Page 1

Informativo do Sindicato dos Trabalhadores em Água, Esgoto e Meio Ambiente no Estado da Bahia

Ano XXVIII – Nº 11 – 14 de abril de 2014

Trabalhadores (as) aumentam pressão pelo PPR na Embasa e decidem por mais duas paralisações

A categoria está com muita disposição de luta e não teve dúvida em decidir por duas novas paralisações surpresa, cada uma de 24 horas, a partir desta semana. É a pressão aumentando para que a empresa apresente uma proposta digna sobre o benefício do Programa de Participação nos Resultados (PPR). A parada realizada na última quinta (10) obteve sucesso total. A Embasa sinalizou a possibilidade de fazer nova proposta. No próximo dia 25 teremos novas assembleias simultâneas no CAB e no interior. PÁGINA 2

Cerb manda para o sindicato nova proposta para o PPD Com a demonstração de força demonstrada pelos (as) trabalhadores (as), que fizeram uma paralisação de grande sucesso na semana passada, a diretoria da Cerb resolveu apresentar na última sexta (11) uma nova proposta para o PPD, passando o benefício de 1,23 para 1,25 do salário base. Em assembleia também na semana passada, ficou decidida paralisação nesta quarta (16) e outra as-

sembleia no dia seguinte, em Salvador, com a presença de trabalhadores (as) de Feira de Santana. PÁGINA 3

MULTIDÃO FAZ MARCHA EM SÃO PAULO E RATIFICA PAUTA DA CLASSE TRABALHADORA

PÁGINA 4

TRUCULENTO, GERENTE DE SANTO ANTÔNIO DE JESUS JOGA CARRO CONTRA DIRIGENTE

PÁGINA 5

PLUMBUM, ANTIGA COBRAC, É CONDENADA POR CONTAMINAR SANTO AMARO E BOQUIRA

PÁGINA 5

SINDICATO VAI AVALIAR COM TRABALHADORES (AS) PROPOSTA DE PLR DA FOZ JAGUARIBE

PÁGINA 6

www.sindae-ba.org.br


MAIS PRESSÃO

Trabalhadores (as) da Embasa aprovam mais duas paralisações por um PPR melhor

IRECÊ

ITABERABA

A disposição de luta por um PPR digno está tão clara que, depois de uma paralisação de 24 horas com sucesso total, na semana passada, os (as) trabalhadores (as) da Embasa decidiram, em assembleias simultâneas em Salvador e em 12 unidades regionais, na última sexta (11), pela realização de duas paralisações surpresa a partir desta semana, com duração de um dia cada uma, e nova assembleia no próximo dia 25, às 9 horas, também na capital e interior, e já com indicativo de greve. Tudo isso apimentado pela revolta diante da manutenção da mesma proposta rejeitada anteriormente pela categoria. Por enquanto, nada mudou. Porém, em negociação com o Sindicato na última quarta (9) a direção da Embasa sinalizou a possibilidade de apresentar nova proposta para o benefício do Programa de Participação nos Resultados, mas que para isso estava precisando de autorização do Conselho de Administração. Assim, teria que aguardar a próxima reunião desse Conselho, que está prevista para esta segunda (14). Nesse vai e vem sem resultado concreto, a mobilização vai continuar, até porque a proposta feita até o momento está muito aquém do esperado. É, na verdade, um grande retrocesso em relação aos programas anteriores, sendo isso a base da grande revolta na categoria. Só para lembrar, a proposta da empresa é de pagar um benefício com base em apenas uma folha da remuneração, de forma mista, sendo 95% proporcional e 5% linear, vinculando essa última parcela à aprovação de uma misteriosa avaliação de desempenho individual em 2015. Essa proposta absurda foi de novo rejeitada por unanimidade nas assem2

bleias realizadas na última sexta (11), do mesmo jeito que foi mantida a proposta feita pelo Sindicato: 1,8 folha da remuneração, com benefício distribuído de forma mista, sendo metade proporcional e metade linear, sem nenhum critério de avaliação individual. Também naquelas assembleias e por grande maioria foram aprovadas as paralisações surpresas que serão feitas na empresa, a partir desta semana, na capital e interior (ver o resultado das assembleias na tabela abaixo). Não vamos aceitar que a culpa pela situação financeira da empresa continue sendo jogada nas costas dos (as) trabalhadores, até porque, mesmo com o corte de gastos e precárias condições de trabalho, as metas foram alcançadas. A mobilização será mantida até que a direção da Embasa apresenta uma proposta digna e que reconheça o esforço da categoria.

ITAPARICA

ALAGOINHAS

TABELA SALARIAL – A empresa informou ao Sindicato, na semana passada, que até o próximo dia 25 a empresa de consultoria Delloite estará disponibilizando os dados da pesquisa salarial para a comissão. O Sindicato está cobrando rapidez, até porque a pesquisa foi concluída muito tempo atrás.

RESULTADO DE VOTAÇÃO DA ASSEMBLÉIA DO PPR – 04/04/2014 LOCAL

2 PARALISAÇÕES SURPRESA DE 24 HORAS COM ASSEMBLEIA DIA 25/04

ABSTENÇÃO

CONTRA

OUTRAS (*)

TOTAL

ALAGOINHAS

23

01

03

00

27

BARREIRAS

31

00

00

00

31

CAETITÉ

27

00

00

00

27

FEIRA DE SANTANA

103

00

00

00

103

IRECÊ

00

01

00

35

36

ITABERABA

48

00

00

00

48

ITABUNA

24

00

00

00

24

ITAMARAJU

NÃO HOUVE ASSEMBLEIA

JEQUIÉ

32

01

00

00

33

PAULO AFONSO

34

01

00

01

36 344

SALVADOR

163

06

00

175

STO ANTONIO DE JESUS

41

00

00

00

41

SENHOR DO BONFIM

18

00

27

00

45

VITÓRIA DA CONQUISTA

18

00

08

00

26

TOTAIS

562

10

38

211

821

PAULO AFONSO: SABER O BALANÇO FINANCEIRO DA EMPRESA ANTES DA PARALISAÇÃO. SALVADOR: FAZER PARALISAÇÃO DE 24HORAS NA SEGUNDA-FEIRA E NOVA ASSEMBLEIA NA TERÇA-FEIRA SEGUINTE. Obs. Houve um adendo na proposta aprovada para convocação de uma assembleia de avaliação na quarta-feira (16), mas não obteve maioria no total dos votos nas demais assembleias. IRECÊ: PARALISAÇÃO DE 48HORAS CONSECUTIVAS EM TODA EMBASA.


Cerb envia ao sindicato nova proposta para o PPD 1,25 do salário base, mais do que o 1,23 da primeira proposta. Assim, a nova proposta será analisada pela diretoria do Sindicato em reunião nesta segunda (14) e posteriormente com os (as) trabalhadores (as).

A demonstração de força da nossa mobilização, na capital e interior, fez tanto sucesso que a diretoria da Cerb enviou para o Sindicato, no final da tarde

da última sexta-feira (11) uma nova proposta para o pagamento do benefício do Programa de Prêmio por Desempenho (PPD). O benefício oferecido agora é de

Saae de Catu negligencia regras de saúde e segurança no trabalho

Condições precárias de trabalho e falta de obediência às regras de saúde e segurança foram registradas durante visita do Sindicato à autarquia de Catu. Entre as irregularidades encontradas estão a estação de tratamento de água sem guarda corpo, iluminação inadequada naquele espaço, falta de plano de emergência, de kit de primeiros socorros, vazamento no tanque de tratamento de água, cilindro de

cloro gás em local inadequado, grade de proteção danificada, além da inexistência de Cipa e extintor sem carga. Tudo isso poderia ser minimizado com o cumprimento da Norma Regulamentadora Nº 4 (NR 4), que trata do Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho (SESMT). Péssimo exemplo. O sindicato vai ampliar a fiscalização em outros Saae´s.

EDITAL DE CONVOCAÇÃO ASSEMBLEIAS GERAIS EXTRAORDINÁRIAS SIMULTÂNEAS O Sindicato dos Trabalhadores em Água, Esgoto e Meio Ambiente no Estado da Bahia – SINDAE, convoca os interessados, empregados da Companhia de Engenharia Ambiental e Recursos Hídricos da Bahia – CERB, para a Assembleia Geral Extraordinária Simultânea a ser realizada no dia 17/04/2014, às 09:00 horas, na Sede da Empresa – Centro Administrativo da Bahia - Salvador, em 1.ª convocação com a presença de 2/3 ou em 2.ª convocação, meia hora após, com 1/3. Após as discussões serão iniciadas as votações para deliberar sobre o seguinte: 1. Apresentação e avaliação das negociações para pagamento do PPD 2013; 2. Aprovação de greve dos empregados com definição de data e forma; 3. O que ocorrer. Salvador, 11 de abril de 2014.

Danillo Libarino Assunção – Coordenador Geral

A disposição para a luta demonstrada pelos (as) empregados (as) da Cerb tem sido fundamental nessa jornada por um PPD melhor. Depois de uma paralisação de meio turno na semana passada, com grande adesão em todo o estado, assembleias realizadas em Salvador e Feira de Santana na última quinta (10) decidiram por uma nova paralisação de 24 horas nesta quarta (16), além de nova assembleia na próxima quinta (17), a partir das 9 horas, em Salvador, contando com a presença de trabalhadores (as) de Feira de Santana. A decisão das últimas assembleias demonstrou o quadro de indignação da categoria com a intransigência da empresa em manter a proposta de 1,23 do salário base, o que tem resultado no aumento da mobilização em busca de um benefício que reconheça o esforço empreendido para o alcance das metas de serviço estabelecidas pela própria Cerb. Durante a paralisação da última quarta (9), o Sindicato se reuniu com a direção da Cerb que apontou a expectativa de fazer nova proposta. Os dirigentes da empresa informaram que a Secretaria de Administração (Saeb) havia pedido um estudo sobre a possibilidade de ampliar o benefício para 1,25 salário, fato que consideraram um avanço, dentro do cenário de corte de verbas pelo estado.

A emancipação dos trabalhadores será obra dos próprios trabalhadores Karl Marx e Friederich Engels

” 3


FOTOS DE ROBERTO PARIZOTTI

Mais de 40 mil pessoas marcham em São Paulo e ratificam pauta da classe trabalhadora

Uma multidão estimada em mais de 40 mil pessoas tomou o centro de São Paulo, na última quarta (9), durante a 8ª Marcha da Classe Trabalhadora, e reprovou simbolicamente a “Agenda da Classe Trabalhadora para um Projeto Nacional de Desenvolvimento com Soberania, Democracia e Valorização do Trabalho”, uma pauta comum de reivindicações de diversas centrais sindicais e que foi construída em 2010. O documento será reapresentado nos próximos dias à presidente Dilma Rousseff e aos presidentes do Senado, da Câmara dos Deputados e do Tribunal Superior do Trabalho. A marcha teve adesão de seis centrais sindicais (CUT, CGTB, CTB, Força Sindical, Nova Central e UGT) e encam-

pou várias bandeiras, a exemplo da redução da jornada de trabalho para 40 horas semanais, fim do fator previdenciário, trancamento do projeto de lei 4330 (que busca regulamentar a terceirização), correção da tabela do Imposto de Renda e manutenção da política de valorização do salário mínimo, entre outras. O presidente nacional da CUT,Vagner Freitas, disse que haverá muita pressão sobre os poderes executivo, legislativo e judiciário, lembrando que este é um ano eleitoral:“Eles vêm atrás de voto e para ter voto de trabalhador (a) tem de atender a pauta da classe trabalhadora", disse o dirigente. Disse que as reivindicações constantes da pauta da classe trabalhadora pouco avançou, ficando praticamente estagnada.

EDITAL DE CONVOCAÇÃO ASSEMBLEIAS GERAIS EXTRAORDINÁRIAS SIMULTÂNEAS O Sindicato dos Trabalhadores em Água, Esgoto e Meio Ambiente no Estado da Bahia – SINDAE, convoca os interessados, empregados da Empresa Baiana de Águas e Saneamento S.A. – EMBASA, para a Assembleia Geral Extraordinária Simultânea a ser realizada no dia 25/04/2014, às 09:00 horas, na Sede da Empresa – Centro Administrativo da Bahia - Salvador e nas Unidades Regionais de Alagoinhas, Barreiras, Caetité, Feira de Santana, Irecê, Itaberaba, Itabuna, Itamaraju, Jequié, Paulo Afonso, Santo Antonio de Jesus, Senhor do Bonfim e Vitória da Conquista, em 1.ª convocação com a presença de 2/3 ou em 2.ª convocação, meia hora após, com 1/3. Após as discussões serão iniciadas as votações para deliberar sobre o seguinte: 1. Apresentação e avaliação das negociações para pagamento da PPR 2013; 2. Aprovação de greve dos empregados com definição de data e forma; 3. O que ocorrer. Salvador, 11 de abril de 2014.

Danillo Libarino Assunção – Coordenador Geral

4

Projeção do INPC na nossa database aumenta aumenta para 5,52% para a5 ,52% Com a divulgaçã divulgação ão oficial dos índião cess dee iinfl nnfl flaação ção de de mar março, rço, a equipe téc técééccnica do Di Dieese ieese pprojeta ro oje j ta qque ue o INP INPC-IBPC-IBGE, índice mais uutilizado tilizzad a o para o re reajuste eajuste ea salarial daa noss nossa sa cate categoria, egoria, pos possa ssa fificccar ar em 5,52% % na nnossa ossa data-base (maio), o que servirá servvirá ppa para ara ra bbalizar aliz al i ar a negociaçã negociação ção çã ção do nosso o aco acordo orrd do co ccoletivo oleeti ole t vo de trab trabalho. bal alho. Isso ficou co ou um m po pouco oucco acima da pro projeção rro ojeçã ção ão anteriorr do o me mesmo esm mo Dieese, qu que ue pr prev previu evviu i índice de de 55, 5,18%. ,18%. %. Já o IPCA eestá %. stá pr projerojetado ppara ara cchegar heg egar a 6,1%, ttambém ambéém acima da pr projeção rojeççãão o aanterior, n er nt eriio or, qque ue ficou em ue 5,65%. %.. Para Par arra ffechar echar o INP INPC N C daa nnossa ossa data-base ta-basse aguard aguarda-se r a-se o índice de d iinfl n ação nfl de ab abril. bril. O índicee inflacionário é uutilizatilizado ap apenas pena nas paraa zzerar erar a iinfl nflflaaação nfl ç o do çã dos os últimos meses. timo os 12 12 mes ses. No nnosso osso ccaso, aasso, entre maio dee 22013 abril od 01133 e abr bri br ril deste ano. to (com investimento previsto de mais de R$ 500 bilhões nos próximos 20 anos), os municípios precisam, necessariamente, apresentar os planos devidamente aprovados. De acordo com a Funasa, 373 municípios da Bahia participaram da seleção para esse programa, sendo que 325 estavam aptos, mas apenas 198 estavam dentro do prazo permitido.


Descontrolado e truculento, gerente de Santo Antônio de Jesus joga carro contra dirigente Caso típico de descontrole emocional associado com arrogância e truculência. Essa é a melhor descrição para a conduta do gerente regional da Embasa em Santo Antônio de Jesus durante a paralisação ocorrida no último dia 3. Por muito pouco ele não causou uma tragédia, quase nada faltando para imprensar o diretor do Sindicato, Ailton Peixoto, entre o seu carro e outro que estava parado próximo ao portão de acesso à unidade, fato presenciado por vários (as) trabalhadores (as), que ficaram revoltados (as). Andrade tentou a todo custo entrar com seu veículo no estacionamento da empresa, porém, avisado que, durante a paralisação (foi de meio turno) ele poderia entrar mas o carro deveria ficar do lado de fora, não gostou e ficou acelerando de forma ameaçadora. De

repente, partiu com o veículo quando o dirigente sindical passava na frente, com o para-choque tocando na perna de Ailton Peixoto. Mais uma fração de tempo teria sido atropelado em cheio, com risco de imprensá-lo no carro estacionado à frente. Não se admite essa conduta para um gerente de uma empresa do porte da Embasa. Ele mostrou-se descontrolado e despreparado, assumindo o perfil de quem pode trazer graves problemas à empresa, e justamente numa unidade que já passou por auditoria e que registra casos de assédio moral. A diretoria precisa ser enérgica nessa situação se quer se prevenir de futuros problemas. Santo Antônio de Jesus já teve gerentes de péssima memória para trabalhadores (as), não merece mais um.

Israel promove o “apartheid da água” contra a palestina sa estatal israelense Mekorot atua desde o início da conformação do Israel como instrumento da política de apartheid, de segregação e colonização”, denuncia a ativista Maren Mantovani, coordenadora de Relações Internacionais da Campanha Palestina Contra o Muro, que integra a Amigos da Terra Internacional. No total, Israel concentra 80% de toda a água dos territórios ocupados. Comprometendo a água potável e o saneamento básico, assinalou Maren, a empresa israelense agrava os problemas de saúde e desenvolvimento na Palestina. “Não há como subsistir sem a água para o dia a dia, para a agricultura, para as ovelhas, o que obriga o povo palestino a abandonar suas terras, favorecendo os assentamentos dos colonos israelenses. É uma política deliberada em prol da colonização sionista, um saque ilegal que viola e agride toda a legislação internacional”.

A organização ambientalista Amigos da Terra Internacional acaba de deflagrar uma campanha contra práticas discriminatórias da empresa de água estatal israelense, Mekorot, nos territórios palestinos ocupados. A empresa é acusada de negar acesso à água potável adequada para o consumo às comunidades palestinas. De acordo com a organização ambientalista, todos os assentamentos israelenses na Cisjordânia estão conectados à rede de água da Mekorot, inclusive com famílias Alertou ainda que a empresa israelendispondo de piscinas, enquanto ao redor se tira proveito das políticas de privatizade 15% da população palestina carece de ção, concessão e de parcerias público-priabastecimento de água. vadas para vender uma imagem falsa,“com base numa intensa propaganda, de que sa“Ao roubar a água necessária à so- be como fazer florescer o deserto, mas brevivência do povo palestino, a empre- a tecnologia que vende é muito custosa

Mineradora condenada a indenizar por contaminação em Santo Amaro da Purificação e Boquira Após causar gravíssimo dano ambiental em Santo Amaro da Purificação e em Boquira, a mineradora Plumbum, antiga Cobrac, foi condenada pela 3ª Vara da Justiça Federal a pagar indenização correspondente a 10% do seu faturamento bruto, além de cercar a área da antiga empresa e instalar placas de advertência.Também a União foi condenada, esta a promover, através da Fundação Nacional de Saúde (Funasa), pesquisar para avaliar o grau de contaminação dos moradores das regiões por metais pesados (chumbo e cádmio), desenvolvendo plano de atendimento às vítimas. Além disso, a União deve fazer um centro de referência para tratamento de pacientes vítimas de contaminação por metais pesados, elaborando plano efetivo de atendimento e implementando as ações necessárias. A condenação foi imposta numa ação civil pública movida pelo Ministério Público Federal e pelo Instituto para o Desenvolvimento Ambiental. Da decisão ainda cabe recurso. Estima-se que 490 mil toneladas de material contaminado por metais pesados estejam depositados nas instalações da companhia.

e pode ajudar somente os grandes latifundiários, sem resolver o problema das comunidades que realmente necessitam”, frisou. A campanha da organização também consiste em pedir aos governos e empresas de serviços que ponham fim a todos os contratos e acordos de cooperação com a Mekorot. Um dos acordos firmados pela empresa israelense foi com o governo baiano, a Embasa e a Cerb, em julho do ano passado, visando a prospecção de águas subterrâneas, controle e redução de perdas de água, dessalinização e gestão de recursos hídricos no semiárido baiano. Acordos semelhantes foram rompidos na Holanda e na Argentina. 5


Foz do Jaguaribe faz proposta para o PLR Durante negociação com o Sindae na última terça (8), a direção da Foz Jaguaribe apresentou uma proposta para o programa de Participação nos Lucros e Resultados (PLR), referente ao ano passado. Ela será analisada pela direção executiva do Sindicato nesta segunda (14) e logo em seguida será realizada uma assembleia para que a mesma seja discutida pelos (as) trabalhadores (as). O Sindica-

TOMENota

to também cobrou o início das negociações sobre o próximo acordo coletivo de trabalho. A DAC e a Cetrel S/A marcaram a primeira reunião do acordo coletivo para esta quarta (16), e estamos pressionando também a Cetrel Lumina. Queremos avançar na conquistas e vamos cobrar das empresas o pagamento do extra turno e de horas extras quando o turno cair em feriados.

Fórum pela democratização da comunicação realizará plenária no final do mês Bertotti, coordenadora-geral do Fórum, a organização impulsiona uma luta que atrai diversos campos da sociedade. “Várias entidades que não têm ligação histórica com o tema da comunicação entenderam que lutar contra os monopólios midiáticos e pela liberdade de expressão é fundamental para alcançarmos uma democracia plena”, afirmou.

EXPEDIENTE

O FNDC avalia que a democratização das comunicações ganhou a agenda das ruas em 2013, a partir dos protestos específicos pedindo mais liberdade de expressão em todo o país. Para Rosane

6

Entre as diretrizes que devem compor o novo plano de ação 2014-2015 do Fórum, e que serão objeto de estudo e debate durante a Plenária, estão a luta por um novo Marco Regulatório das Comunicações; por uma Internet livre e democrática; pelo fortalecimento da Comunicação Pública; por telecomunicações a serviço da maioria do povo brasileiro; por uma radiodifusão comunitária forte e democrática; pelo Canal da Cidadania; pela implantação e consolidação dos Conselhos de Comunicação; apoio a todas as formas de mídias livres e alternativas; por um Rádio Digital eficiente e democrático; por um jornalismo de qualidade, com profissionalismo, ética e responsabilidade; e pela garantia da qualidade do conteúdo na mídia brasileira. RECICLÁVEL

Entre os dias 25 e 27 deste mês, na Escola Florestan Fernandes (SP), o Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação (FNDC) estará realizando a sua XVIII Plenária Nacional, com o tema “Democratizar a Democracia”. No encontro será feito um balanço das atividades realizadas no ano passado e serão traçadas estratégias para ampliar a atuação a atuação do Fórum, visando a mobilização da sociedade por políticas de comunicação democráticas no Brasil.Além disso, será construído um plano de ação para 2014 e 2015.

Sindicato dos Trabalhadores em Água, Esgoto e Meio Ambiente no Estado da Bahia (Sindae), filiado à FNU/CUT; UT Responsabilidade: Diretoria Executiva; Editor: José Sinval Soares; Comp. e Impressão: Gráfica do Sindae; Tiragem: 8.000 exemplares; Endereço: Rua General Labatut, nº 65, Barris. Salvador – Bahia CEP: 40.070-100; Tel.: (71) 3111-1700; Fax: (71) 3013-6913 Email: sindae@sindae-ba.org.br

PARA AMIGOS (AS) O Saae de Catu recebeu autorização da Prefeitura para realizar seleção através do Regime Especial de Direito Administrativo (Reda), em vez de realizar concurso público para colocar em seu quadro empregados (as) realmente efetivos (as). A autarquia tem cerca de 90 trabalhadores (as), mas poucos (as) são do quadro próprio. O Reda é mais uma forma de terceirizar serviços, fazendo contratação em regime precário. E o pior é que corre boato na cidade de que a seleção é dirigida para atender amigos.

PULO DO GATO A terceirizada Porto (nada) Fino, que presta serviços à Embasa em Irecê, resolveu dar mais do que o pulo do gato sobre os empregados que tem motos alugadas à empresa e pelas quais paga a bagatela de R$ 350,00 mensais por cada uma. Sem autorização, e também sem comunicar, registrou todo mundo como micro empreendedor individual para fugir de algumas obrigações trabalhistas e para evitar o recolhimento para o PIS e outros benefícios sociais. Os empregados descobriram a trama por acaso e estão indignados. Já reclamaram e até agora só obtiveram a promessa de uma solução. Isso é que é uma “gata”... Mas a Embasa, se quiser, pode dar fim a essa malandragem.

MANIFESTAÇÃO Trabalhadores (as) terceirizados (as) que prestam serviço ao governo estadual farão uma grande manifestação nesta segunda (14), pela manhã, em frente à Secretaria de Administração, no CAB. É mais pressão para que o governo não permita o calote que as “gatas” aplicam regularmente na categoria, atrasando salários e outros direitos, muitas vezes sequer pagando as indenizações trabalhistas ao final de seus contratos. Somem, por encanto, e ressurgem com outros nomes, para fugir de suas obrigações, num abuso inaceitável. Isso é corriqueiro em todos os setores, inclusive na administração indireta. Que digam os (as) terceirizados (as) da Embasa, Cerb e tantas mais... Passou da hora do governo tomar medidas drásticas para inibir essa situação.

OBRASERV

SIGA-NOS:

Vira e mexe o Sindicato recebe uma denúncia contra essa empreiteira da Embasa. A mais recente é do seu quadro de motoristas, dando conta de que estão sem reajuste salarial desde 2012, quando ocorreu o último. Alegam que foram “enrolados” no ano passado. Para eles, que sobrevivem convivendo com a alta dos produtos, a vida se tornou um pesadelo.A “gata” tem cerca de 170 motoristas trabalhando em diversas unidades da Embasa e cobram desta empresa a responsabilidade em resolver a situação.

SINDAE Gotadagua Ed.11 Abr 14  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you