Page 1

PORTFOLIO prĂŞmio edp | 2014

eduardo viana


3

instalaçþes

7

estudos femininos

Ă­ndice

11 desenhos digitais 16 cv


st

in

s Ăľe

aç

al

20 13 4 -2 _s 01 6 e 4 lfi _c e ar ce ne nt er


Projetos de obras: 1_YOU ARE THE STAR 4x 80 x 80 cm Quatro espelhos, moduras com lâmpadas acesas nos contornos

_selfie-center: isto é um autorretrato? | 2014 Bem vindo ao ‘Selfie-center: isto é um autorretrato?’ (Na dúvida é melhor sorrir). Então sorria. Ou aja como uma celebridade. Este é o tempo em que todos podemos, somos, ou devemos ver e sermos vistos. Afinal novas estrelas da fama surgem dos lugares mais inesperados. A tela da obra aqui não é de tecido para ser pintada. É espelho, reflexo puro, e quem faz a obra é você - ou melhor, a sua imagem. O significado de cada uma dessas obras nã o se resume ao conteúdo dado pela mão de um artista, mas pelo seu contexto, onde entra você! Isso não é uma exposição, este é o Selfie-center. Auto-centrado.. quem se importa?! Quão divertido pode ser depende de você. E vai que você vira POP?!

A série de clássicos espelhos de camarim lado a lado alude à atmosfera mais íntima do estrelato. A obviedade da repetição destes objetos responde à massificação da autoimagem na cultura contemporânea. Portanto, dialoga com a dimensão relativa do valor. Em que camadas se deposita hoje o valor das coisas? Em uma cesta cheia de vistosas maçãs vermelhas, que papel assume um maracujá enrugado? Se somos todos estrelas....(?) 2_VIDETUR, ERGO, SUM 100 x 180 cm Três espelhos, molduras em formato de smartphone com desenhos em caneta hidrográfica Edição. À medida que se edita, redefine-se, reinventa-se, ou apenas escolhe-se o que o outro deve ver. No contato virtual, se estabelecem novas relações de poder: no campo da imagem, o que se mostra e o que se esconde ultrapassa o íntimo e se estende à dimensão da superfície; na troca da mensagem, o tempo e o teor da mensagem pode ser calculado, planejado. A possibilidade maximizada pela edição reorganiza a interseção das esferas do real e do produzido. Pareço, logo, sou. 3_MANI FESTA 80 x 60 cm Dois espelhos, moldura simples e desenhos em caneta hidrográfica Ficou patente a força da cultura do autorretrato no contexto das manifestações políticas no Brasil em 2013. Selfies/autorretratos explodiram nas redes sociais no formato de caras pintadas em verde e amarelo, multidões ao fundo e legendas alusivas: ‘mudando o país’. Curioso é observar como esta prática que se popularizou na internet pode elucidar sobre o comportamento humano diante da possibilidade de exposição. Algumas questões podem ser levantadas a partir daí: Registro o que faço? Registro porque faço? Faço porque registro? Não faço, e registro? 4_COM TÍTULO 200 x 200 cm Inscrições sobre o chão em adesivo vinil No centro, o vazio. A obra central na realidade , aqui, é em certa medida sua própria ausência. Portanto, ela não aparece, mas existe na dimensão do seu limite, nos contornos de sua silhueta. É o cubo-vazio-imaginário que sobe do chão limitado pelos dizeres gravados nele: NÃO ULTRAPASSE ESTA LINHA / POR FAVOR, ULTRAPASSE ESTA LINHA. Não se sabe até onde quer-se divulgar e o que se quer esconder. Os limites entre público e o privado hoje se confundem, e parecem enviar uma mensagem ambígua entre ‘aproxime-se’ e ‘afaste-se’. E o que resguardam dentro de si? Somente cada um de nós pode dizer.


_carne | 2013 A projeto da obra ‘Carne’ foi pensado no sentido de questionar a identidade brasieira por meio da manipulação de alguns dos ícones nacionais. O corpo vistoso de uma brasielira sambando passos de carnaval envolta por plumas e todo o apelo sexual desta cena.. sobre qual elemento se constrói esta imagem? Se lho extraímos, o que resta?

Carne | 2013 Canto superior esquerdo - colagem digital Acima - simulação tridimensional para instalação


es tu do s os

fe mi ni n

20 11 -2 01 4


Nu deitado | 2011 29,7 x 21,0 cm Aquarela sobre papel


Sem TĂ­tulo | 2013 21,0 x 29,7 cm Nanquim e aquarela sobre papel


Sem TĂ­tulo | 2011 21,0 x 29,7 cm Grafite e aquarela sobre papel

Sem TĂ­tulo | 2011 21,0 x 29,7 cm Grafite e aquarela sobre papel


os nh se de

is ta gi di

4 1 0 1 0 2

2 0


Criola | 2014 21,0 x 29.7 cm Colagem sobre papel


Principe | 2010 15,5 x 15,5 cm Desenho digital e colagem sobre papel


Mulher com rosa | 2011 Desenho digital

Mรกscara | 2011 Desenho digital


Bailarina | 2011 Desenho digital Borboletas | 2011 Desenho digital


eduardo viana 1989 EDUARDOVIANARODRIGUES@GMAIL.COM

+55 12 99763 5599

http://issuu.com/eduardoviana5/docs/obra_edp_2014

http://issuu.com/eduardoviana5/docs/portfolio_edp_2014

2013

Cursou ‘Curadoria de Arte’ na Casa do Saber, com Valeria

Piccoli 2013

Cursou ‘Arte Contemporânea em 06 Momentos’ na Casa do

Saber, com Paulo Miyada

2013 Cursou ‘Arte Contemporânea’ na Casa do Saber, com

Fernando Oliva

2013 Cursou ‘Art Business’ na Escola São Paulo, com Benjamin

Seroussi e Isabella Prata

2012

Graduou-se em Arquitetura e Urbanismo pela FAUUSP

2011 Participação na realização da instalação em

espaço aberto ‘NON-STOP’, com BLESS Studio, Berlin

http://issuu.com/eduardoviana5/docs/bless_book

2011 Intercâmbio de estudos em Architectural Design & Critique na

Technische Universität Berlin, Alemanha

2010 Intercâmbio de estudos em Architectural Design & Critique na

Technical University of Delft, Holanda

2010 Cursou ‘História de São Paulo’ na CAIXA Cultural 2010 Cursou ‘História da Música Clássica’ no CCSP, com Dante

CV

Pignatari 2010 Cursou ‘História da Música’ no SESC-SP, com Dante Pignatari 2010 Cursou ‘Aquarela Experimental’ no SESC-SP


PORTFOLIO prĂŞmio edp | 2014

eduardo viana

Portfolio edp 2014  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you