Page 1

DEZEMBRO 2018 ED. 10 ANO 01

Ivete Sangalo

PERDIZES . POMPEIA . ÁGUA BRANCA . SUMARÉ


3


Mix sumário

10

8. Homenagem à Clara Nunes 10. Ivete Sangalo 14. Mulherada Criativa versão Mamãe Noel 16. Remoção de entulho, lixo e varrição 18. Papai Noel dos Correios, adote uma cartinha 20. Duas sugestões de ceia

28

26. Pets no clima natalino 28. A magia está no ar 33. Terapeuta animal

3205-2511 3205-2515 11 94066-0830 www.elitepublicidade.com.br pompeiamixsp

11 11

Rua Carlos Weber, 1.102 salas 1 e 3 - Vila Leopoldina

Fotografia e Design:

Consultor Financeiro:

Editora:

Diretora Comercial:

Gráfica:

Jornalista Colaboradora:

Contato Publicitário:

Tiragem:

Nanci Dainezi (MTB 34.466)

Nina Siqueira

Henrique Hakamada

Sandra Holdschip

Maria Alice Garbes Foto Capa:

Rafa Mattei

4

Reinaldo Holdschip

Eskenazi Indústria Gráfica

20.000 exemplares


5


Mix editorial

Encontros, reencontros e comemorações Já estamos ouvindo aquela velha frase: “nossa, como este ano passou rápido!” Isso significa que realmente 2018 está acabando... “Ainda bem”, dizem alguns, porque, de verdade, este ano não foi fácil pra ninguém. Tivemos uma série de feriados que acabaram atrapalhando muito a economia de modo geral, mas passamos por tudo e estamos prontos para novos desafios, pois somos brasileiros, e aquele velho chavão que diz que “brasileiro é povo forte e não desiste nunca” é mais do que verdadeiro. O comércio, como já era previsto para este mês, está apresentando uma boa recuperação. Voltamos a ver lojas com um movimento considerável na Zona Oeste, o que nos faz crer que 2019 promete ser um ano bem melhor para a economia de nosso país. 6

Esta alegria que contagia a todos em dezembro deve permanecer conosco no novo ano, que aliás já está no ar. Vamos nos empenhar para que o Brasil prospere, para que as vendas do comércio local aumentem e para que sejamos muito felizes, com trabalho, saúde, boa energia e dinheiro no bolso. Afinal, nós merecemos, e como! Como mídia local, ampliamos muito nossa cobertura ao longo destes meses, mostrando as novidades dos bairros nos quais atuamos e trazendo grandes personalidades a cada nova edição. Valorizamos os negócios locais, grandes e pequenos comércios, que têm muito a oferecer para os moradores e frequentadores da Pompeia, Perdizes e arredores e continuaremos sempre atualizados, tanto nas edições impressas, quanto em nossas mídias digitais, buscando incessantemente notícias que agreguem conhecimento e informação ao nosso público. Podem contar, que vem muita coisa boa por aí. Feliz Natal e um 2019 infinitamente melhor para todos nós! A EQUIPE


7


Mix cultura

Homenagem à Clara Nunes O espetáculo, gratuito, acontece no Teatro Cacilda Becker, na Lapa, no dia 7 de dezembro, às 20h “Tambores de Ogum e Orquestra Histórica do Brasil cantam Clara Nunes”, espetáculo gratuito a ser realizado no Teatro Cacilda Becker, em São Paulo, no dia 7 de Dezembro de 2018, às 20h, foi idealizado para homenagear Clara Nunes, cantora que ao longo dos anos de 1970 conquistou o país ao trazer para nossa música popular a temática da religiosidade afro-brasileira. O espetáculo terá Paulo Lohan cantando várias das músicas mais significativas do repertório de Clara Nunes, entre elas “Guerreira”, “Conto de Areia”, “Senhora das Candeias”, “Canto das Três Raças” e “A Deusa dos Orixás”. Lohan é professor de canto da Escola Curimba Tambores de Ogum, escola no bairro da Lapa, que desde 2009 ministra aulas de toques e cantos de terreiro, promovendo a musicalidade umbandista. O cantor será acompanhado por toques de atabaque de três alunos da escola e pela Orquestra Histórica do Brasil, sob direção do maestro e violoncelista João Guilherme Figueiredo, professor do Conservatório de Tatuí. Na origem dedicada à música dos períodos barroco e clássico, 8

a orquestra se apresentará com uma formação instrumental ajustada ao repertório. São quinze músicos, incluindo cordas, sopros, guitarra e percussão africana. Todas as músicas serão mostradas com novos arranjos, especialmente escritos para o espetáculo por Sérgio Zurawski. O músico participará da orquestra tocando violão e guitarra. Filha de Ogum com Iansã, a mineira Clara Nunes (1942-1983) começou a cantar em Belo Horizonte, ainda na juventude. Por longos anos dedicou-se aos boleros e sambas-canções. Foi só no final dos anos 1960, quando se mudou para o Rio de Janeiro, que Clara descobriu os sambas de raiz. Aproximou-se logo depois das religiões de matriz africana e se converteu ao candomblé. Começou então a construir uma nova imagem artística, associada ao universo cultural afro-brasileiro. Passou a se apresentar só de branco, de pés descalços, estudou expressão corporal e dança afro. Em pleno período da ditadura militar, marcado pela censura dos meios de comunicação e da produção artística, Clara Nunes fez com que essas religiões chegassem a um público


muito mais amplo do que os dos terreiros. E fez isso de uma forma positiva, apresentando o lado bonito, alegre, vibrante e mágico das religiões de origem africana. Clara Nunes alcançou um sucesso sem precedentes. Foi ela a primeira cantora brasileira a bater a marca de 100 mil discos vendidos com o LP Alvorecer, de 1974, que só naquele ano vendeu mais de 300 mil cópias. O sucesso se repetiria com os discos lançados nos anos seguintes, nos quais ela aprofundou sua relação com o misticismo da umbanda. Continuava com sua carreira em ascensão, e cada vez mais valorizada no cenário artístico brasileiro, quando veio o inesperado de sua morte, em abril de 1983, aos 40 anos, após uma reação alérgica durante uma simples cirurgia de varizes. O país inteiro entrou em comoção. Mas

ainda hoje, passados 35 anos, a voz de Clara Nunes permanece viva, continua conquistando a todos com sua forte energia, como será mostrado e demonstrado neste espetáculo.

Tambores de Ogum e Orquestra

Histórica do Brasil cantam Clara Nunes

Sexta-feira, 7 de dezembro, 20h Teatro Cacilda Becker Rua Tito 295, Lapa & 3864-4513

Entrada Franca

9


Mix cultura

10


Ivete Sangalo Musa baiana canta para o público paulistano no Allianz Parque no dia 8 de dezembro

Com um currículo de mais de 300 canções, sem contar as participações especiais, 22 discos gravados, 6 DVDs, vendas que ultrapassam 18 milhões de cópias, Ivete Sangalo bateu muitos recordes de público e recebeu mais de 150 prêmios nacionais e internacionais, como o Grammy Latino e Shorty Awards. Em levantamentos realizados por veículos de imprensa e institutos de pesquisa, Ivete coleciona os títulos de cantora mais confiável do país, artista mais completa do Brasil e artista mais influente e popular aqui na terrinha. A cantora, que ama a música e adora estar perto da sua legião de fãs conquistados ao longo da sua carreira, tem mais de 300 fã-clubes registrados e suas redes sociais somam mais de 51 milhões de seguidores. Com mais de 20 anos de carreira, muita coisa aconteceu nesse período, tornando-a uma das celebridades mais marcantes do Brasil. Tudo começa quando a música toca e os acordes são percebidos. A melodia envolve e, com certeza, começa a vontade de dançar. A voz marcante só faz confirmar o que já se sabia desde o início: é uma música de Ivete Sangalo. Nascida em uma família de músicos, na cidade de Juazeiro, interior da Bahia, ela teve uma infância regada a saraus familiares, o que a fez adquirir um refinado gosto musical. Perdeu seu pai aos 16 anos e teve de ajudar sua mãe e irmãos na manutenção da casa. Chegou a trabalhar como modelo e vendedora de roupas e marmitas em um shopping de Salvador. Por muito tempo, as quentinhas feitas por sua mãe, Maria Ivete, foram a principal fonte de renda dos San11


Mix cultura galo. Em 1991, trabalhou como backing vocal do cantor baiano Lui Muritiba e aos dezoito anos iniciou sua carreira musical tocando em barzinhos. Em 1993, Ivete Sangalo assumiu o comando da Banda Eva nos vocais e o grupo assinou contrato com a Sony Music, fato que tornou público o seu talento e alavancou sua carreira profissional. Hoje, a cantora tem o maior cachê do Brasil e é a sexta vocalista mais bem paga do mundo. “Ainda lembro da primeira vez que entrei no estúdio e a emoção que senti quando ouvi minha primeira música tocar no rádio. Estava em casa com minha mãe e pulávamos feito loucas”, conta. Em média, a musa realiza 10 shows por mês (eleitos em 2015, 2016 e 2017 como “Melhor Show”, no Prêmio Jovem Brasileiro). Uma pesquisa da GFK, empresa que atua com pesquisa de mercado, em parceria com a AirStripe e Controle da Concorrência, apontou que 75% dos entrevistados veem Ivete como “no auge da carreira” ou em “total ascensão”. Uma pesquisa da revista “Seleções” em parceria com Datafolha a colocou como cantora mais confiável do país por dois anos seguidos (2017 e 2018) segundo os leitores, e em votação no site da BillBoard Brasil, ela foi eleita pelo público como a artista mais completa do Brasil. Todos os prêmios foram e são pra lá de merecidos, uma vez que a cantora é uma artista completa e passeia por diversos gêneros artísticos. Ela esteve no comando de programas de televisão como Estação Globo e Superbonita, além de ter sido jurada do programa SuperStar, técnica do The Voice Kids, e é atualmente técnica do The Voice Brasil. 12


Como atriz, tem no currículo a participação em filmes, novela (Gabriela) e participações em seriados (Brasileiras e Brava Gente). Além disso, realizou a dublagem de uma das personagens do filme Aviões, da Disney e é a dubladora da Smurf-Magnólia, no filme Os Smurfs e A Vila Perdida. A baiana foi escolhida também para dar a voz à trilha de abertura da animação “Ducktales - Os caçadores de aventuras”, do Disney Channel. Além da versão em português, Ivete gravou também uma versão em espanhol para a América Latina. Sempre presente e atuante nas mídias disponíveis, a cantora utiliza a ferramenta para se manter cada vez mais próxima dos seus fãs. Para comprovar isso, no dia 21 de novembro, a cantora realizou um pocket show pela primeira vez no Youtube. A transmissão foi ao vivo e mostrou o repertório de músicas inéditas que farão parte do projeto ‘Ivete Live Experience’, marcado para acontecer no dia 08 de dezembro, sábado, no Allianz Parque. A ideia do pocket, que comemorou os 25 anos de carreira da cantora, foi exatamente mostrar ao público e aos fãs suas novas canções, entre as quais: “O Amor Venceu”, “Teleguiado” e “Meu Peito Dispara”. “A melhor parte dessa relação com os fãs é não ter segredos e sim surpresas. O segredo a gente conta, as surpresas a gente sente”, finaliza Ivete, que ainda avisa estar preparando uma super produção no Allianz com convidados especiais e músicas, cenário e figurinos inéditos. (Por Nanci Dainezi)

Ivete Live Experience

Dia 08/12/2018, sábado às 20h. Allianz Parque

Av. Francisco Matarazzo, 1705, Água Branca

Classificação etária: 16 anos. Menores a partir de

14 anos podem entrar acompanhados dos pais ou responsáveis legais.

13


Mix cultura

Mulherada Criativa versão Mamãe Noel

Festival com expositoras e empreendedoras acontece no dia 16 de dezembro, em um domingo O último evento do ano organizado pelo Centro Cultural Pompeia está programado para acontecer no dia 16 de dezembro. Trata-se do 4º Festival da Mulherada Criativa, primeiro na versão “Mamãe Noel”, evento que trará atrações musicais em dois palcos distintos, além de uma feira ao ar livre com muita comida, bebida, produtos diversos, que incluem artesanato, para os moradores e frequentadores da Pompeia e região. De acordo com Cléber Falcão, fundador do Centro Cultural Pompeia (CCP), esta será mais uma oportunidade de confraternização para as famílias do bairro e arredores, antes do Natal. “Será uma nova feira cultural de rua, nos mesmos moldes do AGosto Musical, no mesmo local, mas em versão natalina”, explica. Cleber avisa ainda que o evento Mercado Miscelânea Brasil, pre-

14

visto para os dias 8 e 9 de dezembro, teve de ser cancelado. O Festival da Mulherada Criativa, versão Mamãe Noel acontece entre as Ruas Padre Chico e Diana, das 10 às 19h. Na programação, bandas de diferentes estilos musicais se apresentam em dois palcos. O GG (Geraldo Guimarães Júnior), curador musical do evento, está escolhendo as bandas e atrações que se apresentarão nas datas. Informações pelo e-mail: ggproducao@centroculturalpompeia.org.br (Por Nanci Dainezi)

4º Festival da Mulherada Criativa, versão Mamãe Noel

Dia 16 de dezembro de 2018 das 10 às 19h

Entre as Ruas Padre Chico e Diana, na Pompeia


15


Mix comunidade

Remoção de entulho, lixo e varrição Subprefeitura da Lapa destina equipes especializadas para cuidar de ruas e avenidas da região que atua. Acompanhe: No balanço fornecido pela Subprefeitura da Lapa, ficou demonstrado que na limpeza do Córrego Água Branca, até o dia 23 de novembro, haviam sido feitas 309 viagens de caminhões pelas equipes da INOVA, que recolheram aproximadamente 1,2 milhão de toneladas de entulhos após a operação de retirada de 78 famílias que viviam às margens do córrego, no último dia 7 de novembro. A ação da Subprefeitura acatou determinação da 10ª Câmara de Direito Público do Tribunal de Justiça de São Paulo, que aceitou Ação Civil Pública ajuizada pelo MP (Inquérito Civil 414/13). Nas operações de limpeza foram utilizados um caminhão habitáculo, dois caminhões “graneleiros”, dois caminhões “caçambões” e uma retro escavadeira. As ruas que cercam o córrego já estão praticamente limpas, entretanto, as limpezas continuaram a ser feitas. 16

Além disso, as equipes de zeladoria realizam periodicamente serviços de limpeza mecanizada, varrição e corte de grama em diferentes pontos da região. A Avenida Pompeia recebeu cuidados na manhã do dia 24 de novembro, após a forte chuva da noite anterior. Os trabalhos continuam, assim como a Operação Cata-Bagulho. Moradores que precisam descartar móveis quebrados, colchões velhos, pedaços de madeira, metal, e outros materiais deste tipo, além de lixo eletrônico e pneus, devem ficar atentos aos itinerários divulgados nos endereços https://goo.gl/3vKWZ1 e https://goo. gl/4aboj9. Os interessados também podem acompanhar as ações da Prefeitura Regional da Lapa pelo Facebook: https://www.facebook.com/prefeituraregionaldalapa/ (Por Nanci

Dainezi)


17


Mix comunidade

Papai Noel dos Correios Adote uma cartinha

Campanha de adoção de cartinhas começou no dia 12 de novembro, na sede da Vila Leopoldina, com a chegada do Papai Noel e continua até o dia 14 deste mês Há 29 anos, os Correios deram início à campanha “Papai Noel dos Correios”, ação social que com o tempo ganhou força e passou a unir a empresa e toda a população em uma grande corrente de solidariedade. Funciona assim: crianças de todo o país enviam cartinhas com seus pedidos para as unidades da empresa. Estas são lidas e selecionadas. Em seguida, as cartas escolhidas são disponibilizadas na casa do Papai Noel, montadas em diversos municípios brasileiros, ou em unidades dos Correios. Os presentes são recebidos nos pontos de entrega divulgados pela empresa e, posteriormente, dis-

tribuídos para os destinatários. Não é permitida a entrega direta de presente e, para assegurar a observância desse critério, o endereço da criança não é divulgado ou informado ao padrinho. Qualquer pessoa interessada pode apadrinhar uma cartinha e fazer uma criança feliz. Há ainda a possibilidade de adoção de pedidos pela internet em algumas cidades. Quem optar pela adoção de pedidos online, pode acessar o blog da campanha (http://blog.correios.com.br/papainoeldoscorreios) O Superintendente Estadual de Operações São Paulo Metropolitana, Marcos Venicio Barbosa da Costa, fez um pronunciamento na chegada do Papai Noel à agência central da Vila Leopoldina, no dia 12 de novembro, data em que foi oficialmente inaugurada a Casa do Papai Noel dos Correios. Ele elogiou o trabalho dos carteiros e disse que “ninguém consegue ficar indiferente ao espírito do Natal.” Os Correios pretendem aumentar ainda mais o número de cartinhas adotadas este ano. Em 2017, foram selecionadas 1080.982 cartas e, destas, adotadas e atendidas 605.875. Na Vila Leopoldina, o período de adoção das cartas vai até 14 de dezembro e o recebimento dos presentes acontece até o dia 17 de dezembro. (Por Nanci Dainezi) Agência Central dos Correios da Vila Leopoldina Rua Mergenthaler, 598, bloco 1, térreo

18


19


Mix gastronomia

Duas sugestões de ceia

A mesa de Natal é para “comer primeiramente com os olhos”. Acompanhe: Assim que a decoração de Natal estiver preparada, passamos a nos preocupar com o que servir para a ceia, um momento importante, no qual juntamos a família e os amigos mais chegados para celebrar a mais importante data cristã. Para fazer bonito, convidamos as empresárias Juliana Sardella Barossi e Ligia Scavone, proprietárias do buffet Espaço Viva, para nos ajudar no preparo de sugestões de pratos tradicionais e também versões veganas, pois sabemos que esse público vem aumentando muito no Brasil atualmente. Antes das sugestões, porém, pensamos em te dar uma mãozinha na montagem da mesa para que tudo fique perfeito para a noite de Natal. “A montagem da mesa tem muito a ver com o menu escolhido. De qualquer forma, não dispensamos o uso de um prato raso, um prato fundo e um supla, além de dois tipos de talheres e dois a três tipos de copos. A decoração da mesa segue as cores e os materiais utilizados na decoração da casa”, ensinam Juliana e Ligia. Para o menu tradicional, elas sugerem carne de porco (tender e/ ou pernil), chester ou peru. O arroz é preparado em duas versões (branco e com passas, damasco, 20

frutas secas, castanhas e nozes), uma ou duas sobremesas, tais como pirâmide de profiteroles, cheesecake de massa folhadas com frutas vermelhas, panettones de goiaba, de cereja, ou outro sabor servido com sorvete, e/ou bolo recheado e com cobertura. Para o menu vegano, vale as duas versões do arroz, um tender vegano (existem muitas receitas disponíveis na internet), além de maionese sem ovo nem leite e o kibe de soja, sem carne nem ovo. Para sobremesa, frutas servidas com açaí, brigadeiros de biomassa, pavê de paçoca, doce de leite de castanha de caju e/ou um bolo sem nada de origem animal. A entrada com saladas de folhas é válida para todos os convidados, assim como as frutas, que servem como enfeite de mesa e também como alimento. Os pratos podem ser servidos ou deixados em bufê para os convidados. Tudo pronto, é hora de curtir a festa! (Por Nanci Dainezi) Espaço Viva Buffet & 3022-2700

www.espacovivabuffet.com.br


21


22


23


24


25


Mix pet

Pets no clima natalino

Incluir os animais nas festividades é tudo de bom Natal é tempo de celebração, por isso ninguém da família pode ficar de fora, muito menos os nossos tão queridos mascotes. E como a data é especial, também não podem faltar os presentes para eles na árvore. Claro que o mercado já se adaptou aos novos tempos e colocou à venda roupinhas vermelhas de Noel, petiscos e, até, panettones com receitas especiais para cachorros. Tudo para os pets entrarem conosco no clima natalino. Os petiscos disponíveis no mercado são opções interessantes para 26

garantir a ceia de nossos cães e gatos no Natal, entretanto, é preciso ter cuidado. De acordo com a veterinária da clínica Pet Master, Angeli Gislaine Ribeiro, as guloseimas só podem ser dadas ao animal se ele já estiver acostumado com elas. “Dar algo diferente na ceia, pode alterar a sensível flora intestinal dos cães ou gatos e provocar vômitos ou diarreia em pets mais sensíveis. O tutor pode testar a comidinha antes da data e verificar se o seu pet se sente bem com tal petisco, sempre dando porções bem pequenas a ele”, alerta. Além dos presentes específicos de Natal, o tutor também pode dar outros mimos para seu cão, gato ou outro bichinho que cuidar, que podem ser: uma caminha nova, uma casinha, um poleiro, um novo aquário, um brinquedo divertido etc..., o que vale é a intenção, afinal, para o seu pet, as melhores coisas que podem existir no mundo são o seu carinho, o seu cuidado e estar sempre na companhia de toda a família. (Por Nanci Dainezi)


27


Mix decoração

A magia está no ar

Chegou o Natal e, com ele, os enfeites, os aromas e os reencontros inesquecíveis... Saiba como deixar sua casa preparada para as festas mais encantadoras do ano Uma pergunta que não quer calar: por onde começamos uma decoração de Natal? Para Juliana Sardella Barossi, sócia-proprietária do Espaço Viva, a decoração da casa deve começar pela árvore de Natal. “Podemos utilizar um pinheiro tradicional, ou até mesmo uma planta, uma folhagem ou um galho com ramos. O importante é não esquecermos qual é o real significado da data”, ensina a empresária, que também é chef. Juliana acrescenta que devemos sempre agregar os parentes na montagem da árvore, principalmente as crianças, que terão lembranças muito boas quando crescerem. “Eu enfeito a parte de cima da árvore e deixo a parte de baixo para os pequenos. Sempre peço para eles confeccionarem suas bolas. Compro fitilhos, cola, tintas e eles participam ativamente da decoração. Faz parte do ´espírito natalino´”, declara. Na árvore, elementos novos, usados e feitos à mão por familiares. Depois dela, é a vez da guirlanda. Uma dica é sempre seguir o mesmo padrão de cores e elementos em ambos (bolas, enfeites de tecidos, anjos...) e em toda a casa. “Como o Natal é uma festa cristã, 28

nunca devemos esquecer do presépio!”, lembra Ligia Scavone, sócia de Juliana. “Ele pode ser pequeno, mas não pode ser excluído”, complementa. Deve-se iniciar a decoração pela sala de estar, onde estão a árvore, seguir para a entrada, com a guirlanda, algum Papai Noel (para recepcionar) e o presépio, partindo para a lareira, sala de TV, sala de jantar e, por último a mesa da ceia. Entre os elementos indispensáveis na decoração estão: flores, ornamentos natalinos diversos, Papais Noeis, nozes, frutas secas, frutas in natura, como damasco, maça, pêssego, ervas aromatizadas, velas, anjos, salvia, alecrim e cerejas com cabinhos. Agora é soltar a imaginação e ter um Feliz Natal. (Por Nanci Dainezi)

Espaço Viva Buffet & 3022-2700

www.espacovivabuffet.com.br


29


30


31


32


comunidadeMix

Terapeuta animal

OSCIP trabalha com animais que influenciam positivamente no tratamento de pessoas internadas em hospitais, asilos e abrigos Fundada em 2012, o Patas Therapeutas é uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP) e atua nas áreas de Atividade, Educação e Terapia Assistida por Animais com uma equipe formada por voluntários e profissionais que trabalham com seus próprios animais (cães, gatos, aves, coelhos). Estes pets são levados a hospitais, asilos e abrigos nas cidades de São Paulo e Porto Feliz com o objetivo de melhorar a qualidade de vida dos pacientes. As “Intervenções Assistidas por Animais” podem ser definidas como uma técnica cientificamente comprovada que utiliza pets como apoio terapêutico no tratamento de diversas patologias. Segundo a Superintendente Técnica da OSCIP, Silvana Fedeli Prado, “os animais humanizam as instituições, criando um contraponto ao ‘hospitalismo´ e permitindo que o paciente, assim como os profissionais envolvidos, fiquem menos estressados e mais motivados.” Todos os animais seguem rígidos protocolos de comportamento e saúde, que são: padrão internacional; não são filhotes; são cas-

trados (cães e gatos); são afetivos; são adestrados e obedecem controles básicos, como sentar, deitar, ficar e andar na guia; são imunizados; são sociáveis e podem ser de qualquer raça e tamanho. Os animais são higienizados antes das atividades com os pacientes e têm de estar com todas as vacinas em dia (antirrábica, V8/V10, gripe e giárdia para cães e quádrupla e antirrábica para gatos), além de exames, como fezes, por exemplo. “Antes do contato com os pacientes, os animais devem estar com banho tomado, unhas aparadas e lixadas, orelhas limpas, dentição sem tártaro e ter ectoparasitas controlados”, explica Silvana. Aves, répteis e roedores também são utilizados como terapeutas e seguem regras específicas para eles. Entre os benefícios trazidos aos pacientes estão: aumento da socialização e comunicação, memória, lembranças e percepção da realidade, concentração e atenção, cooperação e capacidade de resolução de problemas, afetividade e elevação da auto-estima, retomada da confiança, possibilidade de estabelecer vínculos, prática de atividades físicas, provável aceitação da reabilitação, entre outras. Entre as instituições atendidas estão: a Irmandade Santa Casa de Misericórdia, o Instituto do Câncer, o Instituto Central Hospital das Clínicas, a AFAI – Idosos com Alzheimer, o Hospital Infantil Darcy Vargas, etc. No final do mês de outubro, a OSCIP lançou um calendário ilustrado com imagens dos animais terapeutas na Cobasi Villa Lobos. A venda do material está sendo convertida para o projeto. Para mais informações, acesse o site www. patastherapeutas.org (Por Nanci Dainezi) 33


Mix comprova

34


Revista Pompeia Mix | Pompeia Mix | Dezembro 2018 | Perdizes | Pompeia | Água Branca | Sumaré  

Distribuição gratuita, mensal e com comprovante de tiragem de 20.000 exemplares/mês. Nas regiões da Perdizes, Pompeia, Água Branca, Sumaré

Revista Pompeia Mix | Pompeia Mix | Dezembro 2018 | Perdizes | Pompeia | Água Branca | Sumaré  

Distribuição gratuita, mensal e com comprovante de tiragem de 20.000 exemplares/mês. Nas regiões da Perdizes, Pompeia, Água Branca, Sumaré

Advertisement