Page 172

— Quem disse que o romantismo tinha morrido? — ela murmura horrorizada. Eu choquei a Kate. Não pensava que isso fora possível. Encolho os ombros, como desculpa. — Ele utiliza o sexo como uma arma. — Fode você para submetê-la? – Ela sacode a cabeça com desaprovação. Eu pisco rapidamente para ela, e eu sinto o rubor se espalhando pelo meu rosto. Oh... na mosca, Katherine Kavanagh, ganhadora do premio Pulitzer de jornalismo. — Ana, não a entendo, e você faz amor com ele? — Não, Kate, não fazemos amor... fodemos... como diz Christian. Ele não está interessado em amor. — Sabia que havia algo estranho nele. Tem problema em assumir compromisso. Eu concordo, como se estivesse de acordo, mas por dentro suspiro. Oh, Kate... eu gostaria de lhe contar tudo sobre este tipo estranho, triste e perverso, e gostaria que você pudesse me dizer para esquecê-lo, para deixar de ser tola. — Eu acho que é uma situação bastante esmagadora, — murmuro. Esse é o eufemismo do ano. Porque eu não quero mais falar sobre Christian, eu pergunto sobre Elliot. Só de mencionar o seu nome, a atitude de Katherine muda radicalmente, seu rosto se ilumina, sorrindo para mim. — Ele virá cedo no sábado para nos ajudar na mudança. Abraça a escova com força contra seu peito, ela se deu bem, e sinto uma vaga e familiar pontada de inveja. Kate encontrou um homem normal e parece muito feliz. Eu viro para ela e a abraço. — Ah, quase tinha me esquecimento. Seu pai ligou quando estava... bem, ocupada. Parece que Bob teve um pequeno acidente, assim, sua mãe e ele não poderão vir à entrega do diploma. Mas seu pai estará aqui na quintafeira. Ele quer que você ligue para ele. — Oh... minha mãe não me ligaria para me dizer isso. O Bob está bem? — Sim. Ligue para ela de manhã. Agora é tarde. — Obrigada, Kate. Já estou bem, agora. Amanhã ligarei também para o Ray. Acredito que vou-me deitar. — Ela me sorri, mas aperta seus olhos, preocupada. Quando ela saiu, sento-me, volto a ler o contrato e vou tomando notas. Uma vez que terminei, ligo o computador disposta a lhe responder. Em minha caixa de entrada há um e-mail do Christian.

De: Christian Grey 176

50 tons de cinza  
Advertisement