Page 1

Educação na EPU Quem lê, sabe mais ... vive melhor!


EPU — (11) 3168 6077 — vendas@epu.com.br

O que esta publicação apresenta

2 - Educação

e Pedagogia


EPU — www.epu.com.br

Índice alfabético dos livros Acidentes, 24 A construção do currículo na sala de aula, 32 Adolescência. Abordagem psicanalítica , 34 Adolescência e Liberdade , 11 A Educação em Novas Perspectivas Sociológicas, 21 A educação especial do deficiente mental , 33 A explicação sociológica, 39 A matemática na escola primária: uma observação do cotidiano , 16 A melhoria do ensino nas 1as. séries: enfrentando o desafio , 13 A prática docente na universidade, 12 As seis etapas do processo de aprendizagem em matemática , 14 Assim se escreve ... Assim escreveram ... Literatura... Brasil - Portugal, 26 Autores pré-românticos alemães , 40 Avaliação de currículo , 26 Capacidade e Talento, 22 Cartas sobre a Educação Estética da Humanidade , 36 Como ser um bom professor, 38 Como socorrer e prevenir , 24 CRIANÇAS de zero a quatro anos, 9 Curso de iniciação à Filosofia, 18 Curso de iniciação à Filosofia - A Filosofia e as ciências exatas ou naturais , 19 Curso de iniciação à Filosofia - A Filosofia: origem, significado e panorama histórico , 18 Depressão na adolescência - Uma visão multifatorial , 7 De teatro e literatura , 26 Dicionário de Filosofia. Termos e Filósofos, 19 Dicionário de Lógica , 23 Diretrizes do pensamento filosófico , 8 Disciplina na escola: autoridade versus autoritarismo , 13 Distúrbios psicomotores , 7 Educação: agentes formais e informais , 9 Educação comparada - Conceito, evolução, métodos , 8 Educação consonante inferências educacionais da teoria da dissonância cognitiva, 16 Educação: crise e mudança, 40 Educação de Superdotados: Teoria e prática, 17 Educação física e o ensinode 1o Grau: uma abordagem crítica , 32 Educação, ideologia e contra-ideologia, 37 Educação sexual além da informação, 36 Educando os mais capazes. Ideias e ações comprovadas, 17 Ensinando e aprendendo história , 27 Ensinar a pensar. Teoria e aplicação., 34 Ensino: as abordagens do processo , 29 Ensino de 2o grau: Educação geral ou profissionalização?, 33

Ergonomia , 25 Escola: objetivos organizacionais e objetivos educacionais, 36 Estudar também se aprende , 27 Filosofia da educação , 20 Física: proposta para um ensino construtivista, 33 Gramática de português como língua estrangeira Fonologia, ortografia e morfossintaxe, 30 Grandes educadores , 28 História da educação , 20 História da educação na antiguidade , 28 História das ideias no Brasil , 40 Interpretação de textos - Curso integrado de Lógica e Linguística , 31 Introdução à Epistemologia, 11 Introdução à filosofia, 20 Legislação complementar e notas remissivas Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional , 36 Mapas conceituais - Aplicações ao ensino, currículo e avaliação , 13 Metodologia do Trabalho Científico, 41 O desafio da avaliação da aprendizagem, 13 O ensino da leitura e da escrita na fase inicial da escolarização , 5 O financiamento da educação no Brasil, 29 O jovem e o desafio do trabalho , 22 O novo executivo escolar - Uma teoria de administração , 36 O prazer do texto, 41 O professor como agente de mudança social , 15 O professor e o currículo das ciências, 25 O professor e o rendimento escolar de seus alunos, 38 O que é Cognitivismo. Fundamentos Filosóficos, 10 O que é ensinar , 29 O que é filosofar? , 21 O que é pensar sociologicamente , 39 Orientação educacional. Uma experiência em desenvolvimento, 34 Os contos e os mitos no ensino. Uma abordagem junguiana , 32 Pensar é divertido , 25 Personalidade e escolha profissional , 34 Pesquisa em educação: abordagens qualitativas , 27 Pesquisa em ensino: o Vê epistemológico de Gowin , 29 Planejamento participativo na escola, 41 Por que ensinar língua estrangeira na escola de 1o grau, 12 Por que falham os professores, 26 Prática de Ensino - Formas fundamentais de ensino elementar, médio e superior , 5 Primeiros passos em matemática 1- Lógica e jogos lógicos , 14 Primeiros passos em matemática 2 - Conjuntos, números e potências , 14 Primeiros passos em matemática 3 - Exploração do espaço , 14 Psicanálise e Análise do Discurso, 23 Psicologia aplicada à educação , 11

Quem lê: sabe mais ... vive melhor! — 3


EPU — (11) 3168 6077 — vendas@epu.com.br

Psicologia da aprendizagem 1, 42 Psicologia da aprendizagem 2 - Áreas de aplicação , 42 Psicologia da aprendizagem 3 - Aplicações na escola , 42 Psicologia da aprendizagem e do ensino, 33 Psicologia da percepção 1, 38 Psicologia da percepção 2, 38 Psicologia do desenvolvimento 1 - Teorias do desenvolvimento Conceitos fundamentais , 35 Psicologia do desenvolvimento 2 - A infância inicial O bebê e sua mãe , 35 Psicologia do desenvolvimento 3 - A idade pré-escolar , 35 Psicologia do desenvolvimento 4 - A idade escolar e a adolescência, 35 Psicologia do excepcional, 7 Psicologia e epistemologia genética de Jean Piaget , 34 Psicologia escolar , 25 Psicopatologia infantil , 22 Ramos fundamentais da Filosofia: Lógica. Teoria do conhecimento. Ética. Política, 18 Recursos audiovisuais no processo ensino-aprendizagem, 16 Saber Ensinar, 12

4 - Educação

e Pedagogia

Semântica - Curso-oficina sobre sentido e referência , 31 Superdotados: Determinantes, educação e ajustamento , 6 Supervisão. Perspectivas humanas , 37 Técnicas de estudo, 15 Tecnologia do ensino, 38 Temas de saúde: higiene física e do ambiente, 25 Teoria da Tragédia , 37 Teorias da aprendizagem para professores , 8 Teorias de aprendizagem , 32 Teorias de ensino e planejamento pedagógico , 15 Teoria Sociológica Geral, 39 Testes padronizados em educação , 29 Trabalho docente e formação de professores de educação especial , 28 Tratamento de distúrbios da aprendizagem, 40 Treinamento e desenvolvimento de recursos humanos , 27 Um enfoque didático da produção científica, 41


EPU — www.epu.com.br

Abud, Maria José Milharezi

O ensino da leitura e da escrita na fase inicial da escolarização 96 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-30460-1

Os

inúmeros problemas suscitados em nosso meio indicam que o ensino da leitura e da escrita, na fase inicial da escolarização, necessita ainda de melhores definições. Ele deve voltar-se para a reflexão sobre a prática do nosso professor. É preciso conhecer a realidade antes de tentar modificá-la. Assim, em vez de se voltar a procedimentos de alfabetização que não condizem com a nossa realidade, ou a recursos metodológicos desenvolvidos em outros países, sem qualquer adaptação e sob a forma de uma proposta de investigação mais teórica, a autora pesquisou e analisou a prática pedagógica de professores bem sucedidos, que vêm trabalhando com alunos iniciantes no processo de alfabetização. Do sumário: Considerações teóricas sobre alfabetização: conceituação - os diferentes enfoques no estudo da alfabetização: linguístico, psicológico, psicolinguístico e social. O ensino da leitura e da escrita: aspectos metodológicos e habilidades requeridas. A prática da alfabetização. As suposições da teoria e a prática dos professores.

Aebli, Hans

Prática de Ensino - Formas fundamentais de ensino elementar, médio e superior 416 p., formato 14x21 cm, ISBN 978-85-12-30250-8

O autor reestruturou os capítulos de maneira mais clara, apresentando dez formas fundamentais de ensino e seus contextos diretos e seis perspectivas, onde são tratados problemas didáticos específicos. É, sem dúvida, um manual fundamental para professores e futuros professores, pois discute e esclarece, com enfoques psicológicos, o processo didático, independentemente de uma determinada metodologia. Sumário: Forma fundamental: Narração e exposição. Perspectiva. Aspectos de uma didática de línguas. Forma fundamental. Mostrar. Forma fundamental. Executar uma sequência de ações. Forma fundamental. Observação e intuição. Forma fundamental. Construir uma operação. Perspectiva. Didática Operatória e Matemática Moderna. Forma fundamental. Formar um conceito e aplicá-lo. Perspectiva. Perguntas do professor e ensino sem perguntas (ensino dirigido e aprendizagem autônoma). Forma fundamental. Exercício e repetição. Perspectiva. Solução de problemas e criatividade no ensino. Perspectiva. A teoria do currículo e o problema dos objetivos da aprendizagem. Forma fundamental. O planejamento do currículo (a ordenação das matérias no ensino). Forma fundamental. Provas. Forma fundamental. Avaliação (atribuição de notas). Perspectiva. Estudo programado e máquinas de ensinar. Bibliografia. Índices analítico e onomástico.

Quem lê: sabe mais ... vive melhor! — 5


EPU — (11) 3168 6077 — vendas@epu.com.br

Alencar, Eunice Soriano de Fleith, Denise de Souza

Superdotados: Determinantes, educação e ajustamento 192 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-30740-4

Nos últimos vinte anos tem se observado avanços significativos nos estudos sobre diversos aspectos relacionados à superdotação, sobretudo nas áreas de currículo, desenvolvimento sócio-emocional, aconselhamento psicológico e propostas educacionais. Por outro lado, podemos notar que vários mitos sobre o superdotado e a resistência à implementação de programas e serviços a esse grupo continuam presentes em um grande número de educadores. Como conseqüência, os alunos superdotados e talentosos são, muitas vezes, pouco compreendidos e completamente negligenciados pelo contexto escolar, resultando em um enorme desperdício de potencial. Para esses alunos, a escola pode se tornar um ambiente pouco desafiador e pouco receptivo às suas idéias criativas, produzindo baixa motivação e, muitas vezes, um rendimento acadêmico aquém de suas potencialidades. Além disso, os programas quando oferecidos a esse grupo, geralmente contemplam o aspecto intelectual, desconsiderando suas necessidades emocionais e sociais. O livro Superdotados: Determinantes, Educação e Ajustamento tem como objetivo apresentar informações atualizadas sobre o tema, sensibilizar educadores a respeito das necessidades do aluno superdotado e estimular a discussão desse assunto. O texto está organizado em torno dos seguintes tópicos: a) descrição de teorias recentes de inteligência, b) mitos, definições e características do superdotado, c) sistemáticas de identificação de indivíduos superdotados e talentosos, d) alternativas de atendimento ao aluno que se destaca por um potencial intelectual superior, 6 - Educação

e Pedagogia

e) desenvolvimento sócio-emocional do aluno superdotado, e f) educação do superdotado no Brasil e no cenário internacional. O livro inclui ainda fontes de consulta para o leitor, tais como periódicos, sites na internet, editoras especializadas e organizações relacionadas ao estudo e desenvolvimento do superdotado e talentoso. Segundo Charles Schutz, cartunista americano,

“não existe fardo maior do que um potencial não realizado”. Torna-se, portanto, urgente que educadores e psicólogos estejam informados e instrumentados a fim de poder ajudar o aluno superdotado e talentoso a desenvolver seu potencial e a se sentir compreendido.


EPU — www.epu.com.br

Amiralian, Maria Lúcia T. M.

Psicologia do excepcional 88 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-62180-7

Ao me deparar com a tarefa de elaborar um texto sobre a Psicologia do Excepcional para alunos de graduação em vários campos de atividades, muitas questões vieram à minha mente. De que maneira tratar este assunto? O que deveria ser abordado? A extensa variedade de subgrupos que pertencem ao grupo de indivíduos excepcionais, a variedade de modelos teóricos utilizados em seu estudo e a ampla variedade de áreas que são afetadas pelas incapacidades físicas, intelectuais e sócio-emocionais tornam delicado o tratamento de tal assunto. Para uma compreensão extensiva dos excepcionais seria necessário uma série de textos e a colaboração de vários especialistas. Leia mais no livro Psicologia do excepcional Sumário: Conceitos básicos. Diagnóstico e classificação das excepcionalidades. A excepcionalidade como um fenômeno social. A dinâmica das relações familiares e problemas da excepcionalidade. Atuação do psicólogo em educação especial, em reabilitação e na clínica. Conclusão. Referências bibliográficas.

Andrade, Maria Lúcia de Araújo

Distúrbios psicomotores 94 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-62160-9

Distúrbios Psicomotores apresenta uma avaliação crítica das principais abordagens dos distúrbios psicomotores: a psiconeurológica, a psicogenética e a psicanalítica. Este volume trata das dispraxias, a dislexia, a descoordenação, a desarmonia gestual e postural, a disortografia, a disgrafia, as dispraxias gestual e postural, a disortografia, a disgrafia, as dispraxias da construção, as paratonias etc. Sumário: Definição de distúrbio psicomotor. Estudos iniciais sobre o distúrbio psicomotor. A abordagem psiconeurológica. A abordagem psicogenética. A abordagem psicanalítica. Uma proposta terapêutica. Bibliografia. -

Baptista, Makilim Nunes Assumpção Jr., Francisco Baptista

Depressão na adolescência Uma visão multifatorial 144 p., formato 15,5 x 21,5 cm, ISBN 978-85-12-62450-1

Adolescência, família e problemas de comportamento. Adolescência, depressão e suporte familiar. Fatores de risco na depressão. Epidemiologia e gênero na depressão. Sintomatologia, diagnóstico e características da depressão em adolescentes. O diagnóstico diferencial. Terapia cognitiva e depressão. Tratando com medicamentos a depressão do adolescente. Tratamento psicoterápico de um caso clínico.

Sumário:

Quem lê: sabe mais ... vive melhor! — 7


EPU — (11) 3168 6077 — vendas@epu.com.br

Bigge, Morris L.

Bonitatibus, Suely Grant

Teorias da aprendizagem para professores

Educação comparada Conceito, evolução, métodos

382 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-32070-0

97 p., formato 14x21 cm, ISBN 978-85-12-30600-1

Por que a aprendizagem na escola é um problema? Quais as teorias de aprendizagem anteriores ao século XX que influenciam as práticas escolares atuais? Quais as duas maiores escolas da teoria contemporânea da aprendizagem? Como as duas escolas contemporâneas da teoria da aprendizagem descrevem o processo da aprendizagem? Como funciona o condicionamento operante de Skinner? Como a teoria quantitativa SR de Spense trata a aprendizagem? O que é psicologia de campo? O que é a teoria da aprendizagem no campo cognitivo? Como a aprendizagem é transferida para novas situações? Quais os princípios da aprendizagem comumente aceitos pelos psicólogos? Como a aprendizagem está relacionada com o ensino? Como a avaliação está relacionada ao ensino e à aprendizagem? Sumário:

Bochenski, J. M.

Diretrizes do pensamento filosófico 120 p., formato 10,5 x 18 cm, ISBN 978-85-12-70010-6 Sumário: A lei. A filosofia. O conhecimento. A verdade. O pensamento. O valor. O homem. O ser. A sociedade. O absoluto.

8 - Educação

e Pedagogia

A Educação Comparada em muito pode contribuir para a indispensável renovação de conhecimentos e práticas educativas, via intercâmbio de ideias, experiências e propostas pedagógicas potencialmente capazes de constituírem alternativas viáveis de ação aos graves problemas educacionais brasileiros. Foi com tais propósitos em mente que a autora elaborou Educação Comparada: conceito, evolução, métodos, esperando contribuir para uma melhor compreensão da especificidade da Educação Comparada e, por esse meio, do papel que a esta compete, enquanto disciplina acadêmicoprática, na formação de docentes e especialistas em Educação. Sumário: O que é Educação Comparada. Dificuldades Epistemológicas e Potencialidades da Educação Comparada. Educação Comparada: breve histórico. Origem e Evolução dos Estudos de Educação Comparada. Organismos Internacionais de Educação. Nacionalismo e Internacionalismo em Educação. Metodologia da Educação Comparada: reflexos das diferentes teorias educacionais. Perspectivas Macrocósmicas: Modelo de “Forças e Fatores”. Perspectivas Microcósmicas: Modelos Funcionalista e EstruturalFuncionalista. Perspectiva Internacionalista: Modelo Empírico. Quantitativo. Perspectiva dialética: modelo de conflito. Bibliografia.


EPU — www.epu.com.br

Borsari, José Roberto

CRIANÇAS de zero a quatro anos 192 p., formato 15,5 x 21,5 cm, ISBN 978-85-12-30810-4

Agradecimentos. A criança. Dedicatória. Prefácio. Introdução. Primeira parte. A criança e seu alto potencial. O porquê, de Zero a 4 anos. Onde começa o Zero do algo a mais? Entenda a criança, e sua formação, desde a vida intra-uterina. Como é a criança, e o que necessita, para desenvolver suas potencialidades? A criança ao nascer e seu alto potencial na formação. A criança e a proposta para sua plena formação e desenvolvimento. A criança de zero a 4 anos e os objetivos da proposta. Programa de estímulos em evolução sequenciada ascendente para crianças de zero a 4 anos. Programa de formação e desenvolvimento. Zero a 6 meses. 6 a 12 meses. 12 a 18 meses. 18 a 24 meses. 24 a 36 meses. 36 a 48 meses. Considerações que complementam a proposta e o programa sugerido, de Zero a 4 anos. Considerações, sobre o crescimento e o desenvolvimento geral, da criança. Crescimento. Desenvolvimento. As atividades físicas, e sua importância durante a vida. Segunda parte. A criança e a felicidade na educação. Evolução do enfoque educacional, na história da educação brasileira até nossos dias e projeção realista. Os heróis da luta por algo a mais no desenvolvimento das crianças. A criança e sua formação, a partir do potencial existente. A formação emocional pelos procedimentos educativos. A educação nas creches e escolas infantis por especialistas. Terceira parte. A criança e os detalhes positivos, na sua formação e desenvolvimento. Qualidade e Quantidade. Sentimento Afetivo e Emoção. Liberdade e Superproteção. Falar e Andar. Elogio e Castigo. Tempo Livre e Estímulo. Ideograma e Símbolo. Parentes e Babás. Proporcionalidade e Obesidade. Sal e Açúcar. Água e Refrigerante. Quarta parte. A criança e o despertar para a cultura. Observar e Ouvir. Visitar e Passear. Ler e Assistir. Documentar e Colecionar. Bibliografia.

Sumário:

Campos, Maria Christina S. de Souza

Educação: agentes formais e informais 120 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-30340-6 Sumário: Educação informal. A família e a formação do jovem. Instâncias formais e informais de educação e a transmissão dos valores. Juventude: problemas e valores de uma categoria incompreendida. Educação formal: A escola e o papel do professor na sociedade moderna. A profissionalização da profissão do professor. A institucionalização da formação dos professores; diferentes tipos de formação. Formação dos professores e modernização da sociedade. Referências bibliográficas.

Quem lê: sabe mais ... vive melhor! — 9


Castanõn, Gustavo O que é Cognitivismo Fundamentos Filosóficos 144 p., formato 15 x 21 cm, ISBN 978-85-12-62470-9

Esta obra nos introduz e vai nos familiarizando com os principais filósofos que refletiram sobre as bases do cognitivismo. Mas, além disso — e essa é sua principal contribuição — traz uma novidade na interpretação histórica da revolução cognitiva. Esta é apresentada como consequência e não como causadora do surgimento de uma visão pósmoderna de ciência, iniciada por filósofos posteriores ao positivismo lógico — uma visão do conhecimento sem a qual o cognitivismo não teria se tornado possível e suas premissas jamais seriam aceitas pela comunidade cientifica. Apresentação. Ciências Cognitivas: A Psicologia Forçada a Progredir. Antecedentes Psicológicos do Cognitivismo. Psicologia Cognitiva e o Contexto de seu Surgimento. A Paralisia Psicológica que Propiciou a Invasão. O Surgimento do Racionalismo Crítico e sua Influência na Revolução Cognitiva. Avanços Científicos que Propiciaram a Psicologia Cognitiva: O Anúncio da Invasão. O Advento do Computador. A Teoria da Informação e a Cibernética. As Novas Teorias da Neurociência e da Neuropsicologia. A Gramática Transformacional de Noam Chomsky. Ciência Cognitiva hoje. Psicologia Cognitiva e Ontologia. Pressupostos Ontológicos da Psicologia Cognitiva. Cognitivismo e Realismo. Cognitivismo e Determinismo. O Objeto da Psicologia Cognitiva. O que é Cognição? O Problema da Representação Mental. A Psicologia Estuda Indivíduos: Solipsismo Metodológico. Outras Características Especiais de seu Objeto. Áreas de Estudo da Psicologia Cognitiva. A Imagem de Ser Humano no Cognitivismo. O Ser Humano é Dotado de Consciência. O Ser Humano é a Ativo. O Ser Humano é Movido por Causas e Razões. O Ser Humano é Orientado a Metas. O Ser Humano é um Processador de Informação. O Ser Humano tem seus Processos Cognitivos Governados por Regras. O Ser Humano Possui um Inconsciente Cognitivo. O Ser Humano Constrói as Regras que Regem sua Cognição. O Ser Humano Possui Tendências Inatas. O Ser Humano Reage a Significados Atribuídos. O Ser Humano tem Emoções que Atuam Através de cognições. O Ser Humano é Também Epistemicamente Motivado. A Psicologia Cognitiva e o Problema Mente-Corpo. Psicologia Cognitiva e Epistemologia. Pressupostos Epistemológicos da Psicologia Cognitiva. Construtivismo: A Nova Posição acerca da origem do Conhecimento. Racionalismo, Construtivismo e Inatismo. Cognitivismo e Racionalismo Crítico. Racionalismo Crítico, Inatismo e Construtivismo. O Racionalismo Crítico Implícito do Cognitivismo. Racionalismo Crítico e o Método de Pesquisa Cognitiva. A Explicação Psicológica no Cognitivismo A Circularidade da Investigação Científica Cognitiva. Psicologia Cognitiva e Metodologia. A Natureza Integrativa da Pesquisa em Psicologia Cognitiva. O Processo Geral de Pesquisa Científica da Psicologia Cognitiva. Métodos Descritivos e Psicologia Cognitiva. Estudo de Casos e Psicologia Cognitiva. Auto-Relatos e Psicologia Cognitiva. Métodos Construtivos e Psicologia Cognitiva. Simulação Computadorizada e Psicologia Cognitiva. Métodos Experimentais e Psicologia Cognitiva. Conclusão. Bibliografia.

Sumário:

10 - Educação

e Pedagogia


EPU — www.epu.com.br

Castanõn, Gustavo Introdução à Epistemologia 144 p., formato 14x21 cm, ISBN 978-85-12-79140-1

Este livro está estruturado de modo a se tornar um auxílio didático valioso nos cursos de Epistemologia ministrados em graduações de Psicologia e Educação brasileiras. Organizando historicamente as principais ideias acerca do conhecimento, sintetiza o pensamento epistemológico das correntes e autores mais influentes na definição da atividade científica, seguindo o essencial das discussões sobre a ciência moderna desde seu surgimento. Abordando autores contemporâneos, com concepções distintas e na maioria das vezes ausentes das introduções a este tema em língua portuguesa, esta obra vem preencher a carência de textos que sintetizem o pensamento de autores como Husserl, Popper, Kuhn e Bachelard para alunos de graduação. Introdução à Epistemologia apresenta três grandes unidades didáticas. Na primeira, temos o nascimento da ciência moderna e sua distinção em relação às antigas formas de conhecimento. A segunda parte trata do período em que o Positivismo dominou a cena intelectual e catalisou as reações críticas da Fenomenologia e Historicismo. Por fim, a terceira e última parte do livro introduz a questão da filosofia da ciência hoje, com o debate contemporâneo entre a abordagem prescritiva, do Racionalismo Crítico, e a abordagem descritiva, do sociologismo contemporâneo. No último capítulo, apresenta-se um panorama do estado atual da questão, introduzindo propostas mais recentes destas tradições. Introdução à Epistemologia tem o mérito de mostrar que não existe algo como o monopólio epistemológico. As escolas concorrem entre si na busca da melhor compreensão de conhecimento, mas faz isso sem sucumbir a um relativismo estéril.

Charbonneau, PaulEugène

Cória-Sabini, Maria Aparecida

Adolescência e Liberdade

Psicologia aplicada à educação

216 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-30240-9

A infância e a adolescência., o relacionamento entre o casal e o adolescente, a educação e a liberdade são os temas analisados, com o propósito de orientar, de maneira construtiva, os pais e os educadores.

160 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-30390-1

Apresenta as discussões teóricas comumente relacionadas aos temas: Aprendizagem, Motivação, Desenvolvimento Cognitivo, Desenvolvimento da Personalidade e Desenvolvimento Moral.

Quem lê: sabe mais ... vive melhor! — 11


EPU — (11) 3168 6077 — vendas@epu.com.br

Correia, Wilson

Costa, Daniel N. Martins da

Saber Ensinar

Por que ensinar língua estrangeira na escola de 1o grau

128 p., formato 15,5 x 21,5 cm ISBN 978-85-12-30800-5

90 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-30520-2

Introdução. O que é treinamento? Finalidades do treinamento. Tipos de cursos de treinamento e seus ganhos. O processo de ensino. As três faces do saber. Ensino: entre a tradição e a inovação. É preciso buscar o melhor. Toques. Planejando o curso de treinamento. O que é planejar? Como planejar? Primeira etapa: Junto a quem vou atuar? Segunda etapa: O que quero alcançar? Terceira etapa: De que conteúdo preciso? Quarta etapa: De quanto tempo preciso? Quinta etapa: O que vou fazer em sala de aula? Sexta etapa: Que recursos vou utilizar? Sétima etapa: Como saber se alcancei os objetivos? O plano de curso.Toques. Executando o plano de curso. Antecedentes. A liderança docente. Qualidades desejáveis do instrutor-líder. Como executar o plano de curso? Demonstração. Prática supervisionada. Dramatização. Tempestade de ideias. Estudo de caso. Estudo dirigido. Diálogo. Seminário. Philips. Escolhendo os recursos didáticos.Texto. Quadro e pincel. Lâminas transparentes. Retroprojetor. Álbum seriado. Projetor de slides. Videocassete. Computador. Plano de aula. Toques. Avaliando o treinamento. O que é avaliar? Avaliação integral. Tipos e funções da avaliação. Avaliação diagnóstica. Avaliação formativa. Avaliação somativa. Instrumentos de avaliação. Prova objetiva. Prova aberta. Relatório de observação. Auto-avaliação. Avaliação do instrutor e do treinamento. Toques. Conclusão. Apêndices: Estudo sobre necessidades de treinamento. Plano de curso. Plano de aula. Avaliação do instrutor e do treinamento. A etiqueta na sala de aula. Educação para a emancipação profissional. A comunicação no processo ensino-aprendizagem. Dicas sobre a elaboração de textos. Princípios da instrutoria. Bibliografia consultada. Sumário:

12 - Educação

e Pedagogia

Introdução. A necessidade de definição da função das línguas estrangeiras. A legislação federal. O conceito de instrumentalidade na legislação. A língua estrangeira e o currículo. O ensino da língua estrangeira: pressupostos teóricos.Critérios para análise de livro de texto. Bibliografia.

Sumário:

D’Antola, Arlette(Org.)

A prática docente na universidade 120 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-30670-4

Compromissos filosóficos e políticos do docente de 3o Grau. A docência no ensino de 3o Grau. Ensino-Aprendizagem. A instrumentalização para a prática do ensino. O videocassete: uma nova alternativa na formação do docente. Fatores influentes na sala de aula sob a ótica do aluno. Avaliação, afetividade e condição existencial do aluno. Pesquisa, docência e produção. Sumário:


EPU — www.epu.com.br

D’Antola, Arlette(Org.)

Depresbiteris, Léa

Disciplina na escola: autoridade versus autoritarismo

O desafio da avaliação da aprendizagem

104 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-30610-0

100 p., formato 15 x 21,5 cm, ISBN 978-85-12-31060-2

Dialogando sobre disciplina com Paulo Freire. A Disciplina Participativa na Escola: um desafio a todos os brasileiros. A Disciplina na sala de aula: educação ou repressão. Disciplina x Antidisciplina. Disciplina Democrática na escola. Psicodrama e Disciplina: Projeto Pedagógico Psicodramático. A problemática da disciplina na escola: relato de experiências.

Sumário:

Um resumo histórico da avaliação. Alguns aspectos teóricos da avaliação de programas. Avaliação da aprendizagem. A descrição de uma prática inovadora. Considerações finais: as relações técnico-político-pedagógicas da prática avaliativa Referências bibliográficas. Sumário:

Faria, Wilson de

Del Cioppo Elias, Marisa, Abramowicz, Mere e Neli Silva, Teresinha M.

A melhoria do ensino nas 1 séries: enfrentando o desafio as.

130 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-30490-8 Sumário: O enfoque metodológico. A escola do rendimento efetivo. Uma proposta de alfabetização para a escola pública em uma Divisão Regional de Ensino. A avaliação do rendimento escolar na rede de ensino. De conclusões muitas vezes inconclusivas. Para além das conclusões. Anexos. Bibliografia.

Mapas conceituais Aplicações ao ensino, currículo e avaliação 80 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-30720-6

Mapa conceitual. Definição de mapas conceituais. Princípios para elaboração dos mapas conceituais. Utilização de mapas conceituais no ensino e currículo. Uso de mapas conceituais em programas de computador. Mapas conceituais na avaliação da aprendizagem. Mapas elaborados pelos alunos. Mapas em avaliação oral. Sugestões de testes com mapas conceituais. O Vê epistemológico de Gowin. Teoria da aprendizagem significativa de David P. Ausubel. Sobre a teoria. Aprendizagem receptiva e aprendizagem por descoberta.

Sumário:

Quem lê: sabe mais ... vive melhor! — 13


EPU — (11) 3168 6077 — vendas@epu.com.br

matemática Dienes, Z. P.

Dienes, Z. P. e Golding E. W.

As seis etapas do processo de aprendizagem em matemática

Primeiros passos em matemática 2 - Conjuntos, números e potências

80 p., formato 14 x 21 cm, I SBN 978-85-12-38090-2 Sumário: Descrição

das etapas. A aprendizagem de algumas noções lógicas. A aprendizagem das isometrias do triângulo equilátero. Estudo de uma relação de ordem. Conclusão.

152 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-38060-5

Sumário: Conjuntos. Núme-

ros. Estados e operadores. Potências e sua notação. Classes de equivalência e operações aritméticas. Lições e jogos que conduzem a compreensão dos conjuntos e dos números.

Dienes, Z. P. e Golding E. W.

Dienes, Z. P. e Golding E. W.

Primeiros passos em matemática 1- Lógica e jogos lógicos

Primeiros passos em matemática 3 - Exploração do espaço

128 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-38050-6

104 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-38070-4

Sumário: Observações

Sumário: A

preliminares sobre a matemática e a criança. Plano. A situação em aula. A lógica: Ideias fundamentais. As peças lógicas. Os jogos das diferenças. O jogo dos pares. Os jogos de negação. O jogo de vinte perguntas. O jogo dos quadros ou matrizes. Os jogos com aros (diagramas de Venn). Os jogos de “disjunção”. Os jogos das transformações. Os símbolos lógicos. Jogos lógicos: jogo com as peças lógicas. Jogo preliminar. Jogos de transformações.

14 - Educação

e Pedagogia

exploração do espaço: Ideias fundamentais. Topologia. Emprego das transformações na geometria. Jogos que conduzem a alguma compreensão da geometria. Prática da medição: Exercícios preliminares. Descoberta da medição. Medição de tempo, da capacidade, de peso, de superfície. Jogos destinados à introdução da prática da medição: Jogos que conduzem à compreensão da medição do comprimento, à compreensão da medição do tempo, à compreensão da capacidade, à compreensão do peso, à compreensão da área.


EPU — www.epu.com.br

Faria, Wilson de

Fernandes, Maria Nilza

Teorias de ensino e planejamento pedagógico

Técnicas de estudo (Como estudar sozinho)

118 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-30480-9

Sumário: Ensino não diretivo: A não diretividade do ensino. Método de contrato para o ensino não diretivo. Bibliografia. Ensino libertário: A pedagogia de Paulo Freire. O método Paulo Freire. Planejamento para o ensino libertário: uma alternativa. Bibliografia. Ensino por descoberta: Aspectos gerais sobre aprendizagem por descoberta. Programas de ensino baseados na aprendizagem por descoberta. Planejamento de ensino baseado na investigação e descoberta. Bibliografia. Ensino personalizado: O sistema personalizado de instrução. Etapas de planejamento de curso. Bibliografia.

Feracine, Luiz

O professor como agente de mudança social

164 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-30170-9 Sumário: O estudo exige técnica. Coloque a teoria em

prática. Concentre sua atenção. Procure enriquecer seu vocabulário. Compreensão x memorização. Torne a sua leitura mais rápida. Avalie o seu trabalho. Aprenda a fazer esquemas. Roteiro de esquema simples. Aprenda a fazer esquemas lógicos. Como vencer as dificuldades. Concretize o seu estudo. Personalize o seu estudo. As perguntas ajudam o raciocínio. Planeje o seu estudo. Confronte o texto com os dados da realidade. Duas sessões de estudo completas. Como fazer uma pesquisa. Fontes de consulta. Procedimento. Pesquisa científica. Como preparar-se para um debate. Dialogar é uma das formas de aprender. A entrevista é sempre um recurso de aprendizagem. Quando a excursão é uma forma de aprender. Você pode desenvolver a sua inteligência? Classificar. Relacionar. Analisar. Reunir e compor conjuntos de sistemas. Sintetizar. Localizar no tempo e no espaço. Representar. Provar. Transpor. Julgar. Induzir. Deduzir. Projetos de aprendizagem. Afinal, o que é aprender? Bibliografia.

88 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-31070-1

Introdução. O papel do professor frente aos problemas sociais. A tipologia de professores. Retorno à imagem do educador. Conclusão geral. Apêndice: Os pressupostos para uma definição dos perfis profissionais em educação. Bibliografia.

Sumário:

Quem lê: sabe mais ... vive melhor! — 15


EPU — (11) 3168 6077 — vendas@epu.com.br

Ferreira, Oscar M. de C. e Silva Jr., Plínio Dias da

Recursos audiovisuais no processo ensino-aprendizagem 158 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-30410-6 Sumário: Cartazes. Transparências

para retroprojeção. Diapositivos e diafilmes. Sequências sonorizadas de diapositivos. Cinema educativo. Televisão. Computador.

Fraga, Maria Lúcia

A matemática na escola primária: uma observação do cotidiano 138 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-30540-0 Sumário: Da

aquisição à construção do conhecimento matemático: uma reflexão histórica. As crianças, suas escolas e professores. O começo da iniciação matemática. “Assim é só um grupo; então vamos cercar com uma corda!” (conjuntos) “Olhem uma novidade no quadro!” (numeração) “Havia dois, juntei um, o sinal é de mais, então são três!” (operações). “Agora podemos aprender problemas!”

França, Carlos A. V.

Educação consonante

inferências educacionais da teoria da dissonância cognitiva 74 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-30500-4

Hoje, mais do que nunca, a educação institucionalizada precisa ser exercida com muita coerência, para que não se caia num esvaziamento pedagógico desgastante tanto para professores como para alunos, onde nem um e nem outro se realizam como pessoas. E não pode haver nada mais deprimente que pessoas se despersonalizando, caminhando juntas sem sentido, suportando-se umas às outras, trancafiadas no espaço reduzido de uma sala de aula. A Teoria da Dissonância Cognitiva, dirigida para a Educação, com seu pressuposto básico de que o ser humano busca a harmonia entre suas cognições, poderia interessar sobremaneira não só ao educador, mas também ao educando, uma vez que esta harmonia representa autenticidade, coerência, equilíbrio interior. Sumário: Introdução. Considerações sobre teorias. Estruturação geral da teoria. Inferências educacionais. Críticas e aprimoramentos Conclusões. Bibliografia. 16 - Educação

e Pedagogia


EPU — www.epu.com.br

Freeman, Joan e Guenther, Zenita C.

Educando os mais capazes Ideias e ações comprovadas 183 p., formato 15,5 x 21,5 cm, ISBN 978-85-12-32150-9

Mensagem aos professores. Primeira Parte. Quem são os mais capazes? Alguns conceitos e definições. Reconhecendo e identificando os mais capazes. Algumas estratégias para identificação de escolares bem-dotados. Problemas específicos da pesquisa na área de capacidades elevadas. Segunda Parte. Como são os mais capazes? Pensamento e aprendizagem. A questão menino/menina bem-dotado/dotada. Os mais capazes são emocionalmente normais.Terceira Parte. Educando os mais capazes. Na classe regular heterogênea. Agrupando os mais capazes para fins de ensino. Aceleração. Enriquecimento. Outras formas de atendimento. Alto nível de criatividade. Preparação do professor de bem-dotados. Crianças mais capazes na família. Política educacional para os mais capazes. Bibliografia. Sumário:

Gama , Maria Clara Sodré S., (Ed.D)

Educação de Superdotados: Teoria e prática Com a colaboração de: Cecília Miranda, Laurinda B. G. Melo, Maria Beatriz Ligiéro, Monica Fomm Rivera, Oneida Hill, MA, Paula Pessoa Cavalcanti

176 p., formato: 15,5 x 21,5 cm, ISBN 978-85-12-30820-3 Sumário: A Educação dos mais capazes: Uma introdução. Referências Bibliográficas. Histórico da educação dos mais capazes. Concepções e definições que dão base ao trabalho. O que é inteligência? Superdotação: o que vem a ser, afinal? Os diferentes aspectos da criatividade. Identificação de crianças e jovens superdotados. Precocidade. Talento. Pensamento Divergente — Crítico e inativo. Dedicação obstinada à tarefa. Planejamento educacional para alunos superdotados. O desenvolvimento moral de alunos superdotados. Desenvolvimento moral. Superdotados. Decorrências educacionais nas atuações com alunos superdotados. Oficinas Especializadas. Oficina de Mecanismo e Construções. Oficina de experimentos. Atendimento a alunos superdotados na escola. Atendimento a pré-escolares precoces em sala de recursos. Atendimento em Sala de Recursos a alunos superdotados de 5a. e 6a. séries do Ensino Fundamental.

Quem lê: sabe mais ... vive melhor! — 17


Curso de iniciação à Fil Giles, Thomas Ransom

Giles, Thomas Ransom

Curso de iniciação à Filosofia A Filosofia: origem, significado e panorama histórico

Ramos fundamentais da Filosofia: Lógica. Teoria do conhecimento. Ética. Política.

120 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-79030-5

128 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-79040-4

Prefácio. Por que a Filosofia? A Filosofia: uma disposição, propensão natural. A Filosofia: mito, mistificação e ideologia. A Filosofia: sua relevância permanente, universal. A Filosofia: o bom senso e a razão. Problemas da Filosofia. Como surge um problema para a Filosofia. Classificação/ existência. Mudança/estabilidade . As essências. A relação intelecto/matéria. Filosofia e ciências. Filosofia e métodos: Por que o método? O método da dúvida: Descartes. O método da dialética: Platão, os sofistas, Hegel, Marx. O método da fenomenologia: Husserl. O panorama histórico da Filosofia: seu significado e sua importância. A Filosofia grega antiga. Os pré-socráticos. A Filosofia e a preocupação humanista. Platão. Aristóteles. O empirismo, o estoicismo e o ceticismo. A época medieval: Filosofia e Teologia. Agostinho. Tomás de Aquino. Guilherme de Ockham. A época moderna.René Descartes. Baruch Espinosa. John Locke, George Berkeley, David Hume. Immanuel Kant. Georg Wilhelm Friedrich Hegel. Soren Kierkegaard.Friedrich Wilhelm Nietzche. Sartre. Bertrand Russell. Ludwig Wittgenstein.

Prefácio. Por que a Filosofia se diversifica? A Lógica: instrumento do raciocínio correto. A Lógica clássica; a Lógica silogística. O silogismo: a estruturação do ato fundamental do raciocínio. O raciocínio. Lógica simbólica. Tabelas-de-verdade. A tautologia, a contradição e proposições contingentes. Proposições equivalentes e inconsistentes. Provas na Lógica das proposições. A quantificação. Axiomas e regras de inferência para a Lógica de quantificação. Provas: exemplos. A Teoria do Conhecimento. O conhecimento e teorias da verdade. A percepção. O estudo das condições, do valor e dos limites do conhecimento. A Ética: o ser humano age e avalia suas ações com relação a si próprio e ao outro. O que torna um ato ético certo? O problema da liberdade. A teoria empirista. A teoria de Kant. A teoria existencialista:Kierkegaard e Sartre. Filosofia e avaliação moral. Aristóteles. Kant. Bentham: o utilitarismo. Jaspers e o existencialismo. A Filosofia política: fundamentos teóricos da ação política. O Estado, expressão de coletividade social. Modelos de Estado. O Estado grego. Novos modelos do Estado grego: Platão e Aristóteles. O Estado romano. O Estado Medieval. O Estado renascentista. O Estado moderno. Os existencialistas e a política de pós-guerra. Pontos para reflexão.

Sumário:

18 - Educação

e Pedagogia

Sumário:


EPU — www.epu.com.br

losofia

Giles, Thomas Ransom

Dicionário de Filosofia Termos e Filósofos

Giles, Thomas Ransom

Curso de iniciação à Filosofia - A Filosofia e as ciências exatas ou naturais 80 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-79050-3

A Filosofia e as ciências do ser humano. Filosofia, ciências humanas e ciências exatas ou da natureza: à procura de uma meta comum. A matemática: modelo de certeza para as ciências exatas. A metodologia nas ciências exatas ou da natureza. A experimentação metodológica. A Filosofia da ciência. Características da linguagem empírica. A organização teórica da linguagem empírica. A harmonia entre teoria e experiência. Leis, explicação e probabilidade. Mensuração e linguagem quantitativa. Causalidade e necessidade. Leis e conceitos teóricos. Modelos e revolução científica. Ciência normativa e modelos. Modelos e descobertas. Modelos e crise científica. Modelos e revolução científica. Conclusão. Pontos para reflexão. Sumário:

280 p., formato 16 x 23 cm, ISBN 978-85-12-79020-6

As grandes vantagens deste Dicionário são: – sua organização em duas partes distintas; porém, complementares: Parte 1 Termos Filosóficos: Aqui são abordados os conceitos filosóficos usados no filosofar contemporâneo. Sempre que um mesmo termo é usado por correntes sociais ou filosóficas em sentido diverso, todas as acepções do termo são definidas também em verbetes diferentes. Parte 2 Filósofos: Aqui se encontram os dados biográficos mais importantes, as obras essenciais e a contextualização do pensamento do filósofo com eventual remissão para a Parte 1 Termos: – sua atualidade: a obra trata tanto dos filósofos como dos termos mais importantes para acompanhar a filosofia e os questionamentos filosóficos de nosso tempo; – sua dimensão compacta, que foi possível graças à criteriosa escolha dos verbetes e à meticulosa redação do texto. Com isso, além de excelente obra de consulta,o Dicionário de Filosofia (Termos e Filósofos) é também um verdadeiro manual de estudo (um dicionário para aprender), tanto para o iniciante quanto para o professor ou intelectual que quer recapitular ou precisar informações previamente adquiridas.

Quem lê: sabe mais ... vive melhor! — 19


EPU — (11) 3168 6077 — vendas@epu.com.br

Giles, Thomas Ransom

Giles, Thomas Ransom

Filosofia da educação

História da educação

124 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-30290-4

Filosofar e educar. Que significa filosofar? Questões filosóficas. Filosofia e métodos. Que significa educar? Filosofia da Educação. Filosofia da Educação/Ciências da Educação. Filosofia, Ideologia e Educação. Educação e Teorias do Conhecimento. O processo educativo e o ato do conhecimento. Teorias da verdade. Um esboço histórico do problema do conhecimento. Filosofia/Psicologia Experimental. O processo educativo e imagens do homem. A formação do homem tradicional: imagens do homem. A formação do homem tradicional: imagem ideal das civilizações orientais. O processo educativo clássico: Grécia e Roma. A formação do homem: imagem ideal da Europa Medieval, da Renascença, do início da época moderna, do Iluminismo, do Romantismo/ Jean-Jacques Rousseau, da Revolução Francesa, do Neohumanismo de Pestalozzi, de Herbart, de Froebel, de Herbert Spencer. A pluralidade de imagens ideais: a época contemporânea. Críticas ao processo educativo. Marx e Engels. Ivan Illich. Paulo Freire. Pontos para reflexão. Leitura complementar. Índices analítico e onomástico.

314 p., formato 15,5 x 21,5 cm, ISBN 978-85-12-30130-3

Sumário:

homem primitivo e o processo educativo. O simbolismo: a expressão escrita e o processo educativo. A tradição da Grécia. A tradição de Roma: a formação do cidadão. A tradição hebraica. A tradição cristã. A tradição feudal. A presença islâmica e o processo educativo. A fundação das universidades. A tradição renascentista. A expansão do humanismo e o processo educativo. O humanismo cristão e o processo educativo. A tradição moderna. A caminho do Iluminismo: a extensão do processo educativo. O Iluminismo. A época das revoluções e o processo educativo. O início dos sistemas nacionais. As reformas liberais e a reação conservadora. As Ciências Exatas e o processo educativo. A aurora de uma nova época no processo educativo. O planejamento nacional e o processo educativo. Quadros da História do processo educativo no Brasil.

Giles, Thomas Ransom

Introdução à filosofia 338 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-70070-0

A Filosofia e sua problemática. O que é filosofar? A Filosofia diante da realidade. Filosofia e métodos. A Filosofia, seu passado e presente. Ciências Humanas e Filosofia. Ciência do homem/Filosofia do homem. O homem se comunica com a realidade. Filosofia e Ciências Naturais. A Matemática, modelo de certeza: a Filosofia da Matemática. Metodologia nas Ciências Naturais. A Filosofia da Ciência. Modelos e Ciências. Conclusão. Bibliografia. Índices.

Sumário:

20 - Educação

e Pedagogia

Sumário: O


EPU — www.epu.com.br

Giles, Thomas Ransom

O que é filosofar? 64 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-70140-0

Filosofar, uma atitude natural no homem. Filosofia e a atitude filosófica. Como surgem problemas filosóficos. Alguns problemas que a Filosofia procura solucionar. A questão do método na Filosofia: significado e finalidade. O homem, tema privilegiado da Filosofia. Visão filosófica da realidade/visão científica da realidade.

Sumário:

Gomes, Candido Alberto

A Educação em Novas Perspectivas Sociológicas 280 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-30780-0

Com base numa experiência de dez anos, esta obra tem sido sucessivamente reformulada para oferecer uma visão ampla, sintética e atualizada da Sociologia da Educação. Com o enfoque sociológico sendo cada vez mais utilizado para analisar a realidade da educação nacional, o público reafirma a necessidade de um trabalho que mostre o chão onde pisamos e, ao mesmo tempo, abra as janelas para as últimas tendências teóricas e constatações verificadas em outros países. A Educação em Novas Perspectivas Sociológicas atualiza os enfoques teóricos; aborda a escola e seu microuniverso, onde ocorre o processo educacional, incluindo a questão das violências, e faz uma ampla análise das relações entre a educação e as desigualdades sociais. Passando, assim, às implicações práticas, o trabalho resenha a literatura nacional e internacional, norteada pela questão: é possível construir uma escola democrática e eficaz? Nesse sentido, a obra analisa os impactos das diferenças sociais entre alunos, entre sistemas educacionais, entre escolas e dentro das escolas, sempre orientada pelas perguntas: Como as práticas utilizadas podem conduzir às

desigualdades? Como, aos níveis micro e macro, se pode agir no sentido de alcançar uma educação mais acessível, de melhor qualidade e que beneficie todos os grupos sociais democraticamente, fazendo com que os direitos da lei se concretizem na realidade? Do Sumário: Enfoques teóricos em Sociologia da Educação. O paradigma do consenso. O paradigma do conflito. Caminhos da mudança: questionamento da modernidade ou pósmodernidade? A sociologia da experiência. O paradigma do conflito no Brasil. A escola segundo os paradigmas do consenso e do conflito. Consenso ou conflito? O espaço social da escola: o novo protagonismo dos alunos. A ordem escolar. A infância, a mídia e o déficit de socialização. A nova “ordem”: a expansão da adolescência e as culturas da juventude. As expectativas dos professores afetam o desempenho dos alunos? A educação e as desilgualdades: é possível construir uma escola democrática e efetiva? Diferenças sociais entre os alunos. Diferenças entre sistemasa educacionais. Diferenças entre as escolas. Diferenças dentro das escolas. O Brasil visto pelo SAEB.

Quem lê: sabe mais ... vive melhor! — 21


EPU — (11) 3168 6077 — vendas@epu.com.br

Gomes, Candido Alberto

Guenther, Zenita C.

O jovem e o desafio do trabalho

Capacidade e Talento

130 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-80500-9

O ingresso do jovem no trabalho: um rito de passagem? Abordagens teóricas. Educação e trabalho: encontros e desencontros nos setores industrial e no terciário. Ensino superior e trabalho. Sumário:

Gorayeb, Raul

Psicopatologia infantil 84 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-62280-4

Introdução. Peculiaridades da infância. Características do desenvolvimento. Meio ambiente e desenvolvimento. Etapas do desenvolvimento psicológico. A integração do desenvolvimento: uma visão clínica. Semiologia. Bibliografia.

Sumário:

QU E M L Ê SA B E M A I S ! 22 - Educação

e Pedagogia

Um programa para a Escola

120 p., formato 15,5 x 21,5 cm, ISBN 978-85-12-30790-9

Capacidade e Talento. Um programa para a Escola é uma tentativa de possibilitar um primeiro passo para reconhecer a presença de dotação e talento em sala de aula, e orientar o processo educativo de modo que esses alunos tenham pelo menos uma chance de realmente aprender, crescer e se desenvolver com seu talento e não apesar dele... Para tal, disponibiliza ao professor uma base de conhecimento indispensável à sua introdução à área, e alinha sugestões viáveis para organização de um programa efetivo de atenção a esses alunos, dentro da própria escola. Sumário: Educação, inclusão e diversidade – O desafio. Para que Educação? O mundo que nos rodeia. Pontos de estrangulamento. “Faz de conta” ... Talento e capacidade humana. Origem. Desenvolver capacidade e talento. Posição da Educação. Um olhar ao nosso redor. Educando os mais capazes na escola. Quem são as crianças dotadas? Ação educativa da Escola. Localizando a criança dotada e talentosa. Desenvolvendo um programa específico. Em conclusão. Precocidade e Talento. Precocidade e potencial. Crenças e afirmações populares. Uma posição para a educação infantil. Aceleração para a 1a. série. Enriquecimento e jardim da infância. Um programa especial. Denominações e termos. Ação educativa. Organizando um programa na escola. Eles precisam “algo mais ...” Os anos iniciais. Estudando as crianças. Plano de Trabalho. Produção, avaliação e divulgação. Algo a mais ... e bem melhor. Alunos de 5a à 8a séries. Adolescência. Identificação e reconhecimento. Plano de trabalho. Produção, avaliação e divulgação. Nível Médio e adiante ... Uma base de apoio: A família. Um filho excepcional. “Adolescente em casa ...” Tornando-se adulto. Bibliografia. Este livro tem o apoio do Centro para Desenvolvimento do Potencial e Talento, CEDET. (veja a promoção desta obra na página 17)


EPU — www.epu.com.br

Guirado, Marlene

Hegenberg, Leonidas

Psicanálise e Análise do Discurso

Dicionário de Lógica

136 p., formato 15.5 x 21.5 cm, ISBN 978-85-12-60520-3

O discurso, sua autoria e análise têm sido alvo e objeto de diferentes áreas do conhecimento humano. Neste livro, a Análise do Discurso, como um ramo da Linguística, e a Psicanálise, em suas vertentes fundamentais, são consideradas tendo em vista os lugares que essas disciplinas reservam ao analista e ao sujeito da fala. Guardadas as especificidades e as diversidades, a autora defende a tese de que um certo sistema de escuta e de leitura dos discursos pode transitar das análises acadêmicas às análises da clínica e vice-versa. Aqui são apresentadas situações concretas que esclarecem estas ideias. A questão que se coloca como um desafio é demonstrar que se pode falar em sujeito psíquico, singular e afetivo quando se considera que as práticas e as instituições sociais são decisivas na determinação da subjetividade. Aliás é este o conceito básico utilizado pela autora nos atendimentos clínicos psicanalíticos e na produção da pesquisa. Introdução. Análise do discurso. O engenho instituinte. Polifonia: A divisão no discurso. Retomando as origens da questão. Costurando nos limites do sujeito. Das matrizes institucionais do sujeito psíquico. Das especificidades e das migrações de conceitos. Marcas no esquecimento. Transferências e transferências. A Dimensão política na atuação profissional em psicologia. Sumário:

240 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-79060-2

A E.P.U. se orgulha de ter contribuído, de maneira apreciável, para a divulgação, no Brasil, de inúmeras obras inovadoras — principalmente no campo da Filosofia e, muito especialmente, nas áreas da Filosofia da Ciência, da Filosofia da Linguagem e da Lógica. Desde 1966, com a publicação pioneira de Lógica Simbólica, até hoje, a Editora erigiu uma “estante de Lógica” de especial interesse para quem procura estudar o tema, sem ter acesso aos livros e periódicos publicados no exterior. Com o livro de iniciação, Simbolização e Dedução e, em seguida, com Cálculo Sentencial, Exercícios I (Simbolização), Exercícios II (Dedução), Cálculo de Predicados, Exercícios III (Simbolização), Exercícios IV (Dedução) o leitor brasileiro está em condições de estudar a moderna lógica, em textos didaticamente corretos e de rigor adequado. Esses livros do professor Leonidas Hegenberg são amostra representativa do esforço que a E.P.U. realizou nestes vários anos. Um esforço que recebe, agora, com o Dicionário de Lógica — cuja utilidade será supérfluo exaltar —, um “fecho” muito apropriado.

Quem lê: sabe mais ... vive melhor! — 23


EPU — (11) 3168 6077 — vendas@epu.com.br

Kawamoto, Emilia Emi

Acidentes Como socorrer e prevenir 112 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-12710-1

O livro Acidentes: como socorrer e prevenir, tem por objetivo fornecer orientações para que as pessoas, sem serem da área de saúde, consigam prestar os primeiros socorros ao acidentado ou a alguém acometido de mal súbito. Apesar das boas intenções de quem socorre, é grande o número de procedimentos errados que o socorrista faz ao atender o acidentado, o que pode complicar ou colocar em risco a saúde de ambos. Por ter como público-alvo o pessoal leigo, ou seja, pessoas sem formação na área da saúde, as informações da obra estão descritas numa linguagem simples e de fácil compreensão. Este livro é destinado às pessoas que queiram prestar os primeiros socorros na sua própria casa ou nos locais de trabalho ou lazer, tais como: – professores ou educadores de creches, escolas, centros da juventude; – recreacionistas das áreas de lazer: clubes, centros esportivos; – salva-vidas de praias, rios e piscinas; – guias de turismo e comissários de bordo de aviões, ônibus e navios/ barcos; – cuidadores de idosos das casas de repouso, grupos de convivência da 3a idade; – agentes comunitários dos programas de saúde; – CIPAS das empresas; – donas de casa; – profissionais de saúde que necessitam reciclar os conhecimentos de primeiros socorros.

24 - Educação

e Pedagogia


EPU — www.epu.com.br

Khouri, Yvone G.

Psicologia escolar

136 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-62110-4 Do sumário: Educação

e psicologia escolar. Trabalhando com professores. O psicólogo e o professor. Grupo operativo com professores. Trabalhando e aprendendo com professores. Trabalhando com alunos. Nossos compromissos com as crianças. Aspectos do desenvolvimento intelectual de crianças pertencentes a níveis socioeconômicos diferentes. Relato de uma experiência com crianças de 1a série. O autoritarismo na relação professor-aluno. A monitoria como sistema integrado de trabalho junto a alunos de 1o grau. Trabalhando com mães. Grupo de mães em escolas. Clube de mães: relato de uma experiência. Conclusão. Sugestão de leituras. Referências bibliográficas. Kloetzel, Kurt

Temas de saúde: higiene física e do ambiente 328 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-12220-5

Sumário: Princípios gerais: O homem (genética). O agente (os parasitos do homem). O ambiente (fatores físicos). Um mundo em transição. Higiene da coletividade: Saneamento básico: água, esgoto, lixo. Habitação e urbanização. Os riscos do trabalho. Puericultura. Higiene escolar. Assistência à gestante. Proteção contra doenças transmissíveis. Higiene individual: O sono. Crescimento e desenvolvimento. Nutrição. Obesidade. A visão. Higiene da boca. Dentição. Ouvido. A coluna. Postura. Os pés. Pele e seus anexos. Educação sexual. Os hábitos: narcóticos, álcool, tabaco. Higiene mental. Saúde e iatrogenia. Higiene do exercício físico: Objetivos da educação física. Fisiologia do exercício. Higiene do exercício. Bibliografia.

Kothe, S.

Pensar é divertido 75 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-38140-4

Jogos Preparatórios. Construção não dirigida com os 48 blocos. Vamos dar nomes aos blocos (Jogo 1 -Jogo 21). Jogo de Adiantados. Ordenação. Jogos de negação. Jogos de transformação. Jogos de diferenciação. Jogos com aros. Krasilchik, Myriam

O professor e o currículo das ciências 96 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-30510-3

Introdução. A evolução no ensino das Ciências no período 1950 1985. Evolução da pesquisa de campo sobre avaliação e difusão de currículos. Percepções sobre o ensino de Ciências em diferentes níveis do sistema escolar. A construção das Ciências. Sumário:

Laville, Antoine

Ergonomia

112 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-18020-5

Principais elementos do trabalho. Elementos do trabalho mental. O trabalho físico. Duração, ritmo e carga de trabalho. As posturas de trabalho. As dimensões dos meios de trabalho. Os meios físico-ambientes. Tempo e trabalho. Ergonomia dos sistemas. Campos específicos da Ergonomia. Métodos.

Quem lê: sabe mais ... vive melhor! — 25


EPU — (11) 3168 6077 — vendas@epu.com.br

Lembo, J. M.

Por que falham os professores 134 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-32020-5

O problema do insucesso. Condições predeterminadas de aprendizagem. A insistência na inadequação. Processos institucionais destrutivos. Condições de sucesso na aprendizagem escolar. O método de discussão na aprendizagem. Características do bom professor. Como melhorar a qualidade do professor. Notas. Referências bibliográficas. Sumário:

Leme, Odilon Soares; Serra, Stella Maria G. e Pinho, José Albetoni de

Assim se escreve... Assim escreveram... Literatura... Brasil Portugal 504 p., formato 15 x 21 cm, ISBN 978-85-12-20310-2

Gramática para quê? Ortografia. Morfologia. Sintaxe. Noções básicas de semântica. Figuras de linguagem. Conceito de literatura. Gêneros literários. A trajetória das escolas literárias. Trovadorismo. 1a época medieval.Trovadorismo. 2a época medieval. Humanismo. Renascentismo. Era Clássica. O Quinhentismo brasileiro. Barroco. Barroco brasileiro. Arcadismo. Arcadismo brasileiro. Pré-romantismo. Romantismo. Romantismo brasileiro. Realismo. Naturalismo.Realismo brasileiro. Parnasianismo. Simbolismo. Simbolismo brasileiro. Modernismo. O pré-modernismo brasileiro. Apêndice. Sumário:

26 - Educação

e Pedagogia

Lessing, Gotthold Ephraim

De teatro e literatura 132 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-00440-2

Introdução. Dados Biográficos. Laocoonte. A Aventura de Hamburgo. A “Dramaturgia de Hamburgo”. Advertência. O teatro do senhor Diderot. Cartas. Laocoonte. Sumário:

Lewy, Arieh (Org.)

Avaliação de currículo 334 p., formato 13,5 x 20,5 cm, ISBN 978-85-12-30120-4

Além de proporcionar uma visão global da avaliação do currículo, o livro oferece indicações específicas das habilidades necessárias a essa nova área de estudos. Na primeira parte, apresenta os vários modelos que afetam o trabalho de avaliação do currículo. Na segunda, define as etapas do desenvolvimento do currículo e propõe atividades específicas para cada uma delas. E, na terceira, descreve os métodos e estratégias aplicados a avalição do currículo. Sumário: Introdução.Etapas do desenvolvimento e da avaliação de currículo. Instrumento e estratégias de avaliação. Apêndice bibliográfico. Índice onomástico. Índice analítico.


EPU — www.epu.com.br

Magro, Marina Celeste

Ludke, Menga e André, Marli E. D. A.

Estudar também se aprende

Pesquisa em educação: abordagens qualitativas 116 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-30370-3 Sumário: Evolução de pesquisa em educação. Abordagens qualitativas de pesquisa: a pesquisa etnográfica e o estudo de casos. Métodos de coleta de dados: observação, entrevista e análise documental. A análise de dados e algumas sugestões relacionadas à objetividade e à validade nas abordagens qualitativas. Lições de duas experiências. Exemplo de uma pesquisa. Bibliografia básica.

208 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-30230-0 Sumário: Introdução. Será que estudar também se aprende? Analise seus hábitos de estudo. Motivação. Atenção e memória: nossas armas nesta luta. Como melhorar os seus hábitos de estudo. Atitudes aconselháveis na aula e em casa. Um capítulo à parte: provas e exames. Agora: num lugar determinado e com o material. Como estudar: “tipos” de matérias e maneiras de estudar. Trabalhos escolares. Como elaborá-los. Como se aprende e o que se aprende. Bibliografia.

Macian, Lêda Massari

Treinamento e desenvolvimento de recursos humanos 128 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-30530-1

Campo de atuação do treinamento. Dimensões pessoais e seu papel no treinamento. Princípios de Educação de Adultos. Papel do planejador de treinamento. Perfil do instrutor de treinamento. Fases do processo de treinamento. Procedimentos e instrumentos básicos para efetuar o levantamento de necessidades. Planejamento. Programação. Execução. Modalidades de treinamento. Treinamento de executivos ou treinamento gerencial. Treinamento a nível comportamental. Métodos e técnicas didáticas aplicáveis ao treinamento. Variações no emprego de técnicas de treinamento.

Mamede Neves, Maria Aparecida

Ensinando e aprendendo história 120 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-30320-8

A reformulação metodológica. O porquê. Participantes. Os elementos da pesquisa, indicadores de resultados, instrumentos utilizados e procedimentos. A função da História. O aluno e a aula de História.O planejamento. O modo de ensinar História. Os recursos didáticos adotados. A avaliação. Bibliografia.

Sumário:

Quem lê: sabe mais ... vive melhor! — 27


EPU — (11) 3168 6077 — vendas@epu.com.br

Marrou, Henri-Irénée

História da educação na antiguidade 656 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-71020-4

Origens da educação clássica: de Homero a Isócrates.A educação homérica.A educação espartana. Da pederastia como educação. A antiga educação ateniense. A contribuição inovadora da primeira sofística. Os mestres da tradição clássica: Platão. Os mestres da tradição clássica: Isócrates. Quadro da educação clássica na época helenística. A civilização da ¨Paideia¨. As instituições educativas. A educação física. A educação artística. A escola primária. A instrução primária. Os

estudos literários secundários. Os estudos científicos. O ensino superior: Formas menores. A retórica. A filosofia. O humanismo clássico. Roma e a educação clássica. A antiga educação romana. Roma adota a educação grega. A questão das línguas: grego e latim. As escolas romanas: Ensino primário. Ensino secundário. Ensino superior. A obra educacional de Roma. O estado romano e a educação. O cristianismo e a educação clássica. O surgimento das escolas cristãs de tipo medieval. O fim da escola antiga.

März, Fritz

Mazzotta, Marcos J. S.

Grandes educadores

Trabalho docente e formação de professores de educação especial

168 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-31090-9

Sócrates. Isócrates. Platão. Aristóteles. Sêneca. Quintiliano. Plutarco. Santo Agostinho. São Bento de Núrsia. São Francisco de Assis. Santo Tomás de Aquino. Erasmo de Roterdã. Maquiavel. Lutero. Vives. Santo Inácio de Loiola. São Filipe Néri. Michel de Montaigne. Ratke. Comênio. Blaise Pascal. Locke. Leibniz. Rousseau. Kant. Lessing. Pestalozzi. Fichte. Herbart. Fröbel. Schopenhauer. Kierkegaard. Kolping. São João Bosco. Nietzsche. Steiner. Montessori. Buder. Neill. Flanagan. Makarenko. Sumário:

28 - Educação

e Pedagogia

160 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-30700-8

O Trabalho Docente em Educação Especial. Educação especial: Clarificando Posições.Trabalho docente: O Educador Profissional. O professor de educação especial. Bibliografia. Formação de professores excepcionais. Revisão histórica: Trajetória Paulista. Tendências dos cursos regulares. Aspectos correlatos à formação. Bibliografia. Lista de Quadros.

Sumário:


EPU — www.epu.com.br

Mehrens, William A. e Lehmann, Irvin J.

Mizukami, Maria da Graça Nicoletti

Testes padronizados em educação

Ensino: as abordagens do processo

414 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-30100-6

144 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-30350-5

Introdução à medida e à avaliação educacional. Considerações técnicas e práticas sobre aplicação e seleção de testes. Medidas padronizadas de aptidão. Testes padronizados de aproveitamento. Inventários de atitude, personalidade e interesse. Avaliação: um ponto de vista mais amplo. Bibliografia. Índice onomástico. Índice analítico. Sumário:

Melchior, José Carlos de A.

O financiamento da educação no Brasil 176 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-30440-3

Aspectos filosóficos, políticos e econômicos e o financiamento. As principais fontes específicas de financiamento da educação no Brasil. Receita e despesa da União, Estados e Distrito Federal e Municípios: efeitos da emenda Calmon. A educação e seu financiamento: razões, resistências e problemas. Bibliografia. Sumário:

Sumário: Introdução. Abor-

dagem tradicional. Abordagem comportamentalista. Abordagem humanista. Abordagem cognitivista. Abordagem sociocultural. As abordagens do processo ensino-aprendizagem e o professor. Bibliografia. Morais, Regis de

O que é ensinar 78 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-70160-8

Sumário: Desafios e dificuldades de um tema. O ensino existente. Armadilhas políticas e conspiração. Ensinar. A questão dos conteúdos. O contexto das relações pedagógicas. Indicações para leitura.

Moreira, Marco Antonio

Pesquisa em ensino: o Vê epistemológico de Gowin 112 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-30630-8

Sumário: Aspectos Metodológicos. O domínio metodológico da pesquisa em ensino. O domínio conceitual da pesquisa em ensino. Referenciais teóricos. Referências bibliográficas.

Quem lê: sabe mais ... vive melhor! — 29


Gramática de português como língua estrangeira Fonologia, ortografia e morfossintaxe 240 págs., formato 21 x 28 cm, ISBN 978-85-12-54400-7

A elaboração desta obra partiu de uma constatação: estudantes de português como segunda língua dispunham de bons métodos didáticos para entender, falar, ler e escrever o novo idioma. Mas, careciam de uma Gramática específica, pois todas as obras do gênero visam à sistematização do português, língua materna.Também os professores desses alunos sentiam falta de um subsídio adequado. A constatação inicial motivou o trabalho e três obsessões permearam o processo: a primeira, elaborar um material científico; a segunda, torná-lo acessível; a terceira, garantir a sua praticidade. Desde o começo, a geração dos conteúdos correu

30 - Educação

e Pedagogia

paralela à comprovação de cada uma das etapas, do fonema até o período, por meio da formulação e resolução de exercícios sistemáticos. Assim, imitando aqueles pesquisadores que experimentam as vacinas no próprio organismo antes de injetálas em outrem, o autor decidiu ser agente (como especialista), e paciente (como estrangeiro), do código português, testando exaustivamente cada etapa. Mais de 500 exercícios com suas correspondentes soluções facilitam na prática a assimilação do conteúdo.


Semântica - Curso-oficina sobre sentido e referência 248 p., formato 21 x 28 cm, ISBN 978-85-12-30760-2

Sumário: Prefácio. Símbolos

Interpretação de textos Curso integrado de Lógica e Linguística 108 p., formato 16 x 23 cm, ISBN 978-85-12-31100-5

Durante a última década do século XX, o estudo e a análise de textos orais e escritos desenvolveu-se extraordinariamente. Surgiram várias escolas e correntes, que os professores de português e estudiosos da linguagem se esforçam por acompanhar. Percebe-se, no entanto, que as noções elementares de Lógica são desconhecidas por muitos professores e pela maioria dos alunos, dado que o ensino de Filosofia não faz parte do currículo escolar brasileiro, o que constitui um entrave formidável para qualquer tipo de aprofundamento nesse campo. Interpretação de textos. Curso integrado de Lógica e Linguística torna acessíveis os princípios que regem o pensamento e os relaciona com a linguagem. Não se trata de um posicionamento teórico, nem de uma nova doutrina no vasto campo da análise textual, mas de uma ferramenta a serviço dos profissionais da linguagem que ainda não tiveram oportunidade de estudar os rudimentos da Lógica. O ponto de partida do livro é uma conceituação filosófica, simples e objetiva. Logo a seguir são apresentados pensadores e linguistas clássicos (dos pré-socráticos até Montague etc.). Na continuação o autor desenvolve a matéria: 1o. ideia e palavra; 2o. conceito e sintagma; 3o. juízo e oração; 4o. raciocínio e período. Finalmente define texto, cotexto,contexto e hipertexto e detalha uma série de traços fundamentais que a Lógica e a Morfossintaxe não conseguem detectar (referência seco-referências, reiterações, omissões, figuras de linguagem), relacionando-os com os enunciados e reproduz o conjunto mediante uma transcrição fonológica-fonética. Esta obra foi testada com resultados extraordinários em várias turmas de Letras – de Graduação e Pós-Graduação – da Universidade Federal de Pernambuco.

e abreviaturas. Introdução. Semântica, semiologia e semiótica. Definição e classificação. Precursores da semiótica. O atomismo lógico e suas derivações. A Escola de Oxford. O Círculo de Viena. Sintaxe lógica. Regras sintáticas. Ramificações lógicas. A semântica linguística. Lexicografia e lexicologia. Semântica linguística tradicional. Semântica linguística estrutural, de índole funcional. Semântica linguística estrutural, de índole formal (gerativismo). Pós-estruturalismo. A teoria semiológica não-linguística. A pragmática linguística. A análise do discurso e a linguística textual. O behaviorismo. A linguística distribucional. A Escola de Chicago. A semântica lógica. A Escola de Varsóvia. A natureza do significado. O signo e suas funções. Relações semânticas sujeitosigno. Relações semânticas signo-objeto. Relações semânticas signo-signo.Oficina de semântica lógica. O sentido lógico. Ideias e conceitos. A referência lógica. Juízos, cálculo sentencial e cálculo de predicados. Diagnóstico semântico lógico. Oficina de semântica linguística. O cerne do sentido e da referência linguísticos. A dimensão sonora da língua e a sua transcrição. A dimensão paradigmática e sintagmática (morfossintaxe) da língua. Formas e funções. A dimensão diacrônica da língua. O sentido linguístico.Dimensão léxica. Constituição léxica. O sentido linguístico figurado. Dimensão estética. A referência linguística. Coesão textual. Estratégias comunicativas. A referência linguística contextual. Dimensão pragmática. Diagnóstico semântico linguístico. Dimensão para linguística da comunicação. A interdisciplinariedade. Dimensão extra linguística da comunicação. Apêndice semântico contrastivo português/ espanhol. Conclusão semântica contrastiva português/ espanhol. Anexos. Sinopse de semiologia e semiótica. Sinopse da lógica aristotélica. Sinopse de lógica e linguística. Sinopse do código linguístico. Sinopses morfossintáticas. Tabelas-verdade. Cálculo de predicados.Cálculo sentencial. Regras de inferência e equivalências. Diagramas de Venn. Glossário e índice remissivo. Bibliografia.

Quem lê: sabe mais ... vive melhor! — 31


EPU — (11) 3168 6077 — vendas@epu.com.br

Moreira, Marco Antonio

Oliveira, José Guilmar Mariz de; Betti, Mauro e Oliveira, Wilson Mariz de

Teorias de aprendizagem

Educação física e o ensinode 1o Grau: uma abordagem crítica

195 p., formato 15,5 x 21,5 cm, ISBN 978-85-12-32140-0

84 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-30560-8

Sumário: Apresentação.

Introdução – Behaviorismo, humanismo e cognitivismo – Um pseudo-organizador prévio. Teorias behavioristas antigas – Watson, Guthrie, Thorndike e Hull. Teorias cognitivas antigas – Hebb, Tolman, Gestalt e Lewin. A teoria behaviorista de Skinner. A teoria das hierarquias de aprendizagem de Gagné. A teoria de ensino de Brunner. A teoria do desenvolvimento cognitivo de Piaget. A teoria da mediação de Vygotsky. A psicologia dos construtos pessoais de Kelly. A teoria da aprendizagem significante de Rogers. A teoria da aprendizagem significativa de Ausubel. A teoria de educação de Novak e o modelo de ensino-aprendizagem de Gowin. A teoria dos modelos mentais de Johnson-Laird. Nelli Silva, Terezinha Maria

A construção do currículo na sala de aula: o professor como pesquisador 90 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-30640-7

Pesquisar a própria prática docente: um convite à leitura desta possibilidade. Introdução. O professor como pesquisador. Quadro de referência teórico. Ensinar pesquisando e pesquisar ensinando. Os níveis do currículo numa perspectiva crítica. Conversando com o leitor que quer ser um professor-pesquisador. Anexo. Bibliografia.

Sumário:

32 - Educação

e Pedagogia

Aspectos Gerais da Educação. Educação Física e Educação. A Educação Física Escolar e um pouco da Realidade. Alguns Aspectos da Preparação Profissional para a Docência no Ensino de 1o. Grau. Bases para uma Doutrina de Educação Física no Ensino de 1o. Grau. Alguns Aspectos da Preparação Profissional do Professor de Educação Física para o Ensino de 1o. Grau. Orientação Ideológica e Científica na Formação do Professor de Educação Física. Fontes de Informação. Sumário:

Pavoni, Amarilis

Os contos e os mitos no ensino. Uma abordagem junguiana 80 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-30570-7

A proposta educacional. O problema. A explicação. O problema da interpretação. A teoria junguiana. A natureza finalista e causal do símbolo. A trama dos contos de fada e o processo de individualização. A relação sujeito-objeto. Os arquétipos. A criança e o mito. O processo de individuação nos contos de fadas. O príncipe encantado. Mais alguns exemplos da dualidade da “anima”. O arquétipo-mãe. Bibliografia.

Sumário:


EPU — www.epu.com.br

Pessoa de Carvalho, Anna Maria

Física: proposta para um ensino construtivista 76 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-30580-6

Bases construtivistas de um ensino de Física. A evolução histórica do conceito de conservação da quantidade de movimento. Como nossos alunos constróem a noção de quantidade de um movimento e sua conservação. E o ensino como fica? Bibliografia.

Sumário:

Pfromm Netto, Samuel

Psicologia da aprendizagem e do ensino 160 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-60310-0

Sumário: A natureza da aprendizagem e do ensino. Tipos de aprendizagem. Raízes históricas da psicologia da aprendizagem e do ensino. O estudo científico da aprendizagem. Teorias da aprendizagem. A aprendizagem como processamento de informação. A trajetória da aprendizagem e o planejamento do ensino. Leituras adicionais.

Raiça, Darcy e Oliveira, Maria Teresa Baptista de

A educação especial do deficiente mental 66 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-30660-5

Introdução. A educação especial. O significado da educação especial. O aluno da educação especial. Classe especial, organização e funcionamento. Breve histórico da educação especial no Estado de São Paulo. Fundamentação legal. A educação especial na nossa realidade. Caracterização. Quem é o professor de educação especial. Onde trabalha o professor da classe especial e qual é a sua clientela. Quais os principais problemas e dificuldades que afetam o trabalho docente e que mudanças são apontadas como necessárias por esses profissionais. O grande desafio. Reformular a educação especial. Bibliografia. Anexos. Sumário:

Piletti, Nelson

Ensino de 2o grau: Educação geral ou profissionalização? 142 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-30550-9 Sumário: Introdução. Breve história do ensino médio no Brasil. A reforma de 1971. A profissionalização compulsória.Uma década de incertezas. O que fazer? Bibliografia.

Quem lê: sabe mais ... vive melhor! — 33


EPU — (11) 3168 6077 — vendas@epu.com.br

Ramos da Silva, Maria de Lourdes

Rappaport, Clara Regina (coord.)

Adolescência. Abordagem psicanalítica

Personalidade e escolha profissional 142 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-30680-3 Sumário: Introdução. Parte

I: Fundamentos teóricos. Metodologia de trabalho e limites do procedimento tipológico. Referencial teórico de Keirsey e Bates. Os quatro temperamentos. Parte II: Consequências para a orientação vocacional. Relações entre temperamentos, formação e campos profissionais. Conclusões Anexo 1: Questionário de inclinações pessoais. Anexo 2: Subtipos derivados dos perfis psicológicos.

Ramozzi-Chiarottino, Zelia

Psicologia e epistemologia genética de Jean Piaget 97 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-62350-4 Sumário: Introdução. O conhecimento como resultado da interação entre o organismo e o meio. O conceito de estrutura. Uma estrutura como condição de todo conhecimento possível. Conhecimento científico e saber popular. O processo de cognição. Casualidade, operação e implicação. O lugar da linguagem no processo de cognição, aspectos lógicos, biológicos e sociais. Bibliografia.

34 - Educação

e Pedagogia

180 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-60470-1

Sumário: Introdução. Sobre o lugar da adolescência na teoria do sujeito. Aborrecência. Análise com adolescentes. Adolescência, amor e psicanálise. A adolescência e o pai: Sigmund adolescente e a adolescência em Freud. Algumas questões sobre a dúvida profissional do adolescente. Introdução a uma abordagem psicanalítica da questão das drogas na adolescência.

Raths, Louis E.; Jonas, Arthur; Rothstein, Arnold M. e Wassermann, Selma

Ensinar a pensar. Teoria e aplicação. 454 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-65050-0

Introdução. Teoria. Aplicação: o ensino fundamental. Aplicação: o ensino de segundo grau. Aplicação: o professor. Recapitulação. Leituras indicadas.

Sumário:

Ribeiro, Maria Teresa F.; Andrade, Teresinha de P. e Pinto, Sônia Engel

Orientação educacional. Uma experiência em desenvolvimento

128 p., formato 15,5 x 21,5 cm, ISBN 978-85-12-30310-9

De uma orientação educacional centrada no aluno para uma orientação centrada no professor. O professor como elemento-chave do processo de orientação educacional. A orientação educacional na 1a etapa do 1o. grau. A sessão de grupo na orientação educacional. A dinâmica de trabalho com os pais.


EPU — www.epu.com.br

Rappaport, Clara R.; Fiori, Wagner daR.; Davis, Cláudia e Herzberg, Eliana

Psicologia do desenvolvimento 1 Teorias do desenvolvimento Conceitos fundamentais 104 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-64610-7

Psicologia do desenvolvimento 2 A infância inicial O bebê e sua mãe 96 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-64620-6

Sumário: Introdução.

Modelo psicanalítico. Modelo piagetiano. Modelo da aprendizagem social. Conclusão.

Sumário: Influências

pré-natais no desenvolvimento. Desenvolvimento emocional e social na infância. Desenvolvimento intelectual: período sensório-motor.

Psicologia do desenvolvimento 3 A idade pré-escolar 88 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-64630-5 Sumário: Desenvol-

vimento emocional. Desenvolvimento cognitivo. Socialização.

Psicologia do desenvolvimento 4 A idade escolar e a adolescência 124 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-64640-4 Sumário: Desenvol-

vimento emocional. Desenvolvimento cognitivo. Socialização.

Quem lê: sabe mais ... vive melhor! — 35


EPU — (11) 3168 6077 — vendas@epu.com.br

Ribeiro, Paulo Rennes Marçal

Educação sexual além da informação 88 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-30650-6

O ônus do óbvio inaplicado. História da Educação Sexual. A questão da Educação Sexual. Relato de uma experiência: o que pensam alguns profissionais de educação. Orientação sexual localizada: onde? como? por quê? Quem educa quem? Conclusão: resumo de ideias. Bibliografia.

Sergiovanni, Thomas J. e Carver, Fred D.

O novo executivo escolar - Uma teoria de administração

Sumário:

292 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-33020-4

Prefácio. Introdução. O sistema de crenças. O sistema humano. O sistema organizacional. O sistema de ação. Índices. Sumário:

Romeu, Sonia Aparecida

Schiller, Friedrich

Escola: objetivos organizacionais e objetivos educacionais

Cartas sobre a Educação Estética da Humanidade

96 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-30450-2

Considerações sobre os objetivos organizacionais. Os sistemas escolares e o estabelecimento de objetivos educacionais. Um estudo exploratório da questão em escolas públicas estaduais. Bibliografia.

Sumário:

152 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-00450-1 Sumário: Introdução. Schiller e Goethe. Schiller e Kant. Sobre a Educação Estética da Humanidade. Cartas sobre a Educação Estética da Humanidade. Carta I a XXVII.

Sério, Amarilis Simões Serra; Garbelotti, Eponina de Oliveira P.; Palmerio, Laila Gibran, Matsui, Tomoko

Legislação complementar e notas remissivas Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional 260 p, formato 15,5 x 21,5 cm, ISBN 978-85-12-32170-7

Esta obra é uma compilação dos principais textos legais regulamentadores e esclarecedores da Lei 9.394/96, de 20.12.1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Abrange a esfera federal e foi atualizada até 31.05.2001. Trazem, no próprio corpo da lei, notas remissivas às normas e, em anexo, a reprodução, na íntegra, a legislação básica e a indicação da fonte onde podem ser localizados os demais textos. 36 - Educação

e Pedagogia


EPU — www.epu.com.br

Schiller, Friedrich

Severino, Antonio Joaquim

148 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-00460-0

Educação, ideologia e contra-ideologia

Teoria da Tragédia Nos ensaios enfeixados neste volume, Schiller condensou, de certa forma, o pensamento clássico alemão sobre o trágico e, concomitantemente, sobre a posição do homem no universo. O homem vive num mundo fragmentado por antinomias. Estas, porém, por mais irreconciliáveis que pareçam, são superadas numa unidade superior. O universo é uma totalidade significativa em que os nossos atos têm sentido e valor. Foi Schopenhauer quem, em termos filosóficos, abalou até o fundo esta fé. Na sua obra encontramos, talvez pela primeira vez, a formulação sistemática de um mundo absurdo. (De Anatol Rosenfeld) Sumário: Introdução. Acerca da razão por que nos entretêm assuntos trágicos. O Teatro considerado como instituição moral. Acerca do sublime. Acerca do uso do coro na tragédia. Acerca da arte trágica. Acerca do patético.

128 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-30400-7 Sumário: Prefácio. Introdução. Parte I: A elaboração do conceito e sua discussão clássica.Debate contemporâneo em torno do conceito de Ideologia. Parte II: Significação ideológica do processo pedagógico. Parte III: Significação ideológica da educação brasileira em seu desdobramento histórico-social.Predomínio da Ideologia Católica. Consolidação da Ideologia Liberal. Vitória e supremacia da Ideologia Tecnocrática. Conclusão. Bibliografia.

Sergiovanni, Thomas J. e Starrat, Robert J.

Supervisão. Perspectivas humanas 540 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-33050-1

Sumário: Introdução. Prefácio. Parte 1: Supervisão de Recursos Humanos e liderança organizacional: Perspectivas de supervisão. Pontos de vista normativo e descritivo da supervisão. O ambiente organizacional da supervisão.Construção de um clima para a supervisão. Comportamento de liderança e a eficiência em supervisão. Uma abordagem contingencial de liderança em supervisão. Poder, autoridade e conflito em supervisão. Motivação do professor e eficiência em supervisão. Supervisão e a eficácia do grupo. Parte 2: Desenvolvimento de uma teoria relevante da prática em supervisão: Uma teoria instrumental de liderança em supervisão. Uma teoria substantiva de liderança em supervisão. Parte 3: Recursos Humanos e liderança educacional: O contexto controvertido de supervisão. A plataforma educacional do supervisor. Preocupações curriculares da liderança em supervisão. Supervisão e a avaliação do programa. Supervisão para a eficiência em sala de aula. Parte 4: Uma abordagem de Recursos Humanos no desenvolvimento do pessoal, supervisão clínica e avaliação do professor. Supervisão clínica e avaliação do professor. Supervisão com desenvolvimento de pessoal. Teoria da prática na supervisão e na avaliação. Supervisão de Recursos Humanos: Uma visão do futuro. Índice onomástico. Índice analítico.

Quem lê: sabe mais ... vive melhor! — 37


EPU — (11) 3168 6077 — vendas@epu.com.br

Sheppard, William C.

Sipavicius, Nympha

Como ser um bom professor

O professor e o rendimento escolar de seus alunos

110 p., formato 13,5 x 20,5 cm, ISBN 978-85-12-30040-5

88 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-30430-4

Como viajar. Como ensinar. Aonde ir. O que ensinar. O que procurar. Como avaliar o ensino. Por que algumas pessoas se perdem. Enganos mais comuns no ensino. Como viajar sem se perder. O bom professor. Sumário:

Simões, Edda A. e Tiedemann, Klaus B.

Psicologia da percepção 1

136 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-62200-2

Bases sensoriais da percepção. Psicofísica: Medidas em percepção. Atenção. Percepção de brilho ou luminosidade. Percepção da cor. Percepção de espaço, distância, profundidade e tamanho. Percepção da forma. Bibliografia básica para consulta do aluno. Lâminas coloridas. Sumário:

Simões, Edda A. e Tiedemann, Klaus B.

Psicologia da percepção 2

112 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-62300-9

Constâncias perceptivas. Ilusões. Percepção do tempo. Percepção do movimento. Percepção de eventos e causalidade. Percepção de pessoas, de expressões faciais e de emoções. Percepção do corpo. Desenvolvimento da percepção em bebês. O efeito da aprendizagem sobre a percepção. O efeito da motivação sobre a percepção. Percepção e cultura (a influência da cultura sobre a percepção). Aplicações dos conhecimentos de percepção e considerações finais. Bibliografia. Sumário:

38 - Educação

e Pedagogia

O Professor e o rendimento escolar de seus alunos, oferece valiosa contribuição aos pesquisadores interessados no assunto. Os temas e subtemas tratados abrangem: a influência de características do próprio aluno e sua família; as condições da escola; as atitudes do professor sobre o ensino; as expectativas do mesmo quanto ao aluno, bem como a atuação do professor em sala de aula. É de ajuda também para os profissionais de educação (professores, diretores e especialistas de educação em geral), em exercício ou formação, pela visão de conjunto que propicia sobre os fatores que afetam o desempenho escolar dos alunos. Sumário: Introdução. O aluno, sua família e a escola. A influência da formação. Atitudes e expectativas do professor sobre o rendimento escolar. A atuação concreta do professor na sala de aula. Algumas pesquisas brasileiras de avaliação educacional. Síntese geral. Bibliografia comentada. Skinner, B. F.

Tecnologia do ensino 270 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-65020-3

A Etimologia do Ensinar. A Ciência da Aprendizagem e a Arte de Ensinar. Máquinas de Ensinar. A Tecnologia do Ensino. Por que os Professores Fracassam. Ensinar a Pensar. A Motivação do Estudante. O Estudante Criativo. Disciplina. Comportamento Ético e Autocontrole. Uma Revisão do Ensino. O Comportamento do Sistema. Bibliografia.


EPU — www.epu.com.br

Souto, Cláudio

O que é pensar sociologicamente 72 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-80050-9

Pensar sociologicamente: algo que vem da vida, para a vida. A atitude sociológica. Como são trabalhados os problemas sociológicos. Alguns problemas sociológicos fundamentais. Métodos (caminhos) básicos do pensamento sociológico. Conclusão. Leituras sugeridas. Sumário:

Souto, Cláudio e Souto, Solange

A explicação sociológica

344 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-80040-0

Sumário: A sociologia: origem histórica, desenvolvimento e estado atual. Os modelos básicos da sociologia. Sociologia, ciências sociais, ciências da natureza, ideologia. Métodos e técnicas fundamentais de pesquisa em sociologia. A interação social. Os processos sociais de aproximação e de afastamento. Socialização e controle social. O processo social grupal. A sociedade moderna. Estratificação social, status, papel e mobilidade social. Instituições sociais. A norma social. Mudança social e desenvolvimento.

Souto, Cláudio

Teoria Sociológica Geral 264 p., formato 16 x 23 cm, ISBN 978-85-12-80120-9

Sumário: O estado atual da Teoria Sociológica. Leituras clássicas. Referências bibliográficas. A Interação social. Natureza do processo da interação social e sua tipologia básica. A transtemporalidade sócio-interativa. Movimento interativo, “estrutura” social e estrutura cultural. O movimento de aproximação e afastamento no espaço interativo. As possibilidades de interação social. A mensagem normativa dos pólos interagentes. Leituras clássicas. Referências bibliográficas. Os processos sociais: uma redução teórica. Os processos sociais imediatamente derivados da interação. O sistema social, sua unidade siv e seu equilíbrio. A natureza do processo grupal e suas consequências. A redução básica da Teoria Sociológica à Teoria Sociológica do Normativo. A natureza microscópica da interação grupal. Classificação dos processos grupais. Leituras clássicas. Referências bibliográficas. A norma social. A natureza da norma social e sua identificação com a ação social. Norma individual e norma social. A intensidade, a permissividade e o grau de partilha das normas sociais. A norma social desviante. A mudança social como mudança normativo-social. O fenômeno técnico e o fenômeno normativo-social. O sentimento e a ideia do dever ser. A pesquisa empírica exploratória “Sentimento e Ideia de Justiça”. Para aquém do sentimento do dever ser. Convenção: uma categoria específica de normas sociais? Leituras clássicas. Referências bibliográficas. Fato ético e teoria sociológica. A situação atual da teoria sociológica do ético lato sensu. A natureza do fato ético lato sensu. As normas éticas lato sensu genéricas e as formas de coercibilidade. Uma taxonomia operacional do ético lato sensu e a abordagem geral dos sistemas sociais por sua natureza normativa. Da redutibilidade de outras categorias às categorias operacionais propostas. Leituras clássicas. Referências bibliográficas. O chamamento experimental da teoria sociológica. A limitação do procedimento experimental ao orgânico do processo sócio-interativo. O problema da experimentação em Teoria Sociológica Geral. Para além de M. Sherif? Experimentação e redução teórico-sociológica. Fundamentos para um plano sócio-teórico-experimental geral. Possibilidades da experimentação sobre o afetivo para a Teoria Sociológica Geral. Leituras clássicas. Referências bibliográficas. Individualismo metodológico e teoria sociológica geral. Algumas razões de desprestígio acadêmico do individualismo metodológico. Propriedades emergentes e redução teórica. Operacionalizando um determinismo teórico na escolha entre alternativas. Alguns teoremas de interesse sociológico. Um modelo teórico unificado mental-social. A insuficiência teórico-metodológica das abordagens coletivistas. Leituras clássicas.

Quem lê: sabe mais ... vive melhor! — 39


EPU — (11) 3168 6077 — vendas@epu.com.br

Tobias, José Antonio

Verhine, Robert E. (Org.) Sociedade Brasileira de Educação Comparada

História das ideias no Brasil

Educação: crise e mudança

200 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-70170-7

142 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-30590-5

Introdução. I período: A filosofia cristã e a ideia de engenho-fazenda. II período: D. João VI e a ideia de cidade. III período: O café e a ideia de nacionalismo brasileiro. IV período: Procura de autenticidade e a ideia de potência mundial. Bibliografia. Sumário:

Valett, Robert E.

Tratamento de distúrbios da aprendizagem

Os desafios da crise econômica para a educação. Conflito entre a educação e a cultura na África Oriental: análise de uma região. Mudança social, educação e crise na América Latina. A Educação Comparada e os problemas da transformação: um roteiro para a década de oitenta. A crise econômica global e seu impacto na educação: uma perspectiva do “Sul”. Perspectivas da educação de jovens e adultos no contexto brasileiro de mudanças.

Sumário:

380 p., formato 15 x 21,5 cm, ISBN 978-85-12-32110-3

Uma definição psicoeducacional de capacidades básicas de aprendizagem. Programa de recursos psico-educacionais: Desenvolvimento da motricidade geral. Integração sensorimotora. Habilidades perceptivo motoras.Desenvolvimento da linguagem. Habilidades conceituais. Habilidades sociais. Apêndice. Sumário:

Vários Autores

Autores pré-românticos alemães 132 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-00430-3 Sumário: Introdução. Da

Ilustração ao Romantismo: Caracterização geral. Fontes e ideias fundamentais do movimento. Hamann e Herder. Goethe e Lenz. A presença do “Sturm und Drang”. Johann Georg Hamann: De Escritos e Cartas. Johann Gottfried Herder. Da Terceira Coleção de Fragmentos. Johann Wolfgang von Goethe. Para o dia de Shakespeare. Da arquitetura alemã. Diversos sobre Arte: Forma dramática. Sobre Falconete calçado sobre ele.Terceira peregrinação ao túmulo de Erwin, em julho de 1775. J. Michael Reinhold Lenz. Anotações sobre o Teatro. Sobre Goetz von Berlichingen.

40 - Educação

e Pedagogia


EPU — www.epu.com.br

Vianna, Ilca Oliveira de Almeida

Metodologia do Trabalho Científico Um enfoque didático da produção científica 298 p., formato 15,5 x 21,5 cm, ISBN 978-85-12-32160-8

A construção da competência do futuro pesquisador. A construção, criação ou transformação de conhecimentos: o grande desafio de pesquisa. A parceria: informática e produção científica. O Processo de Pesquisa Científica. A vinculação: linhas de pesquisa, referenciais temáticos e tema de pesquisa. A área de conhecimento a ser abrangida pela pesquisa. O campo de conhecimento objeto da pesquisa. O tema da pesquisa. O título da pesquisa. As palavras-chave ao tema a ser estudado. Publicações sobre o tema escolhido. As citações no trabalho de pesquisa. O registro científico das referências bibliográficas do seu trabalho de pesquisa. O Projeto de Pesquisa. Os desafios da projeção da pesquisa. A forma do seu projeto de pesquisa. O registro gráfico do trabalho de investigação científica. A numeração das páginas do projeto de pesquisa. A escrita do seu trabalho de pesquisa. Elaboração do corpo do trabalho científico. Elementos pré-textuais. Capa. Contra capa ou página de rosto. Sumário. Elementos textuais.Tema. Objetivos da pesquisa. Fundamentação teórica. Metodologia. Elementos pós-textuais. Anexos. Referências bibliográficas. Contra capa final ou terceira capa. Capa final. O Relatório de pesquisa. Apresentação do relatório de pesquisa. Denominações específicas para o relatório de pesquisa. Redação científica do relatório de pesquisa. Elementos pré-textuais ou preliminares. Capa. Falsa folha de rosto. Folha de rosto ou contracapa. Prefácio ou apresentação. Dedicatória. Resumo e unitermos. Listas. Sumário. Elementos textuais. Introdução. Desenvolvimento. Conclusões e/ou recomendações. Elementos pós-textuais ou pós-liminares. Anexos. Agradecimentos. Referências bibliográficas. Glossário ou definição de termos. Índice. Ficha de identificação do relatório. Contra capa final ou terceira capa. Capa final. Encaminhamento do relatório universitário de pesquisa. O protocolo de encaminhamento do projeto ou relatório de pesquisa. Orientações gerais para elaboração do protocolo de encaminhamento de pesquisa. Conclusões e recomendações. Referências bibliográficas. Bibliografia recomendada.

Sumário:

Vianna, Ilca Oliveira de A.

Planejamento participativo na escola 164 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-30730-5

Uma experiência em educação. Planejamento participativo. Fatores integrantes do planejamento participativo. Escola e planejamento participativo: possibilidades. Relato de uma experiência de planejamento participativo a partir da escola. Bibliografia.

Sumário:

Vieira, Alice

O prazer do texto 85 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-30620-9

A Ficção da Literatura na Escola. Leitura. Televisão x Leitura. Ensino de Literatura. Leitura e Família. Leitura e Escola. A Proposição Curricular. Ensinando Literatura? Caracterização do Grupo. Objetivos do Ensino de Literatura. O Professor e seu Aluno. O Professor e o Livro Didático. Professor.Vestibular. Problemas. Soluções. Quem Aprende? O que Aprende? Caracterização do Grupo. Sexo e Faixa Etária. Nível Sócio econômico. Aspirações Futuras. Cursinho. Leituras Realizadas. Livros Lidos. Aprendendo Literatura. Motivações para a Leitura. Vestibular. Círculo vicioso.

Sumário:

Quem lê: sabe mais ... vive melhor! — 41


EPU — (11) 3168 6077 — vendas@epu.com.br

Witter, Geraldina Porto e Lomônaco, José Fernando B.

Psicologia da aprendizagem 1 112 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-62190-6

A natureza da aprendizagem. Modelos behavioristas. Modelo cognitivo. Aprendizagem e motivação. Aprendizagem de conceitos. Aprendizagem e atenção. Áreas de aplicação.

Sumário:

Witter, Geraldina Porto e Lomônaco, José Fernando B.

Psicologia da aprendizagem 2 - Áreas de aplicação 142 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-62320-7

Aprendizagem e brinquedo. Aprendizagem e televisão. Aprendizagem e lazer. As organizações como situações de aprendizagem. Aprendizagem na área da saúde. Princípios de aprendizagem em situação clínica. Aprendizagem e comportamento no trânsito.

Sumário:

Witter, Geraldina Porto e Lomônaco, José Fernando B.

Psicologia da aprendizagem 3 - Aplicações na escola 120 p., formato 14 x 21 cm, ISBN 978-85-12-62330-6

Aprendizagem acidental na escola. Aprendizagem e interação professoraluno. Criatividade e ensino. Aprendizagem e informática. A pré-escrita e a préleitura: um novo enfoque preparatório para a alfabetização. Avaliação da aprendizagem.

Sumário:

42 - Educação

e Pedagogia

Educação e Pedagogia na EPU  

O presente catálogo está organizado segundo a ordem alfabética dos autores dos livros da EPU Editora Pedagógica e Universitária Ltda. São li...

Educação e Pedagogia na EPU  

O presente catálogo está organizado segundo a ordem alfabética dos autores dos livros da EPU Editora Pedagógica e Universitária Ltda. São li...

Advertisement