Page 1

Edição 05 Novembro/Dezembro 2010 www.esteticaenegocios.com.br

BELEZA COMO NEGÓCIO Guia Prático para você se tornar um profissional com excelência


expediente A Revista Estética & Negócios é uma publicação bimestral, digital e gratuita, desenvolvida pela Álom Comunicação em Negócios. www.esteticaenegocios.com.br

Diretora Thais de Almeida esteticaenegocios@alom.com.br Jornalismo e Revisão Madalena Almeida madalena.mozi@uol.com.br

Plataforma Digital Yudu www.yudu.com

Projeto Gráfico e Webdesign Irene Asato Ruiz www.ireneruiz.com

Contato 11 3731-6704

Tecnologia da Informação Ivan Carlos de Almeida www.icarlos.net

Imagens Ilustrativas Sxc.hu e Photoexpress.com

Colunistas Aline Cabral Martha Martins Rui Mendes Lourdes Reis Luiz Carlos Júnior

Empresas patrocinadoras desta edição:

www.lojaestetica.com.br

www.beautyfair.com.br

www.modella.com.br

www.cosmeticosnatalia.com.br

www.aestheticfair.com.br

Proibida a reprodução total ou parcial sem prévia autorização escrita. Artigos e colunas não representam necessariamente a opinião da revista e são de total responsabilidade de seus autores. As imagens dos artigos e matérias foram cedidas pelos respectivos colunistas e entrevistados.

02 | Estética & Negócios- edição n• 04 - Set/Out 10


EDITORIAL A Estética & Negócios chega à sua 5a edição fechando o ano de 2010. Um ano marcado pela inovação da comunicação no mercado da beleza com a Estética & Negócios destacando-se como a primeira revista digital do setor que trata exclusivamente da gestão de clinicas de estética e salões de cabeleireiro e carreira do profissional da Beleza. Em agosto, participamos da Beauty Fair e nesta edição estamos trazendo as novidades deste que é um nos maiores eventos do setor juntamente com a data do próximo que acontecerá em 2011. Além de um super Guia Prático com dicas de como você pode se tornar um profissional diferenciado no mercado com excelência e profissionalismo. Estamos planejando mais novidades para 2011. Aguardem!! Acompanhe as notícias do mercado e as novidades da Estética & Negócios em nossos perfis

Thais de Almeida Administradora de Empresas com Pós Graduação em Marketing e Comunicação; Diretora da Álom Comunicação em Negócios - especializada em Publicações Digitais com interface em Mídias Sociais; Criadora e Editora da Estética & Negócios. esteticaenegocios@alom.com.br

nas redes sociais. Forte Abraço Thais de Almeida

www.twitter.com/esteticanegocio

http://bit.ly/9QYBIf

http://on.fb.me/ccZJkH

http://bit.ly/bvK5E9

http://bit.ly/9iVd9R


SUMÁRIO 08 12 14 20 26 36

Gestão de Negócios - Por Rua Mendes Você tem um Negócio ou Você é um Negócio? Carreira - Por Aline Cabral De Esteticista para Esteticista Marketing - Por Lourdes Reis

Como fazer uma Pesquisa de Mercado Aspectos Jurídicos - Por Luiz Carlos Júnior Saia da Informalidade: Legalize seu Salão Comportamento - Por Martha Martins Beleza como Negócio Tendências - Por Madalena Almeida Beauty Fair 2010

Não basta saber, tem que cuidar.

201

2° Congresso Brasileiro em Gestão e Marketing de Clínicas Estéticas 1° Congresso Brasileiro de Spas 1° Congresso Brasileiro de Franquias em Estética e Beleza 2° Meeting Nacional de Clínicas Estéticas 2° Feira Nacional de Equipamentos em Estética para Locação e Semi novos

a28de 25NOVEMBRO 2010 0406| |Estética &&NegóciosEstética Negócios-edição ediçãon•n•0404- Set/Out - Set/Out1010

Grand Mercury Ibirapuera São Paulo - SP - Brasil

www.aestheticfair.com.br

0


www.modella.com.br | E-mail: contato@modella.com.br


CLUBE ESTÉTICA & NEGÓCIOS REDE SOCIAL EXCLUSIVA !! Composta por gestores de clínicas e salões, profissionais da estética e beleza, consultores e fornecedores do mercado. Cadastre-se no site:

www.esteticaenegocios.ning.com E participe das discussões sobre os assuntos abordados na revista e amplie seu networking!


Rua: Dr. Olavo EgĂ­dio, 274 - Santana - SP - Televendas: (11) 2959-2775 Site: www.lojaestetica.com.br - E-mail: atendimento@lojaestetica.com.br - Msn: atendimento@lojaestetica.com.br


Gestão de Negócios

Você tem um negócio ou você é um negócio? O gerente do salão é uma peça chave para o sucesso de seu negócio, pois ele é a interface entre o líder do salão, seus profissionais, seus fornecedores e até mesmo seus clientes. Por Rui Mendes

P

ode parecer estranho, mas vamos analisar friamente esta pergunta.

Se você precisar se ausentar durante um mês de seu salão, ele funcionará normalmente?

Se sim, parabéns! Você conseguiu criar uma estrutura operacional que

lhe possibilita afastar-se de seu negócio sem que o impacto de sua ausência seja sentido. Caso contrário, é importante refletir sobre as razões que dificultam esse afastamento.

O que tenho observado em minhas consultorias é que os proprietários

08| Estética & Negócios- edição n• 05 - Nov/Dez10


Gestão de Negócios com esse tipo de dificuldade acabam assumindo uma grande parcela de atribuições no salão, e o que, a princípio, gera bons resultados, passa a se tornar tão desgastante que se perde eficiência e motivação em longo prazo.

Uma das soluções para esse caso é aprender a delegar as tarefas. Como? Por

meio de uma boa gerência. Entretanto, para se alcançar bons resultados uma lição de casa muito importante deve estar feita: a descrição do que você quer para o seu negócio, qual é seu foco e quais são as normas e procedimentos do seu salão que farão você chegar ao seu escopo. Tendo feito essa lição de casa, aí sim você poderá sair atrás de um bom gerente, que também deverá ser bem selecionado. Importante lembrar que a responsabilidade dessa escolha é sua. Caso necessite de orientações, procure uma consultoria para auxiliá-lo nessa busca.

O gerente do salão é uma

peça chave para o sucesso de seu negócio, pois ele é a interface entre o líder do salão, seus profissionais, seus fornecedores e até mesmo seus clientes. Você não deve estar 100% na linha de frente, por uma razão muito simples: o líder tem o poder do SIM e do NÃO. Em algumas situações, um “talvez” ou um “porém” podem ser usados habilmente pelo gerente, contornando situações e dando-lhe


Gestão de Negócios tempo para decisões mais assertivas.

O gerente faz o atendimento mais personalizado ao cliente, coordena

a equipe de profissionais e suas atividades com o intuito de proporcionar um bom fluxo de funcionamento. Orienta e cobra as normas e procedimentos do salão, fazendo com que sejam mantidos sempre um bom atendimento e uma estrutura impecável de acordo com a identidade do salão.

As palavras-chave de uma boa gerência são: ORIENTAR, MOTIVAR e

COBRAR.

Para que se oriente e se cobre é preciso que as informações estejam pre-

viamente estabelecidas. E a motivação é essencial para que os profissionais e colaboradores vejam seus esforços reconhecidos.

Ao delegar para a gerência tais cuidados fundamentais, certamente, o

líder encontrará mais tempo e motivação para pensar em soluções estratégicas para aumentar o faturamento do salão e, claro, conseguir uma melhor qualidade de vida, que, com certeza, refletirá positivamente em seu negócio. Comente este artigo em nosso Clube Estética & Negócios: http://www.esteticaenegocios.ning.com/

Rui Mendes é consultor da Negócios e Beleza www.negociosebeleza.com.br

10| Estética & Negócios- edição n• 05 - Nov/Dez10


Gestão de Negócios

www.cosmeticosnatalia.com.br

Kerastaze. Estética &, Joico, Negóciosedição n• 04 - Set/Out 10 | 35


Gestão de Pessoas

De esteticista para esteticista Busque a especialização. O mercado está concorrido. Por isso, precisamos participar de eventos, workshops, palestras etc. para estar sempre à frente dos concorrentes e mostrar para nossas clientes que estamos atualizadas.

N

Por Aline Cabral

este ano, completarei oito anos de profissão. Sinto-me à vontade

para escrever para vocês, pois esse artigo é o terceiro que preparo para a Revista Estética e Negócios, a qual me abriu um leque de amizades e oportunidades. Tenho recebido muitos e-mails solicitando informações sobre consultoria em diversos assuntos. Mas as dúvidas que mais me chamaram a atenção referemse à maneira de ingressar no mercado de trabalho, locais em que se pode ser autônomo ou oportunidade de atuar em outra clínica.

O mercado de trabalho mudou muito com a globalização e o crescimento

em massa em todas as áreas, exigindo muito mais, principalmente de nós, esteticistas.

Então aqui vão algumas dicas para conseguirmos alcançar nossos objeti-

vos como profissional e também no âmbito pessoal: •

Gerencie seu tempo e organize suas atividades. As pessoas de sucesso

conseguem administrar as horas e distribuir suas tarefas de acordo com o seu grau de relevância. Descobrir as prioridades permitirá a você maximizar o seu 12| Estética & Negócios- edição n• 05 - Nov/Dez10


Gestão de Pessoas tempo e não lhe deixará com a sensação desagradável de ter andado em círculo o dia todo. •

Reserve um tempo do seu dia para se cuidar e movimentar o seu corpo,

afinal, nós somos o espelho para nossas clientes. Nós somos nossa melhor propaganda. •

Busque a especialização. O mercado está concorrido. Por isso, precisa-

mos participar de eventos, workshops, palestras etc. para estar sempre à frente de nossas concorrentes e mostrar para nossas clientes que estamos atualizadas. O conhecimento gera oportunidade e aumento na lucratividade! •

Se você optar por trabalhar como autônoma, não poderá se esquecer de

que é você que administrará sua carreira. Nesse caso, adotar uma boa estratégia de marketing é importantíssimo, bem como o modo de abordarmos nossos clientes. Diferencial será o nosso sucesso. •

Aproveitem todas as oportunidades que o mercado lhe oferecer. Escreva

um blog, entre no twiter e tenha uma página de relacionamento.

Mantenha um foco, pois o restante será acrescentado.

Até a próxima edição! Comente este artigo em nosso Clube Estética & Negócios blog: http://www.esteticaenegocios.ning.com/

Aline Cabral é Esteticista e Consultora para Clínicas de Estética e Salões de Beleza. http://esteticistaalinecabral.blogspot.com/ email: esteticaalinecabral@gmail.com

Estética & Negócios- edição n• 05 - Nov/Dez10 | 13


Comportamento

Como realizar uma pesquisa de mercado e avaliar os resultados Em uma fase em que os negócios na área de beleza estão em alta e cada vez mais novos empreendedores estão investindo nesse segmento, não podemos tirar o “olho” do mercado e verificar seus sinais. Por Lourdes Reis

A

pesquisa de mercado é uma ferramenta que visa obter informações

sobre como o mercado está se comportando em determinada área. Ainda pode ser realizada para obter a opinião dos clientes de sua empresa sobre seus serviços e produtos.

Existem diversos tipos e métodos para se realizar a pesquisa de mercado.

No entanto, vamos aprender como desenvolver uma pesquisa para colher informações importantes para a saúde e sobrevivência do negócio.

14| Estética & Negócios- edição n• 05 - Nov/Dez10


Comportamento

Para melhor atender um mercado-alvo, as empresas devem dispor de

informações relevantes sobre seu campo de atuação, seu negócio, sua concorrência e, especialmente, seus clientes. O processo de pesquisa consiste na definição do problema e dos objetivos de pesquisa, desenvolvimento do plano de pesquisa, coleta de informações, análise das informações e apresentação dos resultados para administração.

A principal razão para uma empresa da área de beleza adotar a pesquisa

de mercado é a descoberta de uma oportunidade de crescimento ou melhoria do negócio. Com a pesquisa concluída, a empresa deve, cuidadosamente, avaliar suas oportunidades e decidir qual rumo irá seguir.

Muitas vezes, dependemos da pesquisa de mercado para determinar aq-

uilo que os consumidores querem e quanto estão dispostos a pagar. Assim, é esperado que esse processo possa dar à empresa uma vantagem competitiva sustentável.

Para aqueles que ainda vão abrir o negócio, ou para os que já o possuem,

é importante saber que a pesquisa de mercado faz parte do plano de negócio. É por meio dela que o empreendedor pode tomar decisões corretas sobre o crescimento da empresa.

Existem questões que devem ser respondidas enquanto a sua empresa

existir: •

Quantos concorrentes existem na minha rua e no meu bairro?

O que os meus concorrentes oferecem aos clientes como diferencial?

Quais os produtos e serviços vendidos pelos meus concorrentes?

Quais os preços praticados pelos meus concorrentes?

Quantos profissionais meus concorrentes possuem?

Quais são as oportunidades que meus concorrentes têm para crescer?

Estética & Negócios- edição n• 05 - Nov/Dez10| 15


Comportamento •

O que pode fazer que um ou mais concorrentes fechem as portas?

A ferramenta que vamos utilizar para realizar essa pesquisa de mercado

é ir ao concorrente para saber o que ele está praticando. Conhecer seus erros e acertos nos possibilitará escrever a história da nossa empresa de maneira diferente. A partir da coleta de dados, podemos construir a matriz S.W.O.T. de cada empresa pesquisada.A sigla SWOT vem das iniciais das palavras inglesas Strenghts (forças), Weaknesses (fraquezas), Opportunities (oportunidades) e Threats (ameaças), pois esses são justamente os pontos a serem analisados.

No Brasil, a matriz já é conhecida como F.O.F.A. Assim, fica mais fácil

compreender como realizá-la. Tomaremos como exemplo o Centro de Beleza e Estética Mulher Atuall Ltda. FORÇAS - Localizada em loja com 300 m². - Possui profissionais qualificados. - Trabalha com equipamentos de última geração. FRAQUEZAS - Não possui estacionamento próprio. - Seus preços são os mais altos do bairro. - Atende a um número pequeno de clientes. AMEAÇAS - Concorrentes com preços mais competitivos. - Profissionais abrirem negócio similar próximo à empresa. OPORTUNIDADES - Investir em propaganda para aumentar o número de clientes. - Fazer parceria com estacionamentos próximos ao local.

16 | Estética & Negócios- edição n• 05 - Nov/Dez10


Comportamento

Em posse dessas e de outras respostas que a pesquisa de mercado pode

oferecer, o empresário deverá realizar o seu planejamento estratégico visando se destacar, conservando ou melhorando o seu espaço entre os concorrentes. Planejamento Estratégico:

A análise SWOT é uma poderosa ferramenta de planejamento estraté-

gico, e deve ser realizada ao menos uma vez por ano.

As estratégias são escritas com base na análise de ambiente levantada,

após uma priorização de principais objetivos e agrupamento por temas. É denominado de Plano de Negócios o resultado deste planejamento. Ciclo do Planejamento:

Em posse deste estudo, você poderá: •

Estabelecer novas metodologias de trabalho.

Estética & Negócios- edição n• 05 - Nov/Dez10 | 17


Comportamento •

Aumentar o ticket médio da empresa.

Melhorar o desempenho dos profissionais propondo formas diferentes

de atendimento. •

Criar valores para os clientes, oferecendo algo novo e que satisfaça seus

desejos. •

Aumentar a sua receita.

Pesquisa de satisfação do cliente

É extremamente importante realizar periodicamente a pesquisa de sat-

isfação do cliente. Muitas vezes, o cliente não reclama, não faz críticas ou dá sugestões aos administradores da empresa. Por outro lado, algumas empresas mantêm caixas de sugestões em local estratégico, ou não, mas não fazem nada com o que recebem nessas caixas.

É preciso que o empresário e seus colaboradores tenham ciência de que

o “cliente que reclama, é cliente que quer ficar na empresa”. Mesmo que sua reclamação não faça sentido ou não possa ser atendida, ela deverá ser respondida em forma de agradecimento pela colaboração.

A seguir, algumas sugestões de assuntos para os quais o cliente poderá

emitir sua opinião e assim ajudar a empresa a continuar a atender às suas expectativas: •

Atendimento – muitas empresas apontam como diferencial o atendi-

mento com qualidade prestado ao cliente. Isso ocorre porque no Brasil raramente encontramos um atendimento satisfatório ou um bom atendimento, o que é uma obrigação, não um diferencial. •

Qualidade na prestação de serviços – muitas vezes, o serviço não é real-

izado com a técnica e acabamento perfeitos. Existe demora, o serviço não fica 18 | Estética & Negócios- edição n• 05 - Nov/Dez10


Comportamento do jeito que o cliente pretendia ou o produto não faz o efeito esperado. Tais informações poderão fazer com que a empresa invista no treinamento dos profissionais e/ou na substituição de produtos. •

Ambiente Físico – quanto mais o cliente espera para ser atendido, mais

tempo ele terá para usufruir o ambiente, o conforto que a empresa lhe proporciona, as cortesias que lhe são servidas (água, café, bolacha etc.) ou para constatar que a higiene do local não é a que ele esperava encontrar. O cliente poderá apontar aquilo que sente falta e o que está deixando a desejar.

Nesta fase em que os negócios na área de beleza estão em alta e cada vez

mais novos empreendedores estão investindo nesse segmento, não podemos tirar o “olho” do mercado e verificar seus sinais. Ouça seus clientes internos e externos e nunca pare de investigar como andam seus concorrentes. A saúde da sua empresa agradece.

Na próxima edição, falaremos de reunião com os colaboradores. Por quê

fazê-las?

Comente sobre este artigo em nosso Clube Estética & Negócios: http://www.esteticaenegocios.ning.com/

Lourdes Reis é graduada em Administração de Empresas, atua há 14 anos na área de Gestão de Salões, prestando Consultoria Empresarial e ministrando treinamento. e-mail: lrconsultora@ibest.com.br site: www.lrconsultoria.xpg.com.br

Estética & Negócios- edição n• 05 - Nov/Dez10 | 19


Jurídico

Saia da informalidade: legalize seu salão Em pesquisa realizada pelo Banco Mundial, o Brasil é um país onde se pode levar cerca de seis meses para se legalizar uma empresa. Por isso, planejar é a palavra-chave.

Por Luiz Carlos Júnior

U

ltimamente, muitas pessoas têm me passado e-mails ou até me liga-

do para saber sobre a legalização de salões de beleza. Para o empresário legalizar o seu negócio, há todo um trâmite legal nas três esferas de governo (federal, estadual e municipal) que ele precisa conhecer. No intuito de ajudá-lo nessa tarefa, preparamos uma lista com os passos que o empreendedor deve dar. É importante lembrar que cada Estado pode ter particularidades que devem ser observadas.

20| Estética & Negócios- edição n• 05 - Nov/Dez10


Jurídico

Em pesquisa realizada pelo Banco Mundial, o Brasil é um país onde

se pode levar cerca de seis meses para se legalizar uma empresa. Por outro lado, o desemprego e a vontade de ter um negócio próprio está levando cada vez mais os brasileiros a embarcar nessa aventura, que é ser empresário. Por isso, planejar é a palavra-chave. Porém, muitos estabelecimentos de beleza são clandestinos.

A definição da área exata em que se vai atuar é o primeiro passo para

quem vai abrir uma empresa. Se você não sabe exatamente o que vai fazer, com certeza, não irá longe. Estética & Negócios- edição n• 05 - Nov/Dez10 | 21


Jurídico

Afinal, uma empresa costuma ser e ter a personalidade de seu dono.

Sendo assim, faça uma auto-reflexão sobre suas características pessoais e os tipos de atividade em que você se destaca. Dos sócios

Todos nós já ouvimos falar de sociedades problemáticas, mas muita

gente se assusta em montar um negócio próprio pelo fato de estar sozinha. Veja bem, um sócio, muitas vezes, poderá auxiliá-lo em decisões polêmicas, sanar dúvidas ou mesmo no levantamento de recursos para investimentos no negócio. Dicas para evitar problemas com sócio: 1º. – Elabore contrato societário com atribuições para ambas as partes no caso de dissolução da sociedade. 2º. – Defina a divisão de atividades. 3º. – Defina desde o início a participação dos lucros de cada sócio. 4º. – Nunca haja pela emoção. Seja frio nas questões que dizem respeito aos benefícios de seu negócio.

Seu sócio pode ser seu parente ou amigo, mas nem sempre essas pes-

soas são as mais indicadas para determinado negócio. Nos casos em que a sociedade é composta por cônjuges, apenas os cônjuges casados sob o regime de comunhão parcial de bens, ou de separação total de bens, poderão ser sócios (de acordo com o novo Código Civil).

22| Estética & Negócios- edição n• 05 - Nov/Dez10


Jurídico Dos custos

Além de definir o ramo de atividade, abrir um novo negócio não é bara-

to. Por isso, planeje bem quanto irá gastar para conseguir atravessar os obstáculos que virão pela frente. O custo de abrir uma empresa, sem contar os investimentos em equipamentos, aluguel ou compra de imóvel, enfim, apenas gastos de legalização de uma empresa, todo o trâmite será feito por você.

Segundo estimativa feita por contadores, os gastos poderão chegar a

R$ 1.000,00. Do contador e do advogado

Recomendamos que antes de contratá-los, se informe se eles já estão

informatizados. Verifique se eles são profissionais que se atualizam constantemente. Avalie se são profissionais de confiança, pois você estará tratando de informações confidenciais de sua empresa e família. Confira se eles costumam fazer um contrato de prestação de serviço, estabelecendo direitos e deveres de ambas as partes. Do nome do estabelecimento

Evite nomes difíceis de se pronunciar. Fuja de gírias regionais e não

caia na armadilha de nomes engraçados. Procure usar o bom senso. Existem nomes proibidos de se usar, como, por exemplo: Salão Avon, Natura, Racco, Jequiti e assim por diante.

Estética & Negócios- edição n• 05 - Nov/Dez10 | 23


4

Jurídico Das inscrições e registros A) CNPJ – Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas:

Ainda se tem a necessidade de incluir a empresa no Cadastro Nacional

de Pessoas Jurídicas (CNPJ), junto à Receita Federal (Órgão responsável). Deve ser preenchido um formulário de CNPJ, via internet, disponível no site da Receita Federal (www.receita.fazenda.gov.br) e enviado ao referido órgão. Em seguida, deverá ser impresso, assinado pelo administrador e reconhecida firma do DBE (documento básico de entrada), que, anexado a uma cópia autenticada do contrato social, deverá ser entregue à Receita Federal para obtenção do CNPJ. B) Inscrição Estadual:

Não podemos nos esquecer da Inscrição Estadual, que é obrigatória para

empresas dos setores do comércio, indústria e serviços de transporte intermunicipal e interestadual. Também estão incluídos os serviços de comunicação e energia. Seu objetivo é obter a inscrição no ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços). Sua inscrição é feita na Receita Estadual ou Agência de Rendas. C) Alvará de licença:

Importante ainda ressaltar a situação do alvará de licença e do Registro

na Secretaria Municipal de Fazenda, o que significa o licenciamento para se desenvolver as atividades no local pretendido. Liberação da inscrição municipal (ISS). As empresas e os profissionais autônomos que praticarem atividades de prestação de serviços de qualquer natureza estarão obrigados a se cadastrar no município. Esse procedimento deverá ser feito na Prefeitura Municipal e na Secretaria Municipal da Fazenda. 24| Estética & Negócios- edição n• 05 - Nov/Dez10


Jurídico D) Licença sanitária:

No caso do ramo da beleza, ainda temos de obter a Licença Sanitária,

que tem por finalidade comprovar que a empresa está em condições para funcionar dentro dos padrões de higiene e saúde. O órgão responsável é a Prefeitura Municipal. Dos encargos trabalhistas

Mesmo que sua empresa tenha apenas um funcionário é importante

seguir todas as determinações previstas na legislação trabalhista, como pagamento de INSS, FGTS, 13º salário e férias. Tudo isso, elevará a despesa de seu funcionário em cerca de 80%, além do valor pago a cada um. Também podendo ter o contrato em que o trabalhador aluga o espaço do salão.

É muito importante consultar a legislação referente ao seu negócio, de

modo a verificar quais os procedimentos necessários ou se existe algum órgão público que exige autorização para funcionamento, pois muitos Estados ou municípios podem ter diferentes especificações sobre alguns negócios. Comente este artigo em nosso Clube Estética e Negócios: http://www.esteticaenegocios.ning.com/

Luiz Carlos Júnior, advogado inscrito na OAB/RJ 155.492. Formado pelo UNIPLI e especializado pela UCAM. Realiza assessoria e consultoria jurídica a empreendimentos de estética e beleza e-mail: luizcarlosjr@adv.oabrj.org.br http://luizcarlosjuniornit.blogspot.com/

Estética & Negócios- edição n• 05 - Nov/Dez10 | 25


Aspectos Legais

beleza como negócio Ser profissional de beleza significa ter o compromisso de transformar e, principalmente, transformar-se para obter uma melhor qualidade de vida, tanto sua quanto de seus clientes. Por Martha Martins

O

século XXI se apresenta como o momento histórico de resgatar o

sentido e a importância da sua imagem tanto na vida pessoal quanto na profissional, atendendo a composição do cenário atual, cada vez mais competitivo e exigente, unindo o campo espiritual e ético da realização pessoal com o campo pragmático dos “resultados” e da “eficiência”.

Eis aqui um momento a ser aproveitado por todos os profissionais en-

volvidos com o mundo da Beleza e, que sonham com o sucesso profissional. “Toda grande caminhada começa sempre com o primeiro passo”

26| Estética & Negócios- edição n• 05 - Nov/Dez 10

Confúcio


Aspectos Legais

BELEZA COMO NEGÓCIO 1- “BELEZA É A PERCEPÇÃO ESTÉTICA DE TUDO O QUE É AGRADÁVEL AOS SENTIDOS”. 2- “O CULTO À BELEZA E A BUSCA DA PERFEIÇÃO SEMPRE ACOMPANHARAM O HOMEM E ESTÃO LIGADOS A PADRÕES, SEGUNDO AS RAÇAS, AS REGIÕES E AS ÉPOCAS DA HISTÓRIA”. 3- “A IDEIA DE BELEZA ESTÁ PRESENTE EM TODOS OS SEGMENTOS DA SOCIEDADE. 4- “NO SENTIDO MAIS AMPLO, BELEZA É: CULTURA, SAÚDE, ELEGÂNCIA, MAS TAMBÉM É SINÔNIMO DE NEGÓCIO E LUCRO”. 5 - VAIDADE EM ALTA - UM MUNDO DE GRANDES NÚMEROS. • Oitenta milhões de brasileiros consomem algum tipo de produto de beleza. São 13,8 milhões a mais do que no início da década. Quase metade da população do País. • As mulheres respondem por 67,5% do consumo nessa área. • Cosméticos e perfumaria respondem por 35% do volume de vendas do setor. • Um milhão e seiscentos mil brasileiros atuam na indústria, varejo e prestação de serviços. • O número de empregos diretos e indiretos cresceu 134% na última década.

Estética & Negócios- edição n• 05 - Nov/Dez 10 | 27


Aspectos Legais

6- “SER PROFISSIONAL DE BELEZA SIGNIFICA TER O COMPROMISSO DE TRANSFORMAR E, PRINCIPALMENTE, TRANSFORMAR-SE PARA OBTER UMA MELHOR QUALIDADE DE VIDA, TANTO SUA QUANTO DE SEUS CLIENTES”. 7- “O MUNDO NÃO PÁRA. AS MUDANÇAS DE CONCEITOS E DAS DEFINIÇÕES DO QUE É BELO ESTÃO EM MUTAÇÃO CONSTANTE, RAPIDAMENTE. ASSIM, COMO A INOVAÇÃO TECNOLÓGICA, O CAMPO DA MODA/BELEZA É DINÂMICO E O PROFISSIONAL PRECISA ACOMPANHAR O MERCADO, A FIM DE NÃO TER SEUS SERVIÇOS OBSOLETOS DIANTE DE SEU CLIENTE, QUE A CADA DIA TORNA-SE MAIS BEM INFORMADO PELA MÍDIA ESPECIALIZADA”. 8 - APRENDER • Aprenda a gostar das pessoas: todos gostam de ser tratados de modo a se sentirem importantes. Uma sincera apreciação dos outros vai ajudar muito na maneira adequada de se atender um cliente. • Mostre respeito e credibilidade. • Tenha um sorriso amistoso: evite a cara de bravo. A resposta com um sorriso, sempre faz bem à saúde e abre portas. • Seja natural e cortês. • Trabalhe em equipe. • Seja leal aos colegas e clientes. • Seja flexível. • Tenha polidez e seja ético. • Ouça com atenção: as pessoas gostam de ser ouvidas com atenção. Portanto, gostam dos bons ouvintes. • Observe sempre: observar bem o cliente é uma das armas principais para

28| Estética & Negócios- edição n• 05 - Nov/Dez 10


Aspectos Legais um bom atendimento. • Responda de modo correto e claro: ninguém gosta de ter respostas erradas ou ficar embaraçado, por não ter entendido uma informação ou explicação dada. • Não discuta. Mesmo ganhando, você perde: ao provar que um cliente está errado, o profissional pode ganhar a discussão, mas, perderá o cliente. • Conserve o bom humor: encare construtivamente as situações difíceis. Um sorriso, boa disposição mental e física, palavras comedidas e tranquilidade ajudam a neutralizar as adversidades. 9-

4H’s = 1PS

(Humor + Honestidade + Habilidade + Humildade = 1 Profissional de Sucesso) 10 - “O CORPO FALA... MAIS DO QUE O CORPO, O VESTIR-SE, O FALAR, O SENTAR-SE, O MAQUIAR-SE, ENFIM, TODAS AS MANEIRAS DE PORTAR-SE E APRESENTAR-SE A UM PÚBLICO (CLIENTE) SÃO TRANSMISSORAS DE INFORMAÇÕES SOBRE O MEIO A QUE O INDIVÍDUO PERTENCE”. 11 – VISUAL • Invista em seu visual: aparência é seu cartão de visitas. • Você nunca consegue uma segunda chance para conquistar uma primeira impressão. • Como personalizar o atendimento? Olhar sincero, sorriso discreto, cumprimento cordial. • Cabelos: limpos, escovados ou penteados. • Uniforme: passado e limpo. • Mãos: limpas, sem lascas, cutiladas e/ou esmaltadas. • Dentes: escovados e hálito fresco. Estética & Negócios- edição n• 05 - Nov/Dez 10 | 29


Aspectos Legais • Higiene: uso de desodorantes e perfumes com fragrâncias suaves. 12- “O SER HUMANO É ALTAMENTE ADAPTÁVEL E TEM GRANDE CAPACIDADE DE ADEQUAR-SE ÀS SITUAÇÕES IMPOSTAS PELO MEIO EM QUE ATUA OU ÀS NECESSIDADES IMPOSTAS PELO MESMO”. 13- CULTURA • Ressaltar a importância da leitura como meio de enriquecer não só o vocabulário técnico como o usual. • Falar como é satisfatório ao cliente poder dialogar com o profissional de maneira igual e sem barreiras. • Falar da importância de se evitar o uso de gírias, palavrões etc. • Descrever como é importante que o profissional esteja antenado com os meios de comunicação para saber transmitir informações a seu cliente, não só de seu meio de atuação quanto do meio social como um todo. • Falar de como é importante para o profissional estar sempre estudando! Não só na área técnica, quanto de formação acadêmica ou o estudo de outros idiomas. • Atenda o cliente com elegância. Mais difícil do que conquistar um cliente, é mantê-lo satisfeito. • Olhe o cliente nos olhos. • Evite tratamentos demasiados informais. • Quando errar, admita. É humano e uma forma de aprendizado. • Capriche no discurso. Quem o domina, tem o poder de conquistar as pessoas, seja pelo carisma ou pelo domínio da técnica. 14- ÉTICA PROFISSIONAL “SER ÉTICO É TER A EXATA NOÇÃO DE SEU PAPEL PROFISSIONAL, TOTAL

30| Estética & Negócios- edição n• 05 - Nov/Dez 10


Aspectos Legais DOMÍNIO DA TÉCNICA NA UTILIZAÇÃO DE FERRAMENTAS E PRODUTOS E, PRINCIPALMENTE, DE SUA RESPONSABIlIDADE COMO FORMADOR DE OPINIÕES NA SOCIEDADE”. 15- HISTÓRIA E ÉTICA • Desde os primórdios, esse tema sempre foi o mais discutido: com as primeiras leis, dos dez mandamentos, do olho por olho, dente por dente, passando pelos primeiros grupos democraticamente constituídos, como Grécia e Roma, aos dias de hoje, regendo o equilíbrio e as relações nas sociedades, por meio dos códigos nos dão os parâmetros de boa convivência. • O respeito ao próximo é manter a moralidade em bom nível. Mostra o interesse que você tem no bem-estar de quem está a seu lado, ligado por um elo de parentesco, amizade, estudo ou de trabalho. Uma relação clara aumenta a resistência e a consistência do elo. • Quando tratamos desse assunto da visão do consumidor, a situação é regida pelo código de defesa do consumidor, por meio do Procon, ou por outra entidade de direito do consumidor. Mas, o mais importante, é o profissional saber que o cliente é o mais importante em seu negócio, e sua relação com ele deve estar pautada pelo mais profundo respeito e consideração. 16- SER ÉTICO É: • Colocar-se no lugar do outro. • Fazer somente aquilo que se tem capacidade de executar. • Não fazer promessas que não possa cumprir. • Respeitar opiniões.

Estética & Negócios- edição n• 05 - Nov/Dez 10 | 31


Aspectos Legais • Não fazer fofocas. • Ser discreto. 17- “O PRIMEIRO PASSO PARA O SUCESSO É O PROFISSIONAL SABER ADEQUARSE AO PÚBLICO A QUE IRÁ ATENDER EM TODOS OS SENTIDOS, A FIM DE QUE ESSE CLIENTE, ENCONTRE NO PROFISSIONAL, MESMO QUE INCONSCIENTEMENTE, UM REFERENCIAL DAQUILO QUE ELE PROCURA”. 18 - REFERENCIAL • Maquiadores: sempre bem maquiados. • Manicuras: sempre com as unhas embelezadas. • Cabeleireiros: cabelos bem cortados, penteados ou escovados, coloridos e bem tratados. • Esteticistas: pele bem cuidada. • Depiladoras: Sem pelos no buço e com sobrancelhas bem desenhadas. • Produção visual do grupo sempre de acordo com as ocasiões e eventos (halloween, festa junina etc.). 19 - “O BELO VENDE A BELEZA DE MANEIRA MAIS FÁCIL E.. BELA”. 20 - ESTAR BELO • Sapatos sempre limpos. • Estampas sempre em harmonia, evitando usar listras e estampas. • Para ambientes informais, esqueça os decotes e as saias muito curtas. • Para quem trabalha de branco, evitar usar lingerie branca (use cor da pele). 21 - MARKETING PESSOAL “A MELHOR MANEIRA DE SER UM BOM VENDEDOR, É SABER, PRIMEIRO, VEND32| Estética & Negócios- edição n•05 - Nov/Dez 10


Aspectos Legais ER A SI PRÓPRIO COMO PROFISSIONAL”. • Praticar boas maneiras. • Trabalhar com entusiasmo e competência. • Mostrar valor profissional. • Estabelecer metas. • Buscar sempre a perfeição. • Boa aparência vale mais do que carta de apresentação. 22- “ESTAR ELEGANTE É, PRINCIPALMENTE, ESTAR BEM CONSIGO MESMO E COM O SEU MEIO DE ATUAÇÃO, TRANSMITINDO AO PRÓXIMO SEGURANÇA E BEM ESTAR”. A mulher elegante:

É aquela que se veste não só de acordo com a moda ou seu tipo, mas

apropriadamente para cada circunstância? Por certo sim. Mas não apenas isso. A elegância da mulher tem estreitas conotações com o seu modo de ser e de viver.

É elegante na decoração de sua casa, na organização de suas reuniões,

na hospitalidade com que recebe os amigos e na maneira discreta que se refere às particularidades de suas amigas Mas é muito mais elegante (interprete-se elegância como correção) na sua conduta familiar e social. O homem elegante

O homem verdadeiramente elegante não se veste apenas com elegân-

cia, mas vive em estado de elegância, sendo cortês com o vizinho, com o colega de trabalho, com os familiares, enfim, com todos que o cercam.

De onde se deduz que para a elegância não há uma definição absoluta.

Ligada como está às qualidades de gosto e de bom gosto, de educação, de Estética & Negócios- edição n• 05 - Nov/Dez 10 | 33


Aspectos Legais correção moral e de apuro social, ainda assim não é privilégio de alguns, mas de todo aquele que está em harmonia consigo mesmo e com o próximo, com o seu tempo e com o mundo em que vive. PARA REFLETIR: • Clientes podem demitir todos de uma empresa, do alto executivo aos colaboradores de cargos mais baixos, simplesmente gastando seu dinheiro em outro lugar.

• “Sorrir dá mais luz e custa menos que a eletricidade”. • “Um dia sem sorriso, é um dia desperdiçado”. • “Ouvir com atenção, tem muito mais a ver com confiança, respeito, envolvimento e compartilhamento de informação do que com os ouvidos”. • “Marketing é, acima de tudo, conquistar e manter clientes”. • “O que está por trás de deixar o cliente esperando? Provavelmente, desrespeito com o tempo dele, falta de profissionalismo e de visão estratégica”. • “Nunca pare de pesquisar. Se você fizer isso, também vai deixar de crescer”. • “Pessoas que não fazem nada além daquilo pelo que são pagas, nunca recebem pagamento por qualquer coisa a mais que fizerem”. • “As empresas (e os profissionais) ganham mais credibilidade junto aos clientes, realizando algum tipo de esforço extra. Os clientes sempre se recordam das vezes em que um prestador de serviço saiu de seu caminho para ajudálos”. • “Com que frequência você deve dizer muito obrigado? Sempre que tiver uma oportunidade”. • “A cortesia é uma espécie de encantamento, que atrai a boa vontade de todos, assim como a grosseria obtém apenas desprezo e irritação geral”.

34| Estética & Negócios- edição n• 05 - Nov/Dez 10


Aspectos Legais

AS CHAVES DO SUCESSO SÃO:

A FORMAÇÃO A INFORMAÇÃO, A TRAJETÓRIA, A HONESTIDADE.

Comente este artigo em nosso Clube Estética e Negócios: http://www.esteticaenegocios.ning.com/

Prof. Martha Martins é Tecnóloga em Beleza, Estética e Imagem Pessoal. e-mail: marthamartinsa@gmail.com

Estética & Negócios- edição n• 05 - Nov/Dez 10 | 35


Espaço Físico

Beauty Fair 2010 As tendências dos setores de cosméticos e beleza na maior feira das Américas Por Madalena Almeida

Mais de 128 mil visitantes compareceram ao evento, que movimentou R$ 338 milhões em volume de negócios, R$ 33 milhões a mais do que o estimado pela organização. Além dos produtos e serviços, as grandes atrações da feira foram os congressos, fóruns, jornadas e debates que contribuíram para o aprimoramento e a atualização dos profissionais.

E

ntre os dias 28 e 31 de agosto, o Expo Center Norte, em São Paulo, foi palco

do maior e mais completo evento do segmento de cosméticos, beleza e bem-estar das Américas: Beauty Fair – Feira Internacional de Cosméticos e Beleza, que reuniu toda cadeia produtiva do segmento de beleza, apresentando produtos e serviços para profissionais e empresários.

36| Estética & Negócios- edição n• 05 - Nov/Dez10


Espaço Físico

Em uma área 76 mil m2, mais de 450 expositores, representando cerca de 900

marcas, mostraram suas novidades para mais de 128 mil visitantes, vindos de todas as partes do Brasil e do mundo, como Estados Unidos, México, Inglaterra, Itália, Espanha, Portugal, China, Coreia do Sul, do continente africano e de toda a América do Sul, uma visitação quase 20% a mais do que em 2009. O índice de participação de expositores estrangeiros em 2010 também teve um crescimento de 81% em relação ao ano passado. Ao todo foram 29 empresas, sendo oito da Itália, nove dos EUA, 11 da China e uma da Espanha.

Estética & Negócios- edição n• 05 - Nov/Dez10 | 37


Espaço Físico

Nos quatro dias, a Beauty Fair movimentou R$ 338 milhões em volume

de negócios, R$ 33 milhões a mais do que o estimado pela organização do evento. Para facilitar a visitação, a feira foi dividida em cinco áreas específicas voltadas para cada segmento – Hair, Estética, Manicure, Maquiagem e Negócios. O evento contou com grandes atrações, como um show internacional, comandado por Anthony Mascolo, um dos mais respeitados hairstylists do mundo, e a realização de um evento voltado para o setor de SPA e wellness.

Outro evento paralelo de sucesso na mostra foi o 1º Seminário em Gestão

de Beleza e Negócios, voltado para proprietários de salões e empreendedores da área. O objetivo foi motivar os participantes a aplicar soluções práticas no seu dia a dia, utilizando estratégias que garantam rentabilidade e diferentes possibilidades de inovar na prestação de serviços e no atendimento.

38| Estética & Negócios- edição n• 05 - Nov/Dez10


Espaço Físico

Também foi realizado durante a feira o 5º Congresso Científico Latino-

Americano de Estética dirigido aos profissionais da estética, que tiveram a oportunidade de conhecer as novidades em tratamentos, produtos, equipamentos e tecnologias para tratamentos faciais e corporais, participando de uma ampla programação que envolveu palestras, conferências e workshops práticos. A abertura do evento ficou a cargo do renomado cirurgião plástico Dr. Robert Rey, mais conhecido como Dr. Hollywood, que proferiu uma palestra sobre as mudanças que ocorreram na blefaroplastia, procedimento que elimina as chamadas bolsas dos olhos.

Dr. Rey falou sobre a importância da profissional esteticista nas inter-

venções cirúrgicas. O médico deixou uma mensagem às esteticistas, recomendando que elas tenham muito carinho com suas clientes. “Não podemos ver o dinheiro em primeiro lugar. Antes de mais nada, é preciso ter amor pelas pacientes”, destaca. Outros eventos

Também não se pode deixar de mencionar a Jornada Técnica Latino-

Americana de Massoterapia e o 3º Simpósio Latino-Americano de Podologia, encontros específicos em que os profissionais conferiram as novidades em técnicas, produtos e tendências, e os Workshops de Estética, espaço dedicado à apresentação das mais modernas técnicas da estética.

O Fórum de Negócios Beauty Fair foi outra atração que reuniu expoentes

do setor. Em encontros exclusivos, representantes das maiores indústrias do segmento, lojistas e distribuidores tiveram a oportunidade de discutir ideias, estratégias e propor novas soluções para que o mercado da beleza cresça ainda mais. Questões como a gestão de empresas e pessoas, entre outras, também

Estética & Negócios- edição n• 05 - Nov/Dez10 | 39


Espaço Físico

foram abordadas. O Fórum contou com a presença do técnico de futebol, Luiz Felipe Scolari, que falou sobre “A importância de ter prazer no que está fazendo”. Cerca de 400 pessoas compareceram a palestra de Felipão, um recorde absoluto no Fórum de Negócios da Beauty Fair. A ex-jogadora de basquete, uma das atletas brasileiras mais respeitadas em todo o mundo, Magic Paula também proferiu a palestra “Minha empresa, meu time”.

O 5º Congresso de Manicures mais uma vez promoveu o aperfeiçoamen-

to profissional, além de apresentar o que há de mais novo no setor e proporcionar momentos de valorização e bem-estar para as profissionais, que têm um papel fundamental nos estabelecimentos de beleza. O evento contou com a participação especial de Arlindo Grund, consultor de moda e estilo do programa Esquadrão da Moda, do SBT.

A primeira edição do Congresso de Maquiagem Beauty Fair também

40| Estética & Negócios- edição n• 05 - Nov/Dez10


Espaço Físico surpreendeu pelo número de congressistas. Primeiro evento de grande porte exclusivo para profissionais da área, o Congresso promoveu reciclagem e aperfeiçoamento em quatro apresentações e um talk-show, comandados por grandes nomes da maquiagem nacional, como Duda Molinos, Daniel Hernandez e Vanessa Rozan, além de uma palestra ministrada pelo médico dermatologista Dr. Valcinir Bedin, o Dr. Bactéria. Evolução do setor

Nos últimos 14 anos, a indústria brasileira de higiene pessoal, perfumaria

e cosméticos vem apresentando um crescimento médio composto de 10,5%. Vários fatores têm contribuído para esse excelente crescimento do setor, entre os quais a participação crescente da mulher brasileira no mercado de trabalho; a utilização de tecnologia de ponta e o consequente aumento da produtividade, favorecendo os preços praticados pelo setor, que têm aumentos menores do que os índices de preços da economia em geral; e lançamentos constantes de novos produtos, atendendo cada vez mais às necessidades do mercado. Em relação ao mercado mundial de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos, conforme dados do Euromonitor de 2009, o Brasil ocupa a terceira posição. É o primeiro mercado em desodorante; segundo mercado em produtos infantis, produtos masculinos, higiene oral, proteção solar, perfumaria e banho; terceiro em produtos para cabelos e cosmético cores; sexto em pele e oitavo em depilatórios.

A Beauty Fair 2011 já tem data marcada. O evento acontecerá de 10 a 13

de setembro, no Expo Center Norte (SP).

Imagens fornecidas por Carla Bianchi Assessorias de Impresa da Beauty Fair

Estética & Negócios- edição n• 05 - Nov/Dez10| 41


A Revista Estética & Negócios tem como principal objetivo prover informação de qualidade, gratuitamente e colaborar com a preservação do meio ambiente. Faça parte do grupo de milhares de assinantes do Brasil e Exterior e solicite sua assinatura gratuitamente em nosso site

www.esteticaenegocios.com.br

Ed05_NovDez10  

Revista Digital sobre gestão de clínicas de estética e salões de beleza.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you