Page 1

palavras de um rocker velho bĂŞbado vol. I


quando o punk começa meu coração acelera meu corpo dança minha angústia some

sou um bêbado natural eu ignoro o normal o normal não presta admiro o que resta

eu sei que sou suspeito mas meu desejo domina minha mente


sei que é o meu destino o impreciso o improvável a adrenalina o louvável

meu futuro é agora a qualquer preço

eu sou o que ilumina e observa eu sou a chama na vela bela e confusa


alguns me chamam de poeta outros de bĂŞbado eu dou risada

eu obedeço o meu avesso

vou ali no bar me satisfazer com doses de prazer


olho as garrafas tantas cachaças se foram e eu nem vi o vento passar

estou perto do paraíso estou perto de confusões estou perto de mim mesmo estou bêbado


eu gosto de correr riscos pois vou do inferno ao paraĂ­so num minuto num absurdo

estou correndo perigo mas tudo isto ĂŠ preciso estou tentando a sorte eu provoco a morte


rasguei minha carne cantei o cântico dos bêbados me entreguei aos murmurantes e agora? o que acontece com minha alma?

o meu sossego é o teu excesso


google+ facebook eletrourbana@gmail.com eletrourbana.bandcamp.com

palavras de um rocker velho bêbado I  

pensamentos/palavras de um rocker bêbado

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you