Page 1

& s o a i t r

贸 n t o la C e R

and t r o Rep

3 1 20

nts u o Acc


ss i a ci die

oory bo S s tut

o p r o

C

Sta

os

air

Ro s osa . a R t ne i e s t y u P r t o n t o e ta An sid l Joã Secre s San a e s r u . o P gue So io el d i r l e á a M u d r et n to a Ge ting s arre air veir ecr s Ma 3) e h a S i e d C li B º4 le Me a . n . i s e b n l O a l E te C. s M Seix semenera en Jorge rs O. s . e d i v R A lG s ( be o al ro co Pre tóni Mem onç uzei ua n n r n G ra . An çãors A gais José do C sB a e r u t o Vo aro rlos nis irect arq i v a l M m D Á ís C R. Ad rd of u . e L a d Bo H el ho u l e n a ns M Co o nic tor Ú i cal Aud s i y F tor Ch



es

gu dri

st Ba

tu

Sta

Senhores Accionistas No cumprimento das disposições legais e estatutárias, vem o Conselho de Administração submeter à apreciação de V. Exas. o Relatório de Gestão e as Contas da ETERMAR – Engenharia e Construção, S.A., relativos ao Exercício findo em 31 de Dezembro de 2013.

Dear shareholders In compliance with its legal and statutory obligations, the Board of Directors of ETERMAR – Engenharia e Construção, S.A submits for your appreciation the Management Report and Accounts for the company for the financial year ending 31st December 2013.


& s o a i t r

贸 n t o a l C e R

ts un o c Ac d n a ort p e R

3 1 20


Expansão e Modernização do Porto da Praia – 2ª Fase – Cabo Verde . Expansion and Modernization of the Port of Praia - 2nd Phase – Cape Verde


ex c i d Inde

Ín

tão

s t Ge Repor e d nt

rio geme ó t la ana

01 02

ção s a e r M R o st on ltad ent m u De Res Statem 03 e e e d com s ço e n n çõ la dI tra eiras Ba an s t n e d c She mo inan eet an nt e e c D F e Sh teme an às Bal ta nc 04 o ala me S ex B e n s the Inco A nta ico x to o e n n d C An de cal Únts an n l ega o Fis Accou Opinio L d f ção ecer tion o rt and a c r ca po fi rti e PaCertifi r’s Re e C rio gal dito ó u lat Le tory A Re u t Sta


Ponte Cogo Akalayong – Guiné Equatorial . Bridge Cogo Akalayong – Equatorial Guinea


la e R

t en G m e ge

a d an M o

i r tó

o rt ã t es repo

01 Ponte Cogo Akalayong – Guiné Equatorial . Bridge Cogo Akalayong – Equatorial Guinea


6

ETERMAR R&C2013

Relatório de Gestão . Management Report

A volatilidade económica e as perturbações globais a nível mundial têm sido uma constante nos últimos anos. Durante o ano de 2013 o mundo continuou a sentir as dificuldades económicas da Europa, alguma paralisia dos Estados Unidos, o abrandamento do crescimento da China e de outros países emergentes.

Houve tantas más notícias económicas e durante tanto tempo, buracos nas contas do Estado, nos bancos, nas empresas públicas e privadas, perdas estrondosas com “swaps”, que podemos já ficar satisfeitos pelos últimos números que indiquem uma paragem da recessão, e até um crescimento da economia no último trimestre de 2013.

O ano de 2013 não trouxe grandes surpresas relativamente às previsões que fizemos, quer no mercado nacional que continuou em recessão, quer no internacional onde se fez sentir a concorrência de empresas oriundas da China a praticar preços anormalmente baixos.

MERCADO INTERNACIONAL A ETERMAR tem desenvolvido uma parte importante da sua actividade nos últimos anos no continente africano, que tem tido desde 2004 uma taxa de crescimento de cerca 5,4% ao ano, quatro vezes maior que o crescimento da União Europeia.

MERCADO NACIONAL Com o doloroso ajustamento económico a que Portugal tem sido sujeito, o investimento quer do Estado quer das empresas privadas foi diminuto provocando que o sector da construção tenha tido uma quebra de produção de cerca de 15%, que se junta a muitos anos de recessão.

A África não é um conjunto homogéneo de países, pelo que analisaremos cada um dos países africanos onde desenvolvemos actividade, bem como o Brasil. Cada um tem culturas e situação política e económica muito diferenciada, mas claramente estão no caminho do desenvolvimento e têm necessidade de várias infra-estruturas fundamentais.

Um indicador importante, o consumo de cimento no mercado nacional, continuou a diminuir, e temos de recuar quatro décadas para encontrar um ano com consumo inferior de cimento.

Os países estáveis têm possibilidades de obter rendimentos consideráveis nos próximos anos pela continuidade da valorização das matérias-primas, por deterem áreas muito grandes de terras aráveis e pela evolução demográfica, com um grande aumento da população jovem.

Não é de estranhar que a nossa actividade em Portugal durante o presente exercício tenha sido mínima, não atingido sequer 10% do volume de negócios.


ETERMAR R&C2013 Relatório de Gestão . Management Report

7

Enquadramento Macroeconómico Macroeconomic overview

Portugal Continental . Mainland Madeira Açores, Azores Marrocos, Marocco Guiné-equatorial, Equatorial Guinea Argelia, Algeria Brasil, Brazil Cabo Verde, Cape Verde

Worldwide economic volatility and global turbulence have been the hallmark of recent years. In 2013, the world continued to suffer from the economic difficulties felt in Europe, a degree of paralysis in the United Sates, and slower growth in China and other emerging economies. In relation to our initial outlook for the year, there were no great surprises in 2013. This was true for both the local market, which continued in recession, and the international market, where there was considerable competitive pressure due to the extraordinarily low prices offered by Chinese companies. DOMESTIC MARKET With the painful economic adjustment Portugal has had to make, the level of investment from both the state and private sectors was negligible. The construction sector saw business fall by 15%, which just compounded the long years of recession. One important indicator, cement consumption in Portugal, continued to fall to lows that have not been seen for four decades. It is no surprise, then, that our business activity in Portugal during the year was minimal, accounting for no more than 10% of our overall turnover. The flood of bad economic news did not let up - shortfalls in the

state’s own accounts, problems in the banks, in both public and private sector companies and huge losses with swaps - one has to consider satisfactory the latest figures, which show that the recession has come to a halt and that there was some economic growth in the last quarter of 2013. INTERNATIONAL MARKET Over recent years, a significant part of ETERMAR’s business activities has been done in Africa. Since 2004, annual growth on the continent has averaged 5.4% per year, four times higher than in the European Union. Africa by no means contains a homogenous set of countries, which is why we analyse each country separately, something we also do for Brazil. Each of the countries we are involved in has its own, and very different, culture, politics and economics. Nevertheless, all of them clearly are well on their way to becoming developed and have a need for various types of key infrastructures. The more stable of these countries will likely see incomes rise sharply in the coming years. This is because of the increasing value of raw materials, because they all have extensive farmable areas and because of their growing, and young, populations.


8

ETERMAR R&C2013

Relatório de Gestão . Management Report

Argélia

Na Argélia embora as obras que executamos já tenham sido concluídas há anos, pelo tempo que levam a ser fechados os contractos ainda temos assuntos a resolver pelo que faz todo o sentido analisar o País e o enquadramento económico da actividade, neste País. A Argélia no plano financeiro continua a consolidar as suas reservas que eram em Junho de 2013 de mais de 146 mil milhões de euros. Estas enormes reservas que tem sido obtidas pela venda do petróleo e do gás (98% das exportações) tem anestesiado a economia. Grande parte dos projectos continuam a ser adiados, durante o ano de 2013 só concorremos a uma obra, a Extensão do Terminal de Contentores do Porto de Oran. O ano de 2014 será um ano charneira com as eleições presidenciais já em Abril.

Marrocos

Marrocos mantem-se um País muito estável, onde continua a afluir investimento estrangeiro dada a proximidade da Europa e á existência de mão-de-obra qualificada a um custo inferior á praticada na Europa. O PIB continuou a crescer acima dos 4% embora o défice do Estado tenha provocado a diminuição das subvenções atribuídas, designadamente aos combustíveis.

Guiné Equatorial

A Guiné Equatorial durante mais de dez anos teve uma taxa de crescimento de dois dígitos, situação que já não se verificou em 2011 e 2012 devido à baixa de volume de extracção de petróleo. Em 2013 a diminuição da extracção de petróleo acentuou-se principalmente no mais importante furo em exploração, furo de “Zafiro”, e alguns dos novos blocos concessionados ainda não entraram em exploração. Esta diminuição de extracção do petróleo, e baixa do preço do gás, provocou que o País tenha em 2013 uma taxa de crescimento negativa do PIB. Esta retracção das exportações em conjunto com um investimento significativo, provocou um desequilíbrio financeiro e consequentemente dificuldades de recebimento pelas empresas no pagamento do trabalho executado.

Cabo Verde

Pequeno país insular, tem-se desenvolvido ano após ano, sendo considerado um dos países mais estáveis de África. Desprovido de recursos naturais, desenvolveu os serviços, particularmente o turismo, para consolidar o seu crescimento. A sua economia depende muito da conjuntura europeia pois que é com a europa que realiza mais de 85% das suas trocas comerciais. A crise económica e financeira na zona euro tem provocado um crescimento moderado do PIB, que foi de 2,5% em 2012, sendo esperado cerca de 1,5% para 2013.

Brasil

Em 2013 o crescimento do PIB ficou abaixo das expectativas dos mais variados analistas e das projecções do Banco Central do Brasil, devendo-se situar num valor próximo dos 2,3%, contra os 3,1% projectados, de acordo com os primeiros dados oficiais publicados no inicio de 2014, sendo que nos últimos dois trimestres o Brasil apresentou um crescimento negativo, o que configura uma situação de recessão técnica. Um dado económico de vital importância para a economia em geral e em particular para as empresas estrangeiras que desenvolvem actividade no Brasil, é o valor do real face ao euro e ao dólar. Em 2013 o real atingiu valores recorde de desvalorização, dos últimos cinco anos, tendo terminado o ano com um valor, em relação ao euro, inferior em cerca de 23% em relação à cotação a Janeiro de 2013.

Outros países onde estamos a desenvolver actividade comercial Temos estado actuantes em vários outros países quer de Africa quer da América Latina, procurando que esta actividade comercial venha ter resultados nos próximos exercícios.

Com a deslocalização do crescimento para alguns países emergentes do Atlântico sul, Portugal deixará de estar como país periférico da Europa, para ganhar outra relevância particularmente no âmbito da CPLP. A ETERMAR continuará focada em iniciativas neste espaço seleccionando criteriosamente as acções comerciais a levar a cabo.


ETERMAR R&C2013 Relatório de Gestão . Management Report

Algeria

Although our work in Algeria was completed years ago, the time that it takes to close out contracts means that we still have matters outstanding. As this is the case, it makes sense to analyse the country and the current business situation there. Under its financial plan, Algeria continues to strengthen its reserves, which stood at over 146 billion Euros in June 2013. These massive reserves, which have been built up through the sale of oil and gas (98% of exports), have somewhat anesthetised the economy. Many projects continue to be postponed. In 2013, we only bid on one project, the Extension of the Container Terminal at Oran Port. 2014 promises to be something of a critical year, with presidential elections in April.

Morocco

Morocco remains a highly stable country. Foreign investment continues to flow in, thanks to its proximity to Europe and the skilled workforce, with its much lower cost structure than its European counterpart. GDP continued to grow at over 4%, despite the fact that the government’s spending deficit meant a cut in subsidies, particularly for fuel.

Equatorial Guinea

For more than 10 years, Equatorial Guinea had a double-digit growth rate. This was not the case in 2011 and 2012, due to the fall off in oil production. In 2013, oil production fell further, particularly at the most important well in the country, the “Zafiro” well. Some of the new concessions have not yet started production. This lower oil output, plus the low price of gas, meant that the country saw its GDP growth rate go slightly negative in 2013. The reduction in exports, allied with a significant investment programme, resulted in some financial imbalances and a number of companies found that payment for work done was less forthcoming.

9

Cape Verde

This small island nation has grown steadily every year and is now considered one of the most stable countries in Africa. With few natural resources, it has developed its service sector, particularly tourism, as a way of ensuring growth. Its economy largely depends on what is happening in Europe, as this is where the country does 85% of its trade. The economic and financial crisis in the Eurozone has meant that GDP has grown modestly, by 2.5 % in 2012 and with 1.5% forecast for 2013.

Brazil

In 2013, growth in Brazil fell short of the expectations of most analysts and of the Brazilian Central Bank. The first official data of 2014 indicates that it is likely to be closer to 2.3% than the forecast 3.1%. Over the last three quarters, the Brazilian economy has actually shrunk and, technically, it is in recession. One key economic indicator for the economy in general, and foreign companies working in Brazil in particular, is the value of the Real against the Euro and the Dollar. In 2013, the Real reached its lowest level of the last five years. By the end of the year, it had fallen 23% against the Euro, compared to its January 2013 level.

Other countries we work in

We have been working in a number of other countries in both Africa and Latin America and expect that this work will show positive results in the next few years. With growth shifting to a number of emerging countries in Southern Atlantic, Portugal is no longer seen as just a country on the periphery of Europe. It has gained new relevance, particularly within the CPLP (Community of Portuguese-Speaking Countries). ETERMAR is continuing to roll out initiatives in this area, carefully selecting the business opportunities that we wish to take forward.

Dragagem e Derrocamento do Porto de Vitória, ES – Brasil . Dredging and Rock Blasting of the Port of Vitória, Es – Brazil


10

ETERMAR R&C2013

Relatório de Gestão . Management Report

Análise da Actividade da Empresa Analysis of the company’s business activity

A ETERMAR realizou mais de 90% da sua actividade no exterior. É assim uma das empresas que contribui para a redução do défice externo de Portugal.

More than 90% of ETERMAR’s business took place outside Portugal. This makes it one of the companies helping to bring down the country’s balance of payments deficit.

O sector da construção tem tido um papel relevante no crescimento da economia portuguesa dinamizado pelas exportações, conforme conclusões do Banco de Portugal.

According to the Bank of Portugal, the construction sector, through its export activity, has played an important role in boosting growth in the Portuguese economy.

No Estudo da Central de Balanços do Banco de Portugal, Janeiro de 2014, “Análise do Sector da Construção”, conclui-se que em 2012 cerca de 20% da produção de sector é exportadora e que o contributo da Construção para equilíbrio das contas externas foi de 9%.

In January 2014 the Bank of Portugal published its study, “Analysis of the Construction Sector”, based on its Central Balance-Sheet Database. The report concluded that, in 2012, around 20% of the sector’s business was exported and that construction was responsible for 9% of the balance of payments.

Os trabalhos marítimos têm sido a principal actividade da ETERMAR no exterior continuando a oferecer o nosso conhecimento um pouco por todo mundo.

ETERMAR has worked mainly on marine projects outside Portugal, and we continue to offer our expertise in this area around the world today.

A operação de grandes equipamentos marítimos, como pontões, gruas flutuantes, plataformas auto-elevatórias, dragas, batelões e rebocadores é um desafio que dominamos e que nos permite a sua utilização eficiente.

The operation of large marine equipment, such as pontoons, floating cranes, self-raising platforms, dredgers, split-hopper barges and tugboats is a challenge that we relish and one that allows us to put our skills to good use.

Com os grandes investimentos feitos na última década a ETERMAR ficou proprietária de uma importante frota de equipamentos marítimos capazes de navegação oceânica.

With the significant investments we have made over the last decade, ETERMAR now owns a substantial fleet of ocean-going marine equipment.

Tornamo-nos assim independentes, de subempreiteiros ou alugadores de equipamentos, para a execução de grande parte dos nossos trabalhos.

This has allowed us to take on the great majority of our projects without having to rely on subcontractors or equipment hire.

Além do equipamento marítimo investimos igualmente em gruas de grande capacidade e equipamentos específicos de construção, bem como na preparação dos nossos quadros técnicos. Dominando as várias tecnologias de construção, por exemplo na execução de cais, em que temos experiência de dezenas de anos a construir cais em caixotões, em blocos, em estacas de diversos tipos, podemos oferecer aos clientes o tipo de construção mais adequada á utilização pretendida e melhor adequada ao local de construção.

In addition to the marine equipment, we have also invested extensively in heavy-lift cranes and specific construction equipment, as well as in the training of our technical staff. Our in-depth expertise covers a wide range of construction technologies. Taking quays as an example, we have decades-long experience of constructing caisson, block and pile-based quays. This means that we can offer our clients precisely the right type of construction for both the desired use and the local construction conditions.


ETERMAR R&C2013 Relatório de Gestão . Management Report

11

Portugal

Portugal

Durante o ano de 2013 realizaram-se em Portugal um número de obras diminuto mas salientamos pelas suas características:

In 2013, we engaged in a number of small-scale but noteworthy projects in Portugal:

- as obras de “Construção das infra-estruturas portuárias e obras de melhoramento das condições de abrigo do Porto da Madalena”, na ilha do Pico Açores, foram finalizadas com a construção do contra molhe.

- “Construction of Port Infrastructures and Improvement Works of the Sheltering Conditions at the Port of Madalena”, on Pico Island in the Azores was completed with the building of the inner jetty.

- a “Reparação do Armazém da Tersado no Porto de Setúbal”. Esta obra é de salientar pois que foi um trabalho de engenharia que fomos chamados a realizar, na sequência de um grave acidente que ocorreu no interior do armazém pondo em causa materiais armazenados de valor considerável bem como a segurança de qualquer utilização do espaço.

- “Repairing of Tersado’s Warehouse in the Port of Setúbal”. This work is of particular note because it was an engineering job we were offered following a serious accident inside the warehouse. The accident left the high value goods stored inside the warehouse at risk and called into question the physical safety of the building itself.

Em si, a reparação mais não consistiu, do que repor a cobertura na sua posição original e construção de novo pilar central após o risco do desmoronamento total do armazém, devido a acidente com pilar central de suporte.

The repair consisted of reinstating the roof to its original position and building a new central pillar. The accident had affected the central pillar and had almost provoked the collapse of the entire warehouse.

A elevação de toda a estrutura da cobertura em conjunto, bem como a construção do novo pilar, foi uma obra de Engenharia muito planeada e executada na maior segurança, evitando-se a demolição de todo o armazém e a deterioração dos valiosos materiais armazenados.

The lifting of the whole roof structure, in conjunction with the construction of the new pillar, was a carefully planned and executed piece of engineering carried out with the greatest concern for safety. The work was done in such a way that we avoided the collapse of the whole building and the destruction of the valuable goods it housed.

- “Construção do Novo Cais de Cruzeiros do Porto do Funchal” Foi-nos adjudicada no corrente exercício de 2013 a obra de “Construção do novo cais de cruzeiros na frente de protecção marítima do depósito de inertes criado a nascente do cais da cidade do Funchal” tendo-se iniciado a preparação da obra e começado os trabalhos de dragagem.

- “Construction of the New Cruise Quay at the Port of Funchal” In 2013, we were awarded the contract for the “Construction of a new cruise quay opposite the seawall protecting the aggregates yard set up to the east of Funchal city quay”. We have already begun preparatory work and dredging.

Esta obra consistirá na construção de um cais em caixotões com uma frente acostável de 322m incluindo a construção de dois duques d’alba. Este novo cais terá fundos de serviço de -8.00 ZH sendo de salientar a concepção dos caixotões que, para impedirem a transmissão da agitação marítima ao interior do porto do Funchal, foram concebidos de forma a terem uma acção deflectora da energia das ondas.

This project consists of the construction of a caisson quay with 322 metres of moorage and involves the building of two dolphins. This new quay will have service depths of -8.00mCD. Of particular note are the caissons, which have been specially designed to prevent wave energy from being transmitted to the inner harbour. The design used ensures that the caissons deflect the wave energy away from this area.

Marrocos

Morocco

- “Emissário submarino de Anza-Agadir” Como demos nota no relatório de 2012 embora tivesse sido instalado já nesse ano toda a tubagem havia uma zona danificada na área atravessada por furação horizontal dirigida.

- “Anza-Agadir Submarine Outfall” As we mentioned in our 2012 report, although we had installed all the piping for this project there had been some damage in the area crossed by horizontal directional drilling.

A substituição da tubagem já ocorreu o que permitiu terminar a obra no prazo contratual, Setembro de 2013. Esta reparação para ser bem executada exigiu a utilização de várias novas metodologias, bem como a aquisição de um ROV – veiculo submersível de controlo remoto - capaz de operar dentro de uma tubagem até 1km de distância além de muitos outros equipamentos especiais.

The pipe in this area has been replaced, which allowed us to finish the project on schedule in September 2013. A number of new methodologies were employed to make sure this repair work had a successful outcome. We also acquired an ROV - Remotely operated underwater vehicle, capable of operating over distances of up to 1 km inside the pipe, besides further special equipment.

A reparação foi executada com êxito, colocando a obra a funcionar com plena satisfação do dono de obra.

The repairing works were successful and the infrastructure came into operational service, to the complete satisfaction of the project owner.


12

ETERMAR R&C2013

Relatório de Gestão . Management Report

Temos fundadas expectativas que as Seguradoras com as quais tinha sido efectuado um seguro da obra, nos venham a ressarcir de uma parte significativa dos custos da reparação.

We have funded expectations that the insurers with whom we took out project insurance policies will reimburse a significant part of the cost of the repairs.

- “Emissário de Casablanca” Foi iniciada a construção do novo emissário submarino de Casablanca.

- “Casablanca Submarine Outfall” We have started the construction of the new Casablanca submarine outfall.

Este emissário de grande diâmetro terá um comprimento 2200 metros, sendo 1050 metros construídos em túnel com tubos em betão de 2,67 metros de diâmetro. No seguimento do túnel será instalada uma tubagem de polietileno de alta densidade com diâmetro de 2,3 metros, numa extensão de 1150 metros. Esta tubagem será instalada em vala aberta no fundo marítimo, e terminada na zona do difusor com 25 chaminés com diâmetro de 400 mm.

This large diameter outfall will be 2,200 meters in length, 1,050 meters of which will be constructed in tunnel with concrete tubes 2.67 meters in diameter. From the end of this tunnel, a high-density polyethylene tube, 2.3 meters in diameter, will run out for the remaining 1,150 metres. This tube, to be installed in an open ditch, will terminate at the diffuser consisting of 25 chimneys, each 400 mm in diameter.

Guiné Equatorial

Equatorial Guinea

- “Ponte entre Cogo e Akalayong” A construção da ponte de Cogo-Akalayong é uma missão de engenharia no mato.

- “Bridge between Kogo and Akalayong” Building the Kogo-Akalayong Bridge is a feat of forest engineering.

Na húmida floresta africana estamos a unir a zona sul da parte continental do País, construindo uma ponte de 700 metros sobre o rio Congué e mais dois troços de cerca de 100 metros cada, em pântanos adjacentes ao rio. Se o cenário desta floresta virgem e pantanosa é luxuriante, o desafio da construção de uma obra desta natureza nestas remotas paragens é enorme. O estudo da obra teve em conta a sua localização e a necessidade de executar estruturas esbeltas mas com grande rigor de construção, pelo que a parte de estrutura metálica foi executada em Portugal e depois transportada para a Guiné. Para a execução das vigas de betão pré-esforçadas e demais estruturas de betão, e para a execução das camisa metálicas das estacas, foi feita uma fábrica com todas as condições para permitir que as peças possam ser executadas respeitando as exigentes regras de construção. Desta unidade em Cogo as peças são carregadas em trelas especiais para o cais e aí movimentadas para barcaças que transportarão as peças pelo rio. As estacas bem como as peças do tabuleiro da ponte são transportadas nestas barcaças ao longo do rio até ao local de construção e são depois colocadas por gruas flutuantes. Em solos lodosos as estacas tem que ter comprimentos consideráveis e, depois de atravessar camadas lodosas inconsistentes, têm que ser encastradas em rocha firme o que obriga a efectuar furações e desmontes utilizando várias tecnologias. - “Construção do Porto Militar de Bata” Foi concluída em Bata a construção Cais Militar, cais de 140 metros de comprimento, executado com caixotões, fundados à cota de -8.00 ZH.

In the humid African forest, we are linking up the southern part of continental Equatorial Guinea, by building a 700-metre bridge over the Congue River and two other spans of around 100 metres each, over swampy areas near the river. Although the scenery in this swampy virgin forest is luxuriant, the challenge of building an infrastructure of this nature in such remote climes is enormous. The project study took into account the location and the need to build slender structures to exacting construction standards. As a result, the metal structure for the bridge was built in Portugal and then transported to Guinea. A factory was set up to produce the pre-stressed concrete beams and other concrete structures, as well as the metal sleeves for the piles. The factory was designed in such a way as to ensure that it produced parts that met the highest possible standards of construction. From the plant in Kogo, the parts are taken by special trailers to the quayside and then downriver by barge. The piles and the bridge roadway are also transported downriver on these barges, to the construction site. They are then hoisted into place by floating cranes. In these muddy soils, the piles need to be driven down to a considerable depth, so that they traverse the entire, inconsistent, muddy layer and find anchorage in solid rock. This work requires us to employ a fair range of drilling and excavation technologies. - “Construction of Bata’s Military Port” Work on the Military Quay in Bata was completed. This caissonbuilt quay is 140 metres long and working depths of -8.00CD.


ETERMAR R&C2013 Relatório de Gestão . Management Report

13

- “Construção do Cais Comercial do Porto de Bata” Continuou a construção do cais comercial do Porto de Bata a fundos de -10.00 ZH, agora para uma extensão total de 874 metros. Entraram já ao serviço outras áreas de cais o que permitiu a demolição da antiga ponte, obra que realizamos utilizando técnicas de corte por fio diamantado, quer na parte emersa quer na submersa.

- “Construction of the Commercial Quay at the Port of Bata” Work continued on the construction of the commercial quay at Bata Port, at depths of -10.00CD and for a total length that now stands at 874 metres. Other parts of the quay have come into service, which meant it was possible to demolish the old bridge. We carried out this work using diamond wire cutting techniques, both above and below the waterline.

A utilização destes métodos permitiu a continuidade da exploração do porto com toda a segurança e igualmente permite futuras dragagens da bacia de manobra a -14.00 ZH.

Using such methods meant the port could continue operating safely. It also means that future dredging of the manoeuvring basin to -14CD is now possible.

- “Ampliação do Porto Militar de Malabo” Em Malabo iniciou-se a construção de um molhe-cais a uma profundidade de -12.00 ZH, com uma extensão de 170 metros, que se destina a ser utilizada pela Marinha da Guiné Equatorial.

- “Enlargement of the Malabo Military Port” Work began in Malabo on constructing a jetty-pier with a depth of -12.00CD and a length of 170 metres, for use by the Equatorial Guinea Navy.

- “Ampliação o Estaleiro Naval de Malabo” Continuou em ampliação o Estaleiro Naval de Malabo, com a construção de mais áreas de terrapleno e planos horizontais para varagem e construção de grandes embarcações.

- “Enlargement of the Naval Shipyard at Malabo” Work continued on the naval shipyard at Malabo, with the construction of more yards and flat areas for the beaching and construction of large vessels.

Cabo Verde

Cape Verde

- “Expansão e Modernização do Porto da Praia - 2ª Fase” Encontra-se em fase de conclusão a obra de “Expansão e Modernização do Porto da Praia – 2ª Fase”, empreitada constituída pela reabilitação e extensão em 268m do cais 1 existente, pela construção de um quebra-mar com um desenvolvimento de 856m, parque de contentores com uma área total de 7,5ha, dragagem do canal de acesso e bacia de manobras e infra-estruturas de apoio à navegação.

- “Expansion and Modernisation of the Port of Praia” 2nd Phase” Work on the “Expansion and Modernisation of the Port of Praia – 2nd Phase” is nearing completion. This project involves the refurbishment and extending of 268 metres of the existing pier 1, the construction of an 856-metre breakwater and a 7.5-hectare container park, the dredging of the access channel and manoeuvring basin and infrastructures to support navigation.

Brasil

- “Dredging and Rock Blasting at the Port of Vitória” Following the completion of the pilot phase and approval from the environmental body (IEMA), work began on rock blasting in the various areas covered by the project.

- “Dragagem e Derrocamento do Porto de Vitória” Após a conclusão e aprovação por parte do órgão ambiental (IEMA) do ensaio piloto, deu-se início aos trabalhos de quebramento de rocha nas diversas áreas que o projecto contempla. A grande proximidade de edifícios de habitação e de serviços às zonas onde tem vindo a ser realizado o quebramento, tem condicionado o desenvolvimento do trabalho, dado que não é possível a utilização de grandes quantidades de explosivos, para que as vibrações provocadas pelas explosões se mantenham num nível aceitável por parte da população em geral. Isto tem originado a necessidade de retrabalhar diversas áreas após a realização de uma primeira dragagem. Em agosto de 2013 a ETERMAR assumiu, no seio do consórcio, a dragagem da pedra de forma a melhorar o rendimento desta actividade. Para este efeito foi mobilizado o pontão escavadora Dragamar e o batelão Philae.

Brasil

The fact that there are residential and service buildings very close to the rock blasting areas has imposed limitations on the work. The use of explosives has been restricted to levels at which the resulting vibrations are tolerable for local inhabitants. This has made it necessary to rework some areas after they have been dredged for the first time. In August 2013, ETERMAR, as part of the consortium, took over the rock dredging, as a way of improving the productivity of this work. The Backhoe dredger “Dragamar” and the split-hopper barge “Philae” were mobilized for this work.


14

ETERMAR R&C2013

Relatório de Gestão . Management Report

Inovação e Desenvolvimento Innovation and development

Efectuaram-se durante 2013 investimentos audaciosos, designadamente a encomenda de uma nova draga com escavadora, cuja entrega está prevista para Julho de 2014.

Some bold investments were made in 2013; particularly the acquisition of a new Backhoe dredger. The vessel is due to be delivered in July 2014.

Esta nova draga tem uma capacidade de escavação até 21 metros de profundidade, e é equipada dos mais recentes desenvolvimentos tecnológicos para este tipo de unidade.

This new dredger can clear down to depths of 21 metres and it is equipped with all the state-of-the-art technology for this type of work.

A escavadora executada pela LIEBHERR tem um prazo de construção de oito meses, sendo o prazo de construção de toda a unidade pelos estaleiros da RAVENSTEIN de um ano.

LIEBHERR has 8 months in which to build the excavator. The RAVENSTEIN shipyard will complete the whole unit in a year.

A draga foi encomendada em Julho de 2013, beneficiando a empresa do Crédito Fiscal Extraordinário de Investimento estabelecido pela Lei nº 49/2013 de 16 de Julho.

Pontão de Dragagem “Novadragamar” . Backhoe Dredger “Novadragamar”

The dredger was ordered in July 2013. For this acquisition, we made use of the Extraordinary Investment Tax Credit set up under Law no. 49/2013, of 16 July.


ETERMAR R&C2013 Relatório de Gestão . Management Report

15

Qualidade, Segurança e Ambiente Quality, safety and the environment

A Qualidade, Segurança e Ambiente são fundamentais. O reconhecimento da ETERMAR quer em Portugal, quer no mercado internacional, deve-se à qualidade dos seus serviços, aos esforços feitos para melhorar a segurança durante a realização das obras, ao respeito pelos valores ambientais e à motivação dos seus colaboradores para prestar um serviço de qualidade.

For us, Quality, Safety and the Environment are key issues. The reputation earned by ETERMAR, both in Portugal and abroad, can be attributed to the quality of our services, the efforts we have made to improve safety at work conditions, our respect for the environment and the determination of our employees to provide a quality service.

A ETERMAR obteve durante o ano de 2013 a certificação do seu Sistema Integrado de Gestão da Qualidade, Ambiente e Segurança, sistema que se encontrava em implementação já desde 2012.

In 2013, ETERMAR’s Integrated Quality, Environment and Safety Management System, in place since 2012, was certified.

O Sistema de Gestão Integrado referente às vertentes da Qualidade, Segurança e Ambiente, cumpre integralmente com as normas internacionais ISO 9001:2008, OHSAS 18001:2007/ NP 4397:2008 e ISO 14001:2012 respectivamente. Tratando-se não apenas de uma ambição da empresa com vista a melhorar a qualidade dos seus serviços e o ambiente de trabalho dos seus colaboradores, esta certificação é também e cada vez mais uma exigência para empresas que desejem contratar a nível internacional em projectos com um nível de complexidade e exigência elevados, como vem sendo o caso da ETERMAR. Foi continuada e intensificada a campanha “Primeiro a Vida e a Saúde”, campanha que visa a sensibilização de todos os colaboradores da empresa para a questão da segurança no trabalho. A ETERMAR reitera através desta e outras acções semelhantes a sua preocupação com os seus colaboradores e a sua segurança, promovendo uma política de tolerância zero com os acidentes de trabalho, quer pela mobilização de todos os meios necessários à promoção de um ambiente de trabalho seguro e saudável, quer pelo envolvimento e responsabilização de todos os colaboradores neste desígnio de promoção da sua saúde e integridade física.

This integrated management system fully complies with the international ISO 9001:2008, OHSAS 18001:2007/NP 4397:2008 and ISO 14001:2012 standards for quality, safety and the environment, respectively. This certification goes beyond the company’s desire to improve the quality of our services and the working conditions of our staff. We know that it is something that is increasingly being demanded of companies that wish to contract internationally on complex, high-end projects, companies like ETERMAR. Our “Life and Health First” campaign was continued and extended. This campaign aims to raise all our staff’s awareness of safety at work issues. Through this, and our many other similar initiatives, ETERMAR emphasises our concern for our staff and for their safety. We implement a zero tolerance policy towards accidents at work, both through mobilisation of all necessary resources to ensure a safe and healthy working environment and through the involvement, and accountability, of all our staff in our plan to encourage health and physical wellbeing.


16

ETERMAR R&C2013

Relatório de Gestão . Management Report

Recursos Humanos Emprego . Segurança Human resources . Employment . Safety

O número médio de colaboradores durante o exercício de 2013 foi de 287, tendo os custos com pessoal atingido o valor de 11.943.529 euros. Dando continuidade à nossa política de privilegiar a qualidade dos recursos humanos, evitando por um lado a precariedade do emprego e não desperdiçando o investimento feito nos colaboradores por outro, promovemos várias acções de formação e sensibilização atingindo no seu conjunto mais de 1.500 horas de formação. Continuamos a focar a nossa atenção na educação e treino dos nossos colaboradores, encorajando a segurança, a cada vez maior competência e o bem-estar de todos os colaboradores na organização. Temos de incrementar e chegar a cada um, observar e discutir a sua segurança no trabalho. Temos que conseguir o envolvimento de cada um e do conjunto, no sentido de obter as mais seguras condições de trabalho.

The average number of employees in 2013 was 287. Staff costs came to 11,943,529 Euros. We continued to implement our policy of prioritising the quality of our human resources, avoiding precarious work, on the one hand, and not wasting our investment in staff, on the other. To this end, we ran a number of training and awareness courses, resulting in over 1,500 hours of training overall. We continue to focus on the education and training of our staff, encouraging the safety, increased competence and wellbeing of everyone who works for the company. We need to go further and ensure each individual can observe and discuss their own safety at work. We need to get each individual and the whole involved in striving for the safest possible working conditions.

Reparação do Armazem da Tersado no Porto de Setúbal - Portugal . Repairing of Tersado Warehouse in the Port of Setúbal - Portugal


ETERMAR R&C2013 Relatório de Gestão . Management Report

17

Análise Financeira Financial analysis

A informação económica e financeira apresentada pelo Conselho de Administração da empresa tem sempre correspondido à exposição fiel e clara da situação económica e financeira, sem nenhuma intenção de cativar investidores ou financiadores, mas sim procurando a partir de elementos e números reais a melhor gestão e desenvolvimento da empresa.

The economic and financial information provided by the company’s board of directors has always sought to reflect the economic and financial situation clearly and faithfully. Our intention has never been to draw in investors or backers, but, rather, to employ real numbers and information in the best possible management and development of the company.

Volume de Negócios

Turnover

A diminuição da actividade em Portugal e alguns outros mercados internacionais provocou a diminuição do Volume de Negócios.

This fall in Turnover can be attributed to the drop off in business activity in Portugal and in a number of our international markets.

Em 2013 o Volume de Negócios foi de 54.426.555 euros que representa um decréscimo de 23% em relação a 2012.

In 2013, Turnover was 54,426,555 Euros, which is 23% less than in 2012.

Volume de Negócios . Turnover

2010 2011 2012 2013

58,00 57,60 70,38 54,43

A Gestão Técnica e Financeira que se desenvolveu em anos anteriores, designadamente diminuindo os custos dos equipamentos, pela sua quase completa amortização, permite mesmo com esta diminuição do Volume de Negócios, obter bons resultados em 2013.

The Technical and Financial Management strategies of previous years, specifically the lowering of equipment costs through the almost complete amortisation of the same, meant that even with this lower Turnover, we were able to obtain good results in 2013.


18

ETERMAR R&C2013

Relatório de Gestão . Management Report

Actividade Internacional

O volume de exportação atingiu o valor de 49.7 milhões de euros, correspondendo a 91% do volume total de negócios da empresa.

Internacional business

Exports, which came to 49.7 million Euros, were responsible for 91% of the company’s turnover.

Actividade Internacional . Exports

2010 2011 2012 2013

72% 74% 84% 91%

A nossa actividade exportadora foi reconhecida e premiada tendo a ETERMAR sido distinguida com uma Menção Honrosa na categoria Melhor Grande Empresa - Serviços, nos prémios Exportação & Internacionalização 2013, numa iniciativa promovida pelo Banco Espirito Santo e pelo Jornal de Negócios.

We gained recognition for our work as an exporter during the year, with ETERMAR being awarded an Honourable Mention in the Best Large Company category of the 2013 Exports and Internationalisation Awards. The awards are sponsored by Banco Espirito Santo (bank) and Jornal de Negócios (financial newspaper).

Capitais Próprios

Equity

Continuamos a aumentar os Capitais Próprios tendo em Dezembro de 2013 atingido o valor de 52.414.427 euros.

Capitais Próprios . Equity capital

2010 2011 2012 2013

45,59 47,84 50,30 52,41

Our Equity continues to grow, reaching 52,414,427 Euros in December 2013.


ETERMAR R&C2013 Relatório de Gestão . Management Report

Valor Acrescentado Bruto

O Valor Acrescentado Bruto foi de 22.872.343 euros, continuando a empresa a realizar mais de 40% do volume de facturação com meios próprios.

19

Gross value-added (GVA)

The Gross value-added was 22,872,343 Euros, with the company proving able to support 40% of invoices through its own resources.

Valor Acrescentado Bruto . Gross value-added (GVA)

2010 2011 2012 2013

24,92 24,33 23,41 22,87

Cash-Flow

O valor do Cash-Flow foi de 9.368.225 euros reflectindo os resultados da actividade da empresa.

Cash-Flow . Cash-flow

2010 2011 2012 2013

10,362 10,783 10,045 9,368

Cash-flow

Cash flow, at 9,368,225 Euros, reflects the results of the company’s business activity.


20

ETERMAR R&C2013

Relatório de Gestão . Management Report

Financiamento Bancário

Bank loans

Obtiveram-se durante o ano de 2013 proveitos financeiros num valor de cerca de 620 mil euros, provenientes de aplicações financeiras.

In 2013, we earned interest income of around 620,000 Euros from our various financial investments.

Rendibilidade dos Capitais Próprios

Return on equity

Continuamos a utilizar os capitais próprios para o desenvolvimento da actividade da empresa.

A rendibilidade dos capitais próprios foi de 11,42% no exercício de 2013. A continuada capacidade de realizar projectos, quer de grande quer de pequena dimensão, aliada à opção de procura de obras tecnicamente mais exigentes e em áreas da nossa especialidade, tem resultado numa boa taxa de retorno dos capitais investidos.

Indicadores Financeiros

A empresa manteve os principais indicadores a níveis adequados e muito acima dos valores de referência para o sector da construção civil e obras públicas, para a classe mais elevada de alvarás (Classe 9), detida pela ETERMAR.

We continue to use equity to develop the company’s business activities.

The return on equity in 2013 was 11.42%. Our continuing capacity to deliver projects both large and small, allied with our decision to seek out work that is technically more challenging and that falls within our area of expertise, resulted in a good rate of return on our invested capital.

Financial indicators

The company’s main indicators were satisfactory, and certainly above the reference values for those companies in the civil construction and public works sector, who, like ETERMAR, have the highest level of licensing (Class 9).

Portaria/Order

2013

nº 371/2009

Liquidez Geral . Overall Liquidity

1,65

1,05

Autonomia Financeira . Gearing

0,49

0,10

EBITDA

O valor do EBITDA atingiu 11.009.318 euros que traduz uma redução de 6% em relação ao exercício anterior.

Montante .

Amount

EBITDA

EBITDA came to 11,009,318, which is 6% lower than in the previous year.

2013

2012

2011

11.009.318 €

11.702.282 €

12.630.599€


ETERMAR R&C2013 Relatório de Gestão . Management Report

21

Perspectivas para

2014 Outlook for 2014

As nossas iniciativas de expansão, quer em novas áreas de construção, quer em outras regiões do mundo, correspondem à nossa visão de futuro de não nos acomodarmos à pretensa estabilidade.

Our initiatives for growth, both in new areas of construction and in new parts of the world, reflect our vision for the future, in which we are not content to settle for so-called stability.

Não podemos ignorar que se o nosso sector foi sujeito a rápidas mudanças no passado, será natural que num mundo nada estabilizado as mudanças se continuem a verificar no futuro.

We cannot ignore the fact that if our sector has been subject to sudden change in the past, then it is quite natural that, in a world that is far from stable, these changes will continue to be felt in the future.

O crescimento da empresa passa pelo aumento dos mercados, quer em número de países em que desenvolvemos a nossa actividade, quer diversificando para outras áreas de Engenharia em que igualmente sejamos muito competentes e competitivos. A especialização e a procura de mercados e tipos de obras onde as componentes de maior desenvolvimento tecnológico sejam determinantes e onde temos vantagens competitivas, são normalmente as de maior risco, mas onde também temos tido bons resultados no passado. Assim vamos manter a política de cobertura dos riscos da actividade quer criando as provisões que a legislação fiscal permite, quer optando por actividades cujo cronograma financeiro não seja altamente negativo, quer recorrendo a Seguradoras quando os riscos possam ser cobertos.

Porto de Malabo – Guiné Equatorial . Port of Malabo – Equatorial Guinea

The company will grow by increasing its markets, both in terms of the number of countries we work in and by expanding into those other areas of engineering in which we can be equally competent and competitive. Our increased specialisation and our moving into those markets and projects in which greater technological development are critical, and where we have competitive advantages, may, at the same time, involve exposure to greater risk. However, this is where we have performed well in the past. Thus, we are going to continue with our risk hedging policies, creating whatever provisions the tax laws allow, opting for projects in which the financial schedule is not too negative and making use of insurers when the risk can be covered.


22

ETERMAR R&C2013

Relatório de Gestão . Management Report

Proposta de Aplicação de Resultados Proposal for the distribution of profits

O Resultado Liquido apurado no exercício de 2013 ascendeu a 5 985 130 €. O Conselho de Administração propõe à Assembleia-Geral a seguinte aplicação do resultado apurado:

Net Profits for 2013 came to 5,985,130 €. The Board of Directors proposes to the General Meeting that these profits be appropriated in the following way:

Dividendos.......................................................€ 2 750 000

Dividends.........................................................€ 2 750 000

Reserva Legal 5%..............................................€ 299 257

Legal Reserves 5%............................................€ 299 257

Reservas Livres.............................................. € 2 935 874

Free Reserves...................................................€ 2 935 874

Distribuição aos colaboradores e membros dos órgãos sociais, a titulo de participação nos resultados, de um prémio extraordinário de........................€ 420 000

Under the profit sharing scheme, an extraordinary bonus is to be paid to staff and members of the corporate bodies in the amount of.............€ 420 000

(Valor já considerado no resultado líquido apurado de acordo com novas normas do SNC)

(This amount has already been calculated into net profits, as required by new SNC standards)

A ETERMAR é filiada nas seguintes Associações: . ETERMAR is affiliated with the following associations:

AECOPS - Associação de Empresas de Construção e Obras Públicas ASSICOM - Associação dos Industriais de Construção da Madeira FEPICOP - Federação Portug. da Indústria da Construção e Obras Públicas FEEM - Fórum Empresarial da Economia do Mar PIANC - Associação Internacional de Navegação APESB - Associação Portuguesa de Engenharia Sanitária e Ambiental CPS - Comunidade Portuária de Setúbal

Colaboramos com as seguintes entidades de carácter social: . We collaborate with the following social entities

. UNICEF . Club Naval Setubalense, Setúbal . Escola Náutica, Paço de Arcos . C.M. de Setúbal, Setúbal . Cáritas Diocesana, Setúbal . Paróquia de S. Paulo, Setúbal . Restaurante Social da Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, Setúbal


ETERMAR R&C2013 Relatório de Gestão . Management Report

23

Considerações Finais Final remarks

O Conselho de Administração da ETERMAR deseja expressar o seu reconhecimento e agradecimento pelo contributo decisivo prestado por todos no desenvolvimento da actividade da empresa, designadamente Clientes, Projectistas, Subempreiteiros, Fornecedores, Instituições Financeiras e Seguradoras.

The ETERMAR’s Board of Directors would like to express its acknowledgement and appreciation for the decisive contribution made by all those involved in developing the company’s business activity, namely clients, designers, subcontractors, suppliers, financial institutions and insurers.

O Conselho de Administração da ETERMAR expressa também o reconhecimento a todos os colaboradores da empresa cujo esforço, dedicação e competência, se revelaram decisivos para os resultados obtidos e estratégia delineada.

The ETERMAR’s Board of Directorswould also like to acknowledge all the company staff whose efforts, dedication and competence have proved critical to the results we have obtained and the strategy we have mapped out.

Por último, não pode deixar de expressar o agradecimento e louvor ao Fiscal Único da Sociedade, pelo zelo e competência demonstrados no desempenho das suas funções.

Finally, we would like to thank and acknowledge the company’s statutory auditor, for the zeal and competence with which he carried out his work.

Setúbal, 26 de Fevereiro de 2014

Setúbal, February the 26th, 2014

O Conselho de Administração

Board of Directors

Presidente António Jorge Oliveira de Sousa Antunes

Chair António Jorge Oliveira de Sousa Antunes

Vogais Álvaro José Gonçalves Mendes Luís Carlos do Cruzeiro Seixas Barreto

Members Álvaro José Gonçalves Mendes Luís Carlos do Cruzeiro Seixas Barreto

Porto de São Roque do Pico – Açores . Port of S. Roque do Pico, Azores – Portugal


Porto de Bata – Guiné Equatorial . Port of Bata – Equatorial Guinea


e o ç o n la açã s a B str do d n lta eet an nt o m esunce sh tateme e D e R Bala ome s d inc

02 Porto de Bata – Guiné Equatorial . Port of Bata – Equatorial Guinea


26

ETERMAR R&C2013

Balanço e Demonstração de Resultados . Balance Sheet and Income Statement

Balanço em 31 de Dezembro de 2013 e em 31 de Dezembro de 2012 Balance sheet as at 31.12.13 and 31.12.12 . Unidade Monetária . Monetary unit €

Notas Notes

Dez. Dec. 2013

Dez. Dec. 2012

Activos Fixos Tangíveis . Tangible fixed assets

2.1, 4, 15

14.886.711

12.843.388

Propriedades de Investimento . Investment properties

2.2, 6, 15

3.103.716

3.170.103

Participações Financeiras - Método Equivalente Patrimonial . Shareholdings - Equity method

7, 15

1.324.503

1.174.165

Participações Financeiras - Outros Métodos . Shareholdings - Other methods

7,15

1.838.879

2.333.564

8

1.331.334

1.002.724

22.485.159

20.523.944

2.5, 16

2.170.801

2.190.182

2.6, 13,15

37.102.953

28.299.110

575.411

142.819

9

3.348.625

1.572.007

2.927.784

15.859

13.366.581

6.645.591

341.935

653.353

24.040.633

36.310.157

ACTIVO . Assets Activo Não Corrente: . Non-current assets:

Goodwill Activos Intangíveis . Intangible assets Activos Biológicos . Biological assets

Accionistas/Sócios . Shareholders/Partners

16

Outros Activos Financeiros . Other financial assets Activos por Impostos Diferidos . Deferred tax assets

Activo Corrente: . Current assets: Inventários . Stocks Activos Biológicos . Biological assets Clientes . Clients Adiantamentos a Fornecedores . Advances to suppliers Estado e Outros Entes Públicos . State and other public entities Accionistas/Sócios . Shareholders/Partners Outras Contas a Receber . Other accounts receivable

15

Diferimentos . Deferrals Activos Financeiros Detidos para Negociação . Financial assets held for trading Outros Activos Financeiros . Other financial assets Activos Não Correntes Detidos para Venda . Non-current assets held for sale Caixa e Depósitos Bancários . Cash and bank deposits

Total do ACTIVO . Total ASSETS

Técnico Oficial de Contas . Accountant

Elias Manuel Santos Rosa

3

83.874.725

75.829.077

106.359.884

96.353.020

Administração . Board of Directors António Jorge Oliveira de Sousa Antunes Álvaro José Gonçalves Mendes Luís Carlos do Cruzeiro Seixas Barreto


ETERMAR R&C2013 Balanço e Demonstração de Resultados . Balance Sheet and Income Statement

27

Balanço em 31 de Dezembro de 2013 e em 31 de Dezembro de 2012 Balance sheet as at 31.12.13 and 31.12.12 . Unidade Monetária .

Monetary unit €

Notas

Notes

Dez. Dec. 2013

Dez. Dec. 2012

11,22

25.000.000

25.000.000

Reservas Legais . Legal reserves

2.189.915

1.867.451

Outras Reservas . Other reserves

9.499.376

6.122.569

Resultados Transitados . Results carried forward

8.377.340

8.377.340

88.783

88.783

1.273.883

2.398.883

5.985.131

6.449.271

52.414.427

50.304.296

3.008.645

2.631.711

CAPITAL PRÓPRIO e PASSIVO . Equity and liabilities

Capital Próprio . Equity Capital Realizado . Paid-in share capital Acções (quotas) Próprias . Own shares (quotas) Outros Instrumentos de Capital Próprio . Other equity instruments Prémios de Emissão . Issue premiums

Ajustamentos em Activos Financeiros . Adjustments to financial assets Excedentes de Revalorização . Revaluation surpluses Outras Variações no Capital Próprio . Other changes in equity Resultado Liquido do Período . Net result for the period Interesses Minoritários . Minority interests Total do Capital Próprio . Total equity Passivo . Liabilities Passivo Não Corrente . Non-current liabilities Provisões . Provisions

14

Financiamentos Obtidos . Loans obtained

12

392.740

Responsabilidades por Benefícios Pós-Emprego . Liability for post-employment benefits Passivos por Impostos Diferidos . Deferred tax liabilities

8

9.315

14.413

3.017.960

3.038.863

Outras Contas a Pagar . Other accounts payable

Passivo Corrente . Current liabilities

17.196.060

11.052.073

13

8.198.669

5.019.215

9

1.824.203

714.243

7.765.196

7.138.966

370.199

785.480

1.814.409

4.174.909

13.758.760

14.124.976

50.927.497

43.009.861

53.945.457

46.048.724

106.359.884

96.353.020

Fornecedores . Suppliers Adiantamentos de Clientes . Advances from clients Estado e Outros Entes Públicos . State and other public entities Accionistas/Sócios . Shareholders/Partners Financiamentos Obtidos . Loans obtained

12

Outras Contas a Pagar . Other accounts payable Diferimentos . Deferrals

17

Passivos Financeiros Detidos para Negociação . Financial liabilities held for trading Outros Passivos Financeiros . Other financial liabilities Passivos Não Correntes Detidos para Venda . Non-current liabilities held for sale

Total do Passivo . Total liabilities Total do Capital Próprio e do Passivo . Total equity and liabilities

Técnico Oficial de Contas . Accountant Elias Manuel Santos Rosa

Administração . Board of Directors António Jorge Oliveira de Sousa Antunes Álvaro José Gonçalves Mendes Luís Carlos do Cruzeiro Seixas Barreto


28

ETERMAR R&C2013

Balanço e Demonstração de Resultados . Balance Sheet and Income Statement

Demonstração de Resultados em 31 de Dezembro de 2013 e 2012 Income account by nature for the periods ended on 31.12.13 and 31.12.12 . Unidade Monetária .

RENDIMENTOS E GASTOS . Income and costs

Vendas e Serviços Prestados . Sales and services provided

+

Subsídios à Exploração . Operating subsidies

+

Ganhos/Perdas Imputados de Subsidiárias, Assoc. e Empreend. Conjunto . Gains/Losses in subsidiaries, associate companies and joint ventures

+/-

Variação nos Inventários da Produção . Change in production stocks

-

Trabalhos para a Própria Entidade . Work for the company

+

Custo das Mercadorias Vendidas e Matérias Consumidas . Cost of goods sold and materials consumed

-

Fornecimentos e Serviços Externos . External supplies and services

-

Gastos com Pessoal . Staff costs

-

Imparidades de Inventários (Perdas/Reversões) . Impairment of stocks (losses/reversals)

Monetary unit €

Notas Notes

Dez. Dec. 2013

Dez. Dec. 2012

17

54.426.556

70.350.062

7

144.252

341.692

16

-4.597.567

-8.570.187

-26.956.646

-40.209.527

10

-11.943.529

-11.470.711

-/+

Imparidades de Dívidas a Receber (Perdas/Reversões) . Impairment of debts receivable (losses/reversals)

-

15

-344.634

751.010

Provisões (Aumentos/Reduções) . Provisions (increases/decreases)

-

14

-376.934

-615.626

Imparidade de Invest. Não Depreciáveis/Amortizáveis (Perdas/Reversões) . Impairment of non-depreciable/amortisable investments (losses/reversals)

-/+

15

-476.723

4.160

Aumentos/Reduções de Justo Valor . Increases/Decreases in fair value

+/-

Outros Rendimentos e Ganhos . Other income and gains

+

19

891.973

1.836.391

Outros Gastos e Perdas . Other costs and losses

-

19

-478.999

-714.983

Resultado Antes de Depreciações, Gastos de FInanciamento e Impostos . Result before depreciation, borrowing costs and tax

=

10.287.749

11.702.282

Gastos/Reversões de Depreciação e de Amortização . Depreciation and amortisation costs/reversals

-

-2.661.525

-2.984.032

7.626.224

8.718.250

710.355

1.075.574

Imparidade de Invest. Depreciáveis/Amortizáveis (Perdas/Reversões) . Impairment of depreciable/amortisable investments (losses/reversals)

5

-/+

Resultado Operacional (Antes de Gastos de Financiamento e Impostos) . Operating result (before borrowing costs and tax)

=

Juros e Rendimentos Similares Obtidos . Interest and similar income obtained

+

18

Juros e Gastos Similares Suportados . Interest and similar costs paid

-

18

Resultado Antes de Impostos . Pre-tax result

=

Imposto Sobre Rendimento do Período . Tax on earnings in the period

-

Resultado Líquido do Período . Net result for the period

=

Resultado das Actividades Descontinuadas (Líquido de Impostos) Incluído no Resultado Líquido do Período . Result of discontinued activities (net of tax) included in the net result for the period

+/-

Resultado Líquido do Período Atribuível a: (1) . Net result for the period attributable to: (1)

+/-

Resultado por Acção Básico . Result per basic share

=

8

22

-860.952

-411.268

7.475.627

9.382.556

-1.490.496

-2.933.285

5.985.131

6.449.271

1,20

1,29

(1) - Esta informação apenas será fornecida no caso de contas consolidadas . Information available only in case of consolidated financial statement.

Técnico Oficial de Contas . Accountant Elias Manuel Santos Rosa

Administração . Board of Directors António Jorge Oliveira de Sousa Antunes Álvaro José Gonçalves Mendes Luís Carlos do Cruzeiro Seixas Barreto


ETERMAR R&C2013 Balanço e Demonstração de Resultados . Balance Sheet and Income Statement

29

Demonstração Individual das Alterações no Capital Próprio no período de 2013 e 2012 Itemised statement of changes in equity in 2013 and 2012 . Unidade Monetária . PrestSuplem. e Outros Instrument. deCap.Próprio

PERÍODO 2012 . Period 2012 Notas Notes

Início do Período 2012 . Position at the start of 2012

6

Capital Realizado

Paid-in shar

25.000.000

Shareholder contributions and other equity instrum.

Monetary unit €

Capital Próprio . Equity Reservas Legais Legal reserves

1.573.715

Outras Reservas Other reserves

3.500.636

Resultados Transitados

Ajustam. em Activos Financeiros

Results carried forward

Adjustments to financial assets

14.252.053

-11.217

Excedentes de Revalorização Revaluation surpluses

Resultado Líquido do Período

Net result for the period

Total do Capital Próprio

Total Equity

3.523.883

47.839.070

-1.125.000

-1.125.000

Alterações no Período . Changes in the period Primeira Adopção de Novo Ref. Contablist. . First adoption of new accounting system Alterações de Políticas Contabilísticas . Changes to accounting policies Diferenças de Conv. de Demonst. Financ. . Financial statement conversion differences Realização do Excedente de Revalorização de Activos Fixos Tangíveis e Intangíveis . Realisation of revaluation surplus on tangible and intangible fixed assets

Excedentes de Revaloriz. de Activos Fixos Tangíveis e Intangíveis e Respect. Variações . Revaluation surpluses on tangible and intangible fixed assets and corresponding variations

Ajustamentos por Impostos Diferidos . Adjustments for deferred tax Outras Alt. Reconhecidas no Cap. Próprio . Other changes recognised in equity 7

Result. Líq. do Período . Net result for the period Resultado Integral . Overall result

293.736

2.621.932

-3.374.713

100.000

293.736

2.621.932

-3.374.713

100.000

-359.045 -1.125.000

-1.484.045

8

6.449.270

6.449.270

9=7+8

6.449.270

4.965.225

Operações com Detent. de Cap. no Período . Operations with holders of share capital in the period Distribuições . Distributions

-2.500.000 10

Fim do Período 2012. Position at the end of 2012

-2.500.000

-2.500.000

-2.500.000

11=6+7+8+10

25.000.000

1.867.451

6.122.569

8.377.340

88.783

2.398.883

6.449.270

50.304.296

6

25.000.000

1.867.451

6.122.569

14.826.610

88.783

2.398.883

50.304.296

-1.125.000

-1.125.000

PERÍODO 2013 . Period 2013 Início do Período 2013 . Position at the start of 2013 Alterações no Período . Changes in the period Primeira Adopção de Novo Ref. Contablist. . First adoption of new accounting system Alterações de Políticas Contabilísticas . Changes to accounting policies Diferenças de Conv. de Demonst. Financ. . Financial statement conversion differences Realização do Excedente de Revalorização de Activos Fixos Tangíveis e Intangíveis . Realisation of revaluation surplus on tangible and intangible fixed assets

Excedentes de Revaloriz. de Activos Fixos Tangíveis e Intangíveis e Respect. Variações . Revaluation surpluses on tangible and intangible

fixed assets and corresponding variations

Ajustamentos por Impostos Diferidos . Adjustments for deferred tax Outras Alt. Reconhecidas no Cap. Próprio . Other changes recognised in equity 7

Result. Líq. do Período . Net result for the period Resultado Integral . Overall result

322.464

3.376.806

-6.449.270

322.464

3.376.806

-6.449.270

-2.750.000 -1.125.000

-3.875.000

8

5.985.131

5.985.131

9=7+8

5.985.131

2.110.131

Operações com Detent. de Cap. no Período . Operations with holders of share capital in the period

-2.750.000

-2.750.000

-2.750.000

-2.750.000

Distribuições . Distributions Outras operações . Other operations 10

Fim do Período 2013. Position at the end of 2013

11=6+7+8+10

25.000.000

2.189.915

9.499.375

8.377.340

88.783

1.273.883

5.985.131

52.414.427


30

ETERMAR R&C2013

Balanço e Demonstração de Resultados . Balance Sheet and Income Statement

Demonstração dos Fluxos de Caixa para os Exercícios de 2013 e 2012 Cash flow statement for the years 2013 and 2012 . Unidade Monetária .

Monetary unit €

2013

2012

Recebimentos de Clientes . Receipts from clients

35.115.868

62.899.737

Pagamentos a Fornecedores . Payments to suppliers

21.674.902

30.504.692

Pagamentos ao Pessoal . Payments to staff

6.727.864

7.609.564

Caixa Gerada pelas Operações .Cash generated by operations

6.713.102

24.785.480

Pagamento/Recebimento Imposto sobre o Rendimento . Payment/Receipt tax on earnings

-2.703.929

-2.030.351

Outros pagamentos/Recebimentos Actividade Operacional . Other payments/Receipts operational activity

-3.678.085

-4.637.001

331.087

18.118.128

Activos Fixos Tangiveis . Tangible fixed assets

-5.664.870

-2.493.342

Investimentos Financeiros . Financial investments

-3.516.185

-1.917.567

464.473

718.883

DEMONSTRAÇÃO DOS FLUXOS DE CAIXA . Cash flow statement Fluxos de Caixa das Actividades Operacionais . Cash flows from operational activities

Fluxo das Actividades Operacionais . Flow from operational activities Fluxos de Caixa das Actividades de Investimento . Cash flows from investment activities Pagamentos Respeitantes a: . Payments in respect of:

Recebimentos Provenientes de: . Receipts from: Juros e Rendimentos Similares . Interest and similar income Dividendos . Dividends

28.951 -8.687.631

-3.692.025

-1.013.768

-1.636.930

-149.496

-304.927

Dividendos e Prémios . Dividends and premiums

-2.750.000

-2.500.000

Fluxo das actividade Financiamento . Flow from borrowing activities

-3.913.264

-4.441.858

-12.269.808

9.984.245

285

-28.507

Caixa e seus Equivalentes no Início do Período . Cash and cash equivalents at the start of the period

36.310.157

26.354.419

Caixa e seus Equivalentes no Final do Período . Cash and cash equivalents at the end of the period

24.040.633

36.310.157

Fluxo das Actividades de Investimento . Flow from investment activities Fluxos de Caixa das Actividades de Financiamento . Cash flows from borrowing activities Recebimentos Provenientes de: . Receipts from: Financiamentos Obtidos . Loans obtained Pagamentos respeitantes a: . Payments in respect of: Financiamentos Obtidos . Loans obtained Juros e Custos Similares . Interest and similar costs

Variação da Caixa e seus Equivalentes . Variation in cash and cash equivalents Efeito das Diferenças de Câmbio . Effect of exchange rate differences


s à xo es e An traçõ ras s cei sheet n o an ance ment m n e bal state i e D F to th ome ex d inc n An an

03 Porto da Madalena – Açores . Port of Madalena,Azores – Portugal


32

ETERMAR R&C2013

Anexo às Demonstrações Financeiras . Annex to the Balance Sheet and Income Statement

ID da Entidade Identification of entity

1.1 . Designação da Entidade . Name of entity ETERMAR – Engenharia e Construção, S.A. 1.2 . Sede . Registered office Estrada da Graça, 38 2910-520 Setúbal 1.3 . NIPC . Legal person identification number 500 101 531 1.4 . Inicio de actividade . Activity beginning 28 de Julho de 1968 * july 1.5 . Natureza da Actividade . Nature of business A ETERMAR tem como actividade a construção e intervenção em obras de elevada complexidade técnica, abrangendo todas as áreas de engenharia com especial destaque nas obras de hidráulica marítima e fluvial. ETERMAR’s business is construction and works involving a high degree of technical complexity, covering all areas of engineering and in particular works of marine and fluvial hydraulics.

2. Principais Critérios Valorimétricos Utilizados

As demonstrações financeiras anexas foram preparadas no pressuposto da continuidade das operações a partir dos livros e registos contabilísticos da empresa, mantidos de acordo com o SNC e com o código do IRC. As principais políticas contabilísticas utilizadas na preparação das demonstrações financeiras foram os seguintes:

2.1. Activos Fixos Tangíveis

Os activos fixos tangíveis encontram-se registados ao custo de aquisição. As depreciações são calculadas a partir do momento em que os activos se encontram disponíveis para utilização, de acordo com as seguintes vidas médias úteis estimadas:

Edifícios e Outras Construções . Buildings and other structures Equipamento Básico . Basic equipment Equipamento de Transportes . Transport equipment

2. Main valuation criteria used

The attached financial statements were drawn up on the basis that the company is a going concern, on the basis of the company’s books and accounting records, kept in accordance with the SNC (Accounting Standardisation System). The main accounting principles used in drawing up the financial statements were as follows:

2.1. Tangible fixed assets

Tangible fixed assets are recorded at acquisition cost. Depreciation is calculated from the moment the assets become available for use, in accordance with the following estimated average working lives:

10 – 50 Anos . Years 3 – 14 Anos . Years 4 Anos . Years

Ferramentas e Utensílios . Tools and utensils

3 – 4 Anos . Years

Equipamento Administrativo . Office equipment

3 – 5 Anos . Years


ETERMAR R&C2013 Anexo às Demonstrações Financeiras . Annex to the Balance Sheet and Income Statement

33

No momento do abate ou alienação são calculados os ganhos ou perdas respectivos, face ao valor líquido dos bens, e são registados como Outros Proveitos ou Custos Operacionais.

When assets are written off or disposed of, the corresponding gains or losses relative to their net value are calculated and recorded as Other Operating Income or Costs.

Foram reavaliados pelo Justo Valor Bens do activo fixo tangível, Equipamento Básico, que se encontravam com valor líquido zero. Este ajustamento encontra-se reflectido no aumento do respectivo activo por contrapartida da conta excedentes de revalorização, cujo saldo vai diminuindo por contrapartida das depreciações destes bens.

Tangible fixed assets in the form of items of basic equipment with zero net value were revalued at fair value. This adjustment is reflected in an increase in the corresponding assets, with a counterentry in the revaluation surpluses account, the balance on which decreases as these items are depreciated.

2.2. Investimentos em Subsidiárias

2.2. Investments in subsidiaries

Nas demonstrações financeiras registaram-se pelo método de equivalência patrimonial as empresas subsidiárias nas quais a Empresa exerce influência significativa ou plena detendo o controlo das suas políticas financeiras e operacionais. Os investimentos financeiros em 31 de Dezembro de 2013, encontravam-se registados pelo método de equivalência patrimonial, sendo as participações inicialmente contabilizadas pelo custo de aquisição, o qual foi acrescido ou reduzido do valor proporcional à participação nos capitais próprios dessas empresas, reportado à data de aquisição ou da primeira aplicação do método de equivalência patrimonial. De acordo com o método de equivalência patrimonial as participações financeiras são ajustadas periodicamente pelo valor correspondente à participação nos resultados líquidos das empresas subsidiárias, por contrapartida de ganhos ou perdas do exercício. Adicionalmente, os dividendos recebidos destas empresas são registados como uma diminuição do valor dos investimentos financeiros.

2.3. Imposto Sobre o Rendimento

O imposto sobre o rendimento é calculado com base nos resultados tributáveis tendo em conta a tributação diferida. O imposto diferido é calculado com base no método da responsabilidade do balanço, sobre as diferenças temporárias entre os valores contabilísticos dos activos e passivos e a respectiva base de tributação. São reconhecidos impostos diferidos activos sempre que existe razoável segurança de que serão gerados lucros futuros contra os quais os activos poderão ser utilizados, ou quando existam impostos diferidos passivos cuja reversão seja expectável no mesmo período em que os impostos diferidos activos sejam revertidos. No final de cada período é efectuada uma revisão dos impostos diferidos, sendo os mesmos reduzidos sempre que deixe de ser provável a sua utilização futura.

Subsidiary companies, over which the Company exercises significant or total influence, controlling their financial and operational policies, are recorded using the equity method. Financial investments as at 31 December 2013 were recorded using the equity method. Shareholdings were initially entered at acquisition cost, which was increased or decreased by the amount proportional to the stake in the equity of those companies, with reference to the date of acquisition or of first application of the equity method. In accordance with the equity method, shareholdings are adjusted periodically by the amount corresponding to the Company’s share of the net results of the subsidiary companies, with a counter-entry under gains or losses in the year. In addition, dividends received from these companies are recorded as a decrease in the value of the financial investments.

2.3. Tax on earnings

Tax on earnings is calculated on the basis of taxable results, taking into account deferred taxation. Deferred tax is calculated on the basis of the balance sheet liability method, on temporary differences between the book values of assets and liabilities and the corresponding tax basis. Deferred tax assets are recognised whenever there is a reasonable certainty that future profits will be generated against which the assets may be used, or where deferred tax liabilities exist whose reversal is expectable in the same period as that in which deferred tax assets are reversed. At the end of each period a revision of deferred tax assets is carried out, and these are reduced whenever their future use ceases to be likely.

2.4. Stocks

Goods are valued at acquisition cost.

2.5. Financial instruments

2.4. Inventários

As mercadorias encontram-se valorizadas ao custo de aquisição.

Financial instruments held by the Company are classified as described below. The method used to measure them depends on the type of instrument:

2.5. Instrumentos financeiros

• Clients and debts receivable

Os instrumentos financeiros na Empresa classificam-se conforme detalhe seguinte e a sua mensuração depende da categoria:

• Clientes e dívidas a receber

As dívidas de clientes e as outras dívidas de terceiros são registadas

Client debts and other third party debts are recorded at their nominal value minus any impairment losses, so that they reflect the net realisable amount.


34

ETERMAR R&C2013

Anexo às Demonstrações Financeiras . Annex to the Balance Sheet and Income Statement

pelo seu valor nominal deduzido de eventuais perdas de imparidade, para que as mesmas reflictam o valor realizável líquido.

Impairment losses are recorded where there is objective information to the effect that the debt is uncollectible.

As perdas por imparidade são registadas quando há informação objectiva da incobrabilidade da dívida.

• Cash and cash equivalents

• Caixa e Equivalentes de Caixa

Os montantes incluídos na rubrica caixa e seus equivalentes correspondem aos valores em caixa e depósitos à ordem, ambos imediatamente realizáveis e sem perda de valor.

• Contas a Pagar

As contas a pagar não vencem juros e estão registadas pelo valor nominal.

• Empréstimos Bancários

Os empréstimos são reconhecidos inicialmente pelo seu justo valor, líquido de despesas com emissão desses empréstimos, os juros são calculados de acordo com a especialização dos exercícios.

• Benefícios de Empregados

Os benefícios de curto prazo dos empregados incluem salários, ordenados, retribuições eventuais por trabalho extraordinário, prémios de produtividade e assiduidade, subsídio de alimentação, subsídio de férias e de Natal e quaisquer outras retribuições adicionais decididas pontualmente pelo Conselho de Administração. As obrigações decorrentes dos benefícios de curto prazo são reconhecidas como gastos no período em que os serviços são prestados, numa base não descontada por contrapartida do reconhecimento de um passivo que se extingue com o pagamento respectivo. De acordo com a legislação laboral aplicável, o direito a férias e subsídios de férias relativo ao período, por este coincidir com o ano civil, vence-se em 31 de Dezembro de cada ano, sendo somente paga durante o período seguinte, pelo que os gastos correspondentes encontram-se reconhecidos como benefícios de curto prazo e tratados de acordo com o anteriormente referido.

2.6. Rédito e Especialização dos Exercícios

Os réditos resultantes das prestações de serviços referentes a contratos de construção, a empresa adopta a NCRF 19 – contratos de construção e os seus resultados são reconhecidos na demonstração dos resultados em função do grau de execução. Os réditos são reconhecidos líquidos de impostos e descontos, pelo justo valor do montante a receber. A Empresa regista as suas receitas e despesas de acordo com o princípio da especialização de exercícios pelo qual as receitas e despesas são reconhecidas à medida que são geradas, independentemente do momento em que são recebidas ou pagas. As diferenças entre os montantes recebidos e pagos e as correspondentes receitas e despesas geradas são registadas nas rubricas de acréscimos e diferimentos.

Amounts included in the item cash and cash equivalents correspond to the value of cash and demand deposits, both immediately realisable without loss of value.

• Accounts payable

No interest accrues on accounts payable, which are recorded at their nominal value.

• Bank loans

Bank loans are recognised initially at their fair value, net of the costs of issuing the loans. Interest is calculated in accordance with the accrual concept.

• Employee benefits

Short-term employee benefits include salaries, wages, overtime payments, productivity and attendance bonuses, meals allowance, holiday and Christmas bonus and any other additional emoluments that the Board of Directors may from time to time decide to pay. Obligations arising from short-term benefits are recognised as costs in the period in which the services are provided, on a nondiscounted basis set against recognition of a liability that is extinguished when the corresponding payment is made. According to the applicable labour legislation, as the period coincides with the civil year, the right to holidays and holiday bonuses for the period accrues on 31 December each year, but is paid only in the following period. This is why the corresponding costs are recognised as short-term benefits and treated as described above.

2.6. Income and the accrual concept

For income from the provision of services relating to construction contracts, the Company adopts AFRS 19 - construction contracts - and the results thereof are reflected in the profit and loss account according to degree of completion. Service provisions are recognised net of tax and discounts, at the fair value of the amount receivable. The Company records its income and expenditure in accordance with the accrual concept: income and expenditure are recognised as they are generated, independently of when they are received or paid. Differences between amounts received and paid and the corresponding income and expenditure generated are recorded under accruals and deferrals.


ETERMAR R&C2013 Anexo às Demonstrações Financeiras . Annex to the Balance Sheet and Income Statement

35

2.7. Provisões, Activos e Passivos Contingentes

2.7. Provisions, contingent liabilities and assets

2.8. Eventos Subsequentes

2.8. Subsequent events

2.9. Alteração de Políticas, Estimativas e Erros Fundamentais

2.9. Alteration of policies, estimates and fundamental errors

3. Caixa e Depósitos Bancários

3. Cash and bank deposits

Sempre que a Empresa reconhece a existência de uma obrigação fruto de um evento passado, a qual exige o dispêndio de recursos, e sempre que o seu valor possa ser razoavelmente estimado, é constituída uma provisão. Estas provisões são revistas à data do balanço de forma a transmitirem uma estimativa actual. Os eventos subsequentes à data do balanço que integram elementos adicionais aos registos em final de exercício, são reflectidos nas demonstrações financeiras, enquanto que os eventos que integram elementos sobre registos posteriores à data do balanço, são divulgados nas notas do anexo.

Os valores estimados referentes aos activos e passivos são baseados nas últimas informações disponíveis. As revisões das estimativas em exercícios seguintes não são consideradas um erro. São reconhecidas em resultados e são objecto da divulgação adequada à sua materialidade.

Em 31 de Dezembro de 2013 e de 2012, a rubrica de Caixa e seus equivalentes, constantes da demonstração de fluxos de caixa e balanço, tem a seguinte decomposição:

MEIOS FINANCEIROS LÍQUIDOS CONSTANTES DO BALANÇO . Liquid financial resources shown on the balance sheet

Wherever the Company recognises the existence of an obligation that is the consequence of a past event and that requires the expenditure of resources, and whenever its value may reasonably be estimated, a provision is set up. These provisions are revised on the balance sheet date to align them with up-to-date estimates. Events subsequent to the balance sheet date that include elements additional to the end-of-year records are reflected in the financial statements, while events that include elements on records subsequent to the balance sheet date are disclosed in the notes to the financial statements.

Estimates of assets and liabilities are based on the latest available information. Revisions of estimates in subsequent years are not considered an error. They are recognised in results and are disclosed in a manner appropriate to their relevance.

As at 31 December 2013 and 2012, the breakdown of the item «Cash and cash equivalents» shown on the cash flow statement and balance sheet was as follows:

2013 Quantias Disponíveis para Uso

Amounts available for use

Quantias Indisponíveis para Uso

Amounts not available for use

2012 Quantias Disponíveis para Uso

Totais

Amounts available for use

Total

Quantias Indisponíveis para Uso

Amounts not available for use

Totais Total

Caixa . Cash Numerário . Cash

53.980

53.980

45.543

45.543

Subtotais . Subtotal

53.980

53.980

45.543

45.543

2.729.714

2.729.714

3.492.607

3.492.607

Depósitos Bancários . Bank deposits Depósitos à Ordem . Demand deposits Outros Depósitos Bancários . Other bank deposits

21.256.939

21.256.939

32.772.007

32.772.007

Subtotais . Subtotal

23.986.654

23.986.654

36.264.614

36.264.614

Totais . Total

24.040.633

24.040.633

36.310.157

36.310.157


36

ETERMAR R&C2013

Anexo às Demonstrações Financeiras . Annex to the Balance Sheet and Income Statement

4. Activos Fixos Tangíveis

Durante o período findo em 31 de Dezembro de 2013 o movimento ocorrido nos activos fixos tangíveis, bem como nas respectivas depreciações acumuladas, foi o seguinte:

4. Tangible fixed assets

During the period ended on 31 December 2013 changes in tangible fixed assets and the corresponding accumulated depreciation were as follows:

Edif. e outras Construções . Buildings and other struct.

ACTIVOS FIXOS TANGÍVEIS . Tangible fixed assets

Terrenos e Recursos Naturais Land and natural resources

Terrenos Plots

Edifícios Buildings

Equipam. Básico Basic equipment

Equipam. de Tranporte Transport equipment

Equipam. Administrativo Office equipment

Activos Fixos Tangíveis em Curso

Fixed assets in progress

Totais Total

Em 01.01.2012 Quantias Brutas Escrituradas . Gross amounts recorded

2.208.862

Depreciações e Perdas por Imparidade Acumuladas . Accumulated depreciation and impairment losses

-64.134

Quantias Líquidas Escrituradas . Net amounts recorded

2.144.728

1.170.941

1.170.941

Adições . Additions

7.858.023

44.871.364

2.994.945

1.973.125

61.077.259

-5.998.245

-35.980.604

-2.430.483

-1.778.072

-46.251.539

1.859.778

8.890.759

564.461

195.053

14.825.721

7.800

1.702.269

281.139

118.569

2.109.777

-9.568

-645.519

-119.308

-1.548

-775.944

-452.667

-2.837.537

38.724

-55.524

-3.316.166

7.856.254

45.928.114

3.156.775

2.090.146

62.411.092

-6.450.912

-38.818.141

-2.391.760

-1.833.596

-49.567.704

1.405.343

7.109.973

765.015

256.550

12.843.388

166.354

22.661

98.159

-19.862

-450.631

-641.743

-482.236

-1.594.471

-431.189

-2.671.934

543.608

419.297

-2.149.380

7.836.392

45.643.838

2.537.693

1.706.069

-6.882.100

-41.490.075

-1.848.152

-1.414.299

954.292

4.153.763

689.541

291.770

Revalorizações . Revaluations Transferências . Transfers Reclassificações para Activos Não Correntes Detidos para Venda . Reclassification of non-current assets held for sale Alienações, Sinistros e Abates . Disposals, losses and write-offs Outras Alterações . Other changes Depreciações . Depreciation

-9.162

Perdas por Imparidade . Impairment losses Em 31.12.2012 (01.01.2013) Quantias Brutas Escrituradas . Gross amounts recorded

2.208.862

Depreciações e Perdas por Imparidade Acumuladas . Accumulated depreciation and impairment losses

-73.296

Quantias Líquidas Escrituradas . Net amounts recorded

2.135.566

1.170.941

1.170.941

Adições . Additions

5.500.000

5.787.174

Revalorizações . Revaluations Transferências . Transfers Reclassificações para Activos Não Correntes Detidos para Venda . Reclassification of non-current assets held for sale Alienações, Sinistros e Abates . Disposals, losses and write-offs Outras Alterações . Other changes Depreciações . Depreciation

-9.162

Perdas por Imparidade . Impairment losses Em 31.12.2013 Quantias Brutas Escrituradas . Gross amounts recorded

2.208.862

Depreciações e Perdas por Imparidade Acumuladas . Accumulated depreciation and impairment losses

-82.458

Quantias Líquidas Escrituradas . Net amounts recorded

2.126.404

1.170.941

1.170.941

5.500.000

66.603.795 -51.717.084

5.500.000

14.886.711


ETERMAR R&C2013 Anexo às Demonstrações Financeiras . Annex to the Balance Sheet and Income Statement

DEPRECIAÇÕES DE ACTIVOS FIXOS TANGÍVEIS . Depreciation of tangible fixed assets Acumuladas em 01.01.2012 . Accumulated as at 01.01.2012 Reforços . Increases

Terrenos de Exploração

Operating sites

Edifíc.e Outras Construções Buildings and other structures

Equipamento Básico

Basic equipment

Equipamento de Transporte Transport equipment

Equipamento Administrativo Office equipment

37

Totais Total

64.134

5.998.245

35.980.604

2.430.483

1.778.072

46.251.539

9.162

462.235

3.434.056

80.585

57.073

4.043.110

Reversões . Reversals Revalorizações . Revaluations

1.125.000

Transferências . Transfers Reclassificações para Activos Não Correntes Detidos para Venda . Reclassification of non-current assets held for sale Alienações . Disposals

-4.464

-585.726

-5.105

-10.793

73.296

6.450.912

38.818.141

9.162

451.051

-119.308

-709.498

Sinistros . Losses Abates . Write-offs

-1.548

-17.446

2.391.760

1.833.596

49.567.704

3.125.464

75.543

59.962

3.721.183

-4.255

-360.521

-583.355

-479.260

-1.427.392

-15.607

-93.008

-35.797

-1.548

-144.412

6.882.100

41.490.075

1.848.152

1.414.298

51.717.084

Outras Alterações . Other changes Acumuladas em 31.12.2012 (01.01.2013) . Accumulated as at 31.12.2012 (01.01.2013) Reforços . Increases Reversões . Reversals Revalorizações . Revaluations Transferências . Transfers Reclassificações para Activos Não Correntes Detidos para Venda . Reclassification of non-current assets held for sale Alienações . Disposals Sinistros . Losses Abates . Write-offs Outras Alterações . Other changes Acumuladas em 31.12.2013 . Accumulated as at 31.12.2013

82.458


38

ETERMAR R&C2013

Anexo às Demonstrações Financeiras . Annex to the Balance Sheet and Income Statement

5. Leases

5. Locações

Leasing agreements are recorded at their net value as at the balance sheet date.

As locações financeiras encontram-se escrituradas pelo valor líquido à data do balanço.

ACTIVOS EM REGIME DE LOCAÇÃO FINANCEIRA ACTIVOS FIXOS TANGIVEIS . Assets held under leasing agreements tangible fixed assets

Locações Financeiras em Vigor

2013

. Leasing agreements in force

Entidade Locadora Lessor

Valor de Aquisição Acquisition value

Quantias Líquidas Escrituradas

2012 Quantias Líquidas Escrituradas

Net amounts recorded

Net amounts recorded

Activos Fixos Tangíveis . Tangible fixed assets Equipamento Básico . Basic equipment

BES Leasing

Totais . Total

6. Propriedades de Investimento

3.123.800

0

373.362

3.123.800

0

373.362

6. Investment properties

A propriedade de investimento encontra-se registada ao modelo de custo.

Investment property is recorded at cost.

Income is recognised in the profit and loss account

Os rendimentos encontram-se reconhecidos na demonstração dos resultados:

Rua Bela Santiago, 20 Funchal

Identificação da Propriedade . Identification of property

126.270€

Rendimento do Período . Income in the period

PROPRIEDADE DE INVESTIMENTO . Investment property

Vida Útil

Tx Depreciação

Useful life

Depreciation rate

Método Depreciação Depreciation method

Valor de Aquisção

Acquisition value

Amortiz. Acumuladas Accumulated depreciation

Valor Líquido Net value

Activos Fixos Tangíveis . Tangible fixed assets Terreno. Land Edifício . Building Totais . Total

1.106.415 50

2,00%

Quotas Constantes Straight line

1.106.415

3.319.246

-1.321.946

1.997.300

4.425.662

-1.321.946

3.103.716


ETERMAR R&C2013 Anexo às Demonstrações Financeiras . Annex to the Balance Sheet and Income Statement

7. Participações Financeiras

39

7. Shareholdings 2013

INVESTIMENTOS EM ASSOCIADAS . Investments in associated companies

Reconhecidos pelo Método da Equivalência Patrimonial . Recognised using the

Iomar

Sede Social . Registered office

Totais

equity method

Sequimar

Subtotais

Total

Etermar Travaux Maritime

Etermar Brasil

Subtotais Subtotals

Gesomar

Setúbal

Setúbal

Casablanca

Salvador

Casablanca

100,00%

50,00%

100,00%

90,00%

33,33%

Quantia Escriturada dos Investimentos no Fim do Período . Recorded amount of investment at end of period

80.036,31

1.244.467,05

1.324.503,36

8.894

151.134

35.822.07

Parte no Resultado Líquido das Associadas . Share of net result of associated company

17.119,89

133.218,71

150.338,60

Começo . Start

01-01-2013

01-01-2013

01-01-2013

01-01-2013

01-01-2013

Fim . Finish

31-12-2013

31-12-2013

31-12-2013

31-12-2013

31-12-2013

Activos . Assets

96.545

2.568.905

2.665.449

2.665.449

Passivos . Liabilities

19.042

109.971

129.013

129.013

Capital Próprio . Equity

77.503

2.458.934

2.536.437

2.536.437

109.350

1.105.000

1.214.350

1.214.350

Gastos . Costs

92.230

838.563

930.793

930.793

Resultado Líquido . Net result

17.120

266.437

283.557

283.557

Percentagem de Interesse Detido nas Associadas . Percentage interest held in associated company

195.850.49

1.520.353,85

150.338,60

Informações Financeiras das Associadas . Financial information about associated company

Período de Relato . Reporting period

Posição no Fim do Período . Position at end of period

Resultado do Período . Result for the period Rendimentos . Income

2013 TRANSACÇÕES COM AS PARTES RELACIONADAS . Transactions with related companies

Prestação de Serviços Provision of services

Compras

2012 Prestação de Serviços

Purchases

Provision of services

Compras Purchases

Empresa-mãe . Parent company Etergest, SGPS, SA

11.606

533.665

12.244

542.834

Subtotais . Subtotals

11.606

533.665

12.244

542.834

9.456

1.359.150

42

134.501

Subsidiárias . Subsidiaires Sequimar, Lda Iomar, Lda

1.080.000 681

90.650

Etermar C.V. SA

1.338.944

1.667.222

Etermar Brasil

3.376.000

905.000

Subtotais . Subtotals

4.724.442

1.493.651

2.572.903

1.170.650

Totais . Total

4.736.048

2.027.315

2.585.147

1.713.484


40

ETERMAR R&C2013

Anexo às Demonstrações Financeiras . Annex to the Balance Sheet and Income Statement

8. Impostos

8. Tax

A ETERMAR utilizou o benefício Fiscal CFEI (Crédito Fiscal Extraordinário ao Investimento), aprovado pela Lei n.º 49/2013, de 16 de julho. A aplicação deste benefício fiscal resultou numa redução do imposto no valor de 1.000.000. Este montante corresponde à estimativa do valor a deduzir à coleta de IRC de 2013. A Administração da empresa entende que eventuais correcções resultantes de revisões/inspecções por parte das autoridades fiscais àquelas declarações de impostos não terão um efeito significativo nas demonstrações financeiras. De acordo com a legislação fiscal vigente os ganhos ou perdas registados por via da aplicação do método da equivalência patrimonial não são relevantes para efeitos fiscais, mantendo-se a tributação dos dividendos quando distribuídos. A empresa registou impostos diferidos resultantes de diferenças temporais entre o momento em que os custos e proveitos são reconhecidos contabilisticamente e o momento em que são reconhecidos para efeito de apuramento da matéria colectável, em sede de Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Colectivas (IRC). Os impostos diferidos resultantes das diferenças temporais entre as bases contabilísticas e fiscais registaram no período os seguintes movimentos:

ETERMAR used the Fiscal CFEI (Extraordinary Investment Tax Credit) benefit, approved by Law no. º 49/2013 of July 16. The application of this benefit resulted in a reduction of tax in the amount of 1,000,000€. This is the estimated amount to be deducted from the 2013 Corporation tax (IRC). The Company’s board believes that any corrections as a result of revisions/inspections of those tax returns by the tax authorities will not have a significant effect on the financial statements. Under the prevailing tax legislation, gains or losses recorded following application of the equity method are not relevant for tax purposes; where distributed, dividends are taxed. The Company recorded deferred tax resulting from time lags between the moment when costs and income are recognised for accounting purposes and the moment when they are recognised for the purpose of calculating the taxable amount on which Corporation Tax (IRC) is payable. Changes in deferred tax resulting from time lags between the accounting and tax bases in the period were as follows:

In accordance with the prevailing legislation, tax returns are subject to revision and correction by the tax authorities for a period of four years. Thus the company’s tax returns for the years 2009 to 2013 could yet be subject to revision and correction.

De acordo com a legislação em vigor as declarações fiscais estão sujeitas a revisão e correcção por parte das autoridades fiscais durante um período de quatro anos. Deste modo, as declarações fiscais da empresa dos anos de 2009 a 2013 poderão vir ainda a ser sujeitas a correcção.

Saldo 31-12-2012

Reforço

Balance

Saldo 31-12-2013

Reversão

Increase

Reversal

Saldo x Taxa Imposto

Balance

Balance x Tax

Activos Correntes por Impostos Diferidos . Current deferred tax assets Resultados Positivos em ACE . Positive results in complementary groupings of gompanies Provisões Riscos e Encargos Não Aceites . Provisions risks and charges not accepted

1.298.444

Constituição Provisão Garantias a Clientes . Constitution provision guarantees to clients

1.944.035

377.937

541.388

150.339

3.783.866

528.275

Result. Positivos Subsidiárias MEP . Positive results sub. equity method

261.610

1.036.834

274.761

26.002

2.295.969

608.432

691.726

183.307

287.612

4.024.529

1.066.500

Passivos Não Correntes por Impostos Diferidos . Total tax basis for deferred tax Reavaliações Imobilizado . Revaluations fixed assets Mais Valias Fiscais Reinvestidas . Tax gains reinvested

1.661

1.661

440

52.726

17.576

35.151

9.315

54.387

19.236

35.151

9.315

Resultados Negativos em ACE . Negative results in complementary groupings of companies Total Base Fiscal para Impostos Diferidos . Total tax basis for deferred tax Taxa de Imposto . Tax rate Efeito de Alteração de Taxas . Effect of change of rates Impostos Diferidos . Deferred tax Activos . Assets Passivos . Liabilities

3.729.479

528.275

268.376

3.989.378

26,5%

26,5%

26,5%

26,5%

-5.216% 988.312

139.993

71.120

1.057.185

1.002.725

139.993

76.217

1.066.500

5.098

9.315

14.413


ETERMAR R&C2013 Anexo às Demonstrações Financeiras . Annex to the Balance Sheet and Income Statement

2013

QUANTIAS DOS PRINCIPAIS COMPONENTES DE (GASTO)/RENDIMENTO DE IMPOSTOS . Value of main components of tax (costs)/income

Demons. dos resultados Notas Notes

Ajustamentos Reconhecidos no Período de Impostos Correntes de Períodos Anteriores . Adjustments to current tax from earlier periods recognised in the period

41

Profit and loss account

1

-99.007

2

1.514.219

Outras Rubricas do Capital Próprio

Other equity items

Totais Total

2012 Demons. dos resultados Profit and loss account

-99.007

-67.317

1.923.033

2.255.505

-81.425

-201.318

Outras Rubricas do Capital Próprio

Other equity items

Totais Total

-67.317

Imposto sobre o Rendimento do Período . Tax on earnings in the period Imposto Corrente . Current tax

408.814

384.669

2.640.174

“(Gastos)/ Rendimentos por Impostos Diferidos” . “Deferred tax (costs)/income “ De Diferenças Temporárias . From temporary differences

-81.425

-201.318

De Alterações nas Taxas de Tributação ou de Novos Impostos . From changes in tax rates or new taxes De Alterações Nas Políticas Contabilísticas e nos Erros Não Contabilizadas Retrospectivamente . From changes in accounting policies and in errors not entered retrospectively Da (Redução)/Reversão de uma Diminuição Anterior de Activos por Impostos Diferidos . From (reduction)/reversal of a previous decrease in deferred tax assets Benef. de Perdas Fiscais Não Reconhec. Anteriormente, de Créditos por Impost. ou de Diferenças Temp. de um Período Anterior . Benefits of tax losses not previously recognised, tax credits or temporary differences from a previous period

Usados para Reduzir Gastos de Impostos Correntes . Used to reduce cost of current tax Usadas para Reduzir Gastos de Impostos Diferidos . Used to reduce cost of deferred tax 3

-81.425

-81.425

-201.318

Imposto Sobre o Rendimento do Período . Tax on earnings in the period

Imposto Diferido . Deferred tax

4=2+3

1.432.794

408.814

1.841.609

2.054.187

384.669

2.438.856

-201.318

Totais . Total

5=1+4

1.333.787

408.814

1.742.601

1.986.870

384.669

2.371.539


42

ETERMAR R&C2013

Anexo às Demonstrações Financeiras . Annex to the Balance Sheet and Income Statement

DEMONSTRAÇÃO DO RELACIONAMENTO ENTRE O LUCRO CONTABILÍSTICO E OS GASTOS/ (RENDIMENTOS) DE IMPOSTOS . Statement of the relationship between book profit and tax costs/(income)

2013 Notas Notes

Base Basic

Taxa

Imposto

Rate

Tax

2012 Base Basic

Taxa

Imposto

Rate

Tax

Produto do Lucro Contabilístico (RAI) Multiplicado pelas Taxas de Imposto Aplicáveis . Product of book profit (pre-tax result) multiplied by applicable ta rates Resultado Líquido do Período . Net result for the period

1

7.475.627

Resultado Antes de Impostos . Profit before taxes

2

7.475.627

Diferenças Definitivas a Crescer . Definitive differences to be added

4

1.783.305

Diferenças Definitivas a Deduzir . Definitive differences to be subtracted

5

623.787

Diferenças Temporárias a Crescer . Temporary differences to be added

6

Diferenças Temporárias a Deduzir . Temporary differences to be subtracted

24%

1.824.053

9.382.555

24%

2.261.975

1.824.053

9.382.555

24%

435.126

2.041.581

24%

492.190

24%

152.204

-565.677

24%

-136.375

999.373

24%

243.847

7

261.610

24%

63.833

-201.318

24%

-48.534

8=3+4 -5+6-7

9.372.909

2.286.990

10.657.141

2.569.256

10 =8-9

9.372.909

2.286.990

10.657.141

2.569.256

11

-1.000.000

-1.000.000

Tributação Autónoma . Autonomous taxation

12

2.838.759

6%

Derrama . Municipal tax

12

9.372.909

Derrama Estadual . Corporate levy

12

7.872.909

Imposto Corrente . Current tax

3

Imposto Diferido . Deferred tax

2.261.975

Ajustamentos para o Lucro Tributável . Adjustments to taxable profit

Lucro/(Prejuízo fiscal) . Profit /(Tax loss) Dedução de Perdas Fiscais . Subtraction of tax losses Matéria colectável / Colecta . Taxable amount / Tax Benefícios Fiscais por Dedução à Colecta . Tax benefits for subtraction from tax

9

Outras Componentes do Imposto . Other components of tax 174.348

3.166.011

4%

123.174

1%

89.043

10.657.141

1%

103.374

3%

273.645

9.157.141

2%

183.143

7.475.627

24%

1.824.025

9.382.555

*

-333.707

24%

-81.425

-759.690

27%

-201.318

3

7.475.627

23%

1.742.601

9.382.555

30%

2.777.629

2.978.947

Ajustamentos Reconhecidos no Período de Impostos Correntes de Períodos Anteriores . Adjustments to current tax in earlier periods recognised in the period Gastos/(rendimentos) de Impostos e Taxa Efectiva Média . Tax costs/(income) and mean effective rate * ∆ dos activos e dos passivos diferidos . ∆ of deferred assets and liabilities


ETERMAR R&C2013 Anexo às Demonstrações Financeiras . Annex to the Balance Sheet and Income Statement

9. Estado e Outros Entes Públicos

Na Empresa, em 31 de Dezembro de 2013 não existiam dívidas em mora ao Estado ou a outros entes públicos, a rubrica tinha a seguinte composição:

43

9. State and other public bodies

As at 31 December 2013 the Company had no debts outstanding to the State or other public bodies.

2013

2012

2.372.079

2.807.082

Valores Activos . Assets Imposto Rendimento Pessoas Colectivas . Corporate tax

275.896

737.806

Impostos Sucursais . Branch offices taxes

Imposto Valor Acrescentado . Value added tax

1.090.634

835.949

Total . Total

3.738.609

4.380.837

1.824.203

3.134.602

220.034

223.056

Valores Passivos . Liabilities Imposto Rendimento Pessoas Colectivas . Corporate tax Imposto sobre Rendimento Pessoas Singulares . Income tax Segurança Social . Social security

169.950

154.910

Total . Totol

2.214.187

3.512.568

Saldo . Balance

1.524.422

868.269

10. Beneficios de Empregados

A rubrica de gastos com pessoal apresenta a seguinte discriminação:

GASTOS COM PESSOAL . Staff costs

10. Employee benefits

The breakdown of the item staff costs is as follows:

2013

2012

402.707

453.933

58.045

66.502

Orgãos Sociais . Governance Institutions Remunerações (*) . Remuneration (*) Encargos Sobre Remunerações . Charges on remuneration Seguros Acidentes de Trabalho . Accidents at work insurance

16.108

18.157

476.861

538.592

Remunerações (*) . Remuneration (*)

9.193.614

9.073.182

Encargos Sobre Remunerações . Charges on remuneration

1.433.346

1.186.206

312.986

175.312

Total . Total Pessoal . Staff

Seguros Acidentes de Trabalho . Accidents at work insurance Outros Gastos . Other cost

526.722

457.419

Total . Total

11.466.668

10.892.119

Total dos Gastos com Pessoal . Total staff costs

11.943.529

11.430.711

(*) Inclui Participação nos Resultados no Valor de 420 000€ a liquidar em 2014 . Includes profit-sharing in the amount of 420,000€ to be paid in 2014


44

ETERMAR R&C2013

Anexo às Demonstrações Financeiras . Annex to the Balance Sheet and Income Statement

Informações quantitativas referentes aos recursos humanos:

RECURSOS HUMANOS . Human resources

Quantitative information on human resources:

2013

2012

Número de Trabalhadores no Final do Período . Number of employees at end of period

281

296

Número Médio de Trabalhadores ao Longo do Período . Average number of employees during period

287

295

Idade Média dos Trabalhadores . Average age of employees

47,75

46.83

Antiguidade Média dos Trabalhadores . Average length of service of employees

16,08

14.08

1.589,00

1.055.00

5,54

3.58

Horas de Formação Totais . Total training hours Média de Horas de Formação por Trabalhador . Average hours of training per employee Gastos com o Pessoal . Staff costs

11.943.529

11.430.711

Gastos Médios por Trabalhador . Average cost per employee

41.615,08

38.748.17

VAB por Trabalhador . GVA per employee

81.396,24

73.119.83

5,43%

5,04%

40

25

0,14

0,08

Taxa Geral de Absentismo . General absenteeism rate Total de Acidentes de Trabalho (*) . Total accidents at work (*) Média de Acidentes de Trabalho por Trabalhador . Average accidents at work per employee (*) Acidentes com Ausência ao Trabalho . Accidents resulting in absence from work

11. Capital Social e Acções Próprias

11. Share capital and own shares

12. Financiamentos Obtidos, Correntes e Não Correntes

12. Current and non-current loans obtained

- Financiamento do BBVA, saldo a 31/12/13, no valor de 330.699€, com um prazo de 4 anos com amortizações trimestrais.

- Loan from BBVA, on 31/12/13 in the amount of 330.699€, over a period of four years with quarterly repayments.

- O restante montante referem-se a empréstimo da associada ETERMAR - Maroc.

- The remaining amount relates to a loan of our associated ETERMAR – Maroc.

Em 31 de Dezembro de 2013 o capital social da empresa é de 25.000.000€, totalmente subscrito e realizado, sendo representado por 5.000.000 de acções, ao portador, com valor nominal de cinco euros cada.

Os empréstimos obtidos têm a seguinte origem:

As at 31 December 2013 the Company’s share capital is 25,000,000€, entirely subscribed to and paid in, represented by 5,000,000 bearer shares with a face value of five euros each.

The sources of loans obtained are as follows:


ETERMAR R&C2013 Anexo às Demonstrações Financeiras . Annex to the Balance Sheet and Income Statement

13. Clientes

45

13. Clients

A rubrica de Clientes decompõe-se da seguinte forma:

The item clients has the following breakdown:

2013

2012

37.102.953

28.299.110

Clientes . Clients Clientes Conta Corrente . Clients current account Clientes Cobrança Duvidosa . Clients doubtful debts Adiantamento Clientes . Advances clients

1.300.095

1.616.489

-8.198.669

-5.019.215

30.204.379

24.896.384

Ajustamentos e Perdas Imparidades . Adjustments and impairment losses Clientes Cobrança Duvidosa . Clients doubtful debts

14. Provisões

As provisões do exercício registaram os seguintes movimentos: PROVISÕES . Provisions Acumuladas em 01.01.2012 . Accumulated as at 01.01.2012

Impostos Tax

-1.300.095

-1.616.489

28.904.284

23.279.895

14. Provisions

Changes in provisions during the year are detailed below.

Garantias a Clientes

Guarantees to clients

Processos Judiciais em Curso Legal proceedings in progress

Contratos Onerosos Onerous contracts

Totais Total

2.016.084

2.016.084

Por Reforço de Provisões já Reconhecidas em Períodos Anteriores . Reinforcement of provisions already recognised in previous periods

391.658

391.658

Por Novas Provisões . New provisions

376.974

376.974

-153.006

-153.006

2.631.711

2.631.711

344.385

344.385

Aumentos . Increases

Reduções . Decreases Quant. Usadas no Período por Ocorrência das Sit. Provisionada . Amounts used in the period because the situat. provid. against materialised Quantias Revertidas no Período. Amounts reversed in the period Variações Decor. do Desc. p/ valor Presente . Variations deriving from discount for current value Aument.nas Quant. Desc. Provenientes da Passagem do Tempo . Increases in amounts discounted arising from the passing of time Efeito de Alterações na Taxa de Desconto para o Valor Presente . Effect of changes in the discount rate for current value Acumuladas em 31.12.2012 . Accumulated as at 31.12.2012 Aumentos . Increases Por Reforço de Provisões já Reconhecidas em Períodos Anteriores . Reinforcement of provisions already recognised in previous periods Por Novas Provisões . New provisions

33.551

25.000

58.551

Reduções . Decreases Quant. Usadas no Período por Ocorrência das Sit. Provisionada . Amounts used in the period because the situat. provid. against materialised Quantias Revertidas no Período. Amounts reversed in the period

-26.002

-26.002

2.983.645

3.008.645

Variações Decor. do Desc. p/ valor Presente . Variations deriving from discount for current value Aument.nas Quant. Desc. Provenientes da Passagem do Tempo . Increases in amounts discounted arising from the passing of time Efeito de Alterações na Taxa de Desconto para o Valor Presente . Effect of changes in the discount rate for current value Acumuladas em 31.12.2013 . Accumulated as at 31.12.2013


46

ETERMAR R&C2013

Anexo às Demonstrações Financeiras . Annex to the Balance Sheet and Income Statement

15. Movimentos em Contas de Ajustamentos e Imparidades

As contas de ajustamentos e imparidades registaram os seguintes movimentos no exercício: AJUSTAMENTOS E PERDAS IMPARIDADES . Adjustments and impairment losses

15. Changes in adjustment and impairment accounts Changes in adjustment and impairment accounts in the year were as follows:

Reforço

2012

Clientes Cobrança Duvidosa . Clients doubtful debts Empresas Associadas . Associated companies

Reversão

Increase

1.616.489

21.057

651.710

585.150 38

38

1.121

476.723

477.845

2.269.31

1.082.968

Outras dividas a receber . Other receivable debts Investimentos Financeiros . Financial investments

RECONCILIAÇÃO ENTRE AS QUANTIAS BRUTAS E AS QUANTIAS LÍQUIDAS POR CLASSE DE ACTIVOS SUJEITOS A PERDAS DE IMPARIDADE . Reconciliation between gross and net amounts per category of assets subject to Impairment losses Activos Fixos Tangíveis . Tangible fixed assets Propriedades de Investimento . Investment properties Activos Intangíveis . Intangible assets

337.451

1.300.095 1.236.860

337.451

3.014.838

2012

2013

Quantias Brutas Gross amounts

Deprec. e Amortiz. Acumuladas Accumulated depreciation and amortiz.

Perdas por Imparidade Acumuladas Accumulated impairment losses

Quantias Líquidas

Net amounts

Quantias Brutas Gross amounts

Deprec. e Amortiz. Acumuladas Accumulated depreciation and amortiz.

Perdas por Imparidade Acumuladas Accumulated impairment losses

Quantias Líquidas

Net amounts

66.603.795

-51.717.084

14.886.711

62.411.092

-49.567.704

12.843.388

4.425.662

-1.321.946

3.103.716

4.425.662

-1.255.559

3.170.103

47.962

-47.962

47.962

-47.962

Investimentos Financeiros . Financial investments

3.641.243

Investimentos em Curso . Investments in progress

5.500.000

5.500.000

Inventários . Inventories

2.170.801

2.170.801

2.190.182

28.904.284

24.949.296

Clientes. Clients

2013

Reversal

-477.845

30.204.379

-1.300.095

3.163.399

3.507.729

-1.121

3.506.607

2.190.182 -1.616.489

23.332.807

Activos não Correntes Detidos para Venda . Non-current assets held for sale Outros Activos . Other assets Totais . Total

5.276.157 117.870.000

-53.086.992

-1.236.898

4.039.259

7.123.107

-3.014.838

61.768.170

104.655.029

-50.871.225

-651.710

6.471.397

-2.269.321

51.514.484


ETERMAR R&C2013 Anexo às Demonstrações Financeiras . Annex to the Balance Sheet and Income Statement

16. Stocks

16. Inventários

QUANTIAS DE INVENTÁRIOS RECONHECIDAS COMO GASTOS DURANTE O PERÍODO .Amounts of stocks recognised as costs in the period

47

2013

2012

Mat-primas, subsid. e de consumo Notas

Mercadorias

Notes

Goods

Mat-primas, subsid. e de consumo

Raw and second. mat. and consumables

Totais

Mercadorias

Total

Goods

Raw and second. mat. and consumables

Totais Total

Demonstração do Custo das Mercadorias Vendidas e das Matérias Consumidas . Statement of cost of goods sold and materials consumed Inventários no Começo do Período . Stocks at start of period

+

2.190.182

2.190.182

1.340.822

1.340.822

Compras de Materiais . Purchases of materials

+

4.716.416

4.716.416

8.862.829

8.862.829

Imóveis . Real estate

+

Devoluções de Compras . Returns

-

Compras: . Purchases:

843.301

843.301

-138.230

-138.230

-286.583

-286.583

-2.190.182

-2.190.182

Reclassificações e Regularizações . Reclassifications and adjustments Reclassificações . Reclassifications

+/-

Perdas em Sinistros . Losses in accidents

-

Perdas por Quebras . Breakages

-

Ganhos em Sinistros . Gains in accidents

+

Ganhos por Sobras . Gains on remnants

+

Outros Ganhos . Other gains

+

Inventários no Fim do Período . Stocks at end of period

-

-2.170.801

-2.170.801

Custo das Mercadorias Vendidas e das Matérias Consumidas . Cost of goods sold and materials consumed

=

4.597.567

4.597.567

843.301

7.726.886

8.570.187

Perdas em Inventários . Losses on stocks

+

Ofertas e Amostras de Inventários . Gifts and samples of stocks

+

Totais . Total

=

4.597.567

4.597.567

843.301

7.726.886

8.570.187

17. Contratos de Construção

As quantias reconhecidas foram apuradas de acordo com a NCRF19 – Contratos de Construção.

17. Construction contracts

The amounts recognised were calculated in accordance with AFRS19 – construction contracts.

Quantias Reconhecidas no Período Resultados

CONTRATOS DE CONSTRUÇÃO . Construction contracts

Quantias no Final do Período

Results

Réditos Income

Gastos, Incl. Perdas Esperadas

Costs, including expected losses

Resultados Results

. Amounts recognised in the period Amounts at end of period

Acréscimo de Proveitos

Accrued income

Garantias a Clientes

Guarantees to clients

Rendimentos a Reconhecer Income to be recognised

2013

54.588.660

-41.411.897

13.176.763

1.117.116

377.937

13.758.760

2012

71.560.635

-60.497.716

11.062.919

1.777.466

768.633

14.124.976


48

ETERMAR R&C2013

Anexo às Demonstrações Financeiras . Annex to the Balance Sheet and Income Statement

Distribuição geográfica dos Réditos . Geographical distribution of income - Construction contracts

Portugal Portugal

Marrocos Marocco

Cabo Verde

Brasil

Cape Verde

Brazil

Guiné Equatorial Guiné Equtorial

Totais Total

2013

6.393.908

5.012.664

5.238.330

9.303.790

28.639.968

54.588.660

2012

10.750.181

14.188.625

6.732.027

3.654.775

36.235.027

71.560.635

18. Rendimentos e Gastos Financeiros

18. Financial income and costs 2013

2012

Juros e Outros Proveitos Financeiros . Interest dividends and other income Juros Obtidos . Interest obtained Depósitos . Deposits Outros Juros . Other interest Aplicações de Meios Financeiros . Investment of financial resources Total . Total

619.292

761.164

62.113

226.251

28.951

88.158

710.355

1.075.574

43.123

23.398

3.097

19.753

122

27

611.125

35.962

95.331

132.036

108.154

200.091

Custos e Perdas Financeiras . Financial costs and losses Juros Emprestimos . Interest loans Juros Leasing . Interest leasing Outros Juros . Other interest Diferenças de Câmbio Desfavoraveis . Unfavourable exchange rate differences Outros Custos e Perdas Financeiras . Other financial costs and losses Gastos Garantias Bancárias . Costs bank guarantees Gastos Serviços Bancárias . Costs banking services Total . Total Resultado . Result

19. Outros Rendimentos e Gastos OUTROS RENDIMENTOS E GANHOS . Other income and gains Serviços Socias . Social services

860.952

411.268

-150.597

664.306

19. Other income and costs 2013

2012

81

189

Aluguer de Equipamento . Equipment hire

5.570

1.184.293

Outros Ganhos Suplementares . Other supplementary gains

6.673

15.602

Descontos Pronto Pagamento . Prompt payment discounts

8.913

15.829

150.339

341.692

Ganhos em Inventários . Gains on stocks Ganhos em Subsidiarias /Associadas . Gain in subsidiaries / Associated companies Diferenças Câmbio Favoráveis . Favourable exchange rate differences

327

7.455

Ganhos em Investimento não Financeiros . Gains en in non financial investments

298.018

164.973

Ganhos em Propriedade de Investimento . Gains on investment property

126.270

122.752

Outros Ganhos . Other gains

446.121

62.291

1.042.312

1.915.075

Totais . Total


ETERMAR R&C2013 Anexo às Demonstrações Financeiras . Annex to the Balance Sheet and Income Statement

OUTROS GASTOS E PERDAS . Other costs and losses

49

2013

2012

Directos . Direct

37.644

108.519

Indirectos . Indirect

44.437

53.140

Impostos . Tax

Dividas Incobráveis . Bad debt Perdas em Subsidiarias /Associadas . Losses in subsidiaries / Associated companies Perdas em Investimento não Financeiros . Losses in non financial investments

3.760 6.086

638

94

26

11.141

8.029

Perdas em Propriedades de Investimento . Losses on investment property Donativos . Donations Outras Perdas . Other losses

385.683

57.124

Totais. Total

485.085

231.237

20. Responsabilidades por Garantias 20 . Liabilities for bank guarantees given Bancárias Prestadas

Garantias Bancárias e Seguros Caução . Deposit insurance and bank guarantees

21. Divulgações Exigidas por Diplomas Legais

2013

2012

10.504.491

15.611.043

21. Disclosures required by laws and regulations

No exercício de 2013, foram pagos honorários ao Fiscal Único no valor de 16.320€.

In fiscal year 2013, fees were paid to the Statutory Auditor in the amount of € 16,320€.

22. Anexo a que se Referem os Artigos 447º e 448º do Código das Sociedades Comerciais

22. Annex to which articles 447 and 448 of the companies code refer

Accionistas titulares de acções ao portador registadas representativas de, pelo menos um décimo, um terço, ou metade do capital da Sociedade:

Designação . Name ETERGEST, SGPS, SA

Shareholders holding registered bearer shares representing at last one tenth, one third or half of the Company’s share capital:

Quantidade . Number

Percentagem . Percentage

5.000.000 acções . Shares

100%


Porto de Vitória, ES – Brasil . Port of Vitória, Es – Brazil


s a t on cer C e are co d l e P ni nd a g e rio al Ú unts a ion L . tó isc acco opin c i f la F on of t and i t e r o Ce e R d rtificati ’s repor r e al c udito g Le ry a o tut a t s

04 Porto de Vitória, ES – Brasil . Port of Vitória, Es – Brazil


52

ETERMAR R&C2013

Certificação Legal de Contas e Relatório e Parecer do Fiscal Único . Legal Certif. of Accounts and Statutory Auditor’s Report and

Opinion


ETERMAR R&C2013

Certificação Legal de Contas e Relatório e Parecer do Fiscal Único . Legal Certif. of Accounts and Statutory Auditor’s Report and

53

Opinion

Certificação Legal das Contas

Legal certification of accounts


54

ETERMAR R&C2013

Certificação Legal de Contas e Relatório e Parecer do Fiscal Único . Legal Certif. of Accounts and Statutory Auditor’s Report and

Opinion


ETERMAR R&C2013

Certificação Legal de Contas e Relatório e Parecer do Fiscal Único . Legal Certif. of Accounts and Statutory Auditor’s Report and

55

Opinion

Relatório e Parecer do Fiscal Único Report and opinion of the statutory auditor


s o ct acts

t a on t C n

Co le tab Resid. S ite nt

e ss em r Beau s s li rtie º7 a ab

t u ;N – E ora, Q Étage aroc c aro Add éme _ M

al M aâ ;4 ar d Jam R 1B s Seb m er hame m. B Ain E Et

24 Mo – Im nca t Bd amd sabla 66 11 21 ar.p S 8, a m H 1 2 r C l 1 2 e rie .º 3 al A 259 12 5 2 66 @et lgé n A , c 0 2 2 52 ro an_ tug aça l.: + 212 ar.ma Or Gr l_Por 800 e o a T t rm a d túba 700 :+ Us 99 e rad Fax il: ete e un ar.pt i h r Est 520 S 265 232 3 pt a é m ,Z 1 . em Alg h nº5 eter 10 :+35 265 rmar r 9 @ k a 2 e . a ie Tef +351 @et e /A erm El Man r.alger l t : o i a o S f. Trad 935, x E e ã a h a r ç F r p c o oo eterm sil nstru 0, Ed .010un , 20, il:c a C a F r : o l 0 i 9 a em do ntiago tugal o B ria e C nº 10 EP 2 em n o a C r ã , S, al ha Po ro aç la S 20 urs Engen ontei tória-E leg ua Be nchal_ 209 6 0 c e M t R Vi D Su mar 28 Fu 1 ar.p r imo 415, 00 1 29 227 r.pt e n m t 4 r ô E 1 a te 35 a 20 er 91 60 v. J r, Sal 2-82 sil@e 90 ef.: + 51 2 eterm A e 3 a 2 t T al e r 2 en :+ al@ al túb ) 3 mar.b i C e r 7 Fax funch S 2 ter ato a, de el.( el. C. 1 531 uros qu e Afric al T ail: e . il:d E a R i m 0 C. 0E em iné rque d uator 6 E na 500 1 0.00 u a l q 3 a G E e: 00 99 ícu ar alle P uiné 099 0 37 atr ibuint l: 25. o nº m M C 0 G ã r 0 a r , i ç _ e c u nt Et - 3ºB alabo f.:+24 0 099 ar.pt Co ital So onstr 4 a e c M m c T p 2 r te :+ Ca rá de ure Fax ge@e a f. H i d Alv E ar. m r ete

e ed


w

w

w

rm e t .e

t p . ar ta

i

a c i n

c Té

.

hn c e T 3

01

2 &C

s Pae o h a M arin e, Ld s R s E a s P n T . E Joana rale b o o s l r . fica S plare tu Tí igne Grá s xem De fica . 250 E

Fic

ha

. á Gr gem a Tir

AR

da l a c

R


Etermar, S.A. - Relatório e Contas 2013  

Etermar, S.A. - Report and Accounts 2013 Etermar, S.A. - Relatório e Contas 2013

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you