Page 1

Manual de Boas Prรกticas Ambientais e de Seguranรงa Externo 19 de marรงo de 2018, Revisรฃo 00


MA.SG.01 – Manual de Boas Práticas Ambientais e de Segurança - Externo 19 de março de 2018, Revisão 00

INDÍCE 1.

MENSAGEM................................................................................................................. 2

2.

AMBIENTE ................................................................................................................... 3

3.

SEGURANÇA ................................................................................................................ 7

4.

INSTRUÇÕES GERAIS DE SEGURANÇA EM EMERGÊNCIA ........................................... 8

MA.SG.03

Página 1 de 11


MA.SG.01 – Manual de Boas Práticas Ambientais e de Segurança - Externo 19 de março de 2018, Revisão 00

1. MENSAGEM

A implementação deste guia de boas práticas de ambiente e de segurança da SPLW e ELMAFE faz parte de um processo de melhoria contínua, no que diz respeito ao desempenho e à promoção da participação das diferentes partes interessadas (dentro e fora da organização).

Contamos consigo. Pode contar connosco.

A Gerência

MA.SG.03

Página 2 de 11


MA.SG.01 – Manual de Boas Práticas Ambientais e de Segurança - Externo 19 de março de 2018, Revisão 00

2. AMBIENTE Enquadrado nos princípios explicitados na Política do SGI não poderia deixar de ser tida em consideração a responsabilidade ambiental associada às atividades dos fornecedores e subcontratados da SPLW e ELMAFE. O consumo responsável é uma prioridade para a SPLW e a ELMAFE e aplica-se a todas as atividades desenvolvidas em obra pelos fornecedores e subcontratados das mesmas:

Água

Boas Práticas •

Implementar medidas de poupança de água em todas as formas de utilização.

Reportar fugas, para que sejam reparadas o mais rapidamente possível.

Emissões e efluentes

Boas Práticas •

De um modo geral estão proibidas as descargas, na rede de saneamento, de: o

corpos sólidos que possam provocar entupimentos dos coletores (tais como pedras, vidros, trapos, plásticos, etc.).

o

substâncias perigosas como tintas, óleos, solventes, combustíveis, entre outros;

o

substâncias que possam constituir risco de poluição da água ou da degradação do ambiente.

MA.SG.03

Página 3 de 11


MA.SG.01 – Manual de Boas Práticas Ambientais e de Segurança - Externo 19 de março de 2018, Revisão 00

Produtos químicos / Substâncias perigosas

Boas Práticas •

Armazenar e/ou transportar as substâncias de acordo com as respetivas fichas de dados de segurança, impedindo assim que substâncias incompatíveis entrem em contacto entre si ou se misturem (ex.: uma substância comburente junto de uma substância inflamável).

Após utilização de produtos químicos ou substâncias perigosas certificar-se do correto fecho dos recipientes que os contêm, bem como o cumprimento das regras do seu armazenamento.

Armazenar os recipientes contendo produtos químicos em bacias de retenção, de forma, a conter possíveis derrames e seus efeitos nocivos.

Seguir as instruções de armazenagem indicadas na ficha de segurança de cada produto.

Resíduos perigosos e não perigosos

Boas Práticas •

Registar as quantidades de resíduos produzidos e analisar os resultados.

Promover a utilização de embalagens e de sacos reutilizáveis.

Reutilizar embalagens, sempre que possível.

Separar os resíduos e depositá-los nos ecopontos, contentores e outros locais disponibilizados e identificados para cada tipo de resíduo.

Encaminhar os resíduos (perigosos e não perigosos) através da respetiva “Guia Eletrónica de Acompanhamento de Resíduos” (e-Gar), garantindo o correto encaminhamento para operadores licenciados.

MA.SG.03

Página 4 de 11


MA.SG.01 – Manual de Boas Práticas Ambientais e de Segurança - Externo 19 de março de 2018, Revisão 00

Gestão ambiental de obras

Boas Práticas •

Manter os locais de trabalho limpos e arrumados, evitando a dispersão de resíduos na área envolvente.

É expressamente proibido: o

abandonar, queimar e misturar diferentes tipos de resíduos;

o

efetuar quaisquer descargas no solo, em linhas de água ou redes de drenagem de águas.

Os Resíduos de Construção e Demolição (RCD) e outros materiais contaminados devem ser enviados para destino final adequado, recorrendo a operadores devidamente licenciados.

Condução ecológica

Boas Práticas •

Conduza a uma velocidade o mais constante possível e, acima de tudo, evitando acelerações/desacelerações e travagens bruscas. (Pode poupar 15% de combustível conduzindo a 80km/h, em vez de 100Km/h.

Use a relação de caixa de velocidades mais alta possível. Uma mudança alta significa uma rotação mais baixa, que resulta num menor consumo de combustível (potencial poupança: 10%).

Cumpra os limites de velocidade, obtendo uma economia de combustível e contribuindo para a segurança rodoviária. (um aumento de 10% na velocidade pode provocar um aumento de 15% no consumo de combustível).

Nas cidades de acentuada inclinação, deve manter o veículo engrenado numa mudança compatível (travar com o motor), obtendo assim uma maior segurança e consumo nulo.

MA.SG.03

Adapte a velocidade do veiculo ao trafego e evite mudar de via de transito.

Página 5 de 11


MA.SG.01 – Manual de Boas Práticas Ambientais e de Segurança - Externo 19 de março de 2018, Revisão 00

Escolha o melhor percurso nas deslocações e tente antecipar o fluxo de trânsito, uma viagem bem planeada é um bom recurso para poupar combustível. (potencial de poupança: 5%).

Utilize ar condicionado apenas quando necessário. (o sistema de ar condicionado pode consumir até meio litro de combustível por hora e, no inicio de cada viagem, pode representar um aumento de consumo de cerca de 10%).

Verifique a pressão dos pneus. A pressão errada obriga à substituição antecipada dos pneus. Uma pressão demasiado baixa aumenta a resistência de rolamento (desgaste lateral) e o consumo de combustível. Uma pressão demasiado alta, provoca desgaste, no centro do pneu, e uma menor aderência na condução. (A pressão correta permitelhe uma poupança até 3%).

Mantenha o veiculo afinado e verifique o nível de óleo com regularidade, (potencial de poupança: 3%).

Instruções e Procedimentos de Atuação

Situação

Instrução Geral

Divulgação da informação

A comunicação de uma situação de alarme é desencadeada pela botoneira de alarme, ou através de alarme verbal.

Derrames

Quando ocorre um derrame de determinado produto devem ser respeitadas as seguintes regras: • Ter em atenção o que está descrito nas Fichas de Segurança do respetivo produto derramado; • Tomar medidas para evitar o alastramento do derrame, • Conter o derrame, removendo o produto utilizando para isso material absorvente; • O material contaminado será recolhido e acondicionado em contentores identificados para o efeito; • Enquanto a operação de contenção de derrame ocorrer é estritamente proibida, comer e beber na área contaminada; • Os resíduos decorrentes da contenção do derrame são geridos de e encaminhados para operadores licenciados; • O Gestor de Qualidade, Ambiente e de Segurança deve ser informado sobre qualquer tipo de derrame.

MA.SG.03

Página 6 de 11


MA.SG.01 – Manual de Boas Práticas Ambientais e de Segurança - Externo 19 de março de 2018, Revisão 00

3. SEGURANÇA Todas as atividades devem ser desenvolvidas, tendo em consideração a matriz de perigos e riscos aplicáveis identificados. Antes de iniciar os trabalhos deve-se confirmar que estão asseguradas todas as condições de segurança necessárias, de acordo com as boas práticas e a legislação vigente. Para a execução do seu trabalho deve: •

Utilizar o equipamento de proteção coletiva e/ou individual de forma correta, adequado ao trabalho a executar e de acordo com as instruções que lhe forem transmitidas, mantendo-o em bom estado de conservação e limpeza. Quando não estiver a ser usado deverá ser devidamente arrumado.

As viaturas, as ferramentas, os aparelhos e os equipamentos, utilizados durante a execução dos trabalhos, devem encontrar-se em bom estado de conservação e cumprir os requisitos de segurança de acordo com a legislação em vigor e as regras definidas pela SPLW e ELMAFE.

Todos os equipamentos, ferramentas e materiais da SPLW e ELMAFE devem ser limpos e arrumados nas áreas destinadas para o efeito.

Sempre que seja detetada uma avaria ou deficiência num equipamento e ferramenta devem ser comunicadas ao seu superior hierárquico.

MA.SG.03

Página 7 de 11


MA.SG.01 – Manual de Boas Práticas Ambientais e de Segurança - Externo 19 de março de 2018, Revisão 00

4. INSTRUÇÕES GERAIS DE SEGURANÇA EM EMERGÊNCIA EM OBRA Medidas preventivas

Medidas genéricas de prevenção • • • • • • • •

Conhecer e cumprir os procedimentos de prevenção; Conhecer a organização de segurança da instalação / obra; Deverá estar familiarizado com os riscos gerais existentes no estabelecimento / obra; Tenha em local acessível os números de telefone em caso de emergência; Tome conhecimento da existência dos kits de primeiros socorros disponíveis no estabelecimento / obra; Ter conhecimento prévio das saídas de emergência, caminhos de evacuação e dos procedimentos em caso de evacuação; Contribuir para manter desobstruídos os caminhos de evacuação e as saídas de emergência; Informar a Organização de Segurança sobre qualquer situação anómala que possa vir a provocar um sinistro ou que possa comprometer a segurança dos ocupantes.

Caso de emergência médica • • •

Tome conhecimento da existência dos kits de primeiros socorros disponíveis no estabelecimento / obra; Tenha em local acessível os números de telefone em caso de emergência; É aconselhável existirem funcionários com formação em primeiros socorros.

Riscos Tecnológicos Incêndio • •

MA.SG.03

Não fumar no interior da instalação / obras, a não ser em locais próprios para o efeito. Nesse caso certifique-se que coloca as beatas nos cinzeiros devidamente apagadas; Se sentir o cheiro a queimado ou qualquer outro sinal que o faça suspeitar da existência de um incêndio, mas não haja fumo nem chamas visíveis, deve contactar a Organização de Segurança ou acionar uma betoneira de alarme / sinal de alarme; Não sobrecarregue as tomadas de corrente elétrica, ligando vários aparelhos na mesma tomada;

Página 8 de 11


MA.SG.01 – Manual de Boas Práticas Ambientais e de Segurança - Externo 19 de março de 2018, Revisão 00

Não fomente o aparecimento de armazenamentos incontrolados. Respeite as zonas destinadas a este fim. Mantenha os locais limpos; Se deteta qualquer falha nas instalações elétricas ou nos meios de proteção contra incêndios (extintores, botões de alarme, bocas de incêndio) comunique de imediato ao Responsável de Segurança.

Caso de inundação ou danos por água • • •

Identifique os pontos altos onde possa refugiar-se; Faça uma pequena lista de objetos importantes a levar em caso de evacuação; Prepare um estojo de emergência com rádio e lanterna a pilhas, pilhas de reserva, material de primeiros socorros, medicamentos essenciais e agasalhos; Arranje um anteparo de metal ou madeira para a porta de rua (caso aplicável); Pondere a hipótese de o seguro cobrir o recheio do edifício em situação de inundação ou dano por água.

• •

Riscos Naturais Caso de sismo •

Mantenha as saídas e vias de evacuação livres de obstáculos e outros objetos que possam ser facilmente derrubados em caso de fuga precipitada; Fixe o mobiliário pesado, estantes e outros objetos que possam vir a ser derrubados e atingir pessoas; Os objetos mais pesados devem por norma situar-se nas zonas mais baixas das estantes; As zonas mais próximas de janelas devem estar desimpedidas a fim de evitar acidentes com os vidros; Tome conhecimento da existência dos kits de primeiros socorros disponíveis na instalação; Identifique as zonas de segurança existentes junto do seu posto de trabalho, de acordo com a seguinte tabela:

• • • • •

Locais mais seguros o o o o

MA.SG.03

Vão de portas interiores, de preferência em paredes resistentes; Cantos das salas; Debaixo de mesas, camas e outras superfícies estáveis; Longe das janelas, espelhos e chaminés;

Locais mais perigosos o

Saídas;

o o

Junto a janelas, espelhos e chaminés; Junto a objetos, candeeiros e móveis que possam cair; No meio das salas;

o

Página 9 de 11


MA.SG.01 – Manual de Boas Práticas Ambientais e de Segurança - Externo 19 de março de 2018, Revisão 00

Locais mais seguros o

Fora do alcance candeeiros.

de

Locais mais perigosos objetos,

o

Ascensores.

Temporal ou tornado • • • •

Esteja atento aos boletins meteorológicos e às notícias locais transmitidas na rádio e na televisão; Verifique a existência de nuvens densas e escuras no horizonte e/ou esteja atento a raios e trovões; Tenha um kit com lanterna, pilhas, medicamentos e água potável; Guarde os objetos de valor em lugar seguro.

Riscos Sociais Caso de abuso sexual ❖ Motivar o pessoal do estabelecimento a informar-se sobre as possibilidades de suspeita; ❖ Instituir e adotar regras de comportamento claras para os funcionários do estabelecimento.

Caso de ameaça de suicídio ❖ Existem geralmente sinais premonitórios de uma possível ameaça de suicídio. A maioria das pessoas que o cometem encontram-se em estado crítico de depressão; ❖ Todas as pessoas que realizam gestos suicidas ou que tentam suicidar-se necessitam de ter acompanhamento psiquiátrico e social; ❖ Os atos ou ameaças de suicídio (escritas e/ou verbais), deverão ser levadas em consideração e devem ser comunicadas à direção do estabelecimento e familiares.

Caso de intrusão, furto ou roubo ❖ Os documentos ou objetos de maior valor, devem encontrar-se fechados em armários com fechadura ou num cofre; ❖ Deverá ter-se em atenção se os pontos de penetração no estabelecimento estão fechados durante e após o horário de funcionamento do estabelecimento; ❖ As chaves não deverão ser deixadas em qualquer lado; ❖ Tome precauções sobre as pessoas que irá contratar para prestar serviços no interior do estabelecimento. Prefira empresas que possuam boas recomendações. ❖ A existência de aparelhos de videovigilância, deverá estar publicada no exterior do estabelecimento; ❖ Mantenha sempre à mão os telefones de emergência e conheça as localizações destes serviços.

MA.SG.03

Página 10 de 11


MA.SG.01 – Manual de Boas Práticas Ambientais e de Segurança - Externo 19 de março de 2018, Revisão 00

Confirmação de Leitura Recebi o Manual de Boas Práticas Ambientais e de Segurança, cujo propósito é esclarecer as políticas da empresa e os padrões de comportamento esperados dos fornecedores / subcontratados.

Comprometo-me a cumpri-lo integralmente, dar ciência de ocorrências e em caso de dúvidas, consultar a SPLW ou ELMAFE.

Li e compreendi,

_________________________________________________ Nome em letra de forma

_________________________________________________ Assinatura do Colaborador

Local: ______________________________________

Data: _____ de ___________________ de _________.

MA.SG.03

Página 11 de 11

Manual de Boas Práticas Externos  
Manual de Boas Práticas Externos  
Advertisement