Page 1

Um ano cheio de bênçãos Introdução Na véspera de ano novo, um menino pergunta ao pai: Papai, amanhã será realmente um novo dia? Amanhã será diferente de hoje? Esse novo ano (2011) será diferente de (2010)? Será mesmo? • Cessarão as velhas brigas entre marido e mulher? • Iremos mesmo parar com os hábitos ruins que irritam nosso cônjuge? • Iremos parar de cometer os mesmos erros estúpidos com os nossos pais? Será que este não será mesmo uma reprise do ano anterior… A parábola da figueira (Lc 13.6-9) Ler o texto… O significado desta parábola é óbvio! Jesus estava dizendo que o povo de Deus deve produzir frutos. Porém, quando falhamos, nosso Advogado, Jesus, defende nossa causa perante o Pai. Rm 8.33-34 (ler o texto) Quando nos alimentamos com a Palavra e nos aquecemos no seu amor e sua misericórdia, podemos celebrar nosso futuro – um futuro que não será uma reprise do passado. Um ano novo cheio de bênçãos Há poucas coisas mais importantes para celebrar do que quando um pai, ou uma mãe, um marido, ou uma esposa, abençoa seu cônjuge e/ou seus filhos. Abençoar significa “invocar o favor divino” sobre alguém. No Antigo Testamento, a bênção de um membro da família passava adiante o favor de Deus, a aprovação de Deus, e as promessas de Deus. (Gn 28.1-4; significado semelhante no Novo Testamento: Lc 1.39-45). Há cinco elementos básicos nas bênçãos do AT e NT que também são importantes para nós: 1. O toque significativo; 2. Uma mensagem falada; 3. Atribuir grande valor àquele que está sendo abençoado; 4. Descrever um futuro especial àquele que está sendo abençoado; 5. Um compromisso ativo para cumprir a bênção. Abençoar com toque significativo A Bíblia está repleta de exemplos nos quais tocar – isso inclui abraçar, beijar e impor as mãos – era uma parte importante do ato de abençoar alguém. Jesus tocou o leproso – Mc 1.41-42. Tocar um leproso era proibido pela lei judaica, mas Jesus o fez assim mesmo. Um estudo concluiu que uma pessoa necessita de 8 a 10 toques por dia para estar bem física, emocional e espiritualmente. Mas uma pesquisa recente mostra que os pais comuns, especialmente o pai, deixam de tocar os filhos que estes atingem a idade de oito anos. O mesmo acontece com muitos casamentos, após alguns anos, onde o casal tende a diminuir a comunicação tátil, excesso durante o ato sexual.


O toque é com certeza uma das melhores maneiras de expressarmos o nosso amor uns pelos outros. Quando sai para o trabalho, um pai abençoa não apenas a si mesmo, mas sua esposa e seus filhos também, quando ele se lembra de tirar um tempinho para dar um abraço e um beijo de despedida. Abraçar diminui o estresse e aumenta a autoestima. Abençoar com palavras significativas O segundo elemento da bênção é a palavra falada. As palavras têm grande poder. Elas podem ser positivas, mas também negativas. Podem construir e derrubar. Podem confortar ou machucar. Veja a história de Isaque, Jacó e Esaú (Gn 27.1-40). É um exemplo que alguém implorando por uma bênção em palavras. No versículo 38 lemos “Abençoe também a mim, meu pai.” Esta súplica por bênçãos pode ser ouvida em muitos lares atualmente. Todos nós precisamos saber que os somos necessários. Uma esposa precisa saber que ela ainda é atraente para o seu marido, e o marido precisa saber que é importante para sua esposa. Os filhos precisam saber que o que eles sentem e pensam é importante. Se alguém não se sente valorizado acabará procurando um lugar para sentir-se assim. Se alguém pode, com toda certeza, afirmar que você é importante, este alguém é o seu pai, sua mãe, seu marido/sua esposa/seus filhos. Isso está nos planos de Deus para nossa família. (Ef 5.21—6.4) Abençoar atribuindo alto valor Aos olhos de Deus todos somos importantes. Tão importantes, que ele sacrificou seu único Filho, Jesus, para conquistar para nós a salvação. Mostramos aos outros o quanto os valorizamos, quando falamos e nos relacionamos com eles. Quando o marido diz à esposa: “Estou tão orgulhoso de você, do jeito que você trata as crianças!”, ele a está valorizando. Quando o pai pergunta ao filho a sua opinião sobre uma questão importante, ele os está valorizando, mostrando que considera sua opinião importante para ele. Quando pai ou mãe elogiam modo como o filho se comporta, eles estão incentivando o filho a continuar neste caminho. Todos precisamos ouvir palavras que nos façam sentir-nos bem. Abençoar descrevendo um futuro especial Quando alguém descreve um futuro especial para outro, dá a essa pessoa uma direção positiva. “Aqueles que querem verdadeiramente dar aos seus filhos a bênção, farão com que o ambiente para que estes rapazes e moças cresçam seja o melhor possível, encorajando seu potencial e descrevendo um futuro especial para eles.” A esperança mais importante que qualquer pai pode dar para seu filho é descrever a vida eterna em Jesus Cristo.


Essa é a tarefa mais importante e o privilégio de todos os pais, pois, quando a criança fechar os seus olhos na morte, o que mais contará de fato, além de saber que Jesus Cristo é o seu Salvador? Fp 3.20-21 (ler este texto) Abençoar através de um compromisso ativo O compromisso ativo é mais do que falar. Significa que quem fala fará de tudo para fazer aquilo que está falando. Tg 1.23-24 (ler este texto) Os pais não devem simplesmente falar sobre viver em amor, eles devem agir em amor. Ao invés de somente falar aos filhos que os ama, os pais devem demonstrar este amor em atitudes. Esaú disse a seu pai: “Abençoe também a mim, meu pai” (Gn 27.38). Esaú não estava sozinho pedindo por uma bênção. Todos pedem por bênçãos, os pais, as mães, os filhos. Neste ano, comprometa-se a abençoar aqueles que você mais ama! Fonte: Sonnenberg, Roger. 501 maneiras práticas de dizer Eu te Amo!: Livro do marido e pai. Porto Alegre: Concórdia, 2004. Capítulo 1.

_um_ano_cheio_de_bnos  

http://cristoparatodos.weebly.com/uploads/2/5/4/1/2541097/_um_ano_cheio_de_bnos.pdf

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you