Issuu on Google+

Um Natal nas minas


Era uma vez um homem, um homem rico com tudo, mas era muito egoísta e não conhecia a pobreza. E que certo dia conseguiu dinheiro para comprar uma mina de ouro, mas na sua ganância não olhou para trás e sem saber ou reconhecer se a mina tinha mesmo ouro ele gastou logo o dinheiro e comprou a mina, ficando paupérrimo.


Passaram dias, meses, até anos e ele nunca, mas mesmo nunca descobriu o tal ouro: - Por favor… - disse o homem, quase a morrer. E então na longa mina ecoou – favor…favor…favor… - e ele exclamou: - Não como há dias! Não tenho dinheiro! Se calhar já comecei a perceber a pobreza! Salvame meu Deus!


E com essas palavras Deus disse: - É melhor pedires ao Pai Natal, esqueceste-te da tua mulher, filhos e família. És mesmo egoísta, mas eu ajudar-te-ei a voltar a ter tudo.


- E como é que eu faço? – disse ele. E Deus disse: - Tens que ir à montanha gelada, é claro!?


Foram semanas de viagem, atÊ que‌finalmente chegou, implorou ao Pai Natal que lhe concedesse o desejo e o Pai Natal disse: - Sim!


Logo a seguir voltou a ter tudo, mas mesmo tudo. Prometeu n達o ligar mais ao dinheiro e viveu feliz para sempre.


um natal nas minas