Page 1

Nº.1 Janeiro de 07

D’Este Jornal

Editorial: D’Este jornal Jornal do Projecto Escolhe Vilar Rua de Vila D’Este lote 73, nº 275 4430 Vilar de Andorinho Telefone: 227831026

O jornal do nosso projecto chama-se D’este jornal. A escolha deste nome foi feita pelos “alunos” do Escolhe Vilar juntamente com os professores do mesmo. Chegou-se a este nome porque quisemos juntar o nome da urbanização onde este foi implementado, juntamente com a palavra Jornal, porque é de um jornal que se trata. O D’este, além de ser uma alusão à urbanização, também tem a ver com o facto de este ser gratuito. O Jornal é mensal e nele são publicadas todas as notícias relacionadas com temas de interesse sugeridos e desenvolvidos pelos “alunos”. O Jornal é uma das actividades previstas no nosso projecto, no centro de inclusão digital e acaba por ser uma excelente forma para motivar os “alunos” para as TIC e a escrita, sendo também um bom meio de comunicação entre o projecto e a comunidade. Pretendemos proporcionar a vós leitores, uma boa leitura e alguns momentos de lazer, divirtamse tanto a lê-lo, como nós nos divertimos a fazê-lo! Até breve…

Índice: 1-Editorial

5- A lenda do mês, Curiosidades e a Receita do mês

2-A opinião do “aluno”

6- Passatempos: Trava Línguas, Adivinha do mês, Cúmulos e Anedota do mês

3-Apresentação do projecto Escolhe Vilar 9-Educação para a saúde  4- O projecto e o ambiente

1


Nº.1 Janeiro de 07

D’Este Jornal

A opinião do “aluno”:

Projecto Escolhe Vilar inaugurou no dia 2 de Janeiro de 2007. Neste estabelecimento monitores e professores evitam que muitas das crianças andem pela rua a fazer disparates e outro tipo de brincadeiras de mau gosto. Aqui ensinam a ter respeito pelos mais velhos e pela comunidade. O ”PROJECTO ESCOLHE VILAR'' é um bom sítio de acolhimento, temos o que podemos e não o que queremos. Aqui encontram-se vários educadores, como a Dr.ª Irene (coordenadora), a professora Cármen (professora), e professor Teodoro .

(professor de informática) e ainda uma estagiaria de educação socioprofissional, a professora Joana. No projecto há aulas de informática, ajudam a fazer os trabalhos de casa, e também outras actividades divertidas que nos ajudam a passar o tempo e aprender a ser bons cidadãos. Uma das actividades deste projecto é a execução de um jornal mensal, é esse o objectivo que nos propomos com este primeiro jornal e esperamos que seja do agrado dos nossos leitores. João (Preto) 13 anos e Ruben 14 anos

A importância do projecto! Vila D´Este um dos maiores bairros de Gaia onde habitam neste momento perto de 16 mil pessoas, e na maior parte dos casos as famílias precisam de apoio social. A ajuda mais procurada é o apoio psicológico para os filhos, coisa que o projecto escolhe vilar tem para lhes oferecer! Neste projecto pode-se encontrar um professor de informática, duas educadoras sociais, uma excelente psicóloga. Esta é uma excelente equipa de profissionais que os podem ajudar. Esta urbanização está difamada como um bairro de vandalismo (coisa que é mentira) há aqui pessoas de todos os tipos, umas que gostam de difamar a urbanização, as que passam despercebidas, e também as que

gostam de viver aqui e se sentem mal porque sempre que se fala de Vila D´Este, é só mal e só quem vive aqui sabe o que se passa. Nos jornais só se fala mal, porque o que tem de bom como este projecto que é financiado pelo programa escolhas, ninguém fala, só sabem dar notícias negativas. Este projecto é a continuidade do Prevenir Integrando que já esteve um ano parado, pois a câmara de gaia não queria saber do que se passava, enfim a câmara de gaia nem merece comentários. O que interessa é que o projecto reabriu com novas instalações e com uma enorme vontade de ajudar quem precisa...  Daniel (Pio) 16 anos

Apresentação do projecto 2


Nº.1 Janeiro de 07

D’Este Jornal

Em 2007 começou o projecto ESCOLHE VILAR. É um projecto do Programa Escolhas, destinado mais especificamente, às populações da Urbanização de Vila D’Este e do Bairro de Balteiro. É financiado pelo Programa Escolhas e tem como entidade Promotora a Junta de Freguesia de Vilar de Andorinho, como entidade gestora a ACUVE -Associação de Condomínios da Urbanização de Vila D’Este e como parceiros a Gaia Social e o Agrupamento de Vertical de escolas de Vila D’Este. Desenvolve ainda parcerias informais com diversos equipamentos sociais e associações da cidade de Vila Nova de Gaia, entre elas a Associação de Moradores de Vila D’este e o Centro de Saúde de Soares dos Reis. Os objectivos gerais do projecto são: contrariar os processos de exclusão social vivenciados pelas crianças e jovens da Urbanização de Vila d’Este e do Bairro de Balteiro; contrariar os processos de exclusão social vivenciados pelas famílias da Urbanização de Vila d’Este e do Bairro de Balteiro; promover a inclusão Social das crianças e Jovens, assim como dos seus familiares. Este projecto tem como objectivos Específicos: potenciar a capacidade de resiliência nas crianças e jovens; aumentar a auto-estima e auto-conceito das crianças e jovens, as capacidades individuais, sociais e comunicativas das mesmas; integrar e motivar as crianças e jovens nos seus contextos escolares e comunitários; desenvolver competências e responsabilidades parentais, a nível do apoio educativo, afectivo, escolar e de saúde dos seus filhos; promover o intercâmbio Intergeracional; promover competências pessoais e sociais na procura de emprego; facilitar o acesso à internet das crianças, jovens e familiares; combater a info-exclusão; explorar as tecnologias da informação e da comunicação. Neste projecto estão a funcionar os seguintes ateliers e actividades: Actividades LúdicoPedagógicas; Ludoteca; Atelier de Expressão Plástica; Atelier de culinária; Atelier Intercultural; Atelier de Imagem pessoal; Actividades Lúdico-Pedagogicas; Visitas Lúdico-Pedagógicas; Visitas Comunitárias; Dinamização de Recreios; Animação desportiva; Informática; Novas Tecnologias da Informação e da Comunicação; Orientação Escolar e Vocacional; Apoio escolar; Orientação profissional; Apoio Psicológico Individual e em Grupo; Apoio Psicossocial; Dinâmicas de grupo; Grupos de Discussão; Acções de sensibilização; Grupos de pais; Actividades Intergeracionais. 

Projecto e o Ambiente 

Sabes que uma tonelada de vidro evita a extracção de 1,3 toneladas de areia 3


D’Este Jornal

Nº.1 Janeiro de 07

economizas 130kg de petróleo 

Com

uma

tonelada

de

plástico

Ecopontos o que são??? O ecoponto é o mais generalizado elemento do sistema de recolha selectiva. E constituído por 3contentores individuais que se destinam a receber diferentes tipos de resíduos. Para mais facilmente se diferenciar o tipo de resido que cada um reserve, estão identificados com cores diferentes. Correcta utilização dos ecopontos: 

Verificar se todos os materiais a colocar no ecoponto não contêm restos de comida ou líquidos. Evita-se assim a contaminação dos outros materiais que já se encontram no contentor e os maus cheiros. Rentabilizar o espaço, espalmando as embalagens.

Não colocar no ecoponto um saco fechado com resíduos. Deve-se abrir o saco e despejar os resíduos para o contentor correcto. Não deixar os resíduos recicláveis fora do ecoponto, caso este esteja cheio. Fábio 13 anos

A lenda do mês A lua e o Charco. Estava uma noite linda, com uma lua cheia e clarinha. A lua estava só e aborrecida. Então pensou: - Estou tão só! Gostava de ter alguém com quem conversar. Olhou à sua volta e avistou um charco. Então pensou logo em meter conversa com ele.

Olá, Charco. - Olá, Lua. - Disse o Charco aborrecido. - Parece-me que não estás lá muito animado... – Como hei-de estar? Se fosse Lua como tu que serve para iluminar a noite... Assim, sou tão negro e sujo... Sinto-me tão inútil... Para que sirvo? Que faço neste mundo?

4


Nº.1 Janeiro de 07

D’Este Jornal

A Lua, que era amiga dos infelizes, animou. - Não desanimes, todas as coisas do mundo têm utilidade. Tu para alguma coisa hás-de servir. Mal terminaram a conversa, apareceu por ali

um javali que se esfregou no Lago para se aliviar das picadas dos insectos que o perseguiam e para se refrescar. O Charco ficou muito contente e feliz porque se sentiu útil. 

Curiosidades: Por que é que as colas super potentes não colam no interior do próprio tubo? A super cola é um cianoacrilato, líquido de baixa viscosidade e baixo peso molecular sem propriedades adesivas. Com a exposição ao ar polimeriza rapidamente numa alta matriz molecular e adquire propriedades adesivas.

Para além de ser necessário o contacto com o ar, o tubo de cola é revestido interiormente por um material a que a cola não adere. Adere, no entanto, à pele e é por isso necessário muito cuidado na sua utilização. 

Receita do mês: Como todos sabem para o mês que vem é o dia de são Valentim, pelo que decidimos deixar-vos aqui uma receita saborosa, para fazerem a vossa cara-metade! Bombons do Cupido

Passatempos: Trava – línguas

Adivinha do mês

Um ninho de mafagafa Com sete mafagafinhos Quem desmafagaguifá Bom desmafagaguifador será. 

Viajamos sempre juntos Carregar a nossa missão A carga que eu transporto É igual à de meu irmão.

5


Nº.1 Janeiro de 07

D’Este Jornal Cúmulos: Cumulo da lentidão: Fazer uma corrida sozinho e chegar em segundo lugar! 

Anedota: Motociclista a 140 km/h numa estrada. De repente deu de encontro com um passarinho e não conseguiu esquivar-se e "pof!". Pelo retrovisor, o rapaz ainda viu o bichinho dando várias piruetas no asfalto até ficar estendido. Não contendo o remorso ecológico, ele parou a moto e voltou para

socorrer o bichinho. O passarinho estava lá, inconsciente, quase morto. Era tal a angústia do motociclista que ele recolheu a pequena ave, levou-a ao veterinário, foi tratada e medicada, comprou uma gaiolinha e a levou para casa, tendo o cuidado de deixar um pouquinho de pão e água para o

acidentado. No dia seguinte, o passarinho recupera a consciência. Ao despertar, vendo-se preso, cercado por grades, com o pedaço de pão e a vasilha de água no canto, o bicho põe as asas na cabeça e grita: - Não acredito, matei o motoqueiro! 

Sopa de Letras 6


Nº.1 Janeiro de 07

D’Este Jornal

Encontrem as 10 palavras relacionadas com a área de Comunicação que se encontram escondidas nesta sopa de letras. Procurem na diagonal vertical e horizontal, sempre de cima para baixo.

Comunicação: Jornal Crónica Editorial Reportagem Notícia Televisão Telemóvel Escrita Informação

Sudoku:

Pinta-me!

7


Nº.1 Janeiro de 07

D’Este Jornal

Educação para a saúde Previna-se Contra a gripe

O que é a gripe? A gripe é uma infecção respiratória provocada por um vírus. Há cerca de 200 tipos de vírus respiratórios conhecidos, estes vírus são responsáveis por cerca de um terço das "constipações" dos adultos, calculando-se que cada adulto adoeça em média cerca de 3 a 6 vezes por ano, por este motivo. Nas crianças, os casos sobem para 6 a 8 vezes por ano.

Anualmente, no Inverno, o vírus da gripe propaga-se rapidamente pela população, infectando cerca se 100 milhões de pessoas. Todos os anos a gripe mata entre 10 a 40 mil pessoas e obriga à hospitalização de centenas de milhares de pessoas. Com o aparecimento das epidemias globais da gripe, esta continua a ser ameaça para todos nós

Como se "apanha" a gripe O vírus da gripe é contagioso, normalmente, através do tossir, do espirrar ou até mesmo ao falar. O vírus entra no organismo através da boca, narinas ou olhos e instala-se nas células do revestimento do aparelho respiratório. A replicação viral começa 24 horas antes de surgirem os

sintomas, pelos quais o tratamento deve ser iniciado assim que se manifestem os primeiros sintomas. A infecção prossegue durante 4 a 5 dias, mas os sintomas permanecem por mais tempo.

Sintomas da gripe

8


Nº.1 Janeiro de 07

D’Este Jornal

Os sintomas são muito intensos e incapacitantes; febre elevada, Arrepios, Dores de cabeça, Dores musculares, Tosse seca. Todos estes sintomas são originários da gripe.

A prevenção das infecções respiratórias. A prevenção das infecções respiratórias consiste em reduzir o risco de contágio. Beber muitos líquidos, isto mantém-nos hidratados facilitando a limpeza dos brônquios e restantes canalizações respiratórias e fazer uma dieta equilibrada. Lavar as mãos com frequência, sobretudo depois de tocar no nariz, boca, ou olhos. Evitar o contacto directo com as pessoas que estejam constipadas, sobretudo nos primeiros 2-3 dias em que o contágio é mais fácil. Evitar os locais onde se concentram muitas pessoas durante o período de epidemia, porque estes lugares são autênticos "banhos" de vírus. Tapar a boca quando se espirra ou tosse. Fazer exercício físico porque o nosso sistema imunitário trabalha melhor quando, estamos em boa forma. Carlos Fábio, 14 anos

Esperamos que tenham gostado, até a próxima! 

9

D'Este Jornal Janeiro 2007  

Jornal do Projecto Escolhe Vilar, projecto do Programa Escolhas

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you