Page 1

guia da secretaria municipal de cultura | maio 2016 | nº 99

2 0 21 e 22 de maio | 12ª Virada Cultural leva centenas de atrações a diversas regiões da cidade | Nesta edição, um happy hour dá início à festa já no dia 20, pág. 4

| Espetáculos de sucesso, Galileu Galilei e Urinal, o Musical voltam aos palcos, de graça, págs. 15 e 19 | Centro Cultural São Paulo comemora seus 34 anos com o Livre Acesso, evento cultural que reúne atividades sobre acessibilidade, pág. 50 emcartaz | MAIO DE 2016

1


Xaxado, baião e muito arrasta-pé vão animar o Palco do Forró no sábado, dia 7, no Parque Linear Sete Campos, localizado no bairro de Cidade Ademar, zona sul. Venha se divertir com o melhor dos ritmos dançantes do Norte e do Nordeste. Veja a programação:

TRIO KABEÇA FRIA

TRIO SINHÁ FLOR

| 17h

| 18h

| Parque Linear Sete Campos. Estada do Alvarenga, 2.781, Cidade Ademar. Zona Sul.

| Grátis

2

MAIO DE 2016 | emcartaz

CHAMBINHO DO ACORDEON

| 19h30

BICHO DE PÉ

| 21h


editorial

Alceu Valença faz show de inauguração do Parque Chácara do Jockey Sylvia Masini

N

o dia 30 de abril, a Prefeitura de São Paulo devolveu à cidade a Chácara do Jockey como parque municipal. A área verde reunirá atividades de cultura, esportes e educação e conta com centro cultural, pista de skate, quadra, creche e pré-escola. A posse do terreno foi transferida para a Prefeitura em outubro de 2014. Na sequência, foi iniciada uma obra de adaptação do espaço para suas novas funções, cuja primeira etapa se conclui agora. As construções originais da Chácara, como coreto, redondel (área cercada redonda onde são treinados os cavalos), prédio administrativo e salão de festas foram recuperadas com a substituição de pisos, das instalações elétricas, da hidráulica e nova pintura. O espaço ainda conta com um pergolado, playground e praça para piqueniques. Agora inaugurada, a área terá um uso multidisciplinar. Uma das mais aguardadas atrações é o skatepark. Com 1.365 metros quadrados, o circuito de pistas será o maior da cihttp://www.facebook.com /SaoPauloCultura

dade de São Paulo e é considerado um dos três maiores de uso livre no Brasil. Destinado não só aos atletas de skate, mas também de bike BMX e patins street, o complexo está dividido em duas modalidades. A área de street –pista com obstáculos como corrimãos, paredes inclinadas e escadarias– possui 965 metros quadrados. Já a bowl –pista em formato de piscina no modelo quadribanks– conta com uma área de 400 metros quadrados. A utilização do skatepark será livre, respeitando as normas e procedimentos de segurança informados no local, tais como uso de capacete e supervisão de menores. A festa de inauguração contou com uma extensa programação cultural ao longo de todo o fim de semana. No sábado, apresentou-se em um palco montado sobre o gramado a cantora Fabiana Cozza e, no domingo, Alceu Valença com o espetáculo “Estação da Luz”, em que ele interpretou sucessos seus, como “Tropicana” e “La belle de jour”. siga-nos no twitter: @revistaemcartaz @smcsp emcartaz | MAIO DE 2016

1


Jonatas Marques

Filme Ajuste Final

06

11

índice

Nossa programação é fechada com antecedência e está sujeita a alterações. Todas as apresentações gratuitas circulantes integram o Circuito Municipal de Cultura.

2

MAIO DE 2016 | emcartaz

Virada Cultural 2016 (capa)

04

Centro Cultural São Paulo exibe retrospectiva dos irmãos Coen

06

Estreia espetáculo teatral sobre o multiartista Flávio Império

11

Peça “Galileu Galilei” no Circuito Municipal de Cultura (capa)

15

Peça "Urinal, o musical" no Circuito Municipal de Cultura (capa

19

Fabiana Cozza e Pepe Cisneros apresentam show em homenagem ao músico cubano Bola de Nieve

20


20 38

38 56 20º Cultura Inglesa Festival traz para a Galeria Olido “Céu de espelhos”, espetáculo de dança inspirado no universo fantástico dos Beatles e dos livros de Lewis Carroll sobre “Alice no País da Maravilhas”

EDITORIAL 1 VIRADA CULTURAL 4 CINEMA 6 TEATRO E CIRCO 11

45

Exposição “Paisagens oficiais” exibe fotografias de uma São Paulo em processo de verticalização entre os anos 1935 e 1945

50

Evento “Livre acesso” no Centro Cultural São Paulo (capa)

55

Galeria Olido reúne fãs de bicicletas e cicloativistas na programação de três dias do “Bicicultura”

MÚSICA 20 DANÇA 38 EXPOSIÇÕES 45 CURSOS E OFICINAS 48 PALESTRAS, DEBATES E ENCONTROS 50 SEÇÃO GAROTADA 56 NOSSOS ENDEREÇOS 62

56

Teatro de animação “O anjo e a princesa”, do Grupo Sobrevento, é destaque na Seção Garotada emcartaz | MAIO DE 2016

3


virada cultural Palco Júlio Prestes é um dos locais que atrai grande número de público na região central Nelson Antoine Milenar

VIRADA CULTURAL: 30 HORAS DE PROGRAMAÇÃO Entre os dias 20 e 22, acontece a 12ª Virada Cultural; evento conta com duas atrações do festival Australia Now, no Vale do Anhangabaú, e leva programação a diversas regiões da cidade

C

om 12 anos de existência, a Virada Cultural não cansa de surpreender moradores de São Paulo e turistas, sempre trazendo novidades em sua programação. Neste ano, pensando nos milhares de pessoas que se dirigem todos os dias ao centro da cidade para trabalhar, a Secretaria Municipal de Cultura promoverá um ‘aquecimento’ para o evento antes dos dias de costume, sábado e domingo. Em 2016, a Virada está marcada para os dias 21 e 22 de maio, mas já na sexta-feira, dia 20, entre as 17h e 23h, no perímetro entre a Avenida Ipiranga e a Praça da Sé, 13 pontos recebem atrações artísticas para convidar a população a experimentar uma “première” do evento em clima de happy hour artístico, de graça. Isso fará com que a programação some 30 horas de atrações. Dentre os destaques está o Palacete Tereza Toledo Lara, que abrigará em seus cômodos a tradicional Casa de Francisca, um dos espaços mais significativos de música em São Paulo, onde artistas de diversas vertentes se apresentam, lançam tendências e experimentam novos caminhos. Durante esse happy hour, a Casa de Francisca, que se mudará em breve para esta sede no centro

4

MAIO DE 2016 | emcartaz

da cidade, fará uma espécie de pré-inauguração no novo endereço da Rua Quintino Bocaiúva, no 22, perto da Praça da Sé. Diversos gêneros musicais estarão contemplados neste dia.

Virada descentralizada e projeções em prédios No fim de semana, o evento traz outra novidade. Além da já aguardada extensa programação realizada no centro, a Virada Cultural descentralizada ganhará força. Ao todo, serão 29 ruas abertas, nove centros culturais, sete teatros municipais, 11 casas de cultura, 16 viradinhas (programação especialmente preparada para as crianças), oito bibliotecas municipais, dez CEUs (Centros Educacionais Unificados) e cinco palcos externos montados nos bairros: dois na zona sul, em Parelheiros e em M’Boi Mirim; na zona leste, no Parque do Carmo e no Jardim Helena; e um na zona norte, em Pirituba. Seguindo a tradição dos últimos anos, as atrações noturnas deverão iluminar a cidade com muitas projeções em edifícios, valorizando a arquitetura de São Paulo. Um dos prédios que receberá esta exibição artística é a Biblioteca Mário de Andrade.


As homenagens são sempre um dos pontos altos e, nesta edição, a Virada Cultural relembra Júpiter Maçã, músico gaúcho morto no fim do ano passado. Sua marca registrada era o experimentalismo musical, explorado amplamente tanto na carreira solo quanto com as bandas TNT e depois a Cascavelletes, que fundou no fim da década de 1990 e ganhou projeção nacional. Na esteira deste sucesso, outros artistas que integravam o rock gaúcho também foram reconhecidos e esta vertente musical é até os dias de hoje sinônimo de qualidade musical e criatividade. Para homenageá-lo, foram convidados Rogério Skylab, Wander Wildner, Luiz Thunderbird, entre outros, para um show especial no palco da Avenida Rio Branco.

Encontros de música brasileira A diversidade da música brasileira será refletida com atrações que trazem a sonoridade de várias regiões do Brasil para o centro da cidade. Neste contexto, merece destaque o show de Fafá de Belém com Mestre Solano. Com mais de 60 anos de carreira, ele é precursor de um gênero paraense conhecido como ‘guitarrada’. Ao lado da cantora nascida na capital, Belém, a dupla apresenta sucessos como a música “Vermelho”. O forró também marca presença com diversas atrações, entre elas o grupo Forróçacana, que reúne Duani, Chris Mourão, Mará, Cachaça e Marcos Moletta. Eles trazem um forró customizado, interpretando seu repertório autoral combinado a músicas conhecidas do grande público.

Cultura popular e concurso Rainha da Virada O Largo do Paissandu será o território da cultura popular nesta Virada Cultural. A partir das 18h do sábado, desfilam pelo local o Afoxé Obá Inã, Grupo Candearte, UMOJATeatro Popular Solano Trindade - Maracatu, Os Favoritos da Catira, Mestre Ananias e o Samba de Roda "Garoa do Recôncavo", entre outros. A cultura que é produzida nas mais diversas regiões da capital e em outras cidades próximas, como Embu das Artes, Santana do Parnaíba e Cotia, será apresentada no Largo de forma interativa com a população, ao longo de 24 horas. Soma-se a esta atividade, no mesmo local, alguns cortejos, entre eles Como Samba de Bumbo do Vovô Japí, Maracatu Bloco de Pedra, Afoxé Ilê Omo Dada e Bloco é di Santo.

Uma novidade do ano passado que chegou para ficar é o concurso de drag queens Rainha da Virada. Desta vez, a atração será a abertura do palco do Largo do Arouche. Dentre as presenças confirmadas está a de Yara Sofia, drag porto-riquenha que integrou o elenco do famoso reality show norte-americano, RuPaul’s Drag Race.

Atrações do Australia Now Como todos os anos, as atrações internacionais são um grande destaque da programação. Em 2016, o Australia Now –Festival de Cultura Australiana no Brasil– é um parceiro estratégico do evento, levando duas performances ao Vale do Anhangabaú: Snuff Puppets e Pyrophone Juggernaut. Fundado em 1992, o Snuff Puppets traz o conceito de teatro de bonecos ao universo das intervenções em grande formato. O espetáculo que vem ao Brasil, “Everybody” (Todo mundo), explora a condição humana, do nascimento até a morte, e promove uma investigação metafórica, metafísica e mágica do corpo. O ponto inicial é um boneco gigantesco, de 26 metros de extensão, e, a partir dele, desenrola-se a apresentação. Já o Pyrophone Juggernaut é um instrumento experimental em grandes proporções e representa o pirofone (instrumento musical inventado em 1873). O inusitado é que nessa obra a música é acionada por fogo! Trata-se, portanto, do maior órgão de fogo multioitavado do mundo, além de um barco e um gigantesco instrumento de percussão com mais de 10 metros de altura. Um espetáculo impressionante que vem pela primeira vez à América. Tradicional parceira do evento, a rede Sesc apresenta atrações em diversas de suas unidades. Acesse a programação completa no site www.viradacultural.prefeitura.sp.gov.br

virada cultural

Homenagens em shows

Snuff Puppets: boneco gigante que interage com as pessoas; atração é encenada no Brasil pelo festival Australia Now emcartaz | MAIO DE 2016

5


cinema CINEMA DOS IRMÃOS COEN GANHA MOSTRA NO CCSP

E

m cartaz no circuito comercial desde abril com seu novo longa-metragem “Ave, César!”, comédia sobre os bastidores de Hollywood, os irmãos Ethan e Joel Coen ganham, entre os dias 19 e 31 de maio, uma retrospectiva de sua extensa obra no Centro Cultural São Paulo (CCSP) a preço popular de R$ 1. A mostra, intitulada “Trágica, mente brilhante”, reúne 16 produções e acompanha toda a versatilidade da dupla, que transita com criatividade entre os mais diversos gêneros, da comédia romântica ao faroeste. Criados em um subúrbio de Minneapolis, cidade de Minnesota (EUA), os irmãos Coen, como são conhecidos, dividem as principais funções de seus filmes, revezando-se ou trabalhando juntos no roteiro, na produção, na direção e também na edição de cada obra. Por isso, já em seu primeiro longa-metragem, “Gosto de Sangue” (1984), criaram o pseudônimo Roderick Jaynes para evitar que seus nomes aparecessem demais nos créditos. A dupla foi nomeada dessa forma quando recebeu a indicação ao Oscar de Melhor Edição por “Onde os fracos não têm vez” (2007). Ainda nessa cerimônia, mas como Ethan e Joel Coen, receberam os prêmios de Melhor Filme, Direção, Roteiro Adaptado e

Javier Bardem foi escolhido o Melhor Ator Coadjuvante por essa produção. A mostra reúne desde os primeiros trabalhos da dupla, como “Gosto de sangue”, “Arizona nunca mais” (1987) e “Ajuste final” (1990), até obras mais recentes, entre elas a comédia de espionagem “Queime depois de ler” (2008), estrelada por John Malkovich, George Clooney, Brad Pitt, entre outros; o faroeste “Bravura indômita” (2011), refilmagem do clássico de 1969, dirigido por Henry Hathaway; e o drama sobre um cantor folk, “Inside Llewyn Davis: balada de um homem comum” (2013), em que Oscar Isaac contracena com Justin Timberlake. O longa ganhou o Grande Prêmio do Júri no Festival de Cannes. Outro filme premiado dos diretores que também pode ser visto na mostra é “Fargo - Uma comédia de erros” (1996), pelo qual receberam o Oscar de Melhor Roteiro. Na última edição da premiação, os irmãos Coen foram indicados pelo roteiro de “Ponte dos espiões” (2015), filme de Steven Spielberg. O título não faz parte da programação do CCSP. | Gabriel Fabri | Veja programação na página 8.

“Onde os fracos não têm vez”: longa-metragem ganhador de quatro prêmios Oscar: Filme, Direção, Roteiro Adaptado e Ator Coadjuvante (Javier Bardem) 6

MAIO DE 2016 | emcartaz


MOSTRA VARAN CENTRO CULTURAL SÃO PAULO | SALA PAULO EMILIO SALLES GOMES | CENTRO| +14 ANOS | ATÉ DIA 4 | R$ 1 Fundados em 1981 por Jean Rouch, em Paris (França), os Ateliers Varan rodam o mundo elaborando oficinas de roteiro, montagem e iniciação à realização de documentários em cinema direto.

Programa África do Sul

CRÔNICAS SUL-AFRICANAS (Chroniques Sud-Africaines, África do Sul, 1988, 105 min, Full HD). Dir.: coletivo do atelier Varan de Johannesburg (África do Sul).

Doze jovens cineastas mostram nove fragmentos sobre a realidade cotidiana da África do Sul, ainda sob o regime do Apartheid. | Dia 1º, 17h

Exibição do clássico do terror de 1931, Frankenstein, ganha trilha sonora exclusiva

CINEMA COM MÚSICA AO VIVO BIBLIOTECAS PÚBLICAS | +12 ANOS | GRÁTIS

FRANKENSTEIN Acompanhamento musical: Marcio Barreto. 70 min.

Marcio Barreto participa do coletivo de arte contemporânea caiçara Percutindo Mundos e, em suas criações, aborda as identidades culturais por meio de paisagens sonoras que remetem à cena cosmopolita. Ao som de trompete, de instrumentos confeccionados por ele mesmo e de música eletrônica, o músico acompanha o clássico do terror de 1931, “Frankenstein”, dirigido por James Whale e protagonizado por Boris Karloff. | BP Mário Schenberg. Zona Oeste. Dia 6, 14h

A CARRUAGEM FANTASMA Acompanhamento musical: Daniel Nakamura e Fabio Tagliaferri. 90 min.

Daniel Nakamura é guitarrista e arranjador e fez trilhas para peças de teatro como “Tempo de comédia”, de Eliana Fonseca, e para cinema, como “Bode Rei Cabra Rainha”, documentário de Helena Tassara. Fabio Tagliaferri é músico, compositor e produtor musical; é autor do CD “Viola”, indicado ao prêmio Sharp na categoria Revelação Instrumental. Ao som de guitarra, viola de arco, ukelele e música eletrônica, Nakamura e Tagliaferri criaram uma trilha especial para o filme mudo “A carruagem fantasma” (1921), de Victor Sjöström, um fábula fantástica sobre a morte. | BP Viriato Corrêa. Zona Sul. Dia 14, 15h

Programa Vietnã 3

A QUEM PERTENCE A TERRA? (Dat dai thuoc ve ai?, Vietnã, 2009, 54 min, Full HD). Dir.: Doàn Thi Hông Lê.

O filme se passa na região agrícola de Quang Nam, a alguns quilômetros da cidade de Da Nang, base portuária americana durante a guerra do Vietnã, onde aconteceram combates sangrentos. Hoje, o Estado decide ceder as terras de arrozais a concessionárias estrangeiras para a instalação de um campo de golfe. Os habitantes resistem a esse projeto de expropriação.

A CLÍNICA DO DR. THI (Phong mach cua bac sy Thi, Vietnã, 2011, 35 min, Full HD). Dir.: Ky Nguyen Minh.

Por confiarem no médico, moradores com mais de 70 anos gostam de se consultar com o Doutor Thi e minimizar as dores guardadas na memória durante a guerra por meio de conversas. | Exibições em sequência. Dia 3, 15h

Programa Vietnã 2

A FELICIDADE SIMPLES (Hanh phuc gian Don, Vietnã, 2010, 34 min, Full HD). Dir.: Nguyen Minh Ky.

Crônica do cotidiano de um casal de pescadores no rio Han, em Da Nang, que tiveram de abandonar o campo.

SONHOS DE OPERÁRIAS (Giac mo la cong nhan, Vietnã , 2006, 58 min, Full HD). Dir.: Thao Tran Phuong.

Em Hanói, zona industrial japonesa, as jovens que deixaram suas cidades no interior lutam para escapar das agências de trabalho e dos contratos precários. | Exibições em sequência. Dia 3, 17h emcartaz | MAIO DE 2016

7


Programa Afeganistão

MINHA CABUL (Kabul-e-man, Afeganistão, 2006, 22 min, Full HD). Dir.: Wahid Nazir.

Motorista de táxi coletivo conversa com seus passageiros sobre a guerra civil e encontra traços desta nas ruas da cidade.

CHECK POINT (Afeganistão, 2011, 28 min, Full HD). Dir.: Hamed Alizadeh.

Em um dos numerosos postos de checagem da cidade, policiais fazem rondas, expostos a todos os perigos, longe de suas casas, abrigados em contêineres onde partilham suas poucas refeições e tentam dormir.

PEQUENO AFEGANISTÃO (Afghanistan-e-kochak, Afeganistão, 2011, 30 min, Full HD). Dir.: Basir Seerat.

Em uma rua popular, charretes-táxi disputam a passagem com os automóveis.

UM DIA DE RAHELA (Une journée de Rahela, Afeganistão, 2007, 27 min, Full HD). Dir.: Dil Afroz Zeerak.

Menina de 13 anos é muito inteligente e frequenta a escola. Depois das aulas, ela trabalha para ajudar seu pai doente a suprir as necessidades da família. | Exibições em sequência. Dia 4, 15h

TRÁGICA, MENTE BRILHANTE IRMÃOS COEN CENTRO CULTURAL SÃO PAULO | SALA LIMA BARRETO | CENTRO | DE 19 A 1o/6 | +16 ANOS | R$ 1

Veja destaque na página 6.

ARIZONA NUNCA MAIS (Raising Arizona, EUA, 1987, 94 min, full HD). Dir.: Joel e Ethan Coen. Com Nicolas Cage, Holly Hunter, Trey Wilson e outros. Livre.

Ex-ladrão pede em casamento uma fotógrafa do departamento de polícia. Ao descobrirem que não podem ter filhos, decidem sequestrar um dos festejados quíntuplos nascidos na cidade. | Dias 19 e 22, 16h

AJUSTE FINAL (Miller’s crossing, EUA, 1990, 120 min, full HD). Dir.: Joel Coen e Ethan Coen. Com Albert Finney, Gabriel Byrne, Jon Polito e outros.

Veterano gângster irlandês detém o controle do lado leste da cidade. Seu império começa a ruir quando seu principal auxiliar o trai com a mulher dele, ao mesmo tempo em que tem de lidar com um rival. | Dias 19 e 22, 18h

BARTON FINK - DELÍRIOS DE HOLLYWOOD (Barton Fink, EUA, 1991, 116 min, full HD). Dir.: Joel Coen e Ethan Coen. Com John Turturro, John Goodman e outros.

Famoso dramaturgo da Broadway é convidado para ir a Hollywood escrever um filme B sobre luta livre. Já hospedado em Los Angeles, sofre uma bloqueio de criatividade e, em meio a uma onda de calor, é ajudado por um vizinho, vendedor de seguros. | Dias 19 e 21, 20h30. Dia 25, 17h30

E AÍ, MEU IRMÃO, CADÊ VOCÊ? (O brother, where art thou?, EUA, 2000, 106 min, full HD). Dir.: Joel Coen e Ethan Coen. Com George Clooney, Tim Nelson, John Tuturro e outros.

"Minha Cabul": curta-metragem do Afeganistão acompanha um taxista pelas ruas da cidade

8

MAIO DE 2016 | emcartaz

Três prisioneiros de uma cadeia do Mississipi conseguem escapar da penitenciária. Ainda presos por correntes, eles tentam retornar aos seus lares, mas um xerife os persegue. | Dia 20, 16h. Dia 22, 20h30


O AMOR CUSTA CARO

BRAVURA INDÔMITA

(Intolerable cruelty, EUA, 2003, 100 min, full HD). Dir.: Joel Coen e Ethan Coen. Com George Clooney, Catherine Zeta-Jones, Edward Herrmann e outros.

(True grit, EUA, 2011, 110 min, full HD). Dir.: Ethan Coen e Joel Coen. Com Jeff Bridges, Hailee Steinfeld, Matt Damon e outros.

Advogado bem-sucedido e especialista em divórcios procura por novos desafios e encontra ao aceitar defender o ex-marido de uma mulher que deseja ficar rica com o dinheiro obtido de diversas separações. Sem saber, ele se torna o próximo alvo das conquistas dela.

Adolescente decide vingar o assassinato do pai e contrata um xerife beberrão para juntos capturarem o pistoleiro. Como precisa de dinheiro, ele aceita a missão sem saber que terá de entrar em um perigoso território indígena e enfrentar um caçador de recompensas.

| Dia 20, 18h30. Dia 24, 16h

MATADORES DE VELHINHA (The ladykillers, EUA, 2004, 104 min, full HD). Dir.: Joel Coen e Ethan Coen. Com Tom Hanks, Irma P. Hall e outros.

Professor tem um grande plano para assaltar um cassino. Ele aluga um quarto na casa de uma senhora, onde convoca seus comparsas para discutir o plano de ação. A situação se complica quando ela descobre tudo, forçando-os a eliminá-la. | Dia 20, 20h30. Dia 24, 18h

UM HOMEM SÉRIO (A serious man, EUA, 2010, 106 min, full HD). Dir.: Joel Coen e Ethan Coen. Com Michael Stuhlberg, Sari Lennick, Fred Melamed e outros.

Professor de Física tem sua vida mudada após a mulher trocá-lo por outro homem, por receber uma carta anônima que ameaça sua carreira na universidade onde trabalha, além de ter de lidar com problemas familiares. Sem saber o que fazer, pede orientação a três rabinos. | Dia 21, 16h. Dia 24, 20h15

| Dia 21, 18h. Dia 25, 15h30

INSIDE LLEWYN DAVIS: BALADA DE UM HOMEM COMUM (Inside Llewyn Davis, EUA, 2013, 105 min, full HD). Dir.: Joel Coen e Ethan Coen. Com Oscar Isaac, Carey Mulligan, Justin Timberlake e outros.

Cantor e compositor mora de favor na casa de amigos. Sonhando com a fama, aceita o convite de um consagrado artista para fazer uma viagem, mas seus planos tomam um novo rumo. | Dia 25, 20h. Dia 29, 15h30

ONDE OS FRACOS NÃO TÊM VEZ (No country for old men, EUA, 2008, 122 min, full HD). Dir.: Ethan Coen e Joel Coen. Com Tommy Lee Jones, Javier Bardem, Josh Brolin e outros.

Caçador encontra uma maleta cheia de dinheiro em meio a corpos assassinados no deserto. Ao fugir com ela, é perseguido por um violento assassino. | Dia 26, 15h30. Dias 27 e 29, 19h30

Dos irmãos Coen, "Um homem sério" traz um professor de Física que pede orientação a três rabinos por conta de uma série de problemas que se desencadeou em sua vida emcartaz | MAIO DE 2016

9


Brad Pitt vive o professor de ginástica que chantageia um agente da CIA em "Queime depois de ler", dos irmãos Coen

FARGO - UMA COMÉDIA DE ERROS

QUEIME DEPOIS DE LER

(Fargo, EUA, 1996, 97 min, full HD). Dir.: Joel Coen. Com William H. Macy, Frances McDormand, Steve Buscemi e outros.

(Burn after reading, EUA, 2008, 96 min, full HD). Dir.: Joel Coen e Ethan Coen. Com Brad Pritt, George Clooney, Frances McDormand e outros.

Homem endividado decide sequestrar a mulher e receber o resgate do sogro. Para isso, contrata dois bandidos. | Dia 26, 18h. Dia 28, 16h. Dia 31, 15h30

O GRANDE LEBOWSKI (The big Lebowski, EUA, 1999, 117 min, full HD). Dir.: Joel Coen e Ethan Coen. Com Jeff Bridges, John Goodman, Julianne Moore e outros.

Homem se acha esperto e não faz nada, além de ouvir rock e jogar boliche. Confundido com um milionário da Califórnia, ele se vê envolvido com bandidos, advogados atrapalhados, detetives, sequestradores e a polícia. Um amigo, veterano do Vietnã, o ajuda a superar essa fase por meio de métodos nada ortodoxos. | Dia 26, 20h. Dia 28, 18h

O HOMEM QUE NÃO ESTAVA LÁ (The man who wasn’t there, EUA, 2001, 116 min, full HD). Dir.: Joel Coen e Ethan Coen. Com Billy Bob Thornton, Frances McDormand, James Gandolfini e outros.

Homem descobre que sua esposa o trai e arma um plano para dar-lhe uma lição. Este não dá certo, mas desencadeia uma série de situações inesperadas, incluindo assassinatos. | Dia 27, 15h30. Dia 28, 20h30 10

MAIO DE 2016 | emcartaz

Confusões são desencadeadas quando um agente da CIA é demitido por alcoolismo e resolve escrever um livro revelador. Sua mulher rouba os arquivos para usá-los no processo de divórcio que move contra ele, mas o material cai nas mãos de dois funcionários de uma academia de ginástica, que passam a chantageá-lo. | Dias 27 e 29, 17h30

GOSTO DE SANGUE (Blood simple, EUA, 1988, 96 min, full HD). Dir.: Joel Coen e Ethan Coen. Com Dan Hedaya, Frances McDormand, John Getz e outros.

Dono de um bar numa cidade do Texas desconfia que sua mulher o trai com um dos empregados. Ao contratar um detetive que confirma suas suspeitas, decide propor que este a mate, junto com o amante, enquanto ele se ausenta da cidade. | Dia 31, 18h. Dia 1º/6, 16h

NA RODA DA FORTUNA (The hudsucker Proxy, EUA, 1995, 99 min, full HD). Dir.: Joel Coen e Ethan Coen. Com Tim Robbins, Paul Newman, Jennifer Jason Leigh e outros

Presidente de uma lucrativa indústria se suicida. Atordoados com o ocorrido, os diretores da empresa decidem pôr qualquer um na presidência para que o preço das ações despenque e depois comprá-las em baixa. Uma repórter desconfia do plano e decide investigar. | Dia 31, 20h. Dia 1º, 18h15


teatro e circo

FLÁVIO IMPÉRIO É HOMENAGEADO NOS TEATROS MUNICIPAIS

C

homenagem cênica que tivesse a cara dele, com multilinguagens”, conta o autor. A trilha sonora é executada ao vivo e o enredo, não linear, é baseado em delírios e reflexões do artista e traz à tona passagens importantes de sua trajetória, com textos e personagens com os quais conviveu. Contracenando com Gomes, Silvia Altieri interpreta as diversas mulheres que passaram pela vida do artista, desde sua irmã até a enfermeira que o assistiu nos momentos finais. “Por ser um réquiem, essa ligação de vida e morte é tratada de forma a olhar para a morte como o próprio Flávio olhava: um gesto natural da vida, sem se sentir mal por ter morrido, mas muito bem por ter vivido”, explica o dramaturgo. Para a concepção do espetáculo, Gomes entrevistou pessoas que conviveram com o homenageado em épocas e ambientes diferentes, o que possibilitou a percepção de sua complexidade. “Além de um artista múltiplo, me parece que Flávio também era um ser humano múltiplo”, comenta o autor sobre o resultado dessa pesquisa. Um dos legados deixados por Império foi a importância conferida por ele às execuções técnicas no fazer teatral, como cenários e figurinos, cuja estética passou a ter significado artístico para além do texto. “Ele foi uma figura importantíssima para nossa história cultural como um todo, e manter sua memória sempre se faz necessário”, reforça Gomes. Jonatas Marques

enógrafo, figurinista, diretor, artista plástico, arquiteto e professor, Flávio Império ganha homenagem em quatro teatros municipais, inclusive naquele em que é patrono, com a estreia do espetáculo “Réquiem para um amigo da multidão”. Com direção de Renata Zhaneta, o projeto foi selecionado pela 3ª edição do Prêmio Zé Renato, da Secretaria Municipal de Cultura, e é encenado entre os dias 27 de maio e 26 de junho. Concebida pelo dramaturgo Nei Gomes, que também interpreta o personagem, a peça conta a história de Império a partir de sua internação em 1985, quando foi acometido de uma forte meningite decorrente da Aids. “Me senti convocado a rememorá-lo e a criar uma

| Fernanda Matricardi

Espetáculo acompanha a trajetória do multiartista Flávio Império; estreia acontece no teatro que leva seu nome

|+10 anos. Teatros Municipais Flávio Império. Zona Leste. Dias 27 e 28/5, 20h. Dia 29, 19h. Dias 24 e 25/6, 20h. Dia 26, 19h; Alfredo Mesquita. Zona Norte. Dias 3 e 4/6, 21h. Dia 5, 19h; Leopoldo Fróes. Zona Sul. Dias 10 e 11/6, 20h. Dia 12, 19h; Cacilda Becker. Zona Oeste. Dias 17 e 18/6, 21h. Dia 19, 19h. Grátis (retirar ingresso a partir de uma hora antes) emcartaz | MAIO DE 2016

11


teatro e circo

RETIRADA DE INGRESSO Para apresentações gratuitas em teatros municipais e no Centro Cultural da Juventude, deve-se retirar ingresso a partir de uma hora antes e, no Centro Cultural São Paulo (CCSP), a partir de duas antes. Em bibliotecas públicas e casas de cultura, não é necessário retirar ingresso. Para espetáculos pagos no CCSP, os ingressos podem ser adquiridos na bilheteria ou pelo site www. ingressorapido.com.br, nesse último caso, a partir de 30 dias antes do evento.

A.B.ISMO Cia. do Estômago Brasileira de Teatro. Texto: Lucas Arantes. Com André Mendes e Giba Freitas. 60 min. +18 anos.

Homem procura um lugar para morar e, a partir de seu encontro com o proprietário de um apartamento, são levantadas dúvidas sobre o relacionamento entre eles e sobre um possível suicídio. | Centro de Formação Cultural de Cidade Tiradentes. Zona Leste. Dias 20 e 21, 20h. Dia 22, 19h | Biblioteca Pública Belmonte. Zona Sul. Dia 26, 19h | Grátis

AS AVENTURAS ATRAPALHADAS DE GIBILÓ E GIBILEU (circo) Texto: Gilberto Caetano. Dir.: Fernando Sampaio. Com Gilberto Caetano e Marcelo Castro. 50 min. Livre.

Abandonado por seus companheiros de picadeiro, Gibiló, O Rei do Poropopó, procura um novo parceiro para, com ele, retornar aos tempos de sucesso do Circo Pirilampo, do qual foi proprietário e estrela principal. Assim encontra Gibileu, palhaço fanfarrão que, para ganhar o emprego no circo, deverá passar por vários testes.

e a situação específica da violência contra as mulheres no Brasil. | Teatro Municipal Cacilda Becker. Zona Oeste. Dias 13 e 14, 21h. Dia 15, 19h | Teatro Municipal Martins Penna. Zona Leste. Dia 21, 20h. Dia 22, 19h | Teatro Municipal Alfredo Mesquita. Zona Norte. Dias 27 e 28, 21h. Dia 29, 19h | Grátis

CARPINTEIROS EM DOMICÍLIO (circo) Cia. Suno. Dir.: Helena Figueira. Com Helena Figueira e Duba Becker. 50 min. Livre.

Ao darem início a uma obra, dois palhaços apresentam números circenses temáticos sobre reforma, como malabarismo com trenas, contorcionismo na escada e percussão em marmitas. | Biblioteca Pública Camila Cerqueira César. Zona Oeste. Dia 21, 11h | Biblioteca Pública Padre José de Anchieta. Zona Norte. Dia 22, 11h | Centro Cultural da Juventude – área de convivência. Zona Norte. Dia 28, 10h | Grátis

CIRCO DE ÉBANOS (circo) Dir.: Lu Lopes. Com Alan Marcelino, Wellinton Ramos, Simone Monão e outros. 60 min. Livre.

Composto por artistas negros, o espetáculo é centrado nos elementos da cultura afro-brasileira e apresenta números circenses clássicos e modernos. | Teatro Municipal Flávio Império. Zona Leste. Dia 1º, 19h. Grátis

| Casa de Cultura de São Miguel Paulista. Zona Leste. Dia 6, 11h | Casa de Cultura Manoel Cardoso de Mendonça. Zona Sul. Dia 13, 19h | Centro Cultural Palhaço Carequinha. Zona Sul. Dia 14, 19h | Casa de Cultura do Campo Limpo. Zona Sul. Dia 15, 16h | Casa de Cultura Cora Coralina. Zona Sul. Dia 22, 17h | Casa de Cultura de São Mateus. Zona Leste. Dia 28, 17h | Casa de Cultura Cidade Tiradentes. Zona Leste. Dia 29, 15h | Grátis

CARNE Kiwi Companhia de Teatro. Texto: Fernanda Azevedo e Fernando Kinas. Dir.: Fernando Kinas. Com Fernanda Azevedo e Mônica Rodrigues. 95 min. +14 anos.

Por meio de 20 quadros interligados, acompanhados por percussão, o espetáculo discute as relações entre patriarcado e capitalismo, mostrando o panorama da opressão de gênero 12

MAIO DE 2016 | emcartaz

Relações entre patriarcado e capitalismo são enfocadas em "Carne", da Kiwi Cia. de Teatro


Teatro da Travessia. Texto: João Anzanello Carrascoza. Dir.: Luiz Fernando Marques. Com Francisco Wagner, Heidi Monezzi, Paulo Arcuri e Roberta Stein. 60 min. +12 anos.

Em uma casa antiga, quatro histórias apresentam um recorte de momentos raros e únicos, preenchidos por experiências delicadas ou por acontecimentos que transformam para sempre a vida e as relações de suas personagens. | Biblioteca Pública Helena Silveira. Zona Sul. Dia 7, 14h | Biblioteca Pública Vicente Paulo Guimarães. Zona Leste. Dia 13, 10h | Biblioteca Pública Sérgio Buarque de Holanda. Zona Leste. Dia 26, 15h | Grátis

teatro e circo

Andresca Tolin

DIAS RAROS

ENTRE RISOS (circo) Em "Carpinteiros em domicílio", dois palhaços apresentam números circenses inspirados na construção civil

CIRCO POEIRA (circo) Circo Poeira. Concepção, dir. e interpretação: Caio Stolai. 50 min. Livre.

Utilizando técnicas circenses, de teatro e de bonecos, o espetáculo relembra a história de um circo por meio das recordações do Velho Mestre. | Biblioteca Pública Adelpha Figueiredo. Zona Leste. Dia 19, 15h | Biblioteca Pública Érico Veríssimo. Zona Norte. Dia 30, 14h | Grátis

CIRCO SHOW (circo) Show tradicional circense com um apresentador que interage com o público, faz comédia stand up, brincadeiras e apresenta as atrações: números de palhaço, mágica, malabarismo, equilibrismo em monociclo, aparelhos com fogo, entre outros. | Casa de Cultura Raul Seixas. Zona Leste. Dia 14, 16h | Casa de Cultura Salvador Ligabue. Zona Norte. Dia 21, 19h | Casa de Cultura Itaim Paulista. Zona Leste. Dia 28, 20h | Grátis

CORPOS SONOROS Trabalho colaborativo: Duo Paulistano de Jazz Experimental, Pé na Cozinha e Núcleo Pedro Costa Cia. de Dança Contemporânea. Dir.: Pedro Costa. Intérpretes-criadores: Cibele Kunz, Vanessa Nascimento, Marcelo Pessoa e outros. Músicos: Leandro Brou e Fernando Thomas. 50 min. Livre.

Seis intérpretes-criadores e dois músicos experimentam improvisações, em um diálogo entre música, dança contemporânea e a poesia de Fernando Pessoa. | Biblioteca Pública Ricardo Ramos. Zona Leste. Dia 13, 15h | Casa de Cultura da Brasilândia. Zona Norte. Dia 21, 20h | Grátis

Roteiro, dir.: e interpretação: Nico Serrano. Locução ao vivo: Deni Montserrat. 45 min. Livre.

Nos bastidores de um circo, um palhaço aguarda sua próxima entrada no picadeiro. O espetáculo se desenvolve sem falas e com muito humor. | Teatro Municipal Martins Penna. Zona Leste. Dia 1º, 19h | Teatro Municipal Zanoni Ferrite. Zona Leste. Dias 27 e 28, 20h. Dia 29, 19h | Grátis

A EXCEÇÃO E A REGRA Companhia Estável de Teatro. Texto: Bertolt Brecht. Dir.: Renata Zhaneta. Com Daniela Giampietro, Juliana Liegel, Luiz Calvvo e outros. 60 min. +10 anos.

Para conseguir como prêmio a concessão de poder explorar petróleo, pequena caravana participa de uma corrida em direção à cidade de Urga. Durante a viagem, é exposta a relação entre explorador e explorado, assim como os mecanismos que legitimam o abuso de um e a submissão do outro. | Casa de Cultura Itaim Paulista. Zona Leste. Dia 7, 19h | Casa de Cultura da Brasilândia. Zona Norte. Dia 14, 20h | Grátis

FAVOR BEBER LEITE SENÃO ESTRAGA Coletivo Cronópio. Dramaturgia e dir.: Alice Nogueira. Com Ana Junqueira, Tathiana Botth, Leonardo Birche e outros. 75 min. Livre.

Com linguagem híbrida de teatro, dança e videoarte, a encenação vai em busca de onde moram os sonhos na passagem do tempo e parte de experiências pessoais da diretora e dos seis atores, de diversas idades, para construir essa dramaturgia. | Teatro Municipal Martins Penna. Zona Leste. Dia 7, 20h. Dia 8, 19h | Teatro Municipal Leopoldo Fróes. Zona Sul. Dias 20 e 21, 20h. Dia 22, 19h | Grátis

emcartaz | MAIO DE 2016

13


teatro e circo

FORTES BATIDAS Dramaturgia e dir.: Pedro Granato. Com Ariel Rodrigues, Beatriz Silveira, Bianca Lopresti e outros. 90 min. +16 anos.

Esta peça foi criada ao longo de oito meses, após seleção de 15 jovens atores de um grupo de mais de 130. O espetáculo reproduz uma balada com personagens que se cruzam numa noite, em uma pista de dança. | Centro de Formação Cultural de Cidade Tiradentes. Zona Leste. Dias 6 e 7, 20h. Dia 8, 19h | Centro Cultural da Juventude – anfiteatro. Zona Norte. Dia 13, 20h. Dia 14, 19h. Dia 15, 17h | Grátis

GALILEU GALILEI NIA Teatro. Dir.: Cibele Forjaz. Texto: Bertolt Brecht. Dramaturgia: Christine Röhrig, Cibele Forjaz, Denise Fraga e Maristela Chelala. Com Denise Fraga, Ary França, Rodrigo Pandolfo e outros. 140 min. +12 anos.

Veja destaque na página ao lado. | Teatro Municipal de Santo Amaro Paulo Eiró. Zona Sul. Dias 13 e 14, 21h. Dia 15, 19h | Teatro Municipal João Caetano. Zona Sul. Dias 27 e 28, 21h. Dia 29, 19h | Grátis

GUERRILHEIRO NÃO TEM NOME Grupo Teatral MATA!. Dramaturgia, concepção e dir.: Anderson Zanetti. Criação dramatúrgica: grupo. Com Airá Fuentes Tacca, Leonardo Oliveira e Vanessa Biffon.

O espetáculo reconstrói os caminhos de jovens que aderiram à Guerrilha do Araguaia e nela descobriram o elo entre suas vidas e as contradições mais profundas da formação social do Brasil. | Teatro Municipal Leopoldo Fróes. Zona Sul. Dias 6 e 7, 20h. Dia 8, 19h | Teatro Municipal Zanoni Ferrite. Zona Leste. Dias 13 e 14, 20h. Dia 15, 19h | Centro Cultural São Paulo – Sala Adoniran Barbosa. Centro. Dia 28, 19h. Dia 29, 18h | Grátis

JOGANDO NO QUINTAL - JOGO DE IMPROVISAÇÃO DE PALHAÇOS (circo) Cia. do Quintal. Concepção: César Gouvêa e Marcio Ballas. Dir.: César Gouvêa. Com César Gouvêa, Alan Benatti, Claudio Thebas e outros. 90 min. +10 anos.

Dois times de palhaços entram em campo para se enfrentar em jogos de improviso, desafiados pelo público que atua como coautor do roteiro e elege as melhores performances. Tudo isso em uma ambientação de jogo de futebol, com hino do clube, placar, bandeiras, juiz, jogadores, torcida e o fictício Clube de Regatas Cotoxó. | Teatro Municipal da Mooca Arthur Azevedo. Zona Leste. Dia 1º, 19h. Grátis 14

MAIO DE 2016 | emcartaz

Em "Meu trabalho é um parto", Veridiana Toledo interpreta 12 mulheres às voltas com a gravidez

LA MUTANTE VARIETÉ The Pambazos Bros. Dir.: Diego Martínez e Jorge Zagarzazu. Com Diego Martínez, Jorge Zagarzazu e Ivan Gomes. Música: Ivan Gomes. 60 min. Livre.

Espetáculo de variedades com música ao vivo, composto de números cômicos e integrando figuras “exóticas” do reino animal e vegetal. | Casa de Cultura Itaim Paulista. Zona Leste. Dia 28, 20h. Grátis

A MACIEIRA 28 Patas Furiosas. Dramaturgia: Tadeu Renato e grupo. Texto: Tadeu Renato. Com Isabel Wolfenson, Marcus Garcia, Murilo Thaveira e outros. 90 min. +14 anos.

Macieira come seus próprios frutos, levando uma cidade inteira a se mover rumo ao oceano. Diante dessa perspectiva, os habitantes devem decidir se ficam ou partem para ter de lidar com novas possibilidades de existência em uma área instável. | Centro Cultural São Paulo – anexo. Centro. Até dia 22. Após a apresentação do dia 15, haverá um encontro com o artista plástico Guto Lacaz. 6ª e sáb., 21h. Dom., 20h. R$ 20. Dia 14, preço popular: R$ 3

MANUELA Companhia do Feijão. Com Vera Lamy. Músico: Lincoln Antonio. 80 min. +14 anos.

Em homenagem ao escritor e amigo Manuel Bandeira, o poeta Mário de Andrade batizou sua máquina de escrever com o nome de Manuela. Desse fato, transcorre o monólogo, com trilha musical ao vivo, sobre a relação do escritor com seu instrumento de trabalho. | Biblioteca Pública Castro Alves. Zona Sul. Dia 25, 15h. Grátis


A Má Companhia Provoca. Texto e dir.: Michelle Ferreira. Com Flávia Strongolli, Maura Hayas, Réggis Silva e outros. 80 min. +14 anos.

Três histórias se intercalam: a de duas brasileiras que fazem strip tease em Amsterdã (Holanda), a da mulher que prepara uma sopa quando aparece um morador de rua pedindo comida e a da terceira, que cuida do irmão em estado vegetativo. | Centro Cultural São Paulo – Sala Jardel Filho. Centro. Até dia 15. 6ª e sáb., 21h. Dom., 20h. R$ 20

MEU SONHO ERA (circo) Dir. e interpretação: Luciana Arcuri. Músico: Ramiro Murillo. 45 min. Livre.

Abordando o amor, o espetáculo acompanha o envolvimento que surge entre uma palhaça dançarina e um músico. Em cena, a personagem Maria Eugenia, uma clown bailarina, inventa histórias tragicômicas, manipulando objetos retirados de sua mala. | Avenida Paulista, altura do nº 1.682 (ao lado do Fórum de Justiça e em frente do estacionamento). Centro. Dia 22, 14h

MEU TRABALHO É UM PARTO Texto e interpretação: Veridiana Toledo. Dir.: Marcelo Galdino e Heloisa Cintra. 60 min. Livre.

A partir de histórias coletadas pela Internet, a peça mostra 12 personagens que relatam as experiências vividas na gravidez.

João Caldas

| Biblioteca Pública Castro Alves. Zona Norte. Dia 4, 15h | Biblioteca Pública Prefeito Prestes Maia. Zona Sul. Dia 9, 14h | Teatro Municipal Leopoldo Fróes. Zona Sul. Dias 27 e 28, 20h. Dia 29, 19h | Grátis

DENISE FRAGA É GALILEU GALILEI

C

om muita música, o público é recebido pelos atores da NIA Teatro para assistir a “Galileu Galilei”, adaptação do texto clássico de Bertolt Brecht. Após sucesso no palco do teatro Tuca, o espetáculo reestreia no dia 13 e segue em curta temporada até o dia 29, nos Teatros Municipais Paulo Eiró e João Caetano. “É muito bom que o público perceba o quanto o teatro é esse ritual do coletivo, que estamos todos ali presentes”, afirma a atriz Denise Fraga, que dá vida ao cientista italiano protagonista da encenação. Condenado pela Inquisição, no século 17, por defender a ideia de que a Terra girava em torno do Sol, Galileu viu-se obrigado a negar suas descobertas para sobreviver. Partindo desse episódio, o enredo privilegia a história de um Galileu humano, que sente medo e tem fraquezas, ao invés do herói já consagrado. A montagem traz um jogo teatral dinâmico por meio de muitos atores em cena, trilha sonora que convida a pensar, figurino elaborado e bastidores revelados. “É um trabalho com o público de forma ativa. Existe a ideia de que a plateia está ali, as personagens não são autônomas”, afirma a diretora Cibele Forjaz. Mesclando humor com momentos de reflexão sobre os jogos de poder vividos pelo cientista, a peça faz uma ponte com a atualidade e traz cenas hilárias, como a das atrizes com perucas loiras fazendo um “panelaço” no palco. “Todos nós somos Galileu e negamos verdades para não irmos para a fogueira”, conclui Denise.

teatro e circo

OS MÉDIOS

| Fernanda Matricardi

Denise Fraga vive o cientista que desafiou a Inquisição na Itália do século 17

| +12 anos. 140 min. Teatros Municipais de Santo Amaro Paulo Eiró. Zona Sul. Dias 13 e 14, 21h. Dia 15, 19h; João Caetano. Zona Sul. Dias 27 e 28, 21h. Dia 29, 19h. Grátis (retirar ingresso a partir de uma hora antes) emcartaz | MAIO DE 2016

15


teatro e circo

MINHA CABEÇA ME SALVA OU ME PERDE Nave Gris Cia. Cênica. Com Kanzelumuka e Murilo De Paula. 35 min. Livre.

Em diversos mitos afros iorubá e bantu, Iemanjá e Kayaia são as “donas das cabeças”. O espetáculo parte dessa imagem para criar uma intervenção em que elementos mitológicos confluem com memórias e experiências dos intérpretes-criadores. | Biblioteca Pública Álvares de Azevedo. Zona Norte. Dia 19, 14h30 | Biblioteca Pública Cassiano Ricardo. Zona Leste. Dia 27, 14h | Grátis

NAS VOLTAS DA BOLA E DA BOLETA Coletivo Núcleo 2. Texto: Plínio Marcos. Adapt.: Sérgio Audi e Thiago Barros. Dir.: Sérgio Audi. Com Thiago Barros. 50 min. +10 anos.

Jogador de futebol revive passagens de sua trajetória: da paixão de menino pela bola até a profissionalização, a exploração e a inevitável decadência. A peça revela os caminhos tortuosos de um sonho e os nem sempre bem-intencionados personagens que povoam o mundo dos esportes e a vida do esportista. | Casa de Cultura do Tremembé. Zona Norte. Dia 21, 17h. Grátis

OJU ORUM Coletivo Quizumba. Texto: Tadeu Renato. Dir.: Johana Albuquerque. Com Bruno Lourenço, Camila Andrade, Doralice Odília e outros. Músicos: Bel Borges e Melvin Santhana. 90 min. +14 anos.

| Centro Cultural São Paulo – Sala Adoniran Barbosa. Centro. Até dia 31. 3ª e 4ª, 20h. R$ 15

OLEANNA Cia. Teatro Epigenia. Texto: David Mamet. Dir.: Gustavo Paso. Com Luciana Fávero e Fernando Vieira. 75 min. +14 anos.

Por meio da relação de um professor com sua aluna, é abordada a tragédia da incomunicabilidade com foco nas diferenças irreconciliáveis com que os seres humanos se relacionam, somadas às questões tidas como “politicamente corretas”. | Teatro Municipal Cacilda Becker. Zona Oeste. Dia 1º, 19h. Grátis

PARA GELAR A ALMA Na Companhia de Mulheres. Dramaturgia e dir.: Márcio Araújo. Com Abigail Tatit, Edi Fonseca e Zeza Mota. Músicos: Marina Estanislau e Toninho Carrasqueira. 60 min. +14 anos.

Em uma casa, vivem três benzedeiras: Ligeia e Morella são irmãs, primas de Berenice, e elas vivem sob uma maldição que diz que toda mulher da família nunca terá a chance de se casar, caso isso ocorra, ou ela ou o marido morre. | Biblioteca Pública Alceu Amoroso Lima. Zona Oeste. Dia 27, 19h | Centro Cultural do Jabaquara. Zona Sul. Dia 28, 20h | Grátis Alicia Peres

Quatro mulheres, a mítica Negra Anastácia, a

menina nordestina Alice, a mineira Alzira e a adolescente paulistana Anita, são retratadas em quatro períodos históricos distintos. Em comum, elas passaram por algum tipo de violência, simbólica ou não.

"Oju Orum" retrata a violência contra a mulher por meio de quatro personagens emblemáticas em períodos históricos distintos 16

MAIO DE 2016 | emcartaz


teatro e circo Ana Souto interpreta a mulher que enfrenta uma grave doença em "Sem drama (histórias de sobrevida)"

4ª MOSTRA SÃO PAULO TEATRO DE BONECOS Dir.: Ana Clara Marques. +14 anos.

Panorama da produção do teatro de bonecos na atualidade, o evento, que chega a outros espaços, facilita a circulação na capital paulista de grupos e espetáculos de várias regiões do Brasil, com as mais variadas técnicas, abordagens e linguagens na manipulação de bonecos. | Teatro Municipal João Caetano. Zona Sul. Espetáculo: “Tropeço”, do grupo Tato Criação Cênica, de Curitiba (PR). Dia 18, 20h30 | Teatro Municipal Cacilda Becker. Zona Oeste. Espetáculo: “Vidas secas”, do grupo Caravan Maschera, de Atibaia (SP). Dia 19, 20h30 | Grátis

RÉQUIEM PARA UM AMIGO DA MULTIDÃO Idealização, dramaturgia e interpretação: Nei Gomes. Dir.: Renata Zhaneta. 70 min. +10 anos.

Veja destaque na página 11. | Teatro Municipal Flávio Império. Zona Leste. Dias 27 e 28, 20h. Dia 29, 19h. Dias 24 e 25/6, 20h. Dia 26, 19h. Grátis

ROMA MANUCHE Os Tapiocas. Dir.: Cristiane Paoli Quito. Com Andrea Desiderio, Marina Guzzo, Vitor Poltronieri e João Simão. 80 min. Livre.

Apresentação circense e cigana que conta a história de Roma Manuche, princesa desconhecida que deu a volta ao mundo, levando um espetáculo artístico. | Casa de Cultura Raul Seixas. Zona Leste. Dia 6, 16h. Grátis

SEM DRAMA (HISTÓRIAS DE SOBREVIDA) Núcleo Sem Drama. Texto e interpretação: Ana Souto. Dir.: Roberto Lage. 80 min. +12 anos.

Mulher enfrenta uma doença grave que coloca

em crise sua identidade e relações sociais, obrigando-a escolher entre desistir ou buscar uma saída. | Biblioteca Pública Cora Coralina. Zona Leste. Dia 8, 11h | Casa de Cultura Paço Julio Guerra. Zona Sul. Dia 20, 15h | Grátis | Casa de Cultura de São Miguel Paulista. Zona Leste. Dia 21, 15h | Biblioteca Pública Mário Schenberg. Zona Oeste. Dia 28, 19h | Biblioteca Pública Afonso Schmidt. Zona Norte. Dia 31, 14h | Grátis

SHOW DA PERSA (circo) Circo do Asfalto. Dir.: grupo. Dir. de números: Victor Tomate Avallos. Com Douglas Marinho e Fran Marinho. 45 min. Livre.

Com seu número principal da percha (aquele em que uma pessoa equilibra um mastro e uma segunda sobe neste para executar acrobacias no alto), o espetáculo lúdico tem como protagonistas a palhaça Francisquinha e o malabarista Diou. Cada número apresentado tem um desfecho inesperado. | Casa de Cultura do M’Boi Mirim. Zona Sul. Dia 14, 15h | Casa de Cultura Chico Science. Zona Sul. Dia 21, 16h | Biblioteca Pública Affonso Taunay. Zona Leste. Dia 25, 15h | Grátis

O TAXIDERMISTA Cia. dos Imaginários. Dramaturgia e dir.: René Piazentin. Com Aline Baba, Renata Weinberger, Rodrigo Sanches e outros. 60 min. +12 anos.

Em um mundo devastado pela guerra, um médico veterinário busca eternizar o belo, taxidermizando animais que morreram no zoológico em meio a uma zona de conflito. | Teatro Municipal Leopoldo Fróes. Zona Sul. Dia 1º, 19h. Grátis emcartaz | MAIO DE 2016

17


Ricardo Riberto

teatro e circo Cia. Rodamoinho encena "Um Fusca em cons(c)erto" na Casa de Cultura Cora Coralina

UM FUSCA EM CONS(C)ERTO Cia. Rodamoinho. Dramaturgia: Fabiano Assis e Renata Flaiban. Dir.: Fabiano Assis. Com Fabiano Assis, Renata Flaiban e Paulo Dantas. 50 min. Livre.

Em um Fusca, três artistas de uma companhia teatral ensaiam e enfrentam problemas para realizar a grande viagem de suas vidas. A trilha sonora é executada pelos atores com uso de instrumentos tradicionais, como sanfona, saxofone, percussão e outros inusitados. | Casa de Cultura Cora Coralina. Zona Sul. Dia 1º, 17h. Grátis

UMA IRREMEDIÁVEL ESCOLHA Grupo Desembargadores do Furgão. Dramaturgia: Tiche Vianna e grupo. Dir.: Tiche Vianna. Com Amanda Schmitz, Ana Pessoa, Marcelo Moraes e Mariana Rhormens. 60 min. Livre.

Companhia circense mambembe é convidada a se apresentar para o imperador. Como o ancião da trupe está com problemas de saúde, o grupo fica em dúvida se ampara o companheiro ou realiza a performance. | Biblioteca Pública Padre José de Anchieta. Zona Norte. Dia 5, 14h | Centro Cultural Palhaço Carequinha. Zona Sul. Dia 7, 19h | Casa de Cultura do Butantã. Zona Oeste. Dia 14, 20h30 | Grátis

URINAL, O MUSICAL Núcleo Experimental. Dir.: Zé Henrique de Paula. Texto: Greg Kotis e Mark Hollmann. Versão em português: Fernan18

MAIO DE 2016 | emcartaz

da Maia e Zé Henrique de Paula. Coreografia: Gabriel Malo e Inês Aranha. Dir. musical e regência: Fernanda Maia. Com Bruna Guerin, Caio Salay, Zé Henrique de Paula e outros. 120 min. +10 anos.

Veja destaque na página ao lado. | Teatro Municipal João Caetano. Zona Sul. Dias 6 e 7, 21h. Dia 8, 19h | Teatro Municipal da Mooca Arthur Azevedo. Zona Leste. Dias 13 e 14, 21h. Dia 15, 19h | Teatro Municipal de Santo Amaro Paulo Eiró. Zona Sul. Dias 20 e 21, 21h. Dia 22, 19h | Grátis

VAGAMUDO (circo) Concepção, dir. e interpretação: Edson Lima. 40 min. Livre.

Número circense de intervenção urbana que mistura dança, teatro e acrobacia na bola suíça, inspirado no cinema mudo de Charles Chaplin. | Biblioteca Pública Álvaro Guerra. Zona Oeste. Dia 4, 14h30. Grátis

VERO CUBO 0.1 (circo) Concepção e interpretação: Gui Bressane. Dir.: Elena Cerântola (Circo Vox). 30 min. Livre.

Projeto criado a partir de uma pesquisa da relação entre formas geométricas e o malabarismo de rebote. O malabarista Bressane desenvolveu um aparelho de alumínio e madeira, inspirado em um origami de seis pirâmides que formam um cubo, fonte criativa para o espetáculo. | Biblioteca Pública Álvaro Guerra. Zona Oeste. Dia 4, 14h. Grátis


DIVERSOS LOCAIS | GRÁTIS Apresentações em Ruas Abertas localizadas nos bairros.

KIARA TERRA

URINAL, O MUSICAL SATIRIZA A FALTA DE ÁGUA

S

| Avenida Sumaré, Sumaré. Zona Oeste. Dia 15, 14h | Palco Baixo Glicério. Rua dos Estudantes, entre n°s 200 e 574. Centro. Dia 21, 15h

ucesso em 2015, a versão brasileira de “Urinal, o musical”, espetáculo que estreou em 2011 nos palcos da Broadway, chega aos Teatros João Caetano, Arthur Azevedo e Paulo Eiró, entre os dias 6 e 22 de maio, integrando a programação do Circuito Municipal de Cultura. Indicada a diversos prêmios, entre eles o Shell, o APCA e o Bibi Ferreira de Teatro Musical, a montagem retrata os efeitos de uma terrível falta de água em uma cidade fictícia, provocada por 20 anos de seca. Nesse ambiente hostil, os banheiros particulares deixam de existir, o que obriga a população a usar o serviço público, controlado pela exploradora Companhia da Boa Urina. Segundo o diretor Zé Henrique de Paula, a escolha do texto aconteceu, principalmente, pela atualidade do tema. “A peça é mais do que um mero entretenimento, ela atualiza um debate sobre sustentabilidade e utilização dos recursos naturais nos dias de hoje, em uma grande metrópole”, afirma. Por meio do humor e da música, essas questões são retratas para ilustrar um futuro doentio. O espetáculo foi selecionado pelo Prêmio Zé Renato de teatro, da Secretaria Municipal de Cultura.

TRUPE PÉ DE HISTÓRIAS

| Letícia Andrade

A contadora criou o método de narração A História Aberta, que convida o público a participar da atividade. | Avenida Luiz Gushiken, M’Boi Mirim. Zona Sul. Dia 15, 10h

IRMÃOS BECKER Em “Circo malabarístico”, os Becker apresentam números circenses que utilizam as tradicionais bolas e claves, além de tochas, facas e cones de rua. | Avenida Luiz Dumont Villares, Santana/Tucuruvi. Zona Norte. Dia 15, 14h

CIA. BUBIO, FICÔ LÔ Em “A lona caiu”, o palhaço Tuingo (Nico Serrano), o músico Tião (William Filho) e o dono de um circo falido, Afrânio (Deni Montserrat), perdem tudo e descobrem uma lona e uma cadeira, que logo são apossados por Afrânio.

O grupo de teatro e música brinca com a plateia por meio de atividades circenses, bonecos e sombras.

| Teatros Municipais João Caetano. Zona Sul. Dias 6 e 7, 21h. Dia 8, 19h; da Mooca Arthur Azevedo. Zona Leste. Dias 13 e 14, 21h. Dia 15, 19h; de Santo Amaro Paulo Eiró. Zona Sul. Dias 20 e 21, 21h. Dia 22, 19h. Grátis (retirar ingresso a partir de uma hora antes)

Ronaldo Gutierrez

| Rua Prof. Onésimo Silveira, Pirituba. Zona Norte. Dia 15, 14h

teatro e circo

PALCOS EM RUAS ABERTAS

Sucesso de público e crítica em 2015, “Urinal, o musical” ganhou diversos prêmios, entre eles o APCA de Melhor Direção (Zé Henrique de Paula) emcartaz | MAIO DE 2016

19


música FABIANA COZZA E PEPE CISNEROS INTERPRETAM BOLA DE NIEVE

I

Kriz Knack

gnacio Jacinto Villa y Férnandez, o Bola de Nieve –como ficou conhecido–, foi um cantor e pianista cubano que, na década de 1930, cruzou as fronteiras de seu país e apresentou seu talento ao mundo, tornando-se um dos músicos mais aclamados da época. México, Argentina, União Soviética e outros locais das Américas e da Europa serviram de palco para um artista universal que atuava enquanto cantava: uma figura extremamente teatral.

Para homenageá-lo, a cantora paulistana Fabiana Cozza se junta ao pianista, arranjador e produtor musical cubano Pepe Cisneros –que reside no Brasil desde a década de 1990– no show “Canto teatral para Bola de Nieve”, que acontece todas as terças-feiras de maio, às 20h, na Sala Olido. Com roteiro do ator e diretor Elias Andreato, o espetáculo busca criar um ambiente teatral típico do cantor. “Bola de Nieve tinha uma teatralidade natural ao interpretar canções, sua música era dramática. Em cena, dou voz a este alterego dele”, comenta Fabiana. No repertório, estão canções de autoria do próprio homenageado, como “No me compreendes” e “Canción de la barca”, e de outros compositores, como Maria Greever, em “Devuelveme mis besos”. “Apesar da proximidade harmônica e do caráter recitativo de algumas músicas, cada uma ganha cores diferentes no roteiro de Elias Andreato, o que me permite alterar o humor e a atmosfera, do mais profundo sentimento de dor e raiva ao amor incondicional e suave dos apaixonados”, conta Fabiana. Para ela, a essência cubana na música do pianista é sua própria alma, já que, considerado uma lenda em seu país, era um cantor que falava de amor sem restrição. “Bola de Nieve foi um artista absolutamente genial e corajoso. Para viver de sua arte, enfrentou o racismo, a homofobia, a estética ditatorial da época e se impôs por sua forma absolutamente particular e passional de interpretar o piano e o canto. Bola é um sobrevivente”, conclui. | Luísa Bittencourt

Fabiana Cozza está em “Canto teatral para Bola de Nieve”, show com roteiro de Elias Andreato 20

MAIO DE 2016 | emcartaz

| Centro Cultural Galeria Olido – Sala Olido. Centro. De 3 a 31. 3ª, 20h. Grátis (retirar senha a partir das 14h)


RETIRADA DE INGRESSO Para assistir às apresentações gratuitas na Sala Olido, deve-se retirar senha a partir das 14h; nos Centros Culturais da Juventude e São Paulo (CCSP), a partir de duas horas antes; nos teatros municipais, a partir de uma hora antes. Em bibliotecas públicas e casas de cultura, não é necessário retirar ingresso. Para espetáculos pagos no CCSP, os ingressos podem ser adquiridos na bilheteria ou pelo site www. ingressorapido.com.br, nesse último caso, a partir de 30 dias antes do evento.

AGÔ INGOMA Show: “Omô Ilú Odara” (filhos do bom tambor).

O grupo percussivo interpreta composições próprias que mostram a diversidade da música africana presente no Brasil e nas Américas Latina e Central.

ASSOCIAÇÃO LIVRE INVISÍVEL Com Didi Monteiro, Rafael Vita, Jairo Belinello, Tatá Brasilina, Rafael Cardoso, Pedro Rocha e Júlio Oliveira.

O grupo desenvolve composições autorais sob influência de diferentes gêneros, como rock e soul, além de ritmos pesquisados na cultura popular brasileira. | Biblioteca Pública Prefeito Prestes Maia. Zona Sul. Dia 20, 14h. Grátis

O BARDO E O BANJO Com Wagner Creoruska Jr., Marcus Vinicius Zambello e Mauricio Pilcsuk Filho.

O Bardo e o Banjo é um projeto de inserção na cultura tradicional rural dos Estados Unidos, apresentando músicas e danças típicas (folk e bluegrass) que variam entre composições próprias e músicas tradicionais.

| Biblioteca Pública Padre José de Anchieta. Zona Norte. Dia 20, 19h | Biblioteca Pública Malba Tahan. Zona Sul. Dia 26, 14h30 | Grátis

| Biblioteca Pública Milton Santos. Zona Leste. Dia 7, 13h | Biblioteca Pública Roberto Santos. Zona Sul. Dia 8, 14h | Grátis

AMANDA NEGRASIM

BEE SCOTT

Show: “Um pedaço da África”. Acompanhamento musical: DJ Luiz Robato e Lena Silva.

A cantora e MC mostra em suas apresentações de hip-hop canções autorais que tratam da diáspora africana sob a ótica da mulher negra da periferia da cidade de São Paulo, aliadas ao rap, à Literatura Preta Periférica e às culturas africanas. | Biblioteca Pública Brito Broca. Zona Norte. Dia 11, 15h | Biblioteca Pública Vicente Paulo Guimarães. Zona Leste. Dia 20, 10h | Grátis

ANDREIA DIAS Show: “Magrela sonora”.

A cantora Andreia Dias usa uma bicicleta florida, que circula pela cidade, para, ao som de cuíca, pandeiro, tambor, entre outros instrumentos de percussão, fazer esta apresentação que reúne músicas de seus 13 anos de carreira. | Avenida Paulista, altura do nº 1.682 (ao lado do Fórum de Justiça e em frente do estacionamento). Centro. Dia 8, 16h. Grátis

ARETHA MARCOS Show: “Bossa em voz nova”. Acompanhamento musical: Jorge Ervolini.

Neste show, a cantora, filha de Antonio Marcos e Vanusa, apresenta repertório de grandes divas suas, como Elis Regina, Clara Nunes, Rita Lee, Maria Bethânia, Dolores Duran, Edith Piaf e da própria mãe. | Teatro Municipal Cacilda Becker. Zona Oeste. Dia 22, 19h. Grátis

Show: “Lady do Blues”. Acompanhamento musical: Daniel Latorre e Wagner Vasconcelos.

Com este novo show, Bee Scott volta a São Paulo para mostrar composições próprias e clássicos do blues, rock, folk e soul music. O diferencial da apresentação fica por conta do baixo, feito pelos pés do organista Daniel Latorre. No repertório, estão “Purple rain”, de Prince, “Come together”, dos Beatles, “Welcome to the jungle”, de Guns n' Roses, entre outras. | Teatro Municipal Cacilda Becker. Zona Oeste. Dia 21, 21h | Biblioteca Pública Alceu Amoroso Lima. Zona Oeste. Dia 25, 19h | Grátis

BETO LEE E PEDRO BABY Acompanhamento musical: Edu Salvitti e Brenno Di Napoli.

Filhos de artistas famosos –de Rita Lee com Roberto de Carvalho e de Baby do Brasil com Pepeu Gomes, respectivamente–, ambos os artistas possuem em comum o fato de terem crescido em um ambiente musical e de pertencer a uma nova geração de guitarristas. No show, homenageiam suas referências musicais: Novos Baianos, Rita Lee, Os Mutantes, Tim Maia, entre outras. | Teatro Municipal Décio de Almeida Prado. Zona Oeste. Dia 22, 19h. Grátis emcartaz | MAIO DE 2016

21


BONJOUR PARÁ Banda criada para a celebração da “fuleiragem”, isto é, requebro das cinturas presente nos bailes bregas paraense desde 1970. | Casa de Cultura Manoel Cardoso de Almeida. Zona Sul. Dia 13, 19h. Grátis

CALANGO BRABO Com Daniel Ruberti, Morais Felix, André Gonçalves e Caio Caê.

Mesclando música regional brasileira com rock’n’roll, a banda interpreta “Frevo mulher”, de Zé Ramalho, “Anunciação”, de Alceu Valença, “Lamento sertanejo”, de Dominguinhos, “Eu e você”, de autoria própria, entre outras canções. | Casa de Cultura da Brasilândia. Zona Norte. Dia 7, 20h | Casa de Cultura Chico Science. Zona Sul. Dia 14, 16h | Grátis

CALÊ NARMAN Acompanhamento musical: Rodrigo Abelha e Sandro Premmero.

Calê é músico, compositor e utiliza diversos instrumentos étnicos em suas apresentações, entre eles, derbak, sitar, kalimba, além de violão e viola caipira, para explorar a música oriental e os gêneros brasileiros.

Pedro Bessa

| Casa de Cultura de São Miguel Paulista. Zona Leste. Dia 14, 18h. Grátis

CAJU E CASTANHA

A dupla está na estrada há 40 anos, levando aos palcos a autêntica cultura popular nordestina. No repertório do show, cantam “História e glória”, “Palmeiras contra Corinthians”, “O fim do mundo”, entre outras canções de sua autoria. | Centro Cultural São Paulo – Sala Adoniran Barbosa. Centro. Dia 20, 19h | Centro Cultural Palhaço Carequinha. Zona Sul. Dia 27, 19h | Grátis

CAMARADA HERNESTO Espetáculo: “Soy loco por ti América”. Com Marito Melendez, Rodrigo “PP” Cruz, Henrique Bochud, Marcos Arósio, Hélio Galdanz, Luiz Gustavo “Lugu”, Gabriel “Bell” Araújo e Danilo “Catatau”.

Surgida em 2003, a banda tem como base a música folclórica latino-americana junto com a vertente afro-brasileira. Atualmente, divulga seu trabalho, “Cumbiarda latinêra”. | Casa de Cultura do Tremembé. Zona Norte. Dia 14, 17h | Casa de Cultura do Butantã. Zona Oeste. Dia 20, 20h30 | Casa de Cultura do Campo Limpo. Zona Sul. Dia 21, 19h | Grátis

CANTO LIVRO Com Joana Garfunkel, Jean Garfunkel e Pratinha Saraiva.

Idealizado pelos compositores Joana e Jean Garfunkel, este projeto de sensibilização à leitura une música e literatura em shows temáticos com foco em autores de língua portuguesa. As apresentações mesclam narração de textos e canções. Neste mês, o tema é “Sertão na canção - Guimarães Rosa”, que traz músicas inspiradas na obra “Grande Sertão: Veredas”, entre elas, “Avenida São João” e “Contumaz”, de Jean e Joana Garfunkel. | Centro Cultural São Paulo – Espaço Mário Chamie (Praça das Bibliotecas). Centro. Dia 20, 20h. Grátis

CÍCERO Acompanhamento musical: Uirá Rego, Caire Rego, Gabriel Ventura e Bruno Schulzz.

Cícero lança seu terceiro disco, “A praia”, e já percorreu com este show o Brasil e o exterior. | Teatro Municipal Décio de Almeida Prado. Zona Oeste. Dia 6, 21h | Teatro Municipal Zanoni Ferrite. Zona Leste. Dia 7, 20h | Centro Cultural Galeria Olido – Sala Olido. Centro. Dia 8, 18h | Grátis

CIDA MOREIRA Show: “Soledade”. Acompanhamento musical: Omar Campos, Izaías Amorim, Yuri Salvagnini e Adriano Busko.

Cláudio Nucci comemora 35 anos de carreira no show "A hora e a vez" 22

MAIO DE 2016 | emcartaz

No show, Cida Moreira canta faixas do CD “Soledade” e três canções que estão dentro da linha conceitual desse disco sobre o Brasil. O álbum acaba de ganha o Prêmio Governador do Estado. | Centro Cultural Galeria Olido – Sala Olido. Centro. Dia 7, 18h. Grátis


CLÁUDIO NUCCI Show: “A hora e a vez”. Acompanhamento musical: Ramon Montagner e Marcelo Castilho.

Comemorando 35 anos de carreira, Cláudio Nucci apresenta este show que busca uma sonoridade mais próxima do folk e pop, em arranjos inéditos para canções como “Toada”, “Sapato velho”, a música tema “A hora e a vez”, além de “Bicicleta”, de Zé Renato, sucesso que existia somente na versão instrumental do grupo Boca Livre e que Nucci acaba de pôr letra. | Teatro Municipal Martins Penna. Zona Leste. Dia 27, 20h | Teatro Municipal Décio de Almeida Prado. Zona Oeste. Dia 28, 21h | Grátis

COLETIVO FLOR DA AROEIRA Espetáculo: “Tambor de crioula Flor de Aroeira”. Criação: Stefania Faro, Pedro Alfazema e Valdenir Alves (Nenê). Com Stefania Faro, Nati Freitas, Pedro Alfazema e outros.

Esta roda é um convite aberto ao público, um espaço aberto para o compartilhamento da música e da dança, ao ritmo da batida do tambor, do canto coletivo e da dança feminina. | Casa de Cultura Cidade Tiradentes. Zona Leste. Dia 6, 10h | Casa de Cultura Cora Coralina. Zona Sul. Dia 15, 17h | Grátis

CORAL FUNDAP Espetáculo: “Ópera do malandro”. Regência: César Cerasomma. Com Eloisa Pires, Julia Drezza, Helcio Luz, Heloisa Collins e Paula Regina Di Francesco Picciafuoco. Acompanhamento musical: Gustavo Sarzi e Angelo Kanaan. 60 min. Livre.

Enquanto um ator/narrador conta a história da “Ópera do malandro”, de Chico Buarque, o coral ilustra as passagens com as famosas canções do musical, entre elas, “Terezinha”, “Folhetim” e “Geni e o zepelim”. | Teatro Municipal de São Amaro Paulo Eiró. Zona Sul. Dia 7, 21h. Grátis

CUBA CUARTETO Com Fernando Ferrer, Pepe Cisneros, Eduardo Espasande e Aniel Someillan.

Nascidos em Cuba, o músicos apresentam sucessos da ilha. | Teatro Municipal Flávio Império. Zona Leste. Dia 8, 18h. Grátis

DAN NAKAGAWA Show: "Canções do céu ao inferno". Acompanhamento musical: Michel Membrive.

Show performático de canções compostas por

Dan Nakagawa para a peça “Não ia ser bonito - do céu ao inferno”, da Cia. Atropical, na qual assina também a dramaturgia e a direção. No repertório, estão “O coraçãozinho de Beatriz”, “O fracasso do poeta”, “Do paraíso ao inferno”, entre outras canções. | Teatro Municipal Martins Penna. Zona Leste. Dia 6, 20h. Grátis

DANIEL BELLEZA Acompanhamento musical: Rafael Castro, Felipe Faraco, Astronauta Pinguim e Bruno Cupim.

Neste show, Daniel Belleza apresenta o repertório de seu primeiro álbum solo, “Canções para crianças de todas as idades”, lançado em dezembro de 2013, e que conta com as canções “Rooftop rat” (punk rock), “O zepelim” (sertanejo), entre outras. Figurinos e performances conferem um diferencial a esta apresentação. | Teatro Municipal Alfredo Mesquita. Zona Norte. Dia 1º, 19h. Grátis

DEDO DE MOÇA O conjunto feminino surgiu do encontro de musicistas com diferentes experiências: a cavaquinista Ana Claudia (Grupo Choronas), a flautista e violoncelista Ana Eliza Colomar (Mawaca), a violinista Cintia Zanco (Jazz Sinfônica) e a violonista Rosana Bergamasco (Trio que Chora). No show, música popular, étnica e erudita. | Casa de Cultura Salvador Ligabue. Zona Oeste. Dia 15, 18h. Grátis

DE MENOS CRIME Com os MCs Mikimba, Lerap, Mago Abelha, Bocão DRR e DJ Beto.

O repertório do show do famoso grupo de rap traz as canções “A todos da várzea”, “Fogo na bomba”, “Só quem é loco” e outras. | Casa de Cultura de São Mateus. Zona Leste. Dia 20, 19h. Grátis

E A TERRA NUNCA ME PARECEU TÃO DISTANTE Com Lucas Theodoro, Luden Viana, Luccas Villela e Rafael Jonke.

Após o lançamento de dois EPs que já se consolidaram na nova música instrumental brasileira, em 2016, a banda se prepara para o lançamento de um vinil 7 polegadas com as novas composições “Medo de morrer” e “Medo de tentar”, que exploram outros caminhos estéticos e sonoros. | Casa de Cultura da Brasilândia. Zona Norte. Dia 25, 14h. Grátis emcartaz | MAIO DE 2016

23


EDDIE

ELIANE GUIMARÃES

Com Fábio Trummer, André Barreto Urêa, Andret Oliveira, Kiko Meira e Rob Meira.

Show: “Ela solo amore”. Acompanhamento musical: Estevan Sinkovitz, Caio Lopes, Ricardo Prado e Luque Barros.

Com mais de 25 anos de estrada, a banda de Olinda (PE) faz um show especial com punk rock, surf music, reggae, frevo e samba.

Show performático e musical de Elaine Guimarães, que traz a temática do amor como foco principal, explorando também o universo feminino, com canções que falam da libertação da mulher. O repertório é formado por músicas autorais e por canções de artistas que são referência para a intérprete, como Roberto Carlos e Perla, em gêneros como bolero, balada romântica, carimbó e lambada.

| Centro Cultural São Paulo – Sala Adoniran Barbosa. Centro. Dia 6, 19h | Teatro Municipal Décio de Almeida Prado. Zona Oeste. Dia 7, 21h | Grátis

ELIANA PITTMAN Acompanhamento musical: Eduardo Viana dos Santos.

| Teatro Municipal Leopoldo Fróes. Zona Sul. Dia 14, 20h. Grátis

Com carreira de sucesso iniciada nos anos 60, Eliana Pittman canta neste show músicas de seu repertório, que reúne MPB, samba, marchinhas de carnaval, além de canções internacionais.

ELOY POLÊMICO Acompanhamento musical: DJ Tio Rico e Joe Sujera.

Em uma apresentação performática e extrovertida, o rapper mostra sua visão polêmica sobre a vida.

| Teatro Municipal Décio de Almeida Prado. Zona Oeste. Dia 27, 21h | Teatro Municipal Arthur Azevedo. Zona Leste. Dia 28, 21h | Centro Cultural Galeria Olido – Sala Olido. Centro. Dia 29, 18h | Grátis

| Centro de Formação Cultural de Cidade Tiradentes. Zona Lestel. Cida 28, 20h. Grátis

FABIANA COZZA E PEPE CISNEROS Show: “Canto teatral para Bola de Nieve”. Vinicius Campos

Veja destaque na página 20. | Centro Cultural Galeria Olido – Sala Olido. Centro. De 3 a 31. 3ª, 20h. Grátis

FÁBRICA DE ANIMAIS Com Fernanda D´Umbra, Sérgio Arara, Flávio Vajman, Cristiano Miranda e Caio Góes.

O show marca o lançamento do segundo disco da banda pelo selo Baratos Afins, além de trazer canções inéditas. | Centro Cultural Galeria Olido – Sala Olido. Centro. Dia 1º, 18h. Grátis

FATEL BARBOSA Show: “Baião para todos”. Acompanhamento musical: Claudiney Fialho, Tarciso Cardoso da Silva, Douglas dos Santos, Francisco de Assis Souza e Robson Santos.

O mineiro Fatel Barbosa canta clássicos do forró e músicas de sua autoria. Seu mais recente CD, “Mais que nunca”, traz obras compostas por ele e por Dominguinhos, Anastácia, entre outros. | Centro Cultural Tendal da Lapa. Zona Oeste. Dia 21, 19h. Grátis

FUNK COMO LE GUSTA Depois de quatro anos sem gravar, a banda apresenta seu novo trabalho, “A nave mãe segue viagem”. Convidada pelo Circuito Municipal de Cultura, Eliana Pittman canta em três salas 24

MAIO DE 2016 | emcartaz

| Teatro Municipal Flávio Império. Zona Leste. Dia 7, 20h. Grátis


GRAND BAZZAR

JAIR NAVES

Instigado pela música de diversas regiões do Leste europeu e Bálcãs, o grupo faz um passeio dançante por gêneros como klezmer, tarantella, fanfarra, jazz manouche e música cigana, mesclando música árabe, judaica, folclore e jazz rock.

O cantor de indie rock, conhecido por sua carreira na banda Ludovic, apresenta o elogiado CD de 2015, “Trovões a me atingir”.

| Biblioteca Pública Alceu Amoroso Lima. Zona Oeste. Dia 21, 19h. Grátis

GRUPO DE COCO SEMENTE CRIOULA Com Amanda Miranda, Camila Freitas, Maria Isabel, Patrícia Alves e Tatiane Rodrigues.

O grupo feminino procura valorizar a cultura popular por meio de pesquisas e vivências da música, cantoria, dança e poesia do coco. No show, interpreta canções de domínio público e outras de autoria própria, como “Semente crioula”, com letra de Patrícia Alves, e “Semeando”, música de Tatiane Rodrigues e letra de Maria Isabel. | Casa de Cultura Raul Seixas. Zona Leste. Dia 15, 16h. Grátis

GRUPO ECCO

| Centro Cultural Tendal da Lapa. Zona Oeste. Dia 20, 19h. Grátis

JAZZ EM SI Com Rafael Rochinha Rodrigues, Marcia Malaquias, Jonatas Alves, Eriko Mestrinari e Edevan Lima Mota.

Apresentação, no horário de almoço, de jazz e MPB com músicas românticas dos anos 1940 a 60. | Biblioteca Pública Gilberto Freyre. Zona Leste. Dia 21, 13h. Grátis

JÉ VERSÁTIL Show: “No meio do povo”.

O rapper mescla músicas de seu EP “No meio do povo” com performance de beatbox, poesia e faixas do álbum solo “Até aqui nos ajudou o Senhor”. | Centro Cultural Palhaço Carequinha. Zona Sul. Dia 13, 20h. Grátis

Show: “Na volta que o mundo dá“. Com Eloiza Paixão, Estela Paixão, Cristiano Santos, Rafael Horta e Thiago David Vieira.

KAOLL

No roteiro do espetáculo “Na volta que o mundo dá”, título da canção de Vicente Barreto e Paulo César Pinheiro, estão músicas como “Lamento sertanejo”, de Gilberto Gil e Dominguinhos, “Sobradinho”, de Sá e Guarabyra, e “Eu e água”, de Caetano Veloso. No palco, os cantores mesclam músicas à capela com outras acompanhadas ao violão.

A banda interpreta músicas do Pink Floyd em ordem cronológica, com arranjos inovadores e projeções de vídeos.

| Teatro Municipal João Caetano. Zona Sul. Dia 15, 19h. Grátis

GUILHERME KASTRUP Show: “Kastrupismo”. Acompanhamento musical: Ricardo Prado, Estevan Sinkovitz e Marcelo Monteiro.

No show, o baterista e percussionista apresentam seu trabalho instrumental autoral, que vai do pop ao experimental. | Teatro Municipal Cacilda Becker. Zona Oeste. Dia 20, 21h. Grátis

JACKSON RICARTE & TRIO Trio: Andre Rass, Haran Magalhães e Raphael Cortezi.

Com viola de 10 cordas, Jackson Ricarte apresenta repertório autoral e de compositores consagrados da música regional brasileira. | Casa de Cultura Salvador Ligabue. Zona Norte. Dia 28, 18h. Grátis

Com Bruno Moscatiello, Yuri Garfunkel, Gabriel Costa e Rodrigo Reatto.

| Centro de Formação Cultural de Cidade Tiradentes. Zona Leste. Dia 29, 19h. Grátis

KARINA BUhr Show: “Selvática”. Acompanhamento musical: Mau, Catatau, André Lima, Guizado e Bruno Buarque.

No show, a cantora e compositora interpreta músicas presentes no álbum homônimo, entre elas “Dragão”, “PicNic” e “Cerca de prédio”. | Teatro Municipal João Caetano. Zona Sul. Dia 13, 21h. Grátis

LEO CAVALCANTI Show: “Concerto voz & violão”.

O cantor e violonista dá continuidade à turnê que já passou pela Argentina, Portugal, Alemanha e em outras cidades brasileiras. No repertório do show, estão canções dos discos "Religar" (2010) e "Despertador" (2014), além de inéditas. | Teatro Municipal Décio de Almeida Prado. Zona Oeste. Dia 29, 19h. Grátis

emcartaz | MAIO DE 2016

25


Paulo Mancini

Com voz e violão, Marina Lima faz show de seu novo CD, "No osso"

LICA CECATO

LUIZ AYRÃO

Acompanhamento musical: Ale Cecato e Paola Felix.

Acompanhamento musical: Nego SP, João Bemol, Marcio Teixeira e Claudinho Monteiro.

Com voz de contralto, a cantora e compositora interpreta músicas autorais, entre elas “Copacabana” e “Maresias”, além de outras, como “Ando meio desligado”, de Rita Lee, e “Before accuse me”, de Eric Clapton. | Teatro Municipal Décio de Almeida Prado. Zona Oeste. Dia 1º, 19h. Grátis

LOUCOS D’LA MENTE Lançamento do CD “Loucos d’la mente”, do grupo Original Hip Hop Rap Acústico MPBlack, e homenagem ao rapper Sabotagem, ex-morador da comunidade da zona sul. | Casa de Cultura Chico Science. Zona Sul. Dia 7, 14h. Grátis

LUCAS SANTANNA Acompanhamento musical: Caetano Malta e Bruno Buarque.

Neste show, o cantor baiano apresenta músicas de seu sexto álbum de estúdio, “Sobre noites e dias”, entre elas “Onde está o tempo humano?” e “Human time”. | Teatro Municipal Flávio Império. Zona Leste. Dia 6, 20h | Centro Cultural Tendal da Lapa. Zona Oeste. Dia 7, 21h | Grátis

LUCIANA OLIVEIRA Dir. musical: Marcos Paiva.

Show que mistura reggae, samba e inspiração da África em composições que empoderam a mulher, o direito à vida e a reverência à natureza. Repertórios dos discos "Pura" e "Verde do mar" se intercalam com releituras de outras músicas com novos arranjos. | Centro Cultural do Jabaquara. Zona Sul. Dia 21, 20h. Grátis 26

MAIO DE 2016 | emcartaz

Acompanhado de sua banda, Luiz Ayrão apresenta composições inéditas de seu mais novo trabalho, o álbum “Mistura brasileira”, com lançamento em 2016. | Teatro Municipal Alfredo Mesquita. Zona Norte. Dia 21, 21h. Grátis

LUQUE BARROS Show: “Muito pouco menos mais”. Acompanhamento musical: Estevan Sinkovitz, Caio Lopes, Ricardo Prado, Allan Abbadia, Simone Julian e Amilcar Rodrigues.

No show, Luque Barros apresenta canções autorais de seu primeiro disco homônimo, além de interpretar compositores que são suas referências, como Vitor Ramil e Roberto Carlos. | Teatro Municipal Décio de Almeida Prado. Zona Oeste. Dia 8, 19h. Grátis

MARIA ALCINA Roteiro e dir.: Thiago Marques Luiz. Acompanhamento musical: André Bedurê, Gustavo Souza, Ricardo Prado e Michelle Abu. Participação especial: Karina Buhr.

Maria Alcina lança o DVD “De normal bastam os outros", que conta com músicas inéditas feitas especialmente para seus 40 anos de carreira por Zeca Baleiro, Arnaldo Antunes, Péricles Cavalcanti e Karina Buhr, que faz uma participação especial neste show. | Centro Cultural São Paulo – Sala Adoniran Barbosa. Centro. Dia 1º, 18h. R$ 20


MARINA LIMA Show: “No osso”. Participação especial: Edu Martins.

Pela primeira vez em três décadas de carreira artística, Marina Lima faz show acústico com voz e violão no qual relembra sucessos seus, como “À francesa” e “Fullgás”, além de “I can’t help falling in love”, interpretada junto com Edu Martins, e outras. Essa canção é uma das que ganharam faixa-bônus do novo disco de Marina, “No osso”, lançado em dezembro de 2015. | Teatro Municipal de Santo Amaro Paulo Eiró. Dia 6, 21h. Grátis

MUDWOLF GROOVE Show: “Original Pub Rock”. Com Alberto Woodward, Marco Santos, Rogério Fagnoni, Clovis Ávila e Ulisses Freitas.

O show proporciona uma viajem ao mundo do blues, rhythm and blues e rock por meio de seus principais representantes na história da música. | Biblioteca Pública Raimundo de Menezes. Zona Leste. Dia 14, 13h | Biblioteca Pública Álvares de Azevedo. Zona Norte. Dia 19, 14h30 | Grátis

NAZIREU RUPESTRE Com Daniel Brito, André Luiz da Silva, Erick Adans de Brito e André Vinícius Magosso.

O grupo toca reggae com fortes batidas de tambores Nyahbingh, além de algumas influências do dub. Atualmente, faz a turnê de seu último álbum, “Os tempos são cruéis”, com 12 canções autorais. | Casa de Cultura Raul Seixas. Zona Leste. Dia 1º, 17h | Casa de Cultura Cidade Tiradentes. Zona Leste. Dia 13, 20h | Casa de Cultura do M’Boi Mirim. Zona Sul. Dia 21, 15h | Grátis

RITA BENNEDITTO FAZ SHOW DO DISCO ENCANTO

E

la se considera uma “ecumênica universalista”. Experimentando do rock ao reg­g ae e fazendo referências à umbanda, às tradições indígenas e até mesmo à religião rastafári, Rita Benneditto apresenta o show de seu último disco, “Encanto”, dia 28, na Sala Olido, e dia 29, no Teatro Municipal Arthur Azevedo. “Tenho por natureza a tendência de conhecer um pouco de cada religião para ter clareza e entendimento sobre elas sem fazer julgamentos precipitados e preconceituosos”, comenta a cantora maranhense. Depois do sucesso de “Tecnomacumba”, disco de 2003, Rita lançou “Encanto”, no ano seguinte, álbum em que explora o universo dos orixás por meio de releituras de sucessos de compositores como Djavan e Jorge Ben Jor. “Se nós entendermos uma oferenda como algo que encanta, traz alegria, força e fé, o disco ‘Encanto’ é uma grande oferenda, que visa conciliar, por meio da música, parte significativa do povo brasileiro com a herança cultural africana que está na base de nossa identidade. E, assim, enfrentar –em canto e com o encanto da música– a ignorância, o racismo e a intolerância que ainda vitimam milhões de cidadãos neste país”, afirma. Atualmente, a cantora trabalha no projeto “Zabumba beat”, que tem como objetivo reunir ritmos, timbres e tons do cancioneiro popular e junino brasileiro, utilizando recursos eletrônicos. “A música é o principal sentido –a língua comum– de toda essa interação. A música é encanto, em todos os sentidos dessa palavra”, conclui. | Luísa Bittencourt

Disco “Encanto”, de Rita Benneditto, mergulha no universo dos orixás em canções da MPB

| Centro Cultural Galeria Olido – Sala Olido. Centro. Dia 28, 18h; Teatro Municipal da Mooca Arthur Azevedo. Zona Leste. Dia 29, 19h. Grátis (na Olido, retirar senha a partir das 14h; no Arthur Azevedo, ingresso uma hora antes) emcartaz | MAIO DE 2016

27


Aos 76 anos, Osvaldinho da Cuíca é um dos mais importantes representantes vivos do samba paulista. Atualmente, divulga seu CD “O velho batuqueiro”, com canções de autoria de Itamar Assumpção, João Bosco, Geraldo Filme e Faeti, em gêneros como partido alto, samba rock e rural, além de seus sambas-enredo, como “Na arca de Noé” e “Orum Ayê”. | Teatro Municipal Zanoni Ferrite. Zona Leste. Dia 8, 19h. Grátis

ORQUESTRA DA VILA Espetáculo: “Gracias a la vida”. Regência: Vanderlei Aparecido Banci.

Formada por 18 jovens músicos entre 17 e 22 anos, a orquestra apresenta gêneros musicais das Américas, como jazz, tango, rumba, samba e baião, além de ritmos folclóricos. | Teatro Municipal Zanoni Ferrite. Zona Leste. Dia 6, 20h. Grátis

ORQUESTRA MUNDANA Show: “Violeta terna y eterna”. Com Carlinhos Antunes, Sarah Abreu, Danilo Penteado, Maria Beraldo Bastos, Beto Angerosa, Rui Barossi e Gabriel Levy (participação especial).

O projeto nasceu em 2004 de um encontro entre Carlinhos Antunes e Angel Parra, filho da cantora, compositora e artista plástica chilena Violeta Parra. O repertório do show traz composições de Carlinhos, como “Ayacucho”, “Maria Rosa” e “Caipira ma no troppo”, e de Violeta, entre elas “Volver a los 17” e “Gracias a la vida”, com temas incidentais de Gonzagão. | Casa de Cultura Itaim Paulista. Zona Leste. Dia 15, 19h. | Centro Cultural Palhaço Carequinha. Zona Sul. Dia 27, 20h | Grátis

POIN - PEQUENA ORQUESTRA INTERATIVA

trabalho, o objetivo é apresentar a importância da linguagem literomusical, rítmica e a expressão corporal do povo bantu, trazido para o Brasil pelos escravos. | Teatro Municipal Leopoldo Fróes. Zona Sul. Dia 15, 19h. Grátis

RATOS DE PORÃO Turnê: “Século sinistro”. Com João Gordo, João Carlos Molina Esteves, Boka e Juninho.

Formada em 1981, a banda brasileira de punk rock é reconhecida internacionalmente. Foi a primeira do gênero da América Latina a lançar um álbum individual, o pioneiro “Crucificados pelo sistema”. Em 2014, lançou o disco “Século sinistro” e, desde então, segue em turnê pelo Brasil e exterior. | Centro Cultural São Paulo – Sala Adoniran Barbosa. Centro. Dia 26, 20h30. Grátis

RHAISSA BITTAR Show: “Matéria estelar”. Dir.: Jum Nakao. Acompanhamento musical: Lulinha Alencar e Daniel Galli.

Mergulhando no universo do CD homônimo, o show é um teatro musical que apresenta estética inspirada no autor de obras fantásticas Lewis Carroll (“Alice no país das maravilhas”), em que os artistas se transformam nas personagens de “Matéria estelar”. No palco, Rhaissa interpreta uma boneca que canta as vicissitudes e amores de seres inanimados. | Teatro Municipal Décio de Almeida Prado. Zona Oeste. Dia 15, 19h. Grátis Christian Maldonado

OSVALDINHO DA CUÍCA

Com Renata Mattar, Gustavo Finkler, Micaela Nassif, Mateus Mapa, Renato Farias, Dani Zulu e Gustavo Souza.

Poin é um trabalho paralelo dos integrantes da Cia. Cabelo de Maria, septeto de músicos que tem como principal característica a interatividade com o público, que é incluído de diferentes formas em todos os números musicais instrumentais. | Biblioteca Pública Castro Alves. Zona Norte. Dia 27, 10h. Grátis

A QUATRO VOZES EM TRIO Projeto Brasilidades. Com Doralice Otaviano, Jurema Otaviano, Jussara Otaviano e Brau Mendonça (violão).

Com 20 anos de carreira artística, o grupo vocal é formado pelas irmãs Dora, Jurema e Jussara e pesquisa a música afro-brasileira, destacando gêneros como jongo, samba, congada e coco. Neste 28

MAIO DE 2016 | emcartaz

Com direção de Jum Nakao, Rhaissa Bittar vive uma boneca que canta músicas do CD "Matéria estelar"


RITA BENNEDITTO

THÉO

Acompanhamento musical: banda Os Encantados. Com Frederico Ferreira, Pedro Dantas e Ronaldo Silva.

Show: “Dias de paz + Arte”. Acompanhamento musical: Frã Finamore, Bruno Takara, Mateus Polati e Paulo Gianini.

Veja destaque na página 27.

O show propõe a interação entre várias linguagens artísticas. Obras de arte inspiradas na música “Dias de paz”, do cantor e compositor Théo, ficam expostas para celebrar o lançamento do clipe oficial da canção, que mostra o processo criativo dos artistas. Com olhar introspectivo sobre o cotidiano caótico na humanidade, o músico propõe a reflexão sobre os verdadeiros valores e a essência humana.

| Centro Cultural Galeria Olido – Sala Olido. Centro. Dia 28, 18h | Teatro Municipal da Mooca Arthur Azevedo. Zona Leste. Dia 29, 19h | Grátis

SAPO KAMBÔ Show: “Coleção nº1”. Com Zézo Chon, Giuliano del Sole, Bruno Rocha e André Napoleão.

Grupo de música instrumental que utiliza teclado, bandolim, guitarra, entre outros instrumentos, para tocar música brasileira com bases africanas e orientais. | Biblioteca Pública Anne Frank. Zona Oeste. Dia 18, 13h | Grátis

SOM DO MEIO FIO Com Emerson Boy, Verinho, Franco, Zé Bolívia, Peneira e Sonhador.

Reunindo músicos anônimos que tocam nas ruas de São Paulo e outros que pertencem às comunidades de imigrantes, este show resulta num mosaico musical urbano da cidade. | Biblioteca Pública Menotti Del Picchia. Zona Norte. Dia 20, 10h. Grátis

STEVE SHELLEY (SONIC YOUTH) Com Steve Shelley, Guilherme Valério, Paulo Kishmoto e Zé Barrichello.

Baterista da cultuada banda americana Sonic Youth, Steve Shelley apresenta o projeto Steve Shelley Encontra Gata Pirâmide, formado por membros dos grupos Hab, Fogotten Boys e Valério. Instrumentos africanos (kalimba), andinos (xarango), além de guitarra, contrabaixo, bateria e sintetizadores animam a apresentação. | Centro Cultural São Paulo – Sala Adoniran Barbosa. Centro. Dia 8, 18h. R$ 20

SUPLA Show: “Diga o que você pensa”. Acompanhamento musical: Eduardo Ardanuy, Edgar Avian e H.

Show em comemoração dos 30 anos da carreira artística de Supla. No repertório, estão sucessos desde a época do grupo Tokyo, nos anos 1980, como “Garota de Berlim”, que teve participação da cantora alemã Nina Hagen, aos hits de sua carreira solo, entre eles “Encoleirado”, que teve participação de Roger, do Ultraje a Rigor, e do Duo Brothers of Brazil. | Teatro Municipal João Caetano. Zona Sul. Dia 14, 21h. Grátis

| Centro Cultural Galeria Olido – Sala Olido. Centro. Dia 14, 18h. Grátis

TONY TORNADO Acompanhamento musical: Lincoln Tornado.

Comemorando 50 anos de trajetória artística, o cantor interpreta sucessos de sua carreira, como “BR 3” e “Podes crer, amizade”. | Teatro Municipal Martins Penna. Zona Leste. Dia 20, 20h | Teatro Municipal Décio de Almeida Prado. Zona Oeste. Dia 21, 21h | Grátis

TRIO SINHÁ FLOR Com Carol Bahiense, Cimara Fróis e Talita del Collado.

O trio feminino de forró valoriza a música brasileira, especialmente a nordestina, neste show que traz canções como “Baião” e “Asa branca”, de Luiz Gonzaga e Humberto Teixeira, “Domingo no parque”, de Gilberto Gil, entre outras. | Teatro Municipal Alfredo Mesquita. Zona Norte. Dia 20, 21h. Grátis

UNIDOS DO SWING Com Wolfgang Santos, Narayan Pinduca, Henrique Mendonça, Guilherme Assolan, Cleber Guimarães e Chico Toledo.

Formado de modo espontâneo por dançarinos de lindy hop e por músicos de jazz da cena independente de São Paulo, o bloco se inspira no Carnaval de New Orleans (Mardi Gras) e nas marchinhas brasileiras para apresentar seu show que mistura jazz e música brasileira. | Biblioteca Pública Ricardo Ramos. Zona Leste. Dia 25, 14h30 | Biblioteca Pública José Mauro de Vasconcelos. Zona Norte. Dia 28, 15h | Grátis

VIEGAS Ex-vocalista da banda Manifesto Coletivo, Marcos Viegas é também MC e compositor. Seu EP “Viver é acreditar” vendeu mais de 20 mil cópias em dois anos. | Casa de Cultura Raul Seixas. Zona Leste. Dia 29, 16h. Grátis emcartaz | MAIO DE 2016

29


Pianista João Carlos Assis Brasil apresenta o show de lançamento do disco "Nazareth revisitado"

CHORINHO NO MERCADÃO MERCADO MUNICIPAL PAULISTANO | ÁREA DE EVENTOS | CENTRO | DOM. | GRÁTIS Novo projeto que leva músicos ao Mercadão para tocar chorinho. | Rua da Cantareira, 306, Centro. | Não é necessário retirar ingresso.

JOÃO MACACÃO E CONJUNTO PAULISTANO Com João Macacão, Claudinho Martins, André Almeida e Getúlio Ribeiro e Milton de Mori.

Representante da velha guarda do choro, do samba e da seresta, o grupo resgata a memória musical brasileira por meio dos grandes mestres do choro, além de cantar músicas de seus CDs “Consequências” e “Serestando”. | Dia 1º, 12h

CHORANDO NA LABUTA Com Thiago Branduliz, Camila Silva, Fernando Marchetti e Beto Araújo.

O quarteto explora o repertório do choro desde seu surgimento na metade do século 19 até os dias de hoje. | Dia 8, 12h

REGIONAL DO BABECHE Com Leonardo Thomsen, Ivan Melillo, Pedro Pita, Rafa Nascimento e Bruno Vinci.

O Regional resgata a música de chorões consagrados e toca obras autorais. | Dia 22, 12h

COLETIVO RODA GIGANTE Com Renato Pereira, Lucas Silva, Deni Domenico, Ricardo Perito, Maurício Pazz e Felipe Siles.

Violino, piano, violão, cavaquinho, bandolim e percussão constituem a formação do coletivo, que mescla música autoral e de grandes mestres, entre eles João Donato e Paulo Moura, em arranjos modernos que valorizam as bases percussivas. | Dia 29, 12h

CLUBE DO CHORO TEATRO MUNICIPAL DA MOOCA ARTHUR AZEVEDO | ZONA LESTE | GRÁTIS

RODAS DE CHORO Com Lula Gama, Leonardo Thomsen, Yves Finzetto e André Parisi

Encontros de diferentes gerações de chorões. | De 7 a 28. Sáb., das 18h às 20h30

DOIS POR QUATRO Com Deni Domenico, Yves Finzetto, Allan Abbadia, Leandro Oliveira e Wesley Vasconcelos.

Com turnê pela Europa comemorando o Dia do Choro, em maio de 2014, o grupo foi um dos quatro representantes do Brasil no congresso MicSur (Mercado de Industrias Culturales del Sur), realizado em Mar del Plata (Uruguai). | Dia 15, 12h 30

MAIO DE 2016 | emcartaz

JOÃO CARLOS ASSIS BRASIL E CARLOS NAVAS Espetáculo: “Nazareth revisitado”.

O consagrado pianista João Carlos Assis Brasil apresenta o espetáculo de lançamento do álbum “Nazareth revisitado”, dedicado a Ernesto Nazareth, criador do


tango brasileiro, gênero musical que deu origem ao choro. Clássicos como “Brejeiro”, “Apanhei-te cavaquinho” e “Atlântico” são algumas das músicas que compõem o repertório. O cantor Carlos Navas faz uma apresentação especial, trazendo composições do homenageado que receberam letras, como “Odeon”, de Vinicius de Moraes, e “Bambino”, de José Miguel Wisnik. | Dia 6, 21h

TOCA DE TATU Espetáculo: “Meu amigo Radamés”. Com Luísa Mitre, Lucas Telles, Lucas Ladeia e Abel Borges.

O grupo instrumental da cidade de Belo Horizonte (MG) ganha destaque na cena musical do País. Lançou em 2013 seu primeiro CD, “Meu amigo Radamés”, em homenagem ao maestro e compositor brasileiro Radamés Gnattali, que traz as composições “Remexendo”, “Canhoto” e outras. | Dia 7, 21h

HERCULES GOMES E RODRIGO Y CASTRO O pianista e o flautista fazem show tributo em que tocam obras de Pixinguinha e Radamés Gnatalli. No repertório, estão músicas como “Recordando”, de Gnattali, e “O gato e o canário”, de Pixinguinha. | Dia 8, 19h

PALCO DO FORRÓ

Bicho de Pé toca no Palco do Forró, montado em Cidade Ademar

BICHO DE PÉ Com Janaína Pereira, Daniel Teixeira, Potiguara Menezes, Daniel Teixeira e Chica Brother.

O grupo compõe e toca música regional brasileira, com ênfase nos ritmos dançantes do Norte e Nordeste, como baião, forró, xaxado e carimbó. Atualmente, realiza a turnê do disco “Seja como flor”, uma homenagem a Dominguinhos. | Dia 7, 21h

PALCOS EM RUAS ABERTAS DIVERSOS ENDEREÇOS | GRÁTIS

PARQUE LINEAR SETE CAMPOS | CIDADE ADEMAR | ZONA SUL | SÁB. | GRÁTIS

Apresentações em Ruas Abertas localizadas nos bairros.

TRIO KABEÇA FRIA

BANDA PARALELA

Com Ernando Pimentel, Ari de Alagoas, Babau do Acordeon, Toni Baixista e Luciano Byey.

Com formação básica de cinco sopros e duas percussões, o grupo procura resgatar a tradição das bandas brasileiras sob um enfoque inovador e bem-humorado. A irreverência chega ao figurino dos músicos, cujos trajes lembram uniformes coloridos de velhas bandas, com suas jaquetas militares de gala.

O grupo de forró faz uma prévia de seu quarto CD, ainda inédito, e canta outras músicas de seu repertório. | Dia 7, 17h

TRIO SINHÁ FLOR Veja sinopse na página 37. | Dia 7, 18h

CHAMBINHO DO ACORDEON Sanfoneiro do Piauí que já tocou com a Banda de Pífanos de Caruaru, família Gonzaga e Anastácia, Chambinho do Acordeon interpreta baião, xote, xaxado, coco e arrastapé de autoria própria e de Luiz Gonzaga, Jackson do Pandeiro, Alceu Valença e outros. | Dia 7, 19h30

| Avenida Barão de Alagoas, Itaim Paulista. Zona Leste. Dia 15, 14h

BANDA ÔNCALO Idealizado pelo baterista e produtor cultural Éverson Bô, o grupo paulistano começou sua trajetória na escola e, hoje, é uma banda de jovens músicos que difunde o conceito de street band. Nesta apresentação, homenageia o compositor Tim Maia. | Avenida dos Metalúrgicos, Cidade Tiradentes. Zona Leste. Dia 15, 14h emcartaz | MAIO DE 2016

31


DOIS GIRASSÓIS Com Luiza Novaes e Aloísio Oliveira.

A atriz e percussionista e o acordeonista e violonista carregam nas suas músicas influências celtas e nordestinas para apresentar um trabalho autoral.

QUARTA RAP CENTRO CULTURAL GALERIA OLIDO | VITRINE DA DANÇA | CENTRO | 4ª | GRÁTIS | Não é necessário retirar ingresso.

| Avenida Carlos Caldeira Filho, Campo Limpo. Zona Sul. Dia 15, 14h

REBENTO MC'S

ELAS NO CHORO

O grupo da zona oeste mostra o hip-hop produzido nos bairros de Pirituba, Perus, Jaraguá, Taipas e entorno. Estão no show, músicas como “Nós temos que lutar”, “Parceiro que falta que você faz” e “Um sonho mais lindo”.

Carla Veronica Pronsato, Gabriela Silveira de Andrade, Cibele Palopoli, Camila Silva Inocêncio e Angela do Amaral.

Formado só por mulheres, o quinteto apresenta uma roda de choro que reúne obras de compositoras e das musas que inspiraram outros chorões.

Com os DJs Jonathans Silva de Souza e Amarildo Francisco da Silva.

| De 4 a 25. 4ª, 19h

| Ruas Terezinha do Prado Oliveira e José Pedro de Borba, Parelheiros. Zona Sul. Dia 15, 14h

QUINTA DO SAMBA ROCK

FURUNFUNFUM

CENTRO CULTURAL GALERIA OLIDO | VITRINE DA DANÇA | CENTRO | 5ª | GRÁTIS

Mistura de baile de forró com rock’n’roll. | Avenida Antônio César Neto, Jaçanã/Tremembé. Zona Norte. Dia 15, 14h

ROBERTA OLIVEIRA E O BANDO DE LÁ Roberta Oliveira é considerada uma das revelações do samba paulista e tem como objetivo ser ponte de diferentes gerações. Ela se apresenta acompanhada por seis músicos do Bando de Lá.

NHOCUNÉ SOUL Com Luiz Couto, Ronaldo Gama, Jhony Guima, Juninho Batucada, Leonardo Carvalho e Ronaldo Gama.

Neste show, a banda faz um apanhado de seu repertório com algumas das canções gravadas nos discos “Samba rap periférico” (2003), “Amando e sambando” (2008) e o último, “Banzo” (2012). | De 5 a 26. 5ª, 19h Paula Cortezia

| Rua Major Walter Carlson, Butantã. Zona Oeste. Dia 15, 14h

| Não é necessário retirar ingresso.

Banda Nhocuné Soul se apresenta na Quinta do Samba Rock, na Vitrine da Dança, do Centro Cultural Galeria Olido 32

MAIO DE 2016 | emcartaz


TERÇA DE SAMBA CENTRO CULTURAL GALERIA OLIDO | VITRINE DA DANÇA | CENTRO | 3ª | GRÁTIS | Não é necessário retirar ingresso.

GRAÇA BRAGA Acompanhamento musical: Bruno Silva Mota, Fernando Blasques Clemente, Rodrigo de Souza Carneiro, Marcelo Henrique Martins e Diego Gimenez Pereira.

A cantora apresenta repertório eclético e dançante, de autoria de Dona Ivone Lara (“Sonho meu”), Martinho da Vila (“Ciranda de roda”), além de “Olhos coloridos”, de Sandra de Sá, e “Vá morar com o Diabo”, de Cássia Eller, e de outros. | De 3 a 31. 3ª, 19h

erudita

RETIRADA DE INGRESSOS Para adquirir ingressos do Theatro Municipal de São Paulo e da Praça das Artes, além das respectivas bilheterias, o interessado pode fazê-lo pelo site www.compreingressos.com/ theatromunicipaldesaopaulo; para apresentações no Centro Cultural São Paulo, os ingressos, quando pagos, podem ser adquiridos na bilheteria ou pelo site www.ingressorapido.com. br, nesse último caso a partir de 30 dias antes do evento; ingressos gratuitos no CCSP devem ser retirados a partir de duas horas antes de cada apresentação; e na Biblioteca Mário de Andrade, uma hora antes.

CORAL PAULISTANO MÁRIO DE ANDRADE E CAMERATA PAULISTANA Regência: Martinho Lutero Galati de Oliveira.

O projeto Concertos Dominicais apresenta a obra “Israel no Egito”, de George F. Händel. | Theatro Municipal de São Paulo. Centro. Dia 15, 11h. R$ 5

CORAL PAULISTANO MÁRIO DE ANDRADE Regência: Martinho Lutero Galati de Oliveira.

O Festival de Oratórios do Coral Paulistano apresenta, neste mês, peças de Benjamin Britten (“Abraham and Isaac”) e Claude Debussy (“L’efant prodigue”), ambas para piano e solistas. | Theatro Municipal de São Paulo – Salão Nobre. Centro. Dia 20, 20h. R$ 25

EUDÓXIA DE BARROS A pianista é a atração de maio do Ciclo Mário de Andrade de Música Erudita. | Biblioteca Mário de Andrade – auditório. Centro. Dia 24, 20h. Grátis

LA BOHÈME Ópera de Giacomo Puccini. Com a Orquestra Sinfônica Municipal e o Coro Lírico Municipal de São Paulo. Dir. musical e regência: Eduardo Strausser (dias 3, 6 e 8) e Gianluca Martinenghi (dias 1º, 4 e 7). Dir. cênica, cenografia e iluminação: Arnaud Bernard. Figurinos: Carla Ricotti. Remontagem: Julianna Santos. Solistas: Mimì Cristina Pasaroiu (dias 3, 6 e 8) / Maija Kovalevska (dias 1º, 4 e 7); Rodolfo - Ivan Magri (dias 3, 6 e 8) / Riccardo Gatto (dias 1º, 4 e 7); Marcello - Mattia Olivieri (dias 3, 6 e 8) / ZhengZhong Zhou (dias 1º, 4 e 7); Musetta - Mihaela Marcu (dias 3, 6 e 8) / Anna Maria Sarra (dias 1º, 4 e 7); Schaunard -ZhengZhong (dias 3, 6 e 8) / Patricio Sabaté (dias 1º, 4 e 7); Colline - Mattia Denti (dias 3, 6 e 8) / Murilo Neves (dias 1º, 4 e 7). +10 anos. | Theatro Municipal de São Paulo. Centro. Dias 3, 4, 6 e 7, 20h. Dias 1º e 8, 17h. R$ 50 a R$ 160

ORQUESTRA EXPERIMENTAL DE REPERTÓRIO Regência: Carlos Moreno. Solista: Lucas Guimarães. +10 anos.

O programa traz obras de Edno Krieger (“Terra Brasilis”), Frederic Chopin (“Concerto nº 2 para piano, Op. 21, em fá menor”) e Peter I. Tchaikovsky (“Sinfonia nº 5, Op. 64, em mi menor”). | Theatro Municipal de São Paulo. Centro. Dia 22, 11h. Dia 28, 20h. R$ 5

ORQUESTRA EXPERIMENTAL DE REPERTÓRIO Regência: Carlos Moreno. Solista: Wellington Nogueira. +10 anos.

O programa apresenta obras de Johann Strauss (“Unter donner und blitz, Op. 324” Sob trovões e raios; “Sangue vienense”, da ópera “Wiener Blut”), Wolfgang Amadeus Mozart (“Sinfonia nº 40” - minueto) e outras. | Theatro Municipal de São Paulo. Centro. Dia 29, 11h. R$ 5

ORQUESTRA SINFÔNICA MUNICIPAL Regência: John Neschling. Solista convidado: David Fray (piano). +10 anos.

O programa apresenta obras de Wolfgang Amadeus Mozart (“Concerto para piano nº 24, em dó menor, K. 491”) e Gustav Mahler (“Sinfonia nº 6, ‘Trágica’”). | Theatro Municipal de São Paulo. Centro. Dia 14, 20h. Dia 15, 17h. R$ 25 a R$ 90

emcartaz | MAIO DE 2016

33


CONCERTOS NA PRAÇA DAS ARTES

ORQUESTRA EXPERIMENTAL DE REPERTÓRIO

PRAÇA DAS ARTES | SALA DO CONSERVATÓRIO | CENTRO | +10 ANOS | R$ 25

Na série OER e a Música de Câmara, a orquestra interpreta obras de Alexander von Zemlinsky (“Humoreske”), Claude Debussy (“Petite suíte”, transcrição para flauta, oboé, clarinete, fagote e trompa), Carlos Moreno, regente titular da OER (estreia mundial de “Divertimento para madeiras e percussão”) e outras.

HORN ENSEMBLE Com André Ficarelli, Thiago Ariel, Eric Gomes, Rogério Martinez, Daniel Filho, Rafael Fróes Martins e Vagner Rebouças.

O projeto Música de Câmara no Conservatório recebe o sexteto de trompas para interpretar peças de Gregory Kerkorian (“Fanfarra para sexteto de trompas”), Paul Hindemith (“Sonata para quarteto de trompas”), Nicolai Tcherepnin (“Seis quartetos para trompas”) e outras. | Dia 5, 20h

CORAL PAULISTANO MÁRIO DE ANDRADE Regência: Martinho Lutero Galati de Oliveira.

O projeto Paulistano no Conservatório apresenta música italiana. | Dia 7, 17h

QUARTETO DE CORDAS DA CIDADE DE SÃO PAULO Convidado: André Mehmari.

Dir.: professores Alexandre Travassos e Richard Fraser.

| Dia 23, 20h

QUARTETO DE CORDAS DA CIDADE DE SÃO PAULO A série Olimpíadas 2016 homenageia, neste mês, a França por meio de obras de Claude Debussy (“Quarteto Op. 10”) e Maurice Ravel (“Quarteto em fá”). | Dia 26, 20h

CONCERTOS NO CCSP CENTRO CULTURAL SÃO PAULO | SALA JARDEL FILHO | CENTRO | 3ª |R$ 10

A série Convidados recebe o pianista e compositor André Mehmari e faz a estreia mundial de sua obra “Quarteto recordare”, encomendada pela Fundação Theatro Municipal de São Paulo. Completa o programa a peça “Quinteto ângelus”.

DUO BARBOZA-IRUZUN

| Dia 12, 20h

| Dia 3, 20h30

QUINTETO DE SOPROS DA OSM A série Música Contemporânea no Conservatório recebe o quinteto para executar “Rosa dos ventos”, de Karlheinz Stockhausen, “Zeitmasse”, de György Ligeti, “10 stücke”, de Luciano Berio, e outras obras.

Com Marcelo Barboza e Clelia Iruzun.

O duo de flauta e piano interpreta sonatas de Reinecke e Franck, além de obras de Ronaldo Miranda, Joachim Andersen e Paul Taffanel.

DUO VIP Com Rafael Altro e William Labecca.

O recital de violão e piano traz obras de Boccherini, Vivaldi, Diabelli, Carulli e de Falla. | Dia 10, 20h30

Gal Oppido

| Dia 19, 20h

Compositor e pianista André Mehmari faz a estreia mundial de sua obra "Quarteto recordade" a convite do Quarteto de Cordas da Cidade de São Paulo; peça foi encomendada pela Fundação Theatro Municipal 34

MAIO DE 2016 | emcartaz


VITOR GARBELOTTO

CORAL ARCANJO MICAEL

Recital: “Sarau para Radamés”.

Espetáculo: “Canções do mundo”. Regência: Felippe Zanoni Braga.

Vitor Garbelotto lança novo CD com arranjos seus para violão solo de peças de compositores como Paulinho da Viola, Tom Jobim, Chiquinha Gonzaga e, o homenageado, Radamés Gnattali. | Dia 17, 20h30

ABENDMUSIK Concerto: “Tempore nuptiarum - apresentação de música luterana alemã de meados de 1600”.

O grupo, liderado pelo cravista Pedro Diniz, apresenta uma reconstituição historicamente informada de música luterana para casamento de meados do século 17.

Apresentação de música de várias partes do mundo e de compositores do século 19. | Armazém da Cidade. Rua Medeiros de Albuquerque, 270, Vila Madalena. Zona Oeste. Dia 14, 14h30

CORAL A TEMPO Regência: Walter Chamun. Grupo de flautas doces convidado, formado por Celso Affini, César Madeira, Sibele Magalhães e outros.

Apresentação de música brasileira sobre temas sacros e seculares. | Praça das Artes – Sala do Conservatório. Centro. Dia 2, 20h

| Dia 24, 20h30

CORAL DA ADEVA

UNICAMP CELLO ENSEMBLE

Regência: Júlio Battesti. | Catedral da Sé – cripta. Praça da Sé, s/nº. Centro. Dia 3, 18h

Dir.: Lars Hoef.

Onze violoncelistas compõem esta orquestra da Unicamp e, em sua estreia no CCSP, interpretam Tom Jobim, Villa-Lobos, Villani-Côrtes, entre outros compositores brasileiros.

CORAL DA CIDADE DE SÃO PAULO Regência: Luciano Camargo.

| Dia 31, 20h30

Coral comunitário de iniciativa não governamental que interpreta, neste concerto, peças sacras de diferentes períodos e obras de seu maestro.

SÃO PAULO CIDADE CORAL

| Centro Cultural Tendal da Lapa. Zona Oeste. Dia 26, 11h

DIVERSOS LOCAIS | LIVRE | GRÁTIS

CORAL DA OFICINA DE ARTE E CULTURA

Este projeto do Theatro Municipal de São Paulo leva apresentações de canto coral a diversos espaços da cidade.

ART MUSIVA Regência: Cleiton Xavier. Músicos convidados: Ricardo Ballestero, Fabrício Rodrigues e Renato Borges.

O repertório reúne canções de Stephen Foster, Gabriel Fauré, Heitor Villa-Lobos e outros, ao som de piano, violoncelo e violão. | Centro Cultural da Penha. Zona Leste. Dia 25, 20h30

CAPELA MUSICAL ARQUIDIOCESANA DA SÉ CATEDRAL DE SÃO PAULO Regência: Ronaldo Santurbano.

O coral interpreta canto sacro católico durante as celebrações na Catedral da Sé, presididas pelo cardeal-arcebispo.

Regência: Roberto Mendes Barbosa. Convidados: Vocal Lira Urbana. Regência: Rosana Danin. Músicos: Luiz Afredo Xavier, Júlian Lisnichuk, Yvison Pessoa e outros.

Com o tema “Somos todos Maria”, este concerto homenageia esse nome feminino. | Praça das Artes – Sala do Conservatório. Centro. Dia 27, 20h

CORAL EM TOM Regência: André Heryson. Músico convidado: Pedro Cardenas.

O grupo apresenta música popular brasileira, como samba, baião e rock. | Paróquia Nossa Senhora da Consolação. Rua da Consolação, 585. Centro. Dia 6, 20h

CORAL EVANGÉLICO DE SÃO PAULO Regência: Dorotea Kerr.

Fundado em 1949, o coral se apresenta em igrejas reformadas do Brasil.

| Catedral da Sé. Praça da Sé, s/nº. Centro. Dia 29, 11h

| Centro Cultural da Penha. Zona Leste. Dia 4, 20h

COMPANHIA DEODARA

CORAL INDÍGENA GUARANI ARA OVY

Espetáculo: “Afrika Brasil”. Regência: Elias Costa.

O grupo celebra a essência africana e afrodescendente por meio da musicalidade popular de países africanos e do Brasil. | Teatro Municipal Zanoni Ferrite. Zona Leste. Dia 12, 20h

Regência: Rogério Tibes.

O grupo preserva e divulga a cultura guarani e é formado por crianças e jovens de 8 a 28 anos da aldeia indígena Tenondé Porã, localizada em Parelheiros, zona sul. | Praça das Artes – sala de exposição. Centro. Dia 9, 12h emcartaz | MAIO DE 2016

35


Luiz Casimiro

Coral Paulistano Mário de Andrade participa do projeto São Paulo Cidade Coral, cantando no Cemitério da Consolação e nas escadarias do Theatro Municipal

CORAL MOSAICO Regência: Eduardo Fernandes. Músicos convidados: Gustavo Godoy e Alexandre Cueva.

Coral Unifesp recebe o Coral Mosaico. O Unifesp prepara um espetáculo sobre a obra do compositor pernambucano Lenine, enquanto o Mosaico apresenta uma parte do concerto “São Paulo em 4 cantos”, com canções sobre a cidade de São Paulo escritas por compositores paulistas. | Teatro Marcos Lindenberg – Unifesp. Rua Botucatu, 862, Vila Mariana. Zona Sul. Dia 10, 20h30

CORAL PATOIS Regência: Luís Fidelis.

O grupo apresenta peças corais eruditas à capela, originais para essa formação, escritas por compositores renascentistas e brasileiros. | Igreja Evangélica Luterana de São Paulo. Dia 31, 20h

CORAL PAULISTANO MÁRIO DE ANDRADE Regência: Martinho Lutero Galati de Oliveira. | Cemitério da Consolação. Rua da Consolação, 1.660, Consolação. Centro. Dia 8, 11h

CORAL PAULISTANO MÁRIO DE ANDRADE E CAMERATA PAULISTANA Projeto Municipal de Portas Abertas. Dir. artística: Martinho Lutero Galati de Oliveira.

Os grupos apresentam uma seleção de “Israel no Egito”, de George Händel. | Theatro Municipal de São Paulo – escadarias. Centro. Dia 11, 12h 36

MAIO DE 2016 | emcartaz

CORAL VOZES PAULISTANAS E MADRIGUEIROS Regência Teresa Longatto e Solange Assumpção. Músicos convidados: Ana Vieira e Alexandre Leite.

Vozes Paulistanas interpreta música coral brasileira dos séculos 18 a 20. O grupo Madrigueiros também se apresenta nesse concerto. | Armazém da Cidade. Rua Medeiros de Albuquerque, 270, Vila Madalena. Zona Oeste. Dia 7, 14h30

CORAL VOZES PAULISTANAS Regência: Geraldo Olivieri. Convidados: grupo Neuer Kammerchor, da cidade de Heidenheim (Alemanha), e os solistas Gina Falcão (soprano), Teresa Longatto (contralto), Ruben Araujo (tenor) e André Heryson (baixo).

Encontro inédito entre o grupo alemão, solistas e a Orquestra Jovem de São Caetano do Sul para interpretar a “Missa da coroação, K. 317”, de Wolfgang Amadeus Mozart. | Paróquia São Luís Gonzaga. Avenida Paulista, 2.378, Cerqueira César. Centro. Dia 18, 20h30

CORO CÂNTARO Regência: Elisabete Just.

Coral feminino que apresenta repertório com músicas que representam credos, religiões e filosofias espirituais de várias culturas e períodos históricos. | Igreja Evangélica Luterana de São Paulo. Dia 5, 20h


CORO DA DIOCESE DE SANTO AMARO

GRUPO VOCAL TRATO NO TOM

Regência: Rafael Carvalho de Fassio.

Regência: Valter Satomi. Convidada: Fernanda Reimberg (contadora de histórias).

Apresentação de diferentes vertentes da música sacra que vai além do repertório exclusivamente litúrgico. | Santuário Nossa Senhora de Fátima. Avenida Dr. Arnaldo, 1.470, Sumaré. Zona Oeste. Dia 13, 20h

CORO LUTHER KING E CORO DIDONE Regência: Wagner Dias. Participação: Coro Cantosospeso, de Milão (Itália). | Paróquia São Luís Gonzaga. Avenida Paulista, 2.378, Cerqueira César. Centro. Dia 1º, 16h

CORO LUTHER KING Regência: Wagner Dias.

O Coro Luther King recebe o Coro Cantosospeso, de Milão (Itália), neste concerto temático “I have a dream”, inspirado na célebre frase de Martin Luther King, e que apresenta afro-american spirituals, além de jazz e bossa nova.

No concerto “Em canto feminino”, o grupo faz uma homenagem às mulheres por meio de canções e poemas. | Igreja Evangélica Luterana de São Paulo. Dia 19, 20h

MADRIGAL ACALANTARTE Regência: Fred Teixeira.

Apresentação de obras sacras de autoria de Charles Villiers Stanford, Thomas Tallis, Morten Lauridsen e Heitor Villa-Lobos. | Catedral da Sé – cripta. Praça da Sé, s/nº. Centro. Dia 22, 13h

MADRIGAL BELO CANTO Regência: da soprano Adriana Hye Kim. Convidado: Grupo Kpop (responsável: High Hill). | Armazém da Cidade. Rua Medeiros de Albuquerque, 270, Vila Madalena. Zona Oeste. Dia 28, 14h30

MADRIGAL SEMPRE EN CANTO

| Armazém da Cidade. Rua Medeiros de Albuquerque, 270, Vila Madalena. Zona Oeste. Dia 15, 17h

Regência: Regina Kinjo. | Igreja Presbiteriana Butantã. Avenida Afrânio Peixoto, 457, Butantã. Zona Oeste. Dia 23, 19h45

CORO MASCULINO DE ALUMÍNIO

MADRIGAL VIVARTE

Regência: Marcelo Recski. Musicista convidada: Marli Ferrari.

O repertório reúne música sacra e MPB em peças que trazem,arranjos e composições especialmente criadas para o Coro, ao som de piano, mesclando a religiosidade interiorana e o espírito urbano. | Casa de Cultura Paço Cultural Júlio Guerra. Zona Sul. Dia 24, 20h

CORO OSWALDO LACERDA Regência: Bruno Costa e Guilherme Rocha.

Concerto de combate à homofobia com repertório de música popular. | CEU Jaguaré. Zona Norte. Dia 20, 20h

DOLCE ANIMA Regência: Guilherme Bracco, Roberto Rodrigues e William Coelho.

Coro independente formado por cantores, instrumentistas e regentes em atividade na cidade de São Paulo. Este concerto é dedicado a motetos (gênero musical polifônico surgido no século 9), regido por Guilherme Bracco. | Praça das Artes – Sala do Conservatório. Centro. Dia 30, 20h

Regência: Marcos Fernandes.

A associação independente apresenta concerto dedicado à mães, com repertório sacro, mesclado com spirituals e MPB. | Catedral da Sé – cripta. Praça da Sé, s/nº. Centro. Dia 1º, 13h

MADRIGUEIROS Regência: Solange Assumpção. Musicista convidada: Ana Vieira.

O programa traz repertório jazzístico e de Tom Jobim, com arranjos para coro. | Casa de Cultura Paço Cultural Júlio Guerra. Zona Sul. Dia 17, 20h

SOMOS TODOS SOM Regência: Ana Paula Guimarães.

No mês da abolição da escravatura, esta apresentação traz música negra de várias partes do mundo, por meio de canções africanas, spirituals e música brasileira, compostas por Aricó Júnior, Chico Buarque, Ralph Baldwin, entre outros. | Armazém da Cidade. Rua Medeiros de Albuquerque, 270, Vila Madalena. Zona Oeste. Dia 21, 14h30

VOZ MOSCADA Regência: Giuliana Frozoni. | Praça das Artes – sala de exposição. Centro. Dia 16, 20h

emcartaz | MAIO DE 2016

37


dança

DANÇA MISTURA UNIVERSOS DE LEWIS CARROLL E BEATLES

I

nspirado na canção “Lucy in the sky with diamonds”, da banda inglesa The Beatles, e nos livros “Alice no país das maravilhas” e “Alice através do espelho”, de Lewis Carroll, o espetáculo de dança “Céu de espelhos” faz sua estreia no 20º Cultura Inglesa Festival. As apresentações acontecem entre os dias 26 e 29, no Centro Cultural Galeria Olido. Em junho, a coreografia chega a outros quatro teatros municipais, integrando o Circuito Municipal de Cultura. Segundo o diretor Samuel Kavalerski, que também divide o palco com a bailarina Irupé Sarmiento, a principal conexão entre as obras que inspiraram o espetáculo são suas imagens oníricas, que desafiam a lógica. “O nonsense de Carroll e a psicodelia dos Beatles nos fazem pensar sobre as relações entre o mundo da imaginação, livre e sem limites, e a realidade concreta”, explica. Por isso, há

a preocupação de criar um ambiente surrealista, explorando as inúmeras possibilidades ligadas ao sonho. Dos elementos cênicos à composição dos movimentos, tudo foi pensado a partir dessa ideia de reinterpretação do real. Assim, além da ambientação, a própria coreografia também é surrealista. “Eu acredito que toda dança é uma forma de suspender a realidade”, complementa o diretor. No espetáculo, Lucy, da canção dos Beatles, e Alice, da obra de Carroll, são vistas como um reflexo uma da outra. “Pensamos muito no encontro dessas duas personagens, na ideia mágica de se atravessar o espelho e encontrar essa inversão que é o duplo”, revela Kavalerski. Como inspiração para aquilo que o diretor e intérprete chama de “jogo de reflexos”, ele acrescenta uma imagem: a do caleidoscópio. “Esse espelho facetado e em movimento, que reflete fragmentos da realidade, está presente nos nossos procedimentos de (des) construção do espetáculo”, explica. Um exemplo são as referências estéticas, que vão além de Carroll e dos Beatles, passando por um processo de pesquisa que remete a esse objeto: “Foi como se olhássemos por um caleidoscópio e fôssemos apreendendo e costurando essas imagens fragmentadas e muitas vezes desconexas.” Kavalerski espera que a coreografia inspire as pessoas a partir de uma crença de que a arte pode ser uma possibilidade de transformação da realidade. “Gostaríamos que o espetáculo abrisse uma lacuna no cotidiano de normas, regras, planilhas e caixinhas em que vivemos hoje, onde tudo precisa ser explicável e classificável.” | Gabriel Fabri

Samuel Kavalerski e Irupé Sarmiento interpretam o onírico “Céu de espelhos”, espetáculo que reflete sobre as relações entre imaginação e realidade 38

MAIO DE 2016 | emcartaz

| +12 anos. Galeria Olido – Sala Paissandu. Centro. De 26 a 28, 20h. Dia 29, 19h. Grátis (retirar ingresso a partir de uma hora antes)


RETIRADA DE INGRESSOS Para apresentações gratuitas em teatros municipais, deve-se retirar ingresso a partir de uma hora antes. No Centro Cultural São Paulo, a partir de duas horas antes. Em bibliotecas públicas e casas de cultura, não é necessário.

CHEMICAL FUNK Apresentação: “Danças urbanas - locking”. Dir.: Ivo Alcântara. Com Diego “Popping D” Oliveira, Evandro “Smile” da Silva, Ivo Alcântara e outros. 45 min. Livre.

Apresentação de danças urbanas - locking por meio de esquetes que ilustram o surgimento dessa expressão artística. | Bosque da Leitura Parque Guarapiranga. Zona Sul. Dia 14, 15h. Grátis

falar ininterruptamente e dar instruções. | Casa de Cultura Itaim Paulista. Zona Leste. Dia 21, 19h. Grátis

CIA. ARTESÃOS DO CORPO Espetáculo: “Tempo suspenso”. Dir. artística: Mirtes Calheiros. Com Caio Zanuto, Ederson Lopes, Fany Froberville e outros. 75 min. +14 anos.

O espetáculo fala sobre a questão dos refugiados na cidade de São Paulo e, paralelamente, dos efeitos da perda e da busca de um lugar no corpo. | Centro Cultural Galeria Olido – Sala Paissandu. Centro. Dia 1º, 19h. Grátis

CIA. DAMAS EM TRÂNSITO E OS BUCANEIROS Espetáculo: “Puntear”. Intérpretes-criadores: Carolina Callegaro, Ciro Godoy, Clara Gouvêa e outros.

Espetáculo: “Texturas sonoras para uma dança instantânea”. Com Jorge Peña (músico) e Ciro Godoy ou Alex Ratton (dançarinos). 40 min. Livre.

Performance de ocupação de espaços urbanos que apresenta improvisação em dança e em música, fazendo uma leitura corporal e sensorial da arquitetura, do som e do espaço.

Utilizando instrumentos não convencionais e étnicos, o músico e o dançarino contemporâneo improvisam, inspirados na sonoridade do ambiente e ocupando a arquitetura do local.

| Avenida Paulista, altura do nº 1.682 (ao lado do Fórum de Justiça e em frente do estacionamento). Centro. Dia 1º, 14h. Grátis

| Casa de Cultura do Campo Limpo. Zona Sul. Dia 28, 19h. Grátis

CIA. DANÇAS CLAUDIA DE SOUZA Espetáculo: “Dimensão oculta”. Dir.: Claudia de Souza. Com Bruna Petito, Claudia de Souza, Felipe Lwe e outros. 50 min. +10 anos.

CIRO GODOY E JORGE PEÑA

COLETIVO [-MOS] Espetáculo: “Regra de três: Um pequeno estudo verborrágico”. Criação: Karime Nivoloni, Luísa Nóbrega e Valeska Figueiredo. Com Karime Nivoloni, Gustavo Saulle, Mariana Molinos e outros. 60 min. Livre.

| Biblioteca Pública Milton Santos. Zona Leste. Dia 21, 13h. Grátis Fernando Sciarra

Os performers invadem o espaço público e cada qual realiza uma função distinta, mas intercambiável, como mover-se sem parar,

O trabalho explora as relações corporais sob uma ótica biológica, espacial e sensorial, e foi inspirado em ideias e textos do antropólogo americano Edward T. Hall, conhecido por suas pesquisas sobre comunicação intercultural.

Cia. Damas em Trânsito e Os Bucaneiros leva a ocupação urbana "Puntear" à Avenida Paulista emcartaz | MAIO DE 2016

39


Marco Aurélio Prates

Cia. Mário Nascimento interpreta "Zhu" no Projeto CCSP Dança 2016; espetáculo é inspirado na resistência e no movimento do bambu

CIA. DE BALLET DA CIDADE DE NITERÓI Espetáculo: “Romeu e Julieta”. Dir. artística: Pedro Pires. Concepção e coreografia: André Mesquita. Figurinos: Cássio Brasil. Com Alex Sena, Alexandra Araújo, André Liberato e outros. 80 min. Livre.

Adaptação para balé da peça homônima de William Shakespeare na qual o trágico é a matéria-prima para a encenação. Sem utilizar as já conhecidas adaptações para dança clássica feitas por Tchaikovsky e Prokofiev, o espetáculo de dança contemporânea é acompanhado por composições de diferentes estilos musicais. | Teatro Municipal de Sant Amaro Paulo Eiró. Zona Sul. Dia 1º, 19h. Grátis

CIA. DESVELO Espetáculo: “Praga da dança”. Concepção e dir.: Djalma Moura. Intérpretes-criadores: Djalma Moura, Heloísa Amazonas, Juliana Nascimento e outros. 45 min. Livre.

Livremente inspirado no fenômeno conhecido como “Praga da dança”, o espetáculo traz para as ruas da cidade a experiência de contaminação, de “se exaustar para contaminar”, a fim de instigar o público na ocupação dos espaços de transição, em uma espécie de grande dança-celebração. | Bosque da Leitura Parque do Carmo. Zona Leste. Dia 14, 15h | Casa de Cultura Raul Seixas. Zona Leste. Dia 22, 16h | Grátis

CIA. MÁRIO NASCIMENTO Espetáculo: “Zhu”. Projeto CCSP Dança 2016. Coreografia e dir.: Mário Nascimento. Com Camilla Oliveira, Ludmilla Moraes, Mário Nascimento e outros. 60 min. Livre.

Zhu, em chinês significa bambu, é símbolo 40

MAIO DE 2016 | emcartaz

de resistência e de constante movimento, suavidade e maleabilidade frente aos percalços, metáfora para a criação do espetáculo. | Centro Cultural São Paulo – Sala Jardel Filho. Centro. Dias 27 e 28, 21h. Dia 29, 20h. R$ 20

CIA. STREET SON Espetáculo: “Clássicos das ruas”. Dir.: Duda Moreno. Intérpretes-criadores: Carlos Alexandre, Duda Moreno, Edvan Soares e outros. 35 min. Livre.

Trabalho híbrido oriundo da troca entre a dança urbana e a música erudita. Proposta que cria uma ruptura no tempo, na qual a prática artística acontece livre dos velhos paradigmas classificadores, separatistas e preconceituosos. | Biblioteca Pública Padre José de Anchieta. Zona Norte. Dia 5, 14h. Grátis

DANÇANDO COM A DIFERENÇA Espetáculo: “Bichos”. Dir. artística: Henrique Amoedo. Coreografia: Rui Lopes Graça. Com Aléxis Fernandes, Joana Caetano, Pedro Alexandre Silva e outros. 50 min. Livre.

Formado por pessoas com e sem deficiência, o grupo reflete se nossa existência tem uma duração reduzida e limitada. O espetáculo surgiu a partir da obra homônima de Miguel Torga, que pretende abordar questões fundamentais sobre a sociedade e a própria existência. Animais humanizados ou humanos quase animalizados aparecem em luta consigo mesmos, com o meio e com o divino. No dia 13, às 19h, na Sala Adoniran Barbosa, ocorre o debate “Arte acessível”, com o convidado Henrique Amoedo. | Centro Cultural São Paulo – Sala Jardel Filho. Centro. Dias 20 e 21, 21h. Dia 22, 20h. Grátis


DANÇA IN'FORMAÇÃO

E² CIA. DE TEATRO E DANÇA

Coord.: Frank Ejara, Ivo Alcântara, Rodolfo Grilo e Thiago Negraxa. Projetos CCSP Dança 2016 e CCSP Semanas de Dança 2016.

Espetáculo: "A emparedada da Rua Nova". Dir. e interpretação: Eliana de Santana. Intérprete convidado: Hernandes de Oliveira. 40 min. +14 anos.

O encontro traz diferentes ações vinculadas à dança urbana, como jam’s, batalhas e debates. Convidados, dançarinos e público interagem e compartilham experiências. | Centro Cultural São Paulo – Sala Adoniran Barbosa. Centro. Dia 27, 17h. Grátis

DUAL CENA CONTEMPORÂNEA Espetáculo: “Duo para dois perdidos”. Criação e dir.: Ivan Bernardelli. Com Ivan Bernardelli e Hélio Feitosa. Figurino: Fábio Namatame. 30 min. Livre.

Baseado no texto teatral “Dois perdidos numa noite suja”, de Plínio Marcos, o espetáculo aborda a relação entre dois mundos corporais extremamente distintos em choque, e o diálogo a partir de suas singularidades. | Biblioteca Pública Prefeito Prestes Maia. Zona Sul. Dia 12, 14h | Centro Cultural Palhaço Carequinha. Zona Sul. Dia 21, 19h | Grátis

E² CIA. DE TEATRO E DANÇA Espetáculo: “Baleia”. Dir.: Eliana de Santana. Com Eliana de Santana e Leandro de Souza. 40 min. +14 anos.

Inspirado na obra “Vidas secas”, de Graciliano Ramos, o espetáculo tem o nome da cachorra Baleia, personagem da saga ambientada no sertão. O ponto de partida é a seca, vista através do olhar do animal. Após a apresentação, haverá roda de conversa com o público.

| Biblioteca Pública Viriato Corrêa. Zona Sul. Dia 21, 15h. Grátis

FOCUS CIA. DE DANÇA Espetáculo: “Saudade de mim”. Dir. concepção e coreografia: Alex Neoral. Dir. musical e trilha original: Felipe Habib. Arranjos, piano e acordeão: Felipe Habib e João Bittencourt. Intérpretes-criadores: Alex Neoral, Carol Pires, Clarice Silva e outros. 85 min. +16 anos.

O espetáculo fala de nascimento, vida e morte por meio da união de obras do compositor Chico Buarque e do pintor Cândido Portinari, entre elas a canção “Trocando em miúdos” e a tela “Casamento na roça”. Na coreografia, estão sentimentos como dores, amores, triângulos amorosos e relações familiares. | Teatro Municipal da Mooca Arthur Azevedo. Zona Leste. Dias 20 e 21, 21h. Dia 22, 19h | Teatro Municipal de Santo Amaro Paulo Eiró. Zona Sul. Dias 27 e 28, 21h. Dia 29, 19h | Grátis

Paula Kossatz

| Casa de Cultura do Butantã. Zona Oeste. Dia 7, 20h30 | Centro Cultural Tendal da Lapa. Zona Oeste. Dia 14, 16h | Grátis

Trabalho livremente inspirado no romance homônimo de Carneiro Vilela, ambientado no Recife (PE) do século 19, que relata o caso de uma jovem emparedada viva em seu próprio quarto, a mando do pai. No espetáculo, aparições, presenças momentâneas, fantasmas e entidades são indicações para uma investigação poética sobre morte, sobrenatural, amor e feminino.

A carioca Focus Cia. de Dança encena "Saudade de mim", coreografia que mescla a música de Chico Buarque com a pintura de Portinari emcartaz | MAIO DE 2016

41


Jonia Guimaraes

"Bananas", do Núcleo Artérias, é baseado na obra da artista britânica Sarah Lucas com foco nos estereótipos entre homem e mullher

JAM OLIDO DE DANÇAS URBANAS Dir.: Frank Ejara. DJs residentes: Frank Ejara, Rodrigo Ribeiro e Niko.

Todo primeiro domingo do mês, praticantes de dança de rua se encontram no Olido para trocar experiências e fazer apresentações. A atividade procura reviver o clima existente durante o surgimento do movimento hip-hop em São Paulo, quando dançarinos se reuniam nos anos 1980, em espaços da estação São Bento do Metrô, lugar na área central que ficou conhecido como “templo do hip-hop”. | Centro Cultural Galeria Olido – Vitrine da Dança e corredor. Centro. Dia 1º, das 15h às 20h. Grátis

LUIS FERRON E DANIELA DINI Espetáculo: “HTML: o corpo hypertexto”. Intérpretes-criadores: Luis Ferron e Daniela Dini. Ambiências e trilhas sonoras: Teo Ponciano. 50 min. Livre.

A performance utiliza um conceito da computação, HTML: HyperText Markup Language, termo que se refere ao conjunto de informações que deslocam o "leitor", por meio de links, em percursos, reelaborações e desdobramentos de um determinado assunto, como metáfora e dispositivo de criação. A pesquisa teve início no Programa Rumos Dança Itaú Cultural 2012/13. | Centro de Referência da Dança de São Paulo. Centro. Dias 27 e 28, 19h. Grátis

MARACATU OURO DO CONGO Espetáculo: “No cachimbo a força”. Coord. geral: André Jota Vianna. Com Amanda Signori, Everton Leandro, Laís Lima e outros. 60 min. Livre.

Apresentação deste grupo que pesquisa e 42

MAIO DE 2016 | emcartaz

vivencia a cultura do maracatu de baque virado. A companhia é a única da cidade de São Paulo que trabalha exclusivamente com a linguagem da Nação do Maracatu Porto Rico, situada no bairro do Pina, em Recife (PE). | Casa de Cultura Salvador Ligabue. Zona Norte. Dia 8, 18h. Grátis

NÚCLEO ARTÉRIAS Espetáculo: “Bananas”. Concepção e dir.: Adriana Grechi. Intérpretes-criadoras: Bruna Spoladore, Lívia Seixas e Nina Giovelli. 50 min. +16 anos.

Baseado no trabalho da artista britânica Sarah Lucas, o espetáculo explora a corporeidade andrógina, sinuosa, volumosa, orgânica, multidirecional, ativada pelo desejo e possibilidade de ser “outros”. O foco é o corpo humano e os desafios da visão estereotipada que o homem tem da mulher. | Casa de Cultura Manoel Cardoso de Mendonça. Zona Sul. Dia 8, 16h | Casa de Cultura de São Mateus. Zona Leste. Dia 15, 15h | Casa de Cultura Chico Science. Zona Sul. Dia 28, 16h | Grátis

NÚCLEO PÉ DE ZAMBA Espetáculo: “A cruz que me carrega”. Concepção e dir.: Andrea Soares. Orientação dramatúrgica: Valéria Cano Bravi. Com Andrea Soares, Joana Egypto, Jô Pereira e outros. Trilha sonora: Leandro Medina e Andrea Soares (livremente inspirada nos pontos da Irmandade de Nossa Senhora do Rosário de Justinópolis/MG). 40 min. Livre.

Com música ao vivo, este espetáculo de dança contemporânea é inspirado na tradição afro-banto encontrada, principalmente, no Sudeste. A coreografia, pensada para espaços não conven-


cionais, procura traduzir a beleza e a força do legado enredado pelo catolicismo popular afro-mineiro, forte elemento da cultura brasileira. | Bosque da Leitura Parque Ibirapuera. Zona Sul. Dia 15, 15h | Bosque da Leitura Parque Raposo Tavares. Zona Oeste. Dia 21, 15h | Casa de Cultura de São Miguel Paulista. Zona Leste. Dia 25, 15h

PROJETO CO Espetáculo: “Skyline - Poema para lugares altos”. Dir. artística: Paula Petreca. Intérpretes-criadoras: Camila Bronizeski, Juliana Adorno e Letícia Paschoaleti. 40 min. Livre.

Trabalho de dança concebido como uma ode a todos os movimentos que povoam a cidade, retratados por meio de gestos de braços que compõem paisagens etéreas e oníricas. São observações das rotinas, trajetórias, encontros, desencontros e jornadas, vistas de cima. | Casa de Cultura Paço Julio Guerra. Zona Sul. Dia 27, 15h. Grátis

RAÇA CIA. DE DANÇA DE SÃO PAULO Espetáculos: "Traços e linhas", "Cartas brasileiras" e "A flor da pele”. Dir. artístico: Jhean Allex. Dir.: Renan Rodrigues. Com Alex Maranhão, Bruna Barbosa, Gentil Neto e outros. 60 min. Livre.

RUBIA BRAGA + DANIELA MORAES | Espetáculo: “...dos ossos”. Com Rubia Braga. 35 min. +10 anos

O processo de pesquisa continuada para o solo teve início há quatro anos, junto ao Núcleo Artístico Vera Sala, e já teve vários desdobramentos. “Ossos” é onde a pesquisa corporal destes últimos anos aportou e, de certa maneira, encerra um ciclo de experimentações. Fruto de escavações, das profundezas da carne, “Ossos” são vestígios, testemunhos do corpo e suas memórias. | Espetáculo: “Mudar: improviso transitivo”. Intérprete-criadora: Daniela Moraes. 30 min. +10 anos

Numa situação de mudança, transitamos por lugares inabitados. A análise de uma frase sempre deve levar em consideração seu contexto. Um mesmo verbo pode assumir diferentes comportamentos, dependendo da situação. O verbo requer a ação de um sujeito determinado que lide com situações indeterminadas... ou o contrário. O sujeito constrói suas próprias frases, refaz seu caminho, transita e cria atalhos resultantes das provocações de cada nova situação. | Apresentações em sequência. Centro de Referência da Dança de São Paulo. Centro. Dias 6 e 7, 19h. Grátis Renan Livi

Para compartilhar com o público o trabalho que desenvolve há mais de 30 anos, o grupo apresenta três obras de seu repertório: “Cartas brasileiras”, de Roseli Rodrigues, “À flor da pele” e “Traços e linhas”, ambas do diretor artístico Jhean Allex.

| Teatro Municipal Alfredo Mesquita. Zona Norte. Dias 6 e 7, 21h. Dia 8, 19h | Teatro Municipal Martins Penna. Zona Leste. Dia 14, 20h. Dia 15, 19h | Teatro Municipal João Caetano. Zona Sul. Dias 20 e 21, 21h. Dia 22, 19h | Grátis

Raça Cia. de Dança de São Paulo interpreta coreografias de seu repertório em três teatros municipais emcartaz | MAIO DE 2016

43


20º CULTURA INGLESA FESTIVAL Espetáculo: “Céu de espelhos”. Coreografia: Irupé Sarmiento e Samuel Kavalerski. Dir.: Samuel Kavalerski. Intérpretes-criadores: Irupé Samiento e Samuel Kavalerski. Participação Especial: Thiago Pethit (cantor). 60 min. +12 anos. Estreia.

Veja destaque na página 38. | Galeria Olido – Sala Paissandu. Centro. De 26 a 28, 20h. Dia 29, 19h. Grátis

WENDY JEHLEN (EUA) E LACINA COULIBALY (África) Espetáculo: “Entangling”. Concepção e coreografia: Wendy Jehlen. Com Wendy Jehlen e Lacina Coulibaly. 50 min. +10 anos.

O espetáculo tem como ponto de partida o Entrelaçamento Quântico, fenômeno em que dois átomos fisicamente separados no espaço e no tempo tornam-se um só. Inspirada pelo trabalho da física norte-americana Lisa Randall, a estrutura do espetáculo é manifestada por movimentos intermitentemente fugazes e profundos, antes de retroceder à invisibilidade próxima, como metáfora à sensação do sentir-se entrelaçado com pessoas de todo o mundo. | Centro de Referência da Dança de São Paulo. Centro. Dias 19 e 20, 19h. Grátis

ZUMB.BOYS Espetáculo: “O que se rouba”. Dir.: Márcio Greyk. Intérpretes-criadores: Danilo Nonato, David Castro, Márcio Greyk e outros. Figurinos: João Pimenta. Projeto contemplado pelo Programa Municipal de Fomento à Dança. 45 min. Livre.

| Teatro Municipal Zanoni Ferrite. Zona Leste. Dia 1º, 19h | Centro de Referência da Dança de São Paulo. Centro. De 12 a 14, 19h | Grátis

RUAS ABERTAS DOIS ENDEREÇOS | DOM. | LIVRE | GRÁTIS Apresentações em Ruas Abertas localizadas nos bairros.

DANÇA POR CORREIO 40 min.

O espetáculo procura se comunicar com os transeuntes, utilizando seus corpos para traduzir as sensações do ser urbano. | Avenida José da Natividade, Brasilândia, Freguesia do Ó. Zona Norte. Dia 15, 14h

T.F. STYLE CIA. DE DANÇA Espetáculo: “Beco”. 40 min.

O espetáculo busca refletir sobre o “beco de cada um”, os anseios e as dúvidas coletivas que se aprofundam internamente em múltiplas vontades, refletindo metáforas de uma vida de aparências. | Rua Salvador Gianetti, Guaianases. Zona Leste. Dia 15, 14h Thays Peric

O espetáculo fala sobre a necessidade do

ser humano de pertencer a algum lugar e demonstra várias formas de roubo, materiais e imateriais, como ideias, amores, educação e direitos humanos, questionando de onde vem o incentivo ao consumismo, maior motivação para o furto.

Com figurinos assinados pelo estilista João Pimenta, Zumb.boys interpreta "O que se rouba", espetáculo que trata de roubos, dos materiais aos imateriais 44

MAIO DE 2016 | emcartaz


exposições FOTOGRAFIAS MOSTRAM A VERTICALIZAÇÃO DE SÃO PAULO

A

Acervo Museu da Cidade de São Paulo

Galeria Prestes Maia, na Praça do Patriarca; companhar o processo de verticalização e outro, de 1942, que exibe a Rua Dom José pelo qual passou a cidade de São Paulo de Barros, no centro, também vista do alto e na década situada entre os anos de 1935 com prédios ainda em construção. e 1945 é a proposta da exposição fotográfica Atualmente, esses documentos visuais são “Paisagens oficiais”, em cartaz no Solar da reconhecidos pela importância histórica e por Marquesa de Santos até dia 12 de junho. sua sofisticação estética. Os registros pertenCom curadoria de Henrique Siqueira e Môcem à Casa da Imagem e integram a coleção nica Caldiron, a mostra reúne um acervo de 20 de Fotografia Iconográfica do Museu da Cidade imagens produzidas por Benedito Junqueira Dude São Paulo. O setor abriga cerca de 74 mil arte e pela equipe de fotógrafos que trabalhou imagens, que podem ser conferidas no portal na antiga Seção de Iconografia, do Departamenhttp://www.museudacidade.sp.gov.br/. to de Cultura da Prefeitura de São Paulo. Inaugurado em 1935 na gestão do pre| Luísa Bittencourt feito Fabio Prado, o DSepartamento –atual Secretaria Municipal de Cultura– nasceu | Solar da Marquesa de Santos. Centro. Até dia 12/6. 3ª a dom., das 9h às 17h. Grátis da iniciativa de intelectuais visionários da época, como os poetas Paulo Duarte, Sérgio Milliet e Mário de Andrade, seu primeiro diretor. Benedito Junqueira Duarte era fotógrafo oficial da Prefeitura naquela época e foi convidado por Mário de Andrade para organizar o acervo fotográfico e também a nova Seção de Iconografia, que tinha o objetivo de registrar as atividades do Departamento e a implantação das obras viárias do período. A exposição reúne fotografias de Gabriel Zellaui, Sebastião de Assis Ferreira, Edson Pacheco Aquino, além de B.J. Duarte. Deste último, podem-se ver, por exemplo, um registro realizado em 1943, que mostra, em primeiro plano, o alto da Foto de 1943, feita por Benedito Junqueira Duarte, registra cobertura da entrada da a Praça do Patriarca e o Viaduto do Chá, ao fundo emcartaz | MAIO DE 2016

45


"Atalhos e desvios": trabalho de Ana Vitória Mussi que integra a mostra "FotoImagens", no Casa da Imagem

Em cartaz

DA INDEPENDÊNCIA AO GRITO: HISTÓRIA DE UMA CASA DE PAU A PIQUE Curadoria: Margarida Andreatta (arqueóloga do Museu Paulista).

A mostra revela aspectos da casa histórica do Parque da Independência por meio de imagens, desenhos e fragmentos do cotidiano. | Casa do Grito. Zona Sul. Até dez. de 2016. 3ª a dom., das 9h às 17h. Grátis

ESCAVANDO O PASSADO - A ARQUEOLOGIA NA CIDADE DE SÃO PAULO Curadoria: Cíntia Bendazzoli (arqueóloga).

Exposição de arqueologia com fragmentos encontrados na cidade de São Paulo nos últimos anos, como pedras lascadas, cerâmica indígena e materiais históricos. | Sítio Morrinhos. Zona Norte. Até dez. de 2016. 3ª a dom., das 9h às 17h. Grátis

FOTOIMAGENS Fotógrafa: Ana Vitória Mussi. Curador: Adolfo Montejo Navas.

A exposição acompanha a trajetória da fotógrafa nas últimas cinco décadas. Ana Mussi, que trabalhou como repórter fotográfica, alinhou sua produção artística aos meios de comunicação, aproximando-se da visualidade contemporânea e utilizou a fotografia de maneira aberta e interdisciplinar, rompendo com os condicionamentos. As 80 obras apontam as diferentes possibilidades de construções de novas mate46

MAIO DE 2016 | emcartaz

rialidades e suportes a partir da fotografia, processos que resultam na aproximação e conquista de outra imagem e ativação visual. | Casa da Imagem. Centro. Até dia 5/6. 3ª a dom., das 9h às 17h. Grátis

HOJE TEM ESPETÁCULO Curadoria: Verônica Tamaoki. Projeto expositivo: Carla Caffé.

A exposição traça um panorama da história do circo no Brasil, apresentando, entre outros itens, uma linha do tempo com os principais acontecimentos entre 1830 e 2009, a classificação das artes circenses e a maquete de circo de Mestre Maranhão. Em maio, a mostra integra, entre os dias 16 e 20, a programação oficial da Semana dos Museus, organizada pelo Instituto Brasileiro de Museus-Ibram. | Centro Cultural Galeria Olido (térreo do Centro de Memória do Circo e sobreloja da Galeria). Centro. 2ª a 6ª, das 10h às 20h. Sáb., dom. e feriados, das 13h às 20h (não abre às 3ªs). Grátis

HOJE TEM ESPETÁCULO: INTERVENÇÕES CIRCENSES + VISITA MONITORADA Mestres da velha guarda circense conduzem o público a uma visita monitorada pela exposição “Hoje tem espetáculo”. Antecedendo a atividade, são apresentados números de palhaços no corredor do Olido. | Centro Cultural Galeria Olido – Centro de Memória do Circo (térreo do Centro de Memória do Circo, corredor e sobreloja da Galeria). Centro. Dia 22, 13h. Grátis


PAISAGENS OFICIAIS Veja destaque na página 45. | Solar da Marquesa de Santos. Centro. Até dia 12/6. 3ª a dom., das 9h às 17h. Grátis

YOLANDA PENTEADO, A DAMA DAS ARTES EM SÃO PAULO A exposição destaca Yolanda Penteado (Leme/SP, 1903 -Stanford/EUA, 1983) como personagem deflagradora da gestão da arte moderna em São Paulo, no período entre as décadas de 1940 e 60. Ela foi gestora de importantes instituições culturais paulistanas, como os Museus de Arte Moderna, de Arte Contemporânea e a Bienal Internacional de São Paulo, e possibilitou o intercâmbio entre artistas, mecenas e instituições. Dividida em quatro salas, a exposição reúne documentação histórica, painel cronológico que acompanha a atuação de Yolanda e maquetes das principais instituições por ela beneficiadas. | Solar da Marquesa de Santos. Centro. Até 2018. 3ª a dom., das 9h às 17h. Grátis

Últimos dias

ANTONIO BENETAZZO, PERMANÊNCIAS DO SENSÍVEL Curadoria: Reinaldo Cardenuto. Realização: Secretarias Municipais de Direitos Humanos e Cidadania e de Cultura. Apoio: Instituto Vladimir Herzog.

| Centro Cultural São Paulo – Piso Flávio de Carvalho. Centro. Até dia 29. 3ª a 6ª, das 10h às 20h. Sáb., dom. e feriados, das 10h às 18h. Grátis

MIRADA INTERIOR Fotógrafo: Valerio Bispuri. Realização: Istituto Italiano di Cultura de São Paulo em parceria com o CCSP.

Por ocasião do Ano da Itália na América Latina, esta exposição resume, em 40 imagens, os últimos 15 anos do percurso fotográfico do italiano Valério Bispuri, que realizou reportagens para L’Espresso, Il Venerdì, Internazionale, Le Monde, Stern, entre outros veículos importantes. Todos os trabalhos apresentados tratam de temas sociais, ligados essencialmente a mundos humanos invisíveis, segregados ou ainda não plenamente integrados e aceitos pela sociedade. | Centro Cultural São Paulo – Piso Flavio de Carvalho. Centro. Até dia 29. 3ª a 6ª, das 10h às 20h. Sáb., dom. e feriados, das 10h às 18h. Grátis acervo MAC/USP

Exposição que reúne 90 desenhos realiza-

dos por esse artista e militante político, brutalmente assassinado pelo regime militar em 1972. Guardado por décadas na casa de amigos e familiares, este acervo mostra a trajetória artística de resistência de Benetazzo, produzida entre 1963 e 1972, trazendo suas principais obras, objetos pessoais e documentos biográficos. Completam a mostra a exibição de um curta-metragem, um ciclo de debates e o lançamento de um livro com textos e reproduções dos desenhos realizados pelo artista.

Yolanda Penteado e seu marido Ciccilo Matarazzo: foto exposta na mostra " Yolanda Penteado - A dama das artes de São Paulo", no Solar da Marquesa de Santos emcartaz | MAIO DE 2016

47


"Saberes do circo": conhecimentos circenses de dentro e de fora do picadeiro são ensinados no Centro de Memória do Circo

BRAILE Coord.: Jair Barbosa da Silva (Biblioteca Louis Braille).

Curso de braile dividido em duas turmas. | +14 anos. Para pessoas com deficiência visual e familiares e educadores. 10 vagas por turma. Inscrições pelo site http://www.centrocultural.sp.gov.br/. Centro Cultural São Paulo – Biblioteca Braille. Centro. De 3/5 a 7/7. 1ª turma: 3ª, das 14h às 16h; 2ª turma: 5ª, das 14h às 16h. Grátis

CAPOEIRA COMO FORMA DE EDUCAÇÃO Coord.: Thiago de Macedo Gama.

Ensino de elementos técnicos básicos de capoeira, exercícios físicos preparatórios e princípios, como disciplina e cooperação. Também haverá oficinas de musicalidade com ritmos e manifestações musicais afro-brasileiras, como maculelê. | Centro Cultural da Juventude – espaço arena. Zona Norte. Até dia 24. 4ª, 6ª e sáb., das 15h às 17h. Grátis (não é necessário fazer inscrição)

CARATÊ Coord.: Evandro Luiz de Oliveira (integrante do Projeto Bushido Karatê Shotokan, filiado à Federação Paulista de Karatê Interestilos - FPKI).

Oficina de caratê no estilo shotokan que aborda as técnicas de defesa pessoal: kata (luta imaginária), kumite (luta propriamente dita), além da teoria, história e fundamentos do caratê. | Menores de 12 anos somente acompanhados por responsáveis. Centro Cultural da Juventude – espaço sarau. Zona Norte. Até dia 15/12. 3ª e 5ª, das 20h às 22h. Grátis (não é necessário fazer inscrição)

48

MAIO DE 2016 | emcartaz

CINEMA NÔMADE - CINEMA COMO FÁBRICA DE VISÕES Coord.: Luiz Fuganti (diretor da Escola Nômade de Filosofia e autor do livro “Saúde, desejo e pensamento”).

Dividido em dois módulos, para adultos e para crianças, o curso dirigido ao público adulto exibe filmes intercalados com análise e conversa para observar o ponto de vista técnicos, estético e filosófico da obra. Serão realizados também ensaios individuais ou em grupos, utilizando celulares para a realização de um produto coletivo. | 30 vagas. Inscrições presenciais, pelo telefone 29542813 ou pelo e-mail bpalvaresdeazevedo@gmail.com. Biblioteca Pública Álvares de Azevedo. Zona Norte. Dias 20, 24 e 31/5. Dias 3, 7, 10, 14, 17, 21, 24 e 28/6, das 9h às 13h. Grátis

DANÇA AFRICANA Coord.: Mariama Camara (bailarina que participou, entre outras companhias, da tradicional Les Ballet Africains, fundada em 1952).

A oficina trabalha aspectos do corpo da cultura mangigue, com danças, cantos e toques, assim como relatos de vivências na cultura tradicional africana e em outras partes do mundo. | +12 anos. Centro Cultural da Juventude – área de convivência. Zona Norte. Até dia 25/6. Sáb., das 15h às 17h. Grátis (não é necessário fazer inscrição)

Paula Torrecilha

cursos e oficinas


DANÇA DE SALÃO CCSP Coord.: Cleo Beolchi.

Aulas de dança de salão para iniciantes. | Centro Cultural São Paulo – Sala Adoniran Barbosa. Centro. 4ª, das 12h às 14h. Grátis (não é necessário fazer inscrição)

DANÇA DE SALÃO: DANÇART Coord.: Luís Antonio Carneiro.

Oficina que ensina técnicas de dança de salão, do forró ao samba rock. No fim de cada etapa, é montado um espetáculo em grupo. | Centro Cultural da Juventude – anfiteatro. Zona Norte. Até dia 15/12. 3ª e 5ª, das 19h às 20h30. Grátis (não é necessário fazer inscrição)

DANÇA DE SALÃO: OLIDO Projeto Dança Comigo?. Coord.: Danilo dos Santos.

Oficina de dança de salão que ensina desde elementos básicos, relacionando os movimentos com o dia a dia, respiração, estudo das forças opostas e balanço natural do corpo. A ideia é integrar participantes jovens, adultos e idosos. | Centro Cultural Galeria Olido – Vitrine da Dança. Centro. 3ª a 6ª, das 15h às 17h. Sáb., das 15h às 18h. Grátis (não é necessário fazer inscrição)

DAS RUAS À CULTURA Coord.: Dudu.

A ideia do projeto do b-boy Dudu é reunir praticantes ou não de breaking com o propósito de resgatar o respeito dessa cultura de dança de rua. |Centro Cultural da Juventude – espaço sarau. Centro. Até dia 31/8. 4ª, 6ª e sáb., das 17h às 21h30. Grátis (não é necessário retirar ingresso)

DESENHO DE OBSERVAÇÃO Coord.: Isabella Finholdt e Caio Righi

Desenho de observação que percorre espaços do CCSP. A cada dia, é sugerida uma nova proposta de estímulo à oficina. | +12 anos. Centro Cultural São Paulo (a partir da sala da DACE). Centro. De 11/5 a 29/6. 4ª, das 14h30 às 17h. Grátis (não é necessário fazer inscrição)

A HOMOSSEXUALIDADE NO CINEMA BRASILEIRO Coord.: Mateus Nagime (crítico de cinema e um dos curadores da mostra New Queer Cinema: Cinema, Sexualidade e Política).

A oficina enfoca a homossexualidade na história do cinema brasileiro por meio de obras fundamentais. A partir de bagagem histórica e teórica, os participantes realizarão um curta-metragem.

| +12 anos. 20 vagas. Inscrições até dia 6, presenciais, pelo email bpmschenebrg@gmail.com ou pelos telefones 3672-0456 ou 3675-1681. Biblioteca Pública Mário Schenberg. Zona Oeste. De 7/5 a 30/7. Sáb., das 13h às 17h. Grátis

MNR - OFICINA MÃO NA RODA Coord.: Ciclocidade/Associação de Ciclistas Urbanos de São Paulo.

Espaço coletivo de aprendizado, convivência e prática da manutenção de bicicletas, que empresta ferramentas e materiais para uso dos ciclistas. | Centro Cultural São Paulo – Espaço Oficina Mão na Roda (próximo da central de informações). Centro. Até dia 5/6. 3ª, das 19h às 22h. Sáb., das 14h às 19h. Dom., das 15h às 20h. Grátis (não é necessário fazer inscrição)

POEMAS, HISTÓRIAS, MEMÓRIAS E SONHOS Coord.: Tininha Calazans.

Ao longo de encontros baseados em diversas formas artísticas, o público de terceira idade participante expressa suas experiências, saberes e sonhos por meio de vivências, criando textos, desenhos e colagens, que poderão ser expostos na biblioteca. | Terceira idade. 30 vagas. Biblioteca Pública Raimundo de Menezes. Zona Leste. Até 2/7. Sáb., 10h. Grátis

SABERES DO CIRCO - SOMBRINHAS DE BALA Coord.: Marília de Dirceu (mestre circense).

Saberes do circo são conhecimentos utilizados não diretamente em atividades ligadas aos espetáculos circenses. Nesta oficina, ensina-se a fazer sombrinhas de bala, embalagens que eram utilizadas para vender guloseimas nos circos de antigamente. | Centro Cultural Galeria Olido – espaço expositivo (1º andar). Centro. Dias 18 e 19, das 14h às 18h. Grátis (não é necessário fazer inscrição)

TEATRO FÍSICO Coord.: Natália Cohen.

No curso, serão criadas cenas a partir de regras pré-determinadas. Inicialmente, os participantes terão um intenso trabalho corporal para o treinamento das técnicas da mímica clássica e moderna, do teatro físico e da dança contemporânea. | Centro Cultural da Juventude – espaço sarau. Zona Norte. Até dia 21/7. 5ª, das 14h às 17h. Grátis (não é necessário fazer inscrição) emcartaz | MAIO DE 2016

49


palestras, debates e encontros

Em cartaz na programação do Centro Cultural São Paulo, a peça infantojuvenil “O inimigo”, da República Ativa de Teatro, tem, durante o Livre Acesso, ingresso gratuito, tradução em Libras e audiodescrição

PROGRAMAÇÃO ACESSÍVEL MARCA ANIVERSÁRIO DO CCSP

N

o dia 13 deste mês, o Centro Cultural São Paulo (CCSP) celebra 34 anos de existência. Como um espaço cultural consolidado na cidade, em que todas as tribos se encontram para dançar, estudar, namorar e se divertir, é possível atribuir seu sucesso a vários fatores, entre eles, certamente, está a acessibilidade. A relação do edifício com pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida remonta à sua própria construção, pois a arquitetura do local reflete o conceito que o moldou inicialmente: um espaço multidisciplinar, aberto a todas as manifestações culturais e dirigidas a todos os públicos. Aos poucos, esta característica tornou-se cada vez mais presente no cotidiano da instituição. Por este motivo, em maio, acontece o Livre Acesso, evento que apresenta, entre os dias 13 e 15, uma extensa programação cultural e artística em todos os espaços do CCSP. Além destas atividades, haverá diversos momentos de reflexão sobre o tema da acessibilidade e sua relação com a arte, por meio de palestras e encontros. Na abertura, dia 13, às 18h, acontece a mesa de debates Arte Acessível, com a mediação de Cíntia Alves, do Coletivo Grão Arte e Cidadania. Participam da conversa Henrique Amoedo, diretor artístico do grupo Dançando com a Diferença, de Portugal, Rogério Ratão, artista plástico e expositor cego, e Leonardo Castilho, artista, educador e produtor cultural surdo. A ideia é abordar as diversas formas do fazer artístico para e com

50

MAIO DE 2016 | emcartaz

Val Pires

pessoas com deficiências. Durante o evento, três apresentações teatrais que estão em cartaz no CCSP terão audiodescrição e ingressos especiais: “Os médios”, de A Má Companhia Provoca; “A macieira”, da 28 Patas Furiosas; e a infantojuvenil “O inimigo”, da República Ativa de Teatro. Trazendo ao palco outra linguagem artística, a Cia. Dança Sem Fronteiras encena o espetáculo “Olhar de neblina”. Dirigida por Fernanda Amaral, a coreografia é baseada no livro “Memória do Brasil”, do fotógrafo e filósofo esloveno Evgen Bavcar, que perdeu a visão aos 12 anos. O grupo, que reúne pessoas com e sem deficiência, traz uma concepção cênica que intercala momentos de escuro, sombras e névoa. Nas artes plásticas, o público pode interagir com a instalação “Cenografia censorial”. Distribuída por um corredor, a obra aguça os diferentes estímulos sensoriais que não dependem dos sentidos habituais: tato, audição, visão ou olfato. No domingo, dia 15, o grupo musical Só Vendo, formado por seis instrumentistas cegos, faz uma roda de choro na área de convivência, e os coletivos Corpo Sinalizante e Núcleo Bartolomeu de Depoimentos realizam, no Espaço Flávio Império (foyer), o Slam do Corpo, primeiro encontro do gênero no Brasil que reúne duplas de poetas surdos e ouvintes. | Giovanna Longo | Veja programação na página 53.


AO VIVO - TATU NO AR!

CRYPTORAVE 2016

Com Angela Volcov Rimoli, Marta de Oliveira Fonterrada, Ana Maria Rebouças, Alexandre Araujo Bispo, Angela Volcov Rimoli e Wanderlei Conte.

Com Coletivo Actantes.

Gravação do programa on-line que apresenta destaques da programação do CCSP, por meio de entrevistas com curadores, artistas e público, além de trazer experiências sonoras. A Rádio Tatu também recebe propostas de programas radiofônicos pelo e-mail dace. ccsp@gmail.com. Para ouvir, deve-se acessar o site www.ccsplab.org/maisccsp/ao-vivo-tatu-no-ar/ ou sintonizar a FM 94,7. | Centro Cultural São Paulo – Sala Adoniran Barbosa. Centro. Até 9/12. 6ª, das 13h às 15h. Grátis (não é necessário retirar ingresso)

BICICULTURA Realização: União dos Ciclistas do Brasil (UCB) e Associação dos Ciclistas Urbanos de São Paulo (Ciclocidade).

Veja destaque na página 55. | Centro Cultural Galeria Olido. Centro. Sala Olido. Dia 26, 9h. Salas de ensaio azul, café e vermelha. De 26 a 28, 9h. Grátis

CAFÉ DOS ARTISTAS Conduzido pela banda Cabaré 3 Vinténs, o tradicional encontro que ocorria no século 20, no Largo do Paissandu, volta a acontecer no mesmo local, desta vez no Centro de Memória do Circo, para homenagear artistas, trupes ou companhias circenses por sua contribuição à história dessa arte no Brasil. Em maio, a atividade integra a programação da Semana dos Museus, organizada pelo Instituto Brasileiro de Museus-Ibram. | Centro Cultural Galeria Olido – Centro de Memória do Circo (térreo e sobreloja). Centro. Dia 16, 15h. Grátis

A COR DA PALAVRA - MULHERES NEGRAS NA LITERATURA BRASILEIRA Com Débora Garcia.

A palestra procura analisar as categorias gênero e etnia no universo literário. A partir de um breve resgate histórico da inserção das mulheres na literatura, será feito um recorte étnico, destacando a presença das mulheres negras na literatura brasileira, enquanto personagens e autoras, até os dias atuais, quando jovens mulheres negras e periféricas exercem seu protagonismo social por meio da literatura. | +12 anos. Biblioteca Pública Vicente de Carvalho. Zona Leste. Dia 31, 10h. Grátis

CryptoRave é um evento que ocorre anualmente, buscando difundir os conceitos fundamentais de privacidade e liberdade na Internet e o uso de ferramentas de segurança. Durante 24 horas, o encontro apresenta ambientes com trilhas temáticas, incluindo “política”, “hacking”, “gênero e tecnologia” e “InstallFest”. A novidade desta edição é um espaço dedicado às crianças. | Centro Cultural São Paulo – Piso Caio Graco. Centro. Das 19h do dia 6 às 19h do dia 7. Grátis

DESDOBRAMENTOS Com Nina Giovelli, Vinícius Francês, Elenita Queiroz e Edson Calheiros.

Encontros abertos para falar dos processos de criação dos trabalhos dos artistas convidados, que apresentaram espetáculos no mês anterior, no CRD. Também são abordados os procedimentos de pesquisa de corpo, a dramaturgia e as motivações e inquietações que impulsionaram e nortearam essas criações. | Centro de Referência da Dança de São Paulo. Centro. Dia 4, 19h. Grátis

DST - RODA DE CONVERSA E TESTE RÁPIDO Projeto Observatório da Juventude. Com Instituto Pilar, Gabriela Stephani Souza Ferreira e Ligia Dona de Souza. +14 anos.

Encontro sobre DST e seus impactos no contexto juvenil, com a participação de lideranças comunitárias e representantes da área da saúde do Jardim Terezinha, Vila Brasilândia. | Centro Cultural da Juventude – área externa. Zona Norte. Dia 28, das 14h às 18h. Grátis

EMPODERA JUVENTUDES - CICLO DE SARAUS João Vitor Bortoleto, do Observatório da Juventude, o coletivo cultural Sarau do Kintal, fundado e organizado por Akins Kintê, e o Juventude Viva ajudaram a organizar, em 2015, os primeiros encontros do Empodera Juventude em três escolas da região zona norte da cidade. Os principais temas das discussões foram violência e racismo no cotidiano dos jovens da periferia. | Centro Cultural da Juventude – local externo. Zona Norte. De 4 a 25. 4ª, 14h. Grátis

ESTUDOS DA PALHAÇARIA Com palhaços aprendizes e profissionais.

Encontro de palhaçaria em que artistas da velha guarda e da nova geração conversam com o público e apresentam números circenses. | Centro Cultural Galeria Olido – Centro de Memória do Circo. Centro. Dias 2, 9, 23 e 30, das 14h às 17h. Grátis emcartaz | MAIO DE 2016

51


JAM DE CONTATO IMPROVISAÇÃO Com Ricardo Neves.

Ambiente para a investigação de diferentes possibilidades de dança e de experimentação do movimento corporal. Não se trata de aula ou espetáculo. O encontro acontece a partir das ações singulares de cada participante e das múltiplas interações possíveis. | Centro de Referência da Dança de São Paulo. Centro. Dia 8, das 15h às 18h. Grátis

PSICODRAMA PÚBLICO CCSP Coord.: Rosane Rodrigues.

Com base na dramaturgia improvisada, seguida de bate-papo, a encenação livre propõe vivenciar temas que fazem parte do cotidiano dos participantes. Cada sessão é aberta a todos os interessados e não é necessário fazer inscrição. | Livre. Informações pelo telefone 3397-4037. Centro Cultural São Paulo – Sala Adoniran Barbosa. Centro. Até dia 21/12. Sáb., das 10h30 às 13h. Grátis (não é necessário fazer inscrição)

O QUE VOCÊ QUER CONVERSAR COM OS ARTISTAS?

RODAS NA QUEBRADA - SOBRE AS EXPRESSÕES CULTURAIS DA PERIFERIA Projeto Observatório da Juventude da Zona Norte. Com Instituto Pilar, Mariana dos Santos Souza e Igor Gomes Xavier Luz.

Rodas na Quebrada visa promover a ocupação dos espaços públicos com intervenções artísticas, possibilitando a reflexão sobre o cotidiano da juventude periférica, a exclusão social e os movimentos culturais de resistência, além de apoiar e dar visibilidade a estes, como forma de inclusão da juventude local. | Centro Cultural da Juventude – área externa. Zona Norte. Dia 14, das 14h às 18h. Grátis

A RUA COMO REFERÊNCIA - ENCONTRO DE HIP-HOP Coord.: Bispo (Street Breakers), Ivo Alcântara (Chemical Funk) e Duda Moreno (Cia. Street Son).

Espaço aberto para debater a articulação da dança urbana na cidade, o ensino e aprendizagem das linguagens, as referências que fundamentam a prática, entre outros temas. | Centro de Referência da Dança de São Paulo. Centro. Dias 1º e 15, das 10h às 13h. Grátis

Com Ana Francisca Ponzio.

Todos os meses, um convidado traz a dança e o corpo como tema de trabalho. Quem fala este mês é Ana Francisca Ponzio, crítica de dança e autora do website Conectdance.

SARAU CAFÉ DO CIRCO

| Centro de Referência da Dança de São Paulo. Centro. Dia 18, 19h. Grátis

| Centro Cultural Galeria Olido – Centro de Memória do Circo (térreo e sobreloja). Centro. Dia 21, 19h. Grátis

Encontro que apresenta esquetes e números circenses, música, poesia e artes visuais sobre o circo.

Longa "Noivo neurótico, noiva nervosa" é uma das atrações do "SlowMovie", evento ao ar livre que ocupa o Jardim Suspenso, do Centro Cultural São Paulo 52

MAIO DE 2016 | emcartaz


SARAU ENCONTRO DE UTOPIAS Idealização: Regina Tieko.

Com nova sede no CCSP desde novembro de 2015, este sarau promove, em maio, o lançamento do livro “Visita íntima”, da poetisa Sandra Regina, e traz a apresentação de um pocket show de Rodrigo Ciampi. | Centro Cultural São Paulo – Espaço Mário Chamie (Praça das Bibliotecas). Centro. Dia 21, das 18h às 20h. Entrada franca (não é necessário retirar ingresso)

SLOWMOVIE O evento reúne cinema, piquenique, food bikes, mercado, música, arte e sustentabilidade. A banda The Dollar Bills faz show às 16h e a cantora Marina de La Riva, às 17h30. A partir das 19h, é exibido o longa “Noivo neurótico, noiva nervosa”, de Woody Allen. | Centro Cultural São Paulo – área de convivência. Zona Norte. Dia 7, a partir das 14h. Entrada franca

LIVRE ACESSO: DE TODOS PARA TODOS CENTRO CULTURAL SÃO PAULO | CENTRO | DE 13 A 15 | GRÁTIS Apostando na diversidade de seu público, o CCSP, que completa 34 anos no dia 13, realiza este projeto que apresenta uma programação artística e cultural que explora diferentes experências sensoriais.

Veja destaque na página 50.

ABERTURA Recepção do público e distribuição da programação. | Sala Adoniran Barbosa. Dia 13, das 18h às 19h

MESA DE DEBATES: ARTE ACESSÍVEL Com Henrique Amoedo (coreógrafo brasileiro e diretor artístico do grupo Dançando com a Diferença, de Portugal), Rogério Ratão (artista plástico e expositor cego) e Leonardo Castilho (artista, educador e produtor cultural surdo). Mediação: Cíntia Alves (Coletivo Grão Arte e Cidadania).

Os convidados falam sobre o projeto Livre Acesso e de que forma este dá liberdade de expressão às atividades relacionadas à acessibilidade cultural e intelectual. Haverá audiodescrição e tradução em Libras. | Sala Adoniran Barbosa. Dia 13, 19h (retirar ingresso, até dois por pessoa, a partir das 17h)

PROJETO ACESSIBILIDADE CULTURAL: COISOLÂNDIA Coletivo Grão Arte e Cidadania. Coordenação: Cíntia Alves.

Metodologia de mediação cultural que promove diálogos significativos sobre acessibilidade estética. Na atividade, o público é convidado a participar de performances. Haverá um cortejo itinerante pelos espaços do CCSP. | Dias 14 e 15, das 11h às 19h

PASSAGEM - EXPERIÊNCIA COM SENTIDO Instalação acessível especialmente planejada para contribuir com a sensibilização do público em relação à diversidade, à deficiência e à inclusão. | Área de convivência. Dias 14 e 15, das 11h às 17h

CENOGRAFIA CENSORIAL A instalação de Renato Ribeiro é formada por um corredor cenográfico com diferentes estímulos sensoriais. A ideia é ativar sensações que não dependem dos sentidos habituais: tato, audição, visão ou olfato. | Piso Flávio de Carvalho. Dias 14 e 15, das 11h às 17h

CORA-ME Performance interativa, concebida por Mariana Piza, que busca externar e tornar público o invisível e o inaudível do outro. A artista usa um vestido com leds vermelhos e, munida de um estetoscópio e de um par de caixas e som, pede ao visitante para ouvir o som do coração, que será amplificado por caixas de som, enquanto o vestido pisca segundo as batidas. | Piso Flávio de Carvalho (foyer). Dias 14 e 15, 12h, 13h30 e 15h30

DUPLO ACESSO: SAIR DA SUPERFÍCIE SUPERAÇÃO DA IMAGEM VISÍVEL AOS OLHOS Coord.: Diana Tsonis e Evelize Bernades.

Projeto contemplado no edital Mediação em Arte 2014 do CCSP, Duplo Acesso é uma oficina que promove a interação entre a pessoa com deficiência visual e a sem deficiência. Com participantes de ambas as situações, a atividade se inicia com uma apresentação do projeto, seguida de um debate sobre o tema e da confecção de um busto de outra pessoa, sendo que quem enxerga será vendado. | +14 anos. Sala DACE. Dia 14, 11h

emcartaz | MAIO DE 2016

53


ACESSIBILIDADE EM ESPAÇOS CULTURAIS: MEDIAÇÃO E COMUNICAÇÃO SENSORIAL Com Viviane Sarraf (com publicações na área de acessibilidade cultural, a professora e pesquisadora organizou, em 2008, o Encontro Regional de Acessibilidade em Museus, em parceria com a Fundação Dorina Nowill para Cegos e com o Museu de Arte Moderna de São Paulo, projeto pioneiro no Brasil).

Na palestra, Viviane traz conceitos e experiências que resultaram no livro homônimo, adaptação de sua tese de doutorado, apresenta exemplos nacionais e internacionais e o processo de criação do livro e do audiolivro, realizado em parceria com a Biblioteca Louis Braille, do CCSP. Haverá tradução em Libras. | Espaço Mário Chamie (Praça das Bibliotecas). Dia 14, 11h30

JAM DE DANÇA PARA TODOS Coord.: Fernanda Amaral (bailarina criadora da Cia. Dança Sem Fronteiras, que se apresenta nesta programação – veja ao lado).

A jam trabalha com a dança e o improviso com uma abordagem na cultura corporal do movimento acessível a todos, acolhendo a diversidade. É baseada em técnicas de consciência corporal, improvisação, dinâmicas de danceability e de dança-teatro. A atividade integra o projeto Novas Fronteiras do Olhar, contemplado na 19ª edição do Programa Municipal de Fomento à Dança. | Espaço Flávio Império (foyer). Dia 14, 14h

HISTÓRIAS CONTADAS COM AS MÃOS Grupo Mãos de Fada.

Veja sinopse na página 61. | Dias 14 e 15, 14h30

O ATOR SURDO QUE ASSINA: O ATOR/AUTOR É SEU PRÓPRIO TRABALHO Com Lucas Sacramento Resende (instrutor de Libras com experiência em teatro).

Atores surdos buscam o reconhecimento da identidade surda na sociedade. A palestra procura discutir o treinamento do ator para evoluir o conhecimento sobre a expressão corporal, bem como das práticas metodológicas que priorizam a cultura surda como área de conhecimento no espaço teatral. Haverá audiodescrição. | +12 anos. Espaço Mário Chamie (Praça das Bibliotecas). Dia 14, 16h (retirar ingressos, até dois por pessoa, a partir das 14h)

TEATRO: O INIMIGO República Ativa de Teatro.

Veja sinopse na página 59. | Livre. Sala Jardel Filho. Dias 14 e 15, 16h. Grátis (retirar ingresso, até dois por pessoa, a partir das 14h; haverá tradução em Libras e audiodescrição) 54

MAIO DE 2016 | emcartaz

CIA. DANÇA SEM FRONTEIRAS Espetáculo: “Olhar de neblina”. Dir. e interpretação: Fernanda Amaral. Dramaturgia: Teresa Athayde. Com Camilla Rodrigues do Carmo, Jaqueline de Souza, Beto Amorim e outros. 50 min. Livre.

Espetáculo inspirado na obra de Evgen Bavcar, fotógrafo e filósofo esloveno que perdeu a visão aos 12 anos. A coreografia estabelece um paralelo entre a construção coreográfica e a ideia de que fotografia não pertence somente a quem enxerga. O espetáculo integra o projeto Novas Fronteiras do Olhar, contemplado na 19ª edição do Programa Municipal de Fomento à Dança. | Sala Adoniran Barbosa. Dia 14, 19h. Dia 15, 18h (retirar ingressos, até dois por pessoa, a partir de duas horas antes)

TEATRO: OS MÉDIOS Veja sinopse na página 15. | +14 anos. Sala Jardel Filho. Dia 14, 21h. R$ 20 (51 ingressos gratuitos para pessoas com deficiência; a bilheteria será aberta às 19h; na encenação, haverá audiodescrição)

TEATRO: A MACIEIRA 28 Patas Furiosas.

Veja sinopse na página 14. | +14 anos. Sala Adoniran Barbosa. Dia 14, 21h. R$ 20 (20 ingressos gratuitos para pessoas com deficiência; a bilheteria será aberta às 19h; na encenação, haverá audiodescrição)

RODA DE CHORO Grupo Só Vendo. Com Romildo, Júlio Machado, Luiz Carlos de Oliveira, Rodrigo Alves, Zeca Mariano e Alex Sandro Pereira dos Santos.

Composto por seis musicistas cegos, o grupo anima o público com seu chorinho e dá exemplo de superação. | Área de convivência. Dia 15, das 11h30 às 12h30

SLAM DO CORPO Com Cibele Toledo Lucena, Leonardo Castilho, Cauê Gouveia e Érika Mota. O projeto reúne a experiência de dois coletivos: Corposinalizante e Núcleo Bartolomeu de Depoimentos, criador do ZAP! - Zona Autônoma da Palavra, primeiro slam de São Paulo.

Slam do Corpo é o primeiro encontro de poesia do gênero para surdos e ouvintes do Brasil. Na atividade, duplas de poetas, formadas por uma pessoa surda e outra ouvinte, se apresentam simultaneamente em português e em Libras (Língua Brasileira de Sinais). | Espaço Flávio Império (foyer). Centro. Dia 15, das 13h30 às 15h30


VEIA E VENTANIA BIBLIOTECAS PÚBLICAS | SÁB. | GRÁTIS Encontro literário que leva para as bibliotecas saraus que se apresentam em vários espaços da cidade.

SARAU CLAMARTE Este sarau nasceu em 2015 do encontro entre dois poetas da zona sul de São Paulo, Casulo e Augusto, que ocupam, toda segunda sexta-feira do mês, as dependências de uma funilaria para levar aos moradores, nesse espaço alternativo, um encontro entre a arte e a palavra. | BP Malba Tahan. Zona Sul. Dia 28, 14h

SARAU DA RESISTÊNCIA PRETA Sarau que reúne artistas de multilinguagens. O eixo predominante é a literatura e os temas relacionados aos direitos humanos, como o racismo e a doutrina de proteção integral, realizado pelo Coletivo de Esquerda Força Ativa, grupo que promove a aproximação do público com o universo da literatura e da leitura. Acontece, desde 2013, no último domingo do mês, na Biblioteca Comunitária Solano Trindade, em Cidade Tiradentes, zona leste. | Centro de Formação Cultural de Cidade Tiradentes. Zona Leste. Dia 28, 14h

SARAU SUbuRBANO Com apresentação do escritor Alessandro Buzo, o Sarau Suburbano existe desde 2010 e acontece, toda terça-feira, na Livraria Suburbano Convicto, no Bixiga, especializada em literatura marginal.

D

urante quatro dias, a cidade de São Paulo se transforma na sede de mobilização e compartilhamento de conhecimento entre cicloativistas e gestores públicos de diversas partes do Brasil. Para discutir a bicicleta em suas diferentes formas de expressão, seja cultural, social, política e ambiental, a união dos Ciclistas do Brasil (UCB), em parceria com a Associação dos Ciclistas Urbanos de São Paulo (Ciclocidade) e outras instituições, realiza o Bicicultura, encontro nacional de mobilidade por bicicleta e cicloativismo, entre os dias 26 e 29, no Centro Cultural Galeria Olido e em outros locais da região central. “Com o Bicicultura, discutimos o uso da bicicleta não apenas no aspecto da mobilidade, mas de uma forma mais ampla e interligada dentro de uma cultura urbana”, afirma o diretor de participação da Ciclocidade, Daniel Guth. Segundo ele, o evento é uma oportunidade de encontrar mudanças significativas por meio da troca de informações entre pessoas de diferentes regiões do País. A programação reúne diversas atividades na região central, entre elas oficinas, palestras e debates, além de atrações culturais, como uma exposição de bicicletas antigas e uma mostra de curtas-metragens. Consulte todas as atividades no site bicicultura.org.br | Letícia Andrade | Centro Cultural Galeria Olido. Centro. Sala Olido. Dia 26, 9h. Salas de ensaio azul, café e vermelha. De 26 a 28, a partir das 9h. Grátis Rachel Schein

| BP Milton Santos. Zona Leste. Dia 21, 15h

CICLISTAS DISCUTEM MOBILIDADE URBANA

Realizado na região central de São Paulo, Bicicultura enfoca a mobilidade por bicicleta e o cicloativismo emcartaz | MAIO DE 2016

55


seção garotada

Em “O anjo e a princesa”, do Grupo Sobrevento, Sandra Vargas dá vida aos bonecos inspirados nas criações do célebre escultor norte-americano Alexander Calder

PEÇA MOSTRA QUE A VIDA PREGA PEÇAS ATÉ EM PRINCESAS

C

om texto de Sandra Vargas, o premiado espetáculo infantil “O anjo e a princesa”, do grupo de teatro de animação Sobrevento, faz sucesso em vários países desde 1999, encantando plateias de todas as idades. A dramaturgia é livremente inspirada no conto “Irredenção”, do escritor chileno Baldomero Lillo. Na obra original, uma princesa cheia de mimos e vontades tem um encontro inusitado com a Justiça. Já no texto de Sandra, a história, que ganha vida por meio da manipulação de bonecos, narra a primeira experiência de um anjo da guarda que precisa tomar conta de uma princesa vaidosa e mimada. No auge de seus caprichos, ela manda cortar todas as flores de um bosque de pessegueiros para decorar os salões de seu castelo durante uma grande festa. O anjo apenas fica por perto, observando a garota, e deixa o curso da vida seguir seu destino e resolver por si só essa maldade contra a natureza. Foi preciso passar um ano inteiro de tristezas 56

MAIO DE 2016 | emcartaz

para que a princesa percebesse o verdadeiro valor das coisas importantes da vida. Luiz André Cherubini dirige o espetáculo, do qual Sandra também participa como a atriz-manipuladora que dá vida aos bonecos, criados com base no trabalho do renomado escultor estadunidense Alexander Calder. Integrando a programação do Circuito Municipal de Cultura, em maio, a encenação chega à Biblioteca Pública Mário Schenberg, zona oeste, no dia 18, e na Casa de Cultura Itaim Paulista, zona leste, no dia 26. Em junho, outros quatro locais recebem “O anjo e a princesa”: as Casas de Cultura São Mateus e São Miguel Paulista, ambas na zona leste, e as Bibliotecas Públicas Narbal Fontes, na zona norte, e Belmone, na zona sul. | Carolina Bressane | Biblioteca Pública Mário Schenberg. Zona Oeste. Dia 18, 14h; Casa de Cultura Itaim Paulista. Zona Leste. Dia 26, 14h. Grátis (não é necessário retirar ingresso)


de música e teatro Esopo em Dó Maior, e de “O casamento da baratinha”, às 15h e às 16h.

RETIRADA DE INGRESSOS Nos teatros municipais e no anfiteatro do Centro Cultural da Juventude, retirar ingresso, quando gratuito, a partir de uma hora antes. Nas casas de cultura, bibliotecas públicas e Biblioteca Mário de Andrade, não é necessário.

O ANJO E A PRINCESA Grupo Sobrevento. Texto e interpretação: Sandra Vargas. Dir.: Luiz André Cherubini. 50 min. Livre.

Veja destaque na página ao lado. | Biblioteca Pública Mário Schengerg. Zona Oeste. Dia 18, 14h | Casa de Cultura Itaim Paulista. Zona Leste. Dia 26, 14h | Grátis

AS AVENTURAS DE PEPINO Cia. Rodamoinho. Texto e interpretação: Fabiano Assis e Renata Flaiban. Dir.: Ednaldo Freire. 55 min. +4 anos.

Para poder dormir sossegados, rapaz e sua mãe tocam, durante todas as noites, sanfona e bandolim napolitano para espantar os bichos. Um dia, ele decide sair de casa e tem de enfrentar vários desafios, como o da menina chorona. | Casa de Cultura de São Mateus. Zona Leste. Dia 6, 10h | Centro Cultural da Juventude – área de convivência. Zona Norte. Dia 7, 10h (não é necessário retirar ingresso) | Casa de Cultura do M’Boi Mirim. Zona Sul. Dia 28, 15h | Casa de Cultura Manoel Cardoso de Mendonça. Zona Sul. Dia 29, 11h | Grátis

BIBLIOTEQUINHA MÁRIO DE ANDRADE Até dezembro, este projeto levará à BMA, no quarto domingo do mês, atividades culturais seguidas. A programação de maio recebe, às 14h, a encenação de “O manuscrito”, com o grupo

| Biblioteca Mário de Andrade – deck. Centro. Dia 22, das 14h às 17h. Grátis

O BIGODUDO - SALVADOR DALÍ Sabre de Luz Teatro. Texto e dir.: Joyce Salomão. Com Cristiano Salomão, Nino Belucci e Joyce Salomão. 45 min. Livre.

Antes de se tornar um grande pintor surrealista, Salvador Dalí, quando criança, morava dentro de seus sonhos. Em sua mente, as velas dos barcos eram feitas de borboletas e o tempo andava sempre distraído, em grandes obras de arte. | Biblioteca Pública Belmonte. Zona Sul. Dia 14, 11h | Casa de Cultura de São Miguel Paulista. Zona Leste. Dia 27, 11h 16h | Casa de Cultura do Campo Limpo. Zona Sul. Dia 1º/6, 14h | Grátis

seção garotada

Teatro e circo

CARNAVAL DOS ANIMAIS Cia. Imago. Criação e dramaturgia: Fernando Anhê. Artistas-manipuladores: Janette Santiago, Priscila Monsano, Daniela Sakumoto e Jah Horacio. Músicas de Saint Säens e Jamil Maluf. 50 min. Livre.

Criação cênica lúdica a partir da obra musical do compositor Camille Saint-Säens e do maestro Jamil Maluf. Utilizando bonecos, o espetáculo dá vida às músicas da composição erudita, criadas para determinados bichos, como baleias siderais, cangurus e até fósseis de dinossauros, que se movimentam no palco por meio da técnica do teatro negro, na qual os bonecos e objetos cênicos são pintados em cores fosforescentes e iluminados por luz negra. | Teatro Municipal Alfredo Mesquita. Zona Norte. Dias 14 e 15, 16h | Teatro Municipal Cacilda Becker. Zona Oeste. Dias 28 e 29, 16h | Grátis

Cia. Imago utiliza a técnica de animação do teatro negro para movimentar os personagens da composição "Carnaval dos animais", de Camille Saint-Säens emcartaz | MAIO DE 2016

57


seção garotada Cia. Le Plat du Jour encena "Chapeuzinho Vermelho" na Casa de Cultura da Brasilândia

CHAPEUZINHO VERMELHO Le Plat du Jour. Dir.: Fernando Escrich. Com Renata Maia e Renata Bruel. 55 min. +2 anos.

Depois de descobrirem um armário cheio de chapéus, duas palhaças fazem uma viagem ao mundo das brincadeiras, tendo a história de Chapeuzinho Vermelho como fio condutor. | Casa de Cultura da Brasilândia. Zona Norte. Dia 5, 15h30. Grátis

E A CASA CAIU Companhia da Sombra. Dir.: Bruno Hayata. Com Daiane Baumgartner. 45 min. Livre.

A partir de uma mala cheia de surpresas, o espetáculo mescla contação de histórias, cinema e teatro de animação com bonecos e sombras. | Biblioteca Pública Álvares de Azevedo. Zona Norte. Dia 22, 11h. Grátis

É MESMO UMA PALHAÇADA Trupe DuNavô. Com Gabi Zanola, Gis Pereira e Renato Ribeiro. 50 min. Livre.

Ao perceber que está no cenário errado, um grupo de palhaços, que acaba de chegar de uma turnê internacional, convida o público para assistir à sua apresentação. Para isso, vasculha o espaço desconhecido em busca de objetos para improvisar seus números. | Biblioteca Pública Belmonte. Zona Sul. Dia 28, 11h. Grátis

A FAMOSA INVASÃO DOS URSOS NA SICÍLIA Companhia Delas de Teatro. Dramaturgia: Carla Candiotto e grupo. Livre adaptação da obra homônima de Dino Buzzati. Dir.: Carla Candiotto. Com Cecília Magalhães, Fernanda Castello Branco, Lilian Damasceno e outros. 50 min. Livre. 58

MAIO DE 2016 | emcartaz

O espetáculo narra as aventuras de um grupo de ursos, liderado pelo Rei Leôncio, que decide resgatar o filho deste, capturado por caçadores. | Teatro Municipal da Mooca Arthur Azevedo. Zona Leste. Dia 1º, 16h | Teatro Municipal Flávio Império. Zona Leste. Dias 28 e 29, 16h. Grátis

A FESTA Arte Simples de Teatro. Dramaturgia: grupo. Dir.: Tatiana Rehder. Com Andrea Serrano, Camila Arelaro, Eugenia Cecchini e outras. 55 min. Livre.

Em um reino onde crianças são proibidas de entrar, a princesa pede de aniversário um presente impossível de ser realizado. O conselheiro real decide, então, levar-lhe uma criança. | Casa de Cultura Chico Science. Zona Sul. Dia 8, 10h | Biblioteca Pública Hans Christian Andersen. Zona Sul. Dia 14, 11h | Grátis

A FUGA Trupe do Maiô. Com Angélica Müller e Jéssica Alves. 50 min. Livre.

Vírgula e Cangica, duas palhaças muito atrapalhadas, estão infelizes com a vida no circo, pois não podem se apresentar como artistas. Decidem, então, fugir para tentar novas oportunidades, caso o dono do circo não as encontre. | Casa de Cultura do Campo Limpo. Zona Sul. Dia 4, 14h | Casa de Cultura Cidade Tiradentes. Zona Leste. Dia 22, 15h | Biblioteca Pública Padre José de Anchieta. Zona Norte. Dia 24, 11h | Casa de Cultura do Tremembé. Zona Norte. Dia 25, 14h | Casa de Cultura Cora Coralina. Zona Sul. Dia 29, 15h | Grátis


"A festa" mostra uma princesa que propõe um desafio no reino onde crianças não entram

O INIMIGO República Ativa de Teatro. Adapt.: Leandro Ivo e Vivi Gonçalves. Dir.: Val Pires. Com Leandro Ivo e Thiago Ubaldo. 50 min. Livre.

Durante a guerra, dois soldados inimigos são forçados a conviver com o perigo que os cerca, enquanto um mistério envolve o outro lado do front. | Centro Cultural São Paulo – Sala Jardel Filho. Centro. Até dia 22. Sáb. e dom., 16h. R$ 20. Dias 14 e 15, grátis (integrando o projeto Livre Acesso; retirar ingresso, até dois por pessoa, a partir das 14h)

MÁRIO E AS MARIAS

| Biblioteca Pública Viriato Corrêa. Zona Sul. Dia 8, 14h | Biblioteca Pública Narbal Fontes. Zona Norte. Dia 14, 11h | Grátis

MEU QUINTAL É MAIOR DO QUE O MUNDO Dir. e adaptação do livro “Memórias inventadas - As infâncias de Manoel de Barros”, de Platão Capurro Filho. Dir. musical: Carol Bezerra. Com Diego Alencikas, Ernani Sequinel, Fabíola Moraes e Val Nascimento. 60 min. Livre.

Num quintal “maior do que o mundo”, crianças, jovens e adultos se encontram para brincar, fazer poesia e teatro, inspirados no Pantanal de Manoel de Barros. | Ponto de Leitura Parque do Piqueri. Zona Leste. Dia 1º, 11h | Biblioteca Pública Padre José de Anchieta. Zona Norte. Dia 8, 11h | Centro Cultural da Juventude – área de convivência. Zona Norte. Dia 14, 10h | Grátis Rodrigo Morales

Cia. Lúdicos de Teatro Popular. Dir.: Gira de Oliveira. Com Alba Brito, Gizele Panza, Jéssica Nascimento e outras. 50 min. Livre.

seção garotada

Fábio Raphael

Inspirado no escritor Mário de Andrade, o espetáculo acompanha um menino que recebe dos pais um par de óculos que permitem enxergar o Brasil de forma surpreendente. Com eles, parte em busca de Maria, personagem que representa o povo brasileiro, sua terra e cultura. A encenação é marcada por quatro rituais: do nascimento, da paixão, do casamento e da morte.

"Meu quintal é maior do que o mundo" traz brincadeiras e histórias inspiradas no Pantanal de Manoel de Barros emcartaz | MAIO DE 2016

59


Sissy Eiko

seção garotada

OPERILDA NA ORQUESTRA AMAZÔNICA Dir.: Regina Galdino. Dir. musical: Miguel Briamonte. Texto e interpretação: Andréa Bassitt. Músicos: Elaine Giacomelli, Clara Bastos, Paula Souza Lima e outros. 60 min. Livre.

Operilda, acompanhada pelo Livrildo, um livro mágico, e por uma camerata de seis músicos, enfrenta o desafio de contar a história da música erudita brasileira para as crianças em apenas uma hora. Em 2013, o espetáculo recebeu os prêmios da APCA (Melhor Musical Infantil) e FEMSA (Categoria Especial). | Teatro Municipal Cacilda Becker. Zona Oeste. Dia 1º, 16h. Grátis

REFUGO URBANO Trupe DuNavô. Dir.: Suzana Aragão. Intérpretes-criadores: Gabi Zanola e Renato Ribeiro. 55 min. +5 anos.

Dois palhaços se conhecem: um lixeiro comedido e organizado e uma moradora de rua vibrante e emocional, que guarda um universo único debaixo de seus sacos plásticos e papelões. Entre lixo e restos de sobrevivência, juntos descobrem o que há de mágico na trágica crueza das ruas. | Biblioteca Pública Álvares de Azevedo. Zona Norte. Dia 8, 11h | Centro de Formação Cultural de Cidade Tiradentes. Zona Leste. Dias 21 e 22, 16h | Grátis

REMETENTE: GANDHI Texto e dir.: Tiago Real. Com Marta Caetano e Tiago Real. 55 min. Livre.

Com a ajuda de um “telão encantado”, os atores contam a história do grande líder pacifista indiano Mahatma Gandhi, enfocando momentos marcantes de sua vida. | Biblioteca Pública Viriato Corrêa. Zona Sul. Dia 22, 14h | Centro Cultural Tendal da Lapa. Zona Oeste. Dia 28, 11h | Casa de Cultura do Butantã. Zona Oeste. Dia 29, 11h | Grátis

VEM VENTO Cia. Sylvia Que Te Ama Tanto. Dir.: Marcio Pimentel. Com Flavio Ferraz, Ingrid Oldenburg e Leonardo Zampieri. 50 min. Livre.

Depois de adormecer, Pingo sonha ser um barquinho. Sem ter quem o conduza, navega um rio perseguindo a Flor Irupê. Na aventura, o menino lida com diversos desafios e com a ansiedade de estar à deriva. | Centro Cultural da Juventude – anfiteatro. Zona Norte. Dia 29, 17h. Grátis (retirar ingresso a partir de uma hora antes) 60

MAIO DE 2016 | emcartaz

Gabi Zanola, da Trupe DuNavô, vive uma divertida moradora de rua em "Refúgio urbano"

Oficinas

CINEMA NÔMADE - CINEMA COMO FÁBRICA DE VISÕES Coord.: Luiz Fuganti (diretor da Escola Nômade de Filosofia e autor do livro “Saúde, desejo e pensamento”).

Dividido em dois módulos, para adultos e para crianças, o curso dirigido ao público infantil exibe filmes intercalados com análise e conversa sobre a construção da obra. | 5 a 14 anos. Biblioteca Infantojuvenil Monteiro Lobato. Centro. Dias: 4, 11, 18 e 25/5. Dias 1º, 6, 8, 13, 15, 20, 22, 27 e 29/6. Dias 6 e 13/7, das 14h30 às 17h30. Grátis (não é necessário fazer inscrição; sujeito à lotação da sala)

Encontros e brincadeiras

EXPERIMENTE LITERATURA Com Daniela Padilha, Cláudia Vóvio, Magno Farias, Heidi Monezzi, Rosana Rios e Aline Abreu.

Projeto literário que reúne intervenções, mediações de leitura, oficinas de experimentações em diversas linguagens, que contam com jogos literários, conversas e laboratórios de escrita coletiva, envolvendo a equipe de jovens monitores do CCJ. O objetivo é despertar o interesse do público pelo livro para infância e juventude a partir do acervo da Biblioteca Jayme Cortez, do CCJ. | Centro Cultural da Juventude. Zona Norte. Brinquedoteca. Dias 3, 17 e 24, das 10h às 12h; Biblioteca Jayme Cortez. De 7 a 28. Sáb., das 10h às 12h. Grátis


DIVERSOS ESPAÇOS | LIVRE | GRÁTIS

CANTA E CONTA Com Marina Siqueira.

Contação de histórias interativa, embalada por canções do folclore brasileiro e da cultura infantil. | Biblioteca Pública Clarice Lispector. Zona Oeste. Dia 19, 14h

CONTOS QUE SONHAM Com Amanda de Lima Oliveira.

A narração utiliza-se de voz, gestos, ritmos e recursos visuais, visando difundir a Língua Brasileira de Sinais (Libras). | Biblioteca Púbica Pedro Nava. Zona Norte. Dia 17, 10h. Grátis

CIAS. PROSA DOS VENTOS + MÃOS DE FADA + CONTO EM CANTOS

| Centro Cultural São Paulo – Sala de Leitura Infantojuvenil Biblioteca Sérgio Milliet. Centro. De 1º a 29. Sáb. e dom., 14h30. Grátis

DESCOBRINDO NOSSOS TESOUROS: DA ÁFRICA PARA O BRASIL Dudú Badé. Com Danuza Novaes da Silva e Ana Carolina da Silva.

Crianças são desafiadas a encontrar um tesouro, acompanhadas de músicas e de contos presentes na afro-brasileira e africana, com seus reis e rainhas e respeito aos elementos da natureza. | Centro Cultural da Juventude – área de convivência. Zona Norte. Dia 21h, 16h

NÚCLEO ESPOROS DE EXPERIÊNCIA ARTÍSTICA Com Anna Paula Cesário e Raffaele Sinkovitz.

Dentre os contos narrados pelo grupo, inspirados no continente africano, estão “Do Saara às savanas - As histórias que a África conta e o Brasil e reconta” e “Raminho de arruda”. | UBS Varginha. Rua Henrique Muzzio, 152, Grajaú. Zona Sul. Dia 24, 14h Fábio Brandi Torres

Atividade que acontece aos finais de semana. No dia 1º, a Cia. Prosa dos Ventos apresenta “Autores que fizeram a história”, de Fabio Brandi Torres, que traz obras de Hans Christian Andersen, Mário de Andrade e William Shakespeare. No dia 7, a contadora convidada é Priscila Harder, da Cia. Conto em Cantos, que narra “A bruxa da montanha” e outras histórias. Inovando na forma de narrar, o grupo Mãos de Fada traz, entre

os dias 8 e 29, “Histórias contadas com as mãos”. Nelas, por meio de Libras e com tradução simultânea para o português, serão apresentados os contos “A princesa sisuda”, “O caso do bolinho”, entre outros.

seção garotada

CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS

Cia. Prosa dos Ventos é uma das três convidadas para narrar histórias no Centro Cultural São Paulo emcartaz | MAIO DE 2016

61


Sylvia Masini

nossos endereços Auditório Ibirapuera Oscar Niemeyer

Acervo da Memória e do Viver Afro-Brasileiro Caio Egydio de Souza Aranha R. Arsênio Tavollieri, 45, Jabaquara. Zona Sul. | tel. 5011-2421 e 5011-1430 | Atendimento: 2ª e 5ª, das 8h às 17h; 3ª, 4ª e 6ª, das 8h às 22h; Sáb., das 8h às 19h; Dom., das 8h às 18h. Nos finais de semana, os horários variam de acordo com a programação.

Arquivo Histórico de São Paulo Edifício Ramos de Azevedo. Pça Coronel Fernando Prestes, 152, Bom Retiro. Próximo da estação Tiradentes do metrô. Centro. | tel. 3396-6000 | Atendimento: Visitação: 2ª a Sáb., das 9h às 17h; Consulta do acervo: 2a a 6a, das 9h às 17h

Auditório Ibirapuera Oscar Niemeyer Av. Pedro Álvares Cabral, s/nº, Parque Ibirapuera (portão 3), Ibirapuera. Zona Sul. | tel. 3629-1075

Beco do Pinto R. Roberto Simonsen, 136. Próximo do Pátio do Colégio, ao lado do Solar da Marquesa. Centro. | Atendimento: 3ª a dom., das 9h às 17h. 62

MAIO DE 2016 | emcartaz

Biblioteca Infantojuvenil Monteiro Lobato R. General Jardim, 485, Vila Buarque, Centro. | tel. 3256-4122, 3256-4438 e 3256-4038 | Atendimento: 2ª a 6a, das 8h às 18h. Sáb., das 10h às 17h. Dom., das 10h às 14h.

Biblioteca Pública Alceu Amoroso Lima (Temática em Poesia) Av. Henrique Schaumann, 777, Pinheiros, Próximo da Praça Benedito Calixto. Zona Oeste. | tel. 3082-5023 e 3063-3064 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 10h às 19h. Sáb., das 9h às 16h.

Biblioteca Pública Adelpha Figueiredo

Biblioteca Pública Álvares de Azevedo

Pça Ilo Ottani, 146, Pari. Zona Leste. | tel. 2292-3439 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 10h às 19h. Sáb., das 9h às 16h. Tem estacionamento.

Pça Joaquim José da Nova, s/nº, Vila Maria. Zona Norte. | tel. 2954-2813 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 18h. Sáb., das 9h às 16h. Dom., das 10h às 15h.

Biblioteca Pública Affonso Taunay R. Taquari, 549, Parque da Mooca, Mooca. Zona Leste. | tel. 2292-5126 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 18h. Sáb., das 9h às 16h.

Biblioteca Pública Afonso Schmidt Av. Elísio Teixeira Leite, 1.470, Freguesia do Ó/Brasilândia. Zona Norte. | tel. 3975-2305 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 18h. Sáb., das 9h às 16h.

Biblioteca Pública Álvaro Guerra R. Pedroso de Moraes, 1.919, Pinheiros. Zona Oeste. | tel. 3031-7784 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 18h. Sáb., das 9h às 16h.

Biblioteca Pública Amadeu Amaral R. José Clóvis Castro, s/nº, Jardim da Saúde. Zona Sul. | tel. 5061-3320 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 18h. Sáb., das 9h às 16h.


Biblioteca Pública Anne Frank

Biblioteca Pública Castro Alves

R. Cojuba, 45, Itaim Bibi. Zona Oeste.| tel. 3078-6352 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 18h. Sáb., das 9h às 16h.

R. Abrahão Mussa, s/nº, Jardim Patente. Zona Sul. | tel. 2946-4562 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 18h. Sáb., das 9h às 16h.

Biblioteca Pública Prof. Arnaldo Magalhães Giácomo R. Restinga, 136, Tatuapé. Zona Leste. | tel. 2295-0785 e 2092-0108 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 18h. Sáb., das 9h às 16h.

Biblioteca Pública Aureliano Leite R. Otto Schubart, 196, Parque São Lucas. Zona Leste.| tel. 2211-7716 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 18h. Sáb., das 9h às 16h.

Biblioteca Pública Belmonte (Temática em Cultura Popular) R. Paulo Eiró, 525, Santo Amaro. Zona Sul. | tel. 5687-0408 e 5691-0433 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 10h às 19h. Sáb., das 9h às 16h.

Biblioteca Pública Brito Broca Av. Mutinga, 1.425, Pirituba. Zona Norte. | tel. 3904-1444 e 3904-2476 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 18h. Sáb., das 9h às 16h.

Biblioteca Pública Camila Cerqueira César R. Waldemar Sanches, 41, Butantã. Zona Oeste. | tel. 3731-5210 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 18h. Sáb., das 9h às 16h.

Biblioteca Pública Maria Firmina dos Reis (Temática em Direitos Humanos) (dentro do Centro de Formação Cultural de Cidade Tiradentes) R. Inácio Monteiro, 6.900 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 17h

Biblioteca Pública Chácara do Castelo R. Brás Lourenço, 333, Jardim da Glória. Zona Sul. | tel. 5573-4929 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 18h. Sáb., das 9h às 16h.

Biblioteca Pública Clarice Lispector R. Jaricunas, 458, Bairro Siciliano. Zona Oeste. | tel. 3672-1423 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 18h. Sáb., das 9h às 16h.

Biblioteca Pública Cora Coralina (Temática Feminista) R. Otelo Augusto Ribeiro, 113, Guaianases. Zona Leste. | tel. 2557-8004 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 18h. Sáb., das 9h às 16h. Dom., das 10h às 15h.

Biblioteca Pública Érico Veríssimo

Biblioteca Pública Helena Silveira R. João Batista Reimão, 146, Campo Limpo. Zona Sul. | tel. 5841-1259 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 18h. Sáb., das 9h às 16h.

Biblioteca Pública Jamil Almansur Haddad R. Andes, 491-A, Guaianases. Zona Leste. | tel. 2557-0067 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 18h. Sáb., das 9h às 16h.

Biblioteca Pública José Mauro de Vasconcelos Pça Comandante Eduardo de Oliveira, s/nº, Parque Edu Chaves. Zona Norte. | tel. 2242-8196 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 18h. Sáb., das 9h às 16h.

Biblioteca Pública José Paulo Paes (Centro Cultural da Penha) Largo do Rosário, 20, 1º andar, Penha. Zona Leste. | tel. 2295-0401 | Atendimento: 3ª a 6ª, das 10h às 19h. Sáb. e dom., das 10h às 16h.

Biblioteca Pública Jovina Rocha Álvares Pessoa

R. Diógenes Dourado, 101, Cohab Parada de Taipas. Zona Norte. | tel. 3972-0450 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 8h às 17h. Sáb., das 9h às 16h.

Av. Padre Francisco de Toledo, 331, Cohab Manoel da Nóbrega, Artur Alvim. Zona Leste. | tel. 2741-7371 e 2741-0371 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 18h. Sáb., das 9h às 16h.

Biblioteca Pública Gilberto Freyre

Biblioteca Pública Lenyra Fraccaroli

R. José Joaquim, 290, Sapopemba. Zona Leste. | tel. 2143-1811 e 2227-2453 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 18h. Sáb., das 9h às 16h.

Biblioteca Pública Cassiano Ricardo (Temática em Música)

Biblioteca Pública Hans Christian Andersen (Temática em Contos de Fadas)

Av. Celso Garcia, 4.200, Tatuapé. Zona Leste. | tel. 2092-4570 e 2942-9952 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 10h às 19h. Sáb., das 9h às 16h.

Av. Celso Garcia, 4.142, Tatuapé. Zona Leste. | tel. 2295-3447 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 10h às 19h. Sáb., das 9h às 16h.

Pça Haroldo Daltro, 451,Vila Nova Manchester . Zona Leste. | tel. 2295-2295 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 18h. Sáb., das 9h às 16h.

Biblioteca Pública Malba Tahan R. Brás Pires Meira, 100, Interlagos. Zona Sul. | tel. 5523-4556 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 18h. Sáb., das 9h às 16h. emcartaz | MAIO DE 2016

63


nossos endereços

Biblioteca Pública Marcos Rey Av. Anacê, 92, Jardim Umarizal. Zona Sul. | tel. 5845-2572 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 18h. Sáb., das 9h às 16h.

Biblioteca Pública Nuto Sant’Anna

Biblioteca Pública Raimundo de Menezes

Pça Tenório Aguiar, 32, Santana. Zona Norte. | tel. 2973-0072 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 18h. Sáb., das 9h às 16h.

Av. Nordestina, 780, São Miguel Paulista. Zona Leste. | tel. 2297-4053 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 18h. Sáb., das 9h às 16h.

Biblioteca Pública Padre José de Anchieta

Biblioteca Pública Raul Bopp (Temática em Meio Ambiente)

R. Antônio Maia, 651, Perus. Zona Norte. | tel. 3917-0751 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 18h. Sáb., das 9h às 16h. Dom., das 10h às 15h.

R. Muniz de Sousa, 1.155, Aclimação. Ao lado do Parque da Aclimação. Centro. | tel. 3208-1895 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 10h às 19h. Sáb. das 9h às 16h. Dom., das 10h às 16h.

Biblioteca Mário de Andrade R. da Consolação, 94, Consolação. Próximo da estação Anhangabaú do metrô. Centro. | tel. 3775-0002

Biblioteca Mário de Andrade – Seção Circulante e Coleção SP Av. São Luís, 235. Próximo da estação República do metrô. Centro. | tel. 3775-0004/06 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 8h30 às 20h30. Sáb., das 10h às 17h.

Biblioteca Pública Mário Schenberg (Temática em Ciências) R. Catão, 611, Lapa. Zona Oeste. | tel. 3672-0456 e 3675-1681 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 10h às 19h. Sáb., das 9h às 16h.

Biblioteca Pública Menotti Del Picchia R. São Romualdo, 382, Bairro do Limão. Zona Norte. | tel. 3966-4814 e 3956-5070 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 8h às 17h. Sáb., das 9h às 16h.

Biblioteca Pública Milton Santos Av. Aricanduva, 5.777, Jardim Aricanduva. Próximo do Shopping Aricanduva. Zona Leste. | tel. 2726-4882 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 18h. Sáb., das 9h às 16h.

Biblioteca Pública Narbal Fontes Av. Conselheiro Moreira de Barros, 170, Santana. Zona Norte. | tel. 2973-4461 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 18h. Sáb., das 9h às 16h.

64

MAIO DE 2016 | emcartaz

Biblioteca Pública Paulo Duarte (Temática em Cultura Negra) R. Arsênio Tavollieri, 45, Jabaquara. Zona Sul. | tel. 5011-8819 e 5011-7445 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 10h às 19h. Sáb., das 9h às 16h.

Biblioteca Pública Paulo Sérgio Duarte Milliet Pça Ituzaingó, s/nº, Tatuapé. Zona Leste. | tel. 2671-4974 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 18h. Sáb., das 9h às 16h.

Biblioteca Pública Paulo Setúbal (Centro Cultural da Vila Formosa) Av. Renata, 163, Vila Formosa. Zona Leste. | tel. 2211-1508 e 2211-1507 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 18h. Sáb., das 9h às 16h. Dom., das 10h às 15h.

Biblioteca Pública Pedro Nava Rua Helena do Sacramento, 1.000 – Mandaqui. Zona Norte. | tel. 2973-7293 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 18h. Sáb., das 9h às 16h.

Biblioteca Pública Prefeito Prestes Maia (Temática em Arquitetura e Urbanismo) Av. João Dias, 822, Santo Amaro. Zona Sul. | tel. 5687-0513 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 18h

Biblioteca Pública Ricardo Ramos Pça do Centenário de Vila Prudente, 25, Vila Prudente. Zona Leste. | tel. 2273-4860 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 18h. Sáb., das 9h às 16h.

Biblioteca Pública Roberto Santos (Temática em Cinema) R. Cisplatina, 505, Ipiranga. Zona Sul. | tel. 2273-2390 e 2063-0901 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 10h às 19h. Sáb., das 9h às 16h.

Biblioteca Pública Rubens Borba de Moraes R. Sampei Sato, 440, Ermelino Matarazzo. Zona Leste. | tel. 2943-5255 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 18h. Sáb., das 9h às 16h.

Biblioteca Pública Sérgio Buarque de Holanda R. Victorio Santim, 44, Itaquera. Zona Leste. | tel. 2205-7406 | Atendimento: 2a a 6ª, das 9h às 18h. Sáb., das 9h às 16h.

Biblioteca Pública Sylvia Orthof Av. Tucuruvi, 808, Tucuruvi. Zona Norte. | tel. 2981-6263 e 2981-6264 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 18h. Sáb., das 9h às 16h.


Biblioteca Pública Thales Castanho de Andrade R. Doutor Artur Fajardo, 447, Freguesia do Ó. Zona Norte. | tel. 3975-7439 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 18h. Sáb., das 9h às 16h.

Biblioteca Pública Vicente de Carvalho R. Guilherme Valência, 210, Itaquera (Cohab José Bonifácio). Zona Leste. | tel. 2521-0553 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 8h às 17h. Sáb., das 9h às 16h.

Biblioteca Pública Vicente Paulo Guimarães R. Jaguar, 225, Vila Curuçá. Zona Leste. | tel. 2035-5322 e 2034-0646 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 18h. Sáb., das 9h às 16h.

Biblioteca Pública Vinicius de Moraes Av. Jardim Tamoio, 1.119, Itaquera (Cohab José Bonifácio). Zona Leste. | tel. 2521- 6914 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 18h. Sáb., das 9h às 16h.

| tel. 5573-4017 e 5574-0389 | Atendimento: 3ª a 6ª, das 10h às 19h. Sáb. e dom., das 11h às 18h.

Bosque da Leitura Parque Anhanguera Av. Fortunata Tadiello Natucci, 1.000, Perus. Zona Norte. | Atendimento: Sáb. e dom., das 10h às 16h.

Bosque da Leitura Parque do Carmo Av. Afonso de Sampaio e Souza, 951, Itaquera. Zona Leste. | Atendimento: Sáb. e dom., das 10h às 16h.

Bosque da Leitura Parque Cidade de Toronto Av. Cardeal Motta, 84, Parque São Domingos., Pirituba. Zona Norte. | Atendimento: Sáb. e dom., das 10h às 16h.

Bosque da Leitura Parque Ibirapuera Av. República do Líbano, 1.151 Portão 7, Moema. Zona Sul. | Atendimento: Sáb. e dom., das 10h às 16h.

Bosque da Leitura Parque Esportivo dos Trabalhadores

R. Sena Madureira, 298, Vila Mariana. Zona Sul.

R. Canuto Abreu, s/nº, Tatuapé. Zona Leste.

Bosque da Leitura Parque Guarapiranga Av. Guarapiranga, 1.091 Portão 2, Guarapiranga | Atendimento: Sáb. e dom., das 10h às 16h.

Bosque da Leitura Parque Lions Club Tucuruvi R. Alcindo Bueno de Assis, 500, Tucuruvi. Zona Norte. | Atendimento: Sáb. e dom., das 10h às 16h.

Bosque da Leitura Parque Jardim da Luz R. Ribeiro de Lima, 99, Luz. Próximo da estação Luz da CPTM. Centro. | Atendimento: Sáb. e dom., das 10h às 16h.

Bosque da Leitura Parque Raposo Tavares R. Telmo Coelho Filho, 200, Butantã. Zona Oeste. | Atendimento: Sáb. e dom., das 10h às 16h.

Bosque da Leitura Parque Rodrigo de Gásperi Av. Miguel de Castro, 321, Vila Zatti, Zona Norte. | Atendimento: Sáb. e dom., das 10h às 16h.

Sylvia Masini

Biblioteca Pública Viriato Corrêa (Temática em Literatura Fantástica)

| Atendimento: Sáb. e dom., das 10h às 16h.

Bosque da Leitura Parque Ibirapuera emcartaz | MAIO DE 2016

65


Fabio Cintra

nossos endereços Centro Cultural da Juventude

Bosque da Leitura Parque Santo Dias

Jardim Peri Peri. Zona Oeste Tel.: 3742-6218/ 3744-4369

R. Jasmim da Beirada, 71, Capão Redondo. Zona Sul. | Atendimento: Sáb. e dom., das 10h às 16h.

Casa de Cultura Campo Limpo Nathalia Rosemburg

Bosque da Leitura Parque Lajeado R. Antonio Thadeo, 74, Lajeado. Zona Leste. | Atendimento: Sáb. e dom., das 10h às 16h.

Bosque da Leitura Parque do Trote

R. Aroldo de Azevedo, 100 - Campo Limpo. Zona Sul Tel: 5841-8164

Casa de Cultura Chico Science Av. Tancredo Neves, 1265 - Moinho Velho. Zona Sul. Tel.: 2969-7066

Casa de Cultura Cidade Tiradentes (Espaço Cultural Casa da Fazenda)

R. São Quirino, 905, Vila Guilherme. Zona Norte. | Atendimento: Sáb. e dom., das 10h às 16h.

Av. Sarah Kubitschek 165 – Cidade Tiradentes Tel.: 3396-0106

Capela do Morumbi

R. Sant’Ana, 201, Vila São Pedro. Zona Sul Tel.: 5631 0740

Av. Morumbi, 5.387, Morumbi. Zona Sul. | tel. 3772-4301 | Atendimento: 3ª a dom., das 9h às 17h.

Casa de Cultura Cora Coralina

Casa de Cultura Itaim Paulista

Casa de Cultura da Brasilândia

R. Barão de Alagoas, 340 - Itaim Paulista. Zona Leste Tel.: 2963-2742

Pça Benedicta Cavalheiro, s/nº Brasilândia. Zona Norte Tel.: 3922-9123

Casa de Cultura Manoel Cardoso de Mendonça

Casa de Cultura do Butantã Av. Junta Mizumoto, 13, 66

MAIO DE 2016 | emcartaz

Pça Dr. Francisco Ferreira Lopes, 434, Santo Amaro. Zona Sul Tel: 5522-8897

Casa de Cultura M’boi Mirim Av. Inácio Dias da Silva, s/nº - M’Boi Mirim. Zona Sul Tel.: 5514-3408

Casa de Cultura Paço Cultural Julio Guerra (Casa Amarela) Pça Praça Floriano Peixoto, 131 Santo Amaro. Zona Sul Tel.: 5523-6455

Casa de Cultura Raul Seixas (Parque Raul Seixas) R. Murmúrios da Tarde, 211, Cohab 2 José Bonifácio - Itaquera. Zona Leste Tel.: 2521-6411

Casa de Cultura Salvador Ligabue Largo da Matriz de Nossa Senhora do Ó, 215 - Freguesia do Ó. Zona Norte Tel.: 3931-8266

Casa de Cultura São Mateus R. José Francisco dos Santos, 502 - São Mateus. Zona Leste Tel.: 3793-1071

Casa de Cultura São Miguel Paulista - Antonio Marcos R. Irineu Bonardi, 169, Vila Pedroso - São Miguel Paulista. Zona Leste Tel.: 2297-9177


Casa de Cultura do Tremembé

Centro Cultural da Penha

R. Maria Amália Lopes de Azevedo, 190 - Tremembé. Zona Norte Tel.: 2991-4291

(Teatro Martins Penna | Biblioteca José Paulo Paes) Largo do Rosário, 20, Penha. Próximo do Shopping Penha. Zona Leste. | tel.2295-0401 | Atendimento: 3ª a dom., das 10h às 22h.

Casa do Bandeirante Pça. Monteiro Lobato, s/nº, Butantã. Zona Oeste. | tel. 3031-0920 | Atendimento: 3ª a dom., das 9h às 17h.

Casa do Grito Parque Independência, s/nº, Ipiranga. Zona Sul. | tel. 2068-0032 | Atendimento: 3ª a dom., das 9h às 17h.

Casa do Sertanista (Casa do Caxingui) Pça Dr. Ênio Barbato, s/nº, Caxingui. Zona Oeste. | tel. 3726-6348 | Atendimento: 3ª a dom., das 9h às 17h.

Casa do Tatuapé R. Guabiju, 49, Tatuapé. Zona Leste. | tel. 2296-4330 | Atendimento: 3ª a dom., das 9h às 17h.

Casa da Imagem (antiga Casa nº 1) R. Roberto Simonsen, 136-B. Próximo da estação Sé do metrô. Ao lado do Pátio do Colégio. Centro. | tel. 3241-4238 | Atendimento: 3ª a dom., das 9h às 17h.

Casa Modernista R. Santa Cruz, 325, Vila Mariana. Zona Sul. | tel. 5083-3232 | Atendimento: 3ª a dom., das 9h às 17h.

Centro Cultural da Juventude Av. Deputado Emílio Carlos, 3.641, Vila Nova Cachoeirinha. Próximo do Terminal de Ônibus Cachoeirinha. Zona Norte. | tel. 3984-2466 | Atendimento: 3ª a sáb., das 10h às 22h. Dom. e Feriados, das 10h às 18h.

Centro de Referência da Dança de São Paulo Baixos do Viaduto do Chá - Galeria Formosa. Centro. Próximo da estação Anhagabaú do metrô. | tel.: 3214-3249. | Atendimento: 3ª a 6ª, das 10h às 21h. Sáb. e dom. das 14h às 22h

Centro Cultural do Jabaquara

Chácara Lane

Rua Arsênio Tavolieri, 1 - Jardim Oriental. | tel. 5011-7445 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 10h às 19h. Sáb., das 9h às 16h.

R. da Consolação, 1.024. Centro. |tel. 3129-3574 |Atendimento: 3ª a dom., das 9h às 17h.

Centro Cultural Galeria Olido Av. São João, 473. Próximo das estações República, Anhangabaú e São Bento do metrô. Centro. | tel. 3331-8399 e 3397-0171 | Atendimento: Bilheteria: 3ª a dom., das 14h às 20h; |Espaço Expositivo: 3ª a dom., das 13h às 20h; Sala de Pesquisa e Acervo em Dança: 3ª a 6ª, das 14 às 18h; Centro de Memória do Circo: 2ª a 6ª, das 14h às 18h.

Centro Cultural Palhaço Carequinha R. Prof. Oscar Barreto Filho, 252 Capela do Socorro. Zona Sul Tel.: 5925-4943

Centro Cultural São Paulo R. Vergueiro, 1.000, Paraíso. Próximo da estação Vergueiro do metrô. Centro. | tel. 3397-4001 / 3397-4002 | Atendimento: 3ª a dom., das 10h às 22h.

Escola de Dança de São Paulo (Praça das Artes) Av. São João, 281, 4º andar. Próximo das estações Anhangabaú e São Bento do metrô. Centro. | tel. 3241-1332

Escola de Música de São Paulo (Praça das Artes) Av. São João, 281, 2º andar. Próximo das estações Anhangabaú e São Bento do metrô. Centro. | tel. 3209-6580

Escola Municipal de Iniciação Artística R. Volkswagen, s/nº, Jabaquara. Próximo da estação Conceição do metrô. Zona Sul. | tel. 5017-7552 e 5017-2192

Espaço de Leitura Cecília Meireles

R. Guaicurus, 1.100 - Lapa. Zona Oeste. Tel.: 3862 1837

Centro de Memória e Convívio da Lapa. R. Araçatuba, 522, Vila Romana Zona Oeste. | tel. 3834-0004 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 8h às 17h. Sáb., das 9h às 16h.

Centro de Formação Cultural de Cidade Tiradentes

Espaço de Leitura Zalina Rolim

R. Inácio Monteiro, altura do nº 6.900, esq. com Rua Alexandre Davidenko, Cidade Tiradentes. Zona Leste. | tel.: 3343-8900.

Centro de Convívio e Cultura da Vila Mariana. R. Corredeira, 26, Vila Mariana. Zona Sul. | tel. 5573-2606 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 8h às 17h. Sáb., das 9h às 16h.

Centro Cultural Tendal da Lapa

emcartaz | MAIO DE 2016

67


nossos endereços

Hemeroteca da Biblioteca Mário de Andrade

Ponto de Leitura Graciliano Ramos

R. Dr. Bráulio Gomes, 125/139, Próximo da estação Anhangabaú do metrô. Centro. | tel. 3775-1402 / 3775-1401 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 10h às 18h (mediante agendamento).

Calçadão Cultural do Grajaú. R. Prof. Oscar Barreto Filho, 252, Parque América, Grajaú. Zona Sul. | tel. 3496-9638 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 10h às 17h.

Monumento à Independência – Capela Imperial

Ponto de Leitura Jardim Lapenna (Galpão de Cultura e Cidadania)

Parque Independência, s/nº, Ipiranga. Zona Sul. | tel. 2068-0032 | Atendimento: 3ª a dom., das 9h às 17h.

Museu da Cidade - Oca Av. Pedro Álvares Cabral, s/nº. Dentro do Parque Ibirapuera. Acesso pelo portão 3 (entrada de carro) ou portão 1 (entrada de pedestres). Zona Sul.

R. Serra da Juruoca, s/nº, Jardim Lapenna. Zona Leste. | tel. 2297-3532 | Atendimento: 2ª a sáb., das 9h às 18h.

Ponto de Leitura Juscelino Kubitschek Av. Inácio Monteiro, 55, Cidade Tiradentes. | tel. 2556-3036 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 8h às 17h. Sáb. e dom., das 11h às 17h.

Pavilhão das Culturas Brasileiras

Ponto de Leitura Olido

R. Pedro Álvares Cabral, s/nº, Vila Mariana. Dentro do Parque Ibirapuera. Acesso pelo portão 10. Zona Sul. | Fechado à visitação.

Av. São João, 473. Próximo das estações República, Anhangabaú e São Bento do metrô. Centro. | tel. 3397-0176 | Atendimento: 2ª, das 13h às 18h. 3ª a sáb. das 10h às 20h. Dom. e feriados, das 13h às 19h.

Ponto de Leitura André Vital Av. dos Metalúrgicos, 2.255, Cidade Tiradentes. Zona Leste. | tel. 2282-2562 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 8h às 17h. Sáb. e dom., das 11h às 17h.

Ponto de Leitura Butantã R. Junta Mizumoto, 13 - Jd Peri Peri. Zona Oeste. | tel. 3742-6218 e 3744-4369 | Atendimento: 2ª, das 14h às 17h. 3a a 6a, das 9h às 17h. Sáb., das 9h às 13h.

Ponto de Leitura Carolina Maria de Jesus Rua Terezinha do Prado Oliveira, 119, Parelheiros. Zona Sul. | tel. 5921-3665 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 16h.

68

MAIO DE 2016 | emcartaz

Ponto de Leitura de São Mateus R. Fortaleza de Itapema, 268, Jd. Vera Cruz, São Mateus. Zona Leste. | tel. 2019-1718 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 16h.

Ponto de Leitura Severino do Ramo R. Barão de Alagoas, 340, Itaim Paulista. Zona Leste. | tel. 2936-2742 | Atendimento: 2ª a sáb., das 9h às 18h.

Ponto de Leitura Tide Setúbal R. Mário Dallari, 170, Jd. São Vicente, São Miguel Paulista. Zona Leste. | tel. 2297-5969 | Atendimento: 2a a 6a, das 9h às 18h. Sáb., das 10h às 17h.

Ponto de Leitura da União dos Moradores do Parque Anhanguera R. Amadeu Caego Monteiro, 209, Parque Anhanguera. Zona Oeste. | tel. 3911-3394 e 3911-3048 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 9h às 17h.

Ponto de Leitura Vila Mara Ponto de Leitura Parque do Piqueri R. Tuiuti, 515, Tatuapé. Próximo da marginal do Rio Tietê. Zona Leste. | Atendimento: 2ª a 6ª, das 8h às 17h. Sáb. e dom., das 9h às 16h.

R. Conceição de Almeida, 170, São Miguel Paulista. Zona Leste. | tel. 2586-2526 e 2585-2466 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 10h às 18h. Sáb., das 9h às 16h.

Praça das Artes Ponto de Leitura Parque do Rodeio R. Igarapé da Bela Aurora, s/nº, Cidade Tiradentes. Zona Leste. | tel. 2555-4276 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 8h às 17h. Sáb. e dom., das 11h às 17h.

Ponto de Leitura Praça do Bambuzal R. da Colônia Nova, s/nº, Praça Nativo Rosa de Oliveira (conhecida como Praça do Bambuzal), Jd. Ângela. Zona Sul. | tel. 5833-3567 | Atendimento: 2ª a 6ª, das 8h às 18h.

(Fundação Theatro Municipal de São Paulo) Av. São João, 281, Centro | Atendimento: 4571-0542 – Cepdoc (Centro de Documentação/Museu do Theatro Municipal); 4571-0485 – Escola de Dança de São Paulo; 4571-0523 – Orquestra Experimental de Repertório; 45710519 – Arquitetura 4571-0503 – Gabinete Diretoria de Gestão.


Sylvia Masini

Teatro Municipal Leopoldo Fróes

Sítio da Ressaca R. Nadra Raffoul Mokodsi, 3, Jabaquara. Próximo da estação Jabaquara do metrô. Zona Sul. | tel. 5011-7233 | Atendimento: 3ª a dom, das 9h às 17h.

Sítio Morrinhos R. Santo Anselmo, 102, Jardim São Bento. Zona Norte. | tel. 2236-6121 | Atendimento: 3ª a dom., das 9h às 17h.

Solar da Marquesa de Santos R. Roberto Simonsen, 136. Próximo da estação Sé do metrô. Ao lado do Pátio do Colégio. Centro | tel. 3105-6118 | Atendimento: 3ª a dom., das 9h às 17h.

Teatro Municipal Alfredo Mesquita Av. Santos Dumont, 1.770, Santana. Zona Norte. | tel. 2221-3657 Estacionamento próprio.

Teatro Municipal da Mooca Arthur Azevedo

Teatro Municipal Martins Penna (Centro Cultural da Penha)

Av. Paes de Barros, 955, Mooca, Zona Leste. | tel. 2604-5558

Largo do Rosário, 20, Penha. Próximo do Shopping Penha. Zona Leste. | tel. 2295-0401

Teatro Municipal Cacilda Becker

Teatro Municipal de Santo Amaro Paulo Eiró

Rua Tito, 295, Lapa. Zona Oeste. | tel. 3864-4513

Teatro Municipal Décio de Almeida Prado R. Cojuba, 45, Itaim Bibi. Zona Oeste. | tel. 3079-3438.

Teatro Municipal Flávio Império

Av. Adolfo Pinheiro, 765, Santo Amaro. Zona Sul. | tel. 5546-0449 e 5686-8440

Teatro Municipal Zanoni Ferrite (Centro Cultural da Vila Formosa)

R. Prof. Alves Pedroso, 600, Cangaíba. Zona Leste. | tel. 2621-2719.

Av. Renata, 163, Vila Formosa. Zona Leste. | tel. 2216-1520.

Teatro Municipal João Caetano

Theatro Municipal de São Paulo

R. Borges Lagoa, 650, Vila Clementino. Próximo da estação Santa Cruz do metrô. Zona Sul. | tel. 5573-3774 e 5549-1744

Teatro Municipal Leopoldo Fróes R. Antonio Bandeira 114, Santo Amaro. Zona Sul. | tel. 5541 7057

Pça Ramos de Azevedo, s/nº, Centro | Bilheteria: 3053-2090, de 2ª a 6ª, das 10h às 19h, ou até o início do espetáculo. Sáb., dom. e feriados, das 10h às 17h, ou até o início do espetáculo. Nos concertos aos domingos, às 11h, aberta excepcionalmente às 9h; Ação Educativa: 3053-2092 (visitas monitoradas). emcartaz | MAIO DE 2016

69


Sylvia Masini

nossos endereços Teatro Municipal de Santo Amaro Paulo Eiró

­­Ônibus-biblioteca

Aricanduva. Zona Leste. | tel.: 2723-7549

72 roteiros Horário de atendimento: 3a a dom., das 10h às 16h. Telefone de informações ao público: 2291-5763. Roteiros: www.prefeitura.sp.gov. br/cidade/secretarias/cultura/ bibliotecas/onibus_biblioteca/

CEUs - cENTROS EDUCACIONAIS UNIFICADOS

CEU AZUL DA COR DO MAR R. Ernesto de Souza Cruz, 2.171. Cidade A.E. Carvalho. Zona Leste. | tel.: 3397-9000 CEU BUTANTÃ Av. Engenheiro Heitor Antônio Eiras Garcia 1.870, Jardim Esmeralda. Zona Oeste. | tel.: 3732-4551

CEU ÁGUA AZUL Av. dos Metalúrgicos, 1.262. Cohab Cidade Tiradentes. Zona Leste. | tel.: 3396-3520

CEU CAMINHO DO MAR Av. Engenheiro Armando de Arruda Pereira, 5.241, Jabaquara. Zona Sul. | tel.: 3396-5600

CEU ALTO ALEGRE R. Bento Guelfi, s/no. Jd. Laranjeira, Iguatemi. Zona Leste. | tel.: 2075-1000

CEU CAMPO LIMPO Av. Carlos Lacerda, 678, Pirajussara. Zona Sul. | tel.: 5843-4801

CEU ALVARENGA Estrada do Alvarenga, 3.752. Balneário São Francisco, Pedreira. Zona Sul. | tel.: 5672-2544 CEU ARICANDUVA R. Olga Fadel Abarca, s/nº, Vila

70

MAIO DE 2016 | emcartaz

CEU CANTOS DO AMANHECER Av. Cantos do Amanhecer, s/nº, Jardim Eledy. Zona Sul. | tel.: 3397-9720 CEU CAPÃO REDONDO R. Daniel Gran, s/nº, Capão Redondo. Zona Sul. | tel.: 5873-8067

CEU CASA BLANCA R. João Damaceno, s/nº, Vila das Belezas. Zona Sul. | tel.: 5519-5201 CEU CIDADE DUTRA Av. Interlagos, 7.350, Interlagos. Zona Sul. | tel.: 5668-1955 CEU FEITIÇO DA VILA R. Feitiço da Vila, s/nº, Chácara Santa Clara, Capão Redondo. Zona Sul. | tel.: 3397-6550 CEU FORMOSA R. Sargento Claudiner Evaristo Dias, s/n o, Parque Santo Antônio - Vila Formosa. Zona Leste. | tel.: 2216-4622 CEU GUARAPIRANGA Estrada da Baronesa, 1.120, Jd. Ângela. Zona Sul. | tel.: 3397-9550 CEU INÁCIO MONTEIRO R. Barão Barroso do Amazonas, s/nº, Cohab Inácio Monteiro, Guaianases. Zona Leste | tel.: 2518-9048


CEU JAÇANÃ R. Antonio Cezar Neto, 105, Jd. Guapira - Jaçanã/Tremembé. Zona Norte. | tel.: 3397-3979

CEU PARQUE ANHANGUERA R. Pedro José de Lima, s/nº, Jd. Anhanguera - Pirituba. Zona Norte. | tel.: 3911-5274

CEU JAGUARÉ Av. Kenkiti Simomoto, 80. Jaguaré. Zona Norte. | tel.: 3719-2343

CEU PARQUE BRISTOL R. Professor Arthur Primavesi, s/nº, Parque Bristol - Ipiranga. Zona Sul. | tel.: 2334-1405

CEU JAMBEIRO Av. Flores do Jambeiro s/nº, Jd. Moreno - Guaianases. Zona Leste. | tel.: 2960-2056 CEU JARDIM PAULISTANO R. Aparecida do Taboado, s/nº, Brasilândia. Zona Norte. | tel.: 3397-5410 CEU LAJEADO R. Manuel da Mota Coutinho, 293, Lajeado - Guaianeses. | tel.: 3397-6950 CEU MENINOS R. Barbinos, s/nº, São João Clímaco - Ipiranga. Zona Sul. | tel.: 2945-2560 CEU NAVEGANTES R. Maria Moassab Barbour, s/ nº, Parque Residencial Cocaia Capela do Socorro. Zona Sul. | tel.: 5976-5527 CEU PARAISÓPOLIS R. Doutor José Augusto Souza e Silva, s/nº, Jardim Parque Morumbi - Campo Limpo. Zona Sul. | tel.: 3501-5666 CEU PARELHEIROS R. José Pedro de Borba, 20, Jardim Novo Parelheiros - Capela do Socorro. | tel.: 5926-0510

CEU PARQUE SÃO CARLOS R. Clarear, 643, Jardim São Carlos - São Miguel Paulista. Zona Leste. | tel.: 2045-4250 CEU PARQUE VEREDAS R. Daniel Muller, 347, Chácara Dona Olívia - São Miguel Paulista. Zona Leste. | tel.: 2563-6247 CEU PAZ R. Daniel Cerri, 1.549, Jardim Paraná - Freguesia do Ó/ Brasilândia. Zona Norte. | tel.: 3986-3401 CEU PÊRA MARMELO R. Pêra Marmelo, 226, Jardim Santa Lucrecia - Pirituba. Zona Norte. | tel.: 3948-3964 CEU PERUS R. Bernardo José de Lorena, s/ nº, Vila Malvina - Pirituba. Zona Norte. | tel.: 3915-8745 CEU Professora Arlete Persoli (Heliópolis) Estrada das Lágrimas, 2.385, Ipiranga. Zona Sul. | tel.: 2083-2203 CEU QUINTA DO SOL Av. Luiz Imparato, 564, Cangaíba - Penha. Zona Leste. | tel.: 3396-3430

Pontos de distribuição do guia EmCartaz Equipamentos da Secretaria Municipal de Cultura: Arquivo Histórico Municipal Bibliotecas Públicas Bosques da Leitura Capela do Morumbi Casa do Sertanista Casa do Tatuapé Centro Cultural da Juventude Centro Cultural da Penha Centro Cultural São Paulo Escola Municipal de Iniciação Artística Galeria Olido Monumento à Independência Sítio da Ressaca Sítio Morrinhos Teatro Alfredo Mesquita Teatro Municipal da Mooca Arthur Azevedo Teatro Municipal de Santo Amaro Paulo Eiró Teatro Cacilda Becker Teatro Décio de Almeida Prado Teatro Flávio Império Teatro João Caetano Teatro Leopoldo Fróes Teatro Martins Penna Theatro Municipal de São Paulo Teatro Zanoni Ferrite Outros locais: Auditório Ibirapuera Casa das Rosas Museu da Casa Brasileira Museu da Imagem e do Som Museu do Imigrante Museu da Língua Portuguesa Pinacoteca do Estado Memorial da América Latina Museu Paulista (do Ipiranga) Espaço Os Satyros Espaço Parlapatões Aeroporto de Congonhas rodoviárias emcartaz | MAIO DE 2016

71


nossos endereços

CEU ROSA DA CHINA R. Clara Petrela, s/nº, Jd. São Roberto - São Mateus. Zona Leste. | tel.: 2701- 2300

CEU TRÊS PONTES Rua Capachós, s/nº, Jd. Célia - São Miguel Paulista. Zona Leste. | tel.: 3397-6410

CEU SÃO MATEUS R. Curumatim, 201, Parque Boa Esperança. Zona Leste. | tel.: 2732-8139

CEU UIRAPURU R. Nazir Miguel, s/nº, Jd. João XXIII - Butantã. Zona Oeste. | tel.: 3782-3143

CEU SÃO RAFAEL R. Cinira Polônio, 100, Jd. Rio Claro - São Mateus. Zona Leste. |tel.: 2752-1001 CEU SAPOPEMBA R. Manuel Quirino de Mattos, s/nº, Jd. Sapopemba - São Miguel Paulista. Zona Leste. | tel.: 2075-9100 CEU TIQUATIRA Av. Condessa Elizabeth Robiano com a R. Kampala, 270, Penha. Zona Leste. | tel.: 2075-7450

guia da secretaria municipal de cultura | maio 2016 | nº 99

CEU TRÊS LAGOS Estrada do Barro Branco, s/ nº, Barro Branco - Capela do Socorro. Zona Sul. | tel.: 5976-5642

CEU VILA ATLÂNTICA R. Coronel José Venâncio Dias, 840, Jaraguá - Pirituba. Zona Norte. |tel.: 3901-8743 CEU VILA CURUÇÁ Av. Marechal Tito 3.400, Jd. Miragaia - São Miguel Paulista. | tel.: 2563-6146

Editor-chefe Luiz Quesada Editora-assistente Giovanna Longo Redação Carolina Bressane Gabriel Fabri Gilberto De Nichile Leticia Andrade Luísa Bittencourt Projeto gráfico Maria Rosa Juliani Diagramação Viviane Lopes Isoda Fotografia Sylvia Masini

CEU VILA DO SOL Av. dos Funcionários Públicos, 369, Jd. Angela - Campo Limpo. Zona Sul. | tel.: 3397-9800

Secretária de redação Ivani Yara dos Santos

CEU VILA RUBI R. Domingos Tarroso, 101, Vila Rubi - Grajaú/Capela do Socorro. Zona Sul. | tel.: 5661-6518

Impressão Plural

Estagiários Fernanda Matricardi (redação) Maria Eugênia Ferreira (revisão)

Tiragem 45.000 exemplares EmCartaz é uma publicação da Assessoria de Comunicação da Secretaria Municipal de Cultura Endereço Av. São João, 473 | 10º andar São Paulo | SP | CEP. 01035-000 Tel: 3397-0000 | Fax: 3224-0628

2 0 21 E 22 DE MAIO | 12ª Virada Cultural leva centenas de atrações a diversas regiões da cidade | Nesta edição, um happy hour dá início à festa já no dia 20, pág. 4

e-mail leitoremcartaz@prefeitura.sp.gov.br Sites da Secretaria Municipal de Cultura

| Espetáculos de sucesso, Galileu Galilei e Urinal, o Musical voltam aos palcos, de graça, págs. 15 e 19 | Centro Cultural São Paulo comemora seus 34 anos com o Livre Acesso, evento cultural que reúne atividades sobre acessibilidade, pág. 50

72

MAIO DE 2016 | emcartaz

Foto do Pyrophone Juggernaut: atração do festival Australia Now que faz parte da programação da 12ª Virada Cultural, no Vale do Anhangabaú

www.prefeitura.sp.gov.br/cultura (geral) www.emcartaz.prefeitura.sp.gov.br (programação)


Novas salas públicas de cinema são inauguradas na cidade. A Spcine - Empresa de Cinema e Audiovisual de São Paulo abre as portas de mais sete salas que integrarão o inédito Circuito Spcine. O projeto da Prefeitura de São Paulo, por meio das Secretarias Municipais de Cultura e Educação, adaptou salas de espaços culturais e educacionais com equipamentos cinematográficos de última geração. A rede terá, inicialmente, 20 salas públicas de cinema.

Confira as inaugurações previstas para maio: CEU Aricanduva - dia 04 Cine Olido - dia 11 CEU Três Lagos - dia 15 CEU Caminho do Mar - dia 18 CEU Feitiço da Vila - dia 19 CEUs Parque Veredas e Jambeiro - dia 25

emcartaz | MAIO DE 2016

73


cenรกrios paulistanos

FOTO: SVMA

Parque Chรกcara do Jockey - 2016

74

MAIO DE 2016 | emcartaz

Em Cartaz - Maio 2016  

Guia de programação de maio de 2016 da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you