Issuu on Google+

Abril de 2010

Volume 2, Edição 1

PROJETO DO AEE ESCOLA MUNICIPAL DONA VENÂNCIA MAGALHÃES COTRIM

Reportagem de capa

Página 2 ã

Jaqueline ensina Libras aos colegas

Jaqueline cursa o 4º Ano “B” e está muito feliz porque, além de contar com uma intérprete e poder frequentar o AEE, seus colegas estão aprendendo a comunicarem-se com ela. Sua turma está tendo aulas de Libras uma vez por semana. Vamos aprender um pouquinho mais... O queI é LIBRAS? LIBRAS quer dizer Língua Brasileira de Sinais. A legislação brasileira reconhece a LIBRAS na lei 10.436/2002, como meio legal de comunicação e expressão e outros recursos de expressão a ela associados;

Jaqueline com as Professoras Viviane e Márcia na aula semanal de LIBRAS.

LIBRAS é uma língua diferente do português, como o inglês, o francês e o japonês. Cada país possui a sua língua de sinais e estas são totalmente diferentes umas das outras. Existem países que possuem dialetos da sua língua de sinais, inclusive o Brasil. Você sabia que quem sabe PORTUGUÊS e LIBRAS é considerado bilíngue? Na próxima edição daremos algumas dicas para você se comunicar nessa nova língua.

O colega Adrian faz o sinal de Jaqueline Anúncio:

Diversão

Página 3

Ana Flávia Diversão

Igor Diversão

PIADINHAS Qual é o cúmulo da confiança? R.- Jogar palitinho por telefone. de

Qual é o cúmulo da incompetência? R.- Ser reprovado no exame de fezes. Qual é o cúmulo da economia? R.- Usar o papel higiênico dos dois lados Qual é o cúmulo da paciência? R.- Cagar e depois limpar com confete. Qual é o cúmulo da má pontaria? R.- Atirar uma pedra no chão e errar. Porque o elefante não pega fogo? R.- Porque ele já é cinza. O que o tomate foi fazer no banco? R.- Foi tirar extrato. O que o advogado do frango foi fazer na delegacia? R.- Foi soltar a franga. 24 horas de música na internet – www.donavenancia.com

Página 4

Ciências

Descoberta do mais antigo antepassado dos dinossauros pode mudar a linha de evolução dos répteis Noticia transcrita do Jornal O Globo - 04/03/2010 RIO - Paleontólogos anunciam hoje a descoberta de uma espécie com fisionomia e características de dinossauro, que viveu na mesma época dos dinossauros, mas... não é dinossauro. O Asilisaurus kongwe, como foi batizado, é um silessauro - parente próximo dos dinos, da mesma forma como o ser humano tem antepassados em comum com o chimpanzé. O Asilisaurus, no entanto, chegou aqui dez milhões de anos antes dos familiares famosos.

Roberto Marques Editor de Ciências do Jornal Dona Venância

“Desde criancinha me interesso pelo universo dos dinossauros...” Roberto

Segundo os pesquisadores da Universidade do Texas, que assinaram um artigo sobre a nova espécie na revista "Nature", os silessauros estão na Terra há mais de 240 milhões de anos. Este, portanto, seria o prazo máximo para que a espécie tivesse se diferenciado dos dinossauros. Conclusão: os dinos teriam mais do que os 230 milhões de anos que lhe atribuíam. Fósseis de ossos de pelo menos 14 indivíduos foram recuperados em um sítio arqueológico no sul da Tanzânia. A descoberta tornou possível a reconstrução de quase um esqueleto inteiro, à exceção de alguns trechos do crânio e da pata. O Asilisaurus tinha de 0,5 a 1 metro de altura e de 1 a 3 metros de comprimento. Pesava entre 10 e 30 quilos, andava sobre quatro patas e provavelmente comia plantas ou uma combinação de vegetais e carne. A espécie de silessauro responderia por uma das três ocasiões em que os dinossauros e seus parentes próximos, animais carnívoros, evoluíram para seres que também ingeriam plantas. A velocidade dessas mudanças surpreendeu os pesquisadores - todos os casos ocorreram em menos de 10 milhões de anos, o que, para padrões geológicos, é um período relativamente curto. Evolução para hábitos herbívoros foi vantajosa O Asilisaurus contava com dentes triângulares e um maxilar com um bico como ponta, o que sugere que sua dieta era semelhante a de animais onívoros ou herbívoros. Esses mesmos traços também se manifestaram em duas linhagens de dinossauros. Em ambas - assim como nos silessauros -, os recursos anatômicos evoluíram em animais originalmente carnívoros. Embora seja difícil provar, é provável que essa mudança tenha se convertido em uma vantagem evolucionária. Um ecossistema pode receber muito mais herbívoros do que carnívoros. Portanto, a capacidade comer plantas pode ter se configurado na possibilidade de viver em mais habitats, o que aumenta as chances de sobrevivência da espécie.

“[...] Há grupos inteiros de seres lá fora que nós sequer conhecemos.”

Para o coordenador do estudo, Sterling Nesbitt, a descoberta joga os holofotes sobre um grupo de animais que, embora tenha dominado o ecossistema terrestre durante a Era Mesozóica (de 250 a 65 milhões de anos atrás), permanecem parcialmente desconhecidos. Todos amam dinossauros, mas temos agora a prova de que esse era apenas um dos diversos grupos de animais que passaram por aqui no Triássico, dividindo espaço com silessauros, pterossauros e muitos parentes dos crocodilos - observou Nesbitt. - Nossa pesquisa mostra que há grupos inteiros de seres lá fora que nós sequer conhecemos, embora tenham sido muito abundantes.

Nosso endereço na internet – www.donavenancia.com

Inglês

Página 5

Cante em Inglês com Stevan! BABY, I'M A WANT YOU Bread Baby, I'm-a want you Baby, I'm-a need you You the only one I care enough to hurt about Maybe I'm-a crazy But I just can't live without... Your lovin' and affection Givin' me direction Like a guiding light to help me through a darkest hour Lately I'm a-prayin' That you'll always be a-stayin' beside me Used to be my life was just emotions passing by Feeling all the while and never really knowing why... Lately I'm a-prayin' That you'll always be a-stayin' beside me. Used to be my life was just emotions passing by Then you came along and made me laugh And made me cry... You taught me why... Baby, I'm-a want you Baby, I'm-a need you Oh, it took so long to find you, baby Baby, I'm-a want you Baby, I'm-a need you

TRADUÇÃO Meu bem eu quero você Meu bem eu quero você Meu bem eu preciso de você Você é a única com quem me preocupo o bastante para dar atenção Talvez eu seja um louco Mas apenas não posso viver sem Seu amor e afeição Dando me a direção Como uma luz e me guiar através do meu escuro mundo Ultimamente eu tenho rezado Para que você sempre fique, ao meu lado Antes as emoções apenas passavam por minha vida Sentindo tudo ao acaso e sem saber exatamente o porquê Ultimamente eu tenho rezado Para que você sempre fique, ao meu lado Antes as emoções apenas passavam por minha vida Então você surgiu e me fez rir e fez chorar E você me ensinou o porquê Meu bem eu quero você Meu bem eu preciso de você E levou tanto tempo para te encontrar Meu bem eu quero você Meu bem eu preciso de você

Stevan Editor de Música

Cantar, selecionar e gravar músicas em Inglês é o passatempo favorito de Stevan e, a partir desta edição, ele vai publicar músicas nacionais e internacionais. Bread foi uma banda do início dos anos 70. Com belas composições de violão e arranjos de cordas, o tecladista e vocalista David Gates junto aos guitarristas James Griffin e Robb Royer marcaram época com músicas como "If", "Guitar Man", "Baby I'm a Want You", "Aubrey" e "Everything I Own".

Você poderá aprender a cantar esta e outras músicas nas aulas de Inglês com a Professora Marilene. Além disso, no final do bimestre ela sorteará um CD que o Stevan preparou para vocês. PARTICIPE!

Página 6

Março – Mês da Mulher

Ellen Datas Comemorativas

História do Dia Internacional da Mulher No dia oito de março de 1857, operárias de uma fábrica de tecidos de Nova Iorque, fizeram greve e a manifestação foi reprimida com total violência. As mulheres foram trancadas dentro da fábrica, que foi incendiada. Aproximadamente 130 tecelãs morreram carbonizadas, num ato totalmente desumano. Alguns anos depois, ficou decidido que o dia 8 de março passaria a ser o “Dia Internacional da Mulher”, em homenagem às mulheres que morreram na fábrica em 1857. Atividades Desenvolvidas em Nossa Escola Perguntei à professora Mônica do 5° Ano “B” sobre o que foi trabalhado com os alunos no dia Internacional da Mulher. A professora disse que a turma pesquisou músicas brasileiras que falam da mulher. Fizeram algumas paródias tirando as coisas negativas que humilham as mulheres. Vejamos um exemplo feito com o funk “Só as Cachorras”: Só as cachorras As preparadas As popozudas O baile todo

Só as mulheres As preparadas As trabalhadoras No Brasil todo

Já em outra turma foi feito um trabalho de colagem. Foi interessante porque, depois, os alunos tiveram que fazer uma lista de qualidades sobre cada mulher. Com esses trabalhos aprendemos que quando a gente vê uma mulher é preciso aprender a enxergar as qualidades existentes em cada uma delas. Sem preconceito.

Entrevista com Gabriela Borba:

Venci o Desafio da Tabuada!! D

Repórter Paula Fernanda entrevista Gabriela

- Quando você descobriu que tinha dislexia? - Quando eu tinha apenas oito anos e foi através da médica que minha mãe sempre me levava. - Como você reagiu ao saber? - Eu não tinha a menor idéia da verdade porque eu era muito criança, então eu não sabia o que realmente era dislexia. - Quando e como você aprendeu a tabuada? - Eu estudava e meu pai tomava a tabuada. Também no reforço, certo dia, o professor de atendimento trouxe o espelho e percebi que eu via tudo espelhado. - Qual foi a importância da tabuada para você? - Eu queria tanto aprender que eu fui ficando mais interessada. - A tabuada mudou alguma coisa na sua vida pessoal? E na sua vida escolar? - Sim, eu só sabia a tabuada “do dois” ... Agora sei até a “do doze” e passei a tirar as notas mais altas da minha turma em Matemática! Escola Municipal Dona Venância Magalhães Cotrim Diretora: Sueli Alves do Carmo Av. JK, 1010 - Itumbiara, GO EMAIL:escoladonavenancia@yahoo.com.br

Professor Responsável pelo Projeto: Edvaldo Aguirre Editores: Alunos especiais atendidos pelo AEE.


JORNAL DONA VENÂNCIA - ABRIL 2010