Page 428

— Mmm... você e eu estamos estreando juntos em muitas coisas, — diz com total naturalidade. — O que te hei dito em sonhos, Chris... err... senhor? Interrompe um momento a massagem. — Disse-me um montão de coisas, Anastásia. Falou de jaulas e morangos, me disse que queria mais e que sentia minha falta. Ah, graças a Deus. — Só isso? — Pergunto com evidente alívio. Christian conclui sua esplêndida massagem e se deita a meu lado, fincando o cotovelo na cama para levantar a cabeça. Olha-me carrancudo. — O que pensava que tinha dito? OH, merda. — Que eu tinha dito que você era feio e arrogante, e que era um desastre na cama. Franzido ainda mais o cenho — Certo, está claro que tudo isso é verdade, mas agora me deixou intrigado de verdade. O que é o que me esconde, senhorita Steele? Pisco com ar inocente. — Não te escondo nada. — Anastásia, — lembra. — Pensava que fosse me fazer rir depois do sexo. — Pois por aí vamos mal. — Esboça um sorriso. — Não sei contar piadas. — Senhor Grey! Ha alguma coisa que não sabe fazer? — Digo sorrindo, e ele me sorri também. — Não, aparentemente contar piadas. Adota um ar tão digno que me faz rir. — Eu também não os conto. —Eu adoro te ouvir rir, — murmura, se inclina e me beija. — Esconde-me alguma coisa, Anastásia? Vou ter que te torturar para surrupiar isso de você, Sei que algo te preocupa.

Capítulo 26 432

50 tons de cinza  
Advertisement