Page 17

Com profunda dor, o menino assistia a tudo isso da janela de seu apartamento. De lá, ele conseguia espiar a boca de lobo por onde conversava com Iquiririm. O menino estava muito concentrado, e com o coração cheio de empatia. Empatia é o que a gente sente quando se coloca no lugar de outro ser vivo e procura sentir o que ele está sentindo. E o que o menino sentia era uma enorme tristeza, a mesma tristeza que o rio certamente sentia. 15

O Menino que rio  

Autor: Gustavo Prudente Ilustrações: Vitor Farat

O Menino que rio  

Autor: Gustavo Prudente Ilustrações: Vitor Farat

Advertisement