Issuu on Google+

JUNHO DE 2014

O QUE É UM AMIGO DE VERDADE?


®

MAIS ON-LINE

NESTE NÚMERO

www.jw.org

MATÉRIA DE CAPA

ADOLESCENTES

Encontre respostas baseadas na Bíblia para várias perguntas, por exemplo: “Estou pronto para sair de casa?” “Como posso parar de pensar em sexo?” Assista também ao vídeo O Que Outros Jovens Dizem — Celulares.

O que é um amigo de verdade?

(Acesse ENSINOS BÍBLICOS > ADOLESCENTES.)

PÁGINAS 4-7

CRIANÇAS 3 OBSERVANDO O MUNDO 8 O CONCEITO DA BÍBLIA Morte 10 LIÇÕES DO PASSADO Joseph Priestley 12 Como está a saúde da sua gengiva? 14 AJUDA PARA A FAMÍLIA Como controlar os gastos 16 TEVE UM PROJETO? O sistema de navegação do besouro africano

Vol. 95, No. 6 / Monthly / PORTUGUESE (Brazilian Edition) Tiragem de cada número: 44.748.000 em 99 idiomas ˜ ˜ ´ ´ Esta publicac¸ ao nao e vendida. Ela faz parte de uma obra educativa bıblica, mundial, mantida por donativos. ˜ ´ ˜ ˜ A menos que haja outra indicac¸ ao, os textos bıblicos citados sao da Traduc¸ ao do Novo Mundo das Escrituras ˆ Sagradas com Referencias. ´ ˜ ´ Despertai! e publicada mensalmente pela Associac¸ ao Torre de Vigia de Bıblias e Tratados. ´ ´ ´ Sede e grafica: Rodovia SP-141, km 43, Cesario Lange, SP, 18285-901. Diretor responsavel: A. S. Machado Filho. ´ Revista registrada sob o numero de ordem 517. 5 2014 Watch Tower Bible and Tract Society of Pennsylvania. Todos os direitos reservados. Impressa no Brasil.

Leia histórias bíblicas ilustradas. Use as páginas de atividades para ajudar seus filhos a conhecer melhor personagens bíblicos e princípios morais. (Acesse ENSINOS BÍBLICOS > CRIANÇAS.)

˜ Gostaria de receber mais informac¸ oes ´ ou ter um curso bıblico gratuito em sua casa? Acesse www.jw.org ou escreva para um dos enderecos ¸ abaixo.

´ TESTEMUNHAS DE JEOVA: BRASIL: Rodovia SP-141, km 43, ´ Cesario Lange, SP, 18285-901. PORTUGAL: Apartado 91, P-2766-955, Estoril. Para uma lista completa de enderecos ¸ ´ em outros paıses, acesse www.jw.org/pt/contato.


© RAJAU/PHANIE/Science Source

OBSERVANDO O MUNDO

CANADÁ Clínicas de fertilização estão passando por um dilema jurídico e moral: o que fazer com embriões humanos congelados quando elas não conseguem localizar seus “donos”. Dizem que numa só clínica são mantidos mil embriões viáveis pertencentes a pacientes “praticamente desaparecidos” que tinham feito fertilização in vitro.

MUNDO Uma das propostas das Nações Unidas para combater a desnutrição é que mais pessoas comam insetos. De acordo com um relatório da ONU, insetos comestíveis têm alto valor nutricional. Por isso, eles representam “uma alternativa promissora para a atual produção de carne”. Mas o documento reconhece que “em algumas culturas existe certa aversão ao consumo [de insetos]”.

IRLANDA Na Irlanda, católicos que iam se casar tinham de escolher entre uma cerimônia religiosa e uma civil. Mas, desde 2013, eles têm uma terceira opção: ter um casamento humanista. Segundo uma notícia da Reuters, “a grande demanda criada pelas pessoas que queriam que seu casamento fosse mais do que apenas uma cerimônia civil no cartório, mas não uma cerimônia religiosa, gerou um enorme acúmulo de pedidos” para esse novo tipo de casamento.

CHINA Nos primeiros nove meses de 2013, Pequim teve um aumento de 41% no número de divórcios, em comparação com o mesmo período de 2012. Especialistas acreditam que isso pode ter acontecido porque casais queriam evitar o novo imposto de 20% no lucro da venda de imóveis. Em certas situações, um casal divorciado que quer vender um de seus imóveis não precisa pagar esse imposto.

3


MATÉRIA DE CAPA

O que é um amigo de verdade? EM 25 de dezembro de 2010, uma mulher de 42 anos na Grã-Bretanha postou um comentário suicida numa famosa rede social da internet. A mensagem parecia um pedido desesperado de ajuda. Embora ela tivesse mais de mil “amigos” on-line, nenhum deles prestou ajuda àquela mulher. No dia seguinte, a polícia encontrou seu corpo. Ela havia morrido de uma overdose de remédios.

Hoje em dia, a tecnologia moderna permite que tenhamos centenas, ou até mesmo milhares, de “amigos” on-line por simplesmente adicionar o nome deles em nossa lista de contatos. E, se quisermos terminar uma dessas “amizades”, basta remover o nome da pessoa de nossa lista. Mas o acontecimento trágico envolvendo aquela mulher na Grã-Bretanha destaca uma grande realidade: muitas pessoas não têm verdadeiros amigos. De fato, uma pesquisa recente mostrou que, embora estejamos nos socializando mais, o número de amigos de verdade tem diminuído. Assim como a maioria das pessoas, você talvez concorde que é importante ter bons amigos e que ser amigo é mais do que apenas clicar em links num computador ou smartphone. O que você procura num amigo? Como você pode ser um amigo de verdade? O que é necessário para conseguir uma amizade que nunca acabe? Analise os quatro princípios a seguir e veja como os conselhos práticos da Bíblia podem ajudar você a ser o tipo de pessoa que os outros gostariam de ter como amigo.


1. Mostre que você realmente se importa

2. Tenha uma boa comunicação

Verdadeira amizade envolve comprometimento. Em outras palavras, um amigo de verdade tem um senso de responsabilidade para com você e realmente se preocupa com você. É claro que esse comprometimento deve ser mútuo. Exige esforço e sacrifícios de ambos os lados. Mas o resultado vale a pena. Pergunte-se: ‘Estou disposto a dar de mim mesmo, meu tempo e meus recursos em favor de meu amigo?’ Lembre-se: para ter um bom amigo, primeiro você precisa ser um bom amigo.

Uma amizade verdadeira não se desenvolve sem uma comunicação regular. Então, conversem sobre seus interesses em comum. Ouça o que seu amigo tem a dizer e respeite sua opinião. Sempre que possível, dê elogios e incentive seu amigo. Às vezes, um amigo precisa de conselho ou até mesmo de correção. Isso nem sempre é fácil de dar. Mas um amigo leal terá a coragem de trazer à atenção uma falha grave e, com tato, dar a orientação necessária.

O QUE AS PESSOAS PROCURAM NUM AMIGO Irene: “Manter uma amizade é como cultivar um lindo jardim — exige muito tempo e cuidado. Comece por se esforçar em ser um bom amigo. Seja generoso em demonstrar bondade e interesse pessoal. E esteja disposto a dar de seu tempo quando seu amigo precisar de você.” Luís: “A sociedade em que vivemos incentiva a pessoa a pensar apenas em si mesma em vez de se preocupar com os outros. Por isso, é muito significativo quando alguém mostra interesse real em você sem querer nada em troca.” O QUE A BÍBLIA DIZ? “Tratem as outras pessoas da maneira que vocês gostariam de ser tratados por elas. Deem aos outros e também será dado a vocês.” (Lucas 6:31, 38, Bíblia Fácil de Ler) Nesse texto, Jesus recomenda o altruísmo e a generosidade. Essas qualidades ajudam a desenvolver boas amizades. Se você se dedica a favor de seus amigos sem esperar algo em troca, eles vão querer se aproximar de você.

O QUE AS PESSOAS PROCURAM NUM AMIGO Juan: “Um amigo de verdade deve se sentir à vontade para expressar suas opiniões e não deve ficar ofendido quando você não concorda com ele.” Eunice: “O que eu mais valorizo são amigos que estão dispostos a passar tempo comigo e me ouvir, principalmente quando estou com problemas.” Silvina: “Verdadeiros amigos falam a verdade a você — mesmo sabendo que isso pode magoar — porque querem o melhor para você.” O QUE A BÍBLIA DIZ? “Todo homem tem de ser rápido no ouvir, vagaroso no falar, vagaroso no furor.” (Tiago 1:19) Bons amigos sempre apreciam um ouvido atento. Dominar a conversa, porém, dá a impressão de que achamos nossa opinião mais importante do que a do outro. Então, dê atenção quando um amigo quer falar com você sobre algo pessoal ou alguma preocupação que ele tem. E não fique ofendido se for a seu respeito. “Fiéis são os ferimentos infligidos por alguém que ama”, diz Provérbios 27:6.

Alguns nomes foram mudados.

Despertai! junho de 2014 5


3. Seja realista Quanto mais você conhece seu amigo, maior é a probabilidade de ver as falhas dele. Nossos amigos não são perfeitos, assim como nós também não somos. Por isso, não devemos esperar nem exigir perfeição de nossos amigos. Em vez disso, é bom valorizar as boas qualidades deles e não levar em conta seus erros.

O QUE AS PESSOAS PROCURAM NUM AMIGO Samuel: “Geralmente esperamos mais dos outros do que de nós mesmos. Quando reconhecemos que erramos e que precisamos de perdão, estamos mais dispostos a perdoar os outros.” Daniel: “Aceite o fato de que seus amigos vão cometer erros. Quando surgirem problemas, devemos nos esforçar para resolvê-los prontamente e fazer tudo a nosso alcance para esquecê-los.”

ESTÁ DISPOSTO

O QUE A BÍBLIA DIZ? “Todos nós tropeçamos muitas vezes. Se alguém não tropeçar em palavra, este é homem perfeito, capaz de refrear também todo o seu corpo.” (Tiago 3:2) Reconhecer essa verdade simples nos ajuda a ser compreensivos com nossos amigos. Isso, por sua vez, fará com que deixemos passar falhas e erros menores que poderiam nos irritar. A Bíblia diz: “Continuai a suportar-vos uns aos outros e a perdoar-vos uns aos outros liberalmente, se alguém tiver razão para queixa contra outro. . . . Além de todas estas coisas, porém, revesti-vos de amor, pois é o perfeito vínculo de união.” — Colossenses 3:13, 14.

A PERDOAR OUTROS? — COLOSSENSES 3:13, 14

Encontre mais respostas a perguntas bíblicas no site www.jw.org


ESTÁ SE ESFORÇANDO A CONHECER PESSOAS DIFERENTES?

4. Amplie seu círculo de amizades É verdade que precisamos escolher bem nossos amigos. Mas isso não significa que vamos limitar nossas escolhas a pessoas de certa idade ou formação. Interessar-se por pessoas de todas as idades, culturas e nacionalidades pode enriquecer sua vida.

O QUE AS PESSOAS PROCURAM NUM AMIGO Hugo: “Ter amigos apenas da mesma idade e com os mesmos gostos que você é como vestir uma roupa de sua cor favorita o tempo todo. Não importa o quanto você goste dessa cor, em algum momento você acaba se cansando dela.” Flávia: “Ampliar meu círculo de amigos me dá a oportunidade de amadurecer como pessoa. Aprendi a me dar bem com pes-

— 2 CORÍNTIOS 6:13 soas de todas as idades e formações, e isso me ajuda a ser mais extrovertida e flexível. Meus amigos realmente gostam disso.”

O QUE A BÍBLIA DIZ? “Falo como se fosse a meus filhos: ampliai largamente vossos corações.” (2 Coríntios 6:13, Bíblia Vozes) A Bíblia nos incentiva a conhecer pessoas de todas as formações. Isso torna nossa vida mais interessante e faz com que outros gostem de nós.

Assista ao vídeo de animação O que é um amigo de verdade? no site www.jw.org

Despertai! junho de 2014 7


O CONCEITO DA BÍBLIA | MORTE

MORTE Onde estão os mortos?

“Tu és pó e ao pó voltarás.” — Gênesis 3:19.

O QUE AS PESSOAS DIZEM Algumas pessoas acreditam que existe vida após a morte — no céu, inferno, purgatório ou limbo. Outras acreditam que os mortos renascem em uma forma de vida diferente. Por outro lado, aquelas que rejeitam conceitos religiosos acreditam que a morte é simplesmente o fim da existência da pessoa. O QUE A BÍBLIA DIZ Eclesiastes 9:10 declara: “Não há trabalho, nem planejamento, nem conhecimento, nem sabedoria no Seol [ou sepultura], o lugar para onde vais.” A Bíblia também explica o que acontece com os humanos e animais quando morrem: “Todos vão para um só lugar. Todos eles vieram a ser do pó e todos eles retornam ao pó.” — Eclesiastes 3:20.

Encontre mais respostas a perguntas bíblicas no site www.jw.org


O que acontece com os mortos? O QUE AS PESSOAS DIZEM Muitos aprendem que as ações da pessoa determinam o que vai acontecer com ela depois que morre. Se ela fez coisas boas, sua recompensa será a felicidade eterna; se fez coisas ruins, sofrerá o tormento eterno. Acredita-se que a pessoa primeiro precisa passar pelo purgatório para ser purificada de seus pecados antes de entrar na presença de Deus. E que a pessoa que não for purificada nunca terá essa alegria. O QUE A BÍBLIA DIZ Os mortos não sentem felicidade nem “Sai-lhe o espírito, ele sofrem tormento. Na verdade, visto que estão inconscientes, eles volta ao seu solo; não podem sentir nada; nem podem ajudar ou prejudicar os vineste dia perecem . . . vos. Isso está de acordo com Eclesiastes 9:5, 6: “Os viventes estão cônscios de que morrerão; os mortos, porém, não estão côns- seus pensamentos.” — Salmo 146:4. cios de absolutamente nada. . . . Também seu amor, e seu ódio, e seu ciúme já pereceram, e por tempo indefinido eles não têm mais parte em nada do que se tem de fazer debaixo do sol.”

Existe alguma esperança para os mortos? O QUE AS PESSOAS DIZEM Muitas pessoas creem que, se alguém é condenado ao inferno, não há mais esperança para ele. Acredita-se que o tormento no inferno é eterno. Por outro lado, se alguém for condenado ao purgatório, ele pode alcançar a felicidade eterna só depois que seus pecados forem purificados pelo fogo. O QUE A BÍBLIA DIZ Depois de descansarem como que num sono, os mortos serão ressuscitados, ou trazidos de volta à vida, na Terra pelo Filho de Deus. A Bíblia diz: “Não vos maravilheis disso, porque vem a hora em que todos os que estão nos túmulos memoriais ouvirão a sua voz e sairão.” (João 5:26, 28, 29) A conduta da pessoa depois de sua ressurreição é o que determinará se ela receberá a vida eterna. Para mais informações sobre a ressurreição, veja o capítulo 7 do livro O Que a Bíblia Realmente Ensina?, publicado pelas Testemunhas de Jeová e disponível no site www.jw.org.

“Morrendo o [homem], pode ele viver novamente? Esperarei todos os dias do meu trabalho compulsório, até vir a minha substituição.” — Jó 14:14.

Despertai! junho de 2014 9


LIÇÕES DO PASSADO | JOSEPH PRIESTLEY

JOSEPH PRIESTLEY “Sua versatilidade, impetuosidade, diligência e humanidade; sua imensa curiosidade por todas as coisas físicas, morais e sociais; seu lugar na ciência, teologia, filosofia e política; sua relação peculiar com a Revolução [Francesa] e sua comovente história de sofrimentos desmerecidos fazem dele o herói do século 18.” — Frederic Harrison, filósofo.

CURIOSIDADES Joseph Priestley nasceu em 1733, perto de Leeds, Inglaterra. Como cientista, é considerado o descobridor de vários gases. Como teórico político, incentivou a liberdade de expressão, de religião e de educação. Como ministro religioso, rejeitou muitas doutrinas tradicionais, como a Trindade e a imortalidade da alma. Em 1794, Priestley fugiu para os Estados Unidos, onde faleceu dez anos depois.

QUE Joseph Priestley realizou de tão notável? Seus escritos e suas descobertas têm influenciado o conceito das pessoas sobre o papel do governo, a verdade sobre Deus e até mesmo o ar que respiramos. Em seus escritos sobre ciência e religião, Priestley se baseou em fatos e verdades, rejeitando teorias e tradições. Vejamos como.

O

A BUSCA PELA VERDADE NA CIÊNCIA Depois de conhecer o cientista americano Benjamin Franklin em 1765, Joseph Priestley — que na época só via a ciência como passatempo — começou a realizar experimentos usando a eletricidade. No ano seguinte, seus colegas cientistas ficaram tão impressionados com as descobertas dele que o elegeram membro da famosa Royal Society de Londres. Tempos depois, Priestley voltou sua atenção para a química. Em pouco tempo, ele descobriu vários gases, como o gás amoníaco e o óxido nitroso (gás do riso). Ele até mesmo inventou a água gaseificada (água com gás) por acrescentar dióxido de carbono na água. Em 1774, enquanto fazia um experimento no sul da Inglaterra, Priestley isolou um incrível gás que fazia a chama das velas ficar mais brilhante. Mais tarde, ele colocou um rato num recipiente de vidro com 60 mililitros


“Se a ciência é a busca pela verdade, então Priestley foi um verdadeiro cientista.” — Katherine Cullen, bióloga

desse gás. O rato viveu o dobro do tempo que viveria se estivesse num recipiente cheio de ar comum. O próprio Priestley inalou o gás e disse que ‘se sentiu estranhamente leve e respirava com mais facilidade’. Joseph Priestley tinha descoberto o oxigênio. Naquele momento, ele chamou o gás de ar desflogisticado, presumindo que tinha descoberto um ar comum que não tinha flogístico, uma substância fictícia que supostamente impedia a combustão. A teoria de Priestley estava errada, mas muitos ainda consideram sua descoberta o ponto mais alto “do trabalho de toda a sua vida”.

A BUSCA PELA VERDADE NA RELIGIÃO

Antes disso, o químico sueco Carl Scheele já tinha conseguido isolar o oxigênio, mas ele não havia publicado sua descoberta. Mais tarde, o químico francês Antoine-Laurent Lavoisier chamou esse gás de oxigênio.

Priestley descobriu que muitas crenças religiosas tradicionais contradizem o que a Bíblia diz. Veja alguns exemplos: Tradição: Jesus é igual a Deus. Verdade bíblica: Jesus Cristo disse: “O Pai é maior do que eu.” — João 14:28. Tradição: A alma é imortal. Verdade bíblica: “A alma que pecar — ela é que morrerá.” — Ezequiel 18:4. Tradição: Imagens podem ser usadas na adoração a Deus. Verdade bíblica: “Eu sou Jeová. Este é meu nome; e a minha própria glória não darei a [outra pessoa], nem o meu louvor a imagens entalhadas.” — Isaías 42:8.

© Chronicle/Alamy

Priestley acreditava que, assim como teorias preconcebidas eram um obstáculo para encontrar a verdade científica, tradições e dogmas dificultavam encontrar a verdade religiosa. Ironicamente, na busca pelo conhecimento bíblico ao longo de sua vida, Priestley adotou algumas ideias que não estavam de acordo com o que a Bíblia ensina. Por exemplo, em certa época, ele não acreditava que a Bíblia tinha sido milagrosamente inspirada por Deus. Ele também rejeitava o ensino bíblico da existência pré-humana de Jesus. Por outro lado, Priestley expôs ensinos religiosos falsos que até hoje são amplamente difundidos pelas principais religiões. Ele escreveu que a verdade ensinada por Jesus e seus seguidores foi mais tarde corrompida por falsidades — como a adoração de imagens, condenada pela Bíblia, e os ensinos falsos da Trindade e da imortalidade da alma. As ideias religiosas de Priestley e seu apoio à Revolução Francesa e à Revolução Americana deixaram os ingleses enfurecidos. Em 1791, uma turba destruiu sua casa e seu laboratório. Com o tempo, Priestley fugiu para os Estados Unidos. Apesar de ser lembrado por suas descobertas científicas, Joseph Priestley disse que aprender sobre Deus e Seu propósito era de “dignidade e importância superior”.

VERDADE OU TRADIÇÃO?

Em 1791, a casa e o laboratório de Priestley foram destruídos por uma turba

Despertai! junho de 2014 11


COMO ESTÁ A SAÚDE DA

SUA GENGIVA? DOENÇA na gengiva é uma das doenças bucais mais comuns do mundo. Mas as fases iniciais dessa doença talvez não causem nenhum sintoma de imediato. Essa característica sutil da doença na gengiva é o que a torna perigosa. O International Dental Journal inclui a doença na gengiva entre as doenças da boca que representam “um grave problema de saúde pública”. Ainda acrescenta que é grande o impacto que as doenças da boca causam “nas pessoas e nas comunidades, por exemplo, dor e sofrimento, perda de funções e redução na qualidade de vida delas”. Saber mais sobre a doença na gengiva pode ajudar você a se proteger contra ela.

A

ao ser examinado pelo dentista ou sem nenhum motivo. Quando a doença na gengiva avança para o estágio seguinte, é chamada de periodontite. Nessa altura, as estruturas que sustentam os dentes, como os ossos e o tecido da gengiva, começam a ser destruídas. Talvez os sintomas dessa doença só apareçam quando ela já estiver em seu estágio avançado. Algumas características da periodontite são: formação de bolsas na gengiva; amolecimento dos dentes; afastamento entre os dentes; mau hálito; retração na gengiva, isto é, a gengiva se retrai deixando os dentes com a aparência de mais longos; e sangramento da gengiva.

Causa e efeito da doença na gengiva Fatos sobre a doença na gengiva A doença na gengiva tem diferentes estágios. A inflamação na gengiva, chamada de gengivite, é o primeiro estágio da doença. A gengivite é caracterizada pelo sangramento da gengiva, que pode acontecer ao escovar os dentes, ao passar fio dental,

Diversos fatores podem aumentar o risco de desenvolver doença na gengiva. A causa mais comum é a placa bacteriana, que é uma camada fina de bactérias que constantemente se forma nos dentes. Se a placa não for removida, as bactérias podem causar inflamação na gengiva.


Diagnóstico e tratamento da doença na gengiva “Como posso saber se tenho doença na gengiva?”, talvez você se pergunte. Pode ser que você apresente algumas das características da doença já mencionadas neste artigo. Procure um dentista que fará uma avaliação de sua gengiva. A doença na gengiva pode ser tratada? Em seu estágio inicial, ela pode ser revertida. Mas, se ela se tornar uma periodontite, é necessário parar o avanço da doença antes que ela destrua o osso e o tecido em volta dos dentes. Os profissionais da área odontológica usam instrumentos especiali-

zados que removem a placa e o cálculo em todo o dente. Mesmo que seja difícil você ter acesso à assistência odontológica, a prevenção é o segredo para reduzir o risco de ter essa doença sutil e potencialmente destrutiva. Cuidar de sua higiene bucal de forma regular e apropriada é a melhor forma de reduzir o risco de ter doença na gengiva.

․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․․

À medida que esse processo avança, a gengiva começa a se separar dos dentes. Então, a placa cheia de bactérias se infiltra e se multiplica na raiz do dente. Daí, o processo inflamatório piora, destruindo o tecido da gengiva e do osso. A placa bacteriana em todo o dente pode endurecer e se transformar em cálculo (mais conhecido como tártaro). O cálculo por ser duro e aderente é mais difícil de ser removido do que a placa. Por isso, as bactérias podem continuar prejudicando a gengiva. Outros fatores que contribuem para o aparecimento de uma doença na gengiva incluem: má higiene bucal, medicamentos supressores do sistema imunológico, infecções virais, estresse, diabetes não controlado, fumo, consumo excessivo de álcool e mudanças hormonais por causa da gravidez. Existem vários efeitos da doença na gengiva. Ela pode prejudicar a mastigação e o paladar por causa de dor ou perda de dentes. A fala e a aparência também podem ser afetadas. Além disso, pesquisas mostram que a saúde bucal está diretamente relacionada à saúde em geral.

HIGIENE BUCAL Escove os dentes pelo menos duas vezes por dia. Algumas pessoas precisam escovar mais vezes, talvez após cada refeição, para reduzir o risco de doença na gengiva

Use escova de cerdas macias, fazendo movimentos curtos e suaves

Faça a limpeza entre os dentes diariamente, usando fio dental ou, se necessário, uma escova ou outro aparelho especialmente projetado para isso

Despertai! junho de 2014 13


AJUDA PARA A FAMÍLIA | CASAMENTO

Como controlar os gastos

O DESAFIO Quando você olha seu extrato bancário e as contas que precisam ser pagas, tem a impressão de que nem vai dar tempo de ver a cor do dinheiro? Você está casado há pouco tempo e seus gastos já estão fora de controle. Será que a culpa é de seu cônjuge? Não se precipite! Pense como uma equipe e analise os possíveis motivos que levaram vocês dois a estarem nessa situação difícil.

POR QUE ACONTECE Período de adaptação. Se você morava com seus pais antes de se casar, pagar contas e dividir despesas talvez seja algo novo para você. Pode ser também que vocês dois tenham opiniões diferentes sobre o uso do dinheiro. Por exemplo, um talvez tenha a tendência de gastar e o outro, de economizar. Leva tempo para marido e esposa se adaptarem ao casamento e chegarem a um consenso sobre como usar o dinheiro.

Embora este artigo seja direcionado a recém-casados, os princípios considerados se aplicam a todos os casais.

A armadilha do “dinheiro invisível”. É fácil gastar demais quando não vemos o dinheiro saindo da carteira. Isso pode acontecer se você paga suas contas com cartão de crédito ou débito, se faz compras pela internet ou se faz transações eletrônicas. A atração pelo crédito fácil pode levar os recém-casados a gastar demais.

Hábito de deixar as coisas para depois. Um empresário chamado Jim admite que, quando era recém-casado, pagou caro por ser desorganizado. “Eu demorava a pagar as contas. Por isso, eu e minha esposa gastamos milhares de dólares apenas em juros. Ficamos sem dinheiro!”

Seja qual for o motivo, o dinheiro pode causar sérios problemas em seu casamento. O livro Fighting for Your Marriage (Lutando por Seu Casamento) diz: “A maioria dos casais afirma que o dinheiro é o principal problema, não importa se eles têm muito ou pouco. Mais cedo ou mais tarde, eles discutirão por causa de dinheiro.” Como ervas daninhas num jardim, dívidas ignoradas vão simplesmente crescer — e crescer

Encontre mais ajuda para a família no site www.jw.org


O QUE VOCÊS PODEM FAZER Enfrentem o problema juntos. Combinem com antecedência que não vão deixar que assuntos financeiros criem uma barreira entre vocês. Para conseguirem controlar os gastos, em vez de culpar um ao outro, trabalhem como uma equipe. — Princípio bíblico: Efésios 4:32. Façam um orçamento. Anotem todas as suas despesas, mesmo as pequenas, por um mês. Isso ajudará vocês a perceber onde seu dinheiro está indo e a identificar qualquer gasto desnecessário. Façam uma lista das despesas necessárias, como comida, roupas, aluguel, financiamento da casa ou do automóvel e assim por diante. Calculem e escrevam os gastos previstos com cada tipo de despesa de um determinado período, talvez um mês. — Princípio bíblico: Lucas 14:28.

“Quem toma emprestado é servo do homem que empresta.” — Provérbios 22:7 Distribuam o dinheiro que vocês recebem a cada mês entre os diversos gastos (comida, aluguel, combustível e assim por diante). Alguns casais fazem isso colocando o dinheiro em envelopes específicos para cada despesa. Se o dinheiro de um envelope acabar, eles param de gastar nesse tipo de despesa ou, se necessário, usam o dinheiro de outro envelope. Reconsiderem seu conceito sobre bens materiais. A felicidade não depende de ter as coisas mais modernas. Afinal, Jesus disse: “Mesmo que alguém tenha muitas coisas, a sua vida não depende de seus bens.” (Lucas 12:15, Bíblia Pastoral) Seus hábitos de consumo podem mostrar se vocês acreditam ou não nessas palavras. — Princípio bíblico: 1 Timóteo 6:8. Façam ajustes. “Coisas como televisão a cabo e ir ao restaurante a princípio podem parecer baratas, mas elas podem ser um prejuízo em longo prazo”, diz Aaron, casado há dois anos. “Nós tivemos de aprender a dizer não a algumas coisas para conseguir viver dentro de nossos recursos.”

TEXTOS PRINCIPAIS “Sejam bondosos e compassivos uns para com os outros, perdoando-se mutuamente.” — Efésios 4:32, Nova Versão Internacional. “Quem de vós, querendo construir uma torre, não se assenta primeiro e calcula a despesa?” — Lucas 14:28. “Tendo sustento e com que nos cobrir, estaremos contentes com estas coisas.” — 1 Timóteo 6:8.

MICAH E MEGAN “Mesmo que um só cuide das finanças e pague as contas, os dois devem estar bem informados de sua situação financeira. A comunicação ajuda muito a evitar problemas.”

DAVID E NATALEINE “Planejem. Não presumam que todo o dinheiro que vocês têm no banco é para gastar. Se não tiverem nenhuma reserva de dinheiro, vocês nunca estarão preparados para emergências, como, por exemplo, o conserto do carro.”

Se vocês fazem pagamentos por meio eletrônico ou com cartão de crédito, escrevam num papel cada pagamento feito e o coloquem em seu respectivo envelope. Descontem esse valor do valor máximo escrito no envelope.

Despertai! junho de 2014 15


TEVE UM PROJETO?

O sistema de navegação do besouro africano Analise o seguinte: Estudos anteriores mostraram que o besouro africano se guia pela luz do sol ou da lua. Mas pesquisadores na África do Sul descobriram que os besouros conseguem se manter em linha reta, mesmo quando o céu está limpo em noites sem lua, porque se guiam pela faixa de luz que vem da Via Láctea. Segundo o periódico Current Biology, esse é o “primeiro uso documentado da Via Láctea para orientação no reino animal”.

Para escapar do bando de besouros, alguns tipos de besouro africano fazem uma bola de esterco, rolam a bola para longe do monte e, daí, a enterram em solo macio. Ao rolar a bola, o besouro segue uma linha reta. Dessa forma, ele consegue escapar mais rapidamente, evitando que sua bola seja roubada por outro besouro.

De acordo com o pesquisador Marcus Byrne, os besouros africanos têm “um sistema de navegação visual altamente eficiente que pode funcionar com a mínima luz das estrelas, usando assim certa capacidade de fazer cálculos. Portanto, eles têm o potencial para ensinar os humanos a resolver problemas complexos de processamento visual”. Por exemplo, imitando o sistema de navegação do besouro africano, um robô poderia ser programado para procurar pessoas nos escombros de um prédio desmoronado.

Mas como o besouro africano se mantém em linha reta, principalmente à noite?

Você sabia? Os besouros africanos deixam o solo mais macio e fértil, espalham sementes e mantêm a população de moscas sob controle.

Arquivos gratuitos para download desta revista e de revistas anteriores

O que você acha? Será que o sistema de navegação do besouro africano é resultado da evolução? Ou teve um projeto?

Bíblia disponível on-line em mais de cem idiomas

Acesse www.jw.org ou capture o código

g14 06-T 140225

ARA o besouro africano, o excremento é muito útil. Por exemplo, serve como alimento e para pôr seus ovos. Além disso, alguns machos procuram atrair as fêmeas oferecendo a elas um pedaço grande de excremento. A competição por esterco fresco é intensa. Certa vez, pesquisadores observaram cerca de 16 mil besouros aglomerados num monte de esterco de elefante. Em apenas duas horas os besouros removeram todo o esterco!

Galáxia: NASA, ESA e Hubble Heritage (STScl/AURA)-ESA/Hubble Collaboration; besouros: © Rolf Nussbaumer/age fotostock

P


Despertaí (3)