Issuu on Google+

página 8

Jornal Campos do Jordão & Cia - www.camposdojordaoecia.com.br

16 de Abril de 2010

ANO XX - Nº 866 16 de Abril de 2010

Distribuição Gratuita

Já chegou a "Edição de Outono" da Revista "Encantos e Sabores"

www.camposdojordaoecia.com.br

Editora Jornalística Verdes Vales Ltda - Av. Dr. Januário Miráglia, 1750 - Conjunto 4 - Campos do Jordão-SP - Editor responsável: Antonio Luiz Schiavo Júnior - Impressão: JAC Gráfica e Editora - Tiragem: 7.000 exemplares

Campos do Jordão sedia congresso da AVIESP

"Um show de reportagens e imagens sobre o que Campos do Jordão têm de melhor "

A 33ª AVIESTUR acontece nos dias 16 e 17 de abril, com previsão de mais de 5 mil participantes Cinco mil participantes O Congresso da AVIESP - Associação das Agências de Viagens do Interior do Estado de São Paulo e a 33ª AVIESTUR - Feira de Turismo da AVIESP serão realizados no Campos do Jordão Convention Center, com uma previsão de público de 5 mil pessoas. Além dos expositores, confirmou presença na abertura do evento o Ministro do Turismo, Luiz Barreto.

Revista-guia Encantos e Sabores: em quatro lindas edições anuais, que circulam a cada estação do ano, totalizando 100.000 exemplares/ano.

Ministro visitará obras

Distribuição gratuita e dirigida!

PRÓXIMA REVISTA: EDIÇÃO ESPECIAL DE INVERNO (JUNHO)

FOTO: KADU SCHIAVO

Visite nosso site e confira todas edições já publicadas (todas online no UOL): www.encantosesabores.com.br

Frente fria derruba temperaturas para até 4ºC. Previsões dão conta que as geadas não devem demorar a chegar.

Mais um super show de imagens e reportagens 40 mil exemplares distribuídos gratuitamente com impressão primorosa (couché 104 gramas) para você expor sua marca, produtos e serviços! Para outras informações e agendamento de reservas (até 30 de abril): (12) 3664-4368 3662-3090 // 9772-2285 ou envie um e-mail para: anuncio@encantosesabores.com.br

casado 866.pmd

1

16/4/2010, 14:18

Nesse mesmo dia o Ministro cumpre agenda junto a prefeita Ana Cristina, vistoriando obras em andamento e inaugurando oficialmente o "Centro Itinerante de Informações ao Turista". Na sequência a Prefeita e ele assinam contrato para repasse de verbas para obras de infra-estrutura do turismo, como a reforma e adequação do calçamento de todo eixo central da cidade.


página 2

Jornal Campos do Jordão & Cia - www.camposdojordaoecia.com.br

O tal "Bonde da História" A grande maioria dos homens vive, sonha e persegue objetivos ao longo da vida. Faz parte de sua identidade. É visceral traçar metas, superar barreiras, correr atrás, conquistar... Esse desafio é motivador, induz o cidadão a se aperfeiçoar no desempenho de suas funções, no trabalho, nos estudos, em família e nas atividades sociais. Enfim, no aprimoramento de seus conhecimentos, visando melhorar sua participação e evolução na vida e no profissional. Desde a mais tenra idade até seus últimos momentos é sempre assim, o homem vive um eterno e duro processo de superação onde quase não há limites. Fernando Pessoa (1888-1935 - Lisboa) bem soube mostrar um pouco disso em trechos de "Navegar é Preciso", uma de suas mais lidas poesias: "Navegar é preciso; viver não é preciso... Viver não é necessário; o que é necessário é criar... Não conto gozar a minha vida; nem em gozá-la penso. Só quero tornála grande, ainda que para isso tenha de ser o meu corpo e a (minha alma) a lenha desse fogo". Hoje, talvez mais que nunca, vivemos numa sociedade engajada, que não apenas sonha ou flerta com um futuro melhor, mas que acredita e vai à luta. Muitas das vezes uma luta inglória, mas necessária para sua existência. Jovens correm atrás desses sonhos pelos estudos, firmam objetivos, futuros, carreiras e desafios É o sangue novo que ferve em veias fortes. Serão eles que um dia estarão no comando de tudo, inclusive dos destinos do País. Por outro lado, enxergo com preocupação e muita revolta o que faz a maioria dos políticos neste Brasil. Eles se arvoram em assumir os destinos de tanta gente, prometem tanto e quando eleitos decepcionam. Muitos são verdadeiros estelionatários, pois não cumprem nada do que prometeram e da própria imagem que venderam. São eles os responsáveis pelas tantas mazelas que assolam o Brasil. Fizeram o mais difícil, elegeram-se e perderam o "Bonde da História". Pior, quase sempre são reeleitos. Putz, não aprendemos a votar. Ainda. Antonio Luiz Schiavo Júnior - schiavojr@uol.com.br

Sobe

DESCENDO

Ministério Público local. Que obrigou a Prefeitura Municipal de Campos do Jordão a retirar a inconveniente e ilegal montanha de banners, faixas e out-doors espalhados às pencas e que só serviam para poluir visualmente a cidade. Como nem Prefeitura e nem Câmara Municipal, autores da lei "Cidade Limpa", que proibe esse tipo de propaganda na cidade, se arvoraram em fazer cumprí-la, o Ministério Público, através do promotor Dr. Jamil Simon, determinou a retirada. Empresas diversas que mantém placas de identificação fora dos padrões estabelecidos nessa mesma lei terão que readequá-las sob pena de receberem multas, dentre outras penalidades previstas em lei.

Buraqueira sem fim. O tema se tornou recorrente e já há quem afirme que irá virar marchinha para o Carnaval de 2011. É lamentável voltar ao assunto, até porque Camposvive uma semana especial, com evento da AVIESTUR, presença do Ministro do Turismo, além dos jordanenses, os meros mortais, que já não suportam mais serem tragados diariamente pelas centenas de buracos que povoam as ruas de nossa cidade. Lamentável!

Geadas à vista! Com temperaturas mínimas de até 4 graus, Campos do Jordão está prestes a registrar as primeiras geadas do ano. Das chaminés ao final das tardes, já se observa a fumaça se dispersando. É o frio que chega, trazendo com ele milhares de turistas. Campos do Jordão já se transformou numa grande festa! Cidadania. As constantes e legítimas cobranças feitas pelo Jornal às autoridades locais estão se revertendo em ações pontuais, mas importantes por parte da população que se preocupa com os destinos da cidade. Nossas caixas de e-mails estão recebendo expressivo apoio da população e sugestões de novas pautas.

Clínica de especialidades Laboratório - Convênios

Outras informações pelo fone: 3668-8300

Registro nº 12 do Livro B-nº1, de Matrícula de Jornal, do Cartório do Oficial de Registro Civil de Pessoas Jurídicas de Campos do Jordão. Impressão: JAC Gráfica e Editora Ltda - R. São Paulo, 207 - S.José dos Campos-SP Endereço: Av. Dr. Januário Miráglia, 1750 - loja 4 - Shopping Abernéssia Campos do Jordão - CEP 12460-000 - fones: (12) 3664-4368 // 3662-3090 Jornal associado às entidades: ADJORI-SP e ABRARJ. Editor Responsável: Antonio Luiz Schiavo Júnior - MTB 44.237-SP Diretor Administrativo: Hosana Camargo Schiavo. Diretor Executivo: Luiz Augusto Camargo Aranha Schiavo

Agenda Cultural

Desce

SUBINDO

EXPEDIENTE: Editora Jornalística Verdes Vales Ltda Jornal Campos do Jordão & Cia (online no UOL)

Plano próprio para assistência ambulatorial

&

16 de Abril de 2010

Palácio Alto da Boa Vista. A sede de Inverno do Governo paulista em Campos, está aberta ao público para visitação (paga). Lá podem ser vistos: obras de arte, porcelanas, peças de decoração e mobiliário antigo. Museu Felícia Leirner. O museu está montado ao ar livre junto aos jardins que contornam o Auditório Cláudio Santoro. Lá podem ser vistas diversas esculturas com formações zoomórficas da renomada artista, que em Campos. Museu Casa da Xilogravura. Atelier e mostra permanente com cerca de 2 mil peças (rotativas) de artistas e gravadores de todo mundo. A Casa da Xilo fica defronte a Igreja N. Senhora da Saúde. Não abre às 3ªs e 4ªs.

Vandalismo. A madrugada de domingo mais uma vez foi palco de um grupo marginal que saiu de uma boate e depredou lojas e até uma pousada próxima do Teleférico. Segundo depoimento das vítimas, eles saíram de uma casa noturna existente na galeria do miniférico e sem qualquer motivo partiram para quebrar vitrines de algumas lojas. Ainda segundo os denunciantes, o som da casa noturna vaza (pois não haveria tratamento acústico adequado) e atrapalha muito hóspedes das pousadas próximas.

Canto Gregoriano. No Mosteiro São João (Av. Adhemar de Barros), com as Monjas Beneditinas. Diariamente às 18 horas. No local venda de artesanato, com ótimas sugestões de presentes e lembranças da cidade. Casa do Artesão. Na avenida de ligação entre as Vilas Capivari e Jaguaribe, defronte aos Bombeiros. Mostra permanente de trabalhos em madeira, como esculturas de placas, couro, metal e grande variedade de objetos de decoração.

Flanelinhas. Já que a Zona Azul entrou em vigor novamente em Campos do Jordão, promovendo a rotatividade e disciplinando o estacionamento de veículos pela cidade, não se pode admitir que flanelinhas continuem agindo e muito menos que desocupados alcoolizados tentem extorquir dinheiro dos motoristas, em especial de turistas incautos que frequentam nossa cidade à procura de lazer e paz. Alô autoridades, assim não dá!

Parque do Estado/ Horto Florestal: Ocupando 1/3 da área da cidade, é um passeio imperdível para quem curte natureza bem preservada. Rica em fauna e flora é o lugar ideal para se passar horas curtindo o visual das matas, corredeiras e cachoeiras.

M.C. Contabilidade

16 de Abril de 2010

Economia: Dívida com a sociedade por Marcos Cintra*

- Assessoria Fiscal

- Abertura/Encerramento de Empresas

- Assessoria Trabalhista

- Obtenção de "Habite-se"

- Assessoria Previdenciária

- Certidões de INSS, Cartórios etc.

computadores e redes Montagem, revisão de redes, configurações, limpeza de vírus, etc. Luiz Eduardo: (12) 9700-4762

casado 866.pmd

2

SECURITY MASTER Venda - Instalação - Monitoramento de Alarmes

tos para as empresas, aumente a oferta de empregos e formalize postos de trabalho. Ações pontuais foram tornando a estrutura cada vez pior a ponto do Fórum Econômico Mundial detectar, num grupo de 134 países, que não há sistema de impostos tão ruim como o brasileiro. Os políticos têm uma enorme dívida com a sociedade brasileira no que tange à questão tributária. Moldar um novo sistema de impostos será um dos itens da agenda do país em 2010 e, mais ainda, quando o novo presidente e os novos deputados, senadores e governadores assumirem em 2011. Mas qual será a reforma tributária que poderia aliviar o peso dos impostos para a classe média, reduzir custos para as empresas, gerar empregos e elevar o poder aquisitivo para a população de baixa renda e ao mesmo tempo permitir que o governo mantenha a arrecadação? A alternativa que pode atender as necessidades do país refere-se ao Imposto Único sobre a movimentação financeira, projeto que Roberto Campos, artífice da reforma tributária que foi determinante para o “milagre econômico” dos anos 70, dizia ser “uma ideia insolentemente inovadora, cujo tempo chegou”.

O Imposto Único prevê a substituição de tributos como o Imposto de Renda (pessoa física e empresas), INSS patronal, PIS/Cofins, ICMS e outros por apenas um cobrado no débito e no crédito de cada lançamento nas contas-correntes bancárias. Ele seria arrecadado de modo automático, sem burocracia. Simulações matemática revelam que os custos para as empresas cairiam, os preços poderiam ser reduzidos e haveria maior renda disponível para o trabalhador. O Imposto Único precisa voltar a ser debatido como proposta para o país e um grupo de defensores dessa idéia está se organizando nesse sentido. É um projeto que a sociedade já se mostrou amplamente favorável em três pesquisas de opinião pública e o eleitor precisa saber o que os candidatos pensam a respeito neste ano eleitoral. _______________________________________________________________________ Nota: Marcos Cintra é doutor em Economia pela Universidade Harvard (EUA), professor titular e vice-presidente da Fundação Getulio Vargas. Endereços eletrônicos: www.marcoscintra.org mcintra@marcoscintra.org http://twitter.com/marcoscintra

Palavras Cruzadas DIRETAS Autor: Roberto Conte

Confira o resultado

R. Profª. Dora Lygia Richieri, 30 - Loja 03 - Vila Paulista - Campos do Jordão - SP Fones: (12) 3662.2774 - 3662.5686 - 3662.5994 - E-Mail: mc-contabil@uol.com.br

E-mail: jornaldecampos@uol.com.br - Tiragem semanal: 7 mil exemplares

Manutenção

Curtas & Grossas Com objetivo que angariar recursos financeiros para aliviar a pressão econômica que recai sobre Esábado, dia 17 de abril, mais uma imperdível e animada "Noite a entidade, sua diretoria promove neste da Pizza". Estarão disponíveis 200 convites apenas, ao custo unitário de R$ 15,00 (inclui 1 pizza). Para os festejos de aniversário da cidade, entre os dias 27 e 29 de abril, a APAE também se fará presente com uma barraca de alimentação e bebidas. Para tanto pede a colaboração do empresariado local para montagem do estande, balcão, freezer, mantimentos, bebidas, banners para a comunicação visual etc. Importante destacar o impecável e incansável trabalho social e educacional realizado por toda Equipe APAE de Campos do Jordão. Mais informações na sede da APAE, com Werner ou Sílvio.

Bolsas de estudo para ex-alunos do Projeto Guri Adolescentes e jovens de 16 a 22 anos que participaram das aulas de música do Projeto Guri entre os anos de 2005 e 2009, por um período igual ou superior a 18 meses e que tenham interesse em dar continuidade aos estudos musicais em instituições de ensino dentro e/ou fora do País, podem se inscrever no Programa de Bol-sas, até o dia 21 de maio. O Programa tem o objetivo de beneficiar “ex-alunos” da organização e o primeiro processo seletivo acontece já em maio de 2010. As bolsas de estudos serão concedidas de acordo com um processo seletivo que avaliará, em sua primeira fase, os Programas de Estudos apresentados pelos candidatos e DVDs contendo vídeos de suas performances. Em uma segunda etapa, serão realizadas entrevistas presenciais com os candidatos. Além do ponto de vista técnico, também farão parte dos critérios de avaliação questões sociais e econômicas e exequibilidade do Programa de Estudos traçando, dessa forma, um perfil integral do candidato e de seu objetivo. Os “ex-guris” interessados em participar do Programa de Bolsas de Estudos devem apresentar seus projetos com informações complementares sobre a instituição onde deseja estudar, período de duração do curso, justificativa para o pedido da bolsa de estudos. É necessário que o candidato à bolsa de estudos seja natural ou resida no Estado de São Paulo. O Programa de Bolsas irá custear despesas como moradia, transporte, alimentação, aquisição de material didático, pagamento de curso ou/de honorário de professores, passagens aéreas ou terrestres ida e volta para o local de realização dos estudos, além do seguro saúde para todos os bolsistas. Além disso e durante todo o período de vigência de cada bolsa, os bolsistas terão o acompanhamento individualizado de monitores indicados pela AAPG e adequados a cada tipo de curso contemplado. O Projeto Guri é o principal projeto da AAPG e existe desde 1995. O Guri é um projeto socioeducativo que oferece continuamente, nos períodos de contra-turno escolar, cursos de iniciação e teoria musical, coral e instrumentos de cordas, madeiras, sopro e percussão. Atualmente o Projeto Guri atende cerca de 40 mil alunos em 301 municípios do Estado de São Paulo. As empresas que queiram colaborar com a AAPG e contribuir para o desenvolvimento integral de crianças, adolescentes e jovens podem usufruir de leis de incentivo fiscal como a Lei Rouanet e o Fundo Municipal da Criança e do Adolescente (FUMCAD). Para inscrições e outras informações sobre o Programa de Bolsa de Estudos, acesse o site: www.projetoguri.org.br

Concurso público para Soldado (feminino) para a Polícia Militar

Tec. Contabil CRC 1-SP164201/O-5

- Imposto de Renda Física e Jurídica

página 7

"Noite da Pizza na APAE Campos do Jordão O Brasil ainda não conseguiu fazer a necessária reforma tributária. Desde 1995 as propostas que chegaram ao Congresso Nacional podem ser resumidas através das palavras do saudoso Roberto Campos. Para ele os projetos eram apenas uma “tentativa de aperfeiçoar o obsoleto”. Até hoje a grande maioria do que foi apresentado em termos de propostas, e também no tocante a algumas mudanças tributárias empreendidas pelo governo, foram apenas variações em torno da PEC 175 apresentada quinze atrás. O país tem sido refém de uma visão tributária que se limita a promover maquiagens na estrutura dos impostos, mantendo a essência de um sistema repleto de anomalias. O governo diz ter feito uma “reforma” em 2003, mas o que ocorreu de fato foi a implementação de medidas que interessavam a ele (como a prorrogação da CPMF e da DRU) e aos governadores (como a partilha da Cide). A reforma tributária que o contribuinte deseja se arrasta até os dias de hoje. Nos últimos anos houve enorme frustração para o brasileiro em termos de o país poder contar com um sistema de impostos que distribua o ônus tributário de modo equânime, reduza cus-

Manoel Carlos Monoo Pereira

- Assessoria Contábil

Jornal Campos do Jordão & Cia - www.camposdojordaoecia.com.br

DROGARIA CENTRAL

A Polícia Militar do Estado de São Paulo abre 250 cargos de Soldado (feminino) através de concurso público. Vencimentos iniciais no valor de R$ 2.170,00 (dois mil cento e setenta reais). A novidade é que desta vez a candidata escolherá onde realizará as Provas de Escolaridade (Partes I e II), dentre 10 (dez) municípios do Estado: São Paulo, Bauru, Campinas, Piracicaba, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Santos, São José do Rio Preto, São José dos Campos e Sorocaba. As demais etapas serão realizadas exclusivamente na cidade de São Paulo. Exigências: habilitação para a condução de veículo motorizado entre as categorias “B” a “E”, além de Provas e Títulos, composto das seguintes etapas: a. Prova de Escolaridade; Prova de Condicionamento Físico; Exames Médicos; Exames Psicológicos; Investigação Social; Análise de Documentos e Títulos. Além disso são requisitos para o ingresso: ser brasileira; contar, no mínimo, com 18 e, no máximo 30 anos de idade; ter concluído o curso de ensino médio ou equivalente; ter, no mínimo, 1,60m de altura; estar em dia com as obrigações eleitorais e no pleno exercício dos direitos políticos; não ter respondido e não estar respondendo a processo administrativo cujo fundamento possa incompatibilizá-la com a função policial-militar, se agente público; ter boa conduta social, reputação e idoneidade ilibadas e não registrar antecedentes criminais. As inscrições deverão ser realizadas somente via INTERNET, no período de 12 de abril de 2010 até 07 de maio de 2010, por meio do site www.vunesp.com.br, da Fundação VUNESP.

Medicamentos e Perfumaria - Produtos de Qualidade e as grandes vantagens do Cartão Preferencial:

Dr. Mauro Amâncio Di Agustino

- Equipamentos de última geração: alarmes, câmeras, sensores etc. - Segurança Patrimonial residêncial, comércio, indústria, eventos e Vip. Prestação de Serviços em Hotelaria e Condomínios: Zeladoria, Eventos, Portaria - Recepção etc.

Adquira logo seu Cartão e pague em até 3 x Sem Juros!

Clínica Geral - UTI Móvel (remoções) - ECG - RX - Ultrassonografia - Home care (atendimento domiciliar)

Rua Inácio Caetano, nº 941 - Vila Abernéssia - Campos do Jordão Fones: 3668-9898 // 3664-1750 - Site: www.securitymaster.com.br

Ligue: 0800.102093 - 3662-5307 ou venha nos visitar Av. Dr. Januário Miráglia, 910 - Vila Abernéssia

Atendimentos no Hospital São Paulo para Convênios e Particulares Fones: (12) 3668-9010 - 9145-2527 - 9784-0131

Entrega Sem Taxa, a partir de R$10,00 Produtos com até 50% de desconto!

16/4/2010, 14:18


página 6

Jornal Campos do Jordão & Cia - www.camposdojordaoecia.com.br

CLASSIFICADOS Lote Vila Natal

Terreno Jd. Guararema

Vendo com 1030m². Tratar fone: (12) 3662-4198, após às 19 horas.

250m² c/toda infraestrutura, pronto p/ financiamento: (12) 9782-3734 . Ver foto em www.monoo.com.br

PARA ANUNCIAR

Ubatuba Praia Gde alugo

LIGUE (12) 3662-3090

Apto. próx. areia, p/ 5 pessoas (12) 3662.5006 // 9711.5568.

ORAÇÃO

ORAÇÃO

Estantes de Aço (12) 3664-1675

16 de Abril de 2010

Calendário de Vacinação contra a Influenza H1N1 - "Gripe Suina"

Chapas de Aço (12) 3664-1675

De 22 de Março a 02 de Abril

Gestantes

ORAÇÃO

De 22 de Março a 02 de Abril

Crianças de 06 meses a 02 anos - 1ª dose

Salmo 38

Salmo 38

Salmo 38

Para conseguir algo impossível, leia na Bíblia o Salmo 38 durante 3 dias. No terceiro dia mande publicar e no quarto dia observe o que acontece. L. A. A.

Para conseguir algo impossível, leia na Bíblia o Salmo 38 durante 3 dias. No terceiro dia mande publicar e no quarto dia observe o que acontece. R. A. R.

Para conseguir algo impossível, leia na Bíblia o Salmo 38 durante 3 dias. No terceiro dia mande publicar e no quarto dia observe o que acontece. L. G.

Portadores de doenças crônicas De 22 de Março a 02 de Abril

COMUNICADOS E EDITAIS CONVOCAÇÃO ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA COOPERATIVA AGRO INDUSTRIAL DO BRASIL No dia 6º de Maio de 2010, para 10 convocação, às 13:00 horas, da COOPERATIVA AGRO INDUSTRIAL DO BRASIL, CNPJ. 04.557.485/0001-70 e Inscrição Estadual 246.100.064-112, na Séde Social provisória sita a Av. Pedro Paulo, 6100, Bairro de Descansópolis, Município de Campos do Jordão, Estado de São Paulo, com segunda convocação às 15:00 horas e terceira e última convocação às 17:00 horas, com término às 19:00 horas do mesmo dia, convocados os 20 cooperados fundadores para deliberação dos seguintes assuntos: 1 - Votação de nova Diretoria e Conselho Fiscal. 2 - Mudança de endereço de Séde Social. 3 - Apresentação de Contas. Convocação solicitada pelo Presidente do Conselho de Administração que assina esta convocação.

(a 2ª dose será duplicada 30 dias após)

(cardíaca, respiratória, hepática, renal, sanguínea, diabetes e grandes obesos) menos os idosos - 60 anos ou mais - que serão vacinados em outra etapa)

De 05 a 23 de Abril

População saudável de 20 a 29 anos

De 24 de Abril a 07 de maio

(A vacinação será junto com a etapa da gripe comum)

De 10 a 21 de Maio

População saudável de 30 a 39 anos

Idosos com 60 anos ou mais - doentes crônicos

Campos do Jordão, 1º de abril de 2010. José Luiz Marcondes Presidente do Conselho de Administração.

ABRARJ – Associação Brasileira de Revistas e Jornais Assembléia Geral Extraordinária Pelo presente edital ficam convocados todos associados da ABRARJ – Associação Brasileira de Revistas e Jornais, quites e em pleno gozo de seus direitos, a participarem da Assembléia Geral Extraordinária, de acordo com o Estatuto desta entidade, a ser realizada no dia 15 de maio de 2010, às 8h em primeira chamada e às 9h em segunda chamada, na sede da ABRARJ – na rua 7 de abril 345, Centro, São Paulo - SP, a fim de deliberarem sobre as seguintes matérias da Ordem do Dia: a) Alteração do Estatuto;

Alô Campos do Jordão! Vamos melhorar nosso Trânsito? Motorista: respeite faixa para pedestres e a sinalização; Ciclista: não trafegue na contramão ou sobre calçadas;

b) Avaliação das Contas da Diretoria; c) Eleição de Superintendente, Diretoria Executiva, Conselho Fiscal, Conselho Regional e Conselho de Ética;

Motociclista: respeite pedestre, sinalização e velocidade; Pedestre: atravesse na faixa e respeite as ciclovias;

d)outros assuntos. São Paulo, 8 de abril de 2010 Walter Estevam Junior Jornal ABC Repórter – SCS/SP

Antonio Oliveira Jornal da Região – Itirapina/SP

Condutor: respeite vagas para deficientes e idosos. Condutor: não feche cruzamentos e respeite velocidade; Caminhoneiro: não transporte pessoas na caçamba;

COMUNICADO CETESB TRANSPORTADORA MAZZA C.J LTDA ME, torna público que recebeu da Cetesb a Licença Prévia e de Instalação nº 69.000.005 e requereu a Licença de Operação para limpeza de fossas septicas, coleta e disposição final de lodo ou mater, sito à Rua José Correia ,514, Floresta Negra, em Campos do Jordão/SP.

DSV: Vamos finalmente implantar semáforos? Prefeitura: Vamos melhorar a comunicação visual da cidade? ALÔ ESTRADA DE FERRO CAMPOS DO JORDÃO: Quando irá cumprir o que determina a lei e implantar sinalizadores visuais e sonoros nas passagens de nível?

Alô Autoridades!!! Projeto Cidadania: Editora Jornalística Verdes Vales Jornal Campos do Jordão & Cia - Revista Encantos e Sabores

casado 866.pmd

3

16 de Abril de 2010

Jornal Campos do Jordão & Cia - www.camposdojordaoecia.com.br

página 3

Novela proibida: ETE - Estação de Tratamento de Esgotos São vergonhosas décadas de promessas. Enquanto isso nossos rios agonizam Nota: Em carta aberta à população o Instituto Águas da Prata - IAP -, respeitada ONG que há anos luta pela preservação do meio ambiente, em especial pela qualidade de vida em Campos do Jordão e região serrana da Mantiqueira, aponta a verdadeira "novela" que é a questão da construção de uma ETE em Campos do Jordão, assim como as manobras dos diversos governos nas últimas décadas, fugindo de suas responsabilidades. "CARTA ABERTA À POPULAÇÃO ESTAÇÃO DE TRATAMENTO DE ESGOTOS DE CAMPOS DO JORDÃO - UM SONHO... O Instituto Águas do Prata - IAP, vêm respeitosamente passar um pouco da história da nossa ETE. As primeiras manifestações surgidas para implantarem, um complexo de água e esgoto em Campos do Jordão, iniciou-se, com o Governo de Paulo Egídio no fim da década de sessenta. A prefeitura, na época, aproveitou a antiga Estação e o sistema de distribuição, e com um financiamento externo para a primeira etapa (1967) de 120 mil metros com seis reservatórios distribuídos nos pontos mais altos dos bairros da Abernéssia, Jaguaribe e Capivari, e com 41 mil metros na segunda etapa, financiada pela Secretaria de Turismo do Estado de São Paulo em 1971, sobre a responsabilidade do FESB – Fundo Estadual de Saneamento Básico. O sistema de esgotos foi cogitado pelo Senador Montoro, incentivador do projeto na época que doou para a prefeitura um terreno no Capivari, localizado no maior despejo da cidade entre o sopé do bairro Capivari e inicio do bairro Recanto Feliz. A doação envolvia a obrigação da Prefeitura de construir, no prazo de 15 anos uma estação de tratamento de esgotos; nesse ínterim construíram uma escola provisória no local, feita de madeira porque a qualquer momento, essa edificação poderia transformar-se num canteiro de obras da ETE programada para o local. O termino do prazo aconteceu na virada do milênio e por motivos óbvios caiu no esquecimento. Na década de oitenta com a eleição do Senador Montoro a Governador do Estado voltou à baila o assunto da ETE de Campos do Jordão. O tema excitou o Presidente da Câmara dos Vereadores daquela época, que entrou com um projeto de lei para ancorar os anseios da coletividade, contra o risco das demagogias da política sazonal. A Lei aprovada e decretada em 1986 obriga o tratamento de esgoto em todas as localidades que apresente a concentração de 50 pessoas ou mais. Registrou-se também uma atitude da SABESP de em vão, colocar na praça em concorrência pública a ETE planejada para Campos do Jordão. O vencedor da licitação não pode assinar o contrato para construir, porque houve uma falha técnica, esqueceram dos coletores, dos emissários e os interceptores que transportariam as cargas dos esgotos, para vencer o afastamento da ETE, já naquela época programada para seu novo local, a “Lagoinha”... No fim da década de 80 no governo Quércia, o Diretor do Banespa e Presidente da APEOP, devida à ligação familiar com um dos formadores políticos da Estância de Campos do Jordão, foram induzidos por esse parente a rever a mitológica situação do Sistema de Tratamento dos Esgotos. Formou-se, então um consenso sustentável entre o governo do estado, SABESP e Secretaria Nacional de Saneamento, liderado pelo Diretor e Presidente da APEOP, para através de ajuda mútua implantar o Sistema de Tratamento dos Esgotos da nossa Estância de Campos do Jordão. A existência da ETE pela SABESP com verba carimbada no governo Montoro foi assim definida, e restou ao Governo Quércia fornecer as suas expensas, os emissários e interceptores, e a parte da Secretaria Nacional de Saneamento seria a disponibilização das ligações domiciliares, os coletores, os sub-emissários e as

16/4/2010, 14:18

estações de recalques, necessárias para o acoplamento com os emissários do plano de ação do recém criado PROCERG - Plano Nacional de Saneamento. O fato ocorreu no governo colorido, e lamentavelmente, como muitas iniciativas importantes, escorreu pelo ralo da corrupção. Somente a secretaria Nacional de Saneamento cumpriu sua parte consensual, enviou para Prefeitura de Campos de Jordão o SENIM I e SENIM II (Programa de Saneamento Comunitário a fundo perdido), que envolvia manilhas e sub-emissários. Confirmado por relato do prefeito da época, o qual informou que o material enviado pela Secretaria de Saneamento “fora aproveitado com muita responsabilidade social” pelo seu secretário de obras. Na década de noventa, houve uma mobilização contra o cenário do Rio Capivari que outrora foi chamado de rio símbolo da água medicinal na Estância de Campos de Jordão, e assim, foi instaurado um processo contra a SABESP no Ministério Público. Os habitantes do Município venceram. Inclusive, com direito a medida punitiva, caso não fosse tomadas as medidas cabíveis no resgate das exigências da Lei 6.938, de 31 de agosto de 1981, cuja multa seria diária após a publicação do prazo limite para a implantação da ETE. Em 2002 foram colocados em licitação internacional cinco lotes, e entre eles, o LOTE I que incluía São José dos Campos e Campos do Jordão contemplando o transporte por emissários e interceptores, estações de recalques que completariam o afastamento da estação de tratamento de esgotos a ser construída no bairro da “Lagoinha”. Portanto, estava explicito no Edital de Convocação, o objeto da licitação, as metas a serem construídas para a implantação da ETE de Campos de Jordão. Os cadernos de encargos definido em planilhas, os detalhes e valores das metas dos projetos de execução, consistiam de produtos elaborados e fundamentado nos estudos feitos pela SABESP e disponibilizados para os interessados à participarem da concorrência internacional. O Edital trazia uma exigência dos interessados, queriam visitar os locais das obras para uma obrigatória conferência da viabilidade construtiva estabelecida nos dados informados pela SABESP. Sendo assim, todos os envolvidos, definiram e conferiram os serviços, valores e prazo para a conclusão das obras, todos compondo um cronograma físico financeiro a ser cumprido por contratantes e/ou contratados. Ao mesmo tempo, que os interessados em concorrer na licitação elaboraram a composição dos preços dos serviços básicos, que seriam ofertados na conclusão das metas principais, como: transporte do esgoto lançado, afastamento do bairro da “Lagoinha”. Faltou o projeto de edificação da ETE, que aguardava a definição de algumas pendências e tão logo fossem resolvidas, seria posto em licitação, com a verba já negociada para o futuro vencedor poder acionar sua liberação, no empréstimo do Fundo de Garantia dos Trabalhadores. Considerando a exposição acima, o Instituto Águas do Prata, reconhece estranho o fato alegado pela SABESP, em consulta pública realizada no dia 24 de março p.passado, na Câmara Municipal de Campos do Jordão sobre a paralisação da obra, de implantação dos troncos coletores definida como “decisão interna da empresa”. a) Considerando o dossiê do Ministério Público Federal com o Instituto Águas do Prata – IAP, cujas ações determinaram e determinam o início breve dessa obra.

b)Considerando o artigo nº37 da Constituição de 88 que exige dos funcionários envolvidos, principalmente nesses casos de paralisação, que seja feito um relatório sucinto das metas atingidas e/ou concluídas do cronograma físico, objeto do contrato. c) Considerando a construção da ETE uma punição para a SABESP, por desobediência aos direitos constitucionais assegurados aos cidadãos da Estância de Campos do Jordão, inscrito no artigo nº 225 da Constituição de 88 e agravado por desobediência da Lei Federal nº 6.938, publicada em 31 de agosto de 1981. d)Considerando que a SABESP confirmou na reunião de 24/ 03/10, acima citada, que as ações realizadas e discutidas no momento com atores afins faz parte da infração imputada pelo processo ao qual foi penalizada (TAC- Termo de Ajuste de Conduta). e)Considerando tornar-se imprescindível, que os atores presentes, comprometidos com um desenvolvimento sustentável e definitivo, da implantação completa dos sistemas de transporte e tratamentos de esgotos, da Estância de Campos do Jordão, outrora iniciada e paralisada sem explicação, conhecerem os fatos que definiram esta polêmica atitude. f) Considerando que o local para implantação da ETE existe, fica na “Lagoinha”, inclusive, com esta área escolhida pela população jordanense em fórum feito pelo CBH-SM Comitê de Bacias Hidrográficas da Serra da Mantiqueira em conjunto com a prefeitura, tendo documentos desta comprovando que o local definido foi a “Lagoinha” Perguntamos o que não quer calar para a sociedade civil? - O acordo feito entre a Associação de Moradores da Lagoinha ARLA na polêmica mudança do local já aprovado para a construção da ETE foi que a mesma compraria outro terreno e se responsabilizaria com os encargos financeiros do prolongamento da obra. Então nossa pergunta é: Porque a SABESP comprou este novo terreno e quem arcará com esse ônus? - Porque a SABESP não mostrou o Relatório técnico expondo os motivos da sua tomada de posição que definiu a paralisação da obra, para a sociedade? Quais metas que foram concluídas e as que estão por concluir, juntamente com estudos e valores de implantação; esta paralisação está a expensas de quem? - Esclarecer um Termo de Compromisso assinado pela Prefeitura anterior com a Secretaria de Recursos Hídricos e SABESP, citando também o nome da Associação ARLA, que seriam feitas várias estações de tratamentos de esgotos compactas, pois abrangeriam um número maior de habitantes, e que ninguém tem respostas? - Esclarecer uma atitude denunciada aos olhos dos cidadãos comuns da Estância de Campos do Jordão, que foram os imensuráveis metros cúbicos de terra retirada, que lotaram terrenos baldios, no entorno das valas abertas para montagem dos tubos; uma substituição tão vultuosa de solo. Perguntamos: Isto foi previsto nos estudos da SABESP? Diante do exposto acima, aguardamos da SABESP uma resposta, se não for viável que se construa a ETE, já apresentada para a sociedade, no local liberado por todos os órgãos ambientais na “Lagoinha”, sem comprometimento para ninguém e com a estação prevista para atender 120.000 pessoas, diferente da apresentada em março que atenderá somente 65.000. Portanto, acreditamos ter esclarecido aos desinformados que a opinião do IAP que atua como OnG Ambiental há dez anos nesta cidade em defesa do meio ambiente, a impossibilidade de estarmos contra a construção da ETE, o que pedimos é um pouco de lisura por parte de todos e que a sociedade acompanhe e fiscalize esta construção, porque no final, somos nós que sempre pagamos as contas." Carlos Benedicto Marcondes Cabral MEMBRO Nº 200 da Academia Paulistana da História Elvira Rose Atuati Presidente do Conselho do IAP Diretora Presidente do Instituto Águas do Prata


página 4

Jornal Campos do Jordão & Cia - www.camposdojordaoecia.com.br

16 de Abril de 2010

Recital de trompetes "Realize Four Bells" Colecionar, um modo de conhecer o mundo Thiago Araújo iniciou seus estudos com o professor Silvio Flórido. Participou do Encontro de Bandas em Milipila no Chile. Em 2007 ingressou no Centro de Estudos Musicais Tom Jobim e no mesmo ano, foi o 1º colocado do concurso para instrumentos de metais “Edgar Baptista dos Santos (Capitão)”. Thiago Lopes teve suas primeiras orientações de trompete através de seu pai. Aos três anos estudou com o professor José Torres Menezes e hoje estuda trompete com o professor Carlos Sulpício (Escola Municipal de Música de SP desde 2005). Viccenzo Sampaio iniciou seus estudos no Conservatório Dramático e Musical “Dr. Carlos de Campos” de Tatuí em 1999 onde foi aluno do Professor Daniel D’Alcantra. Logo após ingressou no curso de Difusão USP com o Professor Sergio Cascapera e atualmente é aluno do Professor Carlos Sulpicio.

Cartas à Redação: Esclarecimento Sobre a utilização do pátio da Escola Nicola Padula para estacionamento pago aos finais de semana - apontado nesta coluna pelo leitor Amauri Santos na edição anterior - a direção da escola esclarece que de fato isso ocorre há 3 anos. Embora se trate de próprio municipal, a APM - Associação de Pais e Mestres "possui poder estatutário para fazer uso do prédio, para angariar fundos no intúito de promover melhorias para a aprendizagem dos alunos", cita a diretora da escola, Sra. Maria Alice Lobo Costa.

Completando a nota assinada, a diretora diz que a contabilidade da APM está disponível para quem desejar conferir.

De 14 de maio a 27 de junho acontece no Palácio Boa Vista, em Campos do Jordão a Exposição: “Colecionar: Um modo de guardar o mundo”. Trata-se de uma mostra que reúne peças do mobiliário dos Palácios do governo paulista e parte de coleções particulares, contendo artefatos dos séculos 19 e 20, em metal e pedrarias como, por exemplo, anéis, colares, coroas, brincos, broches e vestuários de 25 países. Dos Palácios paulistas serão exibidos um baú-cofre do século XVIII, Canastras do século XX, Contador do século XVII, além de arcas dos séculos XVIII e XIX. As peças da coleção particular foram trazidas do norte da África, sudeste da Ásia, Indonésia, Índia e Oriente Médio e fazem parte do acervo etnográfico da colecionadora e pesquisadora Thereza Collor. Segundo a tradição, elementos de uso pessoal como colares, pulseiras, braceletes, cinturões e adornos de cabeça em prata são importantes porque representam status dentro dos grupos étnicos, símbolos de religião e de morte. Braceletes e pulseiras de tornozelos simbolizam a formalização de compromisso como funcionam aqui, as alianças de ouro. Grande parte das peças é originária de lugares como Afeganistão, Paquistão, Sulanato de Oman, Sumatra, Nepal, Sudão, Turcomenistão, Yomud, Uzbequistão, Yemen, Etiópia, Argélia, Arábia Saudita, Butão, Tibet, Cashimira, Egito, Índia, Indonésia, Irã, Kazaquistão, Marrocos, Mongólia, Nepal, Palestina e outros. No Palácio Boa Vista “Colecionar: Um modo de guardar o mundo” inclui também, por meio do seu programa educativo, uma mostra temporária que reúne coleções de peças de moradores de Campos de Jordão e região. Esta ação paralela sugere discutir a idéia do colecionismo como meio de preservação da memória e identidade coletiva.

Jornal Campos do Jordão & Cia - www.camposdojordaoecia.com.br

Encontro do Mustang Clube em Campos exibiu dezenas de "cavalinhos" O evento aconteceu no último final de semana (10 e 11), com um desfile com mais de 30 carrões impecáveis

Adorno de pescoço - Século XX Abaixo colar cerimonial indiano - Séc IXX

As máquinas saíram de São Paulo, sede do Clube, e seguiram em carreata pelas rodovias Airton Senna, Carvalho Pinto e Floriano Rodrigues Pinheiro. Na imagem acima a chegada dos "cavalinhos" ao Portal de Campos do Jordão. A primeira colecionadora a fazer uso do espaço no Palácio Boa Vista é a professora da escola Monsenhor José Vita de Campos do Jordão, Vera Maria Trassi, que coleciona Cartões Postais há mais de 40 anos. As inscrições para participação serão abertas dia 22 de abril, na bilheteria do Palácio, ou pelo email: nmmedeiros@sp.gov.br. Fonte: Levino Poinciano.

De quase todos os modelos e anos de fabricação os Mustangs por onde passam cativam o público aficcionado pelas linhas arrojadas e detalhes de acabamento.

A exposição dos carros, como já é tradicional, se deu na Av. Djalma Forjaz, centro de Vila Capivari, ao lado do Shopping Aspen Mall.

CARTAS À REDAÇÃO:

A exposição das máquinas atraiu a atenção de milhares de turistas que curtiam o fim de semana gelado na montanha.

Senhores leitores e internautas, enviem suas sugestões de pauta e/ou denúncias (devidamente identificados) para nossa Redação: Av. Dr. Januário Miráglia, 1750, conjunto 04 - Campos do Jordão-SP - CEP 12460-000 ou para jornaldecampos@uol.com.br O Pólo de Campos do Jordão sente-se orgulhoso em formar sua primeira turma pela UNIP Interativa. Aconteceu no último sábado, dia 10 de abril, o cerimonial de Colação de Grau dos Cursos: Superior de Tecnologia em Gestão de Pequenas e Médias Empresas, Gestão de Sistemas de Informação e Gestão de Marketing da Universidade Paulista, no Pólo de Campos do Jordão. Sentimo-nos honrados em podermos proporcionar essa oportunidade na área da Educação para a população jordanense.

casado 866.pmd

4

página 5

FOTOS: KADU SCHIAVO

A AMECampos Associação dos Amigos de Campos do Jordão realiza neste sábado, 17 de abril, a partir das 17 horas, recital com o quarteto Realize Four Bells na Praça do Capivari. Com uma formação muito rara e pouco divulgada o quarteto tem um som muito peculiar e interessante, pois é composto apenas por quatro instrumentos melódicos de metal, sendo o único grupo com esta atividade no Brasil. O Realize Four Bells aborda um repertório que abrange toda a história da música, começando pelo Renascimento, Contemporâneo passando pelo Jazz e pela música Popular Brasileira. Sobre os músicos Carlos Sulpício é mestre em Brass Performance pela Boston Universisity, School for the Arts. Se formou em Bacharel em trompete pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP) e ainda tem Doutorando pela UNESP.

16 de Abril de 2010

CASA DO CHURRASCO

Carrões arrancaram suspiros de quem visitou a mostra em Vila Capivari

Seus melhores momentos em Campos começam aqui Carnes das melhores procedências, cortes especiais, carvão e acessórios para um churrasco perfeito. Aos finais de semana, preparamos carnes assadas e defumados (pernil, picanha, costela, frango etc). Pça. Jaguaribe - Disk Carnes: 3664-4822 - 3662-1731 - casadochurrasco1@bol.com.br

Suporte Técnico para Informática Montagem, manutenção e revisão em redes e ploters Configuração e montagem de computadores, servidores, limpeza de vírus, wifi, voip, roteadores, proxy e banda larga. Técnico credenciado na Sociedade Brasileira de Computação

Atendimento domiciliar e remoto Contato - Luiz Eduardo: (12) 9700-4762

16/4/2010, 14:18

Saiba mais sobre as atividades do Clube do Mustang no site: www.clubedomustang.com.br


página 4

Jornal Campos do Jordão & Cia - www.camposdojordaoecia.com.br

16 de Abril de 2010

Recital de trompetes "Realize Four Bells" Colecionar, um modo de conhecer o mundo Thiago Araújo iniciou seus estudos com o professor Silvio Flórido. Participou do Encontro de Bandas em Milipila no Chile. Em 2007 ingressou no Centro de Estudos Musicais Tom Jobim e no mesmo ano, foi o 1º colocado do concurso para instrumentos de metais “Edgar Baptista dos Santos (Capitão)”. Thiago Lopes teve suas primeiras orientações de trompete através de seu pai. Aos três anos estudou com o professor José Torres Menezes e hoje estuda trompete com o professor Carlos Sulpício (Escola Municipal de Música de SP desde 2005). Viccenzo Sampaio iniciou seus estudos no Conservatório Dramático e Musical “Dr. Carlos de Campos” de Tatuí em 1999 onde foi aluno do Professor Daniel D’Alcantra. Logo após ingressou no curso de Difusão USP com o Professor Sergio Cascapera e atualmente é aluno do Professor Carlos Sulpicio.

Cartas à Redação: Esclarecimento Sobre a utilização do pátio da Escola Nicola Padula para estacionamento pago aos finais de semana - apontado nesta coluna pelo leitor Amauri Santos na edição anterior - a direção da escola esclarece que de fato isso ocorre há 3 anos. Embora se trate de próprio municipal, a APM - Associação de Pais e Mestres "possui poder estatutário para fazer uso do prédio, para angariar fundos no intúito de promover melhorias para a aprendizagem dos alunos", cita a diretora da escola, Sra. Maria Alice Lobo Costa.

Completando a nota assinada, a diretora diz que a contabilidade da APM está disponível para quem desejar conferir.

De 14 de maio a 27 de junho acontece no Palácio Boa Vista, em Campos do Jordão a Exposição: “Colecionar: Um modo de guardar o mundo”. Trata-se de uma mostra que reúne peças do mobiliário dos Palácios do governo paulista e parte de coleções particulares, contendo artefatos dos séculos 19 e 20, em metal e pedrarias como, por exemplo, anéis, colares, coroas, brincos, broches e vestuários de 25 países. Dos Palácios paulistas serão exibidos um baú-cofre do século XVIII, Canastras do século XX, Contador do século XVII, além de arcas dos séculos XVIII e XIX. As peças da coleção particular foram trazidas do norte da África, sudeste da Ásia, Indonésia, Índia e Oriente Médio e fazem parte do acervo etnográfico da colecionadora e pesquisadora Thereza Collor. Segundo a tradição, elementos de uso pessoal como colares, pulseiras, braceletes, cinturões e adornos de cabeça em prata são importantes porque representam status dentro dos grupos étnicos, símbolos de religião e de morte. Braceletes e pulseiras de tornozelos simbolizam a formalização de compromisso como funcionam aqui, as alianças de ouro. Grande parte das peças é originária de lugares como Afeganistão, Paquistão, Sulanato de Oman, Sumatra, Nepal, Sudão, Turcomenistão, Yomud, Uzbequistão, Yemen, Etiópia, Argélia, Arábia Saudita, Butão, Tibet, Cashimira, Egito, Índia, Indonésia, Irã, Kazaquistão, Marrocos, Mongólia, Nepal, Palestina e outros. No Palácio Boa Vista “Colecionar: Um modo de guardar o mundo” inclui também, por meio do seu programa educativo, uma mostra temporária que reúne coleções de peças de moradores de Campos de Jordão e região. Esta ação paralela sugere discutir a idéia do colecionismo como meio de preservação da memória e identidade coletiva.

Jornal Campos do Jordão & Cia - www.camposdojordaoecia.com.br

Encontro do Mustang Clube em Campos exibiu dezenas de "cavalinhos" O evento aconteceu no último final de semana (10 e 11), com um desfile com mais de 30 carrões impecáveis

Adorno de pescoço - Século XX Abaixo colar cerimonial indiano - Séc IXX

As máquinas saíram de São Paulo, sede do Clube, e seguiram em carreata pelas rodovias Airton Senna, Carvalho Pinto e Floriano Rodrigues Pinheiro. Na imagem acima a chegada dos "cavalinhos" ao Portal de Campos do Jordão. A primeira colecionadora a fazer uso do espaço no Palácio Boa Vista é a professora da escola Monsenhor José Vita de Campos do Jordão, Vera Maria Trassi, que coleciona Cartões Postais há mais de 40 anos. As inscrições para participação serão abertas dia 22 de abril, na bilheteria do Palácio, ou pelo email: nmmedeiros@sp.gov.br. Fonte: Levino Poinciano.

De quase todos os modelos e anos de fabricação os Mustangs por onde passam cativam o público aficcionado pelas linhas arrojadas e detalhes de acabamento.

A exposição dos carros, como já é tradicional, se deu na Av. Djalma Forjaz, centro de Vila Capivari, ao lado do Shopping Aspen Mall.

CARTAS À REDAÇÃO:

A exposição das máquinas atraiu a atenção de milhares de turistas que curtiam o fim de semana gelado na montanha.

Senhores leitores e internautas, enviem suas sugestões de pauta e/ou denúncias (devidamente identificados) para nossa Redação: Av. Dr. Januário Miráglia, 1750, conjunto 04 - Campos do Jordão-SP - CEP 12460-000 ou para jornaldecampos@uol.com.br O Pólo de Campos do Jordão sente-se orgulhoso em formar sua primeira turma pela UNIP Interativa. Aconteceu no último sábado, dia 10 de abril, o cerimonial de Colação de Grau dos Cursos: Superior de Tecnologia em Gestão de Pequenas e Médias Empresas, Gestão de Sistemas de Informação e Gestão de Marketing da Universidade Paulista, no Pólo de Campos do Jordão. Sentimo-nos honrados em podermos proporcionar essa oportunidade na área da Educação para a população jordanense.

casado 866.pmd

4

página 5

FOTOS: KADU SCHIAVO

A AMECampos Associação dos Amigos de Campos do Jordão realiza neste sábado, 17 de abril, a partir das 17 horas, recital com o quarteto Realize Four Bells na Praça do Capivari. Com uma formação muito rara e pouco divulgada o quarteto tem um som muito peculiar e interessante, pois é composto apenas por quatro instrumentos melódicos de metal, sendo o único grupo com esta atividade no Brasil. O Realize Four Bells aborda um repertório que abrange toda a história da música, começando pelo Renascimento, Contemporâneo passando pelo Jazz e pela música Popular Brasileira. Sobre os músicos Carlos Sulpício é mestre em Brass Performance pela Boston Universisity, School for the Arts. Se formou em Bacharel em trompete pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP) e ainda tem Doutorando pela UNESP.

16 de Abril de 2010

CASA DO CHURRASCO

Carrões arrancaram suspiros de quem visitou a mostra em Vila Capivari

Seus melhores momentos em Campos começam aqui Carnes das melhores procedências, cortes especiais, carvão e acessórios para um churrasco perfeito. Aos finais de semana, preparamos carnes assadas e defumados (pernil, picanha, costela, frango etc). Pça. Jaguaribe - Disk Carnes: 3664-4822 - 3662-1731 - casadochurrasco1@bol.com.br

Suporte Técnico para Informática Montagem, manutenção e revisão em redes e ploters Configuração e montagem de computadores, servidores, limpeza de vírus, wifi, voip, roteadores, proxy e banda larga. Técnico credenciado na Sociedade Brasileira de Computação

Atendimento domiciliar e remoto Contato - Luiz Eduardo: (12) 9700-4762

16/4/2010, 14:18

Saiba mais sobre as atividades do Clube do Mustang no site: www.clubedomustang.com.br


página 6

Jornal Campos do Jordão & Cia - www.camposdojordaoecia.com.br

CLASSIFICADOS Lote Vila Natal

Terreno Jd. Guararema

Vendo com 1030m². Tratar fone: (12) 3662-4198, após às 19 horas.

250m² c/toda infraestrutura, pronto p/ financiamento: (12) 9782-3734 . Ver foto em www.monoo.com.br

PARA ANUNCIAR

Ubatuba Praia Gde alugo

LIGUE (12) 3662-3090

Apto. próx. areia, p/ 5 pessoas (12) 3662.5006 // 9711.5568.

ORAÇÃO

ORAÇÃO

Estantes de Aço (12) 3664-1675

16 de Abril de 2010

Calendário de Vacinação contra a Influenza H1N1 - "Gripe Suina"

Chapas de Aço (12) 3664-1675

De 22 de Março a 02 de Abril

Gestantes

ORAÇÃO

De 22 de Março a 02 de Abril

Crianças de 06 meses a 02 anos - 1ª dose

Salmo 38

Salmo 38

Salmo 38

Para conseguir algo impossível, leia na Bíblia o Salmo 38 durante 3 dias. No terceiro dia mande publicar e no quarto dia observe o que acontece. L. A. A.

Para conseguir algo impossível, leia na Bíblia o Salmo 38 durante 3 dias. No terceiro dia mande publicar e no quarto dia observe o que acontece. R. A. R.

Para conseguir algo impossível, leia na Bíblia o Salmo 38 durante 3 dias. No terceiro dia mande publicar e no quarto dia observe o que acontece. L. G.

Portadores de doenças crônicas De 22 de Março a 02 de Abril

COMUNICADOS E EDITAIS CONVOCAÇÃO ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA COOPERATIVA AGRO INDUSTRIAL DO BRASIL No dia 6º de Maio de 2010, para 10 convocação, às 13:00 horas, da COOPERATIVA AGRO INDUSTRIAL DO BRASIL, CNPJ. 04.557.485/0001-70 e Inscrição Estadual 246.100.064-112, na Séde Social provisória sita a Av. Pedro Paulo, 6100, Bairro de Descansópolis, Município de Campos do Jordão, Estado de São Paulo, com segunda convocação às 15:00 horas e terceira e última convocação às 17:00 horas, com término às 19:00 horas do mesmo dia, convocados os 20 cooperados fundadores para deliberação dos seguintes assuntos: 1 - Votação de nova Diretoria e Conselho Fiscal. 2 - Mudança de endereço de Séde Social. 3 - Apresentação de Contas. Convocação solicitada pelo Presidente do Conselho de Administração que assina esta convocação.

(a 2ª dose será duplicada 30 dias após)

(cardíaca, respiratória, hepática, renal, sanguínea, diabetes e grandes obesos) menos os idosos - 60 anos ou mais - que serão vacinados em outra etapa)

De 05 a 23 de Abril

População saudável de 20 a 29 anos

De 24 de Abril a 07 de maio

(A vacinação será junto com a etapa da gripe comum)

De 10 a 21 de Maio

População saudável de 30 a 39 anos

Idosos com 60 anos ou mais - doentes crônicos

Campos do Jordão, 1º de abril de 2010. José Luiz Marcondes Presidente do Conselho de Administração.

ABRARJ – Associação Brasileira de Revistas e Jornais Assembléia Geral Extraordinária Pelo presente edital ficam convocados todos associados da ABRARJ – Associação Brasileira de Revistas e Jornais, quites e em pleno gozo de seus direitos, a participarem da Assembléia Geral Extraordinária, de acordo com o Estatuto desta entidade, a ser realizada no dia 15 de maio de 2010, às 8h em primeira chamada e às 9h em segunda chamada, na sede da ABRARJ – na rua 7 de abril 345, Centro, São Paulo - SP, a fim de deliberarem sobre as seguintes matérias da Ordem do Dia: a) Alteração do Estatuto;

Alô Campos do Jordão! Vamos melhorar nosso Trânsito? Motorista: respeite faixa para pedestres e a sinalização; Ciclista: não trafegue na contramão ou sobre calçadas;

b) Avaliação das Contas da Diretoria; c) Eleição de Superintendente, Diretoria Executiva, Conselho Fiscal, Conselho Regional e Conselho de Ética;

Motociclista: respeite pedestre, sinalização e velocidade; Pedestre: atravesse na faixa e respeite as ciclovias;

d)outros assuntos. São Paulo, 8 de abril de 2010 Walter Estevam Junior Jornal ABC Repórter – SCS/SP

Antonio Oliveira Jornal da Região – Itirapina/SP

Condutor: respeite vagas para deficientes e idosos. Condutor: não feche cruzamentos e respeite velocidade; Caminhoneiro: não transporte pessoas na caçamba;

COMUNICADO CETESB TRANSPORTADORA MAZZA C.J LTDA ME, torna público que recebeu da Cetesb a Licença Prévia e de Instalação nº 69.000.005 e requereu a Licença de Operação para limpeza de fossas septicas, coleta e disposição final de lodo ou mater, sito à Rua José Correia ,514, Floresta Negra, em Campos do Jordão/SP.

DSV: Vamos finalmente implantar semáforos? Prefeitura: Vamos melhorar a comunicação visual da cidade? ALÔ ESTRADA DE FERRO CAMPOS DO JORDÃO: Quando irá cumprir o que determina a lei e implantar sinalizadores visuais e sonoros nas passagens de nível?

Alô Autoridades!!! Projeto Cidadania: Editora Jornalística Verdes Vales Jornal Campos do Jordão & Cia - Revista Encantos e Sabores

casado 866.pmd

3

16 de Abril de 2010

Jornal Campos do Jordão & Cia - www.camposdojordaoecia.com.br

página 3

Novela proibida: ETE - Estação de Tratamento de Esgotos São vergonhosas décadas de promessas. Enquanto isso nossos rios agonizam Nota: Em carta aberta à população o Instituto Águas da Prata - IAP -, respeitada ONG que há anos luta pela preservação do meio ambiente, em especial pela qualidade de vida em Campos do Jordão e região serrana da Mantiqueira, aponta a verdadeira "novela" que é a questão da construção de uma ETE em Campos do Jordão, assim como as manobras dos diversos governos nas últimas décadas, fugindo de suas responsabilidades. "CARTA ABERTA À POPULAÇÃO ESTAÇÃO DE TRATAMENTO DE ESGOTOS DE CAMPOS DO JORDÃO - UM SONHO... O Instituto Águas do Prata - IAP, vêm respeitosamente passar um pouco da história da nossa ETE. As primeiras manifestações surgidas para implantarem, um complexo de água e esgoto em Campos do Jordão, iniciou-se, com o Governo de Paulo Egídio no fim da década de sessenta. A prefeitura, na época, aproveitou a antiga Estação e o sistema de distribuição, e com um financiamento externo para a primeira etapa (1967) de 120 mil metros com seis reservatórios distribuídos nos pontos mais altos dos bairros da Abernéssia, Jaguaribe e Capivari, e com 41 mil metros na segunda etapa, financiada pela Secretaria de Turismo do Estado de São Paulo em 1971, sobre a responsabilidade do FESB – Fundo Estadual de Saneamento Básico. O sistema de esgotos foi cogitado pelo Senador Montoro, incentivador do projeto na época que doou para a prefeitura um terreno no Capivari, localizado no maior despejo da cidade entre o sopé do bairro Capivari e inicio do bairro Recanto Feliz. A doação envolvia a obrigação da Prefeitura de construir, no prazo de 15 anos uma estação de tratamento de esgotos; nesse ínterim construíram uma escola provisória no local, feita de madeira porque a qualquer momento, essa edificação poderia transformar-se num canteiro de obras da ETE programada para o local. O termino do prazo aconteceu na virada do milênio e por motivos óbvios caiu no esquecimento. Na década de oitenta com a eleição do Senador Montoro a Governador do Estado voltou à baila o assunto da ETE de Campos do Jordão. O tema excitou o Presidente da Câmara dos Vereadores daquela época, que entrou com um projeto de lei para ancorar os anseios da coletividade, contra o risco das demagogias da política sazonal. A Lei aprovada e decretada em 1986 obriga o tratamento de esgoto em todas as localidades que apresente a concentração de 50 pessoas ou mais. Registrou-se também uma atitude da SABESP de em vão, colocar na praça em concorrência pública a ETE planejada para Campos do Jordão. O vencedor da licitação não pode assinar o contrato para construir, porque houve uma falha técnica, esqueceram dos coletores, dos emissários e os interceptores que transportariam as cargas dos esgotos, para vencer o afastamento da ETE, já naquela época programada para seu novo local, a “Lagoinha”... No fim da década de 80 no governo Quércia, o Diretor do Banespa e Presidente da APEOP, devida à ligação familiar com um dos formadores políticos da Estância de Campos do Jordão, foram induzidos por esse parente a rever a mitológica situação do Sistema de Tratamento dos Esgotos. Formou-se, então um consenso sustentável entre o governo do estado, SABESP e Secretaria Nacional de Saneamento, liderado pelo Diretor e Presidente da APEOP, para através de ajuda mútua implantar o Sistema de Tratamento dos Esgotos da nossa Estância de Campos do Jordão. A existência da ETE pela SABESP com verba carimbada no governo Montoro foi assim definida, e restou ao Governo Quércia fornecer as suas expensas, os emissários e interceptores, e a parte da Secretaria Nacional de Saneamento seria a disponibilização das ligações domiciliares, os coletores, os sub-emissários e as

16/4/2010, 14:18

estações de recalques, necessárias para o acoplamento com os emissários do plano de ação do recém criado PROCERG - Plano Nacional de Saneamento. O fato ocorreu no governo colorido, e lamentavelmente, como muitas iniciativas importantes, escorreu pelo ralo da corrupção. Somente a secretaria Nacional de Saneamento cumpriu sua parte consensual, enviou para Prefeitura de Campos de Jordão o SENIM I e SENIM II (Programa de Saneamento Comunitário a fundo perdido), que envolvia manilhas e sub-emissários. Confirmado por relato do prefeito da época, o qual informou que o material enviado pela Secretaria de Saneamento “fora aproveitado com muita responsabilidade social” pelo seu secretário de obras. Na década de noventa, houve uma mobilização contra o cenário do Rio Capivari que outrora foi chamado de rio símbolo da água medicinal na Estância de Campos de Jordão, e assim, foi instaurado um processo contra a SABESP no Ministério Público. Os habitantes do Município venceram. Inclusive, com direito a medida punitiva, caso não fosse tomadas as medidas cabíveis no resgate das exigências da Lei 6.938, de 31 de agosto de 1981, cuja multa seria diária após a publicação do prazo limite para a implantação da ETE. Em 2002 foram colocados em licitação internacional cinco lotes, e entre eles, o LOTE I que incluía São José dos Campos e Campos do Jordão contemplando o transporte por emissários e interceptores, estações de recalques que completariam o afastamento da estação de tratamento de esgotos a ser construída no bairro da “Lagoinha”. Portanto, estava explicito no Edital de Convocação, o objeto da licitação, as metas a serem construídas para a implantação da ETE de Campos de Jordão. Os cadernos de encargos definido em planilhas, os detalhes e valores das metas dos projetos de execução, consistiam de produtos elaborados e fundamentado nos estudos feitos pela SABESP e disponibilizados para os interessados à participarem da concorrência internacional. O Edital trazia uma exigência dos interessados, queriam visitar os locais das obras para uma obrigatória conferência da viabilidade construtiva estabelecida nos dados informados pela SABESP. Sendo assim, todos os envolvidos, definiram e conferiram os serviços, valores e prazo para a conclusão das obras, todos compondo um cronograma físico financeiro a ser cumprido por contratantes e/ou contratados. Ao mesmo tempo, que os interessados em concorrer na licitação elaboraram a composição dos preços dos serviços básicos, que seriam ofertados na conclusão das metas principais, como: transporte do esgoto lançado, afastamento do bairro da “Lagoinha”. Faltou o projeto de edificação da ETE, que aguardava a definição de algumas pendências e tão logo fossem resolvidas, seria posto em licitação, com a verba já negociada para o futuro vencedor poder acionar sua liberação, no empréstimo do Fundo de Garantia dos Trabalhadores. Considerando a exposição acima, o Instituto Águas do Prata, reconhece estranho o fato alegado pela SABESP, em consulta pública realizada no dia 24 de março p.passado, na Câmara Municipal de Campos do Jordão sobre a paralisação da obra, de implantação dos troncos coletores definida como “decisão interna da empresa”. a) Considerando o dossiê do Ministério Público Federal com o Instituto Águas do Prata – IAP, cujas ações determinaram e determinam o início breve dessa obra.

b)Considerando o artigo nº37 da Constituição de 88 que exige dos funcionários envolvidos, principalmente nesses casos de paralisação, que seja feito um relatório sucinto das metas atingidas e/ou concluídas do cronograma físico, objeto do contrato. c) Considerando a construção da ETE uma punição para a SABESP, por desobediência aos direitos constitucionais assegurados aos cidadãos da Estância de Campos do Jordão, inscrito no artigo nº 225 da Constituição de 88 e agravado por desobediência da Lei Federal nº 6.938, publicada em 31 de agosto de 1981. d)Considerando que a SABESP confirmou na reunião de 24/ 03/10, acima citada, que as ações realizadas e discutidas no momento com atores afins faz parte da infração imputada pelo processo ao qual foi penalizada (TAC- Termo de Ajuste de Conduta). e)Considerando tornar-se imprescindível, que os atores presentes, comprometidos com um desenvolvimento sustentável e definitivo, da implantação completa dos sistemas de transporte e tratamentos de esgotos, da Estância de Campos do Jordão, outrora iniciada e paralisada sem explicação, conhecerem os fatos que definiram esta polêmica atitude. f) Considerando que o local para implantação da ETE existe, fica na “Lagoinha”, inclusive, com esta área escolhida pela população jordanense em fórum feito pelo CBH-SM Comitê de Bacias Hidrográficas da Serra da Mantiqueira em conjunto com a prefeitura, tendo documentos desta comprovando que o local definido foi a “Lagoinha” Perguntamos o que não quer calar para a sociedade civil? - O acordo feito entre a Associação de Moradores da Lagoinha ARLA na polêmica mudança do local já aprovado para a construção da ETE foi que a mesma compraria outro terreno e se responsabilizaria com os encargos financeiros do prolongamento da obra. Então nossa pergunta é: Porque a SABESP comprou este novo terreno e quem arcará com esse ônus? - Porque a SABESP não mostrou o Relatório técnico expondo os motivos da sua tomada de posição que definiu a paralisação da obra, para a sociedade? Quais metas que foram concluídas e as que estão por concluir, juntamente com estudos e valores de implantação; esta paralisação está a expensas de quem? - Esclarecer um Termo de Compromisso assinado pela Prefeitura anterior com a Secretaria de Recursos Hídricos e SABESP, citando também o nome da Associação ARLA, que seriam feitas várias estações de tratamentos de esgotos compactas, pois abrangeriam um número maior de habitantes, e que ninguém tem respostas? - Esclarecer uma atitude denunciada aos olhos dos cidadãos comuns da Estância de Campos do Jordão, que foram os imensuráveis metros cúbicos de terra retirada, que lotaram terrenos baldios, no entorno das valas abertas para montagem dos tubos; uma substituição tão vultuosa de solo. Perguntamos: Isto foi previsto nos estudos da SABESP? Diante do exposto acima, aguardamos da SABESP uma resposta, se não for viável que se construa a ETE, já apresentada para a sociedade, no local liberado por todos os órgãos ambientais na “Lagoinha”, sem comprometimento para ninguém e com a estação prevista para atender 120.000 pessoas, diferente da apresentada em março que atenderá somente 65.000. Portanto, acreditamos ter esclarecido aos desinformados que a opinião do IAP que atua como OnG Ambiental há dez anos nesta cidade em defesa do meio ambiente, a impossibilidade de estarmos contra a construção da ETE, o que pedimos é um pouco de lisura por parte de todos e que a sociedade acompanhe e fiscalize esta construção, porque no final, somos nós que sempre pagamos as contas." Carlos Benedicto Marcondes Cabral MEMBRO Nº 200 da Academia Paulistana da História Elvira Rose Atuati Presidente do Conselho do IAP Diretora Presidente do Instituto Águas do Prata


página 2

Jornal Campos do Jordão & Cia - www.camposdojordaoecia.com.br

O tal "Bonde da História" A grande maioria dos homens vive, sonha e persegue objetivos ao longo da vida. Faz parte de sua identidade. É visceral traçar metas, superar barreiras, correr atrás, conquistar... Esse desafio é motivador, induz o cidadão a se aperfeiçoar no desempenho de suas funções, no trabalho, nos estudos, em família e nas atividades sociais. Enfim, no aprimoramento de seus conhecimentos, visando melhorar sua participação e evolução na vida e no profissional. Desde a mais tenra idade até seus últimos momentos é sempre assim, o homem vive um eterno e duro processo de superação onde quase não há limites. Fernando Pessoa (1888-1935 - Lisboa) bem soube mostrar um pouco disso em trechos de "Navegar é Preciso", uma de suas mais lidas poesias: "Navegar é preciso; viver não é preciso... Viver não é necessário; o que é necessário é criar... Não conto gozar a minha vida; nem em gozá-la penso. Só quero tornála grande, ainda que para isso tenha de ser o meu corpo e a (minha alma) a lenha desse fogo". Hoje, talvez mais que nunca, vivemos numa sociedade engajada, que não apenas sonha ou flerta com um futuro melhor, mas que acredita e vai à luta. Muitas das vezes uma luta inglória, mas necessária para sua existência. Jovens correm atrás desses sonhos pelos estudos, firmam objetivos, futuros, carreiras e desafios É o sangue novo que ferve em veias fortes. Serão eles que um dia estarão no comando de tudo, inclusive dos destinos do País. Por outro lado, enxergo com preocupação e muita revolta o que faz a maioria dos políticos neste Brasil. Eles se arvoram em assumir os destinos de tanta gente, prometem tanto e quando eleitos decepcionam. Muitos são verdadeiros estelionatários, pois não cumprem nada do que prometeram e da própria imagem que venderam. São eles os responsáveis pelas tantas mazelas que assolam o Brasil. Fizeram o mais difícil, elegeram-se e perderam o "Bonde da História". Pior, quase sempre são reeleitos. Putz, não aprendemos a votar. Ainda. Antonio Luiz Schiavo Júnior - schiavojr@uol.com.br

Sobe

DESCENDO

Ministério Público local. Que obrigou a Prefeitura Municipal de Campos do Jordão a retirar a inconveniente e ilegal montanha de banners, faixas e out-doors espalhados às pencas e que só serviam para poluir visualmente a cidade. Como nem Prefeitura e nem Câmara Municipal, autores da lei "Cidade Limpa", que proibe esse tipo de propaganda na cidade, se arvoraram em fazer cumprí-la, o Ministério Público, através do promotor Dr. Jamil Simon, determinou a retirada. Empresas diversas que mantém placas de identificação fora dos padrões estabelecidos nessa mesma lei terão que readequá-las sob pena de receberem multas, dentre outras penalidades previstas em lei.

Buraqueira sem fim. O tema se tornou recorrente e já há quem afirme que irá virar marchinha para o Carnaval de 2011. É lamentável voltar ao assunto, até porque Camposvive uma semana especial, com evento da AVIESTUR, presença do Ministro do Turismo, além dos jordanenses, os meros mortais, que já não suportam mais serem tragados diariamente pelas centenas de buracos que povoam as ruas de nossa cidade. Lamentável!

Geadas à vista! Com temperaturas mínimas de até 4 graus, Campos do Jordão está prestes a registrar as primeiras geadas do ano. Das chaminés ao final das tardes, já se observa a fumaça se dispersando. É o frio que chega, trazendo com ele milhares de turistas. Campos do Jordão já se transformou numa grande festa! Cidadania. As constantes e legítimas cobranças feitas pelo Jornal às autoridades locais estão se revertendo em ações pontuais, mas importantes por parte da população que se preocupa com os destinos da cidade. Nossas caixas de e-mails estão recebendo expressivo apoio da população e sugestões de novas pautas.

Clínica de especialidades Laboratório - Convênios

Outras informações pelo fone: 3668-8300

Registro nº 12 do Livro B-nº1, de Matrícula de Jornal, do Cartório do Oficial de Registro Civil de Pessoas Jurídicas de Campos do Jordão. Impressão: JAC Gráfica e Editora Ltda - R. São Paulo, 207 - S.José dos Campos-SP Endereço: Av. Dr. Januário Miráglia, 1750 - loja 4 - Shopping Abernéssia Campos do Jordão - CEP 12460-000 - fones: (12) 3664-4368 // 3662-3090 Jornal associado às entidades: ADJORI-SP e ABRARJ. Editor Responsável: Antonio Luiz Schiavo Júnior - MTB 44.237-SP Diretor Administrativo: Hosana Camargo Schiavo. Diretor Executivo: Luiz Augusto Camargo Aranha Schiavo

Agenda Cultural

Desce

SUBINDO

EXPEDIENTE: Editora Jornalística Verdes Vales Ltda Jornal Campos do Jordão & Cia (online no UOL)

Plano próprio para assistência ambulatorial

&

16 de Abril de 2010

Palácio Alto da Boa Vista. A sede de Inverno do Governo paulista em Campos, está aberta ao público para visitação (paga). Lá podem ser vistos: obras de arte, porcelanas, peças de decoração e mobiliário antigo. Museu Felícia Leirner. O museu está montado ao ar livre junto aos jardins que contornam o Auditório Cláudio Santoro. Lá podem ser vistas diversas esculturas com formações zoomórficas da renomada artista, que em Campos. Museu Casa da Xilogravura. Atelier e mostra permanente com cerca de 2 mil peças (rotativas) de artistas e gravadores de todo mundo. A Casa da Xilo fica defronte a Igreja N. Senhora da Saúde. Não abre às 3ªs e 4ªs.

Vandalismo. A madrugada de domingo mais uma vez foi palco de um grupo marginal que saiu de uma boate e depredou lojas e até uma pousada próxima do Teleférico. Segundo depoimento das vítimas, eles saíram de uma casa noturna existente na galeria do miniférico e sem qualquer motivo partiram para quebrar vitrines de algumas lojas. Ainda segundo os denunciantes, o som da casa noturna vaza (pois não haveria tratamento acústico adequado) e atrapalha muito hóspedes das pousadas próximas.

Canto Gregoriano. No Mosteiro São João (Av. Adhemar de Barros), com as Monjas Beneditinas. Diariamente às 18 horas. No local venda de artesanato, com ótimas sugestões de presentes e lembranças da cidade. Casa do Artesão. Na avenida de ligação entre as Vilas Capivari e Jaguaribe, defronte aos Bombeiros. Mostra permanente de trabalhos em madeira, como esculturas de placas, couro, metal e grande variedade de objetos de decoração.

Flanelinhas. Já que a Zona Azul entrou em vigor novamente em Campos do Jordão, promovendo a rotatividade e disciplinando o estacionamento de veículos pela cidade, não se pode admitir que flanelinhas continuem agindo e muito menos que desocupados alcoolizados tentem extorquir dinheiro dos motoristas, em especial de turistas incautos que frequentam nossa cidade à procura de lazer e paz. Alô autoridades, assim não dá!

Parque do Estado/ Horto Florestal: Ocupando 1/3 da área da cidade, é um passeio imperdível para quem curte natureza bem preservada. Rica em fauna e flora é o lugar ideal para se passar horas curtindo o visual das matas, corredeiras e cachoeiras.

M.C. Contabilidade

16 de Abril de 2010

Economia: Dívida com a sociedade por Marcos Cintra*

- Assessoria Fiscal

- Abertura/Encerramento de Empresas

- Assessoria Trabalhista

- Obtenção de "Habite-se"

- Assessoria Previdenciária

- Certidões de INSS, Cartórios etc.

computadores e redes Montagem, revisão de redes, configurações, limpeza de vírus, etc. Luiz Eduardo: (12) 9700-4762

casado 866.pmd

2

SECURITY MASTER Venda - Instalação - Monitoramento de Alarmes

tos para as empresas, aumente a oferta de empregos e formalize postos de trabalho. Ações pontuais foram tornando a estrutura cada vez pior a ponto do Fórum Econômico Mundial detectar, num grupo de 134 países, que não há sistema de impostos tão ruim como o brasileiro. Os políticos têm uma enorme dívida com a sociedade brasileira no que tange à questão tributária. Moldar um novo sistema de impostos será um dos itens da agenda do país em 2010 e, mais ainda, quando o novo presidente e os novos deputados, senadores e governadores assumirem em 2011. Mas qual será a reforma tributária que poderia aliviar o peso dos impostos para a classe média, reduzir custos para as empresas, gerar empregos e elevar o poder aquisitivo para a população de baixa renda e ao mesmo tempo permitir que o governo mantenha a arrecadação? A alternativa que pode atender as necessidades do país refere-se ao Imposto Único sobre a movimentação financeira, projeto que Roberto Campos, artífice da reforma tributária que foi determinante para o “milagre econômico” dos anos 70, dizia ser “uma ideia insolentemente inovadora, cujo tempo chegou”.

O Imposto Único prevê a substituição de tributos como o Imposto de Renda (pessoa física e empresas), INSS patronal, PIS/Cofins, ICMS e outros por apenas um cobrado no débito e no crédito de cada lançamento nas contas-correntes bancárias. Ele seria arrecadado de modo automático, sem burocracia. Simulações matemática revelam que os custos para as empresas cairiam, os preços poderiam ser reduzidos e haveria maior renda disponível para o trabalhador. O Imposto Único precisa voltar a ser debatido como proposta para o país e um grupo de defensores dessa idéia está se organizando nesse sentido. É um projeto que a sociedade já se mostrou amplamente favorável em três pesquisas de opinião pública e o eleitor precisa saber o que os candidatos pensam a respeito neste ano eleitoral. _______________________________________________________________________ Nota: Marcos Cintra é doutor em Economia pela Universidade Harvard (EUA), professor titular e vice-presidente da Fundação Getulio Vargas. Endereços eletrônicos: www.marcoscintra.org mcintra@marcoscintra.org http://twitter.com/marcoscintra

Palavras Cruzadas DIRETAS Autor: Roberto Conte

Confira o resultado

R. Profª. Dora Lygia Richieri, 30 - Loja 03 - Vila Paulista - Campos do Jordão - SP Fones: (12) 3662.2774 - 3662.5686 - 3662.5994 - E-Mail: mc-contabil@uol.com.br

E-mail: jornaldecampos@uol.com.br - Tiragem semanal: 7 mil exemplares

Manutenção

Curtas & Grossas Com objetivo que angariar recursos financeiros para aliviar a pressão econômica que recai sobre Esábado, dia 17 de abril, mais uma imperdível e animada "Noite a entidade, sua diretoria promove neste da Pizza". Estarão disponíveis 200 convites apenas, ao custo unitário de R$ 15,00 (inclui 1 pizza). Para os festejos de aniversário da cidade, entre os dias 27 e 29 de abril, a APAE também se fará presente com uma barraca de alimentação e bebidas. Para tanto pede a colaboração do empresariado local para montagem do estande, balcão, freezer, mantimentos, bebidas, banners para a comunicação visual etc. Importante destacar o impecável e incansável trabalho social e educacional realizado por toda Equipe APAE de Campos do Jordão. Mais informações na sede da APAE, com Werner ou Sílvio.

Bolsas de estudo para ex-alunos do Projeto Guri Adolescentes e jovens de 16 a 22 anos que participaram das aulas de música do Projeto Guri entre os anos de 2005 e 2009, por um período igual ou superior a 18 meses e que tenham interesse em dar continuidade aos estudos musicais em instituições de ensino dentro e/ou fora do País, podem se inscrever no Programa de Bol-sas, até o dia 21 de maio. O Programa tem o objetivo de beneficiar “ex-alunos” da organização e o primeiro processo seletivo acontece já em maio de 2010. As bolsas de estudos serão concedidas de acordo com um processo seletivo que avaliará, em sua primeira fase, os Programas de Estudos apresentados pelos candidatos e DVDs contendo vídeos de suas performances. Em uma segunda etapa, serão realizadas entrevistas presenciais com os candidatos. Além do ponto de vista técnico, também farão parte dos critérios de avaliação questões sociais e econômicas e exequibilidade do Programa de Estudos traçando, dessa forma, um perfil integral do candidato e de seu objetivo. Os “ex-guris” interessados em participar do Programa de Bolsas de Estudos devem apresentar seus projetos com informações complementares sobre a instituição onde deseja estudar, período de duração do curso, justificativa para o pedido da bolsa de estudos. É necessário que o candidato à bolsa de estudos seja natural ou resida no Estado de São Paulo. O Programa de Bolsas irá custear despesas como moradia, transporte, alimentação, aquisição de material didático, pagamento de curso ou/de honorário de professores, passagens aéreas ou terrestres ida e volta para o local de realização dos estudos, além do seguro saúde para todos os bolsistas. Além disso e durante todo o período de vigência de cada bolsa, os bolsistas terão o acompanhamento individualizado de monitores indicados pela AAPG e adequados a cada tipo de curso contemplado. O Projeto Guri é o principal projeto da AAPG e existe desde 1995. O Guri é um projeto socioeducativo que oferece continuamente, nos períodos de contra-turno escolar, cursos de iniciação e teoria musical, coral e instrumentos de cordas, madeiras, sopro e percussão. Atualmente o Projeto Guri atende cerca de 40 mil alunos em 301 municípios do Estado de São Paulo. As empresas que queiram colaborar com a AAPG e contribuir para o desenvolvimento integral de crianças, adolescentes e jovens podem usufruir de leis de incentivo fiscal como a Lei Rouanet e o Fundo Municipal da Criança e do Adolescente (FUMCAD). Para inscrições e outras informações sobre o Programa de Bolsa de Estudos, acesse o site: www.projetoguri.org.br

Concurso público para Soldado (feminino) para a Polícia Militar

Tec. Contabil CRC 1-SP164201/O-5

- Imposto de Renda Física e Jurídica

página 7

"Noite da Pizza na APAE Campos do Jordão O Brasil ainda não conseguiu fazer a necessária reforma tributária. Desde 1995 as propostas que chegaram ao Congresso Nacional podem ser resumidas através das palavras do saudoso Roberto Campos. Para ele os projetos eram apenas uma “tentativa de aperfeiçoar o obsoleto”. Até hoje a grande maioria do que foi apresentado em termos de propostas, e também no tocante a algumas mudanças tributárias empreendidas pelo governo, foram apenas variações em torno da PEC 175 apresentada quinze atrás. O país tem sido refém de uma visão tributária que se limita a promover maquiagens na estrutura dos impostos, mantendo a essência de um sistema repleto de anomalias. O governo diz ter feito uma “reforma” em 2003, mas o que ocorreu de fato foi a implementação de medidas que interessavam a ele (como a prorrogação da CPMF e da DRU) e aos governadores (como a partilha da Cide). A reforma tributária que o contribuinte deseja se arrasta até os dias de hoje. Nos últimos anos houve enorme frustração para o brasileiro em termos de o país poder contar com um sistema de impostos que distribua o ônus tributário de modo equânime, reduza cus-

Manoel Carlos Monoo Pereira

- Assessoria Contábil

Jornal Campos do Jordão & Cia - www.camposdojordaoecia.com.br

DROGARIA CENTRAL

A Polícia Militar do Estado de São Paulo abre 250 cargos de Soldado (feminino) através de concurso público. Vencimentos iniciais no valor de R$ 2.170,00 (dois mil cento e setenta reais). A novidade é que desta vez a candidata escolherá onde realizará as Provas de Escolaridade (Partes I e II), dentre 10 (dez) municípios do Estado: São Paulo, Bauru, Campinas, Piracicaba, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Santos, São José do Rio Preto, São José dos Campos e Sorocaba. As demais etapas serão realizadas exclusivamente na cidade de São Paulo. Exigências: habilitação para a condução de veículo motorizado entre as categorias “B” a “E”, além de Provas e Títulos, composto das seguintes etapas: a. Prova de Escolaridade; Prova de Condicionamento Físico; Exames Médicos; Exames Psicológicos; Investigação Social; Análise de Documentos e Títulos. Além disso são requisitos para o ingresso: ser brasileira; contar, no mínimo, com 18 e, no máximo 30 anos de idade; ter concluído o curso de ensino médio ou equivalente; ter, no mínimo, 1,60m de altura; estar em dia com as obrigações eleitorais e no pleno exercício dos direitos políticos; não ter respondido e não estar respondendo a processo administrativo cujo fundamento possa incompatibilizá-la com a função policial-militar, se agente público; ter boa conduta social, reputação e idoneidade ilibadas e não registrar antecedentes criminais. As inscrições deverão ser realizadas somente via INTERNET, no período de 12 de abril de 2010 até 07 de maio de 2010, por meio do site www.vunesp.com.br, da Fundação VUNESP.

Medicamentos e Perfumaria - Produtos de Qualidade e as grandes vantagens do Cartão Preferencial:

Dr. Mauro Amâncio Di Agustino

- Equipamentos de última geração: alarmes, câmeras, sensores etc. - Segurança Patrimonial residêncial, comércio, indústria, eventos e Vip. Prestação de Serviços em Hotelaria e Condomínios: Zeladoria, Eventos, Portaria - Recepção etc.

Adquira logo seu Cartão e pague em até 3 x Sem Juros!

Clínica Geral - UTI Móvel (remoções) - ECG - RX - Ultrassonografia - Home care (atendimento domiciliar)

Rua Inácio Caetano, nº 941 - Vila Abernéssia - Campos do Jordão Fones: 3668-9898 // 3664-1750 - Site: www.securitymaster.com.br

Ligue: 0800.102093 - 3662-5307 ou venha nos visitar Av. Dr. Januário Miráglia, 910 - Vila Abernéssia

Atendimentos no Hospital São Paulo para Convênios e Particulares Fones: (12) 3668-9010 - 9145-2527 - 9784-0131

Entrega Sem Taxa, a partir de R$10,00 Produtos com até 50% de desconto!

16/4/2010, 14:18


página 8

Jornal Campos do Jordão & Cia - www.camposdojordaoecia.com.br

16 de Abril de 2010

ANO XX - Nº 866 16 de Abril de 2010

Distribuição Gratuita

Já chegou a "Edição de Outono" da Revista "Encantos e Sabores"

www.camposdojordaoecia.com.br

Editora Jornalística Verdes Vales Ltda - Av. Dr. Januário Miráglia, 1750 - Conjunto 4 - Campos do Jordão-SP - Editor responsável: Antonio Luiz Schiavo Júnior - Impressão: JAC Gráfica e Editora - Tiragem: 7.000 exemplares

Campos do Jordão sedia congresso da AVIESP

"Um show de reportagens e imagens sobre o que Campos do Jordão têm de melhor "

A 33ª AVIESTUR acontece nos dias 16 e 17 de abril, com previsão de mais de 5 mil participantes Cinco mil participantes O Congresso da AVIESP - Associação das Agências de Viagens do Interior do Estado de São Paulo e a 33ª AVIESTUR - Feira de Turismo da AVIESP serão realizados no Campos do Jordão Convention Center, com uma previsão de público de 5 mil pessoas. Além dos expositores, confirmou presença na abertura do evento o Ministro do Turismo, Luiz Barreto.

Revista-guia Encantos e Sabores: em quatro lindas edições anuais, que circulam a cada estação do ano, totalizando 100.000 exemplares/ano.

Ministro visitará obras

Distribuição gratuita e dirigida!

PRÓXIMA REVISTA: EDIÇÃO ESPECIAL DE INVERNO (JUNHO)

FOTO: KADU SCHIAVO

Visite nosso site e confira todas edições já publicadas (todas online no UOL): www.encantosesabores.com.br

Frente fria derruba temperaturas para até 4ºC. Previsões dão conta que as geadas não devem demorar a chegar.

Mais um super show de imagens e reportagens 40 mil exemplares distribuídos gratuitamente com impressão primorosa (couché 104 gramas) para você expor sua marca, produtos e serviços! Para outras informações e agendamento de reservas (até 30 de abril): (12) 3664-4368 3662-3090 // 9772-2285 ou envie um e-mail para: anuncio@encantosesabores.com.br

casado 866.pmd

1

16/4/2010, 14:18

Nesse mesmo dia o Ministro cumpre agenda junto a prefeita Ana Cristina, vistoriando obras em andamento e inaugurando oficialmente o "Centro Itinerante de Informações ao Turista". Na sequência a Prefeita e ele assinam contrato para repasse de verbas para obras de infra-estrutura do turismo, como a reforma e adequação do calçamento de todo eixo central da cidade.


866