Issuu on Google+

16

Qualidade de Vida

Sênior - Jornal da Terceira Idade

Março de 2010

3ª Idade tem programa de grande alcance

“Maturidade saudável” abrange toda a população idosa de Balneário Camboriú

O

programa Maturidade Saudável que a Secretaria de Desenvolvimento e Ação Social porá em prática a partir do dia

atividade física e combate ao sedentarismo, já que pesquisas cientificas apontam para resultados positivos neste sentido. Em Balneário Cam-

O secretário municipal de Desenvolvimento e Ação Social, Luiz Maraschin, realiza um dos pontos altos da sua administração: põe em prática o programa “Maturidade Saudável” que tem grande abrangência, beneficiando a população idosa de Balneário Camboriú.

31 de março é um dos mais significativos projetos em favor da 3ª idade pela abrangência de que se reveste. O titular da pasta, Secretaria Luiz Maraschin, falou sobre a iniciativa: - Este programa é bastante abrangente sob a ótica da prática desportiva e do resgate da qualidade de vida desta parcela da população, ou seja, todas as pessoas com mais de 60 anos. Diversos países têm desenvolvido programas de promoção de

2009, desenvolvemos as duas primeiras etapas, de um total de cinco programadas. A primeira consistiu na identificação do público alvo para, em seguida, diagnosticar a população identificada. A terceira etapa foi a aquisição do material necessário, que, alias já nos foi entregue pelos fornecedores. Nos últimos 60 dias organizamos o material e programamos as atividades a serem desenvolvidas a partir do dia 31 de março próximo, quando se dará o lançamento do Maturidade Saudável com a entrega dos uniformes aos mais de 1,3 mil de idosos já inscritos no programa. A quarta etapa é justamente o início das atividades de ginástica, modalidades esportivas adaptadas, palestras sobre saúde e alimentação encontros, entre grupos em eventos esportivos, participação nos jogos municipais, regionais e estaduais do idoso, caminhadas orientadas, formação de grupos especiais (hipertensos, diabéticos, obesos, hemiplégicos, paraplégicos, dentre outros). A última etapa vai contemplar a escolha e a aplicação de testes, coleta de dados para posterior análise e publicação, cujo objetivo é dar ciência à comunidade sobre os resultados iniciais do Programa, cuja tendência é tornar-se permanente no âmbito do Município de Balneário Camboriú.

na Praia Central, nos centros comunitários, em unidades de saúde e no lar dos Velhinhos. As modalidades esportivas escolhidas foram o handebol, basquete e vôlei (todas de forma adaptada à idade), dança, jogos de mesa, peteca, bocha, malha e atletismo, além de atividades complementares como artesanato, pintura, mosaico e costura. Vale destacar que todos os participantes inscritos no programa deverão passar por avaliação médica prévia, apresentando exames clínicos e complementares, quando necessário. Ao concluir, o Secretário de Desenvolvimento e Inclusão Social, fez questão de salientar: - Gostaria de agradecer ao Jornal Sênior pelo trabalho direcionado aos idosos de nossa cidade e além fronteiras. Um jornal de grande qualidade editorial que, efetivamente, demonstra real interesse pela terceira idade. Aproveito o ensejo para convidar a todos para o lançamento do Programa Maturidade Saudável no próximo dia 31 de março, quarta-feira, a partir das 16h, no Centro Comunitário Casa da Sogra.

boriú, o Maturidade Saudável, surge da parceria entre a Secretaria de Desenvolvimento e Inclusão social, Sobre os locais Fundação Municipal de Esportes e em que serão desenSecretaria da Saúde e Saneamento. volvidas as atividades, salientou: O arrojado programa da Municipalidade com vistas à população ido- As atividasa exigiu uma metodologia especial des serão desenvolpara a sua consecução. O secretário vidas no Ginásio de Maraschin explica: Esportes Irineu Bornhausen, no com- Maturidade Saudável é um programa - Ainda na fase do projeto, em plexo Multieventos, oferecido a todos os idosos

Sênior Jornal da 3ª Idade

Sênior - Jornal da Terceira Idade - Ano 1 - Número 10 - Santa Catarina - Março de 2010

Produtos fitoterápicos agora com a garantia da ANVISA

Os produtores fitoterápicos, aqueles obtidos à base de plantas, foram regulamentados Perfil: pela Agência Nacional Diane Cadôri de Vigilância Sanitária. Página 13 A salutar medida visa, além de disciplinar a produção e a comercialização desses mediArtigo do Dr. Ulisses Coelho camentos, esclarecer os seus usuários, orientanEm busca do do-os para o emprego diabético correto desses produtos. desconhecido Os medicamentos fiPágina 10

• •

Tenha hábitos saudáveis Prof. Maikon Guérios Página 12

Programa Maturidade Saudável

toterápicos são eficientes, baratos e seu uso está arraigado na cultura popular. O que se necessita é fazer o uso adequado desses produtos. É o que pretende a ANVISA. A ANVISA também estabeleceu o modo de usar cada fitoterápico, para o que serve e quais os seus possíveis efeitos colaterais.

Leia mais na página 3

Salário baixo: êxodo dos médicos O serviço público de assistência médica em Balneário Camboriú, que tradicionalmente foi de boa qualidade ,registra no atendimento ao público uma considerável queda quantitativa e qualitativa. Uma pluralidade de fatores acabou determinando essa crise. A crescente demanda pelos serviços é visível e se constata estatisticamente. Ademais do crescimento populacional da cidade, não se pode deixar de considerar que os serviços médicos de Balneário Camboriú

proporcionando pelo poder público tem a demanda acrescida pela clientela de comunidades vizinhas, cujo exemplo mais expressivo é o município de Camboriú. O mais eloquente comprovante dessa síndrome da deficiência dos serviços de saúde é o que denominamos “êxodo dos médicos: Os nossos médicos estão emigrado para outros municípios onde a remuneração atribuída à categoria é mais condizente com o trabalho

Assento para idosos nos bancos, casas lotéricas e supermercados

Sec. Luiz Maraschin Página 16

A Câmara de Vereadores aprovou projeto, já sancionando pelo chefe do Executivo, obrigando estabelecimentos como bancos, supermercados e lojas de departamentos a manter à disposição de pessoas idosas, bem como que são portadoras de defici-

ência e das gestantes, assentos devidamente identificados. A lei inclui ainda casas lotéricas, lojas de grande porte, clínicas médicas e outros estabelecimentos semelhantes. A lúcida decisão da Câmara de Vereadores foi recebida com

tecno-científico desses profissionais. No vizinho município de Itajaí a remuneração atribuída ao médico do quadro municipal é significativamente maior do que em Balneário Camboriú. Os médicos que prestam serviço através dos órgão públicos municipais de Brusque percebem simplesmente o dobro do que Balneário Camboriú paga a seus médicos. Leia mais na página 3

grande satisfação pela coletividade de idosos de Balneário Camboriú. O projeto que deu origem à lei é de autoria do vereador Dão Koeddermann que, como político, sempre demonstrou preocupação com a terceira Vereador Dão Koeddermann, autor da idade. lei que benificia os idosos


2

Sênior - Jornal da Terceira Idade

Sênior Jornal da 3ª Idade

M

Dimensão da Vida

esmo se conhecendo a inevitabilidade da velhice e a inexorabilidade da morte, sempre se lutou por uma fórmula que pudesse levar o homem à eterna juventude. As pesquisas sobre o envelhecimento estão progredindo e têm potencial de algum dia poder formar métodos para melhorar a saúde e promover a longevidade das pessoas. O conceito clássico do ciclo da vida - nascer, reproduzir, morrer- já não se reveste de verdade absoluta. Segundo os estudiosos dessa fascinante matéria, a ciência está trabalhando para que ninguém mais morra de velho. A natureza fornece argumentos para isto. A turritopsis dohrnii não morre por velhice. A morte dessa espécie de água-viva só ocorre se ela for ferida gravemente. Do contrário, ela vai vivendo, com suas células se mantendo em um ciclo de renovação indefinidamente, como se voltassem à infância. Há outros exemplos. Um peixe do Pacífico, conhecido como Rockfish

e duas espécies de tartaruga apresentam o que a ciência chamou de “envelhecimento desprezível”. Essas considerações nós as fazemos para evidenciar o afã do homem de espantar a morte. E a ciência marcha nesse caminho. Mas o importante mesmo não é viver muito ou nunca morrer. O que importa é conseguir uma vida boa, farta e feliz durante o tempo em que vivemos. Mesmo assim muitos de nós desperdiçamos oportunidades de ser feliz. A juventude, no afã de gozar a vida (no que faz bem) não pensa na velhice. Mesmo entre a 3ª idade é difícil convencer os velhotes a conviver através da participação de associações que agrupam integrantes idosos. Participar da vida, ser protagonista da vida, é o que mais importa, pois o envelhecimento e a morte, como dissemos, são inexoráveis. Não podemos ter constrangimento de conviver. O convívio entre pessoas é que nos proporciona a felicidade de viver.

Sênior - Jornal da 3ª Idade Diretores: Baltazar Prates (DRT/RS 1655)

Ismail Ali El Assal Wellington José Sverzut Colaboram neste número: Dr. Ulisses Coelho, Dra. Tatiana Loddo, Prof. José Ricardo, Cíntia Milene Comelli, Luis Silveira da Costa, Prof. Maikon Guérios Fernanda Teodoro, • Nem todas as ideias aqui expostas representam o pensamento de Sênior. Expor ideias divergentes é a base do diálogo democrático. Portanto, se não assumirmos a responsabilidade pelas ideias, assumimos a total responsabilidade pela oportunidade que aqui damos à sua divulgação. Uma publicação de: Assal & Sverzut Ltda.

Avenida do Estado, 1771 – salas 8 e 9 88331-150 Balneário Camboriú – SC CNPJ: 09.236.891/0001-54 http:\\www.jornalsenior.com.br - E-Mail: redacao@jornalsenior.com.br Fone: 47 3361-3522

Março de 2010

Pioneiro da ginástica na praia será alvo de homenagem

Prosa & Verso

Língua Portuguesa Olavo Bilac

Um marco na Praia Central para perpetuar a obra do Prof. Osvaldo Husadel

O

hábito da ginastica na praia que é, hoje, prática generalizada na orla de Balneário Camboriú, surgiu do empenho do prof. Oswaldo Husadel, um idealista que acreditava na possibilidade da difusão dessa prática que tanto benefícios traz para a saúde das pessoas. A iniciativa do saudoso professor frutificou de tal forma que o próprio poder público municipal, através da Secretaria de Desenvolvimento e Inclusão Social, criou o Programa da Maturida-

de Saudável cuja gênese remonta ao trabalho pioneiro do prof. Husadel. O médico gastroenterologista Dr. Ulisses Coelho, que privou da companhia do prof. Husadel, lançou a aplaudida ideia de se eregir na Praia Central em marco que assinale o reconhecimento da comunidade ao trabalho pioneiro do prof. Husadel. Nesse sentido mais de uma entidade das que congregam idosos que fazem ginástica na praia, aderiram à iniciativa de homenagear esse pioneiro.

Comemorações de Páscoa em Balneário Camboriú

A

s comemorações da Páscoa promovida pela municipalidade de Balneário Camboriú vão concentrar-se na Praia Central e no Pontal Norte. Uma “Fábrica de Chocolate” foi montada no Pontal Norte. Na Praça Taman-

daré a ornamentação contempla a Toca do Coelho. A criançada e os adultos também, encantam-se com essa decoração que se insere no espírito da Páscoa, uma das mais antigas e importantes festas da Cristandade.

Sênior - Jornal da Terceira Idade

Março de 2010

15

Carreteiro Andarengo Alfonso Leontino Hermann

Última flor do Lácio inculta e bela. A um só tempo esplendor e sepultura. Ouro nativo que na ganga impura A bruta mina entre os cascalhos vela.

Velho carreteiro andarengo,

Amo-te assim, desconhecida e obscura, Tuba de alto canglor, lira singela Que tens o trom e o silvo da procela E o arrolo da saudade e da ternura.

E, cortando a dura estrada,

Amo o teu viço agreste e o teu aroma De virgens selvas e oceano largo! Amo-te, ó rude e doloroso idioma

Junto do cusco parceiro

Em que da voz materna ouvi: “meu filho”! E em que Camões chorou no exílio amargo O gênio sem ventura e o amor sem brilho!

Até a próxima pousada,

O soneto que estamos publicando é de Olavio Bilac e traz a genialidade do grande poeta que soube tratar com romântica delicadeza a aridez de um tema que descreve a história de um idioma, a língua portuguesa. Nos escassos catorze versos ele conseguiu contar a história do idioma (a última língua a derivar do latim), mostrou os contrastes que a sonoridade do nosso idioma possui, podendo ser tonitroante como a tuba e, ao mesmo, tempo apresenta terna delicadeza da saudade; não esqueceu o poeta de que as primeiras palavras identificando-o como filho foi neste idioma, encerrando com clave de ouro, ao colocar a mais importante expressão da cultura literária no idioma - Camões - que também, na língua portuguesa amargou no exílio as desventuras da sua vida amorosa sem brilho. Olavio Bilac, cujo nome completo era Olavo Brás Martins dos Guimarães Bilac, nasceu no Rio de Janeiro no ano de 1865, falecendo também no Rio, em 1918.

Que andava pelas estradas Em suas andanças sem fim... Fazia as suas paradas Chegava em São Valentim. E no outro dia, feliz, Ao tranquito, o dia inteiro, Larga a carreta na estrada Na sina de carreteiro. Assim vai o carreteiro, Cumprindo a sua missão, Lembrando sua cara-metade E o piá, que distante estão, Vai de rincão em rincão Picaneado de saudade. Eu lembro dos carreteiros De muitos anos trás Que hoje não se vêem mais E só nos resta lembrar A sina de carretear

Culinária

Dos tempos dos ancestrais.

Torta de banana, granola e mel

Cíntia Milene Comelli Odorizzi

A

receita que apresentamos nesta edição, elaborada pela nutricionista Cíntia Milene Comelli Odorizzi, - o que já é uma garantia de excelência revela, entre outras, duas grandes qualidades. Fácil de fazer e com ingredientes simples. A única exigência é acrescentar muito carinho e dedicação com uma boa dose de amor na hora de fazer. Ingredientes - 5 xícaras de granola - 1 ½ xícara de farelo de aveia - ¾ xícara de óleo vegetal - 8 bananas grandes - 3 gemas - 4 claras - Canela para polvilhar - 4 ameixas secas

Ou na nudez do calor, Nesses imensos sacrifícios,

- ½ xícara de mel Modo de preparo - Cortar as bananas em fatias transversais; - Bater as claras na batedeira até que aumentem seu volume e estejam espumosas, acrescentar as gemas e bater mais um pouco, acrescentar o óleo e o mel e o farelo de aveia e bater até misturar bem. - Colocar este creme em uma vasilha e acrescentar a granola, misturando manualmente. - Em uma forma de bolo untada disponha metade da mistura de granola, espalhando bem para cobrir todo o fundo da forma. - Em seguida disponha as bananas fatiadas em 3 ou 4 camadas.

Em quantos dias de frio

Mercadoria estragada E quanta carreta jogada No fundo dos precipícios. Quando chegava ao destino Ou fazia uma parada, Lembrava da prenda amada Que trazia na lembrança, Carreteiro da esperança Que viveu pelas estradas. - Termine com o restante da mistura de granola. - Enfeite com fatias de banana, ameixa seca e polvilhe com canela. - Leve para assar em forno pré-aquecido a 180ºC durante 45 minutos.

Já andei de ponta a ponta Do meu Rio Grande altaneiro, Se existir reencarnação, Quero voltar carreteiros Pra passar dias inteiros Carreteando no rincão.


14

Sênior - Jornal da Terceira Idade

Geral

Controle de Peso

Médico aplaudido em palestra na ADEHBAC

Ração humana

Dr. Celso Golin falou sobre a pressão alta, diabete e doenças renais

ação, que lembra comida para bicho, é uma expressão corrente entre nutricionistas e pessoas que buscam alcançar algum objetivo com o trato alimentar. Ração humana, afinal, o que é, do que é feita e para que serve? Segundo o técnico em nutrição e dietética, Eduardo Passos, da Cia da Saúde Produtos Naturais, ração humana é o nome dado a um composto de diferentes tipos de cereais integrais ricos em fibras que pode substituir uma refeição por dia. Tido como muito benéfico à saúde, controla o colesterol e os triglicerídeos. Também proporciona o aumento da resistência orgânica, auxiliando o intestino. Ainda são atribuídos à ração humana ação que auxilia na desintoxicação do organismo, aceleração do metabo-

A

Associação de Diabetes e Hipertensos de Balneário Camboriú promoveu concorrida sessão para a apresentação da palestra do médico nefrologista, Dr. Celso Luiz Golim. Falando para uma plateia de mais de cem pessoas, o conferencista abordou tema relacionado com a pressão alta, o diabete e as doenças renais. A sessão que faz parte das reuniões mensais ordinárias da ADEHBAC contou com a presença de personalidades da área médica de Balneário Camboriú, entre quais o Dr. Ulisses Coelho, endocrinologista que presta orientação técnica à entidade que congrega os portadores de diabete e hipertensão de Balneário Camboriú. Também se fizeram presentes o Dr. Jaime Bubba e a

Dr. Celso Luiz Golim apresentou temas relacionados com a pressão alta, o diabete e as doenças renais.

Dra. Tatiana Loddo. O Dr. Celso Golim respondeu às perguntas dos participantes que consideraram a palestra muito proveitosa pelos ensinamentos proporcionados. O palestrante

foi efusivamente aplaudido e muito cumprimentado pelo público. A próxima reunião da ADEHBAC será no dia 9 de abril às 17h. no Salão Paroquial da Igreja Santa Inês.

Saúde Como exercitar o cérebro e recuperar a memória

- Dicas fáceis de seguir e importantes para a saúde

1

Leia. Segundo o neurofarmacologista Ivan Izquerdo, da Pontifícia Universaudade Católica do Rio Grande do Sul, ler é o melhor exercício para preservar as capacidades cognitivas e linguísticas. O hábito de ler livros, jornais e revistas com frequência ajuda a manter a concentração e a memória. 2. Desafie o cérebro. Palavras cruzadas, cálculos, jogos de tabuleiro e até videogame podem ser maneiras divertidas de estimular o raciocínio. 3. Aprenda a tocar um instrumento. Dessa forma, você desenvolve tanto a lógica quanto a sensibilidade necessárias para as noções de

ritmo e melodia. 4. Mexa-se. Atividades físicas mantem a saúde do corpo e da mente, principalmente se essas atividades forem aeróbicas e envolvam coordenação motora ou equilíbrio. Mas antes, consulte um médico para identificar qual a modalidade é a mais apropriada para você. 5. Descanse. Boas horas de sono podem fazer maravilhas pelo seu cérebro. Independentemente da idade, o estresse é um dos maiores causadores das falhas de memória. 6. Alimente-se bem. Tenha um cardápio variado, com carboidratos, proteinas e lipídios.

Março de 2010

R

Saúde

Sênior - Jornal da Terceira Idade

3

Os fitoterápicos agora com a garantia da ANVISA

O que é, do que é feita e para que serve lismo, estimulo à digestão, redução da fome e inibição de boa parte da absorção de gordura no corpo.Alertam os nutricionista que a principal função da ração humana é provocar a perda de peso de maneira saudável. Os exercícios físicos e a ingestão de água ao longo do dia faz com que a eficácia

Março de 2010

do produto se torne de melhor proveito. Os ingredientes da ração dão uma idéia da eficiência do produto. Entram na composição da ração humana: Linhaça, Colágeno,Fibra de Trigo, Aveia, Leite de Soja, Açúcar Mascavo, Levedo, Cacau, Guaraná, Gergelim e Germem de Trigo

A produção e a comercialização desses produtos estão regulamentados

O

s produtores fitoterápicos, aqueles obtidos à base de plantas, foram regulamentados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária. A salutar medida visa, além de disciplinar a produção e a comercialização desses medicamentos, esclarecer os seus usuários, orientando-os para o emprego correto desses produtos.

Os medicamentos fitoterápicos são eficientes, baratos e seu uso está arraigado na cultura popular. O que se necessita é fazer o uso adequado desses produtos. É o que pretende a ANVISA. A ANVISA também estabeleceu o modo de usar cada fitoterápico, para o que serve e quais os seus possíveis efeitos colaterais. O capim cidreira, por exemplo,

é recomendado para cólicas intestinais e uterinas, mas pode aumentar o efeito de medicamentos calmantes. A arnica é indicada para contusões e hematomas, só que, se usada por mais de sete dias, pode provocar irritação da pele. O alho ajuda a combater o colesterol alto e atua também como expectorante, mas deve ser evitado por pessoas com gastrite, pouco açúcar

no sangue ou pressão baixa. A lista da ANVISA levou em conta o que cientificamente já está provado. “Você vai ter todas as informações na embalagem de uma forma clara e precisa. A população disporá de 66 chás para que possa usar com conhecimento e responsabilidade”, declarou Sérgio Panizza, presidente do Conselho Brasileiro de Fitoterápicos.

O mais eloquente comprovante dessa síndrome da deficiência dos serviços de saúde é o que denominamos “êxodo dos médicos: Os nossos médicos estão emigrado para outros municípios onde a remuneração atribuída à categoria é mais condizente com o trabalho tecno-científico desses profissionais. No vizinho município de Itajaí a remuneração atribuída ao médico do quadro municipal é significativamente maior do que em Balneário Camboriú.

Os médicos que prestam serviço através dos órgão públicos municipais de Brusque percebem simplesmente o dobro do que Balneário Camboriú paga a seus médicos. É natural que esses profissionais busquem a quem melhor reconhece os seus préstimos. Com isto, instalou-se a crise. Faltam no serviço público médicos de várias especialidades, como são escassos os generalistas. A remuneração dos médicos do serviço público é pífia. As próprias

autoridades municipais reconhecem. O Conselho Municipal da Saúde, orgão representativo da sociedade com poderes constitucionais para fiscalizar e promover ações de saúde pública, está atento ao grave problema. Na última reunião desse colegiado, inclusive com a presença do Secretário Municipal da Saúde, o assunto foi debatido. Deliberou o órgão solicitar audiência com o Prefeito Municipal para tratar do assunto de forma objetiva e construtiva.

O êxodo dos médicos

U

ma pluralidade de fatores acabou determinando essa crise. A crescente demanda pelos serviços é visível e se constata estatisticamente. Ademais do crescimento populacional da cidade, não se pode deixar de considerar que os serviços médicos de Balneário Camboriú proporcionando pelo poder público tem a demanda acrescida pela clientela de comunidades vizinhas, cujo exemplo mais expressivo é o município de Camboriú.


4

Sabor & Saúde

Sênior - Jornal da Terceira Idade

Março de 2010

Onde se vende saúde

A

Geral

13

Perfil

Dia Internacional da Mulher

Rede de produtos naturais e alimentos saudáveis também em Balneário Camboriú crescente importância que a classe médica vem dispensando à alimentação sadia, fez com que surgissem estabelecimentos especializados em produtos alimentícios saudáveis. Os produtos naturais, atualmente, já são encarados com normalidade por grande parte da população. A Cia. da Saúde é uma rede especializada em produtos naturais e alimentos saudáveis. Em Balneário Camboriú, a Cia. da Saúde é dirigida por Cristina Cristina Frainer é uma convicta defensora da alimentação sadia para a manutenção da saúde das pessoas Frainer, catarinense de

Sênior - Jornal

Março de 2010

Ituporanga, que tem formação superior, sendo graduada enfermeira com especialização em acupuntura, além de ter feito o curso de fitoterapia. É pós-graduada em docência e gestão na área da saúde. Cristina Frainer é uma convicta defensora da alimentação sadia para a manutenção da saúde das pessoas. Ela acredita que a população bem informada pode dar mais valor à boa alimentação, sobretudo adotando o hábito de consumir produtos naturais. Ela salienta que a rede Cia.

da Saúde, além de proporcionar produtos e alimentos de qualidade, mantém à disposição de sua clientela profissionais especializados que podem orientar sobre os produtos adequados a cada situação. A casa oferece, também, a possibilidade de montar kits destinados a situações específicas, como o kit menopausa, kit energético, kit regulador intestinal, entre outros. Merecem destaque os suplementos esportivos, os fitoterápicos e chás os mais variados.

Por ocasião do transcurso do “Dia Internacional da Mulher” comemorado no dia 8 de março, a AMEI prestou várias homenagens às mulheres de Balneário Camboriú. A presidente da AMEI, Amélia Reis, dirigiu à coletividade feminina uma mensagem de carinho a propósito da data. A poetisa Cármen Carvalho integrante da AMEI, é a autora do seguinte poema:

MULHER Mulher muito amada Sempre linda e desejada... Mulher tão contente... Seus desejos ardentes... Mulher submissa, Mulher maltratada Não se faz respeitada! Mulher que é feliz Tem tudo o que quis. Mulher objeto, É pedra, é concreto... Mulher lutadora Aguerrida e criadora! Mulher hoje em dia Não é só poesia. Mulher que trabalha, Mulher mãe e amante, Mulher, mulher, Hoje sabe o que quer! Todo dia é teu dia, Mas hoje é especial Para lembrar-te mulher Geradora de vida!

Imposto de Renda Não será mais obrigatório ao contribuinte sócio de empresa apresentar declaração de imposto de renda.A obrigatoriedade somente permane-

ce para aqueles que obtiveram rendimento superior a R$ 17.215,08 e quem tem bens com valor acima de R$ 300.000,00.

Diane Cadôri

G

raduada psicóloga pela Univali Diane Cadôri diz que fez o curso que realmente desejava. Ela sempre teve uma queda para a área da saúde. A medicina tradicional não a fascinava. A ação do médico é muito invasiva ela julgava não se sentir confortável no desempenho dessa ciência. Fiz esse curso porque gostava. Não fui influenciada. Emprenheime nos estudos com afinco durante os cinco anos do currículo. Todo o curso fiz com dedicação exclusiva. Diane fez especialização na área empresarial, organizacional de recursos humanos e gestão de pessoas. Logo que concluiu o seu curso montou uma consultoria, prestando serviço especializado como autonomia . Trabalha, com

sucesso, nessa área. Ela acaba de concretizar um dos seus sonhos: inaugurou, em parceria com sua irmã a Confraria Café, localizado em ponto privilegiado da cêntrica rua 3300, ao estilo europeu, lembrando os cafés parisienses. Diane consegue conciliar duas atividades profissionais a aparentemente incompatíveis: psicóloga e barista. Ela sabe conciliar outras coisas também. Ela harmoniza a sua condição de jovem bonita e charmosa com a de profissional competente que leva a sério o seu ofício. E o casamento, o que você acha? - Acho ótimo. Tanto que fiquei noiva do homem que eu gosto e vamos casar. - Ele é advogado.


12

Sênior - Jornal da Terceira Idade

Direito

Março de 2010

Fernanda Teodoro

* Luis Silveira da Costa

O

dimento preferencial nos postos de saúde e hospitais municipais, juntamente com as gestantes, deficientes ou portadores de necessidades especiais, devendo os mesmos lugares ser adaptados para os atendimentos. O idoso tem direito de ser vacinado, anualmente, contra gripe e pneumonia, bem como deve ser informado sobre a prevenção e controle da osteoporose, por exemplo. Defende-se que todo o idoso, estan-

do com dificuldades para a internação ou fornecimentos de medicamentos pelo SUS, especialmente nos casos de doenças graves, deve procurar um advogado especializado, para analisar a questão e emitir um parecer, podendo o profissional auxiliar na garantia desses direitos, quando eventualmente não cumpridos. Para fazer valer o direito de tratamento e remédios, nas hipóteses de

dificuldades, é importante providenciar, quando possível, um atestado ou certidão do SUS informando que os remédios necessários ao respectivo tratamento não estão disponíveis, além das cópias dos documentos pessoais, atestados de saúde, dentre outros documentos solicitados pelo advogado. Naturalmente que todos, em especial os idosos, devem cuidar da saúde com prevenção, realizando consultas periódicas, primando por uma alimentação saudável e rotinas com exercícios físicos, para melhorar a qualidade de vida, evitando transtornos.

I

Na bolsa deles não falta nada. O protetor solar para a pele branquinha, as toalhas, o livro Sabrina, uns sanduichinhos, sim porque praia dá fome e tudo custa os olhos da cara, e por último, a melhor invenção dos últimos tempos, aquela que transforma você, mero

de seu Zé, se diverte no mar, há pessoas que trabalham o dia todo de olho na sua segurança. É o caso do sargento Dalmiro Coelho, o salva-vidas em atividade mais antigo do Brasil e do terceiro do mundo. “lá se vão quarenta anos de praia”, orgulhase em dizer.

* O autor é advogado. Dúvidas podem ser dirimidas através do email: redacao@jornalsenior.com.br

Profº Maikon Guérios* donar o cigarro pode aumentar a expectativa de vida em cinco anos. Uma dieta baseada em cereais, frutas, verduras e carnes magras reduz a hipertensão e a taxa de colesterol. Beber com moderação pode evitar danos no cérebro, fígado e no sistema imunológico; manter o peso previne doenças cardíacas, hipertensão e diabetes. Apresentar posturas positivas perante as intempéries da vida, como sorrir, tem um efeito direto sobre o coração, pulmões, músculos abdominais, vasos sanguíneos e o sistema imunológico. Por último e não menos importante, praticar atividade física regular contribui para a melhoria do sistema circulatório, respiratório e ósseo, diminuindo dores nas articulações mesmo em idosos. Hoje não apenas a

O

som estridente e incansável vindo de um minúsculo despertador alaranjado comprado numa dessas lojas de 1,99 anuncia: são oito horas da manhã. Mais um dia de batente? Não, pelo contrário, mais um dia de ócio, porém o primeiro que o seu Zé

.

Qualidade de Vida Tenha hábitos saudáveis nicio este artigo afirmando que “quem tem hábitos saudáveis não apenas vive por muito mais tempo, mas também vive melhor”. Para isso devemos sempre manter o equilíbrio em tudo que fazemos como comer, beber,dormir e exercitar-se. O preço deste desequilíbrio fica cada vez mais caro à medida que envelhecemos. Por isso nunca é tarde para termos bons hábitos, como prática de exercícios físicos regulares, relacionamentos amorosos estáveis, cultivar amizades, evitar o fumo, manter alta atividade mental e utilizar o bom humor para driblarmos o estresse. O modo como vivemos desde nossa mais tenra infância tem grande influência sobre o nosso processo de envelhecimento. Aban-

Olhares

5

Pés de pato ou havaianas

Saúde: um direito do idoso s estudos na área da saúde estão cada vez mais reforçando um quadro otimista para os idosos. Novos remédios, tratamentos e políticas públicas podem melhorar a expectativa de vida dos brasileiros. Estima-se que, em média, os brasileiros passaram a viver 3,4 anos a mais na última década, com perspectiva de 72,7 anos. Para as pessoas que cuidam mais da saúde, o tempo de vida pode ir além, visto que os 72 anos resultam da média dentro de um universo maior de pessoas. O poder público deve garantir ao idoso, por exemplo, acesso à saúde com condições específicas, tendo a obrigação de criar serviços alternativos de saúde para a Terceira Idade, bem como prevenir, promover, proteger e recuperar a saúde do idoso. A “Terceira Idade” deve ter aten-

Sênior - Jornal da Terceira Idade

Março de 2010

caminhada é indicada, mas junto com ela um trabalho de musculação e de alongamento forma um tripé importante para o idoso executar as atividades da vida diária. A caminhada vai atuar sobre o sistema cardio-pulmonar, a musculação sobre o sistema ósseo e muscular e o alongamento, sobre as articulações. Com estas atividades o idoso pode realizar as suas atividades da vida diária como alimentar-se, proceder à sua higiene, locomoverse, participar de grupos O professor Maikon Guérios é em Educação. Integra o quadro sociais e qualquer coisa graduado em Educação Física efetivo da Fundação Municipal que queira fazer dentro pela Universidade de São Pau- de Esportes, sendo o coordenade suas limitações. lo, com licenciatura em Edu- dor do “Programa MaternidaEncerro este artigo convidando todos a cação Física pela FURB nas de Saudável” promovido pela movimentar-se, sempre especializações de Ciências do Prefeitura Municipal de Balnebuscando orientação Movimento Humano, Treina- ário Camboriú, a ser lançado com um profissional de mento Desportivo e mestrado em 31 de março próximo. educação física registrado e com o médico benefícios que a prática proporcionar. Vamos anos a nossa vida, mas para poder assegurar os da atividade física pode adicionar não apenas vida aos nossos anos.

Sgt. Dalmiro Coelho, sempre atento, vigia os banhistas

e a família vindos lá do mortal e anônimo, num Seu Dalmiro é nainterior do Paraná vão expert da fotografia, a tural de Florianópolis curtir a praia, e final- câmera digital tekpix. e foi transferido para mente, o sol. Enquanto a família Balneário Camboriú há

mais de trinta anos já como bombeiro salvavidas. Segundo atestam alguns colegas, essa figura simpática e hiperativa já trabalhou em navios como Titanic e em determinada ocasião atendeu uma ocorrência em que a vítima era nada mais nada menos que Maomé. Brincadeiras a parte, a verdade é que o sgt. Dalmiro tem em sua ficha aproximadamente dois mil salvamentos sem caso algum de morte. Atualmente os salva-vidas fazem um belo trabalho de prevenção na orla. Além de posicionar as bandeiras vermelhas em locais estratégicos que indicam que dez metros para a direita e dez para esquerda são locais de risco, eles caminham pela praia com seus apitos na tentativa de chamar a atenção dos teimosos, e estes são muitos, que insistem em se aventurar no

mar em tais condições. Seu Dalmiro conta que no verão a cidade possui trinta salva-vidas e após a Páscoa, esse número cai para dez. - O ideal seria dispormos de trinta salva-vidas o ano todo e postos nos pontos mais críticos que estão na rua 3100, na 1401 e rua 2000. A nossa conversa fluía animada nas proximidades do Posto 4 quando uma senhora com semblante preocupado nos interrompeu. Ela pediu para o seu Dalmiro ajudar um andarilho que estava sentado na beira do canteiro, mas pela falta de equilíbrio que demonstrava, estava prestes a cair na rua. Rapidamente ele foi até o rapaz, virou sua posição e o deitou no canteiro em segurança. Quando voltou, perguntei se ele estava alcoolizado, ele respondeu que não, só estava cansado

de andar. Dalmiro é uma dessas pessoas que não passam despercebidas. Apaixonado pelo que faz, respeitado pelos colegas, chorão quando homenageado. Se você é morador da cidade, ou esteve por perto da Rua 1400, já deve tê-lo visto. Com sua voz grave e fala ligeira típica dos nativos da Ilha, ele grita na praia, bravo com os banhistas que não respeitam o mar, e se bobear, quando a maré subir e quiser presentear Iemanjá com suas havaianas, lá estará Dalmiro recolhendo uma por uma. Depois é só perguntar aos seus parentes e amigos o que eles ganharam de presente de Natal. Para saber mais sobre suas aventuras entre na Comunidade do Orkut, Amigos do Dalmiro e descubra entre outras coisas, onde foi parar seu chinelo.

Viver Melhor Como exercitar o cérebro e recuperar a memória - Dicas fáceis de seguir e importantes para a sua saúde

1

. Leia. Segundo o neurofarmacologista Ivan Izquerdo, da Pontifícia Universaudade Católica do Rio Grande do Sul, ler é o melhor exercício para preservar as capacidades cognitivas e

linguísticas. O hábito de ler livros, jornais e revistas com frequência ajuda a manter a concentração e a memória. 2. Desafie o cérebro. Palavras cruzadas, cálculos, jogos de tabuleiro e até videogame

podem ser maneiras divertidas de estimular o raciocínio. 3. Aprenda a tocar um instrumento. Dessa forma, você desenvolve tanto a lógica quanto a sensibilidade necessárias para as noções de

ritmo e melodia. 4. Mexa-se. Atividades físicas mantem a saúde do corpo e da mente, principalmente se essas atividades forem aeróbicas e envolvam coordenação motora ou equilíbrio.

Mas antes, consulte um médico para identificar qual a modalidade é a mais apropriada para você. 5. Descanse. Boas horas de sono podem fazer maravilhas pelo seu cérebro. Indepen-

dentemente da idade, o estresse é um dos maiores causadores das falhas de memória. 6. A l i m e n t e - s e bem. Tenha um cardápio variado, com carboidratos, proteinas e lipídios.


6

Nutrição

Sênior - Jornal da Terceira Idade

Março de 2010

Feijão e arroz: combinação perfeita de sabor e saúde

Oculto no seu anel papal, habita um demônio

Cíntia Milene Comelli*

Livros

Sênior - Jornal da Terceira Idade

O Anel A Herança do Último Templário

O feijão nosso de cada dia Brasileirinho”, “baião de dois”, “PF brasileiro”, do norte ao sul do país , são vários os termos utilizados para denominar a dupla arroz-feijão, tradicional na mesa do brasileiro desde o século 18, e que, além de oferecer um delicioso sabor, é uma combinação rica em nutrientes e, portanto, indispensável para uma alimentação saudável e variada. O arroz e o feijão são alimentos amplamente consumidos em toda a América Latina e durante muito tempo tiveram um alto simbolismo na culinária nacional. Nas últimas décadas o brasileiro passou por várias mudanças no estilo de vida, em especial nos hábitos alimentares. Houve grandes modificações na aquisição e consumo de alimentos. A Pesquisa do Orçamento Familiar 2002-2003, realizada pelo IBGE, verificou uma importante redução do consumo do típico prato brasileiro (23% redução do arroz e 30% do feijão), concomitante a um considerável aumento no consumo de produtos industrializados e de baixo valor nutricional. Pergunta-se por que um prato acessível a todas as classes, com alimentos de larga produção nacional, preparo simples e altamente nutritivo teve seu consumo tão diminuído nos últimos anos? O cotidiano da sociedade atual, em que cada vez mais as mulheres ingressam no mercado, a carga de trabalho, a falta de tempo foram alguns dos motivos que levaram as pessoas à realizar suas refei-

Março de 2010

Ismail Ali El Assal ções predominantemente em restaurantes ou em casa, mas utilizando pratos prontos e de preparo rápido, deixando de lado o trivial “brasileirinho”. Está bem evidente que o arroz e o feijão foram substituídos por uma lista de alimentos altamente processados, elaborados e menos nutritivos. De fato, é preciso resgatar a cultura do arroz e feijão pois em termos nutricionais não faltam motivos para valorizar estes alimentos que trazem inúmeros benefícios a saúde, e inseri-los com freqüência no cardápio diário. O arroz, além de ser uma fonte rica em

destaca-se a vitamina B1 que exerce uma função especial na memória. O feijão por sua vez oferece proteínas, significativa quantidade de ferro, o que é importante na prevenção da anemia, e alto teor de fibras que contribuem para o bom funcionamento intestinal e para a manutenção de níveis normais de colesterol e glicose no sangue. Ressalta-se que o feijão e o arroz quando consumidos juntos apresentam ainda maior valor nutritivo, pois, o arroz é fonte de metionina e o feijão de lisina, dois aminoácidos essenciais que se combinam oferecendo uma proteína de alta qualidade, comparável inclusive à proteína da carne. Há quem diga que feijão com arroz engorda o que sem dúvida é um mito, só engorda se for consumido em excesso como aconteceria com qualquer outro alimento. Ao contrário, o consumo moderado destes dois alimentos pode ser um aliado das dietas, já que as fibras presentes no feijão auxiliam na saciedade, no controle da glicemia e do colesterol, sendo interessante seu consumo também por indivíduos portadores de diabetes. Depois de tantos benefícios, que tal um feijão com arroz no menu de hoje? ....................

Feijão e arroz, combinação perfeita

carboidratos que fornecem energia, contém proteínas e vitaminas dos complexo B, dentre as quais

*Cíntia Milene Comelli é Nutricionista

CRN10 2147P

clinicfood.cintia@yahoo.com.br

J

orge Molist é espanhol, nascido em Barcelona em 1951 e residindo em Madri atualmente. Engenheiro industrial, viveu vários anos nos Estados Unidos. Seu livro de estréia, Os muros de Jericó, teve uma ótima acolhida pela crítica e pelo público. Seguiu-se Presságio e, depois, O Anel – A Herança do Último Templário, ganhador do Prêmio de Romance Histórico Alfonso X , o Sábio, de 2004. Cristina, nossa heroína, conta sua saga a partir do dia de seu aniversário de 27 anos, quando recebe dois aneis, igualmente belos, mas com intenções e histórias muito diferentes. O primeiro, um belo brilhante, consolida um pedido de casamento e noivado. O outro, um anel de ouro com um vidro vermelho engastado, parece bastante antigo. O que parecia ser um vidro vermelho revela-se um rubi, precioso, porém ao usar a joia ela passa a ter pesadelos que a transportam para o passado. Pessoas gritam, torres desabam e através de brechas homens assaltam o local onde está, com suas espadas, lanças e bestas, protegidos com elmos de ferro, cotas de malha e escudos. Em meio a este sonho ela percebe que tudo mudou e nada mais será como antes. O anel vermelho a levará de volta a Barcelona, cidade em que nasceu e de onde imigrou, junto com sua

mãe, para os Estados Unidos. Enric, seu padrinho, já morto em circunstância misteriosa é quem lhe deixa o anel. Sua busca será também para resgatar as lembranças, que o autor denomina de biblioteca de nostalgias. A leitura é absorvente fazendo com que não a interrompamos até terminarmos o livro. O ritmo é acelerado, os fatos novos e personagens são apresentados de uma forma envolvente. Parte da história das cruzadas é contada. Ficção e realidade se mesclam, ficando a sensação de mistério e a vontade que temos de ajudar na busca do tesouro dos Templários. Enric acreditava que a vida transcorria como uma viagem até Ítaca, a Ítaca de cada um; que a vida está na caminhada, não na chegada. O conhecimento de Jorge Molist é bastante profundo sobre a Ordem dos Templários. Sua época é retratada de forma fiel, e alguns de seus símbolos bastante esmiuçados. De resto, aproveite a leitura para mergulhar na história de Cristina Wilson e seus amigos.

O Anel A herança do último templário Autor:Jorge Molist Preço: R$ 44,90 Formato: 16 x 22,5 cm

11

Vivência

O teatro da vida

Como no palco os atores representam, nós também na vida diária, encenamos nossos papeis Marco Votto

A

vida é um teatro e disso não devemos ter a menor dúvida. Às vezes somos atores principais e em outros momentos somos apenas coadjuvantes. O fato é que participamos de uma grande “peça” em que trocamos os figurinos e alteramos os ânimos conforme o título da “obra” que se está encenado. Você acorda, dá um beijo na esposa, vai ao banheiro faz suas necessidades, toma banho e aí já começa a se caracterizar para entrar em cena. Muitos de nós fazemos a barba porque assim requer o personagem. Enxugamo-nos e nos encaminhamos ao quarto para nos vestirmos e podermos representar nossas profissões. Assim, médicos, dentistas, enfermeiros, farmacêuticos e pais de santo vestem-se de branco. Os executivos das mais diversas áreas colocam os seus ternos, os engenheiros seus capacetes de proteção, os jardineiros, mecânicos e frentistas seus macacões e, assim, todos iniciam o seu dia. A maior prova de que você encena, está

nas mais diversas formas como você trata as pessoas durante o dia.

nada de trabalho, você retira o traje que o caracterizava e veste o figurino para o seu outro “papel”, seja de pai, marido ou filho. O seu “script” é alterado conforme a necessidade de seu personagem e, às vezes, você que já encena naturalmente na vida, traz do mundo virtual características para sua interpretação no mundo real. De fato, se você prestar bastante atenção vai observar que as novelas muitas vezes cunham frases ou palavras que viram “chavões” e passam a ser utilizadas imediatamente pelos personagens na vida real. Assim, expressões como: “Com certeza”, “Faz parte”, “Ninguém merece” e tantas outras começaram a “imperar” de forma massiva no vocabulário dos personagens da vida real. Ao final do dia, como no camarim após a apresentação, você, em casa, retira a “maquiagem” ou o vestuário que o caracterizou para, livre da “fantasia”, prepara-se para no dia seguinte reiniciar a encenação.

Ninguém cumprimenta seu chefe ou seus superiores da mesma forma como cumprimenta seus familiares. A entonação da voz também se altera conforme o “papel” que você desempenha. Numa reunião de negócios ou num atendimento de consulta médica sua voz é entonada possivelmente mais grave.Numa situação a dois, num momento de carinho, sua voz fica mais “melosa”, mais “dengosa” e assim você vai alterando a voz conforme a necessidade do seu personagem. Ao chegar em casa, Afinal, o show não pode já finalizando sua jor- parar!


10

Sênior - Jornal da Terceira Idade

Qualidade de Vida Em busca do Diabético Desconhecido Dr. Ulisses Coelho, Médico Endocrinologista

Um estudo censitário realizado, já há alguns anos, pelo Ministério da Saúde com apoio da sociedade Brasileira de Diabete, revelou que cerca de 50% das pessoas não conheciam o diagnóstico, ou seja, tinham diabete e não sabiam.

S

e você... Tem mais de 40 anos, é obeso, sedentário e tem um familiar diabético e está: - Com sede excessiva, - Urinando demais - Com muita fome (come demais), - Cansado inexplicavelmente. É provável que esteja com Diabete Mellitus. O que fazer se isto estiver acontecendo: Procurar a unidade de saúde mais próxima de sua casa, cadastrar-se e fazer o teste de glicemia. Se o resultado apresentar alterações, o profissional de saúde que o atendeu vai lhe encaminhar ao médico para orientar o tratamento mais adequado. O que é Diabete? É uma doença crônica caracterizada pelo aumento da taxa de glicose no sangue. A taxa de glicose no sangue estando a pessoa em jejum,estando nos diabéticos, acima de 126 mg/dl está dentro da normalidade. O diagnóstico precoce é de suma importância para manter a doença sob controle. Tanto assim que a Organização Mundial da Saúde (OMS) e a International Diabete Federation (IDF) instituíram o Dia Internacional do Diabete, que se celebra todos os anos no dia 14 de novembro. Foi estabelecida essa data para que seja feita uma ampla divulgação da enfermidade, visando

a descobrir novos casos e o bom controle de quem já sabe ser diabético. Entre os grupos mais vulneráveis a diabete estão os idosos, pessoas com deficiência, populações indígenas, comunidades imigrantes, minorias étnicas ou isoladas geograficamente. Como prevenir: Mantendo o peso ideal para a altura; Evitando excesso de açúcar, gordura e sal; Tendo atividade física regular; Controlando a pressão arterial; Evitando o fumo, o álcool e o estresse. Como controlar o Diabete: Para quem já sabe ser portador deste distúrbio metabólico é recomendável: dieta, medicação (se necessário), atividade física regular, fazer exames laboratoriais periódicos (automonitorização, se possível) consultas médicas em prazos pré-determinados e participar da Associação dos Diabéticos de sua cidade (ADEHBAC, em Balneário Camboriú). O segredo do tratamento é manter o bom controle, pois as complicações e as hospitalizações serão evitadas e a vida será mais saudável, mais longa e com melhor qualidade de bem estar. Diabete pode ocorrer em qualquer idade, porém é mais frequente depois dos 40 anos.

Março de 2010

Geral Academia de Letra de BC apresenta sua Bandeira No “Dia do Poeta” a Academia promoveu concurso de poesias para o público infantil e adulto

A

Academia de Letras de Balneário Camboriú, que reúne em suas fileiras a elite do pensamento literário da cidade, já completou 7 anos de atividade, tendo no dia cinco de março promovido a solenidade de entrega da Bandeira da Academia. A presidente da entidade, acadêmica Marah de Souza, falou sobre a instalação da Academia, dizendo que foi um grupo de intelectuais, entre escritores e poetas, que levou adiante a ideia de se criar uma entidade de foros acadêmicos para congregar os que, em Balneário Camboriú, se dedicam à cultura das artes poé-

ticas e literária. Assim, em 1999, realizou-se na residência da escritora Ana Branca Maia Cardoso a primeira reunião administrativa da entidade que viria a ser a Academia de Letras de Balneário Camboriú. Os fundadores foram 20 pessoas e a instalação oficial em 2003. A Academia conta com 40 cadeiras acadêmicas que não estão to- Marah de Souza, presidente da ALBC talmente preenchidas. Entidade atuante, um concurso de poesias apresenta atividades infantil e adulto. Marah Souza, que todos os meses do seu período ativo que vai preside a Academia de março a dezembro. pelo segundo mandaEm 14 de março, que é to consecutivo, deverá o Dia do Poeta, a Aca- passar o cargo para o demia promoveu um próximo presidente a encontro dedicado à ser eleito ainda no 1º Poesia, patrocinando semestre deste ano.

Sênior - Jornal da Terceira Idade

Março de 2010

Economia

7

Crédito Consignado Facilidade que vira armadilha: com desconto em folha aposentados e pensionistas comprometem sua renda mensal

T

odo mundo conhece o adágio popular que diz: “quando a esmola é demais o santo desconfia”. Pois bem, o crédito consignado que as instituições bancárias oferecem a pensionistas e aposentados pode representar uma armadilha. Não que os bancos e financeiras ajam de má fé ou de forma incorreta. Os tomadores de empréstimos, no afã de por a mão no dinheiro, esquecem-se de calcular o tamanho do corte que sofrerão no montante do seu benefício mensal. Disso resulta levas de idosos “apertados”, pois tiveram reduzido o valor do seu benefício. O montante de crédito consignado atingiu, no ano passado, 22 bilhões de reais. Em levantamento encomendado pela Federação dos Trabalhadores Aposentados e Pensionistas, foram

revelados dados curiosos. Grande parte dos empréstimos consignados concedidos a aposentados e pensionistas não se destina aos tomadores. Com a consignação em folha o mutuários não necessita comprovar renda, nem fica sujeito às restrições do SPC ou do Serasa. Então aparece um “grande amigo” ou parente com uma “grande necessidade”, que pede para o aposentado contribuir o empréstimo que o parente ou amigo irá saldando mensalmente. Ai o amigo ou parente não consegue pagar e o titular da operação tem seu benefício mensal podado pelo desconto. A dívida com a instituição financeira é do aposentado; a dívida do familiar ou conhecido é, apenas, de ordem moral. Dicas para contrair empréstimo consignado

Evite Armadilhas - Procure evitar empréstimo no sistema Financeiro. - Antes de contrair um empréstimo, tente conseguir o dinheiro com algum familiar ou

pesquise as diferentes taxas oferecidas pelas instituições de crédito. - Faça uma reestruturação dos gastos, procurando verificar quanto você pode economizar por mês e as-

de parcelas. - Se tomar um empréstimo a pedido de um familiar que busca as taxas mais baixas cobradas dos aposentados, leve em consideração no seu planejamento que a pessoa pode não pagar.

renda para empréstimo pessoal consignado e 10% exclusivamente para o cartão de crédito consignado a que a categoria tem direito.

Máximo de Parcelas – 60 meses. Documentos – Documento de Identidade Simulação Preste Atenção ou carteira de HabilitaO juro máximo ção e CPF. Empréstimo do empréstimo pessoR$ 1.000,00 al consignado para os Obrigação do Agente Taxa de Juros aposentados é 2,34% e As instituições de2,34% 3,36% no cartão. En- vem informar previaNúmero de Parcelas tre os bancos, o menor mente o valor total fijuro é de 1,87% ao mês, nanciado, a taxa mensal 60 conforme recente tabe- e anual de juros, (moraValor da Parcela la publicada pelo Ban- tórios e tributários), o R$ 30,47 co Central. De 1,01 ao valor, número e perioValor Pago mês a 22,51% ao mês é dicidade das prestações R$ 1.828,20 a variação dos juros do e a soma total a pagar Diferença crédito pessoal, confor- pelo empréstimo. R$ 828,20 me o Banco Central. Direitos Regras do do Tomador consignado -Ao assinar o conValor – O máximo trato, o beneficiário da renda a ser compro- deverá exigir a via do metida não pode ultra- mesmo. O beneficiávendendo um bem que suma parcelas de valor passar 30% do valor da rio não está obrigada a não seja indispensável. que conseguirá pagar. aposentadoria ou pen- tomar empréstimo no - Se tiver que fa- Se puder, opte pelo são recebida pelo bene- banco em que recebe zer um empréstimo, menor número possível ficiário, sendo 20% da benefício mensal.

ADEHBAC ASSOCIAÇÃO DE DIABÉTICOS E HIPERTENSOS DE BALNEÁRIO CAMBORIÚ

CONVITE A ADEHBAC convida os associados para a sua reunião mensal, dia 09 de abril, sexta-feira, no Salão Paroquial da Igreja Santa Inês, com início às 15 horas. Na oportunidade pronunciará palestra o Prof. Maikon Guérios, abordando a importância do exercício físico para a saúde. Tendo em vista a abrangência da palestra, o convite para a reunião é extensivo a quantos tenham interesse em participar do evento.


8

Sênior - Jornal da Terceira Idade

Saúde

Gripe e Diabetes não é uma boa combinação No inverno muita gente fica gripada e os diabéticos devem redobrar os cuidados para não contrair o mal

T

odos sabemos que o frio do inverno faz com que a gripe atinja muita gente. Para os diabéticos, a gripe pode influenciar no controle da doença. Temos, portanto, de ter atenção redobrada quando se trata de portadores de diabete. Adotar uma alimentação balanceada e beber muito líquido pode diminuir bastante o risco de controlar as taxas de glicemia. É importante manter monitorização rigorosa. Fique atento para estas recomendações: - A utilização de

medicamentos vai depender do seu quadro clínico. - Usar remédios não prescritos por médicos é um risco para o paciente diabético. Alguns contem açúcar na sua fórmula e podem elevar a taxa de glicemia. - Não se deve suspender a insulina, mesmo quando se estiver usando remédios para a gripe. É bom consultar o médico. Ele é quem vai ajustar as doses de insulina, dependendo do antigripal adotado. - Beba bastante líquido. - Tenha uma alimentação saudável, rica em

carboidratos e pobre em gordura e açúcar. - Repouse. - Evite grandes choques de temperatura. - Utilize lenços de papel em vez dos de tecido. - Evite contato com pessoas gripadas em ambientes fechados por muito tempo. - Respire pelo nariz, para que o ar receba o aquecimento adequado. - Evite fumo e álcool. Também não esqueça de se vacinar contra a gripe. Fonte:Sociedade Brasileira de Diabetes.

Gripe “A”: Prevenção é o melhor remédio Dicas para evitar a contaminação do vírus H1N1 e a sua transmissão

-

Cubra o nariz e a boca, de preferência com lenço descartável, ao tossir ou respirar. Caso não disponha de lenço no momento, utilize a manga da blusa ou da camisa; -Lave as mãos depois de tossir ou de espirrar; -Evite cumprimentar com a mão ou com

beijo, enquanto estiver doente; -Evite compartilhar copos, pratos, talheres, objetos pessoais, evitando beber no copo de outas pessoas; -Evite aglomerações; -Mantenha-se longe de pessoas com sintomas de gripe; -Evite tocar nos olhos,

na boca e no nariz; -Não cuspa no chão; -Mantenha o ambiente higienizado, com ventilação externa, mas evitando formar corrente de ar; -Utilize sempre álcool em gel para higienização das mãos; -Não se automedique.

Geral Convívio de idosos nos “Encontros de Vida” Primeira reunião do ano será dia 20 de abril no Salão Paroquial da I. Santa Inês O grupo de idosos que se congrega em torno das “Reuniões de Vida” promoverá sua primeira sessão do ano no dia 20 de abril, com início às oito horas da noite nas dependências do Salão Paroquial da Igreja Santa Inês, no centro de Balneário Camboriú, com entrada franca. As atividades da turma dos “Encontros de Vida” desenvolvem-se sem quaisquer formalidades, esperando-se dos seus frequentadores apenas a alegria de viver. Nessas sessões ouvem-se palestras abordando saúde, assuntos de interesse coletivo e do maior proveito. Além dos “artistas” convidados, são apresentados números variados de canto, música, poesia e manifestações da plateia sobre o assuntos os mais diversos. O ponto alto dos encontros é a oportunidade do convívio, prática tão necessária e, às vezes, tão difícil de conseguir. Coordena os “Encontros de Vida” o médico endocrinologista Dr. Ulisses Coelho que idealizou essa prática, hoje adota por dezenas de pessoas, homens e mulheres.

Março de 2010

9

Sênior - Jornal da Terceira Idade

Março de 2010

Concurso de Contos & Crônicas Memórias

Falando de saudade A. Ribeiro

N

oHoje quero falar de saudade... Por onde começar? Talvez pela infância, que apesar da pobreza; tinha o jogo de peteca no campinho ao lado da casa, na longínqua Uruguaiana (RS); pés descalços (difícil era tirar as rosetas, espécie de espinho) quando espetavam, doííía! Chinelas? Só tinha um par que era pra colocar depois de “se lavar” à noitinha. A mãe chamando no portãozinho e a gente gritando: - Só mais um pouquinho! Ahhh, e o joguinho das 5 Marias? Quem não se lembra? Fazer bolinho de barro debaixo da casa que era alta do chão, e nós, muito magricelas, nos “espremendo” bem, conseguimos passar para nosso esconderijo de criança inocentes e sonhadoras. Tanto que eu queria entender a jogar bolita (bolinha de gude), mas nem pensar,

era só para guri, as meninas só olhavam. Meu irmão tinha um calo no dedo! Será que ele lembra disso? Bom era quando a mãe juntava uns trocados das costuras e ia fazer comprar em Paso de Los Libres. Ela ia de “carro de praça”. Acreditem: um Ford Bigode 29, de modelo manivela na frente. Roncava, sacudia, até que “pegava”. Ahhh, a goiabada e a marmelada da Argentina...água na boa só de lembrar. Saudades... Passar férias na casa dos avós, moravam no campo, 3 léguas da cidade, carroça chacoalhando, saudade... As madrugadas geladas e do leite quentinho com canela, tirado da vaca já direto na caneca, meio descascada, mas quem ligava? O amado vô levava na cama para netas, isso lá pelas 5.30 da manhã, depois era só virar para o canto e dormir de

novo. Saudade doce e saborosa essa... Depois, pouco mais de 12 anos, já no curso ginasial, sentadinha na última fileira para, se possível, ninguém enxergar a gente, principalmente o professor, mas qual, ela chamava as alunas e com tantas perguntas...rubor subindo às faces, voz sumida, mãos suando, até esquecia do que havia estudado. Disso não tenho saudade de bandida timidez. Mas, em compensação, havia o prof. Fidélis que deixava as meninas todas com a cabeça nas nuvens. Lindo! O que lecionava francês era da França mesmo. Se bem me lembro, se chamava Jean Puig. E os sonhos platônicos? Olhares para o garoto mais bonito do colégio (já era um homem, tinha 17 anos!) e... namorava a menina rica do colégio das frei-

O

Regulamento

“Concurso Permanente de Contos” do Sênior tem por objetivo dar aos leitores a oportunidade da publicação de trabalhos literários que, muitas vezes já escritos, permanecem inéditos. De outra parte, queremos com isto despertar e estimular a criatividade de nosso público. Assim, quem desejar participar do nosso concurso deverá seguir o seguinte roteiro: Tema: O tema é livre, ficando inteiramente a critério do participante.Os trabalhos não podem ultrapassar a 4 laudas em espaço 2, corpo 12. ras... Saudade do cheirinho da flor das laranjeiras do quintal, da terra e da grama molhada, após a chuva... do balanço de corda feito no galho mais forte, corpo e tranças voando, mais alto, mais alto...pé querendo “tocar o céu”. Só lhes conto das saudades boas, como essa: com cheiro e gosto de canela que era nosso

Acompanhando os originais deverão ser informados o nome do autor, o pseudônimo (facultativo) e endereço, ou pelo e-mail redacao@jornalsenior.com.br.

Os trabalhos serão analisados pela editoria literária que os julgará a seu exclusivo critério, escolhendo o melhor conto. A obra vencedora será publicada na edição do mês seguinte. Os autores ficam cientes que ao participar do Concurso concordam em autorizar a publicação dos trabalhos literários.

chiclete preferido, ele sempre me trazia. Ele foi o responsável por eu me apaixonar...aos 34 anos. Amor esse que meio tarde me chegou e como uma avalanche “tomou a donzela”, derrubando suas barreiras, seus medos e sua timidez. Saudade das mãos entrelaçadas, olhos nos olhos, coração acelerado, arrepio na espinha. Essa é para

mim a melhor saudade. Inesquecível de um amor vivido em toda sua plenitude. De muitas “outras saudades” poderia lhes contar, mas o relógio já avançou na madrugada e uma lágrima boba umedece meus óculos. Como escrever assim? Saudade...também da época que não precisava usar óculos!...


Edição no. 10