Issuu on Google+

www.esaber.wordpress.com

Obesidade Prescrição do Exercício Físico

Parte III


Conteúdo Programático Obesidade: Prescrição do Exercício Físico Prof. Me. Guilherme Borges Pereira

-  Definição (Parte I) -  Histórico da Prevalência e Etiologia da Obesidade -  Balanço Energético -  Índice de Massa Corporal, Medida da cintura e Relação cintura/quadril -  Fisiologia do Tecido Adiposo (Parte II) -  Fisiopatologia das Doenças Associadas -  Síndrome Metabólica, Resistência à insulina, Dislipidemias, Ateroesclerose, hipertensão, Insuficiência Cardíaca, Síndrome metabólica -  Tratamento da Obesidade

-  Prescrição do Exercício Físico (Parte III)


e-saber www.esaber.wordpress.com

Adquira este material na íntegra Material na íntegra inclui: artigos científicos + apresentação com notas de rodapé explicativas + animações + vídeos

Envie um email para esaber.edu@gmail.com e confira nossos preços, produtos e condições de pagamento.

e-saber: Complementando o seu conhecimento.


•  Prevenção do ganho de peso corporal (manter o massa corporal); •  Perda de peso corporal; •  Evitar o ganho de peso corporal após a perda.


Evidence Statement: Physical Activity Will Prevent Weight Gain. Evidence Category A.

“Primary prevention of obesity starts with maintenance of current weight, not weight reduction.�


Manutenção do peso corporal, o que é? •  Mudança do peso corporal < 2,3 kg. •  Mudança < 3% do peso corporal.   Mudança > 5% clinicamente significante.

Sherwood NE et al., 2000; St Jeor et al., 1997; Stevens J et al., 2006.


Recomendações Manutenção do peso corporal

Suficiente para prevenir o ganho de peso >3% na maioria dos adultos. MEDICINE & SCIENCE IN SPORTS & EXERCISE. POSITION STAND. Appropriate Physical Activity Intervention Strategies for Weight Loss and Prevention of Weight Regain for Adults, 2009.


Página 3, tabela 1 Vários exemplos de prescrição do exercício físico evitando o ganho de peso após sua perda.


Recomendações Perda de peso corporal

“…Therefore, most individuals who require substantial weight loss may need additional interventions (i.e., energy restriction) to meet their weight loss needs…” MEDICINE & SCIENCE IN SPORTS & EXERCISE. POSITION STAND. Appropriate Physical Activity Intervention Strategies for Weight Loss and Prevention of Weight Regain for Adults, 2009.


Benefícios •  Diminuição da Pressão arterial •  Diminuição do LDL-C e triglicerídeos •  Aumento do HDL-C •  Melhora da tolerância a glicose •  Diminuição de marcadores inflamatórios (PCR; IL-10; TNF-alfa) •  Melhora da composição corporal •  Melhora do VO2máx •  Melhora da Força, entre outros.


OBESIDADE e EXERCÍCIO FÍSICO

%

Perda de pe so

Melhora do risco DCV


Recomendações Manutenção do peso após a perda de peso corporal

“…It is generally accepted that most individuals can lose weight but cannot maintain weight loss. PA is universally promoted as a necessity for weight maintenance. Indeed, PA is often cited as the best predictor of weight maintenance after weight loss…” MEDICINE & SCIENCE IN SPORTS & EXERCISE. POSITION STAND. Appropriate Physical Activity Intervention Strategies for Weight Loss and Prevention of Weight Regain for Adults, 2009.


Página 5, tabela 2 e 3 Página 15, conclusão Vários exemplos de prescrição do exercício físico evitando o ganho de peso após sua perda.


COMO SE EMAGRECE?

e-saber www.esaber.wordpress.com


Como se Emagrece ? Mobilização De Gordura

Kcal do Exercício

 TMB  EPOC


Quais est铆mulos favorecem a lip贸lise?


Qual a melhor intensidade do exercício físico para oxidação de gordura?

e no obeso?


RAZÃO DE TROCA RESPIRATÓRIA (R) R = VCO2/VO2

Porcentagem de Gorduras e Carboidratos Metabolizados pela Razão de Troca Respiratória (R) não-Protéica R % de Gorduras % de Carboidratos 0.70 100 0 0.75 83 17 0.80 67 33 0.85 50 50 0.90 33 67 0.95 17 83 1.00 0 100


A intensidade do exercício para a máxima oxidação de gordura em homens e mulheres (obesos) foi em 42% e 43% do VO2máx, respectivamente.


SUBSTRATO ENERGÉTICO E INTENSIDADE DO EXERCÍCIO


Como monitorar a intensidade do ExercĂ­cio FĂ­sico?


Intensidade da Atividade •  Leve = 1,1 – 2,9 METS •  Moderada = 3,0 – 5,9 METS •  Severa = ≥ 6,0 METS (U.S. Department of Health and Human Services Website [Internet]. Washington, DC: 2008 Physical Activity Guidelines for Americans;. Available from http:// ww.health.gov/PAGuidelines.)


CLASSIFICAÇÃO DO EXERCÍCIO Classificação

%VO2max

METs

Kcal/min

Muito leve

< 20

< 2.4

8.4

Leve

20 – 39

2.4 – 3.7

8.4 – 14.7

Moderado

40 – 59

3.8 – 5.1

14.8 – 20.9

Pesado

60 – 70

5.1 – 6.9

21.0 – 31.4

Muito pesado

> 80

> 7.0

> 31.4

ACSM - Howley, 2001


Porcentagem da FC correspondente ao percentual do VO2max Percentual da FCmax

Percentual do VO2max

50

28

60

42

70

56

80

70

90

83

100

100

Vo2max = 1,42 x %FCmax â&#x20AC;&#x201C; 43

Heyward, 1991


Determinação da Fc ALVO para Prescrição do Exercício •  FCM = 205 - (0,41 x idade) Sheffield et al. (1965): específica para indivíduos destreinados. •  FCT = % (Fcmax – Fcrep) + Fcrep Karvonen (1957) •  FCM = 208 - (0,7 x idade) Tanaka et al. (2001)


6 7

EXTREMAMENTE FÁCIL

8 9

MUITO FÁCIL

10 11

FÁCIL

12 13

ESCALA DE BORG

UM POUCO DIFÍCIL

14 15

DIFÍCIL

16 17

MUITO DIFÍCIL

18 19 20

EXTREMAMENTE DIFÍCIL

Monitorar a intensidade do exercício por meio da percepção subjetiva do esforço


e-saber www.esaber.wordpress.com


0-2 40% 2-3 50% 4-5 60% 5-7 70% 7-8 80% 8-10 90-100%


Classificação da intensidade do exercício INTENSIDADE RELATIVA Intensidade

%VO2máxR/FCres

%FCmáx

PE

Muito leve

<20

<50

<10

Leve

20-39

50-63

10-11

Moderada

40-59

64-76

12-13

Pesada

60-84

77-93

14-16

Muito pesada

≥85

≥94

17-19

Máxima

100

100

20

Adaptado de Kesaniemi et al., 2001


FORÇA NOVATOS E INTERMEDIÁRIOS 60-70% (1RM) 8 - 12 REPETIÇÕES/SÉRIE 1 - 3 SÉRIES 1-3 MINUTOS DE INTERVALO

AVANÇADO 70-100% (1RM) 1 - 12 REPETIÇÕES/SÉRIE 3 - 6 SÉRIES 1-3 MINUTOS DE INTERVALO

FREQUÊNCIA • NOVATOS: 2 - 3 SESSÕES TOTAL BODY/ SEM • INTERMEDIÁRIO: 3 SESSÕES TOTAL BODY/ SEM OU SEPARANDO SEGMENTOS 4 SESSÕES POR SEMANA • AVANÇADO: 3-5 SESSÕES/ SEMANA, CADA GRUPO MUSCULAR 2 SESSÕES POR SEMANA


HIPERTROFIA NOVATOS E INTERMEDIÁRIOS 70 - 85% (1RM) 8 - 12 REPETIÇÕES/SÉRIE 1 - 3 SÉRIES 1-3 MINUTOS DE INTERVALO

AVANÇADO 70-100% (1RM) 1 - 12 REPETIÇÕES/SÉRIE (6-12) 3 - 6 SÉRIES 1-3 MINUTOS DE INTERVALO

FREQUÊNCIA • NOVATOS: 2 - 3 SESSÕES TOTAL BODY/ SEM • INTERMEDIÁRIO: 3 SESSÕES TOTAL BODY/ SEM OU SEPARANDO SEGMENTOS 4 SESSÕES POR SEMANA • AVANÇADO: 3-5 SESSÕES/ SEMANA, CADA GRUPO MUSCULAR 2 SESSÕES POR SEMANA


POTÊNCIA INCORPORAR EXERCICÍOS DE POTÊNCIA NO PROGRAMA NORMAL DE TREINAMENTO MEMBROS SUPERIORES 30-60% (1RM) 1-3 séries 3-6 repetições/série MEMBROS INFERIORES 0-60% (1RM) 1-3 séries 3-6 repetições/série Intervalo de recuperação e freqüência similar ao treino para força


RESTÊNCIA MUSCULAR LOCALIZADA NOVATOS E INTERMEDIÁRIOS 10-15 reps AVANÇADO 10-25 reps INTERVALO DE RECUPERAÇÃO 1-2 MIN  15-20 reps/série < 1 MIN  10-15 reps/série INTERVALO DE RECUPERAÇÃO Circuito Suficiente para o próxima exercício


Conteúdo Programático Obesidade: Prescrição do Exercício Físico Prof. Me. Guilherme Borges Pereira

-  Definição (Parte I) -  Histórico da Prevalência e Etiologia da Obesidade -  Balanço Energético -  Índice de Massa Corporal, Medida da cintura e Relação cintura/ quadril -  Fisiologia do Tecido Adiposo (Parte II) -  Fisiopatologia das Doenças Associadas -  Síndrome Metabólica, Resistência à insulina, Dislipidemias, Ateroesclerose, hipertensão, Insuficiência Cardíaca, Síndrome metabólica -  Tratamento da Obesidade -  Prescrição do Exercício Físico (Parte III)


Obesidade Prescrição do Exercício Físico e-saber www.esaber.wordpress.com

Parte III


Parte III - Prescricao do Exercicio