Issuu on Google+

2010/2011

CURSO CEF TIPO II Operador de informรกtica Disciplina de ICCR Emanuel Teixeira


SUMÁRIO Componentes de redes Activos  1− Placa de rede  2− Modem  3− Repetidor  4− Hub  5− Switch  6− Bridge  7− Router 

Emanuel Teixeira – manuelteixera@hotmail.com


COMPONENTES ACTIVOS DE REDE 

Todos os componentes que de algum modo interferem com a gestão ou encaminhamento do tráfego, de forma directa.

Emanuel Teixeira – manuelteixera@hotmail.com


PLACA DE REDE  

É o equipamento que permite que dois ou mais computadores possam comunicar entre si; As suas principais funções são: Identificar o equipamento na rede;  Estabelecer a arquitectura de funcionamento;  Negociar velocidade de transmissão. 

As placas de rede podem ser do tipo onboard, PCI, ISA ou USB; Quanto ao interface podem ser do tipo: Coaxial interface BNC(em desuso)  Par entrançado (mais vulgar é o RJ45 Cat.5 ou Sup.);  Fibra optica;  Wireless. 

Emanuel Teixeira – manuelteixera@hotmail.com


PRINCIPAIS FUNÇÕES - PLACA DE REDE Identificar o sistema, através do Endereço MAC  Conjunto de octetos que torna o dispositivo único no mundo - FF:FF:FF:00:01:03 

Os três primeiros octetos identificam o fabricante, os restantes o número da placa, para o fabricante;  Pode ser alterado (mas não deve); 

Estabelecer a arquitectura de funcionamento; 

Token Ring, Ethernet

Estabelecer e negociar a velocidade de transmissão; As mais usuais em Wired 10 Mb.s, 100 Mb.s, 1 Gb.s  A velocidade a usar será a máxima do componente mais lento; 

Emanuel Teixeira – manuelteixera@hotmail.com


TIPIFICAÇÃO - PLACA DE REDE

ISA

PCI

USB

Emanuel Teixeira – manuelteixera@hotmail.com


INTERFACE- PLACA DE REDE 

Coaxial interface BNC(em desuso)

Par entrançado (mais vulgar é o RJ45 Cat.5 ou Sup.);

Fibra optica;

Wireless. Emanuel Teixeira – manuelteixera@hotmail.com


MODEM 

É o componente que permite a utilização das linhas telefónicas para estabelecer comunicação; Modem – aparelho de modelador e desmodelador de sinal; Converte sinal analógico em digital e realiza a operação inversa; Tipos de Modem: 

   

Modems de acesso comutado; Modem de acesso RDIS; Modems de Banda larga (Xdsl, o mais comum é o ADSL); Modem cabo; Modem 3G Emanuel Teixeira – manuelteixera@hotmail.com


MODEM – MODULAÇÃO/DESMODULAÇÃO

Emanuel Teixeira – manuelteixera@hotmail.com


MODEM – LINHA COMUTADA Modem Fax – Norma V90  Velocidade – 56 Kb.s;  Pode ser interno, ligado a uma porta ISA ,PCI ou OnBoard;  Ocupa a linha telefónica;  Pode ser usado para comunicar com fax clássico;  Está obsoleto. 

Emanuel Teixeira – manuelteixera@hotmail.com


MODEM – ACESSO RDIS 

  

Modem que apenas comprime/descomprime o sinal Velocidade – 64 Kb.s ou 128 Kb.s, consoante as linhas que ocupa; Pode ser interno, ligado a uma porta ISA ,PCI ou OnBoard; Ocupa parcialmente a linha telefónica; Pode ser usado para comunicar com fax clássico; Está obsoleto. Emanuel Teixeira – manuelteixera@hotmail.com


MODEM – BANDA LARGA TIPO XDSL  

 

Modem que apenas parametriza e separa o sinal; Velocidade – teóricamente a que o cabo suportar, na prática os ISP têm como velocidade max 100 Mb.s; É externo e por norma tem outras funções além de modem; Não ocupa a linha telefónica; Existem um conjunto de normas em uso, consoante o País e até o ISP.

Emanuel Teixeira – manuelteixera@hotmail.com


MODEM – BANDA LARGA TIPO XDSL 

HDSL - High-Bit-Rate digital Subscriber Line

ADSL - Asymmetric Digital Subscriber Line

VDSL - Very-high-bit-rate Digital Subscriber Line

SDSL - Symmetric ou Single-line-high-bit-rate Digital Subscriber Line

UDSL - Universal Asymmetric Digital Subscriber Line

Emanuel Teixeira – manuelteixera@hotmail.com


MODEM – CABO  

Modem que apenas parametriza e separa o sinal; Velocidade – teóricamente a que o cabo suportar, na prática os ISP têm como velocidade max 150 Mb.s; É externo e por norma tem outras funções além de modem; CATV - Community Antenna Television;

Existem um conjunto de normas em uso, consoante o País e até o operador de televisão. Emanuel Teixeira – manuelteixera@hotmail.com


MODEM – GPRS/3G  

 

Utiliza a infoestrutura dos operadores móveis; Velocidade – teoricamente a que o infra-estrutura suportar, na prática depende da distancia à antena, da quantidade de utilizadores e das interferências electromagnéticas; É externo, no entanto já existem em formato OnBoard Padrões e protocolos sejam standard, os operadores bloqueiam o uso à rede. Emanuel Teixeira – manuelteixera@hotmail.com


DÚVIDAS

Emanuel Teixeira – manuelteixera@hotmail.com


Aula Componentes fisicos de rede