Page 1

ANUÁRIO

2015


quEM?

O EM é, sobretudo, um

deixar de lado a preocupação

temos de melhor, além de

portal de estilo. Surgiu como

como conteúdo jornalístico e

nos ajudar naquela pergunta,

uma compilação de várias

visual.

meio clichê de, afinal, o que

ideias sobre moda e cultura

Even

More

é

literal.

na cidade. Algo como: ao

Queremos ainda mais sobre

invés de vários projetos, por

o que a moda DAQUI tem a

que não unimos tudo em

oferecer e tudo aquilo que a

um? Por isso, procuraremos

rodeia. Queremos imprimir

sempre

nossa

a

forma

mais

“curitibanidade”

e

interessante de passar nossa

desvendar o estilo cultural

mensagem durante a busca

e fashion da cidade e seus

de autoconhecimento, sem

personagens. Mostrar o que

o curitibano tem?


ANUÁRIO

DAQUI

Segunda Edição


INTRODUÇÃO

Mais um ano se passou e

se

referência

dentre

as

ou uma redescoberta. 2015

foi

um

ano

de

o anuário DAQUI continua

publicações de moda da

sendo um presente do Even

cidade para pessoas que

conquistas e consolidações.

More para você. Mesmo que

buscam

Vimos

o aniversário seja do site, é o

feitas em Curitiba.

novas

propostas

pessoas

se

interessarem pelos produtos que

divulgamos,

vimos

leitor quem ganha, afinal, só

Ganhamos um novo suporte

chegamos aqui pela confiança

e reconhecimento. Gostamos

parcerias

daqueles que seguem nossas

de

nosso

graças ao nosso trabalho,

publicações e acreditam em

trabalho influenciou, mesmo

vivemos a experiência de

nossos propósitos.

que indiretamente, todo o

fazermos novos amigos e

A coluna DAQUI, que no

movimento crescente sobre

parceiros.

seu segundo ano cresceu

a moda autoral dentro da

Desta vez, não só 5, mas 10

e

cidade. Seja ele uma novidade,

marcas foram convidadas para

amadureceu,

tornou-

acreditar

que

sendo

fechadas


ilustrar nosso 2015. Tenham sido

elas

entrevistadas

Com

uma

profissionais

seleção muito

mais

Parabéns leitor, você é parte desta história!

durante este ano, ou no ano

heterogênea,

anterior, não importa. Vamos

trabalho

evoluindo aos poucos, mas

novas tecnologias. Quando

aos profissionais envolvidos

com muita força.

barreiras de produção, técnica

na produção

e mercado são sublimadas

Fotografia - Mariana Quintana

fotos tudo o que podemos

por

Beleza – Kelli Giordano

te oferecer. Lembre cada

criar. E esta é a palavra que

Produção e styling –

entrevista, cada momento e

queremos imprimir no que foi

Equipe EM

onde você estava quando

2015. Um ano de criação, de

descobriu alguma novidade

criatividade e de crenças no

da cidade pelo nosso site.

sim, é possível sermos mais.

Sinta nos textos e nas

um

vamos

de

manual

mesmo

às

do mais

objetivo:

Agradecimentos

especiais


Abô Os negócios em família têm algo de especial.

Elas estão ligadas, amarradas e unidas tanto

Não só a cumplicidade natural entre quem faz,

quanto as tramas dos tricots que produzem.

mas a motivação e desejo de prosperar em

Em uma marca que remete ao nome da família

conjunto são também evidentes. E, por isso,

(Abdulmassih), a ABÔ junta as pontas de sua

conhecer a ABÔ foi perceber que a descrição

própria história para tecer peças que inovam

acima fazia com que Gabriela e Ana Carolina

a tradição dos tricots, seja na abordagem,

tivessem muito mais em comum do que

seja no design. Em 2015, especialmente, uma

apenas a aparência. Irmãs e empreendedoras,

nova coleção elevou a marca a um status

enquanto Gabi dá liberdade ao lado criativo

de contemporaneidade, com aquele toque

na elaboração das peças e coleções da

essencial de ousadia, projetando um futuro

marca, Ana faz as frentes empresariais e de

de destaque para a marca curitibana que

comunicação indispensáveis hoje.

percorre as linhas da produção autoral.


Ana Carolina e Gabriela Abdulmassih


Apuê Sheila Hiromoto foi mais longe, no seu

O recomeço de Sheila no Brasil traz um

tempo. Assim como sugere o slogan da sua

trabalho minucioso e de precisão tão grandes

marca de sapatos, Apuê. Apesar de nova

que

no cenário curitibano, sua experiência foi

dos modelos. O dia da entrevista foi tão

algo construído durante mais de dez anos

descontraído quanto a marca te propõe a

na Clarks, marca de sapatos inglesa na qual

ser. Uma conversa de horas que resultou em

trabalhou. Conhecer a Apuê é como se

uma matéria profunda e cheia de novidades.

reconectar com um passado que está sempre

Com expansão pelo Brasil, a marca quer levar

presente. Com grande influência da formação

essa ideia de atemporalidade a você também.

em arquitetura de Sheila, os modelos clássicos

Afinal, ter um Apuê é seguir acreditando

e revisitados sugerem um resgate: daquilo

em durabilidade, numa conexão através do

que pode perdurar, de um real significado; tão

tempo.

importante no mundo da moda hoje.

refletem

na

qualidade

indiscutível


Sheila Hiromoto


Austral Se você pensar no alcance que uma ideia

Uma nova forma de olhar para o horizonte

pode ter, as dimensões são as mais variadas

é o que propõe a Austral. Os contornos

possíveis. Desde a altura das montanhas

das montanhas, que compõem a primeira

até a infinitude de um universo. Para Raquel

coleção, vêm carregados de significados,

Bittencourt, essas medidas foram exatas para

seja de lembranças íntimas da designer, seja

a criação da Austral. Chegando neste ano de

do resgate a uma cultura tão próxima; com

2015 a sua segunda coleção, o objetivo da

a qual, geralmente, temos pouco contato.

marca é valorizar a cultura andina. Desta forma,

De forma limpa e simples, o material usado

os acessórios se apropriam de características

atualmente traz a possibilidade de ação do

da natureza da América do Sul para delinear

tempo, modificando-o, como se modifica a

cada nova peça.

natureza. Do latão bruto a Austral modela uma identidade entre o daqui e o de lá, para quem gosta de pertencer ao mundo.


Raquel Bittencourt


Dri Chede Dri foi a primeira designer a entrevistarmos

De lá para cá ela também conquistou novos

para a coluna DAQUI. E desde lá, tanto quanto

territórios, literalmente, com uma coleção

o EM, a marca dela também mudou. Com uma

inspirada numa experiência do outro lado

proposta inicial de versatilidade, as primeiras

do mundo. Geograficamente falando: países

coleções traziam a possibilidade de trocar

nórdicos. Dri mudou, mas seu perfeccionismo

os elementos das peças - cheias de brilho,

não. E ela continua constantemente em sua

correntes e cores - conforme o gosto de

busca pelos materiais mais nobres, pela

quem usa, por meio de imãs conectores. Hoje,

lapidação perfeita, ou a falta dela. Entre

o tema se mantém, mas pela característica

inovação e delicadeza, hoje suas joias buscam

minimalista de suas produções, versáteis em

uma essência intrínseca, traduzida por meio de

si mesmas, pois viabilizam um diálogo maior

uma seleção exigente de formatos e materiais,

entre as coleções, apesar de imutáveis.

para um público que segue a tendência de ter um estilo próprio.


Dri Chede


jacu

jacu

jacu

jacu

BR

BR

BR

BR

Jacu Tão descolada quanto o nome sugere

Conhecer a marca é se dar conta de que

ser, a JACU é uma moda jovem, para

nada é como você imaginava ser. Confuso?

jovens - de idade ou cabeça. Com coleções

Bem, com esse nome, podemos esperar de

despretensiosas, Edson e Robson criam

tudo. Mas foi durante um evento de moda que

com um intuito: divertir. E talvez seja essa a

conversamos pela primeira vez, e descobri que

razão de cada novo lançamento surpreender

a proposta deles mesmos é inovar sua própria

tanto quanto o anterior. Para eles, ser JACU

visão a cada temporada. A marca trabalha

é valorizar culturas regionais, é traduzir um

com duas frentes: com produção exclusiva

código de conduta único e questionador,

de estampas e com uma modelagem bem

afinal, a própria moda é assim: o que é bonito

elaborada. Afinal, a diversão está nos temas

hoje, será o jacu de amanhã.

e na forma como lidar com eles; quando o assunto é qualidade, o trabalho fica sério.


Robson Dalazen e Edson Andrade de Medeiros


Kalin Brasil Com uma proposta de levar o Brasil para

De uma energia sem igual, Dayane e Jean se

fora, a marca curitibana de bolsas Kalin vem

mobilizam em razão de cada detalhe: desde a

de um primeiro ano de transformações.

produção e confecção em si, até comunicação,

Das cores vivas e tropicais à inspiração nas

fundamental, da marca. Kalin é vibrante como

corujas, as coleções mantêm um recorte

suas cores, mas também sabe ser discreta

e aplicações geométricas como ponto de

quando preciso. É o que vemos nos modelos

encontro característico da marca. Um novo

em que a contemporaneidade ganha sua

olhar sobre uma matéria-prima tão tradicional

expressão no minimalismo. O resultado desta

é um dos elementos de identidade também. O

mistura tão exclusiva é uma bolsa para todos

couro, na Kalin, ganha novos formatos, cores

aqueles, fashionistas ou não, que quiserem

e facetas a cada nova peça - tanto de python

ter um produto com a cara do país, feito sob o

como bovino.

olhar do próprio Brasil.


Jean Gouvea e Dayane Kalinowski


Livia Moro Os anos têm sido de muita crítica e

Com o tema construçãoDESconstrução, a

questionamento sobre o futuro da moda; tanto

proposta de Lívia é otimizar a vida da moda,

como expressão artística, como, ou mesmo

otimizando a vida das mulheres modernas.

principalmente, quanto indústria. Encontrar

Daquelas que transitam em vários ambientes

novas gerações abertas a explorar caminhos

ao longo de um só dia, sem deixar de se

diferentes é se conectar com uma possibilidade

preocupar com a estética e vestimenta. Com

ainda não vista. Foi o caso de Lívia. A recém

muita influência do seu curto período em

graduada designer de moda apresentou

arquitetura, ela oferece possibilidades: de

como TCC não apenas uma sequência de

mudar, de transformar, não só o vestido, que

criações esteticamente elaboradas, mas um

vira saia e blusa; mas toda a experiência do

propósito para além daquele que circunda

consumidor com sua peça de roupa. Desafiar

a coleção. Uma ideia sobre a própria moda,

os limites daquilo que está certo, para ir além.

vida moderna e usabilidade.


Livia Moro


Noiga Se pudéssemos imaginar o futuro como

Com coleções que desafiam nossa própria

um objeto, ele teria os traços dos acessórios

imaginação,a Noiga literalmente imprime seus

Noiga. A marca de impressão 3D foi a primeira

conceitos em cada peça. Não só de um design

no Brasil a trabalhar com a tecnologia - já

que intriga pela história que conta, Noiga

difundida há algum tempo no meio industrial -

marca por uma produção com identidade e

para produção de acessórios de moda. Pensar

características únicas. O tocar, aproximar-se e

em impressão 3D como produto direto para um

conhecer cada peça é uma experiência por

consumidor final era algo desafiador e novo,

si só, seja pelo estranhamento em relação ao

mas Renata e Evelyne não se intimidaram e

material (e se você estiver lendo isso no futuro

buscaram num movimentos do passado, que

será muito engraçado pensar nisso), seja pela

dá nome à marca, uma inspiração para trazer

posterior descoberta de uma possibilidade

um pouco do futuro para o presente.

tão única.


Evelyne Pretti e Renata Trevisan


Novo Louvre Um resgate da história da moda regional.

que o NovoLouvre colore suas peças com a

Um resgate da história de uma família. O

cidade. Sempre com ponto de partida a sua

NovoLouvre

própria localização, Mariah transforma uma

surge

em

contrapartida

ao

antigo, que era só Louvre. De loja referência

rotina urbana em objeto de desejo.

em venda de tecidos à marca que imprime

marca jovem e pulsante que aprecia os

sua história em outros tecidos. Mariah queria

caimentos de uma boa modelagem e a fluidez

recuperar a vida de uma propriedade de

dos tecidos, que, afinal, fizeram parte de seu

família e entre idas e vindas, de um café a uma

passado. Gente que desconstrói seus próprios

confecção, hoje, a marca já está consolidada

alicerces na criação de imagens carregadas

como sucesso daqui e internacional.

de significados e tem na força de uma história

Com

desenvolvimento

de

estamparia

exclusiva, é através da impressão digital

Uma

a propulsão para se abrir sempre para o novo.


Mariah Salomao Viana


TUTU ATELIÊ

DE SAPATILHA

Uma bailarina é conhecida pela sua graça

Gustavo e Fabiana criaram mais que uma

e delicadeza, assim como sua sapatilha. Para

marca. A Tutu transmite, por meio de sua

mostrar que elegância vai além de saltos altos,

identidade e espaço físico, um clima de bem-

a Tutu se apropriou da internet e difundiu sua

estar - exatamente aquilo que as sapatilhas

ideia. Calçados de qualidade e personalidade

proporcionam. Os produtos em si garantem

para quem precisa, ou apenas quer, o conforto

que as sensações sejam verdadeiras, com

que uma sapatilha traz ao dia a dia moderno.

flexibilidade e conforto no topo da lista. De ar

Numa plataforma jovem, o diálogo da marca é

meio vintage e com um toque de bastidores

direto. Seja divertida, descontraída, moderna,

de teatro, a Tutu não deixa de ser moderna.

chic, não importa; todos os personagens estão

Acompanhando de perto as tendências, as

no roteiro da Tutu.

variações das sapatilhas estão prontas para te deixar na moda.


Fabiana Montalvao e Gustavo Krelling


a/

ABÔ [41] 3114 0267 www.aboabo.com.br/

APUÊ contato@apue.com.br www.apue.com.br

AUSTRAL contato@australacessorios.com.br www.australacessorios.com.br

d/

DRICHEDE [41] 9142 6003 www.drichede.com.br

j/

JACU

ENDEREÇOS

atendimento@jacustore.com.br www.jacustore.com.br

k/

KALIN BRASIL contato@kalinbrasil.com www.kalinbrasil.com

KELLI GIORDANO [41] 3345 4653 | [41] 9115 7088 www.kelligiordano.com.br

l/

LIVIA MORO liviamorolivia@gmail.com www.facebook.com/liviamorolivia

LIZI SUE [41] 9911 2295 lizisuee@gmail.com

m/

MARIANA QUINTANA [41] 8744 5665 www.facebook.com/marianaquintanaphoto

n/

NOIGA [41] 8721 5045 | [41] 9912 4557 www.noiga.com.br

NOVO LOUVRE Rua Trajano Reis, 36 - São Francisco - Curitiba/PR www.novolouvre.com.br - [41] 3232 0055

t/

TUTU SAPATILHAS Al. Dr. Carlos de Carvalho, 1211 - Centro - Curitiba/PR www.tutusapatilhas.com.br - [41] 3311 1530


Conteúdo - Carmela Scarpi Projeto Gráfico - Lizi Sue


WWW.EVENMORE.COM.BR

Anuário DAQUI 2ª Edição 2015  

A publicação de moda mais cool da cidade. Confira a produção com entrevistados da coluna DAQUI do Even More, portal de estilo de Curitiba.