Page 1

ANTOLOGIA FEITA EM HOMENAGEM À TROVA-LEGENDA BLOG POESIAEMTROVAS.BLOGSPOT.COM

MINHA TROVA FAVORITA A trova favorita ou mais significativa de cada autor, conforme sua própria escolha

2012

ELIANA RUIZ JIMENEZ


TROVADORES PARTICIPANTES POR ESTADO OU PAÍS

CEARÁ

PARANÁ

FORTALEZA Francisco José Pessoa

CURITIBA

Haroldo Lyra

Andréa Motta

Nemésio Prata

Janske Niemann José Marins

MINAS GERAIS

Mário A. J. Zamataro

BELO HORIZONTE

Mauricio Norberto Friedrich

Arlindo Tadeu Hagen

Nei Garcez

Ary Viotti

Roza de Oliveira

Conceição Parreiras Abritta

Vanda Alves da Silva

Dodora Galinari

Vanda Fagundes Queiroz

José Fabiano

Wandira Fagundes Queiroz

Luiz Carlos Abritta Meire Carla de Fabiano

MARINGÁ

Olympio Coutinho

A. A. de Assis

Wanda de Paula Mourthé

Alberto Paco Jeanette De Cnop

PEDRO LEOPOLDO

José Feldman

Wagner Marques Lopes

Maria Eliana Palma Olga Agulhon

SANTA JULIANA

Osvaldo Reis

Dáguima Verônica PONTA GROSSA

PARÁ

Sônia Ditzel Martelo

BELÉM Antonio Juraci Siqueira

2


RIO DE JANEIRO ANGRA DOS REIS Jessé Nascimento CAMPOS Agostinho Rodrigues Neiva de Souza Fernandes CANTAGALO Ruth Farah Nacif Lutterback JACAREPAGUÁ Antonio Cabral Filho

RIO DE JANEIRO Arnaldo Ari Jesy Bueno Alves Maria Nascimento S. Carvalho Renato Alves SÃO FRANCISCO DO ITABAPOANA Roberto Pinheiro Acruche SÃO GONÇALO Antonio Carlos Rodrigues Gilvan Carneiro da Silva

RIO GRANDE DO NORTE

MAGÉ Maria Madalena Ferreira

CAICÓ Djalma Mota

NITEROI

Eva Yanni Garcia

Adilson Maia

Isaac Jordão

Bruno P. Torres

Mara Melinni

Elen de Novais Felix

Prof. Garcia Wellington Freitas

NOVA FRIBURGO Dilva Moraes

NATAL

Edmar Japiassú Maia

Ademar Macedo

Rodolpho Abbud

José Lucas de Barros Pedro Grilo

3


SÃO PAULO PAU DOS FERROS

BAURU

Manoel Cavacante

João Batista Xavier Oliveira

RIO GRANDE DO SUL

BRAGANÇA PAULISTA Cristina Cacossi

PELOTAS

Lóla Prata

Olga Maria Dias Ferreira

Marina Valente

PORTO ALEGRE

PINDAMONHANGABA

Delcy Canalles

José Ouverney

Flávio Stefani Lisete Johnson

RIBEIRÃO PRETO

Milton Souza

Nilton Manoel

SANTA CATARINA

SANTOS Carolina Ramos

BALNEÁRIO CAMBORIÚ

Cláudio de Cápua

Efigenia Coutinho

Cynira Antunes de Moura

Eliana Jimenez

Dalva de Araujo

Gislaine Canales

Maryland Faillace

Gledis Tissot SÃO JOSÉ DOS CAMPOS BRUSQUE

Amiton Maciel Monteiro

Maria Luiza Walendowsky

Glória Tabet Marson Lora Saliba

ITAJAÍ

Mifori

Ari Santos de Campos

Myrthes Masiero Nadir Giovanelli

4


OUTROS PAÍSES SÃO PAULO Darly O. Barros

ARGENTINA

Domitilla Borges Beltrame

Libia Beatriz Carciofetti

Héron Patrício

Maria Cristina Fervier

J. B. Xavier Pedro Mello

AUSTRÁLIA

Selma Patti Spinelli

Clenir Neves Ribeiro – Brisbane

Therezinha Dieguez Brisolla SÃO SIMÃO Thalma Tavares SOROCABA Dorothy Jansson Moretti TAUBATÉ Angelica Villela Santos

CANADÁ Secel Barcos – Cambridge

PORTUGAL Gisela Sinfrónio - Olhão Victor Batista – Barreiro

VENEZUELA Ángela Desirée Palacios

5


Tem muito mais graça a vida quando a gente tem com quem repartir bem repartida a graça que a vida tem. A. A. de Assis – Maringá/PR

Para você afogar as mágoas do dia a dia, não precisa se drogar... Use a Trovaterapia! Ademar Macedo - Natal/RN

Na despedida, a tristeza do pranto falou por nós, enfatizando a certeza de que saudade tem voz. Adilson Maia – Niteroi/RJ

Minha fonte respeitada, que eu amava com fervor, hoje está purificada junto a Deus Nosso Senhor. Agostinho Rodrigues – Campos/RJ

Cada momento vivido na vida que se renova, às vezes é definido apenas em uma trova! Alberto Paco – Maringá/PR

6


Tal e qual toda laranja se dá repleta de gomos, amigo bom sempre arranja como exaltar o que somos! Amiton Maciel Monteiro – S. José dos Campos/SP

Levou tanto desta vida... amigos... e ensinamento que a passagem nesta lida foi o mais sereno alento. Andréa Motta – Curitiba/PR

Te recuerdo cada día con el amor más profundo, pues eres la vida mía y por ti lo grito al mundo Ángela Desirée Palacios – Venezuela

Na velha casa vazia, onde entrei, com ansiedade, só o silêncio respondia ao chamado da saudade... Angelica Villela Santos - Taubaté/SP

Nesta distância em que estás tornas meu hoje tristonho recorro ao anjo da paz e te busco no meu sonho. Antonio Carlos Rodrigues – São Gonçalo/RJ

7


Quando a lua em plenilúnio sobre a floresta desmaia, o mar chora de infortúnio nos braços mornos da praia. Antonio Juraci Siqueira – Belém/PA

Na escuridão em que sigo, no meu passo caracol, aquele que vai comigo é meu imenso farol. Antonio Cabral Filho – Jacarepaguá/RJ

Vou sem rumo, de partida, nas águas do meu sonhar; – a jangada é minha vida, vou remando além do mar. Ari Santos de Campos - Itajaí/SC

Eu te imploro, por favor, não insistas neste adeus. Se não for por meu amor, fica pelo amor de Deus! Arlindo Tadeu Hagen – Belo Horizonte/MG

Como é bom o amor, se a gente, sem limite de emoção, ama alguém que também sente pela gente igual paixão! Arnaldo Ari - Rio de Janeiro/RJ

8


Uma verdade é bem certa e bem sei que sempre existe: quão mais a saudade aperta mais a esperança persiste. Ary Viotti – Belo Horizonte/MG

Por meia hora... uma hora, beijos e abraços somente... – Quanto mais longa a demora, mais gostoso o finalmente! Bruno P. Torres – Niterói/RJ

Sempre acolho de mãos postas, e humilde tento aceitar, o silêncio das respostas que a vida não sabe dar. Carolina Ramos – Santos/SP

Ante o talento, me ajoelho... E o teu talento invulgar, tanto me serve de espelho como me serve de altar. Cláudio de Cápua – Santos/SP

Ouço passos da sacada... Ansiosa chego ao portão e vejo em minha calçada o final da solidão! Clenir Neves Ribeiro – Brisbane/Austrália

9


Se onze apenas eu te mando, - e isto escreve no bilhete és a rosa completando a dúzia do ramalhete! Colavite Filho – Santos/SP

Hoje a vitória te alcança... Cuidado ao virar a mesa; a vida é eterna cobrança num mercado de surpresa. Conceição Parreiras Abritta – Belo Horizonte/MG

Quando contemplo o infinito, parece longe, distante... Mas, querido, quando o fito, infinito é esse instante! Cristina Cacossi - Bragança Paulista/SP

Pela janela fechada, não sei como aqui entrou toda a saudade passada que o teu amor me deixou. Cynira Antunes de Moura – Santos/SP

Quem leva a vida no amor, dos sonhos nunca se cansa que o mundo só perde a cor quando se perde a esperança. Dáguima Verônica – Santa Juliana/MG

10


Nem sempre os olhos conduzem a luz que pensamos ver, apenas eles reluzem o brilho de cada ser. Dalva de Araújo – Santos/SP

Meu perdão foi em tributo a uma lágrima suspensa: – um detalhe diminuto mas que fez a diferença... Darly O. Barros – São Paulo/SP

Insônia, tu me consolas nestas noites de invernia, pois deitas comigo e rolas na minha cama vazia! Delcy Canalles – Porto Alegre/RS

A minha grande alvorada será eterna... eu suponho: – Se um sonho não der em nada eu troco por outro sonho! Dilva Moraes – Nova Friburgo/RJ

Melhor o mundo seria de harmonia e de união, se nascesse a cada dia o Cristo em cada cristão. Djalma Mota – Caicó/RN

11


Se, um dia, a luz da vitória der-lhe os brilhos merecidos, não faça de sua glória uma sombra nos vencidos. Dodora Galinari – Belo Horizonte/MG

Brigamos, mas a tormenta em instantes se desfaz; um grande amor sempre inventa um arco-iris de paz!... Domitilla Borges Beltrame – São Paulo/SP

Do que agitou nossas almas restam sonhos calcinados, cingindo as crateras calmas de dois vulcões apagados. Dorothy Jansson Moretti – Sorocaba/SP

Por mais que a vida se oponha, traze os sonhos junto a ti, porque aos olhos de quem sonha o infinito... é logo ali. Edmar Japiassú Maia – Nova Friburgo/RJ

Os teus sonhos reluzentes de ternura e emoção, são como enredos fluentes pescando nossa emoção. Efigenia Coutinho – Balneário Camboriú/SC

12


Anoitece... E abrindo o trinco as estrelas caridosas cobrem barracos de zinco de mentiras luminosas. Elen de Novais Felix – Niteroi/RJ

Vejo no espaço infinito e em cada constelação nosso amor nos céus inscrito como obra da criação. Eliana Jimenez – Balneário Camboriú/SC

A bela flor de papel que tu me deste outro dia, foi tão perfeita e fiel que o cheiro dela eu sentia...! Eva Yanni Garcia – Caicó/RN

Só se salva de verdade, nesta enchente de amargor, quem faz da fraternidade o seu barco salvador! Flávio Stefani – Porto Alegre/RS

Os meus amigos são tantos de uma bondade sem fim, que não preciso ter prantos pois eles choram por mim! Francisco José Pessoa – Fortaleza/CE

13


Meu coração não te esquece refém de insones rotinas... Ah, se a manhã te trouxesse quando eu abrisse as cortinas!... Gilvan Carneiro da Silva – São Gonçalo/RJ

A trova faz tanto bem, dá-nos prazer tão profundo, que quem a cultiva tem, amigos em todo o mundo! Gisela Sinfrónio – Lisboa - Portugal

Vivemos juntos, mas sós. Nossa solidão, somada, fez de ti, de mim, de nós, a soma triste do nada! Gislaine Canales – Balneário Camboriú/SC

Se és veloz no pensamento, no trânsito sê prudente. Use o cinto fique atento, mostre que és inteligente. Gledis Tissot – Balneário Camboriú/SC

Sinto-me mais brasileira, com minha alma enaltecida, ao ver em terra estrangeira a nossa Bandeira erguida! Glória Tabet Marson – S. J. dos Campos/ SP

14


Parabéns não é bastante, em dobro é o que mais convém dar-te o céu, mas neste instante ainda é pouco também. Haroldo Lyra – Fortaleza/CE

Minha mulher, minha amada, tanto me envolve e seduz... - se ela for crucificada eu quero ser sua cruz! Héron Patrício – São Paulo - SP

Seu “talvez” que me iludia, falemos bem a verdade, hoje inspira a melodia dos meus versos de saudade. Isaac Jordão – Caicó/RN

Longe de pranto e de dores, o nosso amor sem cobranças tem um perfume de flores como o de duas crianças. Janske Niemann – Curitiba/PR

E assim, por amar-te tanto, minha alegria persiste em transformar-se no pranto e ser alegre ao ser triste... J. B. Xavier – São Paulo/SP

15


Numa espera doce e mansa, qual zelosa tecelã, bordo rendas de esperança para enfeitar o amanhã. Jeanette De Cnop – Maringá/PR

Com meus sonhos mais singelos, embalados na esperança, venho erguendo meus castelos desde os tempos de criança. Jessé Nascimento - Angra dos Reis/RJ

A candeia se extinguia aumentando a solidão naquela rede vazia onde está meu coração. Jesy Bueno Alves – Rio de Janeiro/RJ

Não há sorriso que emplaque na comédia dessa vida, se na ironia da claque qualquer verdade é escondida. João Batista Xavier Oliveira – Bauru/SP

Deu-me a sorte com descaso, no banquete deste mundo, alegria em prato raso e tristeza em prato fundo... José Fabiano – Belo Horizonte/MG

16


Cultivemos o jardim do amor, com perseverança, para que seja o estopim de um futuro de esperança. José Feldman – Maringá/PR

Ao voltar, com muito amor, ao campo que já foi meu, bebi no cálix da flor o mel que a abelha esqueceu. José Lucas de Barros – Natal/RN

Oh, minha trova querida, que com carinho criei, não digo “esta é a preferida”, nem a quem a dediquei. José Marins – Curitiba/PR

O tempo passa depressa mas, quem diz que eu envelheço? – cada olhar é uma promessa! – cada espera... um recomeço! José Ouverney – Pindamonhangaba/SP

En la sangre corre vida en la mente inspiración en el alma dolorida está ausente la canción. Libia Beatriz Carciofetti - Argentina

17


Meu desejo percorreu teu corpo como compasso, circulando o que é tão meu, na geometria do abraço. Lisete Johnson – Porto Alegre/RS

Apesar de meu soluço todo o corpo sacudir, sobre a tristeza debruço a coragem de sorrir. Lóla Prata – Bragança Paulista/SP

Dias felizes, ligeiro o tempo, as horas marcou... E aquele amor verdadeiro, foi morrendo e se acabou... Lora Saliba – São José dos Campos/SP

Eu tenho perseverança e à tristeza me anteponho: garimpeiro da esperança, sempre vivi do meu sonho. Luiz Carlos Abritta – Belo Horizonte/MG

Puseste-me na clausura! E hoje, em sonhos sem sentido, eu me alimento da jura que murmuras noutro ouvido. Manoel Cavacante – Pau dos Ferros/RN

18


Por te amar tanto, é que a vida, embora dure um segundo, possui o espaço e a medida das horas todas do mundo...! Mara Melinni – Caicó/RN

Bruma que se alza del mar en doliente atardecer. Con hambre y sed de amar en gotas ha de volver. Maria Cristina Fervier - Argentina

Humildade! - É o meu conselho: orgulho não leva a nada. É quando está de joelho que a alma é mais elevada! Maria Eliana Palma - Maringá/PR

Iluminando meu ser, o teu sorriso comprova, que a cada alvo amanhecer o meu amor se renova. Maria Luiza Walendowsky – Brusque/SC

Por mais simples, mais modesta, que nos possa parecer, a vida é sempre uma festa para quem sabe viver! Maria Madalena Ferreira – Magé/RJ

19


No momento em que partiste pranteei minha viuvez. Foi o trajeto mais triste que uma lágrima já fez!... Maria Nascimento S. Carvalho – Rio de Janeiro/RJ

Sonho um mundo colorido, flores perfumando a estrada, sem um ai, sem um gemido de criança abandonada. Marina Valente - Bragança Paulista/SP

O tamanho do universo não cabe em minha janela, mas entra em pequeno verso, quando estou de sentinela. Mário A. J. Zamataro – Curitiba/PR

Setenta vezes o sete, diz o Princípio Sagrado. O perdão que se repete, faz-me também perdoado! Maryland Faillace – Santos/SP

Tenho, por certo, em verdade, bem vivo, embora pungente, que a mais pungente saudade é aquela de alguém... presente. Mauricio Norberto Friedrich – Curitiba/PR

20


Eu busquei felicidade, naveguei mares de dor, encontrei-a de verdade nos braços do meus amor... Meire Carla de Fabiano - Belo Horizonte/MG

Tu foste uma flor selvagem, tão selvagem quanto a terra. Labutaste com coragem, com amor que em ti se encerra. Mifori - São José dos Campos/SP

Meus sonhos não são modelos, alguns me fazem chorar... Mas não tenho pesadelos: pesadelo é não sonhar. Milton Souza – Porto Alegre/RS

Amizade é sol que aquece aonde quer que se vá; nem sempre o sol aparece, mas se sabe que está lá... Myrthes Masiero – São José dos Campos/SP

Dedilhar de um violão sobre esse "Abismo de Rosas", trovadora da emoção, sofro torturas saudosas... Nadir Giovanelli - São José dos Campos /SP

21


Minhtrova preferida, que me dá muito prazer, e que a busco pela vida, sempre está para nascer! Nei Garcez – Curitiba/PR

Estou aqui de passagem neste mundo de ilusões; com fé, amor e coragem vou vencendo as tentações. Neiva de Souza Fernandes – Campos/RJ

Saudades da meninice eu sinto, sempre que vejo meus netos em peraltice, e, não tem jeito: marejo! Nemésio Prata – Fortaleza/CE

Perdão é a esponja macia que se passa numa ofensa por se crer na luz do dia contra a noite da descrença. Nilton Manoel - Ribeirão Preto/SP

Se nada é assim tão lindo do jeito que foi sonhado, que tudo seja bem-vindo... e vindo, que seja amado. Olga Agulhon – Maringá/PR

22


Eu creio na honestidade, na justiça clara e reta, no fim da desigualdade... Não sou louco... eu sou poeta. Olympio Coutinho – Belo Horizonte/MG

Ó meu doce canarinho, abre as asas contra o vento e leva, pelo caminho, nas asas, meu pensamento... Olga Maria Dias Ferreira – Pelotas/RS

Um refúgio no sertão, forradinho de luar... – É ali que o meu coração junto ao teu quer se aninhar! Osvaldo Reis – Maringá-PR

A trova que sintetiza em seus versos a poesia é fonte que se eterniza jorrando sabedoria. Pedro Grilo – Natal/RN

Se a Vida, em seus embaraços, faz minha vida ser triste, busco prazer em teus braços... ...e esqueço que a Vida existe! Pedro Mello – São Paulo/SP

23


Pelas manhãs vou buscando minha esperança perdida... Há sempre um sonho vagando nas alvoradas da vida! Prof. Garcia – Caicó/RN

Minhas trovas são abraços. Mil braços vou abraçar nos mil infinitos laços que a trova sabe engendrar. Roza de Oliveira – Curitiba/PR

Ao repensar minha história, encontrei com emoção, por trás de cada vitória, um mestre no coração. Renato Alves – Rio de Janeiro/RJ

Sou rio, minha querida, correndo para o seu mar para adoçar sua vida sem pena de me salgar. Roberto Pinheiro Acruche – S. F. do Itabapoana/RJ

Eu, da saudade me farto, vencendo a insônia risonho, quando apago a luz do quarto e acendo a luz meu sonho! Rodolpho Abbud – Nova Friburgo/RJ

24


Desejando muitos anos de existência bem vivida, esquivo-me dos enganos surfando as ondas da vida!... Ruth Farah Nacif Lutterback - Cantagalo/RJ

Mesmo tendo a vida fútil trato dela qual um templo; não sou por completo inútil pois sirvo ao menos de exemplo. Secel Barcos – Cambridge/Canadá

O vento leve do estio espalha as folhas sem dono; e a terra, fofa, no cio, se entrega aos braços do outono! Selma Patti Spinelli – São Paulo - SP

A Trova é tão pequenina mas quanta beleza encerra ; feliz de quem tem a sina de espalhá-la pela Terra! Sônia Ditzel Martelo – Ponta Grossa/PR

Bravura é viver sorrindo embora seja evidente que a vida é dor insistindo em ser mais forte que a gente. Thalma Tavares – São Simão/SP

25


Quando pediste o retrato, onde dizes "Sempre teu" eu percebi que, de fato, nem o retrato... era meu! Therezinha Dieguez Brisolla – São Paulo/SP

O mendigo solitário, perambula pela rua. Ao redor só o cenário de uma imensa e fria lua. Vanda Alves da Silva – Curitiba/PR

Somos heróis, sem medalhas, vencendo, com valentia, as anônimas batalhas, na luta de cada dia. Vanda Fagundes Queiroz – Curitiba/PR

Um amigo com valor e que amizade nos tem, vem primeiro à nossa dor só depois à dor que tem. Victor Batista – Barreiro/Portugal

Diz a criança ao adulto: – Protege-me contra o mal!... E jamais serei o insulto de um infeliz marginal". Wagner Marques Lopes - Pedro Leopoldo/MG

26


Retornas a casa e, em cores, ao pressentir os teus passos, nosso jardim se abre em flores, e abertos já estão meus braços! Wanda de Paula Mourthé – Belo Horizonte/MG

No lençol, que era perfeito, entre os "motivos florais", o tempo foi sem respeito bordando "saudade" a mais. Wandira Fagundes Queiroz – Curitiba/PR

Depois do amor a leveza, feliz por corresponder, no teu sorriso a certeza... voltarás a me querer. Wellington Freitas – Caicó/RN

27

Minha trova favorita  

A trova favorita de cada autor

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you