Page 1


S

umário

Atibaia comemora mais um aniversário, e festejamos com um bolo inspirado em um dos símbolos que faz a fama da cidade: Morangos! Nossa capa ainda faz referência à gastronomia na cidade, item que tem atraído muitos turistas, além de fazer a alegria de nossos paladares! Arte e fotografia: Anderson Luis Bonioli Agradecimentos: Evaristo Silva - Korin Giovanna Melilli - confecção do bolo

10

64

4

08

10 18 24 29 31 52 33 46 52 60 61 64 68 73 68 75 Ênfase - Junho 2009

Pequena história da comida em Atibaia Atibaia Antiga Atibaia mais bonita Combate aos abusos e à violência sexual Escrever e ler com competência Feira da Saúde - Orientações e Alertas Passarelas para Fernão Dias Preservação Ambiental Atibaia Presente no Salão do Móvel em Milão Ministro do Turismo em Atibaia Pontos Turísticos e Turismo Rural Festival de Inverno Bariloche em pleno verão Receita- Tainha Recheada

Roteiro Gastronômico de Atibaia


Expediente EDITORA ÊNFASE

Diretoria Rogério Nunes Pereira Publicidade Aparecida D. de João Rogério Nunes Pereira Revisão de texto Millena Lúcia Simões Leme Jornalista responsável Luiz Gonzaga Neto MTB 11.336 Fotos Anderson Luis Bonioli

Arte e diagramação: Editora Ênfase Regina C.Trovijo Telles Cardoso

Gráfica Off Set. Fotolito e Gráfica São Paulo -SP. Tiragem: 3.200 exemplares

A Revista Ênfase é uma publicação da Editora Ênfase Rua Lourenço Franco , 349 - Cj. 4 Cep 12940.620 - Atibaia - São Paulo

Telefone: 11 4402-4220

e-mail: vendas@revistaenfase.com.br

www.revistaenfase.com.br Conceitos ou opiniões emitidos em artigos assinados, bem como logotipos e imagens inseridos em anúncios, não são da responsabilidade desta Editora

Próxima Edição em Setembro

Anuncie aqui ! 6

Ênfase - Junho 2009

O

s valores da confiança e da continuidade

Pensamento da edição: “Três muitos e três poucos prejudicam o homem: muito falar e pouco saber; muito querer e pouco ter; muito presumir e pouco valer” (Lao-Tsé). Nestes anos de revista Ênfase, trabalhamos os valores da confiança e da continuidade, que dispensam o excesso do falar e do pretender. Mais valem as ações do que as palavras jogadas ao vento. Hoje, somos uma revista que conquistou o respeito dos leitores e dos anunciantes. Nosso foco é a utilidade e o serviço aos nossos consumidores. Nesta edição, estamos apresentando novidades, que acrescentam mais atrativo para o público que acompanha as atividades e o movimento da cidade. São os roteiros Gastronômico e Turístico, que se complementam e preenchem necessidades que são do público local e dos turistas. A revista Ênfase completa com esta edição quatro anos de dedicação, confiabilidade e comprometimento com o leitor e o anunciante. Nesse sentido, chamamos a atenção do mercado para a importância de reconhecer e apoiar as iniciativas sérias e profissionais, aquelas que têm continuidade e não são originadas em ações aventureiras e superficiais.

Este é um alerta na defesa das publicações que trabalham afinadas e vinculadas com o mercado, sem interesses nocivos e prejudiciais ao bom andamento dos negócios. O amadurecimento de Atibaia enquanto economia autônoma e sólida depende dessa distinção necessária entre seriedade e aventureirismo. Não que um projeto de comunicação não tenha algo de ousadia, qualidade bem próxima da aventura, no sentido de descobrimento, de abertura de novas fronteiras. Mas precisamos ter em mente, sempre, os limites e as questões da ética, quando nos relacionamos economicamente. Os aventureiros vêm apenas dilapidar, destruir e criar ilusões, coisas que podemos muito bem dispensar. Por isso, reafirmamos nosso compromisso com vocês e seguimos em frente. Feliz aniversário, Atibaia!

Rogério Nunes Pereira

A Revista é distribuída nos seguintes condomínios Aclimação Água Verde Ana Augusta Arco-Íris Chácara Pedra Grande Clube da Montanha Dom Daniele Estância Atibaia Flamboyant Grêmio Lince Horto IVCA Maison dos Gamez Mansão Parque

Nova Atibaia Palavra da Vida Panorama Parque Residencial Pqe. das Garças I- III + Solar Parque das Garças II Parque dos Manacás Paulista Garden Pedra Grande Pinheiral Portal das Hortências Portal Gamez Porto Atibaia Quintas de Sta. Helena

Recanto dos Ipês Residencial Atibaia Residencial Floresta Park San Felipe Santa Mônica Saua Shambala I Shambala II Vila Fiorita Vila Santa Tereza Villaggio de Cesare Vilagio Miramonte Vilagio Montecarlo

Caso não tenha recebido a revista entre em contato conosco: (11) 4402.4220 - email: vendas@revistaenfase.com.br


P

equena história da comida em Atibaia ni, solícito, recordou o virado de couve, a paçoca e a tigelada. Em relação a esse último prato, mostrou uma receita que está numa pasta de 50 anos. Renato disse que sua avó fazia um bife assim: passava no pilão, revestido de flandre. Vejam que interessante! Outra receita era o tutu de Nhá Melinda: virado não muito seco, com carne de porco, quibebe, ovos e tiras de toucinho. O pesquisador pula de memória em memória e até pinça uma novidade consumida há muito tempo: o arrozde-hauçá, com carne frita, alho e cebola, arroz em ponto de grude, molho de camarão e óleo de dendê. Os hauçás eram uma tribo africana islamizada.

Renato Zanoni

A comida mineira é, na verdade, autenticamente paulista. Dito assim, de bate-pronto e sem uma entrada à altura, essa afirmação pode causar indigestão em uns, apetite demais em outros e até mesmo uma pontada no estômago. Se há livros ou teses de doutorado sobre o assunto, não se sabe, mas experimentados e estudiosos cidadãos dizem “sim” a tais palavras. Se os quitutes das Minas Gerais começaram na Paulicéia, entendida como Estado, a comida típica de Atibaia é resultado desse mesmo processo histórico. E aqui não cabe provincianismo ou nacionalismo, porque a comida típica da região é resultado das culturas de diversos povos, que imigraram para Atibaia e foram responsáveis pela sua colonização. Não por acaso, numa volta pela cidade, constata-se que a gastronomia local reflete um conjunto de comidas japonesas e italianas, devido ao grande número de imigrantes que ainda se concentram na cidade. A revista Ênfase mostrou, em uma de suas edições, o virado de ervilha, prato que se impôs nos anos 50, época em que a ervilha era produto cul-

8

Ênfase - Junho 2009

tivado na região. Segundo Lilian Vogel, do Museu Municipal João Batista Conti, a história culinária de Atibaia começou com o índio, depois passou para os bandeirantes (processamento do milho) e chegou aos virados, do tropeiro, do viajante, comida reforçada com a farofa. Toninho Macedo, da Comissão Paulista de Folclore, costuma lembrar que o virado é a comida com caldo, “engrossado” pela farinha. Assim, acrescentou Lilian, entre os itens das comidas de Atibaia, podem ser citados o milho, a mandioca frita e as carnes de porco e bovina. Somem-se a esses ingredientes o queijo e o torresmo. Dos resultados, um é o virado de feijão. O que os mineiros fizeram foi conservar e aperfeiçoar essa gastronomia, argumentou a pesquisadora. Lilian afirmou que, com a imagem de Atibaia ligada ao clima, ao ar puro e à saúde, trouxeram para cá as trutas, vindas de Bananal. Por indicação de Lilian, Ênfase foi procurar o pesquisador Renato Zanoni, que prepara um livro sobre comidas e receitas de Atibaia, mas ainda aguarda o apoio da Prefeitura. Ele também afirmou que os paulistas levaram suas comidas típicas para Minas. Zano-

Para dar mais água na boca, Zanoni listou alguns doces da região: bom-bocado (cujos ingredientes são açúcar, gemas de ovo, leite de coco ou amêndoas pisadas), suspiro, pão-de-ló e os ovos nevados. Ele coloca na relação os doces de compoteira, como abóbora, moranga e batata-doce; o doce de goiaba em especial; os doces em calda em geral e os de colher (pasta), bons de passar em pão caseiro. Antes de se despedir, Renato cita Mingo Açougueiro. A avó desse trabalhador das carnes fazia um prato descrito dessa forma: ela pegava a carne com gordura, tirava o excesso, cortava em pedaços e fazia uma farofa com azeitona. Poderia se chamar “virado da Vó do Mingo”. Fernando Emanuel Mamede, do Comtur (Conselho Municipal de Turismo), postou no site do conselho o artigo “Virados à Paulista”, do pesquisador Valter Cassalho, que de Joanópolis olha para a cultura popular e folclórica da região. “Muito se fala da comida típica mineira, apreciada inclusive por muitos paulistas e sempre presente no interior de São Paulo; seriam estas comidas típicas mineiras nascidas nas Minas Gerais ou levadas pelos paulistas àquelas regiões mineiras onde se estabeleceram, expandiram e mantiveram a boa mesa dos antigos?” - perguntou


Pequena história da comida em Atibaia Cassalho. Lendo o Caderno Paulista XI, Caloca Fernandes – Diário Leitura de agosto/2002, ele confirmou o nascimento nos sertões paulistas de muitas comidas típicas que sempre estiveram presentes na mesa caipira e no interior de muitos estados. Segundo ele, isso mostra que a cultura não respeita marcos impostos por leis e decretos. Minas Gerais desmembrou-se da capitania paulista após o término da Guerra dos Emboabas em 1709. “A cozinha paulista nasce do fogo-de-chão, onde os índios faziam seus alimentos no fogo entre três ou mais pedras e às vezes no chamado tucuruva, um fogão improvisado no meio de cupins, cuja terra servia como um bom refratário. Muito tempo mais tarde, o fogão ganhou altura e chegou no tradicional fogão a lenha que conhecemos hoje”.

A Lucas começou com bolinhos de bacalhau Gilberto Sant´Anna A avenida governador Lucas Nogueira Garcês tem longa história pra contar. Há pouco menos de cem anos, os engenheiros traçaram em chão batido a rodovia São Paulo-Bragança (SP-8), com passagem obrigatória pelas bênçãos da igreja da Matriz de Atibaia. A obra atendia as exigências da emergente indústria automobilística americana. Antes, existiam apenas caminhos e o transporte se fazia no lombo de cavalos e jumentos. Em terras jeronimianas, a estrada abriu pequenas clareiras na mata, com o propósito de acomodar as moradias rurais na moldura bucólica, iniciando um processo lento de crescimento demográfico. Nessa época, comia-se com fartura. A mesa servia leite de vaca criada no pasto. O pão e as guloseimas provinham da farinha de milho ou de mandioca. Nada de trigo. As frutas,

diretas do pé, jamais ostentaram o selo do produtor. Pescavam-se lambaris, carás, bagres e cascudos com apetrechos artesanais. As aves ciscavam por perto. Colhiam-se frutas, verduras e legumes para o consumo diário. Criavam-se porcos. Caçavam-se animais de pequeno porte. A produção excedente alimentava, a preços módicos ou à base de troca, os poucos habitantes espalhados na tímida malha urbana. Na década de quarenta, a família de Alceu Tafury montou um pequeno armazém de secos e molhados, nas proximidades da ponte do rio Piquiri (esquina da rua Itália). A produção de sorvete redondo assanhava a molecada disposta a meterse mata a dentro, à procura de aventuras. Banhavam-se pelados, rastejando o corpo na areia branca. As braçadas borrifavam água límpida na vegetação espigada nas margens. E o César Mêmolo inaugurou o Hotel-Fazenda Estância Lynce, para atender os primeiros turistas, dispostos a comer bem, beber a água da serra, respirar o ar puro, percorrer trilhas e dormir tranqüilamente. O empresário, na oportunidade, construiu e instalou o Ginásio Atibaiense S/A, hoje Escola Estadual Major Juvenal Alvim, destinado a hospedar estudantes em regime de internato. O aluno morava na própria escola, antecipando o sonho pedagógico de muitos educadores contemporâneos. Para colocar a cidade no mapa turístico, inventou-se algumas frases mágicas, que ainda se ouve por aí: “O paraíso quase possível na terra”, atribuída ao poeta Amadeu Amaral, ou “ Atibaia, o segundo melhor clima do mundo”, reprodução de uma placa encontrada num importante aeroporto suíço. Ainda nessa época, o município foi batizado oficialmente com o nome

Prato típico: Virado de Ervilha

de Estância Turística de Atibaia. Nos anos oitenta, a Lucas cumpriu mais uma etapa da sua saga gastronômica. O planejamento municipal anteviu o crescimento demográfico acima do vegetativo. Era preciso descentralizar. O governo municipal duplicou a ponte do Piquiri e investiu em infra-estrutura, incentivando a instalação de restaurantes e os investimentos congêneres. O comércio começou a moverse para a Lucas. Surgiu o bar Macacu´s e a padaria da Mamma. Depois, o Beco do Galeto, do Henrique angolano e o Bar do Klaus. A freguesia descia o morro para comer os famosos bolinhos de bacalhau, cardápio obrigatório em todos os estabelecimentos pioneiros do novo roteiro de delícias culinárias. A disputa pela iguaria acirrou a concorrência, criou novos pontos de venda e provocou estupenda valorização imobiliária. Podemos dizer que o magnífico desenvolvimento da Lucas agradece a saudável guerra dos bolinhos de bacalhau.

Ênfase - Junho 2009

9


A

tibaia Antiga

O Hotel Municipal era uma referência para quem passava pelo centro da cidade e seguia pela Rua José Lucas, que no início do século 20 era de paralelepípedos, não possuía placas de estabelecimentos comerciais e tinha seus postes de iluminação no lado direito. O hotel desapareceu e, em seu lugar, ficou o painel da praça da Matriz. Mas, atualmente, por mais que a modernidade tenha trazido o asfalto e a poluição visual, dá para se perceber a preocupação com o meio ambiente e com a arborização da praça Claudino Alves (nome oficial do local), que passa por reforma e revitalização. Neste mês de junho, Atibaia comemora seus 344 anos, com extensa programação preparada pela Prefeitura. Entre os eventos, estão festas juninas, o show de aniversário e o Desfile Cívico do dia 24 de junho, na avenida da Saudade.

Envie sua sugestão para esta seção através do e-mail: memoria@revistaenfase.com.br

Balada de Inverno Fernando Palmari Ali havia nossos corpos, mon amour... e um trem a correr no sigilo da paisagem. Azuis de longe mar, havia, não foi assim? mon amour... e contra-baixos e trompetes, e teu riso como um recado para a sedução, e um vagão abstrato na distância, em perdida estação, no tempo que sumiu...

10

Ênfase - Junho 2009


ĂŠnfase - Junho 2009

11


S

upino tem destaque em Atibaia

O Supino, modalidade de levantamento de potência, começou a ter destaque em Atibaia nos anos 90. Desde 2000, avançou bastante. Com isso, nos últimos cinco anos atletas da cidade vêm participando inclusive de competições internacionais. A Federação Paulista de Levantamento de Potência é uma iniciativa que surgiu com um grupo de Atibaia. Não por acaso, a cidade sediou a Copa do Mundo em 2007, lembrou o presidente da federação, Maurício Gambarotto Tirico. A entidade organiza ainda palestras gratuitas sobre temas como os equipamentos em powerlifting (faixa de punho, faixa de joelho e cinto - função, uso correto, biomecânica e prevenção de lesão). Entre os melhores nomes do esporte, estão Rander Junior, Val, Cristiano Boniolo, Patrick Xavier, Lucas Mateus, Kaio Souza e Rodrigo Ribeiro. Na categoria masters, estão Venâncio Filho e Pedro Cifu. “Temos praticantes com títulos sul-americanos e mundiais”, observou Tirico. Hoje, Atibaia tem três academias divulgando o esporte: Iron Union, Physical (Portão) e Bad Boy.

12

Ênfase - Junho 2009


ĂŠnfase - Junho 2009

13


P

rojeto Leitura na Praça dá nova função ao espaço público

Em Atibaia, as praças não são apenas pontos de encontro, local de conversa agradável, de prática de esportes. Neste ano, as praças da cidade também passaram a ser locais de leitura. Nelas, no projeto Leitura na Praça, a população de

14

Ênfase - Junho 2009

Atibaia pode desfrutar de momentos de informação e de entretenimento. E o melhor: com bons livros. As publicações foram doadas por grupos editoriais importantes, como a editora Record, Edições SM e Global Editora.

Coordenação Geral do Livro e Leitura, do Programa Nacional de Livro e Leitura (PNLL) e da Fundação Biblioteca Nacional. A Câmara Brasileira do Livro e a Bienal Internacional do Livro de São Paulo também integram o projeto.

Além disso, o Governo Federal também apóia a iniciativa da Secretaria de Educação de Atibaia. O Ministério da Cultura (Minc) é parceiro por meio da

“Praça é um espaço urbano especial. Lugar de alegria. A praça acolhe o jogo de bola, a malhação, dominó. É também um espaço de encontro com a leitura e os livros”, considerou a secretária de Educação, professora Marisa Lajolo, durante a cerimônia de lançamento do projeto. O lançamento foi em um sábado ensolarado de abril, na Praça Guanabara, Jardim Cerejeiras. Crianças, adolescentes e adultos lotaram a tenda montada pela Prefeitura. Dentro dela, almofadas e sofás deram um to-


que especial ao local. Os protagonistas do evento, os livros, estavam em várias prateleiras espalhadas pela praça. Todos eles disponíveis para empréstimo. Os interessados, munidos de documentos pessoais e comprovante de endereço, podiam levar as publicações para casa e devolvê-las em até três semanas nas escolas âncoras do projeto. Na região do Jardim Cerejeiras, são quatro instituições educacionais: Padre Armando Tamassia, Terezinha Sirera, Walter Engrácia e Takao Ono. Várias pessoas se cadastraram para emprestar livros. Foram emprestadas 230 publicações, um número expressivo. Para se ter uma idéia, a unidade central da Biblioteca Municipal Joviano Franco da Silveira empresta, em média, 1.800 livros por mês. Por dia, dela são retirados cerca de 80 livros. Em poucas horas, o Projeto Leitura na Praça emprestou uma quantidade três vezes maior que o número de livros retirados pela biblioteca municipal em apenas um dia. A Prefeitura de São Paulo colaborou com o projeto, por meio de um ônibusbiblioteca. O veículo possui um acervo de 2 mil publicações. Os representantes do Ministério da Cultura, Fabiano dos Santos Piúba, coordenador do projeto Mais Cultura, e José Castilho Marques Neto, secretário executivo Programa Nacional de Livro e Leitura, prestigiaram o evento. Segundo a secretária Marisa Lajolo, “celebrar livros é proporcionar o encontro dos leitores com os livros, de onde nasce o amor pela leitura, atividade que abre janelas para o mundo, que nos aproxima dos outros, que nos faz viver vidas alheias e entender melhor a nossa”. O ano letivo de 2009 abriu-se nas escolas da rede municipal de Atibaia com o Projeto “A Leitura no coração da Escola”. A “Praça da Leitura” foi o primeiro desdobramento deste projeto. É isso: que chovam livros e leitores em nossa cidade”.

Ênfase - Junho 2009

15


P

rofessor de Atibaia publicou livro na Europa

O profº dr. José A. Alaby ganhou um presente neste primeiro semestre. Ele teve sua tese de doutorado, que defendeu em Michigan, EUA, publicada pela editora alemã VDM, e divulgada na Inglaterra, França, Itália, Índia, Canadá e Estados Unidos. Seu livro “The End or Ends of Leadership Education?” (O Fim ou os Fins da Educação para a Liderança?) trata da história e das contradições entre as finalidades e os meios da educação em instituições de ensino superior. O livro dá importância simultânea a teorias e práticas, ensino e aprendizado, indivíduo e grupo na construção social, colaborativa e solidária do conhecimento. O trabalho, que tem uma abordagem multidisciplinar, inter, e transdisciplinar, despertou interesse de líderes profissionais de várias áreas do saber (Educação, Administração, Relações Humanas Nacionais e Internacionais), bem como de líderes executivos de organizações públicas e privadas.

16

Ênfase - Junho 2009


A obra de Alaby também foi adotada como livro-texto no Doutorado em Liderança da Andrews University, Michigan, EUA. Na Internet, é possível buscar, por autor e nome do livro, mais informações, e assim estimar o alcance de seu trabalho. O autor, que reside em Atibaia há 35 anos, é professor da UNISA no Programa de Mestrado em Liderança de Organizações Educacionais e Empresariais. Alaby já está trabalhando na tradução e em nova pesquisa para adaptar seu livro à realidade das lideranças educacionais e empresariais brasileiras.

A

Lenda do Cavalo Árabe

Percorria ALAH o mundo logo após a criação quando ao passar sobre o deserto ouviu os gritos e o choro do beduíno. Ao perguntar-lhe por que assim chorava, respondeu-lhe o árabe: - Vide as riquezas que todos os outros povos ganharam e para mim só tocou areias. Percebendo ALAH que não havia sido equânime na distribuição das benesses da terra, disse-lhe: - Pois não chores mais, vou compensar-te dando um presente que não dei a povo algum. E tomando com a mão direita o vento sul que passava, falou: - Plasma-te, ó vento sul! Vou fazer de ti uma nova criatura. Serás o meu presente, e o símbolo de meu amor a meu povo. Para que sejas único e que nunca te confundam com bestas, terás:

O olhar da águia, a coragem do leão e a velocidade da pantera. Do elefante dou-te a memória, do tigre a força, da gazela a elegância. Teus cascos terão a dureza do sílex e teu pêlo a maciez da plumagem da pomba. Irás saltar mais do que o gamo, e terás do lobo o faro. Serão teus à noite os olhos do leopardo, e te orientarás como o falcão, que sempre volta à sua origem. Serás incansável como o camelo, e terás do cão o amor ao seu dono. E finalmente, Hissam (o cavalo), como um presente meu ao te fazer cavalo e fazer-te Árabe, dou-te para todo o sempre e para que sejas único: a beleza da Rainha e a majestade do Rei. Daniel Abbud Haddad Médico veterinário CRMV-SP: 25.559 Haras Cavalos Sagrados

Ênfase - Junho 2009

17


A

tibaia mais bonita

Cidade Limpa começou a sair do papel

Reuniões na Câmara e na Associação Comercial, neste primeiro semestre, impulsionaram a discussão sobre o projeto Cidade Limpa. A Prefeitura deverá intensificar a fiscalização e divulgou que haverá diferenças entre a lei em vigor na cidade de São Paulo e a proposta atibaiense. O projeto local será mais brando que a legislação da capital, com a permissão de publicidade em locais pré-determinados. O projeto prevê, inclusive, normas específicas para o centro histórico do município. A lei paulistana restringe qualquer tipo de publicidade em todo o perímetro da cidade, mesmo em áreas consideradas de interesse histórico ou turístico.

18

Ênfase - Junho 2009

Em Atibaia, discute-se a padronização visual das lojas, ou seja, critérios para regulamentar e disciplinar a paisagem visual da cidade. De acordo com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, as mensagens publicitárias não poderão exceder as fachadas dos empreendimentos, considerando as vitrines. Ainda a respeito das fachadas, elas devem ser preservadas, sem passar por qualquer tipo de alteração. A proibição de publicidade nas margens das rodovias que cortam o município também deve integrar o texto da proposta. O projeto manterá a proibição de publicidade no trecho entre os números 4746 e 7650 da alameda Lucas Nogueira Garcez. As avenidas Jerônimo de Camargo e Carvalho Pinto terão as mesmas restrições.

Imóveis residenciais com utilização residencial não poderão locar espaços para a instalação de painéis ou outro tipo de material que possibilite a veiculação de publicidade. Terrenos não edificados seguem o mesmo critério. No caso de placas de indicação de locação ou venda de imóveis, o projeto de lei deve permitir o uso de apenas uma placa com os dizeres “procure o corretor de sua preferência”. As propostas foram apresentadas em reunião do Conselho da Cidade, a partir dos levantamentos feitos por um grupo de trabalho formado por representantes da Associação Comercial e Industrial de Atibaia (ACIA), Prefeitura e representantes do setor. O projeto entrou depois em um fase de adaptações finais, antes de ser encaminhado à Câmara.


ĂŠnfase - Junho 2009

19


F

unerária Seixas presta bons serviços há 70 anos

A Empresa Funerária Seixas foi fundada em junho de 1939, no então município de Juquery (que na época englobava as atuais cidades de Franco da Rocha, Caieiras, Francisco Morato e Mairiporã). Seu criador foi José Seixas Vieira, filho de Adolpho Seixas. José e seus 11 irmãos já trabalhavam no setor funerário, na empresa de seu pai, em São José do Rio Preto. Foi atraído para o então município de Juquery em função da ampliação do Hospital Psiquiátrico que levava o nome da cidade, então o maior da América Latina, dirigido pelo ilustre dr. Franco da Rocha. Uma curiosidade: os 11 irmãos de José também migraram para cidades de São Paulo e todos abriram funerárias (com o mesmo nome!).

José Seixas Vieira foi um dos líderes da emancipação político-administrativa de Franco da Rocha e de Caieiras. Quando aquela primeira cidade se emancipou, José criou um serviço de auto-falantes (a “rádio Guanabara”), uma orquestra de cordas, uma fanfarra municipal, a primeira empresa de transporte público da localidade (cuja frota era composta por uma humilde jardineira) e comprou o primeiro telefone particular da cidade. O número de telefone da funerária era 09. A primeira expansão da funerária foi para Caieiras. Pouco depois, José faleceu (em 1977) e a empresa passou a ser administrada por Nelson e Milton Seixas, seus filhos. Eles criaram em 1996 o Plano de Assistência Familiar (PAF), que rapidamente foi aceito pelos clientes e teve enorme sucesso. Com o tempo e o crescimento da empresa, a

administração foi sendo compartilhada com a terceira geração da família, composta por Alexandra, Fred e Felipe. Em 2001, criou-se a terceira unidade da Funerária Seixas, em Francisco Morato. Na época, existiam naquela cidade 12 outras empresas, que disputavam agressivamente o mercado. Com trabalho árduo, o PAF se tornou ali também líder de mercado, de modo que a Funerária Seixas é hoje a única em operação na cidade. O mesmo vale para Franco da Rocha e Caieiras. Em novembro de 2003, comprouse a Funerária San Marco, em Atibaia, através de uma sociedade com o Serviço Funerário de Socorro. A San Marco havia sido criada em 1996 pelo empresário Marco Napolitano e era uma das empresas de maior prestígio na região. Imediatamente, foi desenvolvido o Plano San Marco, que também obteve enorme sucesso, rapidamente alcançando a liderança em mais uma cidade. Incentivada pelos ótimos resultados em Atibaia, a Funerária Seixas comprou a participação do Serviço Funerário de Socorro na San Marco em novembro de 2007. Atualmente, as Funerárias Seixas e San Marco, somadas, contam com uma frota de 32 veículos, dão emprego direto a aproximadamente 120 pessoas e procedem em média 200 funerais por mês. Contam com velório próprio em todas as cidades em que atuam. Através do serviço de carros de apoio, ao qual os associados do Plano têm direito, procedem mais de 250 remoções ao mês. Têm em estoque aproximadamente 2.700 itens de materiais de apoio para convalescente, outro benefício oferecido para seus associados.

Neste mês de junho, a Funerária Seixas completará 70 anos.

20

Ênfase - Junho 2009


ĂŠnfase - Junho 2009

21


C

ursos de capacitação

Cursos do Senar contribuem para a profissionalização dos trabalhadores rurais A Prefeitura, em parceria com o Senar, realiza todo mês cursos de capacitação para produtores, trabalhadores e famílias rurais. A iniciativa tem como objetivo contribuir com a profissionalização do produtor rural e, consequentemente, melhorar a produtividade e a qualidade de vida. A produtora rural Encarnação Silva Cipriano participa de vários cursos do Senar desde o ano de 2007. Ela aplica todo o aprendizado em trabalhos caseiros e também para confeccionar e comercializar produtos, trazendo uma renda complementar a família.

“Com as aulas do Senar, eu aprendi aforrarcaixaseproduzircestoscomfibra debananeira,alémdepequenosartesanatos,comoporexemplo,floresdepalhas. Avendadessesprodutosajudaacomplementarfinanceiramenteaminharenda”, conta Encarnação. Dessa forma, exemplos como o de Dona Encarnação deixam em evidência o principal objetivo dos cursos do Senar, que é ser uma importante ferramenta de capacitação de produtores e trabalhadores rurais, e mostram que eles estão cumprindo com seu papel e apresentando resultados. Todos os cursos do Senar são gratuitos. Mais informações sobre os cursos do mês e inscrições podem ser obtidas na Secretaria de Agropecuária e Abastecimento, que fica na Rua José Pires, n° 514, no Centro ou pelo telefone 44147500.

22

Ênfase - Junho 2009


A

tibaia também assinou o Pacto da Juventude

A Prefeitura de Atibaia assinou o Pacto da Juventude, documento em que a administração municipal se compromete a instituir políticas públicas voltadas para jovens entre 15 e 29 anos. A assinatura aconteceu durante o Fórum Permanente de Políticas Públicas para a Juventude, evento que reuniu as principais lideranças da região, inclusive com a participação do secretário nacional adjunto de Juventude, Danilo Moreira. A coordenadora de Cidadania de Atibaia, Cida Navarro, e Marcos de Melo, da Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social, também estiveram na cerimônia, acompanhando o vice-prefeito Ricardo dos Santos Antonio. Além de Atibaia, mais oito municípios da Região Administrativa de Campinas (RAC) aderiram ao pacto.

Estima-se que o país possua aproximadamente 50,5 milhões de pessoas entre 15 e 29 anos. A instituição de políticas públicas para esta camada da sociedade é, segundo os defensores do movimento da juventude no país, uma profunda mudança de paradigmas, já que até pouco tempo os jovens eram considerados “problemáticos”. “Por muito tempo a juventude foi recebida apelas pelas políticas de segurança pública”, apontou Gustavo Petta, ex-presidente da União Nacional dos Estudantes (Une) e atual secretário de Esportes e Lazer da Prefeitura de Campinas. Entre as principais conquistas recentes apontadas pelas lideranças do movimento jovem, estão o Prouni e o Projovem, programas sociais do go-

verno federal voltados para a educação, formação e capacitação. “O Estado esteve muito tempo ausente. Saímos da ‘juventude problema’ para a ‘juventude de direito’, sujeito de mudanças”, disse Danilo Moreira, secretário nacional adjunto de Juventude. O Pacto da Juventude é um documento proposto pelo Conselho Nacional de Juventude aos governos federal, estadual e municipal. O principal objetivo da medida é a aprovação da proposta de emenda à Constituição (PEC) que garanta os direitos aos jovens, com ações voltadas para o combate ao analfabetismo, inclusão digital, capacitação profissional e projetos na área de cultura, lazer e esporte.

Ênfase - Junho 2009

23


A

tos incentivam o combate aos abusos e à violência sexual

Para marcar o Dia Nacional de Combate contra o Abuso e a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes em maio, o Sindicato dos Bancários de Bragança Paulista, Atibaia e Região preparou atos simultâneos para divulgar a segunda fase da Campanha de Combate

ao Abuso e à Violência Sexual Contra Crianças e Adolescentes e o Disque 100. A campanha é uma iniciativa da Federação dos Empregados em Empresas de Crédito do Estado de São Paulo (FETEC CUT-SP) e teve início em 2008. Na primeira fase, foi elaborada uma cartilha e promovidos atos de debates voltados para formadores de opinião. A subsede da OAB de Bragança sediou um destes debates. O objetivo da segunda fase foi massificar as informações sobre o assunto e incentivar a população a denunciar casos de abusos

24

Ênfase - Junho 2009

e violência sexual contra crianças e adolescentes através do Disque 100. Os atos incluíram distribuição de cartilhas e jornais com linguagem acessível a toda população em Bragança e Atibaia. A campanha contou o apoio do Conselho Nacional dos Direitos da Crianças e do Adolescente (Conanda) e sindicatos, conselhos municipais, entre outros. Para combater esse tipo de atrocidade, o governo brasileiro criou a Lei 9970/00, que instituiu o 18 de Maio como Dia Nacional de Combate contra o Abuso e a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. A data foi escolhida porque, em 18 de maio de 1973, em Vitória/ES, um crime bárbaro chocou todo o país e ficou conhecido como o “Crime Araceli”.


T

apetes Arraiolos são uma marca de Atibaia

Os admiráveis tapetes Arraiolos formam uma marca de Atibaia, reconhecida em todo o país e no exterior. São tapetes de origem portuguesa. Os primeiros exemplares datam de mais de 300 anos. Segundo a ARPA, a associação dos artesãos do Portão, que conta com 1.400 associados, os tapetes são famosos no mundo inteiro e ainda conservam o fio histórico que os liga aos modelos mais antigos. “A arte do Arraiolo é conhecida mundialmente como uma das mais belas manifestações do artesanato popular. Está presente no Brasil, incorporado ao povo, pela herança secular de antigas famílias portuguesas, o que confirma a presença da mulher como elemento de atuação cultural”. O ponto chamado de Arraiolo era

conhecido em alguns países com os nomes de ponto cruz oblíquo, ponto de cruz curto e comprido ou ponto de trança eslavo. Sabe-se que os antigos povos eslavos praticaram este ponto. Identificou-se nos bordados hispanoárabes a tradição bizantina, o que reforçou a ideia de que o ponto de Arraiolos tem fluência nos bordados marroquinos e foi divulgado pelos mouros em Espanha e Portugal. O mesmo ponto é praticado na Península Ibérica, pelo menos, há oito séculos. Na Catedral de Astorga, existe um bordado do século XII, em que está bem visível o ponto, igual ao que hoje se faz nos tapetes de Atibaia. Atualmen-

te, o ponto Arraiolo é conhecido em muitos países da Europa, em algumas partes do extremo oriente e por todo o Brasil, onde é muitíssimo praticado. Imigrantes portugueses em Atibaia criaram uma verdadeira comunidade artesã de tapetes Arraiolos. No bairro do Portão, turistas e consumidores da arte encontram uma verdadeira fábrica artesanal da tapeçaria. Peças com 300 anos ou mais inspiram a criação dessas obras.

Ênfase - Junho 2009

25


I

mplantes Dentários

CIOB atende pacientes de implantes com apoio da Prefeitura

O CIOB (Centro Internacional Odontológico Brasileiro), que funciona na zona norte da Capital, vai atender pacientes de implantes de Atibaia com tecnologia de ponta. Para isso, os pacientes contarão com transporte por van, fornecido pela Prefeitura. Essa parceria, que foi acertada com o prefeito Dr. Denig, retoma um trabalho que teve sucesso na cidade na administração anterior, sob a coordenação do Dr. José Theodoro Pinto. Enquanto não abre o espaço em Atibaia, que está em estudos, o prefeito Dr. Denig decidiu dar continuidade ao programa de implantes sociais. Quando vereador, Denig apresentou moção de congratulações ao Dr. José Theodoro, destacando a importância desse trabalho e mostrando sua sensibilidade quanto à saúde bucal, como elemento essencial para a boa digestão e o sentimento de auto-estima. Para a retomada do programa, o Dr. José Theodoro contou também com o apoio dos vereadores José Paulo Teixeira e Dedel. O CIOB é uma escola de implantologia para profissionais da odontologia em busca de aperfeiçoamento e qualificação. O curso de implantes dentários, com o enfoque na atualização em implantes para profissionais do setor, é coordenado pelos professores Marcelo Sarra Falsi, Pascoal Pippa, José Theodoro Pinto e João Carlos Bacurau. A escola está Rua João Simão de Castro, nº 93, Vila Sabrina, Capital, a 10 minutos do aeroporto internacional de Guarulhos e com facilidade de acesso para quem chega, por exemplo, de Atibaia, pela rodovia Fernão Dias. Os pacientes interessados em dar continuidade ao tratamento iniciado em Atibaia ou que pretendem iniciar o processo, devem ligar para 4412-1437/5175 e falar com Sílvia.

26

Ênfase - Junho 2009


E

ducar com o Coração

Este é para refletir!

Na educação das nossas crianças, todo exagero é negativo. O texto abaixo, de Eugênia Puebla, autora do livro “Educar com o coração”, é o puro exemplo de que “os filhos são flechas que lançamos para o mundo”(Kalil Gibran): Responda-lhe, não o instrua. Proteja-o, não o cubra. Ajude-o, não o substitua. Abrigue-o, não o esconda. Ame-o, não o idolatre. Acompanhe-o, não o leve. Mostre-lhe o perigo, não o atemorize. Inclua-o, não o isole. Alimente as suas esperanças, não as descarte. Não exija que seja o melhor, peça para ser bom e dê o exemplo. Não o mime em demasia, rodeie-o de amor. Não o mande estudar, prepare-lhe um clima de estudo. Não construa um castelo para ele, vivam todos com naturalidade. Não o ensine a ser, seja você como quer que ele seja. Não lhe dedique a vida, vivam todos cada um a sua. Lembre-se de que seu filho não o escuta, ele OLHA para si. E, finalmente, quando a gaiola do canário se quebrar, não compre outra... Ensine-o a viver sem portas!

S

emana da Enfermagem

PSF do Imperial lembra a Semana Municipal de Enfermagem

A enfermeira Ana Cecília Batista de Sá, 40 anos de exercício profissional, atuando no PSF do Imperial (unidade de Saúde da Família), mobilizou sua equipe no mês passado para a Semana Municipal de Enfermagem. A iniciativa afirma a realidade de que “o enfermeiro, o técnico e o auxiliar de enfermagem são presenças constantes na comunidade”. O 12 de maio é o Dia do Enfermeiro, data mundial em referência a Florence Nightingale, marco da enfermagem moderna no mundo e que nasceu em 12 de maio de 1820. Já no Brasil, além do Dia do Enfermeiro, comemora-se o Dia dos Técnicos e Auxiliares de Enfermagem em 20 de maio, homenageando igualmente toda a classe de profissionais. Segundo o site www.hospitalar.com, a Semana da Enfermagem foi instituída em meados dos anos 40, em homenagem a dois grandes personagens da enfermagem no mundo: Florence Nigthingale e Ana Néri, enfermeira brasileira e a primeira a se alistar voluntariamente em combates militares. Ênfase - Junho 2009

27


I

nternet

Quanto tempo você passa na Internet?

A paixão pelo “surfe” O brasileiro é fissurado em Internet. Uma pesquisa do Ibope/NetRatings (2008) revelou que cada pessoa passa, em média, 24 horas e 41 minutos por mês “surfando” na web. Chats, blogs, sites de relacionamento e aplicativos que possibilitam as chamadas conversas on-line, como o MSN, ocupam 34,5% do volume de horas que os jovens permanecem à frente da telinha do computador. Mas, é bom ficar de olho. Afinal, quem nunca ouviu uma mãe reclamar que o filho fica horas teclando com os amigos, enquanto poderia desenvolver outras atividades? Para Anna Rita Satore, Doutora em Educação pela USP, passar o dia navegando pela Internet pode ser um sinal de que algo está errado dentro da casa. “Há dois fatores que podem induzir este comportamento: falta de estabelecimento de limites claros ou mesmo uma dificuldade de ordem psicológica. O meio tecnológico indiscutivelmente é sedutor e o adolescente não tem encontrado regras definidas para seu uso”. Jornal Fisk por Dentro – Edição abril/maio

28

Ênfase - Junho 2009


E

screver e ler com competência

Saber ler e escrever bem, hoje, é uma competência fundamental para a vida. No entanto, a dificuldade em dominar a língua, tanto na produção de textos como na leitura, é preocupação constante dos educadores.

o que ouvimos constantemente, de suas experiências, é que pouco se consegue fazer. Então, como explicar esse fenômeno?

A Língua Portuguesa é uma área de ensino muito enfatizada desde a Educação Infantil até o Ensino Médio, com um grande número de aulas destinadas a esse fim. Falamos, lemos, escrevemos na língua portuguesa, ou seja, passamos toda a nossa vida nos comunicando por meio dela. No entanto, constatamos textos mal escritos, respostas mal formuladas, por vestibulandos, universitários, além de evidências de dificuldades de entendimento do que lêem.

Estudos mostram que o ensino da língua, para ser efetivo, deve pautar-se no uso que a sociedade faz desse recurso de comunicação, ou seja, torná-lo significativo para a vida e não apenas para a escola. Com base nesse princípio, podemos afirmar que falamos e escrevemos por meio de textos que fazem parte de nosso cotidiano, tais como receitas, regras de jogos, cartas, crônicas, teses e outros. São eles que permeiam nosso ambiente social, portanto, o que temos que desenvolver é a competência para usá-los.

Professores passam horas planejando e buscando estratégias para que seus alunos tenham prazer pela leitura, mas,

Projetos didáticos que envolvam os gêneros textuais e seus usos sociais podem favorecer as habilidades neces-

sárias ao domínio da língua, desde a alfabetização, à produção escrita, leitura e oralidade, como também a compreensão da gramática, de forma eficiente e não apenas como uma memorização de regras sem sentido. Diversos programas têm sido apresentados pelos sistemas públicos de ensino e por estudiosos autônomos às escolas, com o objetivo de subsidiar a ação pedagógica em direção ao domínio da língua, por seus alunos. É o que a equipe da MJA Rossetti Assessoria Pedagógica vem realizando com sucesso em várias escolas da cidade de São Paulo.

MJA Rossetti Assessoria Pedagógica mariaritacsouza@terra.com.br

Ênfase - Junho 2009

29


E

conomia Verde dicas para gastar menos

Economia de combustível e pneus: * manter o tanque sempre cheio (a evaporação do combustível é bem menos) * colocar combustível pela manhã (as moléculas frias são menores e, assim, entra mais combustível com o mesmo preço) * evitar arranques bruscos ou acelerações excessivas (aumentam muito o consumo do combustível e poluem muito mais) * conferir o alinhamento a cada 10.000 km ou após trafegar muito em vias esburacadas (desalinhamento gasta mais pneus e combustível) * manter a pressão dos pneus sempre regulada (pneus murchos gastam muito mais combustível) * aumentar a pressão dos pneus em pelo menos 4 libras, ou conforme manual do veículo, 3 dias antes de viajar (aumenta a segurança e gasta menos pneu e combustível)

30

Ênfase - Junho 2009

* não segurar o veículo em subidas com um pé no acelerador e outro na embreagem. Desengatar e utilizar o pedal de freio, ou o freio de mão (um dos maiores vilões de gasto errado e poluição) * não manter a aceleração ao perceber o semáforo em vermelho ou um veículo com a luz de freio acesa à sua frente. * não sair com o veículo imediatamente após dar a partida quando o motor estiver frio; aguardar 1 ou 2 minutos (motor frio gasta e polui muito mais) Evitando danificar ou gastar incorretamente: * reduzir muito a velocidade antes de passar em lombadas e ao entrar em garagens para evitar danos à suspensão (é o que mais danifica amortecedores, bandejas e molas) * verificar o balanceamento quando sentir alguma vibração no volante ou em outras partes do veículo (é o que

mais danifica rolamentos e aumenta “grilos” no veículo) Segurança, economia e menores riscos de acidentes ou desconfortos: * avaliar frequentemente as condições do fluido do freio e redobrar os cuidados se viver em regiões com alta umidade (uma novidade tecnológica fundamental) * não descer serras ou rampas longas apenas utilizando o freio (use marcha e velocidade reduzida para segurança e proteção dos freios) * testar a bateria antes do inverno ou na primeira engasgada da partida (20% dos chamados nas seguradoras são por causa da bateria) Seguindo os passos da economia verde, podemos economizar até 20% de pneus, combustível e peças. www.dpaschoal.com.br


F

eira da Saúde aposta em orientações e alertas

Na sexta-feira, à noite, choveu e o evento parecia ameaçado pelo mau tempo. Mas aquele sábado de abril trouxe o sol de volta e a 16ª Feira Lions da Saúde foi mais uma vez sucesso de público. Antes das 8h, horário oficial de abertura, havia filas nas barracas de exames gratuitos. A terceira idade compareceu em peso, mas integrantes de outras faixas etárias - de crianças a adultos - passaram também pelo Pátio do Mercado Municipal até o começo da tarde. Profissionais de saúde, estudantes e políticos compareceram. O tema deste ano foi “Saúde é fundamental, informe-se, previna-se e cuide-se”. A realização foi do Lions Clube de Atibaia, em parceria com a Prefeitura e o apoio da Associação Comercial. Houve abertura oficial, que teve hasteamento das bandeiras, com a presença

de autoridades e escoteiros da cidade. No evento, a Secretaria da Saúde, os cursos de Enfermagem, as escolas e os hospitais (Novo e Albert Sabin) distribuíram folhetos, atenderam o público com orientações e fizeram exames gratuitos. Os exames e testes gratuitos foram: detecção de pressão alta/hipertensão, detecção de diabetes, tipagem sanguínea e fator RH, detecção de nódulos (prevenção do câncer de mama), exame de câncer bucal (prevenção), teste de acuidade visual (se necessário, com consulta médica no mesmo dia), detecção de catarata, teste de obesidade e vacinação contra a gripe no idoso (a partir dos 60 anos).

As orientações educativas foram direcionadas para diabéticos e hipertensos e levaram informações sobre a prevenção do câncer de útero, higiene dentária e câncer bucal, perigos das Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST) e AIDS, meningite, dengue, coleta reciclável de lixo e composteira caseira, manuseio seguro de botijão de gás (acidentes domésticos e reanimação cardiorrespiratória), exercícios físicos de fácil realização e postura.

Ênfase - Junho 2009

31


C

urso ensinou técnicas de negociação e vendas

O curso “Técnicas de negociação e vendas com PNL (Programação Neurolinguística)” foi realizado no auditório da Associação Comercial. Segundo os organizadores, o objetivo foi tornar o participante “capaz de entender e influenciar melhor a si mesmo e aos outros, com ética e positivismo”. No mundo empresarial, é importante oferecer recursos para que os profissionais atinjam metas, alcancem resultados assertivos, aumentem seu potencial realizador, seu poder de crença no próprio potencial e ganhem um olhar transformador sobre a realidade, o mercado e a venda de produtos, serviços e idéias. O público-alvo do curso foi formado por empresários, gerentes, vendedo-

32

Ênfase - Junho 2009

res, supervisores de vendas e os interessados em melhorar sua vida pessoal e profissional. No programa, estavam os temas: perfis de vendas ontem e hoje; mudando crenças e paradigmas limitadores; desvendando os estágios da ação de compra; mapas e filtros; trabalhando o “approach” (abordagem); identificando critérios (desejos e necessidades); a venda pessoal ativa/passiva e por telefone; entendendo os estilos de venda e compra; o funcionamento cerebral e o potencial da mente humana; desenvolvendo a empatia; desenvolvendo a comunicação assertiva e eficaz; utilizando pistas verbais e não verbais; lidando com clientes visuais, auditivos e cinestésicos; usando a linguagem verbal, a flexibilização, a modulação e a entonação da voz para se comunicar melhor; usando a linguagem corporal

para criar confiança em todos os tipos de pessoas; transformando resistências em oportunidades de negociação; e trabalhando corretamente o diferencial do seu produto/serviço. A facilitadora foi Sandra Lúcia do Nascimento, diretora da Caciari, empresa que há 18 anos trabalha no desenvolvimento de pessoas e organizações em todo o Brasil. Ela é comunicóloga (Mtb 32771), pós-graduada em Gestão Estratégica em RH e especialista em educação, praticante da programação neurolinguística, entre outras experiências. Para informações sobre cursos da ACIA, os interessados devem ligar para 4402 3882 – Distrital da ACIA.


P

assarelas para Fernão Dias

Concessionária anunciou quatro passarelas para a Fernão Dias

Marlene Veiga segurava um cartaz com os dizeres “Chega de morte. Passarela já - km 44,8 Fernão Dias!”. Era sexta-feira, 24 de abril, e acontecia na Câmara mais uma reunião sobre a Fernão Dias, com a participação de vereadores, representantes de cidades como Vargem e Bragança, e executivos da Autopista Fernão Dias e da OHL, responsáveis pela estrada há um ano e dois meses. O tom de queixa se repetiu, mas houve uma novidade por parte dos operadores da Fernão Dias. Segundo Nelson Machado, da Autopista Fernão Dias, a concessionária estudou a instalação de quatro passarelas na estrada, que ficariam nos kms 49, 33, 41 e 44. No geral, a previsão para a via é de construção de 50 passarelas. A discussão entre os gestores da OHL e os representan-

tes das cidades mostrou que, pelo lado municipal, perdeu-se a corrida das audiências públicas e do detalhamento do edital. Agora, definido o contrato entre governo e concessionária, as cidades brigam numa espécie de “luta perdida”. Desde 2007, as cidades tentam ganhar terreno nessa corrida, mas com poucos e suados passos. Em dezembro daquele ano, a Comissão de Ação Popular Pró-Fernão Dias fez sua terceira reunião e pediu audiência com a ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres). O encontro foi na Câmara Municipal de Bragança Paulista. O grupo foi criado para acompanhar a privatização da rodovia Fernão Dias e sua primeira reunião aconteceu em Atibaia; a segunda, em Guarulhos. Foram convidados representantes das cidades afetadas pela estrada. As cidades se uniram para buscar, pleitear e reivindicar as necessidades de

cada município, como as passarelas. A implantação de passarelas, a abertura dos acessos e das marginais, e principalmente a localização das praças de pedágio, continuam entre os assuntos debatidos. Recente estudo do Instituto de Pesquisa Econômica e Aplicada (IPEA) colocou a rodovia Fernão Dias (BR 381) entre as piores estradas do país. Nas reuniões, ficou claro que o município mais prejudicado, a partir das reclamações feitas, é mesmo Vargem. Em março, o grupo se reuniu em Atibaia e em Vargem, destacando-se o problema da cidade com a implantação do pedágio. A principal reclamação de Vargem diz respeito ao fechamento dos acessos à cidade, o que tem prejudicado a população local. Há casos de moradores que pagam pedágio para levar os filhos na escola e até para chegar à padaria ou no açougue mais próximo.

Ênfase - Junho 2009

33


S

ugestão de presentes

1

3

2 1 - Túnica Bordada indiana 2 - Conjunto de colar, brincos e bind indiano

5

4

da Rishikesh Al. Lucas Nogueira Garcez, 2049 Fone: 4402-2444 3 - Arranjo com Tulipas vermelhas

da Flor & Cia Praça Guilherme Gonçalves, 41 Fone: 4412-0260 4 - Bota Peletizada

da Intimu’s Lingerie Rua José Alvim, 148 Fone: 4411-1875 5 - Óculos Ana Hickmann 6 - Óculos Spy

6 34

Ênfase - Junho 2009

da Ótica Atibaia R. Benedito de Almeida Bueno, 467 Fone: 4411-7438


S

7

ugestão de presentes

8 7 - Relógio Retro 8 - Miniaturas aparelho de chá 9 - Porta CD

9

do Trem Mineiro Al. Lucas Nogueira Garcêz, 3545 Fone: 44114692 10 - Shiva Nataraja de bronze

da Rishikesh Al. Lucas Nogueira Garcêz, 2049 Fone: 44022444 11 - Tapetes Arraiolos

da ARPA Rod. Fernão Dias, km 51 - Fone: 4416-9324

10

12 - Arranjo de mesa com flores nobres

da Flor & Cia Praça Guilherme Gonçalves, 41 Fone: 4412-0260

11

12 Ênfase - Junho 2009

35


S

ugestão de presentes

13

14 13 - Pantufa Térmica

da Grãos & Aromas www.graosearomas.com.br (16)3114-2707 / (11)4412-5516 / 9879-9689

14 - Arranjo com Tulipas amarelas

da Flor & Cia Praça Guilherme Gonçalves, 41 Fone: 4412-0260

15

17

16 15 - Bolsa modelo Açai 16 - Bolsa Ligia Areia

da 1001 Retalhos Av. Industrial Walter Kloth, 1594 Fone: 4411-2425 17 - Quadros, molduras e gravuras

da Atividros Av. Dr. Joviano Alvim, 1550 Fone: 4412-2599 36

Ênfase - Junho 2009


S

ugestão de presentes

18

19

20 18 / 19 - Botas 20 - Bolsas

da Jack Prado Rua José Pires, 254 Fone: 4402-7606 Ênfase - Junho 2009

37


S

ugestão de presentes

21

22 21 - Sobretudo/Vestido com babado 22 - Jaqueta masculina forrada

da Bijeans Rua Thomé Franco, 158 Fone: 4413-4880

23

24

25 23 - Vestido de Viscolycra 24 - Blusa de Jersi 25 - Casaquete de lã

da D’s Rô Rua José pires, 26 Fone: 4412-9009

38

Ênfase - Junho 2009


S

26

ugestão de presentes

28

27 26 / 28 - Calça Jeans com Stretch R$ 69,90 27 - Calça Jeans com Stretch R$ 59,90

da Zatch Fone: 4402-3759

Ênfase - Junho 2009

39


S

ugestão de presentes

29

29 - Blusa de lã masculina 30 - Conjunto infantil de inverno 31 - Camiseti com babado

da Oficina Fashion Rua Thomé Franco, 301 Fone: 4411-1779

30 31

40

Ênfase - Junho 2009


32

S

ugestão de presentes

33

32 - Casaqueto indiano com capuz 33 - Malha básica com botão

da Absoluta Moda Feminina Rua José Alvim, 113 Fone: 4412-8108

Ênfase - Junho 2009

41


S

ugestão de presentes

35

34

36 34 - Camisa masculia Dudalina 35 - Camisa feminina Morina

da Dominium Rua José Ignácio, 59 Fone: 3402-1611 36 - Kit recém nascido 37 - Conjunto Póssum 38 - Roupas Ben 10

38

da Lojas Global Loja 1 : Av. São João, 213 Fone: 4412-4901 Loja 2: Av. José Alvim, 189 Fone: 4413-1713 39 - Blazer de veludo

da Loja Teixeira Rua José Pires, 220 Fone: 4411-0835

39 37

42

Ênfase - Junho 2009


S

ugestĂŁo de presentes

ĂŠnfase - Junho 2009

43


S

ugestão de presentes

40

43 40 - Caminhas e cobertores 41 - Roupinhas vários modelos e tamanhos 42 - Brinquedos e acessórios

da Jucão Pet Shop Banho e Tosa Av. Dr. Joviano Alvim, 1530 Fones: 3402-3486/3402-3487 43 - Marreco Carolina (USA)

da Aves do Mundo Rod. Fernão Dias, km 49,5 Fone: 4416-9303

42

41

44 - Alto falante Evolution 6/9” 400W 45 - CD Player/MP3 com entrada de USB e cartão

da Valparaízo Rua Otávio Passos, 200 Fone: 4412-7299

44 45 44

Ênfase - Junho 2009


ĂŠnfase - Junho 2009

45


P

reservação Ambiental

Monumento Natural Serra do Itapetinga

Com o aquecimento global e a grande necessidade de preservar áreas cada vez maiores, o governo instituiu no Brasil o (SNUC) Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza em 18 de julho de 2000, através da Lei Nº. 9.985 e está se consolidando de modo a ordenar as áreas protegidas, nos níveis federal, estadual e municipal, com esse amparo que os governos Federal, Estaduais e Municipais podem criar áreas de preservação ambiental. Os objetivos do SNUC são: - contribuir para a manutenção da diversidade biológica e dos recursos genéticos no território nacional e na águas jurisdicionais; - proteger as espécies ameaçadas de extinção no âmbito regional e nacional; - contribuir para a preservação e a restauração da diversidade de ecossistemas naturais; - promover a utilização dos princípios e práticas de conservação da natureza no processo de desenvolvimento; - proteger paisagens naturais e pouco alteradas de notável beleza cênica; - proteger as características de natureza geológica, geomorfológica, espeleológica, paleontológica e cultural; - proteger e recuperar recursos hídricos e edáficos; - recuperar ou restaurar ecossistemas degradados; - proporcionar meios e incentivos para atividades de pesquisa científica, estudos e monitoramento ambiental; - valorizar econômica e socialmente a diversidade biológica; - Favorecer condições e promover a educação e interpretação ambiental, a recreação em contato com a natureza e o turismo ecológico; - proteger os recursos naturais necessários à subsistência das populações tradicionais, respeitando e valorizando seu conhecimento e sua cultura e promovendo-as social e economicamente. Temos que ficar atentos para que na intenção de proteger às vezes, acabamos travando o desenvolvimento da região em questão, pois a sustentabilidade é o equilíbrio entre o homem e a natureza, que nem sempre é fácil de encontrar e manter devido a interesses pessoais. Paulo Afonso Peçanha Pós-graduado em Gestão Ambiental e Sustentabilidade.

46

Ênfase - Junho 2009


F

isioterapia Neurológica

O acidente vascular Encefálico, ou derrame cerebral, ocorre quando há um entupimento (AVE isquêmico) ou o rompimento (AVE hemorrágico) dos vasos que levam sangue ao cérebro provocando a paralisia da área cerebral que ficou sem circulação sanguínea adequada. O AVE pode ser causado por várias doenças, mas também existem fatores de risco. Os mais comuns são: AVE Isquêmico Pressão alta, diabetes, doenças cardíacas e taxas de colesterol e triglicérides altas. AVE Hemorrágico Pressão alta, distúrbios da coagulação e presença de aneurisma cerebral. A Fisioterapia Neurológica tem a finalidade de evitar ou corrigir quaisquer deformidades, melhorar a função motora e ajudar no desenvolvimento da capacidade de realização das atividades diárias até que o paciente possa, pelo menos parcialmente, cuidar de suas necessidades pessoais. O programa fisioterapêutico precoce, intensivo e eficaz, é sempre necessário, importante e principalmente capaz de prevenir as possíveis complicações, aumentando assim, a expectativa e a qualidade de vida do paciente mais próxima do normal.

Depoimento de Paciente

“O tratamento aqui é ótimo, tive resultados antes do tempo previsto pelos médicos. Desde que comecei a fazer o tratamento, senti uma grande melhora; não tinha perspectiva de voltar a andar tão cedo e hoje com apenas seis meses de tratamento, com auxílio de bengala, já consigo andar dentro de casa e ter alguma independência. O tratamento aqui na Clinica Reabilite superou as minhas expectativas.” Maria de Lourdes Martins paciente da Clínica de Fisioterapia Reabilite Atibaia. Dra. Caroline P. Silva -Fisioterapeuta CREFITO 100136-F Dra.Suzana Polanca - Fisioterapeuta CREFITO 100140-F Ênfase - Junho 2009

47


P

ilates: um complemento para seu dia

Pilates é um método alternativo de movimentos, dando ênfase na saúde integral do corpo. Requer concentração, controle de movimento e consciência corporal. A prática é o momento

de estar presente, de sentir, respeitar e permitir a harmonia entre o corpo e a mente. O objetivo do método é ensinar ao aluno a entender o seu corpo e desta maneira usá-lo de forma correta. Os resultados são rápidos e duradores; promove uma postura correta e natural; não há impactos ou estresses nas articulações. Seus benefícios são o aumento da resistência e flexibili-

48

Ênfase - Junho 2009

dade; força e controle motor; alívio de tensões, estress e dores crônicas; facilidade de drenagem linfática e eliminação de toxinas; melhor funcionamento dos órgãos internos; aumento da capacidade pulmonar; entre outros. O Pilates é um complemento para que seu dia fique melhor, trazendo ânimo e disposição, além de esvaziar sua mente dos problemas cotidianos, trazendo maior clareza nas soluções e atitudes. “Uma vida saudável e com qualidade conseguimos através de bons hábitos”. Leila Oliveira Padma Studio Pilates


S

aúde e Beleza no Inverno

A temporada fria é o período mais procurado para a realização de cirurgias plásticas e tratamentos estéticos para a pele. Embora não existam grandes diferenças no pós-operatório das cirurgias realizadas no verão ou inverno, com o clima mais frio os pacientes diminuem a exposição ao sol, permitindo melhores resultados e reduzindo os riscos de manchas. Outro benefício é que o clima torna menos desconfortável o uso de cintas elásticas durante o período de recuperação. É a melhor época para realizar procedimentos estéticos que causam a esfoliação da pele, como os peelings químicos, laser e botox. Os peelings são utilizados para renovação da pele e para a eliminação das manchas, com sessões de periodicidade semanal ou quinzenal. Já os pelos podem ser eliminados com a depilação a laser. Devemos lembrar que a proteção solar e cuidados com a pele também são imprescindíveis no inverno.

C

arboxiterapia

Técnica estética não-cirúrgica utilizada para o tratamento de gorduras localizadas, celulite, flacidez e estrias através da injeção de gás carbônico medicinal no tecido subcutâneo. Isso produz uma melhora na microcirculação e oxigenação dos tecidos, promovendo benefícios estéticos como combate da celulite, gordura localizada e flacidez. Como a carboxiterapia também estimula a formação de colágeno e novas fibras elásticas, ela também pode ser indicada para o tratamento de estrias, rejuvenescimento facial e corporal. Indicações: -celulite -gordura localizada -flacidez da pele (coxas e braços) -rejuvenescimento facial -olheiras -estrias - complementação e melhora dos resultados de lipoaspirações O tratamento inclui de 10 a 20 sessões, divididas em uma ou duas vezes por semana. A sessão dura de 15 a 30 minutos, dependendo da região e o paciente pode retornar imediatamente às suas atividades. A associação com mesoterapia, drenagem linfática e dieta acelera o tratamento. Antes de iniciar as aplicações é obrigatória avaliação médica. A carboxiterapia deve ser realizada por médicos treinados. Consultoria: Dra Diana Pinheiro Cruz CRM 104302 Ênfase - Junho 2009

49


G

estão Hospitalar

Uma nova tecnologia de gestão hospitalar se encontra em implantação pelo Hospital Novo Atibaia e um momento decisivo acontecerá neste mês de junho. O sistema de atendimento, que beneficiará os pacientes com a unificação de dados e histórico de saúde, depende do seu recadastramento. Nas últimas semanas, os pacientes receberam, em todas as unidades clínicas do HNA, um folheto com as orientações sobre esse recadastramento que permitirá corrigir e atualizar os dados. Para que isso ocorra, o Hospital Novo precisa que cada paciente apresente documento com foto (RG, carteira de motorista ou documento profissional) e a carteirinha do seu plano de saúde (no caso de convênio). Os conveniados AMHA, após a fase de recadastramento, receberão uma nova carteirinha de identificação com código de

50

Ênfase - Junho 2009

barras, que facilitará o atendimento. Segundo o presidente do Hospital Novo Atibaia, Dr. Shuhatiro Wada, a MV Sistemas foi escolhida após longo período de pesquisas sobre empresas especializadas. Há 21 anos no mercado, ela ocupa a liderança no setor de software de gestão para sistemas de saúde. Seu currículo abrange cerca de 500 clientes entre hospitais e clínicas, com certificação de qualidade. “Estamos, o Hospital Novo Atibaia, fazendo parte deste rol de hospitais de vanguarda”, afirmou o médico. “O passo inicial foi com nossos funcionários num intenso treinamento em três estações especialmente preparadas, com cerca de 30 equipamentos e orientados pelos consultores da Notória (Consultoria), abrangendo todos os setores da administração. Depois,

Dr. Shuhatiro Wada

em maio, o corpo clínico e a equipe de enfermagem iniciaram seus respectivos treinamentos”, acrescentou o presidente do hospital.


ĂŠnfase - Junho 2009

51


A

tibaia presente no Salão do móvel em Milão

Os olhares mundiais se voltaram para o 48º Salão Internacional do Móvel de Milão, Itália, com o objetivo de descobrir as novas propostas de materiais e estilos de móveis em conjunto com a Euroluce (iluminação). O complexo de feiras, projetado pelo arquiteto Massimiliano Fuksas, numa área de 200 mil

m2, recebeu cerca de 1300 expositores, divididos em várias mostras classificadas por categoria: clássico, moderno e satélite (tendências de novos designers e arquitetos). O Brasil teve destaque com o stand da EDRA, que apresentou ao mundo o design brasileiro representado pelos irmãos Campana, com sua linha de cadeiras recém-relançada na Europa. O circuito “Fuori Salone” e as mostras paralelas espalhadas por Milão durante o Salão do Móvel são instigantes e estimulantes por apresentar os lançamentos exclusivos dos maiores nomes do design mundial, além do fascínio exercido pela linda cidade com sua gastronomia incomparável. A Revista Ênfase pôde saber em pri-

52

Ênfase - Junho 2009

meira mão as tendências que serão seguidas nas casas, em breve. Atibaia esteve presente neste evento que é a origem das melhores criações artísticas, através do arquiteto Wilson Raphael Doratiotto. Ele foi premiado pela empresa Florence por seu trabalho e projetos de armários e cozinhas planejados.


A Florence, com renome em móveis planejados de qualidade, presenteou o arquiteto com uma viagem completa pelo berço da arquitetura - Roma, Veneza, Firenze e Suíça – além de acesso livre ao Salão Internacional e ao “Fuori Salone”. Os estilos serão difundidos nos próximos lançamentos das coleções de móveis e acessórios em todo o mundo e servirão de inspirarão aos designers e arquitetos.

Segundo Wilson Raphael, a decoração apresenta as cores vermelho, laranja, preto e branco, na releitura do clássico, agora renovado com novos acabamentos como a laca em preto ou branco. Na arquitetura, a influência é a fluidez de espaços e materiais, com uso confirmado do vidro em tons e formas diferenciados.

As paredes brancas receberam trabalhos leves em rebaixos de gesso, sem detalhes e exageros. Não poderiam ficar de fora os móveis e acessórios com o selo “verde” em respeito ao meio ambiente que veio para ficar. No geral, a leveza e sutileza estão presentes nas formas modernas dos móveis, criando espaços mais bem aproveitados e livres, contou Wilson. Para quem não pôde ir, o jeito é esperar a chegada dessas tendências ao Brasil e, então, deixar a sua casa em grande estilo.

Ênfase - Junho 2009

53


A

rtesanato Brasileiro

O maior prêmio do artesanato brasileiro é concedido à 1001 Retalhos. Adequação ambiental e cultural, capacidade produtiva, inovação de produto e qualidade artesanal. Estes são alguns dos 11 pré-requisitos exigidos no 2º concurso Top 100 de Artesanato Brasileiro, promovido pelo Sebrae. Concorrendo com outras 1024 empresas de todo o Brasil, a 1001 Retalhos, aqui de Atibaia, acaba de ser eleita uma das 100

Ana Paula Felippe da 1.001 Retalhos com Certificado Top 100 do Sebrae

54

Ênfase - Junho 2009

melhores unidades produtivas de todo o país em 2009. “Para nós, o prêmio é a certeza da concretização de um sonho”, comenta a artesã Evani Ribeiro, criadora da confecção. A 1001 Retalhos começou a sua história em maio de 2004, quando as empreendedoras Evani Ribeiro e sua filha, Ana Paula Felippe, decidiram criar uma empresa focada no patchwork, trabalho que consiste na união de pequenos pedaços de tecidos para formar imagens e figuras. A confecção produz atualmente mil bolsas por mês, em quatro coleções: Árvores do Brasil, Mulheres do Brasil, Aquarela e Rosas. Outro momento importante da 1001 Retalhos começou em 2006, quando a empresa decidiu buscar o mercado internacional para vender as bolsas e o artesanato do Brasil. “Alcançamos as

passarelas de Paris”, explica Ana Paula. ”Atualmente temos uma parceria com a Apex Brasil e com a Abit (Associação Brasileira da Indústria Textil) e já realizamos o lançamento em 3 edições da Prêt à Porter Paris (PAPP), garantindo hoje o produto em 10 diferentes países”. Entre as oportunidades de negócio conquistadas, há clientes no Japão, França, Grécia e Austrália. Recentemente, o trabalho também pode ser conferido de perto pelos moradores de Atibaia, que aproveitaram o mega bazar para conhecer a fábrica e colocar o papo em dia. E claro, com ótimas oportunidades de compra. Perdeu a chance? Fica o convite! Venha nos visitar. Paulo França Atendimento paulo@1001retalhos.com.br Tel/Fax: +55 11 4411.2425 www.1001retalhos.com.br


A

mbiente de trabalho

Qualidade De Vida Alcançar nossa qualidade de vida, ter equilíbrio físico, mental e social é o grande anseio do ser humano, contudo, nos deparamos com vários fatores que podem ser determinantes e praticamente definem nossas condições de vida, nosso ambiente e nossos anseios. Como grande parte de nosso tempo, passamos em nosso local de trabalho, há um número crescente de empresas que estão buscando inserir qualidade de vida em seu meio organizacional, com o intuito de promover um ambiente que estimule e dê suporte aos colaboradores durante sua trajetória profissional na organização. As empresas que possuem essa proposta para seu ambiente de trabalho, são mais valorizadas pelos seus colaboradores e clientes. Além de ter grandes possibilidades de reter seus talentos, o comprometimento da equipe, a motivação no ambiente de trabalho, diminuição de níveis de stress, o aumento na produtividade, conseqüentemente terão mais sucesso, pois estão visando melhorias no desempenho integral e tornando seus colaboradores mais envolvidos. O importante também é ter plena convicção de que o equilíbrio pessoal e profissional são aspectos importantes em nossas vidas, e que, portanto, a busca pela qualidade deixou de ser um diferencial competitivo, para se tornar uma condição de sobrevivência. Para tanto, é necessário canalizar esforços para o comprometimento humano, criando a visão de uma organização mais privilegiada, competitiva e equilibrada. Regiane Oliveira – responsável pela RM Desenvolvimento em Recursos Humanos. Venha nos conhecer! Rua José Ignácio, 177 3º andar sala 8 Centro Telefone: (11) 4402-4078 Ênfase - Junho 2009

55


C

ultura

ProjetoMecenaspropõeàsociedade uma saída cultural

Quando se fala em apoio à cultura, o que vem à cabeça de imediato é o poder público, com seus programas, órgãos e verbas. Mas os governos não podem bancar completamente as iniciativas culturais. Dentro desse raciocínio, cabe à sociedade encontrar formas de declarar independência e dar suporte aos artistas. Em Atibaia, esse movimento ainda é embrionário, mas já conta com militantes fortes. Durante o primeiro concerto neste ano da Banda Sinfônica Primeiro Movimento no Centro de Convenções, lançou-se a ideia do Projeto Mecenas. A proposta é que pessoas físicas e jurídicas, interessadas na área cultural, sustentem as atividades do grupo musical, a partir de contribuições de R$ 20,00. Em países como os Estados Unidos, o patrocínio cultural tornou-se um hábito das empresas e de cidadãos esclarecidos. O termo “mecenato” denomina o apoio econômico oferecido por um patrono, pessoa ou instituição a artistas e associações culturais com o intuito de promover e sustentar sua produção artística. Embora se trate de um apoio desinteressado, é costume que a pessoa ou entidade beneficiada, preste uma homenagem ao seu benfeitor durante as atividades patrocinadas por ele, seja em agradecimento público ou divulgando sua marca. A palavra deriva do nome de Caio Mecenas (68 a.C – 8 a.C), um influente conselheiro de Otávio Augusto que formou um círculo de intelectuais e poetas, ajudando-os financeiramente. A convocação ao público do Centro de Convenções foi: “Venha ser um Mecenas! Ajude-nos a ampliar o alcance de nossa música e nossa arte! Seja você também um apoiador da Banda Sinfônica Primeiro Movimento e ajude a escrever a nossa história”.

56

Ênfase - Junho 2009


Por que se tornar um mecenas? O Projeto Mecenas estabeleceu os objetivos: Educação – escola de música com a finalidade de incentivar e promover a formação de musicistas da cidade e região Qualidade – manter o nível artístico e técnico das execuções musicais através do pagamento de cachês e valorização dos músicos da banda Oferecer ajuda financeira para formação profissional e musical de jovens componentes da banda (ajudas de custo, transportes, inscrições em congressos e festivais) Divulgação da cidade como um pólo cultural Apresentações didáticas em colégios públicos e privados Realização de concertos e apresentações com corais, ballets e grupos teatrais da cidade e região Realização de oficinas culturais (workshops) Aquisição de instrumentos musicais modernos e de qualidade Formar e capacitar regentes, monitores e professores para manter o alto nível educacional Incentivar a pesquisa, documentação e divulgação das tradições musicais da cidade e região Os apoiadores vão ganhar benefícios exclusivos (de acordo com o valor doado): DVD de um dos concertos da banda; cartão de associado; antecipação de toda a programação de concertos e apresentações da banda; 50% de desconto em workshops e eventos didáticos promovidos pela banda; participação no “Coquetel com o Maestro” (final de ano); 50% de desconto na série de concertos Chá com Música – Concertos de Música de Câmara; escolha antecipada de assento nos concertos pagos; e divulgação do nome do parceiro como parceiro da Banda Sinfônica Primeiro Movimento em painéis expostos nas salas de concertos. Ênfase - Junho 2009

57


O

rientação Vocacional

Escolherumaprofissãoéescolher um projeto de vida Um universo de cursos tem surgido no horizonte dos estudantes. E escolher uma profissão é preciso. Mas como escolher quando esse momento coincide com a fase de inúmeras descobertas no mundo dos jovens? O confronto com as famílias, as influências, a busca pelos gostos pessoais, desejos e motivações. É a busca de identidade, o que quer ser e o que não quer ser. Fase do nascimento existencial. Hesitar no momento da escolha é natural. Outros valores também são checados como: respeito, solidariedade, amor, ética, interesse pela ecologia, humanidade, política, social. Frente a tantas questões, a pergunta a se fazer é: como escolher em meio de tantas descobertas?

58

Ênfase - Junho 2009

A Orientação Vocacional surge com suas técnicas e procedimentos, com o objetivo de ajudar o orientando, nesse momento crucial, a encontrar carreira que lhe possibilitem motivação e prazer, conseqüentemente o sucesso profissional. Em alguns encontros, os participantes em um processo de conscientização podem conhecer melhor sua personalidade, retomar sua autoestima e explorar fatores que interferem em suas escolhas, tais como valores familiares, aspectos emocionais de cada estudante, a dinâmica política, econômica, social e cultural. Assim, autoconhecimento, conscientização e informação sobre as profissões e o mercado de trabalho são fundamentais para a escolha da profissão. Assim, escolher é decidir, é elaborar projeto de vida e iniciar um passo na

direção do futuro. Neste trabalho de escolha, é importante que o jovem procure fazer uma integração de sua vida, levando em conta passado presente e futuro. A Orientação Vocacional é uma tarefa com prazer e gratificação. Ao finalizar o processo, o jovem se sente mais seguro na sua escolha profissional de acordo com seu perfil, traços de personalidade (interesses e aptidões) e necessidades pessoais. O trabalho oferece ao jovem a chance de entrar em contato com seus dons, força criativa, podendo delinear a sua entrada na vida adulta. Escolher uma profissão é definir um projeto de vida, minimizando os desvios ou perdas de energia. Fátima Gonzaga é psicóloga clínica e orientadora vocacional, com o registro CRP 06/31278-5.


D

iscipulado Empresarial

Cerca de 30 empresários, profissionais liberais e autônomos reunidos na sede da Associação Comercial no início de maio, debateram sobre questões cotidianas com as quais têm de lidar: corrupção, fraude, falta de ética, concorrência desleal, insegurança e desconfiança. Juvenal Salles, engenheiro por formação, ciclista por paixão e proprietário da Salles Bikes, disse que “é preciso ser meio mágico para enfrentar todas essas dificuldades”. A mágica pode, porém, estar mais ao alcance do que se pensa. Sem precisar contar com cartolas ou compartimentos secretos, os participantes da reunião creem que podem combater as crises e crescer pessoal e profissionalmente por meio do entendimento e da prática de ensinos bíblicos. “A Bíblia tem respostas para todos os problemas empresariais, familiares e pessoais”, apontou João Gilmar Amaral, que foi gerente da Humanitarian durante 12 anos, onde colocou em prática princípios bíblicos na gestão de cerca de duas mil pessoas. Os encontros do Discipulado Empresarial, iniciativa da Igreja Evangélica Congregacional Atibaiense em torno da busca da excelência, também visam promover a aproximação entre pessoas para que haja interesse genuíno de uns pelos outros, ajuda mútua e troca de informações confiáveis. Segundo Maria Inês Mastrangi Góes, professora de Turismo e Hotelaria, Logística e Administração na Universidade São Francisco e expresidente da ACIA (1996 a 2006), “o ambiente neutro é propício para convidar pessoas e falar o mesmo idioma”. As reuniões foram abertas a empresários, profissionais liberais e autônomos da região e prometem abordar temas atuais, como estabilidade em tempo de crise, manutenção de um investimento sólido e convivência com pressões, imprescindíveis para ser excelente para fazer com excelência. Heloisa Menzen

Ênfase - Junho 2009

59


M

inistro do Turismo esteve em Atibaia

O ministro do Turismo, Luiz Barreto, esteve em Atibaia para o jantar de inauguração da Secretaria Municipal de Turismo. O ministro anunciou que vem trabalhando para a vinda de um Centro de Exposições para a cidade, um projeto do deputado federal Jilmar Tatto, que tem o objetivo de agregar as potencialidades turísticas de Atibaia e região. “Além do turismo de aventura, a ci-

60

Ênfase - Junho 2009

dade é uma das que mais sediam eventos internacionais no país. Temos que agregar aqui o turismo de aventura com o de negócios”, disse Luiz Barreto. “Atibaia pode ser um pólo de turismo, que una os produtos da região”, discursou. Além do prefeito Dr. Denig e vice Ricardo dos Santos Antonio, o evento contou ainda com a presença do coordenador de Turismo da Secretaria Estadual de Esportes, Lazer e Turismo do Governo do Estado de São Paulo, Luiz Flaviano Furtado, dos deputados federais Jilmar Tatto e Roberto Santiago, prefeita de Socorro, Marisa de Souza Pinto Fontana, o prefeito de Amparo, Paulo Miotta, a prefeita de Piracaia, Fabiane Santiago, e o secretário municipal de Turismo, Fábio Aguiar Menezes. O jantar

ainda reuniu representantes do trade turístico de Atibaia, como empreendedores da rede hoteleira, de restaurantes, e demais empresários do setor. Para o deputado federal Jilmar Tatto, Atibaia é o local ideal para instalação de um Centro de Exposições. Em seu discurso, o prefeito Dr. Denig falou da vocação e multiplicidade turísticas da cidade e ressaltou a importância da Secretaria de Turismo para a cidade. “Temos turismo empresarial, rural, de aventura, religioso. A Secretaria de Turismo vem para dar impulso principalmente ao ramo hoteleiro e a todos os setores envolvidos”. O prefeito destacou a economia da cidade, que vem crescendo apesar da crise financeira mundial: “Atibaia não está em crise. Nosso ICMS, ISS e IPTU aumentaram. Nosso PIB cresceu 3%. Temos tudo para ser referência no turismo do Estado e no país”, discursou.


Turismo em Atibaia

Turismo- Atibaia

Pontos Turísticos

Roteiro Histórico - Religioso

Orquidário End.: Bairro da Usina. Horários: somente com agendamento. Fone: (11) 4412-2169

Museu Municipal João Batista Conti End.: Praça Bento Paes Leme s/ nº - Centro. Horários: 11:30h às 17:30h - ter. a dom. Fone: (11) 4412-7153

Esportes de aventura:

Igreja Nossa Senhora do Rosário End.: Rua José Lucas - Centro. Horários: seg./ter./qui.: 7:30h às 18h – sáb./dom.: 8h às 20:30h. Fone: (11) 4411-1460

Estação Atibaia End.: Av. Jerônimo de Camargo, 6308. Horários: 10h às 18h – sáb./dom.. Fone: (11) 4411-4499

Igreja São João Batista End.: Praça Claudino Alves, mais conhecida como praça da Matriz. Horários: seg./ter./qui.: 7:30h às 18h – sáb./ dom.: 8h às 20:30h. Fone: (11) 4411-1460

Fly Limit – vôo livre Vôos de Asa Delta e Paragliders. Fone: (11) 4402-3007 / (11) 9625-3192 / (11) 9975-2277 www.flylimit.com.br

Paragliders Brasil Santuário de Shöenstatt End.: Rodovia Dom Pedro I – km 78. Horários: 7h às 18h – todos os dias. Fone: (11) 4412-9949 / 4414-4217

Vôos de Paragliders. Fone: (11) 4402-4095 www.paraglider.com.br

Kartódromo de Atibaia Casarão Julia Ferraz End.: Praça Claudino Alves – Centro. Horários: 8h às 18h - todos os dias. /Fone: (11) 4402-2159

Passeios ecológicos:

Pedra Grande End.: saída 65 da rodovia Dom Pedro I.

Parque Municipal Edmundo Zanoni End: Av. Horácio Netto, 1.030 – Jardim Tapajós. Horários: 9h às 18h de ter. a dom. /Fone: (11) 4412-7776

End.: Rodovia Fernão Dias, km 47,5. Horários: 8h às 22h de ter. a dom. Fone: (11) 4411-2102.

Teleférico End.: Al. Profº Lucas Nogueira Garcez Horários: 12h às 18h de qua. a sex. / 10h às 18h de sab., dom. e fer.

Bruttus Paintball R. José Rodrigues da Cunha 100 - Ressaca- Atibaia -SP fone: 4402-7891

61


Turismo - Atibaia

Circuito de Turismo Rural Atibaia

ão Regi a sin da U

Restaurante Paiol Um local agradável para saborear pratos elaborados por chefes da nova geração. Aos sábados e domingos, almoço self service, com 60 tipos de saladas. Bar as sextas e sábados para happy hour. Terraço ao ar livre no isso superior. End.: Estrada Hisayshi Takebayashi, s/nº (ao lado do condomínio Shambalá 2) Fones: (11) 4416-4453 / (11) 4416-4454

Haras Haddad Passeios a cavalos ou caminhadas em grupos monitorados. Apresentação de cães Border Collie, que pastoreiam carneiros e cavalos. Canoagem do Rio Atibaia. End.: Estrada da Cachoeira, 180 Fones: (11) 7291-0999 / (19) 9838-7860 E-mail: harashaddad@yahoo.com.br

Korin Uma das primeiras a investir na produção de alimentos de Agricultura Natural em larga escala. Hortifruti orgânicos cultivados sem agrotóxicos, água mineral com flúor natural, frangos e galinhas. End.: Estrada Hisayshi Takebayashi, s/nº Fone: (11) 4411-2299 Site: www.korin.com.br / e-mail: Atibaia@korin.com.br

Reg Cac ião hoe ira

Frango D’água Restaurante e Marina

Às margens da represa da usina, tem várias opções de lazer como playground, passeio de barco, caiaques e pedalinho. Cardápio rural servido à La carte. Estrada Hisayshi Takebayashi, 7060 – Acesso Rod. D. Pedro saída 83 Bairro da Usina – Fone: (11) 4416-4515 Site: www.frangodagua.com.br

Rancho da Viola

Restaurante, que oferece carnes gaúchas e receitas tradicionais da fazenda. Ótimas acomodações, amplo estacionamento e fácil acesso, de terça à domingo de 11h30 às 17h. End.: Rua Eliseu Corradini, 1644 Fone: (11) 4411-8244

Hotel Fazenda Recanto da Paz Hotel fazenda localizado a 75 km de São Paulo, com ar puro a 1.000 metros de altitude nas montanhas de Atibaia. Possui acomodações agradáveis, restaurante, loja de artesanato, piscina, lago para a pesca e SPA. Oferece passeios de cavalos e charretes, que são pagos a parte. End.: Av. Jerônimo de Camargo, km 14, s/nº Fones: (11) 4415-1369 / (11) 4415-2277 Site: www.recantodapaz.com.br / e-mail: hotel_fazenda@uol.com.br

Região anã c a r a M

Hotel Fazenda Terra Brasil Oferece restaurante, hospedagem, entre outras atrações. Possui museu histórico em casarão antigo e mobiliário de época. End.: Estrada Santa Cruz, s/nº - Campo Largo Fone: (11) 7270-6489

Hotel Fazenda Santa Filomena

Local de repouso e muita diversão. Conta com day camp, espaços para churrascos, convenções e acantonamentos, além de restaurante para até 100 pessoas. End.: Estrada Municipal João Lúcio do Prado, s/nº - km 10 / Caixa Posta 80 - Campo Largo – Jarinu/SP Fone: (11) 4534-9900 Site: www.estanciasantafilomena.com.br / e-mail: cintia@santafilomena.com.br

62

Região do Iara


Turismo- Atibaia

Apiário Peçanha Grupos podem visitar o processo de produção do mel que é apresentado em diferentes qualidades a partir das plantas onde as colméias são colocadas. End.: Av. Zezico Peçanha, 660 / 842 / Fones: (11) 4411-0668 / (11) 9507-0472 Site: www.apiariopecanha.com.br / e-mail: apiariopecanha@uol.com.br

Haras Scarelli Passeios a cavalo e o conhecido “Passeio da Lua Cheia”, que vai das 20h às 23h e termina com um jantar. End.: Av. Santana, s/nº / Fone: (11) 4413-3277

Regiã Itapet o ing

a

Região do Por tão

Restaurante Recanto das Pedras Oferece serviço de café da manhã no fogão a lenha, almoço com Buffet de saladas, comida típica mineira e doces caseiros. End.: Rod. Fernão Dias, km 50 B – Bairro do Portão / Fones: (11) 4416-3032 / (11) 9972-3528 E-mail: restauranterecantodaspedras@gmail.com

AM – Artes em Madeira Comercializa móveis genuinamente antigos, encontrados nos rincões do centro do Brasil e fabrica reproduções de móveis de época, morões de madeira, etc. End.: Rod. Fernão Dias, km 46 – Sentido SP / BH / Fone: (11) 4412-2693

Rancho Vista Alegre Os visitantes podem tomar banhos e fazer rapel na cachoeira. Trilhas ou exploração de uma gruta. Para serviço de Day Use, que pode incluir almoço com churrasco, é preciso agendar. End.: Estradas dos Pintos, km 9 /Fones: (11) 4416-9104 / (11) 8555-6437 Site: www.ranchovistaalegre.com.br

Apiário Santo Antônio Mais de mil colméias para coleta do mel, própolis, pólen e geléia real. Produz derivados em ampla linha com qualidades terapêuticas. A loja comercializa mais de 300 próprios produtos, além de vinhos, queijos e doces caseiros regionais. End.: Marginal da rodovia Fernão Dias, km 50 (Av. Antônio da Cunha Leite) / Fones: (11) 4416-9202 / (11) 4416-8137 Site: www.apiariosantoantonio.com.br

Agromania

A loja reúne milhares de itens e novidades para casa de campo, horta e jardim. Além de produtos e serviços voltados para animais (pequeno e

Fazenda Paraíso As atrações mais interessantes são a casa sede da fazenda, construída em taipa em 1860 e um alambique artesanal com peças em cobre e o lago para pesca. Alojamentos para até 15 pessoas e restaurante à beira do lago com capacidade para 45 pessoas. End.: Rod. Fernão Dias, km 52 Fone: (11) 4415-1575

Recanto da Pamonha Há 31 anos trabalhando com derivados do milho (pamonha, bolos, suco, sorvete, etc) é um tradicional ponto de Atibaia. End.: Rod. Fernão Dias, km 51 / Fone: (11) 4412-6394 / 4416-9323

Pousada Estância Alpina Natureza privilegiada, piscina aquecida coberta, trilha ecológica, salão de jogos, sauna seca e úmida, quadra, campo de futebol, salão para eventos e um apetitoso café da manhã. Agendamento. Fones: (11) 4416-9348 / (11) 4416-8093

ARPA – Tapetes Arraiolos Tapetes bordados a lã com o ponto do mesmo nome sobre uma tela de juta, algodão ou linho, da vila alentejana de Arraiolos em Portugal. End.: Rod. Fernão Dias, km51 Fones: (11) 4416-9324 / (11) 4416-8096 / (11) 4416-8097 Site: www.arpaarraiolos.com.br

Fazenda Vale Encantado São 550 hectares, com piscina aquecida e coberta, sauna seca, hidromassagem, salão de jogos, playgrounds, lagos para pesca e um restaurante que mescla comida típica de fazenda com a culinária contemporânea. Grupos com agendamento prévio. End.: Rod. Fernão Dias, saída 50 (Estrada Clube da Montanha) Fone: (11) 4416-8606 / Site: www.fazendavaleencantado.com.br

Gruta da Pamonha Apetitosos derivados de milho-verde, doces caseiros, geléias, queijos, biscoitos, mel, caldo de cana e pastéis fritos na hora. End.: Rod. Fernão Dias, km 51 / Fones: (11) 4416-9348 / 4416-8093

grande porte). Funciona de terça a domingo, inclusive feriados. End.: Rod. Fernão Dias, km 49,6 (logo após saída 50) Fone: (11) 4416-7016 / Site: www.agromania.com.br

Restaurante Procura-se a Empadinha Suas empadas são conhecidas na região. Pratos prontos e lanches rápidos. Loja de conveniências e Dry Imports, uma loja de produtos importados que tornarão a visita mais luxuosa. End.: Rod. Fernão Dias, km 49,6 / Fone: (11) 4416-3132 Site: www.procuraseaempadinha.com.br

Informações fornecidas pela Secretaria de Turismo da Prefeitura da Estância de Atibaia.

63


F

estival de Inverno

Festival de Inverno aquece as noites de julho Os apreciadores da boa música, tanto instrumental quanto vocal, já estão marcando em sua agenda: de 1º a 31 de julho acontece o Festival de Inverno de Atibaia no Centro de Convenções e Eventos. O evento aquecerá as noites dos fins de semana do mês de julho com uma programação repleta de atrações. Os shows musicais contarão com a presença de músicos de destaque no cenário brasileiro, além de exposições e espetáculos teatrais. Como nos outros anos, a Banda Sinfônica Primeiro Movimento, a Orquestra Jovem, a Orquestra Caipira, além da Fanfarra Municipal e outras manifestações, marcarão presença no evento que une música, lazer e cultura na cidade. Segundo o secretário de Cultura, Edson Beleza, mesmo com orçamento mais curto, será possível fazer um bom festival. O festival já conquistou o público local e os turistas e entrou para o calendário turístico e cultural da região. Figuras como Denise Stoklos, Danilo Caymmi, Oswaldo Montenegro, Beto Guedes, Morais Moreira, Toquinho, Egberto Gismonti, Traditional Jazz Band, Ira! são algumas das atrações que provocaram o público nos últimos anos. A programação começou no antigo cine Itá, que atualmente está em reforma, e hoje concentra suas atrações no Centro de Convenções. Os críticos reclamam que as atrações são de elite, mas a música comercial - e principalmente aquela mais tocada, do brega ao pop - já tem espaço garantido nos meios de comunicação e nos espaços de apresentação. O papel do poder público é incentivar a arte de qualidade, atuando na formação de público e dos artistas locais. Cumprindo essa função, os festivais de inverno estão espalhados por todo o Brasil. Acontecem sempre a partir do mês de junho e representam uma boa

64

Ênfase - Junho 2009


oportunidade para a reciclagem de músicos e público. Muitos dos festivais de inverno já começam o ano com inscrições abertas e com programação definida. O objetivo, como em Atibaia, é sempre o de proporcionar o contato dos artistas e do público com bons professores, o intercâmbio entre os participantes e fazer com que as pessoas conheçam mais sobre a arte brasileira. Para quem gosta de fazer turismo cultural, os festivais de inverno ofe-

recem uma ampla programação de shows, exposições, seminários, oficinas e espetáculos de teatro e dança. Podem ser uma boa alternativa para quem procura por atrações culturais e artísticas de baixo custo. São várias as opções espalhadas pelo país. Há algumas que promovem apenas apresentações musicais, como é o caso do Festival de Inverno de Campos do Jordão, interior de São Paulo, um dos mais tradicionais do país. Outras opções, no entanto, possuem uma maior diversidade em suas atrações. Além de promover apresentações musicais, apresentam também oficinas e exposições nas áreas de literatura, música, artes plásticas e artes cênicas.

ranhuns (PE), Bonito (MS), Paranapiacaba (SP), Campina Grande (PB), Campos dos Goytacazes (RJ), Londrina (PR) e Santa Maria (RS).

Entre os eventos mais conhecidos, estão o Festival de Inverno de Ouro Preto e Mariana, de Ga-

Ênfase - Junho 2009

65


C

aras e Bocas

Galeria de Dafne tem um toque ecológico de Atibaia Isopor, resina, fibra, tecidos, bordados: sobras de materiais compõem peças do cenário em novela da Globo e apareceram em matéria divulgada pela emissora. O mais interessante é que esse trabalho tem um toque ecológico de Atibaia, graças ao artista plástico Glenn Hamilthon. Para a galeria de arte de Dafne, um dos principais cenários de Caras & Bocas, a equipe de cenografia de May Martins e Marcelo Carneiro respeitou as características costumeiras e funcionais desse tipo de estabelecimento. Foi construído um vidro de 4,5 metros especialmente para a vitrine do local, onde está exposta a obra do artista plástico Glenn Hamilthon, de Atibaia. A obra é um ciclope de madeira que pesa quase uma tonelada. O ciclope funcionou como fundo para uma das cenas do primeiro capítulo, quando Dafne levou um banho de lama de Gabriel. Para a equipe de produção de arte, liderada por Isabela Sá, uma das partes mais interessantes do trabalho foi a criação da galeria de arte de Dafne. Por dois meses, sendo um antes do início das gravações e outro já com as cenas sendo rodadas no estúdio, cinco artistas plásticos se reuniram em uma oficina de arte para desenvolver as peças de vanguarda que compõem o cenário e as exposições citadas na trama. A empreitada deu-se a partir das sobras de materiais da fábrica de cenários da Central Globo de Produção. Isopor, resina, fibra, tecidos e bordados, tudo serviu como matéria-prima para a criação dessas obras de arte que aparecem na novela, no cenário da galeria. Misturadas a elas, estão obras de alguns artistas, como Débora Muszkat, que cria suas peças a partir de sucatas de garrafas de vidro.

66

Ênfase - Junho 2009


A

utomação Comercial

Saiba como e porque automatizar sua empresa A AUTOMAÇÃO COMERCIAL, um privilégio das grandes organizações, é hoje uma necessidade em diversos segmentos, como mostra o diretor-presidente do SEBRAE, Silvano Gianni “. O empreendedor que deseja que a sua empresa seja sucesso de vendas e quer ter todo o controle sem ter que usar o lápis e papel terá que automatizá-la: esse é o futuro do Comércio”. Com a automatização é possível você dar ao seu cliente toda a comodidade e confiabilidade no estabelecimento, tornando o atendimento algo simples e ágil de ser feito, o cliente pode estar a todo o momento vendo o que comprou e sabendo o quanto já gastou, o empreendedor gerenciando o seu estoque e o seu caixa. Com a automatização, todos saem ganhando: cliente e empreendedor.

Alguns aspectos da automação, como agilidade no atendimento, fornecimento de informações de clientes e a segurança no controle do caixa da empresa automatizada são apontados como fatores positivos advindos do processo de automação. Montar qualquer negócio hoje em dia e não prever a automatização dos processos é uma atitude inconcebível para quem deseja obter bons resultados; é comprovado que a automação resulta em um aumento de 5% a 7% nos lucros. Da mesma forma, se o empresário já está estabelecido, mas patina nos resultados, é porque ainda não seguiu o caminho correto da automação comercial. Abaixo descrevemos três etapas básicas da automatização. - Como Automatizar? Este processo envolve basicamente três etapas: Planejamento, Familiarização e Implantação. Em cada uma delas,

o empreendedor encontra “tarefas” que precisam ser observadas com atenção e aplicadas para que a automação ocorra sem problemas. - Planejamento: escolher o tipo de equipamento e o fornecedor são itens importantes. Deve-se levar em consideração a experiência, suporte técnico e treinamento oferecido pelo fornecedor. - Familiarização: a adaptação da equipe ao novo processo exige um investimento em treinamento, que varia conforme o software, o equipamento, e até mesmo os funcionários. Porém, tal investimento é, no entanto, compensado pelos benefícios gerados pela automação. - Implantação: o processo de implantação do sistema começa assim que todos os funcionários estiverem treinados e confiantes no sistema. A participação dos funcionários é fundamental para um bom resultado. Fernanda Bueno

Ênfase - Junho 2009

67


B

ariloche em pleno verão

FamíliaGoldschmidtdescobriu Bariloche em pleno verão Mensalmente, a Família Goldschmidt envia para alguns parceiros especiais na imprensa brasileira uma reportagem especial sobre um dos destinos visitados em suas expedições. Estas reportagens têm com objetivo incentivar a descoberta de novos destinos, promover o turismo sustentável e as viagens em família. Neste ano, eles fizeram uma viagem especial sobre Bariloche durante o verão. Embora seja um lugar muito visitado no inverno, a Bariloche “sem neve” é quase que desconhecida do público brasileiro, comentou Peter Paulo Goldschmidt, da Gold Trip - Viagens & Consultoria, ao falar das Expedições Família Goldschmidt Segundo ele, viajar é “uma grande ciência que nos traz de volta a nós mesmos”. Nesse sentido, Bariloche representou a descoberta de “um paraíso multicolor”. Peter explicou que Bariloche,

68

Ênfase - Junho 2009


durante os meses mais quentes do ano, é um lugar muito diferente daquele conhecido pelos mais 40 mil brasileiros que a visitam durante os meses de inverno. Lagos transparentes, riachos murmurantes, céu azul, jardins floridos e montanhas cobertas de verdes bosques. “Uma verdadeira explosão de

cores e aromas que permanecem à disposição do visitante entre os meses de novembro a abril”. Para desvendar este paraíso multicolor, a Família Goldschmidt, que há

10 anos viaja pelas estradas da América do Sul em busca de novos destinos turísticos, resolveu incluir Bariloche em suas expedições. Foram 11 dias de muitas descobertas e aventuras, visitando a cidade e a região que a cerca, como a árida estepe patagônica e o verde parque Nahuel Huapi. Bariloche foi fundada oficialmente em 1902 com o nome de San Carlos de Bariloche. Está localizada às margens do lago e do parque Nahuel Huapi e cercada por montanhas. Sua colonização foi feita principalmente por europeus, cuja influência se percebe na arquitetura, nos sobrenomes e na gastronomia local. O chocolate é sem dúvida um ícone da cidade, que tem uma forte influência suíça. Na rua Mitre, existe um quarteirão onde praticamente todas as lojas são especialistas em chocolates. Literalmente, uma delícia de caminhada. A truta, peixe comum nos lagos da região, está presente na maioria dos pratos. Até mais do que a carne, o

maior produto de exportação argentino. Quem visita Bariloche também não pode deixar de provar as famosas empanadas e de comer as facturas, doces de massa folhada encontrados em todas as padarias. O Parque Nahuel Huapi foi criado em 1934. Tem uma superfície de 710.000 hectares e é a maior área protegida da Argentina. A zona se caracteriza por rios caudalosos, alimentados pelas chuvas e derretimentos de neve e glaciares. Dentro do parque, há várias fazendas (estâncias) transformadas em pitorescas pousadas e muitas aéreas de acampamento. O acesso é fácil por estradas asfaltadas e de terra. Lá, se praticam caminhadas, cavalgadas, rafting,

Ênfase - Junho 2009

69


canoagem, mountain bike, escalada e muitos outros esportes feitos para quem gosta de ter um contato em primeiro grau com a natureza. O local possui um dos maiores lagos da América do sul e que deu origem ao nome do parque. O nome Nahuel Huapi, na língua mapuche, é traduzido como “Ilha do Tigre”. Este nome é curioso por dois fatos. Nunca existiram tigres na região e o nome da lago significa: ilha. A Família Goldschmidt tem o apoio das seguintes empresas: Goldtrip, Timberland, Taca Airlines, Pigmentum - Comunicação Visual, MTK Artigos

70

Ênfase - Junho 2009

para Aventura, Beephoto Tudo para Fotografia, Travel Ace Seguro e Renault. Em Atibaia, Contábil Alvinópolis – Wagner Silva e Climed – Hospital Albert Sabin.

Quem são os Goldschmidt? Peter Paulo Goldschmidt tem 46 anos, é empresário, escritor, consultor de turismo e videomaker. Escreveu dois livros, produziu vários documentários e hoje se dedica à sua agência de turismo e a ministrar palestras: “Tenho tido uma vida cheia de aventuras. já passei por poucas e boas, mas aprendi que a cada dificuldade vencida, a gente cresce um pouco mais. Sou grato a Deus por cada etapa vencida”. Sandra Yamagishi Goldschmidt tem 46 anos e é casada com Peter há 23. Mãe exemplar, é também professora e fotógrafa. Seu principal hobby é viajar (é claro!): “Amo conhecer lugares novos, povos e culturas distintas e principalmente de fotografá-los e dividir com outras pessoas aquilo eu vi e vivi”.

Peter Erick Goldschmidt tem 18 anos e cursa faculdade de comunicação. É alegre, ativo e sempre pronto a ajudar os outros. Revelou-se também um ótimo palestrante e um excelente apresentador: “Gosto muito fazer as expedições com minha família. Com eles posso aprender um montão de coisas e conhecer vários lugares e culturas diferentes”. Ingrid Goldschmidt tem 16 e cursa o ensino médio. Participa ativamente do planejamento e da execução de cada expedição. Adora animais: “Quando viajo sempre procuro ver os animais nativos, pois sou apaixonada por eles”.


R

eceita

Fondue de Queijo Ingredientes - 1 dente de alho - 1 1/2 copo de vinho branco seco - 300 g de queijo tipo Emmenthal - 300 g de queijo tipo Gruyère - 1 colher (sopa) de maizena - 3 colheres (sopa) de kirsh-destilado de cereja - Pimenta branca em pó - Noz moscada ralada - 1colher (chá) de casca de limão ralada (Opcional) - Pão tipo italiano ou francês.

Modo de Preparo Corte o alho ao meio e só passe as partes cortadas no fundo e laterais da panela do réchaud. Rale grosseiramente os queijos ou corte-os em lâminas. Desmanche a maizena no kirsh e reserve. Aqueça o vinho em fogo brando, vá juntando os queijos e mexendo sem parar, com colher de pau, formando um 8 no fundo da panela. Quando estiver bem homogêneo e começar a borbulhar, junte a maizena dissolvida e deixe mais uns 2 minutos. Junte noz moscada ralada e pimenta branca.Coloque imediatamente no réchaud. www.receitasdecomidas.com.br Ênfase - Junho 2009

71


R

eceita

Creme de Tomate com Queijo

Ingredientes:

- 3 colheres de sopa de azeite - 3 colheres de sopa de cebola picada - 8 tomates maduros e firmes - 1 talo de alho poró - 8 cravos da índia - 2 xícaras de chá de água - 2 ramos de manjericão - 2 xícaras de chá de leite - 5 colheres de sopa de farinha de trigo - 200 gramas de queijo cremoso - Sal e orégano a gosto.

Modo de preparo:

Refogue no azeite a cebola, os tomates picados, ferver por 1 minuto e amorne. Retire os cravos da índia, bata no liquidificador e peneire. Bata também o leite e a farinha de trigo, volte ao fogo com o molho, deixe ferver, junte requeijão e orégano. Sirva polvilhando queijo parmesão. www.clubedecampodepiracicaba.com.br

72

Ênfase - Junho 2009


S

aúde, natureza e alimentação saudável

O valor nutricional dos peixes e frutos do mar é mais que comprovado. Esta é uma das receitas apresentadas nos programas de ecoturismo Zé Pescador e Cia apresentados na Tv Altiora e Tv a Cabo Net, aos sábados, domingos às 9hs e terças às 18hs. Na rádio Atibaia 1480AM, de sexta entre 6 e 8 h.

Tainha Recheada Ingredientes

1 xícara de água 4 colheres (sopa) de manteiga derretida 2 colheres (sopa) de suco de limão 2 colheres (sopa) de azeite 2 colheres (sopa) de coentro picado 1 kg de camarão com casca 250 g de Farinha de milho 4 tomates picados sem pele e sem sementes 1 cebola média picada 1 tainha de 2 kg aberta pelas costas, sem a espinha dorsal 1/2 pimenta dedo de moça picada Sal a gosto Óleo para untar

Modo de preparar Tempere a tainha com sal. Limpe os camarões e retire a casca. Corte-os em rodelas e tempere com o suco de limão e sal. Aqueça o forno em temperatura alta. Refogue a cebola, o tomate, o coentro e a pimenta no azeite, em fogo médio, até o tomate ficar macio. Junte o camarão e cozinhe por 2 minutos. Acrescente a farinha de milho, mexendo sempre, até engrossar. Recheie a tainha com essa mistura. Costure a abertura e coloque-a numa assadeira forrada com papel alumínio e o óleo restante. Asse até que, ao espetar uma ponta com um garfo, ela se separe em lascas. Estas receitas deliciosas podem ser experimentadas em um local maravilhoso, bem pertinho da natureza, nos finais de semana, no Clube de Montanha em Atibaia, além do cardápio variado.

Ênfase - Junho 2009

73


S

abores do Cerrado

Façaumaviagempelossaboresdo cerrado

Uma das sorveterias mais exóticas do Centro Oeste do Brasil chega a Atibaia. A sorveteria Frutos do Cerrado foi inaugurada em abril na cidade e lá você pode reconhecer e identificar os sabores das frutas brasileiras que não deixa de ser uma maneira de exercer a cidadania e também valorizar as riquezas de nossa terra. Fundada em 1996, na cidade de Goiânia por Clóvis de Almeida e Milca Lourenço, a Frutos do Cerrado surgiu com o objetivo de aproveitar as frutas nativas do Cerrado na fabricação de picolés e sorvetes.

74

Ênfase - Junho 2009

Atualmente a sorveteria é um sucesso e além de ter inúmeras unidades de revenda, conseguiu mostrar para os brasileiros a riqueza de sabores existentes no Cerrado.

Nada contra o tradicional Chicabon, mas se você quer um pouco de aventura, nada melhor do que provar um picolé de Araticum e Cagaita.

Um dos segredos do sucesso da sorveteria é a não utilização de gordura vegetal ou conservante em suas receitas. Assim que chegam á fabrica, as frutas são lavadas antes de serem transformadas em polpa. Outra característica qualitativa é a utilização mínima de açúcar para não modificar o sabor original da fruta. Entre os sabores exóticos estão: araticum, cagaita, cajá-manga, murici, pequi, gabiroba, araçá, mutamba, jatobá, mangaba, brejaúba e outras delicias do Cerrado.

Frutos do Cerrado Atibaia Av. Lucas Nogueira Garcez, 2674 4413-0019 Horário de Funcionamento: Todos os dias das 12h as 22h


Roteiro Gastronômico de Atibaia Elaboramos este roteiro com o intuito de passar o máximo de informações possíveis a respeito da Gastronomia de Atibaia aos nossos leitores. Pedimos desculpas antecipadamente, se porventura deixamos de citar algum estabelecimento e nos colocamos à disposição através de nosso site: www.revistaenfase.com.br ou pelo fone: 4402-4220, para as devidas atualizações.

Bares Baggu’s Bar e Chopperia Al. Profº Lucas Nogueira Garcez, 2678 / fone: 4411-6932 / Horário: 2ª a 6ª - 17h até 23h / sáb. e dom. - 11h até 23h / Cartões déb. e créd.: Visa / sáb e dom. almoço

Ego Lounge & Dining Club Av. Santana, 55 / Fone: 4418-4600 / Horário: 3ª a sáb. a partir das 18:30h / Cartões de déb. e créd.: Diners, Master, Redeshop e Visa

Gularejo Bar e Comidinhas Al. Profº Lucas Nogueira Garcez, 2473 / Fone: 3402-0203 / Horário: 4ª a 6ª - 17h até 23h / sab. e dom. - 12h até 23h / Cartões de déb. e créd.: Diners, Master e Visa

Pub Al. Profº Lucas Nogueira Garcez, 1100 / Fone: 4411-4491 / Horário: 4ª a dom. a partir das 18h / Cartões déb e créd.: American Express, Ipercard, Master e Visa

Fone: 4418-2928 / Horário: 2ª a dom. - 10h até 20h / Cartões de créd.: Master e Redeshop /déb: Master

Café Donuts Al. Profº Lucas Nogueira Garcez, 2457 / Fone: 4411-1717 / Horário: dom. a 5ª - 15h até 00h / 6ª e sáb. - 15h até 02h / Cartões déb. e créd.: Master e Visa

Casa do Pão de Queijo Al. Profº Lucas Nogueira Garcez, 2255 / Fone: 4412-4600 / Horário: 2ª a dom. - 08h até 22h / Cartões déb. e créd.: Master e Visa

Doce Roça Al. Profº Lucas Nogueira Garcez, 7568 / Fone: 4402-7596 / Horário: 2ª a dom. - 08h até 19:30 / Cartões déb. e créd.: Master e Visa.

Empório Vila Café Rua Benedito de Almeida Bueno, 484 / Fone: 4412-4513 / Horário: 2ª a sáb. - 08h até 18h / Cartões déb. e créd.: Master e Visa

Fran’s Café Cafeterias e Docerias A Tentadora Al. Profº Lucas Nogueira Garcez, 3190 /

Al. Profº Lucas Nogueira Garcez, 2546 / Fone: 4412-1281 / Horário: todos os dias - 24h/ Cartões de créd.: American Express, Master e Visa / déb: Hipercard, Master e Visa

Geder e Sabine Al. Profº Lucas Nogueira Garcez, 3062 / Fone: 4411-6783 / Horário: 2ª - 11h até 21h / 3ª a 6ª - 10h até 22h / sáb. e dom. - 10h até 23h / Cartões déb. e créd.: Master, Redeshop e Visa

L´Truffer D´or Doceria Rua José Lucas, 81 / Fone: 4411-2082 / Horário: 2ª a 6ª - 09h até 21h / sáb, dom, fer. - 09h até 22h / Cartões déb. e créd.: Master e Visa.

Lakishi Café Al. Profº Lucas Nogueira Garcez, 3299 C / Fone: 4412-1559 / Horário: 3ª, 4ª, 5ª e dom. 15h até 22h / 6ª e sáb. - 15h até 00h / Cartões déb. e créd.: Master e Visa

Munik Al. Profº Lucas Nogueira Garcez, 2001 / Fone: 2427-2340 / Horário: 2ª a sáb. - 10h até 18h / Cartões de déb. e créd.: Master e Visa.

Rec Café Rua Thomé Franco, 385 / Fone: 4411-1730 / Horário: 2ª a sáb. - 08:30h até 20h / Cartões déb e créd.: Master e Visa

75


Roteiro Gastronômico Sensações Doces Al. Profº Lucas Nogueira Garcez, 1201 / Fone: 3402-2125 / Horário: 2ª a sáb. - 09h até 19h / dom. - 09h até 13h / Cartões déb. e créd.: Master e Visa.

das 10h / Cartões déb. e créd.: Bigcard, Diners, Master e Visa / Ticket Refeição: Sodexho, VR e Visa Vale

Espetinhos

Spazio Scalla Al. Profº Lucas Nogueira Garcez, 1913 / Fone: 4413-2368 / Horário: 2ª a 5ª - 09h até 20h / 6ª e sáb. - 09h até 22h / dom. 09h até 18:30h/ Cartões déb.e créd.: Master e Visa

Churrascarias Churrascaria Campera Gaúcha Al. Profº Lucas Nogueira Garcez, 1362 / Fone: 4412-2507 / Horário: 2ª a dom. - 11:15h até 15:30h e 18h até 23h / Cartões déb. e créd.: Master e Visa. Também delivery.

Churrascaria Piá Av. São João, 1131 / Fone: 4412-4865 / Horário: 2ª a dom. - 08h até 21h / Cartões déb. e créd.: Master e Visa. Também delivery.

Espetinhos Mimi Al. Profº Lucas Nogueira Garcez, 3065 / Fone: 2427-7000 / Horário: 3ª a 6ª - 17h até 00h / sáb. - 12h até 00h / dom. - 12h até 22h / Cartões déb. e créd.: Master e Visa.

Espetinhos Wilson Av. São João, 875 / Fones: 4411-7206 / 44027499 / Horário: 2ª a sáb. - 17h até 01h / Cartões déb. e créd.: Master e Visa / Ticket Refeição: Sodexho

Kispeto Al. Profº Lucas Nogueira Garcez, 2094 / Fone: 4412-6775 / Horário:3ª a 6ª a partir das 17h / sáb, dom e feriado a partir das 12h / Cartões déb. e créd.: Diners, Master e Visa

Lanchonetes

Churrascaria Recanto Gaúcho Rua Pedro Salgado, 208 / Fone: 4413-6413 / Horário: 2ª a dom. - 11h até 15h e 18h até 22h / Cartões déb. e créd.: Master e Visa

Picanha na Tábua Rua Maestro Juvêncio Maciel da Fonseca, 34 / Fone: 4402-2903 / Horário: 2ª a dom. - 11h até 15h e 18h até 23h / Cartões déb. e créd.: Master e Visa

Tango Grill Churrascaria Av. Santana, 279 / Fone: 4413-4221 / Horário: 3ª a dom. - 11h até 15h e 18h até 23h / Cartões déb. e créd.: Master e Visa. Também delivery.

Esfihas Allan Esfihas Al. Profº Lucas Nogueira Garcez, 2630 / Fones: 4412-0660 / 4411-9322/ Horário: 2ª a sáb. - 16h até 23h / Cartões déb. e créd.: Master e Visa. Também delivery

Mesa do Califa Rua Dr. Zeferino Alves do Amaral, 224 / Fone: 4413-2043 / Horário: 2ª a dom. a partir

76

Açaí Banana Al. Profº Lucas Nogueira Garcez, 1709 / Fone: 4412-5304 / Horário: 2ª a dom. - 10h até 00h / Cartões de déb. e créd.: Master e Visa

Baitakão Lanches Praça 9 de Julho / Fone: 4413-1244 / Horário: dom. a 5ª - 18h até 01h / 6ª e sáb. - 18h até 06h / Cartões déb. e créd.: Master eVisa

Dr. Burger Rua Clóvis Soares, 794 / Fone: 4412-4943/ Horário: 3ª a 6ª - 14h até 23:30h / sáb. e dom. a partir das 17h / Cartões déb. e créd.: Master, Redeshop e Visa

Gel Lanches (Loja 1) Rua João Soares do Amaral, 16 / Fone: 44112321/ Horário: 2ª a dom. a partir das 11:30h / Cartões déb. e créd.: Master e Visa / Ticket Refeição: Visa-Vale. Também delivery

Gel Lanches (Loja 2) Av. Eliseu Corradini, 1304 / Fone: 4411-2321 / Horário: 2ª a dom. - 11:30h até 00:30h / Cartões: Não aceita. Também Delivery


Roteiro Gastronômico Gel Lanches (Loja 3) Al. Profº Lucas Nogueira Garcez, 1280 / Fone: 4411-2321 / Horário: 3ª a dom. a partir das 11:30h / Cartões de déb. e créd.: Master e Visa / Ticket Refeição: Visa-Vale

Jabá Xeio de Recheio

22h / 6ª, sáb. e dom - 12h até 00h / Cartões: Não aceita

Só Pastel Al. Profº Lucas Nogueira Garcez, 1427 / Fone: 4412-2341 / Horário: 2ª a sáb. - 09h até 19:30h / Cartões déb. e créd.: Bigcard e Visa

Av. Santana, 147 / Fone: 4411-7488 / Horário: 3ª, 4ª, 5ª e dom. - 18h até 02h / 6ª e sáb. - 18h até 06h / Cartões déb. e créd.: Master e Visa. Também delivery

Kava’s Lanches Rua Clóvis Soares, 629 / Fones: 4412-8429 / 4413-3484 / Horário: 2ª a sáb. - 11:40h até 00h/ dom. - 19h até 00h / Cartões de déb. e créd.: Bigcard, Master e Visa / Ticket Refeição: TR e Visa-Vale. Também delivery

Lanchonete Delícia Av. Dona Gertrudes, 976 / Fones: 4412-0779 / 4411-8433 / Horário: 3ª a dom. - 10h até 00h / delivery: 3ª a dom. - 11h até 00h / Cartões déb. créd.: Bigcard, Master, Redeshop e Visa / Ticket Refeição: Smart VR, Sodexho e VR

MC Soda Al. Profº Lucas Nogueira Garcez, 3033 / Fone: 4412-1972 / Horário: 2ª, 4ª, 5ª e dom. - 18h até 23:30h / 6ª e sáb. - 18h até 01h / Cartões déb. e créd.: Master eVisa

Veredas Rod. Fernão Dias, Km 45 (retorno entre Kart e Frango Assado) / Fones: 9839-2202 / 37171959 / Horário: 2ª a dom. - 8:30h até 19h / Cartões: Não aceita

Pizzarias Armazém da Pizza Al. Profº Lucas Nogueira Garcez, 3370 - Loja 15 / Fones: 4402-1234 / 4411-2555 / Horário 3ª a 6ª e dom. - 18h até 23h / sáb. - 18h até 00h / Cartões de déb. e créd.: Diners, Master, Redeshop e Visa. Também delivery

Disk Pizza na Brasa Av. Dona Gertrudes, 812 - 826 / Fones: 44134320 / 4413-6376 / Horário: 2ª a dom. - 17h até 00h / Cartões déb. e créd.: Master e Visa. Também delivery

Don Orégano Av. Dona Gertrudes, 1010 / Fone: 4411-3351 / Horário: 2ª a dom. - 18h até 00h / Cartões de deb. e créd.: Bigcard, Master e Visa. Também delivery

Fire Pizza Rua Clóvis Soares, 774 / Fones: 4412-1727 / 4412-1473 / Horário: 2ª a dom. - 18h até 00h / Cartões de déb. e créd.: American Express, Master e Visa. Também delivery

Madonna Pizzaria Pastelarias Recanto do Pastel Al. Profº Lucas Nogueira Garcez, 4716 / Fone: 3402-3810 / Horário: 3ª a 5ª - 12h até

Rua Lourenço Franco, 216 / Fone: 4411-1200 / Horário: 2ª a 6ª e dom. - 18h até 23h / sáb. - 18h até 00h / Cartões déb. e créd.: Master e Visa. Somente delivery

77


Roteiro Gastronômico Micheluccio Al. Profº Lucas Nogueira Garcez, 4300 / Fone: 2427-0120 / Horário: 3ª a dom. - 19h até 23h / Cartões de déb. e créd.: Master e Visa / Cartão de créd.: Diners. Também delivery

Neném Pizzaria Av. Atibaia, 507 / Fones: 4411-6942 / 44181982 / Horário: 2ª a dom. - 18:30h até 00h / Cartões: não aceita. Também delivery

O Gordo Pizzaria e Churrascaria Av. Clóvis Soares, 259 / Fone: 4412-3036 / Horário: 3ª a dom. - 08h até 00h (Pizzaria) / 2ª a 6ª - 11h até 15h / sab., dom. e fer. - 11h até 16h (Churrascaria) / Cartões de déb. e créd.: Master e Visa / Ticket Refeição: TR e VR. Também delivery

Paparazzi Pizzaria Al. Profº Lucas Nogueira Garcez, 2188 / Fone: 4402-3111 / Horário: 3ª a 5ª e dom. - 19h até 23h / 6ª, sab. e fer. - 19h até 00h / Cartões de déb. e créd.: Master e Visa. Também delivery

Pizzaria Atibaia Rua José Bonifácio, 553 / Fone: 4411-8620 / Horário: 3ª a dom. - 18h até 00h / Cartões de déb. e créd.: Bigcard. Também delivery

Master e Visa. Também delivery

Pizzaria Michelangelo Rua Enio de Abreu Camargo, 46 / Fone: 4412-7712 / Horário: 2ª a dom. - 18h até 00h / Cartões: não aceita. Também delivery

Pizzaria Riviera Rua Clóvis Soares, 662 / Fones: 4411-2722 / 4411-7944 / Horário: 2ª a dom. - 18h até 00h / Cartões de déb. e créd.: Master e Visa. Também delivery

Pizzaria Tradição Rua Salvador Russani, 69 / Fone: 4411-6895 / Horário: 2ª a dom. - 18h até 23h / Cartões de déb. e créd.: Bigcard. Também delivery

Stop Pizza Av. Brigadeiro José Vicente Faria Lima, 1439 / Fone: 4413-4313 / Horário: 3ª a dom. - 18h até 23h / Cartões: não aceita. Também delivery

Violeta Pizzaria Rua Dr. Zeferino Alves do Amaral, 156 / Fones: 4413-2969 / 4418-3704 / Horário: 2ª a dom. - 16h até 00h / Cartões de déb. e créd.: Master e Visa. Também delivery

Pizzaria Bar Alegro Al. Profº Lucas Nogueira Garcez, 1537 / Fone: 4413-2914 / Horário: 3ª a dom. a partir das 18h / Cartões de déb. e créd.: Master e Visa. Também delivery

Pizzaria do Zangado Av. Dona Gertrudes, 844 / Fone: 4411-0851 / Horário: dom. a 5ª - 18h até 23h / 6ª e Sab. 18h até 00h / Cartões de déb. e créd.: Master e Visa / Ticket Refeição: Ticket Eletrônico. Também delivery

Pizzaria Freemont Al. Profº Lucas Nogueira Garcez, 4467 / Fone: 4412-5901 / Horário: 3ª a dom. - 18h até 23h / Cartões de déb. e créd.: Master e Visa. Também delivery

Pizzaria Marcopolo Av. Pref. Antonio Julio Toledo Garcia Lopes, 1402 / Fone: 4412-2554 / Horário: 4ª a 2ª 18h até 00h / Cartões de déb. e créd.: Bigcard,

78

Restaurantes Aiko Rua Presidente Dutra, 215 / Fone: 4412-1472 / Horário: 2ª, 3ª, 5ª e 6ª - 17h até 23h / sáb. e dom. - 12h até 23:30h / Cartões de déb. e créd.: Master

Alecrim – Restaurante Natural Rua José Pires, 5 / Fone: 2427-1001 / Horário: 2ª a sab. - 11:30h até 15h / Cartões de déb. e créd.: Bigcard, Master e Visa / Ticket Refeição: TR e Visa-Vale

Ao Mirante Rua Bartolomeu Peranovich, 20 / Fone: 44115601 / Horário: 2ª a 6ª - 11:30h até 15h / sáb. e dom. - 12h até 16h / Cartões de déb. e créd.: American Express, Bigcard, Master e Visa / Ticket Refeição: Sodexho

Bar Restaurante Ultramarino Rod. Fernão Dias, Km 41 / Fone: 4412-7612


Roteiro Gastronômico / Horário: 2ª a dom. - 06h até 22h / Cartões China In Box de déb. e créd.: American Express, Credicard, Al. Profº Lucas Nogueira Garcez, 2480 / FoDiners, Master e Visa nes: 4412-2440 / 4418-4675 / Horário: dom. a 5ª - 11h até 23h / 6ª e sáb. - 11h até 00h / CarBoulevard tões de déb. e créd.: Credicard, Diners, Master Av. Alfredo André, 905 / Fone: 4414-1913 / e Visa / Ticket Refeição: Sodexho, VR Horário: 2ª a dom. - 07h até 22h / Cartões de déb. e créd.: American Express, Bigcard, Cre- Choperia do Alemão dicard, Master e Visa / Ticket Refeição: SoPraça do Lago, 152 / Fone: 4412-0733 / Hodexho rário: 3ª a 6ª - 17h até 00h / sáb. - 11h até 00h / dom. - 11h até 22h / Cartões de déb. e créd.: Cabana Mineira Visa Rod. Fernão Dias, Km 43,5 / Fone: 4411-6756 / Horário: 2ª a dom. - 07:30h até 17h / Cartões Cia do Assado de déb. e créd.: American Express, Diners, Al. Profº Lucas Nogueira Garcez, 2101 / Fone: Master e Visa 4402-2068 / Horário: 2ª a 5ª - 16h até 23h / 6ª - 16h até 00h / sab. e dom. a partir das 15h / Calabresa & Cia Cartões de déb. e créd.: Master e Visa Rod. Fernão Dias, Km 41,5 / Fone: 4411-5629 / Horário: 2ª a 6ª - 10h até 20h / sáb. e dom. - Comadre Restaurante 10h até 21h / Cartões: não aceita Al. Profº Lucas Nogueira Garcez, 3372 - loja 6 / Fone: 4411-2790 / Horário: 3ª a 5ª - 18h até Cantina Andreoni 22h / 6ª - 18h até 23h / sáb. e fer. - 11h até 17h Rua José Lucas, 47 / Fone: 2427-1762 / Horáe 19h até 00h / dom. - 11h até 18h / Cartões de rio: 2ª a sáb. e fer. 11h até 15h / Cartões de déb. déb. e créd.: Diners, Master, Redeshop e Visa e créd.: Master

Cantina Dom Ferrucio

Compostela

Al. Profº Lucas Nogueira Garcez, 2420 / Fone: Al. Profº Lucas Nogueira Garcez, 2435 / Fone: 4411-7661 / Horário: 3ª a dom. - 11:30h até 4402-7663 / Horário: 2ª - 19h até 23h / 3ª a 00h / Cartões de déb. e créd.: Diners, Master, dom. - 12h até 15h e 19h até 23h / Cartões de Redeshop e Visa déb. e créd.: Diners, Master e Redeshop / Cartão e déb.: Visa Divina Truta Al. Profº Lucas Nogueira Garcez, 2029 / Fone: Casa da Vó 4412-0900 / Horário: 2ª, 4ª e 5ª - 11h até 15h Rua José Lucas, 111 / Fone: 4411-2615 / Hoe 19h até 23h / 6ª e sáb. - 11h até 15h e 19h rário: 2ª a 6ª - 11h até 15h / sáb. - 11:30h até até 00h / dom. - 11h até 17h e 19h até 23h / 16h / Cartões de déb. e créd.: Bigcard, Master Cartões de déb. e créd.: Master, e Visa e Visa / Ticket Refeição: Sodexho, TR e VR

Casa Ítalo Portuguesa Al. Profº Lucas Nogueira Garcez, 2109 / Fone: 4411-0626 / Horário: 2ª e 4ª - 11h até 15h / 5ª, 6ª e sáb. - 19h até 22:30h / dom. - 11h até 17h / Cartões de déb. e créd.: American Express, Diners, Master e Visa

Fan Fan Food Rua José Bim, 126 / Fone: 4418-2736 / Horário: 2ª a dom. - 11h até 15:30h e 18h até 22:30h / Cartões de déb. e créd.: Diners, Master, Redeshop e Visa

79


Roteiro Gastronômico Fazendinha Al. Profº Lucas Nogueira Garcez, 1980 / Fone: 4411-7857 / Horário: 3ª a 6ª - 17h até 01h / sáb. - 12h até 01h / dom. - 12h até 23h / Cartões de déb. e créd.: Master e Visa

Frango D’água Estrada Hisaichi Take Bayashi, 7060 / Fone: 4416-4515 / Horário: 3ª a 5ª e dom. - 09h até 18h / 6ª e sáb. - 09h até 22:30h / Cartões de déb. e créd.: Diners, Master, Redeshop e Visa

Haru Natsu

Procura-se a Empadinha Al. Profº Lucas Nogueira Garcez, 2554 / Fone: 4412-9293 / Horário: 3ª a 5ª - 12h até 23h / 6ª e sab. - 12 até 02h / dom. - 12h até 23h / Cartões de déb. e créd.: Master e Visa

Procura-se a Empadinha Rod. Fernão Dias, Km 49,6 / Fone: 4416-3132 / Horário: 3ª a 5ª - 08h até 19h / 6ª, sab. e dom. - 07h até 19h / Cartões de déb. e créd.: Master e Visa

Rancho da Viola

Al. Profº Lucas Nogueira Garcez, 2576 / Fone: Rua Eliseu Corradini, 1644 / Fone: 4411-8244 4411-2231 / Horário: 2ª a 6ª - 11:30h até 15h / Horário: 3ª a dom. - 11:30h até 17h / Cartões e 19h até 23h / sab. - 11:30h até 15:30h e 19h de déb. e créd.: Master e Visa até 23:30h / dom. - 11:30h até 15:30h e 19h Rancho Santa Paz até 22h / Cartões de déb. e créd.: Master, ReRua Dona Amélia Bonini, 111 / Fones: 4411deshop e Visa / Ticket Refeição: Planvale Re0150 / 9848-8121 / Horário: dom., 2ª, 4ª e 5ª feição, Sodexho, Ticket Refeição e VR – 11:30h até 15h / 6ª e sáb. - 11:30h até 15h e Novo Sabor 19:30h até 23h / Cartões de déb. e créd.: MasRua Major Juvenal Alvim, 11 / Fones: 4411ter e Visa 1088 / 9527-3543 / Horário: 2ª a sáb. - 11h até Recanto das Pedras 16h / Cartões de déb. e créd.: Diners, Master, Rod. Fernão Dias, Km 50 B / Fone: 4416-3032 Redeshop e Visa / Horário: 2ª a dom. - 07h até 19h / Cartões de O Casarão do Lago déb. e créd.: American Express, Master, Redeshop e Visa Al. Profº Lucas Nogueira Garcez, 985 / Fone: 4418-1996 / Horário: 2ª a dom. - 11h até 15h / Samurai Cartões de déb. e créd.: Master e Visa Al. Profº Lucas Nogueira Garcez, 1471 / Fone: Paiol 4411-9103 / Horário: 2ª a 5ª e dom. - 19h até Estrada Hisaichi Take Bayashi / Fone: 441623h / 6ª e sáb. - 19h até 00h / Cartões de déb. e créd.: Diners, Master e Visa 4453 / 4416-4454 / Horário: 2ª a 6ª - 11:30h até 14:30h / sáb. e dom. - 12h até 16h / Cartões Sanko de déb. e créd.: Master e Visa / Ticket RefeiRua 9 de Julho, 98 / Fone: 4413-3132 / Hoção: Sodexho rário: 3ª a dom. - 11h até 15h / 5ª, 6ª e sáb. Papajoe’s - 19h até 23h / Cartões de déb. e créd.: AmeRua José Alvim, 218 / Fone: 4418-1089 / Horican Express, Diners, Master e Visa / Ticket rário: dom. a 5ª - 11h até 00h / 6ª e sab. - 11h Refeição: VR até 02h / Cartões de déb. e créd.: Diners, Mas- Sanko ter e Visa Rua Thomé Franco, 184 / Fone: 4413-1093 Pappagallo Restaurante Pizzaria e Buffet / Horário: 2ª a 6ª - 11h até 15h / sáb. - 11h Al. Profº Lucas Nogueira Garcez, 4745 / Foaté 15:30h / Cartões de déb. e créd.: Bigcard, nes: 4411-6565 / 4412-4951 / Horário: 3ª a 6ª Master e Visa / Ticket Refeição: Bigcard, So- 11:30h até 15 e 18h até 23:30h / sab., dom. dexho, TR e VR e fer. a partir das 12h / Cartões de déb. e créd.: Santa Pimenta American Express, Master e Visa / Ticket ReAv. Santana, 122 C / Fone: 4412-5714 / Horáfeição: Sodexho, TR e VR. rio: 2ª a sáb. - 12h até 15h / Cartões de déb. e Também delivery créd.: Master e Visa

Ponto do Peixe Frito Al. Profº Lucas Nogueira Garcez, 4712 / Fone: 4411-8566 / Horário: 3ª a 6ª - 18h até 23:30h / sáb. e dom. - 11:30h até 00h / Cartões de déb. e créd.: Master e Visa

80

Skina da Picanha Al. Profº Lucas Nogueira Garcez, 1952 / Fone: 4412-8779 / Horário: 2ª, 4ª, 5ª e 6ª - 17:30h até 00h / sáb., dom. e fer. - 11h até 00h / Cartões déb. e créd.: todos os cartões


Roteiro Gastronômico Sushi do Alberto Rua José Bonifácio, 318 / Fone: 4411-0558 / Horário: 2ª a 5ª - 18:30h até 23h / 6ª e sáb. 18:30h até 00h / dom. - 12h até 17h / Cartões de déb. e créd.: Visa

Sapore D’Itália Rotisserie Rua Yolando Malozzi, 629 / Fone: 4412-9892 / Horário: 3ª a sáb. - 07h até 19h / dom. - 07h até 13h / Cartões de déb. e créd.: American Express, Ibicard, Master e Redeshop

Taberna Rod. Fernão Dias, Km 37,5 / Fones: 4412Sorveterias 8604 / 4402-2706 / Horário: dom. a 4ª - 07h até 17h / 5ª a sáb. - 07h até 23h / Cartões de déb. e créd.: Diners, Master, Redeshop e Visa Ao Valentin Sorveteria Villa Restaurante Praça Claudino Alves, 88 / Fone: 4413-0587 Rua Benedito Leite, 19 / Fone: 4402-3868 / / Horário: 2ª a dom. - 09h até 21h / Cartões: Horário: 3ª a 6ª - 11h até 15h / sáb. dom. e fer. não aceita - 11:30h até 15:30h / Cartões de déb. e créd.: Ao Valentin Sorveteria Master, Redeshop e Visa / Ticket Restaurante: Rua José Alvim, 66 / Fones: 4411-7829 / Sodexho e VR 4418-2896 / Horário: 2ª a dom. - 10h até 21h / Cartões de déb. e créd.: Master e Visa

Somente Delivery

Ao Valentin Sorveteria Al. Profº Lucas Nogueira Garcez, 3327 / Fone: 4413-2420 / Horário: 3ª a dom. - 11h até 22h / Cartões de déb. e créd.: Master e Visa

Delivery Maria

Av. Brigadeiro José Vicente Faria Lima, 1401 Fones: 4413-3429 / 4412-9253 / Horário: 3ª a Frutiquello Sorvetes dom. - 11h até 14h e 19h até 22h /Cartões : Al. Profº Lucas Nogueira Garcez, 3039 / Fone: não aceita. 4402-2869 / Horário: 2ª a 6ª - 13h até 23:30h Só delivery / sáb., dom. e fer. - 12h até 02h / Cartões de déb. e créd.: Master e Visa

Rotisseries Gigio Rotisserie

Mil Milk Sheik Só Aki Al. Profº Lucas Nogueira Garcez, 1860 / Fone: 4402-2884 / Horário: 2ª a 5ª - 10h até 21h / 6ª, sáb. e dom. - 10h até 22h / Cartões de déb. e créd.: Master e Visa

Al. Profº Lucas Nogueira Garcez, 1595 / Fones: 4411-0257 / 4411-2619 / Horário: 3ª a sáb. - 09h até 17:30h / dom. - 09h até 15h / Mil Milk Sheik Só Aki Cartões de déb. e créd.: Master e Visa Rua José Bim, 174 / Fone: 4412-4753 / Horário: 2ª a dom. - 10h até 21h / Cartões de déb. e Kytutys créd.: Master e Visa Al. Profº Lucas Nogueira Garcez, 3830 / Fone: 4413-4881 / Horário: 2ª a dom. - 08h até 22h / Ponte dos Sabores Cartões de déb. e créd.: Master e Visa Av. São João, 901 / Fone: 4402-3316 / Horário: 2ª a dom. - 10h até 00h / Cartões de déb. e La Pasta créd.: Master e Visa Al. Profº Lucas Nogueira Garcez, 2009 / Fones: 4412-5489 / 4412-9496 / Horário: 2ª e Sorveteria Nevaska 3ª - 08h até 17h / 4ª a sáb. - 08h até 22h / dom. Av. Brigadeiro José Vicente Faria Lima, 671 / - 08h até 15h / Cartões de déb. e créd.: Master Fone: 4411-4444 / Horário: 2ª a dom. - 10:30h e Visa / Ticket Refeição: VR até 22h / Cartões: não aceita

Saikô

Sorveteria Nevaski

Rua Thomé Franco, 246 / Fone: 4411-2619 / Av. Dona Gertrudes, 770 / Fone: 4418-3569 / Horário: 2ª a sáb. - 10:30h até 16h / Cartões de Horário: 2ª a dom. - 09h até 22h / Cartões de déb. e créd.: Bigcard / Ticket Refeição: Bigdéb. e créd.: Master e Visa card Sorvetes Frutos do Cerrado Salsarella Al. Profº Lucas Nogueira Garcez, 2674 / Fone: Av. Brigadeiro José Vicente Faria Lima, 693 / 4413-0019 / Horário: 2ª a 5ª - 12h até 21h / 6ª Fone: 4411-3898 / Horário: 2ª a sáb. - 08:30h a dom. - 12h até 22h / Cartões de déb.: Master até 19h / dom. - 08:30h até 13h / Cartões de e Visa déb. e créd.: Master e Visa

81


Enfase ed 12  

revista Ênfase edição 12 junho de 2009

Advertisement