Issuu on Google+

JORNAL

CAMPOS DO JORDÃO & Cia

10 a 16 de agosto de 2012 - Ano XXII - nº 947 - Distribuição Gratuita

Verdes Vales

Editora Jornalística Verdes Vales Ltda - Av. Dr. Januário Miráglia, 1750 - Conjunto 4 - Campos do Jordão - SP Editor responsável: Antonio Luiz Schiavo Júnior - Impressão: Gráfica ADC News - Tiragem: 7.000 exemplares

www.jornaldecampos.com.br

Editora Jornalística

Sazonalidade! Como combater? TODOS OS ANOS É A MESMA COISA, TERMINADA A ALTA TEMPORADA, O EMPRESARIADO DISCUTE O QUE FAZER PARA INCREMENTAR OS PERÍODOS DE BAIXA: OS DEMAIS ‘DEZ MESES’ QUE VIRÃO PELA FRENTE.

EDITORIAL Público tradicional retorna em agosto Existe um mix de opiniões sobre a temporada. Há que afirme que o turista tradicional fugiu do agito de julho, mas começa a voltar em agosto. Leia na página 2.

FOTO: KADU SCHIAVO

COMO FOI A TEMPORADA? Entrevistamos empresários de diversos setores. Confira na matéria o balanço sobre a alta temporada em 2012. Leia na página 3.

O saldo comercial deste ano aponta, na média, queda na ocupação hoteleira, nos setores de arquitetura, decoração e no comércio em geral. “Muita gente circulando, mas gastando pouco”, citam empresários. Por outro lado, boa parte do setor de alimentação aponta crescimento. Algumas questões ficaram claras: Turistas reclamam das tarifas de hospedagem. Por sua vez observa-se que a hotelaria não divulga, com clareza, que fora os fins de semana as tarifas chegam a cair até 40%. Enfim, está faltando comunicação entre Campos do Jordão e seu público.

ALGUNS MOTIVOS PARA VISITAR CAMPOS DO JORDÃO NAS 4 ESTAÇÕES Veja na página 7. OPINIÃO DO LEITOR Pelo Facebook ou por e-mail leitor opina sobre a cidade. Leia na página 8.

Campos do Jordão em suas mãos

Verdes Vales

Editora Jornalística

WWW.CAMPOSDOJORDAOECIA.COM.BR WWW.ENCANTOSESABORES.COM.BR WWW.JORNALDECAMPOS.COM.BR


2

JORNAL CAMPOS DO JORDÁO & CIA

www.jornaldecampos.com.br

10 a 16 de Agosto de 2012

Público tradicional retorna em agosto Terminado o agito dos meses junho e julho, frequentadores tradicionais devem retornar à Campos do Jordão a partir de agosto. Pelo menos é o que boa parte dos empresários entrevistados pela nossa reportagem acredita. Na matéria editada na página seguinte, o leitor poderá ter um panorama do que foi a temporada de julho, segundo empresários de vários setores. Segundo os entrevistados, não há unanimidade. Para alguns o movimento em relação a 2011 foi até 20% menor. e para outros, até 50% melhor. “Muitos dos tradicionais frequentadores da cidade deixaram de estar presentes nos meses de alta para fugir do stress dos congestionamentos, dos abusos no tarifário hoteleiro, das filas, de flanelinhas e da falta de locais seguros e confiáveis para estacionamento”, destaca um dos entrevistados. Outros citam que movimento bom só existiu nos fins de semana. “Faltaram bons eventos alternativos que atraíssem público durante a semana, além dos eventos do Festival”, afirmou outro. Outros tantos comentaram que o declínio e até ausência de tradicionais grifes, importadoras e montadoras de veículos, com seus lançamentos e teste-drives, desestimulou parte do público a subir a serra ou mesmo a prolongar a permanência em Campos. O que venho comentando há mais de quatro décadas no jornal e em outras mídias é que Campos do Jordão ainda não conseguiu definir sua própria identidade. Enfim, cada prefeito que entra investe num determinado foco turístico, muitas vezes anulando o que já feito anteriormente. O que volto a insistir é que a cidade precisa definir seu público alvo, suas metas, suas atrações e aprender a racionalizar seus espaços, onde incluo a questão disciplinar dos ônibus de turistas de um dia, hoje com acesso ilimitado, ocasionando sérios problemas de circulação por toda a cidade. Não se trata de escolher público ou discriminar esse ou aquele tipo de turista, mas de usar critérios para se permitir a circulação de veículos (de toda a sorte) em determinados pontos da cidade, como acontece em muitas outras estâncias brasileiras: uma questão de física, além de bom senso... Onde cabem 50 não dá para colocar 51. Sem metáfora, seria uma má ideia, com transtornos para todos. O turismo de massa precisa ser repensado e nossa identidade como cidade turística também! Antonio Luiz Schiavo Júnior - schiavojr@uol.com.br

Verdes Vales

Nutricionista, Psicologia, Oftalmologia, Vascular, Clínica Médica, Cardiologia, Otorrinolaringologia, Penumologia, Imunologia e mais os Exames de: ECG, Espirometria, Radiologia, Laboratorias e Pequenas Cirurgias. Telefone: (12) 3668-8300

Narcóticos Anônimos Se você quer parar de usar DROGAS a ajuda está perto de você! Ligue 24 horas (12) 9775-6779 Reuniões às 3ª e 5ª das 19h:30 às 21h.

Editora Jornalística

SUBINDO

DESCENDO

Temporada boa. Apesar da queda de público e faturamento em alguns setores do comércio e da indústria local, a temporada foi boa, com destaque para os eventos do Festival Internacional de Inverno, que este ano privilegiou o público com 77 magníficos concertos.

Justiça eleitoral demora na definição de recursos. Dos nove candidatos ao Executivo em Campos do Jordão, três estão indeferidos e tentam, em instâncias superiores, liberação de seus nomes para concorrerem ao pleito de outubro. São, nada menos, que 33% dos candidatos com situação pendente. Se não há condenação em última instância, isso gera problemas para o eleitor na hora da escolha, pois qualquer um deles pode ser inocentado ou conseguir participar das eleições através dos muitos recursos que as leis brasileiras permitem. Vamos ter que aguardar para ver como ficará...

Documentário sobre Campos. O recém-lançado longa, “Histórias de Vidas na Montanha Magnífica” ,continua a repercutir bastante na sociedade local, assim como na mídia. O importante trabalho registra e resgata parte da história da cidade, desde seus primórdios, passando pela época sanatorial até os dias de hoje. Um documento histórico que merece ser apreciado por todos, principalmente por jovens estudantes. O DVD está a avenda em diversos pontos comerciais da cidade. Dia dos Pais faz crescer vendas pela internet. Segundo pesquisa realizada pelo Fecomércio, mais de 18% das famílias pretendem comprar bens duráveis para comemorar a data. Apesar da tendência por produtos eletrônicos, como tablets e smartphones, a categoria “jardim-ferramentas” ainda é a que mais se destaca nesse período. De acordo com o site comparativo de preços www.shopbot.com.br a procura por essas áreas já cresceu quase 90%. Saiba mais na página 6.

Palácio Alto da Boa Vista. A sede de Inverno do Governo paulista em Campos, está aberta ao público para visitação. Lá podem ser vistos: obras de arte, porcelanas, peças de decoração e mobiliário antigo. Museu Felícia Leirner. O museu está montado ao ar livre junto aos jardins que contornam o Auditório Cláudio Santoro. Lá podem ser vistas diversas esculturas com formações zoomórficas da renomada artista. Museu Casa da Xilogravura. Atelier e mostra permanente com cerca de 2 mil peças de artistas e gravadores de todo mundo. A Casa da Xilo fica defronte a Igreja N. Senhora da Saúde. Não abre às 3ªs e 4ªs.

Pavimentação mal feita. Na semana que passou publicamos ampla reportagem sobre pavimentações em diversas ruas da cidade. Menos de três dias após a conclusão do asfaltamento no Jardim Márcia, defeitos e buracos surgiram num dos trechos obrigando a empreiteira a retomar as obras que mal tinha acabado. O que acontece? Que tipo de técnica e material está sendo aplicado, que em menos de uma semana parte do serviço executado precisa ser refeito? E nos diversos outros logradouros públicos, como estão saindo as tais obras de pavimentação? Quem fiscaliza isso pela Prefeitura Municipal de Campos? Afinal, é o suado dinheiro público que está sendo aplicado!

Casa do Artesão. Na avenida de ligação entre as Vilas Capivari e Jaguaribe, defronte aos Bombeiros. Mostra permanente de trabalhos em madeira, como esculturas de placas, couro, metal e grande variedade de objetos de decoração. Parque do Estado/ Horto Florestal: Ocupando 1/3 da área da cidade, é um passeio imperdível para quem curte natureza bem preservada. Rica em fauna e flora é o lugar ideal para se passar horas curtindo o visual das matas, corredeiras e cachoeiras. Canto Gregoriano. No Mosteiro São João (Av. Adhemar de Barros), com as Monjas Beneditinas. Diariamente às 18 horas. No local venda de artesanato, com ótimas sugestões de presentes e lembranças da cidade.

Criticas e sugestões: redação@camposdojordaoecia.com.br

EXPEDIENTE: Editora Jornalística Verdes Vales Ltda Jornal Campos do Jordão & Cia (online no UOL)

Registro nº 12 do Livro B-nº1, de Matrícula de Jornal, do Cartório do Oficial de Registro Civil de Pessoas Jurídicas de Campos do Jordão. Impressão: ADC NEWS - Av. Benedito Bento 131 - São José dos Campos-SP Redação: Av. Dr. Januário Miráglia, 1750 - loja 4 - Shopping Abernéssia Campos do Jordão - CEP 12460-000 - fone: (12) 3664-4368 Jornal associado às entidades: ADJORI-SP e ABRARJ. Editor Responsável: Antonio Luiz Schiavo Júnior - MTB 44.237-SP Diretor Administrativo: Hosana Camargo Schiavo. Diretor de Arte: Carlos Eduardo Camargo Aranha Schiavo E-mail: jornaldecampos@uol.com.br - Tiragem semanal: 7 mil exemplares

www.securitymaster.com.br

Consultas e exames particulares nas seguintes especialidades:

Agenda Cultural

Sobe & Desce

SECURITY MASTER Monitoramento de Alarmes Venda - Instalação

Equipamentos de última geração: alarmes, câmeras, sensores etc. Segurança Patrimonial residêncial, comércio, indústria, eventos e Vip. Prestação de Serviços em Hotelaria e Condomínios: Zeladoria, Eventos, Portaria - Recepção etc.

Rua Inácio Caetano, nº 941 - Vila Abernéssia Fones: 3668-9898 // 3664-1750

M.C. Contabilidade

Manoel Carlos Monoo Pereira Tec. Contabil CRC 1-SP164201/O-5

- Assessoria Contábil

- Imposto de Renda Física e Jurídica

- Assessoria Fiscal

- Abertura/Encerramento de Empresas

- Assessoria Trabalhista

- Obtenção de "Habite-se"

- Assessoria Previdenciária

- Certidões de INSS, Cartórios etc.

NOVO ENDEREÇO! R. João Rodrigues Pinheiro, 167 - Vila Abernéssia - Fones: (12) 3662-2774 3662-5686 - 3662-5994 - 3662-3412 - E-Mail: mc-contabil@uol.com.br

DROGARIA CENTRAL Medicamentos e Perfumaria - Produtos de Qualidade

Vantagens do Cartão Preferencial: Entrega Sem Taxa, a partir de R$10,00

Produtos com até 50% de desconto!

Pague em até 3 x Sem Juros!

Disk 0800.102.093 - 3662-5307

Faça-nos uma visita: Av. Januário Miráglia, 910 - Abernéssia


www.jornaldecampos.com.br

TURISMO

JORNAL CAMPOS DO JORDÁO & CIA 10 a 16 de Agosto de 2012

3

Como foi a temporada de Inverno 2012? Este foi o questionamento que fizemos para alguns empresários. Confira os comentários, analise e envie também sua avaliação.

“ “ “

“ “ “

Os efeitos da sazona- presário, lembrando que o da Anabella Decorações, o “Muita gente critica, mas eu considero positivo e irlidade estão se refletindo número de turistas que vêm movimento em julho foi enreversível. O que falta é uma sinergia entre comércio, cada vez mais e, também, para a cidade somente para tre 10% a 15% menor que turismo e poder público para organização e divulgadurante a alta temporada. passar o dia tem aumenta- 2011. “Vimos muita gente Antigamente, notava-se do consideravelmente. na cidade, porém pouco dição da cidade toda como destino turístico” movimento intenso durante Os empresários, Sônia nheiro circulando” comenta Alberto Lenz - Hotel Toriba todo o mês de julho. Hoje e BJ, da Pousada Alto da o empresário preocupado, vemos que até durante a Boa Vista, revelaram que- lembrando que o segundo temporada temos momen- da acentuada na ocupação. semestre tende a ser um “Vimos muita gente na cidade, tos de “baixa”. Segundo eles, houve queda pouco mais fraco. O público está se di- de 20% em relação ao ano Já o Sr Kitta, proprietáporém pouco dinheiro circulando”. versificando, “a cidade ain- passado. rio da Kitta Móveis, diz ter Fernando de Marco - Anabella da tem o público de vendido 20% luxo de antigamente, “Muitos dos nossos clientes que vinham menos do que mas surgem novas o ano passado. “Eu diria que sentimos o momento econômico que durante a primeira quinzena vieram na sefrentes de consumiEle esperava o país está passando. O ano de 2011 já tinha sido gunda após terem feito viagens ao exterior” bem mais para dores, que estão gainferior a 2010 e nesta temporada o movimento nhando poder aquiVera Lúcia Duarte - Frontenac os meses de sitivo e tem subido a junho e julho e foi 10% menor do que no ano passado”. serra cada vez mais” atribui isso ao Ricardo Lenz - Tarundu comenta Alberto Lenz, DiJá a empresária Vera fato de haver reduzido núretor Geral do Hotel Toriba, Lúcia Duarte, diretora do mero de eventos paralelos, que acredita que o público Hotel Frontenac, classificou que normalmente chegam bom, mas ainda há muito a O que é preciso melhoda cidade está se dividindo a temporada como media- na cidade dois meses antes melhorar. rar em Campos é a divulgaem nichos. “Muita gente cri- na. “Em nosso Hotel houve para montagem de estanSegundo José Carlos, ção sobre as tarifas promotica, mas eu considero po- queda em torno de 8% a des e acabam consumindo proprietário do restaurante cionais da hotelaria entre as sitivo e irreversível, o que 10% na ocupação, gerada ou alugando móveis para Manati, “O movimento foi segundas e quintas-feiras. falta é uma sinergia entre por uma série de fatores os stafs das bases e pesso- abaixo do esperado, entre Muita gente acredita que os comércio, turismo e poder econômicos para o tipo de al de produção. 10% a 15% em relação do valores promovidos nos fins público para organização e cliente que atenano passado” de semana se aplicam aos divulgação da cidade toda demos. Um deles comentou. Bom demais”, concluiu. como destino turístico”, foram as facilida“Vi muita gente reclamando, mas pra mim aos finais de sePara Sérgio Luiz Salvaaponta o empresário. des para viajar mana e fraco endor, proprietário de quatro foi ótimo!” José Carlos - Sabor Chocolate Para Alberto essa tem- para o exterior”, tre às segundas restaurantes (Trattoria Salporada foi boa. “O destino aponta Vera coe quintas-feiras. vador, Nonna Mimi, Sérgio’s Toriba teve um faturamento mentando que muitos dos Setor de alimentação Fernando, do Confra- e Maná), “a temporada foi 26% maior que o ano pas- clientes que vinham na priPara José Carlos, pro- ria do Sabor, comentou muito boa. O movimento no sado” comentou o empre- meira quinzena, vieram na prietário do Sabor Chocola- que apesar da temporada Trattoria, que estreiou este sário, lembrando que nos segunda, após terem feito te, o faturamento foi 12,8 % ter sido boa no geral, seu ano, foi ótimo e nas demais de anos de 2010 e 2011 ti- viagens ao exterior. maior que 2011, que já ha- estabelecimento registrou casas cerca de 10% supeveram faturamentos iguais. Já em relação aos pas- via sido bom e superior que queda de cerca de 10% no rior ao ano passado”. Desmembrando essa por- santes de seu requintado em 2010. “Vi muita gente movimento. Ele atribui isso Sérgio concluiu citando centagem, ouve um acrés- Restaurante Charpentier, reclamando, mas pra mim ao fraco movimento durante que: “Se está ocorrendo alcimo de 5% na ocupação Vera classificou o movimen- foi ótimo! Vi muito turista a semana e problemas no guma mudança no perfil do do Hotel, 40% de acréscimo to como “muito bom”, já que de um dia, mas a verdade acesso, como algumas ruas turista, como a inclusão de no movimento de passan- registrou acréscimo de mais é que todo mundo tem que interditadas no Capivari. novas classes emergentes, tes em um dos restaurantes de 50%. “Se o destino Cam- comer e o chocolate quaPaulo César da Costa, o empresariado local deve e uma queda de 7% no mo- pos do Jordão for trabalha- se sempre está entre suas do La Galia, disse que a se adaptar ao fenômeno e vimento de outro restauran- do em suas características prioridades” concluiu o em- temporada foi boa, apesar não tentar impor práticas te do Hotel. principais, natureza, cultura presário bastante satisfeito. de registrar queda de 10% que vão se perdendo com a “Em outros tempos, e gastronomia, que é o que Para Fernando Peret- no movimento. “Atribuo isso evolução social”. vendíamos julho inteiro. o turista busca, o resultado ti, proprietário do Safari o a termos tido apenas quatro Com o passar do tempo fo- será bom para todos”, Con- movimento foi muito bom. finais de semana em julho, PARTICIPE! mos nos adaptando para 15 clui a empresária. “Não tenho o que reclamar, contra cinco em 2011. Ficou Envie também o seu dias, depois para uma seNo ramo de móveis e pra mim foi algo entre 10% aí a diferença. No mais ouvi depoimento e opinião para mana, um fim de semana. decoração também puder- e 15% a mais do que 2011” do público frequentador Nesta temporada aconte- mos ver uma queda nas destaca o empresário, re- muitos aplausos, tanto pelo jornaldecampos@uol.com. ceu de vendermos apenas vendas. Para o Sr. Fernan- forçando que durante a se- nível do Festival quanto aos br com o Assunto: “Temporada de Inverno 2012” uma diária”. Comenta o em- do de Marco, proprietário mana o giro de turistas foi eventos paralelos.


4

JORNAL CAMPOS DO JORDĂ O & CIA 10 a 16 de Agosto de 2012

www.jornaldecampos.com.br


www.jornaldecampos.com.br

JORNAL CAMPOS DO JORDĂ O & CIA 10 a 16 de Agosto de 2012

5


6

JORNAL CAMPOS DO JORDÁO & CIA

www.jornaldecampos.com.br

10 a 16 de Agosto de 2012

OPINIÃO

Haja paciência por Marco Cintra Os serviços de telefonia móvel e de transmissão de dados no Brasil vêm se degradando há anos e hoje encontram-se em estado lastimável. Frente a essa situação, a Anatel se mostrou omissa e só agiu no final do mês passado por conta da avalanche de reclamações dos usuários. Algo estranho a ser ressaltado nessa questão foi o fato da Anatel ter autorizado nos últimos dias a volta da comercialização de novos chips pelas operadoras, apenas onze dias após a proibição da venda de novas linhas. Segundo a agência reguladora, as empresas se comprometeram a redirecionar recursos para melhorar os serviços e “em quatro meses” o consumidor sentirá o efeito. É difícil acreditar que em quatro meses as operadoras de telefonia celular vão melhorar significativamente os serviços. Hoje são 256 milhões de aparelhos funcionando, ou tentando funcionar, em uma infraestrutura precária e a comercialização de novas linhas irá pressioná-la ainda mais. As empresas dizem que vão investir para minimizar os problemas de um sistema saturado e que ainda poderão atender a demanda adicional. As operadoras conseguiram convencer a Anatel de que têm condições de receber novos clientes e a pergunta que fica é: como é que em tão pouco tempo elas vão ampliar suas bases operacionais para minimizar os péssimos serviços de celular e de internet para as atuais linhas e ainda dar condições adequadas para as que estão sendo comercializadas? É um absurdo a situação ter chegado ao ponto que chegou. Nos últimos anos as operadoras induziram o aumento da demanda por serviços de telecomunicações sem que houvesse investimentos adequados para elevar a capacidade de atendimento. Há anos elas vêm comercializando chips a baixo custo e oferecendo serviços ilimitados de internet e conversação a preços irrissórios. Por alguns centavos o usuário pode ficar horas falando em um aparelho celular. Em 2011 foram 115 minutos em média por mês, 34% a mais em comparação com 2010. Entre 2009 e 2011 o tráfego de voz cresceu

As operadoras conseguiram convencer a Anatel de que têm condições de receber novos clientes e a pergunta que fica é: como é que em tão pouco tempo elas vão ampliar suas bases operacionais para minimizar os péssimos serviços de celular e de internet para as atuais linhas e ainda dar condições adequadas para as que estão sendo comercializadas? 85% e entre os anos de 2009 e 2010 o fluxo de dados (internet) aumentou 112%. Em 2011 foram vendidos no Brasil nove milhoes de smatphones, aparelhos móveis que acessam a internet, e neste ano serão comercializados mais de quinze milhões deles. Até 2016 a internet através desses aparelhos deve ser multiplicada por 20. No curto prazo não dá para fazer muita coisa em termos de melhoria nos serviços. Hoje a situação já está um caos e a combinação da expansão dos aparelhos “smarts” com os serviços ilimitados de voz e de dados vai exigir um dose adicional de paciência dos usuários de serviços de telecomunicações no País. É ótimo que haja oferta de aparelhos e serviços a baixo custo, mas é inadmissível a ineficiência das operadoras quando o usuário precisa se comunicar ou obter informações. É uma irresponsabilidade, compactuada com a Anatel, a indução da demanda pelas empresas frente aos medíocres serviços que elas oferecem. Isso é zombar do cliente. NOTA: Marcos Cintra é doutor em Economia pela Universidade Harvard (EUA), professor titular e vice-presidente da Fundação Getulio Vargas. www.marcoscintra.org / mcintra@marcoscintra.org

Comércio virtual cresce 90% O Dia dos Pais será comemorado no dia 12 de agosto e promete aquecer o mercado de varejo. Segundo pesquisa da Fecomércio mais de 18% das famílias já compraram ou pretendem comprar bens duráveis para comemorar a data. Apesar da tendência por produtos eletrônicos, como tablets e smartphones, a categoria “jardim-ferramentas” ainda é a que mais se destaca nesse período. De acordo com o site comparativo de preços www.shopbot.com.br, a procura por essas áreas cresceu quase 90%. Segundo o diretor do ShopBot no Brasil, Ricardo Bove, foram negociadas 127 ofertas especiais para o Dia dos Pais, proporcionando uma economia de até 65% com os presentes. “A procura por ferramentas como furadeiras e produtos como escadas, totalizam um crescimento de quase 200%”, afirma, ressaltando ainda que o cumprimento dos prazos de entrega dos produtos evoluiu a cultura brasileira nesse setor. As áreas de informática e eletrônica continuam em primeiro lugar na opinião dos internautas, TV LCD/LED, celulares e computadores, ainda estão no topo da preferência dos filhos e o crescimento da procura nessas áreas continua, nesse período a margem foi de mais de 150%. Há quase uma década no merca-

do, o site comparativo de preços ShopBot oferece uma variedade de mais de 400 lojas online e mais 1,5 milhão de ofertas, assim fica fácil encontrar o presente ideal para essa data, seja qual for o perfil do pai. Os presentes mais tradicionais estão ligados ao futebol, como não poderia deixar de ser na nação mais apaixonada pelo esporte. Os “artigos para torcedor” como cachecóis, canecas, jogos de cama e etc, tiveram um aumento na procura de mais de 70%. Porém, o ano de 2012 trouxe uma surpresa no perfil de preferência dos pais, já que o setor com maior crescimento na procura foi da categoria Sex Shop, com a espetacular margem de 480% de aumento na demanda. A ampla variedade de produtos comprova que não falta opção de presente para os tradicionais e muito menos para aqueles mais modernos. A agitada rotina de atividade do brasileiro fez aumentar a confiança no mercado de e-commerce, justamente para otimizar o tempo. Para facilitar o acesso aos produtos, o Shopbot também aposta no maior site de relacionamentos do mundo: Facebook. Através da página www.facebook.com/ ShopbotBrasil, o consumidor consegue uma interação maior com as lojas virtuais. Fonte: RioPress As. de Imprensa

Dr. Mauro Amâncio Di Agustino Clínica Geral - UTI Móvel (para remoções) Diagnóstico por imagens - ECG - RX - Ultrassonografia Home Care (atendimento domiciliar) Atendimentos no Hospital S. Paulo (Convênios e Particulares) Telefones: (12) 3668-9010 - 9145-2527 - 7819-8900

ANÚNCIOS CLASSIFICADOS Casa Recanto Dubieux

Vendo c/ 1 suite + 3 dorm., arm embt. sala c/ lareira, garagem 2 carros, com financiamento. Tratar: (12) 9782-7665.

Campista vendo sítio

7 alqueres com 2 minas d’água Tratar: (12) 9782-7665

Terreno nova Capivari

RESTAURANTE

Vendo em Santo Antonio do Pinhal - instalação e fundo de comércio, com ótima localização. Tratar: (12) 9735-1099.

Precisa-se vendedoras para pratas e folheados

1.700 m2 - R$ 60 mil Tratar: (12) 9782-7665

Tratar pelos fones: (12) 36426148 e 9104-7191.

Terreno Vila Natal

Vendo GOL 05 - 1.6 Mod. Ralye aro 17

Vendo c/ 935m²: R$ 31 mil. Ent. 11 mil + 24 x de R$ 833,00. Inf.: (12) 3662-4198.

Capivari casa alugo Com 2 dorm. mobiliado Tratar: (12) 9782-7665

Vendo Restaurante “Santa Terezinha” Está situado na Rua Pereira Barreto 67, em Abernéssia (na subida da SEA). Totalmente montado, possui 45 lugares, forno de pizza, estacionamento e espaço para expansão. Valor: R$ 50.000,00, direto com proprietário.

Tratar: (12) 9792-6900.

Tratar com Fernando pelo telefone: (12) 9781.3118.

Strada Locker 09

ESTANTES DE AÇO

Completa, prata, motor 1.8. Tratar: (12) 8111-0530.

(12) 3664-1675 www.fanalestantes.com.br


JORNAL CAMPOS DO JORDÁO & CIA

www.jornaldecampos.com.br

10 a 16 de Agosto de 2012

7

VISITE CAMPOS DO JORDÃO NAS 4 ESTAÇÕES

Alguns motivos para você subir a serra e curtir Campos do Jordão nas 4 estações

FOTOS: KADU SCHIAVO

FOTO: DANIEL CARDOSO

Campos do Jordão encanta o ano todo. A cidade se transforma a cada estação. Por isso muitos turistas preferem subir a serra em épocas mais tranquilas, onde os preços são mais convidativos, o movimento é menor e os Encantos e Sabores, que só nossa cidade pode oferecer, continuam os mesmos.

NA PRIMAVERA

A estação das flores, fauna e flora em total harmonia com a natureza proporcionam cenas fantásticas em todos os cantos da cidade.

NO VERÃO

Nem quente, nem frio, nosso “ar condicionado natural” atrai quem prefere a tranquilidade das montanhas.

NO OUTONO

NO INVERNO

Quando aparecem as primeiras geadas, o cair das folhas transforma a cidade numa pintura de múltiplas cores e nuances.

O frio aproxima as pessoas e as geadas são constantes ao amanhecer. Charme e clima perfeitos para seus melhores momentos.

CAMPOS DO JORDÃO EM SUAS MÃOS

Novo site complementa revista e norteia milhares de turistas nesta temporada WWW. ENCANTOSESABORES .COM.BR

Portal com o conteúdo da revista Encantos e Sabores que agrega também todo o conteúdo do portal CAMPOSDOJORDAOECIA e que pode ser acessado também em celulares e tablets.

NÃO BASTA ESTAR NO PORTAL! É PRECISO SER UM PORTAL! MAIS QUE UM GUIA, A VITRINE DE CAMPOS DO JORDÃO

ALTA VISIBILIDADE PARA O SEU NEGÓCIO

DIVULGAÇÃO EM MASSA São 100 mil exemplares anuais da revista somados com: + destaque dentro do UOL + panfletagem em hotéis, pousadas, portal da cidade e supermercados + 28 mil exemplares mensais do Jornal para divulgação do site


8

JORNAL CAMPOS DO JORDÁO & CIA

www.jornaldecampos.com.br

10 a 16 de Agosto de 2012

JORNALISMO PARTICIPATIVO

Aqui a população tem voz! Veja o que está sendo comentado em nossa página do Facebook e E-mail Nas últimas edições lançamos uma novidade fazendo a interação do jornal impresso com nossa página do Facebook - www. facebook.com/CamposdoJordaoeCia, onde lançamos algumas perguntas e enquetes. Para esta semana abrimos mais um tema: “Como foi para você e/ou sua empresa a alta temporada (maio a julho) deste ano?”, “O que fazer para melhorar ainda mais?”

Abaixo alguns comentários de leitores e internautas: Os textos são colocados na íntegra e sem alterações. Portanto ao escrever, fique atento com o português, não faça acusações sem provas. Comentários preconceituosos e tendenciosos poderão ser excluídos, assim como auto promoção de políticos e de empresas.

Sobre o Guia Encantos e Sabores Inverno. Edmundo Ferreira da Rocha: Prezado Schiavo Junior, li um exemplar da sua magnífica Revista “Encantos e Sabores” - Campos do Jordão & Cia., número 19 - Inverno de 2012. Sem entrar no mérito da matéria publicada nas páginas 30 e 31 que, realmente, está maravilhosa, gostaria de acrescentar o que segue: Parabenizo você e toda sua excelente e dedicada equipe de grandes profissionais. Como fotógrafo amador há mais de cinqüenta anos, fico maravilhado com as fotografias publicadas. Todas, de excelente qualidade técnica, profissional e visual. As fotos publicadas são sensacionais. Sua Revista engrandece, valoriza a imagem de Campos do Jordão e suas belezas naturais, para os jordanenses, para os turistas, para os brasileiros e para o mundo. Tenha certeza, poucas revistas têm essa qualidade, com “Encantos” e “Sabores”, que deleitam a alma, renovam o espírito e nos enchem os olhos. Com os olhos satisfeitos, é inegável e impositivo o convite para procurar os locais mostrados e poder sentir, gustativamente, os sabores dos lindos pratos mostrados . Desejo constante sucesso a todos da equipe que você lidera. Como jordanense, humildemente, sinto-me honrado em poder contribuir, um pouquinho, para o engrandecimento cada vez mais constante, dessa revista que procura mostrar as maravilhas da minha terra. Guardo em meu acervo, com muito carinho, todos exemplares dessa Revista. Aqui, sempre às ordens. Saudações e Abraços.

Participe! Colabore! Curta! Compartilhe! MANUTENÇÃO EM COMPUTADOR MONTAGEM E MANUTENÇÃO DE REDES SERVIDORES, ROTEADORES E PLOTERS Configuração e montagem de micros em estandes, proxy, servidores, limpeza de vírus, wifi, voip e banda larga.

Sobre a Cidade e a Temporada de Inverno 2012. MartaAraújo: Gostaria de saber quando a SABESP vai passar a rede de água na Estrada da Campista. Se alguém puder informar, pode responder no meu Facebook, por mensagem. Grata. Luiz Flávio: O out-door da Sabesp cita que Campos terá 100% do esgoto coletado e tratado. Isso não é verdade. É propaganda equivocada, pelo menos no que tange as obras já contratadas e em andamento. Corrijam! Vitória: Quando enfim será reinaugurado o espaço cultural Ministro Sérgio Motta, ao lado do Forum? Segundo reportagem publicada no jornal, deveria ser entregue no aniversário da cidade, em 29 de abril passado. Portanto, há mais de 90 dias? José Elias e Maria Amália: Campos como sempre está linda, mas os congestionamentos e a falta de locais para estacionamento nos fizeram levantar acampamento mais cedo. Voltaremos na baixa temporada para poder curtir melhor e com mais tranquilidade nossa querida Campos.

Entre em nossa página no Facebook ou por e-mail e responda nossas enquetes

www . facebook . com /C amposdo J ordaoe C ia

ou jornaldecampos@uol.com.br

CASA DO CHURRASCO SEUS MELHORES MOMENTOS EM CAMPOS DO JORDÃO COMEÇAM AQUI ! Car nes das melhores procedências, cortes especiais, carvão, frios e diversos acessórios para um churrasco perfeito.

Técnico credenciado na Sociedade Brasileira de Computação

Aos finais de semana, preparamos assados e defumados (pernil, picanha, costela, frango).

Atendimento domiciliar e remoto: (12) 9700-4762

Pça. Jaguaribe - DISK CARNES: 3664-4822 - 3662-1731 ou por e-mail: casadochurrasco1@bol.com.br


947