Page 1

Jornal

www.estacaonews.blog.br

stação News

www.estacaonews.blog.br - DF e Entorno, 1ª Quinzena de Janeiro de 2019 / Ano XVIII - Edição N.315

DF TEM SEGUNDO MAIOR AUMENTO NA CESTA BÁSICA

GOVERNO TRABALHA PARA RECUPERAR R$32 BILHÕES EM DÍVIDAS FISCAIS

Página 03 Pesquisa do Dieese mostra que reajuste em 2018 chegou a 14,76%, muito acima da inflação, que não passou dos 7%. Pão francês, a carne bovina, leite e tomate foram os produtos que mais subiram durante o ano.

IBANEIS VAI REABRIR CASA DA MULHER BRASILEIRA Página 05 O governador Ibaneis Rocha esteve na Casa da Mulher Brasileira em companhia da ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves e da secretária da Mulher no DF, Ericka Filippelli. O complexo, que foi inaugurado há quase 4 anos, está com graves problemas estruturais. Apenas parte do prédio passará por reformas para reabertura das atividades.

Convênio com o Tribunal de Justiça foi firmado para dar segurança jurídica às conciliações. Ibaneis diz que enviará projeto de lei sobre o tema para a Câmara Legislativa Página 06

TRUMP VIAJARÁ À FRONTEIRA Página 07 COM MÉXICO O presidente dos EUA, Donald Trump, anunciou ontem que visitará na próxima quinta (10) a fronteira com o México, em meio ao impasse com democratas envolvendo o financiamento do muro que o republicano quer construir no local - e que agora pode ser de aço, e não de concreto.


2

JORNAL ESTAÇÃO NEWS

Brasília, 1ª Quinzena de Janeiro de 2019

SEJA VOCÊ MESMO E PARE DE SE COMPARAR

D

urante muitos anos da minha vida eu tentei ser como as outras pessoas. Eu queria orar como elas, agir como elas e até pensar como elas. Depois de muitas lutas e insatisfação, finalmente entendi que Deus nunca iria me ajudar a ser outra pessoa, a não ser eu mesmo. Aprendi que existe uma razão por Ele ter me feito desse jeito e que é muito ruim tentar ser alguém que eu não sou. Entenda que a maior liberdade que você pode ter é ser você mesmo. Jesus veio para libertar as pessoas em muitos aspectos da vida, e fazer com que sejamos nós mesmos, é um deles. Você não precisa competir para ser melhor do que ninguém. A Bíblia diz em 2 Coríntios 10:12 que quem faz isso, age sem entendimento. Por isso, tudo o que Deus espera é que tentemos ser o melhor que consigamos. Eu sempre penso assim: “Deus quer que eu seja uma pessoa melhor, um cristão melhor, um filho melhor, um marido melhor, um pai melhor etc.” Então, desde que eu entendi isso, tenho crescido muito e sofrido menos. Nós podemos olhar para as pessoas como exemplos que nos ajudarão a melhorar em nosso comporta-

mento, mas não devemos deixar que ninguém, a não ser Jesus, seja o nosso modelo. O apóstolo Paulo pediu para as pessoas o imitarem, assim como ele imitava a Cristo (1 Coríntios 11:1). Ou seja, ele era um exemplo para elas, mas nunca disse para as pessoas serem exatamente iguais a ele. Deus dá dons e talentos para cada um, e você deve usar aquilo que Deus colocou em suas mãos ao invés de fi- as gostarem de mim e cocar cobiçando os dons dos mecei a confiar que Deus outros. me daria relacionamentos abençoados. Se você fizer Seja você mesmo e faça o mesmo e começar a gosseu melhor para Deus. Se tar de quem você é, você as pessoas te rejeitarem, estarão rejeitando o que Deus criou, e não o que você criou. É lógico que nós precisamos mudar em muitas áreas, mas só Deus pode fazer a verdadeira mudança, e Ele faz isso do jeito dEle e no tempo certo. Às vezes ficamos tão mal por não gostarmos de quem somos e acabamos criando uma falsa imagem para mostrarmos ao mundo (geralmente isso acontece quando temos problemas nos relacionamentos). Mas quando começamos a experimentar a liberdade de sermos simplesmente quem Deus quer que sejamos, a unção dEle vem sobre nós e as pessoas percebem a diferença em nossa vida. Eu aprendi a parar de forçar as pesso-

Fundado em 09 de Maio de 2001

ESTAÇÃO NEWS E PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS LTDA

CNPJ: 04.428.949/0001-48 QNA 30 Lt 08 Sala 102 - Taguatinga Norte Brasilia- DF Cep: 72110-300 E-mail: estacaonewsdf@gmail.com

estacao.newsdf

(61) 98611-9669

Diretora Geral : Maria Nazaré da Luz Pinheiro Diretora Comercial: Claudiane Pinheiro Redação : Flávio Rabelo Chaves Jornalista : Claudiane Pinheiro Rabelo DRT 0012314/DF Fotógrafo : Flávio Rabelo Chaves Advogados : Claudmery Pinheiro Silva/ Sílvio Diagramação : Claudiane Pinheiro Web Desingner: Claudiomar Pinheiro

Jornal e Revista Estacao News

terá mais aceitação e menos rejeição das pessoas.

sem se comparar com ninguém” (Gálatas 6:4).

“Cada um examine os próprios atos, e então poderá orgulhar-se de si mesmo,

Fonte: pastorantoniojunior. com.br

CIDADES DE DISTRIBUIÇÃO:

10 mil exemplares

Brasília / Entorno

O Jornal Estação News (Tiragem comprovada de 10 mil exemplares) é distribuido gratuitamente por todas as bancas de jornais de Taguatinga, Ceilândia, e demais cidades satélites, Plano Piloto; em todos os estabelecimentos comerciais,nas Administrações regionais, portarias dos edificios comerciais de Brasilia e Entorno. E, ainda, através de mala direta para pessoas fisicas, empresários, embaixadas, Shoppings, GDF, Câmara Legislativa, bancada do DF no congresso Nacional e Agências de Publicidades.

estacaonews

estacaonews/

jornalestacaonewsdf

estacaonewsdf


Brasília, 1ª Quinzena de Janeiro de 2019

JORNAL ESTAÇÃO NEWS

DF TEM SEGUNDO MAIOR AUMENTO NA CESTA BÁSICA

3

Pesquisa do Dieese mostra que reajuste em 2018 chegou a 14,76%, muito acima da inflação, que não passou dos 7%. Pão francês, a carne bovina, leite e tomate foram os produtos que mais subiram durante o ano. variações ocorreram em Recife (2,53%) e Natal (3,09%).

C

ampo Grande, Brasília e Belo Horizonte foram as capitais com maiores aumentos na cesta básica em todo o País no ano que passou, segundo levantamento do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos So-

A cima da inflação A maior parte desses índices,em especial nos três mais elevados, ficou bem acima da inflação. De acordo com dados divulgados ontem pela Fundação Getúlio Varbas, o IGP-DI (Índice Geral de cioeconômicos (Dieese). Preços - Disponibilidade Foram pesquisadas 18 Interna) fechou o ano de 2018 com uma inflação capitais. As altas mais expressivas de 7,1%. Em 2017, o indientre dezembro de 2017 cador havia registrado dee de 2018 chegaram a flação (queda de preços) 15,46% em Campo Gran- de 0,42%. de, a 14,76% em Brasí- Já na comparação mensal lia e a 13,03% em Belo do encarecimento da cesHorizonte. As menores ta básica, entre novembro

e dezembro de 2018, o valor da cesta subiu em 15 cidades, com destaque para Goiânia (5,65%), Salvador (4,13%) e Natal (2,77%). As quedas foram observadas em três capitais: Fortaleza (-3,48%), Vitória (-1,17%) e São Luís (-0,40%). Em dezembro de 2018, o maior custo foi apurado em São Paulo (R$ 471,44), seguido por Rio de Janeiro (R$ 466,75), Porto Alegre (R$ 464,72) e Florianópolis (R$ 457,82). Os menores valores médios foram observados em Recife (R$ 340,57), Natal (R$ 341,40) e Salvador (R$ 343,82). O que mais subiu Em dezembro de 2018, os preços médios do leite integral, tomate, pão francês, carne bovina de primeira, arroz agulhinha e batata apresentaram aumento na maior parte das cidades pesquisadas na comparação com dezembro de 2017. O preço do leite integral variou entre 0,38%, em Porto Alegre, e 28,38%, em Goiânia. No caso do tomate, todas as cidades acumularam alta. As maiores taxas foram observadas em Florianópolis (117,38%), Rio de Janeiro (113,28%), Belo Horizonte (110,34%), Brasília (103,80%) e Curitiba (102,87%).

O quilo do pão francês ficou mais caro em 17 capitais entre dezembro de 2017 e 2018. Houve queda somente em Salvador (-0,66%). As altas oscilaram entre 4,6%, em São Luís, e 16,15%, em Natal. O valor do quilo da carne bovina de primeira aumentou em 15 capitais, com taxas que oscilaram entre 1,71%, em São Paulo, e 9,54%, em Campo Grande. As diminuições foram verificadas em Florianópolis (-1,79%), Belém (-1,51%) e São Luís (- 0,53%). Atacadistas faturam O principal responsável pela inflação de 2018 foi o atacado, analisado pelo IPA (Índice de Preços ao Produtor Amplo). O subíndice anotou taxa de 8,75% em 12 meses. Os preços no varejo, medidos pelo IPC (Índice de Preços ao Consumidor),tiveram inflação de 4,32% no ano. Já o INCC (Índice Nacional de Custo da Construção) encerrou 2018 com alta de preços de 3,84%. Apesar de fechar o ano com inflação, o IGP-DI registrou deflação de 0,45% em dezembro, queda puxada pela taxa negativa de 0,82% do IPP (Índice de Preços ao Produtor). Fonte: Jornal de Brasilia


4

JORNAL ESTAÇÃO NEWS

Brasília, 1ª Quinzena de Janeiro de 2019

PUNIÇÃO A SERVIDOR QUE NÃO ATENDER PACIENTE Governador fará visitas de surpresa a hospitais para fiscalizar a assistência prestada a quem procura a rede pública. Quer ainda utilizar estado de emergência para adotar linha dura: os funcionários terão de resolver o problema de cada um ou dar orientação segura.

A

situação de calamidade da rede pública de saúde do DF não é segredo. Talvez o descaso seja a principal reclamação de quem depende do Serviço Único de Saúde. Como a situação do aposentado Avelino Barbosa de Miranda, que aos quase 80 anos de vida precisou ficar quatro horas aguardando por atendimento. O governador concorda. Ao decretar estado de emergência, ele anunciou: quer o povo bem tratado e vai punir servidores que obstruírem esse caminho. Avelino Barbosa de Miranda, 79, buscava atendimento no Hospital Regional da Asa Norte (Hran) com diagnóstico de hepatite. O filho dele, Pablo Menezes de Miranda, 37, conta a via crucis em busca de médico. Os moradores de Águas Claras já tinham passado pelo Hospital de Taguatinga e pelo Hospital Universitário de Brasília (HUB). O analista de sistemas já não sabe o que fazer. “Se

eu correr para o Hospital de Base vão pedir para que eu tenha um pedido. Preciso que alguém faça um atendimento em clínica médica, para que ele pare de sentir dor, e uma tomografia de abdômen. Eu suspeito que exista algo pior”, lamenta. É exatamente o tipo de tratamento que o governador tenta evitar com “sacrifício extraordinário” de servidores. “Não vamos mais mandar ninguém para casa. O pior sentimento é o de estar desamparado, não conseguir onde cuidar da sua família. Vou precisar de envolvimento do servidor. A partir do momento que ele mandar para outro hospital sabendo que pode não ser atendido vou abrir processo administrativo. A responsabilidade é de entregar saúde na mão das pessoas ou, no mínimo, dar condições. Não vou aceitar desumanidade”, garantiu. O decreto que coloca a saúde em situação de emergência, assinado ontem, permite contratações

e compras sem licitação. A intenção é dar um “choque de gestão” nos primeiros seis meses do ano, com mutirão de cirurgias a partir de profissionais bonificados por horas extras e aposentados de volta à ativa. Tudo faz parte do SOS Saúde subprograma do SOS DF. O secretário de Saúde, Osnei Okumoto, expôs motivos que embasaram a decisão. “Dentro das necessidades principais, elencamos especialmente a questão de liberação de leitos de UTI, de internações de pacientes, centros cirúrgicos, a falta de material, medicamentos, de estruturas de trabalho. O decreto é fundamental para termos trabalho de impacto inicial para colocarmos todos os serviços em funcionamento”, relatou. A equipe do governo preparou um relatório que expôs a realidade alarmante. Em 212 páginas, o diagnóstico de 14 hospitais e de cinco Unidades Básicas de Saúde tem fotos dos problemas. Desabastecimento de cerca de 40% materiais einsumos hospitalares básicos, falta de medicamentos, pendências de pagamentos e de desaparelhamento de pessoal e equipamentos são apontados. “Todos os governos que passaram fizeram contratos emergenciais e não deram conta de dar o pas-

so seguinte. A intenção é que esse seja efetivamente emergencial”, disse o governador. O antecessor Rodrigo Rollemberg (PSB) também decretou estado de emergência na Saúde logo no início do governo. A medida foi renovada quatro vezes e durou 30 meses - de janeiro de 2015 a julho de 2017 - e não resolveu os problemas. “Recurso não nos falta, o que falta é um choque de gestão. Não há justificativa para a péssima qualidade da saúde”, avaliou o governador. Ele prometeu fiscalizar pessoalmente os serviços - de surpresa. “Vou trabalhar como um pai que dá com a mão e cobrar com firmeza os resultados.” Agora, vai começar o mutirão de cirurgias. A prioridade é tirar dos corredores dos hospitais aqueles pacientes que estão em sofrimento.

exames. Falta tudo nos hospitais Logo na entrada da emergência, problemas do Hran, onde o senhor Avelino Barbosa, 79, buscava atendimento são evidentes: desde os estruturais a falta de pessoal, ocasionando longas filas para o atendimento. Sequer há bebedouro no local. Nem a pulseira laranja ou a idade avançada garantiram que fosse recebido mais rápido. Apesar de a escala indicar a presença de médico, a situação não era resolvida. Os problemas na unidade não cessam na entrada. Pelos corredores, a situação não está tão melhor. O relatório feito pela equipe do novo governador denuncia que a unidade não tem um contrato de manutenção para consertar vazamentos de canos, fazendo que a umidade danifique as paredes ou de esgotos, ameaçando o arquivo físico. Os banheiros precisam de novas instalações. Os canos estão enferrujados e parte do teto está sem forro. As gavetas da câmara frigorífica para cadáveres não fecham ou estão emperradas. Na verdade, ela precisaria ser trocada ,pois não atendemais as necessidade dos hospital.

Não existe um número fechado dos que aguardam por procedimentos. Eles estão divididos em filas de clínicas espalhadas por todo o DF. Somente na área ortopédica,a estimativa é que mais de 18 mil aguardem por operações, mas não existe um número fechado da lista de espera. Os demais devem ser convocados para análise da equipe técnica. Caso necessário, farão novos Fonte: Jornal de Brasilia


Brasília, 1ª Quinzena de Janeiro de 2019

JORNAL ESTAÇÃO NEWS

IBANEIS VAI REABRIR CASA DA MULHER BRASILEIRA Fechada há um ano, unidade volta a funcionar parcialmente com apoio de outros pontos de atendimento nas estações do Metrô. Apenas 40% da estrutura poderá ser reaproveitada

O

governador Ibaneis Rocha esteve na Casa da Mulher Brasileira em companhia da ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves e da secretária da Mulher no DF, Ericka Filippelli. O complexo, que foi inaugurado há quase 4 anos, está com graves problemas estruturais. Apenas parte do prédio passará por reformas para reabertura das atividades. “Aqui o atendimento será parcial e para ajudar vamos criar outros pontos de apoio nas estações do Metrô”, explica o governador Ibaneis. No local, a intenção é abrigar parte dos serviços de atendimento psicológico e acolhimento. Já nas estações do metrô seriam levados os atendimentos da Polícia Civil, Defensoria Pública, Ministério Público, entre outros. Para a reforma da Casa da Mulher, o governador informou que a Secretaria da Mulher tem no orçamento R$ 14 milhões em recursos enviados pelo Governo Federal. “Infelizmente, tinham o dinheiro para a manutenção, mas não fizeram nada. Já dei a determinação para o secretário de Obras e a secretária Ericka para iniciar as obras emergenciais. Por que nossa intenção é atender mais rápido e de

forma prioritária essas mulheres”, afirmou Ibaneis ao lamentar os altos índices de violência doméstica registrados no DF. Ex-presidente da Ordem dos Advogados do DF, o governador disse que a gestão dele vai se concentrar em combater a impunidade nesses casos de violência. “Ontem mesmo firmamos um convênio entre a SEJUS e a Defensoria Pública para reforçar o atendimento jurídico do Próvitima. Para mim esses crimes deveriam ser considerados hediondos. Não podem ficar sem punição”, explicou. Secretária da Mulher, Ericka Filippelli, informou que estuda a construção de outras unidades da Casa da Mulher. “É determinação

do governador levarmos essas unidades para as cidades. Ele mesmo sugeriu iniciarmos por Ceilândia e Planaltina. Estamos avaliando tudo isto, para viabilizar o quanto antes”, afirmou. Ela informou que a proposta é integrar todos os serviços nas unidades. “Nossa intenção é evitar aquela rota crítica para quem já enfrenta a violência. Aqui, elas serão atendidas com apoio da justiça, do Ministério Público, Defensoria Pública, Polícia Civil, assistência psicossocial, acolhimento aos filhos e também capacitação profissional para que possa reconstruir a vida delas”, enumerou. Fonte: Agência Brasília

5

DOBRA TAXA TURÍSTICA DE LISBOA

O ano começou com aumento na taxa turística de Lisboa, que dobrou de preço e agora é de 2 euros por noite (cerca de R$ 8,50) por pessoa. O encargo é cobrado pelo município para todos aqueles - portugueses ou estrangeiros - que se hospedem em hotéis ou apartamentos por temporada (Airbnb e similares) na cidade. Crianças até os 13 anos são isentos da cobrança. Apesar do aumento, a regra de cobrança máxima permanece: os viajantes pagam a taxa turística até um máximo de sete noites na cidade. Ou seja: no fim das contas, o teto máximo da cobrança por turista é de 14 euros (aproximadamente R$ 50).


6

JORNAL ESTAÇÃO NEWS

Brasília, 1ª Quinzena de Janeiro de 2019

GOVERNO TRABALHA PARA RECUPERAR R$32 BILHÕES EM DÍVIDAS FISCAIS

NOVACAP TRABALHA EM VICENTE PIRES NO DOMINGO

Convênio com o Tribunal de Justiça foi firmado para dar segurança jurídica às conciliações. Ibaneis diz que enviará projeto de lei sobre o tema para a Câmara Legislativa

O

governador Ibaneis Rocha assinou nesta tarde (9) convênio com o Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT) para criar um programa específico de conciliação de dívidas de pessoas físicas e empresas com o tesouro local. Com a medida o Governo tenta recuperar pelo menos R$ 5 bilhões ainda neste ano. “Nossa expectativa é que a partir do dia 15 de fevereiro, a gente já esteja expedindo as cartas aos devedores para que eles possam vir ao tribunal firmar esse acordo”, afirmou o governador. Ibaneis disse que o Governo tem mais de R$32 bilhões para receber em dívidas diversas como IPVA, IPTU, TLP e outros impostos. Deste total, R$ 19 bilhões são de grandes empresas, que também serão atendidas no programa de conciliação. “Vamos fazer algo que contemple de

A

s obras de drenagem, recuperação de base e recapeamento asfáltico em Vicente Pires não param. Hoje, trabalhadores da Novacap estavam na Rua 8, avançando na conclusão do trabalho.

pessoas físicas a grandes empresas, porque nosso objetivo é garantir o recebimento desses valores com a oferta de melhores condições de pagamento”, avaliou. O governador explicou ainda que será encaminhado à Câmara Legislativa nos próximos dias um projeto de lei com todo o regramento e normas das negociações. “Vamos fazer isto para que não haja nenhum tipo de dúvida ou tratamento dife-

renciado em relação aos devedores. Tudo será feito com toda transparência e apoio do Tribunal de Justiça”, afirmou. Segundo ele, 40 servidores serão capacitados para atender a população no processo de conciliação de dívidas. “Todos passarão por treinamento na Secretaria de Fazenda e Procuradoria do DF e, depois por um treinamento específico aqui no tribunal”, precisou. Fonte: Agência Brasília

(61) 4103-4500

A urgência, como o governador Ibaneis Rocha já afirmou, é para acabar com os transtornos provocados pela chuva aos moradores e comerciantes da cidade. A Rua 8 era uma das mais atingidos quando chovia. O local se transformava em um rio de lama, impedindo inclusive o trânsito de veí-

culos. “Aqui tínhamos um problema crítico e a orientação é para a Novacap trabalhar até no domingo e entregar o trabalho pronto aos moradores e comerciantes o quanto antes”, disse o governador durante visita às obras ontem. De acordo com balanço da Novacap, as ruas 4A e 2 da Colônia Agrícola Samambaia receberam equipes da Novacap neste fim de semana. Foram aplicadas aproximadamente 100 toneladas de massa asfáltica na recuperação documentação nesses locais. Fonte: Agência Brasília


VIVA. Brasília, 1ª Quinzena de Janeiro de 2019

Jornal de Brasília

Brasília, segunda-feira, 24 de setembro de 2018

JORNAL ESTAÇÃO NEWS

TRUMP VIAJARÁ À FRONTEIRA COM MÉXICO

CRUZADAS DIRETAS

Festival da Tailândia LUCIANA BARBO Prepare as papilas para a quinta edição do Festival Gastronômico Tailandês, que será servido no restaurante Diamantina do Kubitschek Plaza Hotel neste fim de semana: dia 28, no jantar; 29 e 30, no almoço. A iniciativa é fruto de parceria com a embaixada do país e terá 14 pratos, servidos em sistema de buffet. As receitas são preparadas com ingredientes frescos e alguns deles exóticos, presidente como a galanga, uma raiz de dos Trump anunciou que vai faaroma mentolado EUA,que se parece Donald zer um pronunciamento à com o gengibre. Dentre os Trump, anunciou nação sobre a paralisação pratos, provei e aprovei o Pad ontem que visita- na noite de hoje. Thai (macarrão frito com rá na próxima quinta (10) camarões, tofu, amendoim, broto de feijão e lima da Pérsia), o Tom Yam Kung (sopa apimentada e ácida e a fronteira com o México, com O camarões, anúnciocogumelos da viagem do ervas) e o Kluay Buad Chee (bananas da terra ao leite de coco). Os em meio ao impasse com republicano foi feito pela convites custam R$ 88 por pessoa, com 10% e bebidas cobrados à parte. envolvendo o porta-voz Odemocratas hotel fica no SHN Quadra 2. Informações: 3329-3333.da Casa Branca,

O

financiamento do muro que o republicano quer construir no local - e que agora pode ser de aço, e não de concreto. A queda de braço entre os dois lados provocou uma paralisaçãoque entra em seu 17º dia e atinge 25% do governo. São 800 mil funcionários de licença ou sem receber pagamento, enquanto parques nacionais estão fechados - três mortes por acidentes foram registradas até agora.

Sarah Sanders, em menFOTOS: ARTUR DIAS sagem em uma rede social.

Segundo ela, Trump vai viajar para a fronteira sul na quinta para se encontrar com os que estão na “linha de frente das crises de segurança nacional e humanitária”. Trump visitou a fronteira como presidente pela primeira vez dez meses atrás. Fonte: Jornal de Brasilia

Cerveja e tecnologia

Começou a funcionar nesse sábado (22/9) o Galpão 17, que reúne espaço para eventos, cervejas artesanais, estúdio de tatuagem, loja de roupas, wine bar, oficina e motos, dentre outros negócios. Grafites nas paredes, decoração com pegada industrial e móveis elaborados com materiais reciclados, como pallets, são atrações à parte. Mas os bicos com cervejas artesanais é que devem fazer sucesso, não somente pela diversidade, mas também pela tecnologia. Ao chegar, o cliente deve adquirir um cartão e abastecê-lo com crédito. Com ele, pode encher o copo com seu rótulo de preferência. À medida em que o líquido vai caindo, o sistema desconta o valor equivalente do cartão. O preço das cervejas começa em pouco mais de R$ 2 por 100ml. Para comer, tem Bikers Burger e petiscos da Old Pan. Ainda há espaço para assar carnes, que pode ser ocupado por profisisonais do segmento. No próximo sábado, o chef Pedro Henrique vai servir costelinha suína (R$ 20) e filé mignon (R$ 25) defumados em lenha de goiabeira e acompanhados por batata bolinha rústica, temperada com páprica e alecrim; salada de repolho (coleslaw) e salsa de legumes assados. Os cortes podem ser harmonizados com vinhos Del Maipo. O Galpão 17 fica no SMAS, Área Especial G,

7

21

SOLUÇÃO ANTERIOR

SUDOKU Solução anterior

Instruções do Sudoku Preencha cada quadrinho


8

Brasília, 1ª Quinzena de Janeiro de 2019

JORNAL ESTAÇÃO NEWS

Profile for estacao news

ESTAÇÃO NEWS - 1 QUINZENA DE JANEIRO DE 2019  

ED 315

ESTAÇÃO NEWS - 1 QUINZENA DE JANEIRO DE 2019  

ED 315

Advertisement