também um componente aplicado no desenvolvimento das soluções preconizadas pela Pró-Saúde. Para fazer diferente, é preciso perceber diferente. Pensar os processos, fluxos e sistemas a partir das melhores práticas

hospitalares, considerando que elas existem a serviço do homem e não devem impactar negativamente a natureza. Os desafios e as oportunidades para inovar estão em toda a parte: na adequação dos atuais sistemas, no acesso e disseminação da informação adequada e nos conhecimentos, procedimentos, hábitos e valores - culturais ou desenvolvidos – dos hospitais e de suas comunidades. No que respeita ao módulo da Sustentabilidade, a Pró-Saúde trabalha sob o prisma do MDIC - Ministério da Indústria e Comércio Exterior, que estima serem superiores a 80% os impactos ambientais dos produtos, serviços e infra-estrutura decorrentes do design. Conhecer esses impactos e atuar para melhorar os produtos e serviços, bem como minimizar seus eventuais efeitos negativos, é indispensável para um hospital chegar aos resultados pretendidos, alcançar o status de instituição sustentável e, como conseqüência conquistar o apoio das respectivas comunidades. Do ponto de vista da gestão dos projetos de sustentabilidade a Pró-Saúde adota uma lógica sistêmica e coloca padrões éticos e de responsabilidade ambiental como fundamento das suas recomendações e decisões, cuidando, entretanto, para não restringir a inovação social, ambiental e técnica necessárias. A adoção de uma lógica sistêmica facilita a sinergia e abre canais para conectar pessoas, recursos e meios, permitindo conhecer toda a cadeia produtiva e integrar seus componentes de forma harmônica e eficaz. O novo produto se alinha com o processo evolutivo do setor de saúde brasileiro. O novo módulo de Sustentabilidade da Pró-Saúde faz sentido no portfólio da instituição que passa a utilizar sua experiência na administração hospitalar brasileira e a tirar proveito de sua vasta capilaridade, que cobre a quase totalidade do mercado nacional, oferecendo ao setor avançadas soluções de sustentabilidade que o mercado vinha demandando. A idéia de colocar a disposição dos estabelecimentos de saúde uma consultoria, que tem o perfil de um serviço alinhado com a sustentabilidade, permite também criar um selo de confiança para identificar os estabelecimentos em conformidade com as boas práticas e distinguir os Hospitais e Estabelecimentos de Saúde que alcançaram indicadores que os qualificam como verdadeiramente Sustentáveis.

www.hospdesign.com.br

01_Pro-Saúde.indd 33

33

26/11/10 23:33


REDE HOSPITALAR SÃO CAMILO

Sinta-se em casa. Sinta-se bem. A aproximação com o ambiente familiar faz com que o Hospital São Camilo Unidade Pompéia - atinja níveis de excelência e reconhecimento público

34

A

humanização dos hospitais ganha mais força no Brasil. A rede hospitalar procura cada vez mais fazer com que pacientes e familiares se sintam bem. A unidade Pompéia do Hospital São Camilo faz com que se sintam em casa. O hospital inaugurou no início desse ano um novo prédio em comemoração aos seus 50 anos. Quartos mais amplos, paredes com cores claras, sacadas e iluminação especial foram algumas das mudanças realizadas em suas instalações. O objetivo é aproximar o ambiente hospitalar da casa das pessoas. Segundo José Carlos de Oliveira, diretor administrativo da unidade Pompéia, toda a alteração foi feita para promover bem-estar, conforto e segurança a seu cliente, mas principalmente a seus familiares. “Quando as pessoas procuram o hospital é porque estão fragilizadas, e a família também está, ao se deparar com um quarto amplo com sacada, interagindo com o exterior e, muitas vezes com o bairro que mora, a família fica um pouco mais tranquila, o quarto amplo, as cores, são atenuantes arquitetônicos que podem ajudar muito na recuperação do paciente”, afirma Oliveira. Toda a concepção do novo design do hospital foi feita pelo escritório Zanettini Arquitetura Planejamento e Consultoria. A intervenção no Hospital e Maternidade São Camilo Unidade Pompéia começou em 1999, com a reforma da fachada principal, incluindo duas marquises em estrutura metálica, acesso para carros e tratamento paisagístico. O objetivo principal era inovar a identidade visual do hospital, tornando-a mais condizente com a medicina de ponta exercida na instituição. Em 2000 foram desenvolvidos estudos para ampliação do Pronto

Anuário Brasileiro de Design Hospitalar

01_São Camilo.indd 34

26/11/10 23:31


Socorro Adulto, com o objetivo de aumentar o número de leitos de observação.

Plano diretor

Em 2002 a elaboração de um plano diretor do complexo hospitalar resultou na proposta de ampliação com dois novos blocos interligados ao Bloco 1 existente. O objetivo era aumentar a capacidade de atendimento tanto para consultas e exames, quanto para internação. O plano diretor previa a ampliação de espaços e a utilização de materiais que valorizassem o atendimento. Este planejamento teve como enfoque principal a implementação de novas tecnologias tanto para a hospitalização quanto para diagnóstico e tratamento. Todo o projeto visava maior facilidade na circulação ao levar e retornar com o paciente do quarto para as salas de exames ou cirurgia. Além disso, foi feito um estudo para melhorar também a ergonomia no atendimento, com a utilização de equipamentos de última geração. O piso utilizado é uma manta capaz de amortecer o impacto em caso de queda, materiais técnicos funcionais mais confortáveis inclusive para os funcionários que sentem positivamente as mudanças “É inegável a satisfação do funcionário, sentimos que há um orgulho em trabalhar aqui e ele acaba aderindo mais aos treinamentos para atender melhor e dessa forma a acolhida ao paciente é muito maior”, conta Oliveira. A satisfação do cliente era o objetivo da reforma. Indicadores do hospital mostram que 80% dos usuários estão satisfeitos, prova disso

é a fidelização do cliente conseguida pelo hospital. O paciente cria uma identidade com o hospital e o referencia para os familiares. “A maioria dos nossos clientes são moradores da região ou indicados por eles”, conta o diretor. As pessoas se reconhecem, principalmente as que fazem uso rotineiro do hospital. Segundo Oliveira, eles sentem orgulho de Ter o hospital no bairro e expressam isso por meio de cartas ou mesmo quando estão internados. Oliveira conta que logo após a inauguração das novas instalações, alguns pacientes se mostraram satisfeitos com as mudanças, especialmente as realizadas na UTI Coronariana, onde os quartos são individuais e o acompanhante fica com o paciente o tempo todo, tendo acesso a internet e todos os benefícios de uma suíte de hotel. Uma série de fatores foram importantes para se chegar à conclusão de que o Hospital precisava de mudanças. Uma delas é que o existente encontrava-se com sua capacidade de atendimento acima da demanda, sendo necessária uma ampliação de suas instalações. Os pacientes sempre sinalizavam a necessidade de ambientes diferenciados e o ponto de inspiração foi a vida de São Camilo, padroeiro da Província Camiliana que trouxe o hospital para o Brasil. São Camilo viveu em hospitais no século 16, procurando ajudar os enfermos. Criou algumas práticas hospitalares que são utilizadas até hoje como a troca diária das roupas de cama e a administração de medicamentos e banho em horários específicos. Camilo, ao elaborar as «normas e modos que se deverão observar nos hospitais, no atendimento aos pobres enfermos», assim inicia: «Em primeiro lugar, cada um peça ao Senhor que lhe conceda

www.hospdesign.com.br

01_São Camilo.indd 35

35

26/11/10 23:31


REDE HOSPITALAR SÃO CAMILO

afeto materno em relação ao próximo, para que possamos servi-lo com muito amor, tanto na alma quanto no corpo, pois com a graça de Deus desejamos servir todos os enfermos com o mesmo carinho que tem uma Mãe ao assistir seu único filho enfermo». “Nós precisávamos transferir essa humanização para o dia-a-dia, mas faltava casar com o espaço físico, por isso contratamos uma assessoria técnica que nos mostrasse o melhor caminho, o acolhimento de São Camilo tinha que estar agregado na concepção dos ambientes, precisávamos passar esse carinho de mãe tanto no nosso atendimento, quanto no ambiente”, conta.

Excelência

Com a ampliação, o hospital passou contar com cerca de 300 leitos contra os 150 existentes. Durante toda a reforma, o hospital manteve o funcionamento do bloco 1, o prédio já existente e esse foi outro desafio. O projeto ainda não está concluído, uma nova reforma deve acontecer para a abertura de mais 100 leitos, totalizando 400 nos próximos anos. “A área ampliada do Hospital foi concebida com uma linguagem contemporânea onde prevalece a arquitetura com um resultado equilibrado e harmônico entre o conhecimento racional e sensível, objetivando o bem-estar do usuário e operacionalização dos serviços”, diz Siegbert Zanettini. Segundo Zanettini, estas reformulações tinham como objetivo elevar o hospital a um padrão de excelência nos serviços médico-ci-

36

rúrgicos, incorporando conforto físico e tecnologia aos setores. Todo o projeto foi concebido buscando a racionalização dos espaços uma malha estrutural previamente definida e a disposição específica dos equipamentos utilizados, incorporando tecnologia limpa com seu modo de produção industrializado. “Usamos tecnologias que respeitam o meio-ambiente, procuramos usar o máximo de iluminação natural e no ar condicionado o gás natural, tudo isso para um menor consumo de energia”, conta Oliveira. O padrão de excelência foi reconhecido, no início deste ano houve conquista da Acreditação Internacional Canadense (Accreditation Canada). Para atingir este resultado, o hospital realizou uma ampla revisão em todos os processos e protocolos administrativos e assistenciais, tendo como propósito garantir a qualidade e a segurança nos atendimentos prestados aos pacientes. Seguindo esta mesma premissa, o hospital deu prosseguimento à implantação da metodologia “Lean Six Sigma” em seus processos internos. O hospital também é acreditado pela Organização Nacional de Acreditação (ONA).

História

O Hospital e Maternidade São Camilo Pompeia é um hospital filantrópico pertencente à Rede de Hospitais São Camilo de São Paulo, cujo propósito maior é contribuir para a manutenção de outros 39 hospitais da Sociedade Beneficente São Camilo (SBSC) espalhados pelo País, que prestam atendimento às comunidades carentes nas regiões onde estão instalados. Em 2009, os hospitais da SBSC re-

Anuário Brasileiro de Design Hospitalar

01_São Camilo.indd 36

26/11/10 23:31


www.hospdesign.com.br

01_S達o Camilo.indd 37

37

26/11/10 23:31


REDE HOSPITALAR SÃO CAMILO

alizaram 206.605 internações, 1.538.540 consultas e 4.928.773 exames. A SBSC mantém ainda 27 creches, três núcleos sócioeducativos, duas casas de passagem, dois albergues e duas casas de repouso em todo o Brasil. Localizada na zona oeste da cidade de São Paulo, a Unidade Pompeia é um hospital geral com capacidade para atendimentos eletivos, emergenciais, transplantes, entre outras cirurgias de alta complexidade. Com uma infraestrutura moderna e segura, a Unidade conta atualmente com 300 leitos e um quadro clínico de aproximadamente 4 mil médicos cadastrados, que prestam atendimento humanizado e com qualidade à cerca de 1 milhão de pessoas por ano. A história do hospital está vinculada à entrada da Província Camiliana no Brasil. Idealizado pelo Padre Inocente Radrizzani, o Ambulatório São Camilo, inaugurado em 1928, foi a pedra fundamental para a construção do que viria a se tornar um amplo e moderno complexo hospitalar. Após passar por uma série de reformas e ampliações no decorrer do tempo, o Ambulatório se transformou no Hospital e Maternidade São Camilo Pompeia, em 23 de janeiro de 1960. Além da Unidade Pompeia, a Rede de Hospitais São Camilo de São Paulo também é composta pelas Unidades Santana (230 leitos) e Ipiranga (116 leitos).

38

Anuário Brasileiro de Design Hospitalar

01_São Camilo.indd 38

26/11/10 23:31


Proteção e bem-estar em equilíbrio com os ambientes.

A segurança de se sentir bem.

Recomendado para os segmentos:

Recomendado para os segmentos:

SAÚDE Hotelaria

Wetroom é um sistema de revestimento vinílico para paredes e pisos de áreas molhadas, que proporciona Ergonomia: a ausência de desníveis entre os pisos facilita

ergonomia, segurança, conforto

o acesso para pessoas com mobilidade reduzida.

térmico e higiene, além de ser

Conforto térmico: atérmico, não troca calor com o usuário.

impermeável e possuir uma

Isso faz com que o ambiente fique muito mais agradável.

instalação rápida e limpa.

Impermeabilidade: as juntas dos revestimentos são soldadas a quente para formar um sistema à prova d’água. Segurança: o alto relevo do Eclipse Aquasafe faz com que o risco de escorregamento seja reduzido. Higiene: mantas de 2m de largura diminuem o número de juntas e facilitam a limpeza. O Aquarelle Wall HFS possui proteção contra fungos e bactérias.

Produtos: Aquarelle Wall HFS (produto para paredes com 10 cores) Eclipse Aquasafe (piso com 5 cores)

Acesse o site para saber mais sobre outros revestimentos vinílicos da Tarkett Fademac | www.tarkett.com/brasil | 0800 119 122

Untitled-2 1

26/11/10 23:46


Design na saúde

Claudia Dall’Ovo

Feira Hospitalar é referência mundial A

Feira Hospitalar tem dado uma notável contribuição para o desenvolvimento da saúde brasileira. Não só em seu insubstituível papel de vitrine para o lançamento de inovações e tecnologias de ponta para a área hospitalar como em sua função de fórum para o debate das questões ligadas ao avanço do setor e, nas ultimas edições, como centro de referência que atrai a atenção internacional. O Brasil começa a projetar-se como player no mundo de negócios da saúde. A presença de uma representativa indústria de equipamentos e suprimentos médicos, a qualidade competitiva de seus produtos, a excelência da medicina de muitos dos centros médicos do país, uma crescente atividade de pesquisa na área médica, o potencial de crescimento do setor, são alguns dos fatores que atraem a atenção mundial. Esses aspectos positivos, ao lado da relativa saturação dos mercados norte-americano e europeu, tem levado um crescente número de companhias a investirem no Brasil. A crescente importância da Hospitalar para o mercado mundial de saúde consolida-se também pelo interesse evidente dos já tradicionais países participantes da feira em reforçar e ampliar a utilização da feira como plataforma de negócios para o maior número possível de empresas de seus países. O interesse imediato desses países é incrementar suas exportações para o mercado brasileiro, mas os benefícios alcançam também os visitantes brasileiros que encontram mais opções e oportunidades. Assim, o governo britânico convidou a Hospitalar para apresentar sua potencialidade em proporcionar

40

Anuário Brasileiro de Design Hospitalar

01_Hospitalar.indd 40

27/11/10 14:29


negócios e relacionamento para seus expositores, durante o Brazilian Life Science Seminar, em Londres e Nottingham. Com uma economia que se apresenta mais estável, com o setor público, nos três níveis de governo, investindo mais e, ainda mais, em sua condição de porta de entrada para a América Latina, não há quem não queira estar presente nele. Aliás, não se concebe mais que uma marca do setor seja verdadeiramente internacional sem presença atuante no Brasil. E nesse processo de inserção global da saúde brasileira a Hospitalar vem aproveitando eficientemente a Medica, da Alemanha e explorando com profissionalismo e habilidade oportunidades como a oferecida pelo governo britânico. O que significa que a Hospitalar não se limita a atuar na frente interna como projeta o setor de saúde para os mercados globais. Como reflexo desse bem conduzido esforço, a Hospitalar é uma feira diversificada e abrangente, capaz de dar ao visitante um panorama de amplitude sem paralelo no mercado mundial. Nesse sentido, se tornou um evento indispensável. Sem dúvida, na Hospitalar é possível obter-se um panorama de tudo o que o mundo oferece neste mercado, mas, além disso, por meio dos fóruns e eventos paralelos, se tem um oportunidade incomparável para compreender a dinâmica institucional e os avanços na frente dos negócios na saúde. Não admira, assim, que muitas lideranças empresariais da área médica

acorram, vindos dos mais diferentes quadrantes do mundo, para se inteirarem do momento do setor e das suas perspectivas futuras e para e se encontrar e debater com seus pares durante a Hospitalar. Durante os quatro dias da mostra fazem reuniões, trocam experiências, realizam negócios e, durante aqueles quatro dias, transformam São Paulo na capital mundial de negócios da saúde. Entre tantos encontros de negócios que aproximam personagens dos mais distantes continentes, vale relatar um deles para bem ilustrar o que a Hospitalar vem tornando possível ao reunir o mundo da saúde sob seu teto. O episódio, altamente emblemático, tem como protagonista principal um médico canadense. Albert Schumacher é ex-presidente da Associação Médica do Canadá e atual presidente da Schumacher Research & Leadership Group, com sede em Ontário. Veio ao Brasil para o lançamento da Comissão de Saúde da Câmara do Comércio Brasil-Canadá (CCBC), onde foi um dos palestrantes. Em visita a área de exposições, seu objetivo era tão somente conhecer o evento e obter, em primeira mão, uma idéia da evolução do setor de saúde brasileiro. O Dr. Schumacher, contudo, estava com um problema no Canadá, ainda que nem de longe imaginasse que teria chances de encontrar a solução na Hospitalar. Ocorre que o Canadá criou recentemente a obrigatoriedade do uso de seringas retráteis. A intenção da nova regulamentação adotada naquele país é evitar que as agulhas, depois

www.hospdesign.com.br

01_Hospitalar.indd 41

41

27/11/10 14:29


Design na saúde

Márcio Francesquine, Consulado do Canadá em SP: Todo o público que queríamos atingir estava lá.

de utilizadas, infectem o profissional de saúde ou outras pessoas. A nova norma entra em vigor em 2011 e o problema é que o Canadá não fabrica o produto nos volumes que passarão a ser demandados daqui a alguns meses. Foi então que, ao circular pelos corredores da Hospitalar, o médico canadense descobriu não um, mas dois possíveis fornecedores. Uma indústria chinesa e uma indústria brasileira. As negociações começaram ali mesmo. Segundo Márcio Francesquine, do Consulado do Canadá em São Paulo e responsável pela área de negócios da saúde para o Brasil, a felicidade do médico foi imediata. Francesquine conta que Schumacher deixou o Brasil com várias amostras do produto. A negociação com as empresas está em andamento e é bem provável que uma delas seja a fornecedora escolhida. O importante, no episódio, é que a Hospitalar propiciou o cenário para um encontro de contornos inesperados e que, para o cliente, trouxe a solução de fornecimento para atender sua necessidade no Canadá. Para os fornecedores, por seu turno, o encontro permitiu a descoberta de novo e promissor mercado naquele país. Francesquine também faz questão de sublinhar a importância da Feira Hospitalar dizendo que a Comissão de Saúde da CCBC, que foi formada justamente para facilitar a troca de experiências e fomentar negócios entre os dois países na área de saúde, realizou seu evento de lançamento durante a feira. “Como não é usual existir uma comissão de saúde dentro de uma câmara de comércio achamos que isso deveria se tornar público e não havia local mais indicado que a Hospitalar”, afirma. Francesquine enfatiza que a Feira Hospitalar era o lugar ideal para o lançamento da comissão: “todo o público que queríamos atingir estava lá e o resultado obtido superou todas as expectativas, com muitos contatos bilaterais entre empresários brasileiros e canadenses”.

Forum de debates

O Forum de debates que ocorre durante a Feira Hospitalar é um dos seus mais importantes instrumentos de fomento de negócios. A tro-

42

ca de experiências que propicia, em muito facilitada pela estrutura multidisciplinar da feira, tem se mostrado muito positiva em todas as suas edições. Na Hospitalar de 2010, no caso do evento de lançamento da Comissão de Saúde da Câmara de Comércio Brasil-Canadá, porém, o sucesso repercutiu ainda mais amplamente, tendo atraindo a atenção para a feira brasileira de grande parte do setor de saúde canadense. Naquele país a solução brasileira vem sendo acompanhada atentamente. O Canadá fez uma opção por uma medicina inteiramente socializada, sendo que as faculdades de medicina e o exercício da profissão são controlados pelo Estado. Anualmente ingressam no mercado de trabalho canadense 2.400 médicos, conforme explicou o ex-presidente da Associação Médica Canadense, Albert Schumacher. Segundo ele, embora os canadenses tenham um serviço de qualidade, 10% da população não têm acesso ao médico de família, responsável pelo primeiro atendimento – só depois a pessoa é encaminhada para um especialista. Além disso, muitos profissionais deixam o país devido aos baixos salários. A presidente da Hospitalar Feira e Fórum e membro da Comissão de Saúde da CCBC, a médica Waleska Santos, lembra que Comissão se propõe a ser uma plataforma de lançamento para a saúde, desenvolver debates e agregar entidades e profissionais e a Hospitalar pode ser o momento mais propício para isso. Todas essas histórias mostram que se torna cada vez mais importante para os profissionais da área médica participarem da Hospitalar. Francesquine lembra, ainda, das facilidades em se fazer negócios durante um evento que reúne praticamente todo o mercado em um só lugar. Segundo ele, sem contar com a proximidade que a feira proporciona, o máximo que se consegue hoje é agendar algo como 15 visitas comerciais por semana. Isto sem contar o alto custo de deslocamento, principalmente nas grandes capitais.

Anuário Brasileiro de Design Hospitalar

01_Hospitalar.indd 42

27/11/10 14:29


Untitled-2 1

26/11/10 23:47


Waleska Santos, Presidente da Feira Hospitalar: o mundo descobre a excelência da saúde brasileira pela vitrine da Hospitalar.

Com sua experiência internacional Fancesquine ressalta que um estrangeiro que venha ao Brasil tem que se programar muito bem se quiser ir de um estado a outro. A começar pela dificuldade de ir e voltar no mesmo dia, que só é viável um alguns trechos, por causa da infra-estrutura dos aeroportos e do transito das grandes cidades. Na Hospitalar, ele assegura, existe a conveniência de encontrar todos os fornecedores , concorrentes e compradores em um único local. “As conversas podem ser mais apressadas em alguns casos, e mesmo feitas no meio do corredor, mas é começo de um relacionamento. A partir daí, depois do primerio contato e do olho no olho, os meios eletrônicos auxiliam bastante”, afirma Francesquine

Referência Internacional

A Feira Hospitalar tem se tornado referencia no mercado mundial de Saúde. Hoje a mostra é a segunda maior feira do mundo, ficando atrás apenas da Feira Médica, realizada anualmente em Dusseldorf. Alem disso, o volume de negócios da Hospitalar tende a ser cada vez maior, uma vez que o mercado latino americano na área médica está em franco crescimento. Prova disso é que este ano a feira registrou um número maior de visitantes profissionais vindos do exterior. No total foram 22% a mais de compradores e 54 países estavam representados . Durante a 9ª Rodada Internacional de Negócios, que aconteceu durante a Hospitalar 2010, vinte e um compradores de 13 diferentes países negociaram US$ 14,6 milhões em equipamentos médicos com 46 fabricantes brasileiras. Organizado pela Associação Brasileira de Artigos e Equipamentos Médicos, Odontológicos, Hospitalares e de Laboratórios (ABIMO) e Apex-Brasil, o encontro rendeu ainda US$ 350 mil em contratos fecha-

44

dos com empresas da Bolívia, Panamá, Portugal e Paraguai. Ao todo foram 615 encontros de negócios, superando em 10% o volume de prospecções efetuadas no ano passado. Para aumentar ainda mais a exportação de produtos brasileiros, a Hospitalar oferece um serviço especial para compradores internacionais interessados em produtos brasileiros. O Programa Hospitalar Exporter, que apresenta aos compradores internacionais uma lista das empresas brasileiras que já têm experiência exportadora e estrutura necessária para atender clientes em qualquer parte do mundo. Além de todos os dados para contatos, o serviço também apresenta fotos e descrição dos produtos de cada uma das empresas, preços, mercados atendidos, distribuidores internacionais e outras informações para agilizar e facilitar a relação comercial entre as empresas brasileiras e os compradores internacionais. Para complementar a equipe da Hospitalar participou da ExpoMedical – feira destinada ao mercado argentino e países vizinhos, realizada de 13 a 15 de outubro, em Buenos Aires, Argentina. Em novembro participa da Médica, em Dusseldorf. Além disso, como meio de fortalecer a marca Brasil na saúde é feito um forte trabalho de comunicação, com a divulgação da Hospitalar e dos eventos simultâneos nos principais veículos do setor do mundo.

Anuário Brasileiro de Design Hospitalar

01_Hospitalar.indd 44

27/11/10 14:29


é quem?

Quem

Seleção do “Quem é Quem” do Design Hospitalar O “Quem é Quem do Design Hospitalar” apresentado a seguir é uma seleção de caráter meramente ilustrativo. Seu propósito é oferecer uma visão geral das tendências do design hospitalar brasileiro e incentivar a prática do Design Baseado em Evidência (Evidence-Based Design – EBD) como preconizado pelo The Center for Health Design, a instituição norte-americana que lidera a adoção da metodologia a nível internacional.

Materiais e soluções para a edificação hospitalar O design do edifício hospitalar se vale das tecnologias e dos materiais construtivos e de acabamento para chegar ao hospital desejado. Empresas de Design & Designers Relação de empresas e designers que atendem, ou estão qualificadas para atender, as solicitações dos diversos integrantes do metamercado hospitalar brasileiro.

A apresentação da seleção do “Quem é Quem” é dividida em quatro eixos básicos: Estabelecimentos de atendimento à saúde Design exterior e interior de Hospitais, Clínicas, Centros de Diagnóstico e demais Estabelecimentos de Atendimento à Saúde. Equipamentos, produtos e soluções Equipamentos e aparelhos médicohospitalares, produtos, artigos, suprimentos, sistemas e soluções de uso hospitalar desenvolvidos com a metodologia do Design.

O site do Anuário de Design Hospitalar SaúdeBest na internet Veja o “Quem é Quem do Design Hospitalar” com esses e outros destaques do design brasileiro no Site www.saudebest.com.br/ anuario2010

www.hospdesign.com.br

01_Capa_Quem_e_Quem.indd 45

45

27/11/10 12:20


Estabelecimentos de atendimento a Saude

Afecc – Hospital Santa Rita de Cássia Sede: Vitória – Espírito Santo Atividade: Hospital Geral especializado no tratamento de Câncer Destaque: Projeto da Nova Edificação Hospitalar. Descrição: Em uma área de 30.740 m², mais de 226 leitos, 1.159 empregados e 375 médicos, o Hospital Santa Rita de Cássia presta assistência social integrada ao paciente com câncer e promove soluções em saúde por meio de educação, prevenção, diagnóstico, tratamento e reabilitação. Projeto: Plano diretor de obras da Pró Saúde Profissionais Associados – Londrina (Paraná). Site: www.santarita.org.br Fone: (27) 3334-8000

Albert Einstein Sede: Morumbi – São Paulo – SP Atividade: Hospital Geral Destaque: O edifício-passarela, com seis

pavimentos, faz as vezes de portal de acesso ao complexo hospitalar. Tipo de Unidade: Prestação de serviços Descrição: Novo portal torna amigável a integração do complexo hospitalar com seu entorno. Local: São Paulo -SP Projeto: Estúdio Kahn do Brasil Site: www.einstein.br E-mail: Via Site Fone: (11) 2151-1233

Unimed Fortaleza Atividade: Hospital Geral, atende todas as especialidades médicas com foco em procedimentos de alta complexidade. Destaque: Painel ambientando cenário tropical. Projeto: Arquiteto Reginaldo Rangel Site: www.hospitalregionalunimed.com.br

46

Anuário Brasileiro de Design Hospitalar

01_Eixo 1.indd 46

27/11/10 10:05


Hospital Infantil Sabará Sede: São Paulo -SP Tipo de Unidade: Hospital Pediátrico Descrição: Nova Estrutura – Visando oferecer conforto e bem-estar,

tratamento de primeira linha e tecnologia de ponta para pacientes e acompanhantes. 17 andares 15 mil m2 de área 76 leitos de internação 28 leitos individuais de UTI 7 salas cirúrgicas Centro de diagnósticos de última geração Local: Av. Angélica, 1987 – Higienópolis. São Paulo, SP Projeto: Arquiteto Domingos Fiorenttini; Arquiteta Diana Malzoni Site: www.sabara.com.br E-mail: Via Site Fone: (11) 3155-2800

Hospital Português da Bahia SEDE: Salvador Bahia ATIVIDADE: O Hospital Português da Bahia presta serviços médico-

hospitalares com ações de promoção, prevenção, reparação e reabilitação da saúde. DESTAQUE: Edifício de Consultórios - Atendimento médico de AltaComplexidade. LOCAL: Av. Princesa Isabel, nº 914, Barra Avenida, CEP 40140-901, Salvador/BA PROJETO: Não Indicado. SITE: www.hportugues.com.br FONE: (71) 3203-5600/ 3203-5602

Hospital e Maternidade São Camilo Sede: São Paulo-SP Atividade: Cardiologia e Cirurgia Cardíaca; Cirurgia Buco-Maxilo-Facial; Cirurgia

Geral; Cirurgia Vascular; Cirurgia Plástica e Queimados; Cirurgia de mão; Cirurgia de Cabeça e Pescoço; Dermatologia; Endocrinologia; Gastroenterologia e Hepatologia; Hematologia; Infectologia; Neurologia; Nefrologia e Urologia; Oncologia; Oftalmologia; Otorrinolaringologia; Pneumologia e Cirurgia Torácica; Psiquiatria; Reumatologia. Destaque: Apartamentos humanizados com varanda Tipo de Unidade: Prestação de serviços Descrição: Edifico moderno e humanizado, nas unidades Pompeia Local: Sociedade Beneficente São Camilo – Unidade Pompeia - Av. Pompeia, 1178 Cep: 05022-001 – São Paulo – SP Projeto: Siegbert Zanettini – Construtora: Racional Site: www.saocamilo.com E-mail: sac.pompeia@saocamilo.com Fone: (11) 3677-4444

www.hospdesign.com.br

01_Eixo 1.indd 47

47

27/11/10 10:05


Estabelecimentos de atendimento a Saude

Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos Sede: São Paulo - SP Atividade: Hospital Geral Destaque: Painel de Di Cavalcanti decora área de conforto. Projeto: Painel de Di Cavalcanti em Projeto Original de Oscar Niemeye Site: www.hospitaledmundovasconcelos.org.br Fone: (11) 5080-4000

Hospital Bandeirantes Sede: Liberdade – São Paulo – SP Atividade: Hospital Geral Destaque: Área de espera. Tipo de Unidade: Centro de Consultórios Projeto: Zanettini Site: www.hospitalbandeirantes.com.br Fone: (11) 3207-3732

São Franciso Sede: Ribeirão Preto – SP Atividade: Hospital Geral Destaque: Fachada em estrutura metálica com

pele de vidro Tipo de Unidade: Centro de Atendimento Projeto: Zanettini Site: www.saofrancisco.com.br Fone: (16) 2138-3000

48

Anuário Brasileiro de Design Hospitalar

01_Eixo 1.indd 48

27/11/10 10:06


Hospital Le Forte Sede: Morumbi - São Paulo -SP Tipo de Unidade: Hospital Geral DesTAQUE: Espaço de atendimento infantil. Projeto: Zanettini Site: www.hospitalbandeirentes.com.br Fone: (11) 3723-4700

Hospital Santa Catarina Sede: Av. Paulista - São Paulo -SP Tipo de Unidade: Hospital Geral DesTAQUE: Lan House Site: www.hsc.org.br Fone: (11) 3016-4133

São Luiz - Analia Franco Sede: São Paulo-SP Atividade: Maternidade Destaque: Berçario Projeto: Zanettini – Construtora Racional Site: www.saoluiz.com.br Fone: (11) 3386-1100

www.hospdesign.com.br

01_Eixo 1.indd 49

49

27/11/10 10:06


EQUIPAMENTOS PRODUTOS E SOLUÇÕES

Incubadora Natal Care DESCRIÇÃO: Design revolucionário, de contornos

Autoclave Horizontal Elevação Vertical DESCRIÇÃO: Para uso na esterilização de materiais

diversos em hospitais, laboratórios, Inds. Farmacêuticas, Universidades , Clínicas e Ind. Alimentícias. Sistema de elevação vertical tipo guilhotina: abertura e fechamento da porta por sistema de elevação automática , eletromecânico, com acionamento através de motoredutores, não necessitando rede ou compressor de ar comprimido externo para seu acionamento, para maior ganho de área útil de trabalho. FORNECEDOR: Ortosintese Indústria e Comércio Ltda. www.ortosintese.com.br

Veículos Especiais Alltech DESCRIÇÃO: A Alltech transforma veículos de

diversos segmentos, por exemplo: Ambulância UTI, Remoção, Veículos de Resgate, Furgão Integrado de Carga, etc FORNECEDOR: Alltech Veículos Especiais Ltda. www.alltech-ve.com.br DESIGNER: Projetos e design próprios, totalmente desenvolvidos e testados pela empresa Alltech.

arredondados, que permite a melhor visualização do paciente durante procedimentos e melhora a circulação do ar dentro da cuba, o que permite temperatura e umidade mais homogêneas. Dois canais para temperatura de pele, central e periférica, ou ainda, para aplicação com gêmeos. Módulo de controle microprocessado, com tela gráfica, para observação e análise de gráficos e tendências. Comando eletrônico para posicionamento trendelemburg e reverso de trendelemburg, com centralização automática. Diversos acessórios opcionais disponíveis: módulo de oximetria de pulso, módulo de servocontrole de umidade, módulo de servocontrole de oxigênio e módulo de balança eletrônica incorporada ao leito. FORNECEDOR: Alliance S/A www.alliance.com.br DESIGNER: Projeto do Fabricante - Medix ICSA www.medix.com.ar

Bomi Brasil Sistema de Gestão Hospitalar

DESCRIÇÃO: No Brasil, somos o resultado da joint-

venture entre o Grupo Luft e o Grupo Bomi da Itália, oferecendo serviços inovadores de gestão integral de armazenagem e distribuição de produtos farmacêuticos, médico-hospitalares, diagnóstico clínico e cosméticos. FORNECEDOR: Biomedical Distribution Mercosur Ltda. www2.bomi.com.br DESIGNER: Projeto próprio

50

Anuário Brasileiro de Design Hospitalar

01_Eixo 2.indd 50

Carro América DESCRIÇÃO: Um equipamento indispensável em

empresas de qualquer porte ou perfil de atuação. São desenvolvidos para otimizar a produtividade das tarefas de limpeza, pois transportam com segurança e praticidade, diversos acessórios e produtos para ações de limpeza úmida ou seca. Respeitam às determinações das NR´s 32 e 17 que determinam normas para as atividades, visando a prevensão de acidentes e a proteção da integridade física dos trabalhadores. FORNECEDOR: Bralimpia Indústria e Comércio de Equipamentos para Limpeza Ltda – EPP www.bralimpia.com.br DESIGNER: Projeto próprio

DESCRIÇÃO: O WinHosp é um poderoso Sistema de Gestão Hospitalar que proporciona segurança, economicidade e qualidade aos Serviços de Saúde. Atualmente utilizado por mais de 20.000 usuários que todos os dias atendem milhares de pacientes em mais de 35 hospitais de grande porte, o WinHosp confere a seus clientes maior praticidade, rapidez e eficiência. Composto por mais de 80 módulos integrados, com interface amigável, de fácil operação e de última geração, o WinHosp mantém o usuário sempre na vanguarda da tecnologia. FORNECEDOR: Input Center Informatica Ltda. www.input.com.br DESIGNER: Projeto próprio

29/11/10 19:43


Unidade de Tratamento Intensivo Neonatal DESCRIÇÃO: AMPLA 2085 - Dotada de múltiplos

Cadeira automatizada Tralecorp DESCRIÇÃO: A cadeira automatizada Tralecorp possui

movimentação individual dos membros inferiores, o que possibilita ao profissional atingir pontos até então inexplorados no paciente, devido a falta de conforto e posição inadequada. A cadeira também conta com sistema de emergência e movimento Trendelemburg, evitando que o paciente possa sofrer complicações durante o procedimento. FORNECEDOR: AutHosp Soluções Tecnolgicas Ltda. www.authosp.com.br DESIGNER: Equipe Própria

acessórios, a unidade dispõe de ampla variedade de configurações e recursos. Mesa elétrica de ajuste contínuo com Trendelenburg e reversa, mesa com retorno automático e opção para mesa mecânica e berço de acrílico. Gaveta para Raios X By Pass e laterais do berço rebatíveis. Suporte ergométrico. Elevador vertical com pedais de sobe e desce bilaterais. Suporte de soro e bomba de infusão. CPAP de bolhas. Suprimento de gases O2 e Ar. Fluxômetros. Monitor de O2 com alarmes. Kit transporte. FORNECEDOR: Fanem Ltda - www.fanem.com.br DESIGNER: Equipe própria.

Dispositivos Cardiovasculares DESCRIÇÃO: Na qualidade de um dos fabricantes-

líderes mundiais em dispositivos médicos cardiovasculares, a BIOTRONIK é representada em mais de 100 países. A BIOTRONIK avalia os desafios que os médicos enfrentam e fornece as melhores soluções para todas as fases de cuidado ao paciente, desde o diagnóstico até o tratamento do paciente. FORNECEDOR: Biotronik Comercial Médica Ltda. www.biotronik.com.br DESIGNER: Projeto Próprio.

Eletrocardiógrafo Portátil FAJ Ventilador E360BR Monitor Multiparamétrico DESCRIÇÃO: Monitor multiparamétrico e modular

de parâmetros fisiológicos FORNECEDOR: Dixtal Biomédica Ind. Com. Ltda

www.dixtal.com.br DESIGNER: Equipe própria

DESCRIÇÃO: O ventilador e360br é o único produ-

to do mercado que dispõe de ajustes automáticos através de retroalimentação capazes de melhorar a sincronia com o paciente a cada ciclo. São mais de 17000 ajustes automáticos num único dia. FORNECEDOR: Equipamed Equipamentos Médicos Ltda. www.equipamed.com.br DESIGNER: Projeto e tecnologia Newport (empresa americana) em parceria com Dr Marcelo Amatto, com produção no Brasil pela Equipamed

DESCRIÇÃO: O EletroCardio Eletrocardiógrafo Por-

tátil de 10 vias FAJ é um equipamento eletrônico de precisão, desenvolvido para obter o eletrocardiograma (ECG) do paciente. Esta obtenção é realizada por circuito eletrônico microcontrolado, através da captação e ampliação da diferença de potencial entre vários pontos da superfície do corpo do paciente, através de eletrodos colocados sobre a pele. Uma vez amplificado, este sinal é impresso em papel termo-sensível, através de uma impressora térmica. FORNECEDOR: Fundação Adib Jatene www.fajbio.com.br DESIGNER: Própria fundação

www.hospdesign.com.br

01_Eixo 2.indd 51

51

29/11/10 19:43


equipamentos proDutos e soluções

Ultra-som Portátil Venue 40 Descrição: O Venue 40 é um novo conceito de

Ambulância Descrição: As ambulâncias Fiat Doblo são os

modelos mais adequados e modernos do mercado para montagem de ambulâncias em furgões pequenos. Conta com espaço adequado para a configuração necessária, sem abrir mão do conforto, oferecendo um excelente custo benefício ao mercado. Conta ainda com uma rede de concessionárias espalhada nas principais cidades do Brasil. ForneceDor: Fiat Automóveis S.A. www.fiat.com.br Designer: Projeto Próprio.

Lavadora e Secadora de pisos BD 530 Descrição: A BD 530 é mais robusta e com

autonomia para limpar áreas maiores, pois tem reservatório de água com capacidade para 40L. Lava e aspira em uma única passada, rodo de sucção ajustável. ForneceDor: Karcher Indústria e Comércio Ltda. www.karcher.com.br Designer: Projeto próprio

52

Ultima CPX Descrição: Ultima CPX – Sistema de Teste de

Stress Cardíaco ForneceDor: ForMedical – Representante exclu-

sivo da linha Ultima da MedGraphics no Brasil www.medgraphics.com.br Designer: Projeto Próprio (MedGraphics)

ultra-som portátil de alta tecnologia que permite a realização de diagnósticos rápidos e procedimentos precisos onde o paciente estiver, gerando resultados em tempo real. Duas características marcantes desse lançamento, também validado como healthymagination, são o peso reduzido, que facilita o transporte do equipamento de um lugar ao outro, e a configuração para aplicações específicas como anestesia, músculo-esquelético, acesso vascular e pronto atendimento em emergência. À alta qualidade do sistema alia-se a inovação: é o primeiro da categoria com tela touch screen, livre de botões e teclado, interface que facilita a operação, tornando o procedimento de exame mais simples e rápido. ForneceDor: GE Healthcare Clinical Systems Equipamentos Médicos Ltda. www.gehealthcare.com Designer: Equipe Própria

Sistema OR1 Descrição: O sistema OR1 da Karl Storz contem-

pla uma série de soluções para o ambiente operatório sempre visando a segurança do paciente e da equipe de profissionais que o assiste, bem como ergonomia e otimização do fluxo de trabalho. Karl Storz OR1 Soluções Integradas e Telemedicina. ForneceDor: H.Strattner & Cia Ltda. www.strattner.com.br Designer: Projeto próprio

Coleção Karsten Care Health Descrição: Coleção Karsten Care Health ForneceDor: Karsten S.A

www.karstencare.com.br Designer: Projeto próprio

Anuário Brasileiro de Design Hospitalar

01_Eixo 2.indd 52

26/11/10 23:22


Cama Fawler HM 2002 D Fotóforo HEINE Descrição: Fotóforo 3S LED HeadLight com

Cauzioneh Plus Descrição: Cauzioneh Plus é um calçado fabricado com

termoplástico de engenharia permitindo características especiais de resistência mecânica, química e térmica. O Cauzioneh Plus visa à proteção dos pés dos profissionais da área de saúde (médicos, enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem, veterinários, dentistas e outros) com relação ao risco biológico e quedas de artigos perfuro cortantes, além da proteção do ambiente familiar do usuário, por ser um calçado de uso privativo no ambiente de trabalho.. Fornecedor: Labnews Indústrias Químicas Ltda www.grupoldm.com.br Designer: Projeto Próprio

iluminação coaxial, compacto, cor 6250°K, luz brilhante e branca 50.000 lux a 250mm do campo, LED de 3W de alta potência com 50.000h. de serviço, íris de regulagem contínua, foco de 20mm a 100mm (distância de 500mm) reostato com indicador luminoso. Montado sobre cinta de cabeça Profissional L, permite adaptação para microcâmeras ou lupas HR / HRP e transformador 100-240 V, com bateria de Lítio, recarregável, com 4L de uso. Fornecedor: Heine (EFE) www.efe.com.br Designer: Heine

Tira Leite

Curatec Filme Transparente Estéril

Descrição: O tira leite é prático, confortável,

Descrição: Curativo adesivo, estéril, indicado

esterelizável e fácil de usar Fornecedor: Lillo Brasil Indústria de Produtos Infantis Ltda. www.lillo.com.br designer: Projeto Próprio

como curativo primário, curativo secundário e para fixação de catéter. É semi-permeável e permite a passagem de gases e vapores, permitindo a respirabilidade da pele e, ao mesmo tempo, é impermeável à bactérias e à água (não necessitando ser retirado para o banho). Fornecedor: LM Farma www.curatec.com.br designer: Projeto Próprio

Descrição: Alta precisão com um simples toque.

A cama tipo Fawler modelo HM 2002 D, é ideal para apartamentos e UTI(s), possui quatro motores controlados eletronicamente por comando na peseira e nas grades, chamada para enfermeira, luz noturna e trava de comando para paciente. CPR e trendelemburg com um simples acionamento para situações de emergência. Possui ainda, balança incorporada que permite a pesagem do paciente em qualquer posição, eliminando a necessidade de remoção. Com peseira e grades laterais em poliuretano injetado e leito em ABS termo conformado, além de rodízios. Design moderno, oferece alta precisão em todos os movimentos e dispõe de opcional de DVD e extensão do leito, atendendo sempre as necessidades de nossos clientes. Fornecedor: Hospimetal Indústria Metalúrgica de Equipamentos Hospitalares Ltda www.hospimetal.com.br Designer: Projeto Próprio

UTI Resgate Descrição: UTI Resgate Fornecedor: Mercedes-Benz

www.mercedes-benz.com.br designer: Equipe Própria

www.hospdesign.com.br

01_Eixo 2.indd 53

53

26/11/10 23:22


Equipamentos produtos e soluções

Cama Fowler Eletrônica NT 1021 Descrição: Estrutura em tubo de aço com

tratamento antioxidante e acabamento com exclusiva pintura em epóxi pó; Movimentos fowler, trendelemburg, reverso do trendelemburg, cardíaco (proclive), vascular e hi-low (elevação horizontal); Motores e caixas de comando blindados, resistentes à água, poeira e outros resíduos, acionados através de controle remoto a fio; Cabeceira e peseira removíveis para utilização em ressuscitação cardiopulmonar; Leito em estrutura tubular com tampos em chapa metálica; Pára-choque de proteção em PVC, envolvendo toda a extensão da cabeceira e peseira; Base revestida com tampa de proteção altamente resistente a impactos; Fornecedor: Núcleo Tech Móveis Hospitalares Ltda. www.nucleotech.com.br Designer: Equipe Própria

Incubadora Eletrônica Olidef Descrição: Incubadora eletrônica com duplo

sistema microprocessado,dotada de servo controle térmico infantil, sistema de umidificação servoativo, sistema de servo-controle para oxigênio e display gráfico,desenvolvida para proporcionar o conforto ambiental ideal para os recém-nascidos de risco em hospitais e maternidades Fornecedor: Olidef cz www.olidef.com.br Designer: Projeto Próprio

Dispenser Descrição: Dispenser para Sabonetes em Espuma

e Dispenser para Toalhas Interfolhadas Fornecedor: Prolim Comércio de Higiene e

Limpeza Ltda. www.prolim.com.br Designer: Projeto Próprio

Foco Cirúrgico de Teto Triplex Travessa MIP Descrição: A Travessa Mip foi desenvolvida para

tornar a estadia dos pacientes, que precisam de mobilidade na cama com a ajuda de enfermeiros, mais confortável e segura. Facilitando o posicionamento do paciente, dando assim mais conforto e qualidade para seu hospital. Fornecedor: Produtos Têxteis Sabie Ltda www.sabie.com.br designer: Produto Importado do Canadá

54

Sistema de Chamada de Enfermagem MASTER Descrição: Sistema de chamada de enfermagem

MASTER: microprocessado, permite conversação viva-voz entre enfermeira e paciente, emite relatórios, opcionalmente identifica quem finalizou a chamada, a central monitora até 64 estações e possibilita conexão com Pager. Fornecedor: Sincron – Salutem Indústria Eletrônica Ltda www.sincron.com.br designer: Projeto próprio

Descrição: Projetado visando grande mobilidade, promovendo movimentos amplos, leves, precisos e flexibilizando de modo rápido e fácil a iluminação no campo operatório com máxima redução de sombras e calor no campo cirúrgico. Fornecedor: Sismatec Indústria e Comércio de Equipamentos Hospitalares Ltda. designer: Projeto próprio

Anuário Brasileiro de Design Hospitalar

01_Eixo 2.indd 54

26/11/10 23:22


L7-P – Carro limpeza Descrição: Carro limpeza. Ideal para Hotéis, Spa, Flats,

Comércio e Condomínios. • Estrutura totalmente plástica. • Possui saco de vinil e três bandejas plásticas. • Projetado para transportar balde espremedor modelo L-8. • Medidas 116 x 57 x 100 cm. Obs: Não acompanha balde espremedor de Mop Fornecedor: RCG- Indústria Metalúrgica Ltda – Rod-Car www.rodcar.com.br Designer: Projeto Próprio

Maletas para Resgate Descrição: produto desenvolvido para atender

aos procedimentos de resgate e quando da necessidade de aspiraçãoo ou oxigenação imediatas de urgencia. Fornecedor: Romed Equipamentos Médicos www.romed.ind.br Designer: Projeto Próprio

Unidade de Alimentação de Teto Descrição: Unidade de alimentação de teto

projetada para utilização em UTI’s e Centros Cirúrgicos. Fornecedor: RWR Indústria e Comércio de Equipamentos para Eletromedicina Ltda. www.rwr.com.br Designer: Design Connection-Projetos S/C Ltda

TEB Pulmosonic Star Premium Descrição: Equipamento pediátrico com design

amigável Fornecedor: Soniclear Indústria e Comércio Importação e Exportação Ltda. www.soniclear.com.br designer: Equipe própria

Descrição: Eletrocardiógrafo C10+, ECGPC,

Esteira Ergométrica APEX 200 Fornecedor: Tecnologia Eletrônica Brasileira Ltda.

www.teb.com.br designer: Questto Design

Linha de cama TEKA Protect Descrição: A Teka apresenta uma novidade

diferenciada: Teka Protect. Essa coleção exclusiva traz um protetor de colchão e travesseiro com tecido felpudo impermeável, que bloqueia completamente a passagem de líquido, ideal para o uso em hospitais, pois facilita a remoção de sangue e outros líquidos nas lavagens. Fornecedor: Teka Tecelagem Kuehnrich S/A www.teka.com.br designer: Projeto Próprio

www.hospdesign.com.br

01_Eixo 2.indd 55

55

26/11/10 23:22


Equipamentos produtos e soluções

Incubadora Neonatal Descrição: A Incubadora VISION ADVANCED

2286 oferece ao recém-nascido um microclima de grande estabilidade, incorporando inovações tecnológicas para tratar e monitorar o paciente sem removê-lo do leito, com mínimo manuseio, em ambientes de baixa luminosidade e de reduzido ruído, disponibiliza função de alta umidade relativa do ar, com servocontrole das temperaturas e da concentração de O2, oximetria de pulso para baixa perfusão, balança, leito radiotransparente e painel de controle elevado e giratório que sintetiza todas as opções de ajuste e monitorização, de visor colorido em TFT (Thin Film Transistor) de 8,4”. Fornecedor: Fanem Ltda - www.fanem.com.br Designer: Equipe própria.

Inalador Ultrassônico Multi Power Descrição: Inalador Ultrassônico Multi Power Fornecedor: Unique ind. Com. Prods. Eletr. Ltda.

www.unique.ind.br Designer: Levi Girardi, Luiz W. Alves, Fabio Alves Frederico, Sharley Santos Oliveira – Questto Design – São Paulo – SP

Inalador/Compressor Alívio Air 5 Plus Descrição: Inalador/Compressor Alívio Air 5 Plus Fornecedor: Unique ind. Com. Prods. Eletr. Ltda.

www.unique.ind.br Designer: Projeto de Terceiros

Carro Coletor

Estativa Descrição: Estativa Ergo Plus, composto por

pontos de gases, pontos elétricos, chamada enfermeira, bandejas, gaveta e suportes para bomba de infusão, soro e monitores. Fornecedor: JG Moriya Ltda. www.jgmoriya.com.br designer: Projeto Próprio

56

Anuário Brasileiro de Design Hospitalar

01_Eixo 2.indd 56

Aparelho de Anestesia 7500 Descrição: Aparelho de Anestesia 7500, design

ergonômico e compacto. Fornecedor: JG Moriya Ltda.

www.jgmoriya.com.br designer: Projeto Próprio

Descrição: Fabricados em polipropileno de alta resistência, possuem rodas fixas e giratórias com sistema de equilíbrio central que permite facilidade em manobras. São ideais para coleta de lixo hospitalar, roupas em lavanderias e hotéis, transporte de restos nas áreas de gastronomia entre outros. Com capacidade para 400 litros, suportam até 230 kg de carga. Linha de opcionais composta de tampa, dreno para escoamento de líquidos e sistema de molas que erguem a plataforma do fundo em direção à abertura do carro, proporcionando excelente ergonomia para o operador. Fornecedor: Bralimpia Indústria e Comércio de Equipamentos para Limpeza Ltda – EPP www.bralimpia.com.br designer: Projeto próprio

29/11/10 19:44


Rotamix Descrição: Misturador de oxigênio e óxido nitroso

Rotamix Auto, para sedação consciente em odontologia para os pacientes ficarem mais relaxados. Fornecedor: JG Moriya Ltda. www.jgmoriya.com.br designer: Projeto Próprio

Oxímetro Descrição: Oxímetro modelo 1003, mede satu-

ração de oxigênio e batimento cardíaco. Fornecedor: JG Moriya Ltda.

www.jgmoriya.com.br

Posto de Consumo Medicinal Descrição: Posto de Consumo Medicinal Fornecedor: JG Moriya Ltda.

www.jgmoriya.com.br designer: Projeto Próprio

designer: Projeto Próprio

Cadeira para Exame

Foco Cirúrgico de Teto Duplex

Descrição: Inclui recursos funcionais como

Descrição: Design moderno visando facilitar

o sistema automático de elevação vertical do assento e encosto do tórax, com acionamentos independentes. Fornecedor: WEM Equipamentos Eletrônicos Ltda. www.wem.com.br designer: Projeto Próprio

os procedimentos cirúrgicos, máxima redução de sombras e calor no campo cirúrgico, proporcionando ainda condições facilitadas para assepsia dos componentes que entram em contato com o usuário. Fornecedor: Sismatec Indústria e Comércio de Equipamentos Hospitalares Ltda. www.sismatec.com.br designer: Projeto Próprio

Aspirador Profissional Descrição: Aspira Líquidos e Detritos com tanque

de 70 litros. Aspirador de ·gua e pó altamente produtivo pois com rodo de 70 cm direto sobre o piso aspira pó e água nos dois sentidos e com o Kit Manual de aspiração é a melhor solução para áreas obstruídas. Fornecedor: Plataforma Tecnologia em Conservação de Pisos Ltda. www.plataforma.ind.br designer: Próprio, sendo todo o desenvolvimento feito no Brasil

www.hospdesign.com.br

01_Eixo 2.indd 57

57

26/11/10 23:22


Materias e Soluções para a Edificação Hospitalar

Elevadores Especiais Descrição: O SchindlerID é um recurso de

Revestimento Monolith 3000 PU Descrição: O MONOLITH 3000 é um revestimento

autonivelante multiuso e impermeabilizante, a base de polímeros epóxi de alta fluidez, agregados e cargas minerais selecionadas e de alta dureza. É um revestimento durável, de apelo estético inigualável, super liso e com superfície vitrificada 100% sólidos. Propicia superfícies coloridas, brilhantes e acabamento suave; com alta resistência mecânica e a abrasão e de fácil limpeza e manutenção; resistência a produtos químicos: ácidos, ácalis, soluções salinas, graxas, óleos minerais e solventes; aplicação em substratos novos ou velhos; atende a norma ABNT NBR 14050 – tipo 2.Indicado para hospitais e clínicas, laboratórios, academias, clubes, hangares, show rooms, anfiteatros, residências, estabelecimentos comerciais, entre outros. Fornecedor: NS BRAZIL Tecnologia em Pisos e Revestimentos Ltda. www.nsbrazil.com.br

Piso Vinílico Descrição: Piso vinilico em mantas 2 m x 25 m

e 3,2 mm de esp. Recomendado para as zonas de tráfego intenso a muito intenso. Possui em sua base, espuma de alta densidade (VHD), reforçado com uma malha de fibra de vidro oferecendo uma excelente resistência ao punçonamento. Fornecedor: ACE Revestimentos www.acerevestimentos.com.br

segurança que permite um controle individual de acesso aos andares, por meio de um sistema de transmissão de dados instalado em um cartão. • Pode ser configurado para diferentes níveis de acesso. • Pode restringir acesso para um único pavimento ou para um número limitado de pavimentos. • Com o SchindlerID®, o usuário tem acesso livre a pavimentos predeterminados com o seu cartão de acesso. O sistema também pode ser configurado para que o usuário trafegue por outros pavimentos, utilizando um modelo combinado de restrição que exige, além de seu cartão, a digitação de uma senha personalizada. • Com a função VIP, o usuário tem exclusividade para utilizar um elevador sozinho e sua viagem acontece sem paradas intermediárias até seu destino final Fornecedor: Elevadores Atlas Schindler www.atlas.schindler.com

Climatizador YP Descrição: O climatizador é indicado para salas

esterilzadas Fornecedor: Johnson Controls

Soluções em Vidros Descrição: Soluções em vidros laminados, duplos

insulado e serigrafados. Desempenho de controle térmico, luminoso e acústico. Vidros especiais antichamas e cortafogo. Variedade de design de produtos. Fornecedor: Glassec Vidros de Segurança Ltda. www.glassec.com.br

58

www.johnsoncontrols.com.br/be

Torneira Automática Descrição: A torneira é caracterizada pelo fechamento automático alguns segundos após o momento em que foi acionada, proporcionando redução de até 60% no consumo de água. Possui também como diferencial o design moderno. Fornecedor: Lorenzetti www.lorenzetti.com.br

Anuário Brasileiro de Design Hospitalar

01_Eixo 3.indd 58

27/11/10 12:59


Revestimento Revestimento Cerâmico ArqTec Descrição: Refeitório e demais ambientes com

Porteo Descrição: Nova e confortável maneira de abrir as

portas sem esforço e de fechá-las com segurança. Automático, silencioso, confiável design compacto e elegante sofisticada tecnologia. Fácil de instalar e já está pronto para ser conectado.. Fornecedor: Dorma Sistemas de Controle P/ Portas Ltda. www.dorma.com.br

Obra de Sistema de Climatização Descrição: Obra de sistema de climatização em

ambiente hospitalar. Fornecedor: Newset Comércio e Serviços Ltda www.newset-ar.com.br

presença de agentes químicos: - Porcellanato técnico natural com acabamento RA* – Coleção Arqtec – referências Aluminio, Panna e Sabbia “RA” e seus rodapés e ângulos como acabamento para facilitar a limpeza. Fornecedor: Eliane S/A Revestimentos Cerâmicos www.eliane.com

Descrição: Revestimento importado, 100%

poliéster, anti-bolor, anti-fungos, não propaga chamas, não retém sujeira, possibilidade de impressão de qualquer imagem, com 15 texturas diferenciadas. Fornecedor: Estúdio Giclée www.estudiogiclee.com.br

Amura Eletrônica

Lavatório Cirúrgico

Descrição: Amura eletrônica – torneira eletrônica

Descrição: Lavatório para escovação das mãos,

para lavatório com flexível de alimentação. Tecnologia de última geração para os metais eletrônicos, baseado no funcionamento automático, fornecendo confiança, durabilidade, economia de água e energia. Especialmente desenvolvido para áreas de grande fluxo de pessoas. Fornecedor: Roca Brasil Ltda www.rocabrasil.com.br

totalmente em inox, com saída de água, detergente e antisséptico. Design moderno e arrojado, proporcionando segurança e agilidade na higiene das mãos. Utilizado em centros cirúrgicos . Fornecedor: RST Inox www.rsttorneiras.com.br

www.hospdesign.com.br

01_Eixo 3.indd 59

59

27/11/10 12:59


Materias e Soluções para a Edificação Hospitalar

Bate Maca Descrição: O sistema de proteção de paredes, cantos,

portas e batentes não é apenas decorativo, mas extremamente eficiente, preservando a vida das paredes e reduzindo as necessidades de manutenção e pintura mantendo os ambientes sempre impecáveis. Produzidos com capas de vinil texturizado em cores exclusivas flutuantes que absorvem impactos sem provocar deformações e reforços para absorção de choques. As proteções de portas e batentes garantem uma vida útil e em perfeitas condições – como novas – durante vários anos. Fornecedor: Cosimo Cataldo Comercial & Construtora Ltda. www.cosimocataldo.com.br

Maçaneta Descrição: Serve para todos os tipos de porta de

madeira ou alumínio. Não danifica o mecanismo da fechadura antiga. Oferece flexibilidade e facilidade de uso. Retire em 1 segundo usando o Desmagnetizador. 12 Cores disponíveis. Fornecedor: ULNA - Next Challenge www.nextch.com.br

Cozinha Hospitalar Descrição: Projetos para Cozinhas e Lavanderias

Profissionais. Fornecedor: Nucleora Planejamento, Assessoria

e Desenvolvimento Comercial Ltda. www.nucleora.com.br

Laminado Decorativo de Alta Pressão Elevadores Descrição: O modelo adequa-se perfeitamente ao

seu projeto arquitetônico, numa proposta inovadora e arrojada que proporciona maior comodidade ao passageiro, podendo também ser adaptado para usuários com mobilidade reduzida. No lugar dos tradicionais painéis de comando com botões, a operação do elevador é feita através de um teclado alfanumérico, com números de zero a nove. Esta solução, além da qualidade estética, reúne características que podem se adaptar a qualquer empreendimento, independente do número de andares. Fornecedor: ThyssenKrupp Elevadores S.A. www.thyssenkruppelevadores.com.br

60

Anuário Brasileiro de Design Hospitalar

01_Eixo 3.indd 60

Descrição: São inúmeros os benefícios para

Revestimento de parede e piso Descrição: Revestimento de parede – Aquarelle Wall HFS

– Produto para paredes com 10 cores. Piso Aquasafe com cinco cores. - Ergonomia: a audência de desníveis entre os pisos facilita o acesso para pessoas com mobilidade reduzida. - Conforto térmico: atérmico, não troca calor com o usuário. Isso faz com que o ambiente fique muito agradável. - Impermeabilidade: as juntas dos revestimentos são soldadas a quente para formar um sistema à prova d’água. - Segurança: o alto relevo do Eclipse Aquasafe faz com que o risco de escorregamento seja reduzido. - Higiene: mantas de 2m de largura diminuem o número de juntas e facilitam a limpeza. O Aquarelle Wall HFS possui proteção contra fungos e bactérias. Fornecedor: Tarkett Fademac www.tarkett.com/brasil

quem opta pelo Laminado Decorativo de Alta Pressão Pertech. Ao design atual somam-se a alta versatilidade de cores, desenhos, acabamentos, facilidade de limpeza, manutenção e higiene que proporciona, além da alta resistência ao desgaste, impacto, manchas, alta temperatura, ao contato com água fervente e produtos domésticos não abrasivos e o mais importante, os laminados Pertech não proliferam bactérias. Fornecedor: Pertech do Brasil Ltda. www.pertech.com.br

29/11/10 19:10


Untitled-2 1

27/11/10 13:03


Empresas de Design e designers

32Bits®

Segmento: Design Interativo Endereço: Av. Rio Branco 257/908, Centro – Rio de Janeiro/RJ Tel/Fax: (21) 2533-9310 E-mail: diretoria@32bits.com.br Site: www.32bits.com.br

A10 Design

Segmento: Design Endereço: Rua:Funchal,129 2°andar, Vl.olimpia – São Paulo/SP Tel/Fax: (11) 2344-1010 / (11) 3845-3985 E-mail: info@a10.com.br Site: www.a10.com.br

Ana Couto Branding e Design

Segmento: Branding, design de produto, embalagem e gráfico Endereço: Pça Santos Dumont, 80, Gávea – Rio de Janeiro/RJ Tel/Fax: (21) 3205-9970 / (21) 3205-9990 Site: www.anacouto.com.br

Arco Sinalização Ambiental

Endereço: Rua Coronel Francisco Inácio, 207, Moinho Velho, São Paulo – 04286-000 Portfólio: Hospital 9 de Julho, Hospital do Cancer,Hospital Santa Rita,AGE Seniors Center, Instituo Dante Pazzanese. Tel/Fax: (11) 3854-5217 E-mail: flavio@arcobr.com.br Site: www.arcomodular.com.br

ArjoWiggins

Endereço: Rodovia Salto-Itu, 30, Canjica – Salto/SP Tel/Fax: (11) 4028-9200 E-mail: chyntia.cardrobbi@ajowiggins.com Site: www.arjowiggins.com.br

Associação Objeto Brasil

Segmento: Design Endereço: Rua: Natingui,1.148, Vl.Madalena – São Paulo/SP Tel/Fax: (11) 3032-7191 E-mail: contato@objetobrasil.com.br Site: www.objetobrasil.com.br

B+G Designers

Segmento: Design gráfico, design de embalagens, brandign, design editorial, sinalização Portfólio: Mantecorp – Hospital São Luiz Endereço: Rua Álvaro Rodrigues, 403 – São Paulo/SP Tel/Fax: (11) 5090-1460 E-mail: contato@bmaisg.com.br Site: www.bmaisg.com.br

Batagliesi

Segmento: Ident.visual de marcas e corp. design ambiental e branding Portfólio: Hospital Oswaldo Cruz, Interclínicas Endereço: Rua Diogo Moreira, 149, Pinheiros – São Paulo/SP Tel/Fax: (11) 3813-1999 E-mail: batagliesi@batagliesi.com.br Site: www.batagliesi.com.br

BHZ Design

Segmento: Brandign, design corporativo Endereço: Rua Ramiro Barcelos, 1215 cjo 401, Independencia – Porto Alegre/RS Tel/Fax: (51) 3024-8030 E-mail: bhz@bhzdesign.com.br Site: www.bhzdesign.com.br

Botti Rubin

Segmento: Arquitetura Endereço: Rua Hungria 888 – 7º Andar Portfólio: Hospital Alemão Oswaldo Cruz, Hospital Samaritano Tel/Fax: (11) 3035-1717 / (11) 3819-8211 E-mail: bra@bottirubin.com.br Site: www.bottirubin.com.br/pt.html

Brander Branding Expression

Segmento: Branding e design corporativo, ambiental e de embalagens Portfólio: Mantecoorp Endereço: R. Artur de Azevedo, 1.767 – CJ. 42, PINHEIROS – São Paulo/SP Tel/Fax: (11) 3067-5990 E-mail: brander@brander.com.br Site: www.brander.com.br

Caio Esteves Branding+Design

Segmento: Branding e Design Gráfico Portfólio: Clínica Bonsucesso, SAO Equipamentos Hospitalares Endereço:Av. Professora Ida Kolb 225 ap 91, Casa Verde – São Paulo/SP Tel/Fax: (11) 3495-8115 / (11) 3495-8115 E-mail: contato@caioesteves.com.br Site: www.caioesteves.com.br

62

Caso Design Comunicação

Segmento: Design de embalagem, gráfico, brandign, ambiental, identidade visual de marcas e corporações ambiental Portfólio: Sinalização do Centro Médico Hospital Santa Catarina, Hospital Samaritano – Sinalização para um dos mais modernos hospitais do Brasil, sinalização do complexo hospitalar Hospital São Luiz Endereço: Rua do Rocio, 199- 3º andar, Vila Olímpia – São Paulo/SP Tel/Fax: (11) 3848-9702 / (11) 3845-7501 E-mail: geral@casodesign.com.br Site: www.casodesign.com.br

Cauduro Associados

Segmento: Branding, Design de Identidade de Marcas, Sistemas de Sinalização e Produtos Portfólio: Hospital São Luiz, Unimed Endereço: R:Alvarenga,2.366, Butantã – São Paulo/SP Tel/Fax: (11)3035-1911 / (11)3035-1912 E-mail: cauduro@cauduroassociados.com.br Site: www.cauduroassociados.com.br

CDN Publicidade

Segmento: Publicidade e propaganda Portfólio: Hospital Samaritano, Hospital Santa Joana,Pfizer,Medial saúde, La RochePosay. Endereço: Av. Brigadeiro Faria Lima, 2601 – 9 andar – São Paulo/SP Tel/Fax: (11) 3643-2971 / (11) 3643-2971 E-mail: jucy.oliveira@cdn.com.br Site: www.cdn.com.br

Commcepta BrandDesign

Segmento:BrandDesign – Web / Editorial / Design Gráfico Portfólio: Site Cirurgias Refrativas,Hospital das Nações,Instituto de Medicina de Araucária Endereço:Rua Visconde do Rio Branco, 1717 – Conj.113, Centro – Curitiba/PR Tel/Fax:(41) 3233 7915 / (41) 3233-7915 E-mail: info@commcepta.com.br Site: www.commcepta.com.br

Comparsas Comunicação

Segmento: Comunicação Visual Endereço: Nascimento Silva 136, cobertura 01, Ipanema – Rio de Janeiro/RJ Tel/Fax: (21) 2523-8205 E-mail: comparsas@comparsas.com.br Site: www.comparsas.com.br

Anuário Brasileiro de Design Hospitalar

01_Eixo 4.indd 62

27/11/10 11:47


CTG Design

Segmento: Design Prêmios: Dabi Atlante, Bio Control, Biotech Endereço: R Prof Antonio Baracchini, 111, Jd São Luiz – Ribeirão Preto/SP Tel/Fax: (16) 3234-0834 / (16) 3234-0834 E-mail: waltersoares@ctgdesign.com.br Site: www.ctgdesign.com.br

Cuca Design

Endereço: Rua Marques de São Vicente, 26, sobrado, Gávea – Rio de Janeiro/RJ Tel/Fax: (21) 2512-4948 E-mail: cuca@cucadesign.com Site: www.cucadesign.com

Domus Design

Segmento: Design de produto, design estratégico Portfólio: Kolplast,Visiontec,Anacom, Europa,Filizola,Wolpac. Endereço: Rua Purpurina, 155 – sala 52, Vila Madalena – São Paulo/SP Tel/Fax: (11) 2659-3393 E-mail: comercial@domusid.com.br Site: www.domusid.com.br

EquiHos

Dezing com Z

Segmento: Design do Objeto Endereço: Carrera 12 No. 119-08 – Bogotá – Colombia Portfólio: Rede Sarah Tel/Fax: (571) 6298488 / (571) 6299768 Bogotá, Colombia E-mail: via site Site: www.equiphos.com

DI Design Industrial S/C Ltda.

Segmento: Design Gráfico e Digital Endereço: Av Champagnat, 501 – sala 304, Praia da Costa – Vila Velha/ES Tel/Fax: (27) 3239-2155 / (27) 3062-2154 E-mail: contato@estetadesing.com.br Site: www.estetadesign.com.br

Segmento: Identidade de Marca Portfólio: Johnson & Johnson, Boehringer Endereço: Rua José Ramon Urtiza, 890 conj 07, Vila Andrade – São Paulo/SP Tel/Fax: (11) 2184-8100 E-mail: contato@dezigncomz.com.br Site: www.dezigncomz.com.br Segmento: Design industrial Portfólio: Design de Produtos – Design Gráfico Endereço: Rua Marcondésia, 241 – São Paulo – SP Tel/Fax: (11) 5548-6456 E-mail: di@designindustrial.com.br Site: www.designindustrial.com.br

Di Tavola

Segmento: Designers Endereço: Rua Joaquim Oliveira Freitas, 1070 – Parque São Domingos – São Paulo / SP Portfólio: clinicas e hospital de benificencia de Santo André Tel/Fax: (11) 3903-5238 E-mail: arthurtavola@ditavoladesign.com.br Site: www.ditavoladesign.com.br

Esteta Design

Fiorentini – Arquitetura de Hospitais

Segmento: Arquitetura e Design Hospitalar Portfólio: Hospital Albert Einstein, Hospital Campo Limpo, Hospital Madrecor, Hospital São Judas Tadeu – Barretos, Lab. Inst. Evandro Chagas – Belém, Samcil Guarulhos Endereço: Av. Diogenes Ribeiro de Lima, 819 Tel/Fax: (11) 3021-3184 E-mail: adm@arquiteturafiorentini.com.br Site: www.arquiteturafiorentini.com.br

Hardy Design

Endereço: Rua Raul Pompéia, 225A, São Pedro – Belo Horizonte/MG Portfólio: Mediphacos Produtos Oftalmológicos Tel/Fax: (31) 3194-3095 / (31) 3194-3051 E-mail: hardy@hardydesign.com.br Site: www.hardydesign.com.br

Haus + Packing Design

Segmento: Design Portfólio: Kimberly-Clark Endereço: Rua Tenente Negrão, 90 14°andar, Itaim Bibi – São Paulo/SP Tel/Fax: (11) 3074-6611 / (11) 3742-2228 E-mail: contato@hmaispdesign.com.br Site: www.packing.com.br Prêmios: Premio Brasileiro de Embalagem

Interbrand

Segmento: Branding Endereço: R: Olimpíadas,242 6° andar, Vila Olímpia – São Paulo/SP Tel/Fax: 1137078500 / 1137078501 E-mail: beto.almeida@interbrand.com Site: www.interbrand.com

JMD Comunicação

Segmento: Comunicação e Design Endereço: Av. das Américas, 3.200 Sala 109, Barra da Tijuca – Rio de Janeiro/RJ Tel/Fax: (21) 2572-8922 / (21) 2278-1550 E-mail: jaci@jmdcomunicacao.com.br Keenwork Design Segmento: Branding, identidade visual marcas e corporativo, embalagens, editorial, ambientação, ponto de venda Endereço: Rua Laplace, nº96 – 4º andar, Brooklin – São Paulo/SP Tel/Fax: (11) 5561-6593 / (11) 5542-1366 E-mail: kw@keenwork.com.br Site: www.keenwork.com.br

L+M Gets

Segmento: Arquitetura, Design, Montagem, Manutenção, Gestão de Tecnologia e Infraestrutura Portfólio: Projetos hospitalares, projetos de design hospitalar Endereço: Rua Fidencio de Ramos, 100 – 1º andar – São Paulo – SP – Cep- 04551-010 Tel/Fax: (11) 3215-8200 E-mail: comercial@lmgetscom.br Site: www.lmgets.com.br

Lumen Design

Segmento: Identid vis. marcas e corp., gráf, mat PV, embalagem, ambien,dig, edit. Portfólio: Hospital Pequeno Principe Endereço: Rua Domingos Nascimento, 512, Bom Retiro – Curitiba/PR Tel/Fax: 4133389006 / 4133389006 E-mail: lumen@lumendesign.com.br Site: www.lumendesign.com.br Prêmios: IDEA Brazil – 2008-2009,IF na Alemanha

M Design

Segmento: Design Portfólio: Aché Laboratórios, Biosintética, Farmasa,Johnson & Johnson Endereço: Av. Diogenes Ribeiro de Lima, 3345 – São Paulo/SP Tel/Fax: (11) 3839-0969 / (11) 3839-0968 E-mail: ludmila@mdesign.art.br Site: www.mdesign.art.br

www.hospdesign.com.br

01_Eixo 4.indd 63

63

27/11/10 11:47


Empresas de Design e designers

Madrigano

Segmento: Designers Endereço: Madrigano Hospitalar – Planejamento e Arquitetura de Hospitais Ltda. Rua Ângelo Dias, 45 – 2º andar – Conjunto 15 – Centro – CEP 89010-020 – Blumenau – SC Portfólio: www.madrigano-hospitalar.com. br/clientes/clientes.htm Tel/Fax: (47) 3335-0312 E-mail: contato@madrigano-hospitalar. com.br Site: www.madrigano-hospitalar.com.br/ produtos/produtos.htm

Mapinguari Design

Segmento: Design estratégico, Design gráfico, Design para a Sustentabilidade, especialmente na Amazônia. Portfólio: Pró Natus Endereço: Rua Ó de Almeida 1083, Reduto – Belém/PA Tel/Fax: (91) 3230-3271 E-mail: fernanda@mapinguaridesign.com.br Site: blog.forminform.com.br

Megabox Design e Soluções

Segmento: produto, gráfico, embalagem, design de serviços , prototipagem, produção de lotes pilotos Portfólio: Bio Design, Sanifil, LacTec Endereço: Av. São Sebastião, 1213 Caixa Postal – 160, Centro – Quatro Barras/PR Tel/Fax: 4136723663 / 4136723663 E-mail: vinicius@megaboxdesign.com.br Site: www.megaboxdesign.com.br Prêmios: IF em 2006, CNI em 2007, Move Sul 2002.

Oggi Design

Segmento: Design Estratégico e Design de Produtos (móveis, objetos e equipamentos) Endereço: Rua Fernandes Tourinho, 470 sala 1010, Savassi – Belo Horizonte/MG Tel/Fax: (31) 9631-0808 / (11) 7144-9898 E-mail: tulio@oggidesign.com.br Site: www.oggidesign.com.br

64

Oz Design

Red Bandana

Segmento: Branding, Identidade Visual de Marcas, Design de Embalagem, Design Ambiental, Editorial Endereço: R. Andrade Fernandes. 303 , Vila Madalena – São Paulo/SP Tel/Fax: (11) 3024-2670 / (11) 5112-9200 E-mail: oz@ozdesign.com.br Site: www.ozdesign.com.br

Segmento: Promoção e Design Endereço: Rua Visconde de Pirajá, 04 cobertura 01, Ipanema – Rio de Janeiro/RJ Portfólio: MERCK,La Roche-Posay,Biotherm Tel/Fax: (21) 22870202 E-mail: redbandana@redbandana.com.br Site: www.redbandana.com.br

Perfil Design

Segmento: Design do Objeto, Gráfico, Equipamento Urbano, Interiores Prêmios: Fred M. Roody – Memorial Scholarship Competition for Health Design – Cadeira de Rodas para Adulto – Providence – Rjhode Island – 1977 Endereço: Alameda Franca, 708 – 4, Alphaville – Santana de Parnaíba/SP Tel/Fax: 1141534878 / 1141534878 E-mail: suzana@sacchidesigners.com.br Site: www.sacchidesigners.com.br

Segmento: Design Endereço: R Liberdade, 531, Jd do Lago – Canoas/RS Portfólio:Laboratório Lauer, Pró Vida Clínica Geral e Pediatria, Tel/Fax: (51) 3478-4334 / (51) 3478-4334 E-mail: raphael@perfildesign.com.br Site: www.perfildesign.com.br

PVDI Design

Segmento: Planejamento,criação e desenvolvimento de projetos de comunicação visual,desenho industrial, arquitetura, propaganda e publicidade, além de serviços correlatos. Endereço: Rua Dona Mariana,137-casa07, Botafogo – Rio de Janeiro/RJ Portfólio: AMIL,Casa de Saúde Paracambi,Policlinoca Geral do Rio de Janeiro Tel/Fax: (21)2539-1301 / (21)2527-6582 E-mail: pvdi@pvdi.com.br Site: www.pvdi.com.br

Questto Design

Endereço: Rua Cotoxó, 303 conj. 38 - São Paulo/SP Tel/Fax: (11) 3875-5552 E-mail: levi@questtodesign.com.br Site: www.questtodesign.com.br

RAF Arquitetura e Planejamento

Sacchi Designers

Seragini/Farné

Segmento: Design, Pesquisa de Design, Branding Portfólio: www.seraginifarne.com.br/ clientes Endereço: Rua Dr. Theophilo Ribeiro de Andrade, 223, Alto de Pinheiros – São Paulo/SP Tel/Fax: (11) 2101-4300 / (11) 3021-6220 E-mail: maira@seragini.com.br Site: www.seraginifarne.com.br

Seta Brasil

Endereço: R. Funchal. 538 cj.142/144, Vila Olímpia – São Paulo/SP Portfólio: web designer para médicos, e clinicas. Tel/Fax: (11) 3849-9535 / (11) 3849-9535 E-mail: via site Site: www.setabrasil.com.br

Segmento: Design do Objeto, Gráfico, Equipamento Urbano, Interiores,Arquitetura Endereço: Rua São Clemente, nº 452 – Botafogo – Rio de Janeiro – CEP: 22260-000 Portfólio: Unimed – Hospital Pró Cirança, Instituto de Traumoto-Ortopedia, Hospital Municipal Ronaldo Gazolla – Acari/RJ, CAARJ Tel/Fax: (21) 2539-2879 / (21) 2539-2879 E-mail: via site Site: www.rafarquitetura.com.br Prêmio: Instituto Americano de Arquitetura – Projeto INCA/RJ

Anuário Brasileiro de Design Hospitalar

01_Eixo 4.indd 64

27/11/10 11:47


Nem todo ambiente hospitalar precisa ter a mesma cara monótona

Revestimentos personalizados para ambientes Hospitalares, Laboratórios e Clínicas Características do Produto: • Não retém poeira nem tampouco ácaros • Resistente ao bolor e criação de fungos • Permite limpeza com pano úmido e sabão neutro • Dimensionalmente estável, excede medidas de resistência à quebra e rasgo • De acordo com as leis internacionais, possui resistência ao fogo e propagação de fumaça • Respeita as normas de responsabilidade social e ambiental • Aplicável com cola inodora à base de água • Removível a seco, de fácil remoção, podendo ser retirado por inteiro

www.studiomaker.com.br

São 15 modelos de texturas diferenciadas que podem ser customizados por impressão digital de alta resolução e durabilidade.

R. Emílio de menezes, 76 - 1º and. - 01231-020 Sta. Cecília - São Paulo SP - Tels. 3666.0890 / 3666.0972 / 3662.0449

Untitled-2 1

www.estudiogiclee.com.br

26/11/10 23:43


Empresas de Design e designers

Simetria Arquitetura

Segmento: Design do Objeto, Gráfico, Equipamento Urbano, Interiores Endereço: SEPS 914/714 Bloco E sala 233 – Brasilia -DF Portfólio: Medial Saúde; Hospital H1 – Ed. Dr. Crispim; Diagnóstico; Clínica de Imagens Médicas – Hospital HOME; CARDIOSUL – Clínica Cardiológica; UROMEDICAL – Centro Avançado de Urologia e Andrologia; Fundação Ary Frauzino – Para Pesquisa e Controle do Câncer (Banco de Cordão Umbilical – Hemocentro Brasília); Proctoclínica – Cirurgia do Aparelho Digestivo; Novocor Cardiovascular – Comércio de Material; Montserrat – Clínica de ultra-sonografia; Hospital Santa Lúcia – Clínica de Vacinação; Sanes – Clínica de Anestesiologia; Laboratório de Anatomia Patológica – Centro Clínico L2; CLIU – Clínica Urológica de Brasília; Anna Aslan – medicina ortomolecular; CEUTA – Taguatinga – DF; SAGG – Consultório de Anestesiologia; Instituto de Oncologia Kaplan. Tel/Fax: (61) 3345-4093 / (61) 3346.3406 E-mail:mailto:simmetria@simmetria.com.br Site: www.simmetriaarquitetura.com.br

SPO Design

Segmento: Desenvolvimento de embalagem Endereço: Rua: Butantã,518 6°andar cj 62, Pinheiros – São Paulo/SP Tel/Fax: (11) 3168-9166 E-mail: spodesign@spodesign.com.br Site: www.spodesign.com.br

Studio 76

Segmento: Design do Objeto Endereço: Av José Maria Marques de Oliveira, nº 1316, sala 01 – JardimAlvorada, Salto-SP CEP 13327-300 Portfólio: vide site Tel/Fax: (11) 4021-1565 E-mail: via site Site: www.studio76design.com.br Premios: Prêmio ALCOA de Inovação em Alumínio de 2007 – 7º Lugar

Studio Ino

Segmento: Arquitetura Comercial e Design de Produto Endereço: Rua Apinajés, 1718, Sumaré – São Paulo/SP Tel/Fax: (11) 3868-4664 E-mail: emmanuel@studioino.com.br Site: www.studioino.com.br Studio RW3 Segmento: Desenvolvimento de WEB Endereço: Rua Coral, 80 sala 02, Jd. Das Américas – São Bernardo do Campo/SP Tel/Fax: (11) 4063-4921 Site: www.studiorw3.com.br

VRD RESEARCH – Design as Strategy

Segmento: Design Estratégico e Inovação (Pesquisa, Desenvolvimento e Implamentação) Endereço: Rua Campevas, 617, Perdizes – São Paulo/SP Tel/Fax: (11) 8342-8247 E-mail: americas@vrdresearch.com Site: www.vrdresearch.com

Wedo Marketing Promocional

Segmento: Marketing Promocional Portfólio: Amil Endereço: R Visconde de Carandaí, 28, Jd Botanico – Rio de Janeiro/RJ Tel/Fax: 2132059008 / 2132049355 E-mail: patricia@wedo.com.br Site: www.wedo.com.br

Zanettini Arquitetura Planejamento e Consultoria Ltda

Superbacana Design

Segmento: Escritório de Arquitetura Endereço: Rua Chilon, 310 – Cep: 04552040 – São Paulo – SP Portfólio: Hospital Santa Teresa Novo bloco; Hospital Saúde Mulher em Belém – PA; Passarela Instituto Dr. Arnaldo – INCOR – Ambulatório do Hospital das Clínicas Tel/Fax: (11) 3849-0394 / 2557 / 9992 E-mail: zanettini@zanettini.com.br Site: www.zanettini.com.br

Tatil Design

Endereço: Rua Cônego Eugênio Leite, 623 conj 12, Pinheiros – São Paulo/SP Portfólio: Laboratório Fleury (Projeto de Sinalização) Tel/Fax: (11) 3061-2672 E-mail: zoldesign@zoldesign.com.br Site: www.zoldesign.com.br

Segmento: Gráf, Identidade Visual de Marcas e Corporações Portfólio: Schering-Ploug Endereço: Av. Brig. Faria Lima, 2012, 10ºandar, Pinheiros – São Paulo/SP Tel/Fax: (11) 3815-8429 E-mail: tati@superbacanadesign.com.br Site: www.superbacanadesign.com.br Segmento: Design gráfico, tridimensional, estratégia de comunicação em PDV Portfólio: Unimed Endereço: Estrada da Gávea, 712, loja 101/104, São Conrado – Rio de Janeiro/RJ Tel/Fax: (21) 2111-4200 Site: www.tatil.com.br

Zol Design

Valéria London Branding e Design

Segmento: Branding e Design Portfólio: Clinica Perinatal de Laranjeiras/ RJ,Clinica Infantil Albert Sabin,Clinica São Vicente Endereço: Rua Voluntários da Pátria, 45 Gr.203, Botafogo – Rio de Janeiro/RJ Tel/Fax: (21) 2275-4648 / (21) 2275-4897 E-mail: vldesign@vldesign.com.br Site: www.vldesign.com.br

66

Anuário Brasileiro de Design Hospitalar

01_Eixo 4.indd 66

27/11/10 11:47


Prêmio HospDesign Reconhecendo o Engenho & Arte por trás do Encanto. Design é fazer coisas melhores para as pessoas. E coisas melhores são sempre bem vindas no atendimento à saúde. O espaço do design é o espaço da inteligência, da engenhosidade, da criatividade, da inventividade do homem na busca da excelência no atendimento das necessidades humanas. Ao Design cabe a tarefa de estudar as necessidades, desejos e aspirações humanas e responder com soluções, produtos e serviços que respondam a essas demandas de forma abrangente e apurada. Para estimular e reconhecer o Design diferenciado no setor hospitalar brasileiro a Exímia Comunicação criou o Prêmio HospDesign.

Saiba mais no site www.hospdesign.com.br

hospdesign.indd 1

27/11/10 12:37


AGORA FICOU FÁCIL EVITAR O DESPERDÍCIO DE ÁGUA. APERTOU, ABRIU, APERTOU, ABRIU. Economizar água ao lavar as mãos agora ficou mais fácil. Com o mecanismo de fechamento automático da Smart System, você abre a torneira com um simples toque e o fechamento é automático.

Nova torneira de parede da linha

Smart System

Com mecanismo de fechamento automático.

Colaboramos com:

Conheça também a nossa linha de metais sanitários de uso hospitalar Fit Special.

1161 c53

Untitled-2 1 SaudeBestTR65010.indd 1

alças de apoio

1258 c53

0800 015 02 11 www.lorenzetti.com.br

26/11/10 23:45 10/7/10 8:43:41 AM