Page 43

16

Mediu todo o lado do oriente com a cana de medir: quinhentos côvados, com a cana de medir, ao redor. 17Em seguida, mediu todo o lado norte: quinhentos côvados, com a cana de medir, ao redor. 18Depois mediu todo o lado sul: também quinhentos côvados, com a cana de medir, 19ao redor. Finalmente, mediu todo o lado ocidental, ainda quinhentos côvados, com a cana de medir. 20Pelos quatro lados mediu todo o muro ao redor. O seu comprimento era de quinhentos côvados e a sua largura era de quinhentos côvados, separando a parte sagrada da profana. 43 A volta de Iahweh — 1Levou-me então para o pórtico, a saber, para o pórtico que conduz para o oriente, 2e eis que sobreveio a Glória do Deus de Israel da parte do oriente. O seu ruído era como o ruído de muitas águas, e a terra resplandecia com a sua Glória.3A aparência que vi era igual à aparência que eu vira quando vim para a destruição da cidade e igual à aparência que eu vira junto ao rio Cobar. Então prostreime com o rosto em terra. 4A Glória de Iahweh chegou ao Templo pelo pórtico que dá para o oriente. 5O espírito ergueu-me e trouxe-me para o átrio interior e eis que a Glória de Iahweh enchia o Templo. 6Ouvi então alguém que falava comigo de dentro do Templo, enquanto o homem estava em pé junto de mim. 7Disse-me: Filho do homem, este é o lugar do meu trono e o lugar da planta dos meus pés, onde habitarei no meio dos filhos de Israel para sempre e onde a casa de Israel — ela e os seus reis — não tornarão a profanar o meu nome santo com as suas prostituições e com os cadáveres dos seus reis, 8pondo o limiar destes junto do meu limiar e as ombreiras destes ao lado das minhas ombreiras e limitando-se a levantar um muro entre mim e eles, onde profanaram o meu nome santo com as abominações que praticavam, razão por que os consumi na minha ira. 9Contudo, agora vão afastar para longe de mim as suas prostituições e os cadáveres dos seus reis, pelo que habitarei no meio deles para sempre. 10E tu, filho do homem, revela à casa de Israel o plano do Templo e eles ficarão envergonhados das suas iniqüidades (poderão medir o seu plano). 11Sim, se ficarem envergonhados de tudo o que fizeram, então lhes darás a conhecer a forma do Templo, as suas disposições, as suas saídas e as suas entradas, as suas formas e todas as suas ordenações, todas as suas formas e todas as suas leis. Escreve, descreve-as aos seus olhos, de modo que guardem a sua forma e as suas ordenações e as pratiquem. 12Esta é a lei do Templo, sobre o cume do monte: todo o espaço em torno será santíssimo (tal será a lei para o Templo). O altar — 13Aqui estão as medidas do altar em côvados, em côvados iguais a um côvado e um palmo: a base tinha um côvado de altura por um côvado de largura; o espaço junto ao rego que contornava o altar era de um palmo. Tal era a base do altar. 14 Desde a base até o pedestal inferior, dois côvados, e de largura um côvado; e desde o pedestal menor até o pedestal maior, quatro côvados por um côvado de largura. 15A lareira tinha quatro côvados e acima da lareira havia quatro chifres. 16A lareira tinha doze côvados de comprimento por doze de largura, sendo toda quadrada. 17O pedestal era de quatorze côvados de comprimento por quatorze de largura, e também quadrado. A borda em torno dele tinha meio côvado, e a base em torno, um côvado. Os degraus davam para o oriente. Consagração do altar — 18Disse-me ele: Filho do homem, assim fala o Senhor Iahweh: Estes são os estatutos referentes ao altar no dia em que o construírem para oferecer sobre ele o holocausto e espargir sobre ele o sangue. 19Darás aos sacerdotes levitas, aos da família de Sadoc, que se aproximam de mim para me servirem — oráculo do Senhor Iahweh — um novilho para o sacrifício pelo pecado. 20Então tomarás do seu sangue e o porás sobre os quatro chifres, sobre os quatro cantos do pedestal e sobre a borda em

31 ezequiel  

documentos igreja

31 ezequiel  

documentos igreja

Advertisement