Issuu on Google+

Wander Roberto/VIPCOMM

BRASILEIRÃO SÉRIE A: São Paulo perde do Fluminense de virada com gol aos 43 minutos do segundo tempo Pág 5

De 18 a 24 de novembro de 2013 | Ano I | Edição 05

Wagner Carmo/VIPCOMM

VERDÃO

é CAMPEÃO e volta para Série A do brasileirão

Fotos: Marcello Zambrana/VIPCOMM

Pág 6

Fernando Prass Goleiro

Henrique zagueiro

Valdivia meio-campista


4 185a 24 2 3| De 6 de7 novembro 8 de 2013

Envie sua foto no nosso e-mail esportivotala@gmail.com que publicamos a foto do seu Torcedor Mirim Fotos: Divulgação

Bernardo torcendo para o TRICOLOR na Sul-Americana

José Albano e seu neto Kaique torcendo pela vinda da Seleção Portuguesa para a Copa do Mundo de 2014

Classificação Série A: Times

TALA Esportivo

DIGITAL

P

J

V

Publisher: Richard Gutierrez esportivotala@gmail.com www.esportivotala.com.br (construção)

E

D

GP GC SG

Vinícius Rodrigues Esteves e seu avô Luiz Eduardo(Dado) aguardando o jogo do TIMÃO

Classificação Série B: Times

P

J

V

E

D

GP

GC SG


De 18 a 24 de novembro de 2013 | 2 3 4 5

AMISTOSOS:

Brasil goleia Honduras por em mais um teste de Felipão Ricardo Nogueira/VIPCOMM

Em jogo pegado, diante de um adversário inferior mas duro na marcação, o Brasil deu show de bola e goleou Honduras, por 5 a 0. Willian e Bernard marcaram pela primeira vez gols pela seleção, Robinho entrou bem e Hulk finalmente desencantou. A partida ficou marcada pelo jogo violento e muitas vezes desleal por parte dos jogadores hondurenhos. Como habitual, Neymar foi o mais caçado. A primeira jogada de perigo no jogo pertenceu a Honduras. Em cruzamento na área, Victor saiu atrasado e foi surpreendido por Palacios, que desviou com perigo e mandou por cima do gol. Paulinho, o melhor em campo na primeira etapa, roubou bola no ataque e chutou cruzado, dando muito trabalho para o goleiro. Aos 22 minutos, Paulinho voltou a ganhar a bola do adversário, mas desta vez fez belo passe para Bernard chegar no meio da área, tocar para o gol e correr para o abraço. Foi o primeiro gol do “baixinho” pela seleção. Neymar também tentou deixar a sua marca ainda no primeiro tempo. Oscar fez bela jogada e serviu o atacante do Barcelona, que partiu em velocidade, puxou para o pé esquerdo e só parou na boa defesa do goleiro Valladares. No segundo tempo, Felipão colocou Robinho e Willian em campo. Os dois viriam a ter boa atuação e para o meia do

Chelsea a noite reservaria um momento especial. Os jogadores hondurenhos continuaram dando um “show” de como não jogar futebol. Com bola ou sem bola, Neymar era sempre parado com faltas ou agressões. O árbitro foi aceitando tudo sem tomar qualquer atitude mais severa. Com a bola rolando, a seleção amarelinha chegou ao segundo gol. Em cobrança de falta feita por Neymar, a bola foi alçada na área. Dante se adiantou e cabeceou. A bola desviou em dois adversários e foi parar no fundo das redes. Felipão optou por tirar Neymar do campo para evitar maiores problemas, mas o camisa 10 ainda teve tempo para ver de perto o terceiro gol do Brasil, marcado por Maicon em rebote dado pelo goleiro após chute de Paulinho. Hulk entrou no jogo e ajudou a construir a goleada. Primeiro, fez ótimo passe para Willian para marcar o seu primeiro gol pela seleção. Depois, após bela troca de passes no ataque, recebeu de calcanhar de Robinho, virou e tocou com categoria no canto. Golaço! Antes disto, Robinho tinha feito boa jogada e chutado com categoria, tirando do goleiro e fazendo a bola explodir na trave. Daí até o final, o Brasil teve mais oportunidades, mas não voltou a balançar as redes. O resultado ficou em 5 a 0 e agora o próximo desafio é diante do Chile, na terça-feira. Fonte: ogol.com.br

Neymar atacante


2 3 4 |5De618 7a 248 de novembro de 2013

BRASILEIRÃ

Corinthians e Vasco fazem jogo de poucas finalizações e ficam no 0 a 0 os olhos marejados pelas homenagens da torcida no Pacaembu. Do outro lado, a expressão era de tensão pelo medo do rebaixamento. A emoção fora de campo não transbordou para dentro das quatro linhas. Corinthians e Vasco fizeram um primeiro tempo morno, com discreto domínio dos donos da casa. A impressão, aos minutos iniciais, é que a partida seria diferente. O Corinthians marcou em cima, dificultando a saída de bola cruzmaltina, já normalmente problemática. Mas o Timão também tem seus problemas recorrentes e o ataque, sem referência na área, voltou a pecar na hora da definição,

como fez Romarinho ao deixar escapar a bola livre na área. Mais pela inoperância dos donos da casa do que por méritos próprios, o Vasco resistiu à pressão inicial e equilibrou a partida, embora sem ameaçar o gol defendido por Walter. O jogo foi ao intervalo no 0 a 0, o resultado mais justo para o pouco futebol apresentado por cariocas e paulistas. Os dois times passaram a alternar o domínio na segunda etapa. Walter e Alessandro, no entanto, seguiram sendo apenas espectadores na partida. A ausência dos goleiros sequer seria sentida, tamanha a incapacidade

de Corinthians e Vasco de criar oportunidades para finalizar. Emerson ainda tentou o gol em lance isolado, pela direita, passando pelo marcador e batendo cruzado. A bola foi para fora e o goleiro cruzmaltino não precisou sujar a camisa. Tite tentou mudar o panorama do encontro ao colocar Danilo no lugar do cansado Renato Augusto, e Rodriguinho no lugar de Guilherme. Adilson Batista também mexeu com as entradas de Thalles, Francismar e André. O jogo seguiu sem muita emoção e sem gols até o apito final. Fonte: ogol.com.br

Wagner Carmo/VIPCOMM

Walter e Alessandro tiveram pouco trabalho neste domingo. Corinthians e Vasco priorizaram a defesa no encontro no Pacaembu e ficaram no 0 a 0 em jogo morno e de poucas oportunidades. O resultado é indiferente para o time paulista, com 49 pontos, na zona intermediária e apenas com chances remotas de classificação na Libertadores. Para o Vasco, não há motivos para comemorar o empate. Na zona de rebaixamento, com 38 pontos, o time carioca fica em situação ainda mais complicada no Brasileiro. Tite apareceu na beira do campo com

Danilo meio-campista

TÁLÁ o advoga

CAVALCANTE & WINTER A D V O G A D O S

Av. Salgado Filho, nº 1.560 - 3º andar - Sala


2 3|4 5 6 7 De 18 a 24 de novembro de 2013

ÃO SÉRIE A:

Gum marca no fim, e Flu vira sobre o São Paulo e respira no Brasileiro

IPC OM M

a 34 - Centro - CEP 07115-000 - Guarulhos - SP

o/V

4963-5353

ert

11

ob

ado que você precisa:

rR

Fonte: ogol.com.br

de

atenção da zaga do Flu, Jadson encontrou João Schmidt de frente para a área e o meia deixou de calcanhar para Welliton colocar o Tricolor Paulista na frente. O gol não abalou o time da casa. Pelo contrário, o Flu seguiu melhor na partida e testando Denis de fora da área, quase sempre em chutes de Rafael Sóbis. Porém foi Samuel quem acertou chute venenoso, aos 24 minutos, da intermediária. Denis desviou, a bola bateu na trave e Jean completou para o gol vazio na sobra. O Fluminense foi ao ataque no segundo tempo, muito mais na vontade e raça do que na organização. O time de Dorival Júnior seguiu sendo melhor na partida, criando chances no ataque e também correndo riscos na defesa, dando espaços para os contra-ataques. Logo no segundo minuto, Rhayner usou sua velocidade para vencer a marcação na ponta esquerda e cruzou rasteiro. Samuel por pouco não chegou para completar para o gol vazio. Pouco depois, Jean, lembrando seus melhores dias no time, fez grande jogada individual e tocou rasteiro, tirando do goleiro, mas mandando ao lado do gol. O Flu acertou a trave em cobrança de falta de Rafael Sóbis e ficou no quase até os 43 minutos. Em cobrança de escanteio, Gum subiu mais que a defesa são-paulina na primeira trave e mandou no ângulo oposto para levantar o Maracanã na tarde de domingo.

n Wa

O Fluminense reviveu os dias de superação dos últimos anos neste domingo. Com torcida em bom número mais uma vez no Maracanã, o time de Dorival Júnior viu o São Paulo sair na frente, mas virou a partida em 2 a 1 com gols de Jean e Gum. O zagueiro marcou nos minutos finais, dando três pontos que podem fazer a diferença na luta contra o rebaixamento. Dorival chegou e somou seis pontos em dois jogos. O Flu, agora com 42 pontos, pulou para a 14ª posição e, embora ainda longe de estar confortável, tem pela frente um caminho muito mais tranquilo para permanecer na Série A. O São Paulo, com 49 pontos, cumpre tabela no Brasileiro. O torcedor carioca cumpriu sua parte e compareceu em bom número no Maracanã, para acompanhar mais uma “decisão” para o Fluminense, na luta contra o rebaixamento. Os jogadores corresponderam com muita entrega em campo. No São Paulo, também não faltou disposição, com os reservas tentando mostrar serviço, mas certamente sem o mesmo entrosamento do time principal. O Flu aproveitou o embalo da torcida e foi para cima ao apito inicial. Rhayner deixou a bola escapar na área no primeiro minuto, mas na jogada seguinte Igor Julião cruzou rasteiro da direita, Wagner dominou perto da primeira trave e bateu cruzado. Denis impediu o 1 a 0. O São Paulo aos poucos encontrou o equilíbrio em campo, embora tenha limitado às chegadas ao gol de Diego Cavalieri aos lances de bola parada. Aos 17 minutos, em um momento de falta de

Wellington volante


3 4

5 6 7De818 a 24 de novembro de 2013

BRASILEIRÃO SÉRIE B:

Palmeiras vence Boa Esporte e conquista o título da Série B

Cristiano Andujar/VIPCOMM

Campeão! O Palmeiras jogou bem, venceu o Boa Esporte por 3 a 0 e ficou com o título da Série B do Brasileirão. Jogando no Pacaembu, o Palmeiras foi para cima logo desde o início. Aos quatro minutos, Allan Kardec carimbou o travessão. O Boa Esporte reagiu e criou duas excelentes oportunidades, mas Marcelinho Paraíba e Karanga não aproveitaram. Aos 28 minutos, Felipe Menezes recebeu

O que rolou

!

bom passe após jogada de Wendell e abriu o placar. Festa da torcida palmeirense! Na segunda etapa, Leandro ampliou após boa jogada de Chrarles. Juninho fechou a conta as 32 minutos. O lateral recebeu de Eguren e chutou forte sem chances para o goleiro. Dez anos depois de ter conquistado o título da Série B, o Palmeiras volta a vencer a competição. Fonte: ogol.com.br


4 5 |6 7 8 2 de 3 2013 De 18 a 24 de novembro

BRASILEIRÃO SÉRIE A:

LusaNews.com

Lusa vence o Galo e se afasta da zona de rebaixamento

Bruno Henrique volante

A Portuguesa recebeu o Atlético Mineiro no Canindé e conseguiu uma importante vitória, por 2 a 0. Diante de um Atlético Mineiro com alguns esfalques e já pensando no Mundial de Clubes, a Portuguesa entrou no jogo sabendo da importância de vencer e se afastar da zona de rebaixamento. Com mais vontade e determinação, a Lusa esteve melhor que o adversário durante e primeira etapa, apesar de em alguns lances sentir a falta do goleador Gilberto, que cumpriu suspensão. Do lado do Galo, Fernandinho foi o mais esforçado e atrevido, mas pecou nas finalizações. O time mineiro, no geral, mostrou uma certa apatia nos primeiros 45 minutos. Quando todos já se prepara-

Vitória vence o Santos e sonho da Libertadores segue vivo O Vitória fez a sua parte neste domingo no Barradão. O Rubro-Negro Baiano foi para cima do Santos, venceu por 2 a 0 e manteve o sonho da Libertadores vivo. Com 54 pontos e a sexta posição, o Vitória não depende apenas dos seus resultados, mas segue confirmando a boa campanha com atuações convincentes e somando pontos. O G4, hoje, está a três pontos de distância e o time de Ney Franco promete não diminuir o ritmo na reta final.

Para conquistar os três pontos neste domingo, o Vitória fez um em cada tempo. Na primeira parte, aos 18 minutos, Escudero recebeu a bola na área e rolou para Dinei abrir o placar. Aos 38 do segundo tempo, Maxi Biancucchi recebeu na área, limpou para o chute e fechou o marcador. O resultado fez o Santos praticamente dar adeus às chances de classificação à Libertadores, que já eram remotas antes da bola rolar neste domingo. Fonte: ogol.com.br

vam para o intervalo, Wanderson fez boa jogada e cruzou rasteiro para Bruno Henrique, que não perdoou e abriu o placar para a Portuguesa. A Lusa continuou melhor no segundo tempo e por muito pouco não ampliou o placar logo aos 10 minutos. Henrique recebeu lançamento longo e tocou na saída do goleiro Giovanni. O zagueiro Emerson foi rápido e evitou que a bola entrasse. Henrique não desistiu e acabou por marcar o gol que definiu a partida. Após bobeira de Diego Tardelli na zona defensiva, o atacante da Lusa ganhou bate e rebate e teve oportunismo para mandar para o fundo das redes, fechando o resultado em 2 a 0. Fonte: ogol.com.br


5 6 7 8 | De 18 a 24 de novembro de 2013

Grupos: ‘PAULISTÃO 2014’ GRUPO A

GRUPO B

GRUPO C

GRUPO D

São Paulo

Corinthians

Santos

Palmeiras

Penapolense

Botafogo

Ponte Preta

Mogi Mirim

Linense

XV de Piracicaba

São Bernardo

Bragantino

A. Sorocaba

Ituano

Paulista

Oeste

Comercial

Audax

Portuguesa

Rio Claro

TÁLÁ a sua entrega na hora certa:

OPERAÇÃOURBANA URBANACOM COM OPERAÇÃO DISTRIBUIÇÃONO NOLITORAL LITORALSUL-SP SUL-SP DISTRIBUIÇÃO


Esportivo TÁLÁ ed05