Page 1

junho de 2016 Publicação trimestral N.º 48 Coordenação: Ana Ribeiro Isabel Santos Teresa Delgado

Olhar(es) digital : www.aelourinha.pt

DIA DO AGRUPAMENTO

Nesta edição Editorial

p. 2

Bibliotecando

p. 3

Hábitos alimentares e outros na ES

pp. 4,5

Artes na Secundária

pp. 4,5

Palestra com Dr. Nuno p. 5 Sampaio

A 3 de junho, o AEL comemorou, pela segunda vez, o Dia do Agrupamento. Uma imensa mostra de atividades realizadas ao longo do ano por todos os níveis de ensino, audições musicais, dança, jogos, workshops, desporto, gastronomia, convívio e, a terminar a noite, um concerto dos Deepway, foi o que os inúmeros visitantes puderam testemunhar e usufruir neste momento especial para a comunidade educativa . p. 6

Turismo

p. 6

Dia do Agrupamento

p.7

Somos AE convosco!

p.8

Desporto

p. 8

Andriana no Livros a Oeste No dia 5 de maio, o 11º D participou na sessão de poesia levada a cabo na Biblioteca Municipal da Lourinhã, no âmbito do Festival Livros a Oeste. Tratou-se de um momento de leitura / declamação / interpretação de poesia, da responsabilidade do grupo Nódoa, composto por Paula Cortes e João Morales, que dão corpo e voz à poesia, acompanhados pelo suporte musical de Diogo Picão (saxofone) e Filipe Homem Fonseca (guitarra). (cont. p.2) ESCOLA SECUNDÁRIA Dr. JOÃO MANUEL DA COSTA DELGADO


EDITORIAL Mais um ano letivo chegou ao fim e, como habitualmente, ficamos com a sensação: « Passou tão depressa!». Todos os anos letivos são vividos com muito intensidade, dedicação, trabalho e esforço e este não foi exceção. Neste ano letivo, muitos foram os motivos de orgulho e satisfação pelos sucessos e pela visibilidade externa que o nosso Agrupamento, e em concreto a Escola Secundária, logrou alcançar nos mais variados domínios. A todos os que contribuíram para a persecução desses objetivos, o meu reconhecimento. Mas valeu a pena! Valeu a pena ensinar… valeu a pena aprender e valeu a pena ajudar a aprender, a ler, a escrever, a compreender, a contar, a experimentar, a correr e a saltar, a descobrir e inventar, a desenhar, a criar, a investigar e, sobretudo, a refletir e a pensar. As realidades do presente e os desafios do futuro mostram-nos uma realidade indesmentível: a educação e formação são fatores positivamente diferenciadores numa sociedade cada vez mais global, aberta e competitiva. É missão da escola pública dotar todas as crianças e jovens de ferramentas que lhes permitam encarar o futuro com confiança e determinação; no que respeita aos adultos, proporcionar-lhes uma segunda oportunidade de formação, reconhecendo e validando competências adquiridas ao longo da vida. Os resultados escolares alcançados pelos alunos são fruto do esforço individual, da capacidade de trabalho e da persistência de cada um deles. Contudo, sem a intervenção sempre ativa de todos os docentes, pessoal não docente e das famílias, tal objetivo não seria alcançado. Cada um, com o seu papel bem definido, estou certo que deu o melhor de si para o sucesso dos nossos alunos. Quero aqui realçar, mais uma vez, que devemos promover, incentivar e divulgar uma cultura de mérito e excelência, mas dar respostas educativas abrangentes e diversificadas aos nossos alunos, a todos os alunos. Defendemos, com muito honra, a Escola Pública, atendemos a todos os alunos numa perspetiva de qualidade e inclusão para todos. Neste final de ano letivo resta-me agradecer o contributo de todos para a persecução dos objetivos da Escola Pública, felicitar os alunos do secundário que concluíram esta etapa formativa, desejando-lhes as maiores felicidades e, aos restantes, desejar boas férias e até setembro. O Diretor do AEL, prof. Bruno Santos

ANDRIANA E 11º D NO LIVROS A OESTE (cont.) O referido grupo convidou a aluna Andriana Cernega (do 11ºD) a apresentar, em Espanhol, dois poemas de Jorge Luís Borges, “Arte poética” e “Elogio de la sombra”, para assinalar os trinta anos decorridos sobre a morte do conceituado escritor argentino. Assim, e através da abordagem realizada na aula de Espanhol, toda a turma ficou a conhecer melhor esta figura marcante da literatura hispano-americana, que atravessou continentes. Há que agradecer o convite e felicitar a Andriana pela sua brilhante prestação. 11ºD e prof.ªIsabel Santos

2


BIBLIOTECANDO A 5 de abril, a Lourinhã recebeu pela segunda vez consecutiva a final distrital do Concurso Nacional de Leitura. A Biblioteca Escolar, presente em todo o processo de organização do evento, colaborou também na final, recebendo e orientando concorrentes e seus acompanhantes de todo o distrito. Neste evento, é de destacar a excelente colaboração dos alunos dos Cursos Profissionais de Turismo da Secundária, acompanhados pela Professora Sara António, que tiveram um desempenho exemplar, pautando-se pelo profissionalismo de saber ouvir, perceber e executar com rigor as tarefas atribuídas. No momento de animação, que antecede as provas orais, o grupo de dança The Originals, ensaiado pela Prof.ª Jacinta Cardoso, apresentou dois números que surpreenderam e agradaram bastante a todo o público assistente oriundo de todo o distrito de Lisboa. De salientar ainda a participação no concurso, como concorrentes, de três alunas da Professora Dalila Milheiro, da EB de Miragaia. O festival “Livros a Oeste” teve, uma vez mais, a sua edição em maio, com a habitual parceria da Biblioteca Escolar dos dois agrupamentos concelhios. O programa foi extenso e variado, embora a procura cultural no nosso concelho tivesse ficado muito aquém da qualidade da oferta. Das várias iniciativas, destacaremos aqui aquelas que envolveram diretamente os alunos da secundária. Começaremos por realçar a participação dos nossos alunos no concurso de contos, este ano subordinado à temática “A Teoria do Caos”. Na categoria de secundário, foram premiadas as alunas Inês Piçarro e Andreia Faria, do 12º C, e o aluno Gonçalo Pereira, do 10ºC, agraciados com prémios entre os 50 e os 200 euros, para além da publicação dos seus textos. Parabéns aos vencedores e aos participantes!

Os vencedores foram anunciados na cerimónia de abertura do festival, que contou com a presença de várias individualidades, de entre as quais destacamos o Comissário do PNL, Prof. Dr. Fernando Pinto do Amaral. Este evento contou ainda com a animação pelo grupo de Dança da Escola Secundária, dinamizado pela professora Jacinta Cardoso, e pelo grupo de música

da professora Ana Carolina Cruz.

Nos dias 5 e 6 de maio, recebemos convidados do festival na nossa escola. No primeiro dia, Miguel Moereira e Catarina Verdier, autor e ilustradora respetivamente do livro As Aventuras de Fernando Pessoa, Escritor Universal, partilharam algumas

experiências relativamente à conceção do livro, responderam a questões colocadas e, no final, autografaram os livros adquiridos, com uma ilustração original. No dia 6, os poetas João Rios e Rita Taborda e o poeta e rapper Tiago Quintans falaram sobre a poesia, sobre a escrita e responderam a várias e interessantes questões colocadas pelos nossos alunos, que manifestaram uma atitude de interesse exemplar. De destacar os dois interessantes improvisos, quase em ritmo de rap, feitos por Tiago Quintans, que surpreenderam e agradaram muito à assistência.

No dia 6 de maio, pelas 18h30, teve lugar, na Biblioteca Municipal, um espetáculo de música e poesia pelo grupo Nódoa. Para além da qualidade do evento, salientamos a participação da aluna de Espanhol Andriana Cernega, que foi convidada para dizer dois poemas de Jorge Luís Borges em castelhano. A Andriana, que também escreve, preparou os textos do autor escolhido, com o apoio da docente da disciplina, prof.ª Isabel Santos, e, no dia D, disseos exemplarmente, valorizando a palavra

como um verdadeiro poeta. Contou com a presença da sua turma, 11ºD, que desde o início a apoiou e se deslocou nesse dia até à Biblioteca Municipal para a acompanhar. Neste 3º período, ainda pudemos contar com mais alguns eventos, nomeadamente, com várias conferências: no dia 29 de abril, a Europe Direct e a Companhia Jesuíta para os Refugiados estiveram perante um auditó-

rio repleto a abordar a questão tão atual e polémica dos refugiados; no dia 16 de maio, a Europe Direct, o EURES e a associação Tá a Mexer apresentaram as possibilidades existentes na Europa em termos de formação, emprego e voluntariado, procurando responder a questões levantadas pelos nossos alunos; no dia 17 do mesmo mês, o Prof. Dr. Octávio Ma-

teus proferiu uma interessante palestra sobre Paleontologia para os alunos de CT, dos 10º e 11º anos. A estes convidados, à sua amável disponibilidade, e às entidades por eles representadas, os nossos agradecimentos.

ESCOLA SECUNDÁRIA Dr. JOÃO MANUEL DA COSTA DELGADO


HÁBITOS ALIMENTARES DA COMUNIDADE ESCOLAR De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), a obesidade constitui um dos grandes problemas do século XXI, sendo, por isso, determinante que se reflita acerca das suas causas e consequências. Segundo dados do Observatório da Nutrição e Alimentação em Portugal (ONAP), aquando da publicação do seu primeiro estudo, em maio 2015, 90,4% dos portugueses inquiridos referiram a alimentação como fator muito importante para a sua saúde, destacando que, na hora de ir às compras, a preocupação em adquirir alimentos saudáveis surge como terceira prioridade, depois da qualidade e preço dos mesmos. No entanto, parece haver uma discrepância entre conhecimentos e atitudes, visto que só 65,8% dos mesmos considerava agir em linha com as recomendações alimentares, quase 40% apresentava excesso de peso, apesar de não reconhecer o problema, 20% sofria de hipertensão, 25% apresentava colesterol elevado e 28% referiu que nunca lia a informação nutricional do rótulo sendo que 31,7% não considerava que os rótulos fossem claros. As considerações finais do mesmo documento destacaram ainda baixas frequências de consumo de hortícolas, transversal a toda a população, e baixo consumo de peixe e fruta, sobretudo nas gerações mais novas, bem como alguma desvalorização de padrões alimentares saudáveis e descuido relativamente à compra de alimentos mais benéficos

para a saúde. Serão os hábitos alimentares desta comunidade escolar semelhantes aos da amostra do ONAP? Num inquérito aplicado a uma amostra da referida comunidade, constatou-se que, salvaguardando alguns aspetos, sobretudo no que respeita à dimensão da amostra, os resultados foram semelhantes: sobressai a baixa ingestão de frutas, legumes, sopa e peixe, aliada ao consumo excessivo de carne e molhos/temperos. De resto, importa destacar que mais de metade da amostra desta comunidade escolar indicou como principais erros alimentares a ingestão excessiva de sal e açúcares. A avaliação de valores, como o índice de massa corporal (IMC), massa gorda associados à destreza e robustez física da mesma amostra, recolhidos em parceria com os docentes de Educação Física, vai ao encontro dessas conclusões.

to, interessa lembrar que a OMS tem definido os valores máximos de cada nutriente/substância que cada indivíduo deve ingerir, de acordo com padrões alimentares saudáveis, a chamada DDR (dose diária recomendada). Ingestões superiores a esses valores, sobretudo no que aos lípidos e glícidos diz respeito, não são, de todo, desejáveis, pois, não sendo desgastados via exercício físico, ficam armazenados no organismo estando na origem de problemas como hipertensão, diabetes e obesidade. Estas são as razões mais frequentes das doenças cardiovasculares, principal causa de morte em Portugal, tal como revelam os dados da Fundação Portuguesa de Cardiologia. Por tudo isto, torna-se realmente importante e necessário assumir, efetivamente, padrões alimentares saudáveis, estando atentos aos rótulos, evitando consumos excessivos de sal, açúcares e lípidos, aumentando a ingestão de peixe, legumes e frutas, elegendo a água como a bebida mais saudável, entre outros.

Gostaríamos de terminar com uma afirNo âmbito do Projeto Escolher Saúde, as turmas A e H, do 10º ano pesquisaram os dados mação daquele que é considerado o pai da menutricionais de alguns alimentos e bebidas, ex- dicina, Hipócrates: “Que o teu remédio seja o pondo, na EB 2/3 de Miragaia, aquando da co- teu alimento e que o teu alimento seja o teu memoração do “Dia do Agrupamento”, diversos trabalhos, com o objetivo de alertar para os riscos associados ao consumo abusivo de alguns deles. Destaca-se o infográfico da figura 1, que pretende mostrar aos visitantes a quantidade de açúcares presentes em algumas bebidas. Importa esclarecer que, quando os alunos se depararam com os resultados, surgiram afirmações como: “O leite tem tanto açúcar! E ainda lhe adicionamos mais?”, “É impressionante a quantidade de açúcares nas águas aromatizadas!”, “Impressionante a quantidade de Figura 1 - Quantificação dos açúcares presentes em difeaçúcar no ketchup!”. Estas afirma- rentes bebidas. ções revelam que os objetivos foram, de algum modo, alcançados e que a comu- remédio”. nicação terá funcionado. Artigo elaborado pela prof. Alda Lima, a propósito da Ainda numa perspetiva de esclarecimen-

Exposição comemorativa do Dia da Saúde, patente no Átrio do PBX.

ARTES ARTES ARTES ARTES

ARTES AR-

Os alunos de Artes, no âmbito da disciplina de Oficina de Artes, deixaram o seu marco na escola: nas pinturas murais, em peças cerâmicas colocadas no exterior alusivas a insectos e pássaros, assim como na colocação, em locais estratégicos, de alguns ninhos para pássaros . Todos os alunos contribuíram com extrema dedicação à proposta apresentada. Segundo as palavras da aluna Inês Piçarro, a Escola Secundária Dr. Manuel da Costa Delgado recebeu um novo desafio, por parte dos alunos de artes que decidiram deixar uma marca que fosse visível para todos. A obra é um muro de 49 metros de comprimento por 1,5 metro de altura, e foi criada por 3 alunos de 12º ano - João Martins, Inês Piçarro e An4


Because we want to live better!!! Celebrating the World Health Day, on the 7th April, a conference took place in the Auditorium of our high school, on the following issue: Food and Healthy Eating Habits. So, Dr. Joana Carvalho, Nutritionist of Europacolon-Portugal, started her conference giving the audience an inquiry about daily eating habits and also referring the essential products and servings we must eat a day. It was pointed out the importance

of food in order to prevent cancer, especially, colon cancer. As we are students of the Professional Course ‘Restauração: Cozinha e Pastelaria’, food and cooking are the key of all the knowledge we acquire in our subjects. This way we are responsible for the way we can contribute to a healthy life of the Portuguese population when we cook for them. This session also had the collaboration of Sónia Marques, nurse in the Health Centre in Lourinhã, pointed out the wrong positions we have every day: working on the computer, using the mobile phone, sitting at the table or even carrying heavy bags, are habits that can cause some harm

to the spine and we are not aware of it and we learned how to prevent these problems. Undoubtedly, we will think better when we choose what to eat and we will be more careful with our attitude… yes, because we want to live a better life!!! 10ºH Class

PALESTRA COM O DR. NUNO SAMPAIO No passado dia 27 de maio, o Dr. Nuno Sampaio esteve na Escola Secundária Dr. Manuel João da Costa Delgado no âmbito da disciplina de Geografia A, com o objetivo de nos dar a conhecer mais sobre a União Europeia (UE). O orador convidado começou por nos transmitir informações acerca de quais são os países constituintes da UE, quais os candidatos e também sobre os motivos que levam estes países a ainda não terem sido integrados na mesma. Entre outros aspetos, falou-nos dos objetivos da UE enquanto grupo unido económica e financeiramente e dos antecedentes da criação deste mesmo grupo. Consideramos que esta palestra com o Dr. Nuno Sampaio foi muito enriquecedora, na medida em que os assuntos abordados se enquadraram na matéria de Geografia A, lecionada neste período. Para além disso, o facto de termos oportunidade de falar e expor as nossas dúvidas a um especialista na área permite-nos adquirir diversos conhecimentos que complementam a matéria dada em aula.

TES

ARTES

ARTES

Dayane Mouta, Carlota Pina e Madalena Carvalho, 11º

ARTES

ARTES

dreia Faria - com a ajuda de um aluno externo, o Nathan. Estes decidiram fazer esta pintura de larga extensão para cativar a atenção das pessoas para o Curso de artes Visuais e incentivar futuros alunos desta escola a optarem pelo mesmo. Pretenderam apresentar o Curso como uma opção motivadora e valorizadora da criatividade de cada um. Relativamente à obra desenvolvida, os artistas realçaram que não foi uma tarefa fácil, mas sim um grande desafio, porém, a persistência e a recusa da desistência foram atitudes essenciais para levar o projeto a bom termo. Destacaram também o apoio económico da Direção da escola, a quem querem deixar o seu agradecimento. Prof.ªCristina Siopa e Inês Piçarro

ESCOLA SECUNDÁRIA Dr. JOÃO MANUEL DA COSTA DELGADO


CP de T. de Turismo e T. de Turismo Ambiental e Rural em Visita de Estudo a Empreendimentos Turísticos No dia 11 de maio, as turmas 10ºI e 11ºG1 realizaram uma visita de estudo a quatro unidades hoteleiras da região, nomeadamente, Resort Noiva do Mar (Atalaia), Hotel Atlântico Golf (Praia da Consolação), Hotel MH (Peniche) e Quinta do Molinu (São Bartolomeu). Acompanhados pelas professoras Sara António e Isabel Santos, iniciámos a visita pelas 9.30h. A primeira paragem foi no Resort Noiva do Mar, onde fomos recebidos pela sua proprietária, a Dra. Cristiana Filipe, que nos fez uma visita guiada muito detalhada e interessante. Tivemos oportunidade de ver como funciona a receção e conhecer alguns quartos e o restaurante, para além da zona de spa, piscina interior, jacuzzi, sauna, banho turco, massagens, entre outros. O segundo empreendimento visitado foi o Hotel Atlântico Golf, onde fomos recebidos pela Dra. Conceição Serafim que também

nos levou a conhecer vários tipos de alojamento e as diferentes áreas de lazer. Terminada a visita, almoçámos no restaurante do hotel, o que foi muito agradável. Após o almoço, dirigimo-nos a Peniche, ao moderno Hotel MH. Este hotel foi-nos apresentado pela Dra. Rita Martins, responsável pelo departamento de marketing, que nos deu a oportunidade de conhecer as instalações. Para terminar, visitámos a Quinta do Molinu, guiados pela sua proprietária, Alexandra Carvalho, que nos explicou a origem familiar desta quinta e o processo de conversão do espaço em alojamento turístico, enquanto nos mostrava os diferentes tipos de alojamento e de atrações, como cavalos e o moinho, que dá nome à quinta. Consideramos que esta foi uma visita muito importante e de aprendizagem, pois nós, como futuros técnicos de turismo, temos de perceber como funciona e o que oferece um hotel, em função da categoria a que pertence e da imagem que procura projetar junto dos turistas potenciais clientes. Por outro lado, também foi muito positivo o facto de ficarmos a conhecer os nossos futuros locais de estágio, pois assim já iremos mais preparados ao sabermos o que distingue cada um deles. Sandra Vieira, Patrícia Nascimento, Rafael Nascimento

Resort Noiva do Mar

Quinta do Molinu

co o trabalho que é desenvolvido nas suas Escolas e Jardins de Infância, tanto a nível académico como dos múltiplos projetos e atividades.

Realizou-se, entre os dias 22 e 25 de abril de 2016, a Expo Lourinhã 2016, evento promovido pela Associação para o Desenvolvimento da Lourinhã (ADL). O Agrupamento de Escolas da Lourinhã esteve representado na iniciativa, procurando mostrar um pou-

O público foi amavelmente recebido pelos alunos da Escola Secundária, nomeadamente, pelos alunos do Curso Profissional de Técnico de Turismo Ambiental e Rural, 11ºG1, envolvidos na receção, acolhimento e encaminhamento dos visitantes. A conceção do stand do Agrupamento teve a participação dos alunos do Curso Profissional de Técnico de Multimédia, 10ºG. O evento contou também com a participação dos alunos do Curso Profissional de Técnico de Restauração – Cozinha e Pastelaria, 10ºH, que dinamizaram sessões de Show Cooking, com interação com os visitantes do evento, na sexta-feira, dia 22, e no domingo, dia 24 de abril. Prof. Ricardo Monteiro

6


DIA DO AGRUPAMENTO 2015/16 Tudo começou às 17h00 do dia 3 de junho… Para sermos mais exatos, tudo começou muito antes, dias, semanas, meses antes, quando a equipa planificou e preparou este dia, quando os docentes reservaram os trabalhos e projetos desenvolvidos com os seus alunos, quando muitos intervenientes ensaiaram atividades e imaginaram cenários, quando todos rumaram, desta vez, à nossa nova escola de Miragaia para colar, pendurar, montar, preparar ou somente para apreciar uma enorme montra ilustrativa do trabalho desenvolvido pelo Agrupamento. São Pedro ajudou, brindou o Dia do Agrupamento com um esplêndido dia e uma agradável noite de primavera para enquadrar a festa. A partir das 17h00, os visitantes foram acolhidos pelos alunos do CP de T. de Turismo e orientados para apreciação dos vários espaços. Pelos corredores, projetos de Artes, em exposição passiva ou interativa, projetos de Ciências, sob a forma de exposição ou de feira, animação com modelagem de balões pelas alunas do C.P. de Técnico de Apoio à Infância. Na Biblioteca, uma exposição de artefactos criados para desenvolvimento da leitura com alunos da Ed. Especial - o projeto “Todos Juntos podemos ler”. Pelas salas e gabinetes, o projeto +Contigo, o PES - Programa de Educação para a Saúde, os projetos e atividades do Português, das Línguas Estrangeiras, da Matemática, da Informática, do Pré-Escolar, do 1º Ciclo, da Física e Química, das Ciências Naturais/Biologia, da História e Geografia. No Bar, a exposição dos tão apreciados Desportos de Inverno, com o não menos apreciado projeto “Dinossauros na Neve”. Subindo até ao patamar, a meio da escada, a Jardinagem, atividade dinamizada com os alunos da Ed. Especial e, acabando a subida, o Auditório a oferecer palavras de apreço pelo trabalho desenvolvido e de expetativa quanto ao futuro, teatro e audições musicais dos vários níveis, que emocionaram muitos presentes. Na rua, a oferta gastronómica era variada: a Associação de Estudantes promovia os crepes, a Pizza e outros petiscos; a Associação de Pais providenciava a sopa e a agradável febra no pão, para além de outras iguarias; os alunos do Curso de Restauração e Cozinha, acompanhados pelos seus professores, dinamizavam Workshops de culinária e vendiam à fatia um enorme bolo, que confecionaram para angariar fundos para a Liga Portuguesa Contra o Cancro; a Educação Especial promovia a alimentação saudável, com sumos e batidos de frutas. Ainda na rua, os jogos tradicionais marcaram presença, dinamizados pelos alunos do 9ºD, assim como uma quermesse e uma venda de bolos e gomas para angariar fundos para atividades extra do Desporto, e ainda um espaço de retratos desenhados à vista. Coreografias várias - de dança, com cordas - , um desfile de moda desportiva e muita música, particularmente do famoso grupo Deepway, animaram e muito o final de tarde e o serão. Foi um dia muito bem conseguido, e o que vimos e demos a conhecer só nos pode encher de orgulho. Parabéns, AEL!

ESCOLA SECUNDÁRIA Dr. JOÃO MANUEL DA COSTA DELGADO


Somos AE convosco! Desde os dias de preparação da campanha eleitoral, os membros da Associação de Estudantes da ESDRJMCD têm vivido uma experiência absolutamente fantástica, não só como alunos, mas também como pessoas. O nosso grande objetivo sempre foi acrescentar algo novo à escola, algo que a tornasse um local mais agradável e simpático a todos os nossos colegas, tentando responder às necessidades de cada um. Tendo em conta esta linha de pensamento e o voto de confiança dos alunos, lutámos sempre por cumprir aquilo que propusemos durante a campanha da Lista O. Apesar de não termos concretizado todos os nossos projetos, posso garantir que tudo o que realizámos valeu a pena: a rádio escolar, a caixa de sugestões e o cartão de sócios da AE, os dias temáticos, o espaço de apoio escolar na biblioteca, o concurso de fotografia, o torneio de futsal, as aulas de yoga, a angariação de alimentos para os animais da JAVA, as festas, o jantar de finalistas e o baile de gala e muito mais. Nem tudo foi um mar de rosas. É certo e sabido que todos os grandes projetos têm pelo meio muitas discussões e até mesmo algumas lágrimas. No entanto, volto a salientar a ideia: tudo valeu a pena. Todo o nosso esforço e empenho foram, sem dúvida, recompensados com grandes lições que iremos certamente ter em conta no resto das nossas vidas. Queremos agradecer publicamente ao diretor e aos restantes membros da direção, aos professores, aos funcionários e a todos os que patrocinaram não só a Lista O, mas também a AE. Sem vocês, nada disto seria possível! Em nome da AE, a presidente Inês Cordeiro

DESPORTO ESCOLAR No dia 21 de abril, os alunos do 12º ano foram ao Bounce, numa atividade de Educação Física, dinamizada pelas pelas professoras Carla Umbelino e Patrícia Lopes, que também os acompanharam. Foram duas horas intensas de saltos em múltiplos trampolins, onde puderam praticar figuras e realizar destrezas diversas, desde os saltos mortais, aos lançamentos de basquetebol, a ultrapassar obstáculos, pontapés de bicicleta e inclusive subir paredes... Foi um ambiente de diversão e de animação, aliado a muita atividade física, que proporcionou agradáveis momentos de descontração. No final da atividade, os alunos estavam completamente exaustos, mas felizes. Será com certeza uma atividade a realizar para próximo ano. Prof.ª Carla Umbelino

VOLEIBOL

Foi mais um ano de muito empenho, aprendizagem e fair play. Participámos em 6 concentrações, masculino e feminino, onde os alunos demonstraram muita vontade de fazer o seu melhor. O Voleibol é uma modalidade difícil para a maioria dos alunos que não possuem as bases mínimas, visto as escolas básicas da Lourinhã não disporem de pavilhão desportivo. O esforço, empenho e mérito é todo dos alunos que, com muita vontade própria, quiseram aprender esta modalidade. Quero, deste modo, dar os parabéns a todos os que iniciaram a modalidade em outubro e não desistiram, ficando na escola para além das horas letivas, superando os seus receios, os seus medos, manifestando sempre uma atitude de fair play e, principalmente, vontade de aprender mais sobre a modalidade. Obrigada por todo o convívio e pelo prazer em trabalhar com todos vocês. Fica o convite aos alunos interessados, que gostem e queiram aprender voleibol: Venham! Em outubro do próximo ano letivo, reiniciaremos a modalidade. Prof.ª Carla Umbelino 8

ESCOLA SECUNDÁRIA Dr. JOÃO MANUEL DA COSTA DELGADO

Jornal Olhar(ES) nº 48  

Jornal do Agrupamento de Escolas da Lourinhã - edição de junho de 2016

Advertisement