Page 137

— Ei, tenho entrevistas! Dentro de duas semanas, em Seattle, para fazer estágio. — Em uma editora? — Para duas delas! — Eu lhe disse que seu curiculum acadêmico lhe abriria portas, Ana. Kate já tem seu posto para fazer as práticas no The Seattle Time, é obvio. Seu pai conhece alguém, que conhece alguém. — Como Elliot se sente por você sair de férias? — pergunto-lhe. Kate se dirige para a cozinha, e pela primeira vez desde que cheguei parece desconsolada. — Ele entende. Uma parte de mim não quer partir, mas é tentador demais ficar tomando banho de sol um par de semanas. Além disso, minha mãe não deixa de insistir, porque acredita que serão nossas últimas férias em família, antes que Ethan e eu comecemos a trabalhar a sério. Eu nunca saí dos Estados Unidos. Kate vai por duas semanas a Barbados, com seus pais e seu irmão, Ethan. Ficarei sozinha duas semanas, sem Kate, na casa nova. Será estranho. Ethan esteve viajando pelo mundo desde o ano passado, depois de graduar-se. Por um momento me pergunto se o verei antes que saiam de férias. É um tipo muito simpático. O telefone me tira de meu devaneio. — Deve ser José. Suspiro. Sei que tenho que falar com ele. Levanto o telefone. — Alô. — Ana, você voltou! — exclama José aliviado. — Obviamente. — Respondo-lhe com certo sarcasmo e rolo os olhos para o telefone. Ele fica em silencio por um momento. — Posso ver você? Sinto muito sobre sexta-feira. Estava bêbado... e você... bem. Ana, me perdoe, por favor. — Claro que te perdoo, José. Mas não repita isso de novo. Sabe quais são meus sentimentos por você. Ele suspira profundamente, com tristeza. — Eu sei, Ana. Mas pensei que se beijasse você, possivelmente seus sentimentos mudassem. — José eu te amo fraternamente, você é muito importante para mim. É como o irmão que nunca tive. E isso não vai mudar. Você sabe disso. — Eu sei que o estou magoando, mas é a verdade. — Então, você saiu com ele? — pergunta-me com desdém. — José, não sai com ninguém. — Mas você passou a noite com ele. — Não é da sua conta! — É pelo dinheiro? — José! Como se atreve? — grito-lhe, atônita por seu atrevimento. 141

50 tons de cinza