Page 1

MENSALÃO: Entenda o maior escândalo da política brasileira.

TEMPO.

Como você tem utilizado o seu?

GACC - Grupo de Assistência à Criança com Câncer. Entrevistamos Rosemary Sanz Presidente do GACC de São José dos Campos.

Uma publicação:

EW Design Studio


Você sabe que algo está dando certo quando os números confirmam suas expectativas: •555 leitores; • mais de 9.000 visualizações de página; • Lida em 3 países diferentes.

•1.030 leitores; •15.013 visualizações de página; • Lida em 2 países da América do Sul.

Clique aqui e acesse nossa proposta comercial.

Para anunciar, ligue: 12 3308.4472 11 3042.8470 pub@ewcom.com.br


payback REVISTA

MUITO MAIS QUE NEGÓCIOS.

3

Revista Payback, edição nº 03 A revista Payback é uma publicação eletrônica de periodicidade bimestral da EW Design Studio, cujo o conteúdo é produzido em parceria com outras empresas e profissionais. As opiniões, informações, conceitos e ideias, assim como sua veracidade, expressos em matérias e artigos assinados não são, necessariamente, compartilhadas pela revista; seus autores assumem plena responsabilidade por elas.

Colaboradores desta edição Rachel Garcia e equipe; Alan Fernandes da Silva; Juraci José Pereira; Luciana Diniz Lemos; Rosemary Sanz. Publicidade Janaina Hinsching janaina@ewcom.com.br 12 3308.4472

ewcom.com.br

EXPEDIENTE

Projeto Gráfico, Diagramação e Capa Erivan Witamar ew@ewcom.com.br


EDITORIAL

4

“Hoje o tempo voa...escorre pelas mãos...” Assim diz a letra de uma das músicas mais famosas de Lulu Santos e essa é uma sensação muito forte nos dias de hoje: um dia de trabalho de 8 h não é mais suficiente para tantas tarefas. Nesse sentido, o atraso desta edição foi muito simbólico, pois foi exatamente a falta de tempo que nos obrigou a estender o cronograma e ,por isso, queremos nos desculpar com os leitores e com os colaboradores da Payback. Mas essa espera adicional vai valer muito a pena, pois temos matérias e artigos excelentes nesta edição e, de alguma forma, todas elas podem ser associadas com a reflexão sobre o uso do nosso tempo, proposta pela Psicóloga Luciana Lemos, na matéria de capa. Tempo é o recurso que as crianças com câncer menos dispõem, você poderá entender melhor esse problema na entrevista que fizemos com Rosemary Sanz - Presidente do Grupo de Assistência à Criança com Câncer de São José dos Campos. O Master Coach, Alan Fernandes Silva, nos mostra que é preciso tempo, dedicação e Atitude para desenvolver várias das habilidades essenciais para o sucesso profissional e pessoal. Passou bastante tempo desde a denúncia do esquema de compra de votos no governo Lula até que se iniciasse seu julgamento. Sobre esse tema, a equipe da Garcia Advogados Associados, preparou uma matéria que nos ajuda a entender melhor todos os crimes que estão envolvidos neste escândalo. Gastamos 30% do nosso tempo trabalhando em companhia de pessoas com quem não temos total afinidade. Juraci J. Pereira nos mostra o quanto é importante criar e manter um ambiante de trabalho positivo. Enfim, é tempo de relaxar e absorver mais conhecimento. Boa leitura! Erivan Witamar.

Revista Payback •OUTUBRO 2012


ÍNDICE

6

QUAL É A SUA ATITUDE?

Afinal! O que é Atitude? Você tem aquela determinação necessária para realizar todo o seu potencial? Saiba mais no artigo de Alan Fernandes da Silva.

14

COMO ESTÁ O SEU AMBIENTE DE TRABALHO? A importância de um ambiente de trabalho positivo. Leia no artigo de Juraci J. Pereira como criar um ambiente de trabalho mais harmonioso e produtivo através do bom relacionamento.

8

ENTREVISTA

Conheça o trabalho de combate a uma das doenças mais cruéis de todos os tempos. Quem nos fala sobre isso é a presidente do GACC de São José dos Campos.

Revista Payback •OUTUBRO 2012

16 Fotógrafo: Pedro Ivo


7

18

MATÉRIA DE CAPA

O que é o mensalão? A equipe da Garcia Advogados ajuda você a entender esse complexo esquema de corrupção montado em Brasília, durante o governo Lula.

VOCÊ ENTENDE O MENSALÃO?

ewcom.com.br

22

ÍNDICE

Como você tem usado o seu tempo? Como administrar melhor o nosso tempo e conseguir abrir espaço na rotina de trabalho para nós mesmos? A psicóloga Luciana Lemos provoca esse debate em sua matéria.


Fotógrafo: Pedro Ivo

ENTREVISTA

8

A solidariedad à era do ind

Revista Payback •OUTUBRO 2012


9

de que resiste dividualismo. Os recursos governamentais somam apenas 30% do custo mensal com os atendimentos, mas mesmo assim, o hospital do GACC, inaugurado em 2007, atende a mais de 500 crianças e jovens diagnosticados com Câncer, em todo o Vale do Paraíba, não existindo atualmente fila de espera. Conheça um pouco mais desse nobre trabalho, realizado com muito esforço, carinho e seriedade.

E

m 14 de novembro de 1995, reuniram-se seis pessoas com a finalidade de fundar um grupo de apoio no combate ao câncer da criança e adolescente. Nasceu, a partir deste dia, o GACC - Grupo de Apoio à Criança com Câncer, instituição filantrópica, civil, livre de qualquer tipo de discriminação e sem fins lucrativos. Em 2007, ao inaugurar seu hospital nomeado CTFM - Centro de Tratamento Infantojuvenil Fabiana Macedo de Morais amplia sua atuação, sendo o responsável pela assistência integral da saúde da criança e do adolescente com câncer, e por esse motivo altera sua razão social e endereço, denominando-se Grupo de Assistência à Criança com Câncer. Desde o início o objetivo foi aumentar a expectativa de vida de crianças e adolescentes com câncer buscando garantir a qualidade global do tratamento do paciente, assim como acolher e dar apoio aos familiares.

ewcom.com.br

ENTREVISTA

Entrevista concedida por Rosemary Sanz – Presidente do GACC à Janaina Hinsching.


ENTREVISTA

10

Payback: O GACC atende somente o SUS ou também realiza atendimento particular? Qual a idade limite para iniciar o tratamento pelo GACC. Rosemary Sanz: O hospital CTFM/GACC atende pacientes provenientes do SUS, que hoje representam 82% do total de crianças e jovens em tratamento, além de realizar atendimento particular e das seguintes operadoras de saúde: Sul América, Unimed, Mediservice, Intermédica, Amil, Ativia Saúde, Vale Saúde/Santa Casa, Medial Saúde, SPA Saúde, NotreDame Seguro Saúde, Fusex, Saúde Caixa, Petrobras, Saúde Internacional Assistência Médica, Bradesco Saúde. O hospital CTFM/GACC recebe pacientes dos 39 municípios da região para realização de diagnóstico entre 0 e 19 anos incompletos, seguindo o tratamento oncológico até os 23 anos, e posteriormente sendo acompanhado no Programa de Acompanhamento dos Curados, sem limite de idade. Payback: Quais são os procedimentos para iniciar o tratamento pelo GACC? Rosemary Sanz: Para ser atendido no hospital do GACC é necessário ser encaminhado diretamente pelo médico que realizou o primeiro atendimento da criança ou do jovem e suspeitou que os sintomas apresentados fossem de algum tipo de câncer. Qualquer médico da rede de saúde, pública ou particular, pode encaminhar diretamente para o hospital, sem necessidade de realizar antecipadamente nenhum tipo de exame que comprove a existência de doença maligna,

Revista Payback •OUTUBRO 2012

sendo que todos os exames, biópsias ou cirurgias são realizados pelo próprio GACC. Não existe demanda reprimida, sendo que não há nenhum tipo de fila de espera para os mais diversos atendimentos, inclusive para os pacientes do SUS, seja consultas com especialistas, realização de exames, cirurgias, leitos de internação clínica ou terapia intensiva, entre outros. Payback: Atualmente o GACC atende quantas crianças e como funciona esse tratamento? Rosemary Sanz: Atualmente o GACC atende mais de 500 crianças e jovens provenientes de todas as 39 cidades do Vale do Paraíba, Litoral Norte e Serra da Mantiqueira, além de alguns pacientes vindos de outros Estados do Brasil. O hospital do GACC é o único complexo de tratamento multiprofissional especializado em oncologia pediátrica de toda região, habilitado pelo Ministério da Saúde como UNACON - Unidade de Alta Complexidade em Oncologia Exclusiva de Oncologia Pediátrica. Toda assistência é voltada para garantir


Fotógrafo: Pedro Ivo

11

O hospital CTFM/GACC desenvolve diversos Programas Multidisciplinares Especializados voltados para a criança, o jovem e seus familiares, integrando as ações de assistência social, de educação e promoção humana à área de saúde, sendo: • Programa - Diagnóstico Precoce: Encaminhamento e Diagnóstico; • Confirmação Diagnóstica Diferencial; • Programa de Qualidade do Tratamento e Humanização; • Programa de Integralidade e

ewcom.com.br

Payback: O GACC conta com quantos voluntários e o que se deve fazer para ser um voluntário do GACC? Rosemary Sanz: Hoje o GACC conta com 120 voluntários ativos que multiplicam e ampliam a assistência prestada às crianças e aos jovens em tratamento oncológico, humanizando os atendimentos e contribuindo com a qualidade do tratamento oferecido de modo indiscriminado a todos os pacientes e seus acompanhantes. Através do trabalho voluntário os programas e serviços já existentes são fortalecidos, agregando novos conhecimentos e novas habilidades, além de ampliar e buscar novos recursos em benefício do público infantojuvenil e seus familiares. O Voluntariado GACC está organizado em diversas equipes específicas, que atuam de forma coordenada, com práticas de gestão definidas, possuindo rotinas e procedimentos descritos de acordo com cada atividade e função, sendo:

ENTREVISTA

tratamento oncológico infantojuvenil integral e de qualidade através da acessibilidade, assertividade e resolubilidade dos atendimentos oferecidos. A instituição além de realizar todo o tratamento do câncer, também oferece suporte familiar e o atendimento das demandas sociais, emocionais, educacionais, de nutrição, terapia psicológica especializada, reforço escolar, atividades psicopedagógicas lúdicas, ações de convivência sócio-familiar, viabilização de transporte, entre outros.

Multidisciplinaridade na Assistência; • Programa GACC Nutrir; • Programa de Treinamento e Desenvolvimento de Competências; • Programa de Sustentabilidade Social; • Programa Pedagógico Lúdico-Educacional; • Programa de Promoção à Convivência; • Programa de Acompanhamento dos Curados; • Programa de Cuidados Paliativos; • Programa de Gerenciamento do Voluntariado; • Departamento de Ensino e Pesquisa.


Fotógrafo: Pedro Ivo

ENTREVISTA

12

• Diretoria; • Agente de Atividades Familiares; • Guia de Visitas; • Equipe de Higienização de Brinquedos; • Equipe de Contadores de História; • Agentes de Recepção; • Agente Educacional; • Equipe de Professores Voluntários; • Equipe de Eventos; • Equipe de Festas; • Equipe da Nota Fiscal Paulista. Para se tornar um voluntário do GACC é necessário vir até o hospital, preencher na Recepção a Ficha de Cadastro de Intenção de Trabalho Voluntário no GACC e aguardar o contato da Coordenadora do Programa de Gestão do Voluntariado que irá agendar entrevista.

Ao contrário da realidade brasileira, o serviço público e gratuito oferecido no hospital CTFM/GACC encontra-se num nível de excelência reconhecida, o que, muitas vezes, acaba mascarando as reais necessidades financeiras da instituição: os repasses feitos pelo SUS e as doações não têm sido suficientes para suportar os custos que representa atender com universalidade, equidade e integralidade a toda demanda de pacientes que necessitam de tratamento na região. Para reverter esse quadro, a Instituição precisa atuar em diferentes frentes, que vão desde lutar pela complementação dos repasses dos recursos SUS realizados pela Secretaria Estadual de Saúde até o incremento de projetos e campanhas para maior envolvimento de empresas e comunidade.

Payback: Quais as principais dificuldades enfrentadas pela instituição atualmente? Rosemary Sanz: Atualmente o maior desafio é conseguir os recursos financeiros necessários para continuar garantindo a qualidade de tratamento para os mais de 500 pacientes.

Payback: Sabemos que o GACC se mantém com doações. Quais são os meios para realizar essas doações? Rosemary Sanz: Qualquer pessoa pode se tornar contribuinte mensal ou participar das campanhas trimestrais entrando em contato

Revista Payback •OUTUBRO 2012


13

pelo telefone (12) 3938-3232 ou pelo e-mail: centraldedoacoes@gacc.com.br. Existem vários Projetos e Campanhas desenvolvidas pelo GACC e entre estas ações o GACC está intensificando a Campanha “Delete o Câncer. Doe um Clique.” Qualquer pessoa, inclusive de outros municípios e estados, podem realizar suas doações através do site: www.

mas mesmo com apenas dois anos e meio de funcionamento já atingimos os mais altos níveis de classificação dentro dos parâmetros da qualidade hospitalar praticada no mercado, como por exemplo, a Classificação Ouro do Programa de Melhoria na Gestão das Santas Casas e Hospitais Filantrópicos desenvolvido pelo CEALAG-SAMARITANO, o que nos coloca num patamar de excelência em gestão hospitalar.

gacc.com.br/deleteocancer; com toda segurança, tendo resguardado o sigilo de todos os dados informados. Payback: Quais outros projetos/eventos o GACC desenvolve para captar recursos? Rosemary Sanz: O GACC participa e desenvolve diversos eventos durante o ano para captação de recursos. Para saber a programação pode ser conferidas no site: www.gacc.com.br

Também faz parte do Planejamento Estratégico captar os recursos necessários para continuar oferecendo todo o tratamento de qualidade para todos os pacientes do SUS e também os recursos necessários para finalizar e implementar algumas unidades dentro do CTFM/GACC como a Unidade de Imagem e o Auditório.

Payback: Quais as perspectivas do GACC para o futuro? Rosemary Sanz: Consolidar cada vez mais o hospital CTFM/GACC como referência de qualidade e humanização em tratamento para crianças e jovens. Somos um serviço hospitalar muito jovem,

ewcom.com.br

www.gacc.com.br centraldedoacoes@gacc.com.br

(12) 3949.6024

ENTREVISTA

Payback: Qual a participação do governo na manutenção/auxílio da instituição? Rosemary Sanz: O repasse de recursos governamentais para a manutenção e custeio dos atendimentos realizados pelo hospital CTFM/GACC representam apenas 30% do custo real mensal que é arcado pela instituição.

Payback: As pessoas que tiverem interesse poderão visitar a estrutura do GACC? Rosemary Sanz: É necessário agendar a visita pelo telefone 12 3949-6024.


COACHING

14

AFINAL! O QUE É ATITUDE? Por Alan Fernandes da Silva*

Atitude é ação! Atitude é fazer! Atitude é ser o que você pode...

No fundo, todo ser humano tem o conhecimento daquilo que pode lhe fazer feliz. Mas são poucos aqueles que têm atitude de colocar esse conhecimento em prática para atingir essa vitória” - Alan Fernandes. Atitude pode ser entendida como a ação vinda da decisão de agir de uma maneira coerente com referência a certo objetivo. Causa e efeito. Podemos avaliar a nossa vida pela ótica de resultados. Toda e qualquer situação pode ser analisada como causa e efeito, uma ação leva a uma reação ou a um resultado específico. Então, o que precisamos para alcançar o resultado que desejamos? Conhecimento, habilidade e atitude. Sendo a atitude o mais importante desses três elementos, se você a tiver os outros dois virão como consequência. Sendo assim, para entendermos melhor o que é atitude, imaginem que um vendedor tem um objetivo de ganhar 100 mil dólares por ano, ganhar 100 mil dólares pode ser

Revista Payback •OUTUBRO 2012

entendido como o resultado que essa pessoa deseja obter. Para conseguir isso o vendedor deve criar uma estratégia, onde ele colocará todo seu conhecimento em prática para alcançar a habilidade necessária de vender seu produto ou serviço em uma escala que o leve a ganhar 100 mil dólares por ano. Continuemos analisando esse exemplo. O que esse vendedor precisou ter para utilizar ou buscar aprender o conhecimento necessário para alcançar o resultado? Atitude. O que esse vendedor precisou ter para colocar o conhecimento adquirido em prática para desenvolver a habilidade necessária para vender mais e alcançar seu objetivo? Atitude. A energia que antecede o verbo. A atitude pode ser entendida como “a energia que antecede o verbo”, é próprio de um verbo em nossa linguagem, evocar um processo, isto é, o desenrolar de eventos para os quais podemos identificar seu início e fim, demonstrar uma ação. A atitude nada mais é que uma espécie de energia interna do ser humano que o leva para ação. Para fazer


15

Quantas pessoas você conhece que são fantasticamente inteligentes e habilidosas, mas estão insatisfeitas com seus resultados? Quantas pessoas conhecemos que possuem experiência de vida, são brilhantes e tão inteligentes que desejam escrever um livro, mas não escrevem. Quantas pessoas extraordinariamente conhecedoras de um assunto não colocam esse conhecimento em prática para alcançarem melhores resultados em suas vidas por falta de atitude.

ewcom.com.br

E você? Quantas coisas maravilhosas poderiam ter acontecido na sua vida se você tivesse mais atitude para ser, para fazer, para realizar o que realmente queria? Que conclusões você tira disso? Independente de suas conclusões, saiba que a partir de agora, se assim desejar, você pode transformar o insatisfatório em satisfatório por meio da sua atitude. Pense nisso! *Alan Fernandes da Silva

Master coach e treinador transformacional; formado pela sociedade brasileira de coaching, metaforum internacional, especializado pessoalmente por robert dilts (eua) em generative coaching systemic; formado em programação neurolinguística sendo trainer e master practitioner em pnl; formado em administração de empresas e gestão de pessoas pela universidade paulista; Possui mais de 7 anos de experiência, especialista em business coaching, inteligência social, vendas, pnl e treinamento de transformação humana; Ministra cursos e treinamentos de alta performance para empresas e clientes individuais; Atende individualmente como personal coach de performance profissional e como treinador transformacional individual de pessoas que desejam ser o melhor que podem ser na vida; Pesquisador e escritor de assuntos ligados ao aumento de performance e transformação humana; Presidente do instituto global trainer; Presidente da abpci - associação brasileira de pnl, coaching e inteligência emocional. 

www.globaltrainer.com.br

COACHING

acontecer aquilo que ele deseja ter como resultado. Atitude é ação! Atitude é fazer! Atitude é ser o que você pode ser, para realizar o que deseja realizar, colocando em prática todos os seus recursos aprendidos em sua existência como ser humano. Muitas pessoas possuem objetivos, sonhos, resultados que desejam alcançar. Possuem o conhecimento necessário para realizar, desenvolveram habilidade para isso, mas não tiveram atitude para ser o que podem ser e não fizeram o que poderiam ter feito.


16

A IMPORTÂNCIA DE UM AMBIENTE DE TRABALHO POSITIVO. Por Juraci J. Pereira*

S

Caso esteja com problemas, como sair dessa situação? e levarmos em consideração que 30% de

nossa vida produtiva passamos no ambiente de trabalho com pessoas com as quais não temos laços familiares, com pensamentos diferentes, religião, time de futebol etc, devemos refletir em como conviver harmoniosamente nesse ambiente. Em se tratando de ambiente de trabalho, esta harmonia depende da empresa, isso mesmo, a empresa precisa trabalhar nesse sentido e buscar de todas as formas possíveis inclusive com ajuda profissional para que o ambiente seja o melhor possível. Isso pode significar o sucesso ou o fracasso dos negócios. Um ambiente de trabalho negativo não prejudica somente a empresa, o reflexo também é sentido na família do colaborador e na sua saúde. Um ambiente de trabalho negativo ocasiona: • Falta de honestidade, ética seja por parte de membros da equipe ou da direção da empresa; • Trabalho sem diálogo (manda quem pode obedece quem tem juízo); • Isolamento de pessoas e setores (o trabalho em equipe é ignorado); • Fofocas; • Falar mal do colega pelas costas;

Revista Payback •OUTUBRO 2012

• Falta de lealdade com o colega (roubo de ideias); • Boicotar o colega etc. O Reflexo de um ambiente com as situações relatadas acima serão danosos tanto para a empresa quanto para os colaboradores e poderá resultar em diversos problemas sem uma causa aparente, tais como: • Problemas graves de saúde (úlcera, pressão alta, insônia, mau humor, estresse, infarto); • Equipe desmotivada, • Faltas ao trabalho constante, • Troca de colaboradores com frequência, • Baixa produtividade; • Necessidade de horas adicionais de trabalho; • Qualidade de vida prejudicada. • Cliente insatisfeito; • Queda no faturamento e nos lucros etc.; Caso esteja com problema, como sair dessa situação? É possível por meios próprios ou através de um profissional especializado no assunto. O que definirá o caminho a seguir será o grau de dificuldade e de estresse que a empresa vive no momento. Por meios próprios é possível adquirir no mercado DVDs orientativos, que com


17

criatividade pode resultar na melhora pretendida, existem no mercado livros e apresentações sobre assunto, vídeos na internet etc. Temas como avaliação do clima organizacional é um dos primeiros passos a ser implementado. Com ele é possível identificar pontos críticos e atuar na solução. Outros temas tais como, cliente interno e externo, comunicação interna, dinâmicas de grupo e muitos outros recursos resultam num clima mais agradável e livre

de fofocas entre outros problemas. Também é muito saudável para todos que a empresa promova encontros informais fora do ambiente de trabalho para descontrair e aproximar as pessoas tais como comemoração dos aniversariantes do mês, aniversário da empresa, confraternização de final de ano etc., sempre buscando de forma inteligente gerar alguma atividade que aproxime os colegas de trabalho.

*Juraci José Pereira Bacharel em Ciências Contábeis pela Universidade São Judas Tadeu; Pós-graduado em Controladoria pela FECAP; Técnico em Administração de Empresas pelo Colégio Castro Alves; Membro do Conselho Diretor e contribuinte da Legião Mirim de Vila Prudente, entidade que orienta jovens para o mercado de trabalho; Associado do Rotary Club Internacional  presente em 169 países, e membro do Rotary Club São Paulo Alto da Mooca desde 1996 exercendo o cargo de presidente em 2004/2005, cargo de Governador Assistente área III do Distrito 4430, Cargo de Tesoureiro – Rotary do Distrito 4430 (Gestão 2008 /2009).

www.juscon.com.br

ewcom.com.br


CAPA

18

Como você tem usado seu tempo?

H

Por Luciana Lemos*

á quanto tempo você não para pra pensar na vida que está levando? Para pensar em você? Quanto tempo faz que você não observa um lindo pôr do sol? Ou percebe um pássaro cantando em sua janela? Há quanto tempo que não realiza algo para si mesmo? Você também tem a sensação de que o tempo está voando? Passei a refletir sobre isso, depois de uma reunião entre amigos que não se viam há muito tempo

Revista Payback •OUTUBRO 2012

devido à correria da vida e onde o tema do encontro foi o cansaço, o desgaste e o estresse da vida moderna. Hoje vivemos num mundo tão veloz, cheios de compromissos, prazos e congestionamentos, que quase tropeçamos em nós mesmos. Entramos no carro, ligamos o rádio, mas nem conseguimos ouvir a música tocar. Chegamos ao local desejado e atentamos que nem percebemos direito o trajeto que fizemos, como


19

circulam, nos mostra o ritmo que a vida tem imposto ao homem moderno com sua “tripla jornada” (trabalho – casa – estudo). Mas, até que ponto deve-se sacrificar o bem-estar e a qualidade de vida em função dos padrões sociais “maníacos”? Costumamos dividir a vida em âmbitos (profissional, social, afetivo e espiritual) e esquecemos que estes âmbitos compõem um todo. Se sacrificarmos ou negligenciarmos uma ou algumas das partes, afetamos as outras também e prejudicamos o todo. Dentro de uma estruturação social que privilegia a racionalidade em detrimento do universo emocional e afetivo, a vida profissional consome a maior parte do tempo e da energia das pessoas. Segundo o psiquiatra C.G.Jung: “... [O homem contemporâneo] não consegue perceber que, apesar de toda a sua racionalização e toda a sua eficiência, continua possuído por “forças” além do seu controle. Seus deuses e demônios absolutamente não desapareceram; têm apenas novos nomes. E conservam-no em contato íntimo com a inquietude, apreensões vagas, complicações psicológicas, uma insaciável necessidade de

ewcom.com.br

pílulas, álcool, fumo, alimento e, acima de tudo, com uma enorme coleção de neuroses.” Esse desequilíbrio entre emocional-racional é a fonte de muitas doenças, angústias e sofrimentos. Atualmente, distante do universo interno e mergulhado na acelerada vida cotidiana, estar estressado faz parte da rotina da maior parte das pessoas. De acordo com a OMS, Organização Mundial de Saúde, o estresse

e suas variações atingem cerca de 80% da população do planeta, e está associado ao surgimento e desenvolvimento de uma série de doenças, como o câncer, a hipertensão, a diabetes e a depressão. E infelizmente boa parte das pessoas só conseguirão parar ou frear esse ritmo de vida, depois de adoecerem, o que muitos não percebem é que essa condição poderia ser evitada, com um pouco de atenção consigo mesmo e seus afetos. Embalados na correria e na rotina cotidiana, passamos pela vida e esquecemos de dedicar um tempinho para nós mesmos. A vida funciona como uma balança em busca de equilíbrio e cada um tem dentro de si os conteúdos (pesos e medidas) necessários para equilibrá-la. Um ótimo exercício para alcançar esse equilíbrio é a reflexão e o autoconhecimento. Por isso, não encare momentos de meditação e ponderação como perda de tempo. Refletir é um investimento em sua saúde, sua vida afetiva, profissional e em você mesmo. Luciana Lemos é Psicóloga e Psicoterapeuta; Especialista em Psicologia Analítica pela UNISAL.

Tels: (12) 3942-9202 • (12) 9792-0258

CAPA

se estivéssemos no modo de “piloto-automático”. Vivemos constantemente com pressa ou atrasados e mal conseguimos parar para nos alimentar. Nos “falta” tempo para as “pequenas coisas”, para desfrutar bons momentos com as pessoas que nos são especiais e junto com este pacote, também falta tempo para nós mesmos. Na correria do mundo globalizado, a quantidade de informações e a velocidade com que estas


20

Revista Payback •OUTUBRO 2012


Boa informação para quem lê, ótimo investimento para quem anuncia.

21

Nossa opção por uma revista veiculada exclusivamente no formato digital está se mostrando tão bem sucedida que tem atraído não só um número cada vez maior de leitores, mas também os concorrentes. Outras revistas, que até pouco tempo eram impressas e vendiam assinaturas, estão aderindo ao formato digital e gratuito. Mas, nós compreendemos perfeitamente essa mudança de estratégia da concorrência, afinal, nossa primeira edição foi uma novidade para mais de 500 leitores; na segunda essa novidade chegou a quase o dobro de pessoas. Se continuar assim, novidade vai ser encontrar alguém que não lê a Payback. Se você pensa em fazer um bom investimento, pode comparar as alternativas, qual delas oferece um crescimento de 85,59% na base de leitores, em pouco mais de 2 meses?

Para anunciar, ligue: 12 3308.4472 • 11 3042.8470 ewcom.com.br pub@ewcom.com.br


22

Entenda o Mensalão. Por Rachel Garcia e equipe da Garcia Advogados.

O “Mensalão” ficou conhecido como um esquema onde parlamentares recebiam propina para que votassem a favor de projetos do Governo Federal. O esquema veio a tona no primeiro mandato do Presidente Luis Inácio Lula da Silva, após a imprensa divulgar um vídeo do chefe do Departamento de Contratação e Administração de Material da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, Maurício Marinho, onde o mesmo negociava pagamento de propina com empresários que tinham interesse em

Revista Payback •OUTUBRO 2012

participar de uma licitação do referido órgão. No mesmo vídeo, um funcionário dos “Correios” afirmava ter a ajuda do então Deputado Federal Roberto Jefferson nas negociações. Após a divulgação do vídeo pela imprensa, o Deputado Federal Roberto Jefferson denunciou a existência de outro esquema de corrupção. O Deputado informou que desde 2003, seu partido (PTB) recebeu uma oferta que proporcionava o pagamento de uma “mesada”. Tal esquema era coordenado pelo tesoureiro


23

Os Acusados e os Cargos que Ocupavam O julgamento do Mensalão foi iniciado em 02 de Agosto de 2012 e estão sendo acusados: ACUSADOS

ÚLTIMOS CARGOS EXERCIDOS

José Dirceu

Ex-ministro da Casa Civil

José Genoíno

Ex-presidente do PT

Delúbio Soares

Ex-tesoureiro do PT

Marcos Valério

Empresário e Publicitário

Rogério Tolentino

Advogado e ex-sócio de Marcos Valério

Simone Vasconcelos

Ex-gerente da SMP&B

Ramon Hollerbach

Ex-sócio de Marcos Valério

Geiza Dias dos Santos

Ex-funcionária da SMP&B

Cristiano de Mello Paz

Ex-sócio de Marcos Valério

Kátia Rabelo

Ex-presidente do Banco Rural

Ayanna Tenório Tôrres de Jesus

Ex-diretora do Banco Rural

José Roberto Salgado

Ex-vice-presidente operacional do Banco Rural

Vinícius Samarane

Ex-diretor e atual vice-presidente do Banco Rural

Roberto Jefferson

Deputado cassado do PTB-RJ

Anderson Adauto

Ex-ministro dos Transportes e ex-deputado pelo PL

Duda Mendonça

Publicitário

Zilmar Fernandes Silveira

Ex-sócia de José Eduardo Mendonça

Luiz Gushiken

Ex-secretário de Comunicação do Governo

Valdemar Costa Neto

Deputado Federal

João Paulo Cunha

Deputado Federal e ex-presidente da Câmara dos Deputados

Enivaldo Quadrado

Doleiro e ex-sócio da corretora Bônus-Banval

Henrique Pizzolato

Ex-diretor de marketing do Banco do Brasil e membro do PT

João Magno de Moura

Ex-deputado do PT-MG

João Cláudio Genú

Ex-assessor do PP na Câmara

José Luiz Alves

Secretário do ex-ministro Anderson Adauto

Bispo Rodrigues

Ex-deputado do PR-RJ

José Rodrigues Borba

Ex-deputado do PMDB-PR

Paulo Roberto Galvão da Rocha

Ex-deputado Federal do PT-PA

Anita Leocádia

Ex-assessor de Paulo Rocha

Pedro Corrêa

Deputado Cassado do PP-PE

Pedro Henry

Deputado Federal

Professor Luizinho

Ex-deputado federal PT-SP

Romeu Queiroz

Ex-deputado Federal PTB-MG

ewcom.com.br


24

Jacinto Lamas

Ex-tesoureiro do PL

Breno Fischberg

Ex-doleiro, sócio da corretora Bônus – Banval

Emerson Palmieri

Ex-tesoureiro PTB

Antônio de Pádua Lamas

Ex-assessor da Liderança do PL na Câmara

do PT, Delúbio Soares e o pagamento era de R$ 30.000,00 para cada congressista. Jefferson também informou que o então Presidente Luis Inácio Lula da Silva tomou ciência de tal esquema.

acrescentando que a agência do Banco Rural localizada no Brasília Shopping era utilizada para sacar o dinheiro do Mensalão. Na data de 26 de Julho de 2005, o Inquérito 2245 foi autuado no Supremo Tribunal Federal

Em 9 de Junho de 2005 foi instalada a CPMI dos Correios onde foram agendados os depoimentos de Kátia Rabelo, presidente do Banco Rural; Luiz Gushiken, secretário do Núcleo de Assuntos Estratégicos da Presidência da República; Rogério Tolentino, dirigente do BMG; e de Marcos Valério e Daniel Dantas, empresários. Durante a CPMI, Roberto Jefferson voltou a citar que diversos integrantes do Governo Federal tinham ciência do esquema do Mensalão, sendo esses Aldo Rebelo, Walfrido Mares Guia, Ciro Gomes, Miro Teixeira, José Dirceu e Antônio Palocci e informou inclusive que o empresário Marcos Valério era o articulador financeiro para a compra dos parlamentares e que tal verba era retirada de empresas estatais e do setor privado. Na data de 16 de Junho de 2005, José Dirceu renunciou o cargo de ministrochefe da Casa Civil reassumindo sua cadeira na Câmara dos Deputados. No dia seguinte (17/06/2005), Roberto Jefferson se licenciou da Presidência do PTB. Em 30 de Junho de 2005, Roberto Jefferson depôs para a CPMI e confirmou todas as denúncias que fizera anteriormente,

e posteriormente, em 12 de novembro de 2007, o Inquérito foi convertido em Ação Penal e o julgamento da Ação Penal foi agendado para 02 de Agosto de 2012.

Revista Payback •OUTUBRO 2012

Os Crimes Praticados Formação de Quadrilha Acusados: José Dirceu, Delúbio Soares, José Genoíno, Silvio Pereira, Marco Valério, Ramon Hollerbach, Rogério Tolentino, Simone Vasconcelos Cristiano Paz, Geiza Dias, Ayanna Tenório, José Roberto Salgado, Kátia Rebello, Vinicius Samarane, Antonio Lamas, Breno Fichberg, Carlos Alberto Quaglia, Enivaldo Quadrado, Jacinto Lamas, José Cláudio Genu, José Janene, Pedro Correa, Pedro Henry, Valdemar Costa Neto. Tipificação: Disposição contida no artigo 288 do Código Penal que descreve: “Art. 288. Associarem-se mais de três pessoas, em quadrilha ou bando, para o fim de cometer crimes:” Pena: reclusão, de 01 a 03 anos. Conceito do crime: “Cuida-se de punir, pelo perigo que representa a paz e a segurança


25

públicas, a associação de quatro ou mais pessoas para a prática de crimes. (...) a doutrina é unânime ao exigir o requisito de estabilidade ou permanência do vínculo associativo, não bastando uma associação eventual ou passageira.” (Código Penal Comentado, Celso Delmanto, Editora Saraiva) Corrupção Passiva

Acusados: Bispo Rodrigues, Emerson Palmieri, Henrique Pizzolato, Jacinto Lamas, José Cláudio Genu, João Paulo Cunha, José Borba, José Janine, Pedro Correa, Pedro Henry, Roberto Jefferson, Romeu Queiroz, Valdemar Costa Neto. Tipificação: Disposição contida no artigo 317 do Código Penal que descreve: “Art. 317. Solicitar ou receber, para si ou para outrem, direta ou indiretamente, ainda que fora da função ou antes de assumi-la, mas em razão dela, vantagem indevida, ou aceitar promessa de tal vantagem:” Pena: reclusão, de 02 a 12 anos, e multa. Conceito do crime: Crime praticado por funcionário público contra a Administração Pública em geral. Entende-se como o funcionário público que recebe vantagem indevida de outrem devido a sua função exercida. Corrupção Ativa Acusados: José Dirceu, Delúbio Soares, José Genoíno, Marcos Valério, Ramon Hollerbach, Rogério Tolentino, Simone Vasconcelos, Cristiano Paz, Geiza Dias, Anderson Adauto. Tipificação: Disposição contida no artigo

ewcom.com.br

333 do Código Penal que descreve: “Art. 333. Oferecer ou prometer vantagem indevida a funcionário público para determiná-lo a praticar, omitir ou retardar ato de ofício:” Pena: reclusão, de 02 a 12 anos, e multa. Conceito do crime: Crime praticado por qualquer pessoa contra a Administração Pública em geral. A diferença entre corrupção ativa para a passiva está no sujeito que comete o crime. Enquanto na corrupção passiva somente o funcionário público pode cometer o crime, na corrupção ativa, qualquer pessoa pode cometer o crime. Lavagem de Dinheiro Acusados: Marcos Valério, Ramon Hollerbach, Rogério Tolentino, Simone Vasconcelos, Cristiano Paz, Geiza Dias, Ayanna Tenório, José Roberto Salgado, Kátia Rebello, Vinicius Samarane, Anderson Adauto, Anita Leocádia, Antonio Lamas, Bispo Rodrigues, Breno Fichberg, Carlos Alberto Quaglia, Duda Mendonça, Emerson Palmieri, Enivaldo Quadrado, Henrique Pizzolato, Jacinto Lamas, José Cláudio Genu, João Magno, João Paulo Cunha, José Borba, José Janine, José Luiz Alvez, Paulo Rocha, Pedro Correa, Pedro Heny, Professor Luizinho, Roberto Jefferson, Romeu Queiroz, Valdemar Costa Neto, Zilmar Fernandes Tipificação: Disposição contida no artigo 1º da Lei 9.613/98 que descreve: “Art. 1º. Ocultar ou dissimular a natureza, origem, localização, disposição, movimentação ou propriedade de bens, direitos ou valores provenientes, direta


26

ou indiretamente, de infração penal:” Pena: reclusão, de 03 a 10 anos, e multa. Conceito do crime: É a transformação do dinheiro obtido de forma ilícita aplicando-o em atividades lícitas. Peculato Acusados: Marcos Valério, Ramon Hollerbach, Cristiano Paz, Henrique Pizzolato, João Paulo Cunha, Luiz Gushciken. Tipificação: Disposição contida no artigo 312 do Código Penal que descreve: “Art. 312. Apropriar-se o funcionário público de dinheiro, valor ou qualquer outro bem móvel, público ou particular, de que tem a posse em razão do cargo, ou desviálo, em proveito próprio ou alheio:” Pena: reclusão, de 02 a 12 anos, e multa. Conceito do crime: Crime cometido somente por funcionário público, quando o mesmo

apropria-se ou desvia bens ou valores em razão do cargo público que exerce. Gestão Fraudulenta Acusados: José Roberto Salgado, Kátia Rabello, Vincius Samarane. Tipificação: Disposição contida no artigo 4º da lei 7.492/86 que descreve: “Art. 4º. Gerir fraudulentamente instituição financeira:” Pena: reclusão, de 03 a 12 anos, e multa. Conceito do crime: Somente pode ser cometido por aquele que tem a gestão da referida instituição financeira. Evasão de divisas Acusados: Marcos Valério, Ramon Hollerbach, Simone Vasconcelos, Cristiano Paz, Geiza Dias, José Roberto Salgado, Kátia Rebello, Vinicius Samarane, Duda Mendonça, Zilmar Fernandes.

Condenados Até o dia 06 de Setembro de 2012, foram condenados os seguintes acusados: CONDENADOS

CRIMES

Marcos Valério

Corrupção Ativa e Peculato

Ramon Hollerbach

Corrupção Ativa e Peculato

Cristiano Paz

Corrupção Ativa e Peculato

Kátia Rabello

Gestão Fraudulenta

José Roberto Salgado

Gestão Fraudulenta

Vinícius Samarane

Gestão Fraudulenta

João Paulo Cunha

Corrupção Passiva; Lavagem de Dinheiro e Peculato

Henrique Pizzolato

Corrupção Passiva; Lavagem de Dinheiro e Peculato

Revista Payback •OUTUBRO 2012


27

punidos por seus crimes, grande parte dos juristas tem ciência de que provavelmente tal julgamento não se encerre este ano, visto que dificilmente o Supremo Tribunal Federal julga processos onde ocorre toda uma instrução processual, como por exemplo, oitiva de partes, análise de provas, etc., por conta dessa excepcionalidade, o julgamento pode levar mais tempo do que a sociedade espera e sem o resultado aspirado. Tipificação: Disposição contida no artigo 22 da lei 7.492/86 que descreve: “Art. 22. Efetuar operação de câmbio não autorizada, com o fim de promover evasão de divisas do país:” Pena: reclusão, de 02 a 06 anos, e multa. Conceito do crime: Crime financeiro praticado pelo indivíduo que envia dinheiro para o exterior sem declará-lo e sem pagar pelos impostos devidos. Absolvidos Foram absolvidos os acusados: Luiz Gushiken pelo crime de Peculato e Ayanna Tenório, pelo crime de Gestão Fraudulenta. Estágio atual do Julgamento Foi retomado o julgamento na data de 10 de Setembro com a análise do quarto capítulo da denúncia que verifica os saques realizados no Banco Rural. Aspirações Em que pese o desejo da sociedade por um julgamento rápido onde os culpados sejam

ewcom.com.br

No entanto, independente do tempo para finalização do processo, alguns acusados já estão sendo condenados, o que demonstra seriedade no julgamento e com a promulgação da Lei da Ficha Limpa, sabe-se que todos os políticos condenados no caso “Mensalão”, ficarão inelegíveis, tendo em vista o envolvimento no caso. Espera-se também que tal julgamento tenha um fim pedagógico para os demais políticos e parlamentares para que não venham a cometer crimes, políticos ou não, visto que o Judiciário está mais atuante e a sociedade intolerante com qualquer ato de corrupção, aguardando a condenação dos envolvidos para o desfecho do julgamento. Rachel Garcia

é especialista em Direito Civil, Processual Civil e Diretora do Departamento Jurídico da Garcia Advogados

www.garciaadvogados.com.br contato@garciaadvogados.com.br

(11) 5669.0329 (11) 5669.3587


Sua marca está com o visual adequado para o seu público?

Dizem que uma imagem fala mais do que mil palavras, mas às vezes essa imagem pode estar dizendo as palavras erradas. A EW Design Studio já ajudou muitas empresas a corrigir sua linguagem visual. Para criar afinidade com um determinado público a marca, nas diferentes formas que ela assume (site, cartão de visitas, folhetos, anúncios, relatórios anuais etc), tem de funcionar como um espelho e refletir os valores de seus consumidores. Portanto, não basta ter um materia bonito, tem de transmitir os conceitos corretos e incorporar os códigos de cada categoria de consumo. É isso que a EW faz: trabalha os elementos visuais da comunicação de sua empresa e seus produtos para que seus consumidores se sintam familiarizados com ela.

NAMING

BRANDING

ew@ewcom.com.br www.ewcom.com.br

EMBALAGENS

WEBDESIGN

MATERIAIS DE DIVULGAÇÃO

SINALIZAÇÃO

12 3308.4472 11 3042.8470


Quando sai a pr贸xima Payback?


payback REVISTA

MUITO MAIS QUE NEGÓCIOS.

ANUNCIE,

ENVIE SEU ARTIGO. • Exposição mundial através da web;

para o envio da revista. Não utilizaremos para envio de outros materiais);

• Publicação simultânea e imediata;

• Anúncios a preços convidativos;

• Geração de tráfego apoiado pelas redes • Interatividade, sociais (Facebook, Twitter, Linked In, site

Hipertextos (links) conectando o leitor

da EW, link no seu próprio site);

diretamente ao anunciante;

• Mailing qualificado

• Exposição prolongada:

e monitorado em tempo real;

A revista ficará on-line por tempo ilimitado aumentando infinitamente a exposição

• Estatísticas de visitação;

de sua mensagem;

• Você poderá fornecer o seu mailing para

• Você poderá intensificar a distribuição

distribuição através de nossas

enviando a revista para as pessoas

ferramentas ou distribuir por conta

de seu interesse, mesmo após a publicação

própria (o mailing fornecido pelos nossos

e ainda poderá colocar o link da revista

clientes será utilizado EXCLUSIVAMENTE

em seu site.

12 3308.4472

11 3042.8470 ewcom.com.br

Revista_Payback_3  

3ª edição da revista Payback. Uma revista direcionada a pessoas de sucesso, que gostam de estar bem informadas sobre diversos assuntos, dire...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you