Page 209

Christian! Eu olhei fixamente para ele, implorando para que ele recusasse. Eu precisava de espaço para pensar… oh que merda eu fiz? — Obrigado, Sr. Steele, mas eu tenho planos. Foi um prazer conhecer você, senhor. — Igualmente, — Ray respondeu. — Cuide de minha menininha. — Oh, é só o que eu pretendo, Sr. Steele. Eles apertaram as mãos. Eu tive náuseas. Ray não tinha nenhuma ideia do quão Christian pretendia cuidar de mim. Christian tomou a minha mão e levantou-a até os seus lábios e beijou as minhas juntas ternamente, seus olhos ardentes estavam grudados em mim. — Mais tarde, Senhorita Steele, — ele respirou, sua voz era uma promessa total. Minha barriga enrolou com o pensado… oh meu Deus. Agarre-se… mais tarde? Ray tomou o meu cotovelo e me levou em direção à entrada barraca. — Pareça um homem jovem sólido. Muito apresentável também. Você podia fazer muito pior, Annie. Entretanto por que eu tive que ouvir sobre ele por Katherine, — ele ralhou. Eu encolhi os ombros apologeticamente. — Bem, qualquer homem que goste de pescar está bom para mim. Misericórdia, Ray também o aprova. Se ele soubesse. Ray voltou para casa ao entardecer. — Ligue para sua mãe, — ele disse. — Eu irei. Obrigado por vir, Papai. — Não teria faltado a isto por nada no mundo, Annie. Você me fez tão orgulhoso. Oh não. Eu não vou ficar sentimental. Um enorme nó formou em minha garganta, eu abracei-o, forte. Ele pôs seus braços ao redor de mim, confuso e eu não pude ajudar nisso, uma cachoeira de lágrimas estavam em meus olhos. — Ei, Annie, querida, — Ray sussurrou. — Grande e velho dia… hein? Quer que eu entre e faça um chá para você? Eu ri, apesar de minhas lágrimas. O chá é sempre uma resposta de acordo com Ray. Eu lembro da minha mãe reclamando com ele, dizendo que ele sempre estava pronto para o chá e simpatia, ele era sempre bom no chá, mas não tão quente na simpatia. — Não, Papai, eu estou bem. Foi realmente maravilhoso ver você. Eu o visitarei tão logo que me estabeleça em Seattle. — Boa sorte com as entrevistas. Deixe-me saber como elas vão. — Com certeza, Papai. — Amo você, Annie. — Amo você também, Papai.

213

50 tons de cinza  
Advertisement