Page 1

INFO

Edição 04 - Março de 2011

PALAVRA DO PRESIDENTE Mundo Moderno Hoje em dia vemos na TV e lemos nos jornais, várias matérias tratando do perigo da desindustrialização de nosso país, e citam as importações como causa principal do problema. Antes de falar sobre isso, gostaria de lembrar os mais velhos e explicar aos mais novos que o nosso primeiro presidente eleito pelo voto direto, o Sr. Fernando Collor de Melo, fez um grande benefício ao Brasil quando decidiu abrir as fronteiras do nosso país para produtos estrangeiros (vamos deixar de lado todos os erros que ele cometeu). Até o seu governo, quase nada podia ser importado e nós éramos obrigados a consumir somente o que produzíamos, e muitos de nossos produtos eram de baixa qualidade. Na época, o nosso próprio presidente disse, com muita propriedade, que os nossos automóveis eram verdadeiras carroças frente aos produzidos em outros países. De lá para cá as nossas indústrias tiveram um salto tecnológico e o Brasil começou a produzir produtos melhores. Nós consumidores ganhamos muito com isso, pois hoje temos o poder de escolher dentre os melhores produtos. Escolhemos o que queremos, seja importado ou produzido pela indústria nacional. Tenho certeza que um país só se desenvolve quando troca conhecimento com outros países, seja ele através de serviços ou produtos, e nosso país tem crescido muito com isso. É óbvio que em qualquer situação de um país mais aberto ou mais

fechado, existem sempre os grupos que se favorecem com esta ou aquela situação. Por isso, penso que a sociedade deve ser esclarecida sobre todas as situações, para entender o que é melhor para o País e não para grupos isolados. O que o país precisa para não se desindustrializar é ter uma política de juros menores, para que nossos empresários tenham condições de investir mais na produção local. Precisamos de uma reforma tributária, que desonere a produção e que tribute muito mais a renda das empresas do que simplesmente a venda de produtos. E precisamos de mais infraestrutura para reduzir o chamado custo Brasil, para que nossas empresas possam competir no exterior, de igual para igual. Se apenas criarmos barreiras para as importações, favoreceríamos no curto prazo algumas empresas e prejudicaríamos milhares de consumidores, pois os mesmos não teriam mais acesso aos produtos de sua escolha e seriam limitados a consumir somente o que o mercado oferece. Além disso, trará de volta o fantasma da inflação, pois nossas indústrias não tem capacidade de produção para satisfazer a demanda do nosso país. E sabem por quê? Pela falta de investimentos, pois os juros são altos e nossos empresários precisam pegar dinheiro emprestado na rede bancária, para pagar os impostos sobre as vendas de seus produtos, sem saber se terão lucro, pois nosso sistema tributário é assim. Conclusão: O trabalho não é simples, fácil ou pequeno. O país precisa de tempo, pois a reestruturação é demorada, mas necessária.

André Ricardo Souto Maior Presidente

Proimport ganha Prêmio A WORLDCOB (World Confederation Of Business), reconhecida organização mundial empresarial sediada em Houston, Texas/EUA, premiou a Proimport com o THE BIZZ 2011 (Peak of Sucess Award), pelo reconhecimento internacional de excelência empresarial. A avaliação pelo prêmio foi gerada por pesquisas de mercado e indicações de clientes e fornecedores internacionais. Tal prêmio avalia Liderança Empresarial, Sistemas de Gestão, Qualidade de Produtos, Inovação e Responsabilidade Social. Uma vez por ano, é realizada uma cerimônia para entrega dos prêmios, já que existem diferentes premiações para vários setores. Este ano a entrega será em Orlando/EUA, nos dias 24 e 25 de junho, no Disney Grand Floridian Resort & Spa. Empresas como Coca-Cola, Microsoft e Unilever já receberam o prêmio em edições anteriores. Por Fernando Meira


Comercial Por Fernando Meira

para todos, organizamos uma festa de confraternização no dia 19 de novembro, no “Galeras Beach Bar”, situado na Praia Brava em Itajaí, na qual contamos com a presença de 300 pessoas em mais de 10 horas de

Feliz 2011 2011 será mais um ano de muitas expectativas de crescimento e bons negócios. É com esse otimismo que comemoramos 10 anos de Proimport Brasil. Em meados de 2001, a empresa iniciou suas atividades com um pequeno escritório em Vitória/ES e com apenas 2 funcionários. Com o decorrer dos anos, novos clientes e modalidades de importação surgiram. Consequentemente novas filiais foram abertas e novos colaboradores foram contratados. Muito trabalho e dedicação para superar momentos difíceis como o forte aumento do câmbio em 2002, que chegou a valer R$ 4,00, crise econômica mundial de 2008, juntamente com os desastres causados pelas chuvas em Santa Catarina, onde tivemos colaboradores que perderam seus bens e foram obrigados a recomeçar suas vidas, entre outros fatos. O ano de 2010 podemos dizer que ficará marcado. Deixamos de ser uma empresa limitada “LTDA” e passamos para sociedade anônima de capital fechado “S/A”. Fechamos o ano com 150 colaboradores diretos, 7 filiais presentes em 5 estados diferentes. Entramos forte no seguimento de distribuição de mercadorias, possuindo 3 unidades de armazenagem em diferentes regiões do país, totalizando 15.000m² de área útil e mais de 8.000 posições pallets. Ultrapassamos a marca de 5.000 clientes em atividade. Investimos em tecnologia e na melhoria de nossas ferramentas de trabalho ao adquirirmos o sistema de gestão Protheus da TOTVS. Acrescentamos novas marcas próprias e licenciadas em nossa linha de produtos e, consequentemente, aumentamos o faturamento e os benefícios aos colaboradores.

festa, com direito a café da manhã. Em 2011 continuaremos trabalhando com prazer, vencendo barreiras e superando todas as expectativas para que a cada dia possamos nos superar cada vez mais, sempre em busca da excelência. Agradecemos a todos os colaboradores, clientes, parceiros e fornecedores pelo apoio, os quais sempre nos depositaram confiança ao longo desses 10 anos. Parabéns Proimport!

UM POUCO DE LOGÍSTICA. Notamos que cada vez mais a Logística está interferindo na revolução dos negócios e nos avanços das atividades de todos os setores. Além de influenciar toda a cadeia estrutural na formação dos preços de produtos importados ou adquiridos no mercado nacional e na seleção de operações, ela está formando relações de parcerias, estratégias de negócios, relação de fornecedores, além de muitas outras atividades rentáveis não só aos nossos clientes.

para abastecimentos com eficiência no curto prazo. Com a evidência deste assunto, podemos comentar a nossa grande parceria com a empresa TASCHIBRA e sua distribuição de lâmpadas, que no segmento favoreceu e conquistou força no mercado, agregando mais uma marca a nossa empresa, com a distribuição em três diferentes regiões do Brasil, formando uma operação completa e eficaz. Porém, a logística é uma das atividades mais cobradas na determinação de custos e vantagens competitivas, demandando um completo estudo entre as políticas de estoque, de materiais, transporte, distribuição, armazenagem e serviço ao cliente. Em resumo, se todos estes fatores não estiverem integrados ou competitivos, tornamos a operação um tanto onerosa a nossa empresa, causando muitos transtornos a saúde financeira da mesma. Concluindo que podemos ter grandes surpresas nesta área, o planejamento da logística é fundamental. Isso implica desde indicadores financeiros, operacionais, comerciais e administrativos. Seguindo esta cadeia, equiparamos nossa empresa ainda mais com as líderes de mercado, devido ao fato de sermos inovadores, um de nossos principais diferenciais nesta área de atuação. Por Arnildo Eger Filho

Pensamentos Por Ana Paula Corseti e Lucyelane

A motivação e a liderança

Para comemorar um ano tão positivo

Recorremos ao conceito de que logística de distribuição engloba agilidade de informações, movimentação de produtos com segurança e criação de centros estratégicos

Sempre ouvimos falar que uma das características fundamentais de um bom líder é sua capacidade de motivar seus subordinados. Mas por que isso é tão importante? Motivação é um tema estudado há muito tempo, pois o ser humano sempre tenta entender o porquê de determinados comportamentos em alguns indivíduos e diferentes comportamentos em outros.


O mundo corporativo investe tempo e dinheiro para entender o nível de satisfação de seus funcionários e percebe que isso está diretamente relacionado ao quanto suas necessidades estão sendo saciadas. O líder tem um papel fundamental neste ponto, pois muitas vezes ele é a representação da organização para os trabalhadores; assim, ele motiva e engaja. O reconhecimento aparece como uma forma de motivação e tende a motivar mais funcionários que querem fazer de tudo, para que os objetivos da empresa sejam alcançados. Assim, é de responsabilidade especialmente do líder se ater a este tema, pois ele sabe que quando a motivação de sua equipe aumenta, há um crescimento efetivo na produtividade. As pessoas produzem mais quando estão felizes e motivadas. Ser capaz de detectar o que motiva cada funcionário traz eficiência para a sua gestão, é por isso que os líderes devem necessariamente entender do assunto. Os caminhos para motivar As estratégias da organização - como um todo - devem reforçar uma cultura de reconhecimento e de forte motivação. Ao líder, cabe o papel de personalizar o reconhecimento, identificando o que cada funcionário prefere ou tem necessidade, para que tenha mais satisfação, engajamento e motivação. Seguem algumas dicas para motivar sua equipe: - Reconheça no dia a dia! - Faça elogios, escreva bilhetes e demonstre que seu funcionário está no caminho certo e fez um bom trabalho. É um reconhecimento que custa pouco, comove e cria vínculo. - Faça a maior festa! - Eventos de final de ano, ou para abertura ou fechamento de algum projeto grande, aniversário da empresa, lançamento de um novo produto, dia das secretárias etc. motivam as pessoas. Eles reforçam a marca da empresa e agradecem a todos os integrantes de uma equipe, divisão ou, até mesmo, a organização inteira. Bem, motivação é um exercício constante. Você deve praticá-lo consigo mesmo, com pessoas da sua vida pessoal. Desafiar as pessoas, reconhecer e elogiá-las deixa a vida mais leve e gostosa. É lógico que a vida não é só feita de elogios, os feedbacks construtivos devem ser dados para o desenvolvimento. Siga confiante e boa sorte!

ÁREAS DA INTELIGÊNCIA A formação de mentes brilhantes e a busca pela excelência emocional e profissional Oito são as áreas da inteligência que precisamos desenvolver para alcançar a inteligência multifocal. Isto é importante para estimular as pessoas a libertarem sua criatividade, expandirem sua capacidade de reflexão, alcançarem sua saúde psíquica e consequentemente chegarem ao sucesso profissional e pessoal. Em resumo, a pessoa que consegue trabalhar essas áreas da inteligência será muito bem resolvida internamente, e isso lhe dará suporte para enfrentar qualquer adversidade que possa surgir em seus relacionamentos com a sociedade. As áreas da inteligência são: 1 - O eu como gestor do intelecto Ao longo da vida os acontecimentos, sejam bons ou ruins, vão se acumulando em nosso inconsciente e formando registros. Os registros negativos são chamados de janelas “killer”. Nós não temos poder para impedir que as janelas “killer” se formem, mas podemos reeditar esse registro através do debate de idéias. Utilizando a arte da dúvida e a arte da crítica, teremos como filtrar a maneira como os acontecimentos chegam até nós e nos influenciam. 2 - Autocrítica É a área da auto avaliação, quem pondera suas ações e principalmente suas reações. Reconhecer-se enquanto ser humano e não como Deus, é o que nos ajuda diariamente a decifrar essa área. 3 – Resiliência É um termo físico que define a capacidade das matérias de resistir às pressões externas, se adaptar a diferentes situações, sem perder suas características essenciais. Então, nessa área, a principal idéia é crescer com seus erros e ser maleável para se adaptar ao meio social, sem resistência excessiva. Entretanto, nunca perca sua essência, não contrarie seus valores éticos. 4 – Altruísmo É a nossa capacidade de se doar. Essa área engloba a generosidade, nos afasta de

preconceitos e do individualismo e a pessoa sente prazer em ser solidário. Desvendando essa área, automaticamente se conquista admiração das pessoas. Tornando-se um ótimo líder. 5 – Debate das ideias Essa área é a que desenvolve nossa capacidade de trabalhar em equipe. Ensina-nos a expor ideias com clareza e determinação, mas sempre respeitando opiniões divergentes. Os que desenvolvem essa área não são pessoas facilmente influenciáveis, já que têm suas opiniões formadas, mais não se fecham a outras possibilidades. 6 – Carisma É a nossa capacidade de envolver as pessoas. Quem desenvolve essa área se torna automaticamente altruísta. Vive cada dia com amor, sentindo prazer em agradar as pessoas. São seres que estimulam positivamente os ambientes, são líderes natos mesmo sem ocupar cargos de destaque. 7 – Intuição criativa Capacidade de ver a mesma coisa sob ângulos diferentes e ter a coragem para correr riscos. Isso nos leva a produzir novos conhecimentos e alcançar os objetivos com menos desgaste. 8 – Eu como gestor da emoção Da mesma forma que precisamos gerir a nossa mente através da arte da dúvida e da crítica das ideias, precisamos também gerir nossas emoções. Trabalhar a mente para tirar dela sentimentos negativos. É importante frisar que a transformação da mente humana não acontece da noite para o dia, não é como um computador que abrimos, trocamos as peças e reprogramamos. A mente humana é complexa, não existe a possibilidade de apagar as angústias e formatar as decepções. Precisamos aprender a reordenar esses acontecimentos de forma que eles influenciem cada vez menos, negativamente, na nossa personalidade, ou seja, na nossa forma de nos relacionar com o mundo. Matéria Inspirada na obra do autor Augusto Cury.


Importações

PROIMPORT EM NÚMEROS Por Lucyelane Costa

Por Equipe de Comércio Exterior

Os números só vêm para comprovar o que nós colaboradores percebemos no dia a dia: a PROIMPORT BRASIL S/A cresceu de forma bastante consistente em 2010. O faturamento anual em 2010 ultrapassou em 40% o de 2009. Cada ramo de atuação da empresa foi importante para que alcançássemos essa marca. As importações, por exemplo, respondem por 73,16% do total faturado, as operações de distribuição representam 24,49%, já as exportações 2,13% e por fim os armazéns gerais, que respondem por 0,22% do montante faturado. Como não poderia ser diferente, a arrecadação de impostos e contribuições acompanhou essa evolução. Entre tributos federais e estaduais arrecadamos em 2010 em torno de 42% a mais do que foi recolhido em 2009. O montante recolhido referente à ICMS representou 56% do total de tributos arrecadados. No último ano a empresa emitiu um total de 12.249 notas fiscais de venda. Sendo que desse total a filial distribuidora de Itaipava/SC emitiu sozinha 7.458 notas, chegando a mais de 900 faturadas no mês de outubro. Em segundo lugar em número de notas faturadas está a outra filial distribuidora, localizada em Civit/ES que alcançou a marca de 1922 notas fiscais. Todos esses dados garantem a solidez da PROIMPORT BRASIL e nos indicam que atuamos em uma organização com ótimas perspectivas de desenvolvimento.

Após o grande crescimento de 2010 nas importações do Brasil, a economia brasileira continua aquecida - apesar de o governo reduzir o crédito a fim de amenizar a inflação -, e com o real valorizado, a busca por produtos no mercado externo continua crescente. O Brasil vem ganhando destaque internacional pela atual fase, o que tem atraído cada vez mais investidores, em destaque a China, onde os principais investimentos são em infraestrutura e em geração de energia. Assim a economia brasileira tem gerado mais oportunidades de negócios, beneficiando os importadores. Desta forma, com uma economia aquecida no comércio exterior, os serviços de importação tem ganhado destaque, e a qualidade do serviço prestado tem grande influência no sucesso destas operações. Um planejamento faz-se necessário para que estas operações tenham melhores resultados. Nesse perfil a Proimport tem trabalhado para se adaptar as exigências do mercado. O Protheus (novo sistema gerencial Totvs) é uma das ferramentas que facilitará o controle das importações e consequentemente dos negócios da empresa, gerando mais agilidade e clareza nos diferentes tipos de operações oferecidas aos clientes. O novo sistema coloca mais uma vez a empresa em destaque no que tange a excelência do serviço prestado.

Fechado a Equipe de Mountain Bike para 2011. Equipe: Soulcycles / Taschibra / Proimport Apoio: Shimano / Fox / Maxxis / ITM Atletas contratados para a equipe:

Kleber Nascimento - Elite Masculina -Tricampeão Brasileiro Junior e Sub23, Campeão Big Biker, 3º colocado no Ranking Nacional. Julyana Machado - Elite Feminina – Tricampeã Brasileira de Maratona, Vice-campeã Claro Brasil Ride, Líder do Ranking Nacional. Jefferson Spimpolo - Atleta Paraolímpico - Campeão Brasileiro de Estrada e Contrarrelógio.

Divulgação do novo Perfil Corporativo da Proimport Brasil S/A Na quinta-feira, dia 03 de fevereiro, foi realizada a apresentação da nova versão do Perfil Corporativo da Proimport Brasil S/A. O documento agora está fundamentado em um extenso trabalho de Planejamento Estratégico, elaborado nos últimos dois meses, sob a liderança do nosso presidente André Ricardo Souto Maior. O principal objetivo deste documento é oferecer aos nossos steakholders (colaboradores, clientes, fornecedores e demais interessados) uma imagem clara da nossa empresa e suas propostas para o futuro. Cumpre aqui um agradecimento todo especial aos departamentos que nos apoiaram com o fornecimento de dados, colaborando assim para a consistência das informações. Por Raimundo Paraski

Imagem da SOUL SL CARBON 8 KG que os atletas utilizarão.

Tecnologia e Segurança. O setor de tecnologia da Proimport implantou nos últimos meses um novo sistema de monitoramento por câmeras infravermelho e gravador DRV digital, com capacidade de gravação e armazenamento de imagens, contando ainda com monitoramento remoto via internet ou telefone celular, como por exemplo o iPhone, onde Diretores e Gerentes podem visualizar em tempo real todas as imagens e ainda capturá-las se necessário, estando dentro ou fora da empresa. Todas as filias já estão sendo adaptadas ao novo sistema. Equipamentos mais antigos possuem também a tecnologia de monitoramento remoto, porém estão sendo substituídos por novos e mais modernos. Por Carlos Ruas

Aplicação Horizontal

Contribua com informações, críticas e sugestões! Envie um e-mail para jornal@proimport.com.br Siga-nos no Twitter: @proimport

PROINFO - Edição 04 - Março de 2011  

PROINFO - Edição 04 - Março de 2011

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you