Page 1

Book

Editorial • Marcas • Embalagem

Publishing • Brands • Packaging

Editorial • Enbalaje • Marcas


2

Welcome to a new webblog format, Our BlogBook, as its own name says, joins the common webblog dynamism with a pleasing visual and the pleasant sensation of reading a book. After testing several other traditional blog formats we chose to publish our information in an e-book, which we will update in a monthly basis. The contents will regard branding, packaging and publshing and you will be able to enjoy pages with the same design quality as you would if were reading a traditional newstand or a bookstore physical publication.

EW Design Studio

Bienvenido a un nuevo formato de webblog. Nuestro BlogBook, como su proprio nombre indica, reúne el dinamismo de los webblog, pero trayendo un visual agradable y la sensación placerosa de leer un libro. Después de varias pruebas con formatos tradicionales de blog. Optemos por publicar nuestras informaciones en un e-book, actualizado mensualmente, con asuntos de marca, embalajes y publicaciones, solo que tendrá la ventaja de darnos mayor libertad en la diagramación y el acabado, permitiendo entregarte un material mucho mas agradable y coherente con nuestra mayor competencia: el Diseño Gráfico de alto nivel.

Madhouse PackWorks


3

SEJA BEM-VINDO A UM NOVO FORMATO DE WEBBLOG. Nosso BlogBook, como o próprio nome diz, reúne o dinamismo dos webblogs, mas traz o visual agradável e a sensação prazerosa de se ler um livro. Após vários testes com os formatos tradicionais de blog. optamos por publicar nossas informações em um e-book, que será atualizado mensalmente, com assuntos de marca, embalagem e publicações, mas que terá a vantagem de nos dar maior liberdade na diagramação e no acabamento, permitindo entregar a você um material muito mais agradável e mais coerente com nossa maior competência: o Design Gráfico de alto nível.

BLOGBOOK


4

A NÃO-MARCA. Recentemente foi criada uma nova “marca” para uma grande multinacional de distribuição de energia elétrica. Na verdade uma anti-marca. Foram criadas 7 variações da mesma marca! Segundo o manual de identidade todas poderão ser utilizadas à vontade. Analisando técnicamente esse projeto, vemos que foram ignorados os princípios básicos de identidade corporativa, desconsiderando o perfil do cliente, seu mercado de atuação e as expectativas dos clientes dessa empresa. Uma distribuidora de energia elétrica, na verdade, fornece um dos recursos mais essenciais para a vida na sociedade atual. Tudo que fazemos depende da energia elétrica e, portanto, precisamos confiar em quem presta esse serviço. Mas como confiar em uma marca que não transmite

estabilidade? Uma marca com uma personalidade irreverente e inconstante, pode inspirar confiança? O conceito utilizado é o dinamismo da empresa. Imagine, se todas as empresas dinâmicas resolvessem utilizar sete logomarcas ao invés de uma só. Os consumidores se encontrariam em meio a um caos tão grande que não seriam capazes de guardar a imagem de nenhuma empresa ou produto em suas mentes. Um bom logo deve ser único, sintético, de fácil e rápida memorização, não pode ter muitas informações visuais ou criar um ruído que dificulte sua decodificacão pelo observador. Essa identidade de marca está baseada em 7 logos diferentes e cada um deles formado por um

THE NON-BRAND. Recently the brand of a large energy distribution company was redesigned. In fact, we can call it an anti-brand. Believe it or not: seven different versions of the same brand! According to the Brand Guidelines, all of them can be used at will. From a technical pointo of view, this project ignores the basic principles of corporate identity, disregarding the company profile, its market and customer expectations. An energy distribution company actually provides one of the most essential resources for life in modern society. Everything we do depends on the energy and therefore we must trust those who provide this kind of service, but how can we trust a brand that conveys no stability?

EW Design Studio

A brand that has an irreverent personality can inspire confidence? The concept used is the dynamism of the company. Can you imagine if all dynamic companies decide to use 7 different logos instead of one? Consumers would find themselves into a chaos so huge that it would not be possible to keep the image of any company or product in their minds. A good logo should be unique, synthetic, quick and easy to remember, it must not have a lot of visual information or a noise that difficults its recognition by the viewer. This identity tag is based on seven different logos and each one formed by a graphic which multiplies itself resulting in a complex shape filled with transparencie. This brand will

Madhouse PackWorks


5

elemento gráfico que se multiplica dando origem a uma forma complexa e cheia de transparências, essa marca vai aparecer em cada momento e em cada material de maneiras totalmente diferentes entre si. O resultado é que essa identidade visual, carece de unidade e coerência, portanto, não será formada uma imagem de marca, não haverá consistência, a força e o impacto da marca serão diluídos. Um projeto gráfico com base em recursos de manipulação e efeitos visuais dos programas de computador e não nos objetivos de comunicação de marca não tem chances de sucesso. Algumas empresas de transporte áreo (que também dependem de ter uma imagem de confiança por parte de seus clientes) já tentaram utilizar

appear every time in a different way and in each material a different logo will be shown. The result is that this visual identity, lacks unity and coherence, thus does not build a brand image, the consistency, strength and impact of the brand will be diluted. A project based on software manipulation capabilities and visual effects rather than on brand communication goals has no chance of success. Some airline companies (which also has to seem trustable) have tried to use a “dynamic” brand personnality, putting a different stamp on each aircraft had to step back because they have experienced a drastic decrease in sales.

uma imagem “dinâmica” colocando em cada aeronave uma estampa diferente e tiveram de voltar atrás por terem experimentado uma queda brutal em suas vendas. No caso dessa importante distribuidora de energia, só o tempo, pesquisas de percepção e resultados financeiros, poderão atestar o sucesso ou o fracasso desse projeto. Não é a tecnologia que define o bom design e sim a visão de mundo, a capacidade de entender as necessidades do cliente e a habilidade em traduzir mensagens adequadas através do resultado visual do trabalho do designer. Tudo isso partindo, no mínimo, do domínio dos fundamentos clássicos do design, que não mudam de acordo com cada nova versão de um software gráfico.

Back to this important energy distributor, only time, perception surveys and financial results, will prove the success or failure of this project. Technology doesn’t defines a good design, only the designer’s view and his ability to understand customer needs and the skill to translate messages through an appropriate visual does. All of this starting from the knowledge of the classical foundations of design, which does not change with each new version of a graphic software.

BLOGBOOK


6

Lanzado en diciembre de 2010, este e-book fue la primera publicación eletrónica de Erivan Witamar. Esta obra contiene una selección de sus principales proyectos de diseño realizados durante sus primeros 15 años de vida profesional. Un libro que desea llamar la atención para un buen diseño y despertar su crítica para este tipo de trabajo, ayudando a diferenciar un trabajo profesional de un trabajo de aficionados.

DISEÑO EN QUINCE AÑOS FIFTEEN YEARS DESIGN Released in december 2010, this e-book was the first Erivan Witamar’s eletronic publication. This work contains a selection of his main Design projects made during his first 15 years of professional life. This e-book is supposed to call your attention to the professional Graphic Design and awake your critical sense, helping you to differentiate a good professional work from a non professional one.

EW Design Studio

Madhouse PackWorks


7

DESIGN EM QUINZE ANOS Lançado em dezembro de 2010, este e-book foi a primeira publicação eletrônica do Designer Erivan Witamar e contém uma seleção de seus principais projetos durante seus primeiros 15 anos de profissão. Um trabalho que pretende chamar sua atenção para o bom design e despertar seu senso crítico para esse tipo de trabalho, ajudando-o a diferenciar um trabalho profissional de um trabalho amador.

BLOGBOOK


8

SELLING DESIGN AT BANANA PRICE The offering for low price design such as generic logotypes or fast Graphic Design “courses” where you can learn Photoshop and Corel Draw! in only 4 days and be able to be a Graphic Designer (?!). Not to mention the printing companies that offer creative services for free once their clients purchase printed materials. Just think: if this low price designs had any chance to bring good results, would big companies keep investing huge amounts of their budgets on their brands, packages and promotional materials? Of course, not! Those companies try to reduce the costs, but no marketing manager or director is crazy enough to hire this fake designers intending to save money and having no return on investiments and, even worse, lose the market value of their brands as a consequence. Having those things in mind, dear small and mid size business owner, should take the leading companies example. If you really want your business to grow, don’t believe in miracles, make your investments in professional companies and/or real designers who have experience and know-how charging fair values, proportionally to the potential pay back their service can bring. Brazilian businessmen need to change their concept about what really means to make an investment and look at payback before they look at the disbursement.

DISEÑO A PRECIO DE BANANA! Cada vez mas empresas ofrecen servicios creativos a precios increíbles! Otras, ofrecen cursos de Diseño Gráfico donde puedes aprender a usar el Photoshop y Corel Draw! Y en apenas 4 días al acabar el curso volverse un Diseñador Gráfico! Por no hablar de las gráficas que ofrecen creación gratuita como parte del servicio de impresión. Piense: Será que si estos servicios baratillos diesen resultados, grandes empresas continuarían haciendo grandes inversiones de dinero en sus marcas, embalajes, materiales de venta y promoción?! Obviamente, no! Ningún ejecutivo esta suficientemente loco como para contratar esos falsos diseñadores para ahorrar y no tener el retorno de sus inversiones, desvalorizarizando las marcas, de sus empresas. Dicho esto, mi querido pequeño y medio empresario, debes seguir el ejemplo de las mejores marcas. Si quieres que tu empresa crezca, no te creas promesas milagrosas de invertir poco en Diseño creyendo que obtendrás resultados, invierta en empresas y profesionales serios y competentes que, valorizan su experiencia y know-how cobrando valores justos, proporcionales a los retornos de su servicio puede traer. Precisamos cambiar esa cultura de vender comodines a precio bajo y pasar a vender productos manufacturados y con un alto valor agregado en buenos embalajes, con marcas fuertes, a cambio de lucros mayores. Existen consumidores dispuestos a pagar mas, desde que se sientan atraídos y perciban reales beneficios en aquello que se le esta ofreciendo.

EW Design Studio

Madhouse PackWorks


9

DESIGN A PREÇO DE BANANA! Cada vez mais, empresas oferecem serviços criativos a preços fantásticos! Outras que oferecem cursos de Design Gráfico onde você pode aprender a operar Photoshop e Corel Draw! em apenas 4 dias e, segundo a promessa deles, tornar-se um Designer Gráfico ao final do curso! Sem falar nas gráficas que oferecem criação gratuita como parte do serviço de impressão. Pense: será que, se estes serviços baratinhos - que se colocam na área do design gráfico dessem resultados, grandes empresas continuariam a investir grandes somas de dinheiro em suas marcas, embalagens e materiais de venda e promoção?! Obviamente, não! Nenhum executivo é louco o bastante para contratar esses falsos designers para economizar e não ter retorno de seus investimentos e consequetemente desvalorizar as marcas de suas empresas no mercado. Dito isto, meu caro pequeno e médio empresário, deve seguir o exemplo das melhores marcas. Se quiser que sua empresa cresça, não acredite em promessas milagrosas de investir pouco em Design achando que obter bons resultados,

invista em empresas e profissionais sérios e competentes que, por isso mesmo, valorizam sua experiência e know-how cobrando valores justos, proporcionais aos retornos que seu serviço pode trazer. Precisamos mudar essa cultura de vender commodities a preço baixo e passar a vender produtos manufaturados e com alto valor agregado em boas embalagens, com marcas fortes, à margens de lucro maiores, pois há, sim, consumidores dispostos a pagar mais desde que sinta-se atraídos e percebam os reais benefícios naquilo que lhes é oferecido.

BLOGBOOK


10

BRAZIL 2014, NO AMATEURS CAN SAY IT’S A BAD THING... The Brazilian economy has the expectation that the world cup 2014 will bring additional U.S. $ 142 billion over the next four years. But, unfortunately the logo chosen for the event is horrible! And that is a pity, because that would be one of the best opportunities for Brazilians to show their excellence also outside the soccer fields. The greatest looser is the Brazilian Graphic Design which, through this symbol (which has quickly get rejected by most of the local population) won’t have a chance to show their high quality in one of the largest international display: a World Soccer Cup. Aside, we compare with other logos, made to other World Cups, in other important countries. Argentinian logo, created in 1978, is far better than ours!

BRASIL 2014, NO AFICIONADOS A ENCONTRAR DEFECTOS... La economía brasileña tienes la expectativa de que la Copa del Mundo 2014 traerá adicionales EE.UU. $ 142 mil millones durante los próximos cuatro años. Pero, el logo elegido para simbolizar el evento es pésssimo! Una lástima, porque eso sería una de las mejores oportunidades para los brasileños para mostrar nuestra excelencia en otras áreas. El diseño gráfico brasileño, a través de esta marca no puede mostrar su calidad en la Copa Mundial de Fútbol.

EW Design Studio

Madhouse PackWorks


11

Argentina 1978

2014, PARA AMADOR NENHUM BOTAR DEFEITO. A economia brasileira está na expectativa de que a copa de 2014 traga R$ 142 bilhões adicionais nos próximos 4 anos. Mas, infelizmente, começamos mal: o logo escolhido para simbolizar o evento é pésssimo! Um pena, pois essa seria uma das melhores oportunidades para os brasileiros mostrarem que têm excelência também fora dos gramados. Quem mais perde com isso é o de Design Gráfico brasileiro que, através dessa marca (que rapidamente conseguiu a antipatia de muita gente), não poderá mostrar sua alta qualidade em uma das maiores vitirnes mundiais: uma Copa do Mundo de Futebol. Acima, podemos comparar com outros logos, feitos para outras copas do mundo, em outros importantes países. Nosso logo perde de goleada para o da Argentina em 1978!

BLOGBOOK

BLOGBOOK  

Nosso blog em formato mais dinâmico e atrativo. Our blog in a more dynamic and attractive format. Nuestro blog en formato más dinámico y atr...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you