Issuu on Google+

EEFM Arsênio Ferreira Maia

Volume 5, edição 1

20/12/2013

Informativo Arsênio Comunicação no ambiente de trabalho

Nesta edição: Comunicação no ambiente de trabalho

1

Dia do deficiente visual

2

A uso de drogas pelos jovens

2

Globalização.

2

Equipe:  COORDENADORES: . José Evânio. . Evanildo Pitombeira.  ENTREVISTADORES: . Regivaldo.de Freitas . Maria Gabriela.  FOTOS: . Kelry Araújo. . Evanildo Pitombeira.  REDAÇÃO: . Rubênia Araújo. . Maria Gabriela.  DIAGRAMAÇÃO: . Erley Diangelys. . Evanildo Pitombeira.  PESQUISAS/MATERIAS: . Joelma Nunes. . Rubênia Araújo.  DIVULGAÇÃO: . LEI´S - 1 e 2

Seja qual for a tua profissão ou ocupação, é necessário que saibas se comunicar corretamente. Cada pessoa procura uma atitude diferente, já que não tratamos clientes e chefes da mesma forma. Ignorar a importância deste fato é um grande erro e pode causar desentendimentos, erros, pretextos e atrasar o teu rendimento e desenvolvimento profissionais. Dependemos da comunicação para tudo: propor ideias, defender projetos, vender um produto, explicar uma estratégia, pedir aumentos, etc. Todas essas atividades exigem que saibamos expor argumentos firmes e coerentes de forma clara e objetiva. Por isso, saber como se posicionar e conversar em diferentes situações profissionais é uma competência fundamental para alcançar o sucesso. Comunicação não é apenas saber falar, mas também saber ouvir. Para que te saibas expressar corretamente é necessário que entendas o que a outra pessoa diz e compreendas a intenção. Uma comunicação fluida e eficaz é um requisito indispensável em qualquer ambiente de trabalho. Saber transmitir uma mensagem, garantindo que esta vai ser corretamente percebida por quem a recebe é, sem dúvida alguma um ponto chave nas relações profissionais. A comunicação vai além das palavras escritas

ou faladas .A raiz da palavra comunicação tem a ver diretamente com o fato de tornar algo comum ou compreensível para o outro. Comunicar é uma tarefa mais ampla e que envolve, também, os gestos ,as imagens e própria ausência de palavras em determinadas situações. Hoje, mais do que nunca, a comunicação está em alta. Afinal, parece que tudo gira em torno de Twitters, Facebooks e outras ferramentas virtuais que são bastante usadas hoje em dia pelas pessoas. Independente de onde você trabalhe e que cargo ocupe, você precisa saber se comunicar corretamente. Dar suas ideias, defender projetos, vender produtos, divulgar a empresa, explicar estratégias, reclamar quando algo não lhe agrada, enfim, todos estes fatores exigem bons argumentos que são gerados pela sua comunicação de forma clara e objetiva. Aqui vão algumas dicas para facilitar a atuação das pessoas na área de trabalho: Atitudes defensivas/ agressivas. Muitas pessoas perdem facilmente a razão quando são confrontadas com uma critica ou um reparo menos favorável, deixando-se levar pelo lado emocional e reagindo de imediato com hostilidade. - Falar muito. É um erro pensar que o segredo de uma boa comunicação está no excesso de informação transmitida. - Apresentações/Discursos. Não transforme as suas exposições orais em momentos aborrecidos para

a audiência, seja em apresentações para clientes ou em simples reuniões de equipe. - Não “olhar para fora”. Quando uma pessoa está muito “por dentro” de um determinado assunto acaba, muitas vezes, por assumir que os outros têm a mesma familiaridade com o tema fazendo com que não seja muito esclarecedora. - Não ouvir. Para bem comunicar, saber ouvir é tão importante como saber falar. Aprenda a assimilar e compreender a informação que lhe está a ser transmitida e deixe o seu interlocutor chegar ao fim do raciocínio, antes de discordar ou interromper com dúvidas sobre o que está a ser dito. - Não pensar antes de falar. O segredo de uma boa comunicação também passa pelo cérebro. Parece óbvio, mas a verdade é que algumas pessoas não são capazes de transmitir uma mensagem articulada simplesmente porque não pensam nas suas ideias antes de as exporem. - Não reconhecer que não sabe. Ao contrário do que poderia à partida parecer, não assumir a falta de conhecimentos ou competências em determinada área, apenas faz aumentar a sua vulnerabilidade a discussões infundadas e falhas de comunicação. - Não ser consistente. A comunicação não é só aquilo que dizemos mas também as mensagens que, através do corpo e do olhar, transmitimos a quem nos rodeia. - Ouvir música através de auscultadores. Mas opiniões divergem: algumas pessoas são da opinião que ouvir música diminui a produtividade, enquanto que outras consideram que ajuda a manter a concentração. PESQUISA/ADAPTAÇÃO

Aluna: Rubênia de Araújo Rufino 3º Ano—D


Página 2

Dia do Deficiente Visual “A parte que ignoramos é muito maior que tudo quanto sabemos.”

Platão

Globalização Todas as noites eu rezo, peço a Deus o perdão pelos meus pecados, mas nunca, peço desculpa pela globalização. Se todo mundo cuidasse da água não precisaríamos enfrentar a globalização E nem nossos filhos sofreriam. As paisagens de hoje não são Mais como as de antigamente O verde das matas as cores das flores e o gosto da aguardente. Temos que cuidar da natureza Por que com as queimadas e poluições As arvores e o meio ambiente todo Não conseguiriam se livrar da globalização. Tenho certeza se continuar Assim com essas poluições Não haverá terra no planeta Para cultivos e plantações. Regilvado de Freitas 1º Ano B

O olho é um dos cinco sentidos que compõe o nosso corpo, é o órgão responsável por vermos tudo ao nosso redor, respectivamente o mundo todo. Porém há pessoas que nascem sem esse sentido funcionar, por alguma doença, ou até mesmo por acidente perderam a visão, são os deficientes visuais. Essas pessoas em um passado recente eram vistas como se estivessem nas trevas, sofriam

muito preconceito e discriminação. Mas a evolução dos tempos, a criação das leis, da politica da inclusão, a implantação do sistema Braille e as novas tecnologias, permitem a essas pessoas uma maior inclusão nas escolas, no mercado de trabalho e na sociedade em geral. Ao contrário do que muitos pensam, o deficiente visual se permite fazer uso das mesmas atividades que as videntes, a única diferença é a visão, mas eles falam, escutam e tem opinião própria. Existe uma data, 13 de dezembro, em que se comemora o dia nacional do deficiente visual, que foi criada pelo presidente da República, Jânio Quadros, através do decreto nº 51.405/61, com o objetivo de incentivar o princípio de solidariedade entre todos os membros da sociedade. Joelma Nunes Prof. Sala Multifuncional

O uso de drogas pelos jovens

Hoje em dia a utilização de drogas pelos jovens está tomando uma proporção a que ficou quase incontrolável, cada vez mais jovens usam drogas. Muitas vezes, experimentam e entram em um caminho sem volta. Uma grande parte dos jovens, atualmente só quer saber de curtição e aventura. Ao

experimentar qualquer droga, sabemos que, na maior parte dos casos, a pessoa torna-se um usuário constante gerando um ciclo vicioso que envolve ações violentas e a partir dessa situação criada, o usuário de drogas passa a utilizar cada vez mais outras drogas pesadas e se envolver com a criminalidade como roubos, sequestros e assaltos. Em muitos casos os usuários tentam fugir de seus vícios, mas a vontade é tão grande que eles acabam voltando a usar, e as vezes, com mais

intensidade. Existe relatos de casos em que os usuários conseguem sair do seu vício, que é uma decisão muito difícil, pois é preciso ter força de vontade para se curar dessa terrível doença. Portanto, para você segue um alerta: A primeira atitude a se tomar é fazer de tudo para não entrar nesse mundo. Por isso, evite cigarros, bebidas, maconha, remédios prejudiciais à saúde, porque, às vezes é um caminho muito difícil e até sem volta. Maria Gabriela de Lima e Silva 1º Ano F


INFORMATIVO ARSENIO 05/2013