Page 1

MĂŠtodo de Teclado E Piano Popular NĂ­vel I


MĂŠtodo de Teclado e Piano Popular

NĂ­vel

1

Elias Neves


ÍNDICE Um Breve Histórico de Instrumentos de Teclas............................................. Prefácio.......................................................................................................... Objetivos do Volume I.................................................................................... Quem é Ele?.................................................................................................. 1.

A Localização das notas Do, Ré e Mi ................................................

2.

A Localização das notas Fa, Sol, La e Si ..........................................

3.

Juntando as 7 notas. .........................................................................

4.

Acidentes Musicais (Sustenido) ........................................................

5.

5.1.Acidentes Musicais (Bemol) ........................................................ 5.2 Enarmonia. ..................................................................................

6.

6.1 Tríade. ......................................................................................... 6.2 Tríade Maior.................................................................................

7.

Tríade Menor......................................................................................

8.

Tríades Maiores com Fundamental Alterada.....................................

9.

Tríade Menor com Fundamental Alterada..........................................

10.

Tríade Diminuta..................................................................................

11.

Tríade Aumentada..............................................................................

12.

Inversão de Tríades e sua Cifragem..................................................

13.

Inversão de Tríade Diminuta .............................................................

14.

Inversão de Tríade Menor..................................................................

15.

Inversão de Tríade Aumentada..........................................................

16.

Exercícios de Encadeamento – Tríade Maior ...................................

17.

Exercícios de Encadeamento – Tríade Menor...................................

18.

Exercícios de Encadeamento – Tríade Diminuta.................................

19.

Exercícios de Encadeamento – Tríade Aumentada.............................

20.

Acordes Na Posição Aberta (Tríade Maior) .........................................

21.

Acordes Na Posição Aberta (Tríade Menor) ........................................

22.

Acordes Na Posição Aberta (Tríade Diminuta) ....................................

23.

Acordes Na Posição Aberta (Tríade Aumentada) ...............................

24.

Acorde suspenso..................................................................................


PREFÁCIO

A Petra Educação Musical é uma empresa que traz uma nova alternativa em cursos de inicialização instrumental: cursos com duração de 2 anos, divididos em 4 semestres. Desenvolvido sob a coordenação de Elias Neves, o volume 1 deste método se propõe a iniciar o aluno no estudo do teclado e piano popular, trabalhando, em sua forma mais básica, a harmonia. Serão abordados temas, como a localização das notas no teclado, acidentes musicais (sustenidos e bemóis), tríades e encadeamentos de acordes. O plano de aula é pensado em um conteúdo semestral, dividido em 24 aulas, que podem ser aplicadas semanalmente. É importante que você avance na aula seguinte, apenas após dominar a anterior. Nosso desejo é que este método lhe seja útil no estudo do instrumento e que através dele, obtenha excelentes resultados.


OBJETIVOS DO VOLUME 1

1. Conhecer a diferença entre os instrumentos de teclas.

2. Localizar as notas disponíveis no seu instrumento, sem a necessidade de notação nas mesmas. 3. Entender o quais são as alterações destas notas, através de sinais específicos. 4. Conhecer os principais tipos de combinações, a partir de 3 notas. 5. Trabalhar as possibilidades de organização destas combinações.


Quem é ele? Paulista de nascimento, Elias Neves é músico desde seus 11 anos. Iniciou seus estudos no teclado aos 15 anos de idade, de maneira autodidata. Aos 19, ingressou no Departamento do Conservatório Municipal de Guarulhos - SP, onde estudou piano erudito e popular e participou da Guataka Band, com professores como Clarice Lupérgolo e Marcelo Mendonça entre outros, durante 4 anos. Em 2005 instalase em Almirante Tamandaré, região metropolitana de Curitiba – PR para lecionar música. No mesmo ano, casa-se com Karla Roberta. Gradua-se como Bacharel em Música Popular pela Faculdade de Artes do Paraná no ano de 2010. Atualmente, desenvolve trabalhos de capacitação técnica instrumental e coral em várias denominações evangélicas, projetos sociais, além de aulas particulares e apresentações em eventos. Atua também no ambiente de estúdios de gravação, criando arranjos e compondo músicas. É o idealizador do Grupo Petra, um projeto que integra os serviços de educação, produção e eventos musicais em Almirante Tamandaré (região metropolitana de Curitiba - PR).


Um Breve Histórico de Instrumentos de Teclas

Atualmente, existem vários instrumentos de teclado, mas o primeiro instrumento de teclas foi o Orgão. O seu mecanismo consiste em um sistema de tubos pelos quais passa uma quantidade de ar capaz de vibrá-los. Estes tubos são controlados por vários teclados (chamados de manuais), dispostos uns sobre os outros. Um instrumento como esse pode ser tão grande a ponto de ocupar uma catedral inteira. Por isso só é possível ouvi-lo em apresentações realizadas nas igrejas ou outros locais onde esteja instalado. Foi muito utilizado por compositores de música erudita sacra. Depois vieram outros instrumentos, que ao invés de utilizar a pressão do ar para gerar sons, usavam cordas que poderiam ser pinçadas (como no caso do cravo) e depois marteladas (clavicórdio). Estes não tinham variação de dinâmica, ou seja, os sons eram produzidos em apenas um único volume. Isso fazia com que os locais onde estes instrumentistas se apresentavam fosse pequeno, pois estes instrumentos não possuíam grande potencial sonoro. O cravo, em especial, foi usado por compositores eruditos como Bach. A evolução do clavicórdio seria o pianoforte, um instrumento capaz de executar sons que vão do quase inaudível até o fortíssimo (por isso o nome. Piano’ = fraco). Isso possibilitou um salto na forma como se fazia música até então, pois poderia ser tocado em locais maiores, e também com outros instrumentos. O piano, ao contrário dos outros instrumentos, é o mais clássico, pois não delimita um tempo específico. O instrumento é usado na música erudita, no jazz, na MPB, na música gospel, entre outros.

Clavicórdio

6 - Método de Teclado e Piano Popular. ( Elias Neves)

Piano


Após o piano, outros instrumentos tornaram-se muito populares. O piano elétrico (Rhodes e Wurlitzer são alguns exemplos de marcas), o eletroacústico (linha CP da Yamaha, mostrada ao lado), e os orgãos eletrônicos (Hammond, Vox, Farfisa, Minami e Gambitt entre outros). O órgão eletrônico era mais leve e mais versátil, pois era possível modificar seu timbre através de algumas configurações em tempo real. O rock foi o maior propagador deste instrumento. Embora seja muito comum ouvir pianos elétricos e eletricoacústicos em muitas gravações. Fender Rhodes

Wurlitzer A200

Hammond B3

Método de Teclado e Piano Popular(Elias Neves) -7


Paralelamente foram desenvolvidos os sintetizadores, equipamentos capazes de gerar sons que imitam instrumentos como flauta, violino, entre outros. Os primeiros sintetizadores eram enormes e de difícil programação, mas com o tempo foram tornando-se cada vez menores. Podemos considerar o Sintetizador Modular da empresa Moog, como um dos primeiros sintetizadores a ser fabricado. Com o avanço da tecnologia, vieram outros como o Prophet V, fabricado pela empresa Sequential Circuits, depois o Yamaha DX7, o D50 da Roland, entre tantos outros. Podemos dizer que os sintetizadores são os pais dos teclados que conhecemos atualmente, pois assim como os antigos, os teclados atuais reproduzem sons muito próximos de instrumentos acústicos.

Roland D50

Yamaha DX7

8 - Método de Teclado e Piano Popular. ( Elias Neves)


Os teclados atuais podem ser classificados como arranjadores, sintetizadores, samplers, pianos digitais, controladores e workstations. Os arranjadores são aqueles que possuem o recurso de acompanhamento e possuem uma grande variedade de timbres. Um exemplo de teclado arranjador é o BK5 da Roland.

O Roland JUNO G é considerado um excelente sintetizador. Os sintetizadores, como já sabemos, permitem a modificação dos timbres.

Os samplers são os teclados que “lêem” os sons salvos em um determinado formato. Quem tem um Korg Triton Extreme, por exemplo, não precisa trocar de instrumento para ter outros timbres.

Os pianos digitais são teclados com menos recursos. Possuem poucos timbres (geralmente pianos acústicos, elétricos, clavinet, cravo, órgão, strings, e outros), pois o seu ponto forte é o peso das teclas e a qualidade do timbre de piano.

Os controladores, por sua vez, não possuem som algum. O Keystation PRO88 da M-Audio, por exemplo, é usado para controlar outros teclados, módulos ou os atuais instrumentos virtuais (VSTIs). Método de Teclado e Piano Popular(Elias Neves) -9


As workstations ou estações de trabalho, são instrumentos que permitem o controle de todos, ou quase todos os processos envolvidos na produção musical. Com eles é possível gravar uma música utilizando os sons internos do teclado, além da captação do som externo e sua manipulação (mixagem, efeitos, etc). Quanto mais passa o tempo, vão surgindo novidades. O que o futuro nos reserva? O que mais será desenvolvido pelas grandes empresas de instrumentos musicais? Independente de tudo isso, devemos usar todos os aparatos tecnológicos a serviço da nossa musicalidade. Existem diferenças entre técnicas usadas por pianistas, organistas e tecladistas. Cada instrumento tem sua particularidade. Mas um bom tecladista é quase que um maestro, já que o instrumento pode simular o som de todos os outros. Por isso é muito importante que o músico ouça vários estilos musicais. O teclado pode assumir alguns papéis na música. Pode ser usado para compor a harmonia ou a melodia. Por ser um instrumento versátil e atingir notas graves, médias e agudas, pode ser utilizado de várias maneiras.

10 - Método de Teclado e Piano Popular. ( Elias Neves)


Aula 01

A Localização das notas Do, Ré e Mi.

As notas do, ré e mi, localizam-se entre o grupo de 2 teclas pretas.

EXERCÍCIO PRÁTICO Toque as notas abaixo com ambas as mãos. Lembre-se de que você deve usar um dedo específico para cada nota, conforme ilustrado abaixo:

DO

MI RÉ

MI DO

a) do ré mi ré do b) do mi ré mi do c) do ré do ré mi d) mi do ré mi do

Método de Teclado e Piano Popular(Elias Neves) -11


Aula 03 Juntando as 7 notas. Agora, um exercício ascendente e descendente usando as notas da escala de do maior.

Cada dedo de ambas as mãos será representado por números, de acordo como indicado abaixo: 3 4

3 2

2

4

5

5 1

1

Ascendente

Mão direita Mão esquerda

1 do 5

2 re 4

1 do 5

2 si 4

3 mi 3

1 fa 2

2 sol 1

3 la 3

4 si 2

5 do 1

Descendente

Mão direita Mão esquerda

3 la 3

12 - Método de Teclado e Piano Popular. ( Elias Neves)

1 sol 2

2 fa 1

3 mi 3

4 re 2

5 do 1


Aula 04 Acidentes Musicais (Sustenido) Entende-se por acidente musical, qualquer alteração na altura (som) das notas. Através de sinais especiais, podemos deixar as notas mais graves ou mais agudas. Existem 5 sinais, porém os mais usados são: Sustenido( )Eleva a nota ½ tom. Isto significa que a nota deve ser tocada uma tecla depois. Qualquer nota pode receber o sinal de sustenido, mas as notas alteradas mais comuns, são: do#, ré#, fa#, sol# e la#.

EXERCÍCIO PRÁTICO Toque as notas abaixo com ambas as mãos. Lembre-se de que você deve usar um dedo específico para cada nota, conforme ilustrado abaixo FA# FA# RÉ# SOL# RÉ# SOL# DO# LA# LA# DO#

a) do# ré# fa# sol# la# b) do# fa# la# ré# sol# c) do# sol# ré# la# fa# d) fa#

do# sol# ré# la# Método de Teclado e Piano Popular(Elias Neves) -13


Aula 06

6.1.Tríade Combinação de 3 notas tocadas ao mesmo tempo. Estas notas são a 1ª, 3ª, e 5ª notas de todas as escalas. As tríades são classificadas de acordo com estas escalas e as principais compreendem 4 grupos: Maiores, Menores, Diminutas e Aumentadas. A nota mais importante da tríade é chamada de Fundamental e dá nome a ela. Ex.: As notas do, mi e sol formam a tríade de Do maior. Do mesmo modo, a tríade de ré maior possui como fundamental, a nota ré, e o mesmo ocorre com as outras tríades. As tríades são representadas por letras maiúsculas de forma, chamadas Cifras: C Do D Ré E Mi F Fa G Sol A La B Si 6.2.Tríade Maior. A tríade maior é formada por notas que seguem uma distância entre si. Tomemos por base a tríade de Do maior: Do Mi Sol. Entre as notas do e mi, temos 3 teclas que não são tocadas. Entre as notas mi e sol temos 2 teclas. Quando vamos formar as tríades maiores, devemos levar em conta esta estrutura intervalar, ou seja, a distância entre suas notas deve ser respeitada. Escreva, na frente das cifras, seu nome e notas correspondentes: C = _______________________ = _____________ D = _______________________ = _____________ E = _______________________ = _____________ F = _______________________ = _____________ G = _______________________ = _____________ A = _______________________ = _____________ B = _______________________ = _____________

EXERCÍCIO PRÁTICO Toque as tríades abaixo com ambas as mãos, quatro vezes. A ultima nota está sinalizada para que seja tocada apenas uma vez.

a) 4/4

C

|

D

|

E

|

F

|

G

|

A

|

B

b) 4/4

C

|

E

|

G

|

B

|

D

|

F

|

A

14 - Método de Teclado e Piano Popular. ( Elias Neves)

| |

C

||

C ||


Aula 12 Inversão de Tríades e sua Cifragem Inverter a tríade é mudar a ordem de suas notas, prevalecendo sua seqüência na escala. Cada tríade pode ser executada de até 3 formas diferentes e cada uma destas possui um nome específico: Posição fundamental Como o próprio nome nos diz, a nota fundamental é a mais grave: C = do mi sol

I Inversão A fundamental é, agora, a última nota: C = mi sol do

II Inversão A fundamental encontra-se no meio da tríade: C = sol do mi Quando trabalhamos apenas tríades na harmonia, e queremos realçar o efeito das inversões, ciframos a tríade indicando sua nota mais grave, quando não é a fundamental. Exs.:

C/E = mi sol do C/G = sol do mi

Podemos, porém, usar esta cifragem para outro tipo de situação. Quando buscamos uma nota grave diferente dentro de uma tríade ou acorde qualquer, que não é sua fundamental. Quando dizemos “nota grave diferente”, significa qualquer nota mesmo, nem sempre constituindo inversão de tríade. Neste caso, a inversão da tríade contida na harmonia não é necessariamente indicada, ou seja, pode ser escolhida pelo músico, de acordo com seu critério pessoal. A indicação serve para chamar a atenção à alteração da linha de baixo do acorde em questão. Através deste recurso, podemos criar harmonias interessantes, onde os acordes podem encadear-se, isto é, conectar-se entre si. Método de Teclado e Piano Popular(Elias Neves) -15


Aula 13 Inversão de Tríade Menor

Escreva as inversões das tríades abaixo e toque arpejando por toda a extensão do teclado Escreva e toque as inversões das tríades abaixo: Posição Fundamental Cm Dm Em Fm Gm Am Bm C#m D#m F#m G#m Bbm

16 - Método de Teclado e Piano Popular. ( Elias Neves)

I Inversão

II Inversão


Aula 17 Exercícios de Encadeamento – Tríade Menor Nesta aula, também trabalharemos a utilização das tríades menores: Am – la C – sol F – la G – sol

do do do si

mi mi fa ré

Faz chover (Min. Toque no Altar) 4/4

Am | Eu vejo uma pequena nuvem | F | Do tamanho da mão de um homem | C | Mas este é o sinal | G :|| Que a Tua chuva vai descer | Am | F | Faz chover, faz chover | C | G Abre as comportas do céu | Am | F | E faz chover, faz chover

|

fine

| C | G Abre as comportas do céu

|

| Am | F | Se pedirmos, Jesus virá | C | G | Como chuva descerá | Am | F | Se pedirmos, Jesus virá | C | Então clame, então grite, | G | Então chame por Ele

Método de Teclado e Piano Popular(Elias Neves) -17


Aula 19 Exercícios de Encadeamento – Tríade Aumentada

Nesta música, utilizaremos, além das tríades já trabalhadas, a tríade aumentada. A música mostra como a tríade aumentada, dentro do contexto, pode trazer um colorido especial para a harmonia. Seguem, abaixo, as tríades com suas posições sugeridas: G– Am – Bm – B– B(#5) – C– C#m(b5) – D– D#m(b5) – Eb – Em – E(#5) – F–

ré sol si mi la ré ré fa# si ré# fa# si re# sol si mi sol do mi sol do# ré fa# la ré# fa# la mib sol sib mi sol si mi sol# do fa la do

Salmo 139

4/4 / / / / | |

G

| G

G C/G |

Eb C/D | D/F# | F

G

% Bm

| C#m(b5) D | G

|

C

|

E(#5) | Am

| C G/B | Am Am/G | F

|

||

Bm |

18 - Método de Teclado e Piano Popular. ( Elias Neves)

G/B

|

Am

Am/G |

F

|

C

|

D

|

G

Am

D

|

Eb C/D |

D D#m(b5) | Em G/D |

C/D || G B(#5) | C D D#m(b5) | Em G/D |

Em | G

C

G

|

C G/B Am Am/G | D/F# C

|

G

||

G/B | Am C/D |


Aula 20 Acordes Na Posição Aberta (Tríade Maior) As notas dos acordes podem ser organizadas próximas ou mais distantes entre si. A forma como tocamos as tríades até aqui é chamada de posição fechada, pois as notas são muito próximas. O contrário também é possível, ou seja, as notas da tríade podem ser distribuídas de modo a ficarem mais distantes. Para trabalhar as tríades vamos começar trabalhando com 4 notas. Cada nota possui uma função. Pensando na tríade na posição fundamental, a 1ª nota, como já sabemos, é a mais importante; a 2ª define o modo (maior ou menor), e a 3ª, serve para complementar a tríade. Usaremos a tríade de Do Maior como exemplo:

Mão Esquerda Do

Sol

Mão Direita Do

Mi

Como podemos perceber, a mão esquerda toca a 1ª e 3ª notas da tríade, e a direita toca a 1ª e 2ª notas. A mão esquerda vai trabalhar neste padrão. Em caso de encadeamento, a direita deve procurar as notas mais próximas e dobrar apenas a fundamental. Exs:

Mão Esquerda

Mão Direita

C - Do

Sol

Do

Mi

F - Fa

Do

La

Fa

Dm - Ré

La

Fa

G - Sol

Si

Sol

As notas em negrito são as fundamentais de cada acorde e aparecem dobradas, ou seja, são tocadas em oitavas diferentes.

Método de Teclado e Piano Popular(Elias Neves) -19


Como exercício, escreva as tríades abaixo na posição aberta, fazendo o encadeamento entre elas. Tendo feito isso, execute cada uma quatro tempos:

Mão Esquerda

Mão Direita

G=________________________________________________________________

D=________________________________________________________________

A=________________________________________________________________

E=________________________________________________________________

B=________________________________________________________________

F#=_______________________________________________________________

C#=_______________________________________________________________

G#=_______________________________________________________________

D#=_______________________________________________________________

A#=_______________________________________________________________

F=________________________________________________________________

20 - Método de Teclado e Piano Popular. ( Elias Neves)


Aula 24 Acorde suspenso As tríades estudadas até aqui, são formadas com a 1ª, 3ª e 5ª notas da escala. Mas quando substituímos a 3ª pela 2ª ou pela 4ª, esta tríade passa a se chamar de acorde sus. Existem 2 tipos de acordes sus: o sus2 e o sus4 que usam a 2ª e a 4ª respectivamente. Para uma melhor compreensão, a 2ª nota da escala, fica 1 tom abaixo da 3ª. Se pensarmos numa tríade na posição fundamental, a 2ª substitui a nota do meio. Por exemplo: Csus2 = Do

Mi

Sol

Escreva os acordes pedidos: Fsus2=_______________________________________________________ Bbsus2=_______________________________________________________ Ebsus2=_______________________________________________________ Absus2=_______________________________________________________ Dbsus2=_______________________________________________________ Gbsus2=_______________________________________________________ Csus2=_______________________________________________________ Esus2=_______________________________________________________ Asus2=_______________________________________________________ Dsus2=_______________________________________________________ Gsus2=_______________________________________________________

Execute os acordes, tocando 4 tempos cada.

Método de Teclado e Piano Popular(Elias Neves) -21

Prévia método de teclado i  
Prévia método de teclado i  
Advertisement