Page 1


Ficha Técnica

Contactos EMAS

3 | Notícias EMAS 11 | Informação Útil 13 | Resultados SGI 14 | Notícias do Setor 16 | Remodelação da rede de água de Beja Anexo:

Para saber mais sobre estas e outras noticias, consulte o site da EMAS em www.emas-beja.pt ou a página do facebook em facebook.com/emasdebeja.

Consulte versões anteriores do boletim

Qualidade da Água: 3º Trimestre

2 | EMAS DE BEJA

...águas de Beja, a correr para si...


À semelhança daquilo que tem vindo a ser feito nas demais Semanas Abertas já realizadas pela Câmara Municipal, a EMAS de Beja, vai proceder em Baleizão a um conjunto de intervenções no âmbito das suas responsabilidades. Na sequência do diagnóstico que foi realizado previamente, destacam-se as intervenções de manutenção e limpeza na rede de águas residuais bem como a substituição de alguns acessórios importantes para melhorar o funcionamento da rede de distribuição de água. Complementarmente, em conjunto com a Câmara Municipal de Beja, vai também ser melhorado o caminho de acesso ao reservatório que serve a localidade de Baleizão. EMAS de Beja

Cumprimento de valores paramétricos da qualidade da água Decreto-lei nº306/2007, de 27 de Agosto Dados disponíveis em 07-11-2012 Programa de Controlo de Qualidade da Água (EMAS Beja baixa 2012) Pontos de amostragem (Torneira do consumidor): 138 Nº de determinações: 1.392 Nº de determinações com valor paramétrico: 949 Cumprimento com os valores paramétricos da qualidade da água: 99,7% (A percentagem de cumprimento é referente aos resultados da implementação do PCQA EMAS baixa 2012, i.e., não são considerados os incumprimentos da EG em alta a parâmetros conservativos) Plano de Controlo Operacional (outubro 2012) Pontos de amostragem (8): Reservatórios Nº de parâmetros : 9 Nº de determinações: 361 Nº de determinações com valor paramétrico: 173 Cumprimento dos valores paramétricos da qualidade da água: 97,7% Gabriela Palma | Coordenadora do GCQ

Ponto de amostragem (45): Rede de Distribuição Nº de parâmetros : 13 Nº de determinações: 592 Nº de determinações com valor paramétrico: 326 Cumprimento dos valores paramétricos da qualidade da água: 99,2% ...águas de Beja, a correr para si…

3 | EMAS DE BEJA


O congresso teve como tema base a “Reorganização para a Sustentabilidade do Sector das Águas e Resíduos” e pretendeu promover a discussão e o intercâmbio de experiências entre os profissionais do setor. Entre outros, foram debatidos temas como, o “Abastecimento de Água”, “Águas Residuais e Pluviais”, “Resíduos Sólidos” e “Sistemas de Informação, Qualidade de Serviço, Desempenho e Certificação”. Ao longo destes três dias, o Laboratório da EMAS de Beja, também esteve presente na área de expositores com o objetivo de promover e divulgar o seu trabalho junto dos principais clientes, as entidades gestoras de serviços de águas. Por ser um evento onde a inovação e os recentes desenvolvimentos científicos estão bem patentes, a EMAS de Beja, considera que a sua participação neste congresso foi sem dúvida uma mais-valia para o seu crescimento e para a melhoria dos serviços prestados aos seus clientes. EMAS de Beja

Como parte integrante e ativa da empresa, os colaboradores da EMAS de Beja, vão dar dicas. Brevemente vai poder ouvir na Rádio Pax, conselhos que contribuem para o uso eficiente da água, na rubrica “minuto poupança”.


As redes de drenagem de águas resi-

Outubro e terá uma periodicidade

duais e os restantes órgãos dos siste-

bimestral.

mas de saneamento, nomeadamente as estações de tratamento, são uma importante fonte de proliferação de roedores e insetos em perímetro urbano.

Trata-se de um atividade que transita agora para a EMAS de Beja e que nesta fase conta com o apoio da Divisão de Serviços de Urbanos da Câmara Municipal de Beja que tem vindo transmitir

Face a esta realidade, encontra-se a

toda sua experiência e conhecimento

decorrer no concelho de Beja uma

acumulado ao longo dos anos. Esta

campanha para controlo de roedores

alteração prende-se sobretudo com a

e insetos, evitando-se desta forma

possibilidade de maximizar a capacida-

constrangimentos para os munícipes,

de de intervenção com a realização de

bem como para os operadores dos

outras tarefas em simultâneo já que a

sistemas que tem que proceder às

EMAS de Beja gere e é responsável

diversas intervenções necessárias para

pela operação, manutenção e conser-

a sua correta operação e manutenção.

vação de toda a rede de drenagem de

Este ano a campanha de desratização e

águas residuais, no contexto infraes-

desbaratização teve início no dia 15 de

trutural e funcional.

O passatempo “Queres ser Herói da Água?”, publicado no Jornal Diário da Alentejo, tinha como objetivo sensibilizar as crianças para o uso eficiente da água. Esta mensagem foi passada através de uma atividade de pintura. Disponibilizamos uma dica de poupança, com um desenho para pintar. Aqui estão os Heróis da Água do Jardim Infantil Nossa Senhora da Conceição de Beja.

EMAS de Beja


Profissionalismo, segurança e confiança, são alguns dos adjetivos associados ao atendimento ao público da EMAS. Para isso, para além das competências comunicacionais e comportamentais dos colaborados, a nova identidade visual criada através da utilização de fardamento corporativo, reforçou junto dos utentes a imagem de qualidade e excelência dos serviços prestados. Esta implementação é um dos exemplos de aplicação dos processos de melhoria continua na Empresa Municipal de Água e Saneamento de Beja.

Miguel Barriga | GTIC

Depois de consolidado o processo

Desta forma, foi agora implementada

de acreditação do Laboratório da

e disponibilizada uma nova platafor-

EMAS de Beja, um garante fundamen-

ma tecnológica cuja interface permite

tal da qualidade e fiabilidade dos ser-

aos utilizadores visualizar on-line as

viços, a nova aposta passa agora

últimas amostras geradas, receber

necessariamente pela rapidez e facili-

alertas sobre os resultados mais

dade em disponibilizar os resultados

importantes, bem como ser informa-

aos principais clientes.

do da publicação dos últimos boletins

O acesso rápido e fiável aos dados é

de análise.

hoje um fator de competitividade e

Para mais informações sobre este

de diferenciação positiva que o Labo-

serviço ou outros serviços do Labo-

ratório da EMAS não podia deixar de

ratório da EMAS de Beja, consulte o

explorar.

site www.emas-beja.pt.

EMAS de Beja

6 | EMAS DE BEJA

...águas de Beja, a correr para si...


No âmbito de um protocolo celebrado com a Escola Bento Jesus Caraça de Beja, a EMAS recebe alunos do curso de Técnicos do Ambiente para a realização de estágios curriculares, a decorrer no ano letivo de 2012/2013. Estes estágios curriculares são uma mais-valia tanto para a empresa municipal bem como para os estudantes. Se para a EMAS o facto de receber alunos especializados permite exercer a sua função social, contribuindo para a formação profissional na sua área de atuação e por sua vez contribuir para a melhoria dos serviços prestados ou produzidos no seu setor, para os alunos é a oportunidade de aplicar os conhecimentos adquiridos em sala de aula num contexto de mercado de trabalho, que é cada vez mais exigente e competitivo. Neste sentido, os estagiários vão desenvolver trabalhos EMAS de Beja

relacionados com o projeto Heróis da Água, mais especificamente, produzir e mediatizar conteúdos que serão ministrados nas sessões da iniciativa “EMAS vai às Escolas”.

Na estação elevatória da Pia Quebrada foi recentemente instalado um sistema de protecção de nível dos grupos elevatórios. Estes sistemas protegem os grupos contra o funcionamento a seco, ou seja sem água na aspiração, o que provoca danos graves nos equipamentos. O sistema agora instalado contempla um sensor de pressão no coletor de aspiração e funcionará como redundância às boias de nível do reservatório da atalaia. Para além da temporização dos tempos de resposta ao sinal lido, foram integradas várias operações logicas de modo a confirmar a veracidade da informação recolhida. João Pirata | Chefe da DOMA

No âmbito dos trabalhos de detecção de fugas e com base na informação disponibilizada pelos logger’s instalados em diversos pontos do sistema de distribuição de água, há a destacar a redução no volume de água distribuído na ZMC (zona de medição e controlo) do Padrão. A recuperação estima-se em cerca de 140 m3/dia. A figura a cima mostra um print screen dos resultados obtidos pelo logger instalado naquela ZMC. João Pirata | Chefe da DOMA

...águas de Beja, a correr para si…

7 | EMAS DE BEJA


Esta intervenção, teve por objetivo a

Concluída esta parte da obra, para além

substituição de toda a rede de sanea-

das melhorias associadas à construção

mento do arruamento, no troço com-

de uma rede de saneamento nova, os

preendido entre a Rua de Baleizão e a

munícipes beneficiarão ainda de uma

Travessa das Alcaçarias, atendendo ao

nova pavimentação, atendendo a que a

seu estado de degradação.

EMAS assegurará a pavimentação do

Os trabalhos realizados foram divididos em duas fases, contemplando a 1ª fase a

Extração da pedra para abertura da vala do ramal (em cima) e ramal provisório (em baixo).

arruamento, na íntegra, no troço intervencionado.

substituição do coletor e a 2ª fase a

Paralelamente a estes

trabalhos será

substituição dos ramais. Esta divisão,

realizada a substituição da conduta e

teve por objetivo minimizar os cons-

ramais de distribuição de água nesta

trangimentos causados aos moradores,

rua. A repavimentação da zona inter-

já que, tratando-se de uma rua bastante

vencionada foi condicionada pela chuva

estreita, a realização de todos os traba-

que se fez sentir durante este período,

lhos em simultâneo dificultaria bastante

prevendo-se a sua conclusão para os

o acesso dos moradores.

próximos dias. Ricardo Gomes | Chefe da DOMSA e João Pirata | Chefe da DOMA


No dia 20 de outubro efectuouse a cerimónia oficial de inauguração das obras das redes públicas de água e de drenagem de águas residuais de Beringel que conjugadas com as repavimentações

efectuadas

constituiriam

uma importante requalificação urbana desta localidade.

Joaquim Dias | Chefe da DPEI


A EMAS- Empresa Municipal de Água e Saneamento de Beja, fez este ano 43 mil 704 atendimentos. No mês de Setembro a empresa municipal atendeu 6 mil e 094 clientes. Segundo os dados revelados pelas EMAS, Setembro foi o mês em que os munícipes mais procuraram a empresa. Rui Marreiros, director delegado da EMAS, assegura que a maioria das deslocações dos clientes não se deve a problemas. De acordo com o mesmo responsável, as pessoas deslocam-se aos balcões para pagamento de facturas e requisição de serviços. A transferência de serviços para o “Balcão Digital”, na Internet, deverá, a partir de agora, contribuir para diminuição das deslocações à empresa. 19-10-2012 | in Rádio Pax

Para o bom funcionamento e serviço prestado ao utente, na EMAS de Beja, são aplicadas normas de atendimento prioritário.

EMAS de Beja

… existe um regulamento de Descarga de Águas Residuais Industriais? O Regulamento de Descarga de Águas Residuais Industriais estabelece as condições que as águas residuais industriais devem respeitar para poderem ser descarregadas no sistema público de drenagem. … a água que utilizamos diariamente é tratada para ser reutilizada? Essa água é encaminhada para uma ETAR (Estação de Tratamento de Águas Residuais) onde a mesma é tratada para permitir a sua devolução ao meio natural. … existe um destino próprio para as águas residuais que produz? O destino final das águas residuais é a sua integração num meio aquático ou terrestre, seja este natural ou artificial, posteriormente ao seu tratamento, com vista à sua rejeição ou reutilização. A escolha do meio recetor deve ser precedida de uma análise, com vista a se conhecerem os impactes e implicações na saúde pública, estéticas, ecológicas e económicas.

10 | EMAS DE BEJA

Ricardo Gomes | Chefe da DOMSA

...águas de Beja, a correr para si...


Setor Comercial (DAFC/SC)

Procure organizar o local de trabalho, ou seja, deixe os objetos nos seus devidos lugares e bem guardados. Isso impede as

improvisações, diminuindo os acidentes;

Faça com que o seu local de trabalho seja confortável, propiciando assim mais estímulo e um maior cuidado com as ativida-

des mais perigosas;

Esteja sempre informado quanto aos riscos e cuidados que envolvem as suas atividades e as formas de proteção disponíveis

para diminuir esses riscos;

Participe em atividades e cursos de prevenção de acidentes sempre que a empresa os promover;

Procure aplicar as medidas e dispositivos de prevenção de acidentes de trabalho;

Sugira à empresa palestras e cursos sobre prevenção de acidentes;

Em caso de acidente, e se houver sangramento, tente estancar a ferida e encaminhar o ferido imediatamente para o pronto-

socorro. Se houver amputação, leve o órgão amputado juntamente com a vítima, tente envolvê-lo em gelo para garantir a possibilidade de reimplante;

Se trabalha com máquinas nunca retire as proteções do seu corpo enquanto as está a utilizar. Todos os anos, em Portugal,

cerca de 2500 trabalhadores são vítimas de amputação;

Se trabalhar muitas horas sentado, mantenha uma postura adequada. Faça pequenas paragens em cada 2 horas;

No seu local de trabalho use sempre a proteção individual recomendada. Se acha que é incómoda ou desajustada, informe-se com os responsáveis da segurança da empresa. António Conceição | Chefe do GCPeST

...águas de Beja, a correr para si…

11 | EMAS DE BEJA


A EMAS de Beja patrocina o tema “minuto poupança” na Rádio Pax. Através de vários spots publicitários, pretende-se apelar à população com algumas dicas para poupar água. Em cada boletim, iremos divulgar alguns concelhos e dicas que o ajudam a diminuir a sua conta da água.

Dica 1. Se possível faça a rega com a água de poços e ribeiros e recupere a água da chuva ; Dica 2. Se tiver piscina opte por cobri-la quando não a estiver a usar. A aplicação de uma cobertura reduz a perda de água por evaporação, em cerca de 90 % ; Dica 3. Se tiver jardim, recolha a água da chuva e armazene em baldes. Durante o verão regue apenas semanalmente em vez de diariamente (tendo cuidado com o tipo de plantas que necessitam de mais água). Regar o jardim durante 1h pode gastar mais de 450L…

Quero fazer um contrato de água com a EMAS. O que devo fazer? Deve dirigir-se à Área de Gestão de Clientes, da EMAS. E o que é necessário levar comigo? Se for contrato novo (habitação sem contrato)  B.I;  Contribuinte;  Escritura da casa ou caderneta predial;  Contrato promessa de compra e venda;  Licença de habitabilidade ou de utilização. Se for contrato novo (habitação com contrato sem contador ou habitação com contrato para alteração de titularidade, com contador)  B.I;  Contribuinte;  Escritura da casa ou caderneta predial;  Contrato promessa de compra e venda;  Leitura do contador para se dar baixa do contrato, sendo emitida no momento de baixa uma última fatura que terá que ser paga no ato do mesmo. Se for contrato para obras/ Comercial  Deve trazer a licença de obras emitida pela D.T.L., C.M.B.  B.I;  Contribuinte;  Certidão permanente da empresa e documentos individuais de cada sócio (no caso de contrato comercial). Se for habitação arrendada/empréstimo  B.I;  Contribuinte;  Contrato de arrendamento;  Declaração de Empréstimo.

12 | EMAS DE BEJA

EMAS de Beja

...águas de Beja, a correr para si...


Os dados apresentados referem-se às intervenções ocorridas durante o mês de Outubro de 2012, tendo este trabalho sido realizado pelo Núcleo de SIG e Cadastro através da análise dos dados obtidos pelo Sistema de Gestão de Intervenções.

OCORRÊNCIA

N.º Registos

%

ROTURA DE CONDUTA

30

28,3%

ROTURA DE RAMAL

76

71,7%

Total

106

Tipo de Ocorrência 28%

TEMPO DE RESPOSTA

N.º Registos

%

No próprio dia

31

29,2%

1 dia

16

15,1%

2 dias

13

12,3%

3 dias

6

5,7%

Mais de 3 dias

40

37,7%

Total

106

TEMPO DE RESPOSTA MÉDIO (dias) 5 ROTURA DE CONDUTA

72%

TOTAL DE OCORRÊNCIAS RESOLVIDAS NOS PRIMEIROS 3 DIAS

ROTURA DE RAMAL

OCORRÊNCIA

66 (62,26%)

N.º Registos

%

No próprio dia

58

68,2%

57,6%

1 dia

8

9,4%

7,1%

2 dias

5

5,9%

3 dias

4

4,7%

Mais de 3 dias

10

11,8%

Total

85

N.º Registos

%

DESOBSTRUÇÃO DE COLETOR

30

35,3%

DESOBSTRUÇÃO DE REDE PREDIAL

49

LIMPEZA DE FOSSA

6

Total

85

Tipo de Ocorrência

TEMPO DE RESPOSTA

7% 35%

TEMPO DE RESPOSTA MÉDIO (dias) 1 TOTAL DE OCORRÊNCIAS RESOLVIDAS NOS PRIMEIROS 3 DIAS

58%

...águas de Beja, a correr para si…

DESOBSTRUÇÃO DE COLETOR DESOBSTRUÇÃO DE REDE PREDIAL LIMPEZA DE FOSSA

75 (88,24%)

13 | EMAS DE BEJA


"Em 2011, todos os sistemas e abastecimen-

como o níquel, cuja causa é atribuída aos

to de água tinham planos de controlo de

materiais das redes prediais".

qualidade e, das cerca de 700 mil análises

Devido à "evolução positiva" registada, é

efetuadas, 98% cumpriam os parâmetros definidos", disse à agência Lusa Jaime Melo Baptista.

destacado o parâmetro da bactéria Escherichia coli, com "uma melhoria significativa e uma percentagem de cumprimento do valor

A Entidade Reguladora dos Serviços de Água

paramétrico superior à média nacional".

e Qualidade (ERSAR) divulga o relatório

Melo Baptista recordou que qualquer incum-

anual "Controlo da Qualidade da Água para Consumo Humano" na segunda-feira, quando se assinala o Dia Nacional da Água.

primento "é comunicado em 24 horas à entidade reguladora e à Direção Geral de Saúde", que analisa a situação e decide sobre a

Em declarações à Lusa, Melo Baptista salien-

necessidade de tomar medidas que podem,

tou que "a melhoria da qualidade da água no

em casos mais graves, ir até à interrupção do

abastecimento público é um dos aspetos de

abastecimento.

maior sucesso no setor em Portugal".

No ano passado, verificou-se um caso de

Quanto aos 2% de incumprimento, "não indi-

incumprimento deste tipo, em Évora, mas

cam necessariamente que a água não é ade-

que foi detetado ainda no sistema "em alta",

quada para o consumo", pois podem estar

ou seja, entre a captação e o reservatório ou

relacionados com parâmetros que não afe-

o município, antes da distribuição aos consu-

tam a saúde pública.

midores finais e "nem chegou à cidade",

"A grande maioria dos concelhos cumpre os

exemplificou o presidente da ERSAR.

parâmetros, são entre 30 e 40 aqueles que

A entidade reguladora, que agora abrange

apresentam mais incumprimentos do que o

todos os operadores, públicos e privados,

desejável", revelou o responsável.

alterou a sua estratégia de fiscalização e

Continua a ser no interior do país, "com

reduziu o número de ações, que eram 150 a

maiores carências de recursos humanos,

200 anuais, para tornar os controlos "mais

técnicos e financeiros, que se concentram os

intensos".

incumprimentos ocorridos, essencialmente

Quanto à desinfeção da água, o presidente

nas pequenas zonas de abastecimento, que

da ERSAR referiu que pouco mais de metade

servem menos de 5.000 habitantes", expli-

dos valores (55%) estão dentro dos limites

cou.

recomendados (e não impostos) pela entida-

E, apesar do resultado do indicador global da

de.

qualidade da água apontar os 98%, "os ope-

O cloro acima dos valores recomendados

radores têm de continuar atentos e alguns

desagrada aos consumidores, devido ao

têm de melhorar este serviço", alertou.

sabor, mas "não implica problemas de saúde

A ERSAR explica que "os parâmetros que

pública", explica a ERSAR.

evidenciam maior percentagem de incumpri-

No entanto, considera que "há ainda um

mento dos valores são as bactérias colifor-

número apreciável de entidades gestoras que

mes e os enterococos, por ineficiência da

têm de continuar a melhorar o controlo

desinfeção, o pH, o ferro, o manganês, o

operacional do processo da desinfeção, de

alumínio e o arsénio, devido às característi-

modo a assegurarem concentrações adequa-

cas hidrogeológicas das origens de água, bem

das de desinfetante residual na água".

30-09-2012 | in Económico com Lusa

14 | EMAS DE BEJA

...águas de Beja, a correr para si...


Durante o mês de outubro continuaram os trabalhos da empreitada de remodelação da rede de águas de Beja. A instalações de condutas principias está a desenvolver-se 3 frentes distintas, uma que atualmente se encontra na Ramalho Ortigão, outra na rua Tenente Valadim e a terceira na Rua D. Afonso Henriques. Em simultâneo decorre a instalação de condutas de distribuição no centro histórico em duas frentes, no final do mês uma encontra-se na Rua do Ulmo e outra na Rua Jacinto Freire de Andrade. Durante este mês iniciaram-se também aos trabalhos de repavimentação das valas efetuadas, quer em calçada quer em betuminoso. Zona 4 Avenida do Brasil

Rua Ramalho Ortigão

Zona 6 Rua Sousa Porto

Rua Professor José Sebastião da Silva

Zona 7 Rua General Humberto Delgado

...águas de Beja, a correr para si…

Rua Professor Bento Jesus Caraça

15 | EMAS DE BEJA


Cont. (...) Zona 13 Rua da Ancha

Rua Alexandre Herculano

Rua Almeida Garrett

Jardim Eng. Duarte Pacheco

Largo do salvador

Travessa do Barbalau

Rua Dr. Manuel de Arriaga

Rua Dr. Pereira Coelho

A evolução dos trabalhos pode ser acompanhada passo a passo em:

16 | EMAS DE BEJA

...águas de Beja, a correr para si...


Conselho de Administração (membros não remunerados)

Jorge Pulido Valente

José Domingos Negreiros Velez

Cristina Maria Gomes Martins Valadas

(Presidente do Conselho de Administração)

(Administrador não executivo)

(Administradora não executiva)

Direção da EMAS

Rui Inácio Marreiros (Diretor Delegado)

www.emas-beja.pt … águas de Beja, a correr para si...


Empresa Municipal de Água e Saneamento de Beja, EEM

CONTROLO DA QUALIDADE DA ÁGUA PARA CONSUMO HUMANO NAS ZONAS DE ABASTECIMENTO1 DO CONCELHO DE BEJA

EDITAL n.º 3 3º TRIMESTRE 2012 1 julho a 30 setembro

Em conformidade com o Decreto-Lei n.º 306/2007, de 27 de agosto, procedeu-se à verificação da qualidade da água da rede pública, através de análises periódicas na torneira do consumidor, segundo o Programa de Controlo da Qualidade da Água (PCQA) aprovado pela autoridade competente (ERSAR).

Parâmetro (unidades) Escherichia coli (N/100 ml) Bactérias coliformes (N/100 ml) Dióxido de cloro (mg/l) Cloro residual livre (mg/l) Alumínio (μg/L Al) Amónio (mg/L NH4) Número de colónias a 22 ºC (N/ml) Número de colónias a 37 ºC (N/ml) Condutividade (μS/cm a 20ºC) Clostridium perfringens (N/100ml) Cor (mg/L PtCo) pH (Unidades pH) Ferro (μg/L Fe) Manganês (μg/L Mn) 2

Nitratos (mg/L NO3) Nitritos (mg/L NO2) Oxidabilidade (mg/L O2) Cheiro a 25ºC (Factor de diluição) Sabor a 25ºC (Factor de diluição) Turvação (NTU) 2

Antimónio (μg/L Sb) 2 Arsénio (μg/L As) 2 Benzeno (μg/L) Benzo(a)pireno (μg/L) Boro2 (mg/L B) Bromatos2 (μg/L BrO3) Cádmio2 (μg/L Cd) Cálcio (mg/L Ca) Chumbo (μg/L Pb) Cianetos2 (μg/L CN) Cobre (mg/L Cu) Crómio2 (μg/L Cr) 2 1,2 – dicloroetano (μg/L) Dureza total (mg/L CaCO3) Enterococos (N/100 mL) Fluoretos2 (mg/L F) Magnésio (mg/L Mg) Mercúrio2 (μg/L Hg) Níquel (μg/L Ni) Selénio2 (μg/L Se) Cloretos2 (mg/L Cl) Sódio2 (mg/L Na) Sulfatos2 (mg/L SO4) 2 Carbono Orgânico Total (mg/L C) 2 Tetracloroeteno e Tricloroeteno (μg/L): Tetracloroeteno (μg/L) Tricloroeteno (μg/L) Hidrocarbonetos Aromáticos Policíclicos (μg/L): Benzo(b)fluoranteno (μg/L) Benzo(k)fluoranteno (μg/L) Benzo(ghi)perileno (μg/L) Indeno(1,2,3-cd)pireno (μg/L) Trihalometanos - total (μg/L): Clorofórmio (μg/L) Bromofórmio (μg/L) Bromodiclorometano (μg/L) Dibromoclorometano (μg/L) Pesticidas – total2 (μg/L) Clortolurão (μg/L)

Valor Paramétrico (VP) fixado no DL 306/2007 0 0 200 0,50 Sem alteração anormal Sem alteração anormal 2500 0 20 ≥6,5 e ≤9 200 50 50 0,5 5 3 3 4 5 10 1,0 0,010 1,0 10 5,0 25 50 2,0 50 3,0 0 1,5 1 20 10 250 200 250 Sem alteração anormal 10 0,10 100 0,50 0,10

Valores obtidos Mínimo

Máximo

0 0 < 0,2 0,1 < 0,05 1 <1 543 0 < 5,0 7,2 (23ºC) < 20 < 15 <4 < 0,03 < 1,0 <1 <1 0,31 < 2,0 < 1,0 < 0,2 < 0,0050 < 0,3 <5 < 1,0 52 <6 < 12 < 0,010 < 10

0 0 0,4 0,9 < 0,05 176 164 1200 0 < 5,0 8,1 (24ºC) < 20 < 15 41 < 0,03 3 <1 <1 0,75 < 2,0 < 1,0 < 0,2 < 0,0050 < 0,3 <5 < 1,0 63 <6 < 12 0,049 < 10

< 0,8

< 0,8

320 0 < 0,2 45 < 0,3 <6 <1 120 64 37 1,3 < 0,3 < 0,2 < 0,1 < 0,080 < 0,020 < 0,020 < 0,020 < 0,020 < 0,70 < 0,30 < 0,20 < 0,10 < 0,10 < 0,08 < 0,08

380 0 0,3 55 < 0,3 <6 <1 200 92 50 1,3 0,7 0,48 0,12 < 0,080 < 0,020 < 0,020 < 0,020 < 0,020 21 < 2,2 11 1,5 6,4 < 0,08 < 0,08

N.º Análises superiores VP

% Cumprimento do VP

Agendadas

Realizadas

% Análises Realizadas

0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0

100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100%

40 40 21 40 0 15 15 15 15 15 15 15 3 15 16 3 15 15 15 15 2 2 2 3 2 2 2 3 3 2 3 2 2 3 3 2 3 2 4 2 2 2 2 1 2 2 3 3 3 3 3 3 3 3 2 2

40 40 21 40 0 15 15 15 15 15 15 15 3 15 16 3 15 15 15 15 2 2 2 3 2 2 2 3 3 2 3 2 2 3 3 2 3 2 4 2 2 2 2 1 2 2 3 3 3 3 3 3 3 3 2 2

100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100%

N.º Análises (PCQA)

NOTA 1: Zonas de abastecimento controladas: Roxo (Sta. Vitória, Mina da Juliana, Monte da Juliana, Albernoa, Trindade, Beringel, Trigaches, S. Brissos, Penedo Gordo, Beja, Sta. Clara do Louredo, Neves, Vila Azedo, Maria do Vale, Porto Peles, Baleizão), Mombeja, Quintos, S. Matias, Salvada/Cabeça Gorda, Vale de Russins, Beja - B.º das Flores. NOTA 2: Parâmetro (conservativo) analisado pela entidade gestora em alta (Águas Públicas do Alentejo, S.A.). Informação complementar relativa à averiguação das situações de incumprimento dos VP (causas e medidas corretivas): Sem incumprimentos. O Diretor Delegado (Director Executivo com Poderes Delegados de Administração)

Data da publicitação: 2 de novembro 2012 Rui Marreiros

Boletim Informativo Águas de Beja - Edição nº20 - EMAS de Beja  

Boletim Informativo Águas de Beja - Edição nº20 - EMAS de Beja

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you