Page 1

Ópera dos Mortos O romance em destaque faz parte da obra de Autran Dourado, escritor contemporâneo e que nessa sua empreitada literária contextualiza todos os acontecimentos e ações num estilo barroco. O referido autor, em Ópera dos Mortos, leva o leitor a se transportar para um mundo enigmático e de emoções arquétipicas. Na sua narrativa simples e ao mesmo tempo refinada, na qual nada passa despercebido, nota-se um trabalho meticuloso, pois as descrições nos remetem a visões indubitáveis do que é enfocado. Uma característica marcante é o fato de que, o autor consegue encantar o leitor, mesmo sendo uma narrativa em discurso indireto livre, estilo bastante comum na ficção moderna, no qual as vezes se mixam sutilmente sem perder sua vivacidade. Todas as ações, sentimentos e conjecturas são expostas de uma forma que o leitor não consegue se manter apático, as várias situações arquitetadas pelo escritor. Comprovadamente, um dos expoentes da literatura brasileira, Autran Dourado é o responsável em Ópera dos Mortos por um estilo inconfundível e próprio. Poucos se arriscam nesse campo, quase transgredindo o imaginário do leitor, pois ele viaja da superfície até as mais profundas intimidades das personagens criando universos contrastantes entre a realidade e a loucura,como ele mesmo afirma: “escrevo para entender a loucura humana e em particular a loucura que é Minas Gerais (apud SOUZA, 1985, p.1). O romance tem como ponto referencial o sobrado, que para a última descendente do clã dos Honorário Cota, Rosalina, manter em volto em mistérios e longe dos olhos da sociedade é sua grande preocupação. O livro de Autran Dourado trata de uma forma intrínseca os personagens e as suas introspecções. A metamorfose de Rosalina encarnando comportamentos diferentes para libertar-se dos seus mais íntimos desejos, o vício retratado na ânsia de esquecer aquela decadência familiar, talvez para esquecer a sua trágica sina de ser a última remanescente de uma estirpe em extinção, que tem como companhia apenas uma empregada muda, Quiquinha, com quem compartilha suas desventuras, e Juca Passarinho, este sim, um agregado que passa a ser seu amante.Ele tem sua vida transformada em momentos de eternas incertezas, pois, durante o dia é tratado com indiferença e à noite se deleita na cama da patroa Rosalina. O livro retrata essa paixão erótica como sendo proporcional ao desprezo que a patroa nutre pelo subalterno, o que não nos distancia muito do que acontece nos nossos dias. Outro fato motivador que é subjacente ao romance é a morte, que durante todo o percurso narrativo se faz presente, a morte é cristalizada nos relógios sem funcionar como se fizesse o tempo parar naquele momento fúnebre e lúgubre , como se a morte fosse o segredo da vida. Todavia , a orgulhosa rosalina, entre os momentos lúcidos e de perturbações, acaba sendo um trampolim para o autor adentrar na questão em voga da atualidade, ou seja, uma gravidez indesejada. No caso do romance “Ópera dos Mortos” uma infinidade de anjinhos permeiam por todo o livro de uma forma natural. O livro em questão tem o poder de fazer o leitor mergulhar nas profundezas de suas entrelinhas e também faz com que, o leitor seja um cúmplice de uma sociedade tão ingrata com os habitantes do sobrado, mas por outro lado, o leitor é um privilegiado, pois é o único que tem acesso ao casarão


e seus mais íntimos acontecimentos, mas o que o autor do romance leva ao leitor a perceber e refletir é o comportamento das pessoas diante da situações terríveis como perdas retratadas através da morte, a perda do poder, perda do status social, a decadência financeira e moral, a perda do juízo, muitas perdas. O romance “Ópera dos Mortos”, cativa o leitor do início ao fim, pela sutileza do autor em abordar assuntos tão obscuros, beirando ao gótico, levando o seu interlocutor a ver, em momentos plúmbeos, passagens com toque de sentimentos, emoções e momentos coloridos, de uma delicadeza a toda prova O livro é um manancial de conhecimento, é recomendável para os adeptos de uma boa leitura e para os que sentem prazer em mergulhar profundamente no âmago dos p ersonagens, tão real que não é difícil encontra-los no dia-a-dia O romance “Ópera dos Mortos”, a priori e principalmente pelo título pode levar o leitor a aversão do que poderia ser tratado no livro, porém, pela maestria do escritor e a maneira como é apresentado o assunto, não nos deixam nenhuma dúvida em asseverar para o leitor que este livro vai lhe propiciar momentos agradáveis, pois o romance, mesmo com um léxico mixto, ou seja, com vocábulos desconhecidos e muito conhecidos, é de fácil compreensão, a história é fascinante e prende o leitor cada vez mais. Difícil é começar “Ópera dos Mortos’ e não querer mergulhar de corpo e alma nesse romance tão enigmático do ponto de vista dos mistérios. Para os apreciadores em desvendar as agruras do ser humano, “Ópera dos Mortos”, talvez seja o livro indicado O romance “Ópera dos Mortos” também é pontilhado por personagens poéticos e cheios de sentimentos fortes como podemos encontrar neste trecho: “deliciar os ouvidos com a música prateada das pancadas finas, aquela música que mais tarde, quando o relógio parado, ia marcar as horas do nosso remorso”. (DOURADO,1990, p.17). Como já afirmamos, podemos nos deparar a todo instante com sentimentos como este: “Eu sempre que passava por aqui demorava um pouco,só pra ter o gosto de te ver, pra tirar o chapéu em cumprimento aquele grande homem. Depois deu uma tristeza mais triste na alma dele, uma tristeza de morte” (DOURADO, 1990, P. 61). Mostramos esses exemplos apenas para situar o leitor no que se refere a proposta do romance,por mais que queiramos convencer qualquer leitor com pequenas amostras, será impossível passar a grandiosidade desta obra trabalhada com requinte e perfeccionismo. Leiam e tirem suas conclusões.

Autor :José Evânio Almeida de Lima Professor de Língua Portuguesa Especialista em Língua Portuguesa e Literatura Brasileira


Ópera dos Mortos  

Nesse romance, o autor faz uma viagem pelo mundo imaginário dos personagens e leva o leitor a um mundo de devaneio dos pobres mortais.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you