Page 1



Os nossos pequenos-grandes actores: Maria e José .

O Pai Natal existe e foi apanhado em flagrante, entrando pela chaminé da escola. A participação dos familiares foi sem dúvida importante para que a festa se tornasse um momento inesquecível. Os nossos pequeninos adoraram ter a família a assistir às suas actuações. Mais uma vez escola e família unidas. Parabéns papás!

Tem razão professor Dimitri, a festa foi magnífica e todos mereceram uma salva de palmas. 1


Edição especial de Natal

O DIRECTOR Olá a todos! Nesta segunda edição optámos por um suplemento de Natal, pois achamos que trabalhos de alunos, professores e pais deveriam ser divulgados o melhor possível. Gostaríamos também de felicitar os nossos alunos que se portaram como “verdadeiros actores” e tornaram a festa num momento mágico para todos os que assistiram. Aos professores dar-lhes os parabéns pela forma como se empenharam e dedicaram nesta época festiva. Agradecemos a presença de todos os Encarregados de Educação que estiveram na nossa festa, a sua presença deu lhe um brilho especial. Terminando, votos de um bom ano 2010. Paulo Vitória

Identificação da Escola Morada: Caminho das Voltas Santa Maria Maior 90509050-252 Funchal Telefones: Secretaria: 291241123 Director: 291241120 Telemóvel: 966608201 Fax: 291241123 E-mail: eb1perddias@madeiraeb1perddias@madeira-edu.pt Blogue: htt://ribeirinhohtt://ribeirinho-

INDÍCE Fotos ……………. …... ..3 Desenhos………………..5 Trabalhos escritos……......7 Momentos especiais…. ... 11 Tradições natalícias …….14 Culinária……………......15 Passatempos…………....16

Olá Amiguinhos Tal como prometido cá está o suplemento de Natal. Espero que gostem. Vão encontrar muitas carinhas conhecidas e ver muitos trabalhos realizados por vocês. Um beijinho gordo de toda a equipa que fez este jornal ser possível

2


 Edição especial de Natal

s das pré s a ç n ia pelo as cr As noss ansiosamente . o o d esperan nto de actuaçã e m o seu m

Criança e educadora na distribuição dos tão desejados bombons.

Parabéns às construtoras do nosso magnífico presépio.

3


 Edição especial de Natal

ntações Que represe res!!! espectacula

Que plateia linda!!! Olha lá estão as nossas professoras Sara, Marcelina e Mª João com os seus “pintainhos”

4


 Edição especial de Natal

O Natal visto pelas nossas crianças. João Pedro

2º –A

Melissa 2º –A

Martim Fernandes

5


 Edição especial de Natal

Diogo Abreu 4º B

Diogo André 4º B

ue os q g a eis M ram de r R s i e O o tiv descobr t i u m r até anda nino! e oM

Tiago 4º B

Sara Alexandra e Ana Beatriz 4º –A 6


 Edição especial de Natal

As nossas crianças dizem-nos de forma clara e concisa a razão do Natal ser uma época muito desejada.

7


 Edição especial de Natal

8


 Edição especial de Natal

9


 Edição especial de Natal

10


 Edição especial de Natal

Aqui estão algumas das fotos tiradas no dia da nossa festa de Natal. Muitas actuações, muito apoio dos docentes, muita amizade.

Três carinhas jeitosas que não passaram despercebidas à mão do “nosso fotógrafo de serviço”.

11


 Edição especial de Natal

Para que não reste dúvidas ...o Sr. Jaime não foi o Pai Natal… mas conhece-o pessoalmente. São ou não são uns anjinho s?

Os nossos pastores estão de parabéns, pois desempenharam muito bem o seu papel. ctor muito e ir D . r S O panhado! bem acom 12


 Edição especial de Natal

a s e entreg Actuaçõe s que de prenda uenos peq animaram dos. e graú

13


 Edição especial de Natal

TRADIÇÕES PORTUGUESAS

TRADIÇÕES HOLANDESAS

A família reunida em torno da lareira ou da mesa da consoada, acompanhada, pela árvore de Natal ao canto da sala e pelo presépio, é o retrato mais comum do Natal português. Depois da missa do galo é tempo do bacalhau e das couves, das rabanadas, das filhós e demais iguarias que uma mesa farta reclama. Na ilha da Madeira a festa começa cedo, logo a partir do dia 16 de Dezembro, com as missas do parto, celebradas todas as madrugadas até ao dia 23. depois da missa as pessoas juntam-se no adro da igreja em amena cavaqueira. Durante todo o mês de Dezembro se fazem os preparativos: enfeitam-se os pinheiros, fazem-se os presépios e as lapinhas. No almoço do dia de Natal, come-se a tradicional carne de vinho e alhos, leitão assado e peru. Mas a especialidade natalícia da ilha é sem dúvida o bolo de mel, cujas origens remontam ao século XVII, feito com mel de cana-de-açúcar e condimentado com especiarias.

Na Holanda, o Natal é celebrado bastante mais cedo que no resto da Europa. O quinto e o sexto dias de Dezembro são as principais datas desta época festiva, pois dia seis é o dia de São Nicolau, principal figura natalícia naquele país. A consoada é celebrada com pratos e guloseimas típicos do país. De entre os mais estranhos contam-se os caramelos de Natal, com um sabor muito idêntico aos rebuçados para a tosse, e os bolos em formato de letras. Com estes bolos, as famílias juntam os nomes de cada um à frente do seu respectivo lugar na mesa da consoada. Curiosamente, todos os pratos de Natal têm o nome de São Nicolau, devido à veneração que o povo holandês tem pelo Santo.

TRADIÇÕES BRITÂNICAS Grã- Bretanha possui uma das mais rigorosas tradições de Natal. Nada pode falhar e têm de ser cumpridos os costumes dos seus antepassados. A tarte de Natal, enorme, faz parte desse role tradições britânicas, é feita com carne de vaca, ovos, aves, passas, limão, laranja e especiarias. No jantar deve constar um prato de porco e o famoso plum pudding que, como manda a tradição, são recebidos com aplausos. O plum pudding, ao contrário do que possa parecer, não é um pudim, mas sim um bolo feito à base de frutos secos e fruta cristalizada, servido depois de ter sido saturado de álcool e inflamado. Outro facto curioso é a figura do Pai Natal enquanto generoso distribuidor de prendas, ser substituído pelo pássaro da sorte.

TRADIÇÕES VENEZUELANAS O Natal venezuelano é animado por grupos de pessoas que cantam de porta em porta canções alusivas a esta quadra. A ceia é constituída pelos pastéis com recheio de carne denominado hallacas. Estes pastéis mudam de recheio consoante a região do país. Crianças e jovens patinam nas noites de Dezembro, pelo que este mês passou a ser conhecido pelo mês das patinadas.

14


 Edição especial de Natal

15


 Edição especial de Natal

16

Jornal suplemento de Natal  

Suplemento de Natal

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you