Page 19

CISTO DA PAPILA INCISIVA

CISTOS GENGIVAL E PALATINO DO RECÉM-NASCIDO Características Clínicas • Pápulas amareladas semelhantes à mília na linha média do palato, junção do palato duro e mole, ou gengiva em um recém-nascido, apresentando frequência de 10% a 70% (Fig. 2-28).

Etiopatogênese e Características Histopatológicas Cistos na linha mediana do palato (pérolas de Epstein) e gengiva (originalmente nódulos de Bohn) são provavelmente cistos de inclusão epitelial formados a partir de epitélio embrionário capturado durante a fusão dos processos palatinos e de resíduos da lâmina dentária, respectivamente. Aqueles cistos situados na junção do palato duro e mole, algumas vezes também designados como nódulos de Bohn, os quais são provavelmente causados pelo bloqueio dos

25

ductos salivares excretores, e, ao invés de usar epônimos, é preferível denominar estas manifestações como cistos gengivais ou palatinos do recém-nascido. • Cistos simples revestidos por três a cinco camadas de epitélio escamoso estratificado, muitas vezes preenchidos com queratina.

Controle e Prognóstico • A biópsia não está indicada, pois os cistos geralmente exteriorizam espontaneamente. REFERÊNCIAS Friend GW, Harris EF, Mincer HH, et al. Oral anomalies in the neonate, by race and gender, in an urban setting. Pediatr Dent. 1990;12:157161. George D, Bhat SS, Hegde SK. Oral findings in newborn children in and around Mangalore, Karnataka State, India. Med Princ Pract. 2008;17:385-389. Paula JD, Dezan CC, Frossard WT, et al. Oral and facial inclusion cysts in newborns. J Clin Pediatr Dent. 2006;31:127-129.

B

A

FIGURA 2-28. A, Cistos palatinos do recém-nascido: pápulas amareladas no palato semelhantes a mília. B, Cisto da lâmina gengival do recém-nascido: cistos no rebordo mandibular esquerdo em um paciente com fenda labial (setas). (A, Cortesia da Dra. Bonnie Padwa, Harvard School of Dental Medicine, Boston, Mass; B, Cortesia da Dra. Catherine Flaitz, The University of Texas Dental Branch at Houston, Tex.)

CISTO DA PAPILA INCISIVA

REFERÊNCIA

Características Clínicas

Brown FH, Houston GD, Lubow RM, Sagan MA. Cyst of the incisive (palatine) papilla. Report of a case. J Periodontol. 1987;58: 274-275.

• Aumento de volume localizado na papila incisiva, normalmente menor do que 1cm, sem envolvimento do osso adjacente (Fig. 2-29)

Etiopatogênese e Características Histopatológicas O epitélio é provavelmente oriundo de restos do ducto nasopalatino localizados nos tecidos moles. • Cisto revestido pelo epitélio pseudoestratificado colunar ciliado com células mucosas, epitélio cuboidal baixo achatado ou duas a cinco camadas de epitélio escamoso estratificado não queratinizado; feixes neurovasculares podem ou não estar presentes; mínima inflamação (Figs. 2-30 e 2-31).

Diagnóstico Diferencial • O cisto do ducto nasopalatino apresenta histologia similar, porém, está presente dentro do osso (Cap. 16).

Tratamento e Prognóstico • A excisão é o procedimento curativo.

C0010.indd 25

FIGURA 2-29. Cisto da papila incisiva: pápula mole e séssil na papila incisiva.

14/06/13 6:56 PM

ATLAS DE PATOLOGIA ORAL  

O Livro Atlas de Patologia Oral oferece toda a ajuda que você precisa para identificar com precisão as mais desafiadoras lesões da cavidade...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you