__MAIN_TEXT__

Page 1

É patente que o cuidado do ser , que regia épocas passadas, foi substituído pelo cuidado do corpo , como imperativo consumista do superego capitalista. Daí a origem de tantos retornos sintomáticos ao corpo do que escapa a esse cuidado e controle . O corpo alimenta enormes benefícios para empresas de todo tipo. O *Body business* é imensamente rentável como indústria a serviço do narcisismo da imagem e do ideal de uma saúde que manteria uma juventude eterna. A que corresponde esta tendência crescente de que o indivíduo coloque sua alma em alinhamento à forma do corpo? Por que esse desassossego pela exigência de controlar o corpo e fazê-lo acorde à representação do eu?

ISSN 1676-157X

Caderno de Stylus

CARMEN GALLANO

HISTERIA E NEUROSE OBSESSIVA O corpo e os fenômenos contemporâneos

Nos neuróticos de hoje, pode-se ver a incidência do domínio, pelo capitalismo, dos ideais que ditam controle do eu e, ainda, que os corpos se modelam por três objetivos a realizar: ser *firm, fit and trim *(firme, em forma, com boa aparência). E, especialmente nas mulheres, principalmente *thin* (magro). Estou dizendo nos termos precisos de Lynda Nead em seu livro *Female Nude, Art, Obscenity and Sexuality*.

Internacional dos Fóruns do Campo Lacaniano Escola de Psicanálise dos Fóruns do Campo Lacaniano

Caderno de

stylus

HISTERIAInternacional E NEUROSE OBSESSIVA dos Fóruns do Campo Lacaniano O corpo e os contemporâneos Escola fenômenos de Psicanálise dos Fóruns do Campo Lacaniano Carmen Gallano

3 epfcl brasil

3 outubro 2014

ISSN 1676-157X outubro 2014 nO 3

Caderno de Stylus 3  

Caderno de Stylus 3  

Advertisement