__MAIN_TEXT__
feature-image

Page 1

Ano X - nº 103 Março de 2018 - Fortaleza - Ceará

www.jcce.com.br - www.jornaldocomerciodoceara.com.br

Emails: j.comercio@hotmail.com - jornaldocomerciodoceará@gmail.com

Governo quer alterar previdência estadual dos servidores cearenses No dia 21 de fevereiro, o Executivo Estadual encaminhouà Assembleia Legislativa do Ceará, através de mensagens de lei, três projetos que modificam a gestão previdenciária dos servidores públicos estaduais. A medida não passou despercebida à coordenação do Fórum Unificado das Associações e Sindicatos dos Servidores Públicos Estaduais do

Ceará (Fuaspec), que criou um grupo de trabalho para estudar as mudanças propostas. Os dirigentes criticam o encaminhamento dos projetos sem a devida discussão com os servidores e caracterizam a medida como uma reforma da previdência antecipada, a nível estadual, apesar da reforma previdenciária do governo Temer ter sido engavetada. (Veja página 4)

I Anima Ceará abre inscrições para curtas-metragens brasileiros (Veja página 8)

Agronegócio: mais evidências da importância do agro na economia

Mais imposto e menos água Editorial/Página 2

Espaço da poesia Página 8

Inaugurado o novo Centro de Educação Infantil (CEI) em São Gonçalo do Amarante

Após dois anos de queda no valor total das exportações, o ano de 2017 se mostrou o ano da recuperação para o agronegócio brasileiro. O saldo positivo da balança comercial nos últimos anos mostra claramente a recuperação da economia brasileira. (Página 5)

Novo Cadastro Positivo pode injetar “Unir forças em torno R$ 29 bilhões na economia do Ceará

ROBERTO LIMA

de um projeto político para o País alcançar a governabilidade''

Com mais de três mil habitantes, o bairro Lagoinha, na sede de São Gonçalo recebe mais um importante equipamento que vai beneficiar os moradores da região. (Página 9)

Copa do Mundo 2018 Grupo A (Rússia, Egito, Arábia Saudita, Uruguai) Formado pela anfitriã, Rússia, o Grupo A ainda conta com o Egito, Arábia Saudita e Uruguai. A Copa do Mundo começa oficialmente no dia14dejunho.(Página11)

HÁ MAIS DE 150 ANOS FAZENDO HISTÓRIA

P a r a Roberto Lima, secretário geral e tesoureiro do Partido Trabalhista Cristão (PTC), bacharel em direito e radialista profissional, o desafio dos partidos na atual conjuntura política é justamente atender as demandas dos candidatos. (Página 9)

Previdência Estadual, déficit ou omissão? Opinião/Página 4

O novo modelo de Cadastro Positivo poderá injetar R$ 29 bilhões na economia do Ceará e

possibilitar acesso ao crédito para um contingente adicional de 947 mil consumidores. (Página 6)

NÚMEROS POR ESTADO: NÚMEROS POR ESTADO DA REGIÃO NORDESTE: % DE INADIMPLÊNCIA Nordeste 39%

POPULAÇÃO BENEFICIADA

INJEÇÃO NA ECONOMIA

5,511 milhões

R$ 182 bilhões

Ceará

37,2%

947 mil

R$ 29 bilhões

Brasil

40,3%

22,1 milhões

R$ 22,1 trihão

Grupo Chocalho comemora dia da poesia na Casa de Juvenal Galeno O Grupo Chocalho, como faz todos os anos, tendo a frente o professor Auriberto Cavalcanti prestou homenagens a políticos, jornalistas, professores e sindicalistas no auditório da Casa Juvenal Galeno. (Veja matéria completa na página 8)

ASSOCIAÇÃO DOS APOSENTADOS FAZENDÁRIOS ESTADUAIS DO CEARÁ


2

Editorial/Opinião

Fortaleza-CE -Março de 2018

Os principais erros e acertos no marketing pessoal

Mais imposto e menos água As entidades classistas estão nessa reivindicação há muito tempo, considerando que o setor leiteiro é de importância fundamental para a nossa economia e a base alimentar das famílias mais carentes. Está pagando o mais caro imposto da região e enfrenta o problema da água.

Mais imposto e menos água na produção leiteira. É essa a situação dos produtores de leite no Estado do Ceará. Enfrentando o problema de seca há mais de seis anos, os empresários do leite estão com “a corda no pescoço”, diante da atual situação. Além de se preocupar com a falta d' água (pasto para os animais), estão com esse gargalo que os persegue há anos – cobrança elevada de tributos. As tentativas de negociação junto ao governo do Estado não vêm surtindo o resultado esperado. Os tributos cobrados aqui são os mais onerosos do Brasil. E o resultado é que eles estão “pagando” para produzir leite. O lamentável é que os produtores cearenses já começam a perder a qualidade conquistada com muito esforço e trabalho e o Ceará é um dos melhores Estados para a produção leiteira, situação adquirida com muito denodo e dedicação. Ainda é recente a conquista cearense no destaque da produção de leite de boa qualidade. Os pastos irrigados, principalmente da região jaguaribana, vinham atraindo diversos investidores. E a excelente produção também atraía investidores do ramo de lacticínios que gerava emprego e renda, bem como divisas para o Estado. Entretanto, passado esse longo período de chuvas abaixo da média, e, mesmo com os investimentos realizados pelos produtores, a situação nesse inicio de 2018 é grave. A preocupação com as chuvas é um dos maiores problemas, mesmo porque depende das condições pluviométricas, sem considerar as ações que podem ser promovidas através de medidas do Governo estadual. Políticas públicas são insuficientes nesse momento, com vistas a evitar que um setor tão importante para a economia estadual não se perca definitivamente. Outros estados vizinhos são mais ágeis e rápidos para atrair investidores nesse segmento econômico quando encontram dificuldade no apoio governamental. Vale ressaltar que no contexto nacional, o setor vem melhorando, inclusive oferecendo maior margem de lucratividade para os produtores. O que não acontece no Ceará. O Ceará, historicamente, sempre se destacou no setor leiteiro da região Nordeste, graças ao empreendedorismo e coragem empresarial dos investidores a guisa dos incentivos concedidos por gestores anteriores. O Estado dispõe de potenciais reservatórios e vasta cultura de irrigação exemplar, que se tornam positivamente competitivos para o setor, em comparação com outros vizinhos. Entretanto, o problema das poucas chuvas nos últimos anos e a adoção de medidas que dependem do poder público estadual anulam as características vocacionais do empreendedor cearense que não podemos jamais perder. As entidades classistas estão nessa reivindicação há muito tempo, considerando que o setor leiteiro é de importância fundamental para a nossa economia e a base alimentar das famílias mais carentes.

Jornal do Comércio do Ceará Ltda/ME CNPJ: 27.957.805/0001-84 Jornal do Comércio do Ceará CNPJ: 34.956.268/0001-13 Rua Joaquim Magalhães, 28A - Centro Fortaleza - CE Telefones: 9.8846.0975 - 9.9674.5186 DIRETOR ADMINISTRATIVO Antonio José Matos de Oliveira DIRETOR COMERCIAL João Pereira da Cunha Neto EDITOR GERAL Carol Cabral - Reg. CE 0003312 JP REDATORA Márcia Catunda DIRETOR DE MARKETING Marcus Vinícius Araújo

DIRETOR PARA PROJETOS ESPECIAIS Gildson Massilon REPÓRTER FOTOGRÁFICO: Fernando Farias Reg: CE 688 JP REPRESENTAÇÃO EM BRASÍLIA Renato Freitas - Reg. DF 9641 JP. QE 38 Conjunto U Casa 29 Telefones: 61 – 3021-2354 – 8178-5730 Guará II Cep 71070-210 Brasília-DF JURÍDICO Dra. Maria do Carmo Pimentel Dr. Azenclévio Saboia TIRAGEM IMPRESSA: 5.000 exemplares TIRAGEM OLINE: 100 mil

Por Marcelo Olivieri

Cidades inteligentes: uma questão de infraestrutura * Nelson Osório de Castro Filho e Carlos Eduardo Chicaroni O que Songdo, na Coréia do Sul, e Copenhagen, na Dinamarca, têm em comum? Ambas são consideradas cidades inteligentes (smartcities).A coreana, por exemplo, consegue gerir sensores de tráfego, reprogramar semáforos e acompanhar o sistema pneumático de gestão de resíduos. E a europeia é capaz de oferecer as condições necessárias para que metade de sua população use bicicletas para ir ao trabalho, contribuindo para uma redução de 2 milhões de toneladas de CO2 ao ano. Para uma cidade ser considerada realmente inteligente é preciso ter visão holística e uma gestão integrada e interdependente de todos os recursos envolvidos (ativos, informações, dados, imagens), concentrada em Centros Integrados de Comando e Controle (CICC), ambientes altamente críticos que unem infraestrutura e tecnologias adequadas para sustentar e auxiliar a operação, acessar e compartilhar, em tempo real, informações, além de planejar e executar qualquer missão de forma eficiente. Não basta apenas usar soluções sistêmicas integradas, como é o caso de Blockchain e Internet das Coisas (IoT). Deve-se pensar, antes de tudo, na preparação da infraestrutura. Se analisarmos a fundo, a maioria dos prefeitos é estimulada com ofertas verticais para resolver problemas de uma área específica, como trânsito, saúde, segurança, mobilidade. Muitos aplicam uma única solução vertical e acreditam que a cidade é inteligente quando, na verdade, é apenas monitorada e reativa. Ou seja, não está capacitada à gestão. Isso porque, quando falamos em smartcities, a abordagem deve ser horizontal para que todas as disciplinas funcionem de forma eficiente. E a integração de todas elas se faz com uma infraestrutura planejada e organizada, pensada para o bem comum. Por isso mesmo, as cidades inteligentes não se resumem apenas ao uso tecnologias. É preciso

buscar o sistema mais adequado para essa gestão integrada e, por incrível que pareça, nem sempre o mais tecnológico é o melhor indicado. Vale um estudo caso a caso para equiparar funcionalidade e resultado, porque os municípios, por mais semelhante que sejam, não terão infraestruturas iguais. Essa análise criteriosa é muitas vezes difícil de ser feita por falta de processos claros, pela massificação da IoT e pelo desejo de massificação do Big Data, porque a geração de novas tecnologias gera um buzz gigantesco que, se mal aproveitado e mal estruturado, não trará benefícios, dificultando a gestão e a interoperabilidade de seus ativos. É preciso conscientizar os gestores de que a primeira etapa para trazer inteligência para as cidades é concentrar os esforços na preparação da infraestrutura, com vistas à gestão integrada pelos CICCs, baseados no conceito C4IVR (Comando, Controle, Comunicações, Computação, Inteligência, Vigilância e Reconhecimento). Ou seja, não vale a pena, de imediato, investir em tecnologia, plataformas, rede semafórica ou focar em uma vertical específica, em detrimento da visão holística que somente um Centro de Comando e Controle poderá gerar, porque é capaz de otimizar gestão, controle e coordenação, além de possibilitar o acompanhamento, em tempo real, das ações realizadas pelas equipes envolvidas, quando bem estruturado. Portanto, é necessário entender as necessidades de infraestrutura para que seja proposta a melhor tecnologia, habilitando os municípios para que tenham capacidade de gestão integrada na produção do conhecimento, dentro de um processo de PPT (pessoas → processos → tecnologia), com integração completa, utilizando a tecnologia como recurso para que a cidade seja inteligente para todos os munícipes. * Nelson Osório de Castro Filho é gerente de Vendas Consultivas e Carlos Eduardo Chicaroni é gerente de Soluções de TI naAceco TI.

Reflexões sobre Negociações *Edmarson Bacelar Mota Todos nós negociamos muitas vezes a cada dia. Um bom líder, por exemplo, precisa pelo menos saber motivar sua equipe, obter a colaboração de pares e auxiliar seus projetos, administrar expectativas e conseguir o apoio de superiores, sócios e demais stakeholders, incluindo a sociedade, seja parcial ou integralmente e conseguir a orientação de seus clientes, a cocriação com e o seu aceite de produtos/serviços. Profissionais de vendas e de compras trabalham negociando praticamente o tempo todo. Os vendedores, para aumentar suas probabilidades de sucesso em viabilizar negócios, buscam recursos internos e condições, incluindo crédito, de um lado, e de outro interagindo com o cliente no levantamento de informações sobre seus desejos e necessidades, incluindo características e benefícios esperados da solução, ideias a respeito dela, orçamento e prazo. Os compradores otimizando processos de compra, qualidade, preços, condições de pagamento e de entrega. É comum precisarmos obter a colaboração de pessoas sobre as quais não temos posição hierárquica superior, na busca de nossos objetivos. Na vida pessoal não é diferente. Na educação de filhos, nas relações com cônjuges, sobre o futuro desejado, sobre criação dos filhos, a divisão de tarefas e responsabilidades e tantas outras coisas e com pais, irmãos e demais parentes, amigos, vizinhos etc. Há situações em que uma negociação mais competitiva pode ser indicada, em especial quando os relacionamentos não forem importantes e a disputa envolver uma única variável, o chamado "bolo fixo" ou "jogo de soma zero", em que tudo que uma parte ganha necessariamente a outra perde. Por exemplo, imaginemos uma prova como o ENEM ou um concurso público em que se deve levar uma caneta esferográfica preta, de corpo transparente e chegar pontualmente. Se dois candidatos chegassem em cima da hora, sem a caneta e ouvissem um

vendedor ambulante anunciando sua última caneta, não restaria alternativa a não ser competir, fosse tentando chegar ao vendedor mais rápido que o outro ou oferecendo pagar um valor mais elevado que o outro. No entanto, isso é muito mais raro do que tendemos a acreditar. Há mais benefícios em se abordar uma negociação de forma colaborativa sempre que os relacionamentos forem importantes ou for possível, como enxergar diferentes pontos de vista e perceber diferentes formas de atender as partes; por exemplo, se em prova semelhante fosse necessário um determinado lápis em vez da tal caneta, os dois poderiam quebrar o lápis, dividindo-o entre ambos ou acrescentar uma outra variável à negociação, aumentando as chances de se chegar a uma composição ganha-ganha. Exemplificando essa última situação, na compra de um carro novo, quando as condições em discussão ainda não são suficientes para a produção de um acordo, mesmo já tendo sido consideradas outras variáveis como preço do usado, valores e prazo de parcelamento etc., talvez a inclusão de um seguro possa ajudar a fechar o negócio, se o comprador perceber que teria que comprar o seguro de qualquer jeito e o vendedor considerar abrir mão de sua comissão, ou de parte dela, para oferecer um desconto maior ao cliente, dando prioridade à comissão que ganhará na venda do carro. Enfim, a vida em sociedade, incluindo nosso lado profissional, exige muito mais frequentemente a tomada de decisões e a criação e manutenção de acordos e relacionamentos que considerem o longo prazo e que, portanto, devem ser benéficos para os envolvidos, com a cuidadosa composição dos interesses de todos. Como benefício adicional, a colaboração aumenta a probabilidade de que os acordos sejam cumpridos. *EdmarsonBacelar Mota é coordenador do MBAem Gerenciamento de Projetos e do MBA emDesenvolvimento Humano de Gestores do ISAE – Escola de Negócios.

O marketing pessoal é uma ferramenta estratégica e indispensável para a construção e desenvolvimento de uma carreira de sucesso. No entanto, pouquíssimos profissionais dão a devida atenção para o tema, e um número menor ainda dedica-se de maneira ativa para desenvolver uma imagem positiva perante o mercado. Mas, gerenciá-lo é mais fácil do que se pode imaginar. O primeiro passo é avaliar se a imagem que você está transmitindo é coerente com quem você é de fato. Não adianta você se comunicar bem e transmitir confiança se tudo isso for apenas da boca para fora. Marketing pessoal não é apenas o que você diz sobre o seu trabalho, mas principalmente o que pessoas que convivem com você pensam ou falam sobre sua personalidade. Para isso, é importante ser um bom profissional. Dedique-se para atingir as suas metas no trabalho e busque sempre superálas. Entregue resultados e seja reconhecido pelos seus feitos. Para se tornar referência, o profissional precisa partir do micro para o macro, ou seja, primeiro ser reconhecido pelos seus pares e superiores. Depois, para a sua área e, posteriormente, para a sua divisão, unidade de negócio e corporação como um todo. Contudo, não basta ser bom, você precisa ser notado. A exposição na dose certa é essencial para a construção de uma imagem. É importante que as pessoas saibam bem quem você é. Não adianta muito ser um ótimo profissional, mas ninguém perceber isso. Autenticidade e autoconhecimento também fazem a diferença. Uma pessoa autêntica cativa quem está por perto e faz com que você seja visto exatamente pelo que você é, e não pelo que gostaria de ser. Para isso, você precisa se conhecer muito bem para fazer brilhar seus pontos fortes, e minimizar os fracos. Outra tática bastante eficiente é o famoso storytelling. Conte sua história de maneira atrativa. Aprenda a falar sobre suas conquistas de forma envolvente e empolgante. Além de prender a atenção das pessoas, você tem muito mais chances de ser lembrado. Para uma entrevista de emprego, por exemplo, é interessante fazer um resumo sobre a sua carreira. Pense quais foram os seus principais projetos realizados, os resultados atingidos e quais foram as principais lições aprendidas. Isso pode facilitar muito o seu desempenho, além de despertar interesse no entrevistador e te deixar mais tranquilo durante a conversa. Procure identificar ainda o seu maior diferencial. Busque reconhecer o seu melhor e investir nele de modo estratégico. Esse diferencial pode estar em destaque no currículo ou no início do seu discurso. Se tiver algo exclusivo, invista sem medo. As chances de começar a ser reconhecido e admirado por isso são grandes. Por outro lado, tome cuidado com o “overposting”, ou seja, a imensa quantidade de posts sobre um determinado assunto ou pessoa. Superexposição não favorece ninguém. Estude a hora certa de se expor e como fazer isso da melhor forma. Caso contrário, você pode se tornar a “pessoa chata” que tenta “se vender” o tempo todo ou pode ser visto como um profissional carente, que precisa ser sempre parabenizado. Lembre-se que não adianta aparecer apenas por aparecer. O profissional precisa ter algo para mostrar, alguma coisa relevante, que seja reconhecida. Você está em um ambiente de trabalho e não em um show de talentos. Cuidado também para não se apropriar de ideias de outras pessoas para buscar reconhecimento próprio. Isso demonstra uma falha de caráter. Além de antiética, essa atitude pode destruir sua credibilidade. Evite ainda bajulações com a chefia. O seu objetivo deve ser apenas mostrar a qualidade do seu trabalho e criar bons relacionamentos. Por fim, defina onde você quer chegar e de que forma quer ser reconhecido. Invista em sua carreira, aprenda e reaprenda a ser bom no que faz continuamente. Reconheça os seus erros, aprenda com eles e busque corrigi-los. Crie uma rede de relacionamento para troca de experiências, boas práticas e conhecimentos. E, não se esqueça de que a construção de uma marca pessoal é constante. Mesmo quando sua imagem já é positiva, você precisa se atualizar com as inovações e tendências do seu mercado para continuar sendo visto como uma autoridade no assunto. Tome muito cuidado com a zona de conforto e invista sempre em você! Marcelo Olivieri é bacharel em psicologia e possui MBA em Gestão Estratégica. Com mais de 10 anos de experiência no recrutamento especializado nas áreas de marketing e vendas, Olivieri é diretor da Trend Recruitment.


Economia

Fortaleza-CE -Março 2018

3

Confiança do consumidor volta a cair em fevereiro Pesquisa mensal mostra que brasileiros continuam preocupados com o emprego e pouco dispostos a fazer compras de maior valor. Mas melhoraram as expectativas em relação à inflação e ao endividamento. O Índice Nacional de expectativa do Consumidor (INEC) caiu 0,2% ante janeiro e alcançou a 102,7 pontos neste mês. O valor é 1,6% menor do que o de fevereiro de 2017 e continua abaixo da média histórica, que é de 108 pontos. As informações são pesquisa divulgada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). Com a confiança baixa, os consumidores estão pouco dispostos a ir às compras. "A permanência do INEC em um patamar baixo sugere que a recuperação da demanda nos próximos meses continuará a ser modesta", avalia a CNI. De acordo com a pesquisa, aumentou a preocupação dos brasileiros com o emprego. O indicador de expectativa de desemprego caiu 1,3%. Quanto menor o indicador, maior é o número de pessoas que esperam o aumento do desemprego. O indicador de expectativas renda pessoal e de situação financeira oscilaram pouco. O de renda pessoal subiu 0,3% e o de situação financeira caiu 0,3%.

Análise mês a mês mostra reação dos investimentos em 2017 Indicador Ipea de FBCF foi atualizado com base no resultado do PIB.

O indicador de expectativa de compras de maior valor caiu 1,7% em fevereiro frente a janeiro. Na comparação com o mesmo mês do ano passado, a queda foi de 2%. No entanto, diminuiu a preocupação dos brasileiros com a inflação e há a percepção de melhora na evolução das dívidas. O índice de expectativa de inflação aumentou 2% em fevereiro na comparação com janeiro. No mesmo período, o indicador de endividamento subiu 0,9%. Quanto maior o índice, maior

é o número de pessoas que espera a queda da inflação e que percebe redução de seu endividamento. O INEC é um indicador que ajuda a antecipar variações na atividade econômica. Consumidores menos confiantes tendem a diminuir as compras. Com a redução do consumo, aumentam as dificuldades de recuperação da economia. Feita em parceria com o Ibope, essa edição do INEC ouviu 2.002 pessoas em 142 municípios entre 22 e 26 de fevereiro.

60% das maiores empresas do mundo não reconheceram os objetivos globais de desenvolvimento sustentável De acordo com um estudo realizado pela KPMG, 60% das maiores empresas do mundo não reconheceram os objetivos globais de desenvolvimento sustentável (ODS) em seus relatórios. O levantamento “Como informar os ODS: o que parece ser bom e por que isso importa” (HowtoreportontheSDGs:Whatgood looks likeandwhy it matters) analisa a preparação e divulgação de informações das 250 maiores empresas do mundo sobre os objetivos de desenvolvimento sustentável. A pesquisa também constata que, em dois anos após o anúncio dos ODS, apenas 8% das empresas incluídas no levantamento apresentaram um estudo de caso para tomada de medidas que visam à implementação dos ODS e 10% estabeleceram metas de desempenho empresarial específicas e mensuráveis em relação às metas globais. "Existem grandes oportunidades de negócio inerentes ao gerenciamento dos problemas mais difíceis do mundo, no entanto, até o momento, somente um pequeno número de

grandes empresas demonstrou que entende esse ponto. Esse grupo beneficia-se por reconhecer os ODS como um poderoso catalisador de inovação, parcerias e transformações de mercado capazes de desenvolver as empresas. Por isso estarão em vantagem quando se comunica-

Vida Terrestre, Fome Zero e Agricultura Sustentável e Vida na Água”. rem com os inúmeros investidores, governos e outras partes interessadas que estão demonstrando um interesse cada vez maior pela contribuição das empresas com os ODS", afirma o diretor da KPMG líder para a área de sustentabilidade, Ricardo

Zibas. Outras constatações do estudo: Os ODS geralmente priorizados pelas maiores empresas são os seguintes: Ação contra a Mudança Global do Clima, Trabalho Decente e Crescimento Econômico e Saúde e Bem-estar. Os ODS geralmente menos priorizados são: Vida Terrestre, Fome Zero e Agricultura Sustentável e Vida na Água . 75% das empresas que preparam e divulgam informações sobre os ODS discutem o impacto de suas empresas sobre esses objetivos; entretanto, existe um desequilíbrio considerável na divulgação dessas informações, pois a maior parte das empresas discute os impactos positivos, e não os negativos. 39% que divulgam informações sobre o ODS incluem os objetivos globais nas mensagens de seus CEOs e Presidentes. Somente 20% das empresas divulgam informações sobre algumas das 169 metas de ODS individuais definidas pela ONU.

“Empreendedorismo de verdade” é o que ensina projeto inédito empresarial Missão de implantar o empreendedorismo real e a mudança de mentalidade dos empresários é o ponto principal dessa iniciativa Com a missão de mudar a economia do país através da mudança de mentalidade de empresários que pensam saber o que é empreendedorismo quando na realidade não o são, a Line Coaching, empresa especializada em mudança de mindset, lança o título “Impulsão Empresarial – uma estratégia para automatizar processos e liberar mais tempo para você!”. No dicionário da língua portuguesa, por definição “empreendedorismo” quer dizer “disposição ou capacidade de idealizar, coordenar e realizar projetos, serviços e negócios”, porém “ainda existe uma dificuldade geral de entender e praticar o que realmente significa

“empreender”, segundo Clailton Luiz, CEO e fundador da Line Coaching. Dita-se que no Brasil não há a cultura de formação em empreendedorismo em escolas tradicionais, em cursos de graduação e tão pouco há uma preocupação de ensinar o profissional a aprender ser um empreendedor de verdade. “No colégio, bem como na faculdade, fomos preparados para ser operários e não empreendedores, na gastronomia aprendemos a ser cozinheiros e não donos de um restaurante, por exemplo”, afirma Clailton, cuja missão é realmente ensinar o empresário a agir como líder e empreendedor na prática.

No livro “Impulsão Profissional”, revela-se que existem três personalidades que lutam entre si para assumir o controle dos negócios: o empreendedor, o gerente e o operário. Dessas três, a personalidade empreendedora é a única visionária e motivadora mas é a que fica menos tempo no controle, porque normalmente a personalidade operária toma a frente em questões do dia a dia menos estratégicas, onde prejudica a evolução do negócio. “Poucos são realmente empreendedores de fato e é isso que pretendemos mudar, a transformação do “mindset” do empresário é o primeiro passo para o sucesso”, conclui o CEO.

Os investimentos voltaram a ser o principal destaque positivo entre os componentes do Produto Interno Bruto (PIB) pelo lado da demanda. O Indicador Ipea Mensal de Formação Bruta de Capital Fixo mostra que, embora os investimentos em construção civil tenham caído 5,6% no ano, chegou em dezembro num nível 2,0% acima do registrado no mesmo mês de 2016. Os investimentos em máquina e equipamentos, por sua vez, atingiram em dezembro de 2017 um nível 11,7% superior ao observado em dezembro do ano anterior. O indicador divulgado hoje pelo Grupo de Conjuntura do Ipea foi ajustado com base no resultado do Sistema de Contas Nacionais Trimestrais do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), ou seja, o resultado do PIB de 2017. A singularidade do Indicador

Ipea é que ele permite analisar o desempenho mês a mês, ao longo do ano, dos investimentos por componentes (máquinas e equipamentos, construção civil e outros), ao passo que o SCNT do IBGE apresenta dados por segmentos apenas para a média do ano. A análise publicada no blog da Carta de Conjuntura do Ipea destaca o forte desempenho dos investimentos em dezembro – quando o componente máquinas e equipamentos (produzidos internamente e importados) apresentou crescimento de 4,6% frente a novembro. Na comparação entre o quarto e o terceiro trimestres, a demanda por máquinas e equipamentos avançou 1,1%, embora o volume importado tenha contribuído negativamente, com recuo de 2,9%. Por sua vez, a construção civil avançou apenas 0,1%.

Tropical restaurante

Self-Service sem peso Bebidas Diversas

A melhor comida caseira do Centro da Cidade Refeições diariamente * Cavala C/ Frita * Tilápia C/ Frita * Camarão Alho e Óleo * Camarão ao Molho * Cavala ao Molho * Peixada Tilápia * Costela Cozida * Galinha Cabidela * Carneiro Guizado * Carne do Sol * Panelada * Sarrabulho * Costela de Porco Sexta e Fins de semana Feijoada, panelada e buchada

SOBREMESAS: • Pudim • Mouse • Salada de Frutas • Doce de Mamão • Doce de Leite

3452.1280 Organização: Inácio e família

Cerveja gelada e outras bebidas BAR ESPAÇO CULTURAL ABERTO DE SEGUNDA A SÁBADO

Rua Assunção, 16 - Centro Fortaleza Ceará


4

Previdência estadual

Fortaleza-CE - Março de 2018

Governo quer alterar previdência estadual dos servidores

‘‘

Fórum dos Servidores Públicos critica o encaminhamento dos projetos sem a devida discussão

Antonio Matos

Os fazendários do Ceará participaram ativamente das manifestações contra a reforma da previdência do governo Temer

Por Patrícia Guabiraba N o d i a 2 1 d e f e v e r e i r o , o gratificação de titulação, de cinco (Sindetran-CE), Sindicato dos Executivo Estadual encaminhou à para dez anos. “Atacar o direito dos Docentes da UECE (Sinduece) e Assembleia Legislativa do Ceará, s e r v i d o r e s n o m o m e n t o d a Associação dos Servidores da através de mensagens de lei, três aposentadoria, mudando as regras no Fundação Núcleo de Tecnologia projetos que modificam a gestão final do jogo, não é correto”, afirma Industrial do Ceará (ASNUT). previdenciária dos servidores o diretor de comunicação do Sintaf, públicos estaduais. A medida não Pedro Vieira, que participou de Reforma da Previdência do passou despercebida à coordenação seminário do Fuaspec sobre o tema. governo Temer é suspensa após do Fórum Unificado das Associações “Não existe déficit na previdência pressão popular Os servidores públicos do Ceará e Sindicatos dos Servidores Públicos estadual. Na verdade, o governo esperam barrar as alterações na deveria ampliar as opções de receitas Estaduais do Ceará (Fuaspec), que previdência estadual do mesmo criou um grupo de trabalho para p a r a r e c o m p o r o s f u n d o s m o d o q u e a pressão dos estudar as mudanças propostas. Os previdenciários”, aponta o diretor. trabalhadores sustou a reforma da O Fórum dos Servidores dirigentes criticam o previdência proposta pelo governo encaminhamento dos projetos sem a continuará acompanhando o tema de p e r t o e b u s c a r á s u s p e n d e r a Temer. No dia 19 de fevereiro, data devida discussão com os em que o país foi tomado por servidores e caracterizam a manifestações contra a votação medida como uma reforma da da reforma, o governo federal previdência antecipada, a nível anunciou oficialmente a estadual, apesar da reforma O Sindicato também defende suspensão da PEC nº 287/2016 previdenciária do governo a alteração do Pacto Federativo (reforma da previdência). No Temer ter sido engavetada. entanto, na avaliação da Diretoria Com as mudanças, o como solução definitiva para o C olegiada do Sintaf, os Governo visa criar entidades déficit da previdência dos trabalhadores devem continuar paraestatais para gerir os fundos estados e municípios. atentos, pois o tema não sairá da previdenciários. O Fuaspec vê agenda. com preocupação a criação de Como contraponto à reforma uma Fundação para a gestão da tramitação dos projetos de lei, com da previdência, o Sintaf propõe a Previdência Complementar dos pressão junto aos deputados, além de revogação da PEC do ajuste fiscal da servidores, denominada de CE- realizar seminários, atos e audiência União (nº 95/2016), que congela os Previcom. “Temos experiências de pública. gastos públicos por 20 anos, e outras fundações que não deram A comissão de trabalho que acrescenta outras: a revogação da certo, a exemplo da Petros e da analisa as propostas do governo é PEC 93/2016, que desvincula as Funcef, cujos ex-gestores foram composta pelo Sindicato dos receitas da União; o aumento da denunciados por gestão fraudulenta e Fazendários do Ceará (Sintaf), acumularam déficits que põe em Sindicato dos Trabalhadores no carga tributária do sistema financeiro risco o pagamento integral da Serviço Público Estadual do Ceará e a regulamentação da tributação aposentadoria de seus servidores”, ( M O VA - S E ) , S i n d i c a t o d o s sobre as grandes fortunas. O a l e r t a a c o o r d e n a d o r a d e Engenheiros no Estado do Ceará S i n d i c a t o t a m b é m d e f e n d e a comunicação do Fuaspec e diretora ( S e n g e - C E ) , A s s o c i a ç ã o d o s alteração do Pacto Federativo como do Sintaf, Ana Maria Cunha. Servidores do Ministério Público do solução definitiva para o déficit da Um dos projetos aumenta a Ceará (ASSEMPECE), Sindicato p r e v i d ê n c i a d o s e s t a d o s e exigência do tempo de contribuição dos Trabalhadores na Área de municípios, no que se refere ao para que os servidores incorporem a Trânsito do Estado do Ceará orçamento da seguridade social.

‘‘

OPINIÃO

Previdência Estadual, déficit ou omissão? Pedro Vieira O Regime Próprio de Previdência Social (RPPS/Entes Públicos) para servidores públicos titulares de cargo efetivo e militares foi criado na Constituição Federal de 1988 (art. 40) e Lei Federal nº 9.717, de 27/11/1998. O RPPS é um sistema contributivo (contribuição dos servidores “empregados” e contribuição do Ente Federativo, “empregador”), onde a acumulação de recursos, com capitalização, atinge o equilíbrio atuarial para pagamento futuro de benefícios definidos. O Art. 40 da Constituição Federal assegura, aos servidores da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios, regime de previdência de caráter contributivo e solidário. No entanto, com a Emenda Constitucional nº 20/1998, criou-se um novo modelo previdenciário. Ele preserva o caráter contributivo; o tempo de serviço passa para tempo de contribuição e introduz-se a exigência de equilíbrio financeiro e atuarial, dentre outras regras de organização e funcionamento do RPPS. Houve dificuldades de instauração do novo modelo previdenciário adotado pela Constituição Federal de 1988, a partir da EC nº 20/1988, e estas, segundo especialistas, decorrem primordialmente de dois fatores: da ausência de domínio técnico quanto ao “equilíbrio financeiro e atuarial” e da dificuldade financeira da ruptura de um regime antigo de natureza premial, que funcionava com base em lógica orçamentária, para um novo regime contributivo fundamentado na lógica de acumulação de recursos previdenciários. Podemos acrescentar ainda um terceiro fator: a falta de disciplina na gestão financeira para conter os depósitos e aportes na manutenção do Fundo Especial de Natureza Contábil, previsto no Art. 11 da Lei Complementar nº12, de 23 de junho de 1999. No Ceará, o Sistema Único de Previdência Social do Estado (SUPSEC) foi legalmente instituído através da Lei Complementar Estadual nº 12/1999, “reestruturando” o regime de previdência estadual de acordo com as disposições da então Emenda Constitucional nº 20/1998. O SUPSEC tem conta distinta da conta do Tesouro Estadual, como determina a legislação previdenciária nacional, e a Unidade Gestora Única do RPPS/ SUPSEC é a Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag). Em 2013 foi realizada a separação de massas para a operacionalização do SUPSEC (RPPS) através de Fundos Contábeis (Lei Complementar nº 123/2013), criando fundos (FUNAPREV e PREVMILITAR), de natureza repartição simples (o que significa arrecadar hoje e pagar os benefícios de hoje) para uma massa que contribuiu durante 14 anos (até 2013) em sistema de natureza contributiva (acumular, capitalizar e pagar no futuro). Desde 2013, são três os Fundos do SUPSEC: FUNAPREV, para servidores ingressos até 31/12/2013; PREVMILITAR (para militares) e PREVID (para ingressos após 31/12/2013). Se formos considerar o exemplo do PREVID, que é um fundo novo de natureza contributiva, mas que arrecada dos servidores somente até o teto do regime geral (R$ 5.531,00), sendo facultativa a contribuição complementar acima do teto, com aproximadamente 5.500 contribuintes ativos, este já possui um patrimônio acumulado em apenas quatro anos, de R$ 350 milhões. Diante disso, imaginem o fundo FUNAPREV, com quase 105 mil servidores, e os devidos aportes e contribuições durantes quase 20 anos acumulados e capitalizados. Então, antes de falarmos em déficit da previdência estadual, temos que analisar todo um histórico de ações e omissões, que resultaram no que temos hoje. O Regime Próprio de Previdência Social (RPPS) foi criado como um sistema de natureza contributiva, com acumulação e capitalização de recursos para pagamento de benefícios futuros – mas não foi o que aconteceu. A matéria é de natureza complexa e deve ser avaliada sob diversos aspectos, principalmente com a participação dos servidores e suas entidades sindicais. Mas não se pode falar em déficit da previdência estadual. Temos que trabalhar em novas fontes de receita, como proposto pelo assessor técnico do Fórum Unificado dos Servidores Públicos Estaduais (Fuaspec) e diretor do Sintaf, profº Lúcio Maia, quando propõe um novo pacto federativo que reveja a distribuição das contribuições sociais. Devemos, ainda, vislumbrar a formação de um Fundo do FUNAPREV, que resgate estes valores não depositados/aportados, mesmo que em longuíssimo prazo. Pedro Vieira é diretor do Sindicato dos Fazendários do Ceará


Fortaleza-CE -Março de 2018

Agronegócio/Empreendedorismo

5

Agronegócio: mais evidências da importância do agro na economia O Brasil é o hoje o maior exportador mundial de carne e ocupa posição destacada na produção de grãos.

Após dois anos de queda no valor total das exportações, o ano de 2017 se mostrou o ano da recuperação para o agronegócio brasileiro. O

saldo positivo da balança comercial nos últimos anos mostra claramente a recuperação da economia brasileira. Em 2014, o montante exportado foi

acima de 225 bilhões de dólares, do consumidor. “No que tange ao caindo para 191 e 185 bilhões de comportamento do agronegócio, dólares nos anos de 2015 e 2016, observamos o aumento do percentuconsecutivamente. al da participação Essa queda ocorreu brasileira nas exporem anos em que tações, mostrando a houve uma das maioforça do setor e a res taxas de câmbio, importância na com o dólar atingindo integridade das patamares de R$ 4. contas nacionais”, De acordo com A estratificação explica. José Fabiano da Silva, Nos anos de membro do Comitê das exportações do 2015 e 2016, houve Macroeconômico do agronegócio pode quebras nas safras ISAE – Escola de ser dividida em de milho e de soja, Negócios, no ano dois dos maiores passado, o país expor- dois segmentos”. contribuidores para tou um total de 217,74 o saldo positivo. bilhões de dólares, Para silva, essa com o empresariado retomando a quebra de safra reduz a oferta total do produção visto a melhora nos níveis produto e, consequentemente, seu de confiança tanto industrial como saldo exportável. "No ano de 2017

EMPREENDEDORISMO

Economia solidária tem mais de 20 mil empreendimentos cadastrados no Brasil Vender, comprar, produzir e trabalhar em parceria, sendo ao mesmo tempo executor e proprietário do negócio. A economia solidária tem sido uma chave propulsora para a geração de renda no Brasil. Atividades econômicas desenvolvidas no campo e na cidade organizam trabalhadores coletivamente, promovendo transformações na vida de pessoas que, muitas vezes enfrentam situação de vulnerabilidade. Segundo dados da Secretaria Nacional de Economia Solidária do Ministério do Trabalho (Senaes), o Brasil contabiliza 20.529 empreendimentos do setor. O ministro interino do Trabalho, Helton Yomura ressalta que o número de empreendimentos de economia solidária no país é maior do que o registrado. “Os mais de 20 mil empreendimentos são os que possuem registro no Cadastro Nacional de Empreendimentos Econômicos Solidários (Cadsol). No entanto, não é obrigatório ser cadastrado. Por isso, há uma estimativa de que a atividade seja ainda mais abrangente”, explica o ministro. Além dos Empreendimentos Econômicos Solidários (EES) cadastrados, há no Cadsol hoje mais 4.154 pedidos de análise. O que pode significar um aumento de 20,2% no número de empreendimentos cadastrados. Helton Yomura ressalta que o Governo Federal não tem como deixar de atender esse público importante para a geração de emprego e renda. “O Ministério do Trabalho vem desenvolvendo e atuando em uma série de ações para impulsionar as atividades de economia solidária e beneficiar também os empreendedores”, deta-

na como uma âncora de fortalecimento”, explica ela. Aline ressalta que as políticas públicas também são importantes para que os atores dos EES entendam como funciona a linha de frente dos negócios e a conjuntura econômica do país. “Podemos mudar a trajetória de muitas pessoas e mostrar um ótimo resultado na economia popular”, conclui. Entenda a economia solidária

lha. A afirmação de Yomura é baseada não apenas em números, mas também em casos como o de Aline Sousa da Silva. Ela começou aos 14 anos para ajudar a avó e faz parte da terceira geração de catadores de sua família. Hoje, promove o sustento dos cinco filhos por meio da atividade e preside a Central de Cooperativas de Materiais Recicláveis do DF e Entorno (Centcoop). A cooperativa reúne 24 empreendimentos e beneficia cerca de 3 mil pessoas. Antes de chegar à presidência da Centcoop, Aline passou por diversos desafios na área de reciclagem. Para ela, o incentivo do Governo Federal foi essencial para o crescimento da economia solidária. “Influencia não só na minha vida, mas no dia a dia de muitos catadores. A Economia Solidária faz as pessoas perceberem que é preciso somar para conquistar mercado. Esse apoio do Ministério do Trabalho é fundamental e funcio-

O que é? É um jeito diferente de produzir, vender, comprar e trocar o que é preciso para viver. Enquanto na economia convencional existe a separação entre os donos do negócio e os empregados, na economia solidária os próprios trabalhadores também são donos. Quem faz parte? Organizações coletivas e suprafamiliares, ou seja, compostas por mais de duas pessoas que não pertençam à mesma unidade familiar. Podem ser do meio urbano ou rural. Quem apoia? Secretaria Nacional de Economia Solidária (Senaes) do Ministério do Trabalho. Números da economia solidária no Cadsol: EES cadastrados: 20.529 EES em análise: 4.154 EES em análise pelas comissões locais de cadastro (comissões é um grupo formado pela sociedade civil e governo para certificar se uma inscrição é ou não um EES): 190.

tivemos recorde de produção tanto para a soja quanto para o milho, e marcamos também novos recordes de exportação para os dois produtos, fato esse que também impulsionou a balança comercial, principalmente frente à China”, comenta. A estratificação das exportações do agronegócio pode ser dividida em dois segmentos: produtos de origem animal e de origem vegetal. “É possível observar que dois elos da cadeia do agronegócio que se relacionam diretamente e de forma dependente contemplam praticamente 50% de todas as exportações do agronegócio: a cadeia produtiva de grãos e de carnes. Não menos importantes, os demais setores do agronegócio contribuem significativamente para a balança comercial, porém foi por meio dos grãos e da produção de carne que houve a maior expansão do agronegócio brasileiro nos últimos 10 anos”, expõe José. Hoje, o Brasil tornou-se o maior exportador mundial de carnes. E no quesito produção de grãos, o país ocupa posição destacada com milho e soja, 10% e 30% da produção global respectivamente, ocupando a segunda posição, abaixo dos EUA e a frente da Argentina. “Assim como os Estados Unidos, o Brasil tem o ciclo virtuoso do agronegócio com autossuficiência na produção da matéria prima para produção de carnes, ocupando orgulhosamente a posição de segundo maior exportador de grãos e maior exportador global de carne”, completa o especialista.

Banco Central, CNDL e SPC Brasil assinam acordo de cooperação para promover ações de cidadania financeira Melhorar a relação dos consumidores com suas finanças pessoais é o objeto do Acordo de Cooperação Técnica (ACT) que o Banco Central assinou com a Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL) e o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil). Focado em cidadania financeira, o acordo tem duração de dois anos, período no qual as instituições vão produzir pesquisas e disseminar conteúdos sobre educação financeira, crédito e consumo. O indicador mensal Uso do Crédito no Brasil, mostra que, em janeiro, 22% dos brasileiros tiveram crédito negado ao tentar parcelar uma compra em estabelecimentos comerciais ou contratar serviços a prazo. Para 36% deles, faltaram comprovação ou suficiência de renda, enquanto um em cada três teve restrições ao CPF devido à inadimplência. “Esse acordo poderá melhorar a vida das pessoas e aumentar a capacidade de consumo da população”, observou o presidente da CNDL, José César Costa, lembrando que as câmaras de dirigentes lojistas estão presentes em mais de 1.500 municípios de 26 estados e no Distrito Federal. A ideia do ACT é unir esforços em prol da inclusão financeira da população e vai se estruturar nos pilares educação financeira e pesquisas. Isaac Sidney Ferreira, diretor de Relações Institucionais e Cidadania do Banco Central, informou que a bancarização cresceu 3,3% nos últimos dez anos, enquanto a população adulta brasileira segue heterog-

nea e muitas vezes usa mau o crédito. “Todos nós temos de promover a cidadania financeira, daí a importância de o Banco Central firmar parcerias. Vamos conjugar esforços, fazer o intercâmbio de dados agregados, casando demandas e acessos a serviços financeiros. Esse diagnóstico comportamental daquele que usa o varejo e o crédito pode nos ajudar a avaliar o impacto de políticas públicas importantes”, explica o diretor, citando como possível consequência a redução do spread bancário. Além das pesquisas, o conteúdo de educação financeira produzido pelo Banco Central será compartilhado nos canais que o SPC Brasil oferece para os consumidores, como o site Meu Bolso Feliz e o aplicativo para smartphones 'SPC Consumidor'. Em contrapartida, as pesquisas do SPC Brasil serão compartilhadas com o BC. “O desenvolvimento do Brasil só vai ocorrer quando todo cidadão tiver seu orçamento organizado, e isso inclui as pequenas empresas, que muitas vezes vão a óbito porque os empresários não têm noção do uso adequado de recursos. Esse acordo tem muito a contribuir para a cidadania financeira, fundamental para o desenvolvimento sustentável de longo prazo da nossa moeda”, afirmou o presidente do SPC Brasil, Roque Pellizzaro, que aproveitou as perguntas dos repórteres para reforçar a importância da aprovação pelo Congresso do cadastro positivo, melhorando o acesso ao crédito no país.


6

Economia

Fortaleza-CE - Março de 2018

Novo Cadastro Positivo pode injetar R$ 29 bilhões na economia do Ceará Capitalização encerra 2017 com quase r$ 30 bilhões em reservas

Alterações na legislação do Cadastro Positivo, a ser votado na Câmara Federal, devem tornar o crédito mais acessível, com estímulo ao emprego e à renda.

O novo modelo de Cadastro Positivo poderá injetar R$ 29 bilhões na economia do Ceará e possibilitar acesso ao crédito para um contingente adicional de 947 mil consumidores. Esses números fazem parte do recente desdobramento, por estado, de pesquisa da Serasa Experian divulgada no ano passado, e que constatou que o novo CP pode inserir até 22 milhões de consumidores no mercado de crédito nacional, e mais de R$ 1 trilhão na economia brasileira.¹ O aprofundamento do estudo foi um pedido da ANBC (Associação Nacional dos Bureaus de Crédito) para mostrar os benefícios potenciais do Cadastro Positivo com inclusão automática do consumidor por estado e região, além dos níveis atuais de inadimplência em cada um desses locais. A aprovação desse novo modelo, que está na pauta de votação da Câmara dos Deputados, trará uma forma mais abrangente e inclusiva de conceder crédito, tendo como base o histórico de endividamento de um cidadão e a forma como ele paga suas

dívidas com instituições financeiras, empresas de comércio e empresas de serviços como água, gás, energia elétrica e telefonia. Ou seja, o modelo valoriza os pagamentos realizados, os dados positivos - e não eventuais dívidas não pagas ou em atraso. De acordo com a pesquisa ampliada, o Ceará, com 37,2% de inadimplentes, apresenta um índice inferior ao da média brasileira, que é de 40,3%. E a exemplo do que deve ocorrer no resto do país, o novo Cadastro Positivo tende a promover uma redução de até 45% na inadimplência no estado. Poderá ainda adicionar 947 mil pessoas ao mercado de crédito, o que representa mais de 10 por cento da população total do Ceará. Essas pessoas estão fora do mercado de crédito não por serem inadimplentes, mas por terem pontuação de crédito baixa à falta de informação. Esses dados foram coletados por meio de análise de 2 milhões de CPFs da base de dados da Serasa Experian distribuídos pelos estados

NÚMEROS POR ESTADO: NÚMEROS POR ESTADO DA REGIÃO NORDESTE: % DE INADIMPLÊNCIA Nordeste 39%

POPULAÇÃO BENEFICIADA

INJEÇÃO NA ECONOMIA

5,511 milhões

R$ 182 bilhões

Ceará

37,2%

947 mil

R$ 29 bilhões

Brasil

40,3%

22,1 milhões

R$ 22,1 trihão

SEGURANÇA DIGITAL

Empresários cearenses se reúnem para debater formas de melhorar defesa Mind The SecSummit debateu as vulnerabilidades que mais afetam a economia do Ceará e reúne especialistas em discussão sobre o impacto dos ataques cibernéticos e novas soluções. Eugene Kaspersky, pioneiro dos antivírus no mundo: debateu no ano passado norteou ações do governo e de empresas privadas em 2018.

Na distribuição de prêmios, os sortudos da região foram contemplados com R$ 388,9 milhões.

“A adição de mais pessoas e a ampliação do crédito para quem já está no mercado, proporcionadas pelo novo modelo de Cadastro Positivo, têm potencial de baixar os juros dos empréstimos e financiamentos”, observa Elias Sfeir, presidente da ANBC - Associação Nacional dos Bureaus de Crédito. Mas ele acrescenta que os principais benefícios são sociais, não só porque haverá uma redução da inadimplência pela prática de taxas de juros mais justas, mas porque o estímulo ao mercado de crédito é fundamental para estimular as economias locais e para gerar empregos. Resumo dos Principais Benefícios Crédito mais acessível e barato por meio da pontuação de crédito A diminuição dos riscos na oferta de crédito possibilita juros mais baixos e maior concorrência no mercado de crédito. O empoderamento do tomador de crédito -- quer seja um consumidor, PME ou um empreendedor -- por meio da pontuação de crédito poderá reduzir a inadimplência em até 45%. A lei possibilitará a inclusão de 22 milhões de pessoas no mercado de crédito, e mesmo quem não tem comprovação de renda poderá ter acesso ao crédito graças a seu CP. Aumento do emprego devido ao aquecimento da economia Esse instrumento pode aumentar o PIB anual em 0.54% a.a. e pode injetar a médio prazo até R$ 1,1 trilhão na economia, e uma economia aquecida gera empregos e aumenta a renda dos cidadãos. Avaliação de crédito mais justa com base em pontuação ou escore O CP reverte o cenário de decisão de crédito por parâmetros negativos. O histórico positivo passa a ser mais relevante.Cidadãos com bom histórico, mas que enfrentaram situação de inadimplência serão avaliados também pelas contas pagas em dia. Melhoria de crédito para as classes menos favorecidas Consumidores nas piores faixas de escore e que, em sua grande maioria, possuem menor renda, são aqueles que mais ganham com o CP. Um estudo realizado pela Serasa Experian estima que 60% dos menos favorecidos teriam elevação em seu escore com o novo CP. Controle do consumidor sobre suas informações A lei atende aos requisitos do Código de Defesa do Consumidor, pois o cancelamento de cadastro pode ser feito a qualquer momento. No sistema atual (adesão voluntária) os dados do histórico de crédito como pagamentos de contas e empréstimos ficam abertos a todos os consulentes (lojas, bancos, financeiras, empresas de serviços públicos, etc. Com a nova lei esses dados entram automaticamente na pontuação de crédito (escore) e a abertura de dados é feita pelo tomador de crédito junto ao consulente. Garantia de Privacidade A pontuação de crédito será composta por dados relativos a empréstimos, financiamentos, crediários, contas de água, luz, gás e telefone. Informações relativas a saúde, deslocamentos ou interações sociais não serão e nem podem (por lei) ser utilizadas. Sobre aANBC AAssociação Nacional dos Bureaus de Crédito (ANBC) é uma associação civil de direito privado, sem fins lucrativos que tem como objetivo contribuir para o desenvolvimento sustentável do crédito no Brasil. A entidade congrega os birôs de proteção ao crédito que atuam no território brasileiro e mantém relacionamento com associações internacionais para promover as melhores práticas do setor.

O mercado de títulos de capitalização encerrou o ano de 2017 com reservas técnicas de R$ 29,2 bilhões. O montante representa os recursos de títulos ativos que serão resgatados pelos clientes futuramente. Mesmo em meio à crise, as reservas se mantiveram, praticamente, no mesmo patamar de 2016, com um pequeno recuo de 0,8%. Os dados são da Federação Nacional de Capitalização (FenaCap), entidade de representa as 17 empresas que comercializam títulos de capitalização no país. Os resultados do ano mostram ainda que as empresas distribuíram R$ 1,1 bilhão de prêmios em dinheiro para os clientes. Esse valor corresponde ao pagamento de R$ 4,4 milhões por dia útil do período. Como esperado, a receita global do setor foi 1,6% menor que no ano anterior, alcançando R$ 20,8 bilhões. Os resgates finais e antecipados efetuados pelos clientes no período caíram 9,7%, sinalizando uma predisposição maior dos clientes de manter recursos guardados. Marco Antonio Barros, presidente da FenaCap, avalia que 2018 será um ano com muitas oportunidades de crescimento, potencializado pela consolidação do novo marco regulatório do setor, em fase final de discussão, e por fortes investimentos em inovação, diversificação de produtos e canais.

No dia 16 de março, chefes de segurança da informação das maiores empresas do Ceará, representantes de órgãos públicos e especialistas nacionais e internacionais se reuniram em Fortaleza para discutir as vulnerabilidades e tendências de ataques cibernéticos que já preocupam os gestores cearenses. O MIND THE SECSUMMIT, o principal e mais qualificado evento de Segurança da Informação do Brasil, promoveu o encontro entre os maiores especialistas em cibercrime e segurança da informação do mundo para debater tendências e discutir os desafios do segmento e a vulnerabilidade do Brasil no cenário mundial. “O Ceará tem uma representatividade gigantesca no cenário da segurança digital no Brasil, por isso é importante que os especialistas locais possam trocar conhecimento com os desenvolvedores de soluções e especialistas para se manterem atualizados frente às ameaças do cibercrime”, ressalta Anderson Ramos, fundador do Mind The SecSummit e CTO da Flipside, produtora do evento. Em 2017, o custo do despreparo frente ao cibercrime, hoje mais organizado, globalizado e ativo, foi de cerca de 70 bilhões de reais para a economia brasileira e afetou 62,7 milhões de pessoas e empresas, que perderam 24 horas - ou três dias inteiros de trabalho - para lidar com os danos pósataques,MIT de acordo com o 2017

Norton Cyber Security Insights Report, divulgado pela empresa de segurança Symantec. Entre os temas em destaque na programação de palestras do Mind The SecSummit, está a capacidade das empresas trocarem inteligência para combater os cibercriminosos. A conversa será liderada por Claudio Dodt, Líder Técnico do time de Segurança da Informação do Grupo Edson Queiroz. O Blockchain, tecnologia que permite a privacidade nas transações de criptomoedas, por exemplo, também estará em pauta. Microsoft, Lanlink e FoxBit, entre outras gigantes internacionais e nacionais, estarão representadas no evento para discutir temas exclusivos e inéditos a fim de diminuir em 2018 esse fator que está afetando a economia, a atividade industrial e o comportamento estratégico das empresas cearenses e brasileiras. Sobre o Mind The SecSummit O Mind The SecSummit é o principal encontro corporativo brasileiro sobre Segurança da Informação e Segurança Cibernética. Promovido pela Flipside - Security Beyond Technology, o evento reúne consagrados palestrantes e executivos das principais capitais do país para debates em um formato que privilegia o relacionamento de alto nível e a troca de conhecimento entre especialistas,

Soluções de negócios com sorteios No desempenho por modalidade, o produto Tradicional teve mais representatividade, registrando um faturamento superior a R$ 17,0 bilhões. Sendo responsável por 84,2% do resultado global. Dentro dessa modalidade, o produto de Garantia Locatícia arrecadou R$ 1,3 bilhão registrando um crescimento de 19,3%, o que já corresponde a 7,41% do volume do Tradicional. “O Garantia Locatícia é um produto que traz benefícios para inquilinos e proprietários de imóveis, abrindo novas oportunidades de negócios para imobiliárias e corretores. O custo dessa garantia varia entre seis e 12 vezes o valor do aluguel. O contratante pode receber integralmente o valor pago ao fim do contrato e participa de sorteios ao longo de toda a vigência”, complementa Marco Barros. A modalidade Incentivo arrecadou R$ 2,2 bilhões, registrando crescimento de 28,4%; e o os títulos da modalidade Popular arrecadaram R$ 1,1 bilhão. Desempenho por região A Região Centro-Oeste foi destaque no ano, apresentando crescimento de 7,40% no faturamento, que R$ 1,6 bilhão. A premiação cresceu 31,02%, alcançando R$ 88,3 milhões. A região Sul também apresentou resultados positivos, com aumento de 5,04% no faturamento em relação 2016, fechando o período em $ 4,0 bilhões. Na distribuição de prêmios, os sortudos da região foram contemplados com R$ 388,9 milhões, avanço de 7,17% em relação a 2016.


Fortaleza-CE -Março de 2018

Recursos Hidricos/Infraestrura/Lazer

7

Com temas ligados a indústria, Fórum mundial da Água termina com participação de quase 100 mil pessoas Por Marquezan Araújo Após uma semana de muito debate sobre compartilhamento de gestão dos recursos hídricos, o 8° Fórum Mundial da Água encerrou a programação. Segundo os organizadores, o evento, que aconteceu em Brasília, atingiu o objetivo de disseminar o assunto e fazer com que os responsáveis aprimorem políticas públicas que reduzam o consumo hídrico mundial. Parte das atividades estava concentrada na Vila Cidadã, localizada no estádio Mané Garrincha e aberta ao público. Quase 100 mil pessoas frequentaram o local desde o dia 17. Desse total, segundo os organizadores, 40 mil eram crianças e jovens. A cerimônia de enceramento ocorreu no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, na zona central de Brasília. Em entrevista exclusiva à Agência do Rádio, o presidente do Conselho Mundial da Água, Benedito Braga, agradeceu a presença e o engajamento daqueles que trabalharam ou compareceram ao evento, que pela primeira vez foi realizado em um país do hemisfério sul. Além disso, destacou que a água não será motivo de impasses, mas sim, de união entre pessoas. “Água é o elo de integração das pessoas. Nós não podemos imaginar como muitas pessoas falam, que vão haver guerras pela água. Nós teremos união de pessoas pela água. Então um evento como esse, que traz representantes de mais de 170 países, nos seus mais diversos setores, regional, político, cidadão, sustentabilidade, tende a fortalecer a agenda da água”, ressal-

Prefeitura de Fortaleza realiza Ciclofaixa de Lazer com três rotas para o Passeio Público

tou Braga. Além de incentivar população a poupar e usar a água de forma racional, o fórum destinou orientações de eficiência na utilização dos recursos hídricos para importantes setores da economia, como a indústria e o agronegócio. Segundo o gerente-executivo de Meio Ambiente e Sustentabilidade da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Davi Bomtenpo, diversos projetos já estão em prática nos processos de produção, o que cola-

bora para o uso mais sustentável da água. “A indústria como um todo está no caminho. A gente pode ver essa questão da indústria automotiva usando 50% a menos de água no seu processo produtivo. Cada vez mais investindo na recirculação,” exemplifica Bomtenpo. O especialista explicou ainda que existem setores com mais de 50% no índice de recirculação de água, investindo também na captação de chuva. “Eu acho que, cada

vez mais, esse papel da indústria vem sendo considerado como uma parte da solução desse problema”, complementou. Segundo informações do governo de Brasília, a oitava edição do Fórum Mundial da Água recebeu 12 chefes de Estado, 134 parlamentares e 70 ministros de 56 países. Além disso, a cobertura do evento foi feita por 1.968 profissionais de imprensa, sendo 150 deles estrangeiros. A próxima edição acontecerá em 2021 em Dakar, no Senegal.

Com rotas saindo em três bairros em direção ao Centro, a prefeitura de Fortaleza realizou a edição 174ª da Ciclofaixa de Lazer neste domingo (25/03), das 7h às 13h. As praças Jonas Freitas, no bairro São Gerardo, da Igreja Nossa Senhora Aparecida, no Montese e do Anfiteatro do Parque do Cocó serão os pontos de partida dos percursos em direção ao Passeio Público, no Centro. O evento conta com acompanhamento e suporte dos agentes da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) e da Guarda Municipal durante os trajetos, além do atendimento do SAMU e aluguel de bicicletas nos quatro pontos de apoio para proporcionar segurança e conforto aos participantes. Idealizada pela Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (SCSP), por meio do Plano de Ações Imediatas de Transporte e Trânsito de Fortaleza (PAITT), em 21 de setembro de 2014, a Ciclofaixa de Lazer consolida-se como um dos principais cronogramas de lazer, cultura e esporte aos domingos de Fortaleza com cerca de 4 mil ciclistas a cada edição. As rotas que saem dos bairros São Gerardo e Montese possuem o apoio institucional do Extra.

Mais da metade da população brasileira ainda não tem cobertura de esgoto Ainda há um longo caminho a percorrer para a conquista da universalização dos serviços de saneamento básico. Não estamos parados, mas caminhamos muito devagar. Esta foi a afirmação do professor doutor Fábio Campos, biólogo com mestrado em Engenharia Sanitária pela Escola Politécnica da USP e doutorado em Ciências pela Faculdade de Saúde Pública da USP, na palestra “Poluição das Águas – Um panorama da Situação Atual Brasileira”, ministrada no dia 22 de março, Dia Mundial da Água, na sede da Abrafiltros – Associação Brasileira das Empresas de Filtros e seus Sistemas - Automotivos e Industriais, em Santo André/SP. Ele destacou a falta de investimentos do Brasil em saneamento e tratamento de esgoto, colocando em risco a qualidade da água dos rios. O presidente da Abrafiltros, João Moura, considerou o tema muito oportuno e altamente importante, pois a água é um recurso natural que não pode ser desperdiçado e com o evento a associação chama a atenção para a preservação e o cuidado com este bem tão precioso da humanidade. Na apresentação, Campos alertou que, apesar de a água ser um recurso natural renovável, precisa ser cuidada já que é finita. Há 1,4 bilhão de km³ de água na Terra, mas apenas 132 mil km³ disponíveis em água superficial, enquanto a população só cresce. A América do Sul conta com 25% da água mundial e 6% da população. Privilegiado, o Brasil tem 12% de toda a água doce disponível no mundo. Quase 70% estão localizadas na Região Norte; 15,7% na Centro-Oeste; 6,5% na Sul; 6% na Sudeste e pouco mais de 3% na Nordeste. “O que

sanitário na natureza em 2013. adianta ter 12% de água se não “O saneamento não pode ficar sabemos o que fazer?”, disse. Sem restrito a interesses políticos e falar na cobertura de esgoto. A pesquisas desenvolvidas na academédia no Brasil é de 49,8% da mia. Embora o tratamento de esgopopulação e deste percentual to não renda votos, este cenário coletado, somente 40,8% é trataprecisa ser modifido. cado”, alertou o De acordo professor, acrescom o biólogo, centando que o não há estações volume de perda de tratamento de água é grande, de água e esgodevido principalto suficientes mente, a uma no Brasil. “Fali nfraestrutura t a m i n v e s t iantiga e a precária mentos. Segunm a n u t enção na Caminhos para do estudos, rede. para a universasolucionar a situaEle explicou lização do saneque o descaso com ção do saneamento: amento é precio saneamento traz so investir “privatização ou sérias consequêncerca de R$ 303 reestatização“. cias, sendo a mais bilhões em 20 sensível, a morte anos”, afirmou. da vida aquática Segundo devido a introdudados divulgação de grandes cargas de matéria dos em 2015 pelo SNIS - Sistema orgânica que ocasionam a escasNacional de Informações sobre sez de oxigênio, em função do Saneamento, só as capitais lançafavorecimento e a proliferação de ram 1,2 bilhão de m³ de esgsgoto

bactérias. Inicialmente, as bactérias aeróbias levam ao esgotamento de oxigênio dissolvido e dão lugar às bactérias anaeróbias, que liberam gases como metano, sulfídrico e resultam na coloração escura da água, características de um rio morto. “Graves problemas de saúde são causados por toxinas liberadas por cianobactérias – microcistinas – às quais proliferam além do normal em função da eutrofização, excesso de nutrientes tóxicos resultantes do lançamento in natura de esgoto”, adverte. Campos falou também sobre a situação do esgotamento sanitário e tratamento de esgoto nas grandes bacias hidrográficas. Na Bacia Amazônica, apenas 9,7% de domicílios são ligados à rede de e s g o t o ; n a B a c i a To c a n t i n s Araguaia, 18% do esgoto é coletado e 6% tratado; na Bacia do São Francisco, com a transposição vai receber mais 57% de esgoto; na Bacia Paraná, onde há 1/3 da população brasileira, o IQA (Índice de Qualidade da Água) é péssimo em 61% dos pontos monitorados (891 pontos). Para ele, a experiência mundial demonstra haver dois caminhos para solucionar a situação do saneamento: “privatização ou reestatização, sendo que no cenário brasileiro, talvez o exemplo chileno de estatização esteja mais próximo da nossa realidade”. O evento fez parte do Ciclo de Palestras Abrafiltros 2018, que em 19 de abril abordará o tema “Gestão de Negócios: Inovação com competência”, e contará com a presença do Prof. Dr. Cesar Akira, Coordenador de PósGraduação em Negócios – IBMEC São Paulo.

Rota Leste A Rota Leste sairá do início da ciclovia da Avenida Washington Soares em direção ao Passeio Público, passando pelo Ponto de Apoio do Anfiteatro do Parque do Cocó. O percurso seguirá pela Av. Padre Antônio Tomás, Av. Senador Virgílio Távora, Júlio Ibiapina, Abolição, Desembargador Moreira, Beira Mar, Rui Barbosa, seguindo pelas avenidas Historiador Raimundo Girão, Almirante Barroso, Pessoa Anta e Alberto Nepomuceno, chegando à R ua Dr. João Moreira, chegando no Ponto de Apoio do Passeio Público, por trás da 10ª Região Militar. Rota Oeste A Rota Oeste vai ligar a Praça Jonas Freitas, conhecida como Praça dos Animais ou Praça do North Shopping, no bairro São Gerardo (Regional I), ao Passeio Público. O circuito passará pelas ruas Braz de Francesco, seguindo pela Avenida Bezerra de Menezes, depois pela Rua Justiniano de Serpa, em seguida para as avenidas Domingos Olímpio, Antônio Sales, Rua Carlos Vasconcelos, seguindo para o Aterro, aonde se conectará com a Rota Leste. Rota Sul A Rota Sul vai ligar a Praça da Igreja Nossa Senhora Aparecida, no bairro Montese (Regional IV), ao Passeio Público. O percurso partirá da Avenida Professor Gomes de Matos, seguindo pela Rua Pré Nove, depois pela Avenida dos Expedicionários, indo em direção às avenidas Domingos Olímpio, Antônio Sales, seguindo pela Rua Carlos Vasconcelos, chegando ao Aterro, aonde se conectará com a Rota Leste.


8 Fortaleza-CE -Março de 2018

Cultura

Espaço da poesia

CEARÁ DE AZUL-POESIA Ceará, terra luzente e sombria, Terra de sol, sonho e romaria. Ceará, Saara do agreste Brasil A florir o sertão de verde-abril.

Grupo Chocalho comemora dia da poesia na Casa de Juvenal Galeno A manhã foi de reencontros, memória, literatura e homenagens O Grupo Chocalho, como faz todos os anos, tendo a frente o professor Auriberto Cavalcanti prestou homenagens a políticos, jornalistas, professores e sindicalistas no auditório da Casa Juvenal Galeno no dia mundial da poeisa, no ultimo dia 14 de março. O destaque ficou para o centenário da beletrista Nenzinha Galeno, homenageada pela passagem dos seus cem anos . A mesa, foi composta por Antônio Galeno, Ubiratan Aguiar, presidente da Academia Cearense de Letras, professora Francinete

CAMINHO DE FLORES Quando você não mais enxergar Farei um belo caminho de flores Pra você poder nele caminhar E sentir o aroma dos amores Lembrando-se que isso não importa Mesmo o sol vindo a escurecer Nosso Deus sempre abrirá porta A Lua e estrelas vão ascender Amor plantado nas dificuldades É o solo ideal pra crescer Não importa termos muita idade Como o vinho pode envelhecer Que cada vez melhora a qualidade O amor irá nos rejuvenescer Francisco Medeiros Torres

CAUSA MORTIS À democracia brasileira Não resistiu às gravidades Das omissões e cumplicidades.

José Mário Dias A RESPEITO DA DESPEDIDA DE MÁRIO GOMES

HOMENAGEM ESPECIAL Cândida Santiago Galeno (Nenzinha Galeno-in memoriam); Francinete Azevedo; Frei Wilter Malveira; Ubiratan Aguiar. Yara Guerra (in memoriam) AMIGO DO GRUPO CHOCALHO. Editora karuá; AMIGO DA POESIA Jeferson Falcão do Amaral; Jornal do Comércio do Ceará.

I Anima Ceará abre inscrições para curtas-metragens brasileiros

PREMIAÇÃO Toda a programação terá acesso gratuito e as exibições acontecerão nos três primeiros dias do Anima

Ceará de desejo rendado em linho, De tecelãs a fiar lendas de anjinho.

(Diogo Fontenelle)

VEJA A LISTA DOS HOMENAGEADOS PELO GRUPO CHOCALHO:

por a Mostra Brasileira de CurtasMetragens de Animação, que foi pensada para promover um panorama geral dos temas discutidos, técnicas e demandas da produção nacional, proporcionando uma compreensão maior sobre os caminhos que a animação brasileira está trilhando e se desafiando no imaginativo e popular recorte do cinema. Podem participar trabalhos de curta-metragem realizados em qualquer técnica de animação, em quaisquer suportes de captação desde que em Full HD, sem restrição de tema ou gênero. A lista dos selecionados será divulgada até o dia 30 de abril.

Ceará, menino-poeta-seresteiro De doce canto no olhar violeiro.

Ceará de longo estio e breve invernia, De silêncios dourados por azul poesia.

Azevedo, Frei Wilton e professor Paulo Guerra. Amigo do Grupo Chocalho, Amigo da Poesia e, ainda em comemoração ao dia da mulher, Auriberto entregou a Comenda Mulher Poesia. O Jornal do Comércio do Ceará esteve presente na pessoa do seu diretor jornalista Antônio Matos e o repórter fotografico Fernando Farias homenageados com a comenda amigo da poesia.

COMENDA MULHER POESIA 01- Alessandra Mahalhães de Freitas Brasil; 02- Ana Maria Nascimento; 03- Carmelita Fontenelle; 04- Érika Amorim; 05- Francisca Andrade ( Fran Andrade ); 06- Maria Glaudeide Maia Freire; 07- Matusahila Santiago; 08- Raimunda Lucinês Mendes Batista; 09- Rejane Nascimento; 10- Rita Carvalho; 11- Telma Costa.

De 20 de março a 20 de abril estão abertas as inscrições para o I Anima Ceará – Festival Nordestino de Cinema de Animação, Games e Web, que acontecerá no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura entre os dias 23 e 26 de maio de 2018. Podem ser inscritos filmes brasileiros com duração de até 25 minutos, realizados a partir de janeiro de 2017. No site wwwanimafestival.com.br e www.animafestival;com.br estão disponíveis o regulamento e o formulário de inscrições, que são gratuitas e somente online. Não há limite para o número de filmes concorrentes de cada participante. O Festival surge para levar parte significativa da produção de animação brasileira ao público e profissionais cearenses, visando a interrelação entre os produtores e realizadores brasileiros e a promoção de novos talentos na área da animação game e novas mídias, em especial das regiões CONNE (Centro Oeste, Norte e Nordeste). A ideia é também revelar a potência da animação nordestina e dialogar com a ascensão dos espaços da animação brasileira internamente e ao redor do mundo. Cada vez mais, esses espaços são expandidos, como a intensa produção da animação para TV, games e aplicativos móveis. Os filmes selecionados vão com-

Ceará, cigano mouro Moreno, Jangadeiro do coração sereno.

Ceará. Na noite de encerramento, o Júri da Mostra Brasileira de CurtaMetragem concederá o Troféu ANIMA CEARÁ nas seguintes categorias: Melhor Curtametragem; Melhor Roteiro; Melhor Produção CONNE; Melhor Trilha Sonora; Melhor produção com temática nordestina - Prêmio de R$ 5.000,00 (cinco mil reais). WORKSHOPS E MESAS REDONDAS Além das exibições, o I Anima Ceará traz workshops e mesas redondas. Ao promover todas essas ações, o festival não busca somente exibir trabalhos finalizados, mas também discutir suas produções sob perspectivas de mercado, de público e de valorização da linguagem como uma expressão única e tão fértil

quanto a imaginação. Dos filmes e games feitos artesanalmente em 2D às animações totalmente integradas com os benefícios da tecnologia, a animação se permite ganhar diferentes espaços de diálogos. O I Anima Ceará – Festival Nordestino de Cinema de Animação, Games e Web é uma promoção da Universidade Federal do Ceará (UFC), através do Núcleo de Cinema de Animação da Casa Amarela Eusélio Oliveira. Apoio institucional: Governo do Estado do Ceará, através da Secretaria da Cultura, por meio do X Edital Mecenas do Ceará. Patrocínio VIP do Beach Park Studios. Parceria: Associação Cultural Cine Ceará, CONNE (Conexão Audiovisual Centro-Oeste, Norte e Nordeste) e Câmara Setorial do Audiovisual. Realização: Parabelum Produções e Fórum Cearense de Animação. Agradecimento: Enel Distribuição Ceará. SERVIÇO I Anima Ceará – Festival Nordestino de Cinema de Animação, Games e Web - Inscrições abertas de 20 de março a 20 de abril para filmes brasileiros com duração de até 25 minutos, realizados a partir de janeiro de 2017. Informações: (85) 3366.7772, 3366.7773 e producaoanimace@gmail.com. Site: www.animafestival.com.br

Ouvi dizer que você partiu antes do dia primeiro. Onde estará você, poeta? Você, que se deitava no chão para ouvir o silêncio e ver as nuvens de alabastro. Quantos sentimos o turbado fulgor dos labirintos! Quantos viajamos na fonte dos minutos, sondando espantos flamejantes! Falaram que você desmaiou por dois dias e, no hospital, Se sentia um pássaro engaiolado Você, que celebrava o frenesi da liberdade e experimentava júbilo de um Deus da natureza! Como me confortarei diante do exame das ondas que discorrem na plataforma marinha? Ainda ontem eu me esmerava Na inebriante fantasia da contemplação. Você me ensinou a conversar comigo mesmo, como fazem s crianças, quando não tem companhia. Agora, o cais de pedras e os barcos pousados no horizonte parecem informar que você não virá à Praça. Não mais virá e não mais me contará as peripécias com que repugnava o mundo nefasto e contraditório. Você, que com finíssima essência líquida de safira, nutria os sentidos de perplexidade e ressonâncias. Que perpetuava os aéreos deleites ao paroxismo do êxtase infinito e da beleza impossível. Como será Fortaleza sem o Porta Dissoluto, que tanto se apaixonou pela a ventura de viver? Como serei, sem o insensato, que me ensinou a extravagante ciência do ócio? Eu, que arrasto a sensibilidade como um fardo peregrino. Voltaremos a ver-nos noutro tempo, estonteados pela claridade azul? A morte não lhe deixou as alvíssaras do Ano Novo e tornou meu dia melancólico. Agora, no estremecimento das palmeiras, diante da expansão do mar, a vida parece uma folha de papel que o vento, de repente, nos rouba das mãos (Márcio Catunda/ poeta e diplomata)


Política

Fortaleza-CE - Março de 2018

9

ROBERTO LIMA

“Unir forças em torno de um projeto político para o País alcançar a governabilidade'' Para Roberto Lima, secretário geral e tesoureiro do Partido Trabalhista Cristão (PTC), bacharel em direito e radialista profissional, o desafio dos partidos na atual conjuntura política é justamente atender as demandas dos candidatos e, principalmente, se unir em torno de um projeto político que faça o país avançar nesse momento de crise política e econômica. Completado um ano e sete meses do governo Michel Temer, Roberto Lima diz, que “as características da política brasileira impedem o Brasil de ser um país democrático. A crise política é reflexo da conduta de alguns políticos que abandonaram a ética, a moral e, ao longo dos anos, dilapidaram os cofres públicos, seja na gestão de empresas públicas ou no exercício parlamentar”. A condenação de políticos populares e tradicionais, acusados de abuso de poder e lavagem dinheiro, é exemplo de tudo isso. Diz o político que o PTC está unido num projeto democrático para o estado do Ceará e que a inserção de novos nomes na política é uma das principais bandeiras do PTC: formar quadros que preservem a ética, a moral e os bons costumes é fundamental para o bom exercício parlamentar, pois é o que a situação exige no momento; uma nova ordem política para o País, ou seja, banir os malfeitores da cena política, aqueles que colocam os seus interesses pessoais acima do cargo que ocupam; isso deve ser determinante no momento do eleitor sufragar seu voto nas urnas. O Partido Trabalhista Cristão (PTC), abre suas portas para aqueles, principalmente os jovens, que desejam compor sua bancada nas eleições de 2018, trabalhando para valorizar e engrandecer a política, até porque está provado que o ser humano não sobrevive sem a política. JCC – Quais as consequências dessas medidas já aprovadas na Câmara em relação à Reforma Política e o que pode trazer de positivo em relação aos pequenos partidos? ROBERTO LIMA – As conseqüências são as piores possíveis. Os parlamentares se omitiram e se acovardaram, ficaram de joelhos diante do poder executivo, prevaleceu a dificuldade de dialogar. Podemos dizer que essa reforma nada democrática só fortalece os grandes partidos e tira força dos pequenos, uma vez que é uma afronta aos princípios democráticos partidários. JCC – Qual o balanço que o senhor faz em relação ao desempenho dos parlamentares eleitos no último pleito de 2014? ROBERTO LIMA – Conservador. Podemos dizer que esse foi o pior Congresso eleito nos últimos tempos. A maioria movida por

negócios próprios e colocando o interesse nacional e da população em segundo plano. JCC – Como mudar a corrompida cultura política? ROBERTO LIMA – Utilizar

Mas faz-se necessário democratizar os partidos políticos”. todos os mecanismos possíveis, em primeiríssimo lugar o esclarecimento da opinião pública e

da população mais politizada que, em muitos casos, se tornam reféns da mídia por falta de compreensão. Também aumentando o rigor da lei, por exemplo, com a Lei de Improbidade Administrativa, com a Lei da Ficha Limpa. Mas faz-se necessário democratizar os partidos políticos. JCC – É necessária outra forma de pensar a política brasileira? ROBERTO LIMA – Acho que é necessária uma reforma ética. JCC – O PTC vai lançar candidatura própria aqui no Ceará? ROBERTO LIMA – Sim, temos um político muito experiente e competente que vamos lançar para concorrer uma vaga no poder executivo cearense, exvereador de Fortaleza, Ciro Albuquerque. Para o Senado Federal, nosso candidato é o exvereador Robert Burns.

Banho de Piscina Bar e restaurante Redes para descanso Lojinha Moda Praia Aceitamos cartões

Cozinha classe A, com a melhor especialidade em Peixes e Frutos do Mar.

GRÁTIS

Av. Beira Mar,S/N - Prainha - Ceará Fones: (85) 3361.5451 - 98902.7438 - 99868.0918

Av, Santos Dumont, 126 A Centro esquina com 25 de março

Administração: Prefeito Edson Sá

Inaugurado o novo Centro de Educação Infantil (CEI) em São Gonçalo do Amarante Com mais de três mil habitantes, o bairro Lagoinha, na sede de São Gonçalo recebe mais um importante equipamento que vai beneficiar os moradores da região. O Centro de Educação Infantil (CEI), Maria Soares de Almeida no bairro Lagoinha, inaugurado na tarde de, 15/03. Um amplo espaço para o desenvolvimento da Primeira Infância, com salas de aula, laboratório de informática, berçário, fraudário, dormitório, copa, cozinha, refeitório e playground e tem capacidade para atender até 220 crianças de 0 a 5 anos. Na construção do novo espaço educacional foram investidos cerca de R$ 1,1 milhão, sendo R$ 880 mil provenientes do Governo do Estado, através de empréstimo com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), e contrapartida do município de São Gonçalo do Amarante, no valor de R$ 220 mil, Durante a solenidade, o Prefeito Cláudio Pinho destacou que os investi-

VENHA PARTICIPAR DESSE PROJETO Venha fazer parte da família JORNAL COMÉRCIO DO CEARÁ

mentos na educação refletem nos índices de excelência no desempenho do ensino público municipal e na conquista dos estudantes de São Gonçalo em competições por todo o país, elevando o nível do ensino do município como referência na educação em todo o Brasil.O prefeito ressaltou ainda que o município também é destaque na excelência em Gestão Fiscal, sendo o 1º no Estado e o 2º no

Brasil, uma prova do compromisso e zelo com o dinheiro público e com o povo são gonçalense. A Primeira Dama do Estado Onélia Santana e a Secretária Executiva de Educação do Estado Rita Colares presentes à solenidade inaugural, parabenizaram o Prefeito Cláudio Pinho pelos avanços na educação do município.

Colabore, escreva, surgira pauta, mande fotos interessantes, peça edições passadas e traga seus clientes para as páginas do Jornal mais badalado da imprensa cearense da atualidade. Você merece e nós acreditamos em você. Venha participar, agora, desse projeto jornalístico JORNAL DO COMÉRCIO DO CEARÁ. Condições especiais para você e os seus clientes. No Jornal do Comércio o seu cliente aparece e você cresce.

(85) 988.460975


10

Varejo

Fortaleza-CE -Março de 2018 Fortaleza-CE Fortaleza-CE -- Março Março de de 2013 2013

Galeria

O Joani (85)3221.4029 • Restauração • Reintelamento

CABELEIREIRO

SERVIÇO

Lavanderia da

Help

Casa do Chef Marmitaria e Sorveteria

UNISSEX

Salão uirapuru

Manoel:

RIBAMAR

(85) 9.9606.3377 Rua Joaquim Magalhães nº 10

RESTAURANTE/LANCHONETE

CABELEIREIROS

ARTE

(85) 98599.9712 - (85) 99104.5388

Sel-Service de Segunda à Sexta. Sexta à noite: feijão verde, Lagosta, Camarão, tira gosto e bebidas diversas.

TELENTREGA:

Rua Joaquim Magalhães, 16 Benfica - Fortaleza - CE

PROGRAMA DE RÁDIO

MERCADINHO

Suzi & Camila

Mercadinho

(85)9.8598.7561 Rua Padre Mororó, 1800 Centro próximo ao Mercado São Sebastião

SONHO MEU Lanche

LANCHONETE

Rápido

Eficiência e Qualidade

• Lavagem a seco

98699.8518

ERICA:

98862.9580

98826.2882 • Bolinhas recheadas • Camarão • Pastéis (Frango, Carne, Misto e Pizza)

Av. da Universidade, 2223 Loja 07 BAR/RESTAURANTE

ANIVERSÁRIO Zequinha

Bom dia PROGRAMA

TELE-ENTREGA Primeira edição: Sábado de 12 às 15 da manhã e Domingo de 10 h. às 13 horas

Apresentação: Elton Torres e Fernando Farias

CELULAR

(85)988861713 Av. Duque de Caxias, 1400 Centro - Fortaleza - Ceará

• Feijão Verde • Baião • Camarão • Maminha • Carne do Sol • Espetinhos • Bolinha (diversos sabores) • Queijo milanesa • Todo tipo de bebidas

Apresentações musicais • Leninha da Sanfona(Oito baixos) • Zé (repertório intenacional) • Cláudio Alves da viola • Pelé (Trombones) • Vlamir (Percussão) • Sérgio Brasil (Cantor) • Mamá (Couver do Elvis Presley) • Régia (Cantora) • Afrânio (Cuica) 98746.6446 • Moreira(Surdo)

Ótica Boa Visão Óculos Esportivos e de Grau

Causas Previdênciárias

(85) 8735.1514 (85) 3231.9343 (85) 3290.5294

César: Ótico responsável

(85) 3231.5604 (85) 98891.5604

Rua Barão do Rio Branco, 1071 sala 1011 Edifício Lobrás Fortaleza/CE luisriotintoadv@gmail.com

Rua Pedro Pereira, 885 - Cento - Fortaleza/CE augostocesarobv@hotmail.com

LOJAS/SHOPPING

LANCHONETE

afins

METAÚGICA PAULISTA

COSMÉTICOS

Portões Grades Corrimões Porta de Enrolar Estrutura metálica

SHOPING LISBONENSE

ATENDEMOS EM DOMICÍLIO

(85) 3065.6826 Rua Pedro Borges, 143 - Loja 9 Centro Fortaleza-Ceará

98786.1090

ÓTICA

Advogado OAB/CE: 4768

A Star New, Loja especializada em venda de acessórios para celulares e Tablets, faz a diferença no comércio de Fortaleza. Estabelecida no Shopping Lisbonense, Loja 35, Centro, há oito anos a Star New, segundo o seu proprietário Wiles Reis, hoje não estaria no ranking como uma das primeiras em vendas no centro de Fortaleza se não fosse o esforço da sua equipe que cumpre as metas da empresa pautando pela satisfação do cliente, atendimento, qualidade e eficiência. O Jornal do Comércio do Ceará parabeniza essa bilhante empresa que fomenta o comércio em Fortaleza.

AFRÂNIO

ADVOCACIA

José Luis Riotinto

Star New: atendimento, qualidade e eficiência

BARES TEMÁTICOS/BENFICA

Amigos do Carandiru

Temos diariamente:

Clube do samba Expresso/FM.104.3

Rua Joaquim Feijó, 123 Benfica Fortaleza Ceará

(85)

AÇAI

9.8505.3949 9.9191.6434

Rua Luiz Francisco Xavier 401 Messejana - Fortaleza - Ceará

ANUNCIE NO GUIA DO COMÉRCIO DO CEARÁ - (85) 9.88460975 (85) 006.745186


Esporte

Fortaleza-CE -Março de 2018

11

Copa do Mundo 2018 Grupo A (Rússia, Egito, Arábia Saudita, Uruguai) Formado pela anfitriã, Rússia, o Grupo A ainda conta com o Egito, Arábia Saudita e Uruguai. A Copa do Mundo começa oficialmente no dia 14 de junho com Rússia x Arábia, no estádio Olímpico Lujniki. Um dia depois Egito x Uruguai, no estádio Ecaterimburgo. Rússia: Como antiga URSS, foi campeã olímpica duas vezes em 1956 e 1988 e campeã da Eurocopa de 1960. Como anfitriã a seleção Russa, não precisou passar pelas eliminatórias, garantiu vaga direta no torneio. Um dos destaques da equipe o zagueiro Victor Vasin está fora do Mundial, sofreu uma lesão grave no ligamento cruzado do joelho esquerdo. Outro que preocupa, mas ainda é dúvida se participa ou não da competição é outro central Gueorgui Dzhikiya, que sofreu a mesma lesão que o companheiro de seleção em janeiro. Tirando como base sua participação na Copa das Confederações de 2017, a equipe de Stanislav Tchetchesov, tem ainda os goleiros Igor Akinfeev (CSKA Moscou), Vladimir Gabulov (Arsenal Tula) e Guilherme, brasileiro que vive há dez anos na Rússia e joga no Lokomotiv Moscou; ou seja a maioria joga em equipes russas, Dmitry Tarasov (Lokomotiv Moscou), Yuri Zhirkov (Zenit), Fyodor Smolov (FC Krasnodar). Lembrando que a Rússia não passou nem da primeira fase da Copa das Confederações. Só venceu um jogo na estréia contra a Nova Zelândia e perdeu ainda para Portugual de 1 x 0 e México por 2 x 1. Antes da Copa, o grande desafio da Rússia é enfrentar a forte seleção brasileira de Tite em amistoso no dia 23 de março, no mesmo estádio da abertura da Copa do Mundo, o Lujniki, que passou por reforma entre 2013 e 2017 ao custo de R$ 1,46 bilhão, e receberá sete jogos da competição. Egito: para chegar o Mundial, o time egípcio terminou em primeiro lugar no Grupo E, das eliminatórias na África, com 13 pontos, em seis jogos, 4 vitórias, um empate e uma derrota. O jogo que se destaca como o mais importante foi contra o Congo na quinta rodada, vitória por 2 x 1 e classificação a Copa depois de 28 anos ausente. O gol veio aos 50 minutos, no estádio Bob El Arab Stadium. O autor dos dois gols foi Mohamed Salam que joga no Liverpool e foi eleito o melhor jogador do Campeonato Inglês em fevereiro, ganhando seu terceiro premio de melhor jogador do mês e não é para menos fez quatro gols em três jogos em fevereiro. O jogador que tem passagens por Chel-

sea, Basel, Roma, demorou a deslanchar mais hoje com 25 anos é chamado por muitos como o Messi egípcio esperança do técnico argentino Hector Cuper, entre eles também se espera de Mahmoud Adbel Razek (Shikabala) e Ahmed Hassan, se preparam antes do Mundial para um amistoso dia 23 de março contra Portugal. Arábia Saudita: Para conseguir uma classificação a Copa, os árabes enfrentaram duas fases de grupo, na primeira terminou em primeiro lugar, com seis vitórias e dois empates, destaque para as duas vitórias de sete a zero e 10 x 0 sobre o Timor Leste. Na fase seguinte, terminou em segundo atrás do Japão. A Arábia fez nessa fase 19 pontos, seis vitórias um empate e três derrotas. Os principais êxitos foram duas vitórias de 3 x 0 sobre Emirados Árabes Unidos e Tailândia. Mas a classificação veio na última rodada contra o Japão no dia 05 de setembro de 2017, com 1 x 0, no seu estádio na cidade de Jeddah, com gol de Fahad Al-Muwallad. Com uma seleção fraca e sem muitas pretensões, o jeito foi fazer um acordo com times espanhóis e levar jogadores sauditas a Liga da Espanha, um deles é Salem Al- Dawsari de 26 anos que foi levado para jogar no Villareal, fora ele, mais outro oito jogadores vão buscar ganhar experiência para evitar vexames como o da Copa de 2002, quando levou de 9 x 0 da Alemanha logo na estréia. Esse acordo com a Espanha levou os jogadores árabes para lá a custo de salário mínimo da Liga e o restante pago pela Federação Árabe de Futebol Uruguai:Bi-campeã mundial, bi campeã

olímpica, com grandes destaques como Luis Soares (Barcelona) a seleção uruguaia terminou em segundo lugar nas eliminatórias da América do Sul, atrás apenas do Brasil; a seleção que também tem Cavani (PSG) terminou com 31 pontos, nove vitórias, cinco empates e uma derrota, 57% de aproveitamento. O técnico Oscar Tabárez também tem outros destaques como Muslera, Godin, Arrascaeta, Maxi Pereira, Arévalo Rios. As principais vitórias foram contra a Colômbia e Chile por 3 x 0 e Paraguai 4 x 0. A confirmação da classificação veio mesmo na última rodada, quando o Uruguai no estádio Centenário no dia 10 de outubro de 2017, contra a Bolívia, apesar de começa perdendo, gol de Gastón Silva (contra), Cácerez empatou aos 39 m do primeiro tempo, aos 41m Cavani de cabeça virou o jogo, aos 14m do segundo tempo Luis Suárez fez mais um gol e ele mesmo fechou o placar, os bolivianos descontaram de novo contra dessa vez Godín. 4 x 2 e mais uma vez a celeste na Copa do Mundo. Segundo o site, Torcedores, o Uruguai estaria com 15 jogadores já garantido na Copa, antes da convocação final, no gol Muslera, na reserva Martin Silva (Vasco), só a duvida no terceiro goleiro, Martin Campanã do Independente (Arg) ou Conde do Nacional (Uru), na lateral Martín Cácerez (Lazio), Maxi Pereira, as outras duas vagas ficariam em disputa de quatro jogadores, Gastón Silva, Guilhermo Varela (Peñarol) , Jorge Fucile, Frederico Ricca; na zaga estariam confirmado três: Diego Godín, José Maria Giménez e Sebastián Coates, quase lá Mauricio Lemos; como volantes, jovens Federico Valverde, Matías Vecino e Rodrigo Bentacur e possivelmente Lucas Torreira ou Walter Gargano, além de um nome que quase certo Nahitán Nández; na meia diz-se ser ainda o problema que Tabarez tem de solucionar, tem jogadores como Cristian Rodríguez, Giorgian de Arrascaeta, outros ainda disputam uma vaga Carlos Sanchez, Nicolás Lodeiro, Gastón Ramirez e Diego Laxalt, no ataque Luiz Suárez e Edson Cavani garantidos e outros disputam duas vagas entres eles Cristhian Stuani, Maximiliano Gomez, Jonathan Urretaviscaya, Gáston Pereiro, Diego Rolán eAbel Hernandez. Em outros episódios mais grupos da Copa do Mundo de 2018, na Rússia e estou pensando em uma edição especial sobre a História da Rússia, quem sabe falar dos tempos dos czares, Revolução Russa, KGB, PCB de Luis Carlos Prestes, Guerra Fria, muitos assuntos nos remetem ao país Putin.

Copa do Mundo 2018 Grupo B (Espanha, Irã, Marrocos, Portugal) Formado pela campeã mundial de 2010, a Espanha, pelo Irã e Marrocos, sem muita tradição no futebol e pela atual campeã européia de futebol, Portugal, um grupo que já coloca de cara as duas seleções européias na frente das demais. Se não houver zebras serão as duas classificadas, sem dúvida nenhuma. Dia 15 de junho, em São Petersburgo, meio dia horário de Brasília, Marrocos e Irã e às 15h do mesmo dia, no estádio Olímpico de Sochi, Portugal e Espanha duelam em jogo emocionante, concerteza. Espanha: comandada pelo técnico Julen Lopetequi, um ex-jogador que chegou a jogar pelo Real Madrid, Barcelona e Rayo Vallecano, até atuou na seleção, na Copa do Mundo de 1994. Como treinador Jullen, treinou o próprio Rayo Vallecano, Real Madrid, A seleção da Espanha nas categorias de base sub-19, sub-20, sub-21 e o time do Porto e foi anunciando em 21 de julho de 2016 como treinador da seleção principal da Espanha. Já renovada, mas ainda com alguns jogadores antigos, a seleção espanhola venceu numa goleada de 8 x 0, contra a Liechtenstein, na estréia, escalada com De Gea, Sergi Roberto (gol), Sérgio Ramos, Piqué, Jordi Alba, Busquets, Koke, Thiago Alcântara (Nolito), Vitolo (gol) (Ansensio), Diego Costa (gol) (Morata(gol)), David Silva(gol). Classificada como líder do Grupo G, com 28 pontos, a Espanha, venceu nove jogos, um empate, com 36 gols a favor e três contra. Além da goleada na primeira rodada, a Fúria venceu 4 x 0 a Macedônia, 3 x 0 Itália. A dúvida ainda se leva para a zaga Lucas Hernandez, que defende o Atlético de Madrid é francês, mas tem mãe espanhola e apesar de ter sido convocado por Deschamps para amistosos, preferiu esperar uma chance na seleção do país que fora naturalizado. Irã: a seleção asiática se classificou depois de líder o grupo a qual participou na segunda e terceira fase de grupos, sem precisar passar por repescagens. No Grupo D, terminou com 20 pontos, seis vitórias, dois

empates e nenhuma derrota; Entre as principais vitórias dessa fase, venceu por 6 x 0 o Guam, em duas oportunidades. Na terceira fase, obteve a melhor campanha no Grupo 1, com 22 pontos, seis vitórias e quatro empates, com vitórias todas com placares pequenos, venceu o Catar, 2 x 0, a Coreia do Sul, por 1 x 0 e o jogo mais importante, no dia 12 de junho de 2017, a vitória de 2 x 0 sobre o Uzbequistão, gols de Azmoun e Taremi, que deram a classificação ao selecionado.Aseleção treinada pelo técnico português, Carlos Queiroz, estará na sua quinta participação em copas, sendo essa a segunda seguida. As esperanças da equipe são dos jogadores que jogam na Rússia, entre eles Azmoun, Saeid Ezatolahi e Milad Mohammadi Marrocos: No Grupo C da Africa, a seleção marroquina se classificou com 12 pontos, três vitórias e três empates. Entres as vitórias, estão seis a zero sobre o Mali, três a zero sobre o Gabão e a vitória mais importante contra a Costa do Marfim, no dia 11 de novembro de 2017, no estádio Le Félicia, por 2 x 0.Abomba veio no mês de março quando, o volante Mouchine Moutouali disse que o técnico da seleção Hervé Renard, não o convocou, porque, só convoca jogadores que tem amizade com o empresário e ainda cobra suborno. O técnico frânces rebateu e disse estar no futebol da África há mais de dez anos e não convocou ninguém que não seja por merecimento. Na última convocação para os amistosos contra Sérvia e Uzbequistão, o técnico veio com novidades, entre elas, Zakaria Labyad e Yassin Ayoub, que jogam no Utrecht da Holanda e Ayoub El Kaabi, destaque da Copa das Nações da África, que só conta com jogadores que jogam no futebol africano. Ainda foram convocados, o zagueiro da Juventus da Itália, Medhi Benatia e o meio –campista doAjax Hakim Ziyech, outro meia na lista é Younès Belhanda do Galatasary. Portugal: Finalmente chegamos ao

pautando a bola. Carlinhos Alves Email: carlosemanuelceara@gmail.com

Futebol no bairro: Projeto Geração Global, torneio amistoso com quatro equipes

Realizado no dia 25/02, o torneio organizado por Maciel Lino, aconteceu na EEFM Mário Alencar no Sítio São João. Os Pakitos venceram 4 x 1 o, 7 Estrelas; o Legendário superou por 5 x 1 o Geração Global. Na p a r t i d a q u e v a l e u simbolicamente o título o Legendário ficou em 5 x 5 no tempo normal com Os Pakitos, selecionado que tem o melhor do mundo no elenco, Cristiano Ronaldo. Para chegar ao Mundial da Rússia de 2018, a seleção portuguesa terminou em 1° lugar no Grupo B, das eliminatórias européia, com 27 pontos, 9 vitórias e uma derrota. A única derrota se deu na primeira rodada, quando foi derrotada pela Suíça por 2 x 0, depois teve vitórias importantes de 6 x 0 sobre Andorra, Ilhas Faroe e depois devolveu a derrota para Suiça na última rodada vencendo por 2 x 0 e conseguindo a classificação no saldo de gols. O jogo foi no dia 10/10, no estádio da Luz. A equipe de Fernando Santos foi formada nesse jogo por Rui Patrício, Cédric, Pepe, José Fonte, Eliseu (Antunes), João Moutinho, William Carvalho, João Mário (Danilo Pereira), Bernardo Silva, André Silva (gol) (André Gomes) e Cristiano Ronaldo. Um gol contra de Djourou, com isso mais uma vez Portugal estará lutando pelo uma melhor colocação no Mundial. A última convocação antes da Copa, para amistosos contra Egito e Holanda, teve uma novidade, devido a contusão de Pepe (Besiktas – Tur) lesionado foi chamado, o jovem de 20 anos do Benfica, Rubens Dias. Também voltaram ao selecionados, os experientes, Rolando (Olympique de Marseille), Adrien Silva (Leicester). A lista completa ainda trás, os goleiros, Rui Patrício, Athony Lopes e Beto; Cédric Soares, João Cancelo, Bruno Alves, José Fonte, Fabio Coentrão, Raphael Guerreiro; William Carvalho,Ruben Neves, João Moutinho, Manuel Fernandes, André Gomes,João Mário,Bruno Fernandes,Bernardo Silva; Gelson Martins, Ricardo Quaresma, Gonçalo Guedes, Cristiano Ronaldo eAndré Silva.

nos pênaltis, o Legendário se sagrou campeão do torneio amistoso. O mais importante mesmo é a atividade esportiva que sempre é realizada todos os domingos 17h até 22h, em jogos oficiais, rachas, sempre com o objetivo de movimentar a juventude e um espaço usado para relaxar depois de uma semana corrida de trabalho.


12

Investimento/Educação

Fortaleza-CE - Março de 2018

Prefeitura e Governo do Ceará assinam contrato e Cagece retoma serviços e investimentos de água, esgoto e saneamento em Maracanaú O prefeito de Maracanaú, Firmo Camurça, e o governador do Estado, Camilo Santana, assinam o contrato que autoriza a Companhia de água e Esgoto do Ceará – Cagece a operar novamente, de maneira plena, os serviços e a política de água, esgoto e saneamento da cidade, bem como retomar o plano de investimentos nessas áreas no Município. A assinatura do contrato é um marco histórico que põe fim a um imbróglio jurídico entre a Cagece e o Grupo Marquise que se arrastava desde 2004, criando problemas de saneamento básico na Cidade, danos à malha viária, riscos à saúde pública por falta de investimentos. A solenidade, que acontece no Gabinete do Governador, no Palácio Abolição, a partir das 19 horas, contará com a presença do secretário de Infraestrutura do Município, Carlos Eduardo Borges Evangelista, do diretorpresidente da Cagece, Neurisangelo Cavalcante de Freitas, entre outras autoridades. Conquista da Gestão Municipal O prefeito Firmo camurça, desde o primeiro dia da sua gestão, ainda em 2013, buscou intermediar uma solução negociada entre a Cagece e a Marquise. Foram várias reuniões, sempre com a presença e atuação direta do Prefeito, com participação das equipes técnicas da Secretaria de Infraestrutura e da Cagece. Um acordo judicial, firmado em

saúde do povo de Maracanaú, em virtude de esgoto a céu aberto nas ruas. A estrutura precária da rede de esgoto também causa diversos danos à malha viária, sobretudo em épocas de chuva.

Outro grande problema da disputa judicial era o fato da Prefeitura de Maracanaú ficar impedida de captar recursos federais para o saneamento básico. (Oswaldo Scaliotti)

Secretaria de Educação de Paraipaba concede auxílio financeiro a alunos universitários (Rayane Moreira)

novembro de 2016, possibilitou que a Prefeitura encerrasse o contrato que era mantido no setor por 14 anos com a empresa Águas de Maracanaú, que pertence ao Grupo Marquise. O acordo teve o aval do Ministério Público do Estado e Governo do Estado. Contrato Esse contrato que será assinado hoje, 19 de março, põe fim ao fato ocorrido na gestão do ex-prefeito Júlio César Costa Lima que, em 2004, privatizou o serviço em Maracanaú por meio de uma licitação ganha pelo grupo Águas de Maracanaú,

capitaneado pela Marquise. Desde 2004 a Cagece e a Marquise brigavam na Justiça, enquanto os prefeitos Roberto Pessoa (2005-2012) e Firmo Camurça (2013-2018) cobravam as empresas para que chegassem a um acordo. Isso só foi possível após várias solicitações oficiais e reuniões, sempre intermediadas por Firmo Camurça e Roberto Pessoa, com apoio técnico da Secretaria de Infraestrutura. O imbróglio jurídico entre Cagece e Marquise resultou em 14 anos de atraso na expansão da rede de saneamento, causando vários transtornos e riscos à

Com o compromisso de apoiar aos jovens que buscam com determinação, conquistar uma posição definida na vida, a Prefeitura de Paraipaba através da Secretaria de Educação por meio do programa de bolsas de estudos para alunos universitários, instituído pela Lei n° 720 de 27 de abril de 2017, concede atualmente a 20 alunos universitários, que comprovaram por meio de seleção a carência de recursos financeiros para estudarem em uma universidade reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC). Para ter direito ao benefício, os estudantes passaram pelas duas fases do processo seletivo: análise de documentos e visita de uma assistente social. Os alunos recebem o valor mensal de R$ 350,00, atendendo às exigências legais como frequência e aprovação

no curso que realizam. O programa é custeado com recursos próprios do governo municipal, e pago por meio do Fundo Municipal de Educação (FME). O estudante do curso de física da Universidade Federal do Ceará Joanderson Lima, revela a importância da bolsa na sua vida acadêmica. “A bolsa tem uma contribuição fundamental no meu curso, pois com ela facilita minhas atividades que desenvolvem muitas despesas e com isso ela supre a necessidade minha e de vários outros bolsistas”. O estudante de 21 anos revela ainda que sem o benefício o desenvolvimento do curso ficaria comprometido. “Moro com meus pais. Apesar de termos outra renda, a mesma já é muito dividida para as contas fixas. Sem a bolsa iria complicar muito o desenvolvimento dentro do curso”, conclui.

Mulher ganha até 38% menos que homem Apesar de terem conquistado muitos direitos, as mulheres ainda ganham menos que os homens em todos os cargos. É o que aponta o estudo realizado pela Catho, que avalia os salários de homens e mulheres em funções que vão desde o estágio até a presidência de uma empresa. Além disso, mulheres ainda são minoria ocupando posições nos principais cargos de gestão, como diretoria, por exemplo. A Pesquisa Salarial realizada pela Catho em 2018 com 7.957 profissionais, mostrou que quando levamos em consideração o nível de escolaridade, as desvantagens que as mulheres têm aparecem

com maior evidência em todos os níveis. Em alguns casos, elas chegam a ganhar quase a metade do salário dos homens. É o caso das que têm MBA, cuja diferença

salarial é de 42%. O percentual é atenuado conforme a escolaridade vai diminuindo, mas ainda assim o salário dos homens é sempre superior.

Masculino

Feminino

% que mulher ganha a menos

10.106,18

5.811,80

42,49%

Graduação/Especialização

7.339,94

4.768,06

35,04%

Formação superior

4.485,82

2.533,16

43,53%

Ensino médio

2.420,52

1.418,63

41,39%

Ensino fundamental

2.359,98

1.397,89

40,77%

Fundamental incompleto

1.861,25

1.466,36

21,22%

Escolaridade MBA

* Média salarial por escolaridade

Visite a Barra do Ceará. Fortaleza nasceu aqui!

S

• Peixada cearense • Vista privilegiada • Passeio de barco • Área de lazer para crianças • Música ao vivo • O melhor camarão da cidade

ASSOCIAÇÃO CEARENSE DE IMPRENSA Sindicato dos Professores e Servidores da Educação e Cultura do Estado e Municípios do Ceará

SINDICATO DOS FAZENDÁRIOS DO CEARÁ

Sindjorce Sindicato dos Jornalistas do Ceará

Profile for Edmilson Designer

Jornal do Comércio - Março de 2018  

Jornal do Comércio - Março de 2018  

Advertisement