Page 1

Plataforma de bom gosto »

Mezanino é solução para aproveitar melhor espaço em imóveis com pé-direito alto Intervenção integra áreas e confere requinte aos ambientes

Júnia Leticia - Estado de Minas Publicação: 26/08/2012 09:01 Atualização: 26/08/2012 10:00

Mais comum em casas, construção também pode ser feita em apartamentos Uma boa solução para edificações em que a altura da parede é considerável é investir em um mezanino. Mas, antes de se animar e pensar em incorporá-lo ao imóvel, é preciso saber quais são suas características e critérios a serem considerados na hora de projetá-lo. De acordo com o arquiteto e designer de interiores Luís Fábio Rezende de Araújo, mezanino é o andar intermediário entre dois pavimentos. “É pouco elevado e com dimensões menores que o pavimento inferior, possibilitando assim a integração parcial entre os espaços de diferentes níveis”, conta.


Esse ambiente acaba sendo uma plataforma sobre o espaço integral da edificação e, na maioria dos casos, é criado para aproveitar melhor a altura entre o piso e o teto da construção, o chamado pé-direito. “Em exemplos de construções com telhado, o mezanino é muito utilizado para o aproveitamento do desnível da cobertura inclinada”, acrescenta.

Eduarda Corrêa diz que a decoração desse espaço deve ser analisada individualmente No mezanino, definido também pela arquiteta Eduarda Corrêa como pavimento intermediário implantado entre dois pisos que tem como objetivo aumentar a área útil de uma edificação ou ambiente, o piso superior deve ocupar apenas uma parte da construção, “entre um terço e a metade da área do piso inferior, e abrir-se para o piso inferior para permitir o seu acesso”, completa. Desde que se tenha altura suficiente para o uso em ambos os pavimentos, em qualquer edificação pode haver o espaço, na opinião de Luís Araújo. Isso é necessário para que haja ventilação e iluminação suficiente em cada ambiente. “A medida mínima confortável é de aproximadamente 2,10m, que seria a altura de uma porta convencional de passagem. Com isso, seria necessário um mínimo entre 4m e 4,30m de altura total do ambiente para se criar um mezanino inicialmente confortável”. O arquiteto Antônio de Pádua Fialho confirma que, em tese, qualquer tipo de construção pode


abrigar um mezanino. “Mas não é tão usual em apartamentos, pois, por definição, o mezanino faz parte de um ambiente maior, com pé-direito duplo, o que demanda mais área construída e volumétrica”, ressalva. Quando há a possibilidade de incluir um no projeto do apartamento, Antônio Fialho diz que pode-se perceber que a unidade adquire aspecto normalmente só encontrado em casas. “Se o apartamento incluir uma área avarandada generosa, a sensação de que estamos em uma casa é reforçada”, observa o arquiteto. Por outro lado, quando o caso são construções já existentes, a arquiteta Cristiane Coutinho diz que há algumas restrições. “Em primeiro lugar, o pé-direito do imóvel já existente deve ser, no mínimo, duplo. Se for menor do que isso, há o risco de o mezanino – ou do espaço abaixo dele – ficar com um pé-direito muito baixo, causando desconforto nos usuários.” SEGURANÇA A inserção de um mezanino em um imóvel pronto envolve também questões estruturais, conforme Cristiane Coutinho. “É necessário saber se a estrutura do imóvel comporta o acréscimo de peso e como a estrutura do mezanino será afixada: no piso (caso ele comporte o peso extra concentrado em poucos pontos) ou nas paredes (se forem capazes de sustentá-lo)”. Há, ainda, a questão estética e funcional: Vai aproveitá-lo melhor? Seu uso será compatível com o do restante do espaço? “Uma questão também a ser considerada é que o mezanino é um espaço integrado a outro maior e conectado a ele”, comenta a arquiteta Simone Lopes. Essa pode ser uma das grandes desvantagens do espaço, que é visível a quem não está nele. “Em função dessa integração, é um pouco difícil conferir privacidade total, tanto visual quanto sonora, do mezanino em relação ao resto do ambiente, e o contrário também”, explica Simone.

Estrutura demanda cuidados Escolhido o material com o qual o mezanino será construído, é preciso ter atenção às cargas suportadas pelo pavimento. Local demanda vistoria como o restante do imóvel

Quanto aos materiais que podem ser empregados nos mezaninos, há uma diversidade deles, como concreto, madeira ou estrutura metálica. “O material mais adequado deve ser definido de acordo com o uso e com o ambiente pretendido, para que atenda a necessidade do cliente e seja condizente com a decoração proposta”, justifica a arquiteta Eduarda Corrêa. Além dessa orientação, deve-se levar em conta o que será colocado no pavimento superior, para que não exceda as cargas recomendadas, comprometendo assim sua estrutura, principalmente no caso de lojas, como destaca Eduarda. “O acesso também deve ser bem localizado para que a escada não prejudique a circulação do pavimento inferior. Questões de segurança devem ser levadas em conta, como o tipo de proteção no pavimento superior (guarda-corpo)”.


Publicação EM - Lugar Certo  

Publicação EM - Lugar Certo

Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you