Page 1

wwww.correiodovaledoriogrande.com.br Passos, Correio do Vale do Rio Grande, edição 02, de 20 a 24 de novembro de 2012

Editorial

Não à mudança no Estatuto da FESP A decisão de se colocar em discussão a mudança no Estatuto da FESP de forma a excluir a comunidade, colocou em polvorosa aqueles que imaginam que cedo ou tarde – mais para tarde –a Fundação de Ensino Superior de Passos passará a ser uma unidade da UEMG – Universidade do Estado de Minas Gerais. Este sonho não nasceu do desejo de um grupo de “amigos da FESP”, como quer fazer crer os atuais dirigentes da Fundação, mas do anseio de quem um dia ajudou a criar a FESP pública, lá pelos idos de 1963. A parir daí, a comunidade não se omitiu em ajudar e o patrimônio da Fundação foi sendo erguido com o poder público fazendo-se presente. Em 1989, os constituintes mineiros criaram a UEMG, descentralizada e regionalizada, agregando fundações que optassem por serem absorvidas pelo que viria se constituir a Universidade do Estado de Minas Gerais. Em 1990, a FESP optou por ser UEMG. Ao longo desse tempo o processo caminha, ora com avanços, ora com sobressaltos que assustam os que lutam para ver a estadualização concretizada. O susto vinha sempre das esferas de governo, nunca vinham intramuros, como ocorre agora. A bem da verdade houve um momento que se pretendeu a FESP como centro universitário, quando o advogado Paulo Felipe era presidente da instituição. A favor da criação do Centro, percebeu que a comunidade temia naquele instante o que se teme agora: que a estadualização seria letra morta. Abriu o debate, aceitou a discussão com a comunidade, abriu a Assembleia para a comunidade verdadeiramente e viu que a posição majoritária era contrária à criação do centro universitário e respeitou o que a maioria decidira, recuando na sua intenção de implantar as mudanças estatutárias então pretendidas. Não é o que acontece agora. A primeira providencia do atual Conselho Curador, presidida por Fábio Kallas, foi brecar a

participação da comunidade, alegando, como disse ao repórter da TV da Independência, Marcelo Piotto, que a assembleia era da “comunidade” da FESP e que para manter assim a reunião levaria as coisas a “ferro e fogo” se fosse preciso. Mas é justamente agora que se percebe o maior risco e é contra esse risco, representado pelas mudanças em vários artigos do Estatuto, especialmente os artigos 23 e 38, para os quais é dado nova redação, excluindo a participação do governador tanto na nomeação do Conselho Curador como também na aprovação de qualquer mudança estatutária. Esses dois artigos, como pode se constatar em reportagem especial nas páginas centrais do Correio do Vale do Rio Grande, quebram uma ligação com o governo do Estado e, por consequência, livra o Estado de qualquer compromisso com a instituição. É isto que o povo passense de modo geral teme e é este risco que se quer evitar. A postura da direção da FESP é de intransigência. Diz que mudar o estatuto não rompe com o projeto de estadualização, mas não explica como este rompimento pode ser evitado. Parece querer impor sua vontade sem se importar com a opinião do restante das forças políticas, institucionais e comunitárias envolvidas. O caminho para que a normalidade, a esperança na estadualização não se esvaneça, é um só: não mudar nada no Estatuto, preservar na íntegra os artigos 23 e 38, que garantem a participação do governo nos destinos da FESP e acelerar o processo de estadualização, prometido pelo governador Antonio Anastasia para 2014, afinal a fundação é uma realidade nascida da participação de toda a comunidade e acalenta o sonho de ser uma Universidade com inserção regional, com ensino público e gratuito, alicerçando o desenvolvimento regional e este sonho não pode acabar pelo desejo de uns poucos que parecem quererem se apropriar do que toda a comunidade construiu para, a partir daí, edificar uma instituição privada.

Direção da FESP propõe assembleia para mudar estatuto, mas adia votação

Promotora Dra. Cristina Bechara, curadora da fundação, estuda parecer sobre as mudanças estatutárias propostas pela atual direção da FESP

A reação da comunidade e de um grupo de “Amigos da FESP” provocou o adiamento da votação de mudanças no Estatuto da FESP. A mobilização continua. A presidente da Câmara, vereadora Tia Cenira, prepara audiência pública para discutir o assunto. O Correio do Vale do Rio Grande apurou que o deputado estadual Cássio Soares é contra qualquer mudança que coloque em risco a

estadualização. O PP partido de Renato Andrade, através de seu presidente, Helvio Maia e do vice Ademir José da Silva, articulam para que não haja mudanças no Estatuto. O prefeito eleito, Ataíde Vilela, conforme apurou a reportagem, tem mantido contato estreito com o Secretário de Ciências e Tecnologia, deputado federal Nárcio Rodrigues, quando trata também do assunto

estadualização. Outra liderança que tem atuado na luta para impedir as mudanças no Estatuto é Luis Carlos Souto, o Dentinho, presidente do PSDB. O excandidato a deputado estadual pelo PR José Orlando, Tuta, também se posicionou contra mudanças que coloquem em risco a estadualização. Acompanhe como está a situação nas páginas 6 e 7.

Correio do Vale do Rio Grande envia pauta a FESP Na tarde do dia 18, via e-mail da assessoria de comunicação da FESP a direção do Correio do Vale do Rio Grande encaminhou a seguinte pauta sobre a mudança no estatuto. Eis as perguntas: – Esta claro na proposta de alteração do Estatuto que dois artigos que garantem a participação do governador do Estado em ações da FESP estão sendo alterados, retirando o governador da participação na nomeação do Conselho Curador (art. 23 do atual Estatuto) e o que determina que qualquer alteração tem que ser aprovado por ele – governador (artigo 38). Isto,

na prática, não é o mesmo que afastar o governo do Estado da das decisões da FESP? – Por outro lado, o governo do Estado continuaria mantendo vinculo com a FESP, se a eliminação dos artigos que garantem sua vinculação o isentam, de qualquer responsabilidade? – Isto não quer dizer que a FESP passa, a partir da aprovação dessas mudanças, a ter apenas o caráter de uma instituição particular? – Onde está registrado no novo Estatuto que a FESP ainda mantém o seu caráter público, podendo ser absorvida pela

UEMG? – Por que não deixar os artigos 23 e 38 com a mesma redação de hoje, já que eles causam grande insegurança no seio da comunidade quanto a possibilidade de estadualização da FESP? – O Novo Código Civil é de 2002. As mudanças deveriam ser feitas até 2003. Por que faze-las agora? A assessoria confirmou o recebimento, mas até o fechamento da edição, as 16 h do dia 19, segunda-feira, não havia chegado nenhuma resposta à redação.


De 20 a 24 de novembro de 2012

De 20 a 24 de novembro de 2012

Opinião

Bairro

Reforma do estatuto da FESP. Avanço ou retrocesso?

Coimbras nasceu em torno da Igreja Nossa Senhora de Fátima

Jairo Roberto da Silva Para compreendermos a gravidade do momento vivido pela FESP a propósito da reforma de seu estatuto, é necessário um rápido retrospecto da história da instituição, e dada a falta de espaço para maiores comentários, listemos: A uma, dir-se-ia, que a FESP nasceu no bojo de um movimento comunitário de mobilização de entidades públicas e privadas, e, sobretudo, de pessoas; a duas, é relevante destacar que ela foi criada por ato do Governo Estadual através de lei e decreto regulamentador; a três, não se pode negar que seu patrimônio é resultado, em grande medida, de doação do município nas gestões de José Figueiredo (1967/1970), Antônio Pedro Patti (1971/1972) Elzo Calixto Mattar (1973/1976) e José Hernani da Silveira (1993/1996 e 2001/2004); a quatro, registre-se que a alternância no comando da FESP, muita vez ocorrida em meio a crises, oxigenou a instituição, respeitou a oposição e proporcionou o seu crescimento; a cinco, segue-se a luta pela sua transformação em universidade pública, a partir da Constituição Estadual de 1989 que acalentou o sonho da universidade gratuita; a seis, vem a transparência dos atos praticados pelas administrações da FESP e, quando negada, foi objeto de denuncia e cobrança pelos órgãos de comunicação e pessoas formadoras de opinião; a sete, notese que a reforma de seu estatuto para atender o novo Código Civil, em vigor desde 1º de janeiro de 2003, está atrasada quase 10 anos. Listados, pois, os aspectos relevantes da trajetória da FESP, insta indagar o que tudo isso tem a ver com a proposta de reforma de seu estatuto pela Assembléia Geral Extraordinária convocada para o dia 14/11/2012, véspera de feriado? Data vênia, entendo, ainda que de forma telegráfica, que a medida carece de um amplo debate com as forças vivas da comunidade que estiveram, presentes no ato de sua concepção; o tempo que

medeia a convocação e a realização da assembléia é insuficiente. Até mesmo a Promotora, curadora das Fundações, não teve tempo suficiente para elaborar seu parecer antes da assembléia; o edital de convocação não explicita as profundas mudanças pretendidas pelo atual Conselho Curador e não se tem conhecimento de nenhuma publicação nesse sentido, na contramão das ações de marketing que tem sido uma das marcas da atual administração. Para conhecer aspectos da reforma, um grupo teve que buscá-los junto à Curadoria das Fundações. A reforma do estatuto, a pretexto de adequá-lo ao novo Código Civil de 2002 esconde objetivos inconfessáveis, qual seja: excluir o Estado das decisões quanto a escolha de seu corpo deliberativo e executivo; a proposta de reforma ocorre no momento que antecede o cumprimento de um compromisso de campanha do Governador Antônio Anastasia, de estadualizar a FESP em 2014; a exclusão do Estado de participar das decisões “interna corporis” da FESP pode ser uma boa justificativa ou desculpa para que o Governador não cumpra o seu compromisso de campanha. Portanto, salvo melhor Juízo, entendo fora de tempo essa reforma de estatuto. Se o Conselho Curador esperou 10 anos para adequá-lo ao novo diploma Civil, por que não esperar mais um ano? Em sede de conclusão, pelas razões expostas, quero crer que a alternativa sensata seria o adiamento da Assembléia Geral Extraordinária convocada para este 14 de novembro, tempo insuficiente para um debate amplo, com a sociedade civil, com as autoridades locais e com o próprio Governo do Estado. Esta é a minha opinião “sub censura”. Jairo Roberto da Silva, ex-presidente da FESP de 1986/1988 e 2000/2003, ex-diretor da Faculdade de Direito de 1995/1995, além de outros cargos exercidos o longo desses 40 anos.

O movimentado bairro de hoje, que

tem duas importantes avenidas, Coimbras e Liquinha Silveira, nasceu em torno de uma capelinha lá pelos idos de 1938. Quem conta a história é João Baltazar dos Reis, do alto dos seus 82 anos. “Tinha aqui a Capelinha e a rua Coimbra era única, a rua do Bodoque não tinha casa, Alpeninos tinha duas casas, a Coimbra, no sentido de quem entra para o bairro, tinha casa só do lado direito; do lado esquerdo era um barranco só”, lembra A origem do nome vem da família que morava no local e que loteou o terreno. A iniciativa foi de Horácio Coimbra. “Os donos dos Coimbras

Educação, ética e cidadania Lilian Shorreyla Educação, ética e cidadania são temas que se misturam, é difícil falar de um sem mencionar os outros. Quando falamos em educação nos vem logo à memória cidadãos conscientes, pessoas sérias que trabalham dentro da ética. É através da educação que conseguimos uma sociedade mais crítica, colaboradora e eficaz, ciente dos seus direitos e deveres exercendo assim sua cidadania. A palavra ética é derivada do grego e significa aquilo que pertence ao caráter. A partir da idade contemporânea considerou-se a ética como ciência, desde então se estabeleceu uma relação muito forte entre a ética e a educação contribuindo na formação moral, intelectual e teológica do indivíduo. As instituições educacionais eram responsáveis pela formação ética do indivíduo, o que não acontece mais nos dias de hoje. Em função dessa deficiência nas instituições de ensino vemos o caos na sociedade. Uma sociedade descompromissada com o próximo, com a política e até mesmo com a sua espiritualidade. A educação nas escolas deixa muito a desejar,

pois não preparam nossos jovens para se ingressarem na sociedade como cidadãos conhecedores dos seus direitos e deveres. Porém essa função não cabe somente às escolas, cabe também e principalmente à família. É nela que devemos aprender de fato o que é ser uma pessoa educada, ética e cumpridora de seus deveres, podendo exigir os seus direitos, exercendo assim a plena cidadania. A escola teria o papel de dar continuidade a esse aprendizado, ensinando nossos jovens a socialização, o que nos dias de hoje é requisito básico no mercado de trabalho. A qualificação dos professores é fundamental nesse processo de aprendizagem, pois não basta ensinar apenas conteúdos didáticos, mas sim transmitir uma formação intelectual, ideológica e moral ao indivíduo. Cabe a todos nós pais, professores, educadores e sociedade de um modo geral, zelarmos pela educação de nossas crianças e jovens. Somente através da educação conseguimos pessoas éticas que valorizam o seu poder de cidadão, contribuindo assim para uma sociedade mais justa e ativa. *Lilian Shorreyla é formada no magistério.

Expediente Correio do Vale do Rio Grande (www.correiodovaledoriogrande.com.br) é uma publicação da Agência de Publicidade Silva & Mota. CNPJ:15.170.527/0001-31 Endereço:

Av. Júpiter, 845 – Jd Satélite - Telefone: 035 3522-4138 - Diretora: Lilian Shorreyla - Arte Final: Diego Costa - Diagramação: Larryane Mayla - Fotografia: Clara Pereira Tiragem: 2.000 - Gráfica: Spaço Jornal e Editora - Ribeirão Preto (SP)

Centro Comunitário, coordenado pela FESP, abriga hoje a formação de um grupo de Capoeira, o Nossa Senhora do Bom Fim, comandado por Alexandre Duarte Costa. “Treino 50 meninos e tudo que fazemos é na base do apoio voluntario”, explica, afirmando que do grupo já saíram campeões.

No bairro há também PSF. Agora o bairro vai ganhar uma Praça de Esporte e Cultura, com recursos do PAC2. A praça, lançada no último dia 11 de novembro e está prevista a construção de quadra coberta, anfiteatro, sala de informática, academia ao ar livre, parquinho infantil e pista de atletismo.

Igreja Nossa Senhora de Fátima do bairro Coimbras

na época eram Horácio Coimbra, Jorge Bacil e Francisco Baltazar Sobrinho,que é meu pai”, conta. Naquele tempo, perto da capelinha havia um campinho de futebol “e a gente brincava ali”, e onde hoje é a

Coimbras hoje O bairro Coimbras hoje tem vida própria. Estabelecimentos comercais de bom nível, como supermercados, lanchonetes, restaurantes, farmácias,bares, são testemunhos desta vida

Escola Ananias Emerenciano passava linha férrea e os comerciantes doavam alimentos para os mais pobres e vendiam para receber seis, sete meses depois. “O Jorge Bacil fazia esse tipo de doação. O turco Jorge Abrão

Kallas doava retalhos de tecidos”. “O Juca Coimbras teve o primeiro armazém e ele era muito bom”, diz. “O povo chegava para fazer compra, não tinha dinheiro e ele dizia: leva”. Era um tempo de amigos e de dificuldades. “A energia elétrica só tinha até a Mogiana e água vinha de cisternas, profundas”. Depois, mais tarde, um acidente da natureza, acabou por proporcionar a descoberta de uma mina no que todos conhecem como “buracão dos Coimbras”. Ali foi feita uma escada pela encosta e as mulheres buscavam água e lavavam roupa no local. “As roupas vinham limpinha de lá”, recorda

independente. Escolas, a Municipal Ananias Emerenciano e a Estadiual São José, são centros educacionais importantes, além da creche Dolores Queirós. O

Grupo de capoeira Nossa Senhora do Bonfim

Ambulatório e PSF Coimbras II

Futuras instalações da Praça de Esporte e Cultura

Rolou na Semana Fim difícil Não bastasse as dificuldades normais de fim de mandato, o prefeito Hernani vai passar os próximos anos explicando o contrato de R$14 milhões com o Ibrama, Instituto Brasileiro de Apoio à Modernização Administrativa, de Porto Alegre(RS). O ministério público pede o cancelamento do contrato. O pedido foi feito pelo promotor Cristiano Cassiolato, que entende que deveria ter sido feito processo de licitação. O Ibrama atua na recuperação de créditos para os municípios. Violência A cidade anda violenta. A semana, e o fim de semana, registraram mais assassinatos Um desses assassinatos foi cometido pelo próprio irmão. Elder Martins Alves, morador do

Jardim Planalto, foi morto com vários golpes de enxada. Em outro local, na zona rural, linha do Campos, já havia acontecido outra morte cometida por outros jovem. No Bela Vista um expresidiário foi baleado por um garupa de uma moto.

Federal de Ciências e Tecnologia de Minas Gerais. A intenção é ver instalado no local o campus da IFMG. Já está previsto cursos voltados para a área de engenharia. Tem gente entendendo que é o embrião de uma universidade federal naquela cidade.

Memória Fraca Esqueceu, o professor Fábio Kallas, que ele chegou à presidência da FESP por uma ação polítca, articulada por um partido. Em seguida virou as costas e foi se abrigar em outro ninho.

Moradias em Itaú Um convênio assinado entre a Caixa Econômica Federal e a Prefeitura de Itaú de Minas vai permitir a construção de 18 novas moradias no município. O detalhe é que estas casas serão construídas na zona rural.

FESP X UEMG Aqui em Passos a coisa parece andar na contramão. A intenção de mudar o estatuto, que ficou para 3 de dezembro, parece querer pôr fim no sonho da estadualização. O presidente da Fundação tem dito que uma de suas intenções é livrar a entidade de ações “partidaristas”. Propõe eliminar o governo da nomeação do Conselho Curador e da aprovação de qualquer mudança no estatuto.

De novo E agora, na eleição para prefeito, abandonou o ninho em que estava – oficialmente ainda está – e foi se abrigar noutras paragens. Lá deu-se literalmente com os burros na água. E já tem gente vendo que essa barulheira toda é um jeito de voltar ao ninho deixado, nos braços do deputado federal Nárcio Rodrigues, de quem era assessor até bem pouco como subsecretário de ensino superior da secretaria de Ciências e Tecnologia que tem como titular exatamente Nárcio Rodrigues.

Doação para universidade O empresário Otacílio Gonçalves Tomé (Tatá Tomé) doou o prédio do Centro Educacional do Alto São Francisco (Ceasf) de Piumhi para o Instituto


De 20 a 24 de novembro de 2012

De 20 a 24 de novembro de 2012

Registro Social

Uma loucura de campanha para salvar o Otto Krakuer

Duas chapas concorrem à diretoria da 51ª OAB - Passos Os advogados Fernando Crisóstomo, pela Chapa Participativa e Denis Provenzani, pela Chapa Compromisso e Verdade, concorrem, como candidato a presidente da 51ª OAB, a seção da OAB –Passos. A eleição acontece dia 24. O Correio do Vale do Rio Grande fez as mesmas perguntas para os dois candidatos. Abaixo os principais trechos das respostas dadas por eles.

Chapa Verdade e Compromisso Denis Provenzani

João Bosco e Vinícius na campanha PRÓ OTTO

Pintado D’ouro entrou na campanha

Marcelo Resende e Waltinho

A Fundação Beneficente São João da Escócia surgiu

O Hospital Otto Krakauer oferece um tratamento es-

pecializado nos diversos diagnósticos de distúrbios mentais tais como: transtornos mentais orgânicos, esquizofrênicos, delirantes, transtornos de humor, transtornos neuróticos, síndromes comportamentais, transtornos de personalidade e deficiências mentais. Oferece também um ambiente que favorece a integração do indivíduo que facilitam a eficiência dos métodos adotados pela equipe multiprofissional.

Por força de mais de cinco anos sem qualquer reajuste dos recursos enviados pelo SUS para os tratamentos dos pacientes a administração do Otto Krakauer se vê numa situação financeira bastante difícil. Para que o hospital não feche suas portas e continue prestando serviço de qualidade foi lançada uma campanha de arrecadação de recursos por meio da venda de camisetas e doações voluntárias em conta corrente.

Durante o tratamento os familiares são convidados a

Uma das ideias é vender camisetas, nas cores azul,

em 31 de março de 1972, e é a mantenedora do Hospital Psiquiátrico Otto Krakauer. A ideia foi de um grupo de pessoas pertencentes à Loja Maçônica Deus Universo e Virtude. Após a doação de uma área de 14.000m2 por familiares do Sr. Otto Krakauer, cujo nome o hospital ostenta, iniciou-se a construção da obra. O hospital foi inaugurado em 14 de maio de 1975. Hoje são 156 leitos, que ocupam uma área de 6.800m2, ala masculina e feminina. O Hospital é o 3º em Minas no serviço que presta aos pacientes com problemas mentais, com 130 funcionários, atendendo 115 municípios, financiado 100% pelo SUS.

O presidente da Fundação Marcelo Resende expli-

ca que esse valor, somado ao que SUS envia por paciente daria em torno de R$80,00, bem próximo do custa manter um paciente no hospital. A tarefa é vender algo em torno de 156 camisetas x 30 x 12. Fez as contas? Faz então para você saber qual o tamanho da solidariedade que o Otto precisa para continuar cuidando dos seus pacientes .

Por isto tem muita mais gente vestindo essa ideia.

Vários artistas e personalidades famosas estão aderindo à causa do Otto Krakauer e ‘vestindo’ a ideia. A dupla João Bosco e Vinícius, Régis Danese, Camilinho e vários outros já estão na onda de ajudar quem precisa de ajuda.

participarem de reuniões e visitas frequentes, visando esclarecer suas condições de co-dependentes e orientá-los sobre o tratamento, seus limites e deveres, orientando sobre possíveis revisões de conceitos e atitudes frente ao paciente alertando sobre manipulações emocionais e carências afetivas, estimulando relações familiares e sociais saudáveis durante e após o período de tratamento.

branca e verde com o lema: ‘Ajude quem precisa de ajuda’, estão à venda por R$ 45 em alguns pontos de vendas como Pintado D’Ouro, Delícias do XYKO, Banca da Matriz e na portaria do Otto Krakauer. Neste final de semana o Restaurante Pintado D’Ouro vestiu a camisa e virou o local de venda das camisetas, com o Waltinho (proprietário) e todos os funcionários vestindo a camiseta da campanha.

Quem quiser pode fazer doação.Os depósitos em dinheiro, no valor que o doador entender possível podem ser feitos no Banco do Brasil, AG 0194-5 CC 70.000-2; Santander AG 3235 CC 130.50000-0; Banco Itaú AG 3136 CC 09799-9 e Bradesco AG 1692-6 CC 35.700-6. Ou então fazer como o Pintado d’Ouro, capitaneado pelo Waltinho, que durante todo o fim de semana que passou virou a “loja” de vendas das camisetas vendidas pelo pessoal do Hospital Otto Krakuer.

Breve Biografia Nasci em Ponte NovaMG no dia 17.06.1966. Estou em Passos desde 1975. Sou casado há quase 25 anos e pai de 03(três) filhos. Fiz a Faculdade de História, Direito e Serviço Social- Campus de Franca-UNESP e a advocacia pela Universidade Estadual Paulista “Julio Mesquita Filho”(1.984 a 1.988). Formeime em 1989. Experiência Profissional -Procurador Credenciado do INSS durante o período de 30/04/1.993 a 29/04/1.999 com atuação nas Comarcas de Passos-MG, Pratápolis-MG, Cássia-MG e Alpinópolis-MG -Atuação como advogado credenciado da Caixa Econômica Federal com atuação em 10 (dez) comarcas da região do município de Passos-MG. -Advogado da ASPRA- Associação dos Praças Policiais e Bombeiros Militares de Minas Gerais com atuação nas areas administrativa e criminal. Experiência Acadêmica: Participação em inúmeras Bancas Examinadoras de Monografias de Curso de Graduação realizadas na Universidade do Estado de Minas Gerais-Faculdade de Direito De Passos-Núcleo Pesquisa. Nunca fiz parte da diretoria da OAB de Passos-MG. Por que Concorrer a 51ª OAB Sou candidato atendendo pedidos de vários colegas, carentes de representação. Recentemente, senti na própria carne a ausência de um líder local que efetivamente fizesse prevalecer as prerrogativas no exercício da minha profissão. Nos últimos anos a OAB tem sido muito inerte.. As reclamações dos colegas quanto à ausência de prevalência das prerrogativas são constantes. Esses são alguns dos motivos que me levaram a concorrer a presidência da 51ª OAB. Defesa do Cidadão Que eu tenha conhecimento na gestão atual, não existe nenhum canal de

orientação jurídica ao cidadão passense, quanto aos seus direitos e obrigações. Caso eleita a chapa Verdade e Compromisso, será criada uma comissão especial com sistema de revezamento entre os advogados e com a participação de estudantes de direito da FESP com intuito de proporcionar a população carente o acesso ao Judiciário, que antes de tudo é uma garantia constitucional. Segurança Pública O alto índice de criminalidade em PassosMG é assustador. (..)Ultimamente não tenho visto nenhuma participação da OAB local em debates com autoridades locais com o fim de dar sugestões ou apresentar propostas para diminuir a criminalidade. Na gestão da chapa VERDADE e COMPROMISSO a situação será diferente. A OAB participará ativamente de debates e projetos relacionados a Segurança Pública com o forte propósito de ao menos baixar o índice de criminalidade, tornando Passos uma cidade boa de viver. (...) Construção da nova sede A construção da nova sede é um sonho da classe que dessa vez será concretizado. A edificação da nova casa tem o aval expresso do atual presidente da Seccional em Belo Horizonte, Dr.Luís Cláudio. Depois de construída a nova sede com total comodidade para os advogados, a classe decidirá de forma democrática qual será destino da casa atual. (..). A Chapa Verdade e Compromisso A chapa “verdade e compromisso” é composta pelos seguintes membros: Presidente – Denis Provenzani de Almeida Vice-Presidente – Professora e Dra. Maria Lúcia Andrade de Abreu Secretario Geral – Renato Borges Reis Secretario Geral Adjunto – Sandro Lopes Figueiredo Marques Tesoureiro – Caio Marcelo Assad Medeiros Conselheiros: Ana Célia Querino, Egito Martins, Herlon Rosa Raimundo, José Helio da Silva e professor Sandro Botrel Vilela. As Propostas Veja a íntegra das propostas em h t t p : / / w w w. f a c e b o o k . c o m / d e n i s . provenzanidealmeida

Chapa Participativa Fernando Crisóstomo Breve Biografia Sou passense, tenho 58 anos. Casado com Débora Maia Crisóstomo, e pai três filhos (duas mulheres e um homem). Sou filho do advogado José Crisóstomo.um dos fundadores da OAB local e um dos primeiros presidentes da entidade. Formeime em advocacia em 1999, pela Faculdade de Direito da Fundação de Ensino Superior de Passos. Sou pós graduado em direito civil e processo civil. Formado também em engenharia mecânica pela PUC-MG, em Belo Horizonte.

temos condições de criar comissões que aprofundem essa atuação. Já discutimos entre nós a formação (ou implementação) de pelo menos mais duas Comissões.. São elas a Comissão de Defesa do Patrimônio Público, que servirá de canal entre a população e a OAB para apurar denúncias de mau uso do dinheiro/patrimônio público. Outra comissão que vamos implementar é a Comissão de Segurança Pública, que é o meio de a sociedade civil, através da OAB, exigir medidas para promover a segurança pública como forma de proporcionar a todos a paz social Segurança Pública Já respondida na questão anterior.

Experiência Profissional -Atuo como advogado, com escritório em Passos, e como advogado do Banco do Brasil e da Crediacip. -Atuei na defesa dos advogados e já fiz parte da diretoria da OAB e sou atual tesoureiro da entidade. Acompanho o trabalho da OAB em diversas gestões e percebo que cada uma delas fez o que pode para que tivéssemos sempre uma instituição forte. Nossa intenção é faze-la mais forte ainda, numa gestão COLEGIADA E PARTICIPATIVA.

Construção da nova sede Vamos construir a nova sede. E sobre a atual sede vamos ouvir os advogados, através de consulta pública, que destino devemos dar a ela. Mas acho importante me posicionar publicamente: acho desnecessário vende-la. O que é correto fazer é construir uma sede moderna, com amplas instalações, anfiteatros, salão para festas, salas multimídias e para cursos. Assim como defendo a melhoria da infraestrutura em todos os locais onde haja a presença em maior número de advogados, como no Fórum e no presídio local.

Por que Concorrer a 51ª OAB Candidato-me a presidente às eleições da 51º Seção da OAB – Ordem dos Advogados do Brasil- que vão acontecer dia 24 de novembro próximo, com o propósito de unir a categoria e de termos aqui uma OAB mais forte ainda. Eu, mais alguns companheiros, resolvemos formar a chapa PARTICIPATIVA, exatamente com o objetivo de cumprir esse papel.(...). Nossa intenção é fazer avançar a gestão na OAB-Passos. Melhorar o que foi feito de bom e, com a ajuda de todos os advogados, inovar com uma gestão COLEGIADA e ouvindo a todos.

A Chapa Verdade e Compromisso A Chapa PARTICIPATIVA, UNIÃO DE TODOS, POR UMA CATEGORIA MAIS FORTE tem a seguinte formação: Presidente: Fernando Crisóstomo Vice-Presidente: Carolina Castro Secretário Geral: Glauco Silveira Goulart Secretário Geral Adjunto: Vinicius Muzetti Bueno Tesoureiro: Antonio de Pádua Ribeiro Conselheiros: Renata Kawagoe, Guilherme Beraldo de Andrade, Cléser Pádua Amorim, Rogério Chaves de Melo, Crystmen Dave Pinto Ricas

Defesa do Cidadão A natureza da nossa entidade inclui, naturalmente, a defesa do cidadão, isto é inerente à nossa atividade. Mas penso que

As Propostas Veja a íntegra das propostas em http://www.facebook.com/fernando. brandaocrisostomo


De 20 a 24 de novembro de 2012

De 20 a 24 de novembro de 2012

Hernani diz que fez obras para garantir bem estar social no futuro

José Hernani da Silveira, atual prefeito de Passos

Centro Municipal de educação infantil Sueli Imaculada de Souza

Conjunto Habitacional Nova Califórnia

Sala de aula informática IFSULDEMINAS

O prefeito José Hernani da Silveira respondeu, através de sua assessoria de comunicação social, questionamentos enviados por escrito pela redação do Correio do Vale do Rio Grande. Ele diz que entre “as mais de 80 obras listadas, merecem destaques aquelas que vão contribuir para o desenvolvimento da cidade e o bem-estar social de agora para o futuro”. Diz também que pavimentou 120 ruas em Passos e que há casos de ter feito a pavimentação do bairro inteiro, como “o Penha II”. Atribui a crise da saúde em razão da situação nacional e afirma que a “sociedade e o partido(PMDB) decidirão sobre o seu futuro políico. Na resposta enviada o primeiro ponto destacado e “Primeiro, a instalação do IFSuldeminas, com a doação da área de mais de 10 mil metros quadrados viabilizando o campus e a reforma das atuais instalações. Esse instituto federal é a semente de nossa Universidade Federal, sem dúvida”. Ainda na educação ele destaca a “implantação do Sistema Positivo com mais de 8 mil alunos recebendo material de qualidade, como nas escolas particulares” e menciona a “construção dos Centros Municipais de Educação Infantil (CEMEIs), sendo que as unidades do Primavera II e Nossa Senhora das Graças foram entregues; o do bairro Coimbras será inaugurado até o final do ano; o do Penha II em construção;

e do Casarão com recursos garantidos, projeto pronto e licitado, para ser começado”. No texto enviado pela assessoria o “início das obras do PAC II, que está abrindo a segunda pista da Av. José Caetano de Andrade e vai fazer o mesmo nas avenidas Sabiá e Eldorado, além das canalizações de córregos e barragem de contenção para controle de enchentes urbanas” e destaca também “a construção da Nova Estação de Tratamento de Água, que hoje atende a 25% da área urbana, e o SAAE vai levar a água tratada do Rio Grande às áreas com maior demanda, ampliando a rede de distribuição”. O prefeito lembra da construção de 501 casas populares e “outras 536 com obras para iniciar”. Na saúde destaca “a construção de dois PSFs Compartilhados; a nova Farmácia Básica que pôs fim às filas e ampliou em 30% a oferta de remédios de graça”. Ainda na área da saúde cita a “a instalação do Centro de Especialidades Odontológicas; e o CEREST com nova sede no bairro Novo Horizonte”. Na Assistência Social lembrou da “a implantação de seis novos CRAS nos bairros, levando diversos programas aos segmentos sociais (idosos, crianças, adolescentes, mulheres grávidas)”. Na linha de raciocínio de que preparou a cidade para o futuro rememorou a iniciativa que beneficia a zona rural

com a “compra da patrulha rural completa, 8 caminhões e 5 máquinas, que permitiu à SEAPA uma manutenção modelo das estradas rurais, acabando de vez com as reclamações de produtores e empresas que dependem dessa malha que tem mais de 2 mil quilômetros no município”. Indagado por que o prefeito Hernani, mesmo sendo médico, teve uma gestão muito criticada na área de saúde, a resposta aponta que “o atendimento do SUS no Brasil todo é muito criticado. Em alguns locais é caótico, com destaque para os hospitais públicos, municipais e estaduais, como mostra a grande imprensa. A questão estrutural da Saúde no Brasil é algo para análise mais ampla e aprofundada”. Ao responder especificamente sobre Passos ele diz que de “acordo com classificação do próprio Ministério da Saúde/ Secretaria de Estado da Saúde de Minas Gerais, temos o 3º melhor atendimento de Minas Gerais, para municípios do nosso porte.” Apesar das dificuldades enfrentadas pelo setor ele considera que houve “grandes avanços, como a estruturação da Saúde Mental, com a implantação do CAPSAD (voltado ao atendimento de dependentes químicos e alcoólicos) e o Ambulatório de Saúde Mental. Foram 25 profissionais de Saúde – sendo 5 médicos psiquiatras – só para essa área”, afirma.

Buraco nas finanças O prefeito não nega que a situação financeira da prefeitura seja grave. Recusa, porém, a dizer se o montante da dívida deixada chega aos R$13 milhões ventilados na cidade, mas lista que só de precatório da gestão Nelson Maia chega a R$6 milhões. Ele justifica a situação em razão do desempenho da economia nacional. “O que todos estão vendo é que a política do

Governo Federal para blindar o país contra a crise mundial, na verdade resultou na transferência dos problemas paras os municípios, desde o final de 2008, quando ela explodiu”. Ele lembra que “nesta terçafeira, 13, começou em Brasília a reunião da Associação Brasileira de Municípios com o Palácio do Planalto para evitar uma crise política

sem precedentes em nossa História”. A saída está em a “presidente Dilma repassar aos municípios aquilo que é devido, será possível zerar a situação, sem problemas”. Para Hernani não há “falha administrativa em Pasos” e que a “equipe de transição, que começa seu trabalho na próxima semana, terá o levantamento verdadeiro, área por área”.

Saúde

Entenda a embolia pulmonar Tabagismo,

histórico de câncer e muitas horas de viagem, sem mexer as pernas, são apenas alguns motivos que contribuem para a evolução dessa condição. Isso porque a doença acontece a partir de formação de coágulos na perna ou na pélvis que podem se soltar e comprometer as trocas gasosas que acontecem no pulmão. É como se esse coágulo ficasse estacionado, entupindo o vaso sanguíneo do pulmão. A embolia é o entupimento de algum vaso pulmonar, de um embolo proveniente de uma veia geralmente dos membros inferiores. Por algum motivo, aquele sangue que teria um fluxo normal formou coágulos dentro do vaso, comprometendo a função pulmonar. Sintomas, diagnóstico e tratamento Os sinais de alerta para procurar ajuda médica são falta de ar e dor toráxica, que piora com a respiração profunda, além de tosse. Outros pontos de atenção são as dores ou endurecimento das pernas. O diagnóstico é difícil pois o raio-X pode estar normal em um primeiro momento. Mas o diagnóstico

é geralmente feito pela suspeita dos sintomas, junto com a análise do histórico do paciente. Feito um exame de sangue, o paciente será medicado com anticoagulantes, na maioria dos casos. Nos quadros mais graves, o médico pode pedir um exame de tomografia e, para o tratamento, receitar trombolíticos, evoluindo raramente para a cirurgia. Principais fatores de risco No caso dos pacientes com câncer, o facilitador para o surgimento da embolia tem um nome complicado: “síndrome paraneoplásica”, que são as doenças relacionadas ao tumor. Há a liberação de diferentes substâncias que facilitam o quadro de hipercoagulabilidade, ressalta, acrescentando que alguns quimioterápicos também podem facilitar a formação de coágulos. A falta de movimentação é outro complicador, o que coloca as longas viagens na mira dos médicos, além do fato de que, no ar, a pressão arterial também sofre consequências. O sangue ficar parado, com pouco movimento, contribui para a formação de coágulos. Por isso, é comum os casos

de embolia pulmonar após viagens muito longas, além dos casos de pacientes que fizeram cirurgias na pelve ou nos membros inferiores; com insuficiência cardíaca grave, ou qualquer condição em que permaneça por um longo período em uma mesma posição, como as grávidas ao final da gestação. Pacientes idosos, que de um modo geral têm o fluxo sanguíneo mais comprometido, também estão mais expostos, assim como os fumantes, que têm mais chances de apresentarem alteração vascular. O uso de anticoncepcional oral, que aumenta o risco de trombose profunda; hipertensão, diabetes e predisposição para coagulopatia também são fatores considerados. Prevenção Como se trata de uma doença multifatorial, a prevenção varia de acordo com cada causa. Mas, de modo geral, é importante a adoção de práticas saudáveis como exercícios físicos, o controle da pressão arterial, evitar a associação de anticoncepcional oral com tabagismo e, em situações específicas, como os pacientes acamados, acompanhamento médico para medidas preventivas.

Embolia pulmonar é o bloqueio de uma ou mais artérias dos pulmões por diversos materiais, em geral coágulos de sangue, decorrentes de trombose, chamados êmbolos.

Depois de lutar contra um câncer no esôfago, no ano de 2011, passar por uma cirurgia para a retirada do tumor e por exames que demonstraram a cura da doença, o ator e diretor Marcos Paulo não resistiu a uma embolia pulmonar e morreu aos 61 anos. Muitos são os fatores que contribuem para este quadro, e por este motivo, apontar as causas não é algo assim tão simples.


De 20 a 24 de novembro de 2012

De 20 a 24 de novembro de 2012

Buracos nas ruas

Variedades Horóscopo

Matheus vai à final do Ídolos Kids O garoto Matheus Severino enfrentou mais uma etapa do programa Ídolos Kids, da TV Record. A apresentação dele aconteceu no dia 14, quarta-feira. Classificado entre 25, do total de 10 mil, agora ele é um dos 10 finalistas. Ainda serão exibidos mais dois programas até a decisão do vencedor. Na quinta-feira, dia 15, às 14h, Matheus foi recebido com festa por familiares e amigos na rodoviária de Passos. “Fiz o melhor que pude”, disse a reportagem. “Só tenho agradecer a Deus a oportunidade que tive”, completou.

Receita

Bolo de Caneca

- Bolo

INGREDIENTES

• 1/4 de caneca de açúcar • 1/4 de caneca de farinha de trigo • 2 colheres de sopa de cacao em pó ou chocolate em pó • 1 pitada de sal • 1 pitada de fermento químico em pó • 2 colheres de sopa de azeite de oliva • 3 colheres de sopa de água

- Calda: (opcional)

• 2 colheres de sopa de creme de leite • 1 colher de açúcar refinado • 1/2 colher de chá de essência de baunilha

MODO DE PREPARO - Bolo

Coloque todos os ingrediente numa caneca de cerâmica e mexa bem com uma colher ate dissolver o açúcar e que ganhe um consistência de pasta mais liquida. Coloque no microondas em potencia alta a caneca por 1min e 40 segundos.

- Calda

Por todos os ingredientes da calda num potinho e bater ate ficar mole, derramar sobre o bolo. Você ainda pode por uma bola de sorvete por cima e encher de coberturas a seu gosto.

ÁRIES

LIBRA

Áries terá uma semana tranquila em tudo acontecerá sem maiores problemas, saberá com o que contar em todas as ocasiões. Contudo, tente a todo o custo evitar conflitos com aos que lhe são mais queridos.

Libra terá uma semana muito exigente, pois podem surgir complicações inesperadas em que terá de dar o melhor de si para resolver tudo pelo melhor, de qualquer das formas vai conseguir encontrar soluções.

TOURO

ESCORPIÃO

Touro terá uma semana em que a suas capacidades e atributos estarão fortemente realçados. Basta apenas saber aproveitar ao máximo as oportunidades que tendem a surgir a qualquer momento, esteja atento.

Escorpião esta semana não terá problemas em resolver todas as questões de forma objetiva e eficaz. Saberá tomar as melhores decisões e acabar com restrições ou entraves ao desenvolvimento.

GÊMEOS

SAGITÁRIO

Gemeos está sob uma boa influência esta semana já que tem uma conjuntura energética e positiva que o ajuda a resolver todas as questões com que vai se deparar.

Sagitário deve atuar de forma muito suave e tranquila de forma a conseguir abrir novos caminhos para o seu futuro. Todos os seus gestos e atos serão positivos e os bons resultados não se farão esperar.

CÂNCER

CAPRICÓRNIO

Esta semana Câncer vai sentir-se forte e realizado, muitas decisões passarão pela sua mão, mas terá o conhecimento e a força necessária para encaminhar tudo pelo melhor.

Capricórnio terá novas oportunidades e fortes apoios para desenvolvêlas. Dê curso à inspiração tomando iniciativas em novas áreas, vai surpreender-se com os resultados obtidos.

LEÃO

AQUÁRIO

Leão terá algumas dúvidas ao longo da semana quanto a decisões de última hora que vai ter de tomar, mas ao mesmo tempo estará muito consciente e saberá o que fazer.

Aquário pode contar com uma semana forte e positiva em que nada vai atrapalhar os seus objetivos. Tirará bom proveito de todos os recursos disponíveis e conseguirá obter novos apoios.

VIRGEM

PEIXES

Virgem não terá uma semana fácil, deve ponderar bastante antes de tomar decisões ou aceitar novas responsabilidades. Tendência para estar com pouca vontade para lidar com a rotina.

Peixes terá uma semana positiva em que se sentirá muito lúcido e por isso não terá dificuldades em tomar decisões, tem à sua mão as informações que precisa para resolver tudo pelo melhor.

O prefeito diz que o “programa para a pavimentação total de nossa cidade visava a tirar do pó e da lama os moradores dos bairros. Houve bairros, como o Penha II, que foram pavimentados integralmente. No total, mais de 120 ruas foram pavimentadas”. Os recursos para este fim vieram do projeto SOMMA, financiamento do BDMG que a prefeitura tem que pagar a longo prazo. A decisão de fazer a pavimentação das ruas, explica, “foi uma opção social, que tem reflexos inclusive na saúde”. É uma situação diferente para a manutenção das ruas, que não pode ser feita em razão da queda “brutal do Fundo Participação Municipal e

ICMS”. A isto somou-se uma situação considerada pela atual administração como “atípica”: “o crescimento brutal dos pagamentos de precatórios, a maior parte de ações resultantes da administração de Nelson Jorge Maia (97-2000)”. O normal, segundo informa a assessoria de Hernani, era um pagamento de “um volume entre R$ 200 e R$ 300 mil por ano. Esses valores começaram a crescer em 2008”. A partir daí, relaciona, na “gestão atual, foram pagos em valores redondos, R$ 900 mil em 2009; R$ 700 mil em 2010; R$ 1.100.000,00 em 2011; e mais de R$ 3.000.000,00 até o final deste ano”. A soma desses valores

beira os R$6 milhões nos quatros anos. “Só com o que se gastou para tapar os buracos de dívidas passadas, em 2011, daria para recapear e tapar os buracos da cidade inteira, considerando o custo da tonelada de massa asfáltica”. A previsão para pagamentos de precatórios em 2013 é superior a R$2 milhões e “só não será o dobro disso porque houve atraso de envio pela Justiça das ações da empresa Marajó que somam mais R$ 2 milhões”. A dívida com a Marajó deverá ser paga em 2014. “O que pode amenizar a situação da Prefeitura de Passos é o aumento do repasse do FPM, já que em janeiro de 2013 começam a ser pagos aos municípios o royalties do petróleo do pré-sal”.

Asfaltamento bairro Penha II

Nas mãos do partido Hernani não quis entrar na discussão sobre a decisão dele deixar de ser candidato em 2012. “Essa questão foi suficientemente esclarecida durante a campanha. Hernani nunca foi candidato de si mesmo”.

No que diz respeito ao seu futuro o tom da resposta é de nota oficial e impessoal. “O prefeito José Hernani Silveira é uma figura de grande valor para o partido. Tem história dentro do PMDB e contribuiu muito para a recente História

de nosso município. Como dissemos, ninguém no partido é candidato de si mesmo e ele tem apoiado fortemente um trabalho de renovação nos quadros do PMDB. O partido e a sociedade é que dirão, no futuro”

Cemei Maria Gomes


De 20 a 24 de novembro de 2012

De 20 a 24 de novembro de 2012

Assembleia da FESP adia votação sobre mudança no Estatuto

Confronto com a TV Independência

Carlos Alberto Alves, especial para o Correio do Vale do Rio Grande Assembleia Geral da Fundação de

Ensino Superior de Passos, marcada para o dia 14, aconteceu, mas acabou não votando a mudança que pretendia fazer no Estatuto. No lugar disso o presidente do Conselho Curador, Fábio Kallas, distribuiu material para mostrar os pontos que deseja ver modificado no texto que regula as relações institucionais da Fundação. O Estatuto funciona como a “lei” maior da instituição, uma espécie de Constituição da Fundação. No documento entregue aos que puderam entrar no local está claro que a principal mudança ocorre exatamente no artigo 23*. Este artigo hoje diz que “O Conselho Curador da Fundação será constituído de três membros efetivos e três membros suplentes, todos de livre escolha do Senhor Governador do Estado, desde que constante de uma lista sêxtupla proposta por funcionários e professores da FESP”. Na proposta apresentada na reunião é retirada a frase “(..)todos de livre escolha do Senhor Governador do Estado (..)”. Se isto acontecer fica claro que há um rompimento do vínculo institucional com o governo do

Mudança no estatuto da FESP pode colocar em risco estadualização

Estado, o que, na prática, significa que a Fundação passaria a ser particular, segundo avaliação de diversas pessoas ouvidas pela reportagem, como o expresidente da FESP, o advogado Jairo Roberto, o ex-deputado Márcio Maia e o advogado Rodrigo Maia. Pessoas da comunidade que foram assistir a reunião foram impedidas de entrar, bem como a reportagem do Correio do Vale do Rio Grande (www.

Sem dizer qual mudança Para rebater um texto pequeno, que ocupou uma área de cerca de 20 cm x 3 colunas do mesmo diário, a FESP usou uma página inteira, se o texto não foi publicado por cortesia do jornal, o que é pouco provável, a Fundação deve ter gasto algo em torno de R$3.000,00 para cantar loas a atual administração. São 21 parágrafos para dizer que a mudança pretendida no Estatuto não interfere no projeto de estadualização. “Dizer que somos contra a estadualização é o mesmo que dizer que somos contra a educação”, aponta em um trecho. A mudança no

Estatuto, proposta a título de atender a lei, representada pelo Novo Código Civil, desconfiam alguns, seria a forma encontrada para desvincular a FESP da esfera política em que hoje ela está atrelada por receber verbas do Estado, como o PROUEMG** (BOLSAS DE ESTUDO) e por ser optante para ser absorvida pela UEMG e coloca-la na mão de um grupo, que poderia se eternizar no seu comando. Na assembleia que foi relizada dia 14, a direção apresentou aos funcionários e professores as mudanças que pretende fazer no estatuto da instituição.

correiodovaledoriogrande.com.br) e a TV Independência. O repórter Henrique Pioto, da TV Independência, chegou lavrar um Boletim de Ocorrência para registrar o fato de não ter podido entrar no Anexo 8, que fica na rua dos Funcionários, no bairro Belo Horizonte, local onde se realizava o encontro. Do lado de fora, dava para ouvir que o presidente da Fundação repetia o texto que fez publicar de página

inteira no diário local, um dia antes, onde respondia um chamamento à comunidade em razão do risco que a comunidade corria se a mudança do Estatuto viesse a ocorrer. “O que se ventila a boca miúda é que o objetivo é MUDAR O ESTATUTO da FESP para permitir: a) A reeleição por indeterminadas vezes do presidente do Conselho Curador; b) Mudanças de artigos para transformar a FESP em uma instituição particular, retirando-a do rol das que fizeram opção em ser uma unidade encampada pela Universidade do Estado de Minas Gerais”, alertava. O comunicado lembrava que a FESP fora fundada com a participação do poder público e que fizera a opção em 1990 por ser parte integrante da Universidade do Estado de Minas Gerais, a UEMG, criada pelos deputados constituintes de 1989. A publicação lembrava também que “o governador Antonio Anastasia afirmou, em evento realizado no CPN, que a FESP será uma das que serão absorvidas e se transformará num Campi avançado da nossa UEMG, com ensino gratuito e num projeto de desenvolvimento regional”.

O que pode mudar e as consequências *Artigo 23 do Estatuto

Como é: “O Conselho Curador da Fundação será constituído de três membros efetivos e três membros suplentes, todos de livre escolha do Senhor Governador do Estado, desde que constantes de uma lista sêxtupla proposta por funcionários e professores da FESP”. Como pode ficar: “O Con-selho Curador da Fundação será constituído de doze membros, sendo seis efetivos e seis suplentes, (...), desde que constantes de uma lista sêxtupla proposta por funcionários e professores da FESP”. (...)

Consequência: Se retirada a expressão (...) todos de livre escolha do Senhor Governador do Estado(...), o Estado estaria desobrigado de nomear o Conselho Curador. Na avaliação de diversos advogados consultados pela reportagem isto “romperia” o vínculo com o poder Publico estadual e eliminaria, por exemplo, a possibilidade de estadualização. O presidente da FESP nega.

Artigo 38

Como é: Qualquer modificação nesse estatuto será de iniciativa do Conselho Curador e

dependerá de aprovação em decreto do Governador do Estado (...) Como pode ficar: Qualquer proposta de modificação neste estatuto será de iniciativa do Conselho Curador, 2/3 dos membros da Fundação e dependerá de aprovação em assembleia geral (...) Consequência: Se retirada a expressão “dependerá de aprovação em decreto do Governador do Estado”, indicaria que o governo nãp teria mais vínculo com a FESP, colocando, ao que tudo indica, em risco o projeto de estadualização.

Fabio Kallas, Presidente da FESP, se irrita com Marcelo Piotto

Impedidos de entrar no recinto da Assembleia a reportagem da TV Independência, canal 8 no aberto e canal 10, a cabo, através de seu diretor, Marcelo Pioto, conseguiu abordar o presidente da instituição Fábio Kallas. Logo de início Marcelo disse que “infelizmente a TV Independência não pode entrar na Assembleia(...) mas ‘tá aqui o presidente da instituição que se dispõe a fazer um resumo do que aconteceu”. Em seguida Marcelo agradeceu ao presidente “a participação nesta TV que é sua parceira, mesmo sendo barrada no baile”, referindo-se ao fato da TV ter sido impedida de entrar na Assembleia. Na resposta Fábio frisou que estava sendo decidido assunto de interesse da FESP e que tudo tinha que ser tratado “com a comunidade da FESP, que são professores e funcionários da FESP”, diferente do que diz o próprio estatuto que especifica que a comunidade não acadêmica e da cidade pode participar da reunião, como consta o artigo 15*** do Estatuto. O dirigente disse que impediu a entrada de pessoas da comunidade para evitar tumultos. A reportagem do Correio do Vale do Rio Grande observou que haviam poucas pessoas que tentaram entrar. Nenhuma delas tumultuou ou forçou a entrada. Segundo Fábio relatou ao repórter da TV Independência foram convidados dois vereadores (Maria Isabel Ribeiro, a Belinha, vereadora eleita e João Resende, reeleito, participaram da reunião) e estudantes. Do lado de fora pode-se ouvir quando o presidente leu documento de apoio do DCE à direção

presidida por ele. “Vão me bater por isso”, chegou a dizer. Do lado fora, estudantes reclamavam por não poderem participar e não expressar sua opinião na reunião, já que também foram barrados. O presidente da FESP começou ficar irritado com o diretor da TV Independência quando este indagou se não era incoerência, falta de democracia, uma TV Educativa (caso da Independência) ser impedida de fazer a cobertura de uma assembleia de uma instituição de ensino. Fábio rebateu e chegou a dizer que a acusação falta de democracia era “uma balela”, reafirmando que quem decide a vida da FESP é a comunidade da FESP e “vou coloca-la a ferro e fogo”. Ao retrucar Marcelo disse que “nós da TV Independência fomos classificado de baderneiros” , ao que Fábio rebate que toda a assembleia tinha sido filmada e que Marcelo estava autorizado pedir uma cópia.”Na íntegra? Sem cortes?” indagou. Teve como resposta uma risadinha. Irritado, deixando o local, bradou: “você quer levar por este lado, aproveite, chame quem você quiser”, falou entremeios a argumentação de Marcelo Pioto de que a TV e os telespectadores estavam sendo maltratados. “Por que o senhor está nervoso? O senhor esta perdendo o controle de presidente de uma instituição. Por que o senhor está nervoso? Recebeu como resposta de Fábio, enquanto ele se retirava: “Isso é problema meu”. (Acesse http://youtu. be/fIIfwCiFCS0 e veja a íntegra da entrevista)

Bloco 08 - Bairro Belo Horizonte, local da Assembleia Geral da FESP

Henrique Piotto, TV Independência: imprensa barrada na entrada

Comissão foi à promotoria Uma comissão formada pelos advogados Jairo Roberto da Silva (também ex-vereador e presidente da FESP); Márcio Maia (ex-deputado estadual Constituinte) e pelo Vereador Luiz Carlos Souto Junior (Dentinho); Rodrigo Maia, advogado, Marco Tulio Costa, Antonio Fernando Ávila, Daniel Jovino da Silva, que impetrou mandato de segurança para impedir a realização da Assembleia, foi ao encontro da promotora Cristina Bechara, curadora da Fundação de Ensino Superior de Passos, para pedir a ela o adiamento da Assembleia Geral Extraordinária da FESP, que aconteceria no dia 14. O grupo suspeita que a atual direção esteja manobrando, a título de adequar o estatuto ao novo Código Civil Brasileiro, para retirar a instituição das fundações mineiras que são agregadas a UEMG (Universidade do Estado de Minas Gerais). Em nota explicativa de página inteira no diário local os dirigentes da FESP, à frente o presidente da instituição Fábio Kallas, negam que este seja o objetivo, mas não diz que mudança serão feitas no estatuto, Atualmente o Estatuto da FESP diz que a escolha do Conselho Curador é feito pelo governador do Estado, baseado em lista sêxtupla apresentada a ele. Na mesa da promotora repousa uma modificação crucial: a escolha será feita em lista apresentada a Assembleia Geral, sem submissão ao governador. É este item que causa temor ao grupo. A partir desta mudança poderia estar sendo alterada de forma profunda a relação institucional da Fundação com o governo do Estado. É exatamente este ponto que o documento apresentado na Assembleia da FESP pretende mudar, retirando do governador a incumbência, como é hoje, de escolher o Conselho Curador. Para a promotora a situação é complicada e merece uma análise detalhada. “Estou fazendo este estudo e depois vou emitir o parecer. Sei que a situação é delicada porque está em jogo o futuro da FESP”, disse. Jairo Roberto, que é professor na Escola de Direito, reclamou da falta de transparência na convocação

Vereador Dentinho: contra a mudança no estatuto

Promotora de Justiça Dra. Cristina Bechara, curadora da fundação

da assembleia. “Não sabemos, por exemplo, como será definido o 1/3 que representam a sociedade civil na reunião”, disse. Também não se sabe, explica Jairo Roberto, o “que vai mudar no estatuto em todo seu conteúdo”. Para Márcio Maia a Fundação foi criada com o empenho do poder público e desde a sua criação contou com doações importantes para a sua constituição. ”É um sonho de o nosso povo vê-la como universidade, uma opção que foi feita em 1990”, lembrou. Márcio Maia era deputado estadual Constituinte (1989), quando foi criada a UEMG. Na época as fundações podiam optar em serem absorvidas ou não. Passos optou em ser UEMG. A realização da Assembleia dia 14, poderia por em risco esta possibilidade, mesmo depois que o governador Antonio Anastasia assumiu o compromisso de estadualiza-la. “Falei com o Narcio (Narcio Rodrigues, dep. Federal, e secretário de ciências e tecnologias do estado) e ele disse que a estadualização sai em 2014, mas que não se mete em briga local”, afirmou o vereador Luiz Carlos Souto Junior, o Dentinho (Presidente do PSDBPassos) na reunião com a promotora. A Câmara de Vereadores, através de ofício assinado, por todos os vereadores, também pediu o adiamento da assembleia. No comunicado publicado na imprensa Fábio Kallas mantém a data da reunião para dia 14, amanhã, às 17h. A assembleia não foi adiada, mas as mudanças no Estatuto não foram votadas.

Dr. Jairo Roberto e Jovino Daniel: lutam pela estadualização


De 20 a 24 de novembro de 2012

Esporte

Passos volta a receber o Jogo das Estrelas Abdala Junior, especial para o Correio do Vale do Rio Grande O tradicional Jogo das Estrelas volta a ser disputado no Estádio Municipal Starling Soares em Passos no dia 8 de dezembro às 16h. O evento que atrai jogadores, cantores e artistas com reconhecimento nacional e internacional, tem na sua essência o caráter beneficente. Este ano devido aos problemas financeiros que o Hospital Otto Krakauer está enfrentando, a renda será revertida para esta instituição. A creche Nahim Simão também será beneficiada. O ingresso custará R$ 10,00 mais um quilo de alimento não perecível. Jogadores consagrados do futebol já estiveram em outras edições do evento, além dos passenses de nascimento, ou de coração, Ricardinho, Marcos Paulo e Elivélton. Também participaram da partida em Passos o lateral, que disputou as Copas do Mundo em 2006 e 2010, Gilberto; o volante Edmilson, que foi pentacampeão

mundial com a Seleção Brasileira em 2002, Bebeto, tetracampeão mundial em 1994; Marcelinho Carioca, ídolo corintiano, o goleiro Aranha, que hoje

veste a camisa do Santos de Neymar e o técnico Carlos Alberto Silva. Cantores que são sucessos de vendas em CDs também vieram participar,

Leia abaixo a entrevista com o organizador do Jogo das Estrelas, o vereador Luiz Carlos Souto Junior, Dentinho:

CVRG - Dentinho, como surgiu à ideia de fazer um jogo das estrelas com uma proporção maior? Dentinho – A gente percebe que o povo de Passos ama e é adepto do futebol profissional. Por aqui sempre passaram grandes ídolos. Pensando nisso a gente vê a necessidade, no rosto das pessoas, das crianças, de trazer um jogo de lazer de proporções maiores para a cidade, e coma ajuda de Ricardinho, Marcos Paulo, Regis Danese e outros isso é possível. Além de trazer grandes nomes à Passos, podemos ajudar as instituições da nossa cidade. CVRG - Por que não tivemos o Jogo das Estrelas ano passado? Dentinho – Ano passado tivemos uma outra maneira de ajudar o Hospital Regional do Câncer. Nós tivemos no mesmo período o 1° HRC Gospel, que também foi um sucesso. O evento teve um excelente público

onde na oportunidade os cantores gospel, Fernandinho e o passense Thalles, se apresentaram no Parque de Exposições de Passos. Sendo assim não havia tempo suficiente pra fazer os dois eventos ao mesmo tempo. Optamos então em fazer o show. CVRG - Em anos anteriores, a renda era em prol do Hospital do Câncer, porém esse ano será para o Hospital Otto Krakauer, não é isso? Dentinho - O Hospital Otto Krakauer esta passando por dificuldades financeiras, a intenção do jogo e ajudar a instituição que está precisando, vendo isso optamos para que parte renda do jogo seja para o Otto Krakauer. Além disso, os alimentos arrecadados serão distribuídos para todas as instituições de caridade da cidade. Tenho certeza que o Otto Krakauer saíra dessa situação muito em breve. CVRG - O que espera para o jogo deste ano? Dentinho - A gente espera uma boa venda de ingressos, mesmo quem não for ao jogo, a compra é muito importante,

pois assim você estará ajudando as instituições envolvidas. O carinho que a gente faz o jogo é uma coisa muito especial. Esperamos também grandes nomes para esse ano. CVRG - Fique a vontade para suas considerações finais e convidar a população para esse evento? Dentinho Agradeço primeiramente a Deus por essa oportunidade de ajudar o Otto Krakauer e as instituições da nossa cidade. Não poderia deixar de citar os patrocinadores que ajudam a realizar o Jogo das Estrelas, sem eles não seria possível. É muito importante o publico ir ao estádio, ver os jogadores, se divertir e ver seus ídolos. Gostaria de agradecer a todos vocês da imprensa, escrita, falada e televisiva que sempre deram uma força muito grande para o evento. Deixo aqui um aviso: A lista final dos jogadores sairá nas ultima semana. Estamos fazendo um grande esforço para convidar atletas de ponta para estarem em Passos. Agradeço ao final a toda equipe de organização do evento, que esta trabalhando muito para que tenhamos um estádio lotado e um grande jogo.

como Regis Danese, Rio Negro, da dupla Rio Negro e Solimões, Renner da dupla Rick e Renner, Salgadinho, ex Katinguelê, entre vários outros que já bateram sua bola por aqui. Para este ano alguns nomes já confirmaram presença no evento. Além de Marcos Paulo e Ricardinho, Wendel, meia do Vasco da Gama, Washington, ex jogador do São Paulo, Fluminense e outros, Ronaldão, ex jogador do São Paulo, Flávio Conceição, ex Palmeiras. Outros jogadores estão sendo esperados e ainda faltam as confirmações, como o goleiro Fábio do Cruzeiro e Dida da Portuguesa. O cantor passense Thalles também já confirmou sua participação. O ex jogador Cafú é muito aguardado pela comissão organizadora. O contato com o lateral da seleção brasileira nas copas de 1994, 1998 e 2002 já foi feito, aguardando somente a resposta positiva de seus assessores.

Plantão Tempo & Placar Copa Passos Quatro equipes seguem sonhando com o título da competição promovida pela Liga Passense de Desportos. As quartas de finais foram disputadas no sistema de mata-mata em apenas um jogo, no último domingo, 18 de novembro. As equipes vencedoras se classificaram para a semifinal da Copa Passos. Confira os confrontos e os resultados das quartas de finais. Estádio Virgílio Vasconcelos Estádio Starling Soares Odebrecht 0 x 3 Vila Nova Caram 3 x 0 Vitória Novo Horizontino 0 x 5 Santa Cruz Primavera 2 x 2 Roma Pênaltis: 5 x 4 Copa CCE de Futebol Society Quinta-feira e sexta-feira, 21 e 22 de novembro respectivamente, acontece a terceira e quarta rodada da Copa CCE de Futebol Society na quadra de grama sintética do bairro Recanto da Harmonia. Confira os jogos desta semana. Quinta-feira, 21 de novembro às 21h00 – Grupo C Delice Suin x Ferro Velho do Preguinho/Funilaria do Nielson Sexta-feira, 22 de novembro 20h00 – Grupo A – Bazar Rio Negro x Washtec 20h45 – Grupo B – Leal Gesso x Amigos do Roma Regional Quarentão Aconteceu neste final de semana, 17 e 18 de novembro, os jogos de ida das quartas de finais do Campeonato Regional Quarentão. Veja os confrontos que começaram a definir as quatro equipes semifinalistas do Quarentão: Sábado, 17 de novembro em Passos, o Caram venceu o Vasco de Alpinópolis por 1 a 0. O VEC (Conceição Aparecida) enfrentou o Oriente no mesmo dia e horário e empataram em 2 a 2. Em Itaú de Minas no confronto local, Votorantim e Industrial também empataram em 2 a 2. No domingo, 18, AABB e Praça de Esportes (São Sebastião do Paraíso) marcaram mais um empate, 1 a 1. PROGRAMA ESPORTIVO

TEMPO E PLACAR “O SEU BOLETIM ESPORTIVO DE TODAS AS TARDES” DE SEGUNDA A SEXTA-FEIRA AS 18h00 NA RÁDIO PASSOS AM - 1.230 E PELO SITE: WWW.RADIOPASSOS.COM.BR APRESENTAÇÃO DE ABDALA JUNIOR E JOÃO AOUN.

2ª Edição Correio do Vale do Rio Grande  

2ª Edição do Jornal Correio do Vale do Rio Grande