Page 32

PARIS DAKAR

REvISTA EMPREENDEDOR ACREANO: Começar/gerenciar um empreendimento dá medo? JOSÉ DAMASCENO JÚNIOR: Não tive medo, porque eu sempre pensei e calculei muito bem meus passos. Eu nunca dei um passo falso. Minha vida se resume em planejamento. É necessário correr riscos, mas é preciso planejar. Eu corro “riscos planejados”. REvISTA EMPREENDEDOR ACREANO: Hoje você é um empresário de sucesso. Mas ainda se recorda da lembrança do crescimento da sua empresa? JOSÉ DAMASCENO JÚNIOR:A primeira lembraça do crescimento do meu negócio foi quando chegou o primeiro caminhão repleto de motos. No começo eu comprava uma ou duas motos. Mas ao ver chegando uma carreta eu pensei: “Ninguem me segura”. Eu sabia as fragilidades do mercado na época. REvISTA EMPREENDEDOR ACREANO: Para crescer os empresários precisam superar obstáculos e desafios. Quais foram as suas principais dificuldades? JOSÉ DAMASCENO JÚNIOR: A principal dificuldade estava relacionada ao lado financeiro. No comércio, você precisa ser agressivo. Você precisa estar no lugar certo, na hora e ter as condições certas. Para resolver isso eu precisei melhorar o lado administrativo da empresa. Tomei coragem e fui ao banco pedir crédito. Meu pai teve um papel muito importante nisso. Com 16 anos ele me emancipou e abriu uma conta corrente. Ali eu já estava aprendendo a me organizar financeiramente. REvISTA EMPREENDEDOR ACREANO: O que é preciso para começar uma nova empresa? JOSÉDAMASCENO JÚNIOR: Conhecer o mercado é fundamental. O empresário precisa se adequar toda a semana. E só consegue isso quem conhece o mercado como a palma da mão. E você precisa aprender diariamente. REvISTA EMPREENDEDOR ACREANO: O que você recomenda para alguém que está iniciando a carreira como empresário? JOSÉDAMASCENO JÚNIOR: Toda hora, eu disse toda hora, você precisa buscar capacitação para entender melhor o mercado e traçar estratégicas mais eficazes. Além de pensar o tempo todo, você precisa mensurar resultados. Tem gente que avalia os resultados uma vez por mês. Eu acho isso errado. Você tem que avaliar toda semana. Não adianta nada você perceber que está errado só depois de 30 dias.

REvISTA EMPREENDEDOR ACREANO: Na sua visão como gestor, o que é mais importante? JOSÉ DAMASCENO JÚNIOR: Eu acredito principalmente no cliente. É no cliente que eu quero chegar. E para isso eu preciso criar sonhos, despertar vontades. A pessoa simplismente não vai sair da sua casa para vir até minha loja. Eu preciso fazer com que ela chegue até mim. REvISTA EMPREENDEDOR ACREANO: Como partiu a decisão de se aventuar em novos negócios? JOSÉ DAMASCENO JÚNIOR: Foi por causa das pesquisas de mercado. Parece engraçado mais eu guardo todos os rascunhos e anotações desde o início da minha carreira. Eu vi que no periodo de chuvas a venda de motos diminuia e crescia a procura por barcos. A resposta é simples, eu tenho que oferecer essa opção. REvISTA EMPREENDEDOR ACREANO: Para ter sucesso é preciso ter talento? JOSÉ DAMASCENO JÚNIOR: Eu passei por vários treinamento e capacitações. Isso é importante. Mas, vendo todo esse conhecimento, eu descobria que já fazia tudo aquilo que estava sendo ensinado. O talento ajuda, mas é preciso comprometimento e o estudo é insubistituível. Uma pessoa pode ter um grande negócio nas mãos, mas não sabe o que é fluxo de caixa, o que é despesas e o que renda. Certamente sem capacitação, isso não irá para frente. REvISTA EMPREENDEDOR ACREANO: Atualmente comunicação é essêncial. Mesmo assim muitos não valorizam a comunicação corporativa, publicidade e marketing. Sua empresa acredita em ferramentas de comunicação? JOSÉ DAMASCENO JÚNIOR:Eu preciso divulgar meu produto. Hoje, mesmo com todos os meios de comunicação a grande sacada é a propaganda boca a boca. Mas é necessário investir em comunicação. Não adianta você vender uma moto por um real sem ninguem saber que você está vendendo. Você precisa deixar isso visível! REvISTA EMPREENDEDOR ACREANO: Você faria tudo de novo? JOSÉ DAMASCENO JÚNIOR:Sim, eu faria tudo de novo e bem melhor. Eu seria bem mais rápido, graças ao conhecimento que eu adquiri. Eu não tenho medo e iria continuar pisando onde o outro tem medo de pisar. Eu tenho um funcionário que eu já cheguei a pintar a bicicleta dele. Hoje eu sou o chefe dele, mas pintaria a bicicleta de novo, se ele me pagar é claro! (risos) REvISTA EMPREENDEDOR ACREANO: Você é um empreendedor acreano? JOSÉ DAMASCENO JÚNIOR: Eu vejo negócio onde muita gente não vê. Domingo, no meu momento de laser eu estou brincando em qualquer lugar. Mas quando chega na segunda feira, cinco ou seis clientes estão dentro da minha empresa. Você precisa ser arrojado.

REVISTA EMPREENDEDOR ACREANO  
REVISTA EMPREENDEDOR ACREANO  

A Revista Empreendedor Acreano ajuda o empresário da região, estabelecer estratégias, adquirir conhecimentos sobre gestão, inovação e valore...

Advertisement