Issuu on Google+

Informativo | Edição 2013

Gestão 2011-2013 Prestação de Contas

Nova sede da ABES no centro de Curitiba O ano de 2013 foi marcado pela inauguração da nova sede da ABES-PR, no prédio do Instituto de Engenharia do Paraná – IEP, em pleno centro da Curitiba. A conquista reuniu associados e autoridades em um evento festivo, realizado no dia 21 de fevereiro, ocasião que oportunizou a entrega do Prêmio ABES 2011/2012 a um profissional e duas instituições de destaque na área de saneamento.

Pág. 4

Antonio Carlos Nery assume a presidência da Abes-PR Pág. 2

Simpósio “Reúso” é realizado com sucesso

Gestão 2013-2015 dá início às suas ações

Pág. 6

Pág. 7


Editorial

Expediente

Biênio chega ao fim com sentimento do dever cumprido

N

o segundo semestre de 2011, a chapa ABES-PR Participativa foi reeleita com o compromisso de tornar a associação ainda mais atuante e conhecida pela população, pelo poder público e privado e pelas instituições de ensino e pesquisa, além de marcar cada vez mais presença como entidade promotora de eventos técnico-científicos sobre temas relacionados aos diversos setores do saneamento ambiental. O biênio 2011-2013 chega ao fim e temos a sensação do dever cumprido. Fomos novamente “à rua”, chamando o associado e a sociedade, de modo geral, para participar das ações da associação, promovidas com o apoio de parceiros cada vez mais próximos como o CREAPR e a Universidade Positivo. E por falar nisso, a mudança para uma sede mais ampla, acessível e central no prédio do Instituto de Engenheiros do Paraná – IEP, outra conquista desta gestão, nos trouxe mais esse importante parceiro. O fortalecimento da ABES-PR pode ser percebido pelo crescimento constante do número de associados, tanto pessoas físicas como jurídicas; pela promoção de dois a três eventos anuais com média de 250 participantes por evento; e pela realização de duas edições do Prêmio ABES-PR, que homenageia empresas, profissionais e instituições públicas atu-

antes na área do saneamento ambiental – entre elas, a centenária Universidade Federal do Paraná. Dentre os eventos realizados, podemos citar o “1º Simpósio Internacional de Reúso da Água”, realizado pela ABES-PR e pela Universidade Positivo em outubro de 2012; a segunda edição do seminário “Saneamento: Desafio de Nossos Tempos”, em julho de 2011, em parceria com o CREA-PR; e o Seminário sobre Consórcios Públicos Intermunicipais, realizado em parceria com a empresa Habitat, em outubro de 2011, na colônia Castrolanda, em Castro. Estes momentos serviram como caixa de ressonância das mais diversas causas do saneamento ambiental – entre elas, o reúso da água, que será tema de um painel do 27.° Congresso Brasileiro de Engenharia Sanitária e Ambiental, e uma de nossas mais importantes bandeiras, a Política Estadual de Saneamento. É com muita satisfação que vemos essas discussões sendo ouvidas e encampadas pelo poder público – o Conselho Estadual de Meio Ambiente, recentemente, enviou um convite para que a ABES-PR participe do Grupo de Trabalho visando à implantação desta tão necessária Política. Edgard Faust Filho Presidente da gestão 2011-2013

Gestão 2011 – 2013 Presidente: Edgard Faust Filho Vice-Presidente: Selma Cubas Diretor: Arlineu Ribas Diretor: Miguel Mansur Aisse Diretor: Fabiana de Nadai Andreoli Diretor: Manoel José Warumby de Oliveira 1º Secretário: Antonio Carlos Nery 2º Secretário: Hélio Sanfelice 1º Tesoureiro: Sergio Wippel 2º Tesoureiro: Celso Luis Thomaz Representantes no Conselho Diretor ABES-DN Agenor Zarpelon Pedro Luis Prado Franco Pedro Nelson Costa Franco Nelson Hidemi Okano Conselho Consultivo Francisco Borsari Netto Luis Carlos Blume Miguel Mansur Aisse Nicolau Leopoldo Obladen Reinaldo José Rodrigues dos Santos Roberto Massami Arai Conselho Fiscal Titulares Antonio Roberto Sartor Gilson Fernando Gomy de Ribeiro Ana Sylvia Zeny Suplentes Marcelo Abraão Perini Nelson Ramos de Mello Junior Livia Knopki Nery Jornalista Responsável Annalice Del Vecchio de Lima Programação Visual Elize Garcia Design Studio ABES – Seção Paraná Rua Emiliano Perneta, 174, 6º andar, Centro – Curitiba-PR | CEP 80.010-150 Fone: 41 3229-4216 | Fax: 41 3229-1535 E-mail: abes-pr@abes-dn.org.br

Nova Gestão ABES-PR quer ampliar debates com apoio dos associados

A

nova diretoria, que toma posse em cerimônia no dia 2 de agosto, às 19h30, no restaurante Dom Antônio (R. Manoel Ribas, 6121 – Santa Felicidade), dá continuidade aos trabalhos iniciados e assume novos compromissos com o saneamento ambiental no Paraná. “Já estão previstos diversos eventos e contamos com o apoio de cada vez mais associados para ampliar discussões urgentes como a Política Estadual de Saneamento, o reúso da água e as mudanças climáticas”, diz o novo presidente Antonio Carlos Nery. (Leia mais na página 7.) Conheça os nomes que compõem a diretoria: Presidente: Antonio Carlos Nery

2 | ABES-PR Informa - Edição 2013

Vice-Presidente: Selma Cubas 1º Secretário: Marco Antônio A. Ferreira 2º Secretário: Helio Sanfelice 1º Tesoureiro: Sergio Wippel 2º Tesoureiro: Marisa Sueli S. Capriglioni Diretores Antonio Roberto Sartor Arlineu Ribas Cristovão Vicente S. Fernandes Luiz Henrique Bucco Conselho Consultivo Agenor Zarpelon Carlos Roberto Pinto Francisco Borsari Netto Manoel José Warumby de Oliveira

Nelson Hidemi Okano Nicolau Leopoldo Obladen Conselho Fiscal Titular Celso Luis Thomaz Gilson Fernando Gomy de Ribeiro Pedro Nelson Costa Franco Suplentes Lílian Persia de Oliveira Tavares Livia Knopki Nery Nelson Ramos de Mello Junior Representantes no Conselho Diretor ABES-DN Edgard Faust Filho Pedro Luiz Prado Franco


Prestação de Contas 2011-2013

Missão cumprida A diretoria encerra seu segundo mandato cumprindo suas promessas de campanha, que incluíram a discussão com a sociedade sobre a elaboração de uma Política Estadual de Saneamento Básico, a reforma e inauguração da nova sede, a entrega de dois prêmios ABES-PR e a realização e a participação em eventos sobre temas relacionados ao meio ambiente e ao saneamento.

Nossos Parceiros

Sintonia fina dá amplitude às ações A união de esforços entre a ABES-PR e entidades como o CREA-PR, a Universidade Positivo e o Instituto de Engenharia do Paraná – IEP vem contribuindo para fortalecer e dar mais amplitude às ações que visam à melhoria do saneamento básico e ambiental.

CREA-PR

Universidade Positivo

Sanepar

P

J

Sanepar, com 50 anos completados em 2013, é parceira de longa data. Apoia os eventos da ABES-PR e, em 2012, possibilitou a realização de cursos “in company” sobre Reatores Anaeróbios e Alternativas de Pós-Tratamento, ministrados com os especialistas Pedro Além e Eduardo Pacheco Jordão. Cursos como esses são realizados frequentemente pela ABES-PR e proporcionaram a capacitação de mais de 100 profissionais da empresa.

arceiro de alguns anos, o CREA-PR abraçou a causa do saneamento básico e vem se aliando à ABES-PR na realização de eventos para a construção de uma Política Estadual de Saneamento Básico. Um exemplo é a realização do segundo seminário “Saneamento: Desafio de Nossos Tempos – Por Uma Política Estadual de Saneamento”, nos dias 4 e 5 de julho de 2011, na Universidade Positivo, em Curitiba. As duas entidades seguem trabalhando em parceria em eventos técnicos e na mobilização da sociedade.

á a Universidade Positivo, por meio de seu Programa de Pós-Graduação em Gestão Ambiental da Universidade Positivo (PGAMB-UP), contribui para que eventos importantes para pensar o saneamento e o meio ambiente sejam sediados em Curitiba. Entre eles, o 3º Simpósio Internacional de Gestão Ambiental e Mudanças Climáticas e o 1º Workshop sobre Gestão de Sistemas de Esgotamento Sanitário, que acontece em agosto de 2013, com a presença de personalidades de renome internacional na área de Meio Ambiente (leia mais na pág. 8).

A

3 | ABES-PR Informa - Edição 2013


Nova Sede

Foto: Divulgação

Conforto e integração para o associado

A nova sede da ABES-PR está localizada no prédio do Instituto de Engenharia do Paraná - IEP, na região central de Curitiba.

O

s associados que visitaram a nova sede da ABES-PR, em pleno centro de Curitiba (R. Emiliano Perneta 174 – Centro), sentiram-se acolhidos e confortáveis. Afinal, o espaço, localizado no sexto andar do prédio do Instituto de Engenharia do Paraná – IEP, possui um ambiente de convivência com café e frigobar, além de uma grande sala de reuniões com biblioteca e equipamento para videoconferência, uma sala de gerência e a recepção. A conquista foi possível graças ao apoio de patrocinadores que possibilitaram a re-

4 | ABES-PR Informa - Edição 2013

forma das salas – mantidas com o aluguel da antiga sede no Portão, patrimônio da instituição. “Aqui é central, tem espaço amplo e estacionamento ao lado”, enumera Edgard Faust Filho, que presidiu a ABES-PR na gestão 2011-2013.

Cubas, vice-presidente da associação. Além do diálogo mais afinado com outras engenharias, o espaço permite à ABES promover cursos e palestras no auditório e no centro de eventos do IEP, reunindo suas ações em um mesmo endereço.

Uma das grandes vantagens da mudança é a integração dos associados com outras entidades sediadas no prédio do IEP. “Este é um espaço que reúne vários setores da engenharia e que agora se abriu para as discussões sobre as questões do saneamento e do meio ambiente”, diz Selma

O novo espaço foi inaugurado no dia 21 de fevereiro de 2013, com um coquetel e o descerramento da placa pelo presidente da ABES-DN, Dante Ragazzi Pauli (foto). Na ocasião, também foi realizada a entrega do Prêmio Abes 2011/2012.


Na Rua

ABES-PR se posiciona em questões estratégicas

Foto: Elize Garcia Design Studio

A

ABES-PR está envolvida em discussões estratégicas relacionadas ao saneamento e ao meio ambiente do Paraná ao participar ativamente de comitês, conselhos, câmaras técnicas e comissões organizadoras de eventos do Estado.

“Como organização não-governamental, temos que levar nossa opinião às mais variadas esferas de discussão da área de saneamento ambiental. Temos que ser firmes, tecnicamente posicionados e levantar discussões junto à sociedade que irão con-

tribuir na formulação de proposições para a implementação de políticas”, considera Leane Chamma Barbar Przybysz, que atua na área ambiental da Sanepar e faz parte da Câmara Técnica de Resíduos Sólidos da ABES-PR..

Rio Tibagi, Paraná

Conselho Estadual de Recursos Hídricos

O

engenheiro agrônomo Pedro Luis do Prado Franco, representante da ABES-PR junto ao Conselho Diretor, participa do Conselho Estadual de Recursos Hídricos, que apresenta a organização, normas, critérios e procedimentos relativos ao Sistema Estadual de Gerenciamento de Recursos Hídricos. “Nos últimos dois anos a ABES-PR partici-

4ª Conferência Estadual de Meio Ambiente e Resíduos Sólidos

O

s associados da ABES Leane Chamma Barbar Przybysz e Luiz Henrique Bucco participam da comissão organizadora da 4ª Conferência Estadual de Meio Ambiente e Resíduos Sólidos, que acontece nos dias 5 e 6 de setembro, em Foz do Iguaçu. O evento vai reunir proposições sobre o tema dos resíduos sólidos que serão levadas para a Conferência Nacional, nos dias 24 a 27 de outubro, em Brasília. As discussões devem contribuir para a implementação da Lei 12.305/2010, que cria a Política Nacional de Resíduos Sólidos. “A ABES tem a oportunidade de se mani-

festar em relação a temas relacionados ao saneamento ambiental e levar sua opinião, por meio de profissionais respeitados do setor, aos mais diferentes cenários, levantando pontos a serem discutidos com a sociedade e contribuindo para a formulação de políticas públicas”, afirma Leane. Diretor da ABES-PR, Bucco relaciona alguns pontos de reflexão sobre os resíduos sólidos que serão levados pela ABES à conferência: solução regionalizada, logística reversa, inclusão social dos catadores, Política Estadual de Saneamento de forma integrada com os municípios e formação de consórcios mistos entre associações municipais e do estado.

pou de fatos importantes como a criação de novos Comitês de Bacias e teve uma atuação veemente na câmara técnica de acompanhamento da elaboração do Plano de Bacia do Alto Iguaçu, presidida por Edgard Faust Filho, que teve como desdobramentos o início do enquadramento e a cobrança pelo uso dos recursos hídricos no Comitê – o quinto do Brasil a adotar esta medida”, diz Franco.

Câmara Técnica de Resíduos Sólidos do CREA-PR Os resíduos sólidos também são tema de discussão da Câmara Técnica de Resíduos Sólidos do CREA-PR, da qual participa, representando a ABES, seu conselheiro consultivo, o engenheiro civil e sanitarista Nicolau Obladen. “A contribuição da ABES é participar de debates como, por exemplo, o próximo Workshop sobre Resíduos Sólidos, a ser realizado no Plenário do CREA-PR, nos dias 19 e 20 de agosto de 2013, para definir parâmetros quanto às atribuições dos profissionais afetos ao Sistema CONFEA/CREA, para as atividades de gestão integrada de resíduos sólidos”, explica Obladen.

Comitês da Bacia do Alto Iguaçu e Comitê do Tibagi

A

ABES-PR participa do Comitê de Bacias do Alto Iguaçu e Afluentes do Rio Ribeira, representada por Agenor Zarpelon, e do Comitê de Bacias do Tibagi, representada por Nelson Okano – ambos conselheiros consultivos da entidade. “O objetivo é criar comitês de bacias em

todo o Estado”, conta Pedro Luis do Prado Franco. Ele cita ainda a participação da ABES nas discussões que deram origem à criação de quatro novos comitês de bacias estaduais – do Litoral, do Alto Ivaí, do Piquiri e do Baixo Iguaçu – e de um comitê de bacia federal, o do Paranapanema, que

integra e mobiliza o Paraná e São Paulo. Os membros dos comitês decidem questões relacionadas aos problemas hídricos e são responsáveis pela aprovação do plano de recursos hídricos das bacias, por acompanhar sua execução e sugerir as providências necessárias para o cumprimento das metas. 5 | ABES-PR Informa - Edição 2013


Evento

1º Simpósio Internacional de Reúso de Água Reúso da água é debatido por especialistas de diversos países

A

reutilização da água tratada para fins não potáveis não é mais nenhuma novidade e se apresenta como uma importante ferramenta de gestão dos recursos hídricos e de redução do uso dos mananciais e das fontes de água. Alguns países como Israel, Alemanha e Estados Unidos já possuem sistemas de reúso de água eficientes e bem planejados – mas a maioria, entre eles, o Brasil, começa a dar os primeiros passos nessa direção. Especialistas destes três países foram convidados a falar sobre as suas realidades no 1º Simpósio Internacional de Reúso de

momento em que boa parte das cidades já enfrentam problemas decorrentes da escassez deste recurso natural. Dentre os temas abordados, as modalidades de reúso de água no Brasil foram tema da palestra do professor Pedro Mancuso, da Escola de Saúde Pública da Universidade Estadual de São Paulo – USP; o engenheiro Cleverson Vitório Andreoli, da Sanepar, discutiu o reúso como instrumento de gestão de recursos hídricos; e o professor Marcos Von Sperling, do departamento de Engenharia Sanitária e Ambiental da Universidade Federal de

O evento deve se integrar à agenda permanente dos profissionais do meio ambiente e do saneamento Água, que reuniu nos dias 17 a 19 de outubro de 2012, em Curitiba, em torno de 300 profissionais da área de saneamento, da indústria, de órgãos de meio ambiente e de gestão de recursos hídricos, de empresas fornecedoras e da academia. Além de convidados estrangeiros (leia quadro), profissionais de várias universidades e instituições do Brasil discutiram questões como as práticas e tecnologias mais usadas para o reúso da água, suas modalidades e a necessidade de políticas e regulação. Na opinião de todos, falta uma legislação eficiente para implementação do reúso da água no país ��� algo emergencial neste

6 | ABES-PR Informa - Edição 2013

Minas Gerais – UFMG, discutiu as tecnologias de tratamento de esgoto aplicadas no Brasil que adotam essa medida. Já as especificidades do reaproveitamento de água pela agricultura, a indústria, o meio urbano e até mesmo em instalações prediais foram, respectivamente, tema das palestras dos professores Rafael Bastos, da Universidade Federal de Viçosa – UFV; José Carlos Mierzwa, da USP; Miguel Mansur Aisse, da Universidade Federal do Paraná – UFPR, e Ricardo Franci Gonçalves, da Universidade Federal do Espírito Santo – UFES. O evento teve o apoio da Sanepar, do CREAPR, do CEF e do CentroProjekt.

Confira alguns dos temas discutidos pelos convidados estrangeiros em suas palestras • Ivanildo Hespanhol, do Centro Internacional de Referência em Reuso de Água – CIRRA da USP, ministrou palestra sobre o reúso direto e indireto de água potável. • O consultor em Água e Saneamento do Banco Mundial, Menahem Libhaber, falou sobre o reúso de água no contexto mundial. • O Consultor de Engenharia Ambiental do Watereuse Institute, dos Estados Unidos, James Crook, delimitou as tendências, riscos e aceitação pública do reúso de água. • O professor Uwe Menzel, da Universidade de Stuttgart, Alemanha, falou sobre as tecnologias de tratamento de esgoto aplicadas na Europa com vistas ao reúso de água.

Reúso ganha painel específico em Congresso Os debates sobre o reúso da água promovidos pela ABES em todo o Brasil – aprofundados no 1º Simpósio Internacional de Reúso de Água –, vêm pautando a agenda de diversos setores da sociedade. Exemplo disso é a criação de um painel sobre regulamentação do reúso no 27º Congresso Brasileiro de Engenharia Sanitária e Ambiental, que terá a presença de especialistas de diversas universidades do país e de representantes de instituições como o Ministério do Meio Ambiente, o Ibama, a Agência Nacional de Águas – ANA e o Ministério da Saúde, entre outras (leia mais sobre o Congresso na pág. 7).


Nova Diretoria

Gestão continua “na rua” junto com os sócios

A

exemplo da gestão anterior, a nova diretoria da ABES-PR permanece “na rua”. Mas, quer uma participação ainda maior de seus associados nos debates e ações relacionados aos problemas do saneamento no Paraná. “Além dos serviços básicos como abastecimento de água, esgotamento sanitário, drenagem urbana e resíduos sólidos, estarão em pauta questões como as mudanças climáticas, o controle de vetores e doenças e a educação ambiental, visando sempre à melhoria da qualidade de vida das pessoas”, explica a vice-presidente Selma Cubas.

A participação dos associados nas ações e eventos do próximo biênio se torna ainda mais facilitada pela inauguração da nova sede, em um espaço central, amplo e integrado a outras associações de engenharia, no prédio do Instituto dos Engenheiros do Paraná – IEP. Ali, já estão sendo promovidos encontros preparatórios para os próximos eventos promovidos pela associação.

Sanitária e Ambiental, em setembro; um curso voltado ao tratamento de esgoto com o professor Pacheco Jordão, da Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ, no final do ano; e um evento sobre tratamento de efluentes, realizado em conjunto com a Universidade de Stuttgart, na Alemanha, e a Universidade Federal do Paraná – UFPR, no primeiro semestre de 2014.

São eles: o 3º Simpósio Internacional de Gestão Ambiental e Mudanças Climáticas e o 1º Workshop sobre Gestão de Sistemas de Esgotamento Sanitário, em agosto; o 27º Congresso Brasileiro de Engenharia

Como se pode perceber, trabalho é o que não falta e a nova gestão já pôs mãos à obra! Conheça alguns dos projetos que confirmam que a ABES-PR é cada vez mais participativa.

ABES Participativa I

Preparativos a todo o vapor Seção Paraná se prepara para participar do 27º Congresso Brasileiro de Engenharia Sanitária e Ambiental, em setembro

S

ão intensos os trabalhos da ABESPR para participar do 27º Congresso Brasileiro de Engenharia Sanitária e Ambiental, que se realiza de 15 a 19 de setembro de 2013, em Goiânia – GO. O tema que permeia as discussões desta edição do evento promovido pelo diretório nacional da ABES será “Saneamento, Ambiente e Sociedade: Entre a Gestão, a Política e a Tecnologia”. Fazem parte da programação painéis, mesas redondas, apresentação de trabalhos técnicos, o Campeonato de Operadores, a

Olimpíada Jovens Profissionais do Saneamento, visitas técnicas e a X FITABES, a maior feira de exposições do segmento. A diretoria da ABES-PR prevê que cerca de 120 profissionais do Estado participem do evento, provenientes de instituições como a Sanepar, as universidades, as Secretarias Estaduais de Saúde, de Meio Ambiente e de Recursos Hídricos e empresas de projetos e obras. Maior evento do setor na América Latina, o congresso apresenta trabalhos oriundos de

todo o país sobre os mais diversos temas relacionados a efluentes sanitários e industriais, resíduos sólidos, recursos hídricos, gestão institucional e empresarial do setor, meio ambiente, saúde pública, controle de poluição do ar, entre muitos outros. Serviço: Centro de Convenções de Goiânia - CCGO Rua 4, 1400 - Centro Goiânia / GO Tel.: (62) 3219 3300 Mais informações, no site http://www.abes-dn.org.br

7 | ABES-PR Informa - Edição 2013


Abes participativa II

Conheça alguns dos palestrantes convidados e os temas que abordarão • Henrique Leff, da Universidade Nacional Autônoma do México, fará a palestra “Ciência, Conhecimento e Sustentabilidade”.

3º SIMGAMC Evento internacional discute mudanças climáticas

• Peter Heck, da Universidade de Trier, na Alemanha, discute o tema “Eficiência Energética e Energias Renováveis”.

A

• Airton Kunz, da Embrapa de Santa Catarina, fala sobre o aproveitamento de energia do biogás.

nova gestão da ABES-PR assume com gás total seu trabalho de mobilização da sociedade para as discussões ambientais promovidas pela instituição. A maior delas é a realização, em conjunto com o Programa de Pós-Graduação em Gestão Ambiental da Universidade Positivo (PGAMB-UP), do 3º

na área ambiental e terá como tema as mudanças climáticas e os processos de adaptação ambiental, social e econômica. Já o 1º Workshop sobre Gestão de SES, realizado no dia 16 de agosto, discutirá políticas públicas atuais, planejamento urbano e planejamento de bacias como instrumentos de gestão de

Junto com a Universidade Positivo, a ABESPR traz especialistas reconhecidos na área de meio ambiente Simpósio Internacional de Gestão Ambiental e Mudanças Climáticas e do 1º Workshop sobre Gestão de Sistemas de Esgotamento Sanitário, nos dias 14, 15 e 16 de agosto, no campus da UP, em Curitiba. O 3º SIMGAMC traz à capital paranaense convidados de peso do Brasil e do exterior

esgotamento sanitário no Brasil e a utilização de subprodutos de sistemas de tratamento. Participam do workshop profissionais da Agência Nacional de Águas (ANA), da Secretaria Nacional de Saneamento (SNS), da Secretaria Estadual do Meio Ambiente (SEMAPR) e de diversas universidades brasileiras. A terceira edição do simpósio irá reunir especialistas de diversas áreas do conhecimento das ciências ambientais e da engenharia sanitária e ambiental para abordar em palestras, debates e minicursos aspectos

ABES – Seção Paraná Rua Emiliano Perneta, 174, 6º andar, Centro – Curitiba-PR | CEP 80.010-150 Fone: 41 3229-4216 | Fax: 41 3229-1535 E-mail: abes-pr@abes-dn.org.br

8 | ABES-PR Informa - Edição 2013

• Oscar Parra Barrientos, do Centro de Ciências Ambientais/EULA, do Chile, ministra a palestra “Recursos hídricos: vulnerabilidade e processo de adaptação diante das mudanças no clima”. • O engenheiro Cleverson Andreoli, da Sanepar, fala sobre reúso de água no contexto das mudanças climáticas no Brasil e no mundo.

técnicos, políticos, sociais, ambientais e econômicos de grande interesse do meio acadêmico, científico e da sociedade em geral.

Serviço: 3º Simpósio Internacional de Gestão Ambiental e Mudanças Climáticas Universidade Positivo (R. Prof. Pedro Viriato Parigot de Souza, 5.300 – Campo Comprido Curitiba-PR). Email: info_simgamc@up.com.br Fone: (41) 3049-0212 Mais informações, no site http://simgamc.com.br

Apoio


Jornal ABES-PR