Issuu on Google+

AGENDA CULTURAL Outubro/Novembro de 2008


MÚSICA DIA INTERNACIONAL DA MÚSICA - ORQUESTRA DE SOPROS DO CONCELHO DA FIGUEIRA DA FOZ 01 de Outubro - CAE (Figueira da Foz) A orquestra de Sopros do Concelho da Figueira da Foz (OSCFF) é um projecto liderado pela Associação das Colectividades do Concelho da Figueira da Foz, e envolve cerca de 60 jovens músicos amadores oriundos de sete colectividades: Sociedade Boa União Alhadense, Sociedade Musical Santanense, Sociedade Instrução e Recreio de Lares, Filarmónica Quiaiense, Troupe Recreativa Brenhense, Sociedade Filarmónica Figueirense e Associação Musical União Filarmónica Maiorquense.

AS NOSSAS COLECTIVIDADES 05 de Outubro e 30 de Novembro - CAE (Figueira da Foz) O espectáculo “As Nossas Colectividades”, promovido pela Divisão de Juventude, Desporto e Colectividades da Câmara Municipal da Figueira da Foz, conta com as actuações, no dia 5 de Outubro, da Banda Filarmónica do Alqueidão; do Grupo de Dança “Elecktra”, da Casa do Povo de Lavos; do Rancho Folclórico do Ateneu Alhadense; do Grupo Coral João Mendes, do Grupo de Instrução e Musical da Fontela; e do Grupo de Música Popular “EnCantos”. No dia 30 de Novembro, actuam a Banda Filarmónica de Maiorca; a “Fire Dance”, da Associação Cultural Recreativa e Desportiva Marinhense; o Rancho Folclórico “Salineiras de Lavos”, da Casa do Povo de Lavos; o Coral David de Sousa; e o Grupo de Teatro “Fénix”, do Centro Cultural Recreativo e Desportivo Matas e Ciprestes.

Orquestra Juvenil Alemã de Nordrhein-Westfalen 09 de Outubro - CAE (Figueira da Foz) A Orquestra Juvenil Alemã de Nordrhein-Westfalen (Renânia do Norte Vestfália) foi fundada em 1969 pelo Prof. Dr. Emil Platen e por Hans Josef Menke, permitindo aos músicos mais dotados desta região, com idades compreendidas entre os 14 e os 22 anos, tocarem numa formação orquestral sinfónica sob a direcção de reconhecidos e qualificados maestros. A orquestra é constituída por cerca de 100 instrumentistas, na sua maioria jovens já premiados, tendo participado em mais de 500 concertos um pouco por todo o mundo. Do seu repertório, fazem parte composições desde o século XVI, obras de compositores contemporâneos, música sinfónica, ópera e oratória.

Agenda Cultural - Outubro/Novembro de 2008

Página 2


MÚSICA NEY MATOGROSSO - INCLASSIFICÁVEIS 26 de Outubro - CAE (Figueira da Foz) “Inclassificáveis” é o mais brilhante e genial espectáculo da carreira de Ney Matogrosso. Nele Ney volta ao universo exuberante do qual se havia afastado nos trabalhos mais recentes. Trata-se de um espectáculo de música popular brasileira com uma roupagem pop, com direcção musical de Emílio Carrera, exelemento do grupo Secos e Molhados. O repertório é uma mistura de composições novas com clássicos da Música Popular Brasileira. “O Tempo não Pára” (Cazuza), “Divino e Maravilhoso” (Caetano Veloso), “Um Pouco de Calor” (Dan Nakanawa), “Ouça-me” (Itamar Assunção), “Ode aos ratos” (Edu Lobo e Chico Buarque) e “Inclassificáveis” (Arnaldo Antunes), estão entre as músicas escolhidas por Ney Matogrosso. Este novo espectáculo contará com figurinos de Ocimar Versolato e cenários de Milton Cunha. WOK - RITMO AVASSALADOR 14 de Novembro - CAE (Figueira da Foz) “Wok – Ritmo Avassalador” é um espectáculo do veterano percussionista Rui Júnior, fundador do Tocá Rufar. Totalmente renovado e com um novo elenco de grandes artistas, novos temas, novas ambiências e a participação de uma grande equipa de prestígio, este espectáculo tem o Ritmo como pano de fundo. Este é explorado e desenvolvido de diversas formas, conceitos e timbres através dos tambores tradicionais portugueses, da luta de paus e coreografias inspiradas no imaginário tradicional português.

1/2 SÉCULO SARAU AVANT-RETRO 29 de Novembro - CAE (Figueira da Foz) …um grande improviso espectacular (o luxo cultural: segundo um libreto original apócrifo, genuíno e, devidamente, memorizado). ∗A acção – uma performance experimental – desenvolve-se desde a década anterior à Segunda Guerra-Mundial, em Coimbra, no séc. XX, até os limites espaciais do imaginário de um séc. XXI recém-chegado. CONCERTO - CARLOS MENDES 10 de Outubro - Casino Figueira da Foz FADO - RAQUEL TAVARES 17 de Outubro - Casino Figueira da Foz

Agenda Cultural - Outubro/Novembro de 2008

Página 3


CINEMA ANTESTREIA DO FILME "1ª VEZ 16 MM", RUI GOULART 06 Outubro - CAE (Figueira da Foz) “1ª Vez 16 mm” é o retrato das atribulações vividas por Miguel, um cineasta. Tudo acontece antes, durante e depois da rodagem da sua primeira longa-metragem. Trata-se de uma sequência de acontecimentos que reflectem as dificuldades, as frustrações, as alegrias, a excentricidade e o quanto trágico poderá ser o trabalho desenvolvido por uma equipa de filmagens constituída essencialmente por estudantes finalistas da Escola Superior de Cinema. De referir que este filme teve filmagens na Figueira da Foz, e que o realizador, Rui Goulart, nascido em Angola, em 1962, desde criança que se radicou com a família na Figueira da Foz. Esta é a sua quinta longa-metragem, e tem como intérpretes nomes como a actriz espanhola Marisa Paredes (“Tudo Sobre a Minha Mãe” e “Fala com Ela”, ambos de Pedro Almodóvar), Maestro António Vitorino de Almeida, João D’Ávila, Adelaide João, Miguel Borges, Ana Reis, para além do próprio realizador. Esta sessão de antestreia contará com a presença do realizador, Rui Goulart, e de alguns dos actores do filme.

NOITES DE CINEMA Domingos - CAE (Figueira da Foz) 05 de Outubro - “Aquele Querido mês de Agosto”, de Miguel Gomes 12 de Outubro - “Baile de Outono”, de Veiko Õunpuu 19 de Outubro - “Tropa de Elite”, de José Padilha

CICLO DE CINEMA CLÁSSICO CAE (Figueira da Foz) 06 de Outubro - “Horizonte Perdido”, de Frank Capra, (1937) 13 de Outubro - “As Aventuras de Robin Hood”, de Michael Curtiz (1938) 20 de Outubro - “Paraíso Infernal”, de Howard Hawks (1939) 27 de Outubro - “As 20,000 Léguas Submarinas”, de Richard Fleischer (1954) 03 de Novembro - “Viagem a Itália”, de Roberto Rossellini (1954) 10 de Novembro - “O Eclipse”, de Michelangelo Antonioni (1962) 17 de Novembro - “Morte em Veneza”, de Luchino Visconti (1939) 24 de Novembro - “Roma de Fellini”, de Frederico Fellini (1972)

Agenda Cultural - Outubro/Novembro de 2008

Página 4


CINEMA AQUELE QUERIDO MÊS DE AGOSTO, MIGUEL GOMES 09 a 15 de Outubro - FOZ PLAZA Aquele Querido Mês de Agosto cruza a ficção com o documentário através de uma história sentimental entre pai, filha e o primo desta, músicos num "grupo de baile". Esta história tem lugar no coração de Portugal, em Agosto, quando a população se multiplica e as actividades também: festas e romarias, foguetes, música e muita animação. Foi filmado durante os verões de 2006 e 2007, em concelhos da região centro: Arganil, Góis, Pampilhosa da Serra, Oliveira do Hospital e Tábua. MAMMA MIA!, PHYLIDA LLOYD 09 a 15 de Outubro - FOZ PLAZA Embarca numa festa inesquecível! Esta é a história de uma jovem noiva (Amanda Seyfreid) que quer encontrar o seu verdadeiro pai. Para o seu casamento, e para desespero de sua mãe (Meryl Streep), convida os três potenciais “candidatos” (Colin Firth, Pierce Brosnan e Stellan Skarsgard). Realizado por Phyllida Lloyd, este filme apresenta os sucessos dos anos 70 do Grupo ABBA, protagonizados pelos actores Meryl Streep, Colin Firth, Pierce Brosnan, entre outros. VIAGEM AO CENTRO DA TERRA 3D, ERIC BREVIG 09 a 15 de Outubro - FOZ PLAZA «Viagem ao Centro da Terra – 3D», três exploradores mergulham num estranho mundo novo, por debaixo da superfície da Terra, onde embarcam numa incrível viagem e descobrem locais aterradores, no meio dos maiores perigos. Durante uma expedição científica à Islândia, o visionário cientista Trevor Anderson (Brendan Fraser), o seu sobrinho Sean (Josh Hutcherson) e a bela guia local, Hannah (Anita Briem), vêem-se inesperadamente presos numa gruta, de onde a única saída é na direcção das entranhas da Terra. Viajando por mundos nunca vistos, o trio depara-se com criaturas surreais e inimagináveis, incluindo plantas que comem pessoas, piranhas voadoras gigantes, pássaros incandescentes e terríveis dinossauros do passado. Os expedicionários chegam depressa à conclusão de que como a actividade vulcânica à sua volta está a aumentar, têm de encontrar um caminho de volta para a superfície da Terra antes que seja tarde demais… Com espectaculares ambientes foto-realistas e técnicas de filmagem novas e revolucionárias, «Viagem ao Centro da Terra - 3D» é uma aventura épica que leva os espectadores directamente ao centro da viagem dos nossos heróis, partilhando com eles a sua louca e espectacular jornada.

Agenda Cultural - Outubro/Novembro de 2008

Página 5


CINEMA WALL.E, ANDREW STANTON 09 a 15 de Outubro - FOZ PLAZA E se a humanidade tivesse que abandonar a Terra, e alguém se tivesse esquecido de desligar o último robot? Após centenas de anos sozinho a fazer o que foi programado para fazer, WALL.E. (abreviatura para Waste Allocation Load Lifter Earth-Class) descobre um sentido na sua existência (para além de recolher desperdícios) quando conhece uma atraente robô chamada EVE. EVE apercebe-se que WALL.E tropeçou, sem saber, na resolução para o futuro da Terra, e corre de volta ao espaço para contar as suas descobertas aos humanos (que têm estado ansiosamente a aguardar por notícias que digam que é finalmente seguro voltar para casa). Entretanto, WALL.E persegue EVE pela galáxia numa das mais divertidas e criativas comédias de aventura alguma vez criadas para o grande ecrã. Junto a WALL.E na sua fantástica jornada, por um universo futurista nunca antes imaginado, está um conjunto de personagens hilariantes que inclui uma barata de estimação e uma equipa de robôs avariados e inadaptados.

OLHOS DE LINCE, D.J. CARUSO 09 a 15 de Outubro - FOZ PLAZA EM “Olhos de Lince”, um filme de suspense e acção, numa verdadeira corrida contra o tempo, Shia LaBeouf e Michelle Monaghan são dois estranhos que se tornam meros peões nas mãos de uma misteriosa mulher que não conhecem, mas que parece antecipar todos seus passos. Quando percebem que estão a ser usados para promover seu plano diabólico, eles tem de se unir para vencer esta mulher, antes que ela acabe por os matar.

NÃO TE METAS COM O ZOHAN, DENNIS DUGAN 09 a 15 de Outubro - FOZ PLAZA Comédia de Adam Sandler, Robert Smigel e Judd Apatow, em que Sandler é Zohan, um comando Israelita que simula a sua própria morte, de forma a perseguir um sonho: tornar-se no cabeleireiro mais famoso de Nova Iorque.

Agenda Cultural - Outubro/Novembro de 2008

Página 6


EXPOSIÇÕES MÁRIO SILVA - 1/2 SÉCULO - OBRA&VIDA, EXPOSIÇÃO ANTOLÓGICA CAE (Figueira da Foz) …algumas das mais representativas e valiosas peças da obra de um dos maiores autores da arte portuguesa contemporânea. Exemplares originais (muitos inéditos) da pintura, do desenho, gravura, cerâmica e escultura do laureado artista plástico mestre Mário Silva, reunidos numa exposição monumental, que ultrapassa a dimensão duma retrospectiva vulgar. Tratase da revelação cronológica (quase) integral da sua evolução, ao longo de (mais de) meio século de uma atribulada carreira profissional, em Portugal, na Europa e em todo o mundo, reconstituída (em tempo record) pela competência e dedicação duma equipa pluridisciplinar de investigadores, que explora importantes aspectos ignorados (ou desconhecidos) da sua vida e do significado cultural e humanístico do seu trabalho.

EXPOSIÇÕES TEMPORÁRIAS, SALA ZÉ PENICHEIRO Outubro e Novembro - CAE (Figueira da Foz) Espaço dedicado a exposições temporárias, onde os artistas figueirenses e novos talentos têm a oportunidade de expor os seus trabalhos. 14 de Outubro a 2 de Novembro - Pintura - Zé Penicheiro 04 a 23 de Novembro - Desenho - Teresa Saporiti 25 de Novembro a 14 de Dezembro - Desenho - Fernando Saraiva

Exposição de Pintura de Paulo Diogo 11 de Outubro - Tubo d'Ensaio Natural do Conselho da Figueira da Foz, com formação pela Escola Universitária das Artes de Coimbra e com um trajecto artístico iniciado com o “Salão de Jovens”, Museu Municipal, Figueira da Foz em 1984, com passagem pela VIII Bienal de Vila Nova de Cerveira em 1995 e I Bienal de Arte de Ansião2008. Atento ao que se faz, no campo das artes, em Portugal e no estrangeiro, Paulo Diogo pretende dar uma visão da Mente do Homem do séc. XXI que viaja pelos mundos físico e virtual na internet.

Agenda Cultural - Outubro/Novembro de 2008

Página 7


FOTOGRAFIA COLECTIVA - OS SENTIDOS DA ÁGUA 04 de Outubro a 02 de Novembro - CAE (Figueira da Foz) “Tentai agarrar o frio da água e o seu sabor, tentai agarrar a cor da água tormentosa e o cheiro de uma onda do mar e tentai, ainda, ouvir o silêncio da água parada de um charco ao luar, tentai… Tentai sentir a água desde sempre sentida. Sentir a sede de ver, a sede de ouvir, de tocar, de cheirar, sentir a sede de saborear. Tentai, agora, agarrar um raio de sol com a mão. Não o conseguem? Tentem, então, agarrar esse raio de sol reflectido numa gota d’água, na concha da vossa mão! Olhai a luz. Olhai a gota. É memória de vida, vida sentida, vida sonhada… Água! Na água-mãe está a escrita da vida sentida e na vida, por ela permitida, estão os sentidos da água! E o fotógrafo escreve-grava-sente a água… e a vida!”

TIAGO MARCHÃO - UMA ESPÉCIE DE QUASE 05 de Novembro a 01 de Dezembro - CAE (Figueira da Foz) "Uma espécie de quase" é-se instantes de uma caminhada. De um encontro fugidio com a causa do desejo, a Fotografia. "Uma espécie de quase" onde há partículas vivas sem rosto; com a face de qualquer um. Sem respiração. Imagem esta que, ainda que representada sob forma definida, estende-se como uma fenda capaz de provocar vertigem, uma singularidade capaz de congelar a imagem e "quase" oculta-a do campo de visão. Contagiando o quotidiano com um perfil, cortejando diversidade como caminho de menor resistência. O perigo nesta passagem é sermos sequestrados por um impulso que não nos permita combinar individualmente o infinito da imagem. Cegueira pode tornar-se lucidez. Lucidez que acontece no silêncio, na simplicidade da imagem. Risco este que, ao resvalarmo-nos contra a parede e ali provocar ruptura, é o nosso infinito. "Uma espécie de quase" é uma filosofia da imagem.

Agenda Cultural - Outubro/Novembro de 2008

Página 8


ESPECTÁCULOS RUA SÉSAMO AO VIVO ESPECTÁCULO INFANTIL 21 a 23 de Novembro - CAE (Figueira da Foz) Super-Gualter perdeu os super-poderes e precisa da ajuda de todos os seus amigos para os recuperar. Becas, Egas, Monstro das Bolachas, Poupas, Rosita, Conde de Contar, entre outros, vão então ensinar ao trapalhão Gualter algumas regras fundamentais para recuperar os poderes milagrosos: terá de dormir bem, praticar exercício físico, alimentar-se saudavelmente, não se esquecer dos hábitos de higiene e promover a entreajuda. Será que o nosso herói conseguirá recuperar os superpoderes? Ninguém resiste à Rua Sésamo, incluindo os actores e músicos que participam com as suas vozes na versão portuguesa, um elenco de luxo composto por Sérgio Godinho, Nuno Lopes, Henrique Feist, Susana Félix, JP Simões, Tânia Ribas de Oliveira, Paula Oliveira, Filipa Pais, João Nuno Martins e Ricardo Spínola. A tradução e adaptação do texto original ficaram a cargo de Tiago Torres da Silva, assim como a direcção de actores nas dobragens. Paula Oliveira é a directora musical. A grandiosidade da Rua Sésamo ao vivo deslumbra os mais pequenos mas os pais não ficam menos surpreendidos, em diversos estudos realizados nos Estados Unidos verifica-se que a Rua Sésamo é o programa favorito das mães. Há 28 anos em digressão, esta gigante companhia norte-americana colecciona prémios atrás de prémios e arrasta com ela uma produção impressionante composta por 25 técnicos, 23 actores, 10 especialistas em entretenimento para tratar do som, palco, iluminação, figurinos, cenários e textos. Todo o equipamento chega a Portugal via marítima e posteriormente serão necessários três camiões TIR para transportar cerca de 40 toneladas de material. Para descarregar, montar, assistir e desmontar o espectáculo vão estar em acção 15 assistentes de palco. Em 1989 a RTP estreava entre nós a mais popular série infantil alguma vez vista em Portugal. Baseada no modelo original norte-americano, a Rua Sésamo conquistou as crianças do mundo inteiro através de personagens que nunca esqueceremos. Ainda está bem fresca na nossa memória a descontracção do Poupas, sempre à procura de algo para fazer; o Ferrão, sempre a reclamar com tudo e com todos; o Becas e o Egas, amigos inseparáveis; e o monstro das bolachas que comia biscoitos como se não houvesse amanhã. Estas e outras personagens permanecem para sempre no nosso imaginário e agora estão a conquistar uma nova geração, uma geração de crianças encantadas com os fantásticos bonecos. Para o ressurgimento deste fenómeno é fundamental o espectáculo que a Mandrake apresenta em Portugal no próximo mês de Novembro. Uma super-produção norteamericana que já foi vista por mais de 50 milhões de pessoas, um espectáculo em digressão pelo mundo inteiro que esgota as plateias por onde passa. E quem não se lembra da música: «O Sol nasceu, como está lindo o céu, cá vou eu, vem daí tu também, aprender como se vai até à Rua Sésamo… vem brincar, traz um amigo teu…» Agenda Cultural - Outubro/Novembro de 2008

Página 9


PATROCÍNIOS


Agenda Cultural Out/Nov