Issuu on Google+

Lucas Uebel/VIPCOMM

BRASILEIRÃO SÉRIE A: Em despedida de Tite do Pacaembu, TIMÃO empata mais uma vez em 0 a 0 Pág 5 De 2 a 8 de dezembro de 2013 | Ano I | Edição 07

Portuguesa

Divulgação

VENCE a Ponte Preta e se afasta do A e i r 1º é aS r a p PAL iu ME b IRA u S S

Série

CH

APE

CO

SPO

ág 2

FIG

UEI

REN

SE

RT

18º PAY SA

ENS

E

19º SÃO

CAE

20º

rie C

Pág 4

ARA TIN

é ara S

Reprodução/Lusa News

GU

p Caiu

Figu eiren se sob para e Série A na últim a rod a do ca mpeo da nato P

Portuguesa entra em contato com Zé Roberto

17º

B:

Pág 4

ASA

TAN O

ND

U

GU

ETÁ


2 3| De4 2 a58 de 6 dezembro 7 8 de 2013

Figueirense sobe para a Série A 2014 A 38ª rodada da Série B foi disputada neste sábado, definindo o último time a subir para a Série A e os dois últimos rebaixados para a Série C - Guaratinguetá e Paysandu O Figueirense garantiu a quarta colocação e o acesso graças a um empate em 1 a 1 com o Bragantino, em Bragança Paulista. Everton Santos fez o gol do clube catarinense, que terminou a disputa com 60 pontos. Guilherme marcou para o Bragantino, que terminou a Série B com 47 pontos, em 12º lugar. No Serra Dourada, Juninho e Ricardo Jesus marcaram no fim e garantiram a vitória por 2 a 0 do Atlético Goianiense sobre o Guaratinguetá. O resultado deixou a equipe de Goiânia com 44 pontos, em 16º lugar. O Guaratinguetá acabou rebaixado, em 17º, com 41 pontos. O outro rebaixado foi o Paysandu, que empatou em 0 a 0 com o Sport, na Ilha do Retiro. A equipe paraense ficou em 18º lugar, com 40 pontos. O Sport ficou em terceiro lugar, com 63. No Castelão, o Joinville derrotou o Ceará por 3 a 0, com gols de Marcelo Costa (duas vezes) e Francis. O Joinville ficou em sexto lugar, com 59 pontos. O Ceará

Classificação Série A: Times

P

J

V

E

D

1

GP GC SG

terminou a Série B em sétimo, também com 59 pontos. Na Arena Condá, o Chapecoense, em segundo lugar, venceu o campeão Palmeiras por 1 a 0, com gol de Bruno Rangel. O Chapecoense terminou a competição com 72 pontos, enquanto o Palmeiras seguiu líder absoluto, com 79. No Durival de Britto, o Paraná derrotou o Icasa por 2 a 0, com gols de Julio Cesar e Robinho. O Paraná chegou aos 57 pontos, em oitavo lugar. O Icasa ficou em quinto, com 59. Nos Aflitos, empate em 2 a 2 entre América-RN e Oeste. Adriano Pardal e Jamerson anotaram os gols do time potiguar, que ficou em 13º, com 47 pontos. Arnaldo e Marcos Paraná fizeram os gols do Oeste, que terminou a Série B em 15º, com 46. Além do Figueirense, o campeão Palmeiras, a Chapecoense e o Sport também disputarão o Campeonato Brasileiro da Série A em 2014. Os rebaixados para a Série C foram Guaratinguetá, Paysandu, São Caetano e ASA. Fonte: Assessoria CBF

Classificação Série B: Times

J

V

1

2

2

3

3

4

4

5

5

6

6

7

7

8

8

9

9

10

P

10

11

11

12

12

13

13

14

14

15 16

15

17

16

18

17

19

18

20

19

TALA Esportivo

DIGITAL

Publisher: Richard Gutierrez contato@esportivotala.com.br www.esportivotala.com.br (construção)

20 Avança Série A

Rebaixados Série C

E

D

GP

GC SG


De 2 a 8 de dezembro de 2013 | 2 3 4 5

Obs.: Todas as fotos publicadas são com autorização do seu responsável

Fotos: Divulgação

PARTICIPE: Envie sua foto no nosso e-mail arte@esportivotala.com.br que publicamos seu Torcedor Mirim

Kadu olhos atentos no jogo do TIMÃO Luan não aguenta mais ver o TIMÃO só empatando (13 anos)

Laura ama o TRICOLOR (5 anos)

Manuella já nasceu com o escudo do TIMÃO no coração ( 5 meses e 8 dias)

Talita e seu filho Victor indo torcer para o TIMÃO

Luciana Eliete e Anderson Carvalho com seu filhote Luan o mais novo torcedor Fiel

Os irmãos Diego(6 anos) e sua irmã Ariel (8 anos) felizes com o VERDÃO na Série A

TÁLÁ o advogado que você precisa:

CAVALCANTE & WINTER

11

4963-5353

A D V O G A D O S

Av. Salgado Filho, nº 1.560 - 3º andar - Sala 34 - Centro - CEP 07115-000 - Guarulhos - SP


2 3 4 |5De62 a78 de 8 dezembro de 2013

BRASILEIRÃO

Criciúma marca contra o São Paulo, segura o resultado e respira Wander Roberto/VIPCOMM

Osvaldo atacante

O Criciúma ficou mais próximo da salvação neste domingo. Com um gol de pênalti, polêmico, no início da partida, o Tigre venceu o São Paulo por 1 a 0 no Heriberto Hülse. Com 46 pontos e duas vitórias a mais que o Fluminense, o time catarinense ficou em boas condições para a rodada final, embora possa ainda ser ultrapassado por Coritiba e Vasco, o que significa que o último jogo será dramático. Pênalti no início coloca Criciúma em vantagem Bastaram 30 segundos de jogo para o lance capital do primeiro tempo. Sueliton recebeu por trás da zaga e caiu na área. O auxiliar não viu o impedimento claro no lance, e o árbitro viu pênalti que já seria por si só poolêmico. Wellington Paulista aproveitou o inesperado presente e colocou o Criciúma na frente. O Tigre já tinha o resultado que sonhava e tratou de fechar sua defesa, aguardando o erro do São Paulo para contra-atacar. A estratégia funcionou na primeira parte e o Tricolor, já cumprindo tabela no Brasileiro, se limitou a trocar passes na defesa a maior parte do tempo. Não fosse pela disposição do trio de ataque reserva, formado por Welliton, Osvaldo e Luís Fabiano, o time paulista teria aceitado o 1 a 0 sem muita resistência. A primeira boa jogada de ataque do São Paulo saiu aos 31 minutos, com Osvaldo escapando pela direita da área até a linha de fundo e cruzando para Luís Fabiano completar de primeira. A bola passou por cima do gol. Welliton quase fez um golaço de letra pouco depois, mas parou em Galatto. Segundo tempo abaixo da crítica A segunda parte começou ao gosto do Criciúma. Muricy Ramalho não conseguiu levantar o espírito da equipe paulista no intervalo e o jogo caminhou para uma sucessão de passes sem objetividade de um lado e chutões para frente do outro. Nada de relevante aconteceu por longos minutos. Muricy tentou incendiar a partida no meio da segunda parte com as entradas de Aloísio e Ademílson. Pouco mudou. O jogo seguiu em ritmo lento, previsível, com a bola rolando no meio-campo sem criatividade. O Tigre agradeceu. Fonte: ogol.com.br


2 3|4 5 6 7 De 2 a 8 de dezembro de 2013

O SÉRIE A:

Corinthians empata com Inter na despedida de Tite do Pacaembú

Ralf volante do TIMÃO

A Fiel compareceu em peso no Pacaembú. A noite foi de homenagens, que tinham como foco Tite, o treinador mais vitorioso da história do clube, que se despediu da sua torcida. Alessandro, capitão do Alvinegro nas conquistas recentes, se despedia do futebol, e também recebeu o carinho especial dos fãs. Os operários mortos no Fielzão também foram lembrados em faixas

dos corintianos. O jogo, entretanto, não foi a altura nem do técnico vitorioso, nem da torcida. Mais uma vez neste Brasileirão, o Corinthians empatou em 0 a 0. Tanto para o Timão, quanto para o Inter, não restam mais objetivos na última rodada. Primeiro tempo sem grandes lances O primeiro tempo teve lances de perigo apenas nos cruzamentos de Ednei, pelo Inter, e em um arremate de fora de Romarinho, que passou perto do gol de Muriel. A grande chance de a partida sair do zero na primeira etapa aconteceu somente aos 41 minutos. Leandro Damião recebeu livre na área, mas perdeu na dividida para o goleiro corintiano.

Jefferson Bernardes/VIPCOMM

Willians é expulso no início do segundo tempo A segunda etapa começou tensa. Logo aos 8 minutos, o juiz marcou uma falta perto da área para o Corinthians, o que irritou os jogadores do Inter. Na reclamação, Willians foi expulso. Na cobrança da falta, Pato chutou para fora. Com um a mais, o Corinthians passou a agredir mais a equipe colorada. Aos 21, Edenílson tentou cruzar, mas a bola foi para o gol. Muriel defendeu, e a bola ainda bateu na trave. Apesar de ter mais a bola, e tentar pressionar, o Corinthians não conseguiu marcar. Emerson foi o jogador mais perigoso, com alguns arremates de fora da área, mas todos foram para fora. O 0 a 0, placar que persegue o Timão neste ano, foi o último de Tite no Pacaembú. Fonte: ogol.com.br


3 4

5 6 7| De8 2 a 8 de dezembro de 2013

BRASILEIRÃO

Lusa News

Lusa vence a Macaca fora de casa e praticamente se garante na Série A Por Redação Lusa News A Portuguesa conquistou um importante resultado para a sua permanência na Série A do Brasileirão ao vencer a Ponte Preta na tarde deste domingo, por 2 a 0, no Moisés Lucarelli. Henrique, aos 15 minutos da primeira etapa, e Wanderson, aos 19 do segundo tempo, marcaram os tentos do triunfo verde encarnado. Com este resultado, a Lusa subiu para a décima terceira colocação, com 47 pontos, e praticamente garantida na elite do Nacional em 2014. Por sua vez, a já rebaixada Macaca está na décima nona posição, com 36. A Portuguesa tem o seu último compromisso na temporada 2013 no duelo diante do Grêmio no próximo domingo, às 17h, no Canindé. Por sua vez, a Ponte Preta tem pela frente o duelo diante do Lanus, da Argentina, na quarta-feira, às 21h50, no Pacaembu, pela primeira partida das finais da Copa Sul-Americana. Bruno Henrique, volante da Lusa

Dirigente confirma contato com Zé Roberto para 2014 Divulgação/Lusa News

Por Chrystian Gedra

“O bom filho à casa torna”. Esta frase é frequentemente utilizada no futebol brasileiro quando um ídolo do clube retorna, e pode ser que no ano que vem o lusitano terá muitos motivos para proferi-la. O vice-presidente da Rubro-Verde, Roberto dos Santos, confirmou com exclusividade para a reportagem do Lusa News que houve um primeiro contato para o retorno do meia Zé Roberto, que atualmente está no Grêmio. ”Houve um contato inicial com o Zé Roberto, sim, e existe a possibilidade de que ele retorne para a Portuguesa para a temporada 2014”, afirmou. A declaração do dirigente vai de encontro com a do próprio jogador, que, nesta semana, admitiu a possibilidade de retornar ao Canindé no próximo ano. Além de destacar esta hipótese, ele enalteceu o ex-clube, onde ganhou destaque quando atuou como lateral. “Eu tenho um carinho muito grande pela Portu-

guesa. Foi o time que me projetou, me deu a oportunidade de aparecer para o futebol. Por isso, não descarto a possibilidade de encerrar a carreira na Portuguesa, clube pelo qual tenho um grande carinho”, comentou o atleta. Formado nas categorias de base da Lusa, o meia foi um dos grandes nomes da Rubro-Verde e se sagrou vice-campeão do Brasileirão de 1996, no qual a Portuguesa perdeu para o Grêmio nas finais. No ano seguinte, ele se transferiu para o Real Madrid (ESP). Zé Roberto também passou por Flamengo, Bayer Leverkusen (ALE), Bayern de Munique (ALE), Santos, Hamburgo (ALE) e Al-Gharafa (QAT) antes de voltar ao Brasil. Com a camisa da Seleção Brasileira, ele foi chamado para 84 jogos e balançou as redes seis vezes. Neste período, Zé defendeu o Brasil nas Copas de 1998 e 2006. Apesar disso, ele tem sido preterido pelo técnico Renato Gaúcho e teve poucas oportunidades no time titular do Grêmio..


4 5 |6 7 8 2 3de 2013 De 2 a 8 de dezembro

O SÉRIE A:

Santos vence Furacão, que ainda briga por um lugar na Libertadores O Santos não briga por mais nada neste Campeonato Brasileiro. O Atlético Paranaense, por outro lado, tenta alcançar a Libertadores. Isso não quis dizer nada dentro de campo, já que o Alvinegro jogou como quem ainda tivesse um objetivo na competição, e venceu o RubroNegro por 2 a 1. Com a derrota, o Atlético Paranaense precisa vencer na última rodada para ficar no terceiro lugar. Caso ainda queira brigar pela vaga direta na competição internacional, o Furacão precisa, além da vitória, torcer por derrota do Grêmio. Igualdade no primeiro tempo O jogo começou com muitos passes errados. Quando acertou, o Santos levou perigo. Aos 5, Marcos Assunção acertou bom passe para Montillo, que chutou para fora. A partida pegou fogo aos 14, quando o Peixe tentou pelos lados, e Geuvânio pegou o rebote e arrematou perto do gol de Wéverton. Logo em seguida, aos 17, foi a vez do artilheiro do Brasileirão levar perigo. Éderson chutou de fora, mas Aranha fez boa defesa. Aos 27, Éderson apareceu de novo, e foi decisivo. O artilheiro conseguiu bom cruzamento para Marcelo, que chegou antes da zaga do Peixe e abriu o placar para o Furacão. Apesar do gol, o Atlético não se mostrava soberano em campo, e o empate não demorou a acontecer. Aos 33 Cicinho foi ao fundo e achou Cícero na área. O meia subiu mais que a defesa atleticana e igualou o placar. Partida permanece equilibrada A segunda etapa logo começou, e Montillo ameaçou o gol atleticano. O meia recebeu dentro da área, conseguiu o giro e levou perigo ao goleiro Wéverton. Depois foi a vez de o Furacão atacar. Aos 7, Léo chutou de fora, para fora, e aos 13, Éverton perdeu. O meia recebeu de Éderson, dentro da área, mas errou o alvo. As chances continuaram, tanto de um lado, quanto de outro. Até Cícero virar o jogo para o

Luiz Pires/VIPCOMM

Peixe. O meia recebeu lançamento de Durval e, com categoria, colocou na saída de Wéverton. Os momentos finais da partida também foram lá e cá. O Santos teve chance de fazer o terceiro, assim como o Atlético-PR de empatar. mas a partida ficou mesmo 2 a 1 para o Alvinegro Praiano. Fonte: ogol.com.br

Cícero, volante


5 6 7 8 | De 2 a 8 de dezembro de 2013

Grupos: ‘PAULISTÃO 2014’ GRUPO A

GRUPO B

GRUPO C

GRUPO D

São Paulo

Corinthians

Santos

Palmeiras

Penapolense

Botafogo

Ponte Preta

Mogi Mirim

Linense

XV de Piracicaba

São Bernardo

Bragantino

A. Sorocaba

Ituano

Paulista

Oeste

Comercial

Audax

Portuguesa

Rio Claro

TÁLÁ a sua entrega na hora certa:

OPERAÇÃOURBANA URBANACOM COM OPERAÇÃO DISTRIBUIÇÃONO NOLITORAL LITORALSUL-SP SUL-SP DISTRIBUIÇÃO


Esportivo TÁLÁ ed07