Page 1


JEFF SEID

2


3


4


5


A LOIRA PODEROSA DO MUNDO DOS FITNESS. Pessoal, hoje venho com mais um post da nossa série de entrevistas com as pessoas mais incríveis do mundo da musculação, e trago pra vocês a maravilhosa entrevista com a personal trainer, nutricionista, atleta IFBB e modelo, Larissa Reis.

6


A Entrevista com Larissa Reis

Larissa, como e quando o mundo da musculação entrou na sua vida? De onde surgiu esse interesse? Desde bem pequena eu estive muito ligada a vários esportes e sempre amei esse estilo de vida saudável, com muita academia. Uma coisa levou a outra, nunca tive receio de praticar musculação, o que muita garota hoje em dia ainda tem.

De onde veio a ideia de se tornar uma atleta IFBB? Você imaginava o tamanho do sucesso que chegaria até você? Tudo começou num dia que eu estava trabalhando como modelo fitness numa loja de suplementos no Brasil, eles tinham um poster da Monica Brant, fiquei maravilhada, adorei o físico dela. Como eu sempre gostei de competição, em todos os aspetos da vida, isso me levou mais e mais para dentro desse mundo. Desde então essa é minha paixão. Sempre sonhei competir com os melhores do mundo e com grandes patrocínios, mas nunca imaginei que o tamanho do meu sucesso seria assim, confesso, eu consegui!! :) Não tem como agradecer a toda a galera que me apoia e me da força, são minha pura inspiração!

Eu gosto muito de comer clean quase o ano todo, e isso ajuda muito em manter minha definição. Conhecer nosso corpo é essencial, assim como não ignorar a dieta. Minha dieta consiste em pequenas 5 ou 6 refeições, sempre contendo proteína, vegetais e em alguns carboidratos de baixo índice glicêmico. Vou sempre alterando de tempo em tempo mas vou colocar 1 exemplo de dieta para 1 dia e rotina de treinos de 1 semana para vocês.

DIETA Dia 1: Pernas/Panturrilha/Glúteos e 1 hora e meia de cardio; Dia 2: Hot Yoga por 90 minutos e 45 minutos de cardio; Dia 3: Ombro/Peito/Tríceps e 1 hora e meia de cardio; Dia 4: Hot Yoga por 90 minutos e 45 minutos de cardio; Dia 5: Costas/Lombar/Bíceps e 1 uma hora e meia de cardio; Dia 6: Hot Yoga por 90 minutos e 45 minutos de cardio; Dia 7: OFF;

Dia 1: Pernas/Panturrilha/Glúteos e 1 hora e meia de cardio; Dia 2: Hot Yoga por 90 minutos e 45 minutos de cardio; Dia 3: Ombro/Peito/Tríceps e 1 hora e meia de cardio; Dia 4: Hot Yoga por 90 minutos e 45 minutos de cardio; Dia 5: Costas/Lombar/Bíceps e 1 uma hora e meia de cardio; Dia 6: Hot Yoga por 90 minutos e 45 minutos de cardio; Dia 7: OFF;

7


Fora das academias, você costuma fazer algum tipo de tratamento estético pra se manter em forma? Claro, amo dar um presente para mim própria como toda a garota! Costumo fazer massagem, especializada ou normal. Pode não parecer mas ajuda muito, para relaxar e me sentir renovada e até mesmo nos treinos! :)

Você pretende algum dia voltar a morar no Brasil? Eu amo o Brasil, é meu país, minha casa.. Tem la minha família, meus amigos e também fãs meus, que eu amo todos muito. E mesmo eu indo lá todo o ano, sinto grande saudade. Ninguém sabe o dia de amanhã, por isso quem sabe..

Larissa, você como personal trainer deve saber mais do que ninguém que todos que estão numa academia querem ter um corpo melhor, qual dica você da para os leitores do Eu Trincando que querem chegar num corpo incrível assim como o seu? Não ignore a dieta, faça treino aeróbio e musculação regularmente, não tenha medo de usar pesos (essa é especial para as garotas). Encontre sua motivação, o que te inspira e te move, atletas, músicas (todo mundo sabe como eu adoro música) e nunca desista de nada, pois tudo é possível basta acreditar e lutar.

8


Conclusão de entrevista

Agradece o carinho da incrível Larissa Reis, que tem um sucesso enorme e vem cada dia mais representando o Brasil no mundo da musculação pelo mundo afora.

Como vocês podem ver, a Larissa Reis tem hábitos perfeitos de alimentação e treinos, lembrem-se que ela é uma atleta profissional, não se baseiem nas rotinas de um profissional sem antes consultar algum especialista no assunto, pois pode ser perigoso.

9


10


11


12


13


14


15


Não sabote a dieta! Se você segue a dieta à risca durante o dia, mas escorrega à noite antes de ir para a cama, saiba que alguns hábitos que parecem simples podem comprometer os resultados do dia de sacrifícios, dificultando a tarefa de enxugar aqueles quilos que ainda faltam. Uma dica é deixar de lado o drinque antes de dormir. O consumo de bebidas alcoólicas antes de se deitar parece relaxar, mas prejudica sono e aumenta os valores calóricos da dieta. Além disso, a bebida torna ainda mais irresistível a famosa vontade de beliscar. Para relaxar, prefira um copo de leite morno ou chá de ervas. Outra dica é planejar as refeições do dia seguinte, pense no que irá consumir no café da manhã e nos lanches durante o dia. Assim, evitará impulsos caso precise tomar café da manhã rapidamente e ainda separar itens para levar.

16


Saiba como melhorar seu fôlego no treino de corrida!! Pernas fortes e coração saudável fazem muita diferença na hora de correr, porém outro fator importante que não se deve deixar de lado é à força dos pulmões. Os pulmões vão dar aquele gás a mais, agora se a sua capacidade for limitada, o cansaço aparece cedo antes de terminar a corrida. “Apesar da respiração ser automática, é preciso ter mais atenção quando ficar ofegante, pois os músculos demandam mais esforço”, conta o educador físico e triatleta Paulo Pestana, do Rio de Janeiro. Ele e o técnico de atletismo Carlos Ventura contam que é possível melhorar o fôlego e aprimorar o desempenho da corrida. Confira os passos a seguir: Corra regularmente Com regularidade dos exercícios o corpo se acostuma com o esforço e consegue progredir. “Pessoas que não são acostumadas a praticar atividades físicas têm menos fôlego porque a sua atividade aeróbica é fraca, por conta disso, a capacidade física é menor”, explica o técnico de atletismo Carlos Ventura, autor de livros de corrida, como Manual do Corredor (Ícone Editora). Por isso, procure estabelecer uma programação com horários certos. Reduza a velocidade Pode ser que você esteja correndo em um ritmo mais acelerado do que seu corpo é capaz – aí não tem folego que aguente. Carlos Ventura conta que o ritmo ideal do treino deve ser leve, começando aos poucos para que o corpo se acostume. “A capacidade respiratória pode ser melhorada com corridas longas e lentas porque promove uma hipertrofia cardíaca adequada”, conta o técnico de atletismo. Intercale com caminhada Treino em séries de corrida e caminhada podem ser intercalados, isso ajuda a percepção física e um tempo para recuperar o folego. “Isso ajuda a adaptar o condicionamento físico e o desempenho para uma corrida contínua”, explica o consultor esportivo Paulo Pestana. Aos poucos, é possível aumentar o tempo da corrida e diminuir a caminhada. Um profissional de atividade física poderá ajudá-lo a acompanhar essa evolução de acordo com o seu preparo físico. Respire corretamente É preciso controlar o movimento de entrada e saída do ar para que não fique acelerado demais durante a corrida. “Costumo aconselhar os alunos com dificuldade de fôlego a fazer a respiração marcada por passos, ou seja, a cada três passos inspirando, faça os mesmos três passos expirando, até que isso seja feito naturalmente”, indica o educador físico Paulo Pestana. Também pode fazer diferença evitar respirar somente com a boca, que pode aumentar a sensação de cansaço. Faça outros exercícios Se a impressão é de que a corrida não é suficiente para melhorar o seu fôlego, que tal fazer outros exercícios que também melhoram a capacidade respiratória? Praticamente todos contribuem: natação, treinamento em circuito, vôlei, futebol, tênis, ciclismo, entre outros. Uma técnica que merece destaque é a yoga. Paulo Pestana indica um movimento bem simples dessa prática que potencializa o movimento da respiração e ativa toda a musculatura envolvida (diafragma e intercostais): focando o abdômen e o diafragma e sem mexer os ombros, inspire com o peito (abrindo as costelas) e expire todo o ar, até encolher a barriga. Faça esse exercício repetidas vezes e lentamente, quando estiver em repouso. Comece devagar e acelere aos poucos Por mais que você esteja acostumado a correr em uma velocidade mais rápida, é preciso sempre aquecer o corpo a cada início de treino. Cuide dos pulmões

17


18


19


Mundo Fitness